Informativo do Jovem Rural - Município de Santa Rosa de Lima

Сomentários

Transcrição

Informativo do Jovem Rural - Município de Santa Rosa de Lima
Edição n° 6
Informativo do Jovem Rural
Jan – Abr de 2010
Edição Especial:
IV Acampamento das
Juventudes Rurais
1
O Informativo do Jovem Rural está com uma
nova ‘cara’ em 2010! Isso mesmo, essa edição
foi elaborada pela 5ª turma do Programa de
Empreendedorismo do Jovem Rural (PEJR)
aplicado pelo Centro de Desenvolvimento do
Jovem Rural (CEDEJOR) das Encostas da Serra
Geral (ESG), Santa Catarina (SC).
A capa apresenta os jovens que fazem parte da
turma e, no decorrer do informativo, você
poderá saber um pouco mais sobre eles, que
estão inaugurando o novo formato do PEJR.
Esta edição terá foco especial no IV
Acampamento das Juventudes Rurais. Você
poderá saber tudo que aconteceu nesse evento
que já faz parte da história dos jovens das ESG.
Para não deixar nenhum registro de fora,
contamos com a participação de nossos amigos,
participantes do PEJR do Cedejor do Vale do Rio
Pardo (VRP) e do Cedejor do Centro-Sul do
Paraná (CSP), não deixem de conferir!
Muitas novidades, coisas e causos para contar!
Não poderíamos deixar de destacar que os
educadores rurais do Brasil estão em
movimento, movidos pela causa juvenil...
Então, procure a poltrona mais próxima e
aproveite estas dez páginas elaboradas com
muito carinho para que você, leitor, possa
conhecer um pouco da nossa realidade.
Boa Leitura!
Michele Mariot e Equipe de Edição
2
Foto: Turma 05 no Museu ao Ar Livre (Orleans/SC)
Por Paloma de Oliveira e Emerson Hoffmann
Iniciamos nossa formação na 5ª turma
do PEJR aplicado no Cedejor ESG, no dia 08 de
fevereiro de 2010. Somos em 32 jovens de oito
municípios do território, sendo eles: Lauro
Müller, Grão Pará, Rio Fortuna, Santa Rosa de
Lima, Braço do Norte, Urussanga, Pedras
Grandes e São Martinho. Participamos e
integramos o novo PEJR, nossa formação
acontece em 15 sequências de alternâncias em
um ano, sendo que, passamos uma semana no
núcleo e duas no meio vivencial.
Na 3ª Sequência de Alternância tivemos
a oportunidade de participar de uma Oficina de
Comunicação ministrada pelo jornalista do
Instituto Souza Cruz, Guilherme Mattoso, a fim
de nos prepararmos para realizar os registros no
IV Acampamento.
Somos jovens de cidades, culturas e
meios de vida diferentes, mas todos temos algo
em comum: a paixão pelo campo!
Por Michele Mariot
O acampamento é um evento realizado de jovens para jovens que surgiu para que estes possam
se encontrar e participar de diferentes atividades culturais, de lazer, de oficinas e palestras que
abordam temas de interesse juvenil. Além disso, é um importante instrumento de inclusão social que
colabora para que os jovens se engajem em ações voltadas para a causa das juventudes rurais.
Este evento surgiu no ano de 2007 por iniciativa dos jovens Agentes de Desenvolvimento Rural
(ADR) participantes do Projeto Juventude Rural em Movimento (PJRM) do Cedejor das Encostas da Serra
Geral.
O primeiro acampamento reuniu 80 participantes da região, entre eles jovens da turma 01 e 02
do PEJR. Apenas na 2ª edição do evento, em 2008, é que foram abertas vagas para jovens de outros
estados. O II Acampamento reuniu jovens dos três estados do sul em uma incrível experiência. As duas
primeiras edições foram realizadas no município de Rio Fortuna, na comunidade de Rio Chapéu.
A 3ª edição aconteceu em fevereiro de 2009, na comunidade de Barracão em Orleans, reunindo
180 participantes, sendo 90 do Cedejor do Vale do Rio Pardo (VRP) e Cedejor do Centro-Sul do Paraná
(CSP) e 90 do território das Encostas da Serra Geral (ESG).
Confira, na próxima página, como foi a IV edição do evento!
I Acampamento (2007)
II Acampamento (2008)
III Acampamento (2009)
3
Por Michele Mariot
Entre os dias 26, 27 e 28 de março,
aconteceu o IV Acampamento das Juventudes
Rurais, na comunidade de Barracão em Orleans.
O encontro reuniu 200 jovens da Região Sul do
Brasil e teve como tema “Projeto de Vida:
Identidade e Valores Culturais”.
Na sexta-feira, dia 26, a abertura
“Identidades Territoriais”, conduzida pela arteeducadora Nichele Antunes, foi marcada por um
desfile dos jovens com símbolos e objetos que
caracterizam suas culturas e tradições.
No sábado, pela manhã, ocorreu uma
palestra sobre “Projetos de Vida das
Juventudes”, ministrada pelo educador Luciano
de Melo Philippi (CEDEJOR ESG). Ainda na parte
da manhã, ocorreram as oficinas onde cada
jovem pôde escolher uma para participar.
Depois do almoço, aconteceu uma Mesa
Redonda sobre o Programa de Aquisição de
Alimentos (PAA) e Merenda Escolar, contando
com a participação do Delegado do Ministério
de Desenvolvimento Agrário (MDA), Jurandir
No próximo iremos
também!
4
Gugel, e representantes da Cooperfamília,
Leandro Fernandez, Arlete Bloemer de Souza e
Lino de Souza. Durante a atividade, muitos
jovens manifestaram interesse em acessar essas
políticas. Fechando o dia, a “Hora da Diversão”
trouxe para os participantes algumas atividades
esportivas, encontro de talentos, danças e
integração.
A manhã de domingo iniciou com a
organização e limpeza de todos os espaços, com
contribuição de todos os coletivos de jovens. E
depois, o belíssimo espetáculo teatral, “Geração
Trianon”, foi apresentado pela Cia Teatral
Urussanga em Cena.
O evento foi encerrado com a avaliação
dos grupos de visitantes, jovens em formação
dos núcleos do Cedejor e Agentes de
Desenvolvimento
Rural
(ADR).
Os
encaminhamentos serão contados a seguir pelo
jovem ADR Dionatan Tavares, do Cedejor do
Vale do Rio Pardo.
Por Dionatan Tavares (ADR do Cedejor VRP)
O IV Acampamento contou com a participação de 33 jovens já formados nos três
estados do sul pelo CEDEJOR, com certeza a maior participação de ADR de todas as
edições deste evento. Esta participação proporcionou um momento de avaliação do
acampamento onde encaminhamos o seguinte: Nova sede para o acampamento,
assunto resgatado já de conversas dos II e III Acampamento, sendo que foi definido
que em 2011 será no Paraná, tendo sempre um rodízio de estados, assim como o encontro nacional de
ADR, que acontece este ano no Rio Grande do Sul.
Para que o acampamento seja realizado no Paraná e por termos levantado a proposta, montamos
uma equipe de ADR que será responsável por planejar este acampamento, sendo esta formada por:
• Alan, Dionatan Tavares, Juliete e Evandro – Vale do Rio Pardo
• Gildo, Paula, Cezar e João Luiz (Geada) – Centro-Sul do Paraná
• Eloiza, Agostinho (Guto), Geovanio e Michele – Encostas da Serra Geral
Por Angélica, Éderson, Morgana, Jéssica, Edilaine, Gilvânio, Diego e Reinaldo (Jovens da Turma 05)
Nós, jovens da Turma 05, do coletivo do
Alojamento, participamos ativamente do IV
Acampamento auxiliando na organização,
mobilização, divulgação e animação para que
todas as expectativas dos participantes fossem
atendidas.
Um dos principais momentos foi a
apresentação das Identidades Territoriais onde
cada estado trouxe com orgulho um pouco de
suas raízes, culturas e tradições.
A palestra sobre Projeto de Vida das
Juventudes ressaltou a importância de fazermos
algo que gostamos, de ampliarmos nossos
olhares para sociedade.
A participação nas oficinas trouxeram
muitas novidades como a oficina de Danças
Populares, com novos ritmos. A oficina de
Estética nos ensinou a fazer uma boa
maquiagem, como cuidar do cabelo e da
higiene. Na oficina de Dança Gaúcha,
conhecemos um pouco da história desse
maravilhoso estado, um pouco de seus trajes,
ritmos etc.
A Mesa Redonda sobre PAA nos
apresentou um programa sério que pode nos
trazer muitos benefícios. O PAA é desenvolvido
pelo governo federal e beneficia apenas
agricultores familiares e pescadores.
Momentos de diversão foram muitos,
desde a roda de chimarrão com nossos queridos
gaúchos, as batucadas com os paranaenses, os
momentos que dançamos nos trouxeram muitas
risadas, os diálogos onde descobrimos coisas e
pessoas diferentes. O espetáculo teatral
“Geração Trianon” nos apresentou que com
senso de humor os obstáculos podem ser
superados.
O acampamento é um evento que
consegue fazer essa ligação entre os estados do
Sul do país. Um evento muito especial, pois une
conhecimento, cultura, diversidade, integração
e diversão de uma só vez, o que o torna um
sucesso!
5
A abertura do evento mostrou a capacidade que estes jovens
têm de ludicamente apresentar seus costumes, valores e
tradições por meio de um desfile despretensioso. Fico feliz em
ver as possibilidades destes jovens e me sinto estimulada a
desafiá-los numa experiência criativa. Como diretora da Cia
Teatral Urussanga em Cena, posso dizer que talvez esta tenha
sido nossa melhor plateia, a mais atenta e inteira, e já dizia o
poeta: "Sê inteiro em tudo que tu fazes". Parabéns a comissão
organizadora do evento bem como a todos os jovens que
fizeram deste acampamento um grande evento! (Nichele Antunes,
arte-educadora Cedejor ESG e diretora da Cia Teatral Urussanga em Cena.)
Foi muito prazeroso estar junto aos jovens
e compartilhar esse ensinamento da
biodança que auxilia a compreender o
funcionamento da vida. (Constantino de Freitas
– Oficineiro Biodança)
Infelizmente não pude participar dos três dias de evento, pois sou
responsável por grande parte do bom funcionamento de nossa
Unidade Familiar de Produção (UFP), juntamente com minha Mãe.
Agora também me dedico ao estudo de duas matérias de curso
superior: Produção Animal e Produção Vegetal. Ser convidada
para fazer uma oficina sobre Pastoreio Racional Voisin (PRV) no
Acampamento me deixou muito, mas muito orgulhosa e feliz
mesmo! Percebi que poderia ter falado um pouco mais sobre
minha atuação na sociedade como Agente de Desenvolvimento
Rural (ADR), mas tenho certeza que não faltarão oportunidades
para conversarmos melhor! (Diana Feldhaus, ADR formada na Turma 03
do CEDEJOR ESG)
“O V acampamento, que será realizado no Centro-Sul do Paraná, estará recheado de diversão, palestras
priorizando o desenvolvimento humano e social, gincanas, atividades gastronômicas e culturais. O
Cedejor CSP desde já arregaça suas mangas para receber nossos colegas de outros núcleos para seja um
acampamento inesquecível". (Depoimento dos jovens em formação no Cedejor CSP).
6
cada um possui a oportunidade de
Meu nome é Cristiana Rehbein,
encontrar sua verdadeira vocação.
tenho 19 anos, sou da comunidade
Tive a oportunidade de participar da
Linha do Rio, município de
oficina de Pastoreio Racional Voisin,
Candelária/RS,
estou na
11ª
apresentada pela jovem ADR, Diana
Sequência de Alternância, na
Feldhaus, o qual foi muito bom ter
formação do Cedejor Vale do Rio
participado, pois é a área que pretendo
Pardo (VRP). O Cedejor representa
implantar meu Projeto do Jovem
minha segunda casa, onde aprendo
Empreendedor Rural (PJER). Tirei muitas
desde a educação até as tecnologias
dúvidas sobre o assunto e pude reconhecer
alternativas a serem aplicadas em
na jovem o exemplo de que uma
minha propriedade.
“... Superei um de
mulher pode fazer um projeto agrícola
Participar
do
IV
e administrar sua propriedade.
Acampamento foi uma ótima
meus maiores
Para mim, o acampamento foi
oportunidade para adquirir
desafios: falar em
muito além de adquirir conhecimentos
conhecimentos. Senti muita
público.”
com palestras, oficinas e a troca de
afinidade com a palestra
experiências entre ADR e jovens em formação
“Projeto de vida das juventudes”, sendo que,
dos três núcleos, pois também superei um de
cada pessoa presente sentiu-se representada
meus maiores desafios: falar em público.
pelos exemplos utilizados e ficou claro que
VIVÊNCIA PROFISSIONAL – Educadores em movimento
Na semana de 12 a 16 de abril, o Cedejor ESG
recebeu educadores rurais de outras instituições que fazem
parte da Rede Jovem Rural.
Entre as ações da Rede, foi introduzido nesse ano o
programa “Vivência Profissional”, com o objetivo de
contribuir para o aprimoramento dos educadores que irá envolver quinze profissionais, provenientes de
seis estados do Sul, Sudeste e Nordeste.
A primeira etapa com o tema “Empreendedorismo Juvenil”, possibilitou que os educadores
Simone Ferreira Ângelo (MEPES), Givaldo do Carmo Souza (MOC) e Janaína Maria Gonçalves (SERTA)
tivessem uma compreensão do funcionamento do PEJR e a visualização de experiências
empreendedoras pelas ações e projetos implementados por jovens ADR.
Entre os dias 26 e 30 de abril, será o educador Luciano de Melo Philippi do Cedejor ESG que irá
conhecer as experiências do MOC, na Bahia, e representar os educadores rurais do Cedejor na 2ª etapa
da Vivência. E no mês de maio, o educador do VRP, Rodrigo Sasso Rodrigues irá participar da Vivência no
Serta, em Pernambuco.
7
Música Tema do IV Acampamento
TOCANDO EM FRENTE (Almir Sater e Renato Teixeira)
Ando devagar porque já tive pressa
Levo esse sorriso porque já chorei demais
Hoje me sinto mais forte, mais feliz quem sabe
Só levo a certeza de que muito pouco eu sei, eu nada sei
Conhecer as manhas e as manhãs,
O sabor das massas e das maçãs,
É preciso amor pra poder pulsar,
É preciso paz pra poder sorrir,
É preciso a chuva para florir
Penso que cumprir a vida seja simplesmente
Compreender a marcha e ir tocando em frente
Como um velho boiadeiro levando a boiada
Eu vou tocando os dias pela longa estrada eu vou, estrada eu sou
Todo mundo ama um dia
Todo mundo chora
Um dia a gente chega
e no outro vai embora
Cada um de nós compõe a sua história
Cada ser em si carrega o dom de ser capaz, de ser feliz.
Agradecimentos especiais para nossos oficineiros do IV Acampamento:
Artesanato em Bambu – Rafael e Marcela
Estética – Paulo Sávio
Dinâmicas de Grupo e Técnicas de Arte – Juliana
Zanin Piuco e Débora dos Santos
Ioga e Bem-Estar – Ademir ‘Milo’ Motta da Silva
Agroturismo – Acolhida na Colônia
Danças Populares – Flora Gomes da Silva
Pastoreio Racional Voisin – Diana Feldhaus
Biodança – Constantino de Freitas
Fotografia – Jovani Puntel
Agroecologia – Emanuel Viquetti Ramos
Dança Tradicional Gaúcha – CEDEJOR VRP
Chimarrão e Tiro de Laço – CEDEJOR VRP
Turismo e Tradição Paranaense (PEROHÊ) –
CEDEJOR CSP
_______________________________________________________________________
PERSONAGENS DESTAQUE NESTA EDIÇÃO:
Snoopy é um cão de raça beagle criado por
Charles Schulz, em 1950. Charlie Brown, de
calças curtas, calvo e cabeça redonda, coroada
por uma única mecha de cabelos na frente, é
um menino de "oito anos e meio", sempre cheio
8
de preocupações. O contraste entre a existência
de Snoopy, no mundo dos sonhos, e de Charlie
Brown, seu dono, no mundo real, é o centro do
humor e da filosofia.
(Fonte: Wikipedia)
PEROHÊ - Receita típica da culinária ucraniana. Esse pastelzinho faz parte da cultura das famílias de
imigrantes de Prudentópolis/PR. Anote a receita ensinada pelos paranaenses na Oficina de Turismo e
Tradição Paranaense no IV Acampamento:
Ingredientes:
Massa
1 copo de leite
2 ovos
Farinha de Trigo (massa de macarrão)
Recheio
Requeijão
Batata Inglesa
Sal
Modo de Fazer: Misture os ingredientes da massa até pegar consistência. Sove a massa e deixe
descansar por 30 min. Enquanto isso, prepare o recheio. Esprema as batatas cozidas com o requeijão,
misture o sal. Abra a massa com rolo e corte-a pressionando com a borda de um copo. Coloque o
recheio dentro dos círculos e feche com as pontas dos dedos, friccionando bem para não abrir na hora
do cozimento. Cozinhe o perohê em água com um fio de óleo. Quando o “pastel” subir e ficar na
superfície, retire com uma espumadeira. Bom apetite!
Por Givaldo de Souza (Gil)*
A cada encontro que vou... Cada intercâmbio que faço
Dentro e fora da Bahia, tem seu ponto culminante...
Um momento marcante.
A experiência aqui com vocês mudou tudo...
Não dá pra eleger um momento mais marcante
Porque vários... todos os momentos são interessantes.
Essa turma possui um diferencial, possui um brilho...
Seja pelo entusiasmo ou pela alegria e união desse grupo...
Eu não sei ao certo...
Eu só queria dizer que vocês não são apenas jovens com os quais eu gostaria de trabalhar...
Vocês são pessoas com as quais eu gostaria de conviver...
São os amigos que eu gostaria de ter.
Mas vocês já são meus amigos... E mais de longe, estarei com vocês
E se eu estou querendo mais...
Esta é só mais uma prova do quanto vocês são especiais.
Muito obrigado por esta oportunidade única e marcante.
*Gil escreveu este depoimento enquanto participava da Vivência Profissional no Cedejor das ESG.
“Aos queridos amigos jornalistas do Instituto
Souza Cruz, Guilherme Mattoso e Andrea Guedes,
gostaríamos de agradecer pela
dedicação e atenção! Obrigado
por nos motivarem a realizar este
informativo!”
9
Realização:
Apoio e Parcerias:
OUTROS APOIADORES:
PARTICIPAÇÃO ESPECIAL:
Sindicato Trabalhadores Rurais de Urussanga
Cooperfamília
Cia Teatral Urussanga em Cena
Vereador Ramiris Fontanella
Bebidas Spricigo
Supermercado Nascimento
Comunidade de Barracão – Orleans/SC
Associação Gaúcha da Escola Família Agrícola
(AGEFA)
Projeto Jovens Rurais em Movimento (PJRM) –
Cedejor Centro-Sul do Paraná
Projeto Jovem Rural – Bacia Hidrográfica do
Oeste do Paraná
Projeto Juventude Rural em Movimento (PJRM)
– Cedejor ESG
Cristiana Rehbein – CEDEJOR VRP
Dionatan Tavares – ADR CEDEJOR VRP
Diana Feldhaus – ADR CEDEJOR ESG
Nichele Antunes Pinto – Arte-educadora
Constantino de Freitas – Oficineiro Biodança
COLABORAÇÃO:
Turma 05 do PEJR – CEDEJOR ESG
Cedejor Encostas da Serra Geral
Cedejor Vale do Rio Pardo
Cedejor Centro-Sul do Paraná
Gerência Executiva Cedejor
Guilherme Mattoso – Oficina de Comunicação e
Revisão
Andrea Guedes - Revisão
Michele Nunes Mariot – Edição
Fotos: Acervo Cedejor e Jovani Puntel
NOSSO SITE:
BLOG DA TURMA 05
10

Documentos relacionados