O AMIGÃO do Pastor

Сomentários

Transcrição

O AMIGÃO do Pastor
O AMIGÃO do Pastor
Um Periódico em Prol da Pregação do Evangelho de Jesus Cristo - VOL. 3 - Nº 20 FEV/93
.
O PODER DA MÚSICA
para Frank Garlock, em janeiro de 1970, que
negativos que a música ROCK tem:
Pr. Daniel Johnson
a uma loja que não usa qualquer música, sua
1. A Música ROCK Mata Plantas
Queremos analisar a posição daqueles que
companhia garantiria que a loja aumentaria as
Na cidade de Denver,
dizem que a música é amoral. Talvez num
vendas se usasse a música que eles ofereciam.
Colorado, por mais de dois anos, a Senhora
sentido podemos dizer que a música é amoral
- A música é usada como terapia para
Dorothy Retallack fez uma série de
- no sentido das suas componentes (por
pacientes mentais, até aqueles que não podem
experimentos nos laboratórios da faculdade
exemplo: a nota “sol” sozinha é amoral) - mas
ser alcançados por palavras.
Temple
Buel.
O
experimento
foi
cremos que a forma da música chamada
- Há experiências para usar só o som ao invés
simplesmente colocar plantas diante de um
ROCK em si é má. Não estamos falando
de anestesia para aliviar, por exemplo, a dor
rádio, expondo-as a vários tipos de música.
sobre a letra ou a influência dos artistas do
causada na extração de dentes.
As reações foram quase inacreditáveis. Três
ROCK, mas sim da música em si. Temos a
- Às vezes a música suave é dada como
horas de música ROCK por dia, em menos
firme convicção de que esta música em si é a
receita para ajudar a curar úlceras.
de um mês, murcharam abóbora, milho,etc.,
fonte de uma grande parte dos perigos
A lista podia continuar, mas isso é
recém plantados.
traiçoeiros do ROCK. Traiçoeiros porque os
suficiente para mostrar que a influência e o
Os experimentos foram feitos com
perigos são pouco divulgados. As evidências
poder da música são bem conhecidos no
centenas de plantas de uma variedade grande:
neste capítulo, e nos três a seguir, devem ser
mundo profissional.
gerânio,
rabanete,
milho,
abóbora,
suficientes para mostrar que esta música
B. É Confirmado Pelo Mundo Biológico
petúnia,zínia, malmequer, feijão - todos
ROCK não é de Deus, mas de Satanás, e que
Por milênios o mundo sabia que a música
plantados no mesmo tipo de solo, expostos à
o crente não deve ter qualquer ligação com
tem uma grande influência sobre nossas
mesma quantidade de luz, temperatura e
ela, nem com a música ROCK CRISTÃ, que
horário de aguagem. As plantas expostas por
usa uma letra sagrada em vez de mundana.
tempos prolongados ao ROCK inclinaram-se
I. NÃO HÁ DÚVIDA DE QUE A MÚSICA
na direção oposta ao alto-falante, murcharam
NOS AFETA
e todas morreram dentro de três semanas.
O fato de que a música tem uma grande
Num dos experimentos, dois conjuntos de
influência em nossas vidas é reconhecido por
plantas foram expostas a duas estações de
todos: crentes e descrentes igualmente. Que a
rádio diferentes. Um grupo foi exposto para
música pode ter maus efeitos ou bons é bem
KIMN, que toca ROCK o tempo todo. Um
conhecido. Dr. Howard Hanson, diretor da
outro grupo escutou KLIR, que oferece
famosa EASTMAN OF MUSIC, nos
música sacra e semi-clássica. as flores usadas
Estados Unidos, declarou: “A música...pode
foram petúnias e zínias. As petúnias e zínias
ser calmante ou estimulante, enobrecente ou
ouvindo o ROCK recusaram-se a brotar,
vulgarisante, filosófica ou orgiástica. Tem os
inclinaram-se na direção oposta ao
poderes tanto para o mal como para bem”. É
alto-falante, mostraram crescimento errático,
fácil mostrar que a música nos afeta. É
e finalmente morreram. As petúnias, ouvindo
provado pelo mundo profissional, pelo
a estação KLIR, desenvolveram flores bonitas
mundo biológico e pela Bíblia.
e inclinaram-se na direçáo do rádio, e as
II. A ABUNDANTE CONFIRMAÇÃO
zínias cresceram retas e mais altas.
A. É Confirmado Pelo Mundo Profissional
O Rock é nocivo física, psicológica e espiritualmente. Estes experimentos foram repetidos para o
O mundo profissional sabe bem a “Retirai-vos do meio deles...diz o Senhor...”
benefício daqueles
que duvidaram, Os
importância da música, e a usa efetivamente
resultados foram os mesmos - a música do
vidas. Nos tempos modernos o homem
em muitos ramos da vida. Por exemplo:
ROCK matou as plantas, e a música suave
começou a usar a música para fins lucrativos
- A televisão e a indústria cinematográfica
ajudou-as a prosperar.
e beneficentes para a sociedade. Nos anos
usam a música para criar alegria,suspense,
recentes descobrimos que a música tem uma
(Veja “Rock” na página 4)
drama, etc. Todo mundo sabe que a música
grande influência também no mundo
deixa você saber quando o vilão está pronto a
biológico - nos animais, e, sim, até nas
aparecer, ou quando alguma coisa má vai
plantas.
acontecer.
A música tem efeitos positivos sobre o
- Restaurantes usam música para fazer seus
mundo biológico. Criadores de galinhas e de
fregueses comerem mais depressa nas horas
gado já têm demonstrado que galinhas botam
de muita freguesia.
mais ovos e vacas dão mais leite em resposta
- Um representante de uma companhia que
à música suave. Mas também note os efeitos
supre música para shopping centers contou
Página 2
Caro Irmão Pregador,
Como o tempo passa rápido! Já estamos
no segundo mês e parece que o ano de
1993 começou agora. O tempo vai
passando e o irmão ainda não mandou
aquela mensagem que ia mandar! Mande
logo algo aquele artigo para compartilhar
com seus irmãos pregadores.
Este mês e no mês que vem estamos
imprimindo uma mensagem pelo pastor
Daniel Johnson, de Limeira, São Paulo.
Esta matéria é do livro escrito por ele
intitulado “Os Perigos Traiçoeiros Do
Rock”. O livro foi publicado pela Imprensa
Batista Regular e o pastor Daniel nos deu
permissão para reproduzir estes artigos no
AMIGÃO.
O artigo a respeito dos mórmons foi
mandado pelo Istituto Cristão de Pesquisas
em São Paulo. Esta é uma organização que
estuda e divulga informações a respeito das
seitas falsas.
Na página cinco se encontra o segundo
artigo pelo pastor Jaime Rose de Ribeirão
Preto a respeito dos dons espirituais. Visto
que muita gente ainda está sendo enganada
pelo movimento falsamente chamado
renovação achamos importante divulgar
artigos a respeito dele. O pastor Jaime nos
deu permissão de publicar os esboços que
ele usou quando falou sobre este assunto na
E.B.D. da sua igreja.
Todo mês agora pretendemos ter a
coluna “Examine As Escrituras” na página
cinco. Os artigos nesta coluna teão mais
“carne”, serão estudos mais profundos;
esperamos que sejam uma bênção para o
irmão.
Uma correição. No mês de dezembro, na
página oito, publicamos um artigo
intitulado “Tributo à Bíblia”. Ele começa
assim: Este livro contém: A Palavra de
Deus, a forma da redenção, a sentença dos
pecadores, a felicidade dos crentes, etc. etc.
O artigo é bonito mas devemos deixar claro
que nós cremos que a Bíblia É a Palavra de
Deus, e não penas contém a Palavra dEle.
Obrigado pelo irmáo que pegou este erro e
nos escreveu a respeito. Como eles dizem
na televisão: “Desculpem a nossa falha
técnica”.
Um apelo urgente. Há quinze dias nós
visitamos uma igreja na cidade de Apiaí, no
sul de São Paulo. O pastor de lá tem de sair
logo por motivos de saúde. Ele gostou da
posição doutrinária do AMIGÃO e nos
pediu para ajudar achar um novo pastor. Na
realidade o pastor Onofre Cisterna tem
duas igrejas em duas cidades uma 13
kilômetros de distância uma da outra. Ele
quer entregar estas igrejas a um pastor
batista fundamentalista. Se o irmão estiver
intressado ou se souber de alguém que
possa estar interessado, por favor de entrar
O AMIGÃO do Pastor
FEV/93
em contato com o pastor no seguinte
endereço:
Pr. Onofre Cisterna
Rua Dr. Gabriel Ribeiro dos Santos, 385
Caixa Postal, 15
18320 - Apiaí - SP
Telefone (0155) 52-1210
Ore por este pedido; Deus tem o homem
certo para aquele ministério.
No Amor de CRISTO,
Pr. Jaime King
MENSAGENS SILENCIOSAS
As placas de sinalização são realmente
silenciosas mensagens. E elas nos previnem
de perigos à frente, dão-nos indicações para
possibilidades incertas e freqüentemente
nos avisam de algo bom que pode estar
logo adiante.
Como as placas de sinalização, sua
Bíblia procura fazer o mesmo por você. Ela
previne dos perigos do pecado. Dá-nos uma
mensagem de paz e felicidade quando
obedecida, e mostra-nos o fato de que Deus
tem melhores coisas à nossa espera. É
possível que você esteja negligenciando
porque sente que sua mensagem será
sempre algo que você não gosta? A Palavra
de Deus é um mensageiro inigualável,
leia-a e
aplique-a.
A NEBLINA E VOCÊ
De acordo com o Departamento oficial
em Washington, uma densa neblina
cobrindo sete quarteirões da cidade numa
profundidade de cem pés é composta de
menos do que um copo de água.
Aquela quantidade de água é dividida
em 60 bilhões de minúsculas gotinhas.
Todavia quando aquelas pequeninas
partículas fixam-se sobre a cidade ou o
campo, elas podem escurecer praticamente
tudo ao redor. Uma visão clara sé é possível
quando a neblina desaparece.
Um pouco de preocupação faz a mesma
coisa. Nós nos esquecemos de confiar em
Deus, e deixar nossos cuidados com Ele.
As minúsculas gotículas do desânimo se
fecham sobre nós e nós somos submersos.
Você está sob a neblina hoje?
Os cultos da manhã são uma indicação
da popularidade da Igreja, os cultos da
noite são uma indicação da popularidade do
pastor; e a reunião de oração é uma
indicação da popularidade de Jesus
Cristo!!!
“Como um pai... o Senhor se compadece dos
que o temem”
FEV/93
EVANGELIZANDO OS MÓRMONS
Pr. Marwin W. Cowan
(Ex-mórmon)
POR QUE EVANGELIZÁ-LOS?
O AMIGÃO do Pastor
ajudá-los a propagar falsas doutrinas é
claramente errado. Entretanto, os cristãos
maduros podem convidar os adeptos das
seitas para entrar em suas casas a fim de
testificar-lhes do Evangelho. Os cristãos que
não são maduros na fé não podem
encontrar-se com eles sem a companhia de
alguém com mais experiência.
Todos os cristãos são ordenados a
testemunhar por Cristo (Marcos 16:15) e são
agora
"embaixadores" da parte de
Cristo (II Co. 5:20). Alguns são fracos
PREPARAÇÃO BÁSICA PARA
embaixadores; todavia, representam a Cristo.
EVANGELISMO...
Muitos Cristãos professos dizem que Deus
A seguir, damos algumas sugestões para
nunca os chamou para testificar verbalmente
ajudá-lo a ser mais efetivo quando estiver
sobre Cristo, e assim, “somente vivem sua
evangelizando os mórmons. 1) Seja um
religião”. Será que Deus capacitaria os
cristão convicto. Você tem que saber que tem
mórmons e outros adeptos das seitas a falar
a vida eterna (I Jo. 5:10-13) para oferecê-la a
sobre suas religiões, enquanto não ajuda os
outra pessoa. 2) Conheça a Palavra de
cristãos a falar de Cristo? Uma pessoa não
Deus. Não há substituto para o estudo da
precisa nem mesmo saber ler ou escrever para
Bíblia (II Tm. 2:15). As Escrituras “podem
dizer à alguém o que Cristo tem feito em sua
fazer-te sábio para a salvação, pela fé que há
vida. Se você pode falar, então você pode
em Cristo Jesus” (II Tm. 3:15). Para ser um
testificar de Cristo. Se a mensagem da
efetivo ganhador de almas, você tem que
salvação é para você,
saber o que crê e
então é para o restante
porque crê. Muitos
das pessoas. Multidões
estão procurando por
estão morrendo sem
um versículo que
Cristo em toda parte;
poderá levar qualquer
você se preocupa?
um a Cristo. Ainda que
RAZÕES PARA NÃO
você
não
precise
EVANGELIZAR...
memorizar milhares de
Há duas razões
versículos
para
básicas porque não
evangelizar, por outro
testemunhamos: 1) Não
lado, você precisa
sabemos como, e 2)
saber onde encontrar
Temos
medo
de
alguns
versículos
começar, (de tentar).
chaves que claramente
Ambas as razões são
apresentem
o
resultado de não se
Evangelho.
3)
conhecer a Palavra de
Familiarizar-se com
Deus.
um bom método de
Se a conhecéssemos e
ganhar almas. Assim,
acreditássemos
nela,
não
se
sinta
Os mórmons também são almas
estaríamos “preparados
constrangido a usar um
perdidas, sem Cristo, sem esperança.
para responder com
certo programa só
mansidão e temor a
porque alguém gosta
qualquer que vos pedir
dele. 4) Ore muito
a razão da esperança
pela alma que você
que há em vós” (ou seja, em nós) (I Pe. 3:15).
quer ganhar para Jesus. (Fp. 4:6; I Tm.
Sabemos também que o maior “poder” no
2:1). A história do amigo inoportuno nos
universo está à nossa disposição. I Co 1:24
mostra a maneira como Deus quer que
diz que Cristo é o poder de Deus e sabedoria
oremos por aqueles que nós procuramos levar
de Deus, e “estais perfeitos nEle” (Cl. 2:10).
a Cristo (Lc. 11:5-10). 5) Saiba o máximo
Novamente, At. 1:8 declara: “Mas recebereis
que você puder sobre as doutrinas do
a virtude (poder) do Espírito Santo, que há de
mormonismo. Um grande problema ao
vir sobre vós, e ser-me-eis testemunhas...”.
testemunhar aos mórmons, ou “Santos dos
Rm. 1:16 ensina ainda que o Evangelho de
últimos dias” (SUD), é a definição de termos.
Cristo “é o poder de Deus para a salvação...”.
Quando eles usam palavras como: “Deus”,
Portanto, não temos qualquer desculpa de
“Cristo”, e assim por diante, você deveria
medo ao testemunhar.
saber que o deus deles é um homem
Muitos cristãos usam II Jo. 10-11 como
ressuscitado e glorificado; que “Cristo”,
uma desculpa para não evangelizarem os
satanás e nós, éramos espíritos irmãos no
membros das seitas. Esta passagem, porém,
mundo pré-mortal; e outras coisas assim na
não diz aos cristãos para não testificarem aos
teologia SUD. De outra maneira, você poderá
adeptos das seitas. Desejar o bem para eles ou
falar o dia todo sem comunicar nada. Muitas
Página 3
idéias falsas sobre mormonismo tem
circulado, portanto documente tudo o que
você disser. (Um bom dicionário SUD de
termos mórmons é Mórmom Doctrine, por
Bruce R. McConkie, em inglês. Outro livro
útil para conhecer as doutrinas básicas do
mormonismo é: Princípios do Evangelho).
O material “anti-mórmom” pode ajudá-lo a
prepará-lo para evangelizar, mas pode
também ser uma pedra de tropeço se for
usado com os próprios mórmons (Uma
exceção é o excelente livro A Ilusão
Mórmom, por Floyd McElveen - Editora
Vida). Quanto mais informado você estiver
sobre
mormonismo,
maior
será
a
possibilidade deles ouvirem a sua
apresentação do Evangelho verdadeiro,
porque perceberão que você se esforçou para
estudar. 6) Vá até os mórmons ( e de todos
que não são salvos), como ordena a grande
comissão de Jesus em Mt. 28:19. Não
somos mandados a esperar que as seitas nos
chamem. Eles não estão saindo e batendo de
porta em porta para ouvir você. Nem mesmo
a maioria deles visitará a sua igreja. Mas se
você for as suas casas, alguns deles talvez
ouça o que você tem para dizer. 7) Pense
bem antes o que você vai dizer quando for
na casa de um mórmon. É bom ensaiar sua
mensagem com outro cristão que pode
oferecer sugetões a fim de que você seja mais
efetivo.
O QUE FAZER QUANDO
ESTIVER EVANGELIZANDO...
1)Ensine e pregue Jesus Cristo primeiro e
acima de tudo. Começando com o
evangelho, você os ajudará a entender que
você não é somente um “anti-mórmon”.
Lemos em Atos 8:15 :“E descendo Felipe à
cidade de Samaria, lhes pregava a Cristo.”
Atos 5:42 diz que os apóstolos “Não
cessavam de ensinar, e de anunciar a Jesus
Cristo.” Se passarmos a maior parte do nosso
tempo discutindo mormonismo ou qualquer
outra coisa que não seja Cristo e o evangelho,
somos pobres embaixadores. Precisamos
responder às preguntas sobre as doutrinas
SUD, mas temos também que proclamar
sempre a mensagem cristã. 2)Seja paciente.
Provavelmente a maioria dos mórmons já tem
aprendido a doutrina SUD por muito tempo.
Vai demorar um pouco para você endireitar as
concepções erradas que aprenderam. Se os
mórmons rapidamente aceitam a Cristo como
Salvador, provavelmente uma destas duas é a
verdade: a) eles não entenderam claramente a
salvação e portanto concordam com que o
mormonismo ensina - isto é, que Cristo é o
Salvador de “todos os homens, independentes
(Veja “Mórmons” na página 8)
Página 4
“Rock” (da página 1)
Todos os experimentos mostraram que a música
ROCK tinha um efeito negativo nas plantas, e a
música suave tinha um efeito positivo. A senhora
Retallack ficou curiosa em saber o que a mesma
música estaria fazendo com os jovens. O mesmo
tipo de experimento foi realizado no sul
do Brasil, com os mesmos resultados. A música
mais preferida pelas plantas foi Strauss. Mozart e
Beethoven. As plantas cultivadas ao som da
música ROCK cresciam deformadas e sempre
buscando o lado oposto do normal, enquanto as
plantas ouvindo a música suave, cresciam
perfeitas e viçosas.
2. A Música Rock Mata Galinhas
Em agosto de 1971, na cidade de Crauglio,
Itália, a polícia falou que duzentas galinhas
morreram de asfixia quando elas se aglomeraram
no canto da sua casa-colônia, aparentemente
tentando escapar do barulho da música de um
festival de ROCK que seu dono,Dario Roncato,
ajudou a organizar num campo ali perto.
3.
Os Peixes
fogem do ROCK
Um artigo na revista NEWSWEEK conta
sobre um problema que uma companhia de força
estava
experimentando
na
sua
usina
hidroelétrica. Os peixes estavam ficando presos
na turbina e era necessário parar a usina. O artigo
diz: "A companhia instalou quatro auto-falantes
submersíveis perto da entrada de água da usina,
no Rio James, em Story, Virgínia. O programa
foi a música rock , originado da estaçáo de rock
local e bradando por 24 horas por dia. Se
funciona? Os peixes não podiam suportá-la".
4. Ratos e Baratas Fogem do ROCK
Um homem em Las Vegas descobriu que por
meio dos harmônicos da música ROCK ele
podia mandar embora ratos e baratas de
edifícios. Ele, sendo um membro de uma banda
de ROCK, estava afinando um dia sua guitarra
na garagem quando descobriu que a música
estava fazendo os ratos ficarem loucos. Então ele
inventou uma caixinha para fazer isso nos
prédios.
Este homem talvez tenha descoberto a razão
porque o mundo biológico não pode aguentar a
música ROCK - os sons ultra-sônicos. A música
ROCK produz sons que o ouvido humano não
pode ouvir, mas o nosso corpo recebe e a eles
reage. Evidentemente os animais e as plantas são
mais sensíveis ou receptivos a estes sons
ultra-sônicos do que nós. Eles por instinto fazem
o que nós devemos fazer pelo senso comum e
raciocínio. Talvez possamos dizer, em outras
palavras, que as plantas e animais têm mais bom
senso do que a maioria do povo hoje em dia.
C.É
confirmado
pela
Bíblia
A Bíblia também fala claramente sobre os
efeitos da música. Há uma história muito
interessante no livro de I Samuel Em I Samuel
16 encontramos Saul,
o Rei de Israel,
profundamente perturbado. Seguindo o conselho
dos seus servos, o pastor Davi é chamado para
O AMIGÃO do Pastor
tocar sua harpa nos momentos em que Saul
ficava deprimido. Note os efeitos que a música
que Davi tocava teve sobre Saul, mostrados em I
Samuel 16:23, “... Davi tomava a harpa e a
tocava com a sua mão; então Saul SENTIA
ALÍVIO, e SE ACHAVA MELHOR, e, O
ESPÍRITO MAU SE RETIRAVA DELE”
1.“Sentia alívio”-Efeitos físicos
O primeiro efeito foi que Saul “sentia alívio”. A
palavra hebraica usada aqui é RAVACH. Esta
palavra refere-se ao bem-estar físico duma
pessoa. Saul sentiu seu corpo relaxar enquanto a
tensão física começou a abandoná-lo.
Fisicamente Saul começou a sentir-se melhor.
Então vemos que segundo a Bíblia a música tem
EFEITOS FÍSICOS.
2. “Se achava melhor”-Efeitos psicológicos
Depois a Bíblia declara que Saul “se achava
melhor”. A palavra hebraica TOB é usada desta
vez. Esta palavra trata de um bem abstrato,
como:“ele sentiu-se bem”. A idéia é que Saul
sentiu-se psicologicamente melhor. A confusão,
desânimo e depressão foi levantada, e ele
sentiu-se mentalmente bem melhor. O segundo
efeito da música que as Escrituras mostram são
os EFEITOS PSICOLÓGICOS.
3. “O espírito se retirava dele”-Efeitos
espirituais
Por último a Bíblia afirma que “o espírito mau se
retirava” de Saul. É muito importante notar que
a música tem o poder de mandar demônios
embora. O problema principal de Saul era
espiritual. Ele tinha caído tanto espiritualmente
que estava
oprimido pelos emissários de
Satanás. Se a música tem o poder de repelir
demônios, então, logicamente, tem também o
poder de os chamar. Assim podemos dizer que a
música também tem EFEITOS ESPIRITUAIS.
Conclusão:
Segundo a Bíblia, a música exerce sobre nós
efeitos físicos, psicológicos e espirituais. Somos
convencidos de que a música ROCK produz
efeitos negativos em todas estas áreas. Um
terapeuta musical da Califórnia, que estudou a
música ROCK por 10 anos, falou o seguinte:“A
música rock é mais mortal do que heroína
principalmente o barulho que acontece na
música. Este barulho pode causar as seguintes
doenças: hostilidade, estafa, indigestão, pânico,
pressão alta, hipertensão, e outros probelmas
relacionados ao físico. A música é tão mortal
porque é considerada ser sem perigos, e assim
faz seu estrago sem ser desafiada e de modo tão
sutil”. Ele deu um exame para um grupo de
jovens no qual eles deveriam guiar um carro
simulado ouvindo as 40 primeiras músicas da
parada musical. Trinta e um por cento (31%)
deles fizeram pior do que haviam feito mais cedo
na mesma prova. A música afetou sua
coordenação, suas emoções até o ponto em que
não tinham condições de fazer bem aquela
prova. Esse terapeuta, um descrente, estava
também preocupado com os efeitos negativos do
ROCK.
Uma revista para jovens chamada CHEETAH
FEV/93
citou um músico de NEW YORK que
declarou:“Se a sociedade soubesse o que a
música popular de hoje realmente está dizendo,
não o que a letra está dizendo, mas a música em
si mesmo, então não iria apenas rejeitá-la, mas
também iria proibí-la, quebrar todos os discos e
prender qualquer pessoa que tentasse tocá-la.
Lembre que estas são as palavras de um
incrédulo, não um pregador da Palavra de Deus.
Mas ainda temos crentes que tentam defender
esta música e gostam de ouví-la e tacá-la.
OS EFEITOS ESPIRITUAIS
Talvez o perigo mais alarmante do ROCK seja
seus efeitos ou consequências espirituais. Não
estamos falando apenas de um afastamnto de
Deus, ou uma frieza no coração, nem da
influência maléfica sobre a moralidade. Sim,
tudo isso está incluído, mas estamos falando
sobre um perigo muito mais profundo e grave.
ESTE PERIGO é a possibilidade de ser possuído
por demônios através da música ROCK. Não
estamos afirmando que todo mundo que ouve ou
toca esta música é possuído, mas afirmando que
isso de fato acontece e está crescendo entre os
jovens.
1. A música e a invocação dos espíritos
Para ver a relação entre música e demônios, tudo
o que uma pessoa precisa fazer é viajar para os
lugares onde o ROCK tem suas raízes (Africa,
India, Asia, etc.) e observar as cerimônias que
muitas vezes acompanham este tipo de música o louvor de demônios, orgias de sexo, rituais de
macumba, sacrifício humano, etc. Aqueles que
estão envolvidos, ou foram envolvidos no
paganismo e espiritismo reconhecem a ligação
entre a música e a invocação dos espíritos. Se
Davi, tocando música, podia mandar um
demônio embora, é tão difícil acreditar que a
música possa também invocá-lo?
Quando Bob Larson viajou para o oriente ele viu
pessoas sendo possuídas sob a influência da
música:“Em
Singapura,
eu
observei
THAIPUSAM, um ritual do hinduísmo de
penitência e mutilação de si mesmo. Com facas,
espetos, agulhas, ganchos e lanças os hindus
furaram seus corpos. Enquanto isso um rítmo
incessante e pulsante era mantido pelos músicos.
O tamborista manteve este ritmo primitivohindu
por horas para que as pessoas se torturando
ficassem fora do seu próprio estado de mente.
(Continuação no mês que vem)
“Todo assunto que merece atenção, merece
oração.”
“Somente o Evangelho vivido é Boa Nova.”
JAN/93
OPORTUNIDADES PARA SERVIÇO - I
COR. 12:12-31
Pr. Jaime Rose
INTRODUÇÃO:
A. Em I Cor. 12:1-11, vimos uma lista de
dons que foi dada à igreja.
1. A lista é incompleta, pois Paulo está
apenas ilustrando.
2. Havia dons de sinais para confirmar a
mensagem dos apóstolos e pregadores.
3. Havia dons de revelações para edificar
a igreja, pois não tinham o N.T..
4. Os dons de sinais e revelações
cessaram quando a Bíblia foi completa.
B. Isto não significa que Deus não possa
mais fazer milagres.
1. Pelo contrário: Ele faz, mas em
resposta de oração.
2. Ele não está mais confirmando a
mensagem do pregador com sinais. Nós
temos a Bíblia para julgar a mensagem do
pregador.
3. Também, não precisamos mais dos dons
de revelações porque temos a revelação de
Deus para os homens na Bíblia. Ela é a única
regra de nossa fé.
C. Paulo, no restante deste capítulo,
começa a ensinar lições sobre a unidade do
corpo de Cristo.
I. A FIGURA USADA - VS. 12.13
A. No verso 12, Paulo usa a figura do
corpo para ilustrar a igreja.
“Porque, assim como o corpo é um, e
tem muitos membros, e todos os membros,
sendo muitos, são um só corpo assim é
Cristo também.”
1. Leia agora o verso 27:
“Ora vós sois o corpo de Cristo, e seus
membros em particular.”
2. Sem dúvida, Paulo está usando a
figura do corpo para ilustrar a unidade da
igreja.
3. A palavra “Cristo” inclui todo o corpo
junto com a cabeça. Isto é, a Igreja Universal.
Cada crente verdadeiramente regenerado é
membro deste corpo de Cristo.
4. O Corpo é um, ainda que tenha muitos
membros.
B. No verso 13, nós todos somos batizados
neste corpo e assim somos o Corpo de Cristo.
“Pois todos nós fomos batizados em
um Espírito formando um corpo, quer
judeus, quer gregos, quer servos, quer
livres, e todos temos bebido de um
Espírito.”
1. Todo indivíduo renascido está envolto,
sobrevestido e possuído pelo Espírito.
2. E assim incorporado no corpo místico
de Jesus Cristo, o Cabeça do Corpo.
II. AS DIVERSIDADES NO CORPO- VS.
14-24
A. Verso 14 - O Corpo é composto de
muitos membros.
O AMIGÃO do Pastor
“Porque também o corpo não é um só
membro, mas muitos.”
1. Verso 20 - “ Agora pois há muitos
membros, mas um corpo.”
2. Lembre-se de que a igreja de Corínto
era uma igreja dividida, e Paulo está
mostrando a unidade que somos, portanto
devemos estar em harmonia um com o outro.
B. Ele ensina-nos que não deve haver
desvalorização de si no Corpo de Cristo.
Vs. 15-19 “Se o pé disser: Porque não
sou mão, não sou do corpo; não será por
isso do corpo? Se todo corpo fosse olho,
onde estaria o ouvido? Se todo fosse
ouvido, onde estaria o olfato? Mas agora
Deus colocou os membros no corpo, cada
um deles como quis. E, se todos fossem um
só membro, onde estaria o corpo?”
1. “Porque não sou mão, não sou do
corpo ou não tenho valor.”
2. Ninguém deve declarar greve,
dizendo: “ Estou cansado de ser pé,
carregando o peso de todo o corpo, sofrendo
golpes a cada passo, sempre calçado e
escondido e nunca admirado.”
3. Já ouviu alguém dizer: “Mas que pé
bonito fulano tem?”
4. O mesmo se aplica ao caso do ouvido
ou da orelha que talvez quisesse ser olho,
pensando que prestava mais porque era um
membro mais destacado.
5. Nenhum crente tem o direito de dizer:
“ Se eu fosse como fulano, poderia ser
usado”.
6. Jamais um crente tem direito de dizer:
“ Se eu tivesse a inteligência, o talento ou a
posição de fulano...”
7. Paulo ensina que o membro mais
fraco é importante para a função do Corpo.
8. Todo membro é importante!
9. Paulo fala no verso 17 : “Se todo
corpo fosse olho, onde estaria o ouvido?”
10. O Senhor fez-nos o que somos no
Corpo de Cristo.
Verso 18 - “Mas agora Deus colocou os
membros no corpo, cada um deles como
quis.”
a. O único proceder correto é aceitar o
lugar no qual Deus nos tem colocado.
b. Assim jamais deve haver
desvalorização de si mesmo ou do que você
é.
C. Paulo passa agora a mostrar que não
deve haver uma desvalorização dos outros.
Vs. 20-24 “Agora pois há muitos
membros mas um corpo. E o olho não pode
dizer à mão: Não tenho necessidade de ti; e
nem ainda a cabeça aos pés: Não tenho
necessidade de vós. Antes os membros do
corpo que parecem ser os mais fracos são
necessários. E os que reputamos serem
menos honrosos no corpo, a esses
honramos muito mais; e aos que em nós
são mais honestos não têm necessidade
disso, mas Deus assim formou o corpo,
dando mais honra ao que tinha falta dela.”
Página 5
1. Isto prevalecia em Corinto, alguns que
possuíam
determinados
dons
eram
orgulhosos e menosprezavam os outros que
não tinham os mesmos dons.
2. O olho não pode dizer à mão: “Eu não
preciso de você.”
3. A cabeça também não pode
negligênciar os pés.
4. Todo membro do corpo é necessário.
5. De repente podemos ver em nossa
mente, um corpo cooperando e sendo usado
pela cabeça.
6. Todos nós somos interdependentes
uns dos outros.
7. Paulo diz, no verso 22, que o membro
mais fraco é importante.
a. Os membros devem ser usados.
b. Ninguém está interessado em
amputar membros do corpo.
8. O apóstolo mostra que qualquer parte
do corpo, quando doente ou machucada, faz
doer todo o corpo.
III. A UNIDADE DO CORPO - VS. 25-27
A. Verso 25 - Não deve haver divisão.
“Para que não haja divisão no corpo,
mas antes tenham os membros igual
cuidado uns dos outros.”
1. Deve haver uma perfeita harmonia
desde que precisamos um do outro.
2. Todo membro do corpo deve receber
igual cuidado.
3. Paulo tem usado o mais perfeito
organismo (o corpo) para mostrar a nossa
unidade.
B. Verso 26 - Nós todos temos uma
experiência comum.
“De maneira que, se um membro
padece, todos os membros padecem com
ele; e, se um membro é honrado, todos os
membros se regozijam com ele.”
1. Pertencemos ao mesmo corpo.
2. A igreja de Cristo é vista como apenas
um corpo.
a. Se um membro do corpo é honrado,
todo o corpo é honrado.
c. Se um membro sofre, todo o corpo
sofre.
C. Verso 27 - Somos o corpo de Cristo.
“Ora, vós sois o corpo de Cristo, e seus
membros em particular.”
IV. A OBRA DE DEUS - VS. 28-31
A. Verso 28 - Deus designou a função de
cada membro no corpo de Cristo.
“E a uns pôs Deus na igreja,
primeiramente apóstolos, em segundo
lugar profetas, em terceiro doutores,
depois milagres, depois dons de curar,
socorros, governos, variedades de línguas.”
1. “Deus pôs” o dom onde ele está.
2. Hove apóstolos e profetas. Eles eram
o alicerce da igreja.
3. É interessante notar que línguas é o ç
Página 6
último dom mencionado. Deve ser talvez porque
era o dom mais usado na igreja de Corínto epelo
qual as pessoas sentiam mais orgulho.
4. Não existe mais o apóstolo.
5. O profeta - aquele que dava uma
mensagem revelada a ele pelo Espírito Santo não existe mais. Agora há pregadores cheios do
Espírito que pregam a Palavra.
6. Existe “doutores” ou ensinadores.
7. Os dons de sinais : “milagres” e “cura”
não mais existem.
8. “Socorros” creio eu que são os diáconos
e existem.
9. “Governos” - aqueles que dirigem a
igreja - Pastores.
10. “Línguas” não existe mais.
B. Versos 29,30 - Todos os membros não têm
o mesmo dom.
“ Porventura são todos apóstolos? são
todos profetas? são todos doutores? são todos
operadores de milagres? Tem todos o dom de
curar? falam todos diversas línguas?
interpretam todos?”
C. Verso 31 - “ Procurai, com zelo, os
melhores dons.”
“Portanto, procurai com zelo os melhores
dons; e eu vos mostrarei um caminho ainda
mais excelente.”
1. Quais são?
2. Paulo explica no capítulo 14.
3. Mas enquanto pensam em procurar
dons ou graças, ele quer dizer-lhes algo de maior
importância.
4. Esta é a maneira ou o espírito pelo qual
os dons devem ser usados.
5. Este será o tema do próximo
capítulo.q
ESTE É UM PROVÉRBIO DE FÉ
Há cinco “provérbios de fé” nas Epístolas
Pastorais.
O Dr.A.T. Pierson sugere que eles sejam
fragmentos de hinos cantados pelos primeiros
cristãos. Aqui está um esboço dos cinco:
1. Salvação de vida (I Tim.1:15)
2. Serviço de vida (I Tim.3:1)
3. Sofrimento de vida (I Tim.4:9-10)
4. Segredo de vida (II Tim.2:11)
5. Santificação de vida (Tito 3:8)
1. Dê com alegria, Deus ama ao que dá com
alegria.
2. Dê sem exibição, “Mas quando tu deres
esmola, não saiba a tua mão esquerda o que faz
a tua direita.”
3. Dê com sacrifício, “nem eu oferecerei...ao
Senhor meu Deus o que não me custou nada.”
4. Dê como tens recebido — “de graça
recebestes, de graça dai.”
“Um pobre ouvinte raramente ouve um bom
sermão.”
O AMIGÃO do Pastor
VOCÊ NUNCA SE ARREPENDERÁ
Por viver uma vida pura;
Por fazer o seu melhor;
Por ser gentil com o pobre;
Por ouvir antes de julgar;
Por pensar antes de falar;
Por abrigar pensamentos puros;
Por ser generoso com o inimigo;
Por parar de ouvir fofocas;
Por permanecer em seus princípios;
Por pedir perdão quando erra;
Por ser Imparcial nas negociações.
CRISTO PERTO
MAS DO LADO DE FORA
Apoc.3:20
1. Um Salvador presente — “A porta”.
2. Um Salvador espera — “Eis que estou”.
3. Um Salvador à procura — “E bato”.
4. Um Salvador que promete — “Entrarei”.
5. Um Salvador que providencia — “E cearei
com ele e ele comigo”.
AOS PÉS DE CRISTO
— para se arrepender (Luc.7:37-38)
— para se queixar (João 11:22)
— para ficar calmo (Luc.8:35)
— para suplicar (Mt.15:25)
— para adorar (Mt.28:9)
de “Sermões Resumidos”
UMA PALAVRA PRECIOSA
JOÃO 14:1-3
ADROALDO CARLOS
I. Concede ânimo (v.1)
II. Concede segurança (v.2)
III. Concede esperança (v.3)
PROCURA-SE I,000
GAROTOS
Nós estamos constantemente
perdendo nossos velhos
fregueses e pelos seguintes
motivos:
120 estão presos; 18 estão
em quadrilhas; 04 estão
condenados à morte; 45 estão
desempregados; 13 foram
mandados para asilos.
Os poucos deixados são de
pouca serventia para nós,
como muitos que estão em
tumultos e têm pouco
dinheiro.
Se
nós
não
conseguirmos
novos
fregueses logo, termos de
fechar as tavernas. Não nos
preocupamos que tipo de
garoto você é, você será um
freguês tão logo tenha
FEV/93
dinheiro ou liberdade. Venha cedo e fique até
tarde.
Candidate-se a: Qualquer taverna ou bar, em
qualquer cidade em qualquer Estado.
Quando nós estivermos lado a lado com você
nós o informaremos de algo mais.
(Isto é triste mas é verdadeiro. Não os deixe
pegar você.)
SALVAÇÃO PELAS “OBRAS”
O Dr.Walter Wilson relatou uma conversa que
ele teve com um homem que discordava de sua
apresentação do Evangelho. “Você mencionou o
esforço humano em sua mensagem” ele
queixou-se. “Pessoalmente eu creio que sou
salvo por boas obras.”
“Bata palmas, irmão!” disse o Dr.Wilson;“eu
também.”
O homem expressou grande surpresa. “Você
quer dizer que atualmente você crê que é salvo
por BOAS OBRAS?”
“Sim, sem dúvida”, replicou o Dr.Wilson com
um vitorioso e conhecido sorriso, “As BOAS
OBRAS DE JESUS — não minhas!”
OS NOMES DO CRISTÃO
As Escrituras dão 4 nomes para os cristãos,
tirado das quatro principais graças tão essenciais
à salvação do homem: SANTOS, por causa da
santidade deles, CRENTES por causa da fé
deles, IRMÃOS, por causa do amor deles,
DISCÍPULOS, por causa do conhecimento deles.
FEV\93
O CRENTE E O CARNAVAL
Pr. Cleber Rodarte Neves
Texto: II Coríntios 6:17-7:1.
Introd: Sabemos que o crente sempre tem que se
posicionar quando há uma questão entre a justiça
e a iniquidade, quando há uma escolha entre a
luz e as trevas. Nesses casos não podemos ficar
neutros; temos que mostrar com firmeza nossa
posição ao lado da justiça e da luz.
Quando há uma escolha a ser feita, uma
opinião a ser dada, não podemos nos calar,
deixando de mostrar que estamos do lado da luz,
em oposição às trevas.
Vamos notar duas atitudes indispensáveis do
crente quanto ao carnaval:
I) RECONHECER QUE É UMA FESTA
PURAMENTE CARNAL.
Não podemos ser complacentes
com o
pecado, nem omissos em tratar com ele
duramente em nossas vidas. Não podemos
conviver com certos tipos de pecado como se
fosse algo normal, aceitável ou inevitável. Temos
que odiar o pecado em todas as suas formas, ou
então, não o venceremos. Os pecados
decorrentes do “Carnaval” são um exemplo do
que estamos falando. Temos que nos posicionar
firmemente contra esta festa profana.
Na ocasião em que houve a guerra entre Irã e
forças aliadas, os psicólogos estavam muito
preocupados com as imagens da guerra que
estavam sendo mostradas na T.V., o que, segundo
eles, poderia ser muito prejudicial às crianças.
Mas não fizeam nenhum comentário sobre o
grande prejuízo moral causado na mente das
crianças pelas cenas de extrema imoralidade que
a T.V. exibe. Sem dúvida, as cenas do carnaval
são muito mais prejudiciais do que as cenas de
guerra.
Como crentes temos que mostrar o nosso
repúdio às festas da carne, especialmente o
carnaval, que provavelmente é a mais imoral de
todas.
Há um padre em nossa cidade que costuma
sair acompanhando blocos de carnaval,
mostrando aos jovens da cidade sua simpatia por
esta festa. O verdadeiro cristão não participaria
disso.
Estamos no mês do carnaval e temos que estar
alertas contra os perigos da influência do
carnaval nas nossas vidas e em nossos lares.
Talvez alguém pudesse dizer: “Mas Pastor, o
senhor sabe que eu não
pulo carnaval, não
tomo parte nessas coisas”. Porém,pode ser que
hajam crentes “complacentes” com as coisas do
carnaval, por exemplo, olhando seus
movimentos da porta ou janela de sua casa, ou
deixando-o entrar em suas casas por meio de
lances na T.V., o que demonstra não haver
controle da T.V. em seus lares. As imagens
de imoralidade vão servir-lhe de tentação; o
caráter de seus filhos que estão sendo formados,
sofrerão sua terrível influência; as músicas
imorais do carnaval ficarão gravadas na suas
mentes e eles terão muito trabalho em apagá-las;
O AMIGÃO do Pastor
e de certa forma, eles estarão mostrando aos seus
filhos uma porcentagem de aprovação ao
carnaval, deixando-o entrar em sua casa. Você
assistiria à uma “missa” pela T.V. ou deixaria
seu aparelho ligado durante a mesma? um
absurdo, você pode pensar; mas vários crentes
deixam seus televisores ligados em cenas de
carnval e não acham absurdo. Isso vem a
comprovar que uma boa parte dos crentes não
têm controle sobre a T.V. em seus lares.
Segundo pesquisa feita pelo Pr. Israel Carlos
Biork, o carnaval foi plagiado de uma festa pagã
da antiga Grécia, quando saíam em desfile pelas
ruas, um grande número de pessoas, junto a um
carro puxado por cavalos, levando em cima
mulheres nuas. Este carro era à semelhança de
um barco e se chamava “carro navalis” (carro
naval); e daí teria surgido o termo “carnaval”.
O “rei momo” é uma figura representativa do
deus da mitologia grega Dionísio (o mesmo
“Baco” dos romanos), que era o deus do vinho e
da sensualidade. No Brasil, a música do carnaval
é o “samba”; música que veio do paganismo
africano, utilizada na invocação de demônios.
As “baianas” do carnaval são as figuras
pitorescas da macumba. E assim, todas as
figuras do carnaval formam uma mistura de
paganismo, macumba, imoralidade, luxúria e
licenciosidade. É uma festa da carne; poderíamos
dizer que é o “CARNEval”. É o tempo em que o
povo libera com mais intensidade a carnalidade,
o pecado que apreciam, mas que ficou reprimido
o ano todo.
Em Ga. 5:19-21 vemos vários aspectos da
nossa carne, o que demonstra que ela é
totalmente pecaminosa. Note que todos estes
pecados são praticados no carnaval. Ele não é
uma diversão propriamente dita, nem uma
brincadeira e nem mesmo uma simples “festa
folclórica” como muitos dizem (ainda mais que o
nosso folclore é puro paganismo); mas é antes de
tudo a liberdade dada à carne para praticar toda
sorte de pecados. II Pe. 2:10 diz: “...aqueles que,
seguindo a carne, andam em imundas paixões...”.
O carnaval nada mais é do que a prática de
“imundas paixões”. Sendo o carnaval uma festa
da carne, não tem absolutamente nada de bom.
Podemos basear essa afirmação em Rm.7:18a “Porque eu sei que em mim, isto é, na minha
carne, não habita bem nenhum...”. Quem andar
na carne colherá: Corrupção (Ga.6:8); Morte
(Rm. 8:6); Inimizade contra Deus (Rm 8:7);
Desagrado a Deus (Rm.8:8). Se acharmos que a
convivência com as cenas do carnaval são
toleráveis ou inevitáveis e que não são tão
nocivas assim, é porque não odiamos o pecado e
não estamos empenhados na santificação de
nossas vidas. Tomemos posição firme contra o
pecado.
A segunda atitude indispensável do crente para
com o carnaval é:
II) RECONHECER A NECESSIDADE DE
UM CONSTANTE ANDAR NO ESPÍRITO.
“Digo, porém, andai no Espíito e jamais
Página 7
satisfareis a
concupiscência da carne”.
(Ga.5:16).
Andar cheios do Espírito Santo deve ser a
principal característica de quem tem o Espírito.
O Espírito Santo naturalmente jamais
nos
guiaria a assitir nenhuma cena do carnaval. Se
participarmos de qualquer forma que seja,
mesmo que “de longe” desta festa, é porque
estaremos andando na carne.
Portanto, não é conveniente sair nos lugares
da cidade onde sabemos que ali haverá desfiles
de carnaval. Assisti-lo é participar dele.
Tenhamos cuidado com aquela curiosidade de
ver “como o mundo está depravado”, isso pode
ser nossa carne usando uma desculpa para
assisti-lo. Veja o que diz Ga. 5:13 e 17: “Porque
vós, irmãos, fostes chamados à liberdade:
porém, não useis da liberdade para dar ocasião à
carne...para que não façais o que porventura seja
do vosso querer”.
Conc: As duas atitudes indispensáveis do crente
para com o carnaval são:
I) Reconhecer que é uma festa puramente
carnal (Portanto não podemos ter nenhuma
participação nela).
II) Reconhecer
a necessidade
de um
costante andar no Espírito. (Isso nos dará vitória
contra a carne).
Se em sua vida tem havido participação
mesmo que indireta no carnaval ou qualquer
forma de omissão em repudiá-lo, permitindo que
você mesmo e sua família sofram suas malígnas
influências, tome agora, diante do Senhor, uma
posição firme e definida contra o carnaval.
Amém! q
(O Pr. Cleber é Pastor da I.B.I. Boas Novas em
Campo Belo - MG)
O PERFEITO PASTOR
Os
resultados
de
uma
pesquisa
computadorizada indicam que o pastor perfeito
prega exatamente 15 minutos. Ele condena o
pecado mas nunca embaraça ninguém. Ele
trabalha das 8 da manhã até a meia noite e é
também o zelador.
Ele ganha Cr$200.000,00 cruzeiros por
semana, veste boas roupas, dirige um carro novo
e dá Cr$150.000,00 por semana para os pobres.
Ele tem 28 anos de idade, tem pregado por 25
anos, é gentil e simpático, trabalha com os
juniores e gasta incontáveis horas com os idosos.
Ele faz 15 ligações por dia aos familiares dos
membros da igreja, aos encarcerados e
hospitalizados e está sempre em seu gabinete de
serviço quando é procurado.
Página 8
“Mórmons” (da página 3)
da crença (nesta vida) em Cristo”; ou b)eles
talvez concordem com cada um que
apareça na frente - e se assim for, eles serão
“convertidos” tão depressa à crença das
Testemunhas de Jeová ou qualquer coisa
que vier; se a conversão é genuína, vocè
pode estar certo de que alguém já fez um
profundo trabalho antes de você chegar. 3)
Dê um convincente testemunho pessoal a
respeito de sua própria salvação. Poucas
coisas terão um impacto maior do que seu
próprio testemunho. Paulo frequentemente
fez isso, como vemos em Atos 22:1-21 e
Gál. 1:11-24. Os missionários SUD são
ensinados a “prestar” seus testemunhos
sobre o mórmon, Joseph Smith, o profeta
atual e assim por diante. Eles são até
ensinados o que dizer e como dizer tudo
isto com muita “sinceridade”. Se a nossa
salvação é genuína, certamente que
podemos dar um testemunho melhor do que
algo memorizado e repetitivo. I Ped. 3:15
deveria falar muito a cada cristão
verdadeiro. 4) Mantenha o controle do
diálogo. É você quem tem uma mensagem
importante para compartilhar, (Mesmo
assim, não seja arrogante. ) Quase sempre,
aqueles com a experiência missionária
SUD são tão acostumados a manipular e
dominar tais conversas que o fazem quase
que automaticamente. 5) Peça as
definições das palavras usadas pelos
mórmons. Talvez você terá que fazer
algumas perguntas para conseguir uma
definição clara. Os SUD frequentemente
usam termos cristãos com suas próprias
definições. Se você perguntar, “O que você
quer dizer por 'salvação' ? ” , talvez você
consiga ou não uma resposta clara. Talvez
você tivesse que perguntar, “Por 'salvação' ,
você quer dizer 'ressurreição do corpo' ? ”
Seja o mais específico possível em suas
perguntas. 6)Seja honesto quando
aparecer uma pergunta que você não
tem certeza de como respondê-la. Você
pode dizer, “Terei que examinar melhor isto
e trazer-lhe uma resposta mais tarde”.
Algumas pessoas pensam ter uma resposta
imediata envolvendo-se assim numa
confusão desnecessária. Ninguém sabe
tudo! 7) Use a Bíblia, quer eles creiam ser
ela confiável ou não. Ao usá-la, você
estará demonstrando que confia nela. Além
do mais, sempre que a Palavra de Deus é
usada, o Espírito Santo pode aplicá-la, quer
O AMIGÃO do Pastor
seus ouvintes creiam nela ou não. ( Os
mórmons no Brasil usam a tradução
Almeida Revista e Corrigida). 8) Reforce
cada contato com boas literaturas.
Nenhum contato será capaz de fazê-los
lembrar tudo o que você lhes disser. Mas se
você deixar alguma boa literatura, eles
serão capazes de estudá-la e revê-la quando
você não estiver presente. Se eles tiverem
perguntas sobre qualquer doutrina em
particular, dê-lhes um folheto com as
explicações. 9) Recomenda-lhes um bom
programa de rádio e um ministério de
confiança em sua área. Quanto mais eles
ouvirem o evangelho, maior a possibilidade
que você terá de vê-los receberem a Cristo
como Salvador pessoal.
O QUE NÃO FAZER QUANDO
ESTIVER EVANGELIZANDO
1) Não espere que os missionários SUD
venham até você. De qualquer maneira,
geralmente eles não são muito receptivos
para com o evangelho. Os cristãos precisam
ir até aos mórmons com o evangelho.
Quando levamos o evangelho aos mórmons
estaremos melhor preparados se um casal
de missionários mórmons vêm até nós. 2)
Não empregue o seu tempo atacando ou
ridicularizando o mormonismo. Isto pode
produzir um inimigo, e dificilmente um
convertido a Cristo. Faça-os cientes dos
problemas no mormonismo de maneira a
não aliená-los. Mas tente dar-lhe primeiro o
evangelho para que saibam que você tem
uma alternativa para o mormonismo.
3) Não permita que os mórmons pulem
de um assunto para o outro sem
reponder às perguntas específicas.
Prenda-os a um assunto chave até que o
tenham respondido ou concordado
estudá-lo mais. 4) Não permita que dois
ou mais mórmons falem com você ao
mesmo tempo. Se alguém que estiver com
você está preparado para falar com
mórmons, deixe-o então dialogar com
aquele que está te interrompendo. 5) Não
permita que o mormonismo domine o
tempo todo. Se você está ali como um
ganhador de almas, mantenha o evangelho
diante deles. Mórmons devotos precisam
ver que o mormonismo tem sérias falhas
antes de ouvir qualquer outra coisa, mas
somente o evangelho pode transformar suas
vidas. 6) Não sobrecarregue seus
ouvintes por tentar dizer-lhes tudo o que
você sabe no primeiro encontro. Você não
FEV/93
aprendeu tudo o que sabe em uma hora ou
duas; e nem eles o farão. Portanto, prepare
um programa para ensiná-los uma hora ou
mais por semana se eles estiverem
interessados. 7) Não os force a tomar uma
decisão para com Cristo. Talvez eles não
tenham ainda informações suficientes para
fazer uma decisão genuína. Entretanto,
enfatize a urgência de confiar em Cristo ( II
Cor. 6:2). Mãos à obra! q
(Artigo mandado pelo Instituto Cristão de Pesquisas - São Paulo - SP)
NINGUÉM PODE TOMÁ-LO
No segundo século, trouxeram um mártir
diante de um rei, e o rei quis que ele
negasse Cristo, mas o homem rejeitou este
pedido. O rei disse: “Se você não fizer isso,
eu o expulsarei do país.” O homem sorriu e
respondeu:“Você não pode me expulsar de
Cristo. Ele diz que nunca me deixará nem
me desamparará.” O rei furioso
disse:“Bem, eu vou confiscar suas
propriedades e tomar tudo de você.” E o
homem replicou:“Meus tesouros estão
guardados no céu, o Sr. não pode pegá-los.
O rei enfureceu-se e disse:“Eu vou
matá-lo.” “Por quê” o homem disse;“Eu
tenho estado morto por 40 anos; eu morri
com Cristo; morri para o mundo. Minha
vida está oculta com Cristo em Deus, e o
Sr. não pode tocá-la.”
Crentes podem regozijar-se, porque eles
estão no campo da ressurreição, subindo
com Cristo. Deixe que perseguições
venham. “Seu gozo ninguém tomará de
você.” (João 16:22)