Kalenda do Natal - Arquidiocese de Campinas SP

Сomentários

Transcrição

Kalenda do Natal - Arquidiocese de Campinas SP
Kalenda do Natal:
Cristo Redentor dos homens é o centro do cosmos e da história
Clayton Dias1
A solene proclamação da Kalenda ou Calendas do Natal é
um rito que foi incorporado à Santa Missa da Noite do Natal
celebrada no Vaticano pelo Santo Padre, o Papa.
O texto em latim é encontrado no Martyrologium
Romanum e a sua leitura é prevista para o dia 24 de
dezembro.
No Vaticano durante o pontificado do Papa João Paulo II, o
canto da Kalenda era cantado em substituição ao Ato
Penitencial. Atualmente, durante o pontificado do Papa
Bento XVI o canto é cantado no final do Ofício das Leituras
que é rezado como preparação para a Santa Missa da Noite
do Natal; após o canto da Kalenda inicia-se a procissão de
entrada.
Kalenda na Basílica de S. Pedro - Vaticano
O Diretório Litúrgico da CNBB 2012 (página 39) traz a seguinte recomendação: “Anúncio natalino: a ser
proclamado na primeira missa (da noite de Natal) após o sinal da cruz e a saudação presidencial, antes da
entoação do Glória”.
Uma das particularidades do canto da Kalenda e também de todo o Martirológico é fazer uso (ainda que
facultativo – segundo Instrução Geral do Martyrologium Romanum) do Calendário Lunar para anunciar os dias. A
importância do cálculo do dia lunar resulta evidentemente de se considerar que a suprema solenidade da Páscoa,
junto com o tempo da Quaresma, que a precede, e do tempo Pascal, que a segue, depende da primeira lua cheia
da primavera (no hemisfério norte). Desse modo, a “lua” para o dia de Natal muda a cada ano, segundo a “letra”
correspondente ao “número” com o qual se indica cada um dos “ciclos” lunares de uma tabela pré-estabelecida
segundo o Martyrologium. Mesmo que o anúncio da lua seja facultativo, segue uma tabela até 2020:
Ano
2012
2013
2014
2015
2016
2017
2018
2019
2020
Lua
Décima primeira
Vigésima segunda
Quarta
Décima quinta
Vigésima sexta
Sétima
Décima oitava
Vigésima nona
Décima
Doutorando em Música pela UNICAMP, membro da Comissão de Liturgia do Regional Sul 1 da CNBB, Coordenador do
Setor de Música Litúrgica da Comissão Arquidiocesana de Liturgia de Campinas, Diretor do CEMULC, regente do Coro da
Arquidiocese de Campinas.
1
A melodia gregoriana para o canto da Kalenda (tal como é cantada na Basílica de São Pedro no Vaticano)
encontra-se publicada no Hinário Litúrgico da Arquidiocese de Campinas – Fascículo 1 (Advento e Natal) nº 61. Ao
final desse artigo colocamos a partitura facilitando assim o acesso a este belíssimo canto.
Que antes de cantar como os anjos na noite santa, a glória de Deus nas alturas e a paz na terra aos homens,
proclamemos ou cantemos em nossas paróquias ou comunidades o anúncio do nascimento do Senhor na
plenitude do tempo lembrando-nos que Cristo, Redentor dos homens, é o centro do cosmos e da história.