Manual dos Chefes de Missão dos CONs

Сomentários

Transcrição

Manual dos Chefes de Missão dos CONs
Manual dos
Chefes de Missão
dos CONs
Abril 2016
Publicado em abril de 2016, o Manual dos Chefes de
Missão oferece aos CONs uma visão detalhada dos serviços
disponíveis durante os Jogos Olímpicos Rio 2016, assim
como das operações durante os Jogos.
As informações aqui contidas estão atualizadas até o
momento da sua publicação. No entanto, por favor observe
que alguns detalhes podem mudar da presente data até
os Jogos. Os Comitês Olímpicos Nacionais (CONs) são
orientados a checar o Rio Exchange regularmente para
obter as informações mais atualizadas.
Este documento foi originalmente produzido em inglês,
mas também está disponível em francês, português e
espanhol. Em caso de dúvidas, os CONs devem consultar o
texto original em inglês.
1
2
SUMÁRIO
Introdução ....................................................................................................13
1.1
Datas importantes............................................................................. 14
1.2Informações de contato da equipe de relações com os CONs...15
Entrada no Brasil......................................................................................... 19
2.1 Titulares de credenciais provisórias................................................ 19
3
2.2Indivíduos que não possuem uma credencial provisória...... 19
Processo de registro da delegação...........................................................22
3.1 Produção e distribuição das credenciais provisórias...................22
3.2 Processo de inscrições esportivas...................................................22
3.2.1 Inscrições online............................................................................23
3.2.2 Substituição de atletas de última hora.................................23
3.3 Reunião de registro de delegação...................................................24
3.4As primeiras 24 horas após a reunião de registro
de delegação....................................................................................... 27
3.4.1 Inspeção e inventário .................................................................. 27
3.4.2 Assistentes dos CONs..................................................................28
3.4.3 Mesa de chegadas e partidas....................................................28
3.4.4Retirada de veículos e de permissão de acesso e
estacionamento de veículo....................................................... 28
3.4.5 Formulário de indicação do porta-bandeira........................28
3.4.6 Inspeção de uniformes................................................................29
3.5 Acesso durante a pré-abertura da Vila Olímpica.........................29
3.6Validação de credencial e operações durante os Jogos..............29
3.6.1 Validação de credenciais provisórias......................................29
3.6.2 Centros de credenciamento......................................................29
4
3.6.3Cartões de credenciamento perdidos, danificados ou
roubados......................................................................................... 30
Chegadas ...................................................................................................... 32
4.1 Sistema de chegadas e partidas...................................................... 32
4.2 Etiquetas de bagagem....................................................................... 32
4.3 Cartões de entrada/saída................................................................. 33
4.4 Alfândega brasileira e franquias de bagagem.............................. 33
4.5 Armas de fogo, pistolas a laser e munições ................................. 35
4.6 Chegadas ao Aeroporto Internacional Tom Jobim......................36
4.6.1 Serviços de chegada ....................................................................36
4.6.2 Acesso dos CONs às áreas de esteira de bagagem............38
4.6.3 Estacionamento do aeroporto..................................................38
4.6.4Transporte ......................................................................................39
4.6.5 Voos fretados e privados............................................................39
4.7 Chegadas por outros portas de entrada........................................39
4.8 Problemas com bagagem (perda, atraso ou danos)................... 40
5
4.9 Traslados para o aeroporto ............................................................. 41
Acomodação e serviços............................................................................. 44
5.1 Introdução e visão geral da Vila Olímpica.................................... 44
5.1.1 Endereço da Vila Olímpica......................................................... 44
5.1.2 Datas importantes....................................................................... 44
5.1.3 Acesso e zonas............................................................................... 44
5.1.4 Acesso e serviços pré-abertura................................................. 47
5.1.5 Centro de Boas-Vindas............................................................... 48
5.1.6 Passes para convidados..............................................................49
5.1.7 Passes administrativos................................................................50
5.1.8 Espaços residenciais dos CONs..................................................51
5.1.9 Espaços operacionais dos CONs............................................... 55
5.1.10 Serviços de tecnologia................................................................ 57
5.1.11 Centro de Serviços aos CONs .................................................. 64
5.1.12 Alocação dos assistentes dos CONs........................................67
5.1.13 Reuniões dos Chefes de Missão...............................................70
5.2 Serviços para os residentes da Vila Olímpica...............................70
5.2.1 Lavanderia, limpeza e manutenção........................................ 72
5.2.2Gelo.................................................................................................... 73
5.2.3Entretenimento.............................................................................. 74
5.2.4Recreação......................................................................................... 74
5.2.5 Centro ecumênico......................................................................... 75
5.3 Serviços esportivos da Vila Olímpica............................................. 75
5.3.1 Centro de Informação Esportiva.............................................. 75
5.3.2 Sala de Observação de Esporte ...............................................76
5.3.3 Video Player Olímpico..................................................................76
5.4 Comidas e bebidas na Vila Olímpica.............................................. 77
5.4.1 Privilégios de refeição.................................................................. 77
5.4.2Vales-refeição................................................................................. 77
5.4.3 Refeitório principal ...................................................................... 77
5.4.4 Opções alternativas de refeições.............................................79
5.4.5 Serviços agendados de bufê..................................................... 80
5.5 Transporte da Vila Olímpica............................................................ 80
5.5.1 Balcões de transporte................................................................. 80
5.5.2Estacionamento............................................................................. 81
5.5.3 Terminal de Transporte de Atletas..........................................82
5.5.4 Sistema de Transporte Interno da Vila ..................................82
5.6 Serviços médicos da Vila Olímpica.................................................82
5.7 Praça da Vila....................................................................................... 84
5.7.1 Escritório de Passes para Convidados....................................85
5.7.2 Centro de Imprensa......................................................................85
5.7.3 Serviços de protocolo...................................................................85
5.8 Políticas e serviços da Vila Olímpica............................................. 86
5.8.1Serviços de emergência, segurança e autoridades
locais.................................................................................................86
5.8.2 Local de luto....................................................................................87
5.8.3 Jornal da Vila Olímpica................................................................87
5.8.4 Exibição de bandeiras nacionais e outros materiais.........87
5.8.5 Política de não cozinhar..............................................................87
5.8.6 Carrinhos de golfe e bicicletas..................................................87
5.8.7 Política de proibição de fumo e álcool.................................. 88
5.8.8 Política de retorno dos atletas................................................. 88
5.8.9Sustentabilidade........................................................................... 88
5.8.10Controle de pragas....................................................................... 88
5.9 Acomodação dos oficiais adicionais de equipe........................... 89
5.9.1 Vila Olímpica.................................................................................. 89
5.9.2 Vila da Barra 1 e Deodoro ....................................................... 90
5.10 Acomodação das equipes de futebol............................................ 94
5.10.1 Vila Olímpica .................................................................................95
5.10.2 Hotéis das cidades-sede do futebol....................................... 96
5.11 Acomodação dos tratadores.......................................................... 101
5.11.1 Acesso ........................................................................................... 103
5.11.2 Chegadas pela primeira vez ................................................... 103
5.11.3 Check-in ........................................................................................ 105
5.11.4 Check-out .................................................................................... 106
5.11.5 Partidas ........................................................................................ 106
5.12 Outras acomodações.......................................................................106
5.12.1 Hotéis da Família Olímpica..................................................... 107
5.12.2 Hotéis dos dignitários internacionais................................... 110
6
5.12.3 Acomodação em navio de cruzeiro....................................... 110
Esporte.......................................................................................................... 113
6.1 Instalações de competição.............................................................. 113
6.2 Programa de competição................................................................. 115
6.3 Equipamentos esportivos................................................................ 115
6.3.1 Lista de equipamentos esportivos......................................... 115
6.3.2Transferência de equipamentos esportivos entre
instalações..................................................................................... 116
6.4 Instalações de treinamento durante os Jogos.............................116
6.4.1 Passes para Instalações de Treinamento..............................119
6.4.2 Acesso com credencial P............................................................121
6.5 Oficiais de Ligação da Equipe......................................................... 123
6.6 Pesagem e exames médicos.......................................................... 123
6.7 Informações sobre esportes........................................................... 124
6.8Info+ e myInfo+...................................................................................125
6.9 Serviços das instalações.................................................................. 126
6.9.1 Alimentos e bebidas................................................................... 126
6.9.2 Internet.......................................................................................... 129
6.9.3 Serviços médicos........................................................................ 129
6.9.4 Serviços de tradução e interpretação.................................. 131
6.10 Filmagem técnica nas instalações................................................. 131
6.11 Cerimônias de premiação................................................................ 131
6.12 Serviços de protocolo...................................................................... 132
6.13 Informações climáticas................................................................... 132
7
6.14 Qualidade da água............................................................................133
Catálogo de Produtos e Serviços.............................................................135
7.1Pagamentos.......................................................................................135
7.2 Depósitos e restituições...................................................................135
7.3 Descontos para CONs/CPNs........................................................... 136
8
7.4Espectro...............................................................................................137
Alfândega e transporte de carga............................................................ 139
8.1PolÍticas e procedimentos de expedição de transporte de
carga................................................................................................... 139
8.2 Plano de Apoio ao Transporte de Cargas Rio 2016..................... 143
8.3Entregas na Vila Olímpica e nas instalações de competição...146
9
Transporte....................................................................................................153
9.1 Rede de rotas olímpicas...................................................................153
9.2 Sistema de transporte para atletas.............................................. 154
9.3Veículos..............................................................................................160
9.3.1 Veículos exclusivos para os CONs..........................................160
9.3.2Veículos do Catálogo de Produtos e Serviços
e outros veículos..........................................................................162
9.3.3 Política para veículos................................................................. 163
9.4 Permissões de acesso e estacionamento de veículos............... 163
9.4.1 VAPPs para veículos exclusivos dos CONs.......................... 163
9.4.2 VAPPs do Catálogo de Produtos e Serviços ..................... 165
9.5 Motoristas........................................................................................166
9.5.1 Motoristas exclusivos do Rio 2016.........................................166
9.5.2 Credenciamento de motoristas para os CONs.................. 167
9.5.3 Veículos dirigidos pelos CONs.................................................168
9.6 Serviços T3.........................................................................................169
9.7 Atletas espectadores........................................................................171
10
9.8 Transporte público............................................................................173
Venda de ingressos....................................................................................175
10.1 Vendas e compras de ingressos durante os Jogos......................175
10.2Ingressos Siga Seu Time e ingressos das finais
de esportes em equipe.................................................................... 178
10.3 Ingressos para familiares e amigos de atletas........................... 178
10.4 Ingressos de atletas de disciplinas diferentes.............................181
10.5 Ingressos de cortesia para as cerimônias.................................... 182
11
10.6 Eventos prime................................................................................... 182
Serviços médicos.......................................................................................186
11.1 Hospitais oficiais ..............................................................................186
11.2 Transporte médico .......................................................................... 187
11.3 Equipe médica do CON.................................................................... 187
11.4 Importação de medicamentos e equipamentos médicos .......188
11.5 Reunião do COI para os médicos das equipes............................188
11.6 Código médico do COI e políticas associadas ............................188
11.7 Precauções de saúde para viajar ao Brasil ..................................189
12
11.8 Serviços públicos de saúde.............................................................189
Controle de doping....................................................................................191
12.1 Regras antidoping.............................................................................191
12.2Direitos e responsabilidades dos atletas quando
submetidos ao controle antidoping ............................................ 192
12.3 Gestão de análise de amostras e de resultados......................... 192
12.4 Isenções para uso terapêutico ...................................................... 193
12.5 Paradeiro do atleta ......................................................................... 193
13
12.6 Operações durante os Jogos..........................................................194
Segurança...................................................................................................196
13.1 Segurança nas instalações.............................................................196
13.2 Itens restritos e proibidos nas instalações..................................198
13.3 Integração de segurança e transporte .......................................200
14
13.4Assistência de emergência fora das instalações do Rio 2016 .201
Cerimônias..................................................................................................203
14.1 Cerimônias de boas-vindas às equipes........................................203
14.2 Cerimônia de abertura................................................................... 204
15
14.3 Cerimônia de encerramento......................................................... 208
Serviços para Presidentes e Secretários-Gerais dos CONs................210
15.1Acomodação......................................................................................210
15.2Credenciamento...............................................................................210
15.3Chegadas.............................................................................................211
15.4 Assistentes da Família Olímpica ....................................................211
15.5 Serviços de transporte T1/T2 ........................................................ 212
15.6 Serviços de transporte das cidades-sede do futebol ............... 213
15.7 Telefones celulares .......................................................................... 213
15.8129a Sessão do COI............................................................................ 213
15.9 Cerimônias de abertura e de encerramento .............................. 213
16
15.10Partidas.............................................................................................. 214
Programa de dignitários internacionais ............................................... 216
16.1Acomodação...................................................................................... 216
16.2Credenciais........................................................................................ 216
16.3Chegadas............................................................................................ 217
16.4 Oficiais de visitas e asistentes de dignitários ............................ 218
16.5Transporte.......................................................................................... 219
16.6Segurança......................................................................................... 220
16.7 Cerimônias de abertura e de encerramento .............................. 221
16.8 Serviços de protocolo na Vila Olímpica.......................................222
16.9Partidas..............................................................................................223
17
Operações de Imprensa...........................................................................225
17.1 Credenciamento de imprensa .......................................................225
17.2 Acomodações de imprensa .......................................................... 226
17.3 Transporte para a imprensa.......................................................... 226
17.4 Centro de Imprensa Principal ........................................................227
17.5 Operações de imprensa nas instalações..................................... 230
17.6 Adidos de Imprensa dos CONs....................................................... 233
18
17.7 Serviço de notícias olímpicas ........................................................234
Marca236
18.1 Uso da marca ................................................................................... 237
18.2 Regra 50 ............................................................................................238
18.3Pins......................................................................................................239
18.4 Marcas em veículos dos CONs.......................................................239
18.5 Patrocinadores dos CONs...............................................................239
19
18.6 Proteção da marca ......................................................................... 240
Finanças.......................................................................................................242
19.1 Ajudas financeiras............................................................................242
19.2Impostos............................................................................................242
19.3CNPJ....................................................................................................242
19.4 Contas bancárias .............................................................................242
20
19.5Seguro.................................................................................................243
Partidas.......................................................................................................247
20.1 48 horas finais antes da partida ...................................................247
20.2 Inspeção e inventário de partida..................................................247
20.2.1 Centro de Serviços aos CONs..................................................247
20.2.2Check-in remoto na Vila Olímpica ....................................... 248
20.3 Período de desmontagem (bump-out)...................................... 248
20.4 Serviços de partidas....................................................................... 249
20.4.1 Serviços de pré-partidas.......................................................... 249
20.4.2Cartões de entrada/saída........................................................ 250
20.4.3Traslados para o aeroporto..................................................... 250
21
20.5 Comunicação pós-Jogos ................................................................ 251
Documentos de referência...................................................................... 253
21.1
Calendário de competição ..................................................... 254
21.2 Lista de destinos T3.................................................................... 255
21.3 Mapa da Vila Olímpica............................................................. 260
21.4 Visão geral do Rio de Janeiro.................................................. 262
21.5Fichas técnicas de modalidades esportivas
e mapas dos locais .................................................................... 270
21.6 Glossário dos mapas.................................................................. 371
21.7 Links rápidos.................................................................................376
21.8 Informações gerais sobre o Brasil e o Rio............................377
21.9Glossário.........................................................................................382
INTRODUÇÃO
Introdução
1 | INTRODUÇÃO
Prezados Chefes de Missão,
Em menos de três meses a partir de agora, vocês e suas delegações serão recebidos para a
XXXI edição dos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro, nossa Cidade Maravilhosa.
Para ajudá-los em seus preparativos e no seu planejamento final, temos o prazer de
apresentar o Manual dos Chefes de Missão, que contém informações detalhadas sobre todas
as áreas que envolvem os CONs e os atletas, incluindo os serviços e as instalações durante os
Jogos. Recomendamos fortemente que vocês examinem o manual e o distribuam para todo o
seu Comitê, para assegurar que todos estejam totalmente preparados para os Jogos.
A equipe de Relações com os CONs, que estará localizada no Centro de Serviços aos CONs da
Vila Olímpica entre os dias 18 de julho e 24 de agosto de 2016, ficará feliz em auxiliá-lo nos
próximos meses.
Estamos ansiosos para recebê-los na Cidade Maravilhosa e desejamos a vocês muita sorte em
sua preparação para os Jogos!
Saudações Olímpicas,
Carlos Arthur Nuzman
Presidente
13
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
1.1 DATAS IMPORTANTES
DATA
TEMA
ATIVIDADE
29 de abril de 2016
Credenciamento
Data-limite de credenciamento dos CONs
04 a 20 de maio de 2016
Pré-DRMs
Reuniões de Pré-Registro de Delegações
27 de maio de 2016
Serviços médicos
Data-limite para registro dos Diretores Médicos
dos CONs (CMOs) e equipe de médicos
30 de maio de 2016
Catálogo de Produtos
e Serviços
Término do período de pedidos de última hora
1º de junho de 2016
Inscrições Esportivas
O sistema de Inscrições Esportivas entra no ar
30 de junho de 2016
Finanças
Primeiro pagamento de ajuda financeira
Junho de 2016
Credenciamento
Credenciais provisórias enviadas aos CONs
05 de julho de 2016
Credenciamento
Credenciais provisórias podem ser usadas
como isenção de visto para entrar no Brasil
18 de julho de 2016
Vila Olímpica
Pré-abertura da Vila Olímpica
18 de julho de 2016
DRMs
Início das Reuniões de registro de Delegações (DRMs)
18 de julho de 2016
Inscrições Esportivas
Data-limite para os CONs enviarem as inscrições
online até 23h59, horário do Rio de Janeiro (GMT-3)
21 de julho de 2016
Vila Olímpica
Primeira reunião dos Chefes de Missão
24 de julho de 2016
Vila Olímpica
Abertura da Vila Olímpica
24 de julho de 2016
Esporte
Abertura das instalações de treinamento*
1º de agosto de 2016
Operações de Imprensa
Reunião com Adidos de Imprensa (Press Attachés)
1º a 03 de agosto de 2016
COI
129ª Sessão do COI na Cidade das Artes (Abertura)
e no Centro de Convenções Windsor Oceânico
02 e 04 de agosto de 2016
Operações de Imprensa
Tours da imprensa à Vila Olímpica do COI
04 de agosto de 2016
Serviços médicos
Reunião de abertura do COI para
os médicos das equipes
05 de agosto de 2016
Cerimônias
Cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos
21 de agosto de 2016
Chegadas e Partidas
Início do check-in remoto
21 de agosto de 2016
Cerimônias
Cerimônia de encerramento dos Jogos Olímpicos
24 de agosto de 2016
Vila Olímpica
Fechamento da Vila Olímpica
25 a 27 de agosto de 2016
Vila Olímpica/Paralímpica
Período de transição
28 de outubro de 2016
Credenciamento
Último dia em que a credencial provisória
pode ser usado como isenção de visto
30 de novembro de 2016
Finanças
Pagamento final de ajuda financeira e conta CON
*Instalações de treinamento para alguns esportes podem abrir após esta data. Favor consultar o Rio Exchange ou o
Guia dos Líderes de Equipe para ver as datas exatas por esporte.
14
Introdução
1.2 I NFORMAÇÕES DE CONTATO DA EQUIPE DE RELAÇÕES COM
OS CONS
Foi alocado um ponto de contato exclusivo para cada CON. Mas, se necessário, qualquer
membro da equipe continental poderá auxiliá-lo durante os Jogos.
África
Matthieu Valot, Gerente Continental dos CONs
E-mail: [email protected]
Telefone: (+55) (21) 9 9299 8288
Chloé Levaton, Coordenadora Regional dos CONs
E-mail: [email protected]
Telefone: (+55) (21) 9 9384 7706
Ève Bélanger, Coordenadora Regional dos CONs
E-mail: [email protected]
Telefone: (+55) (21) 9 9285 8959
Julia Aranha, Coordenadora Regional dos CONs
E-mail: [email protected]
Telefone: (+55) (21) 9 9325 0569
Américas
15
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
Bruno Wanderley, Gerente Continental dos CONs
Email: [email protected]
Telefone: (+55) (21) 9 9309 5563
Felipe Stanford, Coordenador Regional dos CONs
Email: [email protected]
Telefone: (+55) (21) 9 9284 0066
Luana Henriques, Coordenadora Regional dos CONs
Email: [email protected]
Telefone: (+55) (21) 9 7437 4918
Nicolas Robinson, Coordenador Regional dos CONs
Email: [email protected]
Telefone: (+55) (21) 9 9191 2149
Ásia e Oceania
Sarah Paterson, Gerente Continental dos CONs
Email: [email protected]
Telefone: (+55) (21) 9 7622 0404
Ana Addobbati, Coordenadora Regional dos CONs
Email: [email protected]
Telefone: (+55) (21) 9 9404 8155
Anya Volgina, Coordenadora Regional dos CONs
Email: [email protected]
Telefone: (+55) (21) 9 7678 2625
Gabriel Andrade, Coordenador Regional dos CONs
Email: [email protected]
Telefone: (+55) (21) 9 9031 8894
16
Introdução
Virginia Figueiredo, Coordenadora Regional dos CONs
Email: [email protected]
Telefone: (+55) (21) 9 9385 7367
Europa
Vassia Mazanitou, Gerente Continental dos CONs
Email: [email protected]
Telefone: (+55) (21) 9 9371 4852
Antonella Cerasino, Coordenadora Regional dos CONs
Email: [email protected]
Telefone: (+55) (21) 9 6897 5367
Dasha Mishchenko, Coordenadora Regional dos CONs
Email: [email protected]
Telefone: (+55) (21) 9 9404 9454
Jeferson Manhães, Coordenador Regional dos CONs
Email: [email protected]
Telefone: (+55) (21) 9 6623 5602
Liliam Medeiros, Coordenador Regional dos CONs
Email: [email protected]
Telefone: (+55) (21) 9 7473 6473
17
SEÇÃO 2
Entrada no Brasil
Entrada no Brasil
2 | ENTRADA NO BRASIL
2.1 TITULARES DE CREDENCIAIS PROVISÓRIAS
Os titulares de Credenciais provisórias (PVCs) ou de cartões de identidade e credenciamento
olímpicos (OIAC – a PVC após a validação) poderão entrar no Brasil (todas as portas de
entrada) diversas vezes, entre os dias 5 de julho de 2016 e 28 de outubro de 2016, sem
a necessidade de um visto de entrada à parte. Será exigida apenas a apresentação de
seu cartão e de um documento de viagem válido que tenha sido usado na inscrição de
credenciamento. As categorias de credenciamento dos CONs a seguir são elegíveis para uma
isenção de visto: Aa, Ac, Ao, CONs (incluindo motoristas dos CONs), CONs**, P e X, desde que
os pedidos de credenciamento tenham sido submetidos até o dia 29 de abril de 2016.
Os requerentes de passe para convidados da Vila Olímpica, passe administrativo da Vila
Olímpica e Passe para as Instalações de Treinamento (TVP) não receberão uma credencial
provisória e não estão elegíveis para uma isenção de visto. Eles precisarão obter seu próprio
visto, se necessário, para entrar no Brasil.
Os indivíduos que tenham uma credencial provisória ou cartões de identidade e
credenciamento olímpicos como isenção de visto para entrar no Brasil devem garantir que
seus documentos de identidade sejam válidos até pelo menos o dia 31 de dezembro de 2016.
A credencial provisória (PVC) não funciona como uma isenção de visto para nenhum país
além do Brasil. Os delegados dos CONs devem verificar os requisitos de visto de todos os
países de passagem e obter o visto necessário. Os CONs são totalmente responsáveis por
quaisquer vistos de trânsito.
O Rio 2016 trabalhará com as linhas aéreas e a imigração local para ajudar sempre que
possível.Os CONs devem trabalhar juntamente com os serviços de imigração e companhias
aéreas em seu território para garantir que estejam cientes de que a credencial provisória
(PVC) pode ser usada como isenção de visto.
Nos casos em que a companhia aérea não reconheça a PVC como um documento de entrada
válido no Brasil, o delegado deve se referir às instruções descritas na parte de trás da
credencial provisória. Se alguma assistência ainda for necessária, o delegado deve entrar em
contato com seu CON, que entrará em contato com seu respectivo representante de Relações
com os CONs para assistência.
2.2 I NDIVÍDUOS QUE NÃO POSSUEM UMA CREDENCIAL
PROVISÓRIA
Os delegados cujas informações foram enviadas após 29 de abril de 2016 ou que não
receberam uma credencial provisória deverão providenciar seu próprio visto para entrar no
Brasil junto a sua embaixada ou consulado brasileiro, se necessário. O mesmo é válido para
indivíduos não credenciados.
19
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
Os CONs devem assegurar-se de que as credenciais provisórias serão distribuídas a todos
os delegados antes da partida para o Brasil. Os delegados que chegarem ao Brasil sem a
sua credencial provisória ou cartões de identidade e credenciamento olímpicos válidos,
ou mesmo sem um visto apropriado, podem ter a sua entrada negada pela Polícia Federal
Brasileira.
Somente aqueles que possuírem uma credencial provisória na chegada terão direito aos
serviços oferecidos pela Rio 2016, incluindo filas preferenciais no controle de passaporte
e alfândega, assim como serviços de transporte para Vila Olímpica, Windsor Oceânico e
acomodação dos tratadores.
Informações detalhadas sobre vistos para indivíduos elegíveis podem ser encontradas no
Guia de Vistos e Autorizações de Trabalho Rio 2016 no Rio Exchange.
Todos os vistos devem ser solicitados o mais cedo possível e, no mais tardar, quatro
semanas antes da data prevista da viagem. Os CONs devem entrar em contato com o
consulado ou com a embaixada brasileira mais próxima para se informar sobre os tempos de
processamento de vistos, pois eles podem variar de acordo com a localidade. 20
SEÇÃO 3
Processo de Registro
da Delegação
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
3 | P
ROCESSO DE REGISTRO DA
DELEGAÇÃO
3.1 PRODUÇÃO E DISTRIBUIÇÃO DAS CREDENCIAIS PROVISÓRIAS
Após a reunião de pré-registro de Delegações (Pré-DRMs) e de verificação de dados em maio
de 2016, o Rio 2016 irá produzir credenciais provisórias (PVCs) para todos os delegados dos
CONs cuja participação no Jogos tenha sido confirmada durante as Pré-DRMs. A produção e
distribuição das PVCs começará assim que as Pré-DRMs tiverem sido concluídas.
O Rio 2016 enviará todas as PVCs em um mesmo pacote apenas para um único local,
geralmente a sede do CON. Não haverá envios adicionais de remessas por aplicações
atrasadas ou substituições de credenciais provisórias detectadas como incorretdas no
momento do recebimento.
Os CONs são responsáveis por distribuir as PVCs aos membros de sua delegação antes da
viagem ao Brasil para os Jogos. A PVC é um documento importante e, como tal, os CONs
devem garantir que cada participante receba sua PVC com segurança e que a mesma esteja
intacta e em perfeito estado no momento da chegada. A PVC pode ser usada como isenção
de visto de 5 de julho até 28 de outubro de 2016 (vide seção 2.1).
A cooperação dos CONs para a distribuição é essencial para facilitar o processo de chegada
e evitar atrasos com o reenvio dos cartões de credenciamento após a chegada ao Rio.
Quaisquer PVCs recebidas pelos CONs que não sejam usadas para participação nos Jogos
devem ser devolvidas ao Rio 2016 nas Reuniões de Registro de Delegação (DRMs). Essas PVCs
não podem ser usadas como isenção de visto para entrada no Brasil.
Qualquer mudança no passaporte ou documento de identificação após o envio dos dados
deverá ser comunicada ao Credenciamento Rio 2016 imediatamente, pois uma nova
avaliação de risco de segurança será exigida. Nesses casos, uma nova credencial provisória
não será produzida; o indivíduo estará apto a viajar para o Brasil com a PVC existente e
seu documento de identidade. Falhas em prover informações atualizadas relacionadas a
imprecisões nos dados pessoais identificados após a a distribuição dos PVCs irão resultar em
atrasos durante a validação das credenciais e possíveis problemas de imigração.
Veja seção 2.2 para informações sobre chegadas sem PVCs.
3.2 PROCESSO DE INSCRIÇÕES ESPORTIVAS
A função do time de inscrições esportivas é permitir um processo de registro tranquilo
e simplificado para os atletas selecionados e qualificados a participar dos Jogos Olímpicos
Rio 2016, assegurando que os critérios de elegibilidade, definidos pelas Federações
internacionais e pelo COI, sejam rigorosamente cumpridos.
De acordo com a Carta Olímpica, as inscrições nos Jogos Olímpicos são de responsabilidade dos
CONs mediante às recomendações fornecidas pelas respectivas Federações nacionais (NFs).
22
Processo de registro da delegação
PACOTE DE REGISTRO DE INSCRIÇÕES ESPORTIVAS
Em janeiro de 2016, a equipe de qualificação e inscrições esportivas publicou o pacote de
registro das inscrições esportivas no Rio Exchange e na Extranet do COI, a NOCnet. Ele incluía
o Manual de Inscrições Esportivas, o formulário de confirmação de autoridade, o formulário
de inscrição da conta do usuário e a última versão da política de substituição de atletas de
última hora (LAR) do COI, complementado pelo anexo LAR.
3.2.1 INSCRIÇÕES ONLINE
O envio de inscrições para os Jogos pelos CONs será aceito apenas através do sistema online
de inscrições esportivas (SEQ), disponível em inglês e francês.
Os CONs poderão acessar o sistema de Inscrições Esportivas de 1º de junho até 18 de
julho de 2016, para inscrever seus atletas em eventos para os quais eles são elegíveis e
devidamente qualificados. Apenas atletas que foram registrados pelos CONs no sistema de
Credenciamento online (ECR) poderão ser inscritos no sistema de Inscrições Esportivas.
Após a abertura do sistema de Inscrições Esportivas, uma linha direta 24 horas estará
disponível aos CONs para auxiliar em quaisquer questões até a data-limite das inscrições
esportivas. Os CONs podem usar a linha direta para entrar em contato com a equipe de
Inscrições Esportivas em inglês e em português: (+55) (21) 2016 6656.
ENVIO FINAL DE INSCRIÇÕES
Quando os CONs tiverem inserido todos os dados no sistema de Inscrições Esportivas, uma
confirmação deve ser fornecida antes do envio final. É de responsabilidade de cada CON
analisar as inscrições antes do envio final, destinando tempo suficiente para verificar todos
os dados buscando erros ou informações faltantes. Assim que o CON tiver encaminhado
as inscrições finais, o sistema de Inscrições Esportivas será alterado para o modo “somente
leitura”. Os CONs ainda poderão visualizar suas inscrições e imprimir/exportar relatórios, mas
não poderão mais editar as inscrições.
DATA-LIMITE PARA INSCRIÇÕES ESPORTIVAS
O período de qualificação para os Jogos Olímpicos do Rio 2016 terminará em 11 de julho de
2016. Todas as inscrições devem ser concluídas até 23h59, horário do Rio de Janeiro (GMT-3),
do dia 18 de julho de 2016. Após essa data, não serão aceitas inscrições adicionais.
Os CONs com DRMs marcadas para os dias 18 ou 19 de julho de 2016 precisam enviar suas
inscrições pelo menos 48 horas antes do início da DRM, para que a equipe de Inscrições
Esportivas tenha tempo suficiente para fazer as verificações necessárias nas inscrições
fornecidas com as Federações internacionais (IFs) relevantes.
3.2.2SUBSTITUIÇÃO DE ATLETAS DE ÚLTIMA HORA
A partir de 19 de julho de 2016 às 24h (meia-noite), horário do Rio de Janeiro, até 21 de agosto
de 2016, o Rio 2016 poderá autorizar uma substituição permanente de um atleta por outro
atleta no mesmo esporte, disciplina e evento. Toda decisão será tomada após consulta
à Federação internacional (IF) relevante e seu respectivo especialista médico, e, quando
necessário, ao COI. Tal substituição só ocorrerá quando houver situações médicas de urgência
que impeçam a participação de um atleta. Circunstâncias excepcionais serão analisadas caso
23
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
a caso. Para mais informações,incluindo a política LAR esporte a esporte, consulte a Política
de substituição de atletas de última hora do COI e o anexo LAR disponíveis no Rio Exchange.
SUBSTITUIÇÃO ELETRÔNICA DE ATLETAS DE ÚLTIMA HORA
Pela primeira vez nos Jogos Olímpicos, o Rio 2016 está oferecendo uma ferramenta
eletrônica para substituição de atletas de última hora (e-LAR), que permitirá que os CONS
preencham e processem o LAR eletronicamente após a data-limite das inscrições esportivas.
Esta ferramenta garante uma operação tranquila e proporciona comunicação rápida e
segura entre todas as partes envolvidas. Em abril de 2016, o Manual do usuário LAR foi
disponibilizado na página do Rio Exchange e na NOCnet. O manual do usuário explica o
sistema e o processo de gestão da inscrição.
3.3 REUNIÃO DE REGISTRO DE DELEGAÇÃO
As reuniões de registro de delegações (DRMs) são obrigatórias para todos os CONs. Todos
os Chefes de Missão devem concluir a DRM de seu CON antes de qualquer membro de sua
delegação validar seu credenciamento e ter acesso à Vila Olímpica, ou à qualquer outra
instalação. Representantes autorizados que conduzam a DRM em nome do Chefe de Missão
devem apresentar uma carta assinada pelo Chefe de Missão, pelo presidente do CON ou pelo
Secretário-Geral do CON na reunião, delegando tais poderes explicitamente.
As DRMs acontecerão entre 18 de julho e 4 de agosto de 2016, no Centro de Boas-Vindas
da Vila Olímpica. Os CONs têm direito a, no máximo, quatro representantes na DRM. Os
CONs que quiserem solicitar representantes adicionais devem entrar em contato com o
representante de Relações com os CONs.
Os CONs são incentivados a concluir suas DRMs pelo menos dois dias antes da chegada
de sua delegação. A não observância poderá atrasar a entrada de sua delegação na Vila
Olímpica.
Na DRM, o Chefe de Missão ou seu representante autorizado assinará formulários e finalizará
questões com o Rio 2016 em nome da delegação.
A DRM é o ponto em que todas as decisões são finais e nenhuma mudança, incluindo novas
inscrições de credenciais ou alterações de privilégios individuais, será permitida após sua
conclusão. Portanto, é de vital importância que o Chefe de Missão ou seu representante
autorizado chegue totalmente preparado e de posse de todas as informações necessárias
para tomar decisões importantes. A DRM não será concluída até que todas essas questões
tenham sido resolvidas. Caso ocorra um desentendimento entre um CON e o Rio 2016, a
equipe do COI estará presente para fazer a mediação.
A DRM começará com as inscrições esportivas, durante as quais o número de atletas
participantes nos Jogos será confirmado e finalizado.
Após o cálculo do tamanho das delegações, de acordo com a Regra 38, a equipe de
Credenciamento dos Jogos Olímpicos Rio 2016 solicitará quaisquer formulários adicionais de
Condições de Participação do COI e confirmará o seguinte:
• Direitos de acesso a instalações – acessos 1/3/ALL (somente a instalações para esportes/
disciplinas em que o CON teve as inscrições de atletas confirmadas)
24
Processo de registro da delegação
• Oficiais Adicionais (Ao)
• Credenciais da categoria P (parceiros de treinamento, atletas suplentes, treinadores
pessoais e tratadores reserva)
• Credenciais transferíveis de Ao
• Credenciais transferíveis de convidados de CONs
• Credenciais de dignitários de CONs
• Cancelamento de credenciais em que as cotas forem ultrapassadas
• Alocação de cartões de upgrade
• Alocação de privilégios de refeição faca e garfo
REGRA 38 DA CARTA OLÍMPICA
A Regra 38 da Carta Olímpica determina o número de oficiais de equipe a que os CONs têm
direito. O cálculo da Regra 38 para os Jogos Olímpicos Rio 2016 está descrito abaixo.
Liderança da delegação
• Um Chefe de Missão
• Um Vice-Chefe de Missão para os CONs com mais de 51 atletas
• Um segundo Vice-Chefe de Missão para os CONs com mais de 174 atletas
• Um terceiro Vice-Chefe de Missão para os CONs com mais de 249 atletas
Oficiais Principais de Equipe
Oficiais de equipe de acordo com a tabela de cálculo da Regra 38, mais:
• Um oficial de equipe para cada esporte ou disciplina em que competidores do sexo
masculino tenham sido devidamente inscritos
• Um oficial de equipe para cada esporte ou disciplina em que competidores do sexo
feminino tenham sido devidamente inscritos
• Ao caddie, se for o caso
• Ao veterinário, se for o caso
Não há limites para o número de Adidos de Imprensa (Press Attachés), equipe de médicos,
veterinários e/ou seguranças na delegação da equipe, contanto que o número total de
oficiais (Ao) permaneça dentro do cálculo da Regra 38.
Os CONs têm direito a credenciamento para Oficiais Adicionais de Equipe na categoria Ao
até o número total de oficiais de equipe igual a 55 por cento do número de atletas em sua
delegação.
Credenciais Ao transferíveis
Os CONs podem transferir credenciais na categoria Ao. Cinquenta por cento do número total
de credenciais Ao são transferíveis duas vezes. O número de credenciais Ao transferíveis será
finalizado na DRM.
25
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
Durante a DRM, os CONs devem indicar a sequência em que as credenciais Ao transferíveis
serão usadas, assim como especificar qual indivíduo deverá ser credenciado no momento de
sua chegada e quando sua credencial deverá ser cancelada.
Credenciamento transferível para convidados
Cada CON irá receber uma cota de credenciamento transferível para convidados para cada
20 atletas (arredondando) em sua delegação. Esta cota determina o número máximo de
cartões de credenciamento de convidados ativos no sistema ao mesmo tempo. A credencial
é transferível duas vezes. Uma vez a quota finalizada na DRM, os CONs devem definir quais
indivíduos podem utilizar essas credenciais. Os CONs devem também especificar qual
indivíduo deverá ser credenciado no momento de sua chegada e quando sua credencial
deverá ser cancelada.
Cartões de upgrade
Um cartão de upgrade (categoria “U”) para cada 50 atletas participantes (arrendondando)
será emitido aos CONs. O cartão, que é válido durante o período dos Jogos, habilita os CONs
a concederem privilégios mais abrangentes de acesso às salas da Família Olímpica e às
arquibancadas da Família Olímpica nas instalações de competição. O cartão de upgrade não
oferece acesso aos eventos prime (vide seção 10.6). Note que os privilégios da zona azul ou
vermelha nos cartões de identidade e credenciamento olímpicos (OIAC) de um delegado não
poderão ser estendidos a outras instalações com o cartão de upgrade.
Os CONs são responsáveis por distribuir, a seu critério, os cartões aos membros da sua
delegação. Cartões de upgrade perdidos não serão reemitidos.
Direitos na Vila Olímpica
Após o cálculo do tamanho da delegação dos CONs de acordo com a Regra 38, a equipe de
Relações com os CONs confirmará o número de camas alocadas para os atletas e oficiais de
equipe na Vila Olímpica.
A equipe da Vila Olímpica fornecerá informações sobre a distribuição de acomodação da
delegação, armazenamento, espaço médico, de reunião e de escritório, bem como um
inventário completo do mobiliário e dos equipamentos fornecidos pelo Rio 2016 na Vila
Olímpica para cada um desses espaços.
A equipe de Relações com os CONs também tratará de outros assuntos durante a DRM,
incluindo:
• Resolução de questões financeiras pendentes
• Emissão dos relatórios atualizados de chegada e partida a partir do sistema de Chegadas e
Partidas (ADS)
• Alocação de veículos exclusivos do CON, motoristas e assistentes do CON
• Confirmação do cronograma da cerimônia de boas-vindas da equipe (TWC)
• Representantes/titulares dos cartões proxy dos Chefes de Missão
26
Processo de registro da delegação
• Confirmação da participação do CON no programa de ingressos dos familiares e amigos
dos atletas
• Distribuição de materiais, incluindo cartões de upgrade, celulares do CON e dispositivos da
Coca-Cola
3.4 A
S PRIMEIRAS 24 HORAS APÓS A REUNIÃO DE REGISTRO DE
DELEGAÇÃO
Dentro de 24 horas após a conclusão da DRM, o Chefe de Missão ou representante deve
planejar a conclusão das etapas a seguir, conforme o caso.
3.4.1 INSPEÇÃO E INVENTÁRIO
Após a conclusão da DRM e antes da ocupação dos espaços dos CONs, um inventário
completo de mobiliário e equipamentos de tecnologia atribuídos à cada delegação pelo
Rio 2016, incluindo o custo de consertos/substituições, será disponibilizado ao Chefe de
Missão, Vice-Chefe de Missão ou ao seu representante portando cartão proxy para operações
financeiras.
Durante a inspeção e inventário (I&I), os CONs que solicitaram itens pelo Catálogo de
Produtos e Serviços também deverão concluir o check-in referente a tais itens com um
membro da equipe do Catálogo de Produtos e Serviços. O relatório de I&I deve ser realizado
pelo Chefe de Missão ou seu representante portando cartão proxy para operações financeiras
e um membro da equipe Rio 2016. Após a inspeção do escritório e dos espaços médicos, bem
como dos itens de tecnologia e do Catálogo de Produtos e Serviços, os CONs podem optar
por concluir o restante do seu I&I em seu alojamento, por conta própria. Este procedimento
é conhecido como “fast-track I&I”. O Chefe de Missão ou o representante portando cartão
proxy para operações financeiras deverá assinar um documento para liberação das chaves, e
terá 24 horas para concluir o I&I e informar ao Rio 2016 sobre quaisquer defeitos observados.
Itens portáteis do Catálogo comprados por CONs serão trazidos ao I&I por um representante
do Catálogo de Produtos e Serviços.
O relatório de I&I do check-in será a base de um processo semelhante antes da partida da
Vila Olímpica. Qualquer dano, intencional ou acidental, à propriedade do Rio 2016 e itens
do Catálogo de Produtos e Serviços ou de uso gratuito (exceto por desgaste normal), será
cobrado do CON e deve ser pago antes da partida. As paredes internas e externas não
poderão ser penetradas, de forma alguma, por objetos como pregos, parafusos ou brocas.
Poderão ser usados adesivos para pendurar cartazes, programações, banners, bandeiras,
fotografias ou outros itens, desde que não deixem marcas ou manchas.
Uma lista com informações referentes a potenciais danos à Vila Olímpica foi comunicada
com antecedência aos CONs e está disponível no Rio Exchange. A lista com informações sobre
danos inclui o custo total para substituir os equipamentos na Vila Olímpica, que incorpora o
custo unitário do item, o tempo necessário para substituir um item danificado (em horas) e
o valor da mão de obra necessária para realizar os reparos. O valor do metro quadrado para
danos às paredes e da nova pintura também está incluído.
27
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
A lista com informações sobre danos foi calculada pelo Rio 2016 em parceria com os
desenvolvedores e terceirizados contratados para a manutenção da Vila Olímpica. A lista
cobre apenas os custos incorridos pelo Rio 2016 e/ou prestador de serviços para corrigir
possíveis danos aos espaços.
3.4.2ASSISTENTES DOS CONS
Os assistentes dos CONs estão disponíveis desde a DRM até a partida dos CONs do Rio, no
final dos Jogos. Veja seção 5.1.12 para maiores informações.
3.4.3MESA DE CHEGADAS E PARTIDAS
Os CONs devem garantir que todos os planos de chegada da delegação estejam atualizados.
Quaisquer alterações feitas ao relatório fornecido ao Chefe de Missão durante a DRM devem
ser comunicadas à mesa de chegadas e partidas no Centro de Serviços aos CONs ou colocados
diretamente no ADS.
3.4.4R ETIRADA DE VEÍCULOS E DE PERMISSÃO DE ACESSO E
ESTACIONAMENTO DE VEÍCULO
Os veículos exclusivos dos CONs e as permissões de acesso e estacionamento de veículo
(VAPPs) devem ser retirados no escritório de transporte do CON, no estacionamento P3 da
Vila Olímpica. Os CONs devem agendar na mesa de transporte no Centro de Serviços aos
CONs, o horário que irão retirar seus veículos exclusivos e VAPPs. O agendamento deverá ser
feito com antecedência para garantir que os motoristas dedicados do Rio 2016 possam se
encontrar com os representantes dos CONs durante o processo de retirada.
Os CONs devem retirar seus veículos do Catálogo de Produtos e Serviços do depósito da frota
no Rio Centro. A empresa terceirizada de Catálogo de Produtos e Serviços entrará em contato
com os CONs a tempo de organizar as datas e horários da retirada do veículo. Os VAPPs do
Catálogo de Produtos e Serviços devem ser retirados na mesa do Catálogo de Produtos e
Serviços no Centro de Serviços aos CONs (vide seção 5.1.11).
MOTORISTAS DOS CONS
Após retirarem seus veículos exclusivos, os CONs receberão uma lista com os nomes dos
motoristas dedicados do Rio 2016, incluindo seus motoristas substitutos, e os dias de
trabalho dos mesmos (vide seção 9.5.1).
3.4.5FORMULÁRIO DE INDICAÇÃO DO PORTA-BANDEIRA
Cada CON pode indicar um atleta credenciado de sua delegação para ser o porta-bandeira de
sua delegação para a cerimônia de abertura. O porta-bandeira irá carregar a bandeira de seu
país no Estádio do Maracanã durante a cerimônia.
O formulário de indicação do porta-bandeira será distribuído durante as DRMs e deve ser
preenchido e devolvido ao escritório de Relações com os CONS, no Centro de Serviços aos
CONs na Vila Olímpica, até as 18h do dia 4 de agosto de 2016.
28
Processo de registro da delegação
3.4.6INSPEÇÃO DE UNIFORMES
Para garantir que todos os uniformes de cerimônia dos CONs estejam em conformidade com
a Regra 50, os CONs devem levar os seus uniformes de cerimônia ao escritório do COI para
análise antes da cerimônia de abertura.
3.5 ACESSO DURANTE A PRÉ-ABERTURA DA VILA OLÍMPICA
Durante o período de pré-abertura da Vila Olímpica, de 18 a 23 de julho de 2016, os CONs
poderão validar a credencial de até 10 oficiais de equipe (Ac, Ao, Presidente do CON ou
Secretário-Geral) para auxiliar na preparação de seus espaços exclusivos antes da chegada
das delegações. Além disso, os CONs terão acesso a 10 passes diários para convidados, que
permitirão acesso à Vila Olímpica.
Os pedidos de passes de convidados para a pré-abertura devem ser feitos por meio do
sistema de Passes para Convidados (GUP), vide seção 5.1.6. A coleta e a entrada serão
feitas no escritório de Passes para Convidados da Vila Olímpica entre 09h e 21h. Os passes
administrativos da Vila Olímpica não podem ser usados no período de pré-abertura (vide
seção 5.1.7). Nenhum atleta poderá entrar na Vila Olímpica antes da abertura oficial no dia 24
de julho de 2016 às 08h.
3.6 V
ALIDAÇÃO DE CREDENCIAL E OPERAÇÕES DURANTE OS
JOGOS
3.6.1 VALIDAÇÃO DE CREDENCIAIS PROVISÓRIAS
Após a DRM e a partir da abertura oficial da Vila Olímpica, no dia 24 de julho de 2016, os
membros elegíveis da delegação poderão validar suas credenciais. Depois que a PVC tiver
sido validada, esta se tornará um cartão de identidade e credenciamento olímpico (OIAC).
O acesso à Vila Olímpica é limitado a indivíduos com os códigos “OLV” e “R” em suas
credenciais. O acesso a outras instalações de competição e não competição é determinado
pelo acesso concedido na credencial validada do indivíduo.
Os CONs devem informar aos membros da delegação que eles devem apresentar, em uma
instalação de credenciamento, o passaporte ou documento de identificação emitido pelo
CON na inscrição de credenciamento para concluir o processo de validação.
3.6.2CENTROS DE CREDENCIAMENTO
O Centro de Boas-Vindas da Vila Olímpica será o principal centro de credenciamento para
atletas e oficiais das equipes (vide seção 5.1.5).
Os escritórios de credenciamento de instalações (VAOs) estarão localizados em lugares
estratégicos dentro das instalações de competição e não competição oficiais. A tabela abaixo
mostra as instalações de credenciamento disponíveis e os serviços que serão prestados em
cada uma delas.
29
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
VALIDAÇÃO
PRODUÇÃO DE
CREDENCIAL
Todos
ü
X
X
X
Vila Olímpica
(Centro de Boas-Vindas)
CONs
ü
ü
ü
ü
Centro de
Credenciamento da
Família Olímpica Novotel Barra (próximo
ao Windsor Marapendi)
COI, CONs e FIs
ü
ü
ü
ü
Escritórios de
Credenciamento de
Instalações (VAOs)
Todos
ü
X
X
X
Centro de
Credenciamento
de Imprensa
Imprensa e
Emissoras
ü
ü
ü
ü
Centro de
Credenciamento e
Uniformes - UAC
Todos
ü
ü
ü
ü
Centros de
credenciamentos de
instalações do futebol
Todos
ü
ü
ü
ü
INSTALAÇÃO
POPULAÇÃO
Aeroporto Internacional
Tom Jobim (GIG)
CAPTURA
DE FOTO
ESCRITÓRIO DE
AUXÍLIO
Informações sobre validação da credencial nas cidades-sede do futebol e sobre acomodação
dos tratadores podem ser encontradas nas seções 5.10.2 e 5.11.2, respectivamente.
3.6.3CARTÕES DE CREDENCIAMENTO PERDIDOS, DANIFICADOS OU
ROUBADOS
CREDENCIAIS PROVISÓRIAS
Se uma PVC for roubada, perdida ou danificada (por exemplo, rasgada ou danificada pela
água) antes da chegada de seu titular ao Brasil, a mesma não será reemitida.
O indivíduo terá de tomar suas próprias providências de imigração para entrar no Brasil,
se necessário. Após a chegada ao país, ele deve se dirigir a um dos principais centros de
credenciamento constantes da seção 3.6.2 para que o OIAC seja emitido.
CARTÕES DE IDENTIDADE E CREDENCIAMENTO OLÍMPICO
Se um OIAC for roubado, perdido ou danificado, ele pode ser reemitido em uma instalação de
credenciamento.
• O indivíduo em questão deve fazer uma declaração por escrito e assiná-la
• Se um OIAC perdido ou roubado for cancelado no sistema de Credenciamento, não será
reativado, mesmo que seja encontrado futuramente
• Um OIAC perdido, roubado ou danificado será emitido novamente, assim que possível,
após o envio da notificação e após o indivíduo ter apresentado o mesmo formulário de
identificação válido usado na inscrição de credenciamento
A nova emissão poderá ser feita em qualquer um dos centros principais de credenciamento,
listados na seção 3.6.2.
30
SEÇÃO 4
Chegadas
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
4 | CHEGADAS
A cidade do Rio de Janeiro é atendida por dois aeroportos: o Aeroporto Internacional Tom
Jobim (GIG) e o Aeroporto Doméstico Santos Dumont (SDU). O Aeroporto Tom Jobim tem dois
terminais e ambos recebem voos internacionais e domésticos.
Os CONs precisam prover informações completas e precisas sobre todas as chegadas e
partidas de suas delegações, para garantir a melhor experiência de chegada e partida possível.
4.1 SISTEMA DE CHEGADAS E PARTIDAS
O sistema de Chegadas e Partidas (ADS) é um sistema online que será utilizado para coletar
todos os dados de chegadas e partidas, de informações de equipamentos especiais (incluindo
armas de fogo e itens de grandes dimensões) e outras exigências. O ADS está disponível em
inglês, francês, espanhol e português.
As informações do sistema de Credenciamento online foram importadas para o ADS para
evitar que os CONs insiram dados pessoais para membros credenciados da delegação duas
vezes.
Os CONs precisam enviar seus dados o mais cedo possível e, no mais tardar, até 30 de junho de
2016. Os dados podem ser inseridos diretamente online no ADS ou utilizando um template em
Excel, que pode ser baixado do sistema e carregado de volta ao ADS após ser concluído.
Se os planos de viagem forem alterados a partir de 1º de julho de 2016, os CONs devem
atualizar o ADS para receber os serviços adequados. A partir do dia 18 de julho de 2016 as
alterações podem também ser feitas na mesa de Chegadas e Partidas no Centro de Serviços
aos CONs na Vila Olímpica. Vide seção 5.1.11 para mais informações sobre os horários de
funcionamento.
Uma central de atendimento está disponível em inglês e português caso os CONs tenham
dificuldades em utilizar o ADS. Os CONs podem entrar em contato com a equipe do ADS
pelo telefone (+55) (21) 4001 2016 e/ou e-mail [email protected] O call centre estará
disponível de 08h às 21h até o dia 4 de julho de 2016, e 24h por dia, do dia 5 de julho
ao dia 24 de agosto de 2016.
4.2 ETIQUETAS DE BAGAGEM
O Rio 2016 oferecerá aos CONs etiquetas de bagagem para residentes da Vila Olímpica, que
devem estar presas a cada bagagem antes da chegada ao Brasil. O nome do proprietário
deve constar no local indicado na etiqueta. O uso das etiquetas de bagagem é essencial para
garantir a entrega efetiva em cada condomínio da Vila Olímpica. Os CONs serão informados
sobre o processo de distribuição da etiqueta de bagagem durante a reunião de pré-registro
de Delegação (Pré-DRM).
32
Chegadas
4.3 CARTÕES DE ENTRADA/SAÍDA
O cartão de entrada/saída recebido durante o voo deve ser preenchido por todos os cidadãos
não brasileiros e apresentado no controle de passaportes, no momento da chegada. O cartão
também pode ser baixado do site da Polícia Federal brasileira por aqueles que desejarem
preenchê-lo antes da viagem. Todos os passageiros devem apresentar o documento
novamente ao sair do país para evitar atrasos na imigração ou potenciais multas.
4.4 ALFÂNDEGA BRASILEIRA E FRANQUIAS DE BAGAGEM
Depois da esteira de bagagens, os delegados precisam passar por um dos seguintes canais da
alfândega:
CANAL DE ALFÂNDEGA
USE ESTE CANAL QUANDO VOCÊ
Verde
Não tem nada a declarar
Não tem produtos proibidos ou restritos
Vermelho
Tem produtos a declarar
Tem produtos proibidos ou restritos
Tem outros itens cujo valor total excede (ou é equivalente, em moeda estrangeira):
• USD500 para produtos que ficarão no Brasil
• USD3.000 para produtos que não ficarão no Brasil
(somente para residentes não brasileiros)
Não tem certeza sobre o que deve declarar
Os delegados com nada a declarar podem passar diretamente pelo canal verde com suas
próprias malas. As autoridades aduaneiras se reservam no direito de parar os viajantes para
verificar suas bagagens.
Tipos de produtos que não precisam ser declarados:
• Objetos para uso pessoal, como roupas ou produtos de higiene em quantidade adequada
para a duração e o propósito da estadia
• Uniformes e roupas para treinamento e competição
• Equipamentos esportivos, exceto armas de fogo e munição (vide seção 4.5)
• Medicamentos prescritos (ver abaixo)
• Itens comemorativos não comerciais, como bandeiras, medalhas, troféus, placas, crachás
ou broches relacionados aos Jogos
• Outros itens (incluindo presentes) que permanecerão no Brasil, cujos valores não excedam
a cota de isenção de imposto, cuja quantia atualmente é de:
• USD500 (aéreo/marítimo)
• USD300 (rodoviário/fluvial)
Indivíduos com produtos a declarar devem possuir um e-DBV (declaração eletrônica de
bens de viajante), disponível em inglês, português ou espanhol, obtido antes da viagem.
No momento da chegada, eles devem passar pelo canal vermelho, onde a declaração deve
ser apresentada às autoridades aduaneiras.
33
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
Os tipos de produtos que devem ser declarados (usando o e-DBV) são:
• Dinheiro e cheques de viagem com valor acima de BRL10.000, ou quantia equivalente em
moeda estrangeira
• Itens que ficarão temporariamente no Brasil com valor total superior a USD3000 (só valido
para indivíduos residindo fora do Brasil)
• Produtos que são destinados para uso comercial
• Produtos de origem animal ou vegetal não poderão entrar no Brasil sem autorização prévia
e/ou certificação sanitária. Ver lista completa fornecida pelo Vigiagro no Rio Exchange
• Os itens abaixo têm limitação de quantidade para que não excedam os limites de isenção
de impostos:
• Álcool - 12 litros por tipo
• Cigarros - 10 maços com 20 unidades cada
• Charutos ou cigarrilhas - 25 unidades
• Tabaco - 250g
Todos os itens acima devem respeitar os limites monetários para isenção fiscal (ver acima).
CÃES-GUIA E DE ASSISTÊNCIA
Cães-guia e de assistência no Brasil devem obedecer a todas as regras e regulamentos
impostas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).Para os Jogos,
os cães estarão isentos de todos os requisitos de importação por parte das autoridades
aduaneiras. No entanto, isso não significa isenção total de todas as exigências sanitárias
necessárias para a entrada do animal no Brasil. O passageiro deve ainda trazer o certificado
veterinário do animal e apresentá-lo ao obrigatório sistema de inspeção Vigiagro logo na
chegada internacional do aeroporto, porto ou fronteira.
Mais detalhes estão disponíveis no Guia para Cães-Guia e de assistência no Rio Exchange.
MEDICAMENTOS E EQUIPAMENTOS MÉDICOS
As autoridades brasileiras não impõem restrições à importação de medicamentos para
uso pessoal (como parte da bagagem acompanhada) e, portanto, não é necessário declarar
esses itens na alfândega. O Rio 2016 recomenda que passageiros que portem medicamentos
desembarquem com prescrição médica válida emitida em inglês, francês, português
ou espanhol.
Para medicamentos e equipamentos médicos trazidos como bagagem acompanhada por
um indivíduo, mas para uso de outros membros da delegação, um formulário e-DBV deve ser
preenchido online e apresentado em até 30 dias antes da chegada ao Brasil. No momento da
chegada no aeroporto, o mesmo indivíduo deve passar pelo canal vermelho e apresentar os
itens às autoridades junto com uma cópia do formulário e-DBV.
Os CONs precisam apresentar suas listas de medicamentos e equipamentos médicos para serem
analisadas pela equipe de Serviços Médicos até 28 de fevereiro de 2016. O propósito da análise
é auxiliar os CONs na identificação de quaisquer medicamentos ou equipamentos médicos
que possam estar sujeitos às restrições aduaneiras ou serem potencialmente ilegais no Brasil.
34
Chegadas
Para mais detalhes, consultar a seção 5.8 do Manual de Alfândega e Transporte de Carga no
Rio Exchange.
Para informações sobre importação de medicamentos e equipamentos médicos para cavalos,
consultar o anexo de Transporte de Equinos do Manual de Alfândega e Transporte de Carga no
Rio Exchange.
4.5 ARMAS DE FOGO, PISTOLAS A LASER E MUNIÇÕES
Todos os atletas de tiro esportivo e pentatlo moderno que vierem ao Brasil devem solicitar
um DUA (Documento Único de Autorizações) através de ADS para poderem viajar dentro do
país com suas armas de fogo e munições.
O DUA é necessário para os seguintes tipos de armas de fogo Olímpicas:
TIPO DE ARMA DE FOGO
CALIBRE
Carabina
.22 e .177
Pistola
.22 e .177
Espingarda
Calibre 12
Pistola a laser
n/a
O DUA, emitido no momento da chegada ao Brasil, deve estar no nome do indivíduo portador
da arma de fogo ou munição. Ele também deve ser guardado e apresentado no momento da
saída do país.
O Rio 2016 recomenda que os atletas e os oficiais de equipe que virão ao Brasil com armas de
fogo, pistolas a laser e munições viagem diretamente para a porta de entrada oficial para os
Jogos, o Aeroporto Internacional Tom Jobim (GIG), no Rio de Janeiro.
As informações referentes a armas de fogo e munições de não competição podem ser
encontradas na seção 16.6.
COMO SOLICITAR UM DUA
Locais de Treinamento Pré-Jogos
Os atletas que chegarem ao Brasil com armas de fogo e munições antes de 24 de julho de
2016 para treinamento pré-jogos devem contactar diretamente seus locais de treinamento
pré-Jogos (PGTC) para obter um DUA válido até 31 de agosto de 2016. Um e-DBV deve
também ser preenchido e os CONs devem colocar os detalhes de chegadas dos atletas no
ADS, especificando o nome do atleta, endereço e duração do período de treinamento na
seção “comentários”.
Os atletas que chegarem para treinamento pré-jogos após o dia 24 de julho de 2016 também
precisam colocar as informações no ADS e preencher um e-DBV. Os CONs devem também
enviar uma carta do Local de Treinamento Pré-Jogos para seu representante de Relação com
os CONs confirmando a participação no treinamento.
35
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
Durante os Jogos
O Rio 2016 solicitará DUAs para os atletas de tiro esportivo e pentatlo moderno que
estejam chegando ao Brasil a partir do dia 24 de julho para competir nos Jogos, contanto
que os CONs tenham preenchido as informações relevantes no ADS. O DUA será emitido
gratuitamente no momento da chegada ao Brasil e cobrirá o atleta do dia 24 de julho
até o dia 31 de agosto de 2016.
As armas de fogo, as pistolas a laser e as munições devem deixar o país juntamente com os
atletas antes da data de vencimento do DUA.
PROCESSOS DE CHEGADAS
Para chegadas internacionais em ambos os terminais do GIG, os atletas com equipamentos
de tiro e munições devem passar pelo canal vermelho da alfândega para declarar esses itens,
local em que o DUA será emitido.
Depois de sair da alfândega, todos os atletas de tiro devem se dirigir à mesa de boas-vindas
do Rio 2016 no aeroporto, de onde os mesmos serão acompanhados ao ponto de coleta no
Terminal 1 para deixar seus equipamentos. O Rio 2016 a partir de então transportará todos os
itens para o Centro Olímpico de Tiro.
Os atletas de pentatlo moderno devem levar suas pistolas a laser diretamente à Vila
Olímpica, utilizando o sistema de Transporte para Atletas (TA).
As armas de fogo e as munições, com exceção das pistolas a laser utilizadas no pentatlo
moderno, não serão permitidas nem na Vila Olímpica, nem em outra instalação de
competição ou não competição que não seja o Centro Olímpico de Tiro. Após o registro no
arsenal, as armas de fogo e as munições devem permanecer na instalação até a partida do
atleta (até 24 de agosto de 2016).
Serviços para equipamentos de tiro não serão fornecidos no SDU, portanto o Rio 2016
recomenda que os CONs que possuam equipamentos de tiro desembarquem no GIG para
garantir que seus equipamentos sejam transportados da maneira correta para o Centro
Olímpico de Tiro.
Para as chegadas ao SDU com equipamentos de tiro, os atletas de tiro devem se dirigir ao
ponto de coleta do Rio 2016 no GIG, Terminal 1, a partir do qual os itens serão transportados
para o Centro Olímpico de Tiro.
Mais informações podem ser encontradas no anexo Armas de Fogo e Munições do Manual de
Alfândega e Transporte de Carga no Rio Exchange.
4.6 CHEGADAS AO AEROPORTO INTERNACIONAL TOM JOBIM
4.6.1 SERVIÇOS DE CHEGADA
O GIG é a porta de entrada oficial para os Jogos Olímpicos e será o único aeroporto em que
todos os serviços serão prestados pelo Rio 2016, incluindo apoio de controle de passaportes,
validação de credencial, apoio aduaneiro, transporte e transferência de bagagem. Os serviços
completos do Rio 2016, exceto validação de credenciamento (veja abaixo), funcionarão 24
horas por dia no GIG, de forma contínua, entre os dias 24 de julho e 24 de agosto de 2016.
36
Chegadas
Para todas as chegadas no GIG, os seguintes serviços serão prestados para os atletas e os
oficiais de equipe que possuam uma credencial provisória (PVC) ou um cartão de identidade
e credenciamento olímpico (OIAC):
• Filas preferenciais para controle de passaportes e alfândega
• Validação de credencial (para PVCs)
• Assistência de bagagem
• Serviço de entrega de armas de fogo e munições ao Centro Olímpico de Tiro
• Transporte de ambos terminais até a Vila Olímpica, acomodação dos oficiais adicionais de
equipe e acomodação de tratadores
INSTALAÇÕES DE CREDENCIAMENTO
Os titulares de PVCs da delegação dos CONs poderão validar seus PVCs no GIG, assim que
sua reunião de registro de Delegação (DRM) tiver sido concluída. Os balcões de validação do
aeroporto funcionarão entre os dias 5 de julho e 21 de agosto, das 6h às 24h (meia-noite).
Os balcões de validação de credenciamento estarão localizados nos terminais 1 e 2. Nas áreas
internacionais, os balcões estão localizados após o controle de passaporte e antes da esteira
de bagagens e alfândega. Nas áreas domésticas, eles estão localizados nos corredores da
esteira de bagagens.
Os titulares de PVCs precisarão apresentar sua PVC pessoalmente, junto com o documento
de identidade válido e original que foi fornecido ao Rio 2016 na inscrição de credenciamento,
para concluir o processo de validação.
Indivíduos que se enquadrem nas circunstâncias listadas abaixo não poderão concluir
a validação no aeroporto. Esses indivíduos deverão se dirigir ao centro principal de
credenciamento para resolver o problema (vide seção 3.6.2):
• As informações apresentadas na inscrição de credenciamento não coincidem com o
documento de identidade apresentado
• Os privilégios na PVC foram alterados
• A DRM não foi concluída
Os delegados que não conseguirem validar suas PVCs no aeroporto terão acesso aos serviços
de transporte para o centro principal de credenciamento (vide seção 4.9).
ESTEIRA DE BAGAGEM E ASSISTÊNCIA
O procedimento padrão de coleta de bagagem no aeroporto será seguido, incluindo o
processo de itens de bagagens de grandes dimensões na área de coleta. Os CONs serão
responsáveis por retirar sua própria bagagem. Os carrinhos de bagagem estarão disponíveis e
haverá ajuda à disposição na zona de embarque/desembarque no GIG para carregar os itens
nos transportes exclusivos e/ou caminhões de logística.
37
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
4.6.2ACESSO DOS CONS ÀS ÁREAS DE ESTEIRA DE BAGAGEM
Os passes podem ser emitidos para até dois usuários por CON, por dia, para ter acesso às
áreas de retirada de bagagens dos terminais doméstico e internacional no GIG, utilizando o
passe de identificação temporário do aeroporto.
Os CONs foram solicitados a apresentar formulários de usuários potenciais (credenciados ou
não) aos seus representantes de Relações com os CONs até 11 de maio de 2016, para que a
verificação de antecedentes seja realizada. Durante os Jogos, as solicitações desses usuários
potenciais devem ser feitas por meio do preenchimento e envio do formulário de solicitação
Rio 2016, que será disponibilizado no Rio Exchange, para: [email protected], até
72 horas antes da chegada do voo.
No momento da chegada ao aeroporto, os usuários de passe devem seguir as seguintes
etapas:
1. D
irigir-se até a mesa de recepção do Rio 2016 do aeroporto nos terminais 1 ou 2 com o
mesmo documento de identidade utilizado na aplicação (um documento de identidade
válido com foto para brasileiros ou membros do Mercosul, ou passaporte para outras
nacionalidades), pelo menos uma hora e meia antes da chegada do voo
2. U
m representante do Rio 2016 irá verificar o documento de identidade e acompanhar
o usuário até a mesa de credenciamento do aeroporto, onde o passe de identificação
temporário será emitido
3. O usuário será acompanhado desde o ponto de verificação da inspeção de segurança, no
corredor de chegadas, até a área de esteira de bagagem para receber a delegação e de
volta ao corredor de chegadas, assim que os membros da delegação tiverem recolhido suas
bagagens
4. O
passe deve ser devolvido ao funcionário Rio 2016 que estiver como acompanhante no
corredor de chegadas
O passe de identificação temporário é válido somente por um dia. Solicitações separadas
devem ser feitas caso o representante deseje ter acesso à área de esteira de bagagem em
vários dias. No entanto, os CONs podem solicitá-los por vários dias consecutivos. Os passes de
identificação temporários podem ser retirados a qualquer momento.
Este serviço estará disponível apenas no GIG.
4.6.3ESTACIONAMENTO DO AEROPORTO
O Rio 2016 vai fornecer um número limitado de vagas no estacionamento localizado no
Terminal 1 do GIG. As vagas de estacionamento ficarão disponíveis, por ordem de pedido,
entre os dias 18 de julho e 24 de agosto de 2016.
Os CONs também podem usar o estacionamento particular do aeroporto, desde que arquem
com os custos. Mais detalhes sobre os locais e taxas podem ser encontrados no site do
aeroporto.
38
Chegadas
4.6.4TRANSPORTE
Os oficiais dos CONs que desejarem receber suas delegações no momento da chegada ao
Brasil podem usar seus próprios veículos exclusivos dos CONs para ir ao aeroporto.
Um serviço será oferecido aos delegados credenciados dos CONs que desejarem ir até o GIG
para receber sua delegação de 24 de julho a 2 de agosto de 2016. O serviço partirá do Centro
de Boas-Vindas da Vila Olímpica todos os dias as 9h e as 15h.
De 3 de agosto de 2016 em diante, os delegados credenciados dos CONs viajando ao GIG
poderão usar o serviço de ônibus regular (ver abaixo).
Alternativamente, os delegados credenciados podem usar a linha BRT Transcarioca para
viajar até o aeroporto GIG, e o sistema de Transporte para Atletas (TA) para voltar à Vila
Olímpica. Os CONs podem se dirigir à mesa de transporte no Centro de Serviços aos CONs
para obter mais informações. Delegados elegíveis para serviços T3 podem também reservar
um carro de/para o GIG.
A seção 4.9 contém informações acerca dos serviços de transporte a partir do aeroporto para
atletas e oficiais de equipe dos CONs.
Informações sobre serviços de chegada para os Presidentes e Secretários-Gerais dos CONs,
bem como dignitários internacionais e seus convidados credenciados podem ser obtidas nas
seções 15.3 e 16.3, respectivamente.
4.6.5VOOS FRETADOS E PRIVADOS
Durante os Jogos, o GIG operará próximo à sua capacidade máxima com os voos regulares.
As reservas de voos fretados e privados devem ser feitas no site da Agência Nacional de
Aviação Civil (ANAC), e estarão sujeitas à disponibilidade de horários. Mais informações estão
disponíveis no Rio Exchange.
4.7 CHEGADAS POR OUTRAS PORTAS DE ENTRADA
AEROPORTO DOMÉSTICO SANTOS DUMONT DO RIO DE JANEIRO
O Aeroporto Doméstico Santos Dumont (SDU) operará durante os Jogos das 6h às 23h, exceto
de 8 a 18 de agosto de 2016, quando estará fechado diariamente das 12h40 às 17h10 devido às
competições de vela. O aeroporto também fecha ocasionalmente devido ao mau tempo.
Em função dos tamanhos das aeronaves, algumas restrições em termos de transporte de
equipamentos esportivos também devem ser consideradas.
Atletas de tiro esportivo devem se dirigir aos pontos de coleta no Terminal 1 do GIG para que
os itens sejam transferidos para o Centro Olímpico de Tiro (veja seção 4.5).
Não haverá instalações de credenciamento disponíveis no SDU, portanto, os indivíduos
devem se dirigir ao centro principal de credenciamento (vide seção 3.6.2) para concluir o
processo de validação.
39
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
De 24 de julho a 24 de agosto de 2016, serão oferecidos serviços de transporte (exceto para a
acomodação dos tratadores), contanto que os CONs tenham inserido corretamente os dados
de chegada no ADS.
Os CONs podem usar o estacionamento particular do aeroporto, desde que arquem com os
custos. Mais detalhes sobre os locais e taxas podem ser encontrados no site do aeroporto.
AEROPORTOS DE SÃO PAULO
Os passageiros que desembarcam no Aeroporto Internacional de Guarulhos (GRU), em São
Paulo, em voos internacionais, precisarão coletar sua bagagem, passar pela alfândega e fazer
check-in novamente em um voo doméstico até o Rio de Janeiro.
Para delegados credenciados com uma PVC ou OIAC, haverá filas preferenciais no controle de
passaporte e na alfândega, bem como apoio na esteira de bagagem no GRU.
Atletas chegando com armas de fogo e munição devem se dirigir ao canal vermelho da
Alfândega para a emissão do DUA. Após a chegada no Rio de Janeiro, os atletas de tiro
esportivo devem se dirigir ao ponto de coleta logística no Terminal 1 do GIG para que os itens
possam ser transferidos ao Centro Olímpico de Tiro (veja seção 4.5).
Alguns voos poderão exigir transferência do GRU até o aeroporto doméstico de Congonhas
(CGH); o tempo de transferência entre esses aeroportos é de cerca de duas horas. Nem
as companhias aéreas, nem o Rio 2016 oferecerão serviço de transferência entre esses
aeroportos, ou qualquer suporte no CGH. Recomenda-se, portanto, que os CONs tentem
evitar esta opção.
Informações sobre serviços de chegada para os Presidentes e Secretários-Gerais dos CONs,
bem como dignitários internacionais e seus convidados credenciados, podem ser obtidas nas
seções 15.3 e 16.3, respectivamente.
4.8 PROBLEMAS COM BAGAGEM (PERDA, ATRASO OU DANOS)
A companhia aérea é responsável por localizar a bagagem extraviada ou danificada e
providenciar seu conserto e/ou devolução ao proprietário. Os delegados devem informar
problemas com a bagagem na mesa de serviços de bagagem da companhia aérea, que tomará
todas as providências burocráticas para permitir que o Rio 2016 trate diretamente com a
companhia aérea. A equipe de serviços de bagagem dos Jogos Olímpicos Rio 2016 estará
presente em cada terminal nas áreas de esteira de bagagem internacionais e domésticas no
GIG, no SDU, em GRU e nos outros aeroportos oficiais das cidades-sede do futebol.
Após os delegados preencherem o formulário de atraso de bagagem, eles devem informar
à equipe do Rio 2016 que estiver presente na área de bagagens o número da reclamação da
companhia aérea. O Rio 2016 só poderá oferecer amplo suporte se tiver recebido esse número
de reclamação. Assim que a bagagem for encontrada, o serviço de chegadas e partidas do
Rio 2016 informará o CON quando a mesma estará disponível para retirada no Centro de
Boas-Vindas da Vila Olímpica. Apenas os Chefes de Missão, oficiais de equipe credenciados ou
o proprietário da bagagem poderão retirá-la, preenchendo e assinando o formulário relevante. 40
Chegadas
4.9 TRASLADOS PARA O AEROPORTO
CHEGADAS DA REUNIÃO DE REGISTRO DE DELEGAÇÃO
As delegações da DRM dos CONs chegando no GIG e no SDU de 18 de julho até 4 de agosto
de 2016 serão transportadas ao Centro de Boas-Vindas da Vila Olímpica, desde que suas
informações tenham sido inseridas no ADS até 30 de junho de 2016.
Antes de 24 de julho de 2016, o serviço de transportes somente será fornecido a até quatro
participantes da DRM por CON.
ATLETAS E OFICIAIS
Serviços de transporte Rio 2016 serão oferecidos para atletas e oficiais que tenham uma PVC
ou um OIAC com privilégios de TA do GIG para a Vila Olímpica e acomodação de tratadores, e
do SDU para a Vila Olímpica, de 24 de julho até 21 de agosto de 2016.
Os atletas e oficiais que não tiverem sua PVC/OIAC não poderão utilizar os serviços de
transporte para Vila Olímpica ou acomodação de tratadores.
Atletas e oficiais somente terão acesso a estas acomodações uma vez que a DRM de seus
CONs tiver sido realizada.
A tabela abaixo mostra os serviços de chegada oferecidos e as datas em que estarão
disponíveis.
AEROPORTO
GIG
SDU
SERVIÇO
DATAS DO
SERVIÇO
TIPO DE
SERVIÇO
FREQUÊNCIA
Chegadas
para as
DRMs
18 a 23
de julho
de 2016
Sob
demanda
De acordo
com o ADS
DRM e
chegadas
das
delegações
24 de
julho - 04
de agosto
de 2016
Regular
30 minutos
Chegadas da
delegação
05 - 21 de
agosto
de 2016
Sob
demanda
Chegadas
para as
DRMs
18 a 23
de julho
de 2016
DRM e
chegadas
das
delegações
24 de julho 21 de agosto
de 2016
De acordo
com o ADS
TEMPO DE VIAGEM
PARA A VILA
OLÍMPICA
TIPO DE
VEÍCULO
87 minutos
(sem ORN)
49 minutes
(com ORN)
Ônibus
76 minutes
(sem ORN)
Sob
demanda
De acordo
com o ADS
43 minutos
(com ORN)
A partir de 24 de julho de 2016, o tempo de espera para os serviços sob demanda será de
aproximadamente 30 minutos, devido ao aumento do número de chegadas.
41
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
Linhas olímpicas dedicadas estarão disponíveis para viagens entre os aeroportos e a Vila Olímpica
de 31 de julho e 22 de agosto de 2016.
A bagagem acompanhada será transportada com a delegação sempre que possível e será
permitida dentro dos veículos, sempre que o espaço permitir. Caminhões de logística serão usados
para transferir bagagens adicionais e equipamentos grandes (por exemplo, canoas, bicicletas e
varas de salto) para a Vila Olímpica.
Os serviços de chegada do SDU somente serão oferecidos de acordo com os dados informados no
ADS. Nenhum serviço regular será oferecido.
Solicitamos que os CONs se certifiquem de que inseriram no ADS o número correto de itens de
bagagem e equipamentos esportivos.
Informações sobre transferências para acomodações dos oficiais adicionais de equipe, de futebol e
de tratadores podem ser encontradas nas seções 5.9, 5.10 e 5.11.2, respectivamente.
Informações sobre transferências para Presidentes dos CONs, Secretários-Gerais e dignitários
internacionais podem ser encontradas nas seções 15.3 e 16.3, respectivamente.
42
SEÇÃO 5
Acomodação e
Serviços
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
5 | ACOMODAÇÃO E SERVIÇOS
5.1 INTRODUÇÃO E VISÃO GERAL DA VILA OLÍMPICA
O Rio 2016 deseja proporcionar um ambiente seguro e confortável, permitindo que os cerca
de 18.000 atletas e oficiais de equipe relaxem, tenham seu melhor desempenho e desfrutem
da atmosfera da primeira Vila Olímpica da América do Sul.
Esta seção também inclui informações sobre acomodações de equipes de futebol, tratadores
e oficiais adicionais de equipe, assim como hospedagem da Família Olímpica, dignitários
internacionais e convidados dos CONs.
5.1.1 ENDEREÇO DA VILA OLÍMPICA
Vila Olímpica Rio 2016
Avenida Olof Palme, 305 - Barra da Tijuca -Rio de Janeiro - CEP 22783-119
5.1.2 DATAS IMPORTANTES
ATIVIDADE
DATAS E HORÁRIOS
Pré-abertura da Vila Olímpica
9h do dia 18 de julho de 2016
Abertura da Vila Olímpica
8h do dia 24 de julho de 2016
Fechamento da Vila Olímpica
18h do dia 24 de agosto de 2016
5.1.3 ACESSO E ZONAS
A Vila Olímpica está localizada na zona da Barra, na região oeste da cidade, próxima ao
Riocentro e ao Parque Olímpico da Barra (ver mapa na seção 21.3).
A zona residencial conta com instalações de acomodação, recreação e alimentação, bem
como serviços de transporte aos locais de treinamento e competição.
44
Acomodação e serviços
A Praça da Vila e a zona residencial serão separadas por cercas internas e controle de acesso.
Os convidados poderão entrar na zona residencial a partir da Praça da Vila apenas se
estiverem acompanhados, o tempo todo, por um residente da Vila Olímpica que tenha um
“R” na sua credencial.
Também haverá áreas operacionais na Vila Olímpica contendo serviços administrativos, como
depósitos e envio de contêineres dos CONs.
Todos os pontos de acesso para a Vila Olímpica exigirão a credencial adequada e uma
verificação de segurança com relação a pessoas e itens pessoais (vide seção 13.2 para uma
lista de itens proibidos).
Os pontos de acesso de pedestres e veículos são os seguintes:
Acesso de pedestres
ENTRADA
RESIDENTES
CHEGANDO
PELA
PRIMEIRA VEZ
Entrada
principal
Centro de
BoasVindas
•
Terminal
de
Transporte
ATLETAS E
OFICIAIS DA
EQUIPE
PRESIDENTE E
SECRETÁRIOGERAL DOS
CONS
CONVIDADOS
DOS CONS
ASSISTENTES
DOS CONS
BICICLETAS
DE
COMPETIÇÃO
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
Entrada da
força de
trabalho
•
Parque dos
Atletas
•
•
Acesso de veículos
VEÍCULOS
DO
CATÁLOGO
DE
PRODUTOS
E SERVIÇOS
(P6 VAPP)
T1/
T2
T3
VEÍCULOS
EXCLUSIVOS
DOS CONS
(P3 VAPP)
VEÍCULO
DO CHEFE
DE MISSÃO
(P2VAPP)*
VEÍCULO
DE
CICLISMO
(CYC P3
VAPP)
Acesso VPC
(Salvador
Allende)
•
•
•
•
•
•
•
Acesso VPC
(Olof Palme)
•
•
•
•
•
•
•
ENTRADA
VANS DE
EQUIPAMENTOS
VEÍCULOS
SEM
VAPP**
•
45
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
ENTRADA
Zona de
embarque/
desembarque
do Centro de
Boas-Vindas
VEÍCULOS
EXCLUSIVOS
DOS CONS
(P3 VAPP)
VEÍCULO
DO CHEFE
DE MISSÃO
(P2VAPP)*
VEÍCULO
DE
CICLISMO
(CYC P3
VAPP)
•
•
•
Entrada
principal
zona de
embarque/
desembarque
•
VEÍCULOS
DO
CATÁLOGO
DE
PRODUTOS
E SERVIÇOS
(P6 VAPP)
•
T1/
T2
T3
VANS DE
EQUIPAMENTOS
•
•
VEÍCULOS
SEM
VAPP**
•
•
•
*Na Vila Olímpica, o Chefe de Missão pode estacionar seu veículo apenas no estacionamento dos CONs próximo ao
Centro de Boas-Vindas.
**Apenas se pelo menos um passageiro tiver a credencial apropriada
Consulte o mapa na seção 21.3 para ver a localização exata dessas entradas.
Mais informações sobre direitos de acesso e estacionamento para cada tipo de permissões de
acesso e estacionamento de veículo (VAPP) podem ser encontradas no Rio Exchange.
ACESSO DE VEÍCULOS
Veículos dos CONs, incluindo os exclusivos dos CONs, T1, T2 e T3, do Catálogo de Produtos
e Serviços ou veículos particulares não podem entrar no perímetro de segurança da
Vila Olímpica. Veículos com a VAPP adequada poderão entrar nas áreas exclusivas de
estacionamento (vide seção 21.3).
Pontos de verificação de permissão de veículo
Um certo número de pontos de verificação de permissão de veículo (VPCs) irão operar por
toda a área circundante da Vila Olímpica. A partir de 24 de julho de 2016, será necessário
apresentar um VAPP para acessar a área.
Um mapa mostrando a localização dos VPCs localizados ao redor da Vila Olímpica pode ser
encontrado no Rio Exchange.
Veículos sem VAPP
Para chegadas independentes, os CONs devem preencher no EDS o tipo de veículo e o
número da placa, assim como data e hora de chegada na Vila Olímpica.
A partir de 24 de julho de 2016, qualquer veículo sem VAPP, incluindo taxis, devem
desembarcar os passageiros perto do Centro de Boas-Vindas da Vila Olímpica, desde que pelo
menos um dos ocupantes do veículo tenha uma credencial provisória (PVC) ou um cartão de
identidade e credenciamento olímpico (OIAC). Caso contrário os passageiros devem sair do
veículo no VPC e andar 500m para acessar o Centro de Boas-Vindas.
46
Acomodação e serviços
O VPC mais perto ao Centro de Boas-Vindas da Vila Olímpica está localizado na interseção
das ruas Olof Palme e Estrada dos Bandeirantes (consulte o mapa na seção 21.3 para ver a
localização).
Ônibus particulares alugados
Ônibus particulares alugados sem VAPP, usados para dar suporte às operações dos CONs,
como deslocamentos aos centros de desempenho ou a recepções fora da Vila Olímpica,
podem deixar e pegar delegados credenciados próximo ao Centro de Boas-Vindas, sujeito à
disponibilidade de espaço. O acesso será controlado no VPC mencionado acima.
O processo acima também se aplica às delegações dos CONs chegando dos locais de
treinamento pré-Jogos.
5.1.4 ACESSO E SERVIÇOS PRÉ-ABERTURA
Durante o período anterior à abertura, os CONs que tiverem concluído suas reuniões de
registro de Delegação (DRM) estarão autorizados a validar as credenciais de 10 oficiais de
equipe para residirem na Vila Olímpica, com o objetivo de se prepararem para a chegada
das suas equipes. O custo da residência pré-abertura (incluindo refeições) é de BRL200 por
pessoa, por dia.
Além dos 10 oficiais de equipe credenciados, os CONs poderão solicitar até 10 passes diários
para convidados, que permitirão acesso à Vila Olímpica das 9h às 21h. Isso poderá ser
solicitado por meio do sistema normal de passes para convidados (vide seção 5.1.6).
Os serviços a seguir estão disponíveis para residentes durante este período:
SERVIÇO DE PRÉ-ABERTURA
INFORMAÇÕES
Alimentos e bebidas
Os residentes comerão em uma área designada para refeições.
Centros residenciais
O centro residencial no condomínio 2 irá funcionar de 09h até
21h. Outros centros residenciais irão funcionar de acordo com
as demandas e taxas de ocupação dos condomínios.
Lavanderia
Uma lavanderia funcionará das 9h às 17h no condomínio 2.
Serviços médicos
Serviços de Policlínica estarão disponíveis das 9h às 18h.
Salas de TV
Abertas 24 horas (vide seção 5.1.10).
Praça da Vila
Apenas os serviços bancários estarão disponíveis das 9h às 15h.
De 18 a 23 de julho de 2016, a equipe dos CONs fará as refeições em uma área designada, mas
haverá uma seleção reduzida de alimentos disponíveis. As refeições estão incluídas no preço
residencial de pré-abertura e os CONs também podem comprar vales-refeição pelo preço de
BRL110 para os usuários de passes para convidados. Os horários de funcionamento de préabertura são:
47
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
SERVIÇO
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO
Café da manhã
6h às 9h
Almoço
11h30 às 15h30
Jantar
18h às 21h
5.1.5 CENTRO DE BOAS-VINDAS
A partir da 8h do dia 24 de julho de 2016, todos os atletas e oficiais de equipe residindo na
Vila Olímpica podem chegar no Centro de Boas-Vindas, onde as soluções de problemas de
credenciamento e serviços de validação estão disponíveis. As equipes somente terão acesso
à sua acomodação quando a DRM de seu CON e a inspeção e inventário (I&I) tiverem sido
concluídos. O Centro de Boas-Vindas da Vila Olímpica ficará aberto 24 horas por dia.
Na chegada ao Centro de Boas-Vindas, o Rio 2016 auxiliará a descarregar as bagagens
e equipamentos dos ônibus e caminhões até a calçada (veja abaixo informações sobre
chegadas com equipamentos esportivos grandes). Os delegados irão passar pela área de
controle de pedestres (PSA) e serão responsáveis por levar suas bagagens e equipamentos
esportivos pela área de varredura de segurança. Quando os delegados e as bagagens tiverem
passado pelo processo de varredura de segurança, eles serão transferidos pelo Sistema de
Transporte Interno da Vila (IVTS) até os seus respectivos condomínios residenciais. Será
prestado um suporte logístico para as bagagens.
CHEGADAS E DISTRIBUIÇÃO DE EQUIPAMENTOS ESPORTIVOS
Os CONs devem incluir detalhes de todos os itens grandes de equipamentos especiais e de
competição no ADS.
Todos os equipamentos esportivos serão transferidos do Aeroporto Internacional Tom Jobim
(GIG) e Aeroporto Doméstico Santos Dumont (SDU) para o Centro de Boas-Vindas. Após chegar
e passar pela revista magnética e de bagagem (“mag and bag”), um balcão de check-in dos
equipamentos esportivos estará disponível para levar os equipamentos esportivos grandes
diretamente às instalações relevantes de treinamento ou de competição. Isso inclui, por exemplo,
bicicletas, canoas, caiaques, remos e varas de salto. Mais informações estarão disponíveis no Guia
dos Líderes de Equipe que será publicado no Rio Exchange em junho de 2016.
Todos os outros equipamentos esportivos devem ficar com a delegação, exceto armas de fogo
e munição, que serão levados diretamente do GIG para o Centro Olímpico de Tiro. Não serão
permitidas armas de fogo e munições dentro da Vila Olímpica, exceto pistolas a laser usadas
para pentatlo moderno.
O grupo de logística do Rio 2016 oferecerá um serviço de transporte diário para bicicletas
entre as instalações de treinamento e competição. Mais informações estarão disponíveis no
Guia dos Líderes de Equipe.
VALIDAÇÃO DE CREDENCIAIS PROVISÓRIAS
Os delegados que validaram sua PVC no GIG poderão passar diretamente ao Centro de BoasVindas da Vila Olímpica para ter acesso ao serviço de transporte até o local de acomodação.
48
Acomodação e serviços
Os delegados que não receberam ou não validaram sua PVC na chegada ao aeroporto devem,
primeiro, se dirigir ao Centro de Credenciamento dentro do Centro de Boas-Vindas para
validação, produção do passe e/ou resolução de problemas. Os horários de funcionamento do
Centro de Credenciamento são os seguintes:
DATA
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO
18 a 23 de julho de 2016
7h às 23h
24 de julho de 2016
8h às 23h
25 de julho - 21 de agosto de 2016
7h às 23h
22 de agosto de 2016
7h às 18h
23 a 24 de agosto de 2016
9h às 18h
Fora dos horários de funcionamento, os serviços de credenciamento estarão disponíveis com
base nos cronogramas de chegadas e partidas.
5.1.6 PASSES PARA CONVIDADOS
Os passes para convidados dos CONs serão emitidos no escritório de passes para convidados,
na entrada principal da Vila Olímpica entre 24 de julho e 24 de agosto de 2016. Cada CON
receberá uma cota diária fixa de passes para convidados para a Vila Olímpica, com base no
tamanho de sua delegação. Essas cotas podem ser encontradas no Guia de Credenciamento
nos Jogos Olímpicos do COI - Especificações detalhadas, disponível no NOCnet. Passes para
convidados adicionais estarão disponíveis para cada CON no dia da cerimônia de boas-vindas
da equipe (vide seção 14.1). Para obter informações sobre os passes administrativos da Vila
Olímpica, veja a seção 5.1.7.
A partir de maio de 2016, os CONs poderão ter acesso ao sistema de Passes para Convidados
para dar início ao registro de futuros usuários de passes para convidados. Isso permitirá que
as avaliações de risco de segurança sejam realizadas para essas pessoas antes da primeira
solicitação dos passes para convidados.
Os CONs podem fazer a primeira solicitação dos passes para convidados quando a DRM tiver
sido concluída. Um formulário online deve ser preenchido para cada convidado até as 18h do
dia anterior à visita, para que haja tempo de avaliar os riscos de segurança. Nos casos em que
indivíduos não sejam aprovados na verificação de antecedentes, o escritório de passes para
convidados da Vila Olímpica informará o Chefe de Missão por telefone até as 8h do dia da
visita planejada.
Os passes para convidados serão distribuídos entre 9h e 18h no escritório de passes para
convidados. Os convidados dos CONs precisam deixar um documento de identificação válido,
com foto, em troca do passe para convidados.
Para cidadãos brasileiros, uma identidade oficial com foto (RG) ou carteira de habilitação
serão aceitos. Para países do Mercosul (Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai,
Peru, Uruguai e Venezuela), um passaporte válido ou uma carteira de identidade com foto
serão aceitos. Para os demais convidados que não sejam brasileiros, apenas o passaporte será
aceito. A informação no documento de identificação deverá corresponder às informações
inseridas na solicitação de passes para convidados.
49
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
Todos os indivíduos com uma credencial válida podem usá-la como forma aceitável de
identificação.
O convidado deve retornar ao escritório de passes para convidados antes de sair da Vila
Olímpica para recuperar seu documento de identificação.
O uso de passes para convidados estará sujeito ao cumprimento das seguintes regras:
• Acesso à zona residencial é permitido se o convidado for acompanhado o tempo todo por
um residente com a letra “R” em sua credencial
• Os passes para convidados devem estar visíveis o tempo todo durante a visita
• Os passes para convidados são nominais e intransferíveis
• Os passes para convidados são válidos para diversas entradas no dia da emissão
• Os convidados não podem entrar na Vila Olímpica antes das 9h e precisam sair até 21h
• Os convidados menores de 18 anos devem estar acompanhados por um adulto
• Não há passes para convidados nos dias das cerimônias de abertura e encerramento
(5 e 21 de agosto de 2016)
• Os CONs são responsáveis pela conduta dos convidados na Vila Olímpica
5.1.7 PASSES ADMINISTRATIVOS
Uma nova iniciativa foi introduzida para apoiar ainda mais as operações dos CONs na
Vila Olímpica. Ao usar o sistema de Passes para Convidados os CONs podem converter
até 10 por cento de sua cota diária de passes para convidados (vide seção 5.1.6) em passes
administrativos para qualquer pessoa acima de 18 anos. Aplicam-se as seguintes condições:
• O passe é emitido apenas uma vez, é nominal, intransferível e pode ser usado de 24 de
julho até 24 de agosto de 2016. O passe conterá uma foto do seu titular
• Os titulares do passe podem ter acesso à Vila Olímpica todos os dias, das 6h até 24h
(meia-noite), incluindo os dias das cerimônias de abertura e encerramento. O Rio 2016 tem
o direito de levar qualquer titular de passe que esteja na Vila Olímpica entre 24h (meianoite) e 6h para fora das instalações
• Os passes podem ser coletados do escritório de passes de convidados 24 horas após a
DRM. Quando o devido documento oficial de identificação tiver sido validado, o Rio 2016
não irá reter nenhum documento de identificação em troca da emissão de um passe
• O passe permite acesso à zona residencial sem acompanhante. No entanto, o titular não
tem direito a uma cama na Vila Olímpica nem a refeições no refeitório principal. Os CONs
podem adquirir vales-refeição ou privilégios de refeição com símbolo de faca e garfo para
os titulares de passe administrativo. (Vide seção 5.4)
• O passe não pode ser usado como visto de entrada para o Brasil
• Os passes administrativos devem estar visíveis durante todo o tempo de permanência na
Vila Olímpica
• Os CONs são responsáveis pela conduta dos titulares dos passes na Vila Olímpica e o uso
indevido pode resultar no cancelamento do passe administrativo
50
Acomodação e serviços
5.1.8 ESPAÇOS RESIDENCIAIS DOS CONS
APARTAMENTOS
Os atletas e os oficiais serão acomodados em 31 prédios com 17 andares cada, divididos em
sete condomínios.
Os apartamentos têm entre dois e cinco quartos com até nove camas. Os quartos são de
ocupação individual ou dupla. Todos os apartamentos possuem espaços sociais, sacada,
espaço de cozinha (desinstalada), e uma proporção de banheiros por residentes que cumpre
as diretrizes do COI para a Vila, ou seja, quatro residentes por banheiro.
Exemplo de apartamento com quatro camas
VARANDA
B
A
N
H
E
I
R
O
QUARTO
B
A
N
H
E
I
R
O
QUARTO
A
V
A
R
A
N
D
A
ESPAÇO
SOCIAL
B
51
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
Exemplo de apartamento com sete camas
QUARTO
BANHEIRO
QUARTO
BANHEIRO
QUARTO
D
V
A
R
A
N
D
A
QUARTO
QUARTO
BANHEIRO
ESPAÇO
SOCIAL
Os banheiros e espaços sociais terão pisos em azulejo, enquanto os quartos e corredores
terão pisos laminados ou de vinil. Os pisos de madeira laminada dos quartos terão uma
película aderente plástica e transparente aplicada sobre eles. Isto oferece proteção limitada
aos pisos. Note-se que qualquer dano causado aos pisos terá um custo para os CONs.
Todos os espaços sociais terão sofás e pufes, uma mesa de centro e acesso grátis à Internet
sem fio (Wi-Fi). O mobiliário e os equipamentos de tecnologia dos quartos e dos espaços
sociais podem ser encontrados mais adiante nesta seção. O mobiliário e os equipamentos de
tecnologia dos espaços operacionais dos CONs estão listados na seção 5.1.9.
Tomadas
Nos apartamentos da Vila, a energia é fornecida com uma tensão nominal de 110V, com
tomadas de 10A. A tomada abaixo será usada em todos os prédios, embora tanto plugues de
dois como de três pinos possam ser usados.
Os adaptadores de viagem podem ser comprados fora do Brasil. No entanto, deve-se tomar
o cuidado de comprar o tipo correto. Quando os equipamentos necessitam de uma ligação à
terra para segurança, os adaptadores de três pinos devem ser usados.
52
Acomodação e serviços
Os CONs devem ficar atentos ao fato de que os adaptadores elétricos não convertem
eletricidade, eles simplesmente permitem que aparelhos com tensão dupla sejam ligados em
uma tomada de outro padrão.
Um número limitado de adaptadores multiregião será oferecido nos centros residenciais.
Estes adaptadores também estão à venda na loja geral da Vila Olímpica. Eles não são
conversores de tensão.
Banheiros
Os seguintes itens serão fornecidos nos banheiros da Vila Olímpica:
• Uma lixeira de cinco litros com tampa
• Sabonete líquido
• Espelho
• Cortina para box e tapete
• Escova sanitária
• Papel higiênico
Os residentes devem trazer seus próprios produtos de higiene pessoal para uso na Vila
Olímpica.
Quartos
Um quarto duplo típico para atletas/oficiais será mobiliado com os seguintes itens:
ITEM
QUANTIDADE (COM BASE
EM OCUPAÇÃO DUPLA)
DIMENSÕES E DETALHES
Cama
2
95cm (largura) x 200cm
(comprimento) x 35cm (altura),
com espaço disponível debaixo
da cama para bagagem.
Colchão
2
95cm (largura) x 192cm
(comprimento) x 20cm
(altura), o colchão de
espuma é hipoalergênico e
antimofo com uma camada
de conforto de poliéster.
Guarda-roupa (duplo)
1
118cm (largura) x 50cm
(comprimento) x 182cm (altura)
O individual é 61cm (largura)
x 50cm (comprimento)
x 181cm (altura)
Cabides de roupas
20
–
Varal
1
–
Mesa de cabeceira com
gaveta com fechadura
2
Luminária na mesa de cabeceira
2
–
Cortinas com blecaute
sim
–
35cm (largura) x 40cm
(comprimento) x 55cm (altura)
53
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
ITEM
QUANTIDADE (COM BASE
EM OCUPAÇÃO DUPLA)
DIMENSÕES E DETALHES
Cabos de extensão
1
Tomada com três pinos com um
cabo de extensão de três metros.
Edredom do Rio 2016
1 por cama
Lençóis
2 por cama
180 fios, 50% algodão e
50% poliéster
Travesseiro
1 por cama
50cm (largura) x 70cm
(comprimento) x 15cm (altura),
hipoalergênicos, fibras sintéticas
Fronha
1 por cama
180 fios, 50% algodão e
50% poliéster
Toalhas de banho
2 por pessoa
70cm x 135cm, 100%
algodão, 350-400 GSM
Repelente de mosquito de tomada
1
Com duração de 30 dias
Ar-condicionado
sim
–
–
Um número limitado de extensões para cama: 95cm (largura) x 33cm (comprimento) x
20cm (altura), será disponibilizado mediante solicitação. Os CONs precisarão confirmar a
quantidade necessária de extensões para cama durante a seção de acomodação na Vila
Olímpica nas DRMs.
Cada residente receberá duas toalhas de banho, que serão trocadas a cada dois dias. A roupa
de cama será trocada a cada quatro dias.
Com a inclusão do ar-condicionado nos quartos da Vila Olímpica, as telas de mosquito não
serão mais oferecidas.
Espaços sociais
Cada espaço social/lounge será mobiliado com os seguintes itens:
54
ITEM
QUANTIDADE
DIMENSÕES E DETALHES
Sofá de 2 ou 4 lugares
(dependendo da ocupação)
1
60cm (largura) x 75cm (comprimento)
x 76cm (altura) por seção de sofá
Pufes
2-6
Será incluído para garantir que tenha
1 assento por cama (por exemplo,
apartamento com quatro camas
= 1 sofá de 2 lugares + 2 pufes)
Cortinas com blecaute
não fornecido
Mesa de centro
1
Almofadas
2
–
Lixeira
1
–
Ventilador portátil
1
–
Espelhos portáteis
1-2
–
105cm (largura) x 55cm
(comprimento) x 32cm (altura)
Dependendo do número
de residentes
Acomodação e serviços
5.1.9 ESPAÇOS OPERACIONAIS DOS CONS
Os CONs receberão espaços administrativos e médicos exclusivos com base no tamanho
de sua delegação (Aa, Ac, Ao Oficial Primário). Esses espaços estarão localizados dentro dos
blocos residenciais e serão confirmados aos CONs durante a DRM.
A alocação de espaço administrativo e médico para os CONs, bem como espaços de
armazenamento/oficina e reunião, se baseia na escala a seguir. Devido a restrições
contratuais com o desenvolvedor e à legislação local, o Rio 2016 não pode permitir o uso de
barracas, coberturas ou toldos em espaços externos com o intuito de aumentar o espaço
operacional dos CONs.
ESCRITÓRIOS DOS CONS, ESPAÇOS MÉDICOS, DE ARMAZENAMENTO E DE OFICINA
TAMANHO DA
DELEGAÇÃO
ESCRITÓRIO CDM
ESPAÇO
MÉDICO
1–24
1 x 12m2 (incluindo
o quarto do CDM)
1 x 8m2
25–50
1 x 8m2
2 x 10m2
51–100
4 x 12m2
101–200
5 x 12m2
201–300
6 x 12m2
301–450
7 x 12m2
451–600
8 x 12m2
601+
9 x 12m2
SALA DE
REUNIÃO DO
CON
ESCRITÓRIO
DO CON
15m2
mediante
reserva
1 x 15m2
OFICINA/
ARMAZENAMENTO
30m2
1 x 12m
2
50m2
60m2
2 x 15m2
80m2
2 x 12m2
100m2
3 x 15m2
125m2
3 x 12m2
150m2
Todos os espaços dos CONs terão mobiliário e equipamentos tecnológicos fornecidos
gratuitamente conforme mostrado abaixo:
Quarto dos Chefes de Missão
ITEM
QUANTIDADE
Televisor Panasonic de 32 polegadas com CATV
1
Mesa dobrável - retangular, pequena
1
Ponto de acesso à Internet
1
Cadeira de escritório
1
Geladeira
1
Lixeira
1
Cofre 40cm (largura) x 35cm (profundidade) x 20cm (altura)
1
Suporte de televisão
1
Ar-condicionado
Sim
55
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
Escritório(s) dos CONs
TAMANHO DA DELEGAÇÃO
ITEM
1-24
25-300
301-600
601+
Mesa dobrável - retangular, pequena
2
2
4
6
Cadeira de escritório
1
1
2
3
Mesa dobrável - retangular, média
1
1
2
3
Cadeira dobrável
4
4
6
9
Lixeira
1
1
2
3
Chaleira elétrica
1
1
2
3
Cabideiro
0
1
2
3
Armário utilitário - alto, com fechadura
0
2
4
6
Telefone com chamadas gratuitas para
números de Rede Olímpica
1
1
2
3
Televisor Panasonic de 32 polegadas com CATV e suporte
1
1
2
3
Computador desktop com acesso à internet
1
1
2
3
Computador desktop com conta myInfo+
0
1
2
3
Ar-condicionado
sim
sim
sim
sim
*Uma estação de trabalho Info+ com impressora será substituída por um computador com internet no qual as contas
myInfo+ poderão ser usadas.
Os CONs poderão usar as instalações de impressão compartilhadas no hall de entrada
de cada edifício da Vila Olímpica. As instalações estarão disponíveis 24 horas por dia e
cada prédio terá pelo menos uma impressora multifuncional. Vide seção 5.2 para mais
informações.
Sala(s) de reunião dos CONs
ITEM
TAMANHO DA DELEGAÇÃO
1–50*
51-200
201-300
301-450
451+
Mesa dobrável - retangular, média
n/a
2
4
4
6
Cadeira dobrável
n/a
8
16
16
24
Cabideiro
n/a
1
2
2
3
Quadro branco – independente
n/a
1
2
2
3
Lixeira
n/a
1
1
2
3
*Os CONs com delegação formada por 50 pessoas ou menos terão acesso prioritário às salas de reunião com reserva
no Centro de Serviços aos CONs (vide seção 5.1.11).
56
Acomodação e serviços
Espaço(s) médico(s) do CON
TAMANHO DA DELEGAÇÃO
ITEM
1–
25–
51–
24
50
100
101200
201300
301450
451600
601+
Mesa dobrável
retangular - pequena
1
1
2
3
3
4
4
5
Cadeira de escritório
1
1
2
3
3
4
4
5
Lixeira
1
1
2
2
3
4
4
4
Lixeira para resíduos médicos
1
1
2
2
3
4
4
4
Lixeira para materiais
cortantes de uso médico
1
1
2
2
3
4
4
4
Armário utilitário – alto
1
2
2
2
4
4
6
6
Armário utilitário – pequeno
1
1
2
3
3
4
4
5
Geladeira
1
1
1
1
1
1
1
1
Carrinho médico
1
2
4
5
6
7
8
9
Travesseiros
1
2
4
5
6
7
8
9
Cobertores
1
2
4
5
6
7
8
9
Toalhas
1
2
4
5
6
7
8
9
Tampas descartáveis
Copos de papel descartáveis
Mesa de exame
Disponível em de todos os centros de residentes
1
2
4
5
6
6
8
8
1m (comprimento) x 1,8m
(altura) x 3,7cm (largura)
0
2
4
5
5
5
5
5
Caixa térmica (50 litros)
1
1
2
3
4
4
5
5
Cadeira dobrável
2
4
8
10
12
14
16
16
Cabos de extensão, 15m
(comprimento)
1
1
2
2
4
4
6
6
Partição – tela única, portátil
Oficina e armazenamento dos CONs
O armazenamento dos CONs ficará no nível de estacionamento dos condomínios. Todo
espaço será seguro e terá fechaduras.
5.1.10 SERVIÇOS DE TECNOLOGIA
TELEVISORES
Toda sala de Chefe de Missão terá um televisor de 32 polegadas e os escritórios dos CONs
terão televisores de 32 polegadas com base no tamanho de sua delegação.
57
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
As salas de TV estarão disponíveis em todos os prédios residenciais na Vila Olímpica. Cada
sala terá dois televisores, que poderão variar de 40 até 50 polegadas.
O conteúdo dos canais de televisão disponíveis na Vila Olímpica incluirá:
• 45 transmissões esportivas ao vivo das instalações de competição, abrangendo todos os
esportes, excluindo comerciais
• Canais públicos e comerciais em diversos idiomas com conteúdo cobrindo notícias
internacionais, esporte e entretenimento, conforme abaixo:
58
CANAL
IDIOMA
TERRITÓRIO DE ORIGEM
TIPO
Al Jazeera
Árabe
Catar
Geral
Arirang TV
Coreano
República da Coreia
Geral
Band
Português
Brasil
Geral
Band News
Português
Brasil
Notícias
Band Sports
Português
Brasil
Esporte
BBC News
Inglês
Reino Unido
Notícias
BBC One HD
Inglês
Reino Unido
Entretenimento
Canal 24 horas
Espanhol
Espanha
Notícias
Canal Brasil
Português
Brasil
Entretenimento
CCTV4
Mandarim
República Popular da China
Geral
CNBC Europa
Inglês
Reino Unido
Negócios
CNN International
Inglês
Reino Unido
Notícias
DW
Alemão
Alemanha
Geral
ESPN Brasil
Português
Brasil
Esporte
Euronews
Multi
França
Notícias
France 24
Francês
França
Notícias
Globo
Português
Brasil
Geral
Globo News
Português
Brasil
Notícias
JSTV
Japonês
Japão
Geral
NHK World
Japonês
Japão
Geral
OFF HD
Português
Brasil
Geral
ORF 2 Europe
Alemão
Áustria
Geral
RAI
Italiano
Itália
Geral
Record
Português
Brasil
Geral
Rede TV
Português
Brasil
Geral
Rossiya 24
Russo
Rússia
Geral
SBT
Português
Brasil
Geral
SIC
Português
Portugal
Geral
TV 5 Monde Brasil
Francês
França
Geral
TVE International
Espanhol
Espanha
Geral
Acomodação e serviços
Os CONs que planejem trazer seus próprios televisores para o Rio para ver transmissões
esportivas ao vivo, bem como os canais comerciais listados acima, deverão comprar o serviço
de conexão CATV (sujeito a disponibilidade) do portal do Catálogo de Produtos e Serviços até
30 de maio de 2016, ou na mesa do Catálogo de Produtos e Serviços no Centro de Serviços aos
CONs.
A transmissão CATV será oferecida através de cabos de RF, com canais modulados de acordo
com os padrões ISDB-TB, sem a necessidade de um set-top box. Recomenda-se que os
CONs tragam televisores compatíveis com ISDB-TB. Caso contrário, o Rio 2016 oferecerá um
conversor HDMI de RF (gratuitamente).
SERVIÇOS TELEFÔNICOS
Uma linha telefônica analógica será oferecida no escritório de cada CON, alocada no interior
dos apartamentos residenciais.
Recursos da linha telefônica analógica:
• Dispositivos telefônicos básicos com visor e tecla flash
• Encaminhamento de chamadas
• Chamada em espera
• CLIP (Apresentação de Identificador de Chamadas)
• CLIR (Restrição de Identificador de Chamadas)
• Grupo de busca multilinha
• Teleconferências com três participantes
• Ativação/cancelamento de chamada de transferência se estiver ocupado
• Ativação/cancelamento de chamada de transferência se não houver resposta em 20 segundos
Uma linha telefônica da Rede Olímpica será fornecida para os escritórios dos CONs alocados
no térreo e no mezanino. Os telefones da Rede Olímpica terão recursos iguais aos da linha
telefônica analógica, listados acima, com os seguintes recursos adicionais:
• Integração entre telefonia fixa e serviços de telefonia móvel
• Serviço de ring-down/linha direta
• Recurso de chamada silenciosa
Tarifas de telefone fixo
Todos os telefones fixos dos escritórios dos CONs (analógicos e da rede olímpica) serão
configurados para fazer chamadas grátis para telefones fixos e telefones celulares brasileiros
dentro da rede Embratel/Claro.
59
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
Para que os CONs tenham acesso a chamadas internacionais, é necessário seguir os seguintes
passos:
1. S
olicitar habilitação de chamadas internacionais através do portal do Catálogo de Produtos
e Serviços ou na mesa do Catálogo de Produtos e Serviços no Centro de Serviços aos CONs
2. O
Catálogo de Produtos e Serviços pedirá ao CON que pague um depósito para o uso de
USD781, após o qual as chamadas internacionais ficarão disponíveis
Nos casos em que o depósito não ultrapasse o uso real, o Rio 2016 reembolsará o valor até 30
de novembro de 2016.
As tarifas de chamadas de longa distância (nacionais e internacionais) estão sujeitas a alterações.
Uma lista atualizada de tarifas de chamadas internacionais para telefones fixos poderá ser
consultada na mesa de Catálogo de Produtos e Serviços no Centro de Serviços aos CONs.
Cartões pré-pagos para chamadas de longa distância nacionais e internacionais estarão
disponíveis no Catálogo de Produtos e Serviços, sujeitos à disponibilidade.
Serviços de telefone celular
O Rio 2016 fornecerá a cada delegação o uso de smartphones da Samsung para o Presidente
e Secretário-Geral dos CONs, delegação dos CONs (dois telefones), assistente dos CONs,
assistente da Família Olímpica (OFA) e motoristas do Rio 2016, durante seus turnos.
Os CONs receberão um Samsung Galaxy A5 (veja a foto abaixo) e os voluntários receberão um
Sansung G318.
Os recursos do aparelho incluirão:
• Sistema operacional Android
• Câmera
• Acesso à Internet
• Navegação móvel com sistema de mensagem multimídia MMS
• Vídeo e MP3 player
• Aplicativo do Rio 2016, que contém informações relacionadas aos Jogos
60
Acomodação e serviços
Cada telefone vem com um SIM da Claro com os seguintes recursos, válidos por 60 dias ou
até os créditos acabarem:
• Pacote de dados de 4G com limite de 300MB
• 40 SMS/mensagens de texto internacionais
• 40 SMS/mensagens de texto nacionais
• 21 minutos de chamadas locais
• 21 minutos de chamadas de longa distância nacionais/internacionais usando o prefixo 21 da
Embratel (por exemplo, os usuários discariam 0021 44 ******** para ligar para o Reino Unido)
Qualquer uso que ultrapasse o limite acima estabelecido exigirá crédito adicional, que
poderá ser comprado em:
• Qualquer loja da Claro ou revendedor
• Loja da Claro na Praça da Vila
• Mesa do Catálogo de Produtos e Serviços no Centro de Serviços aos CONs
Os números de telefones serão alocados em julho de 2016, e os aparelhos, programados com
números úteis, serão distribuídos durante as DRMs. Os Presidentes e Secretários-Gerais dos
CONs receberão seus aparelhos no Hotel Windsor Oceânico.
Os CONs devem devolver os aparelhos de uso grátis no final dos Jogos.
Cobertura de telefone celular
A rede de telefonia móvel do Rio 2016 é oferecida pela Claro, sua parceira oficial.
A Claro terá a mais ampla cobertura nas instalações de competição e não competição e é a
prestadora de serviços recomendada para todos os clientes dos Jogos.
Para melhorar as áreas de cobertura de telefonia móvel dentro das instalações, o Rio 2016 e a
Claro instalaram antenas adicionais dentro das instalações de competição e não competição,
bem como na Vila Olímpica.
As coberturas 2G e 3G estarão disponíveis em todas as instalações. No entanto, a cobertura
4G será fornecida apenas nas áreas administrativas das instalações de competição, no Centro
Internacional de Transmissão (IBC), no Centro de Imprensa Principal (MPC) e na Vila Olímpica.
Os CONs que desejem usar seus próprios telefones celulares (e cartões SIM) devem
verificar se o aparelho pode ser usado no Brasil. Os delegados que desejem usar seus
próprios telefones celulares com um cartão SIM do Brasil devem verificar se o telefone está
desbloqueado antes de viajarem para o Rio.
O Rio 2016 não oferecerá serviços de apoio para aparelhos e equipamentos pessoais.
Cartões SIM
O Rio 2016 oferecerá apenas serviços pré-pagos e pós-pagos de cartões SIM, permitindo
que os clientes usem seus próprios dispositivos móveis (que devem ser desbloqueados).
61
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
Os cartões SIM podem ser solicitados e pagos na mesa do Catálogo de Produtos e Serviços,
localizado no Centro de Serviços aos CONs ou na Praça da Vila. Será necessário um passaporte
ou documento brasileiro (RG ou CPF) para isso. Não há limites para o número de cartões por
pessoa, mas eles estarão sujeitos à disponibilidade.
A opção de serviço pré-pago exigirá a compra de minutos adicionais após o uso dos minutos
iniciais. A opção pós-paga resultará em cobrança posterior. Planos de dados adicionais
estarão disponíveis para compra na mesa do Catálogo de Produtos e Serviços, no Centro de
Serviços aos CONs.
Aplicativos para telefones celulares
O aplicativo oficial do Rio 2016 está disponível para todos os clientes dos Jogos e pode ser
baixado a partir das principais lojas de aplicativos. As informações estarão disponíveis em
inglês, espanhol, francês e português, e incluirão as instalações, programações, resultados, os
perfis dos CONs e atletas, bem como outras informações úteis.
O Hub dos atletas olímpicos do COI é uma plataforma exclusiva para os atletas olímpicos e
atletas de elite, fornecendo-lhes informações importantes sobre os Jogos e as notícias mais
recentes até e durante os Jogos. Ele permitirá que os atletas saibam mais sobre os serviços e
eventos que lhes serão disponibilizados na Vila Olímpica, além de proporcionar fácil acesso
aos documentos fundamentais relacionados à sua participação nos Jogos.
Os links e as logos dos CONs serão exibidos na plataforma para garantir que os atletas
tenham as informações que sejam mais relevantes em um só local.
O Hub dos atletas olímpicos é gratuito e pode ser baixado por qualquer pessoa. O aplicativo
será previamente instalado nos telefones Samsung fornecidos aos atletas.
Smartphones Samsung para atletas
O COI, apoiado pela Samsung e pelo Rio 2016, tem o prazer de oferecer um smartphone de
última geração Samsung Galaxy S7 para cada atleta que participar dos Jogos.
Todos os atletas classificados (incluindo atletas suplentes P) receberão seu smartphone
Samsung na Vila Olímpica. Os smartphones serão fornecidos com um cartão SIM da Claro,
incluindo:
• Serviço de dados de 1 GB
• Ligações locais gratuitas (entre números de telefone Claro)
• SMS gratuito (entre números de telefone Claro)
• Acesso gratuito a certos aplicativos SNS (Facebook, Twitter, Whatsapp), que não estejam
incluídos no plano de dados de 1GB
Também estarão incluídos aplicativos úteis, como o Hub dos Atletas Olímpicos e os
aplicativos do Rio 2016 (vide acima).
Os atletas são incentivados a utilizar seus smartphones Samsung durante os Jogos
Olímpicos, pois estes servirão de hub central tanto para comunicação como para informações
gerais e úteis.
62
Acomodação e serviços
Os CONs serão informados sobre o número total de smartphones que eles receberão (com
base no número de atletas classificados durante a DRM) e sobre o processo de distribuição
desses telefones durante a DRM. Todos os smartphones serão distribuídos somente na Vila
Olímpica.
Para obter informações relacionadas a esses smartphones ou ao aplicativo do Hub dos
Atletas Olímpicos, entre em contato com [email protected]
A loja Samsung localizada na Praça da Vila Olímpica fornecerá os seguintes serviços aos
smartphones Samsung dos atletas:
• Consulta e treinamento
• Atendimento ao cliente
• Sala de internet
SERVIÇOS DE INTERNET
Apartamentos da Vila Olímpica
O acesso gratuito à internet Wi-Fi está disponível em todos os apartamentos na Vila
Olímpica. Cada apartamento possui um modem Wi-Fi exclusivo com banda larga
compartilhada, com largura de banda de 40MB por segundo. As senhas do Wi-Fi estarão
visíveis nos apartamentos, tanto no modem quanto na ficha de informação.
Cada modem Wi-Fi possui quatro portas de internet que podem ser ativadas gratuitamente
(banda larga compartilhada de 40MBps) Com base nisso, até quatro conexões por cabo
podem ser fornecidas onde o modem Wi-Fi estiver localizado (normalmente no espaço
social). Mediante solicitação, um cabo CAT6 de até três metros será fornecido gratuitamente
pelo Rio 2016, sujeito à disponibilidade. Este produto não está disponível através do Catálogo
de Produtos e Serviços.
As linhas exclusivas de internet podem ser solicitadas apenas como um pedido fora do
padrão do Catálogo de Produtos e Serviços. A aprovação desses pedidos estará sujeita à
disponibilidade de infraestrutura e cabeamento. Devido a restrições de distância, esses
pedidos não podem ser feitos para apartamentos acima do segundo andar. Os pedidos serão
avaliados caso a caso, sem garantia de fornecimento.
Escritórios dos CONs e Chefes de Missão
O acesso à internet a cabo (15MB por segundo) será fornecido através da rede olímpica nos
escritórios dos CONs e dos Chefes de Missão localizados nos níveis térreo e mezanino da Vila
Olímpica. Não há restrições quanto aos itens de tecnologia que podem ser encomendados
através do Catálogo de Produtos e Serviços nesses locais.
O Wi-Fi não está disponível nos níveis térreo e mezanino. Os CONs que desejarem configurar
seus próprios serviços de Wi-Fi devem assegurar-se de que as frequências necessárias
tenham sido solicitadas através do Espectro do Rio 2016 (vide seção 7.4) e os itens de
tecnologia tenham sido solicitados através do Catálogo de Produtos e Serviços (por exemplo,
linhas exclusivas de internet).
63
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
O acesso à internet com cabo Triple Play será fornecido nos escritórios dos CONs e dos Chefes
de Missão no 17º andar de cada prédio. Isto oferece uma banda larga compartilhada com
largura de banda de 40MB por segundo.
Uma série de itens tecnológicos Triple Play podem ser solicitados, nesses andares, como
um pedido padrão do Catálogo de Produtos e Serviços. Todos os outros itens tecnológicos
serão tratados como pedidos fora do padrão, o que significa que o Rio 2016 avaliará
a disponibilidade de infraestrutura e cabeamento. Mais informações estão disponíveis
no Guia de Serviços de Tecnologia da Vila Olímpica no Rio Exchange.
Pontos de acesso sem fio na Vila Olímpica
O Rio 2016 fornecerá Wi-Fi gratuito (compartilhado e da melhor maneira possível) aos
residentes da Vila Olímpica nos seguintes locais:
• Área de Entretenimento dos Atletas
• Centros residenciais
• Salas de TV
• Praça da Vila (McCafé e Sala de internet)
• Centro de Boas-Vindas (áreas de credenciamento e de espera, salas de DRMs)
Acesso Wi-Fi
As informações referentes ao Wi-Fi Triple Play serão fornecidas em todos os apartamentos
da Vila Olímpica. O acesso ao Wi-Fi em outras áreas designadas da Vila Olímpica será dado
através da rede “Leblon”. Os usuários deverão seguir o procedimento de autenticação
utilizando as informações do seu credenciamento na primeira vez que efetuarem o login.
SUPORTE DE TECNOLOGIA
A tecnologia do Rio 2016 fornecerá suporte 24 horas em uma central de atendimento durante
o período de pré-abertura da Vila Olímpica e dos Jogos. O suporte atenderá somente aos
serviços e equipamentos fornecidos pelo Rio 2016 para atletas e CONs. O suporte não será
fornecido para celulares, tablets ou laptops pessoais.
Se houver necessidade de suporte de tecnologia, os CONs deverão ligar para 0800 722 2016
(+55 11 3224 1091 a partir de telefones do exterior) ou pelo e-mail [email protected]
Os representantes da central de atendimento falam inglês e português.
O balcão de ajuda exclusivo da Vila Olímpica estará funcionando das 6h até as 23h a partir
do dia 18 de julho de 2016. Note-se que os horários de funcionamento para os técnicos das
instalações podem variar de acordo com as instalações.
5.1.11CENTRO DE SERVIÇOS AOS CONS
O Centro de Serviços aos CONs está localizado na zona residencial da Vila Olímpica e tem
como objetivo centralizar e facilitar a comunicação e os serviços entre o Rio 2016 e os CONs.
O acesso é limitado aos Chefes de Missão, assistentes dos CONs e oficiais de equipe com um
cartão proxy.
64
Acomodação e serviços
FASE
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO
Período de pré-abertura (18-23 de julho de 2016)
8h às 20h
Período de abertura (24 de julho - 23 de agosto de 2016)
7h às 22h
Encerramento (24 de agosto de 2016)
7h às 18h
O Centro concentra as equipes de Relações com os CONs do Rio 2016 e do COI, diversas
áreas funcionais importantes do Rio 2016 e o programa de assistentes dos CONs. Para
emergências fora do horário, os CONs podem entrar em contato com a equipe do turno da
noite telefonando para o balcão de recepção do Centro de Serviços aos CONs. Este número
será dado aos CONs durante a DRM.
BALCÕES DA ÁREA FUNCIONAL
Os seguintes balcões estarão localizados no Centro de Serviços aos CONs e estarão abertos
nos horários especificados acima:
BALCÃO
SERVIÇOS
Balcão de
Recepção
• Distribuição de itens
• Passes para o desfile nas cerimônias
• Ingressos de cortesia para as cerimônias
• Ingressos de cortesia para Atletas Espectadores de Diferentes Disciplinas (DDA)
• Entregas de correio e de correspondências
• Comunicações com o Rio 2016 e com o COI
• Medalhas e certificados de participação
• Caixas de medalha e diplomas de vitória
• Informações gerais e distribuição de correspondência
• Reserva de salas de reunião
• Envio e recebimento de fax (isto também pode ser feito nos centros residenciais)
Chegadas e
Partidas
•
•
•
•
Finanças
• Resolução de contas e processamento de pagamentos
Comidas e Bebidas
• Informações sobre serviços pré-agendados de bufê
• Compra de vale-refeição
Logística
• Informações alfandegárias e serviço de expedição de carga
• Atendimento aos clientes da Podium Kuehne+Nagel, incluindo recebimento,
armazenamento, entrega e transporte através do Plano de Apoio ao Transporte de Cargas
• Agendamento de transferência de equipamentos esportivos entre instalações
Catálogo de
Produtos e
Serviços
•
•
•
•
Atualizações de chegadas e partidas
Assistência para extravios e atrasos de bagagens
Assistência de viagem para as cidades-sede do futebol
Informações e cronogramas para Check-In Remoto
Check-in e check-out de itens do Catálogo de Produtos e Serviços
Entrega de itens portáteis do Catálogo
Atendimento ao cliente do Catálogo, incluindo pedidos e pagamentos
Recolhimento de VAPPs
65
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
BALCÃO
SERVIÇOS
Transporte
•
•
•
•
•
•
•
Assistência e informações referentes a veículos exclusivos dos CONs e motoristas
Informações sobre transporte público
Assistência para “achados e perdidos” nos serviços de transporte do Rio 2016
Informações sobre serviços recreativos
Planos de embarque/desembarque de ônibus particular dos CONs.
Registros de motoristas independentes
Processo de reserva de T3
ESCRITÓRIO DE RELAÇÕES COM OS CONS DO COI
O Departamento de Relações com os CONs do COI terá um escritório e uma sala de reunião
no Centro de Serviços aos CONs, e a equipe do COI estará disponível para todas as dúvidas
dos CONs. Este escritório será o local de inspeção de uniformes de acordo com a Regra 50 e
nominações do porta-bandeira.
RELAÇÕES COM OS CONS DO RIO 2016
Antes e ao longo dos Jogos, os membros da equipe de Relações com os CONs serão
responsáveis por trabalhar com os CONs para garantir a resolução de problemas.
Os CONS que precisarem do auxílio da equipe de Relações com os CONs devem visitar o
escritório continental no Centro de Serviços aos CONs. A equipe estará presente no local a
partir da pré-abertura da Vila Olímpica até o seu fechamento, no dia 24 de agosto de 2016.
Comunicações durante os Jogos
Os CONs receberão comunicações oficiais através do endereço de e-mail fornecido por
eles durante a DRM. As informações atualizadas também serão postadas regularmente no
Rio Exchange.
A equipe Relações e Serviços aos CONs usará um número de telefone celular, a ser fornecido
pelos CONs durante a DRM, para quaisquer comunicações diretas. Este número pode ser de
um telefone celular fornecido pelo Rio 2016 ou outro telefone utilizado pelos CONs.
As comunicações urgentes serão enviadas para os telefones fornecidos pelo Rio 2016 e/ou
endereços de e-mail especificados durante a DRM.
CARTÕES PROXY
Os cartões proxy permitem que cada Chefe de Missão e/ou Vice-Chefe de Missão delegue a
autoridade para a realização de tarefas específicas a outros oficiais de equipe. Os assistentes
dos CONs também podem ser nomeados proxies de ingresso e correspondência.
Os cartões proxy podem ser solicitados durante a DRM e estarão disponíveis para retirada no
Centro de Serviços aos CONs pouco tempo depois.
66
Acomodação e serviços
CARTÃO PROXY
TAREFAS AUTORIZADAS
Credenciamento
Os titulares dos cartões podem tomar decisões relacionadas ao credenciamento
em nome de seus Chefes de Missão, como transferências de convidados
dos CONs ou oficiais de equipe. Os cartões proxy de credenciamento
são nominais e intransferíveis. Um CON pode designar, no máximo, dois
indivíduos na DRM para essa função, se necessário. Os titulares dos cartões
proxy de credenciamento não podem validar ou retirar PVCs em nome de
soberanos, Chefes de Estado, Chefes de Governo e seus convidados.
Finanças
Os titulares dos cartões podem realizar transações financeiras, incluindo,
entre outros, substituição de chaves, compra de vales-refeição, responder aos
danos em nome dos CONs e realizar inspeções de partida da Vila Olímpica.
Correspondência
Os titulares dos cartões podem retirar os seguintes itens do
balcão de recepção do Centro de Serviços aos CONs:
• Correspondência/correio e encomendas de courier
• Medalhas e certificados de participação
• Caixas de medalha e diplomas de vitória
Venda de Ingressos
Os titulares dos cartões podem retirar ingressos de cortesia
para atletas espectadores de diferentes disciplinas (DDA) (vide
seção 10.4) e ingressos de cortesia para cerimônias no balcão de
recepção do Centro de Serviços aos CONs (vide seção 10.5)
SALAS DE REUNIÃO
Há quatros salas de reunião no Centro de Serviços aos CONs que podem ser agendadas com
48 horas de antecedência e estão disponíveis por ordem de chegada. As salas de reunião
têm 34,5m² e possuem um quadro branco, mesas e dez cadeiras. Duas das salas possuem
instalações de teleconferências.
Os CONs podem agendar essas salas preenchendo o formulário disponível no Rio Exchange e
retornando-o para a área de Serviços aos CONs.
5.1.12ALOCAÇÃO DOS ASSISTENTES DOS CONS
A equipe de Relações e Serviços aos CONs designará uma equipe de voluntários para oferecer
apoio operacional, administrativo e de idioma para cada CON.
TAMANHO DA DELEGAÇÃO
ASSISTENTES (COTA TOTAL)
ASSISTENTES PRÓPRIOS (PARTE DA COTA TOTAL)
1-10
2
1
11-50
3
1
51-100
5
2
101-150
6
2
151-200
7
3
201-250
8
3
251-300
9
3
301-350
10
4
351+
11
4
67
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
Um “assistente próprio” é um voluntário nomeado ou escolhido por um CON para fazer parte
da sua equipe de assistentes dos CONs. Os assistentes próprios fazem parte da cota global de
assistentes, não uma inclusão a esta.
A principal função dos assistentes dos CONs, incluindo os assistentes próprios, é:
• Facilitar a comunicação entre os CONs e o Rio 2016
• Auxiliar nas reuniões de I&I na Vila Olímpica
• Oferecer apoio organizacional, administrativo e de idioma, incluindo descobrir
informações, antecipar as necessidades dos CONs e solucionar problemas
• Auxiliar na transferência das delegações para a Praça da Vila Olímpica para as cerimônias
de boas-vindas da equipe e ao Estádio do Maracanã para as cerimônias de abertura e
encerramento
• Auxiliar em outras funções, conforme solicitado pelos CONs
É importante notar que os assistentes dos CONs não poderão dirigir. No entanto, os CONs
podem ser responsáveis por seus assistentes próprios e registrá-los como motoristas (vide
seção 9.5.3).
O Rio 2016 oferecerá a cada assistente de CON um telefone celular, que poderá ser usado para
chamadas nacionais e internacionais limitadas.
Para facilitar a comunicação durante os Jogos, o Rio 2016 nomeará um coordenador da
equipe que será responsável pela comunicação entre os grupos de assistentes de CONs de
cada Comitê. É de responsabilidade deste coordenador de equipe assegurar que todas as
mensagens importantes estejam chegando a todos membros da equipe, principalmente as
informações dadas durante o do briefing de voluntários, que acontecerá na sala de reunião
dos Chefes de Missão.
A tabela abaixo resume o que o Rio 2016 irá e não irá fornecer para os assistentes dos CONs,
incluindo os assistentes próprios.
O RIO 2016 IRÁ FORNECER
O RIO 2016 NÃO IRÁ FORNECER
Transporte público gratuito
(utilizando cartão de transporte municipal)
Viagem de/ para o Rio
Refeições durante o horário de trabalho (Vila Olímpica ou instalação)
Acomodação no Rio
Curso de inglês online (se necessário)
Uniformes
ENTREVISTAS E PROCESSO DE SELEÇÃO
Os CONs foram consultados a respeito de suas preferencias linguísticas nas reuniões
individuais do Seminário dos Chefes de Missão e, sempre que possível, este fator foi levado
em consideração. O Rio 2016 espera designar voluntários antes da DRM. Cada equipe de
assistentes dos CONs terá pelo menos um brasileiro.
68
Acomodação e serviços
TREINAMENTO
O Rio 2016 desenvolveu um amplo curso de treinamento, que inclui as operações dos Jogos, a
Vila Olímpica e o conhecimento local do Rio e das zonas das instalações.
A jornada do treinamento é dividida em três partes e começou em março de 2016:
treinamento geral para todos os colaboradores, treinamento específico das funções (online e
presencial) e treinamento das instalações. Mais detalhes sobre o programa de treinamento
estão disponíveis na página dos assistentes dos CONs no Rio Exchange.
PROGRAMAÇÃO
Os CONs são responsáveis pela programação dos voluntários, mas devem observar as
seguintes regras:
• Os turnos não devem ultrapassar nove horas, incluindo uma hora de intervalo para
refeições
• Os voluntários estarão disponíveis para trabalhar das 7h às 22h
• Recomenda-se que os assistentes dos CONs tenham dois dias de descanso a cada período
de sete dias. No entanto, a exigência mínima é de um dia de folga
REFEIÇÕES E ACESSO ÀS INSTALAÇÕES
Os assistentes dos CONs podem iniciar seus turnos na Vila Olímpica ou nas instalações
de competição, onde terão acesso à circulação geral, a algumas áreas administrativas e
de descanso dos colaboradores. Eles também podem ter acesso aos serviços de sistema
de Transporte para Atletas, embora a prioridade seja sempre dos atletas. Os CONs podem
utilizar um dos seus próprios cartões de upgrade para que seus assistentes também tenham
acesso, se necessário.
Os assistentes dos CONs têm acesso a todas as zonas da Vila Olímpica, mas farão suas
refeições no refeitório dos funcionários. Eles só poderão entrar no refeitório principal se
estiverem acompanhados de um representante do CON credenciado e se possuírem um valerefeição (comprado pelo CON). Os assistentes dos CONs também podem fazer suas refeições
nos refeitórios dos funcionários nas instalações de competição, mas somente se estiverem
acompanhando um CON até aquela instalação. Os vales-refeição das instalações serão
fornecidos aos assistentes dos CONS para esta finalidade.
Os CONs são responsáveis pelas refeições dos assistentes dos CONs caso eles as façam fora
da Vila Olímpica ou das instalações de competição durante seus turnos.
OUTRAS INFORMAÇÕES
É necessário que os CONs considerem os seguintes aspectos em relação aos assistentes dos
CONs:
• Apenas escalar os assistentes dos CONs se houver trabalho para eles. Caso contrário,
o Rio 2016 terá dificuldade em motivar e manter os voluntários
• Os assistentes dos CONs poderão participar da transferência dos atletas da Vila Olímpica
ao Estádio do Maracanã para as cerimônias de abertura e encerramento. No entanto, sob
69
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
nenhuma circunstância será permitido que eles desfilem, e eles serão proibidos de entrar
no campo durante o desfile dos atletas
• O acesso do assistente do CON às arquibancadas e salas da Família Olímpica será limitado
a casos especiais e somente será permitido se o CON utilizar um de seus próprios cartões
de upgrade
Os CONs devem tratar os voluntários igualmente e limitar o número de brindes oferecidos
a eles durante os Jogos, pois se uns receberem menos do que outros, isso poderá acabar
afetando a motivação.
5.1.13REUNIÕES DOS CHEFES DE MISSÃO
As reuniões dos Chefes de Missão serão realizadas na sala de reunião dos Chefes de Missão,
ao lado do Centro de Serviços aos CONs, para:
• Transmitir informações importantes
• Trocar opiniões sobre as operações dos Jogos
• Auxiliar com a rápida resolução de problemas
As reuniões contarão com a presença dos diretores executivos do Rio 2016, diretores, chefes
de função e COI. O cronograma completo das reuniões será fornecido durante os Jogos.
Porém, devido à capacidade limitada da sala, somente dois representantes por CON poderão
comparecer.
DATA
HORÁRIO
REUNIÃO
21 de julho de 2016
8h
1ª Reunião dos Chefes de Missão
02 de agosto de 2016
7h30
Reunião conjunta com o COI
04 de agosto de 2016
7h30
Reunião de cerimônia de abertura
20 de agosto de 2016
7h30
Reunião de cerimônia de encerramento
Será oferecida interpretação simultânea nos idiomas árabe, espanhol, francês, inglês,
português e russo. Itens de café da manhã, além de bebidas quentes e geladas, serão
oferecidos antes e imediatamente após as reuniões na sala de reunião dos Chefes de Missão.
Depois de cada reunião, o Rio 2016 distribuirá os relatórios da reunião em inglês, francês,
português e espanhol. Os relatórios serão enviados por e-mail para cada Chefe de Missão e/
ou ponto de contato principal e também serão publicados no Rio Exchange.
5.2 SERVIÇOS PARA OS RESIDENTES DA VILA OLÍMPICA
Haverá um centro de residentes em cada um dos sete condomínios. Quatro centros de
residentes funcionarão das 7h às 22h e três ficarão abertos 24 horas por dia.
Cada centro de residentes oferecerá um serviço de recepção, semelhante a um hotel, que
ajudará na resolução de problemas relacionados a serviços de acomodação na Vila Olímpica.
Mais especificamente, todos os centros de residentes prestarão os seguintes serviços aos
residentes:
70
Acomodação e serviços
SERVIÇO
DETALHES
Passar a ferro
Ferros e tábuas de passar estarão disponíveis para uso no centro de residentes
Bebidas
Bebidas disponíveis gratuitamente
Serviço de concierge
Informações aos turistas
Fax
Envio e recebimento de fax
Info+
Terminais do Info+ estarão disponíveis em cada centro de residentes
Acesso à Internet
O acesso à internet estará disponível em cada centro de residentes
Perda/substituição
de chaves
A equipe do centro de residentes auxiliará com
os problemas de chave (vide abaixo)
Itens achados e perdidos
Cada centro de residentes terá um registro de “achados e perdidos”
Salas de TV e impressoras
Localizadas no hall de entrada de cada prédio (vide abaixo)
Troca de roupa de
cama/toalha
As toalhas/roupas de cama sujas podem ser trocadas por itens limpos
Medicamentos
Papel de mesa de exames e copos descartáveis podem ser solicitados
Gelo
Disponível em cada condomínio (vide seção 5.2.2)
SALAS DE TV E IMPRESSORAS
Além da área da sala de TV nos centros de residentes, todos os 24 prédios que não possuem
um centro de residentes têm uma sala de TV no hall de entrada. Estas áreas terão um
mobiliário confortável e televisores com 45 canais nacionais e internacionais para os serviços de
transmissão olímpica (OBS) e 30 canais comerciais (vide seção 5.1.10). As salas estarão abertas
24 horas por dia, mas sem funcionários. Os serviços de impressão também estarão disponíveis.
SUBSTITUIÇÃO DE CHAVES
Os funcionários do centro de residentes podem ajudar em caso de perda de chaves. Se o CON
tiver fornecido ao centro residencial uma lista de quartos, a credencial será verificada e os
funcionários do centro residencial abrirão o quarto trancado. Se a lista de quartos não tiver
sido fornecida, apenas o Chefe de Missão, o(s) Vice-Chefe(s) de Missão ou o representante
portando cartão proxy poderão solicitar a entrada ou uma segunda chave para substituição,
no valor de BRL50.
ACHADOS E PERDIDOS
Todos os itens encontrados e registros de itens perdidos na zona residencial devem ser
entregues/informados a um centro de residentes, onde será mantido um registro de
“achados e perdidos”. Será necessária uma identificação para reivindicar os itens achados e
perdidos; os residentes serão encaminhados ao centro de residentes específico onde seu item
está guardado para a coleta.
Também haverá um balcão de achados e perdidos no escritório de passes para convidados,
que está localizado na entrada principal, para os itens perdidos e encontrados naquela área e
na Praça da Vila.
71
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
5.2.1 LAVANDERIA, LIMPEZA E MANUTENÇÃO
LAVANDERIA
Uma lavanderia com atendimento gratuito será oferecida a todos os residentes da Vila
Olímpica. Todos os residentes receberão duas bolsas de lavanderia – uma para roupas
brancas e outra para roupas coloridas. Os residentes serão responsáveis por garantir que as
cores certas sejam colocadas nos sacos apropriados. Se uma bolsa de lavanderia for perdida
ou danificada e precisar ser substituída, os residentes devem entrar em contato com os
funcionários do centro de residentes.
Os serviços de lavanderia estarão disponíveis diariamente entre 7h e 23h. Os residentes
poderão deixar seus sacos de roupa individuais na lavanderia com atendimento, localizada
em cada condomínio.
Estes são os horários de serviço:
• As roupas entregues entre 7h e 10h estarão disponíveis para retirada após as 18h no
mesmo dia
• As roupas entregues após as 10h estarão disponíveis para retirada no dia seguinte
• Os sacos de roupa não retirados serão guardados por 72 horas; depois disso, o CON
responsável será contatado para providenciar a retirada imediata
As roupas serão lavadas e secas, mas não serão dobradas ou passadas.
As equipes que precisarem que seus uniformes, quimonos de judô e outros itens não
regulares semelhantes sejam lavados a seco e passados poderão usar o serviço pago de
entrega e coleta localizado na Praça da Vila, e este serviço será cobrado.
LIMPEZA
Serviços de limpeza para a acomodação e os escritórios dos CONs serão fornecidos
diariamente e gratuitamente. Esses serviços incluem fazer as camas, limpar os quartos,
esvaziar as lixeiras, tirar o pó e passar aspirador, além de limpar banheiros e áreas sociais.
Os lençóis e fronhas serão trocados a cada quatro dias, e as toalhas, a cada dois dias. Papel
higiênico e sabonete líquido serão fornecidos quando necessário.
Cada residente receberá um travesseiro, um edredom com a marca dos Jogos Olímpicos
Rio 2016 e duas toalhas de banho. Após os Jogos, os CONs poderão levar os edredons para
casa, mas os edredons não serão substituídos se forem retirados da Vila Olímpica. É de
responsabilidade dos CONs gerenciar este processo. Os travesseiros, lençóis e toalhas de
banho não devem ser retirados da Vila Olímpica.
Os funcionários da limpeza estarão presentes na Vila Olímpica 24 horas por dia; no entanto,
os apartamentos serão atendidos em horário marcado, entre 8h30 e 16h. Entre 16h e 18h,
haverá um turno para os quartos que estavam com uma placa de “Não Perturbe” pendurada
nas portas. Se a placa permanecer na porta, a equipe de limpeza não retornará novamente
neste dia. Haverá uma equipe de limpeza para atendimento de emergência entre 18h e 8h30.
72
Acomodação e serviços
Os escritórios e espaços públicos serão atendidos regularmente todos os dias.
Nos casos em que uma placa de “Não perturbe” permanecer em uma porta em um dia de
troca de roupa de cama/toalha, não serão fornecidas roupas de cama/toalhas adicionais fora
do ciclo de troca; portanto, os residentes não devem esperar roupas de cama/toalhas limpas
no dia seguinte.
Cada Chefe de Missão receberá uma programação de troca de toalhas e roupas de cama para
suas equipes. Fora dessa programação, os residentes poderão trocar suas roupas de cama/
toalhas (sujas por limpas) nos centros de residentes, gratuitamente, e arrumar as camas
como acharem conveniente.
As camas não serão feitas se os residentes deixarem itens pessoais/pertences sobre elas. As
camas devem estar livres desses itens para arrumação diária.
Caso um quarto ou apartamento seja considerado sujo demais pelos funcionários de
limpeza, ou se oferecerem riscos de saúde e segurança, o fato será informado ao CON.
GESTÃO DE RESÍDUOS
ÁREA
FLUXOS DE RESÍDUOS
Área social
Resíduos em geral
Recicláveis
Escritórios e salas de reunião
Resíduos em geral
Papel
Recicláveis
Banheiro
Resíduos em geral, incluindo papel higiênico, que não
deve ser colocado dentro do vaso sanitário
Espaços médicos
Resíduos médicos e em geral
Recicláveis
Recipiente para materiais cortantes
MANUTENÇÃO
A gerência das instalações estará presente 24 horas por dia na Vila Olímpica. Se houver um
problema de manutenção, o residente deve informar imediatamente ao balcão de recepção
do centro de residentes. Depois que o problema for avaliado, será gerado um número
exclusivo de ordem de serviço, que permitirá que o residente acompanhe o andamento.
Se um problema de manutenção for causado por uso indevido, a gerência da Vila será
chamada para tratar do problema e contatar o respectivo Chefe de Missão ou seu
representante portando o cartão proxy. O CON precisará arcar com os custos do dano. Se um
problema de manutenção for resultado de uso normal, sem ser causado intencionalmente
por um residente, o CON não será responsabilizado.
5.2.2 GELO
Máquinas de gelo estarão localizadas no andar térreo de cada condomínio, próximas da área
de lavanderia. O número de máquinas foi determinado de acordo com a população esperada
73
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
de cada edifício. Também haverá máquinas de gelo na Policlínica. As quantidades de gelo
produzidas em cada condomínio diariamente serão as seguintes:
CONDOMÍNIO
QUANTIDADE POR DIA
1
1.500kg
2
1.000kg
3
1.500kg
4
1.000kg
5
2.000kg
7
1.800kg
9
1.500kg
Os CONs podem usar as caixas de gelo ou sacos de gelo fornecidos nas máquinas de gelo
para transportá-lo até sua acomodação. As caixas de gelo têm capacidade de 50 litros.
5.2.3 ENTRETENIMENTO
As áreas a seguir estarão disponíveis para os residentes da Vila Olímpica para descanso no
Centro de Entretenimento:
• Sala dos Atletas com Wi-Fi
• Área de música
• Sala de jogos, incluindo sinuca, pebolim, tênis de mesa, air hockey e muito mais
• Sala de videogames
Entre os dias 24 de julho e 24 de agosto, todas as instalações de lazer estarão abertas das 10h
até as 24h (meia-noite).
A Sala de internet estará localizada na Praça da Vila e funcionará 24 horas por dia entre 24 de
julho e 24 de agosto. Haverá funcionários na sala das 9h às 21h.
5.2.4RECREAÇÃO
A academia da Vila ficará aberta de 24 de julho até 24 de agosto de 2016 e terá funcionários
24 horas por dia. A academia terá uma ampla seleção de equipamentos cardiovasculares,
máquinas de resistência e pesos livres, assim como espaço para alongamento e aquecimento.
Informações sobre os equipamentos da academia podem ser encontradas no Rio Exchange.
Quatro saunas, separadas entre sauna feminina e masculina, estarão disponíveis para todos
os residentes.
Cada condomínio terá uma piscina rasa exclusiva para lazer, que estará disponível para uso
pelos residentes entre 7h e 22h todos os dias. Salva-vidas estarão disponíveis nas piscinas
durante os horários de funcionamento mencionados acima.
A Vila Olímpica também terá uma área de lazer com quadras de basquetebol, futebol,
handebol, tênis e voleibol. Com exceção das redes, não serão fornecidos equipamentos. Esta
área estará aberta para uso das 8h às 17h.
74
Acomodação e serviços
5.2.5 CENTRO ECUMÊNICO
A Vila Olímpica oferecerá um centro ecumênico para culto e meditação. Contará com
representantes do budismo, cristianismo, hinduísmo, islamismo e judaísmo, e estará aberto
para pessoas de todas as crenças, de 24 de julho até 24 de agosto de 2016, das 7h às 22h.
Também haverá um serviço 24 horas mediante agendamento.
O centro será gerenciado pelo coordenador de fé dos Jogos Rio 2016, com o apoio de
um experiente grupo de conselheiros de fé. A reserva do espaço para culto para outra fé
específica, que não tenha sido mencionada acima, poderá ser solicitada pelos residentes no
centro ecumênico.
5.3 SERVIÇOS ESPORTIVOS DA VILA OLÍMPICA
5.3.1 CENTRO DE INFORMAÇÃO ESPORTIVA
O Centro de Informação Esportiva (SIC) na Vila Olímpica contará com um balcão para cada
esporte/disciplina e para fornecer informações aos CONS durante os Jogos. O SIC está
localizado na zona residencial e próximo ao Centro de Entretenimento e estará aberto para os
Chefes de Missão, Vice-Chefes de Missão, líderes de equipe e oficiais de equipe (Ac e Ao). Os
CONs devem observar que o espaço não estará aberto para os atletas.
Os serviços oferecidos no SIC são:
• Divulgação de informações esportivas em geral, através de publicações esportivas
(também disponível no Rio Exchange) e debates com equipe esportiva específica
• Acesso a resultados, sorteios e listas iniciais, e outras informações importantes sobre as
competições, incluindo atualização de programação quando necessário
• Informações sobre programação de treinamento e, quando disponível, auxílio com reserva
e troca de sessões de treinamento
• Auxílio com comunicação das principais informações dos IFs e do Rio 2016 aos CONS
• Outros serviços esportivos, conforme detalhado no Guia dos Líderes de Equipe para cada
esporte/disciplina, disponível em junho de 2016
• Informações sobre serviços de transporte e agendamentos de ônibus para esportes de
equipe
• Pedidos de refeição para atletas em treinamento (48 horas de antecedência)
• Recebimento de solicitação de passes para instalações de treinamento (TVPs)
Previsões do tempo também estarão disponíveis para esportes específicos. Consulte a seção
6.13 para maiores informações.
A identificação de rádio será feita em um espaço exclusivo adjacente ao Centro de Serviços
aos CONs.
As informações também estarão disponíveis para os CONs através dos terminais Info+
localizados no SIC. Além disso, cada CON terá acesso a contas myInfo+ que podem ser
75
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
acessadas, usando login e senha, em qualquer computador ou smartphone. Mais detalhes
sobre myInfo+ disponíveis na seção 6.8.
DATAS
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO
18 a 23 de julho de 2016
8h às 20h
24 de julho a 20 de agosto de 2016
7h às 22h
21 de agosto de 2016
7h às 20h
22 de agosto de 2016
8h às 12h (meio-dia)
*O SIC fechará às 18h no dia 05 de agosto de 2016 devido a cerimônia de abertura.
5.3.2 SALA DE OBSERVAÇÃO DE ESPORTE
A sala de observação de esportes (SVR) estará localizada no Centro de Boas-Vindas. Ela
oferecerá às equipes e aos atletas acesso a gravações de OBS de suas competições, de modo a
auxiliar em seu treinamento, análise e preparação. Os horários de funcionamento são:
DATAS
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO
05 de agosto de 2016
8h - 12h (meio-dia)
6-20 de agosto de 2016
7h às 22h
21-22 de agosto de 2016
7h - 12h (meio-dia)
A SVR conta com 12 estações de observação dos atletas, com dois lugares cada, e oito salas de
observações da equipe, uma com 35 lugares e as demais com 20 lugares cada.
Para garantir a disponibilidade, as salas devem ser reservados no local com antecedência.
Este procedimento somente poderá ser feito pelos Chefes de Missão, Vice-Chefes de Missão,
líderes de equipe e oficiais de time (Ac e Ao).
Equipes/atletas somente podem solicitar gravações das sessões em que eles e/ou seus
futuros oponentes confirmados tenham participado. A transmissão será oferecida apenas em
sessões completas; não haverá a possibilidade de editar a filmagem dentro de uma sessão
particular e as equipes/atletas não poderão retirar as filmagens da SVR para análise remota.
5.3.3 VIDEO PLAYER OLÍMPICO
O OBS tem o prazer de oferecer o Vídeo Player Olímpico (OVP) aos CONs para os Jogos
Olímpicos Rio 2016, com melhorias e ajustes significativos no serviço, a fim de atender às
necessidades dos CONs na arena digital.
O serviço será disponibilizado no Brasil durante os Jogos e estará disponível apenas para
usuários convidados, com os devidos níveis de segurança de acesso. Os usuários poderão
assistir à transmissão ao vivo de todos os eventos cobertos ao vivo pelo OBS, e as sessões
esportivas estarão disponíveis por completo, mediante solicitação.
O serviço é acessível via um computador, tablet ou smartphone (iOS e Android). Os CONS
podem assinar este serviço sem limitação de número e poderão distribuir à vontade o acesso
individual à conta, da forma que acharem apropriada, para os técnicos, atletas e oficiais.
76
Acomodação e serviços
Para mais detalhes, entrar em contato com Jorge Pickering através do e-mail
[email protected]
5.4 COMIDAS E BEBIDAS NA VILA OLÍMPICA
5.4.1 PRIVILÉGIOS DE REFEIÇÃO
Atletas (Aa), Chefes de Missão (Ac) e Oficiais Principais de Equipe (Ao), além dos Presidentes
e Secretários-Gerais dos CONs, terão o símbolo de faca e garfo em sua credencial, o que
lhes dará acesso ilimitado às áreas de refeição da Vila Olímpica. Os CONs podem comprar
privilégios de refeição para Oficiais Adicionais de Equipe (Ao), Adidos Olímpicos (Olympic
Attachés) (Ac), Atletas Suplentes (P) e convidados acompanhantes dos Presidentes dos CONs
e Secretários-Gerais (CON**) como parte de sua credencial por BRL4.400. Titulares dos passes
administrativos da Vila Olímpica também têm o direito de comprar os privilégios de refeição
com o símbolo de faca e garfo para o período dos Jogos.
5.4.2VALES-REFEIÇÃO
Vales-refeição individuais poderão ser comprados para convidados a partir de um ponto de
vendas localizado na parte de fora do refeitório principal, ou na mesa de alimentos e bebidas
localizada no Centro de Serviços aos CONs. É possível pagar pelos vales-refeição com dinheiro
(em reais - BRL) ou cartão Visa, no valor de BRL 110.
Os vales-refeição podem ser usados apenas no refeitório principal e darão direito a apenas
uma refeição. Vales-refeição olímpicos podem ser usados durantes os Jogos Paralímpicos.
5.4.3REFEITÓRIO PRINCIPAL
O refeitório principal está localizado ao lado do Terminal de Transporte dos Atletas, na zona
residencial da Vila Olímpica, e acomoda até 5.000 pessoas. Ele funcionará durante 24 horas
entre os dias 24 de julho e 24 de agosto de 2016. Para informações sobre os serviços de
alimentação disponíveis durante o período de pré-abertura, vide seção 5.1.4.
SERVIÇO
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO
Café da manhã
5h – 11h
Almoço
11h – 17h
Jantar
17h - 23h
Lanche da noite
23h – 5h
Todos os residentes e convidados devem deixar suas bolsas e equipamentos na área
supervisionada de verificação de bolsas antes de entrarem no refeitório.
Os residentes e convidados que entrarem no refeitório principal terão suas credenciais
verificadas para garantir que possuam privilégios de refeição com o símbolo de faca e garfo,
ou então terão que apresentar um vale-refeição.
Por razões de segurança alimentar, os usuários poderão retirar do refeitório principal apenas
uma bebida, uma fruta e um item que possa ser carregado na mão (sendo consumido no exato
momento). As exceções serão feitas mediante apresentação de um certificado ao quiosque
77
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
de informação nutricional da Policlínica, assinado por um médico da equipe dos CONs
e por um médico da Policlínica, declarando que o atleta não poderá realizar suas refeições
no refeitório principal.
O refeitório principal é do tipo self-service e os usuários deverão jogar seus resíduos nos
locais apropriados. Gel desinfetante de mãos será fornecido em todas as áreas de serviços
de alimentação.
Uma grande variedade de opções de comidas étnicas estará disponível. Os menus foram
elaborados em consulta com fornecedores e nutricionistas esportivos e serão alternados a
cada oito dias durante os Jogos.
ESTAÇÕES DE ALIMENTAÇÃO
ESTAÇÕES DE ALIMENTAÇÃO
TIPOS DE REFEIÇÃO
O melhor do Brasil
Ingredientes e pratos típicos são oferecidos para
criar um autêntico cardápio brasileiro.
Sabores do mundo
Receitas tradicionais de várias regiões, inclusive pratos
típicos da África, América, Caribe, Europa e Índia.
Asiáticos
Receitas asiáticas típicas de todo o continente.
Pizzas e massas
Variedade de pizzas, massas e molhos.
Halal
As refeições são preparadas e cozidas de acordo com
as certificações e os requisitos religiosos.
Vegetais, carnes e peixes grelhados estarão disponíveis em todas as estações, juntamente
com uma variedade de saladas frescas.
Todas as frutas, vegetais e cereais são do Brasil ou da América do Sul, próprios da estação,
quando disponíveis. Todos os produtos do cardápio foram selecionados pensando no alto
valor ético e do bem-estar animal e ambiental.
Produtos da Cola-Cola, incluindo refrigerantes, água, Powerade e suco de laranja estarão
disponíveis.
REFEIÇÕES HALAL E KOSHER
O fornecedor seguirá as orientações adequadas para os produtos Halal e Kosher. O projeto
da cozinha incorpora uma cozinha exclusiva para preparação de refeições Halal com áreas
segregadas de armazenamento, de preparação e cozimento, além de utensílios exclusivos
somente para a preparação das refeições Halal.
As refeições Kosher serão disponibilizadas mediante pedido. Os pedidos podem levar de 20 a
30 minutos para serem servidos.
Todos os produtos terão um certificado “Halal” ou “Kosher” e portarão um selo de garantia.
78
Acomodação e serviços
QUIOSQUE DE INFORMAÇÃO NUTRICIONAL
O refeitório principal terá um quiosque de informação nutricional onde nutricionistas
qualificados estarão disponíveis para auxiliar com questões específicas. Um banco de dados
disponível neste quiosque exibirá todos os itens do menu com suas informações nutricionais
correspondentes, incluindo alérgenos, teor de gordura, quantidades de carboidrato, além de
informações sobre vitaminas e minerais.
Um menu em inglês, francês e português com pictogramas de alimentos oferecerá
informações dietéticas sobre itens específicos do menu e acompanharão todos os pratos
disponíveis na Vila Olímpica.
Todo bufê terá sinalização e/ou informadores visuais localizados na frente de cada produto,
exibindo o nome e o conteúdo nutricional dos alimentos, além de quaisquer alérgenos
incluídos, como nozes, marisco e lactose.
5.4.4OPÇÕES ALTERNATIVAS DE REFEIÇÕES
Apenas residentes da Vila Olímpica com o símbolo de faca e garfo em suas credenciais
poderão fazer suas refeições nas diversas áreas alternativas dentro da Vila Olímpica
detalhadas abaixo.
RESTAURANTE CASUAL
Localizado ao lado do Centro de Boas-Vindas da Vila Olímpica, o restaurante casual servirá
churrasco, saladas, sanduíches, tapioca, açaí e o melhor da culinária brasileira. Se as
condições climáticas permitirem, o restaurante casual estará aberto todos os dias, de 24 de
julho a 21 de agosto de 2016, das 11h às 19h.
ESTAÇÕES GRAB-AND-GO
Localizadas ao lado das piscinas em cada condomínio, essas sete estações servirão frutas,
barras de cereal, muffins, iogurtes, chá e café. As estações grab-and-go abrirão diariamente
de 24 de julho a 24 de agosto de 2016, das 6h às 14h. Bebidas geladas serão vendidas nas
máquinas localizadas ao lado das estações grab-and-go.
As máquinas de venda automática de bebidas frias, que funcionam com um dispositivo da
Coca-Cola com sensor magnético, estão localizadas por toda a Vila, servindo uma grande
variedade de produtos Coca-Cola, incluindo água. Esses dispositivos serão distribuídos na
DRM para todos os atletas e principais oficiais de equipe credenciados elegíveis, Aa, Ao – PTO,
Ac - Chefe(s) de Missão e quaisquer ATOs e atletas alternativos P residentes da Vila Olímpica
que tenham privilégios de refeição faca e garfo.
79
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
MCDONALD’S
O McDonald’s contará com um restaurante e um McCafé na Praça da Vila, oferecendo seu
menu tradicional. Atletas e oficiais credenciados com o privilégio de refeição faca e garfo
poderão comer lá gratuitamente, ao passo que visitantes e convidados precisarão comprar
seus alimentos e bebidas. O McDonald’s estará aberto todos os dias, de 05 a 24 de agosto de
2016, das 09h às 21h.
5.4.5SERVIÇOS AGENDADOS DE BUFÊ
Os CONs que desejem providenciar alimentação para as solenidades ou reuniões dentro da
Vila Olímpica podem agendar esse serviço na mesa de alimentos e bebidas do Centro de
Serviços aos CONs. As reservas devem ser feitas com 24 horas de antecedência e devem ser,
no mínimo, para seis pessoas. As entregas podem ser feitas aos espaços operacionais dos
CONs entre 11h e 21h.
Uma lista com opções de alimentação e valores estará disponível na mesa de alimentos e
bebidas.
5.5 TRANSPORTE DA VILA OLÍMPICA
5.5.1 BALCÕES DE TRANSPORTE
Haverá três balcões de transporte na Vila Olímpica. A linha completa de serviços será
oferecida na mesa de transportes dos serviços para os CONs da Vila Olímpica:
Centro de Serviços aos CONs
• Auxílio e informações sobre os veículos exclusivos dos CONs e motoristas
• Informações sobre transporte público
• Assistência para “achados e perdidos” nos serviços de transporte do Rio 2016
• Informações sobre serviços de recreação (Shopping Via Parque e praia da Barra)
• Planos de embarque/desembarque dos ônibus privados dos CONs
• Registros dos motoristas independentes
• Processo de agendamento de T3
Centro de Informação Esportiva (SIC)
• Programação do TA e informações de serviços
• Solicitação de troca do ônibus de equipe
• Informações sobre transporte público
• Assistência para “achados e perdidos” nos serviços de transporte do Rio 2016
Escritório de Passes para Convidados
• Reservas de veículos T3, bem como os serviços listados acima no Centro de Serviços aos CONs
• Informações sobre serviços de transporte para oficiais adicionais de equipe
80
Acomodação e serviços
SERVIÇOS DE TRANSPORTE RECREATIVO
Um serviço de transporte conectando a Vila Olímpica ao Shopping Via Parque e à praia
da Barra (desembarque perto do Hotel Windsor Barra, vide seção 21.4) será oferecido para
delegados credenciados com direito ao TA. O serviço partirá da entrada principal da Vila
Olímpica e funcionará por ordem de chegada, conforme detalhado abaixo.
Datas de funcionamento e frequência
SERVIÇO
DATAS
Shopping Via Parque
Praia da Barra
6-20 de agosto de 2016
HORÁRIO DE
FUNCIONAMENTO
FREQUÊNCIA
10h - 22h
1 hora
9h30 às 17h30
2 horas
5.5.2 ESTACIONAMENTO
Os estacionamentos para CONs na Vila Olímpica, localizados ao lado do Riocentro, do
Terminal de Transporte dos Atletas e da entrada principal, estarão disponíveis 24 horas por
dia. Cada CON poderá estacionar os veículos exclusivos do CON com um VAPP P3 e veículos
dos Chefes de Missão com VAPP P2 no estacionamento P3 ao lado do Riocentro. Haverá uma
verificação de credencial na entrada do estacionamento P3 e apenas pessoas credenciadas
terão acesso.
Os veículos de ciclismo exclusivos do CON e fornecidos pelo Rio 2016 terão acesso a um
estacionamento à parte localizado na Avenida Salvador Allende, perto da interseção com
a Rua Olof Palme.
Os CONs com VAPPs P6 do Catálogo de Produtos e Serviços, exceto os veículos com VAPPs
“VLV CIR”, poderão estacionar no estacionamento P6, adjacente ao Terminal de Transporte
de Atletas. Nenhum acesso será permitido ao estacionamento P6 nos dias das cerimônias
de abertura e encerramento das 14h30 em diante. Os espaços P6 do estacionamento perto
da entrada principal estarão disponíveis para veículos que possuam VAPPs “VLV CIR”.
A credencial não será solicitada para acessar estes estacionamentos.
As localizações dos estacionamentos P3 e P6 na Vila Olímpica são mostradas no mapa da Vila
Olímpica na seção 21.3. O acesso estará disponível 24 horas por dia. Apenas os veículos que
exibem a VAPP correta poderão ter acesso.
Os veículos exclusivos dos CONs com VAPPs P3 não poderão estacionar na entrada
principal do estacionamento. Os veículos dos Chefes de Missão com VAPP P2 não poderão
estacionar neste estacionamento, mas poderão embarcar e desembarcar. Veículos T1/T2
para Presidentes e Secretários-Gerais poderão estacionar nesta área de estacionamento.
No entanto, os veículos não poderão estacionar durante a noite.
As vagas do estacionamento P3 acomodarão veículos exclusivos dos CONs de tamanho
padrão (5 lugares). Um número bem limitado de vagas de estacionamento para veículos de
15 lugares estarão disponíveis por ordem de chegada.
81
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
As vagas do estacionamento P6 acomodarão apenas veículo de tamanho padrão com até 8
lugares (5,2m de comprimento e 2,5m de largura).
5.5.3 TERMINAL DE TRANSPORTE DE ATLETAS
O Terminal de Transporte de Atletas está localizado a noroeste da zona residencial e perto
do refeitório principal. A partir dele, os atletas e oficiais de equipe podem acessar o serviço
de ônibus para todas as instalações de treinamento e competição de 24 de julho até 21 de
agosto de 2016. As datas de funcionamento desses serviços são definidas de acordo com
os cronogramas de treinamento e competição. Um resumo de todos os serviços de TA em
funcionamento na Vila Olímpica está disponível na seção 9.2.
5.5.4SISTEMA DE TRANSPORTE INTERNO DA VILA
O Sistema de Transporte Interno da Vila (IVTS) é um serviço de ônibus que irá funcionar
diariamente dentro da Vila Olímpica. Ele circulará no sentido horário, conectando os locais
principais, incluindo o Centro de Boas-Vindas, o refeitório principal, o Terminal de Transporte
de Atletas e a zona residencial. Este serviço irá funcionar 24 horas por dia de 18 de julho a 24
de agosto de 2016, exceto nos dias das cerimônias de abertura e encerramento.
A frequência do IVTS varia nos horários de pico e fora de pico. Após a abertura oficial da
Vila Olímpica, em 24 de julho de 2016, a frequência no horário de pico deve ser a cada cinco
minutos.
DATAS DE SERVIÇO
HORAS
FREQUÊNCIA
18 - 23 de julho de 2016
6h – 24h (meia-noite)
10 minutos
24h (meia-noite) - 6h
20 minutos
6h – 24h (meia-noite)
5 minutos
24h (meia-noite) - 6h
10 minutos
24 de julho - 24 de agosto de 2016
Um mapa com a localização dos pontos do IVTS pode ser encontrado na seção 21.3.
5.6 SERVIÇOS MÉDICOS DA VILA OLÍMPICA
POLICLÍNICA
A Policlínica estará localizada na zona residencial da Vila Olímpica. Será o principal provedor
de tratamento para serviços urgentes e necessários para atletas e oficiais de equipe dos CONs
durante os Jogos. A Policlínica estará aberta entre os dias 18 de julho e 24 de agosto de 2016.
Os serviços serão oferecidos entre 7h e 23h, sete dias por semana, com serviço de emergência
funcionando 24 horas por dia.
Os serviços da Policlínica incluirão:
• Serviço de emergência e primeiros socorros (24 horas por dia)
• Medicina esportiva, com quatro salas de consulta
• Odontologia, com oito salas de consulta, programa de proteção bucal e programa de
verificação da saúde oral
82
Acomodação e serviços
• Serviços de imagem com um aparelho de raio-X, dois aparelhos de ultrassom e dois
ressonância magnética estarão disponíveis no local
• Laboratório para exames de urina, sangue e bioquímicos (alguns exames estarão
disponíveis no local, no laboratório da Policlínica, enquanto outros serão coletados e
enviados para um laboratório localizado fora da Vila Olímpica para análise)
• Oftalmologia, com três salas de consulta e distribuição de óculos e lentes
• Farmácia
• Fisioterapia e massagem terapêutica. A área de fisioterapia será dividida em três áreas:
• Academia de reabilitação
• Massagem
• Fisioterapia seca e aquática
• Serviços de apoio ortopédico – a Bauerfeind fornecerá as órteses, assim como itens de
apoio e serviços de análise dos pés
• Cuidados primários e serviços especializados – salas de consulta disponíveis para cuidados
primários e serviços especializados, agendados e de plantão, como dermatologia e
cardiologia
• Escritórios da Comissão Médica do COI
A Policlínica não terá quartos para pernoites, e espera-se que a duração máxima de estadia
na emergência seja de menos de seis horas. Se o paciente necessitar de mais tratamento, ele
será transferido para o hospital apropriado. Vide seção 11.1 para obter uma lista dos hospitais
oficiais do Rio 2016.
Médicos registrados dos CONs poderão solicitar serviços de imagem e de laboratório e
discutir os resultados com os médicos dos serviços médicos do Rio 2016. A sala de relatórios
de imagem da Policlínica estará disponível para os médicos da equipe examinarem imagens
e filmes.
Encaminhamentos para hospitais podem ser feitos apenas pela equipe médica dos Jogos
Olímpicos Rio 2016. Os médicos do CON poderão acompanhar os membros da equipe ao
hospital e discutir a abordagem com o médico que fizer a admissão no hospital.
A Policlínica terá um número de telefone de emergência 24 horas para os casos em que
assistência médica emergencial se faça necessária fora do horário de funcionamento
indicado acima. O número será distribuído aos médicos da equipe do CON.
MÉDICOS SOCORRISTAS MÓVEIS
Médicos socorristas móveis estarão disponíveis na Vila Olímpica para responder a qualquer
situação médica que ocorrer, e terão equipamentos essenciais de primeiros socorros e
emergência.
83
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
5.7 PRAÇA DA VILA
A Praça da Vila é um lugar para os residentes e convidados comprarem presentinhos e
lembrancinhas, além de terem acesso a serviços de suporte. Também é um local de encontro
entre os residentes da Vila Olímpica e seus convidados.
As lojas e serviços dentro da Vila estarão funcionando de 24 de julho a 24 de agosto de 2016,
com horário de funcionamento diário das 9h às 21h, exceto a sala de internet, que estará
aberta 24 horas por dia.
SERVIÇO
DETALHES
Caixa automático (ATM)
Caixa automático 24 horas, apenas para cartões Visa
Banco
O banco oferece serviços de câmbio (compra/venda de moeda estrangeira
e cheques de viagem), depósitos em contas Bradesco, retirada de dinheiro,
transferências e pagamentos do Catálogo de Produtos e Serviços.
Há uma cobrança para transações de câmbio, e o banco aceitará somente
cartões Visa ou cheques de viagem Visa. O banco terá disponível valores em
Real (BRL) e em dólares americanos (USD), ao passo que a troca de outras
moedas suportadas por BRL precisarão ser solicitadas com antecedência.
Se a moeda for solicitada antes das 15h de segunda a sexta, ela estará
disponível para retirada a partir das 13h do dia útil seguinte.
84
Limpeza a seco
Lavanderia, limpeza a seco e conserto de roupas e uniformes das equipes.
Exemplo de quarto
de atleta
Para os convidados/imprensa conhecerem a zona residencial.
Floricultura
Encomendas de flores para entregas dentro da Vila.
Loja geral
Produtos de conveniência diários incluindo: revistas, produtos de
viagem, produtos de higiene, baterias e artigos de papelaria.
Cabeleireiro
Serviços gratuitos, como lavagem e corte de cabelo, maquiagem, escova e
serviços limitados de manicure, como esmaltagem e unhas decoradas. Os serviços
estão disponíveis somente para os atletas e os oficiais principais da equipe.
Quiosque de informações
Fornecimento de informações sobre como chegar às atrações turísticas do
Rio de Janeiro, teatros, restaurantes e como se locomover pela cidade.
Sala de internet
Sala de internet 24 h com computadores e impressoras.
Superloja do Rio 2016
Mercadoria específica da Vila Olímpica e do Rio 2016.
Quiosque de fotos
Impressão e ampliação de fotos digitais, produção de presentes com
imagens digitais, bem como outros acessórios de fotografia.
McDonald’s
Vide seção 5.4.4.
Correios
Selos, itens comemorativos, serviços postais nacionais e internacionais
Sala do protocolo
Serviços de protocolo (vide seção 5.7.3)
Centro telefônico
Samsung
Telefones disponíveis para ligações nacionais/internacionais utilizando cartões
telefônicos. Telefones também estarão disponíveis para compra. Vide seção
5.1.10 para informações referentes a telefones Samsung para os atletas.
Bilheteria
Serviços de bilheteria (seção 10.1).
Acomodação e serviços
Algumas lojas e serviços dentro da Praça da Vila funcionarão mediante pagamento pelo
usuário, enquanto outras serão gratuitas para atletas e oficiais. Os pagamentos deverão ser
feitos em dinheiro (BRL) ou por cartões Visa. As cerimônias de boas-vindas acontecerão na Praça da Vila (vide seção 14.1).
5.7.1 ESCRITÓRIO DE PASSES PARA CONVIDADOS
O escritório de passes para convidados localiza-se dentro da entrada principal e receberá
indivíduos para os quais tenham sido solicitados passes para convidados. O horário de
funcionamento é das 9h às 21h diariamente. O escritório estará fechado nos dias das
cerimônias de abertura e encerramento (vide seção 5.1.6 sobre passes para convidados).
5.7.2 CENTRO DE IMPRENSA
O centro de imprensa da Vila Olímpica estará localizado ao lado da entrada principal e
oferecerá serviços para a imprensa. Estará aberto a partir do dia 24 de julho até o dia 20 de
agosto de 2016, das 9h às 21h. O Centro estará fechado nos dias das cerimônias de abertura e
encerramento.
O Centro terá uma sala de conferência da imprensa e duas salas de entrevista para
entrevistas individuais com os atletas (vide seção 17.5).
5.7.3 SERVIÇOS DE PROTOCOLO
ESCRITÓRIO DE PROTOCOLO DA VILA OLÍMPICA
O escritório de protocolo localiza-se na entrada principal da Praça da Vila. Ele será o local de
recepção para todos os membros elegíveis da Família Olímpica que visitam a Vila Olímpica.
Uma tabela das categorias elegíveis de credenciamento encontra-se abaixo.
Os serviços de protocolo serão oferecidos das 9h às 21h a partir do dia 24 de julho até dia 20
de agosto de 2016 (exceto nos dias 5 e 21 de agosto de 2016). Todas as questões de protocolo
da Vila Olímpica serão resolvidas pelo escritório de Protocolo da Vila e supervisionadas
pelo Gerente de Protocolo da Vila. É também onde se encontra o Prefeito honorário da Vila
Olímpica, recebendo e acolhendo os convidados na sala de protocolo.
Os CONs podem tomar as providências, juntamente com o Protocolo do Rio 2016, para
auxiliar nas visitas de dignitários à Vila Olímpica entrando em contato com o escritório de
protocolo. A assistência envolve a coleta dos passes para convidados no dia da visita, coleta
dos cartões de upgrade para os assistentes da Família Olímpica, acompanhamento dos
membros da Família Olímpica, elementos de protocolo das cerimônias de boas-vindas da
equipe, e, se necessário, serviços de hospitalidade na sala de protocolo para os convidados
elegíveis.
85
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
Os seguintes membros da Família Olímpica são elegíveis para a assistência de protocolo na
Vila Olímpica (válido somente para CONs com atletas participantes):
CATEGORIA DE CREDENCIAMENTO
GRUPO DE CLIENTES
COI
Membros COI e Membros Honorários
Presidente e Secretário-Geral
CON
Soberanos ou Chefes de Estado
Chefes de Governo
Ministro do Esporte
Os CONs que necessitam da assistência de protocolo para visitas de dignitários devem
marcar a caixa “dignitário” ao solicitar um passe para convidado. O escritório de protocolo
irá confirmar que a assistência poderá ser oferecida um dia antes da visita. Protocolo não irá
oferecer tours pela Vila Olímpica.
Os CONs são responsáveis pela compra dos vales-refeição para quaisquer dignitários
internacionais que desejarem ter acesso aos serviços no refeitório principal.
Os dignitários internacionais devem estar cientes de que os serviços de transporte dentro da
Vila Olímpica são limitados ao serviço interno de ônibus oferecido para os residentes da Vila.
5.8 POLÍTICAS E SERVIÇOS DA VILA OLÍMPICA
5.8.1 S ERVIÇOS DE EMERGÊNCIA, SEGURANÇA E AUTORIDADES LOCAIS
A Vila Olímpica estará sujeita a vários níveis de controles de acesso e o pessoal de segurança
uniformizado estará presente todo o tempo. Oficiais de segurança pública/autoridades locais
irão proteger todas as áreas da Vila Olímpica 24h por dia. Uma série de medidas adicionais
de apoio à segurança estarão discretamente em vigor. Circuitos fechados de televisão (CCTV)
estarão funcionando em todos os locais de acesso, no perímetro de segurança e em áreas
comuns para garantir a segurança dos residentes da Vila.
As forças de segurança da Vila Olímpica consistem em pessoal uniformizado de várias
localidades e agências nacionais, lideradas por um Comandante de Segurança indicado pela
Polícia Federal. O pessoal de segurança receberá treinamento para respeitar as Acomodações
da Vila Olímpica como as casas dos oficiais e atletas. Eles irão fazer cumprir as leis locais
e agir como equipe de socorristas de segurança e incidentes de segurança pública. A Vila
Olímpica também terá ambulância e socorristas de emergências médicas e incêndio
operando 24h por dia.
Cada CON receberá um pacote de instruções durante a DRM, contendo procedimentos de
evacuação. Os telefones de emergência serão distribuídos no check-in e estarão visíveis em
locais estratégicos. Os Chefes de Missão também serão informados sobre todas as questões
relacionadas com a evacuação.
86
Acomodação e serviços
5.8.2LOCAL DE LUTO
Reafirmando seu compromisso de reforçar o apoio aos atletas, o COI irá criar um lugar de
luto dentro da Vila Olímpica. O local escolhido permitirá que os residentes da Vila Olímpica
lamentem por aqueles que já se foram, de forma especial e digna.
O COI pretende inaugurar este local de luto com uma cerimônia especial para lembrar,
especialmente, aqueles que se foram nos Jogos Olímpicos.
Também foi decidido dedicar um momento, durante a cerimônia de encerramento dos Jogos
Olímpicos, para que todos no estádio, e também os que estarão assistindo em casa, possam
lembrar das pessoas queridas que já se foram.
5.8.3JORNAL DA VILA OLÍMPICA
O jornal da Vila Olímpica será publicado diariamente em espanhol, francês, inglês
e português. Ele estará disponível para os residentes no Centro dos Atletas Olímpicos
e no Rio Exchange, do dia 5 até o dia 22 de agosto de 2016.
5.8.4EXIBIÇÃO DE BANDEIRAS NACIONAIS E OUTROS MATERIAIS
A instalação de bandeiras nacionais e de outras mensagens ou materiais na parte externa
dos prédios na Vila Olímpica precisará estar de acordo com a Regra 50 da Carta Olímpica.
Os CONs precisam informar as instalações externas planejadas ao Rio 2016 antes de sua
chegada, caso o banner/placa tenha mais do que 1m x 2m, utilizando o formulário disponível
no Rio Exchange. Tais instalações devem permanecer dentro do espaço reservado para os
CONs e não podem, de forma alguma, invadir ou bloquear a luz ou a vista de outros CONs. Os
CONs serão responsáveis pelos danos causados pela instalação/remoção de banners e placas.
5.8.5POLÍTICA DE NÃO COZINHAR
Não é permitido cozinhar nos apartamentos ou nas áreas externas na Vila Olímpica. Não são
permitidos micro-ondas, churrasqueiras, panelas de arroz ou torradeiras.
5.8.6CARRINHOS DE GOLFE E BICICLETAS
Como a Vila Olímpica é uma instalação compacta, o Rio 2016 tentará evitar ao máximo a
presença de veículos nas áreas centrais, para o bem-estar e a segurança dos residentes.
Os CONs poderão trazer bicicletas para a Vila Olímpica para a conveniência de suas
delegações. Essas bicicletas de não competição devem ser utilizadas somente dentro da Vila
Olímpica. O número de bicicletas permitido para cada CON equivale a 10% da delegação total
de residentes da Vila Olímpica, de acordo com o cálculo da Regra 38. As bicicletas podem
entrar na Vila Olímpica em grandes quantidades através da entrada da área de transferência
de materiais com notificação prévia (vide seção 8.3 sobre chegadas de materiais). Essas
bicicletas não serão identificadas e nem será permitida a reentrada em nenhuma área de
controle de pedestre (PSA) da Vila Olímpica.
As bicicletas de competição não devem ser utilizadas na Vila Olímpica. Quando estiverem
dentro da Vila Olímpica, elas devem ser guardadas nas áreas de armazenamento dos
CONs. Elas não podem ser levadas para dentro das áreas residenciais dos apartamentos. Isso
se aplica também aos corredores e escadarias.
87
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
Os locais para lavar as bicicletas estarão disponíveis para as bicicletas de competição. Por
acordo com o Rio 2016, as bicicletas de competição serão identificadas para a reentrada nas
áreas de controle de pedestre (PSA) do Terminal de Transporte dos Atletas e do Centro de
Boas-Vindas.
Os carrinhos de golfe e as bicicletas com motorização elétrica não serão permitidos dentro da
Vila Olímpica. Serão aceitos mecanismos elétricos, como scooters, utilizadas como transporte
para pessoas com dificuldades de mobilidade.
5.8.7 POLÍTICA DE PROIBIÇÃO DE FUMO E ÁLCOOL
É proibido fumar em todos os prédios da Vila Olímpica. Um número limitado de áreas de
fumo, claramente marcadas, ao ar livre, estará disponível.
Será cobrada dos CONs uma taxa de BRL400 por quarto, por apartamento (por exemplo, se
for um apartamento com três quartos, será aplicada uma taxa de BRL 1.200), para fumigação
e redecoração caso a política de não fumar não seja respeitada nos espaços alocados para os
CONs. Essa taxa será incluída na lista de danos.
A venda de bebidas alcoólicas para indivíduos é proibida na Vila Olímpica e o consumo de
bebida alcoólica é restrito aos espaços privados.
5.8.8POLÍTICA DE RETORNO DOS ATLETAS
Os CONs que pretendam hospedar atletas e oficiais que estejam retornando de acomodações
externas na Vila Olímpica devem fazê-lo dentro de sua própria acomodação. Nenhum
inventário adicional será alocado para os CONs com este fim.
5.8.9SUSTENTABILIDADE
A Vila Olímpica recebeu o certificado LEED (Leadership in Energy & Environmental Design)
de prédios ecologicamente sustentáveis, que é uma das mais importantes normas globais de
sustentabilidade.
Os apartamentos são equipados com torneiras, vasos sanitários e chuveiros que economizam
água. Em consonância com as metas de sustentabilidade do Rio 2016, é recomendado aos
residentes tomar banhos mais curtos e usar corretamente a descarga dupla para reduzir o
consumo de água.
O Rio 2016 adverte aos CONs sobre as práticas locais da utilização de cestas de lixo próximas
ao vaso sanitário para o descarte de papel higiênico. Se o papel higiênico for descartado no
vaso sanitário, poderá haver incidentes de grande porte, como entupimento do vaso sanitário
e a consequente necessidade de reparos hidráulicos, tendo em vista as dimensões estreitas
das ligações do esgoto. Os CONs são responsáveis por esse tipo de dano caso o mesmo seja
causado por negligência. Este aviso também será dado no momento da I&I inicial.
5.8.10 CONTROLE DE PRAGAS
A população local de mosquitos não pode ser eliminada, somente reduzida. O Rio 2016
contratou especialistas que estão trabalhando no controle dos mosquitos dentro da Vila
Olímpica, em todos os estágios de seu ciclo de vida. Tais medidas incluem pulverização/
vaporização, se necessário.
88
Acomodação e serviços
Telas mosquiteiras serão instaladas nas aberturas sem janela da cozinha. Outros espaços
interiores podem ser fechados por janelas e portas de correr e ser resfriados por sistemas
de ar-condicionado e ventiladores. Repelentes eletrônicos para mosquitos também serão
fornecidos nos quartos. O controle de mosquitos fora da Vila Olímpica é da responsabilidade
do governo municipal.
Os CONs podem auxiliar cumprindo a política do Rio 2016 de não cozinhar em suas
acomodações. Embalagens vazias e outros alimentos prontos para consumo devem ser
descartados imediatamente nas latas de lixo para serem removidos pelo pessoal da limpeza.
Ocasionalmente, animais nativos pequenos e selvagens podem adentrar a Vila Olímpica.
Estes animais serão capturados por humanos e serão realocados. Os CONs devem informar à
equipe do centro de residentes caso esses animais sejam avistados.
5.9 ACOMODAÇÃO DOS OFICIAIS ADICIONAIS DE EQUIPE
Os CONs podem solicitar quartos, às suas próprias custas, para os oficiais adicionais de
equipe na Vila Olímpica, na Vila da Barra 1 e na Vila de Acomodação de Deodoro.
5.9.1 VILA OLÍMPICA
Os Oficiais Adicionais de Equipe (ATOs) instalados na Vila Olímpica (OLV) precisarão da
credencial apropriada para o acesso (“OLV” + “R”). As camas dos ATOs podem ser alocadas
com o restante da delegação do CON, ou em um prédio separado.
Os serviços e cortesias para os ATOs na Vila Olímpica são os mesmos que os oferecidos
para todos os residentes. Porém, para que possam comer nas instalações de refeições, os
ATOs precisarão comprar os privilégios de refeição com o símbolo de faca e garfo para sua
credencial, ou então utilizar vales-refeição individuais. Vide seção 5.4 para mais informações.
Os CONs não precisam fornecer uma lista de quartos para os ATOs que ficam na Vila Olímpica.
CHEGADAS
Os ATOs credenciados que ficam na Vila Olímpica podem usar o sistema de Transporte
para Atletas (TA) para viajar do Aeroporto Internacional Tom Jobim (GIG) e do Aeroporto
Doméstico Santos Dumont (SDU) até a Vila Olímpica de 24 de julho até 24 de agosto de 2016,
contanto que seus dados tenham sido inseridos no ADS se possuírem uma PVC ou uma OIAC.
Vide seção 4.9 para obter informações sobre traslados para o aeroporto.
TRANSPORTE
Os ATOs credenciados que ficam na Vila Olímpica terão acesso ao serviço de TA para o
deslocamento entre os locais de competição e treinamento. Vide seção 9.2 para obter
informações sobre os serviços de TA.
PARTIDAS
Os ATOs credenciados que ficam na Vila Olímpica podem usar o serviço de TA para viajar da
Vila Olímpica até o GIG e o SDU, desde que seus dados tenham sido inseridos no ADS. Vide
seção 20.4.3 para obter mais informações.
89
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
5.9.2VILA DA BARRA 1 E DEODORO
Os CONs receberam acomodações na Vila da Barra 1 (BV1) e na Vila de Acomodações de
Deodoro (DAV) para seus oficiais adicionais de equipe. Os endereços e coordenadas GPS são
fornecidos abaixo, e as localizações são mostradas no mapa de visão geral na seção 21.4.
Vila da Barra 1
Servidão de Passagem, 2 Lotes 10 e 11 da Quadra 6 do PAL 19170
Barra da Tijuca - Rio de Janeiro
GPS: -23° 01’ 17” -43° 30’ 42”
Vila de Acomodações de Deodoro
Rua General Benedito da Silveira, 600
Deodoro – Rio de Janeiro
CEP 21615-000
GPS: -22° 51’ 59” -43° 23’ 02”
BV1 e DAV não são instalações fechadas, mas haverá seguranças dentro e no entorno das
vilas de acomodações. Não é necessário ter um PVC/OIAC para entrar, mas os residentes
não credenciados receberão um passe para residentes. Uma lista de quartos com todos os
nomes dos residentes, número de passaporte (ou documento de identidade válido e com
foto para brasileiros ou membros do Mercosul) e endereço permanente, deve ser enviada
aos CONs pelo menos um mês antes da chegada dos residentes ao endereço de e-mail:
[email protected] (BV1), ou [email protected] (DAV).
Os serviços disponíveis na BV1 e DAV incluem:
• Recepção 24 horas em cada prédio
• Instalações de refeição (serviço pago)
• Serviços diários de limpeza
• Serviços de lavanderia (autoatendimento e/ou serviço pago de acordo com o uso)
• Loja de conveniência 24 horas
• Posto médico e estação de primeiros socorros 24 horas
Os CONs foram alocados apartamentos contendo um espaço social com um televisor
(incluindo CATV) e uma área de cozinha. Wi-Fi gratuito estará disponível para todos os
apartamentos. O café da manhã está incluído no valor do quarto, e todos os demais serviços
de refeição fornecidos serão cobrados do usuário. Os quartos de cada apartamento terão arcondicionado.
Correios e correspondências não poderão ser entregues diretamente ao BV1 ou DAV. Todas as
entregas devem ser direcionadas ao respectivo CON na Vila Olímpica. Os CONs devem tomar
suas próprias providências para encaminhar as correspondências entre BV1 e DAV e a Vila
Olímpica.
90
Acomodação e serviços
ALIMENTOS E BEBIDAS
Os privilégios de refeição com o símbolo de faca e garfo não são válidos para uso no BV1 ou DAV.
Esses dois locais de acomodação dos oficiais adicionais de equipe serão atendidos por um
restaurante no local e por uma instalação para refeições tardias, oferecendo refeições tardias,
lanches e bebidas mediante pagamento pelo usuário, em dinheiro (BRL) ou cartão Visa. A
capacidade é de aproximadamente 500 convidados em cada vila.
SERVIÇO
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO
Café da manhã (sala de refeição)
5h – 11h
Café da manhã (grab-and-go)
5h - 12h (meio-dia)
Almoço
12h (meio-dia) - 17h
Jantar
17h - 24h (meia-noite)
Bar licenciado e instalação de refeição
5h às 17h
Haverá um micro-ondas, utensílios básicos e geladeira em cada apartamento, mas nenhuma
outra instalação para o preparo de refeições. Água mineral pode ser comprada na loja de
conveniência do local, no restaurante ou no bar.
CHEGADAS
Um serviço de transporte será fornecido apenas para ATOs credenciados (com direito a TA)
viajarem do GIG à BV1 e DAV, contanto que os seus dados tenham sido inseridos no ADS e
possuam um PVC ou um OIAC. O serviço funcionará entre os dias 24 de julho e 24 de agosto
de 2016. Oficiais adicionais de equipe não credenciados não têm direito aos serviços de
transporte de chegadas.
ATOs credenciados que ficam na BV1 podem usar o serviço de chegadas do Transporte
para a Imprensa (TM). Este serviço opera diretamente indo e vindo da BV1 durante os
períodos especificados abaixo. Quando o serviço direto for interrompido, os ATOs poderão
viajar para a BV1 através do Terminal de Transporte de imprensa (MTM), localizado ao
lado do Centro Internacional de Transmissão (IBC)/Centro Principal de Imprensa (MPC) no
Parque Olímpico da Barra.
CHEGADAS
DATAS
FREQUÊNCIA
GIG – BV1
24 de julho - 4 de agosto de 2016
30 minutos
22-24 de agosto de 2016
GIG – MTM
MTM – BV1
5-6 de agosto de 2016
30 minutos
7–18 de agosto de 2016
60 minutos
19–21 de agosto de 2016
30 minutos
5-21 de agosto de 2016
15 minutos
91
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
ATOs credenciados ficando no DAV podem usar o serviço direto de transporte de chegadas
TM, de acordo com a tabela abaixo.
SERVIÇO
DATAS
FREQUÊNCIA
GIG – DAV
24 de julho – 6 de agosto de 2016
40 minutos
7-18 de agosto de 2016
90 minutos
19-24 de agosto de 2016
40 minutos
Não haverá serviços de transporte exclusivos para nenhum oficial adicional de equipe
chegando do Aeroporto Doméstico Santos Dumont (SDU). Todos os indivíduos devem
providenciar o seu próprio deslocamento para chegar ao seu local de acomodação.
TRANSPORTE
BV1 e DAV serão operados pelo sistema TM, e os oficiais adicionais de equipe credenciados
ou não credenciados instalados nessas acomodações poderão ter acesso ao serviço de TM
até o Terminal de Transporte de Imprensa usando um passe especial de acesso. O Terminal
de Transporte de Imprensa servirá como um centro de transporte para viagens até a entrada
principal da Vila Olímpica. Mais detalhes a respeito de cada serviço de ônibus podem ser
encontrados abaixo.
Oficiais adicionais de equipe também podem ter acesso a BV1 e DAV via transporte público. O
sistema BRT pode ser usado para chegar à BV1, na Barra; oficiais adicionais de equipe devem
desembarcar na estação Dom Bosco. O sistema de trem pode ser usado para chegar à DAV em
Deodoro. A estação mais próxima desta acomodação é a estação de Deodoro.
BV1 e DAV possuem estacionamento limitado.
Vila da Barra 1 - Vila Olímpica (através do Terminal de Transporte de Imprensa)
Este serviço irá operar entre a BV1 e o Terminal de Transporte de Imprensa. O serviço de
retorno à BV1 irá parar na Vila Olímpica. Este serviço de ônibus funcionará 24 horas por dia,
exceto nos dias de cerimônia, quando o serviço será reduzido.
SERVIÇO
DATAS
FREQUÊNCIA
BV1 – MTM – OLV
24-29 de julho de 2016
15 minutos (pico)
30 minutos (fora de pico)
60 minutos (durante a noite)
30 de julho - 24 de agosto de 2016
10 minutos (pico)
30 minutos (fora de pico)
60 minutos (durante a noite)
92
Acomodação e serviços
Terminal de Transporte de Imprensa - Vila Olímpica
Este serviço conecta o Terminal de Transporte de Imprensa à Vila Olímpica em um horário
limitado, das 8h30 às 21h. Não há serviço durante a noite e o serviço não funcionará nos dias
de cerimônia. Quaisquer alterações de horário devem ser comunicadas através do Info+.
SERVIÇO
DATAS
FREQUÊNCIA
MTM – OLV
24 de julho - 4 de agosto de 2016
60 minutos
6-20 de agosto de 2016
30 minutos
Vila de Acomodações de Deodoro - Vila Olímpica (através do Terminal de Transporte de
Imprensa)
Este serviço irá operar entre a DAV e o Terminal de Transporte de Imprensa. O serviço
funcionará 24 horas por dia, com serviço reduzido nos dias de cerimônia (veja abaixo). O
serviço de TM para as instalações de competição dentro da zona de Deodoro estará somente
disponível para ATOs credenciados ficando na DAV.
SERVIÇO
DATAS
FREQUÊNCIA
DAV – MTM - OLV
24 de julho - 24 de agosto de 2016
15 minutos (pico)
30 minutos (fora de pico)
60 minutos (durante a noite)
Um serviço de transporte será fornecido para ATOs credenciados viajarem da BV1 e DAV até o
GIG, contanto que os seus dados tenham sido inseridos no ADS. O Rio 2016 não irá fornecer
serviços de partida para oficiais adicionais de equipe não credenciados. Portanto, eles devem
providenciar o seu próprio deslocamento até o aeroporto.
ATOs credenciados que ficam na BV1 podem usar o serviço de partidas do TM. Este serviço
opera diretamente da BV1 durante os períodos especificados abaixo. Quando o serviço direto
for interrompido, os ATOs poderão sair da BV1 através do Terminal de Transporte de Imprensa.
PARTIDAS
DATAS
FREQUÊNCIA
BV1 - GIG
24 de julho - 4 de agosto de 2016
30 minutos
22-24 de agosto de 2016
BV1 – MTM
5-21 de agosto de 2016
15 minutos
MTM – GIG
5-6 de agosto de 2016
30 minutos
7-18 de agosto de 2016
60 minutos
19-21 de agosto de 2016
30 minutos
93
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
ATOs credenciados ficando na DAV podem usar o serviço direto de transporte de partidas TM,
de acordo com a tabela abaixo.
SERVIÇO
DATAS
FREQUÊNCIA
DAV – GIG
24 de julho – 6 de agosto de 2016
40 minutos
7-18 de agosto de 2016
90 minutos
19-24 de agosto de 2016
40 minutos
Os ATOs credenciados viajando da BV1 ou DAV podem usar o serviço de TA até a Vila Olímpica
para chegar ao aeroporto, desde que seus dados tenham sido inseridos no ADS.
5.10 ACOMODAÇÃO DAS EQUIPES DE FUTEBOL
Para cada CON com uma equipe de futebol qualificada, o Rio 2016 oferecerá serviços de
acomodação no Rio de Janeiro e nas cidades-sede do futebol a partir de 24 de julho de 2016
até 24 horas após a sua última partida.
As equipes devem chegar diretamente em sua primeira cidade-sede pelo menos cinco dias
antes da primeira partida.
Todos os times que jogam no Rio de Janeiro serão acomodados na Vila Olímpica, em um
prédio separado de sua delegação. Todas as outras equipes serão acomodadas nos seguintes
hotéis:
CIDADE
HOTEL
ENDEREÇO
Belo Horizonte
Mercure Belo Horizonte
Lourdes Hotel
Avenida Contorno, 7,315
Lourdes – Belo Horizonte
CEP 3011-004
Brasilia
Royal Tulip Brasília Alvorada
SHTN Trecho 1, Conj. 1B, Bloco C
Brasília
CEP 70800-200
Manaus
Tropical Manaus Ecoresort
Avenida Cel. Teixeira, 1,320
Manaus
CEP 69037-000
Salvador
Gran Hotel Stella Maris
Praça Stella Maris, 200
Stella Maris – Salvador
CEP 41600-500
Sao Paulo
Bourbon Convention
Ibirapuera Hotel
Avenida Ibirapuera, 2,927
Moema – São Paulo
CEP 04029-200
Note que todas as equipes que competem na mesma cidade ficarão acomodadas no mesmo
hotel.
94
Acomodação e serviços
5.10.1 VILA OLÍMPICA
As equipes que competem no Rio receberão 28 camas, em quatro apartamentos
(doze quartos duplos e quatro quartos individuais) que incluem espaços médicos e de
armazenamento na Vila Olímpica para os atletas e oficiais da equipe.
Todos os delegados acomodados na Vila Olímpica devem possuir acessos “OLV” + “R” nas
suas credenciais. Os detentores de passes para instalação de treinamento e competição de
futebol (CTVP) não poderão entrar na Vila Olímpica ou utilizar o sistema transporte para
atletas (TA) para ir ou voltar da Vila Olímpica.
Os mesmos serviços e políticas como aqueles para os residentes da Vila Olímpica se aplicarão
às equipes de futebol.
Nenhum espaço adicional será alocado aos CONs na Vila Olímpica para atletas retornando
dos hotéis das cidades-sede do futebol, uma vez que tenham sido eliminados da competição.
Oficiais de equipe credenciados e atletas suplentes P que não possuem privilégios de
refeições com o símbolo de faca e garfo podem comprar vales-refeição individuais por BRL110
para comerem no refeitório principal.
OFICIAIS ADICIONAIS DE EQUIPE
Equipes de futebol tiveram a oportunidade de comprar um apartamento adicional (sete
camas – três camas duplas e uma cama individual) na Vila Olímpica para os Oficiais
Adicionais de Equipe e atletas suplentes com a credencial P com acesso à Vila Olímpica
(“OLV” + “R”) apenas em sua credencial. Os CONs serão responsáveis por acomodar qualquer
oficial do time que não puder se hospedar na Vila Olímpica.
CHEGADAS
As equipes de futebol que ficam na Vila Olímpica receberão os mesmos serviços de chegadas
que os demais atletas esportivos (vide seção 4).
VALIDAÇÃO DE CREDENCIAL
Atletas e oficiais chegando no Rio devem seguir os mesmos procedimentos de
credenciamento que aqueles descritos na seção 3.6.
TRANSPORTE
O Rio 2016 fornecerá serviço de ônibus exclusivo do TA para as equipes de futebol que
viajam entre a Vila Olímpica e as instalações de competição e treinamento, de acordo com
os cronogramas de treinamento e competição das equipes. Os tempos de viagem para as
instalações de treinamento e competição podem ser encontradas no Rio Exchange.
O ônibus da equipe estará disponível a partir de 24 de julho de 2016 para a primeira sessão
de treinamento. Todos os procedimentos descritos na seção 9.2 sobre os ônibus de equipe se
aplicarão às equipes de futebol que ficam na Vila Olímpica.
Os portadores do CTVP de futebol (vide seção 6.4.1) não poderão viajar no ônibus da equipe
entre a Vila Olímpica e as instalações de treinamento e competição no Rio.
95
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
Vans para equipamentos
Cada equipe de futebol terá acesso a uma van exclusiva para equipamentos e a um motorista
para ajudar a transportar os equipamentos da Vila Olímpica até a instalação oficial de
treinamento ou competição. O motorista irá encontrar a equipe na Vila Olímpica para a
primeira sessão de treinamento. O serviço estará disponível de acordo com o cronograma
de treinamento e competição. Os CONs não poderão dirigir por conta própria as vans para
equipamentos.
PARTIDAS
Serviços de partidas da Vila Olímpica até os aeroportos GIG e SDU estarão disponíveis a partir
de 24 de julho de 2016, 24 horas por dia, de acordo com os dados inseridos no ADS. Vide seção
20.4.3 para obter informações sobre partidas da Vila Olímpica.
5.10.2 HOTÉIS DAS CIDADES-SEDE DO FUTEBOL
As equipes de futebol instaladas nos hotéis das cidades-sede do futebol listados acima
receberão 13 quartos duplos para 18 atletas e 7 oficiais de equipe, além de dois quartos
desocupados para espaços médicos e de armazenamento. Os espaços médicos e de
armazenamento ficarão em uma ala ou andar privativos do hotel; no entanto, eles não
podem estar na mesma localização dos quartos alocados para acomodação das equipes.
Um sala que servirá para reunião ou jantar, com um espaço médio de 100m2, também estará
disponível.
SERVIÇOS RESIDENCIAIS
96
SERVIÇOS PARA RESIDENTES
DETALHES
Serviços de alimentação
Os atletas e oficiais de equipe, bem como os oficiais adicionais de
equipe - credenciados ou não, que tenham comprado pacotes de
acomodação no hotel - terão acesso a um espaço privativo para
refeições e terão direito a café da manhã, almoço e jantar.
Limpeza
Limpeza diária, troca de roupa de cama e de banho.
Internet
Internet gratuita estará disponível nos quartos.
Serviços de lavanderia
Um serviço noturno de lavanderia será fornecido para os kits de treinamento ou
de jogos das equipes e itens pessoais (até 8kg por pessoa por dia). Itens adicionais
estão sujeitos aos horários normais de funcionamento do serviço e pagamento.
Gelo
Cada hotel disponibilizará 60kg de gelo por equipe por dia para uso terapêutico.
Salas
Todos os hotéis terão áreas recreativas equipadas com
televisores, espreguiçadeiras, jornais diários, revistas e
computadores, para todos os hóspedes do hotel.
Espaço de reunião
Um espaço privativo de reunião para até 30 pessoas estará
disponível com um televisor, um DVD e acesso à internet.
Estacionamento
O Rio 2016 não fornecerá estacionamento exclusivo do CON nos
hotéis das equipes de futebol. Estacionamento limitado estará
disponível nesses hotéis, cujos custos serão pagos pelo CON.
Recreação
As equipes de futebol terão direito ao uso não exclusivo das instalações
de lazer do hotel, incluindo academia e piscina, quando disponíveis.
Acomodação e serviços
SERVIÇOS PARA RESIDENTES
DETALHES
Balcões de Serviço
do Rio 2016
Cada hotel terá balcões de serviço de informações Rio 2016.
Segurança
O Rio 2016 fornecerá operações de segurança, incluindo as áreas
seguras, zonas credenciadas e verificações. Não haverá serviços de
revista magnética nas entradas do hotel, mas haverá seguranças
em todos os andares exclusivos das equipes de futebol.
OFICIAIS ADICIONAIS DE EQUIPE
Às equipes de futebol foi oferecida a oportunidade de comprar até 10 adicionais nos hotéis
das cidades-sede do futebol através do Rio 2016 para seus oficiais adicionais de equipe (ATOs
credenciados com um OIAC, titulares do CTVP de futebol, ou indivíduos não credenciados) e
atletas suplentes credenciados P no mesmo hotel. Sempre que possível, esses quartos ficarão
próximos da equipe. No entanto, isso não é garantido em cada hotel. O valor desses quartos
incluem todas as refeições e acesso a área de alimentação do time.
Aos CONs foi oferecida a oportunidade de solicitar acomodação para as etapas preliminares.
À medida que as equipes forem avançando, as diárias dos quartos para as rodadas
subsequentes (quartas de final, semifinais, jogos valendo medalha de ouro/bronze) serão
faturadas ao CON para cada estadia de três diárias. Essas faturas serão emitidas pela mesa
de finanças do Rio 2016 e deverão ser pagas neste mesmo local, que se encontra no Centro de
Serviços aos CONs na Vila Olímpica, antes do check-out da equipe de futebol e sua partida de
cada hotel.
CHEGADAS
Os serviços de chegadas do Rio 2016 serão fornecidos nas cidades-sede do futebol 24 horas
por dia, de acordo com a programação de treinamento e competição, de 24 de julho até 21
de agosto de 2016. Para as chegadas ao Brasil pela primeira vez, os dados de cada equipe
deverão ter sido inseridos no ADS para garantir um serviço adequado.
O Rio 2016 oferecerá às delegações dos CONs orientações direcionais do aeroporto,
assistência à bagagem e um serviço de transporte do aeroporto ao hotel oficial das equipes
de futebol do Rio 2016. As equipes de futebol serão recebidas pelo Oficial de ligação da
equipe (TLO), pelo ônibus da equipe e van para equipamentos para o transfer do aeroporto,
disponível a partir de 24 de julho de 2016. Veja a seção 6.5 para maiores informações sobre
TLOs de futebol.
Os detentores de CTVP de futebol poderão ser transportados no ônibus da equipe para o hotel.
VALIDAÇÃO DE CREDENCIAL
Serviços de validação da credencial não estarão disponíveis em nenhum aeroporto ou
hotel das cidades-sede do futebol, e devem, portanto, ser concluídos nos escritórios de
Credenciamento de Instalações (VAOs), localizados em cada instalação de competição
(vide seção 3.6.2).
97
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
PROCESSO DE CHECK-IN
Todos os hotéis do futebol terão um balcão exclusivo para o check-in da equipe. Todas as
chaves dos quartos serão dadas ao líder da equipe da delegação, que distribuirá as chaves
ao resto da equipe. O líder da equipe também deverá utilizar um método de pagamento
aceito pelo hotel (cartão de crédito ou dinheiro) para quaisquer custos adicionais e incidentes
incorridos durante a estadia nos hotéis do futebol.
ACESSO ÀS ÁREAS DE RESIDENTES
Será necessário um OIAC, um CTVP de futebol, ou um passe de acesso ao hotel para acessar
os andares dos quartos das equipes e as áreas das reuniões das equipes, as áreas médica
e de refeição.
Passes para residentes
Passes permanentes de acesso ao hotel estarão disponíveis para qualquer oficial adicional
de equipe ou atleta suplente P credenciados ou não credenciados acomodados em quartos
comprados através do Rio 2016. Informações para passes de acesso ao hotel serão coletadas
até 1 de julho de 2016. Os passes serão distribuídos pelo Rio 2016 na chegada ao hotel da
primeira cidade-sede do futebol.
Passes para não-residentes
Alternativamente, o passe de acesso ao hotel poderá fornecer acesso em datas específicas
a visitantes credenciados ou não, trabalhando com a equipe, mas não residindo no hotel.
Solicitações para passes para não-residentes devem ser feitas no balcão de informações
Rio 2016 no hotel até as 18h no máximo, no dia antes da visita.
SERVIÇOS MÉDICOS
Serviços médicos para os CONs serão oferecidos principalmente nos postos médicos
localizados nas instalações de competição. O nível do serviço nas cidades-sede do futebol
será consistente com aquele disponível em todas as instalações de competição do Rio.
O Rio 2016 não irá operar um posto médico exclusivo em nenhum dos hotéis das cidadessede do futebol ou instalações de treinamento. Uma ambulância, estará em cada hotel 24
horas por dia, sete dias por semana.
Além disso, cada cidade-sede do futebol terá um gerente médico da Instalação e um gerente
de operações médicas coordenando todos os serviços médicos, e eles poderão ser contatados
pelos CONs para esclarecer todas as dúvidas ou auxiliar em questões médicas.
Serviços adicionais de imagem, odontologia e oftalmologia estarão disponíveis
gratuitamente nos hospitais de referência oficiais nas respectivas cidades.
98
Acomodação e serviços
A tabela abaixo lista os hospitais de referência nas cidades-sede do futebol:
CIDADE-SEDE
Belo Horizonte
Brasília
Manaus
Salvador
São Paulo
HOSPITAL
CLIENTE
TIPO
Hospital Mater Dei
CONs e Família dos Jogos
Particular
Hospital das Clínicas de Belo Horizonte
Espectadores
Público
Home Hospital Ortopédico e
Medicina Especializada
CONs e Família dos Jogos
Particular
Hospital Geral do Distrito Federal
Espectadores
Público
Hospital Adventista
CONs e Família dos Jogos
Particular
Hospital 28 de Agosto
Espectadores
Público
Hospital Aliança
CONs e Família dos Jogos
Particular
Hospital São Raphael
CONs e Família dos Jogos
Particular
Hospital do Subúrbio
Espectadores
Público
Hospital Geral do Estado
Espectadores
Público
Hospital Sociedade Beneficente
Israelita Brasileira Albert Einstein
CONs e Família dos Jogos
Particular
Hospital Sírio Libanês
CONs e Família dos Jogos
Particular
Hospital de Clinicas de São Paulo
Espectadores
Público
TRANSPORTE
Nenhuma rede de rotas olímpicas (ORN) irá funcionar nas cidades-sede do futebol. No
entanto, medidas de gerenciamento de tráfego local serão implementadas para auxiliar o
tráfego durante os Jogos.
O Rio 2016 fornecerá serviço de ônibus TA exclusivo para as equipes de futebol que viajam
entre os hotéis das cidades-sede do futebol para as instalações de competição e treinamento,
de acordo com os cronogramas de treinamento e competição das equipes.
Os ônibus e motoristas podem diferir, dependendo do dia, mas o tipo de veículo será sempre
mesmo. Os ônibus das equipes devem ser usados somente para o transporte até as instalações
de treinamento e competição. Eles estarão disponíveis no máximo até 24 horas após a partida
final de uma equipe. Qualquer solicitação de trajeto que não até as instalações oficiais do
Rio 2016 precisarão ser organizadas pelo CON, que deverá alugar seu próprio veículo.
Os portadores do CTVP de futebol poderão viajar no ônibus da equipe entre os hotéis das
cidades-sede de futebol e as instalações de treinamento e competição.
O oficial de ligação da equipe do Rio 2016, ou um representante credenciado da equipe
deverá comunicar quaisquer mudanças às solicitações de transporte da equipe diretamente
ao balcão de informações Rio 2016 no hotel da equipe até as 17h do dia anterior.
99
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
Vans para equipamentos
Cada equipe de futebol terá acesso a uma van exclusiva para equipamentos e a um motorista
em cada cidade para ajudar a transportar os equipamentos do hotel da cidade-sede do
futebol até a instalação oficial de treinamento ou competição.
Haverá estacionamento para as vans de equipamentos nos hotéis das cidades-sede do
futebol, nas instalações de treinamento e competição.
Tempo de viagem das competições de futebol
O tempo de viagem entre os hotéis das cidades-sede do futebol e as instalações de
competição pode ser encontrado abaixo.
CIDADE-SEDE
HOTEL
INSTALAÇÃO
TEMPO DE VIAGEM
Belo Horizonte
Mercure Belo Horizonte
Lourdes Hotel
Mineirão
34 minutos
Brasilia
Royal Tulip Brasília Alvorada
Estádio Mané Garrincha
19 minutos
Manaus
Tropical Manaus Ecoresort
Arena da Amazônia
24 minutos
Salvador
Gran Hotel Stella Maris
Arena Fonte Nova
51 minutos
Sao Paulo
Bourbon Convention
Ibirapuera Hotel
Arena Corinthians
55 minutos
Viagens entre cidades-sede
Serão oferecidas viagens entre as cidades-sede do futebol para as equipes de acordo com a
programação da competição. O Rio 2016 fornecerá passagens gratuitas em voos domésticos
para 18 atletas e 7 oficiais de equipe credenciados para cada equipe de futebol. Cada
delegado poderá levar 23kg no voo, bagagem extra será transferida como carga. O Rio 2016
cobrirá até 1.000kg por equipe, por voo livre de taxas. Cada peso adicional será pago pelo
CON, a ser tratado diretamente com a companhia aérea.
Para aqueles CONs que possuem atletas participando do futebol, o Chefe de Missão e o
Vice-Chefe de Missão poderão pré-agendar as viagens para as devidas cidades –sede do
futebol gratuitamente. As passagens devem ser reservadas na mesa de Chegadas e Partidas
no Centro de Serviços aos CONs com 72 horas de antecedência para as fases de grupo, ou 48
horas de antecedência para as finais (rodada de 16, quartas de final, semi-finais e finais).
Um número limitado de assentos adicionais também será reservado para atletas suplentes P
e oficiais adicionais de equipe (credenciados ou não credenciados), para compra pelos CONs.
Informações referentes à confirmação das passagens de avião adicionais serão fornecidas no
Guia dos Líderes de Equipe de Futebol, que será publicado no Rio Exchange em junho de 2016.
PARTIDAS
As equipes devem utilizar o ônibus da equipe e a van para equipamentos para irem ao
aeroporto até 24 horas após a partida final.
100
Acomodação e serviços
5.11 ACOMODAÇÃO DOS TRATADORES
A acomodação dos tratadores (GRA) é um condomínio recém-construído localizado dentro
do perímetro de segurança do Centro Olímpico de Hipismo (EQC) e estará disponível para
os residentes a partir do dia 24 de julho até o dia 24 de agosto de 2016, cujos custos serão
pagos pelo CON. Um veterinário por CON será alocado em uma cama na acomodação dos
tratadores, sem nenhum custo para o CON. Isso transfere o direito de uma cama da Vila
Olímpica para a acomodação dos tratadores.
Embora os veterinários estejam alocados na acomodação dos tratadores, eles ainda terão
acesso à zona residencial da Vila Olímpica e ao refeitório principal. Os outros residentes não
terão acesso à Vila Olímpica, a menos que tenham sido convidados por seus CONs utilizando
a cota do passe para convidados dos CONs.
A acomodação dos tratadores fica perto dos estábulos (455m utilizando a ponte do Rio
Caldeireiro), proporcionando aos tratadores e veterinários fácil acesso aos cavalos, 24 horas
por dia.
Avenida Duque de Caxias, 1965 - Vila Militar
Deodoro - Rio de Janeiro - CEP 21615-220
A acomodação dos tratadores é composta de:
• Seis andares por prédio
• Quatro apartamentos por andar
• Três quartos duplos, um quarto individual, três banheiros, espaço social e varanda por
apartamento
É proibido fumar em todos os prédios da acomodação dos tratadores. Uma área claramente
marcada, ao ar livre, estará disponível perto do centro de residentes.
A acomodação dos tratadores possui os mesmos móveis e equipamentos de tecnologia que
os espaços residenciais na Vila Olímpica (vide seções 5.1.8 e 5.1.10), incluindo ar-condicionado
nos quartos e tela mosquiteira na janela, na área da cozinha (não instalado).
Layout do apartamento:
BANHEIRO
QUARTO
C
QUARTO
QUARTO
B
D
A
QUARTO
V
A
R
A
N
D
A
ESPAÇO
SOCIAL
BANHEIRO
BANHEIRO
101
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
Cada apartamento terá um modem Wi-Fi exclusivo com banda larga compartilhada,
com largura de banda de 40MB por segundo. As senhas do Wi-Fi estarão visíveis nos
apartamentos. No centro de residentes haverá dois laptops com acesso à internet para uso
dos residentes.
A acomodação dos tratadores terá duas televisões de 40 polegadas no centro de residentes e
na sala de entretenimento. As televisões exibirão canais comerciais (consulte seção 5.1.10) e
canais públicos. Televisões de 24 polegadas com 30 canais comerciais (vide referência acima)
estarão disponíveis no espaço social dos apartamentos. As transmissões ao vivo do OBS não
estão incluídas.
SERVIÇOS RESIDENCIAIS
SERVIÇOS RESIDENCIAIS
DETALHES
Lavanderia
Os serviços do centro de residentes, lavagem self-service e
máquinas de secar, estarão disponíveis 24 horas por dia.
Limpeza
Os serviços de limpeza serão os mesmos serviços que são
oferecidos na Vila Olímpica (vide seção 5.2.1).
Gelo
Gelo estará disponível no piso térreo, perto do centro residencial.
Correspondência
Correios e correspondências não poderão ser entregues diretamente na
acomodação dos tratadores. Todas as entregas devem ser direcionadas ao CON na
Vila Olímpica. Os CONs devem tomar suas próprias providências para encaminhar
as correspondências entre a Vila Olímpica e a acomodação dos tratadores.
ALIMENTOS E BEBIDAS
Todas as refeições serão servidas no Centro Olímpico de Hipismo a partir do dia 24 de julho
até o dia 24 de agosto de 2016 nos seguintes horários:
SERVIÇO
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO
Café da manhã
6h30 às 8h30
Almoço
11h às 15h
Jantar
18h30 às 21h30
Os residentes terão acesso aos serviços do refeitório nos horários especificados acima. Água
de cortesia estará disponível nos centro de residentes. Máquinas de venda automática da
Coca-Cola estarão disponíveis no andar térreo de cada prédio. Os dispositivos da Coca-Cola
não serão aceitos na acomodação dos tratadores.
Itens de alimentos e bebidas (até cinco litros por pessoa, por entrada) para consumo pessoal
serão permitidos através da área de triagem de segurança na área de acomodação dos
tratadores.
102
Acomodação e serviços
SERVIÇOS MÉDICOS
Os serviços médicos serão oferecidos no Centro Olímpico de Hipismo durante o período de
competição, conforme descrito na seção 6.9.3. As emergências médicas fora do horário serão
passadas para um membro da equipe do centro de residentes, que irá entrar em contato com
o serviço de emergência, conforme solicitado.
5.11.1 ACESSO
O acesso à acomodação dos tratadores é concedido a indivíduos devidamente credenciados
com os seguintes códigos de credenciamento:
CATEGORIA
ACESSO
Ao – Tratadores e Tratadores reserva P
EQ + GRA
Ao - Veterinários
EQ + OLV
Todas as outras categorias de credenciamento dos
CONs (Aa, Ac, Ao, CON, CON**, atletas alternativos P)
EQ ou ALL + OLV
Treinadores pessoais P, titulares de TVP
Nenhum
O direito de acesso para a acomodação dos tratadores não permite acesso à Vila Olímpica. O
Rio 2016 não irá operar nenhum sistema de Passes para Convidados para a acomodação dos
tratadores e visitas de convidados não serão permitidas.
ACESSO DE VEÍCULOS
O perímetro de segurança da acomodação dos tratadores estará funcionando 24 horas por dia.
Há dois pontos de acesso aos prédios (conforme indicado no mapa em questão na seção 21.5):
1. VSA/PSA na entrada principal, ao lado da acomodação dos tratadores
2. Entrada do Centro Olímpico de Hipismo: ponto de acesso somente pela ponte Rio Caldeireiro
Os veículos sem VAPP não poderão embarcar ou desembarcar na entrada principal da
acomodação dos tratadores.
As informações referentes às chegadas e partidas podem ser encontradas na seção 5.11.2 e 5.11.5.
5.11.2 CHEGADAS PELA PRIMEIRA VEZ
Os CONs devem concluir a reunião de registro de Delegação (DRM) antes da chegada dos
cavalos, tratadores ou veterinários ao Centro Olímpico de Hipismo ou à acomodação dos
tratadores. A primeira chegada dos cavalos, através do Plano de Apoio ao Transporte de
Cargas, acontecerá no dia 29 de julho de 2016. Para maiores detalhes sobre a chegada dos
cavalos, consulte o anexo de Transporte de Equinos do Manual de Alfândega e Transporte de
Carga no Rio Exchange.
103
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
CHEGADAS COM OS CAVALOS
Alguns tratadores estão previstos para chegarem junto com os cavalos e serão transportados
no mesmo caminhão comboio para o Centro Olímpico de Hipismo.
No momento da chegada no Aeroporto Internacional Tom Jobim (GIG), todas as formalidades
e procedimentos serão preenchidos para garantir que todos os cavalos, seus assistentes
(incluindo tratadores) e equipamentos sejam transportados para o Centro Olímpico de
Hipismo o mais rápido possível. Os tratadores e os veterinários com suas credenciais
provisórias (PVCs) que estejam chegando com os cavalos terão um dispositivo de acesso que,
juntamente com o PVC, permitirá a entrada na acomodação dos tratadores e instalação até
que possam validar seus credenciamentos no centro de credenciamento de instalações (VAO)
no Centro Olímpico de Hipismo. Isso deve ser feito no período de 24 horas após o check-in.
CHEGADAS SEM OS CAVALOS
Os tratadores ou veterinários que estejam chegando sem os cavalos devem validar suas PVCs
no aeroporto, no horário de funcionamento do balcão de credenciamento (consulte seção
4.6.1). Se algum tratador não conseguir validar sua PVC no aeroporto, ele deve dirigir-se ao
VAO, no Centro Olímpico de Hipismo, para validá-lo. Se algum tratador ou veterinário chegar
fora do horário de funcionamento do VAO, será permitido que eles entrem na acomodação
dos tratadores, contanto que os nomes e as informações dos documentos de identidade
tenham sido fornecidos pelo CON (consulte seção 5.11.3).
Um serviço de transporte de conexão indireta será fornecido para os tratadores que estejam
chegando antes dos cavalos. O serviço irá fazer o transporte do GIG à Vila de Acomodações
de Deodoro (DAV) e, a partir de lá, um ônibus será providenciado para seguir viagem até a
acomodação dos tratadores no Centro Olímpico de Hipismo. Este serviço estará disponível
somente para tratadores e veterinários portanto suas PVCs.
O serviço de transporte funcionará a partir do dia 27 de julho de 2016, dois dias antes dos
primeiros cavalos chegarem, e se encerrará no dia 7 de agosto de 2016. Três ônibus por dia
funcionarão entre a DAV e a acomodação dos tratadores. Os tratadores e os veterinários
poderão aguardar o serviço de transporte na recepção da DAV.
Os dias de funcionamento e frequência do serviço de chegada dos tratadores são fornecidos
abaixo. Nenhum serviço de transporte de chegada será oferecido do Aeroporto Doméstico
Santos Dumont (SDU) para a acomodação dos tratadores.
DATAS DE
SERVIÇO
27 de julho até
7 de agosto
de 2016*
A PARTIR DE
PARA
FREQUÊNCIA
TEMPO DE VIAGEM
(SEM ORN)
TEMPO DE VIAGEM
(COM ORN)
GIG
DAV
40 minutos
55 minutos
50 minutos
DAV
GRA
11h30
16h30
21h30
15 minutos
15 minutos
*Exceto no dia 5 de agosto de 2016, quando apenas um transporte será oferecido às 11h30 devido à cerimônia de
abertura.
104
Acomodação e serviços
No momento das chegadas pela primeira vez na acomodação dos tratadores, os tratadores e
os veterinários devem dirigir-se à entrada principal na Avenida Duque de Caxias, 1965.
5.11.3 CHECK-IN
Os CONs devem designar um representante que irá residir na acomodação dos tratadores
para tomar decisões e resolver questões em nome do CON.
O representante deve receber as chaves de todos os quartos dentro da acomodação. Um
processo simplificado de inspeção e inventário (I&I) será seguido, semelhante ao I&I da Vila
Olímpica (vide seção 3.4.1). Para a inspeção fast track, quaisquer danos aos móveis e aos
acessórios nos quartos devem ser informados ao centro de residentes da acomodação dos
tratadores no período de duas horas após o check-in.
Os CONs devem enviar uma lista com os nomes de todos os residentes, bem como a informação
do documento de identidade de todos eles para [email protected]
pelo menos um mês antes da chegada deles ao Rio. Para cidadãos brasileiros, o número da
identidade oficial com foto (RG) ou o número da carteira de habilitação serão aceitos. Para
membros do Mercosul, um passaporte válido ou identidade com foto emitida pelo governo
podem ser utilizados. Para os demais que não sejam brasileiros, apenas o passaporte será aceito.
No momento do check-in, todos os residentes serão informados sobre as acomodações,
incluindo as seguintes informações importantes:
• Serviços do centro de residentes
• Horários das refeições
• Acesso à internet
• Procedimentos de incêndio e de evacuação e ponto de encontro
A equipe do Rio 2016 irá auxiliar no check-in, garantir que todos os residentes estejam
reunidos com suas bagagens e acompanhá-los até as suas acomodações.
TRANSPORTE
Não há um serviço de transporte que ligue diretamente a acomodação dos tratadores à Vila
Olímpica. No entanto, os delegados dos CONs devidamente credenciados poderão acessar os
serviços de TA entre o Centro Olímpico de Hipismo e a Vila Olímpica durante os períodos de
treinamento e competição.
Os tratadores que possuem passe para convidados para visitar a Vila Olímpica terão que
desembarcar no Terminal de Transporte de Atletas e andar até o escritório de Passes para
Convidados, localizado na entrada principal da Vila Olímpica. Por favor verifique o mapa da
Vila Olímpica na seção 21.3 para ver a distância.
O estacionamento P3 está disponível no Centro Olímpico de Hipismo por ordem de chegada,
para veículos com VAPP P3.
105
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
5.11.4 CHECK-OUT
O check-out dos tratadores e veterinários deve ser feito até 12h (meio-dia) no dia da partida.
Os veterinários tem direito de permanecer todo o período até o dia 24 de agosto de 2016. Os
residentes devem devolver as chaves para o centro de residentes.
O I&I do check-out deve ser realizado por um representante do CON que esteja residindo na
acomodação dos tratadores antes da partida, de acordo com o processo descrito na seção
20.1. O Rio 2016 aplicará taxas por itens danificados ou ausentes (incluindo chaves), limpeza
fora do padrão (por exemplo, remover o cheiro e danos ocasionados por fumaça de cigarro
nos quartos) ou remoção de itens deixados para trás. As informações sobre a lista de danos
podem ser encontradas na seção 3.4.1. As taxas serão aplicadas à conta dos CONs e devem
ser pagas na Vila Olímpica antes da partida dos CONs.
5.11.5 PARTIDAS
Os residentes deverão levar suas bagagens para saídas imediatas ou identificá-las e guardálas em local seguro para retirada posterior e partida no centro de residentes. Os tratadores e
veterinários que partirem com os cavalos deverão levar suas bagagens para os estábulos para
serem carregadas no transporte dos cavalos, gerenciado pela Peden Bloodstock.
Do dia 11 ao dia 22 de agosto de 2016, um transporte indireto ao GIG será oferecido pela
DAV para os tratadores e veterinários que não irão embarcar com o transporte da Peden
Bloodstock para o GIG. O transporte do ponto de desembarque dos tratadores para a DAV,
onde os tratadores e veterinários serão transferidos para o GIG, estará disponível para
aqueles que inseriram os detalhes da partida no ADS. Auxílio para bagagens será oferecido,
se necessário. Mais informações estarão disponíveis nos centro de residentes.
DATAS DE SERVIÇO
11-22 de agosto
de 2016*
A PARTIR DE
PARA
FREQUÊNCIA
TEMPO DE VIAGEM
(SEM ORN)
TEMPO DE VIAGEM
(COM ORN)
GRA
DAV
9h
13h
17h
15 minutos
DAV
GIG
40 minutos
50 minutos
*Exceto no dia 21 de agosto, quando apenas um transporte será oferecido às 9h devido à cerimônia de encerramento.
5.12 OUTRAS ACOMODAÇÕES
A acomodação para a Família Olímpica, dignitários internacionais e convidados dos CONs
está distribuída pelas zonas de instalação da Barra, Copacabana e Maracanã.
PORTAL DE ACOMODAÇÃO DO RIO 2016
Os CONs podem usar o portal de Acomodação para consultar a confirmação de alocação de
seus quartos e verificar detalhes, como localização do hotel, tipo de quarto, datas de check-in
e check-out e tarifas dos quartos.
106
Acomodação e serviços
SERVIÇO DE ASSISTÊNCIA À ACOMODAÇÃO
Um serviço de assistência para todas as questões de acomodação irá funcionar 24 horas por
dia, sete dias por semana, de 1º de julho a 18 de setembro de 2016. Os CONs podem ligar para
(+55) (21) 4001 2016 para obter auxílio.
LISTAS DE QUARTOS
Os CONs podem enviar suas listas de quartos diretamente para os hotéis relevantes.
Quaisquer alterações nas informações devem ser comunicadas ao hotel pelo menos 72 horas
antes da chegada do hóspede. Detalhes de contato de cada hotel podem ser encontrados no
portal de Acomodação, na seção “Minha Conta”, clicando no hotel específico.
DESPESAS EXTRAS
Ao fazerem o check-in, os convidados deverão apresentar o passaporte e um cartão de
crédito para autorização prévia para cobrir os custos de despesas extras. Os hóspedes são
responsáveis pelo pagamento direto ao hotel de todas as cobranças adicionais incorridas
durante sua estadia.
Os indivíduos que não tiverem cartão de crédito poderão pagar através de um depósito em
dinheiro calculado por dia para cobrir as despesas extras que desejarem atribuir aos seus
quartos, mediante acordo com o hotel em questão. Se o depósito não for gasto durante a
estadia, o hóspede será reembolsado no check-out. Se o depósito for usado durante a estadia,
a recepção do hotel irá entrar em contato com o hóspede para garantir que hotel esteja
sempre coberto a este respeito.
5.12.1 HOTÉIS DA FAMÍLIA OLÍMPICA
Os Hotéis da Família Olímpica estão localizados na Barra da Tijuca, próximos do Parque
Olímpico da Barra. Há quatro hotéis principais: Windsor Oceânico, Windsor Barra, Windsor
Marapendi e Novotel. Para ver as localizações desses hotéis, consulte o mapa na seção 21.4.
WINDSOR OCEÂNICO HOTEL
Os Presidentes e Secretários-Gerais dos CONs ficarão acomodados no Windsor Oceânico,
um hotel de quatro estrelas localizado na zona da Barra, a 16km da Vila Olímpica e a 3km do
hotel oficial do COI. O Windsor Oceânico é um hotel de destino do T3.
Windsor Oceânico
Rua Martinho de Mesquita, 129 – Barra da Tijuca
Rio de Janeiro
CEP 22620-220
Telefone: (+55) (21) 2195 9950
As tarifas pagas para esses quartos incluem Wi-Fi e um café da manhã por hóspede, por
quarto.
Não é necessário apresentar a credencial para entrar no Hotel Windsor Oceânico. No entanto, será
necessário um controle de pedestre para acessar o centro de convenção para a sessão do COI.
107
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
O Hotel Windsor Oceânico acomodará os escritórios de solidariedade olímpica do COI e de
Relação com os CONs, bem como os da ANOC e o da corte de arbitragem desportiva (CAS).
Haverá também uma bilheteria para atender os convidados credenciados na categoria do CON.
HOTEL WINDSOR BARRA
O Windsor Barra é um hotel cinco estrelas, adjacente ao Hotel Windsor Oceânico.
Windsor Barra
Avenida Lúcio Costa, 2,630 – Barra da Tijuca
Rio de Janeiro
CEP 20031-204
Telefone: (+55) (21) 2195 5000
O escritório da Agência Mundial Antidoping (WADA) estará localizado aqui.
Não será necessário apresentar a credencial para entrar no hotel.
HOTEL WINDSOR MARAPENDI
O Windsor Marapendi é um hotel cinco estrelas e atenderá a sede oficial do COI, acomodando
todos os escritórios do COI, exceto os listados acima nos Hotéis Windsor Barra e Oceânico.
Os membros do COI, Presidentes e Secretários-Gerais das FIs ficarão hospedados ali.
Windsor Marapendi
Avenida Lúcio Costa, 5.400 - Barra da Tijuca
Rio de Janeiro
CEP 22021-001
Telefone: (+55) (21) 2195 9900
Credenciais com acesso “OFH” ou um passe para convidados serão necessários para entrar
neste hotel. Os Presidentes e Secretários-Gerais dos CONs e seus convidados (CON**)
receberão credenciais para ter acesso ao hotel.
Passes para convidados serão necessários para acessar o hotel de 29 de julho até 23 de agosto
de 2016. Eles serão emitidos no centro de passes para convidados, localizado no lobby do
Hotel Novotel Barra, e serão válidos das 7h às 23h na data de emissão.
Uma bilheteria operada pelo COI, para atendimento aos membros do COI, estará localizada
neste hotel.
HOTEL NOVOTEL BARRA
O Novotel Barra é um hotel quatro estrelas, onde o Centro de Credenciamento da Família
Olímpica estará localizado. Não será necessário apresentar a credencial para entrar no hotel.
Novotel Barra da Tijuca
Avenida Lúcio Costa, 5.210 - Barra da Tijuca
Rio de Janeiro
CEP 22630-012
Telefone: (+55) (21) 3504 3000
108
Acomodação e serviços
Centro de Credenciamento da Família Olímpica
O Centro de Credenciamento da Família Olímpica está localizado aqui e irá funcionar de 18
de julho até 21 de agosto de 2016 para que os Presidentes e Secretários-Gerais dos CONs e
dignitários internacionais validem suas Credenciais Provisórias (PVCs), se já não o tiverem
feito no Aeroporto Internacional Tom Jobim (GIG) durante a chegada.
DATA
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO
18-28 de julho de 2016
8h - 18h
29 de julho - 4 de agosto de 2016
7h às 23h
5-20 de agosto de 2016
7h - 20h
21 de agosto de 2016
7h às 18h
Os delegados dos CONs podem validar suas credenciais apenas quando a DRM de seu CON
tiver sido concluída.
O centro de passes para convidados, que emite os passes de convidados para o Hotel Windsor
Marapendi, também estará baseado aqui.
BALCÕES DE INFORMAÇÕES OLÍMPICAS
Os Balcões de Informações Olímpicas estarão situados na recepção dos hotéis Windsor
Marapendi, Windsor Oceânico e Windsor Barra, fornecendo informações relacionadas às
Olimpíadas e aos serviços de transporte e secretariado do Rio 2016. Os balcões funcionarão
de 24 de julho até 23 de agosto de 2016 das 8h às 21h.
Os Balcões de Informações Olímpicas auxiliarão com:
• As informações gerais de secretariado da Família Olímpica
• Informações e serviços T1, T2 e T3
• Resolução de problemas de achados e perdidos das instalações de competição e veículos T3
• Reservas de viagem e acomodação nas cidades-sede do futebol para Presidentes e
Secretários-Gerais dos CONs com as equipes de competição (vide seção 15.6)
• Resolução de problemas relacionados a transporte
• Informações sobre programação de competição
• Informações sobre a cerimônia de boas-vindas das equipes
• Informações de transporte para cerimônias
• Informações sobre eventos especiais, incluindo cerimônia de abertura para sessão do COI
• Mapas e orientações sobre transporte público
• Localização das Casas de Hospitalidade dos CONs
109
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
Os seguintes serviços adicionais estarão disponíveis no Hotel Windsor Oceânico:
• Distribuição de telefones celulares para Presidentes e Secretários-Gerais dos CONs. (vide
seção 5.1.10)
• Distribuição de ingressos de cortesia para as cerimônias de abertura e encerramento para
os Presidentes e Secretários-Gerais dos CONs e convidados dos CONs (vide seção 15.9)
SERVIÇOS MÉDICOS
Um posto médico estará disponível no hotel oficial do COI, o Windsor Marapendi. O posto
médico funcionará de 18 de julho a 24 de agosto de 2016, 24 horas por dia. Ele fornecerá
serviços de primeiros socorros e emergência para membros da Família Olímpica e contará
com uma enfermeira e um médico de plantão. Uma ambulância também fornecerá serviços
de emergência nos Hotéis da Família Olímpica. Para casos mais sérios, os membros da
Família Olímpica serão transferidos para o hospital de referência, o Samaritano, na Barra.
5.12.2 HOTÉIS DOS DIGNITÁRIOS INTERNACIONAIS
Os hotéis dos dignitários internacionais estão localizados em Copacabana. Eles não são
exclusivamente destinados aos dignitários internacionais e, portanto, não será necessária a
apresentação de uma credencial para o acesso. O Rio 2016 atualmente não pretende fornecer
cobertura adicional de segurança nestes hotéis.
Uma lista dos destinos do T3 pode ser encontrada na seção 21.2. Consulte no Rio Exchange a
versão mais recente.
5.12.3 ACOMODAÇÃO EM NAVIO DE CRUZEIRO
O navio de cruzeiro NCL Getaway estará atracado no Porto Maravilha, na zona do Maracanã,
próximo ao Estádio do Maracanã (vide o mapa na seção 21.4.). Essa região também é o
local de diversas instalações de competição, como o Estádio Olímpico, o Sambódromo e o
Maracanãzinho, e a área do Porto proporcionará um espetáculo ao vivo para os espectadores.
Para convidados acomodados no navio de cruzeiro, as listas de quartos e quaisquer alterações
à lista devem ser carregados exclusivamente no portal de Acomodação. Um modelo da lista
de quartos do navio de cruzeiro está disponível no portal.
SERVIÇOS RECREATIVOS PARA RESIDENTES
O navio de cruzeiro será equipado com várias instalações de lazer e refeição, incluindo uma
academia e um teatro. Para obter uma descrição total, consulte o site do NCL Getaway.
A maioria dos restaurantes e bares no navio estará disponível para os residentes. Os
horários de funcionamento das instalações e serviços oferecidos no navio estão sujeitos a
confirmação, dependendo dos eventos dos Jogos, e aconselhamos aos hóspedes visitar o
balcão de informações a bordo para obterem as informações mais atualizadas.
O serviço de quarto estará disponível 24 horas por dia.
110
Acomodação e serviços
ACESSO AO TERMINAL DE PASSAGEIROS E AO NAVIO DE CRUZEIRO
O acesso ao terminal de passageiros é concedido apenas àqueles que portam um documento
de identificação válido, como passaporte, documento de identidade brasileiro (RG) ou um
cartão de identidade e credenciamento olímpico (OIAC), juntamente com um comprovante
de acomodação do navio ou convite para um evento a bordo. Os comprovantes podem
ser obtidos no portal de Acomodação do Rio 2016. Residentes do navio podem embarcar
imediatamente após o check-in, mas terão acesso às suas cabines apenas após as 14h, com
exceção de 4 de agosto de 2016, quando o embarque será autorizado apenas após 12h (meiodia), com acesso às cabines após as 16h.
TRANSPORTE
O navio de cruzeiro está incluído na lista de destino dos T3 e a área de desembarque do
T3 estará localizada bem perto do porto. Veículos sem VAPP terão uma área à parte para
desembarque, perto da entrada do terminal do navio de cruzeiro. O terminal do navio de
cruzeiro está localizado próximo ao sistema VLT (veículo leve sobre trilhos) do porto.
CHECK-OUT
No dia do check-out, os residentes devem deixar a cabine até as 10h e devem desembarcar do
navio até 12h (meio-dia), com exceção de 22 de agosto de 2016, quando todos os convidados
deverão esvaziar as cabines e desembarcar antes das 10h.
111
SEÇÃO 6
Esporte
Esporte
6 | ESPORTE
6.1 INSTALAÇÕES DE COMPETIÇÃO
Os 306 eventos com medalha que compõem o programa Olímpico do Rio 2016 serão
realizados em um total de 37 instalações de competição; a lista completa é fornecida abaixo.
Essas instalações podem ser divididas em cinco regiões geográficas:
• Barra, localizada na Zona Oeste do Rio de Janeiro
• Copacabana, na Zona Sul
• Deodoro, na Zona Oeste
• Maracanã, na Zona Norte
• Cidades-sede do futebol, que estão distribuídas pelo país
Vide seção 21.5 para mais informações sobre cada instalação, incluindo um mapa e detalhes sobre
a capacidade de cada uma delas. Informações detalhadas também estarão disponíveis nos Guias
dos Líderes de Equipe relevantes, que será publicado no Rio Exchange em junho de 2016.
Instalações de Competição no Rio de Janeiro
ESPORTE/DISCIPLINA
INSTALAÇÃO
ZONA
Atletismo
Estádio Olímpico
Maracanã
Maratona
Sambódromo
Maracanã
Marcha atlética
Pontal
Barra
BADMINTON
Riocentro - Pavilhão 4
Barra
Basquetebol
Arena Carioca 1
Barra
Basquetebol (preliminares femininas)
Arena da Juventude
Deodoro
BOXE
Riocentro - Pavilhão 6
Barra
Slalom
Estádio de Canoagem Slalom
Deodoro
Velocidade
Estádio da Lagoa
Copacabana
BMX
Centro Olímpico de BMX
Deodoro
Ciclismo de estrada
Forte de Copacabana
Copacabana
Ciclismo de estrada (contrarrelógio)
Pontal
Barra
ATLETISMO
BASQUETEBOL
CANOAGEM
CICLISMO
113
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
ESPORTE/DISCIPLINA
INSTALAÇÃO
ZONA
Ciclismo de pista
Velódromo Olímpico do Rio
Barra
Mountain bike
Centro de Mountain Bike
Deodoro
ESGRIMA
Arena Carioca 3
Barra
Maratonas aquáticas
Forte de Copacabana
Copacabana
Nado sincronizado
Centro Aquático Maria Lenk
Barra
Natação
Estádio Aquático Olímpico
Barra
Polo aquático (preliminares)
Centro Aquático Maria Lenk
Barra
Polo aquático (finais)
Estádio Aquático Olímpico
Barra
Saltos ornamentais
Centro Aquático Maria Lenk
Barra
Futebol
Estádio Olímpico
Maracanã
Futebol
Maracanã (finais)
Maracanã
Artística
Arena Olímpica do Rio
Barra
Rítmica
Arena Olímpica do Rio
Barra
Trampolim
Arena Olímpica do Rio
Barra
GOLFE
Campo Olímpico de Golfe
Barra
HANDEBOL
Arena do Futuro
Barra
HIPISMO (ADESTRAMENTO, CCE, SALTOS)
Centro Olímpico de Hipismo
Deodoro
HÓQUEI
Centro Olímpico de Hóquei
Deodoro
JUDÔ
Arena Carioca 2
Barra
LEVANTAMENTO DE PESO
Riocentro - Pavilhão 2
Barra
LUTA OLÍMPICA
Arena Carioca 2
Barra
Equitação e evento combinado
Estádio de Deodoro
Deodoro
Esgrima
Arena da Juventude
Deodoro
Natação
Centro Aquático de Deodoro
Deodoro
REMO
Estádio da Lagoa
Copacabana
RUGBY
Estádio de Deodoro
Deodoro
TAEKWONDO
Arena Carioca 3
Barra
ESPORTES AQUÁTICOS
FUTEBOL
GINÁSTICA
PENTATLO MODERNO
114
Esporte
ESPORTE/DISCIPLINA
INSTALAÇÃO
ZONA
TÊNIS
Centro Olímpico de Tênis
Barra
TÊNIS DE MESA
Riocentro - Pavilhão 3
Barra
TIRO ESPORTIVO
Centro Olímpico de Tiro
Deodoro
TIRO COM ARCO
Sambódromo
Maracanã
TRIATLO
Forte de Copacabana
Copacabana
VELA
Marina da Glória
Copacabana
Voleibol
Maracanãzinho
Maracanã
Vôlei de praia
Arena de vôlei de praia
Copacabana
VOLEIBOL
Instalações de Competição nas Cidades-sede do Futebol
CIDADE
INSTALAÇÃO DE COMPETIÇÃO
Belo Horizonte
Mineirão
Brasília
Estádio Mané Garrincha
Manaus
Arena da Amazõnia
Salvador
Fonte Nova Arena
São Paulo
Arena Corinthians
6.2 PROGRAMA DE COMPETIÇÃO
A programação de competição diária pode ser encontrada na seção 21.1. A versão mais atual,
assim como um detalhamento da programação por sessão para cada esporte, pode ser
encontrado no Rio Exchange e também estará disponível no Guia dos Líderes de Equipe.
Todas as atualizações da programação de competição, incluindo informações sobre os
sorteios das competições, sempre que relevante, serão postadas no Info+.
Caso os eventos estiverem adiantados, atrasados, se forem adiados ou cancelados, as
equipes serão informadas a respeito da programação revisada pelo Centro de Informação
Esportiva (SIC) na Vila Olímpica, nos balcões de informação esportiva (SIDs) nas instalações
de competição e através do Info+.
6.3 EQUIPAMENTOS ESPORTIVOS
6.3.1 LISTA DE EQUIPAMENTOS ESPORTIVOS
Uma lista dos equipamentos esportivos e fornecedores que serão usados nas competições
durante os Jogos Olímpicos Rio 2016 pode ser encontrada no Rio Exchange.
115
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
6.3.2T RANSFERÊNCIA DE EQUIPAMENTOS ESPORTIVOS ENTRE INSTALAÇÕES
O grupo de Logística do Rio 2016 oferecerá um serviço gratuito para transportar
equipamentos de tamanho grande entre a Vila Olímpica e as instalações de treinamento e
competição, apenas para esportes específicos.
Os CONs não poderão viajar com o caminhão de Logística, mas poderão acompanhá-lo com
seus veículos do CON, se os mesmos estiverem de acordo com os protocolos de segurança.
As transferências de equipamentos esportivos grandes devem ser agendadas na mesa
de logística no Centro de Serviços dos CONs. Transferências não precisam ser agendadas
para remos, caiaques ou varas de salto, já que estes serão transportados do aeroporto até
a instalação de acordo com os procedimentos definidos no Guia de Lideres de Equipe de
referência.
6.4 INSTALAÇÕES DE TREINAMENTO DURANTE OS JOGOS
A maioria das instalações de competição estarão abertas a partir da abertura oficial da Vila
Olímpica no dia 24 de julho de 2016, até o último dia de competição do respectivo esporte/
disciplina. Os CONs devem consultar o respectivo Guia de Líderes de Equipe e o Rio Exchange
para saber as datas exatas por esporte.
Os horários e datas de funcionamento específicos para cada instalação, incluindo
informações sobre treinamentos adicionais de orientação/familiarização nas instalações
de competição, quando relevante, serão disponibilizados nos Guias de Líderes de Equipe.
Duas categorias de instalações de treinamento durante os Jogos estarão disponíveis:
• Áreas de treinamento dentro das instalações de competição: alguns esportes podem
realizar parte ou a totalidade do treinamento na área de competição (antes de a
competição começar), em áreas de aquecimento e/ou em áreas separadas na instalação
de competição
• Instalações de treinamento independentes: Instalações de treinamento durante os Jogos
que não serão usadas para receber uma competição. As instalações de treinamento nas
cidades-sede do futebol se encaixam nesta categoria
O processo de reserva das instalações de treinamento irá variar entre os diferentes esportes,
conforme o seguinte:
• Para alguns esportes, as equipes não precisarão reservar as sessões de treinamento; as
instalações oferecerão uma política de portas abertas
• No caso de outros esportes, sessões de treinamento serão pré-alocadas para as equipes
antes dos Jogos, que poderão, mediante disponibilidade de vagas, mudar suas sessões
no Centro de Informação Esportiva (SIC) da Vila Olímpica ou nos Balcões de Informação
Esportiva (SIDs) das instalações de competição
• Para os esportes restantes, as equipes precisarão reservar todas as sessões de treinamento
por meio do SIC ou dos SIDs
Um detalhamento dos processos de reserva por esportes pode ser encontrado no Rio Exchange.
Informações detalhadas acerca da disponibilidade e do processo de reserva de sessões de
treinamento para cada esporte individual serão fornecidas nos Guias de Líderes de Equipe.
116
Esporte
Uma lista das instalações de treinamento pode ser encontrada abaixo.
INTALAÇÕES DE TREINAMENTO POR TIPO
Instalações de competição em modo de treinamento
ESPORTE/DISCIPLINA
INSTALAÇÃO
ZONA
Maratona
Pontal
Barra
Marcha atlética
Pontal
Barra
BADMINTON
Riocentro - Pavilhão 4
Barra
Slalom
Estádio de Canoagem Slalom
Deodoro
Velocidade
Estádio da Lagoa
Copacabana
BMX
Centro Olímpico de BMX
Deodoro
Ciclismo de estrada
(contrarrelógio, corrida de estrada)
Pontal
Barra
Ciclismo de pista
Velódromo Olímpico do Rio
Pontal
Barra
Mountain bike
Centro de Mountain Bike
Deodoro
Centro Aquático Olímpico
Barra
Centro Aquático de Deodoro
Deodoro
Centro Aquático Maria Lenk
Barra
Centro Aquático Olímpico
Barra
Centro Aquático de Deodoro
Deodoro
Polo aquático
Centro Aquático Maria Lenk
Barra
Saltos ornamentais
Centro Aquático Maria Lenk
Barra
FUTEBOL
Estádio Olímpico (área de aquecimento)
Maracanã
GINÁSTICA (ARTÍSTICA, RÍTMICA,
TRAMPOLIM)
Arena Olímpica do Rio
Barra
GOLFE
Campo Olímpico de Golfe
Barra
HANDEBOL
Arena do Futuro
Barra
HIPISMO (ADESTRAMENTO, CCE,
SALTOS)
Centro Olímpico de Hipismo
Deodoro
HÓQUEI
Centro Olímpico de Hóquei
Deodoro
ATLETISMO
CANOAGEM
CICLISMO
ESPORTES AQUÁTICOS
Maratonas aquáticas
Nado sincronizado
Natação
PENTATLO MODERNO
117
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
ESPORTE/DISCIPLINA
INSTALAÇÃO
ZONA
Esgrima
Arena da Juventude
Deodoro
Natação
Centro Aquático de Deodoro
Deodoro
REMO
Estádio da Lagoa
Copacabana
TÊNIS
Centro Olímpico de Tênis
Barra
TÊNIS DE MESA
Riocentro - Pavilhão 3
Barra
TIRO COM ARCO
Sambódromo
Maracanã
TIRO ESPORTIVO
Centro Olímpico de Tiro
Deodoro
Ciclismo
Pontal
Barra
Corrida
Pontal
Barra
Natação
Centro Aquático de Deodoro
Deodoro
VELA
Marina da Glória
Copacabana
Arena de Vôlei de Praia
Copacabana
TRIATLO
VOLEIBOL
Vôlei de praia
Instalações de treinamento individuais
ESPORTE/DISCIPLINA
INSTALAÇÕES
ATLETISMO
Atletismo (exceto lançamentos)
Clube de Aeronáutica
Barra
Atletismo (incluindo lançamentos)
Universidade da Força Aérea (UNIFA)
Deodoro
BASQUETEBOL
Parque dos Atletas
Barra
BOXE
Riocentro - Pavilhão 5 (1º andar)
Barra
ESGRIMA
Riocentro - Pavilhão 5 (térreo)
Barra
Maratonas aquáticas
Parque dos Atletas
Barra
Nado sincronizado
Universidade Federal do
Rio Janeiro (UFRJ)
Maracanã
Natação
Parque dos Atletas
Barra
ESPORTES AQUÁTICOS
118
Esporte
ESPORTE/DISCIPLINA
INSTALAÇÕES
Polo aquático
Parque dos Atletas, Universidade da
Força Aérea (UNIFA), Universidade
Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e
Centro de Educação Física Almirante
Adalberto Nunes (CEFAN)
FUTEBOL
Centro de Futebol Zico (CFZ) e Centro
George Helal (Ninho do Urubu)
Barra
GINÁSTICA (ARTÍSTICA, RÍTMICA E
TRAMPOLIM)
Parque dos Atletas
Barra
HANDEBOL
Parque dos Atletas
Barra
HÓQUEI
Universidade Federal do
Rio de Janeiro (UFRJ)
Maracanã
JUDÔ
Parque dos Atletas
Barra
LEVANTAMENTO DE PESO
Riocentro - Pavilhão 5 (térreo)
Barra
LUTA OLÍMPICA
Parque dos Atletas
Barra
Equitação
Campo de Instrução de Gericinó
Deodoro
Evento combinado
Campo de Instrução de Gericinó
Deodoro
Barra
RUGBY
Clube da Aeronáutica, Universidade
Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e
Centro de Educação Física Almirante
Adalberto Nunes (CEFAN)
Riocentro - Pavilhão 5 (1º andar)
Barra
Corrida
Clube da Aeronáutica
Barra
Natação
Parque dos Atletas
Barra
VOLEIBOL
Clube da Aeronáutica, Universidade
da Força Aérea (UNIFA) e Centro
de Educação Física Almirante
Adalberto Nunes (CEFAN)
Barra
Deodoro
Maracanã
PENTATLO MODERNO
TAEKWONDO
Maracanã
Deodoro
TRIATLO
Barra
Deodoro
Uma lista das instalações de treinamento nas cidades-sede do futebol pode ser encontrada
no Rio Exchange.
6.4.1 PASSES PARA INSTALAÇÕES DE TREINAMENTO
Passes para instalações de treinamento (TVPs) permitem que indivíduos não credenciados
tenham acesso às instalações de treinamento. Eles se aplicam ao membros da equipe
de suporte dos atletas (treinadores pessoais, parceiros de treinamento, massagistas
terapêuticos e fisioterapeutas) considerados essenciais à sua preparação para os Jogos.
119
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
Os CONs devem observar que o TVP não pode ser usado por atletas reserva. Não é uma
credencial e não confere nenhum direito adicional aos seus portadores. Não funcionará como
isenção de visto.
Portadores de TVP terão acesso a instalações específicas individuais de treinamento e área
de treinamento de uma instalação de competição quando no modo de treinamento. O TVP
não confere acesso ao sistema de TA ou à Vila Olímpica. Portadores de TVP podem somente
acessar a Vila Olímpica usando um passe para convidado da cota regular de passes para
convidados dos CONs, através do processo usual (vide seção 5.1.6).
TVPs não estarão disponíveis para todos os esportes e haverá um limite para o número que
os CONs podem solicitar para cada instalação em um dia específico, que irá variar de acordo
com a cota do esporte. Para mais detalhes, consulte os documentos da política do TVP e cotas
de TVP (anexo A) no Rio Exchange e nos respectivos Guias de Líderes de Equipe.
Os CONs devem registrar todos os usuários potenciais de TVPs no sistema de Passes para
Convidados até o prazo limite de inscrições esportivas que é dia 18 de julho de 2016.
Os TVPs serão válidos apenas para um dia. Indivíduos que devem participar de treinamento
em vários dias precisam enviar solicitações à parte, através do Sistema de Passes para
Convidados, para cada dia. Estes indivíduos deverão retirar um novo passe para cada dia em
que deverão comparecer a uma determinada instalação.
O processo de inscrição será o mesmo para instalações de treinamento e competição
individuais quando no modo de treinamento. Os CONs podem submeter os pedidos de TVPs
de indivíduos cadastrados para a(s) instalação(ões) e data(s) solicitadas no sistema de Passes
para Convidados ou no SIC após a DRM. Todas as solicitações devem ser submetidas até as
15h, horário do Rio de Janeiro, antes de o passe ser usado.
Os TVPs estarão disponíveis para coleta na chegada às instalações de treinamento ou às
instalações de competição quando no modo de treinamento, para membros da equipe de
apoio aos atletas que se registraram adequadamente no sistema de Passes para Convidados.
Detalhes sobre o procedimento de coleta nas instalações de treinamento individuais e nas
instalações de treinamento/competição podem ser encontrados no Rio Exchange.
PASSES PARA INSTALAÇÃO DE TREINAMENTO PARA COMPETIÇÃO
Passes para instalações de treinamento para competições (CTVPs) serão aplicáveis
somente para futebol e ciclismo de estrada (incluindo contrarrelógio), a fim de atender às
necessidades específicas durante a competição. Note-se que a única diferença entre um TVP
e um CTVP é que o último é uma inscrição única que será estabelecida para um indivíduo
para um período específico.
Os CONs devem concluir o upload do modelo de CTVP (enviado juntamente com o guia do
sistema de Passes para Convidados e formulário de solicitação de conta de usuário) com
detalhes de todos os usuários em potencial do CTVP e submetê-lo no sistema de Passes para
Convidados até 18 de julho de 2016.
Detalhes sobre as cotas de CTVP podem ser encontrados no anexo B do CTVP no Rio Exchange.
120
Esporte
Procedimento de coleta para ciclismo de estrada
Na chegada à instalação de competição, até quatro membros não credenciados (três para
ciclismo de estrada e um para contrarrelógio) da equipe de apoio à equipe de ciclismo
devem se dirigir ao escritório de credenciamento da instalação (VAO), juntamente com o
líder de equipe, onde um CTVP será emitido para o dia, mediante a apresentação do mesmo
documento de identidade com foto usado no processo de inscrição para ter acesso ao Forte
de Copacabana e às zonas de alimentação. Este passe será válido apenas nos dias 6 e 7 de
agosto de 2016, para a duração da competição de ciclismo de estrada, e 10 de agosto de 2016
para competição de ciclismo de estrada (contrarrelógio). O passe irá expirar quatro horas
após o final da participação de sua equipe.
Mais informações no Guia de Líderes de Equipe de ciclismo.
Procedimento de coleta para o futebol
Na chegada a cidade-sede do futebol, o líder da equipe deve visitar o VAO junto com os
cinco membros não credenciados da equipe de apoio, onde o CTVP será emitido mediante
apresentação do mesmo documento de identidade com foto usado no processo de
inscrição. CTVPs de futebol, que serão válido do início do treinamento e vencerão 24 horas
após o término da participação da equipe no torneio, permitirão acesso às instalações de
treinamento e de competição quando no modo de treinamento.
As CTVPs de futebol não darão acesso às arquibancadas dos atletas, mas darão acesso aos
hotéis das cidades-sede do futebol e ao ônibus da equipe. Para as equipes que jogam no Rio,
os CTVPs não darão acesso ao sistema de TA ou à Vila Olímpica.
Mais informações estarão disponíveis no Guia dos Líderes de Equipe de futebol.
As políticas de TVP/CTVP foram criadas para permitir suporte adicional para performance dos
atletas. Qualquer uso indevido da política ou comportamento inapropriado pelos usuários
será reportado ao escritório de Relações com os CONs Rio 2016. O Rio 2016 se reserva no
direito de revogar quaisquer privilégios TVP/CTVP nestes casos e a estes indivíduos pode ser
negado o acesso em ocasiões futuras.
6.4.2ACESSO COM CREDENCIAL P
O COI oferece acesso a instalações específicas para atletas suplentes, treinadores pessoais e
parceiros de treinamento dos Jogos Olímpicos usando credenciais P alocadas para cada CON,
de acordo com as cotas na seção 7.2.3 do Guia de Credenciamento nos Jogos Olímpicos do COI
- Especificações detalhadas. Uma tabela mostrando os direitos de acesso da credencial P pode
ser encontrada abaixo.
ATLETAS SUPLENTES
Atletas suplentes terão acesso às instalações de treinamento e competição de sua disciplina,
bem como à Vila Olímpica e ao sistema de TA, mas não são computados na alocação de
camas do CON na Vila Olímpica. Os CONs podem comprar os privilégios de refeição faca e
garfo para os atletas suplentes.
121
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
TREINADORES PESSOAIS E PARCEIROS DE TREINAMENTO
O Rio 2016 e o COI acordaram aprimorar o acesso às instalações para os treinadores pessoais
e parceiros de treinamento com credencial P para certas instalações, mesmo quando estão
no modo de competição. A Matriz de acesso ao credenciamento P abaixo detalha os direitos
de acesso por disciplina.
Treinadores pessoais e parceiros de treinamento com credencial P terão acesso a zona 2
(áreas de preparação de atletas) e Azul (campo de jogo). Entretanto, como eles não são
considerados parte da delegação oficial dos CONs, se necessário, acesso prioritário às
instalações será dado aos membros oficiais da delegação. Os CONs devem portanto utilizar as
credenciais Ao quando necessário para garantir o acesso apropriado.
Técnicos pessoais e parceios de treinamento não terão acesso à Vila Olímpica ou ao sistema
TA. Caso queiram acesso À Vila Olímpica, os CONs devem pedir um passe de convidado de sua
cota diária (veja seção 5.1.6).
POPULAÇÃO
Treinadores
pessoais
ACESSO A TREINAMENTO
NAS INSTALAÇÕES DE
COMPETIÇÃO NO MODO DE
TREINAMENTO CONFORME O
GUIA DE CREDENCIAMENTO
NOS JOGOS OLÍMPICOS DO COI ESPECIFICAÇÕES DETALHADAS
ACESSO ADICIONAL ÀS
INSTALAÇÕES DE COMPETIÇÃO
NO MODO DE COMPETIÇÃO
Atletismo
Clube de Aeronáutica
Universidade da Força
Aérea (UNIFA)
Treinadores pessoais com
credencial P somente poderão
acessar as áreas de atletismo
e aquecimento durante
as competições. Não será
permitido o acesso dentro do
Estádio Olímpico, incluindo a
área de aquecimento final.
Vôlei de praia
Arena de Vôlei de Praia
Arena de Vôlei de Praia
Canoagem slalom
Estádio de Canoagem Slalom
Estádio de Canoagem Slalom
Saltos ornamentais
Centro Aquático Maria Lenk
Centro Aquático Maria Lenk
Hipismo
Centro Olímpico de Hipismo
Centro Olímpico de Hipismo
Ginástica (artística)
Parque dos Atletas
Arena Olímpica – sem acesso
a área de competição durante
treinamento de podium
Sem acesso adicional à
instalação de competição
Parque dos Atletas
Centro Aquático de Deodoro
Estádio Aquático Olímpico
Estádio Aquático Olímpico
ESPORTE/DISCIPLINA
Ginástica (trampolim)
Ginástica (rítmica)
Natação
122
Esporte
POPULAÇÃO
Treinadores
pessoais
Parceiros de
treinamento
ESPORTE/DISCIPLINA
ACESSO A TREINAMENTO
NAS INSTALAÇÕES DE
COMPETIÇÃO NO MODO DE
TREINAMENTO CONFORME O
GUIA DE CREDENCIAMENTO
NOS JOGOS OLÍMPICOS DO COI ESPECIFICAÇÕES DETALHADAS
ACESSO ADICIONAL ÀS
INSTALAÇÕES DE COMPETIÇÃO
NO MODO DE COMPETIÇÃO
Tiro esportivo
Centro Olímpico de Tiro
Centro Olímpico de Tiro
Tênis de mesa
Riocentro – Pavilhão 3
Riocentro – Pavilhão 3
Taekwondo
Riocentro – Pavilhão 5
Arena Carioca 3
Tênis
Centro Olímpico de Tênis
Centro Olímpico de Tênis
Levantamento de peso
Riocentro – Pavilhão 5
Riocentro – Pavilhão 2
Golfe
Campo Olímpico de Golfe
Campo Olímpico de Golfe
Boxe
Riocentro – Pavilhão 5
Sem acesso adicional à
instalação de competição
Judô
Parque dos Atletas
Arena Carioca 2
Taekwondo
Riocentro – Pavilhão 5
Arena Carioca 3
Tênis
Centro Olímpico de Tênis
Centro Olímpico de Tênis
Luta olímpica
Parque dos Atletas
Arena Carioca 2
6.5 OFICIAIS DE LIGAÇÃO DA EQUIPE
Todas as equipes participantes de basquetebol, futebol, handebol, rugby, voleibol e polo
aquático terão um oficial de ligação da equipe (TLO) para auxiliar em suas necessidades.
Os TLOs trabalharão nove horas por dia, incluindo uma hora para almoço, e terão um dia de
folga a cada seis dias trabalhados. Não haverá um TLO substituto para o dia de folga.
As tarefas realizadas pelos TLOs irão desde apoiar as equipes com as reservas das sessões de
treinamento e transporte até facilitar a comunicação em nome da equipe.
As equipes de basquetebol, handebol, rugby, voleibol e polo aquático encontrarão seus TLOs
na Vila Olímpica antes de sua primeira sessão de treinamento.
As equipes de futebol tiveram a oportunidade de encontrar com seus TLOs em 14 de abril de
2016 durante o sorteio de futebol. Esses indivíduos viajarão e se hospedarão na Vila Olímpica
ou no mesmo hotel que a delegação. Os TLOs de futebol providenciarão apoio linguístico às
conferências da imprensa nos dias das partidas.
6.6 PESAGEM E EXAMES MÉDICOS
As pesagens serão realizadas em conformidade com as regras e regulamentos em vigor das
Federações Internacionais. Mais detalhes, como horário exato por categoria de peso, estarão
disponíveis nos Guias dos Líderes de Equipe.
123
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
As pesagens de levantamento de peso serão realizadas na instalação da competição, duas
horas antes da competição começar, de acordo com a tabela abaixo.
ESPORTE
DATAS
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO
Levantamento de peso
6-16 de agosto de 2016
8h às 9h
10h30 às 11h30
13h30 às 14h30
17h às 18h
O controle dos exames médicos e as pesagens para a luta olímpica serão realizados na
instalação da competição um dia antes da competição, conforme especificado abaixo.
ESPORTE
DATAS
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO
Luta olímpica
13-20 de agosto de 2016
12h (meio-dia) às 13h45
As pesagens e os exames médicos do boxe, assim como as pesagens do judô e do taekwondo,
serão realizados em um espaço compartilhado perto do SIC e do Centro de Entretenimento,
nos dias e horários especificados na tabela abaixo.
ESPORTE
DATAS
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO
6-21 de agosto de 2016
7h às 8h
Judô (pesagens)
5-11 de agosto de 2016
20h às 20h30
Taekwondo (pesagens)
16-19 de agosto de 2016
10h às 12h (meio-dia)
Boxe (pesagem e exames médicos)
As balanças para as pesagens não-oficiais estarão disponíveis nos banheiros acessíveis,
localizados no térreo de cada condomínio.
SERVIÇOS PARA JUDÔ E TAEKWONDO
Os serviços para judô e taekwondo serão oferecidos na Vila Olímpica. Mais detalhes serão
fornecidos nos Guias dos Líderes de Equipe relevantes.
6.7 INFORMAÇÕES SOBRE ESPORTES
PUBLICAÇÕES SOBRE ESPORTES
Os Guias dos Líderes de Equipe não serão impressos para esta edição dos Jogos Olímpicos.
Cópias eletrônicas desses guias de todos os esportes/disciplinas serão oferecidas aos CONs
durante a DRM, em unidade USB, juntamente com uma cópia eletrônica do Manual dos
Chefes de Missão e com o Guia dos Oficiais de Equipe e dos Atletas. Estas publicações de
esportes também estarão disponíveis para serem baixadas do Rio Exchange, a partir de junho
de 2016.
Fichas técnicas e mapas das instalações por esporte podem ser encontrados na seção 21.5.
Favor notar que esta informação pode ser ainda modificada e os CONs dever consultar o Guia
de Líderes de Equipe para as informações mais atualizadas.
124
Esporte
BALCÕES DE INFORMAÇÕES ESPORTIVAS
As informações relacionadas aos esportes também estarão disponíveis nos balcões de
informações esportivas (SIDs), localizados em cada instalação de competição, exceto futebol,
que terá seu SID no hotel. Para mais detalhes específicos de cada esporte, os CONs devem
consultar os Guias dos Líderes de Equipe relevantes.
6.8 INFO+ E MYINFO+
INFO+
Info+ é uma plataforma online disponível para imprensa credenciada e Família Olímpica
nos Jogos, através de terminais exclusivos nas instalações, e incluem resultados quase em
tempo real. Info+ estará disponível a partir do dia 31 de julho de 2016 e conterá as seguintes
informações, somente no idioma inglês:
CONTEÚDO DO INFO+
DETALHES
Histórico
Dados históricos, estatísticas, formatos e regras da competição,
critérios de qualificação e descrições das instalações.
Biografias
Biografias dos atletas e dos oficiais, perfis dos CONs e das equipes.
Cerimônias
Detalhes sobre as cerimônias (abertura, encerramento,
medalhas), incluindo horários e participantes.
Notícias dos jogos
Citações rápidas, destaques das conferências de imprensa, prévias dos esportes, notícias,
relatórios baseados em estatísticas, comunicação com a imprensa e notícias do COI.
Medalhas
Classificação de medalhas por esporte, classificação geral de
medalhas, medalhistas por dia, esporte e evento.
Recordes
Recordes mundiais e Olímpicos, incluindo recordes atuais,
recordistas e recordes novos ou igualados.
Resultados
Resultados da competição mostrados por esporte, data e CON. Inclui listas
de entrada, listas iniciais e relatórios adicionais de esportes específicos.
Programações
Programações de competição e não competição, incluindo conferências
de imprensa, COI e atividades olímpicas culturais.
Transporte
Programação de transportes e mapas.
Tempo
Condições e previsões do tempo em tempo real
Estações de trabalho Info+ estarão disponíveis nas seguintes localizações:
• Instalações de competição nas áreas dos atletas e das equipes, incluindo a Sala dos Atletas
• Vila Olímpica - Centro de Serviços aos CONs, Sala de Trabalho da Imprensa, Centros de
Residentes, SIC, sala de protocolo e Centro de Boas-Vindas
MYINFO+
myInfo+ é a versão remota do Info+, que permite que os usuários acessem o Info+ a partir de
seus próprios computadores, laptops ou tablets, onde houver acesso à Internet, seja em uma
instalação Olímpica ou não.
As contas myInfo+ serão gratuitas. Cada CON receberá um número de contas com base no
tamanho de sua delegação. Fichas de inscrição serão distribuídos aos CONs após a DRM.
125
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
myInfo+ oferece os seguintes recursos úteis, que não estão disponíveis nas estações de
trabalho exclusivas Info+:
• Personalização do usuário (a capacidade dos usuários para criar os seus próprios horários,
selecionando apenas os esportes e eventos que lhes interessam)
• Alertas de notícias/eventos via SMS/mensagem de texto ou e-mail
• Marcação de resultados, relatórios e outras informações dos Jogos
• Hyperlinking para outros sites, tais como os do COI e FIs
• Capacidade de copiar e colar informações de resultados e notícias esportivas
ACESSANDO O INFO+ E MYINFO+
Os terminais Info+ estão disponíveis dentro das áreas de imprensa em todas as instalações de
competição e não competição, bem como em centros de residentes e o SIC.
Instruções e detalhes de login do myInfo+ serão fornecidos após a DRM.
Contas adicionais do myInfo+ podem ser solicitadas na mesa do Catálogo de Produtos e
Serviços no Centro de Serviços aos CONs.
6.9 SERVIÇOS DAS INSTALAÇÕES
6.9.1 ALIMENTOS E BEBIDAS
Serviços de alimentação e bebidas estarão disponíveis na Sala dos Atletas nas instalações
de competição duas horas antes e duas horas após a competição, para oficias e atletas que
estejam credenciados e competindo. Somente indivíduos com privilégios de refeição faca e
garfo em suas credenciais terão acesso a refeições na Sala dos Atletas.
Uma estação de refeições rápidas servindo café, bebidas geladas e frutas, estará disponível
em todas as instalações de treinamento e competição.
Atletas e oficiais com necessidades dietéticas específicas devem informar ao gerente de
alimentos e bebidas na Sala dos Atletas, ou no balcão referente ao esporte no SIC, para
assegurar um serviço adequado.
Além da estação de refeições rápidas localizada na Sala dos Atletas, e de acordo com os
requerimentos das FIs, algumas instalações de competição também oferecerão comidas
quentes ou refeição fria embalada. Estas não necessitarão ser solicitadas com antecedência.
Comidas quentes consistem em um serviço de buffet que ofecere sopas, carnes e proteínas
vegetais, opções de carboidratos e sobremesas, enquanto a refeição fria embalada inclui um
sanduíche, salada, uma fruta e um item doce.
Para instalações onde são servidas as refeições quentes, o serviço geral de almoço será das
11h às 15h e o serviço de jantar será das 18h às 21h, sujeito a possíveis alterações de acordo
com a programação de competição.
126
Esporte
Aconselhamos que atletas e oficiais tomem o café da manhã no refeitório principal da Vila
Olímpica antes de saírem para as instalações de competição. O café da manhã será servido
apenas para atletas e oficiais no Estádio da Lagoa durante os treinamentos e competições de
remo, de 7h30 às 10h30.
Uma lista com o tipo de refeições disponíveis para cada instalação de competição pode ser
encontrada abaixo.
ESPORTE
ZONA
INSTALAÇÃO
SERVIÇO
TIRO COM ARCO
Maracanã
Sambódromo
Refeição quente
Saltos ornamentais
Barra
Centro Aquático Maria Lenk
Refeição fria embalada
Maratonas aquáticas
Copacabana
Forte de Copacabana
Refeição fria embalada
Natação
Barra
Estádio Aquático Olímpico
Estação de refeições rápidas
Nado sincronizado e
preliminares de polo aquático
Barra
Centro Aquático Maria Lenk
Refeição fria embalada
Finais polo aquatico
Barra
Estádio Aquático Olímpico
Refeição fria embalada
Maratona
Maracanã
Sambódromo
Refeição fria embalada
Marcha atlética
Barra
Pontal
Refeição fria embalada
Atletismo
Maracanã
Estádio Olímpico
Refeição fria embalada
BADMINTON
Barra
Riocentro - Pavilhão 4
Estação de refeições rápidas
BASQUETEBOL
Barra
Arena Carioca 1
Refeição fria embalada
PRELIMINARES DO
BASQUETEBOL (F)
Deodoro
Arena da Juventude
Refeição fria embalada
BOXE
Barra
Riocentro - Pavilhão 6
Estação de refeições rápidas
Slalom
Deodoro
Estádio de Canoagem Slalom
Refeição fria embalada
com reforço quente
(sopa ou massa)
Velocidade
Copacabana
Estádio da Lagoa
Refeição fria embalada
Bmx
Deodoro
Centro Olímpico de BMX
Refeição fria embalada
Mountain bike
Deodoro
Centro de Mountain Bike
Refeição fria embalada
Ciclismo de estrada
Copacabana
Forte de Copacabana
Refeição fria embalada
Ciclismo de estrada (contrarrelógio)
Barra
Pontal
Refeição fria embalada
Ciclismo de pista
Barra
Velódromo Olímpico do Rio
Estação de refeições rápidas
HIPISMO (ADESTRAMENTO,
CCE, SALTOS)
Deodoro
Centro Olímpico de Hipismo
Refeição quente
ESGRIMA
Barra
Arena Carioca 3
Refeição quente
ESPORTES AQUÁTICOS
ATLETISMO
CANOAGEM
CICLISMO
127
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
ESPORTE
ZONA
INSTALAÇÃO
SERVIÇO
Futebol (finais)
Maracanã
Maracanã
Refeição fria embalada
Futebol (preliminares)
Maracanã
Estádio Olímpico
Refeição fria embalada
Mineirão (Belo Horizonte)
Refeição fria embalada
Estádio Mané
Garrincha (Brasília)
Refeição fria embalada
Arena Amazônia (Manaus)
Refeição fria embalada
Fonte Nova Arena (Salvador)
Refeição fria embalada
Arena Corinthians
(São Paulo)
Refeição fria embalada
Barra
Campo Olímpico de Golfe
Refeição quente
Artística e rítmica
Barra
Arena Olímpica do Rio
Estação de refeições rápidas
Trampolim
Barra
Arena Olímpica do Rio
Refeição fria embalada
HANDEBOL
Barra
Arena do Futuro
Refeição fria embalada
HÓQUEI
Deodoro
Centro Olímpico de Hóquei
Refeição fria embalada
JUDÔ
Barra
Arena Carioca 2
Refeição quente
Esgrima
Deodoro
Arena da Juventude
Estação de refeições rápidas
Equitação e evento combinado
Deodoro
Estádio de Deodoro
Refeição quente
Natação
Deodoro
Centro Aquático de Deodoro
Estação de refeições rápidas
REMO
Copacabana
Estádio da Lagoa
Refeição quente
RUGBY
Deodoro
Estádio de Deodoro
Refeição quente
VELA
Copacabana
Marina da Glória
Refeição quente
TIRO ESPORTIVO
Deodoro
Centro Olímpico de Tiro
Refeição fria embalada
TÊNIS DE MESA
Barra
Riocentro - Pavilhão 3
Refeição fria embalada
TAEKWONDO
Barra
Arena Carioca 3
Refeição quente
TÊNIS
Barra
Centro Olímpico de Tênis
Refeição quente
TRIATLO
Copacabana
Forte de Copacabana
Refeição fria embalada
Voleibol (interno)
Maracanã
Maracanãzinho
Refeição fria embalada
Vôlei de praia
Copacabana
Arena de Vôlei de Praia
Refeição fria embalada
LEVANTAMENTO DE PESO
Barra
Riocentro - Pavilhão 2
Refeição quente
LUTA OLÍMPICA
Barra
Arena Carioca 2
Refeição quente
FUTEBOL
Futebol (preliminares)
Futebol (preliminares)
Futebol (preliminares)
Futebol (preliminares)
Futebol (preliminares)
GOLFE
Cidades-sede
do futebol
Cidades-sede
do futebol
Cidades-sede
do futebol
Cidades-sede
do futebol
Cidades-sede
do futebol
GINÁSTICA
PENTATLO MODERNO
VOLEIBOL
REFEIÇÕES PARA ATLETA EM TREINAMENTO
Refeições para atleta em treinamento estarão disponíveis para os atletas e oficiais com
privilégios de refeição faca e garfo que estejam fora da Vila Olímpica para treinamento, por
128
Esporte
quatro horas ou mais. Estas serão refeições frias embaladas (veja as descrições acima).
Haverá uma opção vegetariana disponível. Quaisquer outras exigências em termos de dieta
nutricional devem ser especificadas no ato do pedido.
Refeições para atletas em treinamento estarão disponíveis de 24 de julho até 21 de agosto
de 2016 e devem ser solicitadas a partir do SIC até as 9h, com pelo menos 48 horas de
antecedência. As refeições serão preparadas na instalação para coleta na Sala dos Atletas.
Refeições para atletas em treinamento estarão disponíveis nas instalações de competição em
modo competição, com exceção do Pontal (onde apenas haverá uma estação de bebidas).
Refeições para atletas em treinamento serão oferecidas nos seguintes locais de treinamento
independentes:
• CEFAN – rugby, voleibol, polo aquático
• Campo de Instrução de Gericinó – pentatlo moderno (equitação e evento combinado)
• UFRJ – hóquei, rugby, nado sincronizado e polo aquático
• UNIFA – atletismo, voleibol e polo aquático
Todas as outras instalações independentes terão apenas estações de bebidas.
Note que uma solicitação prévia não será exigida para instalações onde refeições quentes
serão oferecidas durante os treinos (aplicável somente a Marina da Glória, Centro Olímpico
de Hipismo, Estádio da Lagoa e Campo Olímpico de golfe).
6.9.2 INTERNET
O Rio 2016 irá fornecer Wi-Fi gratuito em todas as instalações de competição nos locais
especificados abaixo.
• Sala dos Atletas
• Sala de Imprensa e zonas mistas
• Salas da Família Olímpica
• Salas de Conferência de Imprensa
Wi-Fi não será fornecido nas instalações de treinamento individuais do Rio 2016.
6.9.3 SERVIÇOS MÉDICOS
INSTALAÇÕES DE TREINAMENTO Cada instalação de treinamento no Rio de Janeiro terá pelo menos um posto médico que
atenderá atletas, oficiais de equipe e qualquer outro cliente que possa estar no local na
instalação de treinamento, incluindo portadores de TVP. Serviços de primeiros socorros,
emergência e fisioterapia estarão disponíveis. Os postos médicos para atletas contarão com
equipamentos essenciais de primeiros socorros e emergência.
Os postos médicos para atletas abrirão uma hora e meia antes do início do treinamento e
encerrarão uma hora e meia após o treinamento. Instalações de treinamento nas cidades-
129
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
sede do futebol não terão postos médicos no local. Veja seção 5.10.2 para mais informações
sobre serviços médicos nas cidades-sede do futebol.
Gelo será fornecido em todas as instalações de treinamento e estará localizado dentro da
área de armazenamento de equipamentos esportivos. Os CONs terão acesso livre ao gelo
disponível, mas precisarão providenciar seus próprios meios de armazenamento e transporte.
INSTALAÇÕES DE COMPETIÇÃO
Pelo menos um posto médico exclusivo para atletas estará situado em todas as instalações
de competição do Rio 2016. Os postos médicos atenderão atletas, oficias de equipes e
oficias técnicos, e estarão localizados nas áreas administrativas dos atletas na instalação de
competição.
Todos os postos médicos contarão com médicos, enfermeiros e fisioterapeutas, e terão
equipamentos essenciais de primeiros socorros e emergência.
Os serviços disponíveis incluirão cuidados de primeiros socorros e emergência, medicina
esportiva e fisioterapia. Além dos serviços acima, haverá massagem terapêutica disponível
nas instalações de competição para atletismo, saltos ornamentais, ginástica, judô, natação e
luta olímpica.
Postos médicos para atletas abrirão uma hora e meia antes do início da competição e
fecharão uma hora e meia após o término da competição.
Gelo será fornecido em todas as instalações de competição e estará localizado dentro da
área de armazenamento de equipamentos esportivos. Os CONs terão acesso livre ao gelo
disponível, mas precisarão providenciar seus próprios meios de armazenamento e transporte.
Equipes de áreas de competição
Equipes de áreas de competição (FOP) fornecerão serviços de primeiros socorros e
de emergência para atletas e oficiais na área de competição, caso tais serviços sejam
necessários. Cada equipe de FOP será liderada por um médico e complementada por uma
equipe com habilidades diversas.
As equipes de FOP terão equipamentos essenciais de primeiros socorros e emergência
e ficarão nas proximidades do posto médico para atletas. Se necessário, o paciente será
retirado da FOP e transportado para o posto médico para atletas, para a Policlínica ou para
o hospital designado. A ordem de resposta na área de competição e qualquer tomada
de decisão são distintas em cada instalação, de acordo com as regras da respectiva FI.
Atendimento de emergência que aconteça na área de competição será de responsabilidade
da equipe médica do Rio 2016. Médicos e fisioterapeutas de equipe do CON que têm acesso
à área de competição terão o direito de tratar quaisquer ferimentos leves dos seus atletas na
área de competição. O Rio 2016 poderá ajudar em qualquer caso em que um time não tenha
uma equipe médica dentro da área de competição.
Serviços médicos para espectadores
Todas as instalações oficiais de competição do Rio 2016 contarão com um ou mais postos
médicos para espectadores com serviços de primeiros socorros e emergência para todos os
130
Esporte
outros grupos de cliente, incluindo espectadores, funcionários, imprensa, patrocinadores e
Família Olímpica.
Também haverá médicos socorristas móveis circulando por toda a instalação para atender
qualquer situação médica que ocorrer.
6.9.4 SERVIÇOS DE TRADUÇÃO E INTERPRETAÇÃO
Voluntários Rio 2016 prestarão serviços de interpretação nas instalações de competição.
Os principais locais dos serviços de tradução incluem a zona mista, as reuniões dos capitães
de equipe, estações médicas e áreas de competição.
Os CONs que precisarem destes serviços devem entrar em contato com o Gerente da
Instalação de Serviços de Tradução e Interpretação. Os assistentes voluntários dos Serviços
de Tradução e Interpretação estarão disponíveis nas instalações de competição e podem ser
identificados pelo broche em seus uniformes, indicando quais idiomas eles falam.
Os serviços de tradução e interpretação não serão fornecidos nas instalações de treinamento.
6.10FILMAGEM TÉCNICA NAS INSTALAÇÕES
Detalhes sobre as regras e regulamentos precisos a respeito de filmagem técnica das equipes
nas instalações de competição, quando aplicáveis, serão disponibilizados no Guia dos Líderes
de Equipes para o esporte/disciplina relevante. Uma visão geral detalhada por disciplina
também pode ser encontrada no Rio Exchange.
Câmeras não profissionais não precisam de adesivos para que entrem nas instalações, e não
é necessário apresentar uma autorização do Serviço de Transmissão Olímpica (OBS).
Se uma equipe pretende efetuar a sua própria filmagem técnica em um local de competição
durante a competição, ela poderá fazê-lo a partir da área do atleta e da área do espectador
usando câmeras de vídeo não-profissionais. As equipes também podem filmar durante as
sessões de treinamento usando câmeras não profissionais.
Todo esse material poderá ser usado apenas para fins de visualização interna e não para fins
comerciais. Os CONs devem consultar as políticas do COI referentes a obtenção, acesso e uso
de material áudio-visual Olímpico dos Jogos, disponível na NOCnet, para mais informações.
6.11 CERIMÔNIAS DE PREMIAÇÃO
As cerimônias de premiação serão realizadas em inglês, francês e português, e acontecerão
nas instalações de competição, conforme a data e horário indicados na programação de
competição esportiva. As cerimônias consistirão do seguinte:
• Medalhas de ouro, prata e bronze, e esculturas com o logotipo do Rio 2016
• Bandeiras (do primeiro ao terceiro lugar) e o hino da equipe vencedora ou nação do atleta
• Oportunidade de foto para a imprensa credenciada
Haverá um briefing de cinco minutos para medalhistas antes da cerimônia de premiação,
durante o qual será mostrado aos atletas o percurso ao longo do qual eles serão conduzidos
e lembrados de sua responsabilidade ao aderir ao artigo 50 da Carta Olímpica. Somente os
131
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
atletas podem estar presentes neste briefing, salvo indicação em contrário. Também haverá
um briefing para os treinadores e oficiais de equipe durante as reuniões do esporte um dia
antes da final.
Durante a apresentação de medalhas, a credencial ou deve ser entregue temporariamente
ao coordenador da cerimônia ou escondido e mantido fora da vista. Nenhum participante
na cerimônia deve ter bandeiras, mascotes, telefone celular, câmera, fones de ouvido,
equipamentos esportivos ou outros itens durante a cerimônia; esta é uma violação à Regra
50. Com exceção dos atletas de hipismo, que terão um uniforme acordado, todos os atletas
devem estar vestindo suas roupas de treino do CON. Apenas os atletas e aqueles que fazem
parte da equipe da Apresentação Esportiva de Cerimônias de Premiação podem fazer parte
da cerimônia.
Durante a cerimônia, a equipe de Controle de Doping precisa manter os atletas em sua linha
de visão em todos os momentos; portanto, é imperativo que os atletas não se desviem das
rotas prescritas descritas no briefing.
Após a cerimônia, e após terminada a sessão de foto, cada atleta terá de passar pela zona
mista, exceto quando indicado pelas escoltas dos atletas e pelo Gerente Esportivo do Rio 2016.
6.12 SERVIÇOS DE PROTOCOLO
O Rio 2016 fornecerá serviços de protocolo nas instalações de competição para os delegados
com os seguintes códigos em suas credenciais:
• Categorias de CON com “6” em suas credenciais terão o direito de acesso às salas da
Família Olímpica
• Categorias de CON com “O” (Arquibancada Oficial) e “H” (Tribuna de Honra) em suas
credenciais terão o direito de sentar-se nas respectivas arquibancadas da Família Olímpica
As salas e as arquibancadas da Família Olímpica serão abertas uma hora antes do início da
competição e serão fechadas uma hora após o fim da competição, ou após o fim da cerimônia
de premiação. Qualquer alteração na programação de competições se refletirá no horário de
funcionamento das áreas da Família Olímpica.
Nas salas da Família Olímpicas serão servidos lanches e bebidas, e haverá balcões de
Informações e Transporte, banheiros exclusivos, telas de televisão e acesso Wi-Fi.
Devido a limitações de espaço, os assistentes dos CONs, os assistentes da Família Olímpica e os
assistentes de Dignitários não terão acesso às salas da Família Olímpica ou às arquibancadas
da Família Olímpica. O acesso só será permitido com um cartão de upgrade do CON.
6.13 INFORMAÇÕES CLIMÁTICAS
Durante os jogos, as previsões meteorológicas regulares de instituições de meteorologia
do governo serão fornecidas para as instalações relevantes que servirão de palco para os
esportes ao ar livre. Meteorologistas adicionais estarão localizados no Estádio da Lagoa, na
Marina da Glória e no Campo Olímpico de Golfe, fornecendo previsões climáticas detalhadas,
132
Esporte
específicas para cada esporte. Previsões atualizadas estarão disponíveis no Info+ e serão
postadas nos quadros de notícias no SIC e nos SIDs relevantes.
Informações meteorológicas históricas estão disponíveis no Rio Exchange.
6.14QUALIDADE DA ÁGUA
Relatórios mensais de qualidade da água para o Forte de Copacabana, Marina da Glória e
Estádio da Lagoa estão disponíveis no Rio Exchange.
Durante os Jogos, testes regulares seguirão as orientações da Organização Mundial da
Saúde (OMS) e dos padrões definidos no Brasil pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente
(CONAMA).
Atualizações sobre a qualidade da água serão fornecidas durante as reuniões técnicas para
cada esporte e comunicadas aos CONs até o final dos Jogos através do Rio Exchange.
133
SEÇÃO 7
Catálogo de Produtos
e Serviços
Catálogo de Produtos e Serviços
7 | C
ATÁLOGO DE PRODUTOS E
SERVIÇOS
A mesa do Catálogo de Produtos e Serviços estará localizada no Centro de Serviços aos
CONs e funcionará de 18 de julho até 23 de agosto de 2016. Os horários de funcionamento
podem ser encontrados na seção 5.1.11. Este espaço será o único ponto de vendas dos itens
disponíveis no Catálogo de Produtos e Serviços para os CONs durante os Jogos.
Os CONs poderão fazer novos pedidos do Catálogo de Produtos e Serviços e solicitar
alterações na mesa de Catálogo de Produtos e Serviços. No período de pedidos durante os
Jogos, os preços da maioria dos itens estarão 25% mais altos e a disponibilidade pode ser
reduzida neste período. Pedidos fora do padrão não estarão disponíveis durante os Jogos.
CHECK-IN DOS ITENS DO CATÁLOGO DE PRODUTOS E SERVIÇOS NA VILA
OLÍMPICA
Vide seção 3.4.1.
VEÍCULOS DO CATÁLOGO DE PRODUTOS E SERVIÇOS E PERMISSÕES DE
ACESSO E ESTACIONAMENTO DE VEÍCULO
Vide seção 3.4.4 para informações sobre onde retirar os veículos do Catálogo de Produtos e
Serviços e as permissões de acesso e estacionamento de veículo (VAPPs). Veja seção 9.3.2 e 9.4.2
respectivamente para informações sobre veículos do Catálogo de Produtos e Serviços e VAPPs.
7.1 PAGAMENTOS
Todos os pedidos durante os Jogos (e depósitos associados) devem ser pagos no ato do
pedido na mesa do Catálogo de Produtos e Serviços em reais (BRL) ou usando um cartão Visa.
A taxa de câmbio do dólar americano USD/BRL será definida em 30 de junho de 2016, tal
como definido pelo Banco Central do Brasil, e será válida até ao final dos Jogos Paralímpicos.
Haverá um limite de operação por pessoa no valor de BRL10.000 por dia para transação. No
entanto, não haverá limites para operações de pagamento com cartão Visa.
CHECK-OUT DOS ITENS DO CATÁLOGO DE PRODUTOS E SERVIÇOS NA VILA
OLÍMPICA
Vide seção 20.1
7.2 DEPÓSITOS E RESTITUIÇÕES
Os depósitos para Perdas e Danos (L&D), quando aplicáveis, estão listados ao lado dos itens
no portal Catálogo de Produtos e Serviços. Na maioria dos casos, este é o valor máximo que o
Rio 2016 irá deduzir em caso de perdas e danos ao item. Se o dano causado ao veículo exceder
o depósito de L&D, o Rio 2016 terá o direito de cobrar dos CONs a diferença.
Os depósitos para o uso para serviços pós-pagos também estão listados ao lado dos serviços
de telecomunicação no catálogo no portal do Catálogo de Produtos e Serviços. Rio 2016 irá
135
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
cobrar a totalidade do depósito para uso sobre as taxas dos reais serviço de telecomunicação
incorridos pelos delegados para todas as linhas de telefone e/ou serviços de telefonia móvel
solicitados.
Se o total do uso real não exceder o depósito para uso pago, o Rio 2016 irá reembolsar a
diferença.
7.3 DESCONTOS PARA CONS/CPNS
Nos casos em que um CON e seu parceiro CPN pedirem o mesmo produto para o mesmo local
na Vila Olímpica/Paralímpica para os Jogos Olímpicos/Paralímpicos, um desconto, mostrado
no Catálogo de Produtos e Serviços, será oferecido aos respectivos CON e CPN.
Os CONs e CPNs podem escolher como receberão os descontos dentre uma das seguintes
opções:
1. O CON recebe o valor total
2. O CPN recebe o valor total
3. CON e CPN recebem partes iguais
O desconto aplica-se apenas aos preços dos itens e os depósitos ainda serão solicitados
do CON e do CPN. O CON e o CPN precisarão efetuar check-in e check-out dos itens
encomendados e os depósitos para danos serão respectivamente reduzidos, se solicitado.
A equipe do Catálogo de Produtos e Serviços precisará receber as seguintes informações dos
CONs e CPNs antes do check-in do CON.
1. Lista de todos os produtos e serviços que serão usados tanto pelo CON quanto pelo CPN
2. Recibo de pagamento para o uso nos Jogos Olímpicos
3. Recibo de pagamento para o uso nos Jogos Paralímpicos
4. Decisões sobre como o desconto será distribuído
Se um CON desejar solicitar qualquer alteração ao seu desconto, isso somente poderá ser
feito após o check-in até 48 antes do check-out programado do CON. Se o CON e o CPN
decidirem adicionar itens à lista previamente enviada, deverão enviar um comprovante de
pagamento do novo pedido através do e-mail [email protected] ou diretamente na
mesa do Catálogo de Produtos e Serviços.
LIQUIDAÇÃO DE CONTAS
O Rio 2016 envidará os esforços necessários para fazer reembolso de L&D e de depósito para
o uso no máximo até 30 de novembro de 2016. Note-se que o Rio 2016 tem o direito de usar
os depósitos para liquidar quaisquer outros pagamentos em atraso que deva o CON para
outros serviços oferecidos.
Todas as transferências bancárias dos depósitos para o CON e o CPN começarão após o
encerramento dos Jogos Paralímpicos e finalizarão até 30 de novembro de 2016.
136
Catálogo de Produtos e Serviços
7.4 ESPECTRO
PROCESSO E PRAZOS DOS PEDIDOS
Os equipamentos sem fio (como por exemplo, walkie-talkies/rádios, roteadores sem fio,
câmeras sem fio e microfones) precisam de uma autorização Espectro válida para que
possam ser usados durante os Jogos. Celulares, câmeras digitais e laptops não precisam de
autorização e estão isentos desse processo.
O Espectro é gratuito e as solicitações devem ser feitas pelo portal Espectro, que é uma seção
exclusiva do portal do Catálogo de Produtos e Serviços. Estão disponíveis formulários para
pedidos pontuais, mas serão necessárias informações detalhadas acerca dos equipamentos,
datas e local de uso.
As atribuições do Espectro serão emitidas por ordem de solicitação, pela agência reguladora
de telecomunicações (ANATEL). Portanto, os pedidos devem ser enviados o quanto antes.
Solicitações podem ser feitas até o período dos Jogos. Inspeção durante os Jogos ocorrerá de
22 de julho até 20 de agosto de 2016.
Depois que a solicitação for examinada e aprovada, será emitida uma autorização que
descreve a especificação das frequências de rádio atribuídas. Os requerentes precisam
programar seus dispositivos sem fio em conformidade com os termos e condições de
autorização da ANATEL. Apenas dispositivos sem fio devidamente identificados podem ser
utilizados nas instalações dos Jogos Olímpicos Rio 2016.
PEDIDOS E APOIO DURANTE OS JOGOS
Suporte Espectro, incluindo identificação, estará disponível nos balcões Espectro nas
instalações abaixo. Uma vez aprovado, cada requerente irá receber uma confirmação
eletrônica da ANATEL, que deverá sem impressa e apresentação à equipe de Espectro.
• Vila Olímpica - adjacente ao Centro de Serviços aos CONs, aberta das 9h às 18h durante o
período de pré-abertura e de 7h as 22h de 24 de julho até 20 de agosto de 2016
• Domínio Comum de Deodoro - em frente ao Centro Olímpico de Hóquei
• Instalações de competição de futebol
• Forte de Copacabana
• Centro Internacional de Transmissão (IBC) e Centro Principal de Imprensa (MPC)
• Estádio da Lagoa
• Maracanã
• Marina da Glória
• Estádio Olímpico
• Domínio Comum Riocentro - Pavilhão 3, mezanino
No caso de dúvidas relacionadas aos serviços Espectro, favor entrar em contato pelo e-mail
[email protected] ou visite um dos Balcões Espectro listados acima.
137
SEÇÃO 8
Alfândega e
Transporte de Carga
Alfândega e transporte de carga
8 | ALFÂNDEGA E TRANSPORTE
DE CARGA
Os CONs devem consultar o Manual de Alfândega e Transporte de Carga, bem como seus
anexos de Barcos, transporte de equinos e anexo Armas de Fogo e Munições, disponíveis
no Rio Exchange, para obter informações detalhadas sobre a alfândega e os processos de
entrega até as instalações.
Os bens podem ser trazidos para o Brasil para os Jogos de três maneiras diferentes: como
bagagem acompanhada, frete (carga) e courier. Vide seção 4.4 para informações sobre
bagagem acompanhada.
OPERADOR OFICIAL DE LOGÍSTICA
Correios é o operador oficial de logística para os Jogos Rio 2016, prestando serviços de
postagem e distribuição, assim como equipamentos para materiais e manuseio, pessoal e
armazenamento.
AGENTE ALFANDEGÁRIO DESIGNADO E OPERADORES LOGÍSTICOS
A Podium/Kuehne+Nagel é o provedor internacional de logística designado para os Jogos,
oferecendo serviços de operador logístico e despacho alfandegário.
Os CONs que decidirem não usar o operador logístico oficial dos Jogos Olímpicos Rio 2016 e/
ou o operador logístico designado devem verificar se o operador logístico de sua preferência
tem o conhecimento necessário sobre a regulamentação aduaneira do Brasil e sobre
procedimentos de importação temporária, para facilitar a importação de seus produtos para
os Jogos.
8.1 P
OLÍTICAS E PROCEDIMENTOS DE EXPEDIÇÃO DE
TRANSPORTE DE CARGA
ISENÇÃO DE IMPOSTOS SOBRE IMPORTAÇÕES COMO FRETE (CARGA)
A legislação brasileira permite que membros da Família dos Jogos Olímpicos tragam para o
Brasil produtos para os Jogos Olímpicos Rio 2016, com isenção ou suspensão de impostos, até
31 de dezembro de 2017, de acordo com as regras especificadas abaixo.
Todos os produtos elegíveis para os benefícios da Legislação Tributária Olímpica devem ser
importados exclusivamente para a finalidade de uso nos Jogos. Os CONs ainda precisarão
seguir procedimentos especiais para tipos específicos de produtos (ver abaixo).
Os tipos de produtos elegíveis para as isenções concedidas pela Legislação Tributária
Olímpica compreendem, entre outros:
• Equipamentos esportivos para treinamento/competição
• Medicamentos, produtos farmacêuticos e equipamentos médicos
139
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
• Equipamentos de informática, como computadores, tablets, televisores e telefones
• Uniformes e roupas esportivas
• Itens comemorativos relativos aos Jogos, como bandeiras, medalhas, troféus, placas,
crachás e broches, para fins não comerciais
Para mais esclarecimentos, os CONs devem entrar em contato com seu agente alfandegário.
A tabela abaixo resume os possíveis benefícios tributários aplicáveis a cada tipo de produto:
PRODUTO
Novo
Novo
VALOR UNITÁRIO
BRL5.000
BRL5.000
ORIGEM
DESTINO FINAL
BENEFÍCIO FISCAL
Definitivo
Consumido
durante os Jogos
Isenção
Admissão
temporária
Reexportado
após os Jogos
Suspensão*
Definitivo
Doado
Isenção
Admissão
temporária
Reexportado
após os Jogos
Suspensão*
Usado
Qualquer valor
Admissão
temporária
Reexportado
Suspensão*
Novo
Qualquer valor
Definitivo
Venda
Nenhum
*Os impostos serão suspensos contanto que os bens sejam reexportados após os Jogos. Se, por qualquer motivo, o
número de produtos exportados for inferior ao número declarado durante o processo de importação, os CONs serão
cobrados pelos impostos de cada produto ausente.
Isenção de impostos sobre importações como frete (carga)
O processo de importação definitiva permite que os CONs tragam produtos novos com valor
unitário de até BRL5.000 (o valor inclui o custo do produto, mais o seguro e custos de frete),
isentos de impostos.
Por exemplo, se o CON enviar uma nova impressora como carga para usar nos Jogos com um
valor unitário inferior a BRL5.000, isso será tratado como uma “importação definitiva”. Esse
produto não precisará deixar o país e estará isento de impostos.
Suspensão de impostos sob regime de admissão temporária como frete (carga)
Sob o regime de admissão temporária, quaisquer taxas aduaneiras, que normalmente seriam
devidas por importação, serão suspensas. Desde que os produtos sejam reexportados do
Brasil após seu uso durante os Jogos até 31 de dezembro de 2017, os encargos alfandegários
não serão cobrados.
Qualquer produto com valor unitário superior a BRL5.000 (cinco mil reais) será beneficiado
pela suspensão de imposto se estiver de acordo com as regras de admissão temporária.
Se os produtos entrarem no Brasil sob admissão temporária e não forem reexportados (por
qualquer motivo, por exemplo, extravio ou furto), as taxas aduaneiras devidas sobre eles
deverão ser pagas. As mesmas regras se aplicam aos produtos que tenham-se quebrado
140
Alfândega e transporte de carga
durante o processo de admissão temporária no Brasil. Os CONs precisam reexportar os itens
para que as taxas aduaneiras sejam dispensadas.
É possível usar portas de entrada e de partida diferentes ou reexportar os produtos para um
destino diferente do local de exportação original. Os CONs devem informar o despachante
aduaneiro de sua preferência.
Quaisquer produtos usados (incluindo sobras de produtos de consumo) trazidos para o Brasil,
independentemente do preço por unidade, devem ser importados usando o procedimento de
admissão temporária e devem ser exportados após o término dos Jogos.
Os CONs podem deixar produtos para seus parceiros CPN, contanto que seja utilizado o
mesmo operador logístico.
Suspensão de Impostos para doações (de carga)
O processo definitivo de importação para propósitos de doação permite a importação de
novos produtos no momento da entrada no país com um valor unitário acima de BRL 5.000 (o
valor inclui o custo do produto, mais o seguro e custos de frete).
A fim de trazer bens através deste procedimento, é obrigatório especificar antecipadamente
a entidade que receberá a doação, de acordo com os requerimentos indicados abaixo, na
declaração antes de iniciar os procedimentos aduaneiros.
Os CONs podem doar para entidades esportivas, de bem-estar social ou outras entidades sem
fins lucrativos devidamente certificadas, com fins relacionados a esportes, desenvolvimento
social, proteção ambiental ou de cuidados com crianças. Se a doação não for feita para uma
das entidades acima listadas, os impostos serão cobrados.
Os CONs podem checar se a entidade que está recebendo a doação preenche estes
requerimentos entrando em contato com [email protected]
Produtos que já eram usados quando importados não podem ser doados e precisam ser
reexportados.
Consulte a seção 8 do Manual de Alfândega e Transporte de Cargas para obter mais
informações.
IMPORTAÇÕES COMERCIAIS
Não há isenção de impostos para bens trazidos pelos CONs para venda no Brasil. Para mais
informações, consulte o Guia de Finanças para Operações no Brasil para os CONs/CPNs no
Rio Exchange.
SEGURO DE CARGA
O Rio 2016 não se responsabiliza pelo seguro de carga ou seguro dos equipamentos
no interior das instalações; o armazenamento de equipamentos e suprimentos corre
estritamente a risco do proprietário. Solicitamos todos os CONs a planejar e contratar
cobertura de seguro adequada para todo o período dos Jogos. É importante assegurar-se de
que o seguro inclua transporte e armazenagem de bens e contêineres.
141
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
O Rio 2016 designou a Bradesco Seguros como a companhia de seguros oficial dos Jogos. Para
mais informações, consulte o Manual de Alfândega e Transporte de Cargas.
PRODUTOS PROIBIDOS
Certos produtos têm sua entrada proibida no Brasil:
• Entorpecentes, substâncias psicotrópicas ou drogas semelhantes
• Mercadorias falsificadas e pirateadas
• Armas de brinquedo ou imitações de armas
O porte de bens proibidos ou para os quais os delegados não possuam a licença ou permissão
necessárias é ilegal. Qualquer tentativa de entrar no Brasil com esses produtos estará sujeita
a processo penal.
ÁLCOOL E TABACO
Independentemente de sua origem, há restrições quanto à importação de álcool e tabaco
como carga. Mais informações estão disponíveis no Guia Alfandegário para os Jogos
Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 da Receita Federal do Brasil, disponível no Rio Exchange.
MEDICAMENTOS E EQUIPAMENTOS MÉDICOS
Os CONs que estejam trazendo medicamentos e equipamentos médicos para os Jogos devem
cumprir com o processo simplificado instituído pelo Rio 2016, como descrito abaixo.
Em dezembro de 2015, os CONs receberam informações completas sobre os processos de
declaração e de importação/reexportação de medicamentos e equipamentos médicos,
incluindo a lista de medicamentos restritos/proibidos, de acordo com a legislação brasileira.
Foi pedido aos CONs que submetessem suas listas de medicamentos e equipamentos
médicos à revisão do Rio 2016, o mais tardar até 28 de fevereiro de 2016. Após recebê-las, os
Serviços Médicos do Rio 2016 revisaram as listas e forneceram feedback nos casos em que
CONs tinham a intenção de importar medicamentos ou equipamentos médicos que eram ou
proibidos no Brasil ou, no caso de equipamentos médicos, proibidos pelo COI para uso nas
instalações dos Jogos.
Ao trazer esses itens como carga, eles serão inspecionados pela Agência Nacional de
Vigilância Sanitária (ANVISA), na porta de entrada. Para mais detalhes, os CONs devem
consultar a seção 5.8 do Manual de Alfândega e Transporte de Cargas ou entrar em contato
com o seu operador logístico.
Para obter informações sobre a importação de medicamentos e equipamentos médicos
para cavalos, consulte o anexo sobre produtos de uso equestre do Manual de Alfândega e
Transporte de Cargas.
Para obter informações sobre como viajar com medicamentos e equipamentos médicos como
bagagem acompanhada, consulte a seção 4.4.
142
Alfândega e transporte de carga
PRODUTOS ALIMENTÍCIOS E BEBIDAS
Em geral, alimentos, plantas e animais não podem entrar no Brasil sem autorização prévia.
Se os delegados precisarem importar alimentos para consumo durante os Jogos, eles devem
estar em conformidade com os procedimentos específicos para receberem a autorização
necessária.
Para importá-los, os CONs devem enviar a lista completa dos itens para o seu operador
logístico pelo menos 60 dias antes da saída dos produtos do seu porto de origem.
Para mais informações, consulte a seção 5.3 do Manual de Alfândega e Transporte de Cargas.
FORRAGEM, ALIMENTOS, SUPLEMENTOS E CAMA DE PALHA PARA CAVALOS
Feno e palha não podem ser importados para o Brasil. No entanto, o Ministério da
Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) concedeu uma autorização única que permite
que o Rio 2016 importe o feno Timothy para os Jogos Olímpicos. Este feno certificado será
transportado da América do Norte pelo mar e entregue ao Centro Olímpico de Hipismo, às
equipes que fizerem o pedido.
Os CONs que escolherem utilizar este feno devem entrar em contato com Kentucky Equine
Research (KER), fornecedor oficial de ração, feno e camaas de palha de madeira do Rio 2016,
pelo telefone (+1) 859 873 1988 ou via e-mail [email protected]
Durante os Jogos, os CONs também poderão comprar ração, feno brasileiro e palha para leitos
no Centro Olímpico de Hipismo. Cavalos serão acomodados em aparas e os materiais iniciais
para os leitos serão providenciadas pelo Rio 2016. Os CONs que necessitarem de materiais
extra para leitos para seus cavalos deverão solicitar do KER por seu próprio custo.
Alimentação de cavalos e feno fermentado
Os CONs que trouxerem alimentação e feno fermentado para seus cavalos podem somente
trazer estes itens ao Brasil através do Plano de Apoio ao Transporte de cargas. Para mais
informações referentes a restrições de itens que podem ser trazidos ao Brasil para cavalos, os
CONs podem entrar em contato com o KER.
Medicamentos e suplementos
Os CONs que trouxerem medicamentos e suplementos para seus cavalos podem somente
trazer estes itens ao Brasil através do Plano de Apoio ao transporte de cargas Rio 2016. Para
mais informações referentes a restrições de medicamentos e suplementos que podem ser
trazidos ao Brasil para cavalos, os CONs podem entrar em contato com Peden Bloodstock on
(+49) 208 3782410 or via email at [email protected]
8.2 PLANO DE APOIO AO TRANSPORTE DE CARGAS RIO 2016
O Rio 2016 está oferecendo apoio ao transporte de cargas para ajudar os CONs com os custos
de transporte de barcos, cavalos e munição de espingarda para uso durante os Jogos.
Os custos de transporte de ida e volta dos centros internacionais designados pelo Rio 2016
entre os locais de competição serão cobertos pelo Rio 2016. Os centros internacionais
143
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
designados e as janelas de entrega foram definidos em conjunto com as Federações
Internacionais (IFs) relevantes e em conformidade com a programação de competição de
2016 de cada esporte.
Os CONs que optaram por não usar o Plano de Apoio ao Transporte de Cargas deverão
arcar com todos os custos para o transporte de seus equipamentos para o Rio de Janeiro
e serão responsáveis pela contratação de um operador logístico no Brasil para atuar como
importador registrado, além de providenciar todos os outros procedimentos logísticos
necessários. Não haverá reembolso de despesas incorridas com transporte feito fora do Plano
de Apoio ao Transporte de Cargas.
Os CONs que competirão em eventos equestres deverão usar o Plano de Apoio ao Transporte
de Cargas para o transporte de seus cavalos para o Brasil e de volta à origem.
Mais informações sobre o apoio ao transporte de cargas estão detalhadas nos anexos
pertinentes do Manual de Alfândega e Transporte de Cargas.
MUNIÇÃO PARA ESPINGARDA
Todos os CONs que se qualificaram para os eventos de espingarda a seguir podem se
beneficiar das seguintes disposições para munição de espingarda no Plano de Apoio ao
Transporte de Cargas:
• Fossa double masculino
• Fossa Olímpica masculino e feminino
• Skeet masculino e feminino
De acordo com o anexo Armas de Fogo e Munições, os CONs que participam do Plano de
Apoio ao Transporte de Cargas para munição de espingarda devem enviar seus pedidos de
reserva e pedidos de compra de seus respectivos fabricantes ao Rio 2016 até o dia 08 de abril
de 2016. Qualquer pedido recebido após esta data não será elegível a suporte de carga ou
munição de espingarda.
Para os CONs que optaram por utilizar o Plano de Apoio ao Transporte de Cargas para
importar sua munição de espingarda, o Rio 2016 atuará como o importador registrado e
realizará o processo de desembaraço aduaneiro no Brasil.
Toda sobra de munição que tiver sido trazida sob o Plano de Apoio ao Transporte de Cargas
será doada.
Munição de espingarda calibres 7½ e 9 dos fabricantes a seguir também estarão disponíveis
para compra no Centro Olímpico de Tiro:
• Fiochi
• RC 4
• Baschieri & Pellagri
• Companhia Brasileira de Cartuchos
144
Alfândega e transporte de carga
Uma lista de preços de tipos de munição está disponível no Rio Exchange.
Mais informações podem ser encontradas no anexo Armas de Fogo e Munições no
Rio Exchange.
CAVALOS
A Peden Bloodstock é o especialista oficial em transporte equestre do Rio 2016 para auxiliar
os CONs.
A Peden Bloodstock administra a importação/reexportação de todos os cavalos e todas as
operações de transporte necessárias entre as portas de entrada e a instalação para os Jogos
Rio 2016. É possível entrar em contato com a Peden Bloodstock através do telefone (+49) 208
3782410 ou do e-mail [email protected]
O Rio 2016 cobrirá as despesas associadas com frete internacional entre o centro
internacional designado do Rio 2016 e a instalação de competição, apenas para cavalos de
competição, na classe executiva. Os CONs são responsáveis por cobrir os custos associados a:
• Transporte de cavalos entre o ponto de origem e o centro internacional designado do Rio 2016
• Taxas de manuseio, armazenamento e outros custos no centro internacional designado
• Todos os custos referentes ao desembaraço aduaneiro no centro internacional designado,
após a competição
• Custos de transporte de todos os equipamentos, ração para cavalos e cavalos de reserva
• Transporte para os tratadores (se aplicável)
Centros
DISCIPLINAS
CENTROS
Salto
Adestramento
Liège, Bélgica
CCE
Stansted, Reino Unido
Todas as disciplinas
Miami/Nova York, EUA
Os cavalos precisam retornar ao centro internacional designado do Rio 2016 de onde foram
originalmente transportados.
Mais informações podem ser encontradas no anexo de Transporte de Equinos no Rio Exchange.
BARCOS
Os CONs que competem em eventos de canoagem, remo e vela podem usar o Plano de Apoio
ao Transporte de Cargas do Rio 2016 para transportar seus barcos, entrando e saindo do
Brasil, a partir do centro internacional designado do Rio 2016 em datas específicas.
145
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
Como informado no anexo Barcos em março de 2016, os CONs que quiserem participar do
Plano de Apoio ao Transporte de Cargas deverm enviar um formulário de reserva com pelo
menos 30 dias de antecedência a sua janela de entrega respectiva (veja abaixo). Note que
algumas destas datas já expiraram.
Centros e janelas de entrega
DISCIPLINAS
CENTROS INTERNACIONAIS
DESIGNADOS
JANELAS DE ENTREGA
Canoagem de velocidade
Leixões, Portugal
6 a 8 de junho 2016
Canoagem Slalom
Barcelona, Espanha
20 a 22 de junho 2016
Rotterdam, Holanda
23 a 28 de maio 2016
Miami, EUA
Vela
Singapura
26 a 29 de abril 2016
Sydney, Austrália
25 a 28 de abril 2016
Hamburgo, Alemanha
Remo
30 de maio a 3 de junho 2016
Livorno, Itália
Todos os equipamentos devem ser mantidos permanentemente dentro das instalações de
competição e treinamento. Os CONs devem cobrir os custos de impostos e taxas de cada item
trazido ao Brasil sob o Plano de Apoio ao Transporte de Cargas que não é reexportado.
Os CONs que não participam do Plano de Apoio ao Transporte de Cargas serão responsáveis
por providenciar todas as operações de logística, cobrindo todos os custos, e contratar um
operador logístico no Brasil para atuar como o importador registrado.
Mais informações podem ser encontradas no anexo Barcos no Rio Exchange.
8.3 E
NTREGAS NA VILA OLÍMPICA E NAS INSTALAÇÕES DE
COMPETIÇÃO
Detalhes completos sobre os requisitos de acesso, janelas de entrega, rotas e endereços para
a Vila Olímpica e instalações, bem como detalhes de contato para os Gerentes de Logística da
Instalação podem ser encontrados no Guia de Entregas na Instalação no Rio Exchange.
REQUISITOS PARA ENTREGA E CALENDÁRIO MASTER DE ENTREGAS
Todas as entregas para a Vila Olímpica e para as instalações devem ser agendadas
com antecedência no Calendário Master de Entregas (MDS). O MDS é um sistema de
programação centralizado, gerido pela equipe de Logística do Rio 2016, que controla o fluxo
de entregas e de veículos de serviços nas instalações e na Vila Olímpica.
Os CONs e seus operadores logísticos dos CONs devem enviar um e-mail para [email protected]
para solicitar um login e suporte no uso do sistema.
146
Alfândega e transporte de carga
Para programar uma entrega, os operadores logísticos dos CONs precisam reservar um
horário no sistema online, no endereço www.mds.rio2016.com, com pelo menos 48 horas
de antecedência. O Rio 2016 irá confirmar a data e o horário da entrega e fornecer instruções
ao operador logístico do CON. Caso haja datas de entrega conflitantes, horários ou datas
alternativas serão oferecidas.
CICLO DE VIDA DAS INSTALAÇÕES E REQUISITOS DE ACESSO
Os requisitos de acesso para entregas na Vila Olímpica ou instalações variam, dependendo se
a entrega ocorrer antes ou após a varredura de segurança ou lockdown da instalação.
Período pré-lockdown
O Rio 2016 recomenda veementemente que os CONs programem suas entregas para a Vila
Olímpica e instalações antes do período de lockdown, nas instalações onde isto seja possível.
O período pré-lockdown, na Vila Olímpica e nas instalações, ocorre antes da implementação
dos procedimentos de lockdown de segurança, permitindo que os bens e equipamentos
possam ser entregues livremente na Vila Olímpica e nas instalações.
Como não é necessário exibir uma credencial para os Jogos durante o período pré-lockdown,
todos os veículos de entregas devem seguir certos protocolos de segurança para ter acesso
aos locais.
O veículo precisa sempre ter um horário reservado no MDS. O Gerente de Logística da
Instalação informará quanto à necessidade ou não de um passe ou credencial adicional
durante o período pretendido de entrega. Devido às limitações de espaço, restrições de
acesso viário e configuração específica da Vila Olímpica e das instalações, os CONs devem
consultar o Guia de Entregas na Instalação para determinar o tipo de veículo mais adequado.
Varredura de segurança e lockdown
Todas as instalações de competição e não competição passarão por uma varredura de
segurança e lockdown antes dos Jogos Olímpicos. A partir desse momento, todas as pessoas
precisarão ter uma credencial, e os veículos e equipamentos precisam ter a liberação de
segurança relevante para entrar nas instalações.
LOCAL
LOCKDOWN
Vila Olímpica
5 de julho 2016
Estádio de Canoagem Slalom
20 de julho 2016
Centro Olímpico de Hipismo (hipismo)
20 de julho 2016
Lagoa (remo e canoagem de velocidade)
20 de julho 2016
Marina da Glória (vela)
23 de julho 2016
147
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
Período pós-lockdown e operacional durante os Jogos
Para poder fazer entregas durante os períodos pós-lockdown e operacional durante os Jogos,
os CONs precisam cumprir os critérios das seis “chaves para o portão”.
Seis “chaves para o portão”
Os veículos de entrega precisam estar em conformidade com os critérios das seis “chaves
para o portão” para entrar nas instalações de competição e na Vila Olímpica durante o
lockdown:
1. Aprovação antecipada da faixa horária de entrega no MDS
2. O
motorista e os ocupantes do veículo devem ter a credencial apropriada para a
instalação/Vila Olímpica
3. Os veículos devem possuir e deixar à mostra a permissão de acesso e estacionamento de
veículo (VAPP) apropriada para a instalação ou a Vila Olímpica
4. A
s entregas devem ter sido inspecionadas e seladas no local de um fornecedor certificado
ou no Ponto de Controle de Materiais (MSS) do Rio 2016
5. O motorista deve ter um Passe de Carga Segura emitido por um fornecedor certificado ou
pelo MSS
6. O
veículo deve passar por uma inspeção externa na área de inspeção de veículos (VSA) na
instalação para qual a etrega está sendo feita
O descumprimento destes seis passos resultará no impedimento da entrada do veículo.
Período de Transição
Durante o período de transição entre os Jogos Olímpicos e Paralímpicos, as instalações de
competição e a Vila Olímpica/Paralímpica permanecerão em lockdown de segurança. Isso
significa que somente indivíduos e veículos devidamente credenciados poderão ter acesso
a essas instalações, além de estar em conformidade com os critérios das seis “chaves para o
portão”.
Quaisquer acordos dos CONs para deixar cargas para seus CPNs correspondentes devem ser
feitos por meio do Gerente de Logística da Instalação antes dos Jogos, ou pelo menos 48
horas antes da partida do CON, na mesa de Logística no Centro de Serviços aos CONs. Todos
os contêineres dos CONs deverão ser removidos durante o período de transição, a menos que
haja um acordo prévio de que eles serão deixados para os seus CPNs.
Para informações sobre o período de retirada de carga após os Jogos, consulte a seção 20.3.
ENTREGAS DE CARGAS NA VILA OLÍMPICA
Entregas de cargas podem ser recebidas pelos CONs durante todas as fases de operação a
partir de 1º de abril 2016.
148
Alfândega e transporte de carga
Entregas pós-lockdown, normais e de emergência, para itens de menos de um palete de carga
e não mais do que 10 caixas (1m x 1m) poderão ser feitas à Área de Transferência de Material
(MTA) na Vila Olímpica. Fornecedores e operadores logísticos sem os devidos protocolos de
segurança poderão fazer entregas na MTA apenas se o item em questão for de natureza
urgente e com confirmação prévia do Gerente de Logística da Vila Olímpica. Os CONs podem
entrar em contato com [email protected], ou visitar a mesa de Logistica no Centro
de Serviços aos CONs para solicitar entrega.
ENTREGAS DE CARGAS EM INSTALAÇÕES DE COMPETIÇÃO
Entregas de cargas por courier serão restritas durante o período de lockdown. Assim sendo,
algumas dessas entregas poderão ser atrasadas durante esse período até que a varredura de
segurança tenha terminado.
INSTALAÇÃO OLÍMPICA/
PARALÍMPICA
BUMP-IN
(ENTREGA DE CARGA)
PERÍODO DE
TRANSIÇÃO
ENTREGA PARA
OS JOGOS
PARALÍMPICOS
BUMP-OUT
(RETIRADA)
PRÉLOCKDOWN
PÓSLOCKDOWN
Estádio de Canoagem
Slalom (canoagem slalom)
21 de maio
– 17 de julho
de 2016
19 de julho –
12 de agosto
de 2016
Centro Olímpico de
Hipismo (hipismo)
23 de maio
– 18 de julho
de 2016
20 de julho –
18 de agosto
de 2016
20-30 de
agosto de
2016
31 de agosto – 16
de setembro
de 2016
17 de setembro
– 17 de outubro
de 2016
Lagoa (remo e canoagem
de velocidade)
10 de maio
– 19 de julho
de 2016
21 de julho –
21 de agosto
de 2016
22-30 de
agosto de
2016
31 de agosto – 16
de setembro
de 2016
17 de
setembro –
21 de outubro
de 2016
Marina da Glória (vela)
20 de maio
– 22 de julho
de 2016
24 de julho 19 de agosto
de 2016
20-30 de
agosto de
2016
31 de agosto - 17
de setembro
de 2016
19 de setembro
- 11 de outubro
de 2016
n/a
13 de agosto –
9 de setembro
de 2016
Favor notar que esta tabela não inclui o fornecimento de barcos para a Marina da Glória
(instalação de vela) e Lagoa (instação de remo e canoagem velocidade), os detalhes e
processos para estes procedimentos podem ser encontrados nas pastas específicas referentes
a cada esporte no Rio Exchange. Quaisquer perguntas específicas referentes a chegada de
equipamentos na Marina da Glória devem ser direcionadas para [email protected]
ENTREGAS DE CONTÊINERES
Devido às restrições de espaço nas instalações de competição e na Vila Olímpica, o Rio 2016
alocou espaços aos CONs para seus contêineres na Vila Olímpica, no Estádio da Lagoa (remo
e canoagem de velocidade), na Marina da Glória (vela) e no Centro Olímpico de Hipismo em
fevereiro de 2016.
149
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
As entregas de contêineres devem ser reservadas no MDS durante as janelas de entrega
determinadas. Durante essas datas e horários específicos para cada instalação, a equipe de
Logística do Rio 2016 irá garantir que o equipamento adequado (guindaste) esteja disponível.
A equipe de Logística do Rio 2016 somente providenciará o apoio de um guindaste durante
essas janelas. Fora desses períodos, as entregas de contêineres correrão por conta dos
CONs na Vila Olímpica, porém não serão permitidas nas instalações de competição. Todas
as entregas de contêineres devem ser reservadas com antecedência (mínimo de 48 horas),
através do MDS, durante essas janelas, com os horários alocados por ordem de chegada.
A equipe de Logística do Rio 2016 dará suporte nas instalações de competição da Vila
Olímpica listadas acima para carregar e descarregar contêineres dos CONs do veículo até o
chão durante as janelas de entrega pré-determinadas. Os CONs deverão providenciar seus
próprios cadeados e ficarão com as chaves desses contêineres.
Janelas de entrega e coleta de contêineres
BUMP-IN (ENTREGA DA CARGA)
VILA OLÍMPICA OU
INSTALAÇÃO
Vila Olímpica
Estádio
da Lagoa
PERÍODO PRÉLOCKDOWN
PRÍODO PÓSLOCKDOWN
27 de junho
a 4 de julho
de 2016
15 a 17 de julho
de 2016
Remo
n/a
Canoagem
n/a
22 a 25 de
julho de 2016
PERÍODO DE
TRANSIÇÃO
25 a 30
de agosto
de 2016
ENTREGA PARA
OS JOGOS
PARALÍMPICOS
n/a
12 a 15 de
agosto de
2016
20 a 22
de agosto
de 2016
29 de agosto a 1
de setembro 2016
28 -29 de
agosto 2016
Marina da Glória (vela)
14 a 18 de
julho de 2016
n/a
23 a 27 de
agosto de
2016
Centro Olímpico de
Hipismo (hipismo)
15 a 18 de
julho de 2016
n/a
23 a 26
de agosto
de 2016
BUMP-OUT
(RETIRADA)
22 a 24 de
setembro
de 2016
16 a 17 de
setembro
de 2016
21 a 23 de
setembro
de 2016
20 a 23 de
setembro
de 2016
ENTREGAS POR COURIER
Couriers não terão motoristas/veículos credenciados com o acesso apropriado para cumprir
com os critérios das seis “chaves para o portão”. Assim, todas as entregas por courier aos
CONs devem ser enviadas para o MTA. A partir de lá, o operador logístico do Rio 2016 aceitará
a entrega em nome do CON e deverá entrar em contato com a equipe de Relações com os
CONs para combinar a entrega ou coleta do item.
Armazém de Logística da Vila Olímpica e Paralímpica
Av. Olof Palme, 305 - Camorim - Rio de Janeiro - CEP 22783-119
O Rio 2016 recomenda que os CONs limitem o uso de serviços de courier ao transportar itens
para o Brasil. Em vez disso, esses itens podem ser enviados através do operador logístico
internacional dos CONs, que terá os requisitos de segurança necessários para entrar em cada
instalação. Itens de valor acima de BRL3.000 (três mil reais) estarão sujeitos a impostos.
150
Alfândega e transporte de carga
Para mais detalhes quanto ao procedimento alfandegário para serviços de courier, consulte o
Manual de Alfândega e Transporte de Cargas.
SERVIÇOS LOGÍSTICOS PARA OS CONS
A equipe de Logística do Rio 2016 terá equipes em cada instalação e na Vila Olímpica para
ajudar a transportar pequenos volumes de produtos a granel (paletes) ou emprestando aos
CONs equipamentos de transporte de materiais, como carrinhos e macacos de paletes. Estes
recursos podem ser solicitados mediante contato com o Gerente de Logística da Instalação
em cada instalação (os detalhes estão disponíveis no Guia de Entregas na Instalação). Estes
recursos não são exclusivos de um CON específico e serão alocados sob critério de prioridade,
com base na carga de trabalho de cada dia. Para obter recursos exclusivos, por período mínimo
de quatro horas, recomenda-se aos CONs usar os serviços dos Correios listados abaixo.
Os Correios podem oferecer, mediante o pagamento de uma taxa, uma variedade de serviços
de logística, incluindo entregas às instalações, mão de obra e equipamentos de manuseio
de materiais, rastreio de segurança e conformidade com o critério das seis “chaves para o
portão”. Estes serviços podem ser obtidos antecipadamente, entrando em contato através
do telefone (+55) (21) 2503 8513, pelo e-mail [email protected], ou visitando
a mesa de Logística no Centro de Serviços aos CONs.
Informações sobre transferência de equipamentos esportivos podem ser encontradas
na seção 6.3.2.
151
SEÇÃO 9
Transporte
Transporte
9 | TRANSPORTE
O Rio 2016, juntamente com a Cidade de Rio de Janeiro, planejou e organizou uma variedade
de serviços para satisfazer as necessidades de transporte dos clientes dos Jogos. Os serviços
visam assegurar que a Família dos Jogos possa se deslocar de forma eficiente e, ao mesmo
tempo, manter o restante da cidade em movimento.
Os serviços de transporte incluem, entre outros:
• Transporte TA para os atletas e Oficiais de Equipes
• Transporte T1/T2 para os Presidentes e Secretários-Gerais dos CONs
• Transporte T3 para Chefes de Missão, Presidentes, Secretários-Gerais, dignitários e outros
delegados credenciados com direito a T3
9.1 REDE DE ROTAS OLÍMPICAS
A rede de rotas olímpicas (ORN) é uma rede de ruas e avenidas que liga todas as instalações
oficiais de competição e não competição no Rio de Janeiro.
A ORN consiste de uma combinação de faixas exclusivas e prioritárias para veículos
portadores da permissão de acesso e estacionamento de veículos (VAPP), consulte o mapa no
Rio Exchange para ver a ORN.
• Pistas prioritárias: apenas para veículos que apresentem a VAPP, veículos de emergência,
táxis e ônibus públicos urbanos
• Faixas exclusivas: apenas para os veículos que apresentem a VAPP e veículos de emergência
A partir de 06 de agosto de 2016, todas as faixas exclusivas e prioritárias estarão
operacionais. Antes desta data, somente algumas seções da ORN estarão operacionais a
partir da Vila Olímpica como indicado na tabela abaixo.
DATAS DE OPERAÇÃO
24 a 30 de julho 2016
31 julho a 22 de
agosto de 2016
LINHAS DISPONÍVEIS
DESCRIÇÃO
INSTALAÇÕES
Linhas dedicadas na
Transolímpica
Vila Olímpica para
instalações de Deodoro
Todas as instalações
de Deodoro
Linhas prioritárias
Linhas compartilhados
de ônibus e taxi
Copacabana, Deodoro
e Maracanã
Todos as zonas e
instalações, como
detalhado no mapa ORN
Todas as instalações
ORN completa
Em circunstâncias onde a ORN estiver inacessível, por exemplo, devido a um acidente de
trânsito ou às cerimônias de abertura e encerramento, uma rota alternativa será criada para
veículos que possuírem VAPPs.
153
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
REDE DE ROTAS OLÍMPICAS PARA EVENTOS DE ESTRADA
A rede de rotas olímpicas para eventos de estrada (REORN) estará em funcionamento durante
os dias de familiarização e de competição de eventos de estrada, quando serão fechadas as
vias da ORN.
9.2 SISTEMA DE TRANSPORTE PARA ATLETAS
O sistema de Transporte para Atletas (TA) fornecerá serviços de transporte “de ponto a ponto”
para os atletas e oficiais de equipe dos CONs (atletas Aa, Ac, Ao e atletas suplentes P), e seu
equipamento pessoal, de 24 de julho a 21 de agosto de 2016, para competições e treinamento.
Os parceiros de treinamento credenciados e treinadores pessoais (P), assim como os
portadores de Passe para Instalações de Treinamento (TVP) não têm acesso ao sistema de TA.
O TA é composto dos seguintes serviços:
• Chegadas e partidas entre o Aeroporto Internacional Tom Jobim (GIG) e o Aeroporto
Santos Dumont (SDU), e a Vila Olímpica. Consulte as seções 4 e 20.4 para mais
informações sobre os serviços de chegadas e partidas
• Transporte entre a Vila Olímpica e as instalações oficiais de competição e treinamento (há
um resumo de cada serviço mais adiante nesta seção)
• Sistema de Transporte Interno da Vila (IVTS), operando dentro da Vila Olímpica (vide seção
5.5.4)
• Serviços de cerimônias (vide seções 14.2 e 14.3)
• Serviços de lazer para o Shopping Via Parque e a praia da Barra (vide seção 5.5.1)
• Transporte para as cidades-sede do futebol (vide seção 5.10.2)
No dia da cerimônia de abertura, o sistema TA parará de operar às 12h, exceto para as viagens
de retorno das instalações de treinamento e competição onde estiverem acontecendo
atividades (canoagem slalom, hipismo e tiro com arco).
MODELOS DE VEÍCULOS PARA TA
Os veículos do sistema TA (ônibus executivos e ônibus urbanos) variam em tamanho,
capacidade de passageiros e modelo. Os ônibus executivos destinam-se às viagens mais
longas, para maior conforto dos passageiros.
Os ônibus TA estão equipados com sistema de rastreamento que permitirá à equipe de
Segurança do Rio 2016 monitorá-los e acionar medidas de segurança, se necessário.
154
Transporte
TIPO E CAPACIDADE MÉDIA
EXEMPLO
Executivo 44 lugares
Ônibus urbano - 40 lugares
TRANSPORTE PARA ATLETAS EM ESPORTES INDIVIDUAIS
O Rio 2016 incentiva enfaticamente os atletas e oficiais a usar o sistema TA como a forma
mais eficiente de deslocamento entre as instalações de treinamento e competição. Mais
detalhes estarão disponíveis nos Guias dos Líderes de Equipe para cada esporte, publicado em
junho de 2016.
Todos os horários estarão disponíveis no Info+, no Centro de Informação Esportiva (SIC) na
Vila Olímpica e nos Balcões de Informações Esportivas (SIDs) nas instalações de competição.
Instalações de treinamento
Os serviços foram programados de acordo com as necessidades de treinamento de cada
esporte. O serviço terá início em 24 de julho de 2016 (após as 12h) para a maioria dos esportes
e continuará até o fim da sessão de treinamento individual de cada esporte.
A tabela abaixo detalha os horários de transporte, por esporte, para as instalações separadas
de treinamento. Existem três tipos de serviços, dependendo do esporte e dos horários de
competições e treinamentos:
• Uma só viagem: transporte de/para entre as instalações de competição/treinamento, uma
vez por dia, em horário específico
• Partida pré-definida: transporte de/para entre as instalações de competição/treinamento,
em horários programados
• Serviço de ônibus: Serviço de transporte entre o Terminal de Transporte de Atletas e as
instalações de competição/treinamento, em frequências especificadas nas tabelas abaixo
Em instalações de competição que também serão utilizadas para treinamento, os horários
para cada esporte se encontram na seção sobre instalações de competição abaixo:
155
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
INSTALAÇÃO
TEMPO DE VIAGEM
(SEM ORN)
TEMPO DE VIAGEM
(COM ORN)
Parque dos Atletas
9 minutos
8 minutos
Centro Aquático de Deodoro
Estádio Aquático Olímpico
36 minutos
11 minutos
28 minutos
10 minutos
Parque dos Atletas
9 minutos
8 minutos
Centro Aquático de Deodoro
36 minutos
28 minutos
Maratona
Pontal
17 minutos
16 minutos
Atletismo (exceto arremessos)
Clube de Aeronáutica
26 minutos
24 minutos
Atletismo (incluindo
arremessos)
Universidade da Força
Aérea (UNIFA)
32 minutos
25 minutos
BOXE
Riocentro – Pavilhão 5 (1º andar)
8 minutos
7 minutos
Ciclismo de estrada
Pontal
17 minutos
16 minutos
Ciclismo de pista
Pontal
17 minutos
16 minutos
ESGRIMA
Riocentro – Pavilhão
5 (piso térreo)
8 minutos
7 minutos
GINÁSTICA (ARTÍSTICA, RÍTMICA
E DE TRAMPOLIM)
Parque dos Atletas
9 minutos
8 minutos
JUDÔ
Parque dos Atletas
9 minutos
8 minutos
Esgrima
Arena da Juventude
(partida de Gericinó)
10 minutos
10 minutos
Hipismo e eventos combinados
Campo de Instrução
de Gericinó
34 minutos
28 minutos
Natação
Centro de Esportes
Aquáticos de Deodoro
(partida de Gericinó)
5 minutos
5 minutos
TAEKWONDO
Riocentro – Pavilhão 5 (1º andar)
8 minutos
7 minutos
Corrida
Clube da Aeronáutica
26 minutos
24 minutos
Natação
Centro Aquático de Deodoro
36 minutos
28 minutos
Natação
Parque dos Atletas
9 minutos
8 minutos
Ciclismo e corrida
Pontal
17 minutos
16 minutos
LEVANTAMENTO DE PESO
Riocentro – Pavilhão
5 (piso térreo)
8 minutos
7 minutos
LUTA OLÍMPICA
Parque dos Atletas
9 minutos
8 minutos
ESPORTE/DISCIPLINA
ESPORTES AQUÁTICOS
Maratona aquática
Natação
ATLETISMO
CICLISMO
PENTATLO MODERNO
TRIATLO
156
Transporte
INSTALAÇÕES DE COMPETIÇÃO
Nos dias de competição, o serviço de TA será agendado de modo que o primeiro ônibus
chegue à instalação duas a três horas antes do início da competição, de acordo com as
exigências de cada esporte. Nos horários de pico, os serviços vão circular com mais frequência
antes e depois das competições. Os serviços menos frequentes vão circular durante a sessão
de competição. O último ônibus a deixar a instalação de competição irá variar de acordo com
as exigências do esporte, até um máximo de duas horas após o término da competição.
Os tempos de viagem estimados não incluem tempos de inspeções de segurança, ou filas na
área de inspeção de veículos (VSA).
INSTALAÇÃO
DATAS DO SERVIÇO
TEMPO DE
VIAGEM
(SEM ORN)
TEMPO DE
VIAGEM
(COM ORN)
FREQUÊNCIA
Saltos ornamentais
Centro Aquático
Maria Lenk*
24 de julho – 20 de
agosto de 2016
14 minutos
13 minutos
30 minutos
Maratonas aquáticas
Forte de
Copacabana
10–16 de agosto
de 2016
n/a**
46 minutos
Só uma viagem
Natação
Estádio
Olímpico
de Esportes
Aquáticos*
24 de julho – 13 de
agosto de 2016
11 minutos
10 minutos
15 minutos
Nado sincronizado
Centro Aquático
Maria Lenk
24 de julho – 19 de
agosto de 2016
14 minutos
13 minutos
30 minutos
Maratona
Sambódromo
14 e 21 de agosto
de 2016
n/a**
50 minutos
Só uma viagem
Marcha atlética
Pontal
24 de julho - 19 de
agosto de 2016
n/a**
16 minutos
Só uma viagem
Atletismo
Estádio
Olímpico*
8–20 de agosto
de 2016
n/a**
28 minutos
15 minutos (pico)
30 minutos
(off- pico)
TIRO COM ARCO
Sambódromo*
24 de julho – 12 de
agosto de 2016
74 minutos
50 minutos
30 minutos
BADMINTON
Riocentro –
Pavilhão 4*
24 de julho – 20 de
agosto de 2016
7 minutos
6 minutos
20 minutos
BOXE
Riocentro –
Pavilhão 6
6–21 de agosto
de 2016
n/a**
6 minutos
20 minutos
Canoagem
slalom
Estádio de
Canoagem
Slalom
24 de julho – 11 de
agosto de 2016
46 minutos
35 minutos
30 minutos
Canoagem
de velocidade
Estádio da
Lagoa*
24 de julho – 20 de
agosto de 2016
76 minutos
46 minutos
30 minutos (pico)
60 minutos
(fora de pico)
Centro Olímpico
de BMX*
14–19 de agosto
de 2016
n/a**
35 minutos
30 minutos
ESPORTE/DISCIPLINA
ESPORTES AQUÁTICOS
ATLETISMO
CANOAGEM
CICLISMO
BMX
157
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
ESPORTE/DISCIPLINA
INSTALAÇÃO
DATAS DO SERVIÇO
TEMPO DE
VIAGEM
(SEM ORN)
TEMPO DE
VIAGEM
(COM ORN)
FREQUÊNCIA
Ciclismo
mountain bike
Centro de
Mountain Bike*
17–21 de agosto
de 2016
n/a**
33 minutos
30 minutos (pico)
60 minutos
(fora de pico)
Ciclismo de estrada
Forte de
Copacabana*
6–7 de agosto
de 2016
n/a**
46 minutos
Só uma viagem
Ciclismo de estrada
(contrarrelógio)
Pontal*
30 de julho – 10 de
agosto de 2016
17 minutos
16 minutos
30 minutos
Ciclismo de pista
Velódromo
Olímpico
do Rio *
25 de julho – 16 de
agosto de 2016
13 minutos
12 minutos
30 minutos
HIPISMO
(ADESTRAMENTO,
EVENTOS E SALTOS)
Centro Olímpico
de Hipismo*
24 de julho – 19 de
agosto de 2016
35 minutos
35 minutos
30 minutos (pico)
60 minutos
(fora de pico)
ESGRIMA
Arena Carioca 3
6–14 de agosto
de 2016
n/a**
12 minutos
20 minutos (pico)
60 minutos
(fora de pico)
GOLFE
Campo Olímpico 24 de julho – 20 de
de Golfe*
agosto de 2016
16 minutos
14 minutos
30 minutos
GINÁSTICA
(ARTÍSTICA , RÍTMICA
E TRAMPOLIM)
Arena Olímpica
do Rio*
24 de julho – 21 de
agosto de 2016
13 minutos
12 minutos
20 minutos
JUDÔ
Arena Carioca 2
6–12 de agosto
de 2016
13 minutos
12 minutos
30 minutos (pico)
60 minutos
(fora de pico)
Esgrima
Arena da
Juventude *
18–20 de agosto
de 2016
n/a**
32 minutos
Só uma viagem
Hipismo e eventos
combinados
Estádio de
Deodoro
18–20 de agosto
de 2016
n/a**
26 minutos
Só uma viagem
Natação
Centro Aquático
de Deodoro*
18–20 de agosto
de 2016
n/a**
28 minutos
Só uma viagem
REMO
Estádio da
Lagoa *
24 de julho – 13 de
agosto de 2016
76 minutos
46 minutos
30 minutos (pico)
60 minutos
(fora de pico)
VELA
Marina da
Glória*
24 de julho – 18 de
agosto de 2016
80 minutos
50 minutos
30 minutos
TIRO
Centro Olímpico
de Tiro*
25 de julho – 14 de
agosto de 2016
35 minutos
31 minutos
30 minutos (pico)
60 minutos
(fora de pico)
TÊNIS DE MESA
Riocentro –
Pavilhão 3*
24 de julho – 17 de
agosto de 2016
8 minutos
8 minutos
20 minutos
TAEKWONDO
Arena Carioca 3
15–20 de agosto
de 2016
n/a**
12 minutos
20 minutos
TÊNIS
Centro Olímpico
de Tênis*
24 de julho – 14 de
agosto de 2016
11 minutos
10 minutos
20 minutos
TRIATLO
Forte de
Copacabana
18 e 20 de agosto
de 2016
n/a**
46 minutos
Só uma viagem
PENTATLO MODERNO
158
Transporte
INSTALAÇÃO
DATAS DO SERVIÇO
TEMPO DE
VIAGEM
(SEM ORN)
TEMPO DE
VIAGEM
(COM ORN)
FREQUÊNCIA
Arena de
Vôlei de praia*
24 de julho – 18 de
agosto de 2016
82 minutos
53 minutos
30 minutos
LEVANTAMENTO
DE PESO
Riocentro –
Pavilhão 2
6–16 de agosto
de 2016
n/a**
8 minutos
20 minutos
LUTA OLÍMPICA
Arena Carioca 2
13–21 de agosto
de 2016
n/a**
12 minutos
30 minutos
ESPORTE/DISCIPLINA
VÔLEI
Vôlei de praia
*Instalações usadas para competição e treinamento.
**O sistema TA para estas instalações começam quando a ORN está inteiramente operacional.
As datas dos serviços e a frequência de TA entre as instalações de competição e treinamento
podem mudar de acordo com os horários das competições e treinamentos. Informações
atualizadas estarão disponíveis para as equipes no Info+, no SIC e nos SIDs.
ÔNIBUS PARA ESPORTES DE EQUIPE
Os esportes de equipe para os quais serão fornecidos ônibus são:
• Basquetebol
• Futebol
• Handebol
• Hóquei
• Polo aquático
• Rugby
• Voleibol (de quadra)
Cada uma dessas equipes poderá reservar um ônibus exclusivo para o deslocamento entre
a Vila Olímpica e as instalações de treinamento e competição de acordo com o calendário
oficial. O serviço de ônibus exclusivo cessará após a última competição da equipe.
Os serviços de ônibus para esportes de equipe são exclusivos de um CON para as sessões
de competição e treinamento, mas podem ser utilizados diferentes motoristas e veículos;
portanto, os atletas e oficiais de equipe não devem deixar nenhum objeto dentro do ônibus.
A política para os ônibus de esportes de equipe é a seguinte:
• Os ônibus para equipes somente podem ser utilizados pelos membros credenciados das
equipes
• Os ônibus para equipes somente podem ser utilizados para viagens entre a Vila Olímpica e
a respectiva instalação ou instalações de competição e treinamento
159
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
• Os ônibus para equipes não terão acesso às instalações de competição de outros esportes,
nem podem ser utilizados para fins de assistir ao seu próprio esporte
• Todos os equipamentos devem ser transportados nos ônibus para equipes
As equipes encontrarão seu ônibus e seu motorista pela primeira vez no Terminal de
Transporte de Atletas da Vila Olímpica. O líder da equipe comunicará a programação da
equipe ao SIC para organizar os serviços de ônibus e motoristas. Se forem necessárias
quaisquer alterações, elas devem ser comunicadas até as 14h do dia anterior ao serviço
solicitado.
Os tempos de viagem até as instalações de treinamento e competição para os esportes de
equipe podem ser encontados no Rio Exchange.
9.3 VEÍCULOS
9.3.1 VEÍCULOS EXCLUSIVOS PARA OS CONS
Cada CON receberá um certo número de veículos exclusivos, com base no tamanho da sua
delegação (Aa, Ac, e Ao Primária), de acordo com a Regra 38 da Carta Olímpica. O número
final de veículos alocados a cada CON será confirmado na Reunião de Registro de Delegações
(DRM). A alocação total de veículos mostrada na tabela abaixo inclui o veículo alocado ao
Chefe de Missão do CON.
TAMANHO DA
DELEGAÇÃO
VEÍCULOS DE 5
LUGARES
VEÍCULOS DE 15 LUGARES
TOTAL DE VEÍCULOS
EXCLUSIVOS PARA CONS
1 – 10
1
0
1
11 – 50
2
0
2
51 – 100
2
1
3
101 – 200
3
1
4
201 – 300
4
1
5
301 – 400
4
2
6
401 – 500
5
2
7
501 +
6
2
8
A partir de 18 de julho de 2016, depois que a DRM for concluída, os CONs podem agendar um
atendimento na mesa de transportes no Centro de Serviços aos CONs para marcar a hora
de retirar seu(s) veículo(s) exclusivo(s) no estacionamento P3 e encontrar seus motoristas
exclusivos do Rio 2016. O Chefe de Missão, seu representante ou um portador de cartão proxy
para operações financeiras poderão retirar o(s) veículo(s).
Os veículos serão administrados pelos CONs e serão de sua responsabilidade até serem
devolvidos. Os veículos devem ser mantidos e devolvidos no mesmo estado em que foram
recebidos no estacionamento P3 da Vila Olímpica, antes da partida do CON e no máximo até
as 16h da quarta-feira, dia 24 de agosto de 2016. Não será permitido devolver os veículos em
qualquer outra instalação.
160
Transporte
Haverá estacionamento disponível para os veículos exclusivos para os CONs no
estacionamento P3 na Vila Olímpica. Consulte o mapa na seção 21.3 para ver a localização.
O estacionamento estará aberto 24 horas por dia e terá funcionários das 6h às 24h (meianoite), de 18 de julho até 24 de agosto de 2016.
Para outras instalações de treinamento, de competição e não competição, as vagas nos
estacionamentos P3 estarão disponíveis por ordem de chegada.
Os CONs podem visitar a mesa de transportes no Centro de Serviços aos CONs, na Vila
Olímpica, para esclarecer quaisquer dúvidas.
TIPOS DE VEÍCULOS
Os veículos foram fornecidos pela Nissan, patrocinadora oficial do Rio 2016 para veículos.
Os modelos são mostrados abaixo.
TIPO DE VEÍCULO
MODELO
Utilitário
(5 lugares)
Nissan Kicks
Passeio (5 lugares)
Nissan Versa
Minibus (15 lugares)
Renault Master
Cada veículo incluirá o seguinte:
• Sistema de navegação por satélite (GPS) e Manual do Motorista
• Cartão de combustível*
• Seguro e assistência na estrada para pane e recuperação
• VAPP (vide seção 9.4.1 para mais detalhes)
*O cartão de combustível somente pode ser utilizado por veículos dedicados e seu uso será monitorado pelo Rio 2016.
Se o cartão for utilizado em veículos não dedicados, os CONs serão penalizados e perderão seu cartão de combustível.
Veículos de ciclismo
Os CONs com atletas competindo em qualquer das disciplinas de ciclismo têm direito a um
veículo adicional. Os carros para ciclismo devem ser priorizados e dirigidos pelo próprio CON
por estarem familiarizados com as rotas de competição, de acordo com as diretrizes da UCI.
161
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
Para esse fim, um bagageiro e um rádio serão instalados. Maiores detalhes sobre o acesso de
veículos e permissão para dirigir da UCI para competições de estrada podem ser encontrados
no Guia de Lideres de Equipes relevante em junho de 2016.
Uma vez que os atletas tenham terminado a competição em sua última disciplina de
ciclismo, os CONs devem retornar seus veículos de ciclismo ao estacionamento de veículos
de ciclismo e entregar as chaves ao escritório de Transporte, no estacionamento P3 na Vila
Olímpica, até as 20h do dia seguinte.
TIPO DE VEÍCULO
MODELO
Minivan compacta
(5 lugares)
Nissan Grand Livina
Veículos de ciclismo possuirão as mesmas características que os outros veículos dedicados
dos CONs (veja acima).
9.3.2 VEÍCULOS DO CATÁLOGO DE PRODUTOS E SERVIÇOS E OUTROS VEÍCULOS
Os veículos do Catálogo de Produtos e Serviços podem ser conduzidos por pessoal
credenciado ou não credenciado. Todos os motoristas de veículos do Catálogo devem
respeitar os critérios para motoristas do Rio 2016, descritos na seção 9.5.3.
Os veículos do Catálogo de Produtos e Serviços podem ser retirados no início do período
de locação solicitado, na central da frota de veículos do Catálogo de Produtos e Serviços,
localizada no Riocentro.
Os veículos do Catálogo de Produtos e Serviços para os CONs devem ser devolvidos na central
da frota de veículos do Catálogo de Produtos e Serviços. Os veículos do Catálogo de Produtos
e Serviços exibindo a VAPP correta poderão estacionar no estacionamento P6, na Vila
Olímpica.
O Chefe de Missão, Vice-Chefe de Missão ou um portador de cartão proxy para operações
financeiras que vier retirar o(s) veículo(s) terá que acompanhar uma inspeção do veículo feita
por um membro da equipe de Transportes do Rio 2016 e receberá uma cópia do Contrato de
Aluguel/Empréstimo. Uma vez que o veículo seja retirado, estará sob a gestão do CON.
Para os veículos do Catálogo de Produtos e Serviços sem VAPP, os CONs precisarão solicitar
um passe temporário na mesa de transportes, no Centro de Serviços aos CONs, na Vila
Olímpica, a fim de devolver os veículos na central de locação da frota de veículos do Catálogo
de Produtos e Serviços ao final do período de aluguel. Ao retornar para o Rio 2016, a condição
do veículo será comparada à sua condição original, tal como indicado no Contrato de
Aluguel/Empréstimo.
162
Transporte
Os veículos do Catálogo de Produtos e Serviços incluirão todos os itens listados para veículos
exclusivos para os CONs (ver seção 9.3.1), mas não vêm com cartão de combustível, VAPP e
nem motorista.
Os CONs terão a oportunidade de comprar VAPPs para seus veículos do Catálogo de Produtos e
Serviços e/ou de locação privada através do Catálogo de Produtos e Serviços (vide seção 9.4.2).
9.3.3POLÍTICA PARA VEÍCULOS
Os veículos exclusivos para os CONs e os veículos do Catálogo de Produtos e Serviços
somente poderão circular dentro dos limites da área metropolitana do Rio de Janeiro. Um
mapa mostrando a área metropolitana da cidade pode ser encontrado no Rio Exchange.
A cobertura do seguro e a assistência para panes não serão fornecidas para nenhum veículo
que estiver fora desses limites.
9.4 PERMISSÕES DE ACESSO E ESTACIONAMENTO DE VEÍCULOS
9.4.1 VAPPS PARA VEÍCULOS EXCLUSIVOS DOS CONS
A permissão de acesso e estacionamento de veículos (VAPP) permite que um veículo circule
em pistas Olímpicas, e se aplicável, passe pelos pontos de verificação de permissão de
veículos (VPCs), VSAs e acesse áreas de estacionamento/desembarque.
O acesso às vagas de estacionamento se dará por ordem de chegada, e a VAPP não garantirá
uma vaga se o estacionamento designado estiver lotado.
As seguintes VAPPs serão utilizadas nos diversos veículos do Rio 2016:
VEÍCULO
TIPO DE
VAPP
TRANSFERÍVEL
DIREITOS DE ACESSO E ESTACIONAMENTO
Exclusivo
dos CONs
Azul
VLV P3
Sim
• Estacionar no estacionamento P3 na Vila Olímpica
• Estacionar nos estacionamentos P3 nas
instalações de competição e treinamento (onde
houver estacionamento disponível)
• Estacionar no estacionamento P3 próximo ao Parque
Olímpico da Barra, fora do perímetro de segurança
• Estacionar nos estacionamentos P3 do
Parque Olímpico Deodoro
• Não será permitido estacionar no estacionamento P3 no Forte
de Copacabana durante os eventos de ciclismo de estrada
• Apenas acesso remoto às áreas de embarque/desembarque
de passageiros nos Hotéis da Família Olímpica
• Acesso à área de embarque/desembarque de
passageiros no IBC/MPC para os CONs levando
atletas para coletivas de imprensa
Pode ser usada em
veículos de até 15
lugares apenas
163
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
VEÍCULO
TIPO DE
VAPP
TRANSFERÍVEL
DIREITOS DE ACESSO E ESTACIONAMENTO
Chefe de
Missão
Roxa
Infinity
P2 CON
Sim
Pode ser usada
apenas em veículos
de até 15 lugares
• Acesso apenas às áreas T1/T2 de embarque/desembarque
de passageiros e ao estacionamento P3 na Vila Olímpica
• Acesso às áreas T1/T2 de embarque/desembarque de
passageiros e estacionamento P2 em todas as instalações
de competição, não competição e de treinamento
(onde houver vagas disponíveis), inclusive dentro do
perímetro de segurança do Parque Olímpico da Barra
• Acesso às áreas T1/T2 de embarque/desembarque e
estacionamentos P2 do Parque Olímpico de Deodoro
• Estacionamento P2 muito limitado no Forte de Copacabana
• Acesso às áreas T1/T2 de embarque/desembarque
em todos os Hotéis da Família Olímpica
• Acesso apenas à área de embarque/desembarque do IBC/MPC
Ciclismo
Azul
CYC P3
Não
• Estacionar no estacionamento de carros
para ciclismo na Vila Olímpica
• Acesso ao Velódromo Olímpico do Rio antes/depois da
competição para carga/descarga de equipamento, antes
de o veículo ser retirado da instalação para a área de
estacionamento P3 fora do Parque Olímpico da Barra
• Deve ser usado para acessar instalações e eventos de
ciclismo de estrada. Detalhes sobre a disponibilidade
de estacionamento para eventos de ciclismo de estrada
estarão disponíveis no Guia dos Líderes de Equipes.
• Acesso ao Centro Olímpico de BMX e ao Centro de
Mountain Bike antes/depois das competições para
carga/descarga do equipamento, antes de o veículo
ser levado da instalação para a área compartilhada
do estacionamento P3 do Parque Radical.
As VAPPs de veículos exclusivos para os CONs, incluindo a VAPP P2 para o Chefe de Missão,
são transferíveis. As VAPPs de veículos exclusivos para os CONs são transferíveis para um
máximo de três veículos por VAPP e quantas vezes forem necessárias entre esses três
veículos. O número de veículos entre os quais os CONs têm o direito de transferir as VAPPs é
mostrado abaixo.
164
TAMANHO DA DELEGAÇÃO
TOTAL DE VAPPS E VEÍCULOS
EXCLUSIVOS PARA OS CONS
NÚMERO MAXIMO DE VEÍCULOS
PARA QUAIS AS VAPPS PODEM
SER TRANSFERIDAS
1 – 10
1
3
11 – 50
2
6
51 – 100
3
9
101 – 200
4
12
201 – 300
5
15
301 – 400
6
18
401 – 500
7
21
501 +
8
24
Transporte
9.4.2 VAPPS DO CATÁLOGO DE PRODUTOS E SERVIÇOS
Os CONs precisaram comprar uma VAPP através do Catálogo de Produtos e Serviços para que
seu veículo do Catálogo de Produtos e Serviços ou de locação privada tenha autorização para
acessar as áreas de desembarque e os estacionamentos do Rio 2016, assim como de circular
pela ORN. O Chefe de Missão, Vice-Chefe de Missão ou um portador de cartão proxy para
operações financeiras poderão retirar qualquer VAPP comprada na mesa de Catálogos de
Produtos e Serviços no Centro de Serviços aos CONs.
Todas as VAPPs do Catálogo de Produtos e Serviços, exceto a VAPP de circulação “ALL CIR” e
a VAPP de futebol “FBC”, darão acesso à Vila Olímpica e ao estacionamento P6 designado
na Vila Olímpica. As VAPPs de circulação darão acesso a áreas específicas de embarque
nas instalações e na Vila Olímpica, apenas para pegar e deixar passageiros. Na maioria das
instalações, as áreas de embarque podem estar perto das áreas do estacionamento P6. As
localizações das áreas de embarque e dos estacionamentos P6 disponíveis nas instalações
serão indicadas no Kit de Informação de Transporte para os CONs.
As seguintes restrições se aplicam ao uso de VAPPs do Catálogo de Produtos e Serviços:
• Devem ser usadas apenas em carros de até oito lugares, com não mais que 5,2 m de
comprimento e menos de 2,5 m de largura, com exceção da VAPP de circulação “ALL CIR”,
que pode ser usada em veículos de até 15 lugares
• As VAPPs podem ser transferidas, mas apenas entre veículos do tamanho especificado acima
• Transferíveis para um máximo de três veículos por VAPP e quantas vezes forem
necessárias entre esses três veículos. Por exemplo, uma VAPP do Catálogo de Produtos e
Serviços pode ser transferida entre um máximo de três veículos; duas VAPPs, entre até seis
veículos; três VAPPs, entre até nove veículos, e assim por diante
• Não devem ser revendidas para outras organizações
• As VAPPs perdidas não serão substituídas. Porém, é de responsabilidade dos CONs
informar o número de série da VAPP perdida para o escritório de VAPPs do Rio 2016
imediatamente, pelo e-mail [email protected], ou diretamente na mesa de Transporte
na Vila Olímpica
• Se uma VAPP for roubada, o CON deve informar imediatamente o número de série ao
escritório de VAPPS do Rio 2016 e registrar um boletim de ocorrência policial informando
o roubo. Uma VAPP de substituição pode ser fornecida mediante apresentação do B.O. da
Polícia e prova da comunicação do roubo ao escritório de VAPPs do Rio 2016
• As VAPPs exibidas corretamente darão acesso às pistas nas ruas e avenidas na ORN
• Nenhuma VAPP dará acesso ao perímetro de segurança do Parque Olímpico da Barra, nem
ao estacionamento no Forte de Copacabana
• Haverá estacionamento disponível pelo período de tempo em que uma instalação
específica esteja operacional, contanto que a VAPP esteja exposta adequadamente
enquanto o veículo estiver estacionado
165
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
REGISTRO DE VEÍCULOS NÃO-RIO 2016
O tipo e o número da placa dos veículos não-Rio 2016 devem ser informados antes que as
VAPPs sejam exibidas nos veículos. Incentivamos os CONs a enviar os detalhes dos veículos
não-Rio 2016 até o dia 14 de julho de 2016. Mais informações sobre este processo estarão
disponíveis no Rio Exchange.
Os CONs que não puderem enviar os detalhes antecipadamente devem informar o tipo e o
número da placa do veículo para a mesa de Transporte no Centro de Serviços aos CONs após
a abertura da Vila Olímpica. Os CONs não poderão utilizar as VAPPs até pelo menos dois
dias de trabalho após os detalhes do veículo tenham sido enviados. Se essas informações
não forem fornecidas, o CON receberá multa por usar as pistas de Jogos em um veículo não
registrado.
9.5 MOTORISTAS
9.5.1 MOTORISTAS EXCLUSIVOS DO RIO 2016
Para cada veículo exclusivo para os CONs (exceto os veículos do ciclismo), será fornecido um
motorista durante nove horas consecutivas por dia, incluindo um intervalo de uma hora, com um
dia de folga em um período de sete dias. Motoristas substitutos serão fornecidos para cobrir os
dias de folga. Os motoristas devem ter pelo menos 10 horas de descanso entre os turnos.
O Rio 2016 determinará os dias de trabalho por motorista, mas os CONs são responsáveis por
programar os turnos dos motoristas entre 6h e 24h (meia-noite) nesses dias. Os CONs devem
eleger um ponto de contato de Transporte que será responsável por informar os turnos dos
motoristas à equipe de Transporte por e-mail, telefone ou pessoalmente, no escritório de
Transporte para CONs no estacionamento P3. Quaisquer mudanças devem ser comunicadas
até as 14h do dia anterior. A equipe de Transportes estará no estacionamento P3 para ajudar
caso haja quaisquer problemas ou dúvidas.
A política do Rio 2016 para motoristas exclusivos e para as chaves dos veículos deve ser
obedecida.
POLÍTICA DO RIO 2016 PARA MOTORISTAS EXCLUSIVOS
• Os motoristas exclusivos do Rio 2016 somente são autorizados a conduzir os veículos
exclusivos para os CONs
• O motorista sempre deve retirar o veículo exclusivo para os CONs no estacionamento P3
• Os turnos dos motoristas serão definidos pelo CON dentro das horas de trabalho
permitidas, especificadas acima
• Os motoristas exclusivos do Rio 2016 devem se apresentar no início e no fim de cada turno
no estacionamento P3
• Os motoristas exclusivos do Rio 2016 poderão fazer check-out e entregar as chaves dos
veículos exclusivos no estacionamento P3 até 24h (meia-noite). As chaves podem ser
retiradas no dia seguinte a partir das 6h. Se o CON pretender ficar com o veículo e dirigir
sozinho depois de terminado o turno do motorista, é de responsabilidade do CON enviar
o motorista ao estacionamento P3 para que o veículo seja inspecionado, acompanhado
166
Transporte
por um representante do CON, que receberá as chaves de volta do motorista. Consulte a
política abaixo sobre a entrega das chaves
• Enquanto estiverem em serviço, em seu turno, as infrações de trânsito e de
estacionamento serão de responsabilidade dos motoristas exclusivos do Rio 2016.
Portanto, espera-se que os CONs cooperem e compreendam que os motoristas foram
treinados para respeitar as regras de trânsito e de estacionamento da cidade, assim como
as específicas do Rio 2016
• Em caso de acidente com um veículo enquanto um motorista exclusivo do Rio 2016 estiver
dirigindo, o valor deduzível do seguro (“excesso”) será de responsabilidade do Rio 2016
• Os motoristas do Rio 2016 não terão acesso a Vila Olímpica. Os CONs devem solicitar um
passe de convidado de sua cota diária através do processo usual (veja seção 5.1.6), caso
queiram que o motorista acesse a Vila Olímpica
POLÍTICA PARA CHAVES DOS VEÍCULOS
• Os CONs são plenamente responsáveis ​​pelas chaves dos seus veículos durante os Jogos.
Não será fornecido nenhum veículo adicional para o período de tempo solicitado a fim de
substituir chaves perdidas
• Será de responsabilidade do CON cobrir o custo de substituição de chaves perdidas e/ou
danificadas. Se um motorista dos CONs perder ou danificar uma chave, o Rio 2016 será
responsável
9.5.2CREDENCIAMENTO DE MOTORISTAS PARA OS CONS
Conforme o documento Guia de Credenciamento nos Jogos Olímpicos do COI – Especificações
Detalhadas, os CONs têm direito ao credenciamento para seus próprios motoristas.
Os CONs poderão credenciar um motorista para cada veículo do Rio 2016 exclusivo para CONs
e qualquer veículo do Catálogo de Produtos e Serviços. A credencial do motorista permitirá
apenas o acesso às VSAs para desembarcar e embarcar delegados; não dará acesso à Vila
Olímpica ou a outras instalações. Ela ainda permitirá acesso ao estacionamento dos CONs
na Vila Olímpica, já que este fica fora do perímetro de segurança. Os CONs podem usar seus
passes para convidados para permitir que seus motoristas entrem na Vila Olímpica.
A credencial do motorista servirá como isenção de visto.
Para os CONs que pretendem credenciar seus próprios motoristas para veículos exclusivos
dos CONs e/ou veículos do Catálogo de Produtos e Serviços, a seguinte política deve ser
respeitada.
POLÍTICA PARA MOTORISTAS CREDENCIADOS DOS CONS
• Os CONs são responsáveis ​​por quaisquer problemas envolvendo os veículos exclusivos
do Rio 2016 e/ou veículos de Catálogo de Produtos e Serviços, por exemplo: acidentes;
infrações de trânsito e de estacionamento
• Os CONs são responsáveis ​​por garantir que todos os motoristas, exceto os fornecidos pelo
Rio 2016, preencham o diário de bordo do veículo corretamente em cada um dos seus
veículos
• Os CONs são responsáveis ​​por fornecer refeições aos seus próprios motoristas
credenciados
167
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
9.5.3VEÍCULOS DIRIGIDOS PELOS CONS
Os CONs também poderão dirigir seus veículos, desde que o motorista tenha se cadastrado
para dirigir e tenha sido aprovado pela equipe de Transportes do Rio 2016.
Os requisitos para motoristas citados abaixo serão aplicados aos motoristas dos CONs, assim
como a todos os delegados credenciados e não credenciados que desejem dirigir veículos
dedicados dos CONs e veículos do Catálogo de Produtos e Serviços:
• Carteira de habilitação deve ser emitida por um país/território especificado no Guia do
Motorista
• Carteira de habilitação original e válida, em inglês ou português, ou carteira internacional
de motorista. Esta deve ser acompanhada pelo passaporte individual mostrando a data
de entrada no Brasil. É extremamente recomendável levar consigo uma tradução da
habilitação ou permissão certificada em português
• Os motoristas devem ter mais de 21 anos de idade e possuir sua habilitação por pelo
menos dois anos
• Os motoristas devem ter preenchido o Acordo de condução própria e uso do veículo
Rio 2016
• Uma carteira de habilitação especial é necessária para os veículos de 15 lugares
(habilitação brasileira tipo D)
O Guia do Motorista, contendo mais detalhes sobre os requerimentos, estará disponível no
Rio Exchange.
Os assistentes dos CONs não poderão dirigir os veículos exclusivos dos CONs nem os veículos
do Catálogo de Produtos e Serviços. No entanto, os Assistentes Próprios dos CONs estão
autorizados a dirigir, desde que tenham preenchido o Acordo de condução própria e uso do
veículo Rio 2016, e desde que o CON assuma total responsabilidade por eles.
Todas as cópias das carteiras de habilitação devem ser apresentadas na mesa de Transportes
no Centro de Serviços aos CONs para que os portadores recebam autorização para dirigir os
veículos. Cada motorista poderá dirigir um veículo compatível com a categoria a qual ele tem
permissão em seu país.
Quaisquer multas ou taxas devidas a infrações de trânsito cometidas por um veículo
exclusivo dos CONs ou veículo do Catálogo de Produtos e Serviços serão de total
responsabilidade do indivíduo que estiver dirigindo o veículo em questão, ou de seu CON. Os
motoristas não brasileiros devem estar sempre de posse de seus passaportes (cópias não são
aceitas) ao conduzir o veículo.
O Brasil tem uma política de tolerância zero ao álcool (ou seja, não é permitido consumir
nenhuma quantidade de álcool antes de dirigir), e essa política é aplicada com rigor.
168
Transporte
Uma visão geral especificando quais indivíduos podem dirigir quais diferentes tipos de
veículos Rio 2016 pode ser encontrada na tabela abaixo.
TIPO DE
VEÍCULO
Veículos
exclusivos
Veículos de
ciclismo
MOTORISTA
PROVIDENCIADO
POR
FRANQUIA* A
SER PAGA POR
INFORMAÇÕES ADICIONAIS
CON
CON
Informações do motorista
devem ser fornecidas
antecipadamente.
Motoristas Rio 2016
Rio 2016
Rio 2016
Somente indivíduos
credenciados
CON
CON
QUEM PODE DIRIGIR?
Somente indivíduos
credenciados
Assistentes Próprios
dos CONs
Indivíduos
credenciados e
não-credenciados
Veículos do
Catálogo de
Produtos e
Serviços
T1/T2
Vans para
equipamentos
Informações do motorista
devem ser fornecidas
antecipadamente.
Informações do motorista
devem ser fornecidas
antecipadamente.
CON
CON
Motoristas Rio 2016
Rio 2016
Rio 2016
Motoristas
independentes
(somente indivíduos
credenciados)
CON
CON
Somente motoristas
Rio 2016
Rio 2016
Rio 2016
Assistentes Próprios
dos CONs
A primeira coleta dos veículos
do Catálogo de Produtos e
Serviços somente poderá
ser feita por um indivíduo
credenciado (a área de
embarque fica dentro do
perímetro de segurança) .
Os CONs devem escolher
se vão utilizar motoristas
Rio 2016 ou motoristas
independentes. Os CONs
que queiram combinar
estas opções devem
entrar em contato com
seu representante de
Relações com os CONs.
*“Deduzíveis” (excesso) significa a quantidade a ser paga pelo motorista ou organização responsável pelo veículo, em
caso de acidente, por danos em excesso não cobertos pela empresa de seguros.
Motoristas independentes são considerados todos aqueles que não são motoristas
fornecidos pelo Rio 2016.
9.6 SERVIÇOS T3
Os clientes T1, T2 e T3, incluindo Presidentes e Secretários-Gerais do CON, terão acesso ao
serviço T3 24 horas por dia, de 18 de julho a 24 de agosto de 2016.
Três tipos de serviço T3 estarão disponíveis: Pedido de Transporte (RFT); sob demanda e
serviços de shuttle, dependendo dos horários operacionais das instalações.
169
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
SERVIÇOS RFT E SOB DEMANDA T3
O T3 sob demanda e o agendamento de serviços de RTF vão funcionar como se fossem um
serviço de táxi, consistindo em um conjunto de carros que vão se deslocar apenas entre
as localidades que constam da lista de destinos T3 (veja seção 21.2). Os veículos não são
dedicados e só podem ser usados para viagens em um único sentido (não ida e volta). Os
veículos T3 só podem circular dentro dos destinos da lista de T3.
Os serviços RTF e sob demanda estarão disponíveis nas datas/horários abaixo.
DATAS DE FUNCIONAMENTO
TIPO DE SERVIÇO
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO
18-23 de julho 2016
RFT
7h – 19h (apenas sob reserva)
Sob demanda
7h – 23h*
RFT
24 horas por dia** (apenas sob reserva)
RFT
7h – 18h (apenas sob reserva)
24 de julho – 23 de agosto 2016
24 de agosto 2016
*Excluindo locais de competição e o IBC/MPC. Serviços para o IBC/MPC estarão disponíveis até as 24h (meia noite).
O serviço sob demanda estará disponível nas instalações de competição uma hora antes do início das competições,
até uma hora após o término das mesmas, de acordo com o calendário das competições.
**Para uso quando quando o serviço sob demanda não estiver disponível nas instalações, ou quando outro tipo de
serviço for solicirado, como espaço para um assento para bebê ou espaço adicional para bagagem.
Os serviços RFT e T3 sob demanda cessarão às 15h nos dias das cerimônias de abertura e
encerramento, e não podem ser usados para ir ao Estádio do Maracanã.
As reservas para RFT devem ser feitas com quatro horas de antecedência através do call
center do T3, pelo telefone (+55) (21) 4001 2016.
SERVIÇO DE SHUTTLE T3
Um serviço de ônibus do sistema T3 será a única opção para clientes T3 para o deslocamento
entre os Parques Olímpicos de Deodoro e da Barra (exceto o Centro Olímpico de Hipismo) e as
seguintes instalações
• Hotéis Windsor Marapendi / Novotel Barra
• Hotéis Windsor Barra / Windsor Oceânico
O shuttle chegará a um centro de transportes localizado em cada Parque; ali haverá um
serviço de conexão para continuar a viagem até a instalação desejada de competição/
treinamento. Para as partidas, os viajantes devem ir até a área de embarque T3 da instalação,
onde poderão se conectar a outros meios de transporte e prosseguir viagem.
170
Transporte
As datas e os horários de funcionamento do serviço de ônibus T3 são mostrados abaixo.
DOS HOTEIS DA FAMÍLIA OLÍMPICA AOS PARQUES
OLÍMPICOS DA BARRA E DE DEODORO
SERVIÇO DE ÔNIBUS T3
DATAS
HORAS
FREQUÊNCIA
24 julho - 4 agosto 2016*
8h – 22h
60 minutos
5 agosto 2016
7h – 18h
30 minutos
6-20 agosto 2016
7h – 1h
20 minutos
21 agosto 2016
7h – 18h
20 minutos
*Nos dias de competição, o serviço funcionará até o fechamento do último salão da Família Olímpica.
Serviços de shuttle não serão fornecidos ao IBC/MPC ou ao Centro Olímpico de Hipismo.
Estas instalações podem ser acessadas pelo RTF ou serviços sob demanda.
Clientes T1/T2 podem também utilizar seus veículos dedicados para chegar aos Parques
Olímpicos da Barra e de Deodoro.
LISTA DE DESTINO T3
A última versão da lista de destino T3 pode ser encontrada na sessão 21.2. Consulte o
Rio Exchange para a versão mais atual.
9.7 ATLETAS ESPECTADORES
Serviços de transporte serão oferecidos aos Atletas Espectadores da Mesma Disciplina (SDAs)
e os Atletas Espectadores de Diferentes Disciplinas (DDAs), bem como os oficiais de equipe
credenciados, que queiram virar espectatores. O serviço para atletas espectadores estará
disponível nos dias de competição e será variável dependendo da instalação. Atletas de
diferentes disciplinas e oficiais devem possuir um ingresso válido para acessar seus assentos.
Um sistema de transporte exclusivo para os atletas e oficiais que desejam assistir partirá
do Terminal de Transporte de Atletas na Vila Olímpica até a área dos espectadores em
determinados locais ou instalações de competição. A frequência do serviço e o tipo de veículo
(ônibus executivo ou comum) dependerão da sessão de cada esporte/competição. Haverá
dois tipos de serviços exclusivos:
• Serviço de ônibus exclusivo: partindo da Vila Olímpica numa frequência a ser especificada
no Info+ e partindo da instalação de volta a Vila Olímpica em até 30 minutos após o o
término da sessão de competição
• Serviço com partidas pré-definidas: Serviço com uma só partida saindo da Vila Olímpica
em um horário indicado no Info+ e saindo da instalação 45 minutos após o término da
sessão de competição
171
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
Para instalações onde não haverá serviço de transporte exclusivo para os atletas que desejam
assistir, os SDAs e DDAs, bem como os oficiais de equipe credenciados, poderão usar o
sistema TA existente para as competições. Nesse caso, sempre será dada prioridade aos
atletas que irão competir.
Não haverá TA nem serviços exclusivos de transporte para atletas e oficiais que desejem
assistir a eventos no Riocentro, já que essa instalação fica a uma curta distância da Vila
Olímpica, ou no Campo Olímpico de Golfe, que pode ser acessado utilizando o sistema BRT.
Os CONs também devem incentivar seus atletas e oficiais de equipe a usar o transporte público
para assistir às competições em instalações na Barra. O serviço BRT do Rio será gratuito para
todos os atletas e oficiais de equipe credenciados durante os Jogos (vide seção 9.8).
A lista das instalações e dos esportes atendidos pelos serviços de transporte para atletas
espectadores está detalhada abaixo.
TIPO DE SERVIÇO
DESEMBARQUE
ESPORTE/DISCIPLINA
Parque Olímpico da Barra
Basquetebol
Saltos
ornamentais
Esgrima
Ginástica
Handebol
Judô
Natação
Nado sincronizado
Taekwondo
Tênis
Ciclismo de pista
Polo aquático
Luta olímpica
Basquetebol
Hipismo
Hóquei
Pentatlo moderno
Rugby
Tiro
Serviço de ônibus exclusivo
Parque Olímpico de Deodoro
Serviço com partida
pré-definida
Serviço TA existente
172
BMX
Canoagem slalom
Mountain bike
Arredores do Maracanã
Futebol
Vôlei
Estádio Olímpico
Atletismo
Futebol
Forte de Copacabana
Maratonas aquáticas
Ciclismo de estrada
Triatlo
Estádio da Lagoa
Canoagem de velocidade
Remo
Pontal
Marcha atlética
Sambódromo
Maratona
Arena de Vôlei de Praia
Vôlei de praia
Marina da Glória
Vela
Sambódromo
Tiro com arco
Transporte
9.8 TRANSPORTE PÚBLICO
O transporte público disponível no Rio inclui os seguintes serviços:
• Ônibus - Bus Rapid Transit (BRT)
• Metrô
• Trem urbano (Supervia)
• Veículo Leve sobre Trilhos (VLT)
• Ônibus urbano
O acesso ao transporte público do Rio será gratuito para os indivíduos nas categorias
credenciadas dos CONs. Isso inclui o BRT, metrô, trem e VLT. A Família dos Jogos não terá
direito ao transporte público gratuito nas cidades-sede do futebol.
Os espectadores com bilhetes para eventos dos Jogos no Rio terão de comprar um cartão de
viagem dos Jogos para usar no transporte público no dia do seu evento.
O transporte público do Rio está sendo planejado para operar em horários ampliados em dias
específicos. Outras informações serão comunicadas mais perto da data dos Jogos.
TÁXIS
Não haverá áreas para embarque/desembarque de passageiros de táxi nas instalações de
competição ou treinamento. Para informações sobre acessos de taxi a Vila Olímpica, veja
seção 5.1.3.
Existem táxis sem licença operando na cidade, mas o Rio 2016 recomenda o uso de taxistas
registrados. Os táxis licenciados podem ser identificados facilmente, pois são amarelos com
listras azuis nas laterais e possuem placa vermelha.
173
SEÇÃO 10
Venda de Ingressos
Venda de ingressos
10 |VENDA DE INGRESSOS
Em outubro de 2014, o Rio 2016 lançou o seu programa de venda de ingressos, e todos os
CONs foram convidados a comprar ingressos para o seu próprio uso e para a revenda em seus
respectivos territórios.
REGRAS PRINCIPAIS DO PROGRAMA DE VENDA DE INGRESSOS
De acordo com as regras fundamentais do Acordo de Vendas de Ingressos (TSA), com as quais
os CONs e os Revendedores Autorizados de Ingressos (ATRs) concordaram:
• Ingressos para CONs/ATRs devem ser originados apenas do Rio 2016
• Cada CON concorda em aceitar toda a responsabilidade pelas ações de seus ATR e
subdistribuidores indicados, quando aplicável
• Cada CON é responsável por garantir que todos os ingressos atribuídos ao seu território
sejam devidamente gerenciados e usados
• Um ATR que representa vários CONs e/ou esteja presente em mais de um território não
está autorizado a distribuir, realocar, transferir e/ou vender ingressos para qualquer
outra finalidade e/ou grupo além daquele para o qual os ingressos foram originalmente
atribuídos sem autorização prévia do Comitê Rio 2016. Quando autorizado, tais ações
devem ser feitas através do portal de ingressos para clientes (CTP)
• Se o Rio 2016 tomar conhecimento de qualquer violação dos termos e condições do TSA
pelo ATR ou pelo CON, poderá ser aplicada uma multa de até 100 vezes o valor nominal
dos ingressos envolvidos na violação
10.1 VENDAS E COMPRAS DE INGRESSOS DURANTE OS JOGOS
VENDA DE INGRESSOS
Os CONs e os ATRs estão autorizados a vender ingressos no Brasil somente se aderirem à
legislação local pertinente e rigorosa relativa à venda de ingressos no Brasil. As empresas
que pretendam realizar as vendas são obrigadas a ter um CNPJ regular (número brasileiro de
registro de empresas para efeito de incidência de impostos) e estarão sujeitas à tributação,
bem como a diversas leis, como por exemplo aquelas concernentes à venda de ingressos e
aos direitos dos consumidores. Mais detalhes podem ser encontrados no Guia de Finanças
dos CONs/CPNs para Operações no Brasil, disponível no Rio Exchange.
De acordo com o TSA, a venda de ingressos seria permitida apenas a partir de um único
local no Rio de Janeiro para o período que começa não mais do que uma semana antes da
cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos e que dura até a cerimônia de encerramento.
Tais vendas devem ser feitas somente para os cidadãos e/ou residentes do território do CON/
ATR. As despesas de envio não podem ser aplicadas se o comprador do ingresso retirar o
seu pedido pessoalmente, mas podem ser adicionadas se utilizado um serviço de entrega.
O CON/ATR não poderá realizar outras cobranças, incluindo taxas de operação. Todos os
impostos brasileiros aplicáveis devem ser devidamente pagos pelo vendedor.
175
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
Qualquer violação das regras acima referidas estará sujeita à pena aplicável, ditada pelas leis
brasileiras.
CONs e ATRs podem continuar a vender para os cidadãos e residentes de seus próprios
territórios durante todo o período dos Jogos através do seu site, evitando, assim, que
qualquer transação financeira ocorra no Brasil. Doações a indivíduos ou a organizações
também são permitidas, dado que a doação não implica transferência de valores financeiros
entre as pessoas.
COMPRAS
Durante os Jogos, poderá haver disponibilidade limitada de ingressos de última hora para
compras por CONs/ATRs. O CTP é um sistema seguro, projetado para aceitar solicitações
de ingressos para as sessões, gerenciar alocações e fornecer acesso às informações. O CTP
continuará a ser a principal plataforma para comprar ingressos adicionais durante os Jogos.
• Compras através do CTP: todos os CONs/ATRs com um TSA assinado e uma conta CTP
podem comprar ingressos, sujeito a disponibilidade, apenas com um cartão de crédito
Visa. Caso o CON/ATR tenha crédito disponível em sua respectiva conta de transações
anteriores, esse crédito também pode ser usado para compras adicionais
• Locais de compras no Rio de Janeiro: independentemente de onde a sessão está sendo
realizada, CONs, ATRs e membros do público podem comprar ingressos usando um cartão
Visa ou com dinheiro (apenas BRL) nos locais listados abaixo:
• Vila Olímpica: os CONs podem comprar ingressos na bilheteira na Praça da Vila.
Um guichê exclusivo atenderá os representantes dos CONs que desejarem fazer
transações no nome de seu CON. Outros guichês estarão disponíveis para atender
ao público geral. A bilheteria da Vila Olímpica estará aberta de 24 de julho a 21 de
agosto, de acordo com o horário de funcionamento da Praça da Vila
• Centro de Venda de Ingressos para Clientes Importantes (KCC): Localizado na sede do
Comitê Rio 2016 e exclusivamente para clientes-chave (CONs e ATRs que participam
do programa de venda de ingressos do Rio 2016), o KCC estará aberto diariamente,
a partir de 15 de julho até 24 de agosto de 2016, das 8h às 21h. Os CONs/ATRs são
fortemente encorajados a agendar uma visita ao seu gerente de conta exclusivo
antes de irem ao KCC
• Hotel da Família Olímpica Windsor Oceânico: este escritório de venda de ingressos,
operado pelo Rio 2016, atenderá qualquer indivíduo com “CON” em sua credencial
diariamente, a partir de 29 de julho até 21 de agosto de 2016, das 9h às 20h
• Instalações de competição: as bilheterias nas instalações de competição venderão
quaisquer ingressos disponíveis para o público. No dia de uma sessão, os ingressos
restantes estarão disponíveis somente nas bilheterias da respectiva instalação. Não
haverá serviços exclusivos para CONs ou ATRs
• Shoppings: as bilheterias estarão situadas no Shopping Leblon (Zona Sul) e no
Shopping Via Parque (Barra). Não haverá serviços exclusivos para CONs ou ATRs
Os horários e dias de funcionamento das bilheterias nos shoppings e nas instalações podem
variar. O site do Rio 2016 disponibilizará as informações atualizadas. Os ingressos restantes
também estarão disponíveis para compra pelo público em geral nesse site. Os ingressos
176
Venda de ingressos
comprados online podem ser entregues digitalmente, diretamente para um telefone celular,
de forma que os espectadores não tenham que enfrentar filas para retirar os seus ingressos.
SERVIÇOS DE REDISTRIBUIÇÃO
Um dos principais objetivos do programa de venda de ingressos do Rio 2016 é garantir a
ocupação completa das instalações. Para atingir essa meta, o Rio 2016 conta com todos
os CONs e ATRs no sentido de que aproveitem ao máximo os serviços de redistribuição
oferecidos, ajudando a garantir que o máximo de membros da família dos CONs, amigos e
familiares de atletas e o público em geral assistam aos Jogos.
Caso os CONs ou ATRs tenham ingressos de que não necessitem mais, eles devem usar o
CTP do Rio 2016 para recolocar esses ingressos para redistribuição. Qualquer método de
redistribuição realizado fora do sistema será considerado ilegal e os CONs/ATRs poderão
enfrentar sanções, de acordo com os termos definidos no TSA, bem como ações judiciais
impetradas pelas autoridades brasileiras. Os CONs e os ATRs devem também conscientizar os
membros da equipe e todos os destinatários de ingressos acerca dos regulamentos.
• Devoluções em consignação: as devoluções em consignação, por meio do CTP, são uma
opção para os ingressos que não são mais necessários ou não foram vendidos pelos CONs/
ATRs. Os valores em dinheiro somente serão creditados na conta do CON/ATR quando
o Rio 2016 tiver êxito na revenda dos ingressos. No entanto, será primeiramente deduzido
o valor correspondente a eventuais débitos relativos a ingressos devidos ao Rio 2016.
Os ingressos impressos devem ser retidos para garantir que os ingressos cancelados não
sejam distribuídos e utilizados. Caso permaneça qualquer saldo credor, o CON/ATR será
reembolsado no prazo de 45 dias após o término dos Jogos
• Transferências: Transferências de cliente para cliente através do CTP. Uma vez que os
ingressos são vendidos, o valor será creditado na conta do cliente vendedor
• Doações: Para garantir que não haja ingressos inutilizados, mesmo em cima da hora, os
CONs e os ATRs poderão doar os ingressos indesejados por meio do CTP a uma organização
de caridade ou social a ser escolhida pelo Comitê Rio 2016, cujo nome será divulgado por
meio do CTP antes dos Jogos
Para obter mais informações, consulte o Guia de Serviços de Redistribuição disponível no CTP.
VENDA DE INGRESSOS COM CÓDIGO DE BARRAS ESCANEÁVEIS E RECICLAGEM
DE INGRESSOS
Os ingressos terão códigos de barras para verificação de acesso em cada instalação.
A tecnologia de código de barras alertará o Rio 2016 e o COI acerca dos ingressos que são
inutilizados.
A reciclagem de ingressos estará disponível em instalações selecionadas nos Parques
Olímpicos da Barra e de Deodoro, apenas para disciplinas específicas. Quando um espectador
deixar uma sessão mais cedo, o ingresso será escaneado na saída. Esse ingresso devolvido
poderá, então, ser revendido pelo Rio 2016 por um preço reduzido para outro espectador
que queira assistir ao restante de uma sessão. Um portador de ingresso que deixar uma
instalação não pode usar o mesmo ingresso para entrar novamente na instalação, por
qualquer motivo. Não haverá nenhuma transferência ou reentrada.
177
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
ASSENTO ACESSÍVEL
Serviços e assentos acessíveis estarão disponíveis em todas as instalações do Rio 2016.
Os ingressos para cadeirantes e seus acompanhantes, para deficientes visuais ou auditivos,
para pessoas com mobilidade reduzida e para pessoas obesas estarão disponíveis para
compra, de acordo com a disponibilidade. Assentos de fácil acesso, localizados nas
extremidades das fileiras e perto de entradas e saídas, também estarão disponíveis.
10.2I NGRESSOS SIGA SEU TIME E INGRESSOS DAS FINAIS DE
ESPORTES EM EQUIPE
Até 01 de julho de 2016, os CONs podem comprar pacotes de ingressos Siga Seu Time (FMT),
permitindo-lhes garantir um número limitado de ingressos para todas as competições dos
esportes em equipe listados abaixo. Além disso, durante os Jogos, o Rio 2016 oferecerá uma
opção de compra de ingressos para as etapas finais desses esportes em equipe, caso a equipe
do CON se qualifique.
Estará disponível a quantidade de ingressos a seguir:
ESPORTE
NÚMERO DE INGRESSOS POR
EQUIPE, POR SESSÃO
CATEGORIA DE PREÇO
Basquete
20
C
Futebol
40
A
Handebol
20
B
Hóquei
40
A
Rugby
40
A
Vôlei
20
B
Polo aquático
40
A
Os ingressos estarão disponíveis para compra pelos CONs/ATRs no guichê da Vila Olímpica ou
no KCC assim que a qualificação for confirmada. Caso a equipe adversária não adquira a sua
cota completa, os ingressos restantes serão oferecidos prioritariamente ao CON oponente.
10.3INGRESSOS PARA FAMILIARES E AMIGOS DE ATLETAS
O Rio 2016 irá garantir dois ingressos por atleta, por sessão, para os seus familiares e amigos,
com exceção da natação, em que será oferecido um ingresso por atleta. Uma vez que os
ingressos designados tenham sido retirados, não haverá mais emissão de ingressos. Os CONs
devem indicar o seu interesse em participar deste programa nas pré-reuniões de registro de
Delegação (Pré-DRMs).
Todos os ingressos de uma disciplina serão oferecidos na mesma categoria de preço (consulte
a tabela abaixo), a menos que as sessões ocorram em instalações diferentes. Conforme as
diretrizes do COI, os ingressos devem ser vendidos a amigos e familiares somente pelo valor
de face. A venda de ingressos do programa para familiares e amigos de atletas (AFF) para
indivíduos sem vínculos com um atleta constitui uma violação das regras fundamentais e
estará sujeita à sanção pecuniária que consta no TSA (seção 5.1.b). Consulte a seção 10.1 deste
manual sobre vendas durante os Jogos.
178
Venda de ingressos
Os ingressos do Programa AFF serão impressos com as informações “somente para uso de
amigos e familiares dos atletas em competição”, e o uso desses ingressos será monitorado
durante os Jogos.
Os CONs devem informar ao Rio 2016 se não forem usar qualquer ingresso AFF por sessão,
para que esses ingressos possam ser recolocados em circulação, com prioridade para os
amigos e os familiares de outros atletas.
Os ingressos permanecerão disponíveis até 30 minutos antes do início de uma sessão. Se não
forem retirados, os ingressos AFF restantes serão oferecidos ao público para venda.
CATEGORIA DE PREÇO*
NÚMERO DE BILHETES RESERVADOS
POR ATLETA EM COMPETIÇÃO
Saltos ornamentais
B
2
Maratonas aquáticas
A
2
Natação
C
1
Nado sincronizado
A
2
Polo aquático
A
2
TIRO COM ARCO
B
2
Atletismo
B
2
Maratona
B
2
Marcha atlética
Evento sem ingresso
BADMINTON
A
2
BASQUETE
A e B**
2
BOXE
B
2
Slalom
A
2
Velocidade
C
2
BMX
B
2
Mountain bike
A
2
Ciclismo de estrada
A
2
Ciclismo de pista
B
2
Adestramento
B
2
Concurso completo
A
2
Saltos
B
2
ESGRIMA
A
2
FUTEBOL
B
2
DISCIPLINA
ESPORTES AQUÁTICOS
ATLETISMO
CANOAGEM
CICLISMO
HIPISMO
179
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
DISCIPLINA
CATEGORIA DE PREÇO*
NÚMERO DE BILHETES RESERVADOS
POR ATLETA EM COMPETIÇÃO
GOLFE
A
2
Artística
B
2
Rítmica
B
2
Trampolim
B
2
HANDEBOL
B
2
HÓQUEI
A
2
JUDÔ
B
2
PENTATLO MODERNO
A
2
REMO
C
2
RUGBY
B
2
VELA
A
2
TIRO
A
2
TÊNIS DE MESA
A
2
TAEKWONDO
A
2
TÊNIS
A
2
TRIATLO
A
2
Vôlei de praia
B
2
Vôlei (de quadra)
C
2
LEVANTAMENTO DE PESO
A
2
Livre
A
2
Greco-romana
A
2
GINÁSTICA
VÔLEI
LUTA OLÍMPICA
*Sujeito à alteração.
**Uma categoria por instalação.
SESSÕES PRELIMINARES
Os ingressos para as sessões preliminares de todos os atletas confirmados estarão
disponíveis para compra a partir de 72 horas após a Reunião de Registro de Delegação (DRM).
Os ingressos permanecerão disponíveis nos guichês das instalações até 30 minutos antes do
início das sessões.
• Ingressos comprados por CONs/ATRs: se um CON decidir comprar os ingressos na
bilheteria do KCC ou da Vila Olímpica e distribuí-los aos atletas e aos amigos ou aos
familiares deles, eles devem ser informados dessa decisão a fim de tornar claro que os
ingressos para as sessões preliminares não estarão disponíveis nas bilheterias do Rio 2016.
180
Venda de ingressos
Será criada uma conta adicional do CTP para os CONs/ATRs gerenciarem os seus ingressos
AFF. Os CONs/ATRs poderão pagar pelos ingressos do programa AFF (sessões preliminares)
com cartão Visa (online ou pessoalmente), ou por meio do uso de crédito de suas contas.
O CON/ATR é responsável pela distribuição desses ingressos.
• Ingressos comprados diretamente por familiares e amigos dos atletas: amigos e familiares
podem comprar os seus ingressos do programa AFF para uma sessão específica em
qualquer guichê do Rio 2016. Cada amigo ou membro da família precisará fornecer o
número de identificação AFF do atleta, bem como apresentar o comprovante de identidade.
Os ingressos AFF para as cerimônias de premiação realizadas em sessões nas quais o
medalhista não estiver competindo serão disponibilizados para compra de acordo com as
mesmas regras.
SESSÕES FINAIS
Os ingressos de sessão da final estarão disponíveis para compra e retirada a partir de cinco
horas antes do início da sessão. Os ingressos somente permanecerão disponíveis até 30
minutos antes do início de uma sessão.
• Compra de ingresso por CONs/ATRs: considerando que a disponibilidade de um ingresso
está vinculada à participação confirmada de um atleta em uma sessão, e que somente
está assegurado pelo período de cinco horas antes do início da sessão e terminando 30
minutos antes do início desta, poderá ser um desafio para os CONs/ATRs comprarem e
realizarem a distribuição desses ingressos. O Rio 2016 recomenda que CONs avisem aos
amigos e familiares dos atletas que comprem os seus ingressos AFF diretamente nos
guichês do Rio 2016
• Compra de ingressos por amigos e familiares dos atletas: a partir de cinco horas antes do
início de uma sessão para a qual o atleta esteja qualificado, os amigos e os membros da
família podem comprar os seus ingressos AFF para essa sessão específica em qualquer
guichê do Rio 2016
10.4INGRESSOS DE ATLETAS DE DISCIPLINAS DIFERENTES
O Rio 2016 está oferecendo uma quantidade limitada de ingressos de cortesia para os atletas
(Aa) e para os oficiais (Ao) para a arquibancada A nas instalações de competição de todas as
disciplinas esportivas, exceto para os jogos de futebol realizados nas cidades-sede.
Os CONs podem solicitar ingressos de cortesia para os membros de suas delegações dois dias
antes do evento por meio de um sistema eletrônico de solicitação de ingresso, disponível no
Rio Exchange. A equipe de Serviços e Relações com os CONs alocará ingressos de acordo com
a disponibilidade, porque a procura esperada por ingressos de cortesia deverá ultrapassar o
fornecimento em muitas instalações.
Na DRM, os CONs confirmarão quais usuários do Rio Exchange terão acesso ao site de
solicitação dos Atletas Espectadores de Diferentes Disciplinas (DDA). Mudanças de acesso do
usuário poderão ser solicitadas após a DRM.
Chefes de Missão poderão solicitar ingressos DDA a partir das 17h, dois dias antes do evento.
Todos os pedidos devem ser recebidos até as 11h do dia anterior ao evento.
181
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
Os ingressos estarão disponíveis para retirada por Chefes de Missão ou por seus procuradores
para ingressos no Centro de Serviços aos CONs na Vila Olímpica, entre 19h e 21h no dia
anterior ao evento, e das 7h30 às 9h30 no dia do evento. Os ingressos não retirados estarão
disponíveis para quem chegar primeiro de todos os CONs na manhã seguinte até as 10h.
Os CONs que não recolherem os ingressos solicitados podem ser penalizados por não terem
alocado os ingressos no dia seguinte.
10.5 INGRESSOS DE CORTESIA PARA AS CERIMÔNIAS
De acordo com o Guia de Credenciamento nos Jogos Olímpicos do COI - Especificações
detalhadas, as categorias de credenciamento do CON elegíveis para ingressos de cortesia
para as cerimônias de abertura e encerramento são: Presidentes e Secretários-Gerais
dos CONs e seus convidados, dignitários internacionais e seus convidados e convidados
portadores de credenciais transferíveis dos CONs. Os CONs devem confirmar o local de
retirada do ingresso (Vila Olímpica ou Hotel Windsor Oceânico) na DRM.
Consulte as seções 15.9 e 16.7 para obter mais informações sobre os ingressos de cerimônias
para os Presidentes e Secretários-Gerais de CONs e para dignitários internacionais.
10.6EVENTOS PRIME
O COI determina que certas sessões sejam designadas como eventos prime (PE) devido a
limitações de assentos, e somente delegados credenciados com o código correto em sua
credencial terão acesso.
ALL
ALL em letras brancas sobre um fundo preto confere acesso ao evento prime.
ALL
ALL em letras pretas sobre um fundo cinza não confere acesso aos eventos prime
Os seguintes indivíduos credenciados têm acesso aos PEs:
• Soberano ou chefe de Estado/Governo do CON e seus convidados
• Ministros do Esporte do CON e seus convidados
• Presidentes e Secretários-Gerais do CON e seus convidados
Os indivíduos listados a seguir não têm acesso aos PEs e necessitarão ingressos para as
sessões de PE, que poderão ser comprados através de qualquer um dos canais de vendas
padrão durante os Jogos (como os guichês de venda de ingressos ou por meio de um ATR).
Esses ingressos não permitem o acesso às salas da Família Olímpica ou às arquibancadas da
Família Olímpica. O Rio 2016 não emitirá ingressos de cortesia para as sessões de PE.
• Comitiva do soberano ou chefe de Estado/Governo do CON
• Chefe de missão diplomática do CON
• Portadores de credenciais transferíveis de convidados do CON
• Portadores de cartão de upgrade
182
Venda de ingressos
Para facilitar e agilizar as partidas das instalações de competição após as sessões de PE,
clientes T1, T2 e T3 podem ser transportados em grupos para os hotéis da Família Olímpica,
quando as sessões de PE terminarem após as 21h.
Os seguintes eventos são classificados como sessões de PE nos Jogos Olímpicos Rio 2016:
DISCIPLINA
CÓDIGO DA SESSÃO
DE VENDA DE
INGRESSO
DATA E EVENTO
AT004
13 de agosto - Várias semifinais femininas e
masculinas e final feminina dos 100m
AT005
14 de agosto - Várias semifinais femininas e
masculinas e final masculina dos 100m
BK063
21 de agosto - Jogo masculino de disputa da medalha de bronze
BK064
21 de agosto - Jogo masculino de disputa da medalha de ouro
DV002
8 de agosto - Final masculina do salto sincronizado da plataforma de 10 m
DV003
9 de agosto - Final feminina do salto sincronizado da plataforma de 10 m
DV013
18 de agosto - Final feminina da plataforma de 10 m
DV016
20 de agosto - Final masculina da plataforma de 10 m
FB036
19 de agosto - Partida feminina de disputa da medalha de ouro
FB038
20 de agosto - Partida masculina de disputa da medalha de ouro
GA011
11 de agosto - Final feminina individual geral
GA013
15 de agosto - Finais masculinas e femininas em aparelhos
GA014
16 de agosto - Finais masculinas e femininas em aparelhos
JU002
6 de agosto - Várias semifinais femininas e masculinas,
final feminina de 48 kg e final masculina de 60 kg
JU004
7 de agosto - Várias semifinais femininas e masculinas,
final feminina de 52 kg e final masculina de 66 kg
JU006
8 de agosto - Várias semifinais femininas e masculinas,
final feminina de 57 kg e final masculina de 73 kg
JU008
9 de agosto - Várias semifinais femininas e masculinas,
final feminina de 63 kg e final masculina de 81 kg
JU010
10 de agosto - Várias semifinais femininas e masculinas,
final feminina de 70 kg e final masculina de 90 kg
JU012
11 de agosto - Várias semifinais femininas e masculinas,
final feminina de 78 kg e final masculina de 100 kg
JU014
12 de agosto - Várias semifinais femininas e masculinas, final
feminina acima de 78 kg e final masculina acima de 100 kg
Atletismo
Basquete
Saltos
ornamentais
Futebol
Ginástica
(artística)
Judô
183
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
DISCIPLINA
Natação
Tênis
Vôlei de
praia
CÓDIGO DA SESSÃO
DE VENDA DE
INGRESSO
DATA E EVENTO
SW002
6 de agosto - Várias semifinais e finais femininas e masculinas
SW004
7 de agosto - Várias semifinais e finais femininas e masculinas
SW006
8 de agosto - Várias semifinais e finais femininas e masculinas
SW008
9 de agosto - Várias semifinais e finais femininas e masculinas
SW010
10 de agosto - Várias semifinais e finais femininas e masculinas
SW012
11 de agosto - Várias semifinais e finais femininas e masculinas
SW014
12 de agosto - Várias semifinais e finais femininas e masculinas
SW015
13 de agosto - Várias finais femininas e masculinas
TE026
11 de agosto – Quartas de final masculinas individuais, semifinais femininas
individuais, semifinais de duplas femininas, quartas de final de duplas mistas
TE029
12 de agosto - Semifinais masculinas individuais, disputa
de medalha de ouro de duplas masculinas
TE031
13 de agosto - Disputa de medalha de bronze individual
masculina, disputa da medalha de bronze individual feminina,
disputa da medalha de ouro individual feminina
TE033
14 de agosto - Disputa da medalha de ouro individual
masculina, disputa da medalha de ouro de duplas femininas
e disputa da medalha de ouro de duplas mistas
BV031
16 de agosto - Semifinal masculina ou feminina
BV032
16 de agosto - Semifinal masculina ou feminina
BV033
17 de agosto - Disputa feminina das medalhas de bronze e de ouro
BV034
18 de agosto - Disputa masculina das medalhas de bronze e de ouro
VO039
18 de agosto - Feminino - Semifinais 1
VO040
18 de agosto - Feminino - Semifinais 2
VO041
19 de agosto - Masculino - Semifinais 1
VO042
19 de agosto - Masculino – Semifinais 2
VO044
20 de agosto - Feminino - Medalha de ouro
VO046
21 de agosto - Masculino - Medalha de ouro
Vôlei
184
SEÇÃO 11
Serviços Médicos
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
11 | SERVIÇOS MÉDICOS
Os serviços médicos dos Jogos Olímpicos serão fornecidos nas instalações de competição
e treinamento, bem como na Policlínica da Vila Olímpica, núcleo de todas as operações
médicas. A grande maioria dos serviços médicos será oferecida durante os horários de
funcionamento das instalações, com o departamento de emergência da Policlínica em
funcionamento 24 horas por dia.
LOCALIZAÇÃO
DATA
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO
Pré-abertura (18 a 23 de julho de 2016)
Das 9h às 17h – Serviços limitados
Abertura (24 de julho a 21
de agosto de 2016)
Das 7h às 23h - Serviços completos
24 horas - Serviços de emergência
Pós-Jogos (22 a 24 de agosto de 2016)
Das 9h às 17h - Serviços limitados
Instalações de
competição no Rio
5 a 21 de agosto de 2016
1 ½ hora antes da competição até 1
hora após o término da competição
Instalações de
treinamento no Rio*
24 de julho a 21 de agosto de 2016
1 ½ hora antes do treino até 1
hora após o término do treino
Instalações de
treinamento nas
cidades-sede de futebol
24 de julho de 2016 até o último dia
de competição na cidade-sede
1 ½ hora antes do treino até 1
hora após o término do treino
Instalações de
competição nas cidadessede de futebol
3 de agosto de 2016 até o último dia
de competição na cidade-sede
1 ½ hora antes do treino até 1
hora após o término do treino
18 a 23 de julho de 2016
Das 9h às 17h
De 24 de julho a 21 de agosto de 2016
24 horas por dia (enfermeira
com um médico de plantão)
22 de agosto a 24 de agosto de 2016
Das 9h às 17h
Policlínica da
Vila Olímpica
Hotel da Família
Olímpica (Windsor
Marapendi)
*Inclui também o treinamento oficial que se realiza dentro das instalações de competição, disponíveis até o término
da competição no respectivo local.
11.1 HOSPITAIS OFICIAIS
Os seguintes hospitais privados serão os hospitais oficiais do Rio 2016:
HOSPITAL
GRUPO DE CLIENTES
Hospital Vitória – Americas Medical City, Barra*
Atletas e oficiais de equipe
Hospital Samaritano – Americas Medical City, Barra*
Membros do COI, Presidentes e
Secretários-Gerais do CON
Hospital Samaritano, Botafogo
Dignitários internacionais
Hospital Barra D’Or, Barra
Federações Internacionais, imprensa,
patrocinadores, funcionários
*Os hospitais Vitória e Samaritano na Barra estão localizados a 8,2 km da Vila Olímpica
186
Serviços médicos
Qualquer paciente que sofra de uma condição potencialmente letal que possa ocorrer em
outra instalação de competição ou de treinamento localizada em quaisquer das outras zonas
de instalações (Copacabana, Deodoro e Maracanã) será levado para o hospital particular mais
próximo dentro da rede existente de hospitais de referência.
Espectadores e todos os indivíduos não credenciados serão levados para o hospital público
mais próximo, onde o tratamento é gratuito, como parte do sistema de saúde universal
brasileiro.
11.2 TRANSPORTE MÉDICO
AMBULÂNCIAS
Ambulâncias estarão estacionadas nos locais apropriados, durante os horários de
funcionamento de todas as instalações oficiais de competições e de treinamento do
Rio 2016, 24 horas por dia na Policlínica da Vila Olímpica e no Hotel Windsor Marapendi.
Estas ambulâncias serão veículos com nível de suporte avançado, equipadas para cobrir
todas as eventualidades. Elas estarão compostas, conforme a legislação brasileira,
por um(a) médico(a), um(a) enfermeiro(a) e um(a) motorista.
TRANSPORTE MÉDICO SEM EMERGÊNCIA
Em alguns casos, o transporte por ambulância poderá não ser necessário para levar um
paciente de/para a Policlínica ou de/para um hospital de referência/oficial. Nesses casos,
veículos médicos para situações não classificadas como emergências estarão disponíveis para
fornecer esse transporte, caso seja considerado clinicamente apropriado.
11.3 EQUIPE MÉDICA DO CON
De 18 de julho a 24 de agosto de 2016, os médicos do CON serão autorizados a atuar
clinicamente e a tratar os membros de suas delegações, desde que eles tenham se registrado
e tenham sido aprovados pela autoridade competente brasileira para obter o registro
temporário. Os CONs devem enviar uma cópia dos diplomas médicos em inglês, francês
ou português somente. Documentos traduzidos para um dos idiomas acima mencionados
devem estar acompanhados da cópia original, porém não necessitam estar autenticados.
De acordo com os regulamentos do COI, qualquer médico que desejar participar dos
Jogos Olímpicos deverá concluir pelo menos os últimos três módulos (9,10 e 11) do kit de
ferramentas de médicos esportivos da WADA.
Após a aprovação pelas autoridades brasileiras, os médicos dos CONs serão autorizados a
tratar os membros de suas próprias delegações. Os médicos dos CONs serão autorizados
a emitir prescrições médicas na Policlínica da Vila Olímpica e a solicitar somente exames
de imagem e testes de laboratório, se necessário. Eles também serão autorizados a
tratar os membros de outras delegações com a aprovação prévia por escrito, por meio do
preenchimento e do envio do formulário pertinente, disponível no Rio Exchange.
As outras equipes médicas do CONs (incluindo fisioterapeutas e enfermeiros) não precisarão
se registrar com as autoridades brasileiras a fim de tratar os membros de suas delegações.
187
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
Nos casos em que haja necessidade de transferência de membros da delegação do CON para
um hospital, um médico do CON poderá acompanhar o paciente e discutir a conduta clínica
com as equipes médicas do hospital. A responsabilidade clínica, no entanto, estará nas mãos
do médico que fez a admissão e apenas se reverterá para o médico do CON após a alta do
hospital.
11.4 IMPORTAÇÃO DE MEDICAMENTOS E EQUIPAMENTOS
MÉDICOS
Informações sobre a importação de medicamentos e de equipamentos médicos como cargas
podem ser encontradas na seção 8.1. Informações sobre a entrada de medicamentos e de
equipamentos médicos ao Brasil, como bagagem acompanhada, podem ser encontradas na
seção 4.4.
TRANSFERÊNCIA DE MEDICAMENTOS E DE EQUIPAMENTOS MÉDICOS DO CON
PARA O CPN
Os CONs que importarem medicamentos e equipamentos médicos para as suas delegações
poderão deixá-los disponíveis para uso por seu CPN equivalente durante os Jogos
Paralímpicos.
No caso de medicamentos ou de equipamentos médicos importados por um CON como
bagagem acompanhada, o indivíduo que fez a declaração aduaneira em nome do CON deve
fornecer ao responsável do CPN uma cópia impressa da e-DBV (declaração eletrônica de bens
do viajante) apresentada na entrada. Após encerramento dos Jogos Paralímpicos, o indivíduo
responsável do CPN deve apresentar o mesmo formulário e-DBV à alfândega e confirmar os
medicamentos que tenham sido consumidos em ambos os Jogos.
No caso de medicamentos ou de equipamentos médicos importados como carga, não há
exigência para transferir formalmente a responsabilidade para o CPN, desde que o mesmo
importador registrado seja usado. O importador registrado confirmará os medicamentos
consumidos em ambos os Jogos junto à alfândega, na partida.
11.5 REUNIÃO DO COI PARA OS MÉDICOS DAS EQUIPES
A reunião de abertura do COI para a equipe médica dos CONs acontecerá no dia 4 de agosto
de 2016, na Sala de Reunião dos Chefes de Missão, na Vila Olímpica. Os CONs receberão um
convite do COI ao chegarem na Vila Olímpica. O objetivo da reunião é atualizar as equipes
médicas dos CONs sobre as políticas aplicáveis aos Jogos Olímpicos Rio 2016.
Além disso, pela primeira vez, acontecerá uma reunião de encerramento para a equipe
médica no dia 18 de agosto de 2016.
11.6 CÓDIGO MÉDICO DO COI E POLÍTICAS ASSOCIADAS
Os serviços médicos do Rio 2016 estarão sujeitos ao Código Médico do Movimento Olímpico do
COI e seguirão as políticas do COI relacionadas aos equipamentos médicos permitidos dentro
da Vila Olímpica, além de estarem sujeitos à política de agulhas do COI. Todas as equipes
devem se familiarizar com estes documentos, que podem ser encontrados no site do COI.
188
Serviços médicos
11.7 PRECAUÇÕES DE SAÚDE PARA VIAJAR AO BRASIL
VACINAS
Não há nenhuma exigência de vacinação para entrar no Brasil, incluindo a febre amarela.
No entanto, em áreas mais remotas, incluindo as cidades-sede do futebol em Brasília e em
Manaus, casos de febre amarela foram registrados e, portanto, é recomendável que os CONs
tomem as precauções necessárias e consultem os seus médicos locais antes de viajar, para
garantir que todas as vacinações de rotina estejam em dia.
Embora o Brasil não exija a vacina contra a febre amarela na entrada, os delegados são
aconselhados a verificar com as suas companhias aéreas e com as autoridades de saúde
nacionais se a vacina é uma exigência de seu destino ao deixar o Brasil, ou de qualquer um
dos países em que haja escalas/conexões durante toda a viagem.
DOENÇAS TRANSMITIDAS POR MOSQUITOS
Os Jogos acontecerão durante os meses de inverno do Brasil, quando historicamente o clima
mais seco e mais fresco favorece a diminuição significativa da proliferação de mosquitos.
No entanto, devido ao fato de que as doenças transmitidas por mosquitos, como zika,
chikungunya, dengue e a malária têm sido registradas em todas as regiões do Brasil,
recomenda-se que os CONs sigam os conselhos da Organização Mundial de Saúde (OMS) e
tomem todas as precauções necessárias para se proteger contra picadas de mosquitos. Por
exemplo, usar repelente contra mosquitos, deixar as janelas fechadas ao nascer e por do sol,
bem como vestir calças e roupas de mangas compridas.
Para informações sobre as medidas de controle contra mosquitos ocorrendo na Vila Olímpica,
consulte a seção 5.8.10.
11.8 SERVIÇOS PÚBLICOS DE SAÚDE
Os serviços públicos de saúde, incluindo a vigilância de doenças, controle de doenças
transmissíveis e proteção à saúde (como alimentos, qualidade da água e do ar) estarão em
funcionamento em todo o Brasil durante os Jogos.
Após a chegada à Vila Olímpica, os serviços médicos do Rio 2016 fornecerão a todos os
médicos de equipes uma lista de doenças que devem ser comunicadas ao Rio 2016.
Hospitais locais incluem serviços especializados de emergência 24 horas, e clínicas para
turistas também estarão disponíveis em toda a cidade. Consulte o Guia de Visita dos CONs/
CPNs no Rio Exchange para obter mais detalhes. Farmácias locais podem ser encontradas em
todos os bairros e algumas ficam abertas 24 horas por dia.
Um especialista em saúde pública do governo ficará baseado na Policlínica durante os
horários de funcionamento.
189
SEÇÃO 12
Controle de Doping
Controle de doping
12 | CONTROLE DE DOPING
Os Jogos Rio 2016 irão recolher mais de 5.000 amostras de urina e de sangue e uma
porcentagem significativa dos testes de pré-competição.
Pontos importantes:
• Um plano de distribuição inteligente de testes que incidirá sobre a testagem nas précompetições bem como durante as competições, feito com base em avaliações de risco
desenvolvidas em colaboração com o COI, com as Federações Internacionais (FIs), com
as Organizações Antidoping (ADOs) e com a Agência Mundial Antidoping (WADA), para
assegurar a realização eficaz e coordenada dos testes
• Os Jogos Rio 2016 serão os primeiros a aplicar o Documento Técnico da WADA para
Análises Esportivas Específicas (TDSSA), que exige níveis mínimos de análise para
determinados tipos de substâncias proibidas. Isso pode resultar no fornecimento de
amostras de sangue por atletas de esportes e disciplinas que possam não estar habituados
à coleta de sangue
12.1 REGRAS ANTIDOPING
As Regras de Antidoping do COI aplicáveis aos Jogos Olímpicos Rio 2016 foram aprovadas em
agosto de 2015 e são aplicáveis a todos os atletas, sujeitos à autoridade do COI.
Todos os CONs, atletas e pessoal de apoio ao atleta, incluindo a equipe médica, devem
analisar e se familiarizar com as regras antidoping do COI, disponíveis no site do COI.
Os CONs são incentivados a realizar, antes dos jogos, sessões educativas sobre antidoping
com os seus atletas, pessoal de apoio ao atleta e equipes médicas, bem como trabalhar com
a Organização Nacional Antidoping (NADO) ou com a Organização Regional Antidoping
(RADO), para garantir que os atletas sejam testados regularmente, fora de competição, antes
dos Jogos.
Pontos importantes:
• “Período de Jogos” refere-se ao período que tem início na data de abertura da Vila
Olímpica, em 24 de julho de 2016, até o dia da cerimônia de encerramento, inclusive, no
dia 21 de agosto de 2016
• Os atletas podem passar por exames de doping a qualquer momento e em qualquer lugar
sob a autoridade do COI
• Durante o período dos Jogos, serão analisadas as amostras coletadas 12 horas antes
de uma competição para a qual um atleta esteja escalado até o final da competição
(incluindo o processo de coleta de amostra relacionado com tal competição), de acordo
com a lista de substâncias proibidas em competição mencionada na Lista de Substâncias
Proibidas de 2016. Todas as outras amostras serão analisadas de acordo com a lista de
substâncias que são proibidas em todos os momentos
191
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
12.2 D IREITOS E RESPONSABILIDADES DOS ATLETAS QUANDO
SUBMETIDOS AO CONTROLE ANTIDOPING
Um agente de controle de doping (DCO) ou um assistente irá notificar os atletas que foram
selecionados para o controle de doping. Os atletas serão informados sobre o tipo de amostra
que estão sendo convidados a fornecer - urina e/ou sangue. Eles serão também notificados
sobre os seus direitos e suas responsabilidades quando submetidos ao controle de doping, e
serão instruídos a assinar a Ordem de Seleção do Atleta. Os direitos e as responsabilidades
dos atletas são os seguintes:
DIREITOS
• Ter a presença de um representante e, se necessário, de um intérprete
• Pedir informações adicionais sobre o processo de coleta de amostra
• Solicitar um tempo de espera para se dirigir à estação de controle de doping por razões
válidas, conforme aquelas determinadas pelo DCO, como estar recebendo cuidados
médicos, estar participando de uma cerimônia de premiação ou estar concluindo
compromissos com a imprensa
• Solicitar modificações no processo de coleta de amostra, como aqueles realizados em
menores de idade ou em atletas com deficiência
RESPONSABILIDADES
• Permanecer no campo de observação direta do DCO/assistente em todos os momentos a
partir do ponto de contato inicial feito pelo DCO/assistente até a conclusão da coleta da
amostra
• Apresentar o documento de identificação apropriado, como uma credencial
• Obedecer aos procedimentos de coleta de amostras; a não observância ao procedimento
pode constituir uma violação da regra antidoping
• Dirigir-se imediatamente ao controle de doping, a menos que haja razões convincentes
para um atraso
12.3 GESTÃO DE ANÁLISE DE AMOSTRAS E DE RESULTADOS
As amostras serão analisadas no Laboratório Brasileiro de Controle de Dopagem, o
laboratório credenciado pela WADA no Rio de Janeiro, cujos resultados são normalmente
entregues num prazo de 72 horas a partir da entrega.
As amostras serão entregues imediatamente ao laboratório sob a cadeia segura de custódia
dos Correios, que irá trabalhar com a equipe logística do Rio 2016 como courier exclusivo.
O COI é responsável pela gestão dos resultados e pela realização de audiências sobre as
violações da regra antidoping, enquanto as consequências que se estendem para além dos
Jogos serão referidas à IF pertinente.
Caso haja um resultado analítico adverso, o COI notificará prontamente o atleta, o CON, a IF e
a WADA, e uma suspensão provisória pode ser imposta.
O atleta terá o direito de ter a sua amostra B de sangue analisada, e será oferecida também
a opção de comparecer à audiência da CAS Divisão Anti Doping ou de apresentar uma defesa
por escrito.
192
Controle de doping
12.4ISENÇÕES PARA USO TERAPÊUTICO
Os atletas que queiram usar uma substância proibida ou um método proibido durante os
Jogos irão solicitar uma isenção para uso terapêutico (TUE).
Quando o atleta tiver uma concessão de uma TUE existente, feita por seu NADO ou pela
IF, que tenha sido arquivada no sistema de Gestão e Administração Antidoping (ADAMS),
nenhuma ação adicional será necessária.
Nos casos em que o atleta tenha uma TUE existente emitida por um ADO que não tenha sido
apresentada ao ADAMS, a TUE deve ser enviada ao Comitê de TUE do COI (TUEC) através do
endereço eletrônico: [email protected] até 24 de junho de 2016.
O TUEC do COI pode decidir analisar uma TUE. Se a TUEC determinar que uma TUE não
satisfaz os critérios da norma internacional de isenção para uso terapêutico, o Comitê poderá
recusar o seu reconhecimento. Nesse caso, o Comitê deve notificar imediatamente o atleta e
o CON. A decisão que negou o reconhecimento de uma TUE pode ser objeto de recurso pelo
atleta exclusivamente junto à WADA.
Nos casos em que um atleta solicitar uma nova TUE durante o período dos Jogos devido a
um tratamento médico de emergência ou a um novo tratamento, o pedido deve ser enviado
ao TUEC do COI. Todas as TUEs novas devem ser solicitadas e declaradas através da ADAMS,
exceto em circunstâncias justificadas. Em tais casos, as TUEs podem ser solicitadas por fax,
e-mail ou os pedidos podem ser entregues à Policlínica da Vila Olímpica.
Uma TUE emitida pelo TUEC do COI só será válida durante o período dos Jogos. Assim, todos
os atletas devem solicitar ao seu NADO/RADO ou à IF qualquer TUE que continue a ser
necessária fora do período dos Jogos.
12.5 PARADEIRO DO ATLETA
O paradeiro de um atleta diz respeito à informação fornecida por ele ou em seu nome,
que determina a sua localização durante o período dos Jogos, de acordo com as regras de
antidoping do COI.
Os CONs deverão fornecer uma lista da localização dos atletas que estiverem fora da Vila
Olímpica e listas de atletas por acomodação da Vila Olímpica. Ao contrário dos Jogos
anteriores, uma lista diária de atletas por acomodação não será mais necessária. Os CONs
somente deverão fornecer uma nova lista de atletas por acomodação quando houver
mudanças.
Os atletas que estiverem incluídos em uma bateria de testes registrada serão solicitados a
continuar a informar o seu paradeiro durante o período dos Jogos, por exemplo, no ADAMS
ou equivalente.
Os atletas que não estiverem incluídos em uma bateria de testes registrada não precisarão
apresentar o seu paradeiro, exceto quando exigido pelo COI.
Os atletas também serão rastreados por meio do sistema de Gerenciamento dos Jogos.
193
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
12.6OPERAÇÕES DURANTE OS JOGOS
TRANSPORTE
Caso um atleta necessite de transporte de uma instalação de competição devido à
participação no controle de doping, o Rio 2016 irá fornecer um transporte para a Vila
Olímpica, acompanhado de um DCO ou do assistente deste, caso o processo não esteja
concluído. É de responsabilidade do CON o transporte de atletas que não residam na Vila
Olímpica até a sua acomodação após a conclusão do controle de doping.
ALIMENTOS E BEBIDAS
Haverá água disponível para os atletas submetidos a controle de doping. Se os atletas
não puderem completar o controle de doping enquanto estiverem na instalação, eles irão
voltar para a Vila Olímpica com um assistente. Os alimentos então poderão ser coletados
no refeitório principal pelo atleta ou pelo representante de controle de doping, por meio da
apresentação da autorização necessária, assinada pelo gerente da estação de controle de
doping.
PEDIDOS DE TESTE
Os CONs poderão solicitar uma coleta de amostra para confirmar um recorde nacional,
apresentando o atleta à estação de controle de doping da instalação de competição e
fazendo a solicitação junto ao gerente da estação de controle de doping. O CON será
solicitado a cobrir os custos da análise de amostra preenchendo um formulário de
concordância. Os custos serão pagos diretamente ao laboratório. Mais informações serão
comunicadas durante os Jogos.
194
SEÇÃO 13
Segurança
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
13 | SEGURANÇA
A segurança, no Rio de Janeiro, tem melhorado nos últimos anos após o lançamento de
projetos importantes, liderados pelos governos, por toda a cidade. Como em qualquer cidade
grande, os indivíduos são aconselhados a seguir algumas regras básicas:
• Fique atento ao seu entorno ao caminhar pela cidade, especialmente à noite. Evite áreas
escuras ou fechadas
• Leve apenas o dinheiro suficiente para as suas compras, um cartão de crédito e uma
fotocópia do seu passaporte. Deixe o seu passaporte e os outros cartões de crédito em um
lugar seguro
• Tenha cuidado ao retirar dinheiro de um caixa eletrônico. É melhor usar as máquinas
localizadas na Vila Olímpica, no interior de bancos, edifícios e shopping centers
• Não ande por aí usando joias com aparência cara ou outros itens. Mantenha as câmeras,
telefones e outros dispositivos no seu bolso
Os governos federal, estaduais e municipais estão comprometidos com a segurança de todos
os participantes e espectadores dos Jogos, bem como da população local.
A equipe de Segurança do Rio 2016 é responsável pelo planejamento e pela coordenação da
segurança geral e pelos planos de segurança dos Jogos.
As operações de segurança dentro da Vila Olímpica, das instalações de treinamento e de
competição serão fornecidas pela Força Nacional de Segurança (composta por agentes
públicos de segurança), em estreita colaboração com a segurança do Rio 2016.
COMUNICAÇÃO DURANTE OS JOGOS
O governo brasileiro, por meio da SESGE (Secretaria Extraordinária de Segurança em Grandes
Eventos) será responsável pelo fornecimento de informações diárias sobre segurança.
Durante a reunião de registro de Delegação (DRM), o Rio 2016 confirmará o nome e os
detalhes de contato da pessoa dentro do CON que será o oficial de ligação com a segurança
durante os Jogos. Em caso de qualquer emergência ou de ameaças que afetem o CON,
o Rio 2016 irá se comunicar diretamente com o contato de segurança do CON, que será
responsável pelo fornecimento das informações relevantes para o Chefe de Missão.
13.1 SEGURANÇA NAS INSTALAÇÕES
ISOLAMENTO (LOCKDOWN) DA INSTALAÇÃO
A Vila Olímpica, o Hotel Windsor Marapendi e todas as instalações de competição e de
treinamento passarão por uma varredura de segurança, a ser realizada por agentes de
segurança pública, e por um período subsequente de isolamento antes dos Jogos.
O procedimento tem como objetivo garantir que as instalações fiquem livres de quaisquer
itens proibidos ou perigosos que possam constituir uma ameaça à segurança da instalação
e de seus ocupantes. Após a conclusão desses procedimentos, todos os locais serão
considerados “limpos” e isolados.
196
Segurança
Durante o período de isolamento (lockdown), todos os procedimentos de segurança serão
implementados e o controle de acesso será ativado com o apoio da tecnologia de segurança.
Durante todo esse período, nenhum indivíduo ou veículo poderá entrar nos locais sem as
credenciais corretas e sem passar pelas verificações de segurança.
Após a verificação de credenciais, os indivíduos deverão passar por uma inspeção pessoal e
de bagagem. Para ter acesso às instalações isoladas, todos os indivíduos deverão passar por
um sistema de raios-X, do tipo que é usado em aeroportos, chamado de “revista magnética e
de bolsas”, localizado nas áreas de controle de pedestres (PSAs). Esse sistema visa identificar
itens proibidos ou restritos (consulte a seção 13.2) antes que o indivíduo possa ter acesso à
instalação.
Uma lista de datas de lockdown da Vila Olímpica e de instalações-chave específicas pode ser
encontrada na seção 8.3.
VILA OLÍMPICA
A Vila Olímpica será cercada por um perímetro de segurança de cerca dupla. Um circuito
fechado de televisão (CCTV) e um sistema de detecção de intrusos estarão situados em todos
os pontos de acesso, no perímetro de segurança e nas áreas comuns. Informações sobre
acessos à Vila Olímpica e às suas zonas podem ser encontradas na seção 5.1.3.
A entrada na Vila Olímpica será permitida apenas com uma credencial válida e passando por
uma PSA. Este processo será necessário para cada entrada e reentrada na Vila Olímpica. Para
a entrada de hóspedes não credenciados na Vila Olímpica, será necessário solicitar um passe
para convidados ao seu CON (vide seção 5.1.6).
Os veículos só podem entrar nos estacionamentos dos CONs na Vila Olímpica após passarem
pelos pontos de verificação de permissão de veículos (VPCs), onde o veículo será vistoriado
para garantir que possua uma permissão de acesso e de estacionamento de veículo (VAPP)
válida. Os veículos não precisarão passar por uma área de inspeção de veículos (VSA)
para acessar as áreas de estacionamento da Vila Olímpica, dado que todas as áreas de
estacionamento estão localizadas fora do perímetro de segurança. Detalhes sobre o acesso
de um veículo ou táxi sem VAPP à Vila Olímpica podem ser encontrados na seção 5.1.3.
Apenas os veículos de logística constantes do calendário master de entregas (MDS), com
uma VAPP válida, podem acessar, por meio de uma VSA, a Vila Olímpica após o período de
lockdown. Os motoristas devem estar devidamente credenciados e os veículos selados como
parte do programa de certificação de fornecedores ou da operação do ponto de coleta de
materiais. Consulte a seção 8.3 para obter mais informações.
Consulte a seção 5.8.1 para informações sobre serviços de emergência e procedimentos de
evacuação.
INSTALAÇÕES DE COMPETIÇÃO E DE TREINAMENTO
Os indivíduos credenciados terão um ponto de acesso exclusivo em cada instalação. Eles
entrarão na instalação apresentando uma credencial válida e dirigindo-se à PSA ou à VSA.
Os espectadores devem apresentar os seus ingressos assim que acessarem a entrada de
espectadores nas instalações de competição.
197
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
O controle e comando de segurança da instalação (VSCC) estará situado em cada local
de competição e treinamento para gerenciar quaisquer situações de emergência ou de
segurança. Os delegados devem abordar a força de trabalho Rio 2016 e o pessoal de
segurança para solicitar assistência de emergência dentro das instalações.
Informações sobre a entrada de alimentos e bebidas nas instalações podem ser encontradas
na tabela da próxima seção.
13.2 ITENS RESTRITOS E PROIBIDOS NAS INSTALAÇÕES
A política de itens restritos e proibidos aplica-se aos espectadores e aos indivíduos
credenciados nos Jogos. Os atletas credenciados e os oficiais de equipe serão autorizados
a levar para as instalações itens necessários às atividades específicas relacionadas com os
Jogos (por exemplo, ferramentas do ofício) através das entradas designadas aos atletas, na
Vila Olímpica e nas instalações de competição e de treinamento.
A tabela a seguir é baseada na versão mais atualizada das listas de itens proibidos e restritos
e fornece uma visão geral dos itens que são proibidos - X , restritos - R e permitidos nas instalações de competição e de treinamento do Rio 2016 e na Vila Olímpica. Os itens
proibidos não serão permitidos nas instalações sob quaisquer circunstâncias. Itens restritos
podem ser permitidos nas instalações sob certas condições.
ü
DESCRIÇÃO DO ITEM
INSTALAÇÕES DE COMPETIÇÕES
E DE TREINAMENTO
(ATLETAS E OFICIAIS DE EQUIPE
CREDENCIADOS, ESPECTADORES)
Tendas, cartazes, tinta spray ou qualquer outro
item que possa ser usado para demonstrações
ou sabotagem dentro de uma instalação
X
X
Garrafas de vidro, exceto medicamentos
contidos em garrafas de vidro
ou bebidas para crianças
ü
X
Garrafas de todas as bebidas,
alimentos e outros líquidos, incluindo
aerossóis e géis para uso pessoal
Bandeiras grandes, banners e varas associadas,
guarda-chuvas grandes ou outros itens com
tamanho excessivo que possam perturbar
o evento ou restringir a visão das pessoas
Itens muito grandes que impeçam o
escaneamento eletrônico através de uma PSA
Instrumentos musicais e que façam barulho
(por exemplo, chifres de caça, buzinas a ar,
cornetas, tambores, vuvuzelas e apitos)
Walkie-talkies, bloqueadores de telefone,
escâneres de rádio , hubs e roteadores sem fio
198
VILA OLÍMPICA
(SOMENTE RESIDENTES)
R
R
Até 5 litros por pessoa,
por entrada através das
áreas de verificação
de segurança
Até 5 recipientes de até 200
ml cada (capacidade máxima
combinada de 1 litro)
ü
X
R
Consulte os itens
proibidos abaixo
X
ü
X
ü
Exceto itens aprovados
para membros de equipes
credenciadas
R
Segurança
DESCRIÇÃO DO ITEM
Lanternas a laser, luzes estroboscópicas e
dispositivos similares de emissão de luzes
Bicicletas, bicicletas dobráveis
VILA OLÍMPICA
(SOMENTE RESIDENTES)
X
R
INSTALAÇÕES DE COMPETIÇÕES
E DE TREINAMENTO
(ATLETAS E OFICIAIS DE EQUIPE
CREDENCIADOS, ESPECTADORES)
X
Em número limitado
(consulte a seção 5.8.6)
X
Patins, skates, qualquer outro material
esportivo não competitivo (por exemplo
raquetes, frisbees e bolas), exceto
equipamentos esportivos e outros acessórios
utilizados para auxiliar pessoas com deficiência
X
X
Animais de estimação ou outros
animais, exceto cães de serviço
X
X
Todos os tipos de facas e itens com
lâminas, incluindo canivetes de bolso
(exceto ferramentas de trabalho
para indivíduos credenciados)
X
X
Armas de fogo e munições, incluindo
réplicas, peças soltas ou qualquer dispositivo
que se assemelhe a uma arma de fogo
X
X
Armas cortantes ou instrumentos
como canivetes dobráveis e bastões
extensíveis ou qualquer coisa que possa
ser usada para ferir outra pessoa
X
X
Fireworks, explosives, flares
and smoke canisters
X
X
Materiais tóxicos e perigosos
X
X
ü
ü
ü
ü
ü
Bandeiras de países que não
participem dos Jogos
X
X
Objetos ou roupas que contenham
declarações políticas que violem
a Carta Olímpica (Regra 50)
X
X
ü
X
Drogas controladas, incluindo
substâncias que se assemelhem a drogas
controladas, com prescrição médica
Medicamentos para uso pessoal
em quantidades razoáveis
Qualquer equipamento profissional fotográfico
e de radiodifusão, incluindo tripés e monopés
Objetos que contenham identificação
comercial e possam ser usados para
marketing de emboscada
X
199
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
Além das informações fornecidas na tabela acima, os residentes da Vila Olímpica serão
autorizados a trazer os seguintes itens restritos para a Vila:
• Pistolas a laser para pentatlo moderno (até duas por competidor), desde que tenha sido
emitida a autorização DUA pelo Exército Brasileiro (ver seção 4.5). Se for este o caso, as
pistolas devem ser mantidas na alocação do CON
• Itens grandes que não possam ser vistoriados por uma PSA podem ser trazidos para a Vila
Olímpica através da área de transferência de materiais (MTA). Ver seção 8.3
Os assistentes dos CONs serão autorizados a trazer alguns itens para a Vila Olímpica em
nome de seu CON, como alimentos e bebidas para consumo pessoal, equipamentos e
outros itens, incluindo walkie-talkies, faixas e grandes bandeiras, que normalmente sejam
permitidos aos residentes.
Atletas credenciados e oficiais de equipes estão autorizados a trazer alimentos e bebidas
(até cinco litros por pessoa) para tira-gostos pessoais ou uso nas instalações de competição
e de treinamento, mas refrigeradores não estarão disponíveis para o armazenamento de
itens perecíveis. Atletas e oficiais credenciados não terão permissão para trazer álcool para as
instalações de competição ou treinamento.
A segurança do Rio 2016 reserva-se o direito de recusar, a seu critério, a entrada de qualquer
item que pareça suspeito.
13.3 INTEGRAÇÃO DE SEGURANÇA E TRANSPORTE
O sistema de Transporte para Atletas (TA) irá operar num sistema de “ponto a ponto”, a partir
do Terminal de Transporte de Atletas da Vila Olímpica para as instalações de competição e de
treinamento. Isso significa que os atletas e os oficiais de equipe não terão que desembarcar
do ônibus em uma VSA. No entanto, esses veículos deverão parar na VSA para uma breve
vistoria.
Os atletas e os oficiais de equipe passarão por uma verificação visual de credenciais ao
entrar nas instalações de treinamento e de competição. Eles terão permissão de acesso às
instalações nas áreas seguras e controladas. Ao voltar de uma instalação de competição e
de treinamento para a Vila Olímpica, os atletas e os oficiais deverão passar por uma PSA no
Terminal de Transporte de Atletas.
O transporte TA terá um sistema de rastreamento, permitindo que os ônibus sejam
monitorados pelo Rio 2016 durante toda a viagem. Haverá extenso policiamento e
monitoramento de rede da rota olímpica (ORN).
Para obter acesso ao perímetro de segurança das instalações de competição e de
treinamento, todos os veículos, incluindo T1, T2 e T3, devem ter a VAPP apropriada e passar
pelo processo de segurança habitual na VSA. Todos os passageiros deverão deixar o veículo e
passar por uma PSA.
200
Segurança
13.4 A SSISTÊNCIA DE EMERGÊNCIA FORA DAS INSTALAÇÕES DO
RIO 2016
Representantes da Polícia e da equipe de Segurança, bem como especialistas médicos e de
combate a incêndios, estarão constantemente presentes nas instalações oficiais para atender
às necessidades dos atletas, oficiais de equipes e do público em geral.
Serviços de emergência também estarão disponíveis em toda a cidade. Os números a seguir
podem ser usados para atendimento imediato dos serviços de segurança pública fora da Vila
Olímpica e das instalações:
Emergência: 190
Serviços de ambulância e Corpo de Bombeiros: 193
Estes serviços estarão disponíveis em inglês e em português.
Uma lista de todos os números de atendimento a emergências e de outros serviços úteis será
fornecida aos CONs na DRM.
Todas as chamadas de emergência relacionadas aos membros da Família Olímpica serão
redirecionadas para o Centro de Controle e Comando de Segurança Pública, que foi criado
para integrar todas as instituições de segurança que darão suporte aos Jogos. Um oficial
de ligação com a segurança do Rio 2016 estará presente no Centro e dará apoio a qualquer
registro de incidentes ou de pedidos oriundos dos CONs.
201
SEÇÃO 14
Cerimônias
Cerimônias
14 | CERIMÔNIAS
Durante as cerimônias, os atletas não podem exibir quaisquer materiais (incluindo broches)
que contenham qualquer tipo de publicidade ou propaganda – comercial, política ou de
outro tipo.
Todos os uniformes de cerimônia devem seguir as diretrizes de uniforme do Rio 2016 e as
diretrizes do COI sobre Identificações Autorizadas. Consulte a seção 18.2 para obter mais
informações.
Informações sobre as cerimônias de premiação podem ser encontradas na seção 6.11.
14.1 CERIMÔNIAS DE BOAS-VINDAS ÀS EQUIPES
As cerimônias de boas-vindas às equipes (TWCs) são as boas-vindas oficiais a todos os CONs
que participam dos Jogos e acontecerão na Praça da Vila, de 29 de julho a 4 de agosto de 2016.
DATA
HORÁRIO INICIAL DA PRIMEIRA TWC
HORÁRIO FINAL DA ÚLTIMA TWC
29 a 31 de julho 2016
9h30
17h40
1 a 4 de agosto 2016
9h30
19h40
Cada TWC irá durar não mais do que 35 minutos e envolverá pelo menos um e no máximo
cinco CONs. A hora e a data exatas serão confirmadas para cada CON na Reunião de Registro
de Delegação (DRM).
Os assistentes dos CONs irão encontrar os CONs em suas residências na Vila Olímpica, na
hora marcada, e leva-los até a Praça da Vila (vide mapa da Vila Olímpica na seção 21.3).
DESTAQUES
• Performance cultural
• Apresentação e boas-vindas do Prefeito da Vila Olímpica
• Hino nacional e hasteamento da bandeira
• Troca de presentes entre Chefes de Missão
• Convite aos Chefes de Missão para assinar O Muro da Trégua
A abordagem das TWCs do Rio 2016 é um vibrante desfile brasileiro, que envolverá os atletas.
As cerimônias acontecerão em um ambiente informal, sem assentos. Haverá um pequeno
palco para o Prefeito da Vila Olímpica e outro para a apresentação artística. Além disso,
haverá uma área privativa para os hóspedes dos CONs participantes.
203
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
PASSES PARA CONVIDADOS ADICIONAIS
Além dos direitos de passes para convidados dos CONs, no dia da TWC de um CON, passes
para convidados adicionais estarão disponíveis com base no tamanho da delegação do CON
(ver tabela abaixo). Os passes para convidados devem ser solicitados da maneira usual (vide
seção 5.1.6), e serem retirados no escritório de Passes para Convidados da Vila Olímpica.
TAMANHO DA DELEGAÇÃO
PASSES PARA CONVIDADOS ADICIONAIS PARA O DIA DA TWC DO CON
1 - 50
20
51 - 150
30
151 - 249
40
250 +
50
Pessoas não detentoras de direitos não têm permissão para filmar as TWCs.
14.2CERIMÔNIA DE ABERTURA
A cerimônia de abertura do Rio 2016 será realizada no Estádio do Maracanã no dia 5 de
agosto de 2016, das 20h às 23h30. O pré-show terá início às 19h15 e o desfile dos atletas
começará por volta das 20h30. Favor notar que esses horários estão sujeitos a alterações.
BRIEFING SOBRE A CERIMÔNIA
Haverá uma reunião de Chefes de Missão na Vila Olímpica, no dia 4 de agosto de 2016
às 7h30, com foco na cerimônia de abertura. Durante essa reunião, a duração exata da
cerimônia e do desfile dos atletas será confirmada. Na sequência da reunião, no Centro de
Serviços aos CONs, cada CON poderá coletar informações específicas acerca da duração, dos
passes para o desfile, dos identificadores de porta-bandeiras e dos ingressos dos atletas que
não desfilam.
ORDEM DE DESFILE DA CERIMÔNIA DE ABERTURA
HORÁRIO*
ATIVIDADE
5 de agosto de 2016
204
12h (meio-dia)
O sistema de TA tem o seu funcionamento interrompido, exceto para as
viagens de volta das instalações de competição e treinamento nas quais haja
atividades em andamento (tiro com arco, canoagem slalom e hipismo).
17h
Os primeiros CONs partem dos pontos de encontro
nas residências nos horários marcados.
17h30
O primeiro comboio de ônibus parte da Vila Olímpica.
18h15
O primeiro comboio de ônibus chega ao Estádio do Maracanã.
19h
O último comboio de ônibus parte da Vila Olímpica.
19h45
O último comboio de ônibus chega ao Estádio do Maracanã.
20h30
O Desfile dos Atletas começa no Estádio do Maracanã.
21h
Serviço de transporte de partida antecipada começa a sair
do Estádio do Maracanã para a Vila Olímpica.
Cerimônias
HORÁRIO*
ATIVIDADE
22h40
Término do Desfile dos Atletas.
23h30
Encerramento da cerimônia e início do serviço de partidas
regulares do Estádio do Maracanã para a Vila Olímpica.
*Favor notar que todos os horários estão sujeitos a pequenas mudanças e serão confirmados no briefing das
cerimônias dos Chefes de Missão.
DIREITOS DE DESFILAR
Os atletas competidores (Aa) irão desfilar em virtude de sua credencial e não precisarão de
um passe para desfile. Para participar do desfile dos atletas, os oficiais de equipes (Ao, Ac) e
atletas suplentes P precisarão de um passe para desfile e sua credencial. O número de passes
para desfile será calculado de acordo com os seguintes critérios (de acordo com o cálculo da
Regra 38):
• Um por Chefe de Missão
• Um por Vice-Chefe de Missão
• Um por disciplina – mulheres (máx. 39)
• Um por disciplina – homens (máx. 37)
Seis é o número mínimo de passes para desfile emitidos para cada CON. Um CON com atletas
que participem em menos de seis disciplinas ainda assim receberão seis passes para desfile.
O número de passes para desfile dos oficiais de equipe emitidos para cada CON será
confirmado na DRM e pode ser retirado no Centro de Serviços dos CONs, na Vila Olímpica, no
dia anterior à cerimônia de abertura. A distribuição desses passes para desfile fica a critério
do CON.
A limitação do número de oficiais que desfilam na cerimônia de abertura reforça o
compromisso do Rio 2016 de assegurar que os Jogos sejam focados nos atletas, reduzindo o
tempo total de viagem deles, ao mesmo tempo que assegura que as maiores equipes tenham
funcionários de apoio suficientes para ajudar na organização e na movimentação dos atletas.
Os Presidentes e os Secretários-Gerais dos CONs que desempenhem um papel duplo dentro
de suas delegações, como um Chefe de Missão ou Vice-Chefe de Missão, poderão desfilar com
suas delegações. Eles devem ir da Vila Olímpica até o Estádio do Maracanã junto com suas
respectivas delegações.
Não estarão autorizados a desfilar com as delegações os dignitários internacionais, os
titulares de passes administrativos, e nem os assistentes do CON (incluindo os Assistentes
Próprios do CON).
Cada CON é convidado a nomear um(a) porta-bandeira e enviar o formulário de
nominação ao escritório de Relações com os CONs do COI no Centro de Serviços aos CONs.
Principalmente, os porta-bandeiras permanecerão com as suas delegações durante os
deslocamentos e agrupamentos. Eles receberão as suas bandeiras antes de entrar no Estádio
do Maracanã.
205
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
DESLOCAMENTO PARA A CERIMÔNIA DE ABERTURA
Credenciais e passes para desfile dos delegados serão verificados visualmente na partida da
Vila Olímpica e novamente antes da entrada no Estádio do Maracanã.
Serviços de ônibus serão oferecidos a partir da Vila Olímpica para o Estádio do Maracanã aos
atletas credenciados para o desfile e aos oficiais de equipe. Todos os atletas de desfile e os
oficiais que estiverem fora da Vila Olímpica precisarão se dirigir à Vila Olímpica para usar o
transporte para o Estádio do Maracanã, e também providenciar o retorno da Vila Olímpica
para as suas acomodações após a cerimônia. Nenhuma zona de embarque ou área de
estacionamento será alocada no Estádio para qualquer veículo do CON.
Para a cerimônia de abertura, as zonas de embarque dos ônibus estarão situadas na área
residencial da Vila Olímpica. Aos CONs serão designadas zonas de embarque e horários
específicos de reunião e embarque, com base em sua ordem de entrada no desfile, que será
comunicada aos CONs depois da reunião de Chefes de Missão, no dia 4 de agosto de 2016.
Os assistentes de CON se encontrarão com os CONs nos pontos de encontro de suas
residências no horário marcado, e irão encaminhá-los para as zonas de embarque para
embarcarem nos ônibus. As partidas da Vila Olímpica acontecerão em comboios. A viagem
até o Estádio do Maracanã demora cerca de 45 minutos.
Para os atletas em sessões de treinamento e competição tardias, os tempos de treinamento
e competição foram agendados de forma que os atletas consigam voltar para a Vila Olímpica
antes de suas saídas para a cerimônia. Mais detalhes estarão disponíveis na mesa de
transporte no Centro de Informação Esportiva (SIC).
PREPARAÇÃO E DESFILE DOS ATLETAS
Na chegada ao bairro do Maracanã, os atletas e os oficiais que irão desfilar serão levados para
a área de preparação, onde ficarão com suas delegações. Lanches e água estarão disponíveis
para as delegações que irão desfilar, após a sua chegada à área de preparação.
Lembre-se de que o Maracanã é um estádio ao ar livre e que não tem cobertura. A
temperatura máxima média em agosto é de 24° C e média mínima é de 16° C.
Em determinado momento, os atletas e os funcionários da equipe serão agrupados em
direção à entrada norte do Estádio do Maracanã, de acordo com a ordem de entrada no
desfile dos atletas, determinada pelo alfabeto em português e de acordo com o protocolo
do COI, com a Grécia desfilando em primeiro lugar e o Brasil por último. A lista completa
pode ser encontrada no Rio Exchange. Favor notar que a ordem do desfile será diferente dos
horários dedicados em que os CONs sairão da Vila Olímpica.
As delegações entrarão no Estádio do Maracanã e o desfile contornará o campo, passando
pela Tribuna Presidencial, sob os olhares dos espectadores, antes de serem direcionadas para
as suas posições no campo. Os atletas irão, então, permanecer em pé o restante da cerimônia,
que está programada para acabar às 23h30.
SERVIÇOS DE ALIMENTAÇÃO
O refeitório principal fica aberto 24 horas por dia. Os atletas que forem desfilar na cerimônia
de abertura podem se alimentar antes de sair da Vila Olímpica. Haverá água disponível na
Vila Olímpica antes de embarcar nos ônibus em direção ao Estádio do Maracanã. Caixas com
206
Cerimônias
lanches, com uma variedade de itens alimentícios, como barras de cereais, frutas, batatas
fritas e refrescos, serão fornecidos na área de preparação dos atletas. Haverá água e frutas no
Estádio antes de embarcar no ônibus para retornar à Vila Olímpica. No regresso, o refeitório
principal estará preparado para atender à alta demanda.
PARTIDAS ANTECIPADAS
Será oferecido um serviço de partidas antecipadas para a Vila Olímpica aos atletas e oficiais
que queiram deixar a cerimônia imediatamente após o desfile. O processo de partidas
antecipadas começará após a Grécia concluir seu desfile e serão fornecidos até os serviços
regulares de partida terem início. O primeiro ônibus para o serviço de partida antecipada
deverá deixar o Estádio do Maracanã às 21h, mas os ônibus partirão somente quando
estiverem cheios. Portanto, os atletas podem ter de esperar.
PARTIDAS
O serviço de partida regular para todos os oficiais e atletas restantes do desfile começará
depois que a cerimônia terminar, a partir das 23h30, para o retorno à Vila Olímpica. Não
haverá horários programados ou ordem de embarque para as partidas. Os ônibus partirão
assim que estiverem cheios.
ATLETAS QUE NÃO DESFILAM
O Rio 2016 tem um número limitado de ingressos disponíveis para os atletas que queiram
participar da cerimônia de abertura, mas que não irão desfilar. Os CONs devem confirmar os
seus pedidos destes ingressos na pré-reunião de registro de Delegação (Pré-DRM). Uma vez
que todos os pedidos tenham sido recebidos, o Rio 2016 confirmará o número de ingressos
sem direito à participação no desfile para cada CON na DRM. Estes ingressos devem ser
acompanhados por uma credencial Aa e estarão disponíveis para retirada juntamente com
os passes para desfile e fichas de informações, no Centro de Serviços aos CONs, no dia 4 de
agosto de 2016. Os atletas que não desfilam podem viajar para o Estádio do Maracanã com
o serviço de transporte oferecido pela Vila Olímpica em um horário comunicado durante o
briefing da cerimônia de abertura dos Chefes de Missão.
Para atletas que queiram permanecer na Vila Olímpica, a cerimônia de abertura será
transmitida no telão na Praça da Vila.
PRESIDENTES E SECRETÁRIOS-GERAIS
Presidentes e Secretários-Gerais dos CONs e seus convidados receberão ingressos de cortesia
para as cerimônias. Se qualquer um deles tem um duplo papel em sua delegação (como
por exemplo, um Chefe de Missão ou um Vice-Chefe de Missão), e precisa desfilar com seus
atletas, irá precisar partir da Vila Olímpica com sua delegação. Mais informações sobre os
ingressos de cortesia para Presidentes e Secretários-Gerais dos CONs e sobre a participação
na cerimônia podem ser encontradas na seção 15.9.
DIGNITÁRIOS INTERNACIONAIS
Soberanos, chefes de Estado ou de Governo e seus convidados credenciados, bem como os
ministros responsáveis pelo esporte e seus convidados credenciados na categoria de CON,
receberão ingressos de cortesia para as cerimônias. Membros da comitiva e chefes de missões
diplomáticas não têm direito a ingressos de cortesia para as cerimônias e precisarão comprar
o ingresso para a área de assentos públicos se desejarem participar. Mais informações sobre
movimentação de dignitários nos dias de cerimônias podem ser encontradas na seção 16.7.
207
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
TITULARES DE CREDENCIAIS TRANSFERÍVEIS PARA CONVIDADOS
Informações sobre os ingressos para titulares de credenciais transferíveis do CON para
convidados para as cerimônias podem ser encontradas na seção 10.5.
14.3CERIMÔNIA DE ENCERRAMENTO
A cerimônia de encerramento dos Jogos Olímpicos Rio 2016 será realizada no Estádio do
Maracanã no dia 21 de agosto de 2016, às 20h. O pré-show terá início às 19h15 e o desfile
dos atletas terá início por volta das 20h15. A cerimônia está programada para terminar às
22h10. Os horários de início do desfile dos atletas e de término da cerimônia estão sujeitos a
pequenas alterações.
Haverá um encontro dos Chefes de Missão na Vila Olímpica, no dia 20 de agosto de 2016
às 7h30 com foco na cerimônia de encerramento. Após a reunião, cada CON poderá coletar
informações específicas sobre os horários exatos e sobre os passes para desfile no Centro de
Serviços aos CONs.
As delegações que desfilam serão transportadas da Vila Olímpica até o Estádio do Maracanã
de ônibus, ao longo de uma rota similar àquela usada na cerimônia de abertura.
Diferentemente da cerimônia de abertura, para a cerimônia de encerramento cada delegação
do CON receberá passes para desfile em quantidades iguais ao número de seus atletas
credenciados (Aa), além de uma quantidade adicional de seis passes para os seus oficiais de
equipe credenciados, desde que este número não exceda o tamanho total da delegação (Aa,
Ac, Ao Oficial Primário). Os passes para o desfile da cerimônia de encerramento devem estar
acompanhados por uma credencial de atleta válida Aa, Ao, Ac ou P.
Para a cerimônia de encerramento, um formulário separado de nominação de portabandeiras deve ser enviado. Os porta-bandeiras viajarão juntos, dado que não desfilarão com
as suas delegações. Informações específicas sobre o ponto de encontro, zona de embarque e
horário de embarque dos porta-bandeiras serão comunicadas aos CONs durante a reunião de
Chefes de Missão, no dia 20 de agosto de 2016.
Para a cerimônia de encerramento, as delegações não precisarão entrar no Estádio do
Maracanã em nenhuma ordem de protocolo.
Todos os atletas e oficiais de equipe que participem de sessões de competição programados
para retornar à Vila Olímpica no sistema TA, antes das 18h, serão transportados para a
cerimônia de encerramento saindo da Vila Olímpica.
Para os atletas ou oficiais de equipe provenientes da competição de basquete, serão
providenciados preparativos para transportá-los da instalação diretamente para o Estádio
do Maracanã. Para os delegados que utilizarem este serviço, os ônibus partirão da instalação
quando estiverem cheios e os ocupantes serão solicitados a desembarcar no estádio com
os seus pertences, dado que os ônibus irão prestar serviços regulares para a cerimônia após
o desembarque dos passageiros. Ao fim da cerimônia, esses atletas irão voltar para a Vila
Olímpica com os demais atletas e oficiais de equipe que desfilaram.
Depois de desfilar no campo de jogo, os atletas sentarão na área de assentos reservados para
os atletas, até o final da cerimônia.
Informações detalhadas sobre a cerimônia de encerramento serão comunicadas durante o
briefing da cerimônia de encerramento dos Chefes de Missão.
208
SEÇÃO 15
Serviços para
Presidentes e
Secretários-Gerais
dos CONs
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
15 | SERVIÇOS PARA PRESIDENTES
E SECRETÁRIOS-GERAIS DOS
CONS
15.1 ACOMODAÇÃO
Os Presidentes e os Secretários-Gerais dos CONs serão acomodados no Hotel Windsor
Oceânico (ver seção 5.12.1).
15.2 CREDENCIAMENTO
DIREITOS
Uma maior explicação sobre todas as categorias de credenciamento e direitos pode ser
encontrada no Credenciamento dos Jogos Olímpicos – Especificações Detalhadas do COI.
Os Presidentes e os Secretários-Gerais dos CONs terão os seguintes privilégios:
ACESSO ÀS
INSTALAÇÕES
ACESSO ÀS
ZONAS
ACESSO AOS
ASSENTOS
TRANSPORTE
REFEIÇÕES NA
VILA OLÍMPICA
CERIMÔNIAS
EVENTOS
PRIME
ALL
OLV
IBC
MPC
OFH
2, 4, 5, 6, R
Azul
Arquibancada
Oficial
T1 (mais
de 49 atletas)
T2
Privilégios de
refeição com
o símbolo de
faca e garfo
Ingressos
de cortesia
Sim
Os Presidentes e os Secretários-Gerais dos CONs têm direito a um convidado cada.
O convidado terá os seguintes privilégios:
ACESSO ÀS
INSTALAÇÕES
ALL
OLV
IBC
MPC
OFH
ACESSO ÀS
ZONAS
4, 6, R
Vermelho
ACESSO AOS
ASSENTOS
Arquibancada
Oficial
TRANSPORTE
REFEIÇÃO NA
VILA OLÍMPICA
CERIMÔNIAS
EVENTOS
PRIME
T3
Opção de
compra de
privilégios de
refeição com
o símbolo de
faca e garfo ou
vales-refeição
Ingressos
de cortesia
Sim
Informações sobre o Centro de Credenciamento da Família Olímpica podem ser encontradas
na seção 5.12.1.
210
Serviços para Presidentes e Secretários-Gerais dos CONs
15.3 CHEGADAS
A lista completa de serviços de chegada para delegados credenciados encontra-se detalhada
na seção 4.
Desde que os CONs tenham inserido todas as informações necessárias no sistema de
Chegadas e Partidas (ADS), o Rio 2016 fornecerá um serviço de recepção para os Presidentes
e Secretários-Gerais dos CONs no Aeroporto Internacional Tom Jobim (GIG), no Aeroporto
Doméstico Santos Dumont (SDU), ambos no Rio de Janeiro, e no Aeroporto Internacional de
Guarulhos (GRU), em São Paulo, de 24 de julho a 24 de agosto de 2016.
Eles serão recebidos na zona restrita de segurança pela equipe de Protocolo e acompanhados
pelo terminal do aeroporto. Os delegados que desembarcarem no GIG e no SDU podem
embarcar no transporte para o Hotel Windsor Oceânico ou para qualquer outro destino de T3.
Os serviços de validação de credenciamento estão disponíveis apenas no GIG. Os Presidentes
e os Secretários-Gerais dos CONs que não possuírem uma PVC devem se dirigir às filas
normais de imigração com um passaporte válido e visto de imigração (se necessário). Após
recolherem suas bagagens, eles deverão se dirigir à saída e pegar um táxi ou um ônibus às
suas próprias expensas. As credenciais provisórias (PVCs) também podem ser validadas no
Centro de Credenciamento da Família Olímpica (Hotel Novotel) ou na Vila Olímpica.
Veículos T1 e T2 não estarão disponíveis para as chegadas.
15.4 ASSISTENTES DA FAMÍLIA OLÍMPICA
Os assistentes da Família Olímpica (OFAs) são voluntários que ajudarão os Presidentes e os
Secretários-Gerais dos CONs. Sempre que possível, eles serão distribuídos de acordo com as
preferências de idioma. Tal como acontece com o motorista exclusivo, se um CON tiver 50 ou
mais atletas, o Presidente e o Secretário-Geral terão um OFA cada. Para CONs com 49 atletas
ou menos, o Presidente e o Secretário-Geral compartilharão um OFA.
O(s) nome(s) e o(s) número(s) de celular do(s) OFA(s) será(ão) confirmados(s) em uma
carta que o Presidente e o Secretário-Geral de CON receberão na chegada ao Hotel
Windsor Oceânico. O OFA não poderá dirigir o veículo exclusivo; no entanto, eles irão tratar
diretamente com o motorista dedicado sobre qualquer programação necessária.
O OFA dedicado estará disponível de 4 a 23 de agosto de 2016. Um pequeno grupo de OFAs
estará disponível de 24 de julho a 3 de agosto de 2016; no entanto, os OFAs não serão
totalmente exclusivos durante este período. Os serviços de T1/T2 podem ser ativados antes
desta data.
Os OFAs irão se voluntariar para um turno de nove horas, entre 7h e 23h, a serem combinadas
com o seu Presidente de CON e/ou com o Secretário-Geral designado.
Os OFAs terão dois dias de folga em um período de sete dias. Haverá um OFA substituto para
esses dias de descanso.
Os OFAs terão acesso à circulação geral, a alguns espaços administrativos e às áreas de descanso
dos funcionários nas instalações de competição, mas não às salas ou às arquibancadas da
Família Olímpica ou à Vila Olímpica. No entanto, cartões de upgrade para a Vila Olímpica
estarão disponíveis na sala do protocolo.
211
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
15.5 SERVIÇOS DE TRANSPORTE T1/T2
Tal como acontece com os OFAs, os Presidentes e os Secretários-Gerais de CONs terão acesso
a um serviço de T1 (50 atletas ou mais), recebendo um veículo cada, ou a um serviço de T2 (49
atletas ou menos), o que significa que eles compartilharão um veículo.
Cada veículo T1/T2 terá uma VAPP P2 e um motorista exclusivo estará disponível, de 24 de
julho a 24 de agosto de 2016, por nove horas consecutivas por dia, incluindo um intervalo de
uma hora, com um dia de folga em um período de sete dias. Motoristas substitutos serão
fornecidos para cobrir os dias de folga. Os motoristas devem ter pelo menos 10 horas de
descanso entre os turnos. Os motoristas podem falar apenas português. A política de veículos
do Rio 2016 (ver seção 9.3.3) deve ser respeitada para veículos T1/T2.
Os Presidentes e os Secretários-Gerais dos CONs também terão acesso aos serviços de T3
(vide seção 9.6) fora do horário de funcionamento de T1/T2, nove horas de serviço.
Os motoristas do Rio 2016 podem apenas dirigir os veículos de T1/T2 do Rio 2016. Portanto,
se o Presidente e/ou o Secretário-Geral do CON quiserem usar os seus próprios veículos,
eles poderão transferir a VAPP P2 para um veículo não pertencente ao Rio 2016, mas
deverão contratar um motorista particular ou dirigirem eles mesmos. Veja seção 9.5.2 para
informações sobre como credenciar motoristas particulares.
SERVIÇO T1/T2
DETALHES
Veículos
Nissan Sentra (5 lugares)
Acessórios do veículo
• Sistema de navegação por satélite (GPS)
• Cartão de combustível
Ativação
Serviços T1/T2 podem ser ativados a qualquer hora, de 24 de julho a 24 de
agosto de 2016, após a DRM e dentro das 24 horas da chegada dos delegados.
Os veículos T1/T2 terão uma permissão de acesso e de estacionamento de veículos (VAPP)
Roxo Infinito P2, que não pode ser transferida para outro veículo, a menos que um CON
opte pelo uso de seu próprio veículo. Os CONs que optarem pelo uso de seu próprio veículo
somente poderão transferir as suas VAPPs P2 uma vez. O motorista e o veículo Rio 2016 não
serão fornecidos aos CONs que optarem por utilizar seus próprios veículos.
A VAPP dá acesso:
• Às zonas de embarque e desembarque de T1/T2 e ao estacionamento exclusivo P2 da
Vila Olímpica. Pernoitar no estacionamento da Vila Olímpica não será permitido para os
Presidentes e Secretários-Gerais dos CONs
212
Serviços para Presidentes e Secretários-Gerais dos CONs
• Às zonas de embarque e desembarque de T1/T2 e ao estacionamento P2 nas instalações
de competição, de não competição e nas instalações de treinamento (onde houver
estacionamento disponível), incluindo o interior do perímetro de segurança do Parque
Olímpico da Barra
• Às zonas de embarque e desembarque de T1/T2 e ao estacionamento P2 em Deodoro
• A estacionamento limitado P2 no Forte de Copacabana
• Acessos às zonas de embarque e desembarque do Centro Internacional de Transmissão
(IBC)/Centro Principal de Imprensa (MPC)
• Às zonas de embarque e desembarque de todos os hotéis da Família Olímpica
15.6 SERVIÇOS DE TRANSPORTE DAS CIDADES-SEDE DO FUTEBOL
Os Presidentes e os Secretários-Gerais dos CONs com equipes de futebol competidoras
podem reservar viagens gratuitas para as cidades-sede do futebol, para assistir às
competições de suas equipes, no balcão de informações olímpicas do Hotel Windsor
Oceânico. Reservas devem ser feitas com 72 horas de antecedência. O Rio 2016 cobrirá as
despesas do voo (classe econômica) apenas das nações competidoras. As acomodações serão
custeadas pelo próprio CON. Os CONs não competidores também podem reservar viagens e
acomodações no balcão de informações olímpicas, às suas próprias expensas.
Os serviços de T3 podem ser usados para viajar dentro das cidades-sede do futebol, dado que
os serviços de T1 e T2 não estarão disponíveis.
15.7 TELEFONES CELULARES
Consulte a seção 5.1.10.
15.8 129a SESSÃO DO COI
Um serviço de ônibus executivo estará disponível para transportar os Presidentes e os
Secretários-Gerais dos CONs até a cerimônia de abertura da 129a Sessão do COI na Cidade das
Artes, no dia 1o de agosto de 2016. Os ingressos serão distribuídos pelo escritório de Relações
com CONs do COI no Hotel Windsor Oceânico.
A Sessão do COI acontecerá no Centro de Convenções do Windsor Oceânico, de 2 a 3 de
agosto de 2016.
Os serviços T1, T2 e T3 não terão acesso à Cidade das Artes para a cerimônia de abertura da
129a Sessão do COI.
O Centro de Convenções estará no período de isolamento (lockdown) de segurança durante
a Sessão do COI, mas o hotel permanecerá aberto para os hóspedes sem credenciamento.
15.9 CERIMÔNIAS DE ABERTURA E DE ENCERRAMENTO
INGRESSOS DE CORTESIA
Os ingressos de cortesia das cerimônias de abertura e de encerramento para os Presidentes
e Secretários-Gerais dos CONs, seus convidados e convidados portadores de credenciais
213
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
transferíveis dos CONs serão distribuídos no balcão de informações olímpicas do Hotel
Windsor Oceânico ou no balcão de recepção do Centro de Serviços aos CONs na Vila Olímpica.
Os CONs devem indicar a localização preferencial de coleta na DRM. As datas e os horários
em que os ingressos poderão ser retirados são:
CERIMÔNIA
Cerimônia de abertura
Cerimônia de encerramento
DATA DE RETIRADA
HORÁRIO DE RETIRADA
4 de agosto de 2016
Das 8h às 22h
5 de agosto de 2016
Das 8h às 14h
20 de agosto de 2016
Das 8h às 22h
21 de agosto de 2016
Das 8h às 14h
Os titulares de cartão proxy de ingressos poderão retirar os ingressos de cortesia das
cerimônias de abertura e de encerramento. Caso os CONs escolham esta opção, o Balcão
de informações olímpicas deve ser informado até as 18h do dia 3 de agosto de 2016,
relativamente à cerimônia de abertura, e até 19 de agosto de 2016, relativamente à cerimônia
de encerramento.
Os Presidentes e os Secretários-Gerais dos CONs não estão autorizados a desfilar com as suas
delegações durante as cerimônias, exceto aqueles que desempenhem uma função dupla
dentro de suas delegações, como Chefe de Missão ou Vice-Chefe de Missão. Nesse caso, eles
devem viajar até a Vila Olímpica para saída ao Estádio do Maracanã com sua delegação.
TRANSPORTE
Os Presidentes e os Secretários-Gerais dos CONs serão transportados de ônibus do Hotel
Windsor Oceânico para o Estádio do Maracanã para participar das cerimônias de abertura
e de encerramento. Uma credenciais e um ingresso de cortesia deverão ser apresentadas
para entrar no ônibus e no estádio. Para as competições que terminarem após as 15h no dia
da cerimônia de encerramento, será fornecido um transporte alternativo da instalação de
competição até o estádio.
Os serviços de T1, T2 e T3 terão o funcionamento interrompido às 15h nos dias de cerimônia
e não estarão disponíveis para se deslocar para as cerimônias. Somente o transporte T3 irá
funcionar até às 18h.
15.10 PARTIDAS
A lista completa de serviços de partidas para delegados credenciados está descrita na seção 20.4.
Sugerimos que todos os Presidentes e Secretários-Gerais dos CONs partam do GIG. Os
serviços de T1 e T2 podem ser agendados diretamente com o(s) OFA(s).
Os delegados também devem se dirigir ao balcão de informações olímpicas do Hotel Windsor
Oceânico para confirmar os seus dados de partidas.
Os Presidentes e os Secretários-Gerais dos CONs serão encontrados nas zonas de embarque
do GIG e do SDU e serão auxiliados durante os procedimentos do aeroporto.
214
SEÇÃO 16
Programa de Dignitários
Internacionais
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
16 |PROGRAMA DE DIGNITÁRIOS
INTERNACIONAIS
O programa de dignitário internacional (IDP) coordena e oferece serviços aos dignitários
internacionais credenciados na categoria CON, para os seus convidados, membros da
comitiva e chefes de missão diplomática.
16.1 ACOMODAÇÃO
Para obter informações sobre os hotéis para dignitários internacionais, consulte a seção
5.12.2.
16.2CREDENCIAIS
Como detalhado no Credenciamento do COI nos Jogos Olímpicos – Especificações Detalhadas,
os seguintes indivíduos são elegíveis para credenciamento no IDP:
• Soberano ou Chefe de Estado, além de um convidado e dois membros da comitiva
• Chefe de Governo, além de um convidado e dois membros da comitiva
• Ministro do Esporte, além de um convidado*
*O credenciamento de Ministro do Esporte é transferível uma vez e apenas se as responsabilidades forem
compartilhadas entre dois ou mais ministros. Essas providências devem ser aprovadas individualmente. Os ministros
credenciados dessa forma não poderão assistir aos Jogos ao mesmo tempo.
Todas as outras credenciais de dignitários internacionais, incluindo aquelas de convidados e
das comitivas, não são transferíveis.
O Chefe da Missão Diplomática no Brasil, ou a missão diplomática que tenha jurisdição
no Brasil (por exemplo, embaixador, cônsul ou equivalente), tem direito a uma credencial
somente se e enquanto o Soberano correspondente, Chefe de Estado ou Chefe de Governo
estiver credenciado e presente nos Jogos. Se o Ministro do Esporte tiver sido credenciado, isso
não significa que o Chefe da Missão Diplomática terá direito a participar.
DIREITOS
Soberanos, Chefes de Estado, Chefes de Governo, Ministros do Esporte e seus convidados
terão os seguintes privilégios:
216
ACESSO ÀS
INSTALAÇÕES
ACESSO ÀS
ZONAS
ACESSO AOS
ASSENTOS
TRANSPORTE
CERIMÔNIAS
EVENTOS PRIME
ALL
6 Branco
Arquibancada
Oficial
T3 (vide
seção 9.6)
Ingressos de
cortesia
Sim
Programa de dignitários internacionais
Membros da comitiva e Chefes de Missão Diplomática terão os seguintes privilégios:
ACESSO ÀS
INSTALAÇÕES
ACESSO ÀS
ZONAS
ACESSO AOS
ASSENTOS
TRANSPORTE
CERIMÔNIAS
EVENTOS
PRIME
ALL
6 Branco
Tribuna de
honra
TP (vide seção 9.8)
Sem ingresso
de cortesia
Não
VALIDAÇÃO DA CREDENCIAL PROVISÓRIA
Dignitários internacionais, seus convidados e comitivas devem apresentar os mesmos
documentos de viagem fornecidos pelos CONs nas inscrições de credenciamento para validar
as suas Credenciais Provisórias (PVCs).
Os Ministros do Esporte e seus convidados, Chefes de Missão Diplomática e membros da
comitiva podem validar sua PVC no Aeroporto Internacional Tom Jobim (GIG), no Centro de
Credenciamento da Família Olímpica do Hotel Novotel Barra (vide seção 5.12.1) ou em um
escritório de Credenciamento na instalação (vide seção 3.6.2).
Os Chefes de Missão ou os Vice-Chefes de Missão dos CONs podem validar as PVCs em nome
de seus Chefes de Estado, soberanos ou chefes de governo, bem como de seus convidados,
no Centro de Boas-Vindas da Vila Olímpica ou no Centro de Credenciamento da Família
Olímpica. Não será possível fazer isso para os Ministros do Esporte.
16.3CHEGADAS
PREPARATIVOS PRÉ-CHEGADAS
Delegações de dignitários que queiram chegar em aviões particulares precisarão reservar
slots de pouso com antecedência diretamente no site da ANAC (Agência Nacional de Aviação
Civil). Consulte a seção 4.6.5 para obter instruções detalhadas sobre voos fretados e privados.
Os serviços de chegadas e partidas para dignitários internacionais são baseados nas
informações recebidas dos CONs e das autoridades responsáveis pela organização das
viagens de dignitários internacionais. Os IDPs e os oficiais de visitas do Rio 2016 tratarão
com os CONs e com as missões diplomáticas, sempre que necessário, para obter os dados de
chegadas e partidas de soberanos, Chefes de Estado e Chefes de Governo. Os CONs devem
registrar todas as informações sobre chegadas e partidas dos Ministros do Esporte e todas as
alterações devem ser inseridas diretamente no sistema de Chegadas e Partidas (ADS) assim
que possível.
CHEGADAS PROGRAMADAS DE VOOS NO AEROPORTO INTERNACIONAL TOM
JOBIM
O GIG poderá receber voos privados e comerciais.
Nas chegadas programadas de voos ao GIG, os Chefes de Estado, soberanos, Chefes de
Governo e suas delegações credenciadas serão recebidos na pista ou nas portas das
aeronaves e serão acompanhados até um saguão exclusivo (Salão Nobre). O saguão estará
disponível para as chegadas e partidas. Os CONs e/ou as missões diplomáticas devem
tomar as providências habituais relativas à bagagem, ao manuseio de armas, à coleta de
217
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
passaportes e ao serviço de transporte. As instalações de alfândega e de imigração no saguão
serão fornecidas pela Receita Federal do Brasil e pela Polícia Federal. O IDP do Rio 2016
fornecerá orientações detalhadas no Rio Exchange e nos briefings diplomáticos.
O Rio 2016 irá assegurar que o tamanho da solenidade oficial de saudação seja reduzido
ao mínimo absoluto. O oficial de visitas se unirá ao Chefe de Missão e ao Presidente ou
Secretário-Geral do CON para se encontrar com o dignitário no saguão. O Rio 2016 incentiva
as delegações maiores a se encontrarem com o seu Chefe de Estado, Chefe de governo ou
soberano no hotel ou nos locais de residência para minimizar o tamanho da solenidade de
saudação e garantir um processo de chegada tranquilo. O oficial de visitas tratará com os
CONs e com as missões diplomáticas para cuidar de todos os preparativos do planejamento
antes da visita.
Os Ministros do Esporte serão recebidos no saguão e acompanhados até a imigração, coleta
de bagagem, validação de credenciais e alfândega. Eles poderão, em seguida, usar um serviço
de transporte de T3 para chegar a um dos lugares de desembarque designados no Rio de
Janeiro. Os seus assistentes de dignitários os receberão nos seus hotéis ou em seus lugares de
residência.
OUTRAS PORTAS DE ENTRADA
Serviços limitados estarão disponíveis no Aeroporto Doméstico Santos Dumont (SDU), no
Rio de Janeiro, e no Aeroporto de Internacional de Guarulhos (GRU), em São Paulo, mas
serão fornecidos serviços de protocolo de aeroporto do Rio 2016 para saudar os dignitários
internacionais.
Para os soberanos, Chefes de Estado e Chefes de Governo, a solenidade de saudação seguirá
os princípios já descritos acima, e o oficial de visitas tratará com os CONs e com as missões
diplomáticas para cuidar de todos os preparativos antes da visita. Os CONs e/ou as missões
diplomáticas precisarão tomar providências para as reservas de suítes, para o manuseio de
bagagens e de armas e para a coleta de passaportes, com o apoio e a orientação fornecidos
pelo Rio 2016.
Para os Ministros do Esporte, o Rio 2016 fornecerá um serviço de recepção semelhante ao
serviço prestado para Presidentes e Secretários-Gerais dos CONs.
Membros da comitiva que não estiverem viajando com seus superiores receberão os serviços
de chegadas no GIG, SDU e GRU em consonância com aqueles descritos na seção 4.
16.4OFICIAIS DE VISITAS E ASISTENTES DE DIGNITÁRIOS
O Rio 2016 atribuirá um oficial de visitas a cada soberano, Chefe de Estado e Chefe de
Governo. Os oficiais de visitas ajudarão nos preparativos de chegadas e partidas, assim como
na coordenação da programação. Os oficiais de visitas são distribuídos pelo Ministério das
Relações Exteriores do Brasil e trabalharão em parceria com o (DCC) do Rio 2016.
O Rio 2016 designará assistentes de dignitários aos Ministros do Esporte credenciados.
Seu papel será o de ajudar na coordenação da programação e nos preparativos de transporte
de T3. Os assistentes de dignitários são distribuídos e coordenados pelo DCC do Rio 2016.
218
Programa de dignitários internacionais
Os CONs que queiram declinar do assistente de dignitário atribuído pelo Rio 2016 deverão
comunicar sua decisão ao seu representante de Relações com os CONs durante a pré-reunião
de registro de Delegação (Pré-DRM), ou, no máximo, até 30 de maio de 2016.
Espera-se que os CONs estejam em contato com o Rio 2016 antes dos Jogos para fornecer
todos os detalhes sobre as chegadas e partidas, sobre a programação diária e sobre outras
questões logísticas relacionadas aos seus dignitários internacionais. Devem ser fornecidas
informações detalhadas para a equipe de IDP do Rio 2016, pelo endereço eletrônico
[email protected], até no máximo um mês antes da cerimônia de abertura,
para que todos os serviços pertinentes possam ser ativados.
16.5 TRANSPORTE
Soberanos, Chefes de Estado, Chefes de Governo, Ministros do Esporte e seus convidados
têm direito aos serviços de transporte de T3 (vide seção 9.6). Comitivas e Chefes de Missão
Diplomática credenciados têm direito ao transporte público gratuito - TP (vide seção 9.8).
PERMISSÕES DE ACESSO E DE ESTACIONAMENTO DE VEÍCULOS
Os veículos que transportem dignitários internacionais precisarão de permissões de acesso
e de estacionamento de veículos (VAPPs) para acessar as instalações. A fim de facilitar os
deslocamentos das delegações visitantes, O governo brasileiro vai oferecer dois veículos
e motoristas dedicados para transportar soberanos, Chefes de Estado ou governo desde o
momento de sua chegada até o momento de sua saída do Brasil.
Os veículos serão alocados conforme abaixo:
• Veículos de dignitários – fornecidos pela Polícia Federal e utilizados para transportar o
dignitário protegido. O motorista será um agente de segurança, fornecido pela Polícia
Federal
• Veículos das Comitivas – fornecidos pelo Ministro de Relações Exteriores e utilizados para
transportar o oficial de visita, membros credenciados da comitiva (até dois) e o chefe da
missão diplomática credenciado (até um). Um motorista profissional será oferecido pelo
Ministro de Relações Exteriores
Esses dois veículos receberão uma VAPP Amarela P1 (ver abaixo) do centro de coordenação aos
Dignitários Rio 2016. Como o espaço de estacionamento nas instalações é muito limitado, o
Rio 2016 irá alocar no máximo duas VAPPs por indivíduo soberano, Chefe de Estado ou Chefe
de Governo para o período de sua estadia, que serão distribuídas pelos oficiais de visitas.
A VAPP Amarela P1 permitirá o acesso dos veículos:
• Às zonas de embarque e desembarque T1/T2 e ao estacionamento P1 da Vila Olímpica
• Às zonas de embarque e desembarque T1/T2 e ao estacionamento P1 das instalações de
competição, não competição e de treinamento (onde houver estacionamento disponível)
• Às zonas de embarque e desembarque T1/T2 de todos os hotéis da Família Olímpica
• Linhas dedicadas na Rede de Rota Olímpica (ORN)
219
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
VAPPs Amarelas P1 não darão permissão aos veículos para acessar o Estádio do Maracanã
para as cerimônias de abertura e encerramento.
As VAPPs são propriedade do Rio 2016 e estão sob a responsabilidade do oficial de visitas. Elas
não podem ser transferidas ou utilizadas por outros grupos de clientes, e serão coletadas na
partida do dignitário.
Os preparativos serão concluídos quando houver confirmação acerca das datas de chegadas e
partidas dos dignitários, do modo de transporte e do tamanho da comitiva.
VIAGENS ÀS CIDADES-SEDE DO FUTEBOL
Os dignitários internacionais credenciados que queiram viajar para as cidades-sede do
futebol devem reservar suas viagens de avião e pagar por elas, bem como pela acomodação
que se fizer necessária.
Um serviço de transporte regular de T3 estará disponível nas cidades-sede. Para as chegadas
e partidas, os CONs devem inserir os dados dos dignitários internacionais no ADS 48 horas
antes do voo.
SEGURANÇA DE TRANSPORTE
Todos os veículos que transportem dignitários internacionais deverão diminuir a velocidade
ou parar no ponto de verificação de permissões de veículos (VPC) fora da instalação para
a realização de uma vistoria visual da VAPP. Em seguida, os veículos se dirigirão à área de
inspeção de veículos (VSA).
Os veículos protegidos por um agente de Proteção da Polícia Federal e equipados com uma
VAPP Amarela P1 serão autorizados a entrar no perímetro da instalação sem verificações de
segurança adicionais.
Os veículos sem agentes de Proteção da Polícia Federal, mesmo se equipados com uma VAPP
Amarela P1, devem se submeter à busca e à vistoria de veículo e de seus passageiros, com os
consequentes atrasos no acesso a uma instalação.
16.6SEGURANÇA
PROTEÇÃO PESSOAL DE DIGNITÁRIOS INTERNACIONAIS
Como pessoas internacionalmente protegidas, soberanos, Chefes de Estado e Chefes de
Governo em visita ao Brasil durante os Jogos Olímpicos de 2016 poderão obter serviços
de proteção pessoal. O fornecimento de proteção para outros dignitários internacionais
estará baseado em uma avaliação de risco e de ameaça gerenciada pelo governo brasileiro,
juntamente com a Polícia Federal brasileira.
Aos dignitários internacionais protegidos será atribuído um esquema de segurança da Polícia
Federal, incluindo responsáveis por proteção pessoal e veículos de escolta, para facilitar todas
as operações de transporte e garantir o acesso tranquilo às instalações.
220
Programa de dignitários internacionais
CREDENCIAIS DE CATEGORIA X
Os CONs com dignitários credenciados tiveram a oportunidade de solicitar o credenciamento
de pessoal de proteção internacional na categoria X, usando o formulário de solicitação de
pessoal de proteção internacional. Todas as solicitações foram analisadas pela Segurança do
Rio 2016 e pelas partes interessadas relevantes de segurança brasileiras para a aprovação
final. Se aprovadas, o seguinte será fornecido:
• Uma credencial que corresponda à instalação e à zona de acesso dos convidados de honra
protegidos
• Uma credencial que conceda acesso apenas às VSAs
As credenciais de categoria X não concederão quaisquer privilégios de assento ou de
transporte. Os CONs poderão usar um cartão de upgrade (daqueles emitidos para o CON na
reunião de registro de Delegação-DRM) para melhorar o acesso às instalações desta segunda
credencial.
As credenciais de categoria X servirão como isenção de visto para o Brasil.
OFICIAIS DE PROTEÇÃO PESSOAL COM CREDENCIAIS X
Os agentes de proteção pessoal credenciados na categoria X deverão cumprir as seguintes
regras durante os Jogos:
• Os agentes da Polícia Federal brasileira são os responsáveis, em última análise, pela
proteção e pela segurança de pessoas internacionalmente protegidas no Brasil
• O pessoal da segurança internacional não está habilitado a portar qualquer tipo de arma
nas instalações de competição ou não competição
• O uso de rádios portáteis em instalações oficias de competição e não competição requer a
aprovação de espectro (vide seção 7.4)
• Serão desenvolvidas políticas específicas para as cerimônias de abertura e de Encerramento
16.7 CERIMÔNIAS DE ABERTURA E DE ENCERRAMENTO
INGRESSOS DE CORTESIA PARA AS CERIMÔNIAS
Soberanos, Chefes de Estado, Chefes de Governo e seus convidados credenciados, assim
como os Ministros do Esporte e seus convidados credenciados na categoria CON, receberão
ingressos de cortesia para as cerimônias de abertura e de Encerramento. Os ingressos de
cortesia serão distribuídos por meio dos assistentes de dignitários e dos oficiais de visitas.
Todos os soberanos, Chefes de Estado e/ou Chefes de Governo, Ministros do Esporte e seus
convidados credenciados (um por dignitário) terão assento nas arquibancadas exclusivas no
Estádio do Maracanã.
Soberanos, Chefes de Estado e Chefes de Governo irão sentar-se perto da Tribuna Presidencial
do COI. Os Ministros do Esporte irão sentar-se perto da arquibancada dos CONs e não será
possível encontrarem-se com soberanos, Chefes de Estado ou Chefes de Governo no Estádio
do Maracanã, por estarem em transportes e assentos distintos.
221
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
Os membros da comitiva e os Chefes de Missão Diplomática credenciados na categoria CON
não têm direito a ingressos de cortesia para as cerimônias. Eles podem comprar ingressos
para as cerimônias através do CON e do revendedor autorizado de ingressos (ATR) de seu país
ou território, se quiserem participar. No entanto, ficarão sentados na área de espectadores.
TRANSPORTE
Soberanos, Chefes de Estado e Chefes de Governo presentes na cerimônia de abertura, e um
convidado por dignitário, serão convidados a participar de uma recepção no final da tarde de
5 de agosto de 2016. Mais detalhes serão comunicados pelos oficiais de visitas. O transporte
para a Cerimônia de Abertura será feito em ônibus, partindo diretamente da recepção. Este
deslocamento será um serviço de “ponto a ponto”, cujo transporte será escoltado pela Polícia
Federal brasileira. Carreatas individuais não poderão acessar o estádio devido ao espaço
limitado de estacionamento no local.
Os Ministros do Esporte serão convidados pelo Ministro do Esporte do Brasil a participar de
uma recepção de pré-abertura na Casa Brasil, no Porto Maravilha, no final da tarde do dia 5
de agosto de 2016. Em seguida, serão transportados de ônibus para o Estádio do Maracanã.
Mais detalhes serão comunicados pelos assistentes de dignitários.
Os membros de comitivas e Chefes de Missão Diplomática com ingressos de espectadores
devem organizar os seus próprios deslocamentos para chegar ao estádio, usando o metrô
local. Veículos individuais e particulares não estarão autorizados a acessar o estádio durante
as cerimônias de abertura e de Encerramento devido ao bloqueio das ruas de acesso. Os
serviços de T3 deixarão de operar a partir das 15h no dia da cerimônia de abertura.
EVENTOS PRIME
Informações relativas ao acesso a eventos prime podem ser encontradas na seção 10.6.
16.8SERVIÇOS DE PROTOCOLO NA VILA OLÍMPICA
Os dignitários internacionais precisarão de um passe para convidados para acessar a Vila
Olímpica, que deve sair da cota diária de passes para convidados dos CONs. Procedimentos
normais de solicitação devem ser seguidos e todas as solicitações devem ser enviadas até
as 18h do dia anterior à visita. Consulte a seção 5.1.6 para obter informações sobre os passes
para convidados. Os CONs devem atuar em coordenação com o escritório de protocolo,
na Praça da Vila, para tomar todas as providências necessárias à visita de dignitários
internacionais à Vila Olímpica.
Chefes de Estado em visita à Vila Olímpica não estarão autorizados a levar integrantes
de imprensa à zona residencial (credenciados ou não credenciados). Uma pessoa pode
acompanhá-los para gravar a visita para fins de arquivamento. Se os CONs forem avisados
antecipadamente acerca de tais visitas, eles poderão pedir a equipe de Relações com os
CONs do COI para tratar diretamente com os serviços de transmissão olímpica (OBS), que
terão uma equipe permanente na Vila Olímpica, ou com a Getty Images, que terá fotógrafos
credenciados para registrar tais visitas. Os CONs podem ainda reservar um fotógrafo através
do quiosque de fotos da Praça da Vila para registrar a visita do Chefe de Estado.
Consulte a seção 5.7.3 para obter mais detalhes sobre os serviços de Protocolo da Vila
Olímpica.
222
Programa de dignitários internacionais
16.9PARTIDAS
Nas partidas do GIG, os Chefes de Estado, Chefes de Governo e soberanos serão
acompanhados até o saguão exclusivo (Salão Nobre) e receberão assistência relativa às
formalidades de imigração, alfândega e bagagem. Em seguida, eles serão acompanhados até
a pista do aeroporto ou até a porta da aeronave.
Ministros do Esporte ou membros da comitiva que não estiverem viajando com seus
superiores serão encontrados nos pontos de desembarque do aeroporto e serão direcionados
aos balcões de check-in apropriados. Em seguida, eles serão acompanhados até a sala de
embarques para tomar os seus voos.
A assistência de Protocolo será fornecida no SDU e no GRU; no entanto, não haverá salas
exclusivas do Rio 2016 disponíveis nestes aeroportos.
223
SEÇÃO 17
Operações de Imprensa
Operações de Imprensa
17 | OPERAÇÕES DE IMPRENSA
As Operações de Imprensa são responsáveis por planejar, fornecer e gerenciar todos os
serviços e todas as instalações para os 5.800 credenciados da imprensa escrita e fotográfica e
das emissoras não titulares de direitos.
A equipe de Operações de Imprensa auxilia a Imprensa Olímpica credenciada em todas as
áreas e instalações de imprensa nos locais de competição e em alguns locais não destinadas
a competições.
A imprensa não credenciada não será gerenciada pelas Operações de Imprensa do Rio 2016.
O Centro de Imprensa do Rio, administrado pela Prefeitura do Rio de Janeiro, fornecerá
serviços de suporte e uma instalação de trabalho para a imprensa não credenciada.
Mais informações estão disponíveis no site do Centro de Imprensa do Rio.
17.1 CREDENCIAMENTO DE IMPRENSA
O COI credenciou diretamente as agências de imprensa e fotográficas reconhecidas pelo
COI (Associated Press, Agence France Presse, Thomson Reuters e Getty Images), bem como a
agência de notícias nacional anfitriã dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, a Kyodo News.
Em maio de 2016, o Rio 2016 enviará credenciais provisórias (PVCs) para os CONs, que deverão
reencaminhá-las às suas organizações de imprensa credenciadas. As PVCs funcionarão como
uma isenção de visto de entrada no Brasil, a partir de 5 de julho de 2016, junto com um
passaporte válido, até pelo menos 31 de dezembro de 2016. Consulte a seção 2.1 para obter
mais informações sobre as PVCs.
EMISSORAS NÃO TITULARES DE DIREITOS: CATEGORIA DE IMPRENSA
CREDENCIADA “ENR”
As emissoras não titulares de direitos devem ter em mente cinco pontos importantes:
1. O
único local em que elas estão autorizadas a portar uma câmera para filmagens é o Centro
Principal de Imprensa (MPC)
2. E
m todas as outras instalações, elas são consideradas como imprensa escrita (com acesso
sem câmeras a todos os espaços de imprensa)
3. Um número restrito de equipes por dia terá autorização de filmagem nos domínios comuns
do Parque Olímpico da Barra. Passes para filmagens e uma faixa de braço podem ser
solicitados ao escritório de Operações de Imprensa do COI no MPC e lá podem ser retirados
4. O
s não titulares de direitos devem estar familiarizados com as Regras de Acesso a Notícias
do COI, disponíveis no site do COI
5. Uma reunião de briefing será realizada para todos os não titulares de direitos no MPC.
O dia e horário serão comunicados em data posterior pelo COI
225
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
FOTÓGRAFOS: CATEGORIA “EP”
Os fotógrafos devem ter em mente três pontos importantes:
1. P
reencher e assinar o formulário de compromissos dos fotógrafos ao retirar o colete no
MPC ou nos centros de mídia das instalações das cidades-sede do futebol
2. Participar da reunião de briefing dos fotógrafos no MPC no dia 4 de agosto de 2016, às 11h
3. Usar o colete de fotógrafo em todos os momentos em que estiver fotografando
CENTRO DE CREDENCIAMENTO DE IMPRENSA
O Centro de Credenciamento de Imprensa estará situado perto da entrada para o MPC e o
Centro Internacional de Transmissão (IBC). Os horários de funcionamento são os seguintes:
DATA
HORÁRIOS DE FUNCIONAMENTO
5 de julho de 2016
Das 8h às 18h
6 a 25 de julho de 2016
Das 9h às 18h
26 de julho a 4 de agosto de 2016
Das 7h às 22h
5 a 20 de agosto de 2016
Das 7h às 21h
21 de agosto de 2016
Das 7h às 17h
17.2 ACOMODAÇÕES DE IMPRENSA
As acomodações de imprensa têm sido oferecidas nas vilas de imprensa e em hotéis de
imprensa selecionados, localizados nas quatro zonas de instalações olímpicas. As vilas de
imprensa estão localizadas na Barra e em Deodoro.
17.3 TRANSPORTE PARA A IMPRENSA
SISTEMA DE TRANSPORTE PARA A IMPRENSA
O sistema de Transporte para a Imprensa (TM) é um serviço de imprensa exclusivo que
conecta todos os locais de acomodações dos profissionais de imprensa ao Terminal de
Transporte de Imprensa no Parque Olímpico da Barra e aos destinos selecionados. O Terminal
de Transporte de Imprensa fica ao lado da entrada principal da imprensa no IBC/MPC e opera
24 horas por dia.
Toda imprensa credenciada, incluindo os Adidos de Imprensa dos CONs credenciados
eletronicamente, terá acesso ao TM. Os serviços estarão disponíveis a partir de 22 de julho até
24 de agosto de 2016 e irão operar de acordo com os horários de abertura e fechamento de
cada centro de imprensa da instalação. O sistema de TM inclui os seguintes serviços:
• Chegadas e partidas (ida e vinda do Aeroporto Internacional Tom Jobim - GIG, somente)
• Deslocamento para as instalações de competição
• Deslocamento para os locais de acomodação de imprensa
226
Operações de Imprensa
• Serviços suplementares (do Terminal de Transporte de Imprensa):
• Serviço de ônibus circulares partindo do MPC/IBC para todas as instalações dentro do
Parque Olímpico da Barra
• Serviços programados entre o Terminal de Transporte de Imprensa e a Vila Olímpica
• Serviço programado entre o Terminal de Transporte de Imprensa e o Estádio do
Maracanã, para as cerimônias de abertura e de encerramento
ESTACIONAMENTO
O estacionamento no MPC estará disponível para os veículos com as VAPPs apropriadas do
MPC. Haverá lugares de estacionamento para a imprensa no perímetro de segurança externo
e dentro da instalação, no subsolo do prédio do MPC. As VAPPs que concedam acesso ao
MPC estarão disponíveis para compra na mesa do Catálogo de Produtos e Serviços do MPC,
dependendo da disponibilidade, após o fechamento do portal do Catálogo de Produtos e
Serviços da Imprensa.
Um número limitado de vagas de estacionamento de curta duração foi alocado aos veículos
dos CONs para o desembarque e embarque de atletas no MPC, para as conferências de
imprensa em locais fora do Parque Olímpico da Barra. As reservas de conferência de imprensa
são comunicadas ao pessoal de controle de acesso, para que cada vaga fique vinculada a
uma reserva. Os veículos não terão autorização para acessar o Terminal de Transporte de
Imprensa, mesmo com uma VAPP.
17.4 CENTRO DE IMPRENSA PRINCIPAL
O Centro de Imprensa Principal (MPC) está localizado na ala noroeste do Parque Olímpico da
Barra, dentro do perímetro de segurança, adjacente ao Centro Internacional de Transmissão
(IBC) e ao Terminal de Transporte de Imprensa.
FASE
DATAS
HORÁRIOS DE
FUNCIONAMENTO
Pré-abertura do MPC
5 a 28 de julho de 2016
Das 7h às 22h
Abertura do MPC
29 de julho a 22 de agosto de 2016
24 horas
Fechamento do MPC
22 de agosto de 2016
23h59
O MPC fica a cerca de 3 km da Vila Olímpica e pode-se chegar lá por um serviço exclusivo de
ônibus que partem do Terminal de Transporte de Imprensa. O tempo de viagem entre os dois
é de aproximadamente 11 minutos pela Rede da Rota Olímpica (ORN) e 12 minutos sem a ORN.
O MPC oferece uma série de serviços para a imprensa credenciada, incluindo refeições.
ACESSO
Todos os indivíduos com o código MPC em suas credenciais, incluindo a imprensa e os
organismos de radiodifusão credenciados, terão acesso ao MPC.
227
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
Atletas participantes das conferências de imprensa
O COI confirmou que os atletas terão o código MPC em suas credenciais, permitindo a eles
acessar o MPC. Se um CON quiser levar indivíduos adicionais sem acesso ao MPC em suas
credenciais para uma conferência de imprensa, um passe para convidados deve ser solicitado
no momento da reserva da conferência de imprensa.
Para os atletas que participarem das conferências de imprensa no MPC, será fornecido um
serviço de transporte sob demanda entre a Vila Olímpica e o MPC. Se os CONs quiserem
usar os seus veículos exclusivos para este deslocamento, isso só será possível com a VAPP
apropriada.
Passes para convidados
Os passes para convidados do MPC são válidos por apenas um dia, até as 24h (meia-noite)
do dia da emissão. Eles serão emitidos a partir de 5 de julho até 22 de agosto de 2016, e não
serão transferíveis. Poderão ser emitidos, para cada convidado, no máximo cinco passes para
convidados.
Todos os usuários de passes para convidados devem ser patrocinados por uma pessoa
credenciada com acesso ao MPC em sua credencial. A partir de 5 de julho de 2016, os pedidos
de passes para convidados devem ser entregues pessoalmente no escritório de passe para
convidados do MPC, ou enviados por e-mail para [email protected], com pelo
menos um dia de antecedência e no máximo até as 16h.
Todas as solicitações de passes para convidados ao MPC estarão sujeitas à aprovação das
operações de imprensa do Rio 2016 e serão concedidas a seu exclusivo critério.
INSTALAÇÕES E SERVIÇOS
O principal balcão de suporte está localizado no saguão principal, no piso térreo, perto da
entrada principal. A equipe de suporte será formada por funcionários do serviço de tradução
e interpretação e de operações de imprensa, para garantir um atendimento multilíngue.
Os seguintes serviços estarão disponíveis neste piso:
• Acomodação, Logística, Informações sobre a cidade e balcões de Transportes
• ATM e um banco
• Loja geral
• Lavanderia e lavagem a seco
• Posto médico
• Farmácia
• Agência dos Correios
• Loja oficial do Rio 2016
• Saguão da Samsung (com sala de Internet)
O piso principal inclui uma área de trabalho integrada, com destaque para as salas de
trabalho exclusivas para jornalistas e fotógrafos, com cerca de 800 estações de trabalho no
228
Operações de Imprensa
total. Essas estações estão equipadas com internet de banda larga e tomadas de energia, e
serão ocupadas conforme a ordem de chegada.
As salas de trabalho terão telas de TV com transmissão ao vivo de todas as competições,
terminais Info+ com impressoras em rede e serviços de impressão.
No Centro de Serviços Fotográficos, a Canon e a Nikon fornecerão um serviço de suporte
completo para fotógrafos credenciados, variando de ajustes de câmeras pré-jogos e
atualizações de firmware, até reparos de emergência, e empréstimo de câmeras e lentes.
Também no piso principal, a imprensa terá acesso ao balcão de notícias do Rio 2016, ao
balcão de comunicações do COI, ao escritório de Operações de Imprensa do COI e ao escritório
de Venda de Ingressos.
O Centro de Serviços está localizado no mezanino, um nível acima do piso térreo. Neste local
é gerenciado todo o espaço privado do escritório do MPC, incluindo o processo de check-in
e de check-out para escritórios particulares. A imprensa credenciada terá a possibilidade
de comprar contas de internet e serviços adicionais nos balcões do Catálogo de Produtos
e Serviços e de Espectro lá localizados. Testes de equipamentos e identificação podem ser
acessados na mesa de Espectro. Um bar ao ar livre, cujo consumo é pago, também está
localizado neste nível.
Escritórios particulares das organizações de imprensa estão distribuídos entre o primeiro e o
sexto andares da torre do MPC.
A imprensa credenciada terá acesso a uma área com cardápio internacional, cujo consumo
será pago, com uma ampla variedade de opções de comida.
CENTRO DE CONFERÊNCIAS DE IMPRENSA
O Centro de Conferências de Imprensa está situado em uma instalação temporária ao lado da
entrada principal do MPC.
Existem cinco salas de conferências de imprensa, das quais a maior acomoda 710 pessoas
sentadas. As outras salas têm uma capacidade de ocupação de 80 a 200 pessoas. Duas
salas individuais também estarão disponíveis para entrevistas individuais. Na principal sala
de conferências, a interpretação simultânea será fornecida em alemão, coreano, espanhol,
francês, inglês, japonês, mandarim, português e russo. Na sala de conferência de imprensa
II (200 lugares), a interpretação simultânea estará disponível em espanhol, francês, inglês,
japonês e português. As salas de conferência III, IV e V (80 lugares cada) irão fornecer serviços
de interpretação mediante demanda.
Intérpretes profissionais estarão disponíveis a partir de 24 de julho até 21 de agosto de 2016.
O Centro de Conferência será aberto das 9h às 21h e as reservas de todas as salas de
conferências e de entrevistas serão gerenciadas pelo escritório de reservas de conferências
de imprensa, localizado no Centro de Conferência de Imprensa. As conferências poderão ser
realizadas de 24 de julho a 21 de agosto de 2016.
Pedidos de reservas podem ser feitos a partir de 5 de julho de 2016, enviando um e-mail
para [email protected], ou entregando um formulário de solicitação
229
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
no escritório de reservas até as 16h do dia anterior ao horário programado/solicitado. As
conferências podem ser reservadas em intervalos de uma hora, com 30 minutos entre as
sessões. Todos os pedidos serão avaliados pelo escritório de reservas e o solicitante será
notificado acerca da confirmação ou receberá uma proposta de uma nova data/horário.
Uma vez aprovada, a sala será reservada e o grupo que solicitou a conferência de imprensa
será contatado para confirmar a reserva.
Depois de finalizada a reserva, um membro da equipe do escritório de reservas entregará em
mãos as informações para todas as partes interessadas ou as enviará por e-mail. As exceções
serão gerenciadas caso a caso, conforme o surgimento de conferências de imprensa não
planejadas.
17.5 OPERAÇÕES DE IMPRENSA NAS INSTALAÇÕES
INSTALAÇÕES DE COMPETIÇÃO
Cada instalação de competição terá um centro de imprensa com áreas de trabalho para os
jornalistas e para os fotógrafos, um balcão de atendimento, internet a cabo e tomadas de
energia, serviços Wi-Fi e terminais Info+. Uma sala de imprensa com serviços de refeição
exclusivos também estará disponível.
PERÍODO
DATAS
HORÁRIOS DE FUNCIONAMENTO
Dias sem competições
Dias de treinamento
Das 9h às 18h
A partir de 3 dias antes do primeiro
dia de competição na instalação
A partir de 1 hora antes do
início do treinamento até 1 hora
após término do treino
A partir de 3 horas antes do início
da competição até 4 horas após
o término da competição
Dias de competição
Cidades-sede do futebol
LOCALIZAÇÃO
Todas as cidades-sede do futebol
DATAS
HORÁRIOS DE FUNCIONAMENTO
Dia de jogo -1
Das 8h às 22h (ou uma hora depois do final
do treinamento se após as 22h)
Dia de jogo
Desde 3 horas antes do início da competição
até 4 horas após o final da competição
Dias sem competições
Das 9h às 18h
INSTALAÇÕES DE TREINAMENTO
A imprensa credenciada terá acesso a sessões abertas nas instalações oficiais de treinamento
para assistir, fotografar e realizar entrevistas com os atletas. A equipe de Operações de
Imprensa do Rio 2016 não estará disponível nas instalações de treinamento.
230
Operações de Imprensa
CONFERÊNCIAS DE IMPRENSA NAS INSTALAÇÕES
Na maioria das instalações, a sala de conferência foi combinada com o espaço da sala de
trabalho de imprensa dentro do centro de imprensa da instalação, proporcionando um
espaço de usos múltiplos no qual os credenciados possam trabalhar.
Conferências de imprensa pós-competições serão realizadas com os medalhistas, logo após o
final de cada evento.
Para esportes de equipe, uma conferência de imprensa será realizada após cada evento de
equipe (preliminar ou final) com pelo menos a presença dos treinadores de cada equipe.
Os CONs são incentivados a organizar as suas próprias conferências de imprensa no MPC,
seguindo o procedimento descrito na seção 17.4.
Serviços profissionais de interpretação serão fornecidos em todas as conferências de
imprensa. A interpretação simultânea será fornecida para atletismo, basquete (finais),
ginástica artística e natação. Serviços de interpretação consecutiva estarão disponíveis para
todos os outros esportes.
VILA OLÍMPICA
O centro de imprensa da vila olímpica está localizado imediatamente fora da entrada
principal da Vila Olímpica. Estará aberto de 24 de julho a 20 de agosto de 2016 (exceto no dia
da cerimônia de abertura), das 9h às 21h.
A sala de conferência de imprensa é um espaço combinado dentro da área de trabalho de
imprensa. Os CONs que quiserem realizar conferências de imprensa neste espaço devem
fazer uma solicitação no balcão de atendimento do centro de imprensa da instalação.
Duas salas de entrevistas estarão disponíveis para entrevistas individuais com os atletas.
As operações de imprensa da instalação irão gerenciar a distribuição de passes para
convidados de imprensa, para proporcionar o acesso à Praça da Vila, em um balcão exclusivo
para a imprensa no escritório de passes para convidados.
Duzentos passes para convidados destinados à imprensa estarão disponíveis a
qualquer momento. Quando esse limite for atingido, os passes para convidados serão
operacionalizados em um sistema “um sai, outro entra”.
A imprensa com credencial de categoria E (excluindo EC, Ex e EPx) são elegíveis para um
passe para convidados de imprensa. A mídia deve trocar a sua credencial por um passe para
convidado na mesa de passe para convidados de imprensa da Vila Olímpica. A credencial será
devolvida após o recebimento do passe para convidado.
Tours para a Imprensa na Vila Olímpica
O COI, juntamente com as Operações de Imprensa e com os serviços de transmissão olímpica
(OBS), organizará dois tours oficiais com a imprensa pela Vila Olímpica, nos dias 2 e 4 de
agosto de 2016. Esses tours serão as únicas oportunidades para a imprensa ter acesso à zona
residencial da Vila Olímpica. A imprensa e organismos de radiodifusão serão informados
231
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
sobre os tours através das comunicações exclusivas de imprensa postadas no Info+. Os
profissionais de imprensa que desejarem participar desses tours devem registrar-se no MPC e
nos principais balcões de atendimento do IBC.
Durante os tours para a imprensa, o passe para convidado não será exigido para entrar no
centro de imprensa da instalação ou nas salas de conferências de imprensa da Vila Olímpica.
Uma credencial de categoria E será suficiente. Não titulares de direitos eletrônicos (ENRs)
serão autorizados a entrar no centro de imprensa da Vila Olímpica, nas salas de conferências
de imprensa e na Praça da Vila, mas não terão autorização para levar qualquer equipamento
de vídeo ou de áudio.
ZONAS MISTAS
Uma zona mista, por onde os atletas passarão e darão entrevistas para a imprensa ao
deixar o campo de competição, foi planejada em cada instalação e irá funcionar para
todas as competições. As equipes de operações de imprensa Rio 2016 irão coordenar a
área da imprensa na zona mista. Todos os atletas (e apenas para os esportes em equipe, os
treinadores) serão convidados a passar pela zona mista, mas não serão obrigados a falar com
a imprensa se não quiserem.
A ordem das entrevistas na zona mista será a seguinte: o canal de notícias olímpicas e
emissoras titulares de direitos, agências internacionais reconhecidas pelo COI, serviço de
notícias olimpicas e todos os outros membros da imprensa.
Não há limite de tempo para as entrevistas dos atletas; no entanto, a equipe da zona mista
garantirá que todas as operações sejam conduzidas de forma tranquila e em um tempo
razoável.
Um sistema de amplificação sonora será usado, especialmente para os atletas de ampla
repercussão, para garantir que as entrevistas possam ser ouvidas pelo máximo possível de
representantes de imprensa.
Em certas instalações, as entrevistas conduzidas pelo canal de notícias olímpicas na primeira
seção da zona mista serão transmitidas ao vivo pelos monitores de televisão instalados na
área da imprensa na zona mista, para que todos os jornalistas possam capturar os primeiros
comentários dos atletas, mesmo antes que eles cheguem à seção de imprensa da zona mista.
Repórteres profissionais do serviço de notícias olímpicas irão reunir os comentários dos
atletas, que serão publicados no Info+.
Adidos de Imprensa dos CONs trabalhando na zona mista
O COI registrará e aprovará os Adidos de Imprensa dos CONs para trabalhar na zona mista.
O COI distribuirá aos CONs, em maio de 2016, um formulário de inscrição dos Adidos de
Imprensa.
Adidos de Imprensa autorizados dos CONs devem usar a faixa de braço de identificação,
intransferível, fornecida pelo COI para acessar o caminho dos atletas somente na seção de
imprensa da zona mista e somente quando os atletas do seu país estiverem passando por lá.
232
Operações de Imprensa
As faixas de braço serão distribuídas pelas operações de imprensa do COI no MPC, após
o briefing de Adidos de Imprensa dos CONs (vide seção 17.6). Haverá um ponto de acesso
exclusivo para os Adidos de Imprensa dos CONs, para possibilitar a entrada deles na zona
mista no lado dos atletas.
EVENTOS DE ALTA DEMANDA DA IMPRENSA
Os eventos de alta demanda dos Jogos foram definidos pelo COI. Um ingresso, juntamente
com uma credencial, será exigido para acessar os eventos de alta demanda e as cerimônias
de abertura e de encerramento.
Os ingressos serão distribuídos aos Adidos de Imprensa dos CONs, ou aos representantes
indicados pelos CONs quando não houver Adido de Imprensa indicado pelo CON.
A distribuição será realizada no escritório de venda de ingressos do COI no MPC. A imprensa
receberá os ingressos de seu CON e não do COI ou do Rio 2016. Perto do período dos Jogos, o
COI enviará um documento relativo à emissão de ingressos para eventos de alta demanda.
Para a cerimônia de abertura, os CONs devem poder retirar os ingressos após a reunião dos
Adidos de Imprensa dos CONs, no dia 1o de agosto de 2016. Para os outros eventos de alta
demanda que não estiverem definidos no momento da impressão, os CONs serão informados
pelo Info+ e haverá um quadro de notícias no MPC. Os ingressos normalmente estarão
disponíveis dois dias antes do evento de alta demanda.
17.6 ADIDOS DE IMPRENSA DOS CONS
Os seus papéis e as suas responsabilidades incluem:
• Fornecer os nomes e informações de contato locais de todos os Adidos de Imprensa para o
serviço de notícias olímpicas (ONS) do Rio 2016, para publicação no Info+
• Atuar como o ponto de contato principal e de ligação entre o CON e a imprensa nacional e
internacional, e atender à imprensa do seu país no local
• Coordenar todos os pedidos de entrevista de atletas e equipes, incluindo entrevistas em
instalações de treinamento e de competição, no MPC e na Vila Olímpica
• Coordenar e moderar as conferências de imprensa do CON
• Responsabilizar-se pela retirada e distribuição à imprensa dos ingressos para eventos de
alta demanda
• Manter uma estreita relação com as operações de imprensa do COI e com as Operações de
Imprensa do Rio 2016
Todos os Adidos de Imprensa dos CONs devem estar registrados no COI.
BRIEFING PARA ADIDOS DE IMPRENSA DOS CONs
As Operações de Mídia do COI realizarão uma reunião de briefing exclusiva para os Adidos
de Imprensa dos CONs no MPC, no dia 1o de agosto de 2016, às 14h. Aconselha-se que todos
os Adidos de Imprensa de CONs participem da reunião. As faixas de braço, que permitirão o
acesso à zona mista, serão distribuídas na reunião. Aqueles que não puderem participar da
reunião poderão retirar as faixas de braço no escritório de operações de mídia.
233
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
Os Adidos de Imprensa dos CONs devem se familiarizar com dois documentos, ambos
disponíveis no Rio Exchange:
• Diretrizes de Mídia Digital Social do COI para os Jogos Olímpicos Rio 2016
• Regras de Acesso a Notícias do COI para os Jogos Olímpicos Rio 2016
17.7 SERVIÇO DE NOTÍCIAS OLÍMPICAS
O serviço de notícias olímpicas (ONS) é responsável pela coleta, produção e distribuição de
uma ampla variedade de notícias, estatísticas e dados históricos da Família Olímpica, cuja
audiência principal é a imprensa credenciada.
Durante os Jogos, o ONS produzirá relatórios, como artigos jornalísticos, resultados,
introduções e comentários sobre os eventos, declarações instantâneas e destaques das
conferências de imprensa. Ele também fornece um grande número de informações básicas,
como biografias de atletas, resultados históricos, fatos, números e estatísticas sobre vários
esportes e disciplinas.
Os relatórios do ONS são apresentados sem tendências e são independentes de toda
influência externa. O serviço é realizado por jornalistas experientes e profissionais para
garantir exatidão, profundidade, consistência e velocidade. O ONS irá operar com um balcão
editorial central e equipes experientes em reportagens esportivas baseadas nas instalações.
Detalhes sobre Info+ e myInfo+ podem ser encontrados na seção 6.8.
234
SEÇÃO 18
Marcas
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
18 | MARCA
Os CONs podem usar as marcas dos Jogos Rio 2016 seguindo as orientações pertinentes e de
acordo com os usos permitidos descritos nas Diretrizes de Proteção da Marca para os CONs.
Os CONs têm direito a usar o emblema, a marca nominativa, os mascotes, os pictogramas e a
comunicação visual dos Jogos Rio 2016.
Todas as marcas dos Jogos estão disponíveis no portal das Marcas do Rio 2016. Um Guia de
utilização do portal das Marcas está disponível na página Marcas dos Jogos do Rio Exchange.
236
Marca
DIRETRIZES
Os CONs deverão consultar os documentos listados abaixo ao usar as marcas dos Jogos
Rio 2016. Todos os documentos estão disponíveis na seção Marcas dos Jogos do Rio Exchange
e no portal das Marcas.
DIRETRIZES DO RIO 2016
CONTEÚDO
Diretrizes de Proteção de Marcas
Este guia inclui informações sobre o uso pré-aprovado e não
comercial das marcas dos Jogos Rio 2016 pelos CONs.
Livro de Marcas
Manual que descreve o uso correto do emblema e da marca nominativa,
fornecendo orientações sobre como construir logotipos compostos.
Diretrizes sobre o mascote
Diretrizes sobre a aplicação correta do mascote.
Diretrizes sobre pins
Manual sobre como as marcas dos Jogos Rio 2016 podem ser
usadas juntamente com os emblemas dos CONs em pins.
Manual de pictograma esportivo
Manual sobre a aplicação correta dos pictogramas.
Diretrizes sobre a comunicação
visual dos Jogos
Manual sobre a aplicação correta da comunicação visual dos Jogos.
Para obter os materiais do Rio 2016, os CONs devem baixar as respectivas diretrizes a partir
do portal das Marcas. Uma vez que uma diretriz tenha sido baixada, ela será exibida como
um arquivo zip, juntamente com todas as marcas dos Jogos às quais se refere. Por exemplo,
se forem baixadas as Diretrizes sobre o pictograma do portal das Marcas, os arquivos de
pictogramas serão também baixados.
18.1 USO DA MARCA
A tabela a seguir resume os usos permitidos de marcas dos Jogos Rio 2016. Consulte a seção
18.3 para obter informações sobre os pins.
MARCAS
Emblema
Marca nominativa
KIT OFICIAL DA EQUIPE
ü
ü
MERCHANDISE
USO EDITORIAL/ONLINE
X
ü
X
X
ü
ü
Pictogramas
*X
X
Mascote
*X
X
Comunicação
visual dos Jogos
*X
X
ü
PINS
ü
ü
ü
ü
X
Os CONs devem incluir um emblema composto (emblemas do CON e do Rio 2016
combinados) sempre que usarem qualquer marca dos Jogos Rio 2016, para mostrar que é
uma propriedade do Rio 2016.
237
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
Conforme mostrado na tabela acima, a marca nominativa do Rio 2016 só pode ser usada em
uniformes e pins.
Se um CON quiser utilizar as propriedades do Rio 2016 em vez do uso pré-aprovado, ou se
um CON não tiver certeza de que a aplicação da marca dos Jogos está correta, uma arte-final
deve ser enviada para aprovação através da seção “Aprovações” do portal das Marcas.
Para orientações adicionais, consulte o documento Perguntas e Respostas disponível no
Rio Exchange.
18.2REGRA 50
UNIFORMES
A Regra 50 da Carta Olímpica aplica-se a todas as roupas de competição e de não competição
(incluindo vestuário de treinamento, cerimônias, viagens ou recepções) e aos pins.
Ao produzir uniformes de equipe, os CONs devem consultar as seguintes diretrizes:
• Diretrizes do COI sobre identificações autorizadas dos Jogos Olímpicos Rio 2016, que
podem ser baixadas a partir do NOCnet ou do Rio Exchange
• Livro de Marcas do Rio 2016, que pode ser baixado a partir do Rio Exchange e do portal das
Marcas
Os CONs são incentivados a apresentar todos os uniformes ao COI para obter orientações
por meio do endereço eletrônico [email protected] Durante os Jogos, a equipe de
Relações com os CONs do COI irá fornecer comentários e orientações sobre a Regra 50 em seu
escritório no Centro de Serviços aos CONs na Vila Olímpica.
Marcas dos Jogos Rio 2016
• O emblema oficial do Rio 2016 pode ser usado somente em uniformes de competição se
não contiverem qualquer identificação do fabricante
• Os CONs podem optar por usar a marca nominativa do Rio 2016 ou pela expressão
“Rio 2016” em uma fonte genérica. Ao escrever “Rio 2016”, os CONs são incentivados
a usar as seguintes fontes: Trebuchet MS ou The Sans Rio 2016. No entanto, também
pode ser utilizada uma fonte genérica
• Quando a marca nominativa for usada em artigos de vestuário juntamente com um
emblema do CON, ela deve ser posicionada abaixo do emblema do CON, guardando uma
distância de diferenciação
• O emblema/a marca nominativa do Rio 2016 só poderá ser usado(a) uma vez por item de
vestuário, com um tamanho máximo de 20cm2 a 30cm2
• O vestuário do CON que ostentar a marca nominativa e/ou emblema do Rio 2016 não
poderá ser utilizado para fins comerciais, incluindo, entre outros, mercadorias licenciadas
ou réplicas
INSTALAÇÕES LIMPAS
Todos os CONs devem respeitar a Regra 50 da Carta Olímpica, que restringe a publicidade e a
exibição de marcas dentro das instalações do Rio 2016, incluindo a zona mista, os espaços de
238
Marca
competição e as conferências de imprensa. Com exceção da exibição de marcas permitidas
de acordo com as regras do COI para equipamentos esportivos e para uniformes, os CONs não
devem usar qualquer sinalização, roupa ou equipamento que ostente marcas de terceiros nas
instalações, tais como garrafas de bebidas, bolsas, bicicletas, mesas de fisioterapia ou fones
de ouvido. Todas as marcas nesses itens devem ser discretamente cobertas.
18.3PINS
Os pins que incluam as marcas dos Jogos Rio 2016 (emblema, mascotes, marca nominativa
e pictogramas) não podem ser vendidos e somente devem ser utilizados como brindes.
A comunicação visual dos Jogos não pode ser usada em pins.
Designs que ostentem marcas dos Jogos Rio 2016 não são pré-aprovados e devem ser
enviados para o Rio 2016 para aprovação antes da produção.
Os CONs são incentivados a produzir os seus pins com a Honav, fornecedora de pins
licenciados do Rio 2016. Os CONs podem acessar o site brasileiro da Honav ou fazer contato
pelo e-mail [email protected]
Para obter mais informações, consulte as Diretrizes sobre Pins no portal das Marcas ou no
Rio Exchange.
18.4MARCAS EM VEÍCULOS DOS CONS
Durante os Jogos, os CONs são incentivados a usar os veículos da Nissan, patrocinadora do
Rio 2016. Embora os veículos que não sejam da Nissan sejam permitidos dentro do perímetro
de segurança das instalações, eles não poderão ter qualquer forma de exibição adicional
de marca do fabricante (além das marcas padrão do fabricante) ou qualquer outro tipo de
publicidade. Se esta regra for violada, o Rio 2016 poderá exigir que a marca seja coberta ou
que o veículo seja removido.
Os CONs podem usar os seus emblemas e os nomes de seus países/territórios em veículos
da Nissan fornecidos pelo Rio 2016 (em veículos exclusivos e do Catálogo de Produtos e
Serviços), bem como em seus próprios veículos fornecidos pela Nissan. Para todos os outros
veículos, os CONs só podem usar o nome do seu país/território.
O uso do emblema do Rio 2016 é permitido em veículos da Nissan se for usado como um
logotipo composto (“Rio 2016” + logotipo do CON) e que tenha sido submetido ao Rio 2016
para aprovação por meio do portal das Marcas, antes da produção ou do uso.
Qualquer dano causado ao veículos do Rio 2016 em função do uso de marcas, será cobrado
dos CONs.
18.5 PATROCINADORES DOS CONS
Os patrocinadores dos CONs não podem usar as marcas dos Jogos Rio 2016 para se
promover, a menos que eles sejam patrocinadores dos Jogos ou um parceiro TOP do COI.
Se o CON estiver usando as marcas dos Jogos Rio 2016 em uma publicação sobre os Jogos,
o patrocinador do CON não poderá ser incluído nessa comunicação.
239
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
Os patrocinadores dos CONs não podem ativar o seu patrocínio no Brasil, a menos que sejam
também um patrocinador dos Jogos Rio 2016 ou um parceiro TOP. Portanto, no Brasil, os
patrocinadores dos CONs não podem:
• Usar as marcas do CON para fazer referência ao CON ou aos Jogos em publicidade
• Exibir itens com marcas nos arredores e dentro das instalações do Rio 2016, na Vila
Olímpica ou em locais com transmissão ao vivo. Isso inclui o incentivo aos integrantes
das equipes ou às equipes de patrocinadores a usar roupas que ostentem a marca do
patrocinador
• Promover a marca fora da Casa de Hospitalidade do CON distribuindo livretos, folhetos,
brindes ou qualquer outro material promocional que faça referência aos Jogos Olímpicos ou ao
CON. As Diretrizes sobre a Casa de Hospitalidade podem ser encontradas no Rio Exchange
VILA OLÍMPICA
Os CONs podem prestar reconhecimento aos seus patrocinadores locais dentro das
acomodações dos CONs: em áreas privadas que só possam ser acessadas por oficiais e atletas
do CON. Somente nessas áreas os produtos do patrocinador do CON podem ser distribuídos
aos membros da equipe para consumo ou uso. Por exemplo, se um CON for patrocinado
por uma companhia que produza barras de cereal, seus produtos poderão ser estocados no
espaço alocado ao CON.
CAMPOS DE TREINAMENTO PRÉ-JOGOS
Os CONs podem prestar reconhecimento limitado aos seus patrocinadores em áreas
privativas de seus locais de treinamento pré-Jogos (PGTCs) no Brasil. Seria aceitável,
por exemplo, que um CON exibisse um banner no seu PGTC para dar crédito aos seus
patrocinadores. Nada maior do que um banner será permitido.
Se a imprensa estiver presente no PGTC, a gravação não poderá ser usada para fins
promocionais fora do território do CON (excluindo parceiros TOP do COI).
18.6PROTEÇÃO DA MARCA
Os CONs devem estar cientes de que, além das leis de proteção aos direitos autorais
e das marcas comercias Olímpicas, existem direitos legais no Brasil para proteger a marca
Rio 2016 e impedir o marketing de emboscada em relação aos Jogos. Mais informações estão
disponíveis no site do Rio 2016.
Quando houver infrações à marca do Rio 2016 no Brasil ou em outros territórios, o Rio 2016
trabalhará em conjunto com o COI e o CON em questão para resolver o problema. Se um CON
tiver ciência de problemas relacionados à proteção da marca, o fato deverá ser comunicado
pelo e-mail [email protected]
Os CONs são também solicitados a relatar quaisquer casos de violação das regras e
regulamentos relativos à venda de ingressos do Rio 2016 no seu território pelo e-mail
[email protected]
240
SEÇÃO 19
Finanças
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
19 |FINANÇAS
19.1 AJUDAS FINANCEIRAS
O Rio 2016 irá fornecer a cada CON ajuda financeira para a participação de seus atletas
e oficiais de equipes credenciados nos Jogos. Para obter uma descrição completa de
elegibilidade e dos cálculos de valores, consulte a Política de ajudas financeiras no
Rio Exchange.
Até 30 de junho de 2016 serão pagos 60% do valor total previsto para concessão de ajuda
financeira aos CONs elegíveis. Os pagamentos serão baseados em estimativas do tamanho
da equipe confirmado pela equipe de Inscrições Esportivas do Rio 2016, considerando a
qualificação potencial dos atletas individuais, bem como as qualificações de esportes de
equipe confirmadas.
O saldo devido será pago até 30 de novembro de 2016, com base no número final de
indivíduos elegíveis por CON (Aa, Ac, Ao Oficial da Equipe Principal) que tenha ativado a sua
credencial.
Os pagamentos somente serão feitos nas contas bancárias de banco designados dos CONs.
Não serão autorizados pagamentos a terceiros. Antes que os pagamentos finais sejam
feitos, o CON deverá ter liquidado quaisquer faturas pendentes do Rio 2016 (acomodações,
Catálogo de Produtos e Serviços da Vila Olímpica, venda de ingressos e transportes).
19.2 IMPOSTOS
Para obter detalhes sobre o sistema tributário brasileiro e sobre as leis fiscais e operacionais
das Olimpíadas (comerciais ou não) no Brasil, consulte o Guia de Finanças para operações
do CON/CPN no Brasil no Rio Exchange. Não haverá qualquer reembolso de impostos para
quaisquer transações no Brasil. Os CONs devem estar habilitados para isenções de impostos
antes de entrar em qualquer acordo comercial.
19.3 CNPJ
Os CONs que tenham um CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) ou um CNPJ Fast Track
devem lembrar-se de cancelar esse registro após os Jogos; caso contrário os CONs poderão
estar sujeitos a obrigações adicionais e a declarações, mesmo que eles não estejam mais
ativos no Brasil. O Rio 2016 recomenda fortemente a contratação de um advogado local e de
um contador para ajudar com este processo. Para obter mais detalhes, consulte a seção 3.2.2
do Guia de Finanças para operações do CON/CPN no Brasil.
19.4CONTAS BANCÁRIAS
Os CONs que tenham um CNPJ Fast Track têm a opção de abrir uma conta bancária no
Brasil com o Bradesco. O processo de abertura da conta bancária e a configuração dos
serviços necessários podem ser feitos via e-mail. Os CONs devem enviar de volta a carta de
encerramento de conta, fornecida no momento da abertura de suas contas, para completar
o processo de encerramento. Os CONs podem entrar em contato com Sergio Saraiva
242
Finanças
diretamente pelo telefone (+55) (11) 3684 6483 ou pelo e-mail [email protected]
para obter mais informações. Toda a documentação pode ser encontrada no Rio Exchange.
19.5 SEGURO
Todas as coberturas de seguro descritas abaixo são válidas de 18 de julho até 24 de agosto de
2016, inclusive.
SEGURO SAÚDE
É altamente recomendável que todos os delegados não cobertos pelo programa de seguro do
Rio 2016 providenciem os seus próprios seguros de saúde antes de viajar.
Todos os CONs, seus atletas, oficiais e outros delegados credenciados serão cobertos pelo
programa de seguro saúde Rio 2016, que dá direito aos delegados credenciados tratamento
médico gratuito e essencial dentro da cidade anfitriã (incluindo as cidades-sede do futebol).
O seguro de saúde Rio 2016 não cobrirá o seguinte:
• Membros e clientes credenciados da delegação fora do período operacional
• Clientes e membros da delegação não credenciados
• Tratamento de condições pré-existentes estáveis
• Titulares de passes administrativos da Vila Olímpica, de passes das instalações de
treinamento e de passes para convidados
• Tratamentos que não sejam de emergência, com exceção de serviços disponíveis para
indivíduos credenciados para a Vila Olímpica
Seguro de repatriação
O Rio 2016 fornecerá seguro de repatriação para o período dos Jogos (18 de julho até 24 de
agosto de 2016) para os atletas, oficiais e outros delegados de CONs credenciados.
Este seguro fornecerá voo gratuito de volta para casa, com acompanhamento de médicos
especialistas, se necessário. Em caso de morte, o seguro de repatriação cobrirá os custos de
transporte do corpo para casa. Os preparativos serão coordenados pelo Rio 2016.
Seguro contra imperícia
O Rio 2016 irá fornecer seguro contra imperícia, que cobre qualquer erro médico causado pela
equipe médica do Rio 2016 durante os Jogos.
O Rio 2016 não fornecerá cobertura de seguro contra imperícia para a equipe médica do CON.
Os CONs serão responsáveis pelo fornecimento de cobertura de seguro contra imperícia para
as suas próprias equipes médicas.
SEGURO DE RESPONSABILIDADE CIVIL
O Rio 2016 fornecerá seguro de responsabilidade civil para todos os atletas e oficiais
de equipe de CONs credenciados quando eles estiverem nas instalações olímpicas de
competição e não competição. Esse seguro cobrirá qualquer dano material e/ou pessoal
243
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
causado a terceiros, durante os Jogos, pelo Rio 2016 ou por atletas e oficiais de equipes dos
CONs credenciados.
O Rio 2016 não se responsabilizará pela cobertura de seguro de pertences pessoais de
qualquer indivíduo participante dos Jogos.
SEGURO CONTRA DANOS MATERIAIS
O Rio 2016 não oferece seguro para cobertura de equipamentos e materiais dos CONs e não
admite a responsabilização por perda ou dano a qualquer desses equipamentos enquanto:
• Em trânsito para qualquer instalação olímpica ou para a Vila Olímpica
(exceto quando o Rio 2016 estiver gerenciando a operação logística)
• Em uso durante o treinamento ou competição
• Armazenado em uma instalação, hotel ou na Vila Olímpica
SEGURO DE VEÍCULO
Todos os veículos fornecidos pelo Rio 2016, incluindo os veículos exclusivos dos CONs
e do Catálogo de Produtos e Serviços, serão oferecidos com seguro para os motoristas,
passageiros, terceiros e para o próprio veículo. Seguros de bagagem não estarão incluídos.
O Rio 2016 será responsável por qualquer acidente ou dano no veículo enquanto o motorista
Rio 2016 estiver dirigindo o veículo. O motorista Rio 2016 também será responsável por
infrações de estacionamento e trânsito (veja seção 9.5.1).
Os CONs irão assumir todas as responsabilidades financeiras e legais por seus veículos do
Catálogo de Produtos e Serviços, e/ou veículos dedicados dirigidos por qualquer pessoa que
não seja motorista do Rio 2016. Isso inclui, mas não está limitado a, acidentes, estragos e/ou
infrações de trânsito.
Cada CON deve entregar ao Rio 2016 os nomes e cópias das carteiras de motoristas de todos
os indivíduos que irão dirigir os carros dedicados e os do Catálogo de Produtos e Serviços, e
qualquer outro documento referido no Guia de Motoristas.
Os CONs serão responsáveis por infrações de estacionamento e trânsito, assim como o
pagamento do seguro deduzível (quantia excedente) ou, quando aplicável, o custo total de
perda, dano ou reparo resultantes do uso de carros dedicados dos CONs ou do Catálogo de
Produtos e serviços.
“Seguro deduzível” significa que a quantia a ser paga pelo motorista ou CON responsável
pelo veículo, no caso de acidente ou dano, até que chegue a quantia coberta pela companhia
de seguro. Esta é uma prática padrão das companhias de seguros para cobrar o cliente de
uma quantia dedutível antes do uso da cobertura do seguro. A quantia dedutível por tipo de
veículo está indicada no Acordo de condução própria e uso do veículo Rio 2016.
Quaisquer acidentes ou incidentes que ocorrerem deverão ser comunicados o mais
rapidamente possível, em conformidade com os procedimentos e as informações que serão
fornecidas no Guia de Motoristas, mesmo que o acidente ou incidente só resulte em dano a
244
Finanças
um veículo do Rio 2016 e não a qualquer terceiro. Se o fato não for imediatamente informado, o
dano poderá resultar em invalidação do seguro e o custo total dos danos será cobrado do CON.
Os veículos do Rio 2016 estarão cobertos pelo seguro, exceto sob determinadas circunstâncias
que podem invalidar o seguro, incluindo mas não limitados por:
• Falha na apresentação de nomes e cópias das carteiras de motoristas de todos os nãomotoristas Rio 2016 pelos CONs
• Dirigir sob a influência de álcool ou drogas*
• Motoristas que não tenham uma licença válida
• Uso imprudente de um veículo do Rio 2016 para intencionalmente causar perdas ou danos
• O não cumprimento das leis ou normas brasileiras
• Motoristas devem ter mais de 21 anos de idade, conforme a apólice de seguros do Rio 2016
• O não cumprimento do Acordo de condução própria e uso do veículo Rio 2016
*O Brasil tem tolerância zero em relação ao álcool (Ex.: nenhum tipo de álcool pode ser consumido antes de dirigir) e a
lei é rigorosamente aplicada.
245
SEÇÃO 20
Partidas
Partidas
20 |PARTIDAS
20.1 48 HORAS FINAIS ANTES DA PARTIDA
Nas 48 horas anteriores à partida da Vila Olímpica, o Chefe de Missão, ou o seu
representante, deve planejar a conclusão das etapas a seguir, conforme o caso. O Chefe de
Missão ou os titulares dos cartões proxy devem ser os últimos indivíduos a deixar a Vila
Olímpica, para garantir uma partida tranquila. Os CONs também terão uma reunião com
o seu representante de Relações com os CONs nos dias que antecedem a cerimônia de
encerramento para discutir os planos de partida mais detalhadamente.
20.2 INSPEÇÃO E INVENTÁRIO DE PARTIDA
Os Serviços de Relações com os CONs confirmarão com cada CON a data e o horário de sua
reunião de partida para discutir sobre a inspeção e inventário (I&I) e os preparativos de
partida da Vila Olímpica, das acomodações de tratadores e de oficiais de equipes adicionais.
Durante a I&I da partida, a equipe do Rio 2016 irá comparar a condição do espaço e o
inventário com os documentos assinados pelo CON na chegada, e determinar se algo tiver
sido danificado ou estiver faltando. Os CONs devem estar presentes durante esta inspeção;
caso contrário, eles não poderão contestar quaisquer encargos consequentemente aplicados
pelo Rio 2016. Os assistentes dos CONs não podem realizar esta tarefa em nome do CON.
O Rio 2016 aplicará taxas por itens danificados ou ausentes, incluindo chaves, limpeza fora
do padrão (por exemplo, a remoção de cheiro de cigarros e de danos causados por estes nos
quartos) ou a remoção de itens deixados para trás. Os CONs deverão pagar ao Rio 2016 por
todos os danos antes da partida. Uma lista de taxas será incluída na lista de danos, disponível
no Rio Exchange.
20.2.1 CENTRO DE SERVIÇOS AOS CONS
MESA/BALCÃO
AÇÃO
Balcão de recepção
Recolhimento de quaisquer itens restantes de correspondência nos balcões de
recepção do Centro de Serviços aos CONs e devolução ao Rio 2016 de celulares
fornecidos.
Mesa de finanças
Liquidar quaisquer pagamentos pendentes relacionados
ao I&I ou a quaisquer outras contas não pagas.
Mesa de Chegadas
e Partidas
Fornecer quaisquer atualizações de última hora sobre os planos de partida
da delegação e confirmar os preparativos de check-in remoto (RCI). Os CONs
devem informar de chegadas e partidas, com 48 horas de antecedência, sobre
quaisquer partidas de armas de fogo e munições, para que o equipamento possa
ser levado da instalação para o Aeroporto Internacional Tom Jobim (GIG).
Mesa de logística
Finalizar os preparativos de remoção de cargas das instalações
de competição e da Vila Olímpica (vide seção 20.3).
Devolução de veículos
Devolução de veículos exclusivos do CON à área de estacionamento do CON
na Vila Olímpica. Os veículos do Catalogo de Produtos e Serviços deverão ser
devolvidos ao depósito da frota no Riocentro onde foram inicialmente retirados.
Os veículos do Rio 2016 não poderão ser devolvidos em qualquer outro local.
247
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
20.2.2 CHECK-IN REMOTO NA VILA OLÍMPICA
O check-in remoto (RCI) estará disponível para os residentes da Vila Olímpica que partirem do
Aeroporto Internacional Tom Jobim (GIG), de 21 a 23 de agosto de 2016. Os serviços incluem
check-in, emissão de cartões de embarque, etiquetagem de bagagem e coleta antes da
partida para o aeroporto. O RCI será realizado no dia do voo de partida do delegado.
A lista das companhias aéreas participantes estará disponível no Rio Exchange.
Com base nos dados inseridos no sistema de Chegadas e Partidas (ADS), o Rio 2016 irá
confirmar os procedimentos que precisam ser seguidos e acordados em um intervalo de
tempo para que os CONs despachem suas malas.
As instalações do RCI estarão disponíveis em todos os sete condomínios da Vila Olímpica.
No entanto, cada companhia aérea estará localizada de acordo com a demanda de um
condomínio específico. A localização será definida de acordo com o condomínio que abrigar
o maior número de delegados que irão viajar com aquela companhia aérea em particular.
Delegados acomodados em um condomínio diferente serão direcionados à localização do
RCI da companhia aérea. Cada condomínio irá realizar a operação de RCI em um edifício
específico.
Quando tiver sido feito check-in de uma mala de forma remota, esta será transportada com
segurança pelo Rio 2016 diretamente para o aeroporto, pronta para o voo do delegado.
Bagagens com excesso de tamanho e de peso serão pesadas na Vila Olímpica e os CONs
precisam pagar as taxas de excesso à respectiva companhia aérea.
Informações sobre atletas viajando com armas de fogo e munição podem ser encontradas na
seção 20.4.1.
Os delegados que participarem do RCI poderão se dirigir ao aeroporto apenas com sua
bagagem de mão e o seu cartão de embarque. Na chegada ao aeroporto, os delegados devem
se dirigir aos locais de verificação de passaportes e de inspeção de segurança regular de
passageiros antes do embarque, dado que eles não terão bagagem adicional para despachar.
Os delegados que optarem por não participar do RCI ou em casos em que este serviço não
for oferecido pela companhia aérea, serão aconselhados a fazer o check-in de acordo com os
procedimentos padrão da companhia aérea.
20.3 PERÍODO DE DESMONTAGEM (BUMP-OUT)
Todos os CONs devem remover todas as cargas e contêineres durante o período de transição
entre os Jogos Olímpicos e os Jogos Paralímpicos, a menos que eles sejam deixados para
os CPNs de seus países ou territórios para os Jogos Paralímpicos, conforme previamente
acordado com o seu representante de Relações com os CONs. Veja seção 8.3 para informações
sobre coleta pós-Jogos.
248
Partidas
VILA OLÍMPICA
Todas as cargas e contêineres dos CONs devem ser transferidos para a área de armazenamento
seguro dos CONs e uma solicitação deve ser feita à equipe de Logística do Rio 2016 para ajudar a
mover os paletes e as caixas para o complexo logístico, onde os operadores logísticos dos CONs
poderão coletar o carregamento.
Os CONs precisarão reservar uma vaga de coleta com a equipe logística do Rio 2016 com
pelo menos com 48 horas de antecedência. Para isso, devem se dirigir a mesa de logística no
Centro de Serviços aos CONs, ou mandar e-mail para [email protected], a fim de garantir
que os recursos apropriados estejam disponíveis e que a coleta esteja no calendário master
de entrega (MDS). Isso irá garantir que o número de agentes de carga no complexo logístico
possa ser gerenciado adequadamente. Espera-se que os CONs embalem todas as cargas e as
coloquem nos paletes.
INSTALAÇÕES DE COMPETIÇÃO
Para carregamentos que partirão das instalações de competição diretamente para o país de
origem, os CONs deverão reservar um conjunto de vagas usando o site do MDS com 48 horas
de antecedência ao carregamento.
Para carregamentos de barcos via Plano de Apoio ao Transporte de Cargas, um representante
do operador de logistca designado pela Rio 2016 estará na instalação durante o período de
bump-out para cordenar a operação
Mais informações sobre itens enviados ao Rio de Janeiro por meio do Plano de Apoio ao
Transporte de Cargas podem ser encontradas nos anexos Barcos, Transporte de Equinos e
Armas de Fogo e Munições do Manual de Alfândega e Transporte de Cargas no Rio Exchange.
20.4 SERVIÇOS DE PARTIDAS
20.4.1 SERVIÇOS DE PRÉ-PARTIDAS
Os CONs devem inserir todas as informações sobre partidas no ADS. Se os CONs precisarem
fazer alterações de última hora e/ou fornecer confirmações, ou se não puderem acessar o
ADS, devem dirigir-se à mesa de chegadas e partidas no Centro de Serviços aos CONs para
organizar os seus serviços de partida.
O Rio 2016 recomenda fortemente que os CONs usem o serviço de RCI, quando disponível,
para garantir uma partida tranquila do Rio.
ARMAS DE FOGO E MUNIÇÕES
Todas as armas de fogo e pistolas a laser relacionadas aos Jogos devem ser exportadas do
Brasil até 31 de agosto de 2016.
Os CONs devem informar ao Rio 2016 sobre os seus planos de partida por meio do ADS,
ou à mesa de chegadas e partidas no Centro de Serviços aos CONs, no máximo até 48 horas
antes da partida.
249
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
Os atletas que optarem por concluir o check-in remoto ou o check-in padrão devem se dirigir
ao ponto de coleta no Terminal 1, onde reencontrarão com as suas armas de fogos ou pistolas
a laser no GIG e acompanharão até o embarque para partida do Brasil.
Armas de fogo e pistolas a laser devem ser apresentadas às autoridades para inspeção no
porto de partida, juntamente com a permissão DUA emitida no momento da chegada ao
Brasil, para que o processo de admissão temporária possa ser oficialmente concluído. As
companhias aéreas irão, em seguida, executar os procedimentos normais de manuseio e
colocar as armas de fogo e as pistolas a laser nas respectivas aeronaves.
CÃES-GUIA
Os CONs devem checar os requisitos para a entrada de cães-guia no país e em qualquer país
por onde passem em trânsito. Uma entrevista com Vigiagro deve ser marcada e um ficha
deve ser preenchida antes da partida dos cães-guia, para obter a documentação necessária
para a viagem.
Mais informações estão disponiveis no Guia de Cães assistentes e cães-guia, no Rio Exchange.
20.4.2CARTÕES DE ENTRADA/SAÍDA
Ao passar pela imigração para sair do Brasil, os delegados precisarão fornecer os mesmos
cartões de entrada/saída que foram apresentados ao entrar no país, para evitar atrasos na
imigração ou possíveis multas.
20.4.3TRASLADOS PARA O AEROPORTO
VILA OLÍMPICA
O Rio 2016 fornecerá avisos relativos aos horários de partida da Vila Olímpica, tendo em conta o
tempo necessário para completar os procedimentos do aeroporto de manuseio de bagagem.
Um serviço de partidas será fornecido da Vila Olímpica para o GIG e para o Aeroporto
Doméstico Santos Dumont (SDU) de 24 de julho a 24 de agosto de 2016, com frequências
e horários baseados na demanda registrada no ADS. Os serviços de partida do SDU serão
fornecidos com base exclusivamente em dados inseridos no ADS. Nenhum serviço regular
será oferecido. Os CONs deverão confirmar os seus detalhes de partidas na mesa de chegadas
e partidas no Centro de Serviços aos CONs.
De 22 a 24 de agosto de 2016, os serviços de partidas serão transferidos do Centro de BoasVindas da Vila Olímpica para o Terminal de Transporte de Atletas.
O Rio 2016 recomenda fortemente que os delegados cheguem ao aeroporto três horas antes
da partida.
250
Partidas
Frequências, datas, locais de traslados e partidas da Vila Olímpica
SAINDO DE
Centro de
BoasVindas
Terminal de
Transporte
de Atletas
PARA
GIG
TEMPO DE VIAGEM
(SEM ORN)
83 minutos
TEMPO DE VIAGEM
(COM ORN)
49 minutos
DATAS
FREQUÊNCIA
24 de julho a 2 de
agosto de 2016
Serviço de acordo
com dados do ADS
3 a 12 de agosto
de 2016
2 horas
13 a 21 de agosto
de 2016
1 hora
SDU
77 minutos
43 minutos
24 de julho a 21 de
agosto de 2016
Serviço de acordo
com dados do ADS
GIG e
SDU
n/a
Como indicado
acima
22 a 24 de agosto
de 2016
Serviço de acordo
com dados do ADS
Consulte a seção 5.11.5 ou as informações sobre os serviços de partida saindo das
acomodações de tratadores.
Consulte a seção 5.9.2 para obter informações sobre os serviços de partida para os oficiais
adicionais de equipe acomodados na Vila da Barra 1 e na Vila de Acomodações de Deodoro.
Consulte a seção 5.10.2 para obter informações sobre os serviços de partidas fornecidos para
as cidades-sede do futebol.
Consulte as seções 15.10 e 16.9, respectivamente, para obter informações sobre os serviços
de partidas para os Presidentes e os Secretários-Gerais dos CONs e para os dignitários
internacionais.
20.5 COMUNICAÇÃO PÓS-JOGOS
A equipe de Serviços e Relações com os CONs será gradativamente diminuída imediatamente
após os Jogos Paralímpicos, com apenas uma pequena equipe permanecendo até 30 de
novembro de 2016 para supervisionar o fechamento das contas dos CONs e os pagamentos
das ajudas financeiras. A partir de 21 de setembro de 2016, os CONs devem entrar em contato
através do e-mail [email protected] para quaisquer dúvidas.
251
SEÇÃO 21
Documentos de Referência
Documentos de referência
21 | DOCUMENTOS DE
REFERÊNCIA
21.1 PROGRAMAÇÃO DIÁRIA DAS COMPETIÇÕES
21.2 LISTA DE DESTINOS T3
21.3 MAPA DA VILA OLÍMPICA
21.4 VISÃO GERAL DO RIO DE JANEIRO
21.5 F ICHAS TÉCNICAS DE MODALIDADES ESPORTIVAS E MAPAS
DOS LOCAIS
21.6 GLOSSÁRIO DOS MAPAS
21.7 LINKS RÁPIDOS
21.8 INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE O BRASIL E O RIO
21.9 GLOSSÁRIO
253
21.1 CALENDÁRIO DE COMPETIÇÃO
INSTALAÇÃO
BARRA DA TIJUCA
Centro Aquático Maria Lenk
Estádio Aquático Olímpico
Arena Carioca 1
Arena Carioca 2
Arena Carioca 3
Arena do Futuro
Centro Olímpico de Tênis
Campo Olímpico de Golfe
Arena Olímpica do Rio
Velódromo Olímpico do Rio
Pontal
Riocentro - Pavilhão 2
Riocentro - Pavilhão 3
Riocentro - Pavilhão 4
Riocentro - Pavilhão 6
COPACABANA
Arena de Vôlei de Praia
Forte de Copacabana
Estádio da Lagoa
Marina da Glória
DEODORO
Estádio de Deodoro
Arena da Juventude
Centro Aquático de Deodoro
Centro Olímpico de Hipismo
Centro Olímpico de Tiro
Centro Olímpico de BMX
Centro de Mountain Bike
Estádio de Canoagem Slalom
Centro Olímpico de Hoquei
MARACANÃ
Estádio Olímpico
Maracanã
Maracanãzinho
Sambódromo
CIDADES DE FUTEBOL
Estádio Mané Garrincha
Arena Amazônia*
Arena Fonte Nova
Arena Corinthians
Mineirão
DISCIPLINA
Dia -2
Dia -1
Dia 0
Dia 1
Dia 2
Dia 3
Dia 4
Dia 5
Dia 6
Dia 7
Dia 8
Dia 9
Dia 10
Dia 11
Dia 12
Dia 13
Dia 14
Dia 15
Día 16
3 AGO
QUA
4 AGO
QUI
5 AGO
SEX
6 AGO
SÁB
7 AGO
DOM
8 AGO
SEG
9 AGO
TER
10 AGO
QUA
11 AGO
QUI
12 AGO
SEX
13 AGO
SÁB
14 AGO
DOM
15 AGO
SEG
16 AGO
TER
17 AGO
QUA
18 AGO
QUI
19 AGO
SEX
20 AGO
SÁB
21 AGO
DOM
Polo aquático
Nado sincronizado
Saltos ornamentais
Natação
Polo aquático
Basquetebol
Judô
Luta olímpica
Esgrima
Taekwondo
Handebol
Tênis - Quadra Central
Tênis - Quadras 1 e 2
Tênis - Quadras 3-9
Golfe
Ginástica artística
Ginástica rítmica
Ginástica de trampolim
Ciclismo de pista
Ciclismo de estrada
contrarrelógio
Atletismo - marcha atlética
Levantamento de peso
Tênis de mesa
Badminton
Boxe
Vôlei de praia
Maratonas aquáticas
Ciclismo de estrada
Triatlo
Remo
Canoagem velocidade
Vela
Pentatlo moderno
Rugby
Basquetebol
Pentatlo moderno
Pentatlo moderno
Hipismo adestramento
Hipismo CCE
Hipismo saltos
Tiro esportivo - rifle & pistola
Tiro esportivo - carabina
Ciclismo BMX
Ciclismo - mountain bike
Canoagem slalom
Hóquei sobre grama
Atletismo
Futebol
Cerimônias
Futebol
Voleibol
Tiro con arco
Atletismo - maratona
Futebol
Futebol
Futebol
Futebol
Futebol
*Sessões agendadas para a Arena Amazônia são UTC-4
DIAS DE COMPETIÇÃO
FINAIS
CERIMÔNIAS
DIA RESERVA
TREINO DE PODIO
GALA
Documentos de referência
21.2 LISTA DE DESTINOS T3
INSTALAÇÕES DE COMPETIÇÃO
NSTALAÇÕES DE COMPETIÇÃO
ZONA
Centro Aquático Maria Lenk*
Barra
REQUER RESERVA (RFT)
SOB DEMANDA
Fora de competição
Durante competição
Arena Carioca 1*
Arena Carioca 2*
Arena Carioca 3*
Arena do Futuro*
Estádio Aquático Olímpico*
Centro Olímpico de Tênis*
Arena Olímpica do Rio*
Velódromo Olímpico do Rio*
Riocentro - Pavilhão 2
Riocentro - Pavilhão 3
Riocentro - Pavilhão 4
Riocentro - Pavilhão 6
Campo Olímpico de Golfe
Pontal
Arena de Vôlei de Praia
Copacabana
Forte de Copacabana
Marina da Glória
Estádio da Lagoa / Centro
de Reunião Olímpico
Centro Olímpico de BMX**
Deodoro
Centro Aquático de Deodoro**
Estádio de Deodoro**
Centro de Mountain Bike**
Centro Olímpico de Hóquei**
Centro Olímpico de Tiro**
Estádio de Canoagem Slalom**
Arena da Juventude**
Centro Olímpico de Hipismo
Maracanãzinho
Maracanã
Maracanã
Estadio Olímpico
Sambódromo
*O acesso a estas instalações será através do Parque Olímpico da Barra.
**O acesso a estas instalações será através do Parque Olímpico de Deodoro.
255
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
INSTALAÇÕES DE TREINAMENTO
INSTALAÇÃO
ZONA
Clube da Aeronáutica
Barra
REQUER RESERVA (RFT)
SOB DEMANDA
Parque dos Atletas
Riocentro - Pavilhão 5
31º GAC
Deodoro
Universidade da
Força Aérea (UNIFA)
18 - 23 de julho e 24 de agosto 07h às 19h
24 de julho - 23 de agosto - 24 horas
Sede do Campo de
Instrução de Gericinó
Universidade Federal
do Rio de Janeiro
–
Maracanã
Centro de Educação
Física Almirante
Adalberto Nunes
(CEFAN)
INSTALAÇÕES SEM COMPETIÇÃO
INSTALAÇÕES SEM
COMPETIÇÃO
ZONA
Centro Internacional
de Radiofusão (IBC)
Barra
Centro Principal
de Imprensa
REQUER RESERVA (RFT)
18-23 de julho e 24 de agosto - 07h às 19h
24 de julho - 01 de agosto - 24 horas
02-21 de agosto - 00h (meia-noite) às 07h
22-23 de agosto - 24 horas
Centro Principal
de Operações
18-23 de julho e 24 de agosto - 07h às 19h
24 de julho - 23 de agosto - 24 horas
Vila Olímpica
18-23 de julho e 24 de agosto - 07h às 19h
24 de julho - 23 de agosto - 23h às 07h
Hospital - Americas
Medical City
18-23 de julho e 24 de agosto - 07h às 19h
24 de julho - 23 de agosto - 24 horas
Copacabana
Hospital 3 - Samaritano
Botafogo
Aeroporto
International
Tom Jobim
Escritório Rio 2016
Centro de Uniformes
e Credenciamento
–
–
24 de julho - 23 de
agosto: 07h às 23h
–
De acordo com
dados do sistema de
Chegadas e Partidas.
18-23 de julho e 24 de agosto - 07h às 19h
24 de julho - 23 de agosto - 24 horas
Maracanã
–
18-23 de julho e 24 de agosto - 07h às 19h
24 de julho a 23 de agosto - 24 horas
* O acesso a estas instalações será através do Parque Olímpico da Barra.
256
2-21 de agosto 07h
a 00h (meia-noite)
6-20 de agosto: 11h
a 00h (meia-noite)
Clube Olímpico*
/ Centro de
Hospitalidade
Olímpico*
Aeroporto Doméstico
Santos Dumont
SOB DEMANDA
18 de julho - 21 de
agosto: 24 horas
–
Documentos de referência
HOTÉIS DA FAMILIA OLÍMPICA E VILA OLÍMPICA
HOTÉIS
ZONA
Windsor Barra
/ Windsor
Oceânico - OF2
Barra
Windsor
Marapendi - OFH
Barra
HOTEL DE
GRUPO
CLUSTERIZADO
DISTANCIA
DA ZONA
DE CARGA
T3
–
Novotel RJ Barra
60m
Brisa Barra
220m
Pestana Barra
60m
REQUER RESERVA (RFT)
18-23 de julho e 24 de
agosto - 07h às 19h
24 de julho - 23 de
agosto - 23h às 07h
SOB DEMANDA
24 de julho - 23 de
agosto - 07h às 23h
Transportes
regulares para o
Parque Olímpico
da Barra e para a
Arena da Juventude
OUTROS HOTÉIS
HOTÉIS
ZONA
AC Marriott
Barra
Américas Barra
Barra
Best Western Américas
Fashion (Calçada Golf)
Barra
Blue Tree Preminum
Design Heritage
Recreio
Caesar Park
Ipanema
HOTEL DE GRUPO
CLUSTERIZADO
DISTÂNCIA DA
ZONA DE CARGA
T3
–
Everest Park
60m
Navio de cruzeiro
Saúde / Gamboa
Vila de Deodoro
Deodoro
Fasano Rio de Janeiro
Ipanema
Golden Park Hotel
Glória
Golden Tulip Ipanema Plaza
Ipanema
Grand Hyatt Barra
Barra
Grand Mercure Riocentro
Barra
Leme Palace
Leme
Golden Tulip
Continental
170m
Mercure RJ Praia da Barra
Barra
Ibis Barra
60 m
Monza
Barra
Novo Mundo
Flamengo
Othon Palace
Copacabana
–
Windsor Miramar
400m
Pestana Rio Atlântica
300m
Windsor Martinique
430m
Porto Bay Rio Internacional
Copacabana
Ibis Budget Copacabana
260m
Ipanema
Mar Ipanema
520m
Praia Linda
Barra
Barra
Promenade Verano Stay
Jacarepaguá
18-23 de julho e
24 de agosto 07h às 19h
24 de julho 23 de agosto
- 24 horas
–
Praia Ipanema
Promenade Paradiso Barra
REQUER
RESERVA (RFT)
–
257
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
HOTÉIS
ZONA
Radisson Barra
Barra
Ramada Encore Ribalta
Barra
Ramada RioCentro
Barra
Royal Tulip
São Conrado
Scorial Rio
Largo do Machado
Serramar
Barra
Sheraton Rio
Leblon
Sofitel
Copacabana
Studio 6677
Barra
Trump
Barra
Tulip Inn Copacabana
Copacabana
Olympic Village
Barra
Windsor Excelsior
Copacabana
HOTEL DE GRUPO
CLUSTERIZADO
Windsor Guanabara Palace
Centro
Copacabana
REQUER
RESERVA (RFT)
–
Arena Ipanema
360m
Orla Copacabana
100m
–
Mar Palace
18-23 de julho e
24 de agosto 07h às 19h 24
de julho - 23
de agosto
- 24 horas
450m
–
Copacabana
Windsor Plaza
DISTÂNCIA DA
ZONA DE CARGA
T3
Arena Copacabana
270m
Astoria Palace
60m
–
Windsor Atlantica
300m
CIDADES COANFITRIÃS DE FUTEBOL
CIDADE
INSTALAÇÃO
TIPO DE
INSTALAÇÃO
SOB DEMANDA
Belo Horizonte
Estádio Mineirão
Competição
Transporte de/para o Estádio
Oficial e de/para o hotel.
De 08h às 23h ou 1 hora
após o apito final.
Hotel Mercure Lourdes
NãoCompetição
Estádio Mané Garrincha
Centro de Treinamento
Lanna Drumond
SESC Venda Nova
De acordo com o sistema
de Chegadas e Partidas
REQUER RESERVA
(RFT)
24 de julho 21 de agosto - 08h
às 23h ou 1 hora
após o apito final
Treinamento
Toca da Raposa II
Brasilia
Estádio Mané Garrincha
Competição
Hotel Royal Tulip
NãoCompetição
Aeroporto Internacional
de Brasília
Estádio Bezerrão
Centro de Capacitação
Física dos Bombeiros
Estádio Antônio
Otoni Filho (CAVE)
Estádio Maria de Lourdes
Abadia (Abadiao)
258
Treinamento
Transporte de/para o Estádio
Oficial e de/para o hotel.
De 08h às 23h ou 1 hora
após o apito final.
De acordo com o sistema
de Chegadas e Partidas
24 de julho 21 de agosto - 08h
às 23h ou 1 hora
após o apito final
Documentos de referência
CIDADE
INSTALAÇÃO
TIPO DE
INSTALAÇÃO
SOB DEMANDA
Manaus
Arena Amazônia
Competição
"Shuttle from/to official
stadium and to/from hotel.
From 8.00am - 11.00pm or 1
hour after the final whistle."
Hotel Tropical
NãoCompetição
According to ADS data
Aeroporto Internacional
de Manaus
CT Ismael Benigno
(Colina)
REQUER RESERVA
(RFT)
24 de julho 21 de agosto - 08h
às 23h ou 1 hora
após o apito final
Treinamento
CT Carlos Zamith
(Coroado)
Estádio Roberto
Simonsen (SESI-Manaus)
Salvador
Arena Fonte Nova
Competição
Hotel Stella Maris
NãoCompetição
Aeroporto International
de Salvador
Estádio Barradão
Transporte de/para o Estádio
Oficial e de/para o hotel.
De 08h às 23h ou 1 hora
após o apito final.
De acordo com o sistema
de Chegadas e Partidas
Treinamento
24 de julho 21 de agosto - 08h
às 23h ou 1 hora
após o apito final
Estádio Pituaçu
CT Mata de São João
- Praia do Forte
Sao Paulo
Arena Corinthians
Competição
Hotel Bourbon Ibirapuera
NãoCompetição
Aeroporto International
de Guarulhos
CT 4
Estádio Bruno José
Daniel (Santo André)
Treinamento
Transporte de/para o Estádio
Oficial e de/para o hotel.
De 08h às 23h ou 1 hora
após o apito final.
De acordo com o sistema
de Chegadas e Partidas
24 de julho 21 de agosto - 08h
às 23h ou 1 hora
após o apito final
Estádio Municipal
Primeiro de Maio (São
Bernardo do Campo)
Estádio Municipal
Anacleto Campanella
(São Caetano do Sul)
259
21.3 MAPA DA VILA OLÍMPICA
VILA OLÍMPICA
Vila Olímpica
LEGENDA
PERÍMETRO DE SEGURANÇA
SISTEMA DE TRANSPORTE INTERNO DA VILA
CERCA DOS CONDOMÍNIOS
ÁREAS OPERACIONAIS
SALA DE REUNIÃO DOS CHEFES DE MISSÃO
ENTRADA PRINCIPAL - ESCRITÓRIO DE PASSES PARA
CONVIDADOS, ESCRITÓRIO DE PROTOCOLO E CENTRO
DE MÍDIA
CENTRO ECUMÊNICO
QUADRAS POLIESPORTIVAS
PRAÇA DA VILA
ESPAÇO DO COI
SALA DE OBSERVAÇÃO DE ESPORTES
ESPAÇO DE LUTO
RESTAURANTE CASUAL
CENTRO DE SERVIÇOS DOS CONS
CENTRO DE INFORMAÇÕES ESPORTIVAS / PESAGEM
CENTRO DE ENTRETENIMENTO
CENTRO DE BOAS-VINDAS
ZONA DE DESEMBARQUE DE PASSAGEIROS - T1/T2, T3
ESTACIONAMENTO P1 E P2
ESTACIONAMENTO P3 DE VEÍCULOS EXCLUSIVOS
PARA OS CONS
ESTACIONAMENTO DE VEÍCULOS DE CICLISMO (CYC P3)
ESTACIONAMENTO PARA OS CONS (P6)
ESTACIONAMENTO PARA VEÍCULOS DOS CONS
COM VAPP “VLV CIR” (P6)
PONTOS DO SISTEMA DE TRANSPORTE INTERNO DA VILA
ENTRADA / SAÍDA DO CONDOMÍNIO
PONTO DE CONTROLE DA ZONA RESIDENCIAL
ACESSO DE VEÍCULOS
ZONA DE EMBARQUE/DESEMBARQUE DOS TAXIS
TERMINAL DE TRANSPORTE
ESTAÇÃO BRT
ACADEMIA
REFEITÓRIO PRINCIPAL
POLICLÍNICA
ÁREA DE CONTROLE DE PEDESTRE
CENTRO DE RESIDENTES
CENTRO DE RESIDENTES (24 HORAS)
SUPER LOJA RIO 2016
CERIMÔNIAS DE BOAS-VINDAS DAS EQUIPES
PONTO DE VERIFICAÇÃO DE PERMISSÃO DE VEÍCULO
ÁREA DE INSPEÇÃO DE VEÍCULOS
21.4 VISÃO GERAL DO RIO DE JANEIRO
JOGOS OLÍMPICOS: RIO DE JANEIRO (VISÃO GERAL)
Jogos Olímpicos:
sport - Venue
Rio de Janeiro (visão geral)
LEGENDA
PARQUE OLÍMPICO DA BARRA (VISÃO GERAL)
Parque Olímpico da Barra
(visão geral)
LEGENDA
PARQUE OLÍMPICO DE DEODORO (VISÃO GERAL)
Parque Olímpico de
Deodoro (visão geral)
LEGENDA
PARQUE DOS ATLETAS
Parque dos Atletas
LEGENDA
21.5 F ICHAS TÉCNICAS DE MODALIDADES ESPORTIVAS E MAPAS DOS LOCAIS
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
Atletismo COMPETIÇÃO
Programação
12 a 20 de agosto (atletismo)
12 e 19 de agosto (marcha atlética)
14 de agosto (maratona feminina)
21 de agosto (maratona masculina)
Locais de competição
Estádio Olímpico (atletismo)
Rua Arquias Cordeiro, nº 1.100
Engenho de Dentro
Pontal (marcha atlética)
Praça Tim Maia, Av. Lucio Costa
Recreio
Sambódromo (largada e chegada da maratona)
Av. Marquês de Sapucaí - Cidade Nova
Capacidade de assentos
Estádio Olímpico - 55.000
Pontal - Livre (de pé)
Sambódromo - 16.757
Distância da Vila Olímpica
Estádio Olímpico - 22km
Pontal - 9km
Sambódromo - 36km
Área de competição
A área de competição para as modalidades de
atletismo conterá os seguintes equipamentos:
•Pista oval de oito raias de 400m e pista reta
de nove raias. O fosso de água para a corrida
de obstáculos de 3.000m fica na parte interna
da pista.
•Quatro áreas de aterrissagem do salto em
altura
•Quatro áreas de aterrissagem do salto com
vara
•Quatro fossos para o salto em distância /
salto triplo
•Um círculo para o arremesso de disco/
martelo
•Duas pistas para o lançamento de dardo
•Três círculos para arremesso de peso
270
A área de competição e todos os equipamentos
serão apresentados de acordo com as regras
de Competição da IAAF e o Manual de
Equipamentos de Atletismo de Pista e Campo da
IAAF.
Atletas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
A
confirmar
A
confirmar
2.005*
Maratona (masculina) -120*
Maratona (feminina) -120*
Competições de marcha atlética (20km)
masculino, 50km masculino, 20km feminino) 250*
*Números estimados a confirmar, dependendo dos
padrões de entrada.
Eventos de medalhas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
24
23
47
TREINAMENTO
Programação
A Universidade da Força Aérea estará aberta para
treinamento de 24 de julho a 20 de agosto.
O Clube da Força Aérea estará aberto para
treinamento de 24 de julho a 20 de agosto.
A pista de aquecimento do Estádio Olímpico
estará aberta para treinamento de 8 a 11 de
agosto, das 9:00 às 21:00 hs.
Locais de treinamento
Clube da Força Aérea - pista e campo (exceto
arremessos)
Rua Rachel de Queiroz, s/n
Barra da Tijuca
Universidade da Força Aérea (UNIFA) - pista e
campo (incluindo arremessos)
Av. Marechal Fontenelle, 2000
Campo dos Afonsos
Pontal - maratona e marcha atlética
Praça Tim Maia, Av. Lucio Costa
Recreio
Documentos de referência
Distância da Vila Olímpica
Clube da Força Aérea - 14km
Universidade da Força Aérea (UNIFA)- 17km
Pontal - 9km
EQUIPE
Gerente de atletismo
Martinho Nobre dos Santos (BRA)
Gerentes de competição de atletismo
Paulo Funke (BRA)
Jorge Pereira (BRA)
Gerentes de maratona e marcha atlética
Jorge Pereira (BRA)
Paulo Funke (BRA)
Delegados técnicos
Anna Riccardi (ITA)
Bill Bailey (AUS)
Jorge Salcedo (POR)
271
Atletismo Estádio Olímpico
(visão geral)
LEGENDA
Atletismo Estádio Olímpico
LEGENDA
Maratona
LEGENDA
Maratona - Sambódromo
LEGENDA
Marcha atlética - Pontal
(mapa detalhado)
LEGENDA
Percurso de Marcha
atlética (20 km) - Pontal
LEGENDA
Percurso de Marcha
atlética (50 km) - Pontal
LEGENDA
Documentos de referência
Badminton
COMPETIÇÃO
Local de treinamento
Riocentro - Pavilhão 4
Av. Salvador Allende nº 6.555
Barra da Tijuca
Programação
11 a 20 de agosto
Local da competição
Riocentro - Pavilhão 4
Av. Salvador Allende nº 6.555
Barra da Tijuca
Distância da Vila Olímpica
4km
EQUIPE
Capacidade de assentos
5.919
Gerente de badminton
Helena Gomes (BRA)
Distância da Vila Olímpica
4km
Gerente de serviços de badminton
Warren Collier (IRL)
Área de competição
A área de competição terá três ou uma quadra(s),
dependendo da fase da competição. Cada quadra
mede 13,4m x 6,1m. As áreas de competição e todos
os equipamentos serão apresentados segundo as
leis e regulamentos de Badminton da BWF.
Delegados técnicos
Peter Tarcala (SVK)
David Cabello (ESP)
Atletas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
86
86
172
Um total de 172 atletas poderão participar da
competição de badminton. Este número inclui
82 atletas masculinos e 82 atletas femininos
mais até duas vagas (uma mulher e um homem)
alocados para o país-sede e seis lugares para
Comissão Tripartite - três mulheres e três
homens.
Eventos de medalhas
HOMENS
MULHERES
MISTO
TOTAL
2
2
1
5
TREINAMENTO
Programação
24 de julho a 20 de agosto
279
Badminton Riocentro Pavilhão 4
LEGENDA
Documentos de referência
Basquetebol
COMPETIÇÃO
Programação
6 a 21 de agosto
Locais de competição
Arena Carioca 1
Av. Embaixador Abelardo Bueno, 3.401/40 - Hall 1
Barra da Tijuca
Arena da Juventude
Estrada São Pedro de Alcântara, 2.020
Vila Militar, Deodoro
Os jogos preliminares do basquetebol feminino
serão realizados na Arena da Juventude,
enquanto a Arena Carioca 1 receberá as partidas
do basquetebol masculino. As rodadas finais
para ambos os torneios ocorrerão na Arena
Carioca 1.
Capacidade de assentos
Arena Carioca 1 - 15.023
Arena da Juventude - 5.274
Local de treinamento
Parque dos Atletas - haverá quatro quadras de
treinamento de basquetebol na instalação.
Av. Salvador Allende, s/n
Barra da Tijuca
Distância da Vila Olímpica
4km
PESSOAL
Gerente de basquetebol
Paulo Villas Bôas de Almeida (BRA)
Gerente adjunto de basquetebol
Rui Marques (BRA)
Gerente de serviços de basquetebol
Fernando Coloneze (BRA)
Gerente de operações técnicas
Paulo Mardegan (BRA)
Ricardo José de Souza (BRA)
Delegados técnicos
Lubomir Kotleba (SVK)
Predrag Bogosavljev (SRB)
Distância da Vila Olímpica
Arena Carioca 1 - 6km
Arena da Juventude - 22km
Área de competição
As áreas de competição da Arena Carioca 1
e da Arena da Juventude terão uma quadra
cada. Cada quadra mede 28m x 15m, com uma
linha divisória de 2m totalizando 32m x 19m. A
quadra e todos os demais equipamentos serão
apresentados de acordo com as Regras Oficiais
do Basquetebol da FIBA.
Atletas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
144
144
288
Eventos de medalhas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
1
1
2
TREINAMENTO
Programação
24 de julho a 21 de agosto
281
Basquetebol Arena Carioca 1
LEGENDA
Basquetebol Arena da Juventude
LEGENDA
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
Boxe
COMPETIÇÃO
EQUIPE
Programação
6 a 21 de agosto
Gerente de Boxe
Breno Pontes (BRA)
Local da competição
Riocentro - Pavilhão 6
Av. Salvador Allende nº 6.555
Barra da Tijuca
Gerente de serviços de boxe
Hanna Kwitko (BRA)
Gerente técnico operacional do boxe
José Fossatti (ARG)
Capacidade de assentos
9.033
Delegado técnico
Helmut Ranze (GER)
Distância da Vila Olímpica
3km
Área de competição
A instalação terá uma área de
competição; um quadrado de 400m2
com um ringue (6,1m2 entre as cordas)
posicionado no centro desse espaço.
A área de competição e todos os
equipamentos serão apresentados em
conformidade com as regras técnicas
da AIBA e com as regras da AIBA sobre
infraestrutura e equipamentos.
Atletas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
250
36
286
Eventos de medalhas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
10
3
13
TREINAMENTO
Programação
24 de julho a 20 de agosto
Local de treinamento
Riocentro - Pavilhão 5
Av. Salvador Allende nº 6.555
Barra da Tijuca
Distância da Vila Olímpica
4km
284
Delegado técnico adjunto
A confirmar
Boxe Riocentro Pavilhão 6
LEGENDA
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
Canoagem
de velocidade
COMPETIÇÃO
EQUIPE
Programação
15 a 20 de agosto; reserve o dia 21 de agosto
Gerente de canoagem
Sebastián Cuattrin (BRA)
Local da competição
Estádio da Lagoa
Av. Borges de Medeiros nº 1.524 - Lagoa
Gerente de canoagem de velocidade
Sebastián Cuattrin (BRA)
Capacidade de assentos
7.082
Gerente de operações técnicas de canoagem de
velocidade
Christina Lentino Vanicek (BRA)
Distância da Vila Olímpica
33km
Área de competição
A área de competição no Estádio da Lagoa é
um percurso de regata que mede 2.300m de
comprimento, com uma profundidade superior
a 2,5m nas raias de corrida. Para a competição de
canoagem velocidade, serão oito raias com
linhas de partida nos 200m, 500m e 1.000m,
cumprindo as regras de competição de
canoagem velocidade da ICF.
Atletas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
158
88
246
Há também duas vagas para a comissão
tripartite (homem ou mulher), que podem ser
alocadas à canoagem slalom ou à canoagem
velocidade.
Eventos de medalhas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
8
4
12
TREINAMENTO
Programação
24 de julho a 20 de agosto; reserve o dia 21 de
agosto
Local de treinamento
Estádio da Lagoa
Av. Borges de Medeiros nº 1.524 - Lagoa
Distância da Vila Olímpica
33km
286
Gerente de serviços de canoagem de velocidade
Vit Vanicek (CZE)
Gerente de instalações e equipamentos de
canoagem de velocidade
Marco Dornsbach (BRA)
Delegado técnico
Frank Garner (CAN)
Canoagem de velocidade Estádio da Lagoa
LEGENDA
Canoagem de velocidade Estádio da Lagoa
LEGENDA
Documentos de referência
Canoagem
slalom
COMPETIÇÃO
EQUIPE
Programação
7 a 11 de agosto; reserve o dia 12 de agosto
Gerente de canoagem
Sebastián Cuattrin (BRA)
Local da competição
Estádio de Canoagem Slalom Estrada Marechal
Alencastro, 1.357
Vila Militar, Deodoro
Gerente de canoagem slalom
John MacLeod (GBR)
Capacidade de assentos
8.213
Gerente de operações técnicas de canoagem
slalom
Denis Terezani (BRA)
Distância da Vila Olímpica
26km
Área de competição
O percurso da competição tem 250m de
comprimento, com uma vazão de 12m³ por
segundo e uma queda total no percurso, entre a
linha de partida e a linha de chegada, de 4,5m.
A área de competição e todos os equipamentos
serão apresentados em conformidade com regras
de competição de canoagem slalom da ICF.
Gerente de serviços de canoagem slalom
Maria de Fátima Fernandes Vara (BRA)
Delegado técnico
Jean-Michel Prono (FRA)
Atletas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
61
21
82
Há também duas vagas para a comissão
tripartite (homem ou mulher), que podem ser
alocadas à canoagem em slalom ou à canoagem
de velocidade.
Eventos de medalhas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
3
1
4
TREINAMENTO
Programação
24 de julho a 11 de agosto
Local de treinamento
Estádio de Canoagem Slalom Estrada Marechal
Alencastro, 1.357 - Vila Militar - Deodoro
Distância da Vila Olímpica
26km
289
Canoagem slalom Estádio de Canoagem
Slalom
LEGENDA
Documentos de referência
Ciclismo
BMX
COMPETIÇÃO
Gerente de serviços de BMX
Karine Rodigheri (BRA)
Programação
17 a 19 de agosto
Local da competição
Centro Olímpico de BMX
Estrada Marechal Alencastro, 1.357
Vila Militar - Deodoro
Gerente de serviços de ciclismo
Regina Barbieri (BRA)
Delegado técnico
Kevin McCuish (CAN)
Capacidade de assentos
7.548
Distância da Vila Olímpica
26km
Área de competição
O Centro Olímpico de BMX estará
localizado no Parque Olímpico de
Deodoro. É uma pista permanente de
BMX que mede aproximadamente
399m de comprimento para o evento
masculino e 379m para o evento
feminino.
Atletas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
32
16
48
Eventos de medalhas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
1
1
2
TREINAMENTO
Programação
15 a 17 de agosto
Local de treinamento
Centro Olímpico de BMX
Estrada Marechal Alencastro, 1.357
Vila Militar - Deodoro
Distância da Vila Olímpica
26km
EQUIPE
Gerente de BMX
Jorge Vazquez (MEX)
291
Ciclismo BMX Centro Olímpico de BMX
LEGENDA
Documentos de referência
Ciclismo
de estrada - Corrida de estrada
COMPETIÇÃO
Programação
6 e 7 de agosto
Local da competição
Forte Copacabana
Praça Coronel Eugênio Franco nº 1,
Posto 6 - Copacabana
Capacidade de assentos
1.250
Distância da Vila Olímpica
34km
Área de competição
Distância da corrida masculina: 237,49km
Distância da corrida feminina: 136,90km
Largada/chegada: Forte de Copacabana
Descrição geral da rota:
•Largada: Forte de Copacabana
•Copacabana/Ipanema/Leblon/São Conrado primeiros 11.3km em terreno plano
•Joá -13.46km - alt. 111m
•Barra/Reserva/Pontal - 22.71km terreno plano
•Circuito de Grumari
•Extensão do circuito: 24,72km
•Número de voltas: 4 para corrida
masculina e 2 para corrida feminina
•Trecho de paralelepípedos: 2.6km antes
da subida de Grumari
•Subida de Grumari: subida e descida em
pista estreita em área florestal por 1.6km;
ponto mais alto 124m, ponto mais baixo
10m
•Subida da Grota Funda: subida em estrada
larga — por 2.1km; ponto mais alto 166m,
ponto mais baixo 13m
•Pontal/Reserva/Barra - 22.61km terreno plano
•Circuito Canoas/ Vista Chinesa:
•Extensão do circuito: 25,67
•Número de voltas: 2 voltas e 1 loop para a
corrida masculina e 1 loop para a corrida
feminina
•O circuito começa com a subida da
Estrada das Canoas, continua até a Vista
Chinesa ao longo de 8,9km; ponto mais
alto 530m, ponto mais baixo 12m.
•Descida técnica de 5,1km, terminando a
9,5km da chegada.
•Jardim Botânico/Leblon/Ipanema/
Copacabana - últimos 9,51km em terreno
plano
•Chegada: Forte de Copacabana
Atletas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
144
67
211
Eventos de medalhas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
1
1
2
TREINAMENTO
Programação
30 de julho a 9 de agosto
Local de treinamento
Pontal
Praça Tim Maia, Av. Lucio Costa
Recreio
Distância da Vila Olímpica
Pontal - 9km
EQUIPE
Gerente de ciclismo de estrada
Isabel Fernandes (POR)
Gerente de serviços de ciclismo
Diego Andrade (BRA)
Gerente de operações técnicas de ciclismo de
estrada
Marina Theophilo (BRA)
Delegados técnicos
Matthew Knight (CAN)
Steven Peterson (AUS)
293
Ciclismo de estrada (percurso) Corrida de estrada
LEGENDA
Ciclismo de estrada Forte de Copacabana
LEGENDA
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
Ciclismo
de estrada - Contrarrelógio
COMPETIÇÃO
TREINAMENTO
Programação
10 de agosto
Programação
30 de julho a 9 de agosto
Local da competição
Pontal
Praça Tim Maia, Av. Lucio Costa
Recreio
Local de treinamento
Pontal
Praça Tim Maia, Av. Lucio Costa
Recreio
Capacidade de assentos
1.156
Distância da Vila Olímpica
9km
EQUIPE
Distância da Vila Olímpica
9km
Área de competição
•Distância da corrida masculina: 54,56km
•Distância da corrida feminina: 29,86km
•Início/fim: Pontal
•Descrição geral do percurso:
•Início: Praça Tim Maia (Pontal)
•Estrada do Pontal - 2,70km planos
•Circuito de Grumari:
•Distância do circuito: 24,72km
•Número de voltas: 2 para a corrida
masculina e 1 para a corrida feminina
•Subida de Grumari: subida e
descida estreitas em uma área
florestada por mais de 1,3km;
ponto mais alto 124m, ponto mais
baixo 10m
•Subida da Grota Funda: subida
em estrada grande por mais de
2,1km; ponto mais alto 166m,
ponto mais baixo 13m
•Estrada do Pontal - últimos 2,3km
planos
•Chegada: Praça Tim Maia (Pontal)
Atletas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
40
25
65
Eventos de medalhas
296
HOMENS
MULHERES
TOTAL
1
1
2
Gerente de ciclismo de estrada
Isabel Fernandes (POR)
Gerente de serviços de ciclismo
Diego Andrade (BRA)
Gerente de operações técnicas de ciclismo de
estrada
Marina Theophilo (BRA)
Delegados técnicos
Matthew Knight (CAN)
Steven Peterson (AUS)
Ciclismo de estrada - Pontal
(detalhe do contrarrelógio)
LEGENDA
Ciclismo de estrada (contrarrelógio)
LEGENDA
Documentos de referência
Ciclismo
de pista EQUIPE
COMPETIÇÃO
Programação
11 a 16 de agosto
Gerente de ciclismo de pista
Beatriz Akemi de Rezende (BRA)
Local da competição
Velódromo Olímpico do Rio
Av. Embaixador Abelardo Bueno, 3.401/30
Barra da Tijuca
Gerente de operações técnicas de ciclismo de
pista
Regina Barbieri (BRA)
Capacidade de assentos
5.616
Gerente de serviços de ciclismo de pista
A definir
Delegado técnico
Gilles Peruzzi (SUI)
Distância da Vila Olímpica
7km
Área de competição
A instalação tem uma pista de 250m feita de
pinheiros siberianos. A inclinação mínima da
pista é de 13° e a máxima de 44.5°.
Atletas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
99
90
189
Eventos de medalhas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
5
5
10
TREINAMENTO
Programação
Pontal - 30 de julho a 15 de agosto
Velódromo Olímpico do Rio - 25 de julho
a 14 de agosto
Locais de treinamento
Pontal
Praça Tim Maia, Av. Lucio Costa
Recreio
Velódromo Olímpico do Rio
Av. Embaixador Abelardo Bueno, 3.401/30
Barra da Tijuca
Distância da Vila Olímpica
Pontal - 9km
Velódromo Olímpico do Rio - 7km
299
Ciclismo de pista Velódromo Olímpico do Rio
LEGENDA
Documentos de referência
Ciclismo
Mountain bike COMPETIÇÃO
Gerente de serviços de ciclismo
Alessandra Barbosa (BRA)
Programação
20 a 21 de agosto
Local da competição
Centro de Mountain Bike Estrada Marechal
Alencastro, 1.357
Delegado técnico
Simon Burney (GBR)
Vila Militar, Deodoro
Capacidade de assentos
15.000
Distância da Vila Olímpica
23km
Área de competição
A competição de mountain bike será no
Centro de Mountain Bike que oferecerá vistas
panorâmicas do Rio de Janeiro. O terreno é
acidentado, com uma campina aberta coberta
por arbustos baixos, oferecendo um terreno
fantástico para essa disciplina; terá um
comprimento estimado de 4,8km.
Atletas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
50
30
80
Eventos de medalhas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
1
1
2
TREINAMENTO
Programação
17 a 19 de agosto
Local de treinamento
Centro de Mountain Bike
Estrada Marechal Alencastro, 1.357
Vila Militar, Deodoro
Distância da Vila Olímpica
23km
EQUIPE
Gerente de Ciclismo mountain bike
Paul Davis (GBR)
301
Ciclismo mountain bike Centro de Mountain Bike
LEGENDA
Documentos de referência
Esgrima
COMPETIÇÃO
Distância da Vila Olímpica
4km
Programação
6 a 14 de agosto
EQUIPE
Local da competição
Arena Carioca 3
Av. Embaixador Abelardo Bueno, 3.401/40 Hall 3
Barra da Tijuca
Gerente de esgrima
Arno Périllier Schneider (BRA)
Capacidade de assentos
9.089
Gerente Técnico Oficial
Alberto Cruz (CRC)
Distância da Vila Olímpica
6km
Delegados técnicos
Krisztian Kulcsar (HUN)
Giandomenico Varallo (ITA)
COMPETIÇÃO
Gerente de serviços de esgrima
Mirani Fernandes (BRA)
Área de competição
A área de competição terá cinco pistas de
competição. Quatro serão utilizadas durante as
rodadas preliminares; a quinta ficará reservada
para as sessões noturnas (semifinais individuais,
partidas disputando medalhas individuais
e por equipe). A área de competição e todos
os equipamentos serão apresentados em
conformidade com as regras da FIE.
Atletas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
102
102
204
Os oito lugares restantes estão reservados para o
país-sede, com uma divisão por gênero não
predeterminada.
Eventos de medalhas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
5
5
10
TREINAMENTO
Programação
24 de julho a 14 de agosto
Local de treinamento
Riocentro - Pavilhão 5
Av. Salvador Allende nº 6.555
Barra da Tijuca
303
Esgrima - Arena Carioca 3
LEGENDA
Documentos de referência
Esportes aquáticos
Maratonas aquáticas
COMPETIÇÃO
Estádio Olímpico Aquático
Av. Embaixador Abelardo Bueno, 3.401/80
Barra da Tijuca
Programação
15 de agosto - Feminino
16 de agosto - Masculino
Local da competição
Forte de Copacabana
Praça Coronel Eugênio Franco nº 1,
Posto 6 - Copacabana
Capacidade de assentos
2.762
Também será possível programar sessões
de treinamento no Forte de Copacabana,
organizadas e supervisionadas pela gerência de
competição Rio 2016. Elas ocorrerão de 10 a 14 de
agosto (por confirmar), alguns dias no percurso
principal e outros dias em partes dele.
Distância da Vila Olímpica
Parque dos Atletas - 4km
Centro Aquático de Deodoro - 20km
Estádio Olímpico Aquático - 5km
Distância da Vila Olímpica
34km
Área de competição
A área de competição das maratonas aquáticas
no Forte de Copacabana consistirá numa prova
de natação no trecho da praia de Copacabana
conhecido como “Posto 6”. Os atletas nadarão
quatro voltas do percurso, passando, após
cada volta, por um portal intermediário de
cronometragem que irá registrar os tempos das
voltas.
Atletas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
25
25
50
Eventos de medalhas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
1
1
2
EQUIPE
Gerente de esportes aquáticos
Ricardo Prado (BRA)
Gerente da maratona aquática
Christiane Fanzeres (BRA)
Gerente de serviços da maratona aquática
Bruno Favretto (BRA)
Gerente de operações técnicas da maratona
aquática
Michelle Pacce (BRA)
Delegado técnico
Dennis Miler (FIJ)
TREINAMENTO
Programação
24 de julho a 16 de agosto
Os treinamentos no Estádio Olímpico Aquático
poderão ser realizados durante os dias em que
não houver competição.
Locais de treinamento
Parque dos Atletas
Av. Salvador Allende, s/n - Barra
Centro Aquático de Deodoro
Estrada São Pedro de Alcântara, 2.020
Vila Militar
305
Maratonas aquáticas Forte de Copacabana
LEGENDA
Maratonas aquáticas Forte de Copacabana
(zona operacional)
LEGENDA
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
Esportes aquáticos
Nado sincronizado
COMPETIÇÃO
Distância da Vila Olímpica
Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) 32km
Programação
14 a 16 e 18 a 19 de agosto
Local da Competição
Centro Aquático Maria Lenk
Av. Embaixador Abelardo Bueno, 3.401/10
Barra da Tijuca
Capacidade de assentos
6.356
Área de Competição
A área de competição do nado sincronizado terá
uma plataforma de entrada e dois painéis para
juízes sobre plataformas elevadas, uma de cada
lado da piscina. A área de competição medirá
30m x 25m, com profundidade de 3m. A área
de competição e todos os equipamentos serão
apresentados segundo as regras e regulamentos
da FINA.
Atletas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
0
104
104
Eventos de medalha (feminino)
DUOS
EQUIPES
TOTAL
1
1
2
TREINAMENTO
Programação
24 de julho a 19 de agosto
Locais de treinamento
Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
Av. Carlos Chagas Filho, 540
308
EQUIPE
Gerente de nado sincronizado
Roberta Perillier (BRA)
Gerente de operações técnicas
Mônica Rosas (BRA)
Distância da Vila Olímpica
7km
Centro Aquático Maria Lenk
Av. Embaixador Abelardo Bueno,
3.401/10 - Barra da Tijuca
Centro Aquático Maria Lenk - 7Km
Delegado técnico
Qiuping Zhang (CHN)
Nado sincronizado Centro Aquático Maria Lenk
LEGENDA
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
Esportes aquáticos
Natação
COMPETIÇÃO
Centro Aquático de Deodoro - 20km
Estádio Olímpico Aquático - 5km
Programação
6 a 13 de agosto
Local da competição
Estádio Olímpico Aquático
Av. Embaixador Abelardo Bueno, 3.401/80
Barra da Tijuca
Capacidade de assentos
15.443
Área de competição
A piscina de competição terá 10 raias de 50 m
de comprimento e 3 m de profundidade. As
competições acontecerão nas 8 raias centrais
da piscina. A área de competição e todos os
equipamentos serão apresentados segundo as
regras e regulamentos da FINA.
Atletas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
A confirmar
A confirmar
900
Eventos de medalhas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
16
16
32
TREINAMENTO
Programação
24 de julho a 16 de agosto
Locais de treinamento
Parque dos Atletas
Av. Salvador Allende, s/n - Barra da Tijuca
Centro Aquático de Deodoro
Estrada São Pedro de Alcântara, 2.020 Vila Militar,
Deodoro
Estádio Olímpico Aquático
Av. Embaixador Abelardo Bueno, 3.401/80
Barra da Tijuca
310
Gerente da natação
Eduardo Gayotto (BRA)
Gerente de serviços da natação
Karen Casalini (BRA)
Distância da Vila Olímpica
5km
Distância da Vila Olímpica
Parque dos Atletas - 4km
EQUIPE
Gerente de esportes aquáticos
Ricardo Prado (BRA)
Gerente de operações técnicas de natação
Cezar Augusto Bolzan (BRA)
Delegado técnico
Dale Neuburger (USA)
Natação Estádio Aquático Olímpico
LEGENDA
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
Esportes aquáticos
Polo aquático
COMPETIÇÃO
Os treinamentos poderão ser realizados no
Parque dos Atletas de 14 a 19 de agosto.
Programação
6 de agosto e 8 a 20 de agosto
Locais da competição
Centro Aquático Maria Lenk (preliminares)
Av. Embaixador Abelardo Bueno, 3.401/10
Barra da Tijuca
Estádio Olímpico Aquático (finais, semi-finais,
quartas de finais)
Av. Embaixador Abelardo Bueno, 3.401/80
Barra da Tijuca
Capacidade de assentos
Centro Aquático Maria Lenk - 6.356
Estádio Olímpico Aquático - 15.443
Distância da Vila Olímpica
Centro Aquático Maria Lenk - 7km
Estádio Olímpico Aquático - 5km
Área de competição
A área de competição da modalidade polo
aquático consistirá em uma piscina temporária
com uma área de competição de 30 m de
comprimento por 20m de largura e 2 m de
profundidade para a competição masculina
e 25m por 20m e 2m de profundidade para a
feminina. A área de competição e todos os
equipamentos serão apresentados segundo as
regras e regulamentos da FINA.
Atletas
Parque dos Atletas
Av. Salvador Allende S/N
Barra da Tijuca
Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) Av.
Carlos Chagas Filho, 540 Cidade Universitária
Centro de Educação Física Almirante Adalberto
Nunes (CEFAN) Av. Brasil, nº 10.590 - Penha
Distância da Vila Olímpica
Universidade da Força Aérea (UNIFA) - 17km
Parque dos Atletas - 4km
Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) 32km
Centro de Educação Física Almirante Adalberto
Nunes (CEFAN) - 38km
EQUIPE
Gerente de esportes aquáticos
Ricardo Prado (BRA)
Gerente de polo aquático
Paulo Cezar Fernandes (BRA)
Gerente de serviços de polo aquático
Eniko Vastagh (HUN)
HOMENS
MULHERES
TOTAL
156
104
260
Gerente de operações técnicas de polo aquático
José Werner (BRA)
Delegado técnico
Dimitris Diathessopoulos (GRE)
Eventos de medalhas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
1
1
2
TREINAMENTO
Programação
Os treinamentos poderão ser realizados
na Universidade da Força Aérea (UNIFA),
Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e
Centro de Educação Física Almirante Adalberto
Nunes (CEFAN) de 24 de julho a 19 de agosto.
312
Locais de treinamento
Universidade da Força Aérea (UNIFA)
Av. Marechal Fontenelle, 2.000
Campo dos Afonsos
Polo aquático Centro Aquático Maria Lenk
LEGEND
Polo aquático Estádio Aquático Olímpico
LEGENDA
Documentos de referência
Esportes aquáticos
Saltos ornamentais
Gerente de saltos ornamentais
André Siqueira (BRA)
COMPETIÇÃO
Programação
7 a 10 e 12 a 20 de agosto
Local da competição
Centro Aquático Maria Lenk
Av. Embaixador Abelardo Bueno, 3.401/10
Barra da Tijuca
Capacidade de assentos
6.408
Gerente de serviços de saltos ornamentais
Eduardo Falcão (BRA)
Gerente operações técnicas de saltos
ornamentais
Jihong Zhou (CHN)
Delegado técnico de saltos ornamentais
Jesus Mena Campos (MEX)
Distância da Vila Olímpica
7km
Área de competição
A área de competição de saltos ornamentais
terá três trampolins de 1 metro; três trampolins
de 3 metros e plataformas de 5, 7,5 e 10 metros.
A área de competição medirá 30 m x 25 m,
com profundidade de 3,80 m a 5 m. A área de
competição, área de treinamento a seco e todos
os equipamentos serão apresentados segundo as
regras e regulamentos da FINA.
Atletas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
68
68
136
Eventos de medalhas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
4
4
8
TREINAMENTO
Programação
24 de julho a 20 de agosto
Local de treinamento
Centro Aquático Maria Lenk
Av. Embaixador Abelardo Bueno,
3.401/10 - Barra da Tijuca
Distância da Vila Olímpica
7km
EQUIPE
Gerente de esportes aquáticos
Ricardo Prado (BRA)
315
Saltos ornamentais Centro Aquático Maria Lenk
LEGENDA
Documentos de referência
Futebol COMPETIÇÃO
Programação
3, 4, 6, 7, 9, 10, 12, 13, 16, 17, 19 e 20 de agosto
Locais de competição
Arena Amazônia
Av. Constantino Nery, s/n - Flores - Manaus
Arena Corinthians
Av. Miguel Ignácio Curi, 111, Vila Carmosina
São Paulo
Arena Fonte Nova
Ladeira Fonte das Pedras s/n - Salvador
Estádio Mané Garrincha
Centro Poliesportivo Ayrton Senna, SDN Brasília SRPN Asa Norte, Brasília - DF
Maracanã
Rua Professor Eurico Rabelo, Portão 15 - Tijuca
Rio de Janeiro
Mineirão
Av. Antônio Abrahão Caram n°1.001, Pampulha
Belo Horizonte
Estádio Olímpico
Rua Arquias Cordeiro, 1.100
Engenho de Dentro, Rio de Janeiro
Capacidade de assentos
Arena Amazônia (Manaus) - 45.253
Arena Corinthians (São Paulo) - 45.519
Arena Fonte Nova (Salvador) - 50.000
Estádio Mané Garrincha (Brasília) - 76.000
Maracanã (Rio de Janeiro) - 78.054
Mineirão (Belo Horizonte) - 62.172
Estádio Olímpico (Rio de Janeiro) - 58.469
Distância dos hotéis/Vila Olímpica
Arena Amazônia (Manaus) - 13km
Arena Corinthians (São Paulo) - a definir
Arena Fonte Nova (Salvador) - 28km
Estádio Mané Garrincha (Brasília) - 10km
Maracanã (Rio de Janeiro) - 36km
Mineirão (Belo Horizonte) - 26km
Estádio Olímpico (Rio de Janeiro) - 22km
Área de competição
Todos os campos terão as dimensões de 105m
x 68m de acordo com as leis do jogo em vigor
no momento da competição e conforme
estabelecido pela International Football
Association Board.
Atletas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
288
216
504
Eventos de medalhas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
1
1
2
TREINAMENTO
Locais de treinamento
O treinamento para a competição de futebol será
realizado em várias instalações em todo o Brasil.
Favor consultar o Rio Exchange para verificar a
lista completa.
Haverá quatro campos de treinamento (do
tamanho de competição) em cada cidade que
estiver recebendo as competições de futebol.
EQUIPE
Gerente de futebol
Mauricio Waknin (BRA)
Gerente de serviços de futebol
Victor Abdallah Neto (BRA)
Gerente de operações técnicas de futebol
Rodrigo Jesus (BRA)
Gerente de treinamento de futebol
Rafael Vac (BRA)
317
Futebol - Maracanã
LEGENDA
Futebol - Estádio Olímpico
LEGENDA
Futebol - Estádio Mané
Garrincha
LEGENDA
Futebol - Mineirão
LEGENDA
Futebol - Arena da
Amazônia
LEGENDA
Futebol - Arena
Fonte Nova
LEGENDA
Futebol - Arena
Corinthians
LEGENDA
Documentos de referência
Ginástica
COMPETIÇÃO
Eventos de medalhas
Programação
Artística - 6 a 11 e 14 a 16 de agosto
Trampolim - 12 e 13 de agosto
Rítmica - 19 a 21 de agosto
Local da competição
Arena Olímpica do Rio
Av. Embaixador Abelardo Bueno, 3.401/20
Barra da Tijuca
Capacidade de assentos
13.280
Distância da Vila Olímpica
7km
Área de competição
Artística: A competição será realizada sobre um
pódio, com altura de 80cm, localizado no centro
da arena.
Rítmica: A competição será realizada sobre um
tapete com um sistema de piso subjacente,
em um pódio elevado de ginástica de 80cm, no
centro da arena, apresentado em conformidade
com os regulamentos da FIG.
Trampolim: A competição será realizada sobre
um pódio de ginástica de 80cm, localizado no
centro da arena. Os ginastas poderão escolher
entre dois trampolins colocados a uma distância
paralela de 2m.
A arena contará com um sistema de altofalantes para difusão de fundo musical durante
a competição. Todos os equipamentos estarão de
acordo com os regulamentos da FIG.
Atletas
DISCIPLINA
HOMENS
MULHERES
TOTAL
Artística
98
98
196
Rítmica
0
96
96
Trampolim
16
16
32
DISCIPLINA
HOMENS
MULHERES
TOTAL
Artística
8
6
14
Rítmica
0
2
2
Trampolim
1
1
2
TREINAMENTO
Programação
Artística: 24 julho a 16 agosto
Rítmica: 24 julho a 21 agosto
Trampolim: 24 julho a 13 agosto
Local de treinamento
Parque dos Atletas
Av. Salvador Allende, s/n
Barra da Tijuca
Arena Olímpica do Rio
Av. Embaixador Abelardo Bueno, 3.401/20
Barra da Tijuca
Distância da Vila Olímpica
Parque dos Atletas - 4km
Arena Olímpica do Rio - 7km
EQUIPE
Gerente de ginástica
Naomi Valenzo (MEX)
Gerente de ginástica artística
Roberto Nassar (BRA)
Gerente de ginástica rítmica
Letícia Barros (BRA)
Gerente de ginástica em trampolim
Mariana Accardo (BRA)
Delegados técnicos
Nellie Kim (BLR) - Ginástica artística feminina
Steve Butcher (USA) - Ginástica artística
masculina
Nataliya Kuzmina (RUS) - ginástica rítmica
Horst Kunze (GER) - ginástica de trampolim
325
Ginástica Arena Olímpica do Rio
LEGENDA
Documentos de referência
Golfe
COMPETIÇÃO
EQUIPE
Programação
11 a 14 e 17 a 20 de agosto
Gerente de Golfe
Cláudia Guedes (BRA)
Local da competição
Campo Olímpico de Golfe
Av. das Américas, próximo ao nº 10.033
Barra da Tijuca
Gerente de serviços de Golfe
Camila Gabrysiak (BRA)
Capacidade de assentos
15.498
Gerente de operações técnicas de Golfe
Marina Gusmão (BRA)
Delegado técnico
Tyler Dennis (USA)
Distância da Vila Olímpica
10km
Área de competição
O campo (área de competição)
é composto por 18 buracos de
comprimento variável e é jogado
por quatro vezes durante um
campeonato. O comprimento do
percurso é de aproximadamente
7.000 jardas.
Atletas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
60
60
120
Eventos de medalhas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
1
1
2
TREINAMENTO
Programação
24 de julho a 20 de agosto
Consulte o Guia dos líderes de equipe de golfe
(Golf Team leader’s Guide) e os regulamentos da
IGF para obter a programação detalhada e mais
informações sobre os treinamentos.
Local de treinamento
Campo Olímpico de golfe
Av. das Américas, próximo ao nº 10.033
Barra da Tijuca
Distância da Vila Olímpica
10km
327
Golfe - Campo
Olímpico de Golfe
(visão geral)
LEGENDA
Golfe - Campo
Olímpico de Golfe
LEGENDA
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
Handebol
COMPETIÇÃO
Arena do Futuro
Av. Embaixador Abelardo Bueno, 3.401/50
Barra da Tijuca
Programação
6 a 21 de agosto
Local da competição
Arena do Futuro
Av. Embaixador Abelardo Bueno, 3.401/50
Barra da Tijuca
Gerente de handebol
Daniela Ribeiro da Silva Novaes Coelho (BRA)
Distância da Vila Olímpica
6km
Área de competição
A instalação de competição terá uma quadra de
competição e uma quadra de aquecimento, que
fica localizada perto da quadra de competição. A
quadra de competição mede 40m por 20m.
As quadras e todos os equipamentos
serão apresentados em conformidade
com as regras do jogo da IHF.
Atletas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
168
168
336
Eventos de medalhas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
1
1
2
TREINAMENTO
Programação
O Parque dos Atletas terá três quadras de
handebol e estará aberto para treinamento
diariamente, de 24 de julho 21 de agosto.
Na Arena do Futuro haverá uma quadra
de handebol disponível para sessões de
treinamento. Os treinamentos serão realizados
na quadra de aquecimento, que ficará aberta
diariamente a partir de 24 de julho até um dia
antes do início da competição, no dia 5 de agosto.
330
Arena do Futuro - 6km
EQUIPE
Capacidade de assentos
12.048
Locais de treinamento
Parque dos Atletas
Av. Salvador Allende, s/n
Barra da Tijuca
Distância da Vila Olímpica
Parque dos Atletas - 4Km
Gerente de serviços de handball
Samantha Albuquerque (BRA)
Gerente de operações técnicas de handball
Luis Felipe Campos (BRA)
Delegados técnicos
Miguel Roca Mas (ESP)
Patric Strub (GER)
Handebol Arena do Futuro
LEGENDA
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
Hipismo
TREINAMENTO
COMPETIÇÃO
Programação
Adestramento: 10 a 12 e 15 de agosto
CCE: 6 a 9 de agosto
Saltos: 14, 16, 17 e 19 de agosto
Programação
30 de julho a 19 de agosto
Local de treinamento
Centro Olímpico de Hipismo
Av. Duque de Caxias, 2.660
Vila Militar - Deodoro
Local da competição
Centro Olímpico de Hipismo
Av. Duque de Caxias, 2.660
Vila Militar - Deodoro
Distância da Vila Olímpica
24km
Capacidade de assentos
Cross country CCE - 14.000
Adestramento CCE - 14.354
Saltos CCE - 14.354
Adestramento - 14.354
Saltos - 12.247
EQUIPE
Gerente de hipismo
Ataíde Pereira (BRA)
Gerente de conjunto completo de equitação
Alex Titan (BRA)
Distância da Vila Olímpica
24km
Gerente de adestramento e saltos
Stephen Renouard (GBR)
Área de competição
Todas as disciplinas de hipismo serão realizadas
no Centro Olímpico de Hipismo, localizado
na Vila Militar de Deodoro. Inclui a Escola de
Equitação do Exército e parte do Regimento
Andrade Neves, duas unidades tradicionais
do exército. O complexo tem cerca de 1 milhão
de m2. A instalação foi reformada para os Jogos
Panamericanos do Rio 2007 e recebeu a 5ª edição
dos Jogos Mundiais Militares em 2011.
Gerente de serviços de hipismo
Tatiana Gutierrez (BRA)
Atletas
Gerente de serviços veterinários
Juliana Freitas (BRA)
Gerente de biossegurança
Luciana Almeida (BRA)
ADESTRAMENTO
CONJUNTO
COMPLETO
(CCE)
SALTOS
Gestão de estábulos
Peden Bloodstock GmbH
60
65
75
Delegados técnicos
Conjunto Completo (CCE): Alec Lochore (GBR)
Saltos: Santiago Varela Ullastres (ESP)
Eventos de medalhas
332
Gerentes de operações técnicas de hipismo
Evandro Gervásio (BRA)
Christian Egred (ECU)
ADESTRAMENTO
CONJUNTO
COMPLETO
(CCE)
SALTOS
2
2
2
TOTAL
Delegado da FEI para adestramento
Jacques Van Daele (BEL)
6
Delegado veterinário
Tim Randle (GBR)
Saltos/Adestramento/CCE Hipismo - Centro Olímpico
de Hipísmo
LEGENDA
Saltos/Adestramento/CCE Hipismo - Centro Olímpico de
Hipísmo (mapa detalhado)
LEGENDA
Documentos de referência
Hóquei sobre grama
COMPETIÇÃO
Programação
6 a 19 de agosto
Local da competição
Centro Olímpico de Hóquei
Estrada São Pedro de Alcântara, 2.020
Vila Militar - Deodoro
Distância da Vila Olímpica
Universidade Federal do Rio de Janeiro
(UFRJ) - 32Km
Centro Olímpico de Hóquei - 21km
EQUIPE
Gerente de hóquei
Eduardo Leonardo (BRA)
Capacidade de assentos
7.545 (campo 1) e 3.368 (campo 2)
Gerente de serviços de hóquei
Aliatar Lopes (BRA)
Distância da Vila Olímpica
21km
Gerente operações técnicas de hóquei
Gabriel Vieira (BRA)
Área de competição
Durante os Jogos, a instalação terá dois campos
de competição e um campo (meio-campo) para
aquecimento ao lado dos campos de competição.
A área de competição e todos os equipamentos
serão apresentados em conformidade com as
regras de hóquei sobre grama da FIH.
Delegados técnicos
Sheila Brown (RSA)
Jason McCracken (NZL)
Os campos do Centro Olímpico de
Hóquei serão certificados conforme
a norma Global Classe 1 da FIH, com
sistemas de irrigação no local. Os campos serão
azuis e medirão 91,4m por 55m.
Atletas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
192
192
384
Eventos de medalhas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
1
1
2
TREINAMENTO
Programação
24 de julho a 19 de agosto
Locais de treinamento
Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
Av. Carlos Chagas Filho, 540
Centro Olímpico de Hóquei
Estrada São Pedro de Alcântara, 2.020
Vila Militar - Deodoro
335
Hóquei sobre grama Centro Olímpico de Hóquei
LEGENDA
Documentos de referência
Judô
COMPETIÇÃO
Distância da Vila Olímpica
4Km
Programação
6 a 12 de agosto
EQUIPE
Local da competição
Arena Carioca 2
Gerente de judô
Kenji Saito (BRA)
Av. Embaixador Abelardo Bueno, 3.401/40 Hall 2
Barra da Tijuca
Gerente de serviços de judô
Taciana Pinto (BRA)
Capacidade de assentos
9.500
Gerente de operações técnicas do judô
Leonardo Lara (BRA)
Distância da Vila Olímpica
6km
Delegados técnicos
Vladimir Barta (CZE)
Juan Carlos Barcos (ESP)
Área de competição
A área de competição terá dois tatames. A área
de competição e todos os equipamentos serão
apresentados em conformidade as Regras do
Esporte e da Organização (SOR) da IJF, com
referência ao Artigo 9.7: Campo de Jogo e Área de
Competição.
A instalação de competição conterá uma
plataforma que mede 36m de comprimento por
20m de largura, com duas áreas de combate,
cada uma medindo 10m², e uma área de
segurança de 5m.
Atletas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
221
145
366
Os 20 lugares restantes serão alocados pela
Comissão Tripartite, de acordo com uma divisão
por gênero não predeterminada.
Eventos de medalhas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
7
7
14
TREINAMENTO
Programação
24 de julho a 12 de agosto
Local de treinamento
Parque dos Atletas
Av. Salvador Allende, s/n - Barra da Tijuca
337
Judô - Arena Carioca 2
LEGENDA
Documentos de referência
Levantamento
de Peso
Gerente de operações técnicas
Eduardo Villanova (BRA)
COMPETIÇÃO
Programação
6 a 10 e 12 a 16 de agosto
Delegados técnicos
Sam Coffa (AUS)
Attila Ádámfi (HUN)
Local de competição
Riocentro - Pavilhão 2
Av. Salvador Allende nº 6.555
Barra da Tijuca
Capacidade de assentos
4.890
Distância da Vila Olímpica
4km
Área de competição
A área de competição terá uma plataforma de
competição quadrada que mede 4m por 4m. A
área de aquecimento ficará atrás do palco.
A área de competição e todos os equipamentos
serão apresentados em conformidade com as
regras da IWF.
Atletas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
156
104
260
Eventos de medalhas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
8
7
15
TREINAMENTO
Programação
24 de julho a 11 de agosto
Local de treinamento
Riocentro - Pavilhão 5
Av. Salvador Allende nº 6.555
Barra da Tijuca
Distância da Vila Olímpica
4km
EQUIPE
Gerente de levantamento de peso
Pedro Meloni (BRA)
Gerente de serviços
Luis Leite (BRA)
339
Levantamento de peso Riocentro Pavilhão 2
LEGENDA
Documentos de referência
Luta
olímpica
TREINAMENTO
COMPETIÇÃO
Programação
24 de julho a 20 de agosto
Programação
14 a 21 de agosto
Local da competição
Arena Carioca 2
Av. Embaixador Abelardo Bueno, 3.401/40
Hall 2 - Barra da Tijuca
Capacidade de assentos
9.500
Local de treinamento
Parque dos Atletas
Av. Salvador Allende, s/n
Barra da Tijuca
Distância da Vila Olímpica
4km
EQUIPE
Distância da Vila Olímpica
6km
Gerente de luta olímpica
Gilles Tonoli (SUI)
Área de competição
A área de competição será composta
por uma plataforma que tem um piso de 0,8m
de altura com uma superfície de esponga
compressa. Na plataforma, haverá três tapetes
octogonais localizados um ao lado do outro; cada
um deles terá uma dimensão de 12m x 12m e um
círculo de combate com 9m de diâmetro.
A área de competição e todos os equipamentos
serão apresentados em conformidade com as
regras da UWW.
Gerente de serviços de de luta olímpica
Mariana Piculli (BRA)
Gerente de operações técnicas de luta olímpica
Flavio Neves (BRA)
Delegados técnicos
Stan Dziedzic (USA)
Tzeno Tzenov (BUL)
Atletas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
228
108
336*
* Este número inclui também 4 lugares - homens
ou mulheres - alocados ao país anfitrião e quatro
lugares para a comissão tripartite -homens ou
mulheres.
Eventos de medalhas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
12
6
18
341
Luta olímpica Arena Carioca 2
LEGENDA
Documentos de referência
Pentatlo
moderno COMPETIÇÃO
TREINAMENTO
Programação
18 a 20 de agosto
Programação
As instalações estarão abertas para treinamento
de 6 a 20 de agosto.
Locais de competição
Esgrima - Arena da Juventude
Natação - Centro Aquático de Deodoro
Equitação e evento combinado - Estádio de
Deodoro
As três instalações do pentatlo
moderno têm o mesmo endereço:
Estrada São Pedro de Alcântara, 2.020
Vila Militar - Deodoro
Capacidade de assentos
Arena da Juventude - 4,132
Centro Aquático de Deodoro - 2.143
Estádio de Deodoro - 15.584
Distância da Vila Olímpica
Máximo de 22km para os três locais
Área de competição
Arena da Juventude - composta por nove pistas e
uma pista de reserva. Há uma pista para esgrima
em uma plataforma. A área total de competição
mede 2.622m2
Centro Aquático de Deodoro - consiste de uma
piscina em área externa de 50m com 10 raias.
Durante os Jogos, apenas seis raias serão usadas.
A área de competição mede, no total, 2.652m2
Estádio de Deodoro - Haverá três áreas de
competição: uma para FBR, uma para equitação
e uma para o evento combinado. A área de
competição para FRB mede 144 m². A área de
competição para equitação mede 4.125m²,
enquanto a área de competição para o evento
combinado mede 11.088 m². A arena de equitação
está localizada dentro da área de competição do
evento combinado.
Atletas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
36
36
72
Eventos de medalhas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
1
1
2
Locais de treinamento
Centro Aquático de Deodoro
Estrada São Pedro de Alcântara, 2.020
Vila Militar - Deodoro
Centro de Instrução de Gericinó
Estrada São Pedro de Alcântara, 2.856 - Deodoro
Arena da Juventude
Estrada São Pedro de Alcântara, 2.020
Vila Militar, Deodoro
Distância da Vila Olímpica
Centro de Instrução de Gericinó - 20km
Centro Aquático de Deodoro - 20km
Arena da Juventude - 22km
EQUIPE
Gerente de pentatlo moderno
Celso Silva (BRA)
Gerente de serviços de pentatlo moderno
Ana Almeida (BRA)
Osmar Junior (BRA)
Majorie Enya (BRA)
Gerente de operações técnicas de pentatlo
moderno (equitação)
Milton Mosqueira (BRA)
Gerente de operações técnicas de pentatlo
moderno (combinado)
Clóvis Sasaqui (BRA)
Gerente de operações técnicas de pentatlo
moderno (esgrima)
Eduardo Lima (BRA)
Gerente de operações técnicas de pentatlo
moderno (natação)
Celso Sasaqui (BRA)
Delegados técnicos
Bondi Endre Kovats (ESP)
Bernhard Petruschinski (GER)
Corine Bouzou (FRA)
343
Pentatlo moderno Rodada BônusEvento combinado e esgrima Estádio de Deodoro
LEGENDA
Pentatlo moderno
Esgrima - Arena da
Juventude
LEGENDA
Pentatlo moderno
Natação - Centro
Aquático de Deodoro
LEGENDA
Documentos de referência
Remo COMPETIÇÃO
Programação
6 a 13 agosto; reserve o dia 14 de agosto
Local da competição
Estádio da Lagoa
Av. Borges de Medeiros nº 1.524 - Lagoa
Capacidade de assentos
7.000
Durante a competição, as equipes poderão
treinar na pista de remo na parte da manhã, das
6h30 até 15 minutos antes do início da primeira
corrida de cada dia, e após a competição do
dia, até as 17h30, exceto no período em que o
percurso será fechado para o treinamento de
canoagem. Este período será de 14h às 15h, de
6 a 9 de agosto e de 13h às 15h, dias 10 e 12 de
agosto.
Local de treinamento
Estádio da Lagoa
Av. Borges de Medeiros nº 1.524 - Lagoa
Distância da Vila Olímpica
33km
Área de competição
A área de competição para a regata no Estádio da
Lagoa é uma área balizada de 2.000m com oito
raias. Cada raia tem a largura de 13,5m. A área
de competição e todos os demais equipamentos
serão apresentados de acordo com as Regras da
FISA para regatas e os regulamentos ou estatutos
relativos a elas. As áreas de aquecimento e
recuperação (warm-up/cool-down) se localizam
ao norte da área balizada, e terão raias para
aquecimento e recuperação.
Atletas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
331
219
550
Eventos de medalhas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
8
6
14
Distância da Vila Olímpica
33km
EQUIPE
Gerente de remo
Colleen Orsmond (RSA)
Gerente de serviços de remo
Guilherme Barbosa (BRA)
Gerente de operações técnicas de remo
Gabriela Miranda (BRA)
Gerente de equipamentos e instalações de remo
Marco Dornsbach (BRA)
Delegados técnicos
Mike Tanner (HKG)
Svetla Otzetova (BUL)
TREINAMENTO
Programação
O local da competição estará diariamente
disponível para treinamentos das 6h30 às 18h30
de 24 de julho a 4 de agosto, período em que a
pista de remo estará aberta para a treinamentos
das 7h00 às 13h00, e novamente das 15h00 às
17h30. No dia 5 de agosto, dia da Cerimônia de
Abertura, o local fechará às 13h00.
347
Remo - Estádio da Lagoa
LEGENDA
Remo - Estádio da Lagoa
(visão geral)
LEGENDA
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
Rugby
EQUIPE
COMPETIÇÃO
Programação
6 a 11 de agosto
Gerente de Rugby
Santiago Ramallo (ARG)
Local da competição
Estádio de Deodoro
Estrada São Pedro de Alcântara, 2.020
Vila Militar - Deodoro
Gerente de serviços de Rugby
Marjorie Enya (BRA)
Capacidade de assentos
15.584
Delegados técnicos
Mark Egan (IRL)
Douglas Langley (GBR)
Distância da Vila Olímpica
19km
Área de competição
A área de competição, incluindo as áreas de
validação, mede 114m por 70.
Atletas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
144
144
288
Eventos de medalhas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
1
1
2
TREINAMENTO
Programação
Os três locais estarão abertos para treinamento
de 24 de julho a 11 de agosto.
Locais de treinamento
Centro de Educação Física Almirante Adalberto
Nunes (CEFAN)
Av. Brasil, nº 10.590 - Penha
Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
Av. Carlos Chagas Filho, 540
Cidade Universitária
Clube da Força Aérea
Rua Rachel de Queiroz s/n - Barra da Tijuca
Distância da Vila Olímpica
Centro de Educação Física Almirante Adalberto
Nunes (CEFAN) - 38km
Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) 32km
Clube da Força Aérea - 14km
350
Gerente de operações técnicas
Bernardo Costa Duarte (BRA)
Rugby - Estádio
de Deodoro
LEGENDA
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
Taekwondo
COMPETIÇÃO
Gerente de serviços de taekwondo
Matheus Gomes (BRA)
Programação
17 a 20 de agosto
Gerente de operações técnicas de taekwondo
Rogaciano Filho (BRA)
Local da competição
Arena Carioca 3
Av. Embaixador Abelardo Bueno, 3.401/40
Hall 3 - Barra da Tijuca
Capacidade de assentos
9.149
Distância da Vila Olímpica
6km
Área de Competição
A área de competição conterá uma quadra de
competição composta por uma área de disputa e
uma área de segurança. A área de competição
será um quadrado com tamanho não inferior a
10m x 10m e não superior a 12m x 12m. A área de
disputa em formato octogonal 8m x 8m ficará no
centro da área de competição. A área de competição
e todos os equipamentos serão apresentados em
conformidade com as regras da WTF.
Atletas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
64
64
128
Eventos de medalhas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
4
4
8
TREINAMENTO
Programação
24 de julho a 20 de agosto
Local de treinamento
Riocentro - Pavilhão 5
Av. Salvador Allende nº 6.555 - Barra da Tijuca
Distância da Vila Olímpica
4km
EQUIPE
Gerente de Taekwondo
Mark Kaufmann (USA)
352
Delegado técnico
Philippe Bouedo (FRA)
Taekwondo Arena Carioca 3
LEGENDA
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
Tênis
COMPETIÇÃO
EQUIPE
Programação
6 a 14 de agosto, reserve o dia 15 de agosto
Gerente de tênis
Luiz Gomes (BRA)
Local da competição
Centro Olímpico de Tênis
Av. Embaixador Abelardo Bueno, 3.401/110
Barra da Tijuca
Gerente de serviços de tênis
Igor Borges (BRA)
Capacidade de assentos
Quadra central - 9.165
Quadra 1 - 4.369
Quadra 2 - 2.559
Quadras 3 a 9 - 1.792 no total
Distância da Vila Olímpica
6km
Área de competição
No total, serão oferecidas 16 quadras (10 quadras
para partidas e 6 para treinos) em uma área
de nove hectares. Para partidas individuais, a
quadra mede 23,7m por 8,23m; para as partidas
de duplas, a quadra mede 23,7m por 10,97m.
Assentos e instalações temporários serão usados
para complementar a infraestrutura permanente
a fim de cumprir as exigências dos Jogos.
Atletas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
86
86
172
Eventos de medalhas
HOMENS
MULHERES
MISTO
TOTAL
2
2
1
5
TREINAMENTO
Programação
24 de julho a 14 de agosto
Local de treinamento
Centro Olímpico de Tênis
Av. Embaixador Abelardo Bueno, 3.401/110
Barra da Tijuca
Distância da Vila Olímpica
6km
354
Delegados técnicos
Alicia Masoni de Morea (ARG)
Barbara Smith (USA)
Tênis Centro Olímpico de Tênis
LEGENDA
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
Tênis de
mesa
COMPETIÇÃO
Distância da Vila Olímpica
4km
Programação
6 a 17 de agosto
EQUIPE
Local da competição
Riocentro - Pavilhão 3
Avenida Salvador Allende nº 6.555
Barra da Tijuca
Capacidade de assentos
Gerente de competição de tênis de mesa
Edimilson Pinheiro (BRA)
Gerente de serviços de tênis de mesa
Gabriel Taamy (BRA)
6.625
Distância da Vila Olímpica
4km
Área de competição
A área de competição terá uma, duas ou quatro
mesas, dependendo da fase da competição.
Cada mesa mede 2,74m por 1,525m e vai ficar
em uma plataforma horizontal 76cm acima do
piso. O campo de jogo e todos os equipamentos
serão apresentados em conformidade com as
leis do tênis de mesa, assim como outras regras
e regulamentos relevantes apresentados no
manual da ITTF.
Atletas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
86
86
172
Eventos de medalhas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
2
2
4
TREINAMENTO
Programação
24 de julho a 17 de agosto
Local de treinamento
Riocentro - Pavilhão 3
Avenida Salvador Allende nº 6.555
Barra da Tijuca
A instalação de treinamento será a mesma que
a instalação de competição e terá 16 mesas
disponíveis. A área de aquecimento também
ficará próxima à área de competição e terá oito
mesas.
356
Gerente de tênis de mesa
Carlos León (POR)
Gerente de operações técnicas de tênis de mesa
Mohamed Dawlatly (EGY)
Delegados técnicos
Graeme Ireland (AUS)
Richard Scruton (GBR)
Tênis de mesa Riocentro Pavilhão 3
LEGENDA
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
Tiro esportivo
COMPETIÇÃO
Programação
6 a 14 de agosto
Local da competição
Centro Olímpico de Tiro
Av. Brasil, 27.195, Campo de Instrução de Gericinó
Vila Militar - Deodoro
Capacidade de assentos
Linha de 10 m - 610
Linha de 25 m - 430
Linha de 50 m - 730
Preliminares com carabina linha B - 530
Preliminares com carabina linha C - 530
Preliminares com carabina linha A/Finais com
carabina - 2.050
Salão de finais com rifle/pistola - 2.000
Distância da Vila Olímpica
20km
Área de competição
A instalação de competição terá as
seguintes áreas de competição:
•uma linha qualificatória para
rifle/pistola para eventos de
10m, com 60 pontos de queima
•uma linha qualificatória para
rifle/pistola para eventos de
50m, com 60 pontos de queima
•uma linha qualificatória para
rifle para eventos de 25m, com
40 pontos de queima
•um salão para as finais de
rifle/pistola
•três linhas de carabina,
incluindo uma linha para as finais
Todas as áreas de competição
e todos os equipamentos serão
apresentados em conformidade com
as regras e regulamentos da ISSF.
358
Atletas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
219
147
366*
*Os 24 lugares restantes serão alocados pela Comissão
Tripartite, de acordo com uma divisão por gênero não
predeterminada.
Eventos de medalhas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
9
6
15
TREINAMENTO
Programação
25 de julho a 4 de agosto
Local de treinamento
Centro Olímpico de Tiro
Av. Brasil, 27.195, Campo de Instrução de Gericinó
Vila Militar - Deodoro
Distância da Vila Olímpica
20km
EQUIPE
Gerente de tiro esportivo
Ericson Rodrigues Andreatta (BRA)
Gerente de competição de tiro esportivo
Luiz Oliveira (BRA)
Gerente de operações técnicas
Jose Marinho (BRA)
Gerente de serviços de tiro esportivo
Flavio Pinto (BRA)
Delegados técnicos
Gary Anderson (USA) - Rifle e pistola
Medhat M Wahdan (EGY) - Carabina
Tiro esportivo Centro Olímpico de Tiro
LEGENDA
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
Tiro com arco Gerente de operações técnicas de tiro com arco
Paulo Casado (BRA)
COMPETIÇÃO
Programação
5 a 12 de agosto
Local da competição
Sambódromo
Av. Marquês de Sapucaí - Cidade Nova
Capacidade de assentos estimada
3.808
Distância da Vila Olímpica
36km
Área de competição
A área de competição para as rodadas
classificatórias contém 22 alvos. A área de
competição para as rodadas eliminatórias
contém 2 alvos. Os alvos e todos os demais
equipamentos serão apresentados de acordo
com a constituição e regras da WA. A distância
entre o arqueiro e o alvo é de 70 metros.
Atletas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
64
64
128
Eventos de medalhas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
2
2
4
TREINAMENTO
Programação
24 de julho a 12 de agosto
Local de treinamento
Sambódromo
Av. Marquês de Sapucaí - Cidade Nova
Distância da Vila Olímpica
36km
EQUIPE
Gerente de tiro com arco
Luiz Eduardo Almeida (BRA)
Gerente de serviços de tiro com arco
A definir
360
Delegado técnico
Juan-Carlos Holgado (ESP)
Delegado técnico assistente
Gregory James Easton (USA)
Tiro com arco Sambódromo
LEGENDA
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
Triatlo
TREINAMENTO
COMPETIÇÃO
Programação
18 e 20 de agosto
Local da competição
Forte de Copacabana
Praça Coronel Eugênio Franco nº 1,
Posto 6 - Copacabana
Locais de treinamento
Clube da Força Aérea
Rua Rachel de Queiroz, s/n - Barra da Tijuca
Capacidade de assentos
3.000
Parque dos Atletas
Av. Salvador Allende, s/n - Barra da Tijuca
Distância da Vila Olímpica
34km
Centro Aquático de Deodoro
Estrada São Pedro de Alcântara, 2.020
Vila Militar, Deodoro
Área de competição
A competição de triatlo será realizada
em Copacabana, começando e
terminando na praia. O evento será
composto de:
•Natação: uma volta (ou 1500m) na praia de
Copacabana.
•Ciclismo: oito voltas em um percurso de
ciclismo de 4,8km (distância total: 38,5km)
que inclui um curto trecho da Avenida
Atlântica, virando na rua Djalma Ulrich,
subindo a Rua Prof. Gastão Bahiana,
atravessando rapidamente a Av. Epitácio
Pessoa, subindo a Av. Henrique Dodsworth,
Rua Miguel Lemos e retornando à Avenida
Atlântica para o segmento mais longo.
•Corrida: quatro voltas em um percurso de
corrida de 2,5km (distância total: 10km) ao
longo da praia, na Avenida Atlântica.
A área de competição e todos os equipamentos
serão apresentadas de acordo com as regras de
competição da ITU.
Atletas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
55
55
110
Eventos de medalhas
362
Programação
As instalações estarão abertas para treinamento
de 5 a 19 de agosto.
HOMENS
MULHERES
TOTAL
1
1
2
Pontal
Praça Tim Maia, Av. Lúcio Costa - Recreio
Distância da Vila Olímpica
Clube da Força Aérea - 14km
Parque dos Atletas - 4km
Centro Aquático de Deodoro - 20km
Pontal - 9km
EQUIPE
Gerente de triatlo
Rychard Hryniewicz Junior (BRA)
Gerente de serviços de triatlo
Thalles Laranjo (BRA)
Gerente de operações técnicas de triatlo
Paulo Santos (BRA)
Delegados técnicos
Juliet Fahey (NZL)
Enrique Quesada (ESP)
Triatlo Forte de Copacabana
LEGENDA
Triatlo Forte de Copacabana
LEGENDA
Partidas
Vela
COMPETIÇÃO
Programação
8 a 18 de agosto, reserve o dia 19 de agosto
Local da competição
Marina da Glória
Av. Infante D. Henrique s/ nº
Aterro do Flamengo
Gerente de operações técnicas de vela
Nelson Falcão (BRA)
Gerente de área de competição
Ricardo Navarro (BRA)
Delegados técnicos
Scott Perry (URU)
Alastair Fox (GBR)
Capacidade de assentos
3.500
Distância da Vila Olímpica
43km
Área de Competição
A área de competição terá até sete percursos de
corrida, quatro localizados na Baía de Guanabara
e três em águas circundantes fora da baía. A área
de competição e todos os equipamentos serão
apresentados em conformidade com as regras e
regulamentos da World Sailing.
Atletas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
217
163
380
Eventos de medalhas
HOMENS
MULHERES
MISTO
TOTAL
5
4
1
10
TREINAMENTO
Programação
24 de julho a 17 de agosto
Local de treinamento
Marina da GlóriaAv. Infante D. Henrique s/ nº
Aterro do Flamengo
Distância da Vila Olímpica
43km
EQUIPE
Gerente de vela
Walter Böddener (BRA)
Gerente de serviços de vela
Fernanda Hoffmann (BRA)
365
Vela - Marina da Glória
LEGENDA
Documentos de referência
Voleibol
COMPETIÇÃO
Programação
6 a 21 de agosto
Local de competição
MaracanãzinhoRua Professor Eurico Rabelo,
Portão 20 - Tijuca
Capacidade de assentos
11.454
Distância da Vila Olímpica
37km
Área de competição
O local terá uma quadra de competição A área
de jogo compreende a quadra principal, medindo
18m x 9m e a zona livre, que medirá um mínimo
de 5m a contar das linhas laterais e 6,5m a
contar das linhas de fundo. Todos os demais
equipamentos serão apresentados de acordo
com as Regras do Jogo da FIVB.
Atletas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
144
144
288
Eventos de medalhas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
1
1
2
TREINAMENTO
Universidade da Força Aérea (UNIFA)
Av. Marechal Fontenelle, 2.000
Campo dos Afonsos
A instalação terá duas quadras disponíveis.
Clube da Força Aérea
Rua Rachel de Queiroz s/n
Barra da Tijuca
A instalação terá uma quadra disponível.
Distância da Vila Olímpica
Clube da Força Aérea - 14km
Universidade da Força Aérea (UNIFA) - 17km
Centro de Educação Física Almirante Adalberto
Nunes (CEFAN) - 38km
EQUIPE
Gerente de vôlei
Giovane Gávio (BRA)
Gerente de vôlei de quadra
Cristiana Figueira (BRA)
Gerente de serviços de vôlei
Julia Costa (BRA)
Gerente de operações técnicas de vôlei
Mauricio Abrunhosa (BRA)
Delegados técnicos
Cristobal Marte Hoffiz (DOM)
Programação
As três instalações estarão abertas para
treinamento de 24 de julho a 21 de agosto.
Locais de treinamento
Centro de Educação Física Almirante Adalberto
Nunes (CEFAN)
Av. Brasil, nº 10.590 - Penha
A instalação terá uma quadra disponível para
treinamento.
367
Voleibol Maracanãzinho
LEGENDA
Documentos de referência
Vôlei de
praia TREINAMENTO
COMPETIÇÃO
Programação
24 de julho a 18 de agosto
Programação
6 a 18 de agosto
Local da competição
Arena do Vôlei de Praia
Av. Atlântica, próximo à Avenida Princesa Isabel
- Copacabana
Capacidade de assentos
11.892
Local de treinamento
Arena de Vôlei de Praia
Av. Atlântica, próximo à Avenida Princesa Isabel
Copacabana
Distância da Vila Olímpica
37km
EQUIPE
Gerente geral de voleibol
Giovane Gávio (BRA)
Distância da Vila Olímpica
37km
Área de competição
A competição de vôlei de praia terá uma quadra
de competição e duas quadras de aquecimento
ao lado da quadra de competição. A área de jogo
da quadra de competição inclui a quadra de
jogo, que mede 16m por 8m, e a zona livre,
que medirá no mínimo 5m e no máximo 6m a
partir das linhas de fundo e laterais. A quadra
de competição e todos os equipamentos
serão apresentados em conformidade com
as regras oficiais de vôlei de praia da FIVB;
todas as instalações serão apresentadas em
conformidade com as exigências de instalações
da FIVB para os Jogos Olímpicos.
Gerente de vôlei de praia
Fernando Marques (BRA)
Gerentes de serviços do vôlei de praia
A definir
Gerente de operações técnicas do vôlei de praia
Paulo de Tarso (BRA)
Delegados técnicos
Vicente Araujo (POR)
As quadras de aquecimento serão equipadas nas
mesmas condições que a quadra de competição
e terão iluminação artificial, com um mínimo de
1.500 lux medidos a 1m da areia.
Atletas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
48
48
96
Eventos de medalhas
HOMENS
MULHERES
TOTAL
1
1
2
369
Vôlei de praia Arena de Vôlei de praia
LEGENDA
Documentos de referência
21.6 GLOSSÁRIO DOS MAPAS
Accessible toilets
Sanitários acessíveis
Aid station
Posto de socorros
Ambulance
Ambulância
Appeal and jury
Recursos e júri
Armoury
Arsenal
Athletes’ ambulance
Ambulância dos atletas
Athletes’ boat park
Parque de barco dos atletas
Athletes’ briefing area
Área de reunião dos atletas
Athletes’ change room
Vestiário dos atletas
Athletes’ container park
Parque de contêiner dos atletas
Athletes’ dining
Refeitório dos atletas
Athletes’ load zone
Zona de embarque dos atletas
Athletes’ lounge
Lounge dos atletas
Athletes’ medical post
Serviços médicos para atletas
Athletes’/Olympic Family seating
Tribuna dos atletas e da família olímpica
Athletes’ seating
Tribuna dos atletas
Athletes’ toilets
Sanitários dos atletas
Athletes’ training area
Área de treino dos atletas
Ball keepers’ change room
Vestiário dos boleiros
Ball selection area
Área de seleção de bolas
Bike repair
Conserto de bicicletas
Bike storage
Armazenamento de bicicletas
Bike wash
Lavagem de bicicletas
Boat circulation
Circulação de barco
Boat control
Controle de barco
Boat house area
Hangar para embarcações
Boat racks
Estantes para barcos
Boat repair
Reparo de barcos
Boat storage
Armazenamento de barcos
BRT - Transolímpica
BRT - Transolímpica
Buoy
Bóia
Call room
Sala de ligações
Ceremony pontoon
Pontão de cerimônias
Clubhouse
Club house
Coaches’ area
Área de treinadores
371
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
372
Combined event rest area
Área de descanso de provas combinadas
Competition management
Gerência da competição
Competition venues
Instalações de competição
Compost area
Área de compostagem
Compounds
Operações
Cool-down area
Área de recuperação
Course
Percurso
Cycling
Ciclismo
Cycling/running
Ciclismo/corrida
Doping control
Controle de anti-doping
Drying area
Área de secagem
Dryland warm-up area
Área de aquecimento fora da piscina
Equipment control
Controle de equipamento esportivo
Equipment repair
Conserto de equipamentos
Equipment storage
Armazenamento de equipamentos
Equipment storage/motor boat drivers’ tent
Armazenamento de equipamentos/tenda
de condutores de barcos a motor
Ergometers
Ergômetros
Farrier
Ferrador
Field of play
Área de competição
Final call room
Sala de última chamada
Finish
Chegada
Finish tower
Torre de chegada
First call room
Sala de primeira chamada
Floating deck
Deck flutuante
FOP medical area
Zona médica da área de competição
Gallop track
Pista de galopagem
Green room
Sala verde
Grooms’ accommodation
Alojamento dos tratadores
Gym
Academia
Half marathon
Meia maratona
Horse cooling area
Área de recuperação dos cavalos
Horse doping control
Controle anti-doping dos cavalos
Horse equipment
Equipamento de cavalos
Horse inspection
Inspeção de cavalos
Ice machine
Máquina de gelo
IF lounge
Lounge da FI
Documentos de referência
IF meeting room
Sala de reunião da FI
IF work area
Sala de trabalho da FI
ITO change room
Vestiario dos ITO
ITO lounge
Lounge dos ITO
ITO lounge/work area
Lounge/área de trabalho dos ITO
ITO meeting room
Sala de conferência dos ITO
ITO work area
Área de trabalho dos ITO
ITO/NTO change room
Vestiário dos ITO/NTO
ITO/NTO load zone
Zona de embarque dos ITO/NTO
ITO/NTO lounge
Lounge dos ITO/NTO
ITO/NTO meeting room
Sala de conferência dos ITO/NTO
ITO/NTO wet change room
Vestiário dos ITO/NTO com chuveiro
Judges
Árbitros
Kiss and cry
Kiss and cry
Kit check area
Área de controle de equipamentos
Last warm-up area
Última área de aquecimento
Launch pontoon
Pontão de lançamento
Launch ramp
Rampa de lançamento
Lift
Elevador
Load zone entrance/exit
Zona de embarque entrada/saída
Long throws warm-up area
Área de aquecimento de lançamentos de longa distância
Marathon
Maratona
Massage area
Área de massagem
Measurement area
Zona de medição
Medical post
Serviços médicos
Meeting room
Sala de conferência
Mixed zone
Zona mista
Neutral service
Serviço neutro
NTO lounge
Lounge dos NTO
Official weigh-in
Pesagem oficial
Olympic Family load zone
Zona de embarque da família olímpica
Olympic Family lounge
Lounge da Família Olímpica
Olympic Family seating
Tribuna da Família Olímpica
Olympic Family toilets
Sanitários da Família Olímpica
On-venue results
Resultados on venue
Operational pier
Píer operacional
Operational pontoon
Pontão operacional
373
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
374
Other sport parking area
Estacionamento para outros esportes
Parking
Estacionamento
Penalty box
Área de penalidade
Physiotherapy
Fisioterapia
Pitch 1
Campo 1
Pitch 2
Campo 2
Podium
Pódio
Pre warm-up area
Área de pré-aquecimento
Press conference room
Sala de coletivas de imprensa
Race control room
Sala de controle de corrida
Racket control room
Área de inspeção de raquetes
Railway line
Linha ferroviária
Railway station
Estação ferroviária
Referees’ meeting room
Sala de reunião dos juízes
Rest area
Área de descanso
Riding judges’ cabin
Área dos juízes equestres
Rowing athletes’ circulation
Circulação dos atletas de remo
Sauna
Sauna
Secure perimeter
Perímetro de segurança
Sewing room
Sala de costura
Sport control room
Sala de controle do esporte
Sport information
Informações esportivas
Stables
Estábulos
Stairs
Escada
Stairs/ramp
Escadas/rampas
Start
Largada
Start/finish
Largada/chegada
Stringers’ area
Área de encordoadores
Support building
Prédio de apoio
Swimming
Natação
Team area
Área das equipes
Team cabins
Cabines das equipes
Team leader meeting room
Sala de conferência dos líderes de equipe
Team tents
Tendas de equipes
Tech table
Mesa técnica
Technical committee room
Sala do comitê técnico
Documentos de referência
Technical delegates
Delegados técnicos
Timing and scoring
Cronometragem e pontuação
Toilets
Sanitários
Tournament control referees
Árbitros de controle da competição
Training area
Área de treinamento
Training course
Área de treinamento
Training courts
Quadras de treinamento
Training management
Gerência de treinamento
Training pontoon
Pontão de treinamento
Transition deck/field of play
Área de transição/área de competição
Underpass
Passagem subterrânea
Unofficial weigh-in
Pesagem não-oficial
Veterinary clinic
Clínica veterinária
Video analysis
Análise de vídeos
Video control
Controle de imagem
Warm-up area
Área de aquecimento
Weapon control room
Sala de controle de armas
Wireless set-up room
Sala de programação de dispositivos elétricos sem fio
375
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
21.7 LINKS RÁPIDOS
RELAÇÕES COM OS CONS
• Contatos regionais para Relações com os CONs
CASAS DE HOSPITALIDADE
• Diretrizes sobre a Casa de Hospitalidade
CERIMÔNIAS
• Ordem de protocolo para a Parada dos Atletas na Cerimonia de Abertura
CREDENCIAMENTO
• Guia do COI para credenciamento nos Jogos Olímpicos - Especificações Detalhadas
ESPORTE
• Programação das Competições - diárias, por evento e programação das sessões
• Lista de equipamentos esportivos
• Manual de Inscrições Esportivas Rio 2016
FINANÇAS
• Guia de Finanças dos CONs/CPN para operações no Brasil
• Política de Ajudas Financeiras
IMPRENSA
• Diretrizes de Mídia Digital Social do COI para os Jogos Olímpicos Rio 2016
• Regras de Acesso a Notícias do COI para os Jogos Olímpicos Rio 2016
LOGÍSTICA
• Guia para Entregas nas Instalações
• Manual de Alfândega e Transporte de Carga e anexos para os Barcos, Transporte de
Equinos, Armas de Fogo e Munições
MARCA
• Diretrizes do COI sobre Identificações Autorizadas
• Diretrizes para a marca Rio 2016
TRANSPORTE
• Lista de Destinos T3
• Rede de Rotas Olímpicas
376
21.8 INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE O BRASIL E O RIO
Partidas
INFORMAÇÕES ADICIONAIS
População: 201 milhões
Idioma oficial: Português
Capital: Brasília
Moeda: Real/reais (plural)
Código de chamada do país: +55
Horário: GMT-2 a -4 horas (dependendo da região e
do horário de verão)
Área: 8.456.510 km²
377
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
FUSOS HORÁRIOS NO BRASIL
FUSOS HORÁRIOS
Existem três fusos horários principais no Brasil, variando de GMT menos duas a menos quatro
horas, dependendo da região. O horário é determinado em nível estadual.
Horário de Brasília e horário de verão
Na maior parte do Brasil visitada por turistas estrangeiros, o horário é o horário de Brasília
(BRT), que fica três horas atrás do horário de Greenwich (GMT-3). Este é o caso, por exemplo,
do Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília e Minas Gerais.
O horário de verão de Brasília (BRST) está duas horas atrás do horário de Greenwich (GMT-2).
Este é o caso, por exemplo, de Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília, Bahia e Minas Gerais.
Horário da Amazônia e horário de verão da Amazônia
No Brasil, o horário da Amazônia (AMT) é usado pelos estados ocidentais e é GMT-4.
O horário de verão da Amazônia (AMST) é GMT-3 e é usado apenas no Mato Grosso e no Mato
Grosso do Sul. Os demais estados permanecem no horário oficial durante todo o ano.
Horário do Arquipélago de Fernando de Noronha
O horário oficial do Arquipélago de Fernando de Noronha é GMT-2. Ele não adota o horário de
verão
378
Partidas
DIVERSIDADE, SUSTENTABILIDADE E
INCLUSÃO
.
DIVERSIDADE E INCLUSÃO
O Brasil e o Rio de Janeiro têm uma população extremamente diversificada, com uma
história de imigração vinda dos quatro cantos do mundo. Os Jogos Olímpicos Rio 2016 dão
as boas-vindas e respeitam a participação de cada indivíduo, com o objetivo de difundir o
espírito da diversidade e da inclusão. As políticas do Comitê Rio 2016 estão integradas com
a Constituição brasileira, que proíbe todas as formas de discriminação, incluindo de idade,
cidadania, cor, deficiência, estado civil, origem, filiação política, raça, religião ou sexo.
DESENVOLVIMENTO E LEGADO
Os Jogos Olímpicos Rio 2016 têm sido um catalisador para mudanças no Rio de Janeiro e no
Brasil. Estão deixando uma transformação positiva e um legado duradouro, não apenas em
termos de esporte, mas também para a sociedade, a economia, a infraestrutura urbana e o
meio ambiente.
SUSTENTABILIDADE
Os Jogos Olímpicos Rio 2016 prometem ser sustentáveis. A Vila Olímpica recebeu o
certificado LEED (Leadership in Energy & Environmental Design) de prédios ecologicamente
sustentáveis, uma das mais importantes normas mundiais de sustentabilidade. É o primeiro
bairro sustentável da América Latina.
Mais informações podem ser encontradas no Rio Exchange.
379
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
INFORMAÇÕES CLIMÁTICAS POR
REGIÃO DA INSTALAÇÃO
O Rio de Janeiro, como um todo, é beneficiado por um clima ameno a quente durante o mês de
agosto.
COPACABANA
Com base nas estatísticas dos últimos anos, as equipes
podem esperar temperaturas altas médias diárias de
cerca de 21-22°C (70-72°F) na região de Copacabana. Em
média, a umidade relativa do ar varia de um mínimo de
cerca de 60% a um máximo de cerca de 80% durante
esse período. A precipitação média é de 76 milímetros e
os ventos do sudoeste e do sudeste são predominantes.
MARACANÃ
Com base nas estatísticas dos últimos anos, as equipes
podem esperar temperaturas altas médias diárias de
cerca de 23-24°C (73-75°F) na região do Maracanã. Em
média, a umidade relativa do ar varia de um mínimo
de cerca de 70% a um máximo de cerca de 80%
durante esse período. A precipitação média mensal
durante o mês de agosto é de 68 milímetros; o vento
predominante é o norte-nordeste.
380
Partidas
DEODORO
Com base nas estatísticas dos últimos anos, as equipes
podem esperar temperaturas altas médias diárias de
cerca de 22-23°C (72-73°F) na região de Deodoro. Em
média, a umidade relativa do ar varia de um mínimo
de cerca de 70% a um máximo de cerca de 80%
durante esse período. A precipitação média mensal
durante o mês de agosto é de 51 milímetros; os ventos
predominantes são o sudeste e o nordeste.
BARRA
Com base nas estatísticas dos últimos anos, as equipes
podem esperar temperaturas altas médias diárias
de cerca de 22-23°C (72-73°F) na região da Barra da
Tijuca. Em média, a umidade relativa do ar varia de um
mínimo de cerca de 60% a um máximo de cerca de 80%
durante esse período. A precipitação média mensal
durante o mês de agosto é de 68 milímetros; os ventos
predominantes são o sudoeste e o sudeste.
381
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
21.9 GLOSSÁRIO
382
AAA
Acordo de Alocação de Acomodação
ADS
Sistema de Chegadas e Partidas
ADAMS
Sistema de Gestão e Administração Antidoping
AFF
Programa para Familiares e Amigos dos Atletas
ANAC
Agência Nacional de Aviação Civil
ANATEL
Agência Nacional de Telecomunicações
ANOC
Associação de Comitês Olímpicos Nacionais
ATO
Oficial Adicional de Equipe
ATR
Revendedor Autorizado de Ingressos
BRT
Bus Rapid Transit (ônibus de trânsito rápido)
BV1
Vila da Barra 1
CAS
Corte de Arbitragem Desportiva
CATV
TV a cabo
CCTV
Circuito fechado de televisão
CDM
Chefe de Missão
CEFAN
Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes
(instalação de treinamento no Games-time)
CEP
Código de Endereçamento Postal
CFZ
Centro de Futebol Zico
CGH
Aeroporto Doméstico de Congonhas
CLIP
Apresentação de Identificador de Chamadas
CLIR
Restrição de Identificador de Chamadas
COB
Comitê Olímpico Brasileiro
CONAMA
Conselho Nacional do Meio Ambiente
CMO
Diretor Médico do CON
CNPJ
Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica
COI
Comitê Olímpico Internacional
CON
Comitê Olímpico Nacional
CPF
Cadastro de Pessoas Físicas
CPN
Comitê Paralímpico Nacional
CTP
Portal de Ingressos para Clientes
CTVP
Passes para Instalação de Treinamento e Competição
DAV
Vila de Acomodações de Deodoro
DCC
Centro de Coordenação de Dignitários
DCO
Agente de Controle de Doping
Documentos de referência
DDA
Atletas Espectadores de Diferentes Disciplinas
DRM
Reunião de Registro de Delegação
DUA
Documento Único de Autorizações
ECR
Sistema de Credenciamento Eletrônico
e-DBV
Declaração eletrônica de bens de viajante
e-LAR
Ferramenta eletrônica para substituição de atletas de última hora
ENR
Emissora não titular de direitos
EQC
Centro Olímpico de Hipismo
FF&E
Mobiliários e equipamentos
FIFA
Federação Internacional de Futebol
FMT
Siga Seu Time
FoP
Área de competição (Field of Play)
GIG
Aeroporto Internacional Tom Jobim
GMT
Hora Média de Greenwich
GPS
Sistema de navegação por satélite
GRA
Acomodação dos Tratadores
GUP
Sistema de Passes para Convidados
IBC
Centro Internacional de Transmissão
IF
Federação Internacional
I&I
Inspeção e Inventário
IDP
Programa de Dignitário Internacional
ITO
Oficial de Equipe Internacional
IVTS
Sistema de Transporte Interno da Vila
KCC
Centro de Venda de Ingressos para Clientes Importantes
LAR
Substituição de Atletas de Última Hora
LEED
Certificação Internacional Leadership in Energy and Environmental Design
L&D
Perdas e Danos
MAPA
Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento
Maracanã precinct
Precinto do Maracanã: Estádio do Maracanã e Maracanãzinho
Mercosul
Mercado Comum do Sul (Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia,
Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela)
MDS
Calendário Master de Entregas
MPC
Centro Principal de Imprensa
MSS
Ponto de Controle de Materiais
MTA
Área de Transferência de Material
MTM
Terminal de Transporte de Imprensa
NADO
Organização Nacional Antidoping
NF
Federação Nacional
383
MANUAL DOS CHEFES DE MISSÃO DOS CONS
384
OBS
Serviço de transmissão olímpica
OFA
Assistente da Família Olímpica
OFH
Hotel da Família Olímpica
OIAC
Cartão de Identidade e Credenciamento Olímpico
OLV
Vila Olímpica
OMS
Organização Mundial da Saúde
ONS
Serviço de notícias olímpicas
ORN
Rede de rotas olímpicas
OVP
Vídeo Player Olímpico
PE
Eventos prime
PGTC
Locais de Treinamento Pré-Jogos
Pre-DRM
Pré-Reunião de Registro de Delegação
PSA
Área de controle de pedestre
PVC
Credencial provisória
RADO
Organização Regional Antidoping
RCI
Check-In Remoto
REORN
Rede de rotas olímpicas para eventos de estrada
RFT
Requerimento de Transporte
RG
Registro Geral
RM
Ressonância Magnética
SDA
Atleta Espectador da Mesma Disciplina
SDU
Aeroporto Doméstico Santos Dumont
SEQ
Sistema online de Inscrições Esportivas
SESGE
Secretaria Extraordinária de Segurança em Grandes Eventos
SIC
Centro de Informação Esportiva
SID
Mesa de Informações Esportivas
SUV
Veículo utilitário esportivo
SVR
Sala de Observação de Esporte
T1
2 veículos dedicados e 2 motoristas para o Presidente e o SecretárioGeral do CON (CONs com mais de 50 atletas)
T2
1 veículo dedicado e 1 motorista para serem divididos pelo Presidente
e o Secretário-Geral do CON (CONs com 49 atletas ou menos)
T3
Sistema de transporte de clientes dos Jogos (serviço estilo táxi que pode
ser usado por delegados com o código "T3" em suas credenciais para se
deslocarem entre as instalações na lista oficial de destinos T3)
TA
Sistema de Transporte para Atletas
TDSSA
Documento Técnico da WADA para Análises Esportivas Específicas
TLO
Oficial de Ligação da Equipe
TM
Sistema de Transporte para a Imprensa
Documentos de referência
TSA
Acordo de Vendas de Ingressos
TUE
Isenção para Uso Terapêutico
TUEC
Comitê de TUE do COI
TVP
Passe para Instalações de Treinamento
TWC
Cerimônia de boas-vindas da equipe
UAC
Centro de Credenciamento e Uniformes
UFRJ
Universidade Federal do Rio de Janeiro (instalação de treinamento no Games-time)
UNIFA
Universidade da Força Aérea (instalação de treinamento no Games-time)
VAPP
Permissão de acesso e estacionamento de veículo
VAO
Escritório de Credenciamento de Instalação
VLM
Gerente de Logística da Instalação/Vila Olímpica
VLT
Veículo Leve sobre Trilhos
VMC
Centro de Mídia da Instalação
VPC
Ponto de verificação de permissão de veículos
VSA
Área de inspeção de veículos
VSCC
Controle e Comando de Segurança da Instalação
WADA
Agência Mundial Antidoping
385
PATROCINADORES OLÍMPICOS MUNDIAIS
PATROCINADORES OFICIAIS
APOIADORES OFICIAIS
FORNECEDORES OFICIAIS
FORNECEDOR
PARCEIROS GOVERNAMENTAIS
4.2016
A reprodução, sob qualquer forma, deste documento é terminantemente
proibida, salvo mediante a prévia e expressa (por escrito) autorização
do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016.
Eventuais autorizações para reprodução deverão ser solicitadas,
por via eletrônica, para o endereço [email protected]
Partidas
Comitê Organizador dos
Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016
rio2016.com
387