Lloyd´s para turistas

Сomentários

Transcrição

Lloyd´s para turistas
direto de londres
por Luciano Máximo*
Lloyd´s para turistas
Londres é uma das cidades mais
vibrantes do globo, isso todo mundo
sabe. É também uma das cinco mais
visitadas: todos os anos, mais de 15 milhões de turistas circulam pelas ruas da
capital inglesa — o Rio de Janeiro atrai
cerca de 2 milhões de visitantes anualmente, de acordo com levantamento da
consultoria Euromonitor. Mesmo sem
nunca ter estado por aqui, muita gente
também conhece as principais atrações
turísticas londrinas: os tradicionais
PUBs, os incríveis museus, se perder nos
belíssimos parques, fazer aquela careta
para a fotografia ao lado do soldado real
de chapéu engraçado que está sempre
imóvel, sequer pisca; tentar encontrar
os cenários do filme de Julia Roberts e
Hugh Grant ao passear por Notting Hill;
apreciar a imponência do Big Ben e das
Casas do Parlamento em Westminster e
caminhar até o Palácio de Buckingham
em Saint James ou até Tower of London,
onde ficam expostas as joias da coroa
sob um esquema de segurança digno de
filme do 007.
E tem muito mais... outro dia mesmo
eu dei um break nos estudos para passear,
porque ninguém é de ferro, não é mesmo?
Mas minha escolha fez com que eu me
perguntasse: “Não devo ser um turista
lá muito normal?” Pois é, entre tantas
opções turísticas, decidi visitar o famoso e “modernoso” prédio do Lloyd’s of
London, que fica no coração financeiro
de Londres. A visita permite nos lançar
numa impressionante viagem por mais
de três séculos de história econômica
e política do Reino Unido e do mundo,
tendo o seguro e o resseguro como um
grande fio condutor. Tudo isso num am24
biente espetacular, que mistura tradição
e modernidade o tempo todo.
Eu tive a oportunidade de conhecer
o Lloyd’s em Londres pela primeira vez
em 2009. Mas foi uma visita profissional,
para fazer uma reportagem para a Revista
Apólice. Desde então, sempre quis voltar,
para explorar cada cantinho desse prédio
extraordinário e futurista, projetado pelo
renomado arquiteto Richard Rogers (que
também assina o museu Pompidou de
Paris) e construído entre 1978 e 1984.
Do lado de fora, na Lime Street, quem
olha logo fica boquiaberto. A estrutura do
edifício é única, lembra um enorme robô,
com mais de 30 mil toneladas de concreto
e mais de 40 mil metros quadrados de
revestimentos em aço inoxidável e vidro.
Do lado de dentro, passado, presente
e futuro começam a dialogar. O “templo”
do seguro tem mais de 300 anos e ainda
é o lugar onde corretores, seguradoras e
resseguradoras e empresas associadas
negociam e compartilham a cobertura
de praticamente qualquer tipo de risco
imaginável, sempre presencialmente, na
base do olho-no-olho, num ambiente com
computadores modernos conectados aos
mercados financeiros globais e mobiliário dos séculos 17, 18, 19 e 20, obras de
arte e documentos históricos espalhados
por toda parte, como apólices de seguro
de navios cargueiros, ramo que tornou o
Lloyds mundialmente famoso.
Na Underwriting Room, na primeira
parte do passeio, os visitantes podem perguntar aos simpáticos e elegantes guias
Peter Fletcher e Robin Erswell sobre as
apólices mais esquisitas que já foram
fechadas no Lloyd’s. Um deles lembra
que, com certeza, foi uma no século
19, quando 40 membros de um clube

Documentos relacionados

Clique aqui para acessar o pacote Experience London

Clique aqui para acessar o pacote Experience London British Museum Museu de História Natural Museu da Ciência Victoria and Albert Museum Visita à Harrods (maior e mais antiga loja de Londres) Sherlock Homes Museum Abbey Road/Beatles Big Ben Troca da...

Leia mais