4 - Duratex

Сomentários

Transcrição

4 - Duratex
> Áreas de atuação
DIVISÃO DECA
¾ Metais
M t i Sanitários
S itá i
¾ Louças Sanitárias
¾ Acessórios
Liderança no segmento de Metais e
posição
p
ç destacada no segmento
g
de louças.
ç
Possui a mais ampla linha de produtos para
g
de mercado.
os diferentes segmentos
2
> Áreas de atuação
DIVISÃO MADEIRA
¾ Chapa de Fibra
¾ MDP
¾ MDF/HDF/SDF
¾ Piso Laminado
0
Liderança no mercado
b il i
brasileiro,
com a maior
i
variedade de produtos
ofertados.
3
> Áreas de atuação
FLORESTAL
¾ 100% das terras pertencem a Duratex S.A;
¾ Área total: 115 mil ha de terras;
ƒ valor de mercado: R$ 1.260 milhões (US$720 milhões);
ƒ valor patrimonial (Mar/08): R$ 455 milhões (US$ 260 milhões).
¾ Auto-suficiência em madeira:
ƒ Eficiência
c ê c a nos
os custos => Maior
ao p
produtividade;
odut dade;
ƒ Fornecimento estratégico das matéria-prima;
ƒ Integração com as fábricas visando reduzir a volatilidade e
os riscos do processo.
¾ Certificações
C tifi
õ ISO14
ISO14.001
001 e FSC
FSC;
¾ Membro da CCX (Chicago Climate Exchange).
4
> PAR: Fato Relevante de março de 2007
Aumento das Capacidades
¾ Maior linha de MDF: 800.000 m3/ano de capacidade: +125% (1S09);
¾ Metais Sanitários: aumento de 400.000 peças / mês: +33% (2S09);
¾ Louças Sanitárias: aumento de 150.000 peças / mês: aquisição Ideal Standard;
Enriquecimento do mix de vendas
¾ Expansão
E
ã d
de 130% da
d capacidade
id d produtiva
d ti de
d piso
i
laminado (2S09);
Metais e Louças
Jundiaí/SP
¾ Nova Linha de Revestimento em Baixa Pressão:
8.500.000 m2 / ano: +35% (1S09);
Economia de custos:
¾ Fábrica de Resina: Produção de 100% da resina (mix de formol e uréia)
produção
ç do MDF ((2S09);
);
utilizada na p
¾ Aquisição de 20.000 hectares de terras na região;
¾ Software: SAP e Hardware: IBM Risk.
5
> PAR: Aquisição Ideal Standard
Ideal Standard:
¾ Características
C
t í ti
da
d aquisição:
i i ã
• R$ 60M: Aquisição + Investimentos + Necessidade de Capital de Giro;
• 2 plantas: Jundiaí/SP (80 mil peças/mês) e Queimados/RJ (70 mil peças/mês).
¾ Vantagens:
• Investimento unitário: economia de 30% em relação a um projeto green field;
• Momento de mercado: um green field demoraria 24 meses para ser
implantado.
6
> PAR: Fato Relevante de maio de 2008
Aumento de Capacidade
¾MDP: 1.000.000 m3/ano de capacidade:
• Crescimento
C
i
t de
d 200% sobre
b a capacidade
id d existente
i t t (2S09)
Enriquecimento do mix de vendas
¾ Aquisição de uma nova linha de Revestimento em Baixa
Pressão com capacidade de 10 milhões de m2 anuais:
• Crescimento de 30% da capacidade de revestimento.
Economia de custos:
¾ Fábrica de Resina: Produção de 100% da resina (mix de formol e uréia)
utilizada na produção do MDP.
Objetivos:
j
¾ Aproveitar o excelente momento econômico,
¾ Fortalecer liderança de mercado,
¾ Ampliar vantagens competitivas,
¾ Criar valor aos acionistas.
7
> PAR e EBITDA
875,0
PAR
EBITDA
565 4
565,4
558 1
558,1
458,1
362,6
320 6
320,6
199,4 187,5
138,9
2000
303,5
232,2
210,4
172,8
139,4
2001
222,3
136,8
2002
2003
2004
108,4
2005
105,4
2006
2007
2008 *
* 2008
• PAR: estimado.
• EBITDA: últimos 12 meses (de abril/2007 a março/2008).
8
> Duratex
Capacidade nominal instalada e grau de utilização no
primeiro trimestre:
92%
Chapa de Fibra
MDP
Metais Sanitários
Louças Sanitárias
500.000 m3/ano
85%
640.000 m3/ano
87%
MDF/HDF/SDF
360.000 m3/ano
15.600 mil
peças/ano
77%
98%
4.000 mil
peças/ano
Destaques:
D
t
Divisão Madeira: parada programada das plantas por 10 dias em média,
Metais Sanitários: adicionados 1,2 milhões de peças na capacidade
10
> Construção civil
Financiamento Imobiliário via Poupança (em R$ Milhões)
. Novos Empréstimos jan/08
. Variação jan08xjan07
21.000
18.410
224,5 M
+2.300% a/a
9.314
3.002
4.852
2004
2005
2006
2007
248,5
248
5M
+145% a/a
76,9 M
+52% a/a
902,8 M
+109% a/a
2008*
Fonte: ABECIP, BACEN, Estimativa SECOVI
Taxa de juros e PIB da Construção Civil
19,00%
167,5 M
+49% a/a
22,00%
18,50%
15,75%
17,50%
17,25%
13,25%
11,25% 11,30%
5,7%
4,5%
2,1%
5,3%
1,3%
5,6%
Taxa SELIC
PIB da Construção Civil
2000
2001 2002
-2,6% -2,5%
2003
-8,6%
2004
2005
2006
2007
2008*
* Estimativas IBGE e BACEN
11
> Construção civil
Ciclo médio de uma Obra:
6 meses
12 meses
6 meses
12
> Construção civil
Mix Diversificado de Produtos
> Apartamento tipo:
C (econômico)
Decritivo:
• Construtor: MRV
• Área: 42 m2
• Valor: R$ 1.584 / m2
• Total de unidades: 296
• Produtos Deca: R$171.384
B
Descritivo:
• Construtor: Ecolife
• Área: 78 m2
• Valor: R$ 2.540 / m2
• Total de unidades: 198
• Produtos
P d t Deca:
D
R$327 690
R$327.690
A
AA (premium)
Descritivo:
• Construtor: Tecnisa
• Área: 130 m2
• Valor: R$ 3.450 / m2
• Total de unidades: 52
• Produtos Deca: R$412.672 Descritivo:
• Construtor: Cyrela
• Área: 607 m2
• Valor: R$ 5.340 / m2
• Total de unidades: 48
• Produtos Deca: R$2.007.456
13
> Desempenho 1T08
Segmentação das Vendas:
Piso
Laminado
6%
Construção Civil
(direto)
MDF
27%
Metais
22%
46%
Construção Civil
(indireto)
R$ 428,3 M
34%
Louças
12%
MDP
15%
Chapas de
Fibra
18%
O t
Outros
20%
I d D Mó
i
Distribuição das Vendas
14
> Endividamento
M
$
R
8
0
T
1
l
a
t
o
T
a
d
i
v
í
D
8
,
3
9
7
a
x
i
a
C
/
s
e
d
a
d
i
l
i
b
i
n
o
p
s
i
D
0
,
5
0
7
7
,
8
7
5
.
1
o
d
i
u
q
í
L
o
i
n
ô
m
i
r
t
a
P
%
6
,
5
L
P
/
a
d
i
u
q
í
L
a
d
i
v
í
D
7
1
,
0
A
D
T
I
B
E
/
a
d
i
u
q
í
L
a
d
i
v
í
D
793,8
Moeda
Estrangeira
LP
160,5
268,6
CP
34%
66%
Endividamento e Cronograma
de Amortização (MR$)
119,7
Moeda
Nacional
633,3
260,3
145,2
Dívida 1T08
2008
2009
2010
2011 e após
15
> Destaques 1T08
¾
Volume expedido: + 11% em relação a 2007;
¾
Receita líquida: + 29% a/a, para R$ 147,0 milhões;
¾
Margem bruta: de 39%, em 2007, para 43%;
¾
EBITDA: + 59% para R$ 43,1 M. Margem EBITDA de 24% para 29%.
16
> Destaques 1T08
M d i
Madeira
¾ Volume expedido : - 2% em relação ao 1T2007;
¾ Receita líquida: + 16% a/a para R$ 281,3 milhões;
¾ Margem bruta: de 48% para 39%;
¾ EBITDA: - 9% para R$ 84,8 milhões e margem EBITDA igual a 30%;
¾ Resultados da Divisão impactados pela pressão de custos:
g elétrica e
• energia
• resina.
17
> Desempenho 1os trimestres
Rec.Líq.(R$ M) & Marg. Bruta (%)
43%
43%
46%
40%
EBITDA (R$ milhão) & Margem (%)
31%
31%
428 3
428,3
306,3
1T05
330,4
1T06
356,5
1T07
120,6
93,8
1T08
Lucro Líquido (R$ M)
1T05
40,1
44,8
1T05
1T06
1T07
30%
127 9
127,9
101,9
1T06
1T07
1T08
PL (R$ M) & ROE (%)
17%
74,7
34%
22%
1.469,6
1.578,7
18%
78,8
1T08
23%
1.004,5
1.082,1
1T05
1T06
1T07
1T08
18
> Desempenho anual
(*2008 Î últimos 12 meses)
Rec.Líq.(R$ M) & Marg. Bruta (%)
42%
43%
45%
44%
EBITDA (R$ milhão) & Margem (%)
29%
31%
1.742,3
33%
32%
558,1
565,4
2007
2008*
1.670,6
458,1
1.489,2
362,6
1.270,6
2005
2006
2007
2008*
Lucro Líquido (R$ M)
318,9
2005
PL (R$ M) & ROE (%)
323,0
14%
18%
22%
22%
1.535,8
1.578,7
2007
2008*
1.395,7
226,0
137,1
2005
2006
1.050,8
2006
2007
2008*
2005
2006
19
> Desempenho
Madeira
¾ EBITDA (em R$ milhões) e Margem (em %)
Anual (*2008 Î últimos 12 meses)
Primeiros Trimestres
38,5%
31,9%
33,0%
30,2%
31,1%
35,3%
354,4
65,3
72,7
1T05
1T06
93,6
84,8
1T07
1T08
37,1%
410 0
410,0
35,1%
401,3
267,1
2005
2006
2007
2008*
20
> Desempenho
¾ EBITDA (em R$ milhões) e Margem (em %)
Anual (*2008 Î últimos 12 meses)
Primeiros Trimestres
28,1%
29,3%
26,4%
23,8%
28,6
1T05
29,2
1T06
26,2%
23,3%
43,1
148,1
27,0
1T07
1T08
21,4%
95,5
103,7
2005
2006
2007
27,4%
164,1
2008*
21
> Mercado de Capitais
Estrutura Acionária:
¾ Total de ações emitidas: 129,7M
• PN: 76,1M,
Tag-along de 80%
%
• ON: 53,6M.
¾ Evolução da participação acionária dos principais grupos de
preferencialistas:
Investidores Estrangeiros
O t
Outros
Investidores
I
tid
(locais)
(l
i )
m
ar
fe
v
de
z
ja
n/
08
no
v
ou
t
se
t
ag
o
ju
l
ju
n
m
ai
Fundos de Pensão (locais)
Itaúsa (Controlador)
ab
r
m
ar
/0
7
60%
55%
50%
45%
40%
35%
30%
25%
20%
15%
10%
5%
0%
22
> Mercado de capitais
Desempenho da Ação (período: 31 dez/05 a 02 mai/08):
45 000
45.000
Cotação Média (R$)
40.000
Volume Negociado
35.000
((média móvel 15 dias - R$
$ milhares))
30.000
25.000
20.000
15.000
Valorização no período em US$ :
. Duratex = + 257%
. Ibovespa = + 174%
10.000
5 000
5.000
0
29-de
ez-05
20-ja
an-06
13-fe
ev-06
8-m
mar-06
29-m
mar-06
20-a
abr-06
15-m
mai-06
5-ju
un-06
27-ju
un-06
18-jjul-06
8-ag
go-06
29-ag
go-06
20-s
set-06
11-o
out-06
3-no
ov-06
28-no
ov-06
19-de
ez-06
12-ja
an-07
5-fe
ev-07
28-fe
ev-07
21-m
mar-07
12-a
abr-07
4-m
mai-07
25-m
mai-07
18-ju
un-07
10-jjul-07
31-jjul-07
21-ag
go-07
12-s
set-07
3-o
out-07
25-o
out-07
19-no
ov-07
11-de
ez-07
7-ja
an-08
29-ja
an-08
21-fe
ev-08
13-m
mar-08
4-a
abr-08
28-a
abr-08
65,00
65
00
60,00
55,00
50,00
45 00
45,00
40,00
35,00
30,00
25 00
25,00
20,00
15,00
10,00
5,00
0,00
¾ Membro dos índices
e
23
> Valor de mercado (em US$ M)
. Inclusão da Duratex nos Índices Ibovespa e IBrX50
. Dividendo extraordinário (R$50M)
. Emissões de ações R$ 609 M
. Bonificação em ações 1x1
. Adesão ao Nível 1
. Grupamento de ações 200 / 1
. Extinção das PBs
. Dividendo Extraordinário
. Dividendo mínimo de 30%
3.172
1.990
. Tag-Along
g
g de 80% para
p
PN
173
2002
2 943
2.943
339
2003
550
2004
748
2005
2006
+1.600% no período
2007
2008*
24
> Mercado de Capitais
¾ Cobertura das Ações da Duratex:
Instituição
Brascan Corretora
Citibank
Credit Suisse
Deutsche Bank
Fator Banco
Itaú Corretora de Valores
Link Corretora
Merrill Lynch
Santander Banespa
p
Socopa Corretora de
UBS Pactual
Unibanco
Analista
Beatriz Battelli
Luis Vallarino
Marcelo Telles
Josh Milberg
Eduardo Pirani Puzziello
Renata Faber
Andres Kikuchi
Marcos Assumpção
Marcello Milman
Daniel Dol
Edmo Chagas
Andre Luiz Rocha
Telefone
(55-21) 3231-3146
(52-55) 1226-0608
(52-55) 5283-8933
(55-11) 2113-5971
(55 11) 3049-9478
(55-11)
3049 9478
(55-11) 5029-4542
(55-11) 4504-7290
(55-11) 2188-4226
((55-11)) 3012-7530
(55-11) 3299-2166
(55-21) 2555-3025
(55-11) 3584-4330
E-mail
[email protected]
lvallarin[email protected]
[email protected]
[email protected]
[email protected] com br
[email protected]
[email protected]
[email protected]
[email protected]
[email protected]
@
p
[email protected]
[email protected]
[email protected]
25
> Disclaimer
A informação aqui contida foi preparada pela Duratex SA (a
"empresa") e não constitui material de oferta para a subscrição
ou compra de valores mobiliários da empresa. Este material trás
informações gerais sobre a empresa nesta data. Nenhuma
representação ou garantia, de forma expressa ou inclusa, é feita
acerca, e nenhuma confiança deve ser depositada, na exatidão,
justificação ou totalidade das informações apresentadas.
A empresa não pode dar qualquer certeza quanto a realização
das expectativas apresentadas.
13 de maio de 2008
26

Documentos relacionados

Divulgação de Resultados 2004

Divulgação de Resultados 2004 expectativa de mercado Elevação do dividendo obrigatório de 25% para 30% do Lucro Líquido Ajustado Pagamento de um dividendo extraordinário de R$ 1,30 por mil ações

Leia mais

www.duratex.com.br

www.duratex.com.br ¾ Endividamento & Cronograma de Amortização (Valores em R$M)

Leia mais

faturamento ( mmr$ )

faturamento ( mmr$ ) GESTÃO ESTRATÉGICA Dentro do Plano de Aplicação de Recursos (PAR) foram investidos

Leia mais

Apimec 2015

Apimec 2015 Volume Deca (em '000 peças) Volume Madeira (em m3) EBITDA Margem EBITDA Lucro Líquido Recorrente ROE recorrente

Leia mais

da apresentação

da apresentação Plínio do Amaral Pinheiro Vice Presidente Corporativo e Financeiro Diretor de Relações com Investidores”

Leia mais

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO CENÁRIO E

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO CENÁRIO E Destacam-se ainda os investimentos em uma nova empregadora de papéis para revestimento em Agudos, no valor de R$ 7,6 milhões, e as ampliações das capacidades de produção das áreas de Metais e Louça...

Leia mais

CENÁRIO E MERCADO GESTÃO ESTRATÉGICA E

CENÁRIO E MERCADO GESTÃO ESTRATÉGICA E No primeiro trimestre, as ações da Duratex tiveram uma boa performance com valorização de 11,1% frente a uma queda do índice Bovespa de 4,4%. As ações preferenciais estiveram presentes em todos os ...

Leia mais