1 A - Curso Objetivo Pirassununga

Сomentários

Transcrição

1 A - Curso Objetivo Pirassununga
RESOLUCAO_EA2_3SERIE2_7_5_ALICE 19/04/13 15:28 Página 1
Resolução Comentada – Simulado 2
EA2 e 3.a série do Ensino Médio 2
1
A
Em b, a participação ou não do Brasil no mercado
internacional pouco influencia na distribuição de
renda, pouco ajudando a melhorar o coeficiente; em
c, o coeficiente brasileiro é superior a 0,500; em d, o
maior coeficiente apresentado no gráfico, entre os
dados mais recentes, é da Guatemala; em e, mesmo
com melhor desempenho econômico, há, no Brasil,
uma elevada concentração de renda, o que torna o
coeficiente de Gini bastante elevado.
2
B
Dominada por terrenos com elevado grau de declividade, entre os quais se destacam os Planaltos e
Serras do Atlântico Leste-Sudeste, a Região Sudeste
é também a mais populosa e urbanizada do País,
com alguns aglomerados urbanos localizados exatamente nas áreas mais acidentadas. Outras regiões
de terrenos acidentados, como Nordeste, Sul e
Centro-Oeste, apresentam menor grau de preocupação das autoridades, na realidade, um verdadeiro
desleixo, o que expõe suas populações a sérios
riscos.
3
C
Em IV, o território brasileiro se encontra no centro da
placa tectônica sul-americana, distante, portanto, da
borda oriental e da cordilheira submarina Dorsal
Atlântica.
4
D
Entre as cidades com mais de dez milhões de habitantes (megacidades) da América Latina se destacam São Paulo e Rio de Janeiro. Em a, o maior índice
de urbanização, entre os dados apresentados, cabe à
Argentina (92,4%); em b, alguns países latino-americanos ainda não chegaram a 50% de urbanização
como, por exemplo, Guatemala (49%), Guiana (29%),
Santa Lúcia (28%), São Cristóvão e Névis (32%),
Trinidad e Tobago (14%); em c, o processo de urbanização se deu também na América Central; em e,
aparentemente, não há relação entre a urbanização e
a expectativa de vida.
EA2 e 3 a. Série do Ensino Médio 2
5
E
A imigração externa permanece no Brasil, apesar de
não mais possuir a importância que representava no
fim do século XIX e início do XX. A partir de 2008,
uma nova corrente se estabelece: a chegada de
europeus que fogem da crise econômica.
6
A
Em b, não há preocupação em “concorrer” com a
China, mas a geração de emprego atenderia a uma
necessidade interna; em c, não há acordo entre Índia
e União Europeia proibindo a imigração; em d, é
pouco provável que os indianos se dirijam para Paquistão ou Bangladesh, países tão ou mais pobres e
adensados quanto a Índia; em e, a população indiana
que hoje habita as cidades dificilmente retornaria ao
campo, pois isso representaria um retrocesso nas
suas tentativas de melhorar as condições de vida.
7
C
Em a, a melhor comparação em relação ao território
brasileiro é com a extensão da Europa; em b, com o
cartograma, pode notar-se que a extensão leste-oeste do Brasil (Recife – Rio Branco, 3440 km) é menor
que a distância Moscou – Lisboa (3.920 km); em c, o
Brasil utiliza atualmente três fusos horários; em d,
numa viagem de leste para oeste pelo Brasil, teríamos pouquíssima variação paisagística (tropical
úmida, semiárida, tropical semiúmida e equatorial);
em e, no percurso brasileiro norte-sul no sentido disposto no mapa, não se atravessam climas desérticos, como no caso do percurso Europa – África.
8
C
Em I, a Índia vem apresentando, nos últimos 20 anos,
um surpreendente desenvolvimento econômico, o
que, com o passar dos anos, permitirá mudanças no
seu perfil populacional trazidas pelas melhorias
econômicas e sociais, possivelmente alterando a
forma da pirâmide; em II, não há dúvida de que o
crescimento econômico da Coreia do Sul realmente
trouxe ao país grandes melhorias sociais, alterando
significativamente o desenho da pirâmide etária,
porém observa-se claramente que o número de
idosos é inferior ao de adultos.
–1
RESOLUCAO_EA2_3SERIE2_7_5_ALICE 19/04/13 15:28 Página 2
9
B
A “Primavera Árabe” trouxe instabilidade política e
convulsões sociais a países como a Tunísia, a Líbia e
o Egito, no norte da África, bem como pesadas manifestações em Iêmen, Bahrein, movimentos de menor
monta em Jordânia e Arábia Saudita – sem, contudo,
derrubar suas monarquias – e uma guerra civil que
se encontra em plena efervescência na Síria.
10
E
Os curdos, um dos povos mais antigos do Oriente
Médio, não conseguiram criar seu país quando do
fim do império Turco-otomano e vivem atualmente
em territórios de Turquia, Irã, Iraque, Síria e Armênia.
Possuem movimentos de independência que, vez
por outra, criam problemas para os governos de
Turquia, Síria e Iraque. Já os caxemires vivem na
região fronteiriça entre norte da Índia, nordeste do
Paquistão e sudoeste da China. A grande maioria
habita o norte da Índia, região que o governo indiano
anexou em 1948 num conflito com o Paquistão.
11
D
A concentração de renda do País evidenciada pelo
enorme contingente de população que recebe até
três salários mínimos prejudica a evolução econômica, a produção e o consumo, travando o desenvolvimento do Brasil. Nos últimos governos (desde
2003), uma série de políticas afirmativas vem tentando melhorar a renda dos brasileiros, com bolsas de
auxílio e o estabelecimento de uma política de recuperação do salário mínimo.
12
D
Em II, no Oriente Médio e no norte da África, há um
contingente cristão católico (0,5% do total mundial),
grupo pequeno, mas representativo, em função da
importância histórica da região para o cristianismo.
Além disso, em Austrália, Nova Zelândia e Papua
Nova Guiné, o cartograma indica que entre 20 e 40%
da população se designa cristão católico.
13
D
Os agentes polinizadores são importantes para a fecundação cruzada das plantas, garantindo a variação
genética e consequentemente a sustentabilidade do
ecossistema.
2–
14
C
As figuras representam fases da divisão celular por mitose em células de vegetais, nas quais, a partir de uma
célula, formam-se duas células iguais à célula-mãe.
15
D
A figura representa um cromossomo constituído por
duas cromátides unidas pelo centrômero. Cada
cromátide é constituída por uma fita dupla de DNA.
16
C
Pinheiros e samambaias apresentam folhas com
cloroplastos, meiose espórica e tecidos vasculares. A
presença de ovário com óvulos no seu interior ocorre
apenas em angiospermas.
17
E
A célula representada está em anáfase e a fase posterior a ela será a telófase, na qual ocorrerá a divisão
do citoplasma ou citocinese, originando duas células.
18
C
O amido é um polissacarídeo. A pepsina atua em
meio ácido sobre as proteínas; a maltase digere a
maltose.
19
B
Anticódons
do RNAT
AAA
AUA
ACC
Códons do
RNAm
UUU
UAU
UGG
Códons do
DNA
AAA
ATA
ACC
20
B
Adaptações imediatas: aumento dos movimentos
respiratórios, dos batimentos cardíacos e da pressão
arterial.
Adaptações a longo prazo: aumento do número de
hemácias.
EA2 e 3 a. Série do Ensino Médio 2
RESOLUCAO_EA2_3SERIE2_7_5_ALICE 19/04/13 15:28 Página 3
21
A
GAA em GUA
GAG em GUG
22
A
Os cruzamentos I, II e III evidenciam que variegado
(P) é dominante em relação a comum (p).
Cruzamento IV: PP x pp = 100% Pp = 100% variegado
Cruzamento V: Pp x pp = 50% Pp: 50% pp = 50%
variegado e 50% comum
Cruzamento VI: Pp x Pp = 25% PP: 50% Pp: 25% pp = 75%
variegado e 25% comum
Cruzamento VII: PP x Pp = 50% PP: 50% Pp = 100%
variegado
23
D
No coração do sapo, no único ventrículo, ocorre mistura de sangue arterial com sangue venoso. No
coração humano não há mistura, a metade direita
contém sangue venoso e a esquerda, arterial.
24
Ao ser dissolvido em água, como o HCl é um ácido
forte, a sua ionização será praticamente total, de
acordo com a equação química:
HCl (aq) ⎯→ H+ (aq) + Cl– (aq)
Concluímos que o esquema da alternativa c representa as situações citadas.
26
O composto que é usado como defensivo agrícola e
tem ligação iônica na sua estrutura é representado
pela fórmula:
Cl
O
|
Cl — C — C
|
O–Na+
Cl
D
A equação química que representa a reação que
ocorre é:
CuO + H2 → Cu + H2O
Determinação da massa de oxigênio que havia na
moeda:
m = 0,795 g – 0,779 g = 0,016 g
Cálculo da massa de óxido de cobre (II):
Massa molar = (16,0 + 63,5) g/mol = 79,5 g/mol
16 g de O ––––––– 79,5 g de CuO
0,016 g de O ––––––– x
x = 0,0795 g de CuO
A
ligação iônica
A ligação entre o sódio (metal) e o oxigênio (não
metal) é iônica.
27
C
X: não metal halogênio do segundo período (duas
camadas eletrônicas).
Y: metal alcalino do sexto período.
Z: não metal halogênio do quarto período.
Cálculo da porcentagem em massa de CuO na
moeda:
0,795 g ––––– 100%
0,0795 g –––– y
y = 10%
25
C
No estado gasoso, as moléculas do HCl estão bem
separadas, o que é uma característica desse estado.
O raio atômico do cloro é maior que o raio atômico
do hidrogênio.
H Cl
EA2 e 3 a. Série do Ensino Médio 2
X apresenta maior afinidade eletrônica que Y.
Z tem menor raio atômico que Y.
X, Y e Z são elementos representativos.
–3
RESOLUCAO_EA2_3SERIE2_7_5_ALICE 19/04/13 15:28 Página 4
28
D
Cálculo da massa de enxofre na jazida:
100,0 kg ––––––––– 80 kg
200,0 kg ––––––––– x
x = 160,0 kg
Cálculo da massa máxima de ácido sulfúrico cujo
rendimento global do processo é de 90%:
I.
II.
(x 2) 2S (s) + 2 O2 (g) → 2SO2 (g)
2SO2 (g) + O2 (g) → 2SO3 (g)
III. (x 2) 2SO3 (g) + 2 H2O (l) → 2H2SO4 (l)
–––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––
2S (s) + 3 O2 (g) + 2 H2O (l) → 2 H2SO4 (l)
2 mol
2 mol (100%)
2 mol
1,8 mol (90%)
2 . 32 g ––––––––––––––––––––– 1,8 . 98 g
160,0 kg –––––––––––––––––––– y
y = 441,0 kg
29
C
••
••
CH2 CH — CH2 — N C O ••
3 pares eletrônicos não ligados
30
D
D
32
19K
K
2
L
M
8
8
maior raio
17Cl
K
L
M
2
8
7
menor raio
N
1
+
K
L
M
2
8
8
menor raio
–
17Cl
K
L
M
2
8
8
maior raio
19K
K (g) + energia → K+ (g)
••
••
K • + • Cl •• → [K+] •• Cl ••
••
••
–
ligação iônica
33
D
Os componentes de uma mistura líquida homogênea, cujos pontos de ebulição diferem em 25°C, são
separados por destilação fracionada.
Os componentes de uma mistura sólida heterogênea
composta por naftalina moída e areia são separados
por sublimação.
Os componentes de uma mistura sólida-líquida
homogênea, composta por NaCl e água, são separados por destilação simples.
34
I.
E
Correta. O biodiesel é obtido a partir de óleos
vegetais e gorduras animais, fontes renováveis.
II. Incorreta. A médio prazo, o biodiesel substituirá
parte do diesel que é obtido a partir do petróleo,
podendo diminuir a importação de petróleo feita
pelo Brasil.
III. Correta. No Semiárido brasileiro e na Região
Norte, a inclusão social pode ser incrementada
com a produção do biodiesel.
35
31
B
M = (8 . 12 + 9 . 1 + 1 . 14 + 2 . 16) g/mol
∴ M = 151 g/mol
C:
4–
96 g ––––––– 151 g
x ––––––– 100%
∴ x = 63,58%
C
O erro da proposição I está em afirmar que a ansiedade é um fenômeno recente. Na verdade, recente é
o termo.
36
D
Segundo o texto, a mulher produz hormônios irregularmente, mas não necessariamente em quantidade
insuficiente, como se afirma em I. A TPM, por sua
vez, não é uma ansiedade patológica, como se afirEA2 e 3 a. Série do Ensino Médio 2
RESOLUCAO_EA2_3SERIE2_7_5_ALICE 19/04/13 15:28 Página 5
ma em II, mas uma condição gerada pela produção
inconstante de hormônios e que pode desencadear
sintomas como a ansiedade.
37
D
Na alternativa d, por meio de uma interrogação e da
utilização do pronome você, o emissor do texto
dirige-se diretamente ao receptor.
38
E
Tanto no enunciado, como em e, o sujeito é inexistente.
39
B
Erro da afirmação IV: os dois versos finais não contêm uma definição do amor, mas sim da dor que este
causa (o “mal que mata e não se vê”).
40
B
No final do poema, o eu lírico afirma que, apesar de
tudo, Amor encontra uma nova maneira de o fazer
sofrer, pois instila um mal desconhecido em sua
alma já desesperançada.
41
D
Contrastes e mudanças não formam antítese porque
não se opõem, não têm sentidos contrários. No
poema, essas palavras fazem parte do mesmo
campo de sentido, pois designam as vicissitudes por
que passa o eu lírico, enfrentando transformações e
situações inesperadas e contrárias a seu desejo.
42
B
Os fragmentos transcritos nas alternativas a, c, d e e
apresentam claramente características árcades,
como os temas do carpe diem e do elogio à vida
simples, despida de ambições materiais etc. Na
alternativa b, transcreveu-se uma estrofe de um
soneto de Gregório de Matos, em que a expressão
barroca carregada de conflito é inteiramente
estranha à placidez árcade.
43
teísta, nacional, engrandecendo o homem e o país.
Nesse fragmento, nota-se a moldura idílica, que serve de contraponto à personagem, utilizada como símbolo de um Portugal harmonioso, singelo, espontâneo.
B
A natureza na estética romântica é expressiva da
emoção, ligando-se indissoluvelmente à subjetividade do eu lírico e da personagem. É simbólica, panEA2 e 3 a. Série do Ensino Médio 2
44
B
O narrador refere-se à sua juventude no trecho “... e
que antes, muito antes, teve larga parte nas minhas
mais íntimas sensações” e à sua morte em “... em
1869 devia assistir aos meus últimos dias”. Quanto à
personagem Virgília, o narrador a descreve no trecho
que vai de “Naquele tempo contava apenas uns
quinze ou dezesseis anos” até o final do primeiro
parágrafo, reportando-se à sua adolescência. A idade
adulta de Virgília é mencionada no início do primeiro
parágrafo. “Virgília?... A mesma; era justamente a
senhora, que em 1869 devia assistir aos meus
últimos dias...”.
45
C
No contexto, as palavras atrevida e voluntariosa
significam respectivamente “audaciosa, arrojada” e
“teimosa, pertinaz”.
46
D
O narrador alude ironicamente à tendência das obras
de ficção, principalmente dos romances românticos,
de idealizarem a realidade.
47
C
Os adjetivos atrevida, voluntariosa, bonita, fresca,
faceira, ignorante, pueril etc. compõem o “retrato
físico e moral” (isto é, psicológico) de Virgília.
48
A
O pronome demonstrativo aquilo refere-se à
descrição de Virgília, feita pelo narrador no
parágrafo anterior.
49
C
No segundo parágrafo, as referências temporais
(“não reparas na diferença entre a linguagem de hoje
e a que primeiro empreguei quando te vi? Crê que
era tão sincero então como agora”) indicam um
paralelo entre a perspectiva do autor jovem e sua
perspectiva depois da morte.
–5
RESOLUCAO_EA2_3SERIE2_7_5_ALICE 19/04/13 15:28 Página 6
50
E
“Errata pensante” significa que o homem é um
constante reformulador de si mesmo, porque é
capaz de alterar seu comportamento a partir de uma
autoavaliação de suas ações. Errata é, num livro, a
seção que corrige os erros que escaparam à revisão.
51
E
D
Lê-se no texto:
“...many older online daters say that even if they
haven’t found true love – yet – it’s been worthwhile.”
*even if = mesmo se (que)
*yet = ainda
*to be worthwhile= valer a pena
55
A
*hence= daí, consequentemente, por conseguinte,
portanto= therefore
b) however= contudo, entretanto
c) nevertheless= não obstante, contudo, todavia
d) although = embora
e) because = porque
6–
4n
=
4n
9n . 92 + 32n. 31
––––––––––––––– =
(25 – 16)2 + 3
81 . 9n + 3 . 9n
––––––––––––––– =
81 + 3
4n
9n
. 84
––––––– =
84
4n
n
–––
4n
4n
n = 9
9
9n . (81 + 3)
––––––––––––– =
84
1
––
4
1
––
24
1
––
2
= 9 = (3 ) = 3 = 3
C
57
1) Se 0,3x + 1,4 = y, então
(0,3x + 1,4)2 + 10 = 7 (0,3x + 1,4) ⇔ y2 + 10 = 7 . y ⇔
7 ± 3 ⇔ y = 5 ou y = 2
⇔ y2 – 7y + 10 = 0 ⇔ y = ––––––
2
E
Lê-se no texto:
“...she was getting tired of asking friends to fix her
up and being told they just couldn’t think of
anyone.”
*to fix up= prover, fornecer, arranjar
*anyone (oração negativa) = ninguém
54
9n+2 + 32n+1
––––––––––––– =
(52 – 24)2 + 3
=
Lê-se no texto:
“…fewer than one third of U.S. high schools offer
Physics taught by qualified teachers..”
*fewer= menos
*one third= um terço
*to teach, taught, taught = ensinar
53
4n
C
Lê-se no texto:
“We have heard from teachers who overwork by
having to hold two or three jobs just to get by.”
*to overwork= trabalhar demais
*to hold= manter
*to get by= sobreviver
52
D
56
2) Se 0,3x + 1,4 = 5, então
0,3x = 5 – 1,4 ⇔ 0,3x = 3,6 ⇔ x = 12
3) Se 0,3x + 1,4 = 2, então
0,3x = 2 – 1,4 ⇔ 0,3x = 0,6 ⇔ x = 2
4) a = 2, b = 12, b – a = 10
E
58
1)
x2 – x – 1 = x2 – x – 3 ⇔ x2 – x – 1 = x2 – x – 1 – 2
2) Substituindo x2 – x – 1 por y, com y > 0, temos:
1±3
y = y2 – 2 ⇔ y2 – y – 2 = 0 ⇔ y = ––––––
⇔
2
⇔ y = 2 ou y = – 1 ⇔ y = 2, pois y > 0
3)
x2 – x – 1 = 2 ⇔ x2 – x – 1 = 4 ⇔ x2 – x – 5 = 0 ⇔
1 ± 21
1 + 21
1 – 21
⇔ x = ––––––––
⇔ x = –––––––– ou x = ––––––––
2
2
2
4) Uma das possíveis raízes da equação é
1 + 21
––––––––
2
C
59
1 = x e 1 = y, então:
1) Se –––
–––
u
v
2
3
––– + ––– = 8
2x + 3y = 8
u
v
⇔ x–y=–1⇔
1
1
––– – ––– = – 1
u
v
2x + 3y = 8
⇔
– 2x + 2y = 2
EA2 e 3 a. Série do Ensino Médio 2
RESOLUCAO_EA2_3SERIE2_7_5_ALICE 19/04/13 15:28 Página 7
⇔
2)
3)
x–y=–1
5y = 10
⇔
x=1
5 de 24 = 20 é o número de participantes que ti4) –––
6
veram um desempenho pior do que o meu.
y=2
1
––– = x e x = 1 ⇒ u = 1
u
62
1
1
––– = y e y = 2 ⇒ v = –––
2
v
1) Se f(x) = 3x + 2, então:
f [g(x)] = x – 4 . f(x + 1) ⇔
⇔ 3 . g(x) + 2 = x – 4 . [3(x + 1) + 2] ⇔
1 =3+2=5
4) 3u + 4v = 3 . 1 + 4 . –––
2
⇔ 3 . g(x) + 2 = x – 12x – 12 – 8 ⇔ 3g(x) = – 11x – 22 ⇔
11
22
⇔ g(x) = – ––– x – –––
3
3
A
60
Se t for o número de clientes que optaram por filmes
3D e d o número dos que escolheram filmes 2D,
então:
D
11
22
2) O gráfico da função h(x) = (3x + 2) – ––– x – ––– 3
3
é do tipo:
t + d = 1200
1)
t
3t
–– . 11 + ––– . 22 +
4
4
⇔
⇔
d . 8 + 2d . 16
–––
–––
= 18 840
3
3
t + d = 1200
t + d = 1200
⇔
⇔
77t 40d
231t + 160d = 226 080
–––– + –––– = 18 840
4
3
231t + 160d = 226 080
– 160t – 160d = – 192 000
⇒ 71t = 34 080 ⇔
4)
⇔ t = 480
t = 480
t + d = 1200
2)
⇒ d = 720
3) O total de ingressos vendidos com valor integral
é:
3 . 480
2 . 720
–––––––– + –––––––– = 360 + 480 = 840
4
3
61
11
22
3) f(x) . g(x) ≥ 0 ⇔ (3x + 2) – ––– x – ––– ≥ 0 ⇔
3
3
2
⇔ – 2 ≤ x ≤ – –––
3
B
1) Se n for o número total de participantes, então:
1
5
3n + 24 + 20n
––– . n + 1 + ––– . n = n ⇔ ––––––––––––– = n ⇔
8
6
24
⇔ 23n + 24 = 24n ⇔ n = 24
2
x ∈ ⺪ – 2 ≤ x ≤ – –––
3 5) A maior solução inteira é – 1.
63
E
g(0) = – 4
g(x) = a(x + 2) (x – 2)
1)
⇒ a . 2 . (– 2) = – 4 ⇔ a = 1⇔
⇔ g(x) = 1 . (x + 2) (x – 2) ⇔ g(x) = x2 – 4
2) f(– 1) = g(– 1) = (– 1)2 – 4 = – 3
3) f(x) = px + q, f(–1) = – 3 e f(0) = 0
p . 0 + q = 0
p(–1) + q = – 3
Assim:
⇔
q = 0 ⇒ f(x) = 3x
p=3
4) f(x) = g(x) ⇔ x2 – 4 = 3x ⇔ x2 – 3x – 4 = 0 ⇔
⇔ x = 4 ou x = – 1
1 de 24 = 3 é o número de participantes que ti2) –––
8
veram um desempenho melhor do que o meu.
5) f(4) = g(4) = 3 . 4 = 12
3) Eu fui, portanto, o quarto colocado.
6) P(4; 12)
EA2 e 3 a. Série do Ensino Médio 2
= – 2; – 1
–7
RESOLUCAO_EA2_3SERIE2_7_5_ALICE 19/04/13 15:28 Página 8
64
B
66
B
1) cos2x + sen x = 1 ⇔ 1 – sen2x + sen x = 1 ⇔
⇔ sen2x – sen x = 0 ⇔ sen x (sen x – 1) = 0 ⇔
⇔ sen x = 1 ou sen x = 0
2) Se sen x = 0, então x = k . π, com k ∈ ⺪ e portanto
2π e 3π são soluções possíveis.
π
3) Se sen x = 1, então x = ––– + k . 2π, com k ∈ ⺪ e
2
π
5π
portanto ––– e ––– são solução possíveis.
2
2
4) Dos números apresentados, o único que não é
3π
3π
solução é ––– . Observe que sen ––– = – 1.
2
2
65
A
1) f(x) = – cos2x – 3 (1 + sen x) ⇔
⇔ f(x) = – (1 – sen2x) – 3 (1 + sen x) ⇔
⇔ f(x) = sen2x – 3 sen x – 4
2) O gráfico de f em função de sen x é
^
^
De acordo com os dados, sendo B EG = x e C FG = y,
temos:
1) A soma dos ângulos externos do triângulo ABF é
360° e portanto a + b + y = 360°.
2) A soma dos ângulos externos do triângulo CDE
também vale 360° e portanto c + d + x = 360°.
3) De modo análogo, no triângulo EFG, temos:
x + y + 70° = 360° ⇔ x + y = 290°
4) De (1) e (2), temos:
a + b + c + d + x + y = 720°
5) De (3) e (4), temos:
a + b + c + d + 290° = 720° ⇔ a + b + c + d = 430°
67
E
pois:
a) As raízes da equação sen2x – 3sen x – 4 = 0 são:
sen x = 4 ou sen x = – 1
–3
b) A abscissa do vértice é – ––– = 1,5
2
c) – 1 ≤ sen x ≤ 1, ∀x ∈ ⺢
d) Se sen x = 1, então f(x) = 1 – 3 – 4 = – 6
3) – 6 ≤ f(x) ≤ 0, ∀x ∈ ⺢
8–
EA2 e 3 a. Série do Ensino Médio 2
RESOLUCAO_EA2_3SERIE2_7_5_ALICE 19/04/13 15:28 Página 9
1) Cada ângulo interno do pentágono regular vale
180° (5 – 2) = 36° . 3 = 108°
––––––––––
5
2) a + 60° = 108° ⇒ a = 48°
3) Os triângulos PCB e PEA são isósceles de vértices B e A, respectivamente. Assim:
a = 48°
2b + a = 180°
⇒ b = 66°
4) Os triângulos PCD e PED são congruentes e por^
^
tanto C PD = EPD = x
5)
x + x + b + b + 60° = 360°
b = 66
⇒
⇒ 2x + 66° + 66° + 60° = 360° ⇔ 2x = 168° ⇔
⇔ x = 84°
68
C
A cana-de-açúcar é de origem indiana, mas seu
cultivo no Ocidente foi introduzido pelos árabes. As
técnicas da produção açucareira tornaram-se então
conhecidas dos portugueses e, depois, de outros
povos europeus, entre os quais os holandeses.
69
A
As tragédias gregas, ao abordarem a luta dos mortais contra forças inexoráveis que iriam destruí-los,
desempenhavam um importante papel na formação
moral dos indivíduos.
70
D
A anarquia militar que sacudiu o Império Romano
entre 235 e 284 reduziu dramaticamente a eficiência
militar de Roma, inviabilizando a retomada das
guerras de conquista – principal fonte da mão de
obra escrava que supria o sistema produtivo
romano. Essa deficiência provocou a queda das
atividades econômicas, contribuindo para o
enfraquecimento geral do Império e tornando-o
vulnerável às invasões bárbaras.
71
B
A afirmação II é falsa porque a vida urbana foi pouco
significativa na Alta Idade Média; além disso, a
reabertura do Mediterrâneo ao comércio europeu
somente se deu no século XI.
EA2 e 3 a. Série do Ensino Médio 2
72
A
A excomunhão (expulsão de alguém em relação à
comunidade cristã, com a consequente condenação
de sua alma) foi bastante utilizada pelo Papado e
seus representantes (bispos e arcebispos) na Baixa
Idade Média, como forma de manter a autoridade da
Igreja e sua unidade doutrinária. Foi também
utilizada como instrumento de pressão política
sobre autoridades seculares, inclusive reis e
imperadores, podendo até resultar no afastamento
do governante. Além das consequências espirituais e
políticas, a excomunhão podia ter uma dimensão
social, pois prejudicava ou inviabilizava o convívio
do excomungado com a comunidade dos fiéis.
73
C
No início do século XIV, alterações climáticas na
Europa Ocidental provocaram secas cíclicas que
reduziram a produção agrícola, causando fome. Em
1337, França e Inglaterra deram início à Guerra dos
Cem Anos, que interromperia a mais próspera rota
comercial terrestre da Europa: a Rota da Champanha. Em 1348, chegou à Europa, vinda do Oriente,
a mais terrível epidemia da história: a Peste Negra,
surto de peste bubônica que matou cerca de um
quinto da população do continente. A crise do século
XIV, resultante da conjugação desses três fatores,
além de provocar uma retração no Renascimento
Comercial iniciado no século XII, alterou as relações
servis de produção, típicas do feudalismo: a redução
da mão de obra rural levou muitos senhores a
enrijecer suas exigências para com os servos,
provocando revoltas, das quais a mais sangrenta foi
a Jacquerie, na França. No final, os senhores
acabaram diminuindo as obrigações servis, o que
veio a apressar a decadência do sistema feudal.
74
E
A alternativa contempla o papel do Brasil como
colônia agrícola de exploração, definida pela lavoura
de plantation (agroexportação baseada no latifúndio
e no escravismo), regida pelas práticas comerciais do
mercantilismo.
75
B
As denominações citadas referem-se a comunidades
etnoculturais pertencentes ao grupo dos Bantos
(habitantes da África Centro-Meridional), principal
fornecedor de mão de obra escrava para o Brasil. As
–9
RESOLUCAO_EA2_3SERIE2_7_5_ALICE 19/04/13 15:28 Página 10
diferenças entre essas etnias – e até as rivalidades
entre elas – foram exploradas pelos senhores de
escravos, no Brasil, por meio da chamada “Diáspora
Negra”: pulverização desses grupos pelo território
brasileiro, de modo a impedir que permanecessem
unidos, o que dificultava a ocorrência de rebeliões.
76
D
A sociedade colonial brasileira criou uma hierarquização própria, na qual o fator determinante – não
citado pelo autor do texto – eram a propriedade
fundiária e a distância social entre senhores e
escravos. Outros fatores complementares, inclusive
de ordem racial, contribuíram para estruturar aquela
formação social, embora de forma menos rígida do
que a verificada na América Espanhola.
77
B
O bandeirismo paulista, que se estendeu de
princípios do século XVII até o primeiro quartel do
século XVIII, começou a ultrapassar o Meridiano de
Tordesilhas em busca de índios para apresar. Esse
processo inicial direcionou-se para as missões
jesuíticas espanholas localizadas em território dos
atuais Mato Grosso do Sul, Paraná e Rio Grande do
Sul. Mais tarde, após serem expulsos de Minas
Gerais pela Guerra dos Emboabas, os Bandeirantes
voltaram-se para o Centro-Oeste, descobrindo ouro
em Goiás e Mato Grosso. A busca de “drogas do
sertão”, por sua vez, foi um importante fator para a
ocupação da Amazônia pelos portugueses.
79
C
Δs = n . 2π R
62,8 = 10 . 2 . 3,14 . R
C
1) 1,0m3 ............... 1,0 . 103kg
6,0m3 .............. M
M = 6,0 . 103kg
2) M = n m
6,0 . 103 = n . 3,0 . 10–26
n = 2,0 . 1029
Ordem de grandeza: 1029
Portanto: N = 29
81
C
1) V = V0 + γ t
E
O desenvolvimento do extrativismo aurífero em
Minas Gerais, Goiás e Mato Grosso, concomitante
com a decadência da produção açucareira, deslocou
o eixo econômico brasileiro do Nordeste para o
Centro-Sul – mudança sintetizada na transferência
da capital para o Rio de Janeiro. Paralelamente, a
interiorização da colonização e a urbanização
ocorrida em Minas Gerais criaram um mercado
interno consumidor de produtos das outras regiões,
contribuindo para integrar economicamente o
território colonial.
78
80
0 = 30,0 – a . 6,0 ⇒ a = 5,0m/s2
2) V2 = V02 + 2 γ Δs
100 = 900 + 2 (– 5,0) Δs
10,0Δs = 800 ⇒ Δs = 80m
82
A
ΔV
20,0
1) γ = –––– = –––– (m/s2) = 50,0m/s2
0,4
Δt
2) Δs = área (V x t)
0,4
0,4 . 24,0
Δs = (24,0 + 4,0) ––– + ––––––––– (m)
2
2
Δs = 5,6 + 4,8(m)
Δs = 10,4m
83
C
V2 = V02 + 2 γ Δs
100 = 0 + 2 . 10 . H
100 = 20H
H = 5,0m
R = 1,0cm
10 –
EA2 e 3 a. Série do Ensino Médio 2
RESOLUCAO_EA2_3SERIE2_7_5_ALICE 19/04/13 15:28 Página 11
84
– 40 m + 5000 = 0
D
– 40 m = – 5000
5000
m = –––––– (g)
40
m = 125 g
C
87
a) Falsa.
As sensações térmicas distintas são produzidas
por causa das condutividades térmicas diferentes
(Calumínio = 48,00 cal/s. cm°C maior que
Cvidro = 0,25 . 10–7 cal/s. cm°C). Além disso, o caV = V0 + γ t (MUV)
VC = 4,0 – 10,0 . 2,0(m/s)
VC = 4,0 – 20,0(m/s)
VC = – 16,0m/s ⇒
85
VC = 16,0m/s
C
Q = mL
cal
Q = 400 g . 540 ––––
g
Q = 216 000 cal
Q = 216 000 . 4,0 J
Q = 864 000 J
Q = 864 kJ
86
D
lor específico sensível do vidro (0,20 cal/g°C) é
menor que o do alumínio (0,21 cal/g°C).
b) Falsa.
CSΔθ
CSΔθ
= –––––– e ‘ = –––––– ⇒ ‘ = ––– (o fluxo fica
L
2L
2
reduzido pela metade)
c) Verdadeira.
O fluxo do calor pode ser medido em watts
joules
–––––––– , que é a unidade de potência no SI.
segundo
d) Falsa.
O vácuo objetiva evitar trocas de calor por condução.
e) Falsa.
A viga e o pilar estão em equilíbrio térmico a
20°C e não ocorre transferência de calor entre
eles nem risco de trinca por dilatação.
88
B
Chave na posição 1: circuito gerador-receptor:
E1 – E2
i1 = ––––––––
∑R
12,0 – 6,0
i1 = ––––––––––––– (A)
1,0 + 4,0 + 1,0
i1 = 1,0 A
Equilíbrio térmico:
Qcedido pela água + Qfusão do gelo + Qrecebido pela água do gelo = 0
(mcΔθ)água + (mL)fusão + (mcΔθ)água do gelo = 0
m . 1,0 (20 – 60) + 50 . 80 + 50 . 1,0 (20 – 0) = 0
– 40 m + 4 000 + 1000 = 0
EA2 e 3 a. Série do Ensino Médio 2
Chave na posição 2: circuito gerador-gerador:
E1 + E3
i2 = ––––––––
∑R
12,0 + 6,0
i2 = ––––––––––––– (A)
1,0 + 4,0 + 1,0
i2 = 3,0 A
– 11
RESOLUCAO_EA2_3SERIE2_7_5_ALICE 19/04/13 15:28 Página 12
89
B
Gráfico do gerador:
E = 20,0V
Ainda:
U = E –r i
↓
↓
8,0 = 20,0 – r. 3,0
r = 4,0Ω
Gráfico do resistor:
U=Ri
18,0 = R . 3,0
R = 6,0Ω
Esquematizando o circuito:
20,0
E
i = –––– = ––––– (A) = 2,0A
10,0
∑R
Tensão elétrica nos terminais A e B:
UAB = E – r i
UAB = 20,0 – 4,0 . 2,0(V)
UAB = Ri
UAB = 6,0 . 2,0(V)
90
U
AB
U
AB
= 12,0V ou
= 12,0V
B
A energia elétrica dissipada no resistor será absorvida pela água na forma de calor.
Eel = Q
P Δt = m c Δθ
R . i2 . Δt = m c Δθ
28 . i2 . 60 = 2000 . 4,2 . 20
000
i2 = 168
––––––– (SI)
1680
i2 = 100 (SI)
i = 10 A
12 –
EA2 e 3 a. Série do Ensino Médio 2

Documentos relacionados