adcmoura 01.nov.2013

Сomentários

Transcrição

adcmoura 01.nov.2013
DL
Desenvolvimento Local
ADCMOURA
01.NOV.2013 || 76
Dia aberto
na Escola
Superior
Agrária
de
Elvas
Jornada
Transfronteiriça
sobre
de PAM
Projecto PROVE:
prática
colaborativa
entre
produtores
esecagem
consumidores
DIA ABERTO SOBRE POEJOS E COENTROS, EM ELVAS
A convite da Escola Superior Agrária
de Elvas, a ADCMoura, através do
projecto EPAM - Empreender na Fileira
das Plantas Aromáticas e Medicinais
em Portugal, participou, no dia 18 de
Outubro, na iniciativa “Dia Aberto:
colheita, conservação e valorização de
germoplasma de poejos e coentros no
Alentejo” - um projecto financiado pelo
PRODER, - com uma comunicação
intitulada “A fileira das plantas aromáticas e medicinais em Portugal”, que
suscitou um grande interesse por parte
dos cerca de cinquenta participantes
no encontro.
Esta jornada de sensibilização e divul-
gação sobre a importância da conservação dos recursos genéticos e do
património agrícola vegetal do Alentejo, incluiu ainda , para além do seminário, visitas aos viveiros da Escola (com
espécies recolhidas espontaneamente
na região) e degustação de produtos
elaborados com coentros e poejos.■
CONSUMIDORES VISITAM A HORTA “PROVE” DE MOURA
No dia 10 de Outubro, cerca de dezena
e meia de consumidores inscritos no
núcleo PROVE de Moura visitou a
horta do produtor Manuel Paulino,
localizada na Quinta dos Torrejais de
Baixo, onde são produzidas as hortofrutícolas que abastecem os cabazes.
A actividade, que incluiu o passeio
pedestre, a partir de Moura, a visita à
horta e ainda um petisco-convívio,
teve como finalidade fortalecer os laços de amizade e de confiança existentes no seio da “família PROVE”,
proporcionando ainda a oportunidade economia local e para a diminuição da
de contactar no terreno com práticas pegada ecológica. ■
de produção agrícola sustentáveis e
amigas do ambiente, reforçando deste
modo a confiança nos produtos que
vão para casa dos clientes.
Esta iniciativa, que registava em Agosto passado 70 consumidores aderentes
e 800 cabazes distribuídos no espaço
de um ano, tem-se revelado uma aposta conseguida no domínio da produção
e consumo sustentável em Moura,
contribuindo para a dinamização da
ATELIÊS SOBRE MARKETING E CONSTRUÇÃO COM TERRA CRUA
A ADCMoura organizou, no dia 11 de
Outubro, nas instalações do CEPAAL,
em Moura, a oficina temática “Como
divulgar um negócio na Internet?”,
ram abordados os principais factores
críticos de sucesso para uma estratégia online e de que modo é possível
utilizar com sucesso estas ferramentas
Ateliê sobre Marketing Digital e Internet Marketing
animada por Ricardo Bilro, licenciado
em Gestão e Pós-Graduado em Marketing, com especialização nas áreas
do ‘Marketing Digital’ e ‘Internet Marketing’.
Numa sessão bastante interactiva e
participada, com a presença de informáticos e empresários do concelho e
de fora dele, pretendeu-se chamar a
atenção para as potencialidades das
novas ferramentas de Marketing na
Internet (sítios, blogues, redes sociais,
etc) na promoção de um produto, serviço ou até de pessoas, ao alcance de
qualquer organização, instituição ou
empresa. Depois de caracterizadas as
principais ferramentas e identificados
os recursos por elas consumidos, fo-
no quotidiano de cada indivíduo/
organização.
A complementar a apresentação, foram debatidos casos de sucesso que
assentam a divulgação dos seus produtos ou serviços através da Internet
assim como necessidades concretas
trazidas pelos próprio participantes .
Por sua vez, no dia 12 de Outubro,
realizou-se na sede da ADCMoura a
oficina temática “A casa de terra crua:
uma tradição construtiva cultural e
ambiental”, orientada pelo arquitecto
Miguel Mendes, um dos maiores especialistas nacionais deste tipo de construção. Do programa constava uma
abordagem teórica e técnica sobre o
panorama da conservação dos edifí-
CONHEÇA O PROJECTO
PROVE E TORNE-SE
CONSUMIDOR DO
CABAZ PROVE
PROJECTO EMPREENDER
NA FILEIRA DAS PLANTAS
AROMÁTICAS E MEDICINAIS
EM PORTUGAL
cios em terra crua, nomeadamente de
manutenção, patologias e intervenção,
e ainda uma visão socioeconómica e
ética da construção com terra e seu
potencial, tendo sido referido a propósito o exemplo do projecto formativo
promovido pela ADCMoura, em 2010,
em Sobral da Adiça, e que visou a
mobilização das competências de
formandos da comunidade cigana aí
residente para poderem intervir de
forma qualificada na reabilitação das
suas habitações.
Esta oficina contou com cerca de duas
dezenas de participantes, entre arquitectos, outros técnicos do sector, empresários e proprietários de casas de
taipa da cidade de Moura, que, particularmente estes, ficaram a saber mais
sobre as formas mais adequadas de
conservação e reabilitação deste tipo
de construção.
Ambas as oficinas foram organizadas
no âmbito do projecto Espaço Partici-
Ateliê sobre construção em terra
exemplo de projecto sustentável
PROJECTO EU PARTICIPO!
MOURA TAMBÉM É COMIGO
FILEIRA ON-LINE
WWW.ADCMOURA.PT/ PROVE
WWW.EPAM.PT
WWW.ADCMOURA.PT/PARTICIPO

Documentos relacionados