Revista FevMarAbr2014 - Editavel - Aparecidinha

Сomentários

Transcrição

Revista FevMarAbr2014 - Editavel - Aparecidinha
Fev / Mar
OFM Conv.
2014
Horário das Missas:
2ª Feira: 15h e Terço: 19h30min
3ª Feira: Grupo de Oração: 19h30min
4ª Feira: 19h30min
5ª Feira: 19h30min
6ª Feira: 19h30min
Sábado: 19h30min
Domingo: 07h30min; 9h; 10h30min e 19h
Secretaria Paroquial:
2ª à 6ª Feiras: 8h às 12h
e das 13h30min às 17h30min
Sábado: 8h30min às 12h
PROGRAMAÇÃO DE MARÇO
DIA
EVENTO
02
08 e 09
15 e 16
17 e 19
22
26
27
29
29
Reunião Apostolado Oração - 15h
Recanto da CEB´S
Recanto do Grupo Oração
Recanto Catequese
Panquecada Franciscana - 20h
Reunião CEB´S - 20h
Palestra Sobre Drogas- 20h
Pastoral Criança - 9h às 14h
Reunião de Pais 2ª Etapa - 15h
Atendimento do Pároco:
4ª Feira e Sábado: 9h às 11h30min
Missa do Sagrado Coração: Primeira 6ª Feira do mês às 7h e 19h30min
OFICINAS DE ORAÇÃO E VIDA
Através da prática constante da
leitura orante e meditada de
pequenos textos bíblicos,
escutando a palavra do Senhor e
dialogando com Ele nas diversas
maneiras de orar, possibilita ao
Cristão ter uma intimidade com nosso criador
seguindo os passos de Jesus.
TESTEMUNHO
A Oficina de Oração e Vida me ajudou muito
porque eu não tinha o hábito de ler a bíblia todos os
dias e a prática diária fez com que eu praticasse a
leitura. Isso fez com que me sentisse uma pessoa
melhor. A cada dia aprendi a procurar os textos
bíblicos e meditá-los, naqueles versículos que mais
me tocavam. Isso me fez sentir mais de perto a
presença de Deus. Com esse aprendizado quero
continuar a fazer desta oficina uma prática diária em
minha vida e ser uma pessoa melhor do que sou
hoje. Agradeço a Deus pela oportunidade, porque
nunca é tarde para conhecer as maravilhas que Ele
tem para nos oferecer.
Sibelis N. Muniz Dias
P. N. Oratório - Aparecidinha
Revista da Comunidade
Via Sacra 2014
Todas às sextas-feiras após a missa
07/03/14: Na Igreja: CEB’s, Pastoral da Criança,
Legião de Maria, Oficinas de Oração e Vida.
14/03/14: Rua Camerun: EVP, Coroinhas,
Acólitos, Cerimoniários , Jovens.
21/03/14: Rua Tunísia: Catequese, Crisma,
Ministros, Ministério da Música.
28/03/14: Rua Cremona: Pastoral Familiar, ECC,
Equipe de Noivos, Comissão de Adm e Festas.
04/04/14: Rua Creta: Pastoral do Batismo,
Apostolado da Oração, Vicentinos, Pascom.
11/04/14: Rua América Central: Grupo de
Oração Maria Nossa Mãe, Grupo de Oração
Imaculada Conceição, Pastoral do Dízimo.
Dias 05; 12; 19 e 26 de Março e 02 ; 09 de Abril
às 15h - Via Sacra na igreja: Pastoral da
Terceira Idade.
AnoXIII-N°135-Fev/Mar2014
Fev / Mar
OFM Conv.
2014
Editorial
Irmãos e irmãs
Paz e Bem!
Com muita alegria
iniciamos mais um ano pedindo
sempre as bênçãos de Deus e a
p r o t e ç ã o d e N o s s a S e n h o ra
Aparecida, almejando paz nos
corações e todo bem para
prosseguirmos nossa caminhada
de fé e esperança de dias melhores
e, assim bem iluminados pela luz
de Jesus Cristo que fez sua morada
no meio de nós, assumimos a
nossa missão de ser sal da terra e
luz do mundo.
Nesta nossa primeira
edição deste ano queremos dar um
destaque especial, dentro do
tempo Quaresmal, à Campanha da
Fraternidade 2014 cujo tema é
Fraternidade e Tráfico Humano,
convocando a todos, homens e
mulheres de boa vontade a se
unirem no enfrentamento desta
realidade que ainda envergonha a
humanidade e vem crescendo
inescrupulosamente em nosso
país.
Assim se expressa o
assessor da Campanha da
Fraternidade padre Luiz Carlos
Dias: “O tráfico humano é uma
atividade que atenta contra a
dignidade das pessoas com um
requinte de crueldade
assustadora. É inadmissível o ser
humano ou seus órgãos vitais
serem transformados em
mercadoria e pessoas submetidas
ao trabalho em condições
desumanas”.
Diante dessa realidade os
Bispos do Brasil convocam toda a
Igreja a dar sua contribuição na
identificação e no enfrentamento
do tráfico humano em suas várias
formas e ao mesmo tempo quer
mobilizar ações de denúncia aos
criminosos e grupos que
gerenciam a rede de exploração de
pessoas e lucram com essa
prática. O texto base revela que
são diferentes as atividades de
tráfico e elas podem envolver
sexo, serviços agrícolas e
domésticos, adoções ilegais até a
remoção e venda de órgãos, entre
outras.
Somos desafiados a nos
comprometer com o processo de
erradicação do tráfico de pessoas
em todas as suas formas,
desafiados a participar
ativamente, tomando
conhecimento desta atividade
criminosa, participando dos
grupos de reflexão, das ViasSacras, celebrações, orações,
enfim, das atividades propostas
pela Igreja e pela sociedade civil,
principalmente no que diz respeito
à prevenção e ao encorajamento
para que as pessoas que se
deixaram envolver por qualquer
forma de tráfico reajam, buscando
recuperar sua dignidade e
liberdade, encontrando apoio nas
famílias e em comunidades
acolhedoras que aprenderam de
Jesus a serem bons samaritanos.
A passagem bíblica “É para
a liberdade que Cristo nos
libertou” (Gl 5,1) é fonte
inspiradora e iluminadora desta
Campanha da Fraternidade. A
ação de Jesus sempre foi
direcionada para a liberdade dos
Filhos de Deus. Ele veio para que
todos tenham vida plena, por isso
o seu Evangelho é boa notícia que
realiza a libertação dos oprimidos
e devolve a dignidade humana que
lhes foi tirada. A Boa Nova implica
a libertação de qualquer tipo de
exploração e injustiça contra o ser
humano.
Cristo é a verdade que liberta
(Jo 8,32). É a liberdade oferecida
a todos indiscriminadamente. O
Mistério Pascal é mistério da
libertação definitiva. A liberdade
oferecida por Ele supera o pecado
a que toda pessoa está sujeita. Ele
veio para nos libertar de todos os
males. É liberdade para se deixar
conduzir pelo Espírito, como diz
São Paulo: “deixai-vos conduzir
pelo Espírito do Senhor” e, “fazeivos servos uns dos outros, pelo
amor”, portanto, à medida que
amamos o próximo, passamos da
morte para a vida. Esse amor
impele a servir a todos, de modo
especial os que têm a sua
liberdade tolhida injustamente.
“No rosto das vítimas do
tráfico humano a Igreja identifica
traços do rosto de Jesus sofredor.
O filho de Deus, com sua
encarnação, se uniu a cada pessoa
em seu sofrer, tem compaixão e
identifica-se com cada oprimido,
explorado e humilhado, a exemplo
dos vitimados pelo tráfico
humano”. (nº 217)
“A mensagem de Jesus é
essencialmente uma mensagem
de libertação. Todo discípulo é
ungido no Batismo pelo Espírito do
Senhor para ser um libertador
como Jesus. Ungido para
proclamar a liberdade e colocar-se
em defesa da dignidade humana...
a lei de Cristo escrita na mente e
no coração do homem, move o
discípulo missionário a tomar
decisões firmes a favor da
liberdade e da dignidade humana”.
(nº218)
Convido a ler e meditar o
Evangelho de Jesus Cristo e a carta
d e S ã o Pa u l o a o s G á l a t a s ,
especialmente o capítulo 5, e o
texto base da Campanha da
Fraternidade para nos enriquecer
e despertar em nossa vida e em
nossa comunidade as mesmas
ações de Jesus que defende e
promovem toda a vida, garantindo
a liberdade dos filhos de Deus e
com Ele chegarmos a Ressurreição
e a vida nova junto de Deus.
Desejo a todos uma boa
caminhada quaresmal trilhando o
caminho da verdadeira liberdade
para chegarmos à Páscoa do
Senhor.
Frei Itacir Gasperin - Pároco
OFM
Junho
Conv.
2012
Fev / Mar
Encontro de Santos
No último dia 12, na
missa em louvor a nossa
Padroeira, recebemos em nossa
Paróquia a Relíquia de Santo
Antônio. Frei Geraldo ao término
da reunião de franciscanos no
Paraná, mobilizou a comunidade
para um momento rico e único
em meio a nós.”Como foi bonito
ver e sentir a fé e a união de
todos, para que tudo
acontecesse da melhor maneira
possível!”
Saímos em procissão da
Cidade dos Meninos, com carro
de som e tudo. Qual foi a nossa
surpresa o D.S.T já estava
apostos interditando o trânsito.
Frei Geraldo e Frei Luciano
Marine, com a relíquia,
abençoando todas as ruas por
onde passamos até chegarmos
na Aparecidinha. A igreja lotada.
Nossa Senhora Aparecida
recebeu Santo Antônio de braços
abertos. A missa foi belíssima.
Frei Luciano nos encantou com a
sua homilia e sua simplicidade.
Parabéns a todos os
paroquianos!
Parabéns querido Frei Geraldo!
Elza Vital do Prado
A Cruz nossa de cada dia
Papa Francisco ressalta o
significado da cruz na vida de todos
nós católicos, dizendo:
“Jesus com a sua cruz
atravessou nossos caminhos
para carregar os nossos
medos, nossos problemas,
sofrimentos, mesmo os mais
profundos.
Na Cruz está todo o amor
de Deus, a sua misericórdia.
Não há cruz, pequena ou
grande da nossa vida que o
Senhor não venha compartilhar
conosco.
O Sinal da Cruz é o sinal
dos cristãos o sinal do Deus
vivo. Ninguém pode tocar a
Cruz de Jesus sem deixar algo de
si mesmo nela e sem trazer algo
da Cruz de Jesus para sua
própria vida.
Mais uma etapa da reforma
de nossa Igreja foi concluída. A Cruz,
sinal da nossa fé, foi recolocada no
alto da torre em 28 de dezembro de
2013.
Elza e Otacilio
2014
Junho
2012
Fev
/ Mar 2014
OFM Conv.
Colaboração Linda
A Pastoral Familiar convida você e sua Família a
participarem da Palestra: “PREVENÇÃO ÀS DROGAS”
com a presença do Dr. Célio Rubim Faria, Diretor da
Revista Reviver.
Data: 27/ 03/ 2014
Horário: 20h
Local: Salão Paroquial
"Por que gastai o dinheiro naquilo que
não é pão? E o produto do vosso trabalho
naquilo que não pode satisfazer? Ouvi-me
atentamente e comei o que é bom, e a
vossa alma se deleite com a gordura".
(Isaías: 55,2)
CONVITE MUIIIITO ESPECIAL...
Está chegando a tradicional Festa do Sorvete!!!
Convidamos todas as famílias a prestigiarem.
Acontecerá nos dias 03 e 04 de março, a partir das 11h, no salão
paroquial.
Teremos concurso de fantasias para as crianças, brincadeiras e
muita diversão.
Convites à venda na Secretaria Paroquial no valor de R$ 3,00, com
direito a uma bola de sorvete.
2012
CATEQUESE -
CORAL INFANTIL DA APARECIDINHA
“Muito bem, servo bom e Fiel”
Venha dedicar o seu talento musical
ao Senhor integrando-se ao nosso
“Coral Infantil Aparecidinha”
Iniciaremos nossas atividades no
sábado, dia 15/03/2014 das 10h às
11 h.
Esperamos você em nossos
ensaios.
Neste primeiro encontro, contamos com a presença
dos Pais ou de um responsável pela criança.
OFM
Junho
Conv.
Fev / Mar
2014
Decorrido o período de pausa para férias, começa
um novo ano de encontros de catequese. Que este Ano
nos una num só Espírito e numa só Fé!
Justiça e Profecia a
serviço da vida- 13º
Intereclesial de CEB's
Aconteceu o 13º
Intereclesial das
Comunidades Eclesiais de
Base – CEB's. Com o tema:
Justiça e Profecia a Serviço
da Vida e o lema: CEB's
Romeiros do Reino no Campo e na Cidade, o 13º
Intereclesial aconteceu na cidade do Juazeiro do Norte,
Diocese do Crato, nos dias 07 a 11 de janeiro deste ano.
Para este Encontro das CEB's a Região de
Utinga nomeou três pessoas: Francisca representando a
Aparecidinha, Adelina da Santa Gema e o Valdomiro da
Nossa Senhora Auxiliadora.
Francisca ficou muito feliz
com sua participação
neste encontro e para
expressar sua alegria
salientou este trecho do
Jornal Expediente:
“Esperando acolher os
3750 delegados, a cidade
de Juazeiro ofereceu a sua
hospitalidade romeira
para que acontecesse o
13º Intereclesial. Que
venham os pés romeiros!
'Os pés romeiros são
como lápis. Mas a gente
também escreve com os pés. Só que pra ler essa escrita
precisa de conhecer os chãos da vida e das estradas
duras. E é preciso curtir o couro dos pés. Pezinhos de
pele fina não deixam quase nada escrito nos caminhos
da vida.'” (Fonte: Jornal Expediente – Crato – CE)
Colaboração: Rosinádja
Para que estes encontros aconteçam, nós
catequistas, estamos esperando por vocês crianças
para fazer sua inscrição e vir provar do amor de Jesus.
Os encontros serão realizados às segundas, terças,
quartas-feiras e sábados nos horários das 8h às 10 h e
das 14h às 16 h. Serão 8 turmas para a 1ª etapa e 7
turmas para a 2ª etapa e 29 catequistas envolvidas.
A catequese não é mera preparação para os
sacramentos é aprendizagem contínua e permanente
do mistério cristão. Não termina nunca. A vida
transcorre em etapas, num processo contínuo de
crescimento. Com a fé é a mesma coisa. Nossa relação
com Deus precisa ir crescendo, crescendo até o
encontro definitivo com ele na eternidade. A catequese
é um processo formativo, sistemático, progressivo e
permanente de educação da fé. Promove a iniciação à
vida comunitária, à liturgia e ao compromisso pessoal e
com o Evangelho. Prossegue pela vida inteira,
aprofundando essa opção e fazendo crescer no
conhecimento, na participação e na ação.
A catequese não se completa somente com a
participação da criança ou adolescente nos encontros
semanais. Ela se completa na participação de toda a
família à Liturgia Dominical e na catequese doméstica,
conduzida pelos pais. A catequese e a liturgia caminham
lado a lado neste processo permanente de encontro com
Deus. A catequese não apenas provoca uma assimilação
intelectual do conteúdo da fé, mas também toca o
coração e transforma a conduta da pessoa catequizada.
Desse modo, a catequese gera uma dinâmica entre
aquilo que se crê e aquilo que se vive, entre a
mensagem cristã e o conteúdo cultural, estimula frutos
de santidade. A experiência cristã positiva, vivida no
ambiente familiar, é uma marca decisiva para a vida do
cristão, A própria vida familiar deve tornar-se um
itinerário de educação de fé e uma escola de vida cristã.
Aos pais, no ato de inscrição das crianças, foram
encaminhadas cartinhas contendo orientações e
esclarecimentos, inclusive sobre a assiduidade e
pontualidade das crianças e adolescentes nos encontros
semanais e missas festivas e dominicais. Os
catequizandos são orientados para trazerem sempre a
sua Bíblia. Haverá, durante o ano, encontros também
com os pais e responsáveis. Esses encontros serão
formações catequéticas- quatro encontros durante o
ano - e os pais ou responsáveis pela criança deverão
trazer, sempre, a Bíblia.
Você que sentiu o chamado a ser catequista,
responda: “Eis-me aqui senhor!”
Maria Pinheiro
2014
Mensagem do Papa Francisco para
a Quaresma 2014
Fez-Se pobre, para nos enriquecer
com a sua pobreza (cf. 2 Cor 8,9)
Queridos irmãos e irmãs!
Por ocasião da Quaresma, ofereço-vos algumas
reflexões com a esperança de que possam servir para o
caminho pessoal e comunitário de conversão. Como motivo
inspirador tomei a seguinte frase de São Paulo: «Conheceis
bem a bondade de Nosso Senhor Jesus Cristo, que, sendo
rico, Se fez pobre por vós, para vos enriquecer com a sua
pobreza » (2 Cor 8,9). O Apóstolo escreve aos cristãos de
Corinto encorajando-os a serem generosos na ajuda aos
fiéis de Jerusalém que passam necessidade. A nós, cristãos
de hoje, que nos dizem estas palavras de São Paulo? Que
nos diz, hoje, a nós, o convite à pobreza, a uma vida pobre
em sentido evangélico?...
(...) O Evangelho é o verdadeiro antídoto contra a
miséria espiritual: o cristão é chamado a levar a todo o
ambiente o anúncio libertador de que existe o perdão do
mal cometido, de que Deus é maior que o nosso pecado e
nos ama gratuitamente e sempre, e de que estamos feitos
para a comunhão e a vida eterna. O Senhor convida-nos a
sermos jubilosos anunciadores desta mensagem de
misericórdia e esperança. É bom experimentar a alegria de
difundir esta boa nova, partilhar o tesouro que nos foi
confiado para consolar os corações dilacerados e dar
esperança a tantos irmãos e irmãs imersos na escuridão.
Trata-se de seguir e imitar Jesus, que foi ao encontro dos
pobres e dos pecadores como o pastor à procura da ovelha
perdida, e fê-lo cheio de amor. Unidos a Ele, podemos
corajosamente abrir novas vias de evangelização e
promoção humana.
Queridos irmãos e irmãs, possa este tempo de
Quaresma encontrar a Igreja inteira pronta e solícita para
testemunhar, a quantos vivem na miséria material, moral e
espiritual, a mensagem evangélica, que se resume no
anúncio do amor do Pai misericordioso, pronto a abraçar
em Cristo toda a pessoa. E poderemos fazê-lo na medida
em que estivermos configurados com Cristo, que Se fez
pobre e nos enriqueceu com a sua pobreza.
A Quaresma é um tempo propício para o
despojamento; e far-nos-á bem questionar-nos acerca do
que nos podemos privar a fim de ajudar e enriquecer a
outros com a nossa pobreza. Não esqueçamos que a
verdadeira pobreza dói: não seria válido um despojamento
sem esta dimensão penitencial. Desconfio da esmola que
não custa nem dói.
Pedimos a graça do Espírito Santo que nos permita
ser " tidos por pobres, nós que enriquecemos a muitos; por
nada tendo e, no entanto, tudo possuindo " (2 Cor 6,10).
Que Ele sustente estes nossos propósitos e reforce em nós
a atenção e solicitude pela miséria humana, para nos
tornarmos misericordiosos e agentes de misericórdia. Com
estes votos, asseguro a minha oração para que cada crente
e cada comunidade eclesial percorra frutuosamente o
itinerário quaresmal, e peço-vos que rezeis por mim. Que o
Senhor vos abençoe e Nossa Senhora vos guarde!
PAPA FRANCISCO
(Você pode ler a mensagem na íntegra no site do Vaticano)
Junho
2012
Fev
/ Mar 2014
OFM Conv.
Aconteceu
No dia 14/12/2013 - 11ª Festa Italiana
Dia Mágico 14/12/13 Pastoral
da Criança e Vicentinos.
Entrega da Cesta de Natal
Dia 19/12/13 - Vicentinos.
Comemoração dos 25 anos de fundação
da JUPI (Jovens Unidos Por um Ideal)
PASTORAL DA TERCEIRA IDADE
No dia 11/12/2013 tivemos a nossa missa de
encerramento e uma pequena confraternização no
salão.
01/02 às 09h na Igreja Imaculada, tivemos
exame médico para a ginástica e foram realizadas as
devidas inscrições.
A partir do dia 05/02, no salão da igreja
Aparecidinha, é realizada a ginástica todas as quartas
e sextas-feiras das 9h às 10h.
Convidamos todos a participar do Chá-bingo dia
26/03 a partir das 14h.
Fiquem atentos para o início das aulas de
pintura!
Marilda Alves Ferreira Zanon
OFM
Junho
Conv.
2012
NATAL E ANO NOVO
"Já estamos no Ano Novo,
nossa rotina começa aos poucos,
tudo parece voltar à normalidade
do dia a dia, mas ainda vem
em nossa memória as
comemorações do último Natal.
E o que ficou? Será que todas as
mensagens natalinas ficam no
esquecimento com a chegada do
Ano Novo? É claro que não. A
encenação do nascimento do
menino Jesus feita pelas crianças
na noite de Natal, nos tocou o
coração e ainda está presente
No último dia 17
de dezembro o
papa Francisco
completou 77
anos de idade.
N a s c e u n a
Argentina em
1936. Deve ter
uma boa saúde
para aguentar
toda a atividade e toda a
responsabilidade de sua missão. Só
por Deus, mesmo! Agradeçamos a
Deus e rezemos por ele, como ele
mesmo insistentemente pede.
O que significa ser
dizimista?
Apresentação das crianças da
catequese na missa de Natal.
Agradecemos ao nosso Pároco frei Itacir
pelo apoio e confiança aos trabalhos
realizados pela catequese e aos pais e
crianças da catequese por todo empenho e
dedicação que tiveram para que esta linda
apresentação acontecesse.
Drogaria América do Sul
Medicamentos e perfumaria em geral
Desde 1973 servindo confiança!
Aberta diariamente das 8:00 às 22:00 horas
Tel: 4472-1977
4475-6474
Rua América do Sul, 11 - Pq. Novo Oratório
CEP 09270-410 - Santo André - SP
Expressão de fé.
Expressão de gratidão a
Deus. Expressão
de
compromisso. Expressão de
maturidade cristã. Expressão
de Amor. "Fé" ao Deus Vivo.
"Gratidão" aos benef í c i o s r e c e b i d o s .
"Compromisso" com a
Fev / Mar
2014
em nossa memória e deve nos
acompanhar por todos os novos
dias de 2014. A vida de uma
família que se iniciava com José,
Maria e o menino Jesus, sua
peregrinação, perseverança e fé
na crença de um mundo melhor,
é o exemplo que devemos seguir
ao cuidar de nossa família, assim
como fez José. Cuidar de nossos
filhos, preservando-lhes uma
vida digna e incentivando-os
para que tenham fé. A força de
José em cuidar de sua esposa é a
mesma que muitos pais de
família precisam ter nestes
tempos de tanta injustiça e
violência. Quando nas vésperas
do Natal desejamos aos nossos
amigos e parentes um -"Feliz
Natal, que o menino Jesus leve
muita luz e fé para o Ano Novo"devemos ser como Maria e José
que acreditaram e com sua
simplicidade e humildade nos
trouxeram Jesus para nos guiar
com esta luz.
Feliz 2014 a todas as
famílias desta comunidade!
Um pouco antes de seu
aniversário, ele escreveu uma carta,
que se chama exortação apostólica
com o título em latim “Evangelii
gaudium” e em português “A alegria
do Evangelho”. Vale a pena lê-la por
inteiro mesmo sendo um pouco
compridinha, mas eis aqui algumas
frases tiradas dessa carta:
próprias seguranças”.
“O grande risco do mundo atual
com sua múltipla e avassaladora
oferta de consumo é uma tristeza
individualista que brota do coração
comodista e mesquinho, da busca
desordenada de prazeres
superficiais da consciência isolada.
Quando a vida interior se fecha nos
próprios interesses, deixa de haver
espaço para os outros, já não
entram os pobres, já não se ouve a
voz de Deus, já não se goza da doce
alegria do seu amor, nem fervilha o
entusiasmo de fazer o bem”.
“Prefiro uma Igreja acidentada,
ferida e enlameada por ter saído
pelas estradas, a uma Igreja
enferma pelo fechamento e a
comodidade de se agarrar às
comunidade que pertenço.
"Maturidade"
em
saber
que
sou responsável pelo
bem físico e espiritual com
a
c o m u n i d a d e .
"Amor" à comunidade que
pode
contar
com minha
generosidade. Tens meu sim,
meu respeito, minha
colaboração, minha doação,
meu amor.
Vera Lucia Colonhesi
Fev / Mar
OFM Conv.
2014
OFM
Junho
Conv.
2012
Fev / Mar
2014
MISSA EM AÇÃO DE GRAÇAS PELO TEMPO DE TRABALHO DEDICADO
FRATERNALMENTE POR FREI GERALDO MONTEIRO À APARECIDINHA.
No Dia 8 de março de 1857,
operárias de uma fábrica de tecidos,
situada na cidade norte americana
de Nova Iorque, fizeram uma
grande greve. Ocuparam a fábrica e
começaram a reivindicar melhores
condições de trabalho, tais como,
redução na carga diária de trabalho
para dez horas (as fábricas exigiam
16 horas de trabalho diário),
equiparação de salários com os
homens (as mulheres chegavam a
receber até um terço do salário de
um homem, para executar o mesmo
tipo de trabalho) e tratamento digno
dentro do ambiente de trabalho.
A manifestação foi reprimida
com total violência. As mulheres
foram trancadas dentro da fábrica,
q u e f o i i n c e n d i a d a .
Aproximadamente 130 tecelãs
morreram, num ato totalmente
desumano.
Porém, somente no ano de
1910, durante uma conferência na
Dinamarca, ficou decidido que o 8
de março passaria a ser o "Dia
Internacional da Mulher", em
homenagem às mulheres que
morreram na fábrica em 1857. Mas
somente no ano de 1975, através de
Desde os primórdios
da humanidade,
sabemos que o
homem sempre se
estabeleceu em locais
próximos aos rios e
mares, para garantir
seu sustento através da pesca e da
agricultura.
A história do Egito faz uma excelente
demonstração desse fato, quando os
homens, às margens do rio Nilo, fizeram
os primeiros aglomerados humanos e
construíram as primeiras cidades do
mundo. Ali já se registrava o quanto o
homem era dependente da água.
Porém, com o passar dos anos, com a
um decreto, a data foi oficializada
pela ONU (Organização das Nações
Unidas).
outras que foram moldura da
realização dos nossos próprios
projetos.
Ao ser criada esta data, não se
pretendia apenas comemorar, o
objetivo é discutir o papel da mulher
na sociedade atual. O esforço é para
tentar diminuir e, quem sabe um dia
terminar, com o preconceito e a
desvalorização da mulher. Mesmo
com todos os avanços, elas ainda
sofrem, em muitos locais, sendo
tratadas sob o domínio da tirania, da
incompreensão, da maldade e
preconceito de alguns homens,
sofrem ainda com a jornada
excessiva de trabalho e
desvantagens na carreira
profissional. Muito foi conquistado,
mas muito ainda há para ser
modificado nesta história. Todavia,
mesmo sendo subjugadas por seus
opressores, estes não conseguem
tirar a força da esperança que as
incita a continuar acreditando em
dias melhores.
Muitas passam por nossa vida e
não poderíamos deixar de
mencionar a participação daquelas
que deixaram marcas sensíveis em
nossas lembranças. Trazemos vivos
na memória os cuidados da nossa
mãe, que se desdobrava 24 horas do
dia se fosse necessário, as
recordações de nossas férias na
casa da vovó, da professora que nos
ensinou a ler, entre muitas outras.
No mundo, algumas mulheres
se despontaram através do
trabalho, impulsionadas por seus
sonhos e, não menos importantes
que essas, reconhecemos o papel de
evolução da humanidade, a água passou
a ser tratada com desrespeito, sendo
poluída e desperdiçada.
Por esses motivos, a ONU
(Organização das Nações Unidas) criou
o Dia Mundial da Água, em 22 de março
de 1992, para promover discussões
acerca da consciência do homem em
relação a tal bem natural.
Se já sabemos da importância da
água, do ponto de vista vital, há ainda
que considerá-la numa dimensão muito
mais ampla e divina. E esta é salientada
de modo muito especial, no Sacramento
do Batismo.
O Símbolo Batismal mais importante
é a “Água”.
Por meio das águas do Batismo sai
A mulher revela a beleza de Deus,
o desejo da mulher em ser bela é um
desejo eterno, que brota do coração
de Deus, sendo que a beleza é mais
que uma qualidade, é uma virtude,
pois a verdadeira beleza brota do
coração, do sorriso, do acolhimento
e amor de uma mulher. E Nossa
Senhora vem nos ensinar, que ser
bela é ser cuidadosa, consigo
mesma e com os outros; ensinandonos também a revelar a beleza
interior, e a cuidarmos da beleza
exterior, pois uma mulher, revela
sua beleza do interior para o
exterior.
Fonte: www.suapesquisa.com.br
uma pessoa purificada das culpas e
libertada da escravidão do pecado, é nos
infundido a graça santificante, as
virtudes e os dons do Espírito Santo;
tornamo-nos filhos de Deus e da Igreja e
herdeiros do Céu.
É através da água que o Espírito
Santo atua em todos os acontecimentos
e no momento do Batismo, Ele, com a
força e o poder Divino destrói todo o mal
que existe e proporciona a alegria de
uma nova vida.
Fonte: www.brasilescola.com
http://apostoladosagradoscoracoes.an
gelfire.com
Colaboração: Nathalia Ap. O. Palma
Mais uma vez pudemos observar,
com grande alegria, o resultado do
trabalho em equipe da Comunidade
Aparecidinha em 26 de janeiro deste
ano.
Neste dia, foi celebrada às 19h
missa em Ação de Graças pela Vida
d e F r e i G e ra l d o M o n t e i r o . A
comunidade preparou uma
homenagem em agradecimento
pelo carinho, dedicação e trabalho
realizado por ele durante sua
permanência em nosso meio.
Agradecimentos:
· E s c r i t a d o S r. E s t e v a m
representando a Comunidade;
·Entrega de uma placa;
·Vídeo – retrospectiva;
·Música: “Nossa Missão” de
Adriana, apresentada pela equipe
de músicos de nossa Comunidade.
Como sempre, a Equipe Litúrgica
e a Equipe de Músicos inseriram toda
a assembleia numa forte
espiritualidade durante a
Celebração Eucarística. Um
momento emocionante foi a
apresentação da retrospectiva de
sua efetiva presença na
Aparecidinha.
Encerrando este momento com a
Consagração a Nossa Senhora
tivemos também a benção aos
aniversariantes do mês de Janeiro.
Toda a assembleia foi convidada a
partilhar um singelo e delicioso
lanche.
Escrita do Sr.
E s t e v a m
representando a
Comunidade
Frei Geraldo
Paz e Bem
No limiar dos seus
primeiros anos como Pároco da
Aparecidinha em 1995 até 2001, o
senhor nos presenteou com seus
carismas e realizações importantes
que ficarão marcados para sempre.
O amor para com as crianças
fazendo sentir como Jesus disse:
“- Vinde a mim as criancinhas.”
As visitas e bênçãos aos doentes,
o carinho com as pastorais, a
realização das Santas Missas nos
dias 12 de cada mês, em desagravo
às ofensas contra nossa Santa Mãe
Maria, a acolhida aos paroquianos
nas mais diversas situações e sua
presença constante, mesmo com
muitas atribuições como Provincial.
Por tudo isso, muito obrigado.
Deus lhe pague. Leve sempre o
carinho de nossa Comunidade!
NOSSA MISSÃO
(Adriana)
Desde o ventre da minha
mãe
Já me conhecia
Antes que eu nascesse
Jesus me escolheu
Hoje a minha vida
E para o seu louvor
Sigo anunciando o seu
eterno amor
Aonde mandar eu irei
Seu amor eu não posso
ocultar
Quero anunciar para o
mundo ouvir
Que Jesus é o nosso
Salvador (2x)
Grato eu estou Senhor
porque me confiaste
A missão de proclamar o
seu eterno amor
Mesmo sendo tão pequeno
Me deste autoridade
De em seu nome anunciar
A paz e a liberdade.
Comentário
Todos os cantos foram adaptados
para esta homenagem e coincidiram com
o evangelho onde Cristo falou:
-"Segui-me, e eu farei de vós
pescadores de homens”.
Assim, as músicas: Te Amarei
(Entrada), Um Coração para Amar
(Ofertório), A Barca (Comunhão) e
Vo c a ç ã o ( Pó s - C o m u n h ã o ) fo ra m
incluídas, atendendo aos dois temas.
É difícil adequar os cantos a todas
celebrações, mas com ajuda do Espírito
Santo, temos conseguido.
Paz e bem!
Sílvio
Junho
2012
Fev
/ Mar 2014
OFM
Junho
Conv.
OFM Conv.
2012
Fev / Mar
todos. “É para a liberdade que Cristo nos
libertou” (Gl 5, 1), especialmente os que
sofrem com injustiças, como as presentes
nas modalidades do tráfico humano,
representadas pelas mãos na parte inferior.
Campanha da Fraternidade 2014
Fraternidade e Tráfico Humano
Lema: “É para a liberdade que Cristo nos libertou.” (Gl 5,1)
Cristo por meio da morte de cruz, pagou com
seu sangue pela nossa liberdade, muitas vezes ouvi
que para que não estivéssemos no verso da cruz é
que Cristo se coloca na frente. O sofrimento no
caminho do calvário deu-nos vida plena como filhos
e filhas de Deus.
No caminho de conversão quaresmal, a
Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB)
nos apresenta a Campanha da Fraternidade como
itinerário de libertação pessoal, comunitária e
social. Tráfico Humano e Fraternidade é o tema da
Campanha de 2014. O lema é inspirado na carta
aos Gálatas: “É para a liberdade que Cristo nos
libertou.” (5,1)
É importante nos colocarmos abertos para
entender e enxergar este problema tão vivo em
nossas sociedade, o pré julgamento de que isso não
faz parte da nossa realidade é o que encoberta as
diversas faces que o tráfico possuí. Como cristão
temos que estar atentos para toda a privação que
os filhos e filhas de Deus têm em nossa sociedade,
“conhecereis a verdade, e a verdade vos tornará
livres” (cf Jo 8,32).
Devemos estar atentos às principais
modalidades do tráfico humano:
· Tráfico para exploração no trabalho.
· Tráfico para exploração sexual.
· Tráfico para a extração de órgãos.
· Tráfico de crianças e adolescentes.
Mesmo muitas vezes não vivível aos nossos
olhos, o tráfico humano tem algumas
características as quais devemos nos atentar: as
diversas rotas para tráfico de pessoas, a
“invisibilidades” dos aliciadores, a coação das
vítimas e das famílias. Hoje, temos anúncios de
empregos milagrosos nos jornais e até perfis para
aliciação juvenil pelas redes sociais.
O objetivo geral da Campanha da Fraternidade
é identificar as práticas de tráfico humano em suas
várias formas e denunciá-lo como violação da
dignidade e da liberdade humana, mobilizando
cristãos e a sociedade brasileira para erradicar esse
mal, com vista dos filhos e filhas de Deus.
Entre os objetivos específicos temos 6 pontos:
4-
identificar, Denunciar, Reivindicar, Promover,
Suscitar e Celebrar.
· Identificar as causas e modalidades do
tráfico humano;
· Denunciar as estruturas e situações;
· Reivindicar ações dos poderes públicos;
· Promover ações de prevenção;
· Suscitar à luz da Palavra de Deus;
· Celebrar o mistério da morte e ressurreição
de Jesus Cristo.
Importante: A Campanha da Fraternidade vem
para nos alertar e nos preparar de como devemos
agir frente ao cerceamento da liberdade dos filhos
de Deus, existes pessoas competentes para agir,
por isso caso tenha alguma suspeita entre em
contato com os órgãos responsáveis.
Canais de Denúncia
Disque 100 - Disque Denúncia Nacional.
Disque 180 – Central de atendimento à Mulher.
Oração da Campanha da Fraternidade de
2014
Ó Deus, sempre ouvis o clamor do vosso povo
e vos compadeceis dos oprimidos e escravizados.
Fazei que experimentem a libertação da cruz
e a ressurreição de Jesus.
Nós vos pedimos pelos que sofrem
o flagelo do tráfico humano.
Convertei-nos pela força do vosso Espírito,
e tornai-nos sensíveis às dores destes nossos
irmãos.
Comprometidos na superação deste mal,
vivamos como vossos filhos e filhas,
na liberdade e na paz.
Por Cristo nosso Senhor. AMÉM!
O Cartaz
1-
O cartaz da Campanha da Fraternidade
quer refletir a crueldade do tráfico humano.
As mãos acorrentadas e estendidas
2014
simbolizam a situação de dominação e
exploração dos irmãos e irmãs traficados e o
seu sentimento de impotência perante os
traficantes. A mão que sustenta as
correntes representa a força coercitiva do
tráfico, que explora vítimas que estão
distantes de sua terra, de sua família e de
sua gente.
2-
Essa situação rompe com o projeto de vida
na liberdade e na paz e viola a dignidade e os
direitos do ser humano, criado à imagem e
semelhança de Deus. A sombra na parte
superior do cartaz expressa as violações do
tráfico humano, que ferem a fraternidade e
a solidariedade, que empobrecem e
desumanizam a sociedade.
3-
As correntes rompidas e envoltas em luz
revigoram a vida sofrida das pessoas
dominadas por esse crime e apontam para a
esperança de libertação do tráfico humano.
Essa esperança se nutre da entrega total de
Jesus Cristo na cruz para vencer as
situações de morte e conceder a liberdade a
A maioria das pessoas traficadas é pobre
ou está em situação de grande
vulnerabilidade. As redes criminosas do
tráfico valem-se dessa condição, que facilita
o aliciamento com enganosas promessas de
vida mais digna. Uma vez nas mãos dos
traficantes, mulheres, homens e crianças,
adolescentes e jovens são explorados em
atividades contra a própria vontade e por
meios violentos.
1. Deus não quer ver seus filhos sendo
escravizados. À semelhança e à sua
imagem, os criou. (Cf. Gn 1,27)
Na cruz de Cristo, foram todos resgatados.
Para liberdade é que Jesus nos libertou!
(Gl 5,1)
2. Há tanta gente que, ao buscar nova
alvorada,
Sai pela estrada a procurar libertação;
Mas como é triste ver, ao fim da caminhada,
Que foi levada a trabalhar na escravidão!
3. Quantos chegam a perder a dignidade,
Sua cidade, a família, o seu valor.
Falta justiça, falta mais fraternidade
Pra libertá-los para a vida e para o amor!
4. Que abracemos a certeza da esperança,
(Cf. Hb 6,11)
Que já nos lança, nessa marcha em
comunhão. .
Pra novo céu e nova terra da aliança,
(Cf. Ap 21,1)
De liberdade e vida plena para o irmão…
(Cf. Jo 10,10)

Documentos relacionados