DIARQUIA DEMOCRÁTICA DE ESPARTA Fundação do Templo de

Сomentários

Transcrição

DIARQUIA DEMOCRÁTICA DE ESPARTA Fundação do Templo de
DIARQUIA DEMOCRÁTICA DE ESPARTA
Fundação do Templo de Héstia
21 de agosto de 2008
Amados esparciatas,
Todos nós sabemos que nossa cultura é nosso grande trunfo. Os templos serão parte da força que
moverá essa cultura. Por isso, tomo a iniciativa, espero que seja permitido, de fundar hoje, no dia do
aniversário de nosso fundador Mariano de Ágide, o primeiro templo espartano: O Templo de Héstia, a
casa do fogo sagrado que arderá para sempre.
Agora apresento a vocês o templo, do jeito que Mariano me pediu: em tópicos respondendo perguntas básicas.
A Deusa
Héstia (conhecida como Vesta em Roma), foi a primeira filha de Cronos Reia, mas foi a última que
Zeus tirou da barriga do pai quando salvou os irmãos devorados. Dessa forma, ela representa o
início e o fim. Admirada por todos os deuses, era a personificação da moradia estável. Era a protetor
das cidades, das famílias e das colônias.
Sua chama sagrada brilhava constantemente nos lares e templos. Todas as cidades possuíam o
fogo de Héstia, colocado sempre no palácio. O fogo era conseguido diretamente do sol. Quando os
gregos fundavam cidades fora da Grécia, levavam parte do fogo da lareira como símbolo de ligação
com a erra materna e, com ele, acendiam a lareira onde seria o núcleo político da cidade.
A deusa da perenidade da civilização era cultuada de forma simples, dentro dos lares, em família.
Quando em cerimônias públicas, no entanto, os cultos eram celebrados pela maior autoridade da
cidade.
O conceito do Templo HOJE
Nossa chama, que manteremos acesa serão os novatos, os postulantes. As vestais (o templo será
só para mulheres) vão inciar os postulantes no micronacionalismo e em Esparta.O templo de Héstia
será a primeira morada de todo esparciata.
Passaremos nosso conhecimento aos mais novos, mantendo acesa a chama espartana. Nossos
segredos serão mantidos entre as vestais. Viveremos pelo desejo de servir e alimentar Esparta com
seu fogo divino. Para que o trabalho das Vestais possa começar, hoje fundo o Templo de Héstia e
peço autorização para receber e trabalhar a cabeça dos postulantes para que estejam prontos para a
vida espartana.
Que a representação de Héstia nos guie em nossa missão tão importante.
Anna Carolin Hohenzollern-Friedenburg Murta-Ribeiro

Documentos relacionados