Relatório da Administração - 1º Semestre 2002

Сomentários

Transcrição

Relatório da Administração - 1º Semestre 2002
RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO
CENÁRIO E MERCADO
Os últimos meses do semestre foram marcados por uma forte turbulência no mercado
financeiro motivada pelo temor de uma ruptura da política econômica implementada
ao longo dos últimos anos.
Essa instabilidade foi ainda agravada pelas quedas observadas nas principais bolsas
internacionais,
decorrentes
da
divulgação
de
inconsistências
contábeis
nas
demonstrações financeiras de grandes empresas americanas.
Ao longo do segundo semestre acreditamos que os impactos da desvalorização
cambial, ocorrida recentemente, implicarão em ajustes na demanda do mercado
interno.
GESTÃO ESTRATÉGICA E DESEMPENHO
A Duratex vem mantendo uma política de gestão financeira onde se destaca a
utilização de mecanismos de hedge para 100% dos passivos expostos à variação
cambial, além de uma administração conservadora dos riscos de crédito.
O faturamento consolidado atingiu R$ 485,0 milhões e as exportações totalizaram US$
19,7 milhões, valores próximos aos obtidos no mesmo período de 2001.
O resultado operacional foi de R$ 42,7 milhões e correspondeu a um
EBITDA de R$ 91,9 milhões, ligeiramente abaixo do valor de R$ 94,6
milhões apresentado no 1o semestre de 2001.
O Lucro Líquido foi de R$ 27,1 milhões, incluindo integralmente os
prejuízos registrados nas operações da empresa na Argentina. A
geração operacional de caixa atingiu R$ 106,3 milhões.
OPERAÇÕES NA ARGENTINA
Nesse segundo trimestre o peso argentino desvalorizou-se 23% em relação ao dólar
acumulando no semestre um percentual de 74%. A Deca Piazza apresentou um
resultado negativo de R$ 24,0 milhões do qual destaca-se R$ 19,7 milhões decorrentes
da desvalorização do peso e R$ 2,8 milhões de provisões para contingências futuras.
Apesar do forte impacto no resultado consolidado da Duratex, o fluxo de
caixa da Deca Piazza registrou um equilíbrio no período.
OPERAÇÕES NO BRASIL
Divisão Madeira
A Divisão Madeira apresentou um crescimento de 2% no volume de vendas em relação
ao ano anterior apesar da maior oferta de produtos de Aglomerado e MDF. Iniciamos
exportações regulares de MDF para novos mercados que, beneficiadas pela variação da
taxa de câmbio, compensaram as reduções de preços observadas no mercado interno.
Na Feicon, realizada em abril, foi lançado o Durawall, produto fabricado a partir do
painel MDF destinado ao revestimento de tetos e paredes, que chega como uma nova
alternativa para a decoração de ambientes residenciais e comerciais e reforça a
estratégia da empresa de ampliar a linha de produtos de maior valor agregado.
EXPEDIÇÃO (em m3)
STANDARD
1ºSEM/2001
239.126
1°SEM/2002
250.965
REVESTIDOS
167.212
164.598
TOTAL
406.338
415.563
Divisão Deca
Durante o primeiro semestre de 2002 a Divisão Deca apresentou um volume de
vendas 4% inferior ao obtido no mesmo período do ano passado. No mercado interno,
a redução observada nos volumes foi provocada pela retração do setor da construção
civil enquanto que, no mercado externo, a maior queda ocorreu nas exportações para
a Argentina, em razão do quadro recessivo daquele país.
Entre os lançamentos ocorridos no período, destaca-se no segmento de metais
sanitários a linha Link, de concepção minimalista, com diversos modelos, podendo ser
usada em cozinhas, banheiros e lavabos e o novo acabamento para a válvula Hydra
que recebeu o nome Hydra Clean, dentro da tendência de fabricação de peças com um
design mais leve.
A Deca esteve presente nos principais eventos promocionais do período, como Feicon e
Casa Cor, sendo desta última a patrocinadora oficial em âmbito nacional há nove anos.
EXPEDIÇÃO (em mil peças)
1ºSEM/2001
1ºSEM/2002
BÁSICOS
3.278
3.126
PRODUTOS DE ACABAMENTO
3.388
3.254
TOTAL
6.666
6.380
Investimentos
No período os investimentos totalizaram R$ 187,9 milhões tendo sido
aplicados
na
continuidade
das
expansões
de
nossas
unidades
industriais:
−
−
Início da montagem da nova fábrica de HDF/MDF em Botucatu (SP), com
início de operação previsto para o 1o trimestre de 2003;
−
−
Finalização das obras de construção civil da nova linha de revestimento BP
em Itapetininga (SP);
−
−
Continuidade das obras de expansão para instalação de novo forno na
Unidade Cerâmica Sanitária II em Jundiaí (SP);
−
−
Aquisição de 1,8 mil ha de florestas direcionadas às expansões de Botucatu
e Itapetininga.
Mercado de Capitais
As ações preferenciais da Duratex no primeiro semestre de 2002 estiveram presentes
em todos os pregões da BOVESPA e totalizaram 762,3 milhões de títulos negociados
correspondendo a um valor de R$ 37,2 milhões. Apresentaram, nesse período, uma
queda de 8,3%, enquanto o Ibovespa desvalorizou-se 19,7%.
Dentro da política de construção de um relacionamento forte e transparente com o
mercado de capitais, a empresa apresentou seus resultados trimestrais a analistas e
investidores nacionais e internacionais em reuniões que atingiram mais de 250
participantes.
O site Institucional da empresa, que foi remodelado no início do ano contemplando
uma área especifica para Relações com Investidores, registrou no período 32.604
visitas, número 40% superior ao verificado em 2001.
VALOR ADICIONADO
A Duratex gerou um valor adicionado de R$ 262,0 milhões, o que representa uma
agregação de valor de 117% sobre os custos de aquisição de matérias-primas,
serviços, depreciações e amortizações. Desse valor, R$ 95,1 milhões correspondentes
a 19,6% do faturamento consolidado foram destinados aos governos federal, estaduais
e municipais a título de impostos e contribuições.
RECURSOS HUMANOS
A remuneração aos 5.847 colaboradores totalizou R$ 71,1 milhões,
acrescidos
dos
encargos
legais
obrigatórios.
A
Duratex,
espontaneamente, destinou aos seus funcionários e dependentes,
benefícios que somaram no período R$ 8,6 milhões em alimentação,
assistência
médica,
transporte,
treinamento
e
previdência
complementar, através da Fundação Duratex.
DIVIDENDO SEMESTRAL
Por deliberação do Conselho de Administração, em substituição a
distribuição de um dividendo intermediário, será efetuado a partir de
agosto, pagamento de juros sobre o capital próprio, o qual integra o
dividendo
obrigatório,
no
valor
bruto
de
R$
11,8
milhões,
correspondendo a 44% do lucro líquido do período e a um valor unitário
de R$ 1,00 por lote de mil ações.
São Paulo, agosto de 2002.

Documentos relacionados

faturamento ( mmr$ )

faturamento ( mmr$ ) Com a recessão vivida pela Argentina agravada pelas medidas de elevação de impostos e redução do salário do funcionalismo público, nossas operações continuaram a apresentar resultados negativos que...

Leia mais

Apesar da turbulência no mercado financeiro, a Duratex não

Apesar da turbulência no mercado financeiro, a Duratex não período, uma queda de 14,5%, enquanto o Ibovespa desvalorizou-se 36,5%. VALOR ADICIONADO A Duratex gerou um valor adicionado de R$ 469,2 milhões, o que representa uma agregação de 151% sobre os cus...

Leia mais

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO CENÁRIO E

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO CENÁRIO E diminuímos os prazos de entrega e introduzimos uma nova linha de metais no segmento médio (linha Lamy) que em seu segundo mês de vendas já responde por 7% do faturamento. A exportações da DURATEX s...

Leia mais

faturamento consolidado

faturamento consolidado permanecendo somente as operações de montagem de metais e fabricação de louças naquele país. Estes ajustes extraordinários no valor de R$ 9,3 milhões, somados ao resultado operacional negativo de R...

Leia mais