O potencial do emprego da Medicina Veterinária militar 39 Conbravet

Сomentários

Transcrição

O potencial do emprego da Medicina Veterinária militar 39 Conbravet
Otavio Augusto Brioschi Soares
Doutor em Medicina Veterinária
Hospital Veterinário
Academia Militar das Agulhas Negras
Exército Brasileiro
39º Congresso Brasileiro de Medicina Veterinária
3º Encontro dos Médicos Veterinários das Forças
Armadas
• Conflitos recentes  cenário complexo
– Guerra total a situações de não guerra
Nivel de Intensidade
• Conflitos recentes  cenário complexo
– Condições sanitárias particulares
• Ex.: MINUSTAH
• Estudos recentes em defesa
– Novas teorias do poder
• Softpower x hardpower x smartpower
• Ageev (RUS), Mensch (GER), Matthews (UK)
2009
P = ƒ (administração, território, recursos naturais, população, economia,
cultura e religião, ciência e educação, militar, política externa)
• Estudos recentes em defesa
– Pensamento nacional em defesa
• Ministério da defesa
• Novos documentos de defesa
• Estudos recentes em defesa
– Pensamento nacional em defesa
http://www.abedef.org/
• Forças Armadas modernas
– Gestão ambiental e sustentabilidade
– Questões sociais
• Elucidar o potencial de emprego da
Medicina Veterinária militar nas Forças
Armadas brasileiras e estrangeiras
• História e tradição
– 1810
– 1908 (corpo de saúde)
– Cel Muniz de Aragão
– Organização
– 1974-1992  Hiato de 18
anos
– Reorganização
• Doutrina em tempo de paz (IR 70-19)
– Controle de qualidade dos alimentos;
– Saúde Pública e Vigilância Sanitária das
Unidades;
– Preservar os efetivos de animais;
– Estudos de aprimoramento zootécnico e
alimentação animal.
• Doutrina operativa
“Medicina Veterinária é campo estratégico da área
da saúde”
•
•
•
•
Inteligência em saúde e controle de zoonoses
Gestão da qualidade de alimentos e da água
Defesa Biológica
Gestão Ambiental
Portaria EME, 30 novembro de 2010
• Doutrina operativa
– Função logística Saúde
Refere-se ao conjunto de atividades
relacionadas com a conservação dos
recursos humanos nas condições
adequadas de aptidão física e psíquica,
por meio de medidas sanitárias de
prevenção e de recuperação, bem como
à conservação da saúde dos animais
pertencentes ao EB
• Doutrina operativa
– Função logística Saúde
• Medicina Preventiva
– Saneamento
– Higiene
– Controle de doenças
– Educação sanitária
– Gerência de ambientes adversos
– Apoio de veterinária: inspeção de
alimentos e controle de
zoonoses
• Doutrina operativa
– Função logística Saúde
• Medicina curativa
– Apoio de Veterinária:
assistência à saúde animal
• Doutrina operativa
– Função logística Saúde
• Inteligência em saúde e
biossegurança
• Doutrina operativa
– Serviço de Saúde
campanha (C08-01)
em
• Esquadrões e veterinária
• Companhia de saneamento
– Higiene
Militar
e
Saneamento em Campanah
(C21-10)
• Capacidades
– Alimentos  PASA, LIABs, 854/SELON
– Água  ?
• Doutrina engenharia  tratamento
– Controle de zoonoses  ?
– Inteligência em saúde  ?
– Meio ambiente  ?
• Doutrina engenharia  DEC
– Saúde animal  Hospitais e Seções Veterinárias
• Realidade operativa
– Missão das Nações Unidas para a
Estabilização do Haiti (MINUSTAH)
– Envio de Médicos Veterinários desde 2005
– 10 Médicos Veterinários militares até o
momento
• Atividades desenvolvidas
– Controle da qualidade de alimentos recebidos e
fornecidos
• Atividades desenvolvidas
– Auditoria de boas práticas de fabricação
de alimentos
• Atividades desenvolvidas
– Controle da qualidade da água
• Atividades desenvolvidas
– Inteligência em saúde
• Atividades desenvolvidas
– Controle de zoonoses
• Atividades desenvolvidas
– Gerenciamentos de sinantrópicos
• Gestão ambiental e de resíduos
• Várias Forças Armadas
• Variados graus de operacionalidade
• Organização:
• Organização:
• Doutrina:
– Force Health Protection
• Missões:
– Higiene de alimentos;
– Saúde, proteção e prevenção
das enfermidades zoonóticas;
– Pesquisa e desenvolvimento;
– Engajamento em operações
no exterior;
– Assistência médica veterinária.
• Capacidades:
– Doutrina extensa e detalhada
– Manuais, regulamentos, formulários, etc.
FM 4- 02.18 – Veterinary Service Tactics
FM 21-10 – Field Hygiene and Sanitation
AR 40 -05 Preventive Medicine
AR 40-657 Veterinary/Medical Food Safety, Quality
Assurance,and Laboratory Service
• AR 40-656 Veterinary Surveillance Inspection of
Subsistence
•
•
•
•
• Capacidades:
– Alto nível de tecnologia
– Organização:
• Programas
• Comissões
– Reconhecimento de erros e aprendizado
– Operações interagências
– Distribuição mundial
• História e tradição
• Berço da Medicina Veterinária mundial
• Influência direta à Medicina Veterinária militar
brasileira
– Missões Francesas
• Organização
– Serviço de saúde das Forças Armadas (1977)
• Organização
– Serviço de saúde das Forças Armadas
• Missões
– Higiene dos alimentos e saúde coletiva
– Redução dos riscos zoonatinários e fitosanitários
– Saúde animal
– Assessoramento e formação científica
– Apoio a operações no exterior
• História e tradição:
– 1344
• Ordenanzas de la casa real de
Pedro IV
– 1845
• Cuerpo de Veterinaria Militar
• Organização:
– Cuerpo militar de sanidad
– Centro de Medicina Veterinária
militar (CEMILVET)
• Missões:
– Inspeção de alimentos, bromatologia e
seguridade alimentar
– Higiene, profilaxia de saúde pública e meio
ambiente
– Atendimentos veterinários a animais militares
– Cinofilia
– Assistência veterinária em casos de desastres
• Capacidades:
– Apoio central: Centro de Veterinário Militar
– Capacidade operativa baseada em kits
•
•
•
•
•
•
Kit de inspeção sanitária de alimentos
Kit de microbiologia e alimentos
Kit para controle de vetores e pragas
Kit de entomologia
Kit de defesa biológica
Outros
• Organização
– Centralização?
• Diretoria de Veterinária  Diretoria de Remonta e Veterinária
 Diretoria de Saúde  AERV  SRV
• Hoje:
–
–
–
–
COLOG/DAbst/SGLRV
COLOG/DAbst/Classe I
DGP/DSau
DEC (meio ambiente)
• Futuro?
– Formação
• EsVE  EsAEx  EsSEx  EsFCEx
• Doutrina em tempo de paz
– IR 70-19  necessidade de revisão
– LIAB  laboratório x biossegurança (PASA)
– Meio ambiente
• Sistema de Gestão Ambiental DEC
• Prêmio A3P EsFCEx
• Doutrina operativa
– Logística x proteção
– Logística militar terrestre (C100-10)  em
revisão
– Saúde em campanha (C08-01)  1980
– Higiene Militar e Saneamento e Campanha
(C21-10)  1975
– Manuais de Veterinária  revogados
Otavio Augusto Brioschi Soares
Doutor em Medicina Veterinária
Hospital Veterinário
Academia Militar das Agulhas Negras
Exército Brasileiro
39º Congresso Brasileiro de Medicina Veterinária
3º Encontro dos Médicos Veterinários das Forças
Armadas

Documentos relacionados