efeito das análises químicas e mineralógicas da calcita, para uso

Сomentários

Transcrição

efeito das análises químicas e mineralógicas da calcita, para uso
0
Congresso Químico do Brasil (1 CQB)
EFEITO DAS ANÁLISES QUÍMICAS E MINERALÓGICAS DA CALCITA,
PARA USO INDUSTRIAL.
*Erik Ermano Pereira da Silva (IC), Marcelo Marques de Fontes (IC), Lina Patrícia G. da Silva
(PG), Jakeline Raiane D. dos santos (IC), Maria de Fátima Nascimento (PQ).
[email protected]
Universidade Estadual da Paraíba- UEPB
Rua: Baraúnas, 351 - Bairro Universitário - Campina Grande-PB, CEP 58429-500
RESUMO
Os minerais ocupam na técnica moderna um lugar destacado. Dada a sua
importância econômica e industrial, nota-se, atualmente, uma intensificação dos
trabalhos racionais de exploração das reservas minerais. Suas propriedades físicas
resultam da sua composição química e das suas características estruturais. As
propriedades físicas mais óbvias e mais facilmente comparáveis são as mais
utilizadas na identificação de um mineral. A Calcita, objeto de nosso estudo envolve
na sua determinação, técnicas utilizadas, métodos e cálculos, podendo-se avaliar a
importância de seu controle analítico. Este trabalho consistiu em analisar a calcita,
química e mineralogicamente, podendo-se desta forma, ter diversas aplicações.
Palavras Chave: Calcita, carbonato de cálcio, rochas ígneas.
Introdução
A tecnologia de produção do Carbonato
importante de arenitos calcáreos. A
de Cálcio contribui muito para o aumento
estrutura assumida por um carbonato
de
diversos
depende amplamente do raio do cátion,
segmentos da indústria. Os carbonatos
com os íons menores entrando na
são caracterizados pela presença do
estrutura romboédrica e os maiores na
radical CO3 em suas estruturas. A calcita
ortorrômbica. Sendo isoestruturais todos
é um mineral de ganga que assume um
os membros do grupo calcita, é possível
papel importante na mineração brasileira
a substituição dos cátions metálicos,
a medida que minérios não alterados são
dentro de limites impostos por seus
sua
aplicabilidade
2
minerados .
ocorrer
como
tamanhos relativos. Nestas condições, o
em
rochas
ferro ferroso (RA= 0,74 A), o manganês
sedimentares, à calcita pode ocorrer
bivalente (RA = 0,80 A) e o magnésio
também em rochas ígneas, como mineral
(RA = 0,66A ) substituem - se todos entre
secundário além de ser um constituinte
si, produzindo substâncias intermediárias
mineral
Além
de
em
predominante
0
Congresso Químico do Brasil (1 CQB)
entre os compostos puros, a siderita,
no Departamento de Química do Centro
rodocrosita e a magnesita, e cujas
de
propriedades
Universidade Estadual da Paraíba.
físicas
variam,
Ciências
e
Tecnologia
da
proporcionalmente, às quantidades dos
três íons. A calcita é um mineral de
grande importância sendo empregado na
fabricação de cimentos e cal para
argamassas, nas indústrias de papel,
tintas,
cerâmicas,
como fundente
e
fluxante na indústria siderúrgica e na
Para
determinação
da
composição
química da amostra foi quantificada os
seguintes elementos: CaO,
MgO ,
Fe2O3, Al2O3, PR, SiO2, RI, Na2O e K2O
por métodos instrumentais de análises:
Absorção Atômica, Fotometria de Chama
Complexiometria e gravimetria.
agricultura para corrigir a acidez do solo
e na fabricação de vidros. O presente
trabalho teve como objetivo o estudo da
composição química e mineralógica da
Quantificação de ferro e alumínio
Os elementos Ferro e Alumínio foram
quantificados por absorção atômica com
calcita, para aplicação industrial.
chama de acetileno, no Laboratório de
Síntese de Compostos Inorgânicos da
UFCG.
Quantificação de cálcio e magnésio
Cálcio e Magnésio foram determinados
por métodos complexiométricos.
Quantificação de sódio e potássio por
Figura 1. – Fotografias mostrando em
fotometria
de
chama,
utilizando
(A), mineral calcita, em (B) estrutura
equipamento
cristalina.
spectrophotometer.
FONTE: MINERALES, 2010
insolúvel e Umidade, foram feitos pelo
Metertek
o
SP-850
Sílica,
Resíduo
método gravimétrico.
Metodologia
As amostras passaram por um processo
de
fragmentação,
pulverização
e
Resultados e Discussão
De acordo com os resultados obtidos,
classificação, para obtenção do material
constatou-se
que
a
soma
com granulometria de 200# (mesh). Após
percentuais dos constituintes da calcita,
redução, foram feitas análises químicas
resultou em aproximadamente 100%,
para determinação de sua composição
significando este resultado, que a calcita
química. As análises foram realizadas no
é de boa qualidade, podendo ter diversas
Laboratório de Tratamento de Minérios
aplicações.
da UFCG e as análises físico-químicas,
resultados experimentais com os valores
Comparando-se
dos
os
0
Congresso Químico do Brasil (1 CQB)
literários,verificamos que o procedimento
utilizado na obtenção dessas medidas
são
métodos
que
não
afetam
às
informações didáticas.
Conclusões
Os resultados da análise físico-química
por via úmida, mostraram que os teores
dos elementos principais da composição
da
calcita
encontram-se
atribuídos,
dentre
Tabela 1. Determinação das Análises
valores
exigida
químicas realizadas.
segmentos específicos da indústria.
os
por
Agradecimentos
Amostras
A
B
C
Ao departamento de química da UEPB e
PR (Perda ao Rubo)
RI (ResíduoInsoluvel)
UFCG/LAM,
42,24
43,02
38,62
0,32
0,36
4,32
Laboratório
de
Analises
minéais.
Referências
___________________________________
SiO2 (Óxido de Silício)
FeO3 (Óxido de Ferro)
0,48
0,22
5,80
0,08
0,08
0,05
1
Beneficiamneto de Minérios do Brasil,
Publicação do CETEM.
2
DANA, J. D., Dana’s Manual of
Al2O3 (Óxido de
Alumínio)
0,52
CaO (Óxido de Cálcio)
54,01
0,12
1,85
Mineralogy.1983, 359-360.
3
DANA, J.D. and DANA E.S.; The system
54,61
43,86
of mineralogy. New York, 1976.
4
LUZ, A. B., LINS, F. F., Rochas e
Na2O
0,04
0,03
0,15
Minerais Industriais, Rio
de Janeiro, CETEM/MCT, 2005.
K2 O
n.d
n.d
0,06
MgO (Óxido de
Magnesio)
1,54
0,40
3,34
5
SAMPAIO, J. A., LUZ, A. B. , LINS, F.
F.,2001.Usinas de de Beneficiamneto de
Minérios do Brasil, Publicação do
CETEM.
Tabela 2. Composição Química da Calcita
(CaCO3).
6
TRAJANO, R.B.,1966. Princípios de
Tratamento de Minérios.
7
PARÂMETROS
VALORES
LITERÁRIOS
MINERALES: GEODAS - CALCITA.
Disponíve
em:
<http://
www.mineral-
s.com/geodas-calcita-cuarzo.html.
CaO
56%
CO2
44%
FONTE: DANA, 1976
Acesso em: 19 de Janeiro de 2010.