Tema 18

Сomentários

Transcrição

Tema 18
No
Nome:
Professor:
Série:
Data de Entrega:
02/09/16
Nota:
Avaliação Contínua de Redação e Química
Para realizar essa atividade:
Lembre-se:







Leia com atenção a proposta apresentada;
Redija um texto dissertativo, desenvolvendo o tema proposto;
Seu texto deve ter de 12 a 25 linhas;
Não se esqueça do título;
Entregue seu texto no prazo determinado. Não serão aceitos
textos atrasados.
Tema no:


Seu texto deve seguir a norma padrão da língua portuguesa;
Faça um rascunho, revise e só depois transcreva seu texto para a
folha definitiva. Não rasure;
Fique atento à estrutura do texto dissertativo;
Não fuja do tema e não ultrapasse o limite de linhas.
19
Com base na leitura dos textos motivadores seguintes e nos conhecimentos construídos ao longo de
sua formação, redija um texto dissertativo-argumentativo em norma padrão da língua portuguesa sobre o
tema A Química contribui para um mundo melhor?, apresentando proposta de ação social que respeite
os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para
defesa do seu ponto de vista.
Texto I
A frase acima é atribuída a Paracelso. Porém, ela se aplica perfeitamente à imagem acima.
Texto II
Estudantes tentaram viver um dia sem usar nada que tivesse algo relacionado com a química, e
perceberam que a tarefa é praticamente impossível.
Eles descobriram que coisas essenciais para a vida atual – e algumas não tão essenciais – contém
produtos químicos. A lista inclui coisas realmente essenciais, como a água tratada, comida, vestuário e
medicamentos. E alguns itens não tão imprescindíveis como o televisor, jornais e revistas. As estudantes do
´Harrogate Ladies’ College´ participaram de um desafio chamado Vida sem química: O desafio de um dia (Life
Without Chemicals: A One Day Challenge) que foi organizado pelo grupo Yorkshire Chemical Focus.
Fonte: My Chemical Romance – a short course for students
Texto III
A Primeira Guerra Mundial (1914-1918) marcou a entrada da química nos campos de batalha. Em
1915, o cientista alemão Fritz Haber teve uma idéia para obrigar as tropas inimigas a sair da proteção das
trincheiras e aceitar o combate a céu aberto: espalhou gás cloro num front perto da cidade belga de Ypres.
Foi uma devastação - 5 mil desprevenidos soldados franceses foram mortos e outros 10 mil ficaram feridos. O
cloro pertence ao grupo dos gases sufocantes, que irritam e ressecam as vias respiratórias. Para aliviar a
irritação, o organismo segrega líquido nos pulmões, provocando um edema. A vítima morre literalmente
afogada.