Manual Centro Hyundai

Сomentários

Transcrição

Manual Centro Hyundai
TREINAMENTO PARA CENTRO DE USINAGEM HYUNDAI KIA
-1-
Revisão 1 22/02/2007
Descrição de comandos M
Os comandos M são funções de alternância ou adicionais. Os comandos M podem ficar sozinhos ou com outro comando em um bloco de
programa, porém apenas um comando M por bloco, caso contrário vai gerar um alarme de duplicidade de comando. Comandos de um
mesmo grupo cancelam um ao outro. Assim o último comando M programado cancela o anterior do mesmo grupo.
– Os comandos a seguir descrevem os comandos M padrão. A possibilidade de executar estes comandos M depende do tipo de máquina
e dos acessórios utilizados.
M00 Parada Programada
Este comando causa uma parada na execução do programa da peça. O fuso principal, o avanço e a refrigeração são desativados.
A porta poderá ser aberta através do modo JOG (manual) sem gerar alarme.
M01 Parada Opcional Programada
M01 funciona como M00, mais somente quando a tecla Opcional Stop estiver ativa, porém o fuso principal e a refrigeração permanecem
ligados, podendo ser desativados em modo JOG (manual) sem gerar alarme.
M02 Fim de programa Principal
Esta função indica o fim do programa na memória do comando . A seqüência não é retornada ao inicio do programa.
M03 Fuso principal ativado no sentido horário
O fuso será ativado desde que uma velocidade de corte ou de fuso tenha sido programada. É preciso usar M03 para todas as ferramentas
de corte a direita.
M04 Fuso principal ativado no Sentido anti-horário
As mesmas condições descritas em M03 se aplicam para este comando. È preciso usar M04 para todas as ferramentas a esquerda, ou
retorno de rosca com macho.
M05 Fuso principal desativado
O Fuso principal é parado automaticamente.
M06 Ativa Troca de ferramenta
Habilita a troca de ferramenta do magazine para fuso principal
M08 Refrigeração ativada
M08 liga o fluido de corte.
M09 Refrigeração desativada
M09 desliga fluido de corte.
M12 Contador de peças
Habilita contador de peças no comando cnc e no display (Dispositivo externo)
M13 Liga óleo refrigerante + Rotação do Spindle sentido horário
Liga simultaneamente coolante + RPM
M14 Liga óleo refrigerante + Rotação do Spindle sentido anti-horário
Liga simultaneamente coolante + RPM
M15 Desliga óleo refrigerante + Rotação do Spindle
Desliga simultaneamente coolante + RPM
M19 Parada orientada do Fuso
Orientação do Spindle sempre na mesma posição, posição fixa para troca de ferramenta definida pelo fabricante
M30 fim de programa
Fim de programa com retorno ao inicio do mesmo
-2-
Revisão 1 22/02/2007
M98 Chamada de subprograma
Chamada de subprograma com endereço “P” (número do programa com 4 dígitos) poderá ser usado o comando “L” (Nº. repetições)
M99 Fim de subprograma
Finaliza a chamada de subprograma
FUNÇÕES MISCELÂNIAS
M00
M01
M02
M03
M04
M05
M06
M08
M09
M12
M13
M14
M15
M19
M28
M29
M30
M31
M32
M35
M53
M54
M55
M56
M98
M99
Parada programada
Parada opcional
Final de programa
Rotação sentido horário
Rotação sentido anti-horário
Parada do fuso principal
Troca de ferramenta
Liga refrigerante
Desliga refrigeração
Quantidade de peças Adição
Liga refrigerante + Rotação Horária
Liga refrigerante + Rotação Anti-horária
Desliga refrigerante + Rotação
Parada orientada
Cancela rosca rígida
Rosca Rígida
Fim de programa
Hab. Modo de manutenção do trocador de ferramentas
Finaliza modo de manutenção de ferramentas
Habilita orientação do fuso
Desliga espelho eixo Y
Liga espelho eixo Y
Desliga espelho eixo X
Liga espelho eixo X
Chamada de Subprograma
Fim de Subprograma
-3-
STD
STD
STD
STD
STD
STD
STD
STD
STD
STD
Opcional
Opcional
Opcional
STD
STD
STD
STD
STD
STD
STD
STD
STD
STD
STD
STD
STD
Revisão 1 22/02/2007
Tabela de código G ( Função preparatória)
G00
Avanço rápido
STD
G74
Ciclo de rosca c/ tempo esp.
STD
G01
Interpolação linear
STD
G76
Ciclo de mandrilar fino
STD
G02
Interpolação circular sentido horário
STD
G80
Cancela ciclo fixo
STD
G03
Interpolação circular sentido anti-horário
STD
G81
Ciclo de furação simples
STD
G04
Tempo de espera sob endereço
STD
G82
Ciclo de furação c/ tempo esp.
STD
G05.1
Controle do Look-ahead
STD
G83
Ciclo furação pica-pau
STD
G7.1
Interpolação cilíndrica
Opcional
G84
Ciclo de rosca
STD
G09
Parada exata
STD
G85
Ciclo de mandrilamento
STD
G17
Plano de trabalho X,Y
STD
G86
Ciclo de mandrilamento
STD
Plano de trabalho Z,X
STD
STD
G19
Plano de trabalho Y,Z
Opcional
G88
Ciclo de mandrilamento
reverso
Ciclo de mandrilamento
G20
Coordenadas em polegadas
Opcional
G89
Ciclo de mandrilamento
STD
G21
Coordenadas em milímetros
Opcional
G90
Coordenadas absolutas
STD
G28
Ponto de referência
STD
G91
Coordenadas incrementais
STD
G31
Função de salto
STD
G92
Limit. de rotação/Desl pt zero
STD
G40
Cancela compensação do raio da ferram.
STD
G94
Avanço por minuto
STD
G41
Compensação do raio da ferram. Esquerdo
STD
G95
Avanço por rotação
STD
G42
Compensação do raio da ferram. Direito
STD
G96
Velocidade de corte constante
STD
G43
Compensação do comprimento da ferram. +
STD
G97
Velocidade de rotação RPM
STD
G44
Compensação do comprimento da ferram. -
STD
G98
Retorna à ultima coordenada Z
STD
G49
Cancela compensação de comprimento
STD
G99
Retorna ao ponto R
STD
G50
Cancela modo de escala
STD
G51
Escala habilita
STD
G50.1
Cancela espelho
STD
G51.1
Ativa espelho
STD
G52
Sistema local de coordenada
STD
G53
Coordenada referente à zero máquina
STD
G54~G59
Coordenada referente à zero peça
STD
G54P1~P48
Coordenada referente à zero peça
STD
G62
Avanço automático de canto
STD
G64
Modo de corte normal
STD
G65
Chamada de subprograma macro
STD
G66
Chamada de subprograma macro
STD
G67
Cancela subprograma de macro
STD
G68
Rotação de coordenada
STD
G69
Cancela Rotação
STD
G73
Ciclo de furação
STD
G18
-4-
G87
Revisão 1 22/02/2007
STD
G00 – Posicionamento em avanço rápido
O comando G0 movimenta uma ferramenta até o ponto no sistema da peça especificado através de um comando
absoluto ou incremental, a uma velocidade de deslocamento rápido
•
•
No comando absoluto é programado o valor das coordenadas do ponto final
No comando incremental é programada a distância a ser percorrida.
G01 – Interpolação Linear
O comando G01 movimenta a ferramenta até um ponto especificado porém é necessário determinar o avanço
deste movimento, especificando através do endereço “F” (Feed) , este avanço pode ser determinado de duas
formas utilizando o comando G94 o avanço será realizado em mm/min e utilizando o comando G95 o avanço será
em mm/rot.
Exemplo :
G94 G01 Z-50. F500 mm/min
G95 G01 Z-50. F0.1 mm/rot
O comando G94 já estará ativo a partir do momento que ligar a máquina.
-5-
Revisão 1 22/02/2007
G02 – Interpolação Circular sentido horário
G03 – Interpolação Circular sentido anti-horário
O comando G02 e G03 movimenta a ferramenta até um ponto especificado, este tem a função de confecçionar
raios, canais internos e externos, roscas através de inserto ou fresa com perfil da rosca, abertura de bolsão, ajuste
de diâmetro interpolando com ferramentas em movimento circular etc...
Na linha de comando G02 podem ser usados os seguintes comando X, Y, Z, I, J, K, R, F
X, Y, Z = Coordenada final da interpolação
I, J, K = Distância do ponto inicial da interpolação para o centro do arco ( I=X, J=Y, K=Z)
R = Valor do raio da interpolação
F = Avanço de usinagem programado
Obs.: A distância entre um arco e o centro do circulo que contém esse arco pode ser especificada utilizando-se o
raio “R” circulo, em vez de I, J, K. Neste caso um arco é inferior a 180º, e o outro superior a 180º, quando um
arco é superior a 180º é comandado, o raio deve ser especificado com valor negativo. Se X, Y, Z forem omitidos,
se o ponto final é localizado n mesma posição que o ponto inicial, e, selecionando-se “R” é programado um arco
de 0º .
G02 R... ( A ferramenta de corte não se desloca )
Resumo.: Semiciculos de arcos menor que 180º 6 valor de do R deve ser positivo, e arcos maior que
180º deve ser negativo.
Se os endereços I, J, K e R forem especificados simultaneamente, o arco definido pelo endereço R tem prioridade e
outros são ignorados. Se um eixo for programado fora do plano especificado é emitido um alarme.
Por exemplo, se o eixo U é especificado com um eixo paralelo ao eixo X, quando o plano XY é especificado, um
alarme P/S (nº 028) é ativado. Quando for especificado um arco tendo um ângulo central aproximado de 180º, as
coordenadas do centro que foram calculadas podem conter um erro, neste caso, especificar o centro do arco com
I, J, K.
-6-
Revisão 1 22/02/2007
G04 – Tempo de espera sob endereço
Este comando tem objetivo determinar um tempo de espera durante a usinagem ou testes em MDI, existem várias
aplicações para este comando.
O G04 deve ser usado sempre com um endereço especificado utilizando as letras X, U ou P
Exemplo.: Programando um segundo de espera ficará da seguinte forma :
G04 X1.
G04 U1.
G04 P1000
G05.1 Look-ahead
Este comando tem a finalidade em ajudar na velocidade de processamento de dados entre CNC e motorização,
alguns programas gerados através de software CAM tem seus movimentos feitos ponto a ponto, ou seja, são
pequenos movimentos de coordenadas curtas e por ser tão rápido o comando não tem tempo suficiente para
mandar as informações programas para motorização, e a máquina começa a apresentar pequenos socos e
vibrações.
Todos os programas gerados por CAM com usinagem High speed devem contar no inicio do mesmo este comando
G5.1 Q1 para habilitar e G5.1 Q0 para desabilitar.
Porém antes deste comando colocar os seguintes comandos, na seqüência descrita.
G40 G80 G49 G94
G97 G64 G69
G5.1 Q1
.
.
.
Não é necessário desabilitar com G5.1 Q0 pois quando lido no final do programa o comando M30 (Fim de
programa) é desabilitado automaticamente.
G7.1 - Interpolação cilíndrica
A distância percorrida em um eixo de rotação programada por um ângulo, é convertida internamente, uma só vez,
em uma distância de um eixo linear ao longo da superfície externa, de forma que a interpolação linear ou circular
possa ser executada com outro eixo. Após a interpolação, tal distância é reconvertida na distância percorrida do
eixo de rotação. A função de interpolação cilíndrica permite que a lateral de um cilindro seja desenvolvida para
programação. Assim programas para usinagem cilíndrica de cames podem ser facilmente criadas.
-7-
Revisão 1 22/02/2007
Utilize o parâmetro (nº 1022) para especificar se o eixo de rotação é o eixo X, Y, Z, ou um eixo paralelo a um
desses eixos. Especifique o código G para selecionar um plano par qual o eixo de rotação corresponda ao eixo
linear definido. Por exemplo se o eixo de rotação for um eixo paralelo ao eixo X, G17 terá de especificar um plano
X,Y, que é um plano definido pelo eixo de rotação e pelo eixo Y ou por um eixo paralelo ao Y.
Somente um eixo de rotação pode ser ajustado para a interpolação cilíndrica.
-8-
Revisão 1 22/02/2007
G09 – Parada exata
A ferramenta é desacelerada no ponto final de um bloco, depois é feita uma verificação da posição de entrada.
Assim o próximo bloco é executado
G17, G18, G19 Plano de trabalho
Obs.: O comando G17 já estará ativo quando ligar a máquina.
-9-
Revisão 1 22/02/2007
G20 – Sistema de coordenadas em Polegadas
Com este comando todo o sistema da máquina irá trabalhar com dimensões em polegadas, Offseting, ponto zero
peça, coordenadas programadas etc...
G21 – Sistema de coordenadas em Milimetros
Com este comando todo o sistema da máquina irá trabalhar com dimensões em milimetros, Offseting, ponto zero
peça, coordenadas programadas etc...
Obs.: O comando G21 já estará ativo quando ligar a máquina.
G28 – Ponto de referência definido pelo fabricante
Este comando é definido pelo fabricante da máquina e configurado conforme necessidade, ele tem a função de
movimentar os eixos para o mesmo ponto de referência da máquina, ou seja zero máquina, no caso de Hyundai
Kia. Para este comando funcionar perfeitamente na mesma linha de programção deve constar o comando G91,
então a linha de programa ficaria desta forma.
G91 G28 X0 Y0 Z0
Lembrando que para troca de ferramenta nescessáriamente o eixo Z deve estar posicionado, os demais eixos X, Y
Não tem a obrigatoriedade de estarem posicionados, a não ser que seja máquina com troca de palete, neste caso
todos os eixos devem estar posicionados. Para algumas máquinas verticais Hyundai Kia existe uma segunda
referência chamada de G30, e tem a mesma função que o comando citado acima, porém existe uma posição de
referência para troca de ferramenta G28(ATC) e outra para troca de pallete G30(APC).
G31 – Função de Salto
Esta função é utilizado quando usado equipamentos que dependem de um sinal para poder prosseguir com o
processo, exemplo apalpador de medição Renishaw, ou presseter de ferramenta, como são sensores dependem de
um sinal para poder cortar o avanço, caso contrário haveria colisão com o apalpador ou instrumento utilizado.
Este comando executa todos os saltos definidos no programa, e finaliza o processo.
- 10 -
Revisão 1 22/02/2007
G40 – Cancela compensação do raio da ferramenta
Este comando cancela a compensação do raio da ferramenta, quando utilizado os comandos G41 e G42, é
obrigatório este cancelamento, caso contrário a máquina se portará de forma estranha quanto as coordenadas,
pois todos os movimentos executados serão compensados o raio ferramenta podendo ter coordenadas falsas.
G41 – Compensação do raio da ferramenta a esquerda
G42 – Compensação do raio da ferramenta a direita
Estes comandos compensa o raio da ferramenta descrito na tabela de geometria de ferramentas da tecla OFS/SET
tabela “Raio”
Se a ferramenta estiver (vista na direção do avanço) à esquerda do contorno a ser trabalhado, será preciso
programar G41. Para calcular um raio, o parâmetro D, que representa o raio de corte no registro de compensação,
precisa ser programado e chamado com G41 por exemplo :
G41 D...
Não é permitida a troca direta de G41 para G42 e vice-versa, antes é preciso cancelar com G40.
É preciso seleciona-los em conjunto com G00 ou G01.
Se a ferramenta estiver (vista na direção do avanço) à direita do contorno a ser trabalhado, será preciso
programar G42. Para calcular um raio, o parâmetro D, que representa o raio de corte no registro de compensação,
precisa ser programado e chamado com G42 por exemplo :
G42 D...
- 11 -
Revisão 1 22/02/2007
- 12 -
Revisão 1 22/02/2007
G43 – Compensação do comprimento da ferramenta positiva
G44 – Compensação do comprimento da ferramenta negativa
Para a máquina é sempre levado em consideração a face do nariz do fuso principal, portanto é preciso definir qual
o comprimento exato da ferramenta que esta sendo utilizado assim a máquina compensará este valor para
posicionamento correto da ferramenta, para usinagem.
G49 – Cancela compensação do comprimento da ferramenta
Este comando tem a função de cancelar a compensação do comprimento da ferramenta, porém alguns cuidados
devem ser levados em conta. Se este comando for executado via MDI automaticamente a máquina se posicionará
na posição, ou seja na coordenada sem a compensação do comprimento, então se digitar G49 sem pedir
movimento do eixo Z mesmo assim o eixo se moverá para positivo ou negativo dependendo de qual comando
estiver ativo G43 ou G44 descompensando assim o comprimento.
G50 – Cancela o fator de escala
G50 – Fator de escala
- 13 -
Revisão 1 22/02/2007
G50.1 – Desabilita Função Espelho
G51.1 – Habilita Função Espelho
G52 Sistema de coordenadas locais
Formato :
N... G52 X... Y... Z...
Com G52, o ponto zero da coordenada atual pode ser trocado pelos valores X, Y, Z.
Essa função permite criar um subsistema de coordenadas para o sistema de coordenadas existente.
G52 é o sentido do bloco. A troca resultante é mantida até outra ser ativada.
G53 Sistema de coordenadas da máquina
Formato :
N... G53 X... Y... Z...
Este comando é modal e todas as coordenadas são relativas referentes ao ponto zero máquina, ou seja para
máquinas Hyundai Kia as coordenadas de zero máquina são as coordenadas 0 (zero) do ponto de referência do
equipamento.
- 14 -
Revisão 1 22/02/2007
G54~G59 Sistema de coordenadas zero peça
Formato :
N... G54 X... Y... Z...
N... G59 X... Y... Z...
Este comando também é modal, parecido com G53 porém as coordenadas não são fixas, elas podem ser alteradas
conforme definição do usuário, ou conforme o produto.
Ainda pode ser definido alguns pontos zeros extras, que vai de G54 P1 a G54 P48
Formato :
N... G54 P1 X... Y... Z...
N... G54 P48 X... Y... Z...
G62 Avanço automático de canto
G64 Modo de corte normal
Formato :
N... G62/G64
- 15 -
Revisão 1 22/02/2007
G68/G69 Rotação de coordenada
- 16 -
Revisão 1 22/02/2007
- 17 -
Revisão 1 22/02/2007
- 18 -
Revisão 1 22/02/2007
- 19 -
Revisão 1 22/02/2007
- 20 -
Revisão 1 22/02/2007
- 21 -
Revisão 1 22/02/2007
- 22 -
Revisão 1 22/02/2007
- 23 -
Revisão 1 22/02/2007
- 24 -
Revisão 1 22/02/2007
Funções de Programa
Função
Número de programa
Seqüência de bloco
Função preparatória
Dimensões de trabalho
Adress
O (EIA) (ISO)
N
G
X,Z
U,W
I,K
R
C
F,E
M
S
T
P,U,X
P
P,Q
L
A,D,I,K
Funções de avanço
Função auxiliar
Velocidade de fuso RPM
Número de ferramenta
Tempo de espera
Designado para subprograma
Repetição de ciclo
Número de repetições
Parâmetros
Endereços
Número de programa peças ou subprogramas
Seqüência de número de bloco 1 a 9999
Função de caminho
Dados de posição absolutos e tempo de espera
Dados de posição incremental, tempo de espera
Usado para interpolação circular
Raios, Valor do cone, parâmetro de ciclo
Chanfro
Taxa de avanço ou passo da rosca
Comando para ligar ou desl. algumas funções
Velocidade do fuso velocidade de corte
Designado para numero e compensação ferram.
Tempo de espera
Chamada de subprograma
Repetição de ciclo
Número de repetições
Parâmetros para ciclos fixos
** Um bloco pode ser composto de alguns comandos exemplo :
N
Número
Seqüência
G
Função
Preparatória
X,Y
Dimensão
Trabalho
F
Avanço de
corte
S
Rotação
do fuso
T
Número
Ferramenta
M
Função
Auxiliar
;
Final de
Bloco
Obs.: Pode-se programar até 6 códigos “G” por linha desde que não seja do mesmo grupo e apenas
um código “M” por linha.
- 25 -
Revisão 1 22/02/2007
Preset de ferramenta
Existem duas formas para presetar ferramenta :
1 – Preset externo, com equipamento de preset, este captura a dimensão da ponta da ferramenta à linha de gauge
Do cone da ferramenta.
Este valor é carregado na tabela de geometria de ferramenta manualmente com valor positivo.
Procedimento para problemas no trocador de ferramenta
Na tela de MDI digitar o comando M31, porém se a máquina estiver em alarme, o comndo não
será aceito, portanto digitar o comando M31 e apertar a botão Start + Select simultaneamente,
da mesma forma digitar o comndo M35
Com estas funções ativas as teclas de movimentos dos eixos serão utilizadas para a
manutenção do trocador, lembrando que não pode air de MDI.
A tecla Y+ e Y- tem função de movimentar o Pocket
A tecla X+ e X- tem a função de movimentar o braço no sentido de giro, ou parcialmente para
finalizar o ciclo ou totalmente a ponto de retirar a ferramenta do pocket e colocar no fuso, para
que isto aconteça deve-se manter apertada a tecla até que finalize por completo o movimento
requerido.
A tecla Z+ e Z- tem a função de abrir e fechar a pinça
Após finalizar todos os movimentos digitar o comando M32 + Select e referenciar a máquina,
certificar que os numeros da ferramenta estão corretos, ou seja se houve inversão das
ferramentas.
- 26 -
Revisão 1 22/02/2007