Clique aqui

Сomentários

Transcrição

Clique aqui
EMENTAS
1° PERÍODO
Língua Espanhola I
Carga horária: 150 h.
EMENTA
Introdução aos estudos da língua espanhola. Desenvolvimento do processo de ensinoaprendizagem da Língua Espanhola para aquisição das competências e habilidades
básicas (compreensão oral e leitora, produção oral e escrita) necessárias ao desempenho
linguístico-comunicativo nos processos de interação social. Apresentação, estudo e
prática de estruturas gramaticais básicas de registros culto e coloquial e diversos gêneros
de textos orais e escritos. Informações básicas sobre aspectos fonéticos, fonológicos,
gramaticais e sociolingüísticos da língua espanhola. Ampliação do estudo de estruturas
gramaticais básicas em situações comunicativas de registros culto e coloquial. Ampliação
da prática de compreensão e produção de textos orais e escritos: apresentação e análise
dos mais diversos gêneros discursivos orais e escritos que permitam o aluno
compreender e produzir textos que contemplem situações sociais da vida cotidiana e
acadêmica. Ampliação da prática e aquisição do léxico da língua espanhola. Estudo de
estruturas gramaticais mais complexas em situações comunicativas diversas.
Apresentação das variantes da Língua Espanhola, destacando aspectos lexicais,
semânticos, fonéticos, morfossintáticos e pragmáticos, visando ao aprimoramento das
competências e habilidades (compreensão oral e leitora, produção oral e escrita) em
Língua Espanhola necessárias ao desempenho linguístico-comunicativo.
Referências básicas:
• CASTRO VIUDEZ, Francisca. Uso de la gramática española elemental. Madrid:
Edelsa, 2010.
• DUEÑAS, Carlos; HERMOSO, Alfredo; VÉLEZ, Aurora. Ejercicios de gramática:
forma y uso. COMPETENCIA gramatical en uso A1. Madrid: Edelsa, 2011.
• SANCHEZ LOBATO, Jesús; MORENO GERCIA, Concha; SANTOS GARGALLO,
Isabel. Nuevo español sin fronteras ESF 1: cuaderno de ejercicios. 4. ed.
Madrid: SGEL, 2010. (Unidades de 1-6)
Referências complementares:
• CORTÁZAR, Julio. Casa Tomada. In: Cuentos Completos / 1 (1945-1966).
Alfaguara, México, 2007. Disponível em:
<http://www.ciudadseva.com/textos/cuentos/esp/cortazar/casa_tomada.htm>.
(Acesso em: 10 out. 2013).
• FANJUL, Adrián; RUSSO, Martin; ELIAS, Neide; BAYGORRIA, Stella (Org.).
Gramática y prática de español para brasileños: con respuestas. São Paulo:
Moderna, 2005.
• GONZÁLEZ HERMOSO, Alfredo. Conjugar es fácil: de Espana y de América. 2.
ed. Madrid: Edelsa, 2008.
• MATTE BON, Francisco. Gramática comunicativa del español: de la idea a la
lengua. 2 ed. Madrid: Edelsa, 2009.
• MATTE BON, Francisco. Gramática comunicativa del español: de la lengua a la
idea. Madrid: Edelsa, 2010.
Literatura da Língua Espanhola
Carga horária: 50 h
EMENTA
O Pré-literário e a Lírica Medieval Hispânica. O Pré-renascimento, o Renascimento, o
Barroco, o Romanticismo, o Realismo. La Edad de Plata da literatura espanhola. A
Literatura espanhola de la Generación del 98 y del 27. A Literatura Post-Guerra.
Referências básicas:
• MARCO, Sebastián Quesada. Civilización Española. Madrid: SGEL, 2000.
• HORTA, Anderson Braga; VIANNA, Fernando Mendes; RIVERA, José Jeronymo.
Poetas Del Siglo de Oro Español. Brasília: Thesaurus, 2000.
• HERNÁNDEZ, Guillermo; RELLÁN, Clara. Lengua Castellana y Literatura.Bachillerato 1.Madrid: SGEL,1999.
Referências complementares:
• JIMENEZ, JUAN RAMON Platero y Yo LONGSELLER ARGENTINA
• LORCA, Federico García. La casa de Bernarda Alba. Editorial Cátedra, Colección
Letras Hispánicas
• RICO, Francisco. História y crítica de la literatura española. Barcelona, Grijalbo,
1980.
• ANONIMO. Poema De Mio Cid. Editora: RANDOM HOUSE - ARG
• ROJAS, FERNANDO DE. La Celestina. Editora: CATEDRA. Coleção: LETRAS
HISPÁNICAS, 4
• ANONIMO Lazarillo De Tormes Coleção: CATEDRA BASE Editora: CATEDRA
• CERVANTES SAAVEDRA, MIGUEL DE Don Quijote De La Mancha Editora:
ALFAGUARA-ARGENTINA. Edición Del IV Centenario De La Primera Edicion
·
Metodologia do Ensino da Língua Espanhola I
Carga horária: 50 h
EMENTA
Elaboração e a execução de projetos de desenvolvimento dos conteúdos curriculares de
Língua Portuguesa. O uso de tecnologias da informação e da comunicação e de
metodologias, estratégias e materiais de apoio inovadores no ensino de português.
Elaboração, avaliação e entrega de relatório. Simulação didática em sala de aula.
Avaliação de situações de ensino-aprendizagem. Regência.
Referências básicas:
• DIAS, João Batista Cruz. Avaliação escolar: uma análise do discurso. Curitiba: MCBrasil, 2008.
• COSTA VAL, M. G.; MARCUSCHI, B. (Orgs.) Livros didáticos de língua
portuguesa: letramento e cidadania.
• SCHNEUWLY, Bernard; DOLZ, Joaquim. Gêneros orais e escritos na escola.
Campinas; SP: Mercado das Letras, 2004.
Referências complementares:
• BORTONI-RICARDO, Stella Maris. O Professor pesquisador - introdução à
pesquisa qualitativa. São Paulo: Editorial Parábola, 2008.
• GERALDI, João Wanderley. Portos de passagem. São Paulo: Martins Fontes, 2003.
• KOCH, Ingedore Grunfeld Villaça. Desvendando os segredos do texto. São Paulo,
Cortez, 2003.
• MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Parâmetros curriculares nacionais: língua
portuguesa. Brasília: MEC, 2000.
• WEISS, Alba Maria Lemme. A informática e os problemas escolares de
aprendizagem. Rio de Janeiro: DP&GA, 1999.
Estágio Supervisionado em Língua Espanhola I
Carga horária: 150 h
EMENTA
Estudo e análise dos Parâmetros Curriculares Nacionais, Orientações Curriculares
Nacionais de Línguas Estrangeiras, Diretrizes Estaduais de Ensino de Línguas
Estrangeiras. Estudo e Análise das Leis de Diretrizes e Bases e Projeto Político
Pedagógico da comunidade escolar onde os alunos estiverem inseridos. Elaboração de
Planos de Ensino e Planos de Aula. Análise reflexivo-crítica sobre o processo ensinoaprendizagem de Língua Inglesa e suas implicações no currículo do Ensino
Fundamental/Médio. Crenças sobre ensino/aprendizagem de Línguas Estrangeiras
Modernas. Observação e análise da realidade educacional da comunidade.
Referências básicas:
• CELANI. Maria Antonieta. Ensino de segunda língua: redescobrindo as
origens. São Paulo, SP: EDUC, 1997
• BIANCHI, Anna Cecília de Moraes; ALVARENGA, Marina; BIANCHI, Roberto.
Orientação para estágio em licenciatura. São Paulo: Pioneira Thomson
Learning, 2005.
• OLIVEIRA,V. L. M. Ensino de Língua Inglesa: Reflexões e Experiências.
UFMG: Pontes, 1996.
Referências complementares:
• GIMENEZ, T. N & CRISTÓVÃO, V.L.L. Derrubando paredes e construindo
pontes: formação de professores de língua inglesa na atualidade. Revista
Brasileira de Linguística Aplicada. V.4, n. 2, 2004. pg. 85-96.
• GIMENEZ, T. N. (Org.). Ensinando e aprendendo inglês na universidade:
formação de professores em tempos de mudanças. XVI encontro nacional de
professores universitários da língua inglesa. Londrina 2003.
• LEFFA, Vilson J. (org) O Professor de Línguas Estrangeiras – Construindo a
Profissão. Pelotas: Educat, 2001.
• MICCOLI, L. Experiências de professores no ensino de língua inglesa: uma
categorização com implicações para o ensino e a pesquisa. Linguagem &
Ensino,v.10,n.1,p.47-86,jan./jul.2007.
2º PERÍODO
Língua Espanhola II
Carga Horária: 150 h
EMENTA
Aprofundamento do estudo de estruturas gramaticais mais complexas em situações
comunicativas. Práticas de compreensão e produção de textos orais e escritos, com
ênfase na reflexão de aspectos lingüístico-contrastivos da língua espanhola para
aprendizes brasileiros. Aperfeiçoamento do estudo de estruturas gramaticais complexas
em situações comunicativas. Práticas de compreensão e produção de textos orais e
escritos. Estudo dos princípios da fonética e descrição fonológica da Língua Espanhola,
visando o aprimoramento das competências e habilidades de produção e compreensão
oral em Língua Espanhola. Aperfeiçoamento de estruturas gramaticais complexas em
situações comunicativas. Prática de compreensão e produção de textos orais e escritos.
Aspectos da história e evolução da Língua Espanhola e estudo dos aspectos morfológicos
da Língua Espanhola.
Referências básicas:
• CASTRO VIUDEZ, Francisca. Uso de la gramática española intermedio. 1 ed.
Madrid: Edelsa, 2010.
• DUEÑAS, Carlos; HERMOSO, Alfredo; VÉLEZ, Aurora. Competencia gramatical
en uso B2: ejercicios de gramática: forma y uso. Madrid: Edelsa, 2011.
• SÁNCHEZ LOBATO, Jesús; GARCÍA, Concha Moreno; GARGALLO, Isabel
Santos. Nuevo español sin fronteras ESF 2: cuaderno de ejercicios. Madrid: SGEL,
2006. (Unidades de 7-12)
Referências complementares:
• Di Lullo. Aprimorando seu espanhol: como escapar das semelhanças
enganosas com o português. Rio de Janeiro: Elsevier, 2010.
• ARA, Suely Fernandes; MOURE, Walter Gustavo. Ojo con los falsos amigos:
diccionario de falsos amigos em espanhol e português. 2. ed. Local: Moderna,
2002.
• dja Balbino de Amorim Barbieri. Análisis de errores en la interlengua de brasileños
aprendices de espanol y de espanoles aprendices de portugués. 2. ed. mod.
Londrina: Eduel, 2004.
• GONZÁLEZ HERMOSO, Alfredo. Conjugar es fácil: de España y de América. 2.
ed. Madrid: Edelsa, 2008.
• MORENO, Concha; ERES FERNÁNDEZ, Gretel M. Gramática contrastiva del
español para brasileños. SGEL, 2007.
Literatura da Língua Espanhola II
Carga Horária: 50 h
EMENTA
Apresentar panorama crítico da literatura espanhola, por meio da leitura das principais
obras literárias dos períodos mais relevantes da sua história literária, evidenciando a
relação entre literatura, produção artística e contexto histórico. Formação de um leitor
crítico capaz de observar, no texto literário, questões como: técnica narrativa, ponto de
perspectiva, construção da alteridade, identidade e cultura, heterogeneidade de sistemas
culturais, intertextualidade e dialogismos, literatura e sociedade e texto e receptividade.
Referências básicas:
• ACHUGAR, Hugo. Planetas sem boca: escritos efêmeros sobre arte, cultura e
literatura. Belo Horizonte: UFMG, 2006.
• SILVA, Vítor Manuel de Aguiar e. Teoria da literatura. 8. ed. Coimbra, Portugal:
Almedina, 2010.
• WELLEK, René; WARREN, Austin. Teoria da literatura. 5. ed. Europa-américa
(Biblioteca Universitária)
Referências complementares:
• ANÓNIMO. Lazarillo de Tormes: nivel I. Madrid: Edelsa, 1996.
• ANÓNIMO. Poema de Mío Cid. Publicaciones del Ayto. De Burgos, 1980.
•
•
•
BLASCO IBANEZ, Vicente. Sangre y arena. Madrid: Santillana, 1991.
CASTANON, Jose Manuel. Pasion por vallejo. 1988. Paramonga, 1988. Disponível
em: <http://bvirtual.bnp.gob.pe/bnp/BVIC/Captura/upload/castanon_0001s.pdf>
(Acesso em: 10 out. 2013).
CERVANTES SAAVEDRA, Miguel de, 1547-1616. Rinconete y cortadillo. Madrid:
Santillana, 1999.
Metodologia do Ensino de Línga Espanhola II
Carga horária: 50 h
EMENTA
Análise e elaboração de instrumentos de avaliação. Análise e elaboração de projetos
educativos escolares; planos de ensino e planos de aula. PCNs: base teórica e aplicação
prática. A interação professor-aluno. O trabalho com a leitura e a escrita nas aulas de
Língua Inglesa do Ensino Fundamental (Etapa II) e Médio e a análise e elaboração de
sequências didáticas.
Referências básicas:
• MARTINS, Pura Lúcia. A didática e as contradições da prática. 2 ed. 2003.
• MOITA LOPES, Luiz Paulo da. Oficina de linguística aplicada . São Paulo, SP:
Mercado de Letras, 2000.
• _________________________. A nova ordem mundial, os PCNs para o ensino
de inglês no Brasil: a base intelectual para uma ação política. In: BARBARA, L.
e RAMOS, R. Reflexões e Ações no Ensino-aprendizagem de Línguas.
Homenagem a Antonieta Celani. Campinas: Mercado de Letras, 2008.
Referências complementares:
• SOARES, Magda. Linguagem e escola: uma perspectiva social. 17. ed. São
Paulo, SP: Ática, 2001.
• MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Parâmetros curriculares nacionais: ensino médio.
Brasília: MEC, 2000.
• _____. Parâmetros curriculares nacionais: língua inglesa. Brasília: MEC, 2000
• CELANI, Maria Antonieta (Org). Professores e formadores em mudança. Campinas:
Mercado de Letras, 2003.
Estágio Supervisionado de Língua Espanhola II
Carga horária: 150 h
EMENTA
Estudo e análise dos Parâmetros Curriculares Nacionais, Orientações Curriculares
Nacionais de Línguas Estrangeiras, Diretrizes Estaduais de Ensino de Línguas
Estrangeiras. Estudo e Análise das Leis de Diretrizes e Bases e Projeto Político
Pedagógico da comunidade escolar onde os alunos estiverem inseridos. Elaboração de
Planos de Ensino e Planos de Aula. Análise reflexivo-crítica sobre o processo ensinoaprendizagem de Língua Inglesa e suas implicações no currículo do Ensino
Fundamental/Médio. Crenças sobre ensino/aprendizagem de Línguas Estrangeiras
Modernas. Observação e análise da realidade educacional da comunidade.
Referências básicas:
• CELANI. Maria Antonieta. Ensino de segunda língua: redescobrindo as
origens. São Paulo, SP: EDUC, 1997
• BIANCHI, Anna Cecília de Moraes; ALVARENGA, Marina; BIANCHI, Roberto.
Orientação para estágio em licenciatura. São Paulo: Pioneira Thomson
Learning, 2005.
• OLIVEIRA,V. L. M. Ensino de Língua Inglesa: Reflexões e Experiências.
UFMG: Pontes, 1996.
Referências complementares:
• GIMENEZ, T. N & CRISTÓVÃO, V.L.L. Derrubando paredes e construindo
pontes: formação de professores de língua inglesa na atualidade. Revista
Brasileira de Linguística Aplicada. V.4, n. 2, 2004. pg. 85-96.
• GIMENEZ, T. N. (Org.). Ensinando e aprendendo inglês na universidade:
formação de professores em tempos de mudanças. XVI encontro nacional de
professores universitários da língua inglesa. Londrina 2003.
• LEFFA, Vilson J. (org) O Professor de Línguas Estrangeiras – Construindo a
Profissão. Pelotas: Educat, 2001.
• MICCOLI, L. Experiências de professores no ensino de língua inglesa: uma
categorização com implicações para o ensino e a pesquisa. Linguagem &
Ensino,v.10,n.1,p.47-86,jan./jul.2007.
• EMENTAS:
1° PERÍODO
Língua Espanhola I
Carga horária: 150 h.
EMENTA
Introdução aos estudos da língua espanhola. Desenvolvimento do processo de ensinoaprendizagem da Língua Espanhola para aquisição das competências e habilidades
básicas (compreensão oral e leitora, produção oral e escrita) necessárias ao desempenho
linguístico-comunicativo nos processos de interação social. Apresentação, estudo e
prática de estruturas gramaticais básicas de registros culto e coloquial e diversos gêneros
de textos orais e escritos. Informações básicas sobre aspectos fonéticos, fonológicos,
gramaticais e sociolingüísticos da língua espanhola. Ampliação do estudo de estruturas
gramaticais básicas em situações comunicativas de registros culto e coloquial. Ampliação
da prática de compreensão e produção de textos orais e escritos: apresentação e análise
dos mais diversos gêneros discursivos orais e escritos que permitam o aluno
compreender e produzir textos que contemplem situações sociais da vida cotidiana e
acadêmica. Ampliação da prática e aquisição do léxico da língua espanhola. Estudo de
estruturas gramaticais mais complexas em situações comunicativas diversas.
Apresentação das variantes da Língua Espanhola, destacando aspectos lexicais,
semânticos, fonéticos, morfossintáticos e pragmáticos, visando ao aprimoramento das
competências e habilidades (compreensão oral e leitora, produção oral e escrita) em
Língua Espanhola necessárias ao desempenho linguístico-comunicativo.
Referências básicas:
• CASTRO VIUDEZ, Francisca. Uso de la gramática española elemental. Madrid:
Edelsa, 2010.
• DUEÑAS, Carlos; HERMOSO, Alfredo; VÉLEZ, Aurora. Ejercicios de gramática:
forma y uso. COMPETENCIA gramatical en uso A1. Madrid: Edelsa, 2011.
• SANCHEZ LOBATO, Jesús; MORENO GERCIA, Concha; SANTOS GARGALLO,
Isabel. Nuevo español sin fronteras ESF 1: cuaderno de ejercicios. 4. ed.
Madrid: SGEL, 2010. (Unidades de 1-6)
Referências complementares:
• CORTÁZAR, Julio. Casa Tomada. In: Cuentos Completos / 1 (1945-1966).
Alfaguara, México, 2007. Disponível em:
<http://www.ciudadseva.com/textos/cuentos/esp/cortazar/casa_tomada.htm>.
(Acesso em: 10 out. 2013).
•
•
•
•
FANJUL, Adrián; RUSSO, Martin; ELIAS, Neide; BAYGORRIA, Stella (Org.).
Gramática y prática de español para brasileños: con respuestas. São Paulo:
Moderna, 2005.
GONZÁLEZ HERMOSO, Alfredo. Conjugar es fácil: de Espana y de América. 2.
ed. Madrid: Edelsa, 2008.
MATTE BON, Francisco. Gramática comunicativa del español: de la idea a la
lengua. 2 ed. Madrid: Edelsa, 2009.
MATTE BON, Francisco. Gramática comunicativa del español: de la lengua a la
idea. Madrid: Edelsa, 2010.
Literatura da Língua Espanhola
Carga horária: 50 h
EMENTA
O Pré-literário e a Lírica Medieval Hispânica. O Pré-renascimento, o Renascimento, o
Barroco, o Romanticismo, o Realismo. La Edad de Plata da literatura espanhola. A
Literatura espanhola de la Generación del 98 y del 27. A Literatura Post-Guerra.
Referências básicas:
• MARCO, Sebastián Quesada. Civilización Española. Madrid: SGEL, 2000.
• HORTA, Anderson Braga; VIANNA, Fernando Mendes; RIVERA, José Jeronymo.
Poetas Del Siglo de Oro Español. Brasília: Thesaurus, 2000.
• HERNÁNDEZ, Guillermo; RELLÁN, Clara. Lengua Castellana y Literatura.Bachillerato 1.Madrid: SGEL,1999.
Referências complementares:
• JIMENEZ, JUAN RAMON Platero y Yo LONGSELLER ARGENTINA
• LORCA, Federico García. La casa de Bernarda Alba. Editorial Cátedra, Colección
Letras Hispánicas
• RICO, Francisco. História y crítica de la literatura española. Barcelona, Grijalbo,
1980.
• ANONIMO. Poema De Mio Cid. Editora: RANDOM HOUSE - ARG
• ROJAS, FERNANDO DE. La Celestina. Editora: CATEDRA. Coleção: LETRAS
HISPÁNICAS, 4
• ANONIMO Lazarillo De Tormes Coleção: CATEDRA BASE Editora: CATEDRA
• CERVANTES SAAVEDRA, MIGUEL DE Don Quijote De La Mancha Editora:
ALFAGUARA-ARGENTINA. Edición Del IV Centenario De La Primera Edicion
·
Metodologia do Ensino da Língua Espanhola I
Carga horária: 50 h
EMENTA
Elaboração e a execução de projetos de desenvolvimento dos conteúdos curriculares de
Língua Portuguesa. O uso de tecnologias da informação e da comunicação e de
metodologias, estratégias e materiais de apoio inovadores no ensino de português.
Elaboração, avaliação e entrega de relatório. Simulação didática em sala de aula.
Avaliação de situações de ensino-aprendizagem. Regência.
Referências básicas:
• DIAS, João Batista Cruz. Avaliação escolar: uma análise do discurso. Curitiba: MCBrasil, 2008.
• COSTA VAL, M. G.; MARCUSCHI, B. (Orgs.) Livros didáticos de língua
portuguesa: letramento e cidadania.
•
SCHNEUWLY, Bernard; DOLZ, Joaquim. Gêneros orais e escritos na escola.
Campinas; SP: Mercado das Letras, 2004.
Referências complementares:
• BORTONI-RICARDO, Stella Maris. O Professor pesquisador - introdução à
pesquisa qualitativa. São Paulo: Editorial Parábola, 2008.
• GERALDI, João Wanderley. Portos de passagem. São Paulo: Martins Fontes, 2003.
• KOCH, Ingedore Grunfeld Villaça. Desvendando os segredos do texto. São Paulo,
Cortez, 2003.
• MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Parâmetros curriculares nacionais: língua
portuguesa. Brasília: MEC, 2000.
• WEISS, Alba Maria Lemme. A informática e os problemas escolares de
aprendizagem. Rio de Janeiro: DP&GA, 1999.
Estágio Supervisionado em Língua Espanhola I
Carga horária: 150 h
EMENTA
Estudo e análise dos Parâmetros Curriculares Nacionais, Orientações Curriculares
Nacionais de Línguas Estrangeiras, Diretrizes Estaduais de Ensino de Línguas
Estrangeiras. Estudo e Análise das Leis de Diretrizes e Bases e Projeto Político
Pedagógico da comunidade escolar onde os alunos estiverem inseridos. Elaboração de
Planos de Ensino e Planos de Aula. Análise reflexivo-crítica sobre o processo ensinoaprendizagem de Língua Inglesa e suas implicações no currículo do Ensino
Fundamental/Médio. Crenças sobre ensino/aprendizagem de Línguas Estrangeiras
Modernas. Observação e análise da realidade educacional da comunidade.
Referências básicas:
• CELANI. Maria Antonieta. Ensino de segunda língua: redescobrindo as
origens. São Paulo, SP: EDUC, 1997
• BIANCHI, Anna Cecília de Moraes; ALVARENGA, Marina; BIANCHI, Roberto.
Orientação para estágio em licenciatura. São Paulo: Pioneira Thomson
Learning, 2005.
• OLIVEIRA,V. L. M. Ensino de Língua Inglesa: Reflexões e Experiências.
UFMG: Pontes, 1996.
Referências complementares:
• GIMENEZ, T. N & CRISTÓVÃO, V.L.L. Derrubando paredes e construindo
pontes: formação de professores de língua inglesa na atualidade. Revista
Brasileira de Linguística Aplicada. V.4, n. 2, 2004. pg. 85-96.
• GIMENEZ, T. N. (Org.). Ensinando e aprendendo inglês na universidade:
formação de professores em tempos de mudanças. XVI encontro nacional de
professores universitários da língua inglesa. Londrina 2003.
• LEFFA, Vilson J. (org) O Professor de Línguas Estrangeiras – Construindo a
Profissão. Pelotas: Educat, 2001.
• MICCOLI, L. Experiências de professores no ensino de língua inglesa: uma
categorização com implicações para o ensino e a pesquisa. Linguagem &
Ensino,v.10,n.1,p.47-86,jan./jul.2007.
2º PERÍODO
Língua Espanhola II
Carga Horária: 150 h
EMENTA
Aprofundamento do estudo de estruturas gramaticais mais complexas em situações
comunicativas. Práticas de compreensão e produção de textos orais e escritos, com
ênfase na reflexão de aspectos lingüístico-contrastivos da língua espanhola para
aprendizes brasileiros. Aperfeiçoamento do estudo de estruturas gramaticais complexas
em situações comunicativas. Práticas de compreensão e produção de textos orais e
escritos. Estudo dos princípios da fonética e descrição fonológica da Língua Espanhola,
visando o aprimoramento das competências e habilidades de produção e compreensão
oral em Língua Espanhola. Aperfeiçoamento de estruturas gramaticais complexas em
situações comunicativas. Prática de compreensão e produção de textos orais e escritos.
Aspectos da história e evolução da Língua Espanhola e estudo dos aspectos morfológicos
da Língua Espanhola.
Referências básicas:
• CASTRO VIUDEZ, Francisca. Uso de la gramática española intermedio. 1 ed.
Madrid: Edelsa, 2010.
• DUEÑAS, Carlos; HERMOSO, Alfredo; VÉLEZ, Aurora. Competencia gramatical
en uso B2: ejercicios de gramática: forma y uso. Madrid: Edelsa, 2011.
• SÁNCHEZ LOBATO, Jesús; GARCÍA, Concha Moreno; GARGALLO, Isabel
Santos. Nuevo español sin fronteras ESF 2: cuaderno de ejercicios. Madrid: SGEL,
2006. (Unidades de 7-12)
Referências complementares:
• Di Lullo. Aprimorando seu espanhol: como escapar das semelhanças
enganosas com o português. Rio de Janeiro: Elsevier, 2010.
• ARA, Suely Fernandes; MOURE, Walter Gustavo. Ojo con los falsos amigos:
diccionario de falsos amigos em espanhol e português. 2. ed. Local: Moderna,
2002.
• dja Balbino de Amorim Barbieri. Análisis de errores en la interlengua de brasileños
aprendices de espanol y de espanoles aprendices de portugués. 2. ed. mod.
Londrina: Eduel, 2004.
• GONZÁLEZ HERMOSO, Alfredo. Conjugar es fácil: de España y de América. 2.
ed. Madrid: Edelsa, 2008.
• MORENO, Concha; ERES FERNÁNDEZ, Gretel M. Gramática contrastiva del
español para brasileños. SGEL, 2007.
Literatura da Língua Espanhola II
Carga Horária: 50 h
EMENTA
Apresentar panorama crítico da literatura espanhola, por meio da leitura das principais
obras literárias dos períodos mais relevantes da sua história literária, evidenciando a
relação entre literatura, produção artística e contexto histórico. Formação de um leitor
crítico capaz de observar, no texto literário, questões como: técnica narrativa, ponto de
perspectiva, construção da alteridade, identidade e cultura, heterogeneidade de sistemas
culturais, intertextualidade e dialogismos, literatura e sociedade e texto e receptividade.
Referências básicas:
• ACHUGAR, Hugo. Planetas sem boca: escritos efêmeros sobre arte, cultura e
literatura. Belo Horizonte: UFMG, 2006.
• SILVA, Vítor Manuel de Aguiar e. Teoria da literatura. 8. ed. Coimbra, Portugal:
Almedina, 2010.
• WELLEK, René; WARREN, Austin. Teoria da literatura. 5. ed. Europa-américa
(Biblioteca Universitária)
Referências complementares:
• ANÓNIMO. Lazarillo de Tormes: nivel I. Madrid: Edelsa, 1996.
• ANÓNIMO. Poema de Mío Cid. Publicaciones del Ayto. De Burgos, 1980.
• BLASCO IBANEZ, Vicente. Sangre y arena. Madrid: Santillana, 1991.
• CASTANON, Jose Manuel. Pasion por vallejo. 1988. Paramonga, 1988. Disponível
em: <http://bvirtual.bnp.gob.pe/bnp/BVIC/Captura/upload/castanon_0001s.pdf>
(Acesso em: 10 out. 2013).
• CERVANTES SAAVEDRA, Miguel de, 1547-1616. Rinconete y cortadillo. Madrid:
Santillana, 1999.
Metodologia do Ensino de Línga Espanhola II
Carga horária: 50 h
EMENTA
Análise e elaboração de instrumentos de avaliação. Análise e elaboração de projetos
educativos escolares; planos de ensino e planos de aula. PCNs: base teórica e aplicação
prática. A interação professor-aluno. O trabalho com a leitura e a escrita nas aulas de
Língua Inglesa do Ensino Fundamental (Etapa II) e Médio e a análise e elaboração de
sequências didáticas.
Referências básicas:
• MARTINS, Pura Lúcia. A didática e as contradições da prática. 2 ed. 2003.
• MOITA LOPES, Luiz Paulo da. Oficina de linguística aplicada . São Paulo, SP:
Mercado de Letras, 2000.
• _________________________. A nova ordem mundial, os PCNs para o ensino
de inglês no Brasil: a base intelectual para uma ação política. In: BARBARA, L.
e RAMOS, R. Reflexões e Ações no Ensino-aprendizagem de Línguas.
Homenagem a Antonieta Celani. Campinas: Mercado de Letras, 2008.
Referências complementares:
• SOARES, Magda. Linguagem e escola: uma perspectiva social. 17. ed. São
Paulo, SP: Ática, 2001.
• MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Parâmetros curriculares nacionais: ensino médio.
Brasília: MEC, 2000.
• _____. Parâmetros curriculares nacionais: língua inglesa. Brasília: MEC, 2000
• CELANI, Maria Antonieta (Org). Professores e formadores em mudança. Campinas:
Mercado de Letras, 2003.
Estágio Supervisionado de Língua Espanhola II
Carga horária: 150 h
EMENTA
Estudo e análise dos Parâmetros Curriculares Nacionais, Orientações Curriculares
Nacionais de Línguas Estrangeiras, Diretrizes Estaduais de Ensino de Línguas
Estrangeiras. Estudo e Análise das Leis de Diretrizes e Bases e Projeto Político
Pedagógico da comunidade escolar onde os alunos estiverem inseridos. Elaboração de
Planos de Ensino e Planos de Aula. Análise reflexivo-crítica sobre o processo ensinoaprendizagem de Língua Inglesa e suas implicações no currículo do Ensino
Fundamental/Médio. Crenças sobre ensino/aprendizagem de Línguas Estrangeiras
Modernas. Observação e análise da realidade educacional da comunidade.
Referências básicas:
• CELANI. Maria Antonieta. Ensino de segunda língua: redescobrindo as
origens. São Paulo, SP: EDUC, 1997
• BIANCHI, Anna Cecília de Moraes; ALVARENGA, Marina; BIANCHI, Roberto.
Orientação para estágio em licenciatura. São Paulo: Pioneira Thomson
Learning, 2005.
• OLIVEIRA,V. L. M. Ensino de Língua Inglesa: Reflexões e Experiências.
UFMG: Pontes, 1996.
Referências complementares:
• GIMENEZ, T. N & CRISTÓVÃO, V.L.L. Derrubando paredes e construindo
pontes: formação de professores de língua inglesa na atualidade. Revista
Brasileira de Linguística Aplicada. V.4, n. 2, 2004. pg. 85-96.
• GIMENEZ, T. N. (Org.). Ensinando e aprendendo inglês na universidade:
formação de professores em tempos de mudanças. XVI encontro nacional de
professores universitários da língua inglesa. Londrina 2003.
• LEFFA, Vilson J. (org) O Professor de Línguas Estrangeiras – Construindo a
Profissão. Pelotas: Educat, 2001.
• MICCOLI, L. Experiências de professores no ensino de língua inglesa: uma
categorização com implicações para o ensino e a pesquisa. Linguagem &
Ensino,v.10,n.1,p.47-86,jan./jul.2007.