A Formação do Especialista em Oftalmologia após o Programa Mais

Сomentários

Transcrição

A Formação do Especialista em Oftalmologia após o Programa Mais
A Formação do Especialista em
Oftalmologia após o Programa Mais
Médicos
Propostas do CBO
Marcos Ávila
Conselho Brasileiro de Oftalmologia
AS CONDIÇÕES DE SAÚDE OCULAR NO BRASIL - 2015
Aliança pela Saúde Ocular
V FÓRUM NACIONAL DE SAÚDE OCULAR
Residências médicas ou cursos de especialização em
localidades com baixa oferta de médicos oftalmologistas
• Programa Nacional de Apoio à Formação de Médicos Especialistas em Áreas
Estratégicas (Pró-Residência) do MS custeia bolsas em especialidades
médicas essenciais para o bom atendimento da população na rede pública .
A iniciativa contempla a capacitação de supervisores (preceptores) e a
disponibilização de R$ 80 milhões para serem investidos na infraestrutura
dos hospitais e das Unidades Básicas de Saúde que ampliarem seus
programas de residência médica.
• Os centros oftalmológicos em áreas prioritárias do SUS poderiam receber os
futuros cursos de especialização ou residência em áreas de baixa oferta de
oftalmologistas, por meio de sistemas de ensino a distância, mantendo
colaboração pedagógica com centros universitários de formação mais
estruturados.
Marcos P Ávila
Censo CBO 2014
•
•
•
•
16.395 Oftalmologistas
55% nas Capitais
97% em cidades com mais de 40 mil habitantes
848 municipios c/ Oftalmologistas: 133,9 milhões
de hab (15% municípios = 67% da população)
• 67 milhões em 4722 municípios
• Rede Assistência a Saúde (RAS): 82,5% das 439
regiões
Marcos P Ávila
Residências médicas ou cursos de especialização em
localidades com baixa oferta de médicos oftalmologistas
• O CBO tem proativamente estimulado a criação de Centros de Residência
em Oftalmologia em áreas do Centro-Oeste, Nordeste e Norte do Brasil,
onde há uma menor taxa de oftalmologistas por população (Censo CBO
2014) para estarem operantes em 2015, com a parceria de gestores e
oftalmologistas locais, além do apoio pedagógico e de telemedicina pelo
CBO;
• O CBO está organizando a criação de uma Rede Nacional de Ensino de
Oftalmologia Social (ReNeos-CBO), que incluirá docentes dos 86 cursos de
especialização em Oftalmologia por ele credenciados para atuarem como
tutores para estas novas Residências de Oftalmologia Comunitária.
Marcos P Ávila
Ampliação do ACESSO
Inclusão do médico-oftalmologista
nas ações de atenção básica
A construção da Atenção
Primária em Oftalmologia
Marcos P Ávila
A resolubilidade do serviço oftalmológico em
consultório simples é de 85,9%
• Resolução dos problemas oftalmológicos que constituem a
maior demanda na população requer a atuação do médico
oftalmologista inserido na Atenção Básica e não necessita de
procedimentos de maior complexidade.
Gentil, RM et al. Avaliação da resolutividade e da satisfação da clientela de um serviço de referência secundária em oftalmologia da Universidade
Federal de São Paulo – UNIFESP . Arq. Bras. Oftalmol. vol.66 no.2 São Paulo 2003
Marcos P Ávila
Atuação do oftalmologista nas ações de atenção básica
• O que é: a proposta é inserir o médico oftalmologista na atenção
básica.
• Benefícios:
– Ampliar a porta de entrada para resolução do problema de saúde ocular no
Brasil;
– Inserção do médico oftalmologista como membro do NASF (Núcleo de Atenção
à Saúde da Família) oferecendo consultas oftalmológicas, com exame de
refração e prevenção às principais causas de cegueira e deficiência visual.
– Apoio às ações do Programa Saúde na Escola, com melhoria na performance
visual e desempenho escolar.
Marcos P Ávila
Programa de Oftalmologia
Comunitária
Profissional voltado para atuação na
Atenção Básica
Marcos P Ávila
Programa de Oftalmologia Comunitária para atuar na
Atenção Básica em Oftalmologia
• Programa “Mais Médicos” (Lei 12.871/2013) Art 7º. § 2º.: 1 ou 2
anos do Programa de Residência em Medicina Geral de Família e
Comunidade (a ser disciplinado pela CNRM/AMB/CFM)
• Proposta CBO é realizar um Programa de Oftalmologia Comunitária
para o Residente nesta fase do treinamento. Na seqüência poderia
optar por Oftalmologia Plena (2º. e 3º. ano).
Marcos P Ávila
Oftalmologia Comunitária
• Em áreas de interesse do SUS (vazios assistenciais de
oftalmologistas), que tenham estruturas já instaladas
compatíveis com a Grade Curricular proposta;
• Apoio de instituições Tutoras com tradição de ensino no
Brasil, que seriam corresponsáveis pela formação profissional;
• Apoio pedagógico e de Teleoftalmologia do CBO;
• Criação da Rede Nacional de Ensino de Oftalmologia Social –
CBO (ReNEOS –CBO).
Marcos P Ávila
Oftalmologia Comunitária - Conclusões
Meta:
• Minimizar a falta de acesso a Saúde Ocular;
Ações:
• Mapear microrregiões com condições mínimas;
• Elaboração da nova Grade Curricular voltada para a Atenção Básica
com ênfase em prevenção da cegueira e correção de erros refrativos;
• Estabelecer parceria definitiva do CBO com o MS e MEC, com apoio
da AMB e CFM;
• Efetivar a recém criada Rede Nacional de Ensino de Oftalmologia
Social – CBO (ReNEOS –CBO).
Marcos P Ávila

Documentos relacionados

Clique aqui para ver o folder completo.

Clique aqui para ver o folder completo. da Joint Commission on Allied Health Personnel (JCAHPO), organização sem fins lucrativos, cuja missão é melhorar a qualidade e eficiência da assistência oftalmológica ao paciente. A presidente eleita...

Leia mais

Neves Martins, Dr. - Hospital Privado da Trofa

Neves Martins, Dr. - Hospital Privado da Trofa Neves Martins, Dr. Formação Académica e Percurso Profissional 1977: curso de Medicina, na Faculdade de Medicina da Universidade do Porto Desde 1987: Especialista em Oftalmologia Desde 1993: Graduad...

Leia mais

CENSO REVELA O MAPA DA OFTALMOLOGIA NO BRASIL SAÚDE

CENSO REVELA O MAPA DA OFTALMOLOGIA NO BRASIL SAÚDE atividades como mutirões para atender a casos de catarata, glaucoma e diabetes, bem como o Programa

Leia mais

Mais Acesso à Saúde Ocular

Mais Acesso à Saúde Ocular Em maio de 2008, foram publicadas as Portarias que regem a Política Nacional de Atenção Oftalmológica, em vigor. Amparados pelas ações da Secretaria de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde, sob a...

Leia mais