A azáfama começou bem cedo, na manhã de 15 de junho (sábado

Сomentários

Transcrição

A azáfama começou bem cedo, na manhã de 15 de junho (sábado
ENCERRAMENTO DA FESTA – 15 DE JUNHO
A azáfama começou bem cedo, na manhã de 15 de junho (sábado), com os
preparativos para o Arraial de Santo António, enquadrado na comemoração
dos 75 anos de vida paroquial.
Num dia sorridente, como as faces
dos muitos paroquianos que vieram
participar nesta festa, o palco
encheu-se com uma peça de teatro
sobre a vida de Santo António que,
acima de tudo, serviu para os
diversos intervenientes partilharem, entre si e com o público, o espírito de
verdadeira comunidade. A peça contou ainda com a colaboração especial do
Coro da Catequese. Também as crianças e os
adolescentes da Catequese quiseram mostrar o que
valem e brindaram o público com bonitas canções. Os
Escuteiros mostraram o seu trabalho de equipa com
um divertido jogo e a sessão, debaixo de telha,
concluiu-se em grande com a mestria do mágico Raul
Morais.
A segunda parte do Arraial
ocorreu debaixo do sol quase
de verão, em ambiente bem
animado com o som da música
tradicional e popular dos “Luar
de Agosto”, um grupo de
cantares
oriundo
de
Mafamude, em Vila Nova de
Gaia. Ao redor do pátio do
Centro Social, foram instaladas
bancas de exposição e venda
para todos os gostos: artigos religiosos, livros, artesanato, bijuteria,
bricabraque, bem como deliciosas iguarias e limonada fresquinha.
Foi uma agradável e divertida
tarde de festa! Findo o arraial,
teve lugar, pelas 19h00, a
Eucaristia de encerramento do
ano catequético.
Sérgio Silva