Exposição Espírito do Budô - Consulado Geral do Japão no RJ

Сomentários

Transcrição

Exposição Espírito do Budô - Consulado Geral do Japão no RJ
Associação Nikkei de Vitória - ANV
Exposição Espírito do Budô - Consulado Geral do Japão no RJ
Centenário Imigração
Enviado por:
Postado em:11/09/2008
A exposição foi promovida pelo Consulado Geral do Japão no Rio de Janeiro, em parceria com o
Museu Histórico Nacional e apoio da Fundação Japão e da Comissão do Centenário da Imigração
Japonesa. Foram reunidas cerca de 60 importantes peças do acervo da Fundação Japão, entre as
quais armaduras antigas utilizadas pelos guerreiros samurais, capacetes de diversos tamanhos e
formas, espadas (katanas), lanças, arco e flecha, além de exibir peças contemporâneas utilizadas
pelos praticantes de artes marciais.
A exposição dividiu-se em dois módulos. No primeiro, reproduções e originais de armas antigas arco e flecha, espadas, lanças e afins; armaduras de alto valor histórico, capacetes de diferentes
formas e tamanhos e demais objetos utilizados pelos antigos guerreiros samurais - apresentam a
evolução das artes marciais no Japão, do século VIII ao XIX. Já no segundo módulo, o visitante tem
a oportunidade de conhecer melhor a filosofia das artes marciais japonesas, da reorganização do
Bujutsu (tradicionais técnicas de combate) em Budô, (Bu significa “espírito do samurai” e Do
significa “caminho”) nos séculos XIX e XX à incorporação do espírito das artes marciais pelos
japoneses do século XXI. Nesse sentido, é interessante a apresentação de vestuário típico e objetos
utilizados para prática das diversas artes marciais: Judô, Kendô, Kyudô, Karatedô, Sumô, Naginata,
Shorinji Kempo, Aikidô e Jukendô.
Para os japoneses, o peso da tradição recai sobre vários aspectos do seu cotidiano. O termo Bu
(espírito do samurai) possui forte conexão com a cultura japonesa, sendo também incorporado pela
cultura popular: o “Espírito do Budô” é basicamente a essência do caminho para incorporar esse
espírito de samurai, não somente nas artes marciais, mas em outros aspectos da existência
humana. O estudo deste conceito permite o alcance de uma compreensão mais profunda e
significativa do Japão e do seu povo, sendo bastante oportuno no momento em que comemoramos
o início da imigração japonesa no Brasil, com a chegada em 1908 do navio “Kasato Maru” ao Porto
de Santos, fato que originou a maior colônia japonesa no exterior, reunindo em nosso país em torno
de um milhão e 400 mil imigrantes japoneses e seus descendentes.
Para aprofundar a questão, foi realizada no Auditório do Museu Histórico Nacional uma Mesa
Redonda reunindo os seguintes especialistas: Kiyoshi Ishii, Cônsul do Japão no Rio de Janeiro,
abordando os aspectos filosóficos do Budô; Adler Fonseca, historiador, sobre as antigas técnicas de
combate dos guerreiros samurais e Célia Sakurai, escritora e autora do livro “Os Japoneses” e
pesquisadora do Museu Histórico da Imigração Japonesa em São Paulo, sobre o fenômeno da
imigração japonesa no Brasil.
Participaram das demonstrações praticantes de Kendô e Iaidô da Associação Nikkei do RJ com o
Sensei Tsutsumi e sua esposa, que já visitaram a ANV.
Saiba mais sobre a visita do Sensei Tsutsumi na ANV: CLIQUE AQUI
http://www.anv.org.br
02/10/2016 07:09:46 - 1
Vídeo sobre a exposição:
Fonte: site do Museu Histórico Nacional
http://www.anv.org.br
02/10/2016 07:09:46 - 2

Documentos relacionados

Conheça a história das artes marciais no Museu - e

Conheça a história das artes marciais no Museu - e formas, espadas, lanças, arco e flecha, além de exibir peças contemporâneas utilizadas pelos praticantes de artes marciais. A exposição é dividida em duas partes: na primeira o visitante conhece re...

Leia mais

Museu Paranaense recebe exposição sobre a história das artes

Museu Paranaense recebe exposição sobre a história das artes sob um panorama de forte interesse pela cultura das artes marciais do Japão no exterior. Divide-se em dois módulos. No primeiro, reproduções e originais de armas antigas - arco e flecha, espadas, l...

Leia mais