RelatóRio de actividades e contas

Сomentários

Transcrição

RelatóRio de actividades e contas
Relatório
de Actividades
e Contas
WWW.ADDHU.ORG • [email protected]
Relatório de Actividades e Contas 2010
Índice
Mensagem da Presidente.................................................................................................................................... 2-3
1. Apresentação....................................................................................................................................................... 4
Quem somos.......................................................................................................................................................... 4-5
Visão....................................................................................................................................................................... 6-7
Missão..................................................................................................................................................................... 6-7
Valores.................................................................................................................................................................... 6-7
O nosso compromisso.......................................................................................................................................... 6-7
A nossa proposta.................................................................................................................................................. 6-7
2. Portugal.............................................................................................................................................................. 8-9
2.1 Intervenção Social e Comunitária................................................................................................................ 8-9
Integração Social do Imigrante.......................................................................................................................... 8-9
Participação em Conferências, Colóquios e Formações............................................................................... 8-9
Colaboração com a ONG Canadiana PLAN CANADA..............................................................................10-11
Angariação de Fundos.....................................................................................................................................11-12
Voluntários Nacionais........................................................................................................................................12-13
2.2 Sensibilização para os Direitos Humanos..................................................................................................14-15
Programa Cidadãos do Mundo: Educação para os DH e a Cidadania Global..................................... 14-15
Parcerias Estabelecidas....................................................................................................................................16-17
Newsletter da ADDHU / Site na Internet......................................................................................................... 16-17
A ADDHU nos Media......................................................................................................................................... 16-17
3. Cooperação para o Desenvolvimento............................................................................................................18
3.1 Quénia ......................................................................................................................................................... 18-19
Centro de Acolhimento Wanalea...................................................................................................................18-19
Programa de Apadrinhamento...................................................................................................................... 20-21
Programa Dádivas de Esperança ................................................................................................................. 20-21
Distribuição de Bens Materiais e Alimentares............................................................................................... 20-21
Assistência Humanitária de Emergência ............................................................................................................ 22
Programa de Voluntariado Internacional........................................................................................................... 22
Desenvolvimento de Novas Parcerias .......................................................................................................... 22-23
3.2 Nepal ................................................................................................................................................................ 23
Programa de Reabilitação de Casas ................................................................................................................. 23
Programa Dádivas de Esperança........................................................................................................................ 23
Programa de Voluntariado Internacional........................................................................................................... 23
4. Plano de Actividades para 2011...................................................................................................................... 25
Sensibilização para os Direitos Humanos............................................................................................................ 25
Cooperação para o Desenvolvimento......................................................................................................... 25-27
5. Demonstrações financeiras........................................................................................................................ 28-35
“Be the change you want to see in the world” - Gandhi
6. Patrocinadores e parceiros........................................................................................................................ 36-37
1
Mensagem da Presidente
Neste seu quarto ano de existência, a ADDHU
cresceu e consolidou-se ainda mais como
uma ONGD. Embora as inúmeras dificuldades
a nível financeiro, que se agravaram durante
todo o ano com um decréscimo no número de
doadores, uma significativa redução dos
subsídios estatais, e a falta de recursos humanos,
a ADDHU, com o espírito de sacrifício próprio
de associações como esta, atingiu todos os
objecti­vos a que se propôs para 2010.
Em Portugal desenvolvemos os programas de
sensibilização para os direitos humanos mediante
palestras em escolas; demos início ao programa
Cidadãos do Mundo, estabelecendo parcerias
com 3 escolas secundárias da região de Lisboa
e do Norte; demos continuidade ao programa
de intercâmbio entre os alunos do secundário
e as nossas crianças no Quénia; parcerias com
autarquias, apoio à integração do estrangeiro,
campanhas de rua e apoio a acções de denún-
cia de violação de direitos humanos.
No Quénia pudemos realizar várias obras de
renovação no Centro de Acolhimento para Órfãos, Wanalea Children's Home, onde acolhemos mais 2 crianças, até hoje, 26 crianças que
aí encontram um lar, valores familiares, escola,
havendo conseguido o ingresso de 23 das nossas crianças numa escola privada, assistên­cia
médica e os cuidados necessários para o seu
bom desenvolvimento, dando-lhes um futuro
mais promissor. Desenvolvemos com imenso
sucesso o nosso programa de voluntariado, tendo o número aumentado para 14 voluntários
que deram apoio ao Wanalea Children's Home
e às suas crianças
No Nepal estabelecemos uma parceria com
uma pequena organização local e demos continuidade ao nosso programa de voluntariado
tendo contado com a ajuda de 9 voluntários resultando na construção de uma casa para uma
viúva com dois filhos.
Começámos, igualmente, com o nosso
programa Dádivas de Esperança enviando
esperança e possibilidades de desenvolvimento
tanto para o Quénia como para o Nepal.
Para a concretização destas acções a ADDHU
gastou 134,909 Euros.
Angariámos 128,179 Euros, 11,185 Euros dos
quais de apoios estatais aos estagiários que
exerceram fun­ções na ADDHU, sendo 116,994
Euros de donativos. O número de associados
continuou a aumentar o número de doadores
individuais aumentou havendo no entanto diminuído o número de empresas doadoras.
O nosso Programa de Apadrinhamento aumentou e ajudou a consolidar a sustentabilidade da nossa acção. Todos estes indicadores
dão conta do sucesso das acções da ADDHU e
da adesão sobretudo do cidadão comum e de
algumas empresas ao nosso projecto.
Todo este trabalho apenas foi possível graças à generosidade de todos aqueles que nos
apoiaram e em nós confiaram. A todos eles
agradeço do fundo do meu coração e bemhajam!
Muito temos feito e muito mais nos propomos fazer. A nossa determinação mantém-nos,
apesar das inúmeras dificuldades e dos tempos difíceis que vivemos, na luta diária para a
construção de um mundo melhor e mais justo.
Para isso, contamos com a ajuda de todos vós.
Laura Vasconcellos
Presidente e Fundadora da ADDHU
2
3
Os Nossos Valores
Transparência
Prestamos contas
aos nossos membros,
parceiros, doadores
e público geral.
Responsabilidade
Os nossos projectos
são economicamente viáveis e
socialmente justos.
Justiça
Garantimos aos
nossos beneficiários
a protecção dos
Direitos Humanos.
Independência
Política e Religiosa
Actuamos com ou
sem a simpatia e
apoio de instituições
políticas ou religiosas.
1. Apresentação
Quem somos?
A ADDHU - Associação de Defesa dos Direitos Humanos - é uma Organização Não Governamental para o Desenvolvimento, com estatuto internacional e sem ligações politicas e/ou religiosas.
Desenvolvemos projectos de Educação para os
Direitos Humanos, Cooperação para o Desenvolvimento e Ajuda Humanitária a nível nacional e internacional, nomeadamente no Quénia
e no Nepal, onde prestamos assistência a crianças órfãs e vulneráveis, famílias e comunidades
desfavorecidas que vivem em situação de pobreza extrema, melhorando as suas condições
de vida e promovendo o seu desenvolvimento.
A ADDHU foi fundada em 2006 por Laura Vasconcellos, escritora e professora universitária, que
após uma viagem à Birmânia decidiu responder ao
apelo que lhe foi feito pela população local: “sê a
nossa voz lá fora”.
Acreditamos que a cooperação para o desenvolvimento e a ajuda humanitária são o primeiro passo, essencial, na defesa dos direitos e da dignidade humana.
Planeamos todas as nossas acções e intervenções não
numa perspectiva meramente assistêncialista, mas
numa perspectiva de empowerment das populações
a quem prestamos assistência, de modo a permitir o
seu desenvolvimento duradouro e sustentável. Para isso,
trabalhamos em estreita parceria com as comunidades
que ajudamos, sempre atentos às suas necessidades,
pois acreditamos que as melhores soluções residem nas
pessoas e nas comunidades, e que este trabalho em parceria é fundamental para o sucesso dos nossos projectos
e para criar soluções que permitam efectivamente uma
mudança positiva e a longo prazo. Este trabalho em
parceria permite-nos atingir o nosso principal objectivo:
ensinar e dar a oportunidade às comunidades de serem
auto-suficientes e de caminharem por si só.
Solidariedade
Levamos ajuda ao
Nepal, ao Quénia,
aos portugueses, sem
fronteiras.
Respeito pela Dignidade Humana e pelos Direitos Humanos
A nossa acção não
tem barreiras discriminatórias, estendemos
a mão a todos de
igual forma.
4
5
1. Apresentação
A Nossa Missão
Dar assistência a crianças e famílias necessitadas,
fomentar o desenvolvimento sustentável das comunidades que apoiamos, e promover a consciência
da cidadania global no seio da população portuguesa, nomeadamente as camadas mais jovens.
A Nossa Visão
A nossa visão é a de um mundo em que todo o ser
humano, independentemente de raça, de cor, de
sexo, de língua, de religião, de opinião política ou
outra, de origem nacional ou social, de fortuna, de
nascimento ou de qualquer outra situação, goza
plenamente os direitos consagrados na Declaração Universal dos Direitos Humanos.
ADDHU, segundo os valores pelos quais a nossa
Acção se guia. Planear todas as nossas acções
no terreno não numa perspectiva meramente assistencialista, mas sim numa perspectiva de empowerment das populações locais, que promova
o desenvolvimento sustentável das mesmas e que
respeite os Objectivos do Milénio estabelecidos
pela ONU.
A Nossa Proposta
Continuar a consolidação da ADDHU como
ONGD. Consolidar os actuais projectos e implementar novos projectos. Continuar a privilegiar o
trabalho em parceria.
O Nosso Compromisso
Assegurar que os fundos recebidos são devidamente aplicados nos Projectos e Actividades da
6
7
2. Portugal
A ADDHU participou
nas seguintes
formações
• 2º Seminário de Fundraising da Call to Action,
no dia 17 de Março
de 2010
• Formação em Gestão
do Ciclo do Projecto
organizada pela Plataforma Portuguesa das
ONGD, entre os dias 14
de Junho e 8 de Julho
• Formação em Avaliação de Projectos organizada pela Plataforma
Portuguesa das ONGD,
entre 20 e 24 de
Setembro 2010
8
• Número de projectos: 2 • Fundos aplicados: 20, 417 Euros
2.1 Intervenção Social e Comunitária
Integração Social do Imigrante
O processo de inclusão dos imigrantes em Portugal continua a ser uma preocupação para
a ADDHU, sendo por isso um dos seus objectivos sensibilizar a população de acolhimento
para as problemáticas vividas por este grupo.
Através da parceria com a Associação de
Amizade Portugal Nepal (AAPN) a ADDHU
teve a possibilidade de proporcionar aos seus
voluntários, que partiram em missão para o
Nepal, aulas de nepalês e cultura nepalesa,
dadas por membros da AAPN, como adaptação à nova cultura com a qual iriam contactar.
No ano de 2010 continuou também a ser objectivo da ADDHU permitir à comunidade nepalesa
continuar a ter aulas de português, mas desta vez
tentado fazê-lo de uma forma que permitisse a
obtenção de uma certificação no final do curso,
objectivo esse que ainda não foi conseguido.
Participação em Conferências, Colóquios e
Formações
Em 2010, a ADDHU participou em conferências,
colóquios e formações relacionadas quer com a
Cooperação para o Desenvolvimento, quer com
a Educação para o Desenvolvimento. Com estas iniciativas a ADDHU pretende não só obter
conhecimentos teóricos mas também práticos
através do contacto com outras ONGD’s e instituições que realizam trabalho semelhante. Estas participações foram também fundamentais, já que
uma das grandes preocupações da ADDHU é a
aposta na formação dos seus técnicos, permitindolhes assim aprofundar a sua formação profissional.
9
2. Portugal
Colaboração com a ONG Canadiana PLAN CANADA
Em 2010 a ADDHU continuou a colaboração com
a ONG canadiana Plan Canada, com o apadrinhamento de crianças, no âmbito do Programa de
Apadrinhamento desta instituição (Foster Parents Plan).
Angariação de Fundos
A ADDHU continua a apostar e a acreditar num
plano de fundraising associado a uma total transparência relativamente ao seu trabalho e à forma
como esses fundos são aplicados.
Desta forma existe uma preocupação constante
de permitir, em particular às pessoas que apoiam
das mais diversificadas formas o trabalho da ADDHU, uma proximidade e um acompanhamento
das suas acções no terreno.
• Linha Solidária ADDHU
A Linha Solidária continua a fazer parte do plano
de fundraising da ADDHU, tendo-se apostado na
sua divulgação em 2010 através de um anúncio publicitário que veio aumentar o número de
chamadas efectuadas por apoiantes.
Através de uma chamada telefónica para o
número de telefone 760 300 130, com um custo
de 0,60€ mais IVA é possível os seguidores do trabalho da ADDHU, de uma forma simples, ajudarem
esta Associação a levar a cabo os seus objectivos
através dos seus projectos.
• Campanhas de Angariação de Sócios
Desde sempre a ADDHU acredita que o “cidadão
comum” deve ter um papel fundamental em
acções como as que a ADDHU leva a cabo. Desta
forma a angariação de sócios e de padrinhos foi
ao longo do ano 2010 uma preocupação para a
ADDHU. No final de 2010, a ADDHU tinha cerca de
265 sócios inscritos, mais 65 do que em 2009. Foi cri-
ado um espaço no site da ADDHU onde é possível
fazer a inscrição para associado online, bem como
os pagamentos de quotas através do sistema de
pagamentos online da Easypay.
• Campanhas de Angariação de Fundos
Através das campanhas de angariação de fundos, a ADDHU pretende não só arranjar mais meios
para levar a cabo os seus projectos, mas também
aproveitar estes momentos para dar a conhecer os
seus projectos e sensibilizar para os direitos humanos.
Campanhas levadas a cabo
• BOB MARLEY 65th B-DAY CELEBRATION
No dia 6 de Fevereiro de 2010 realizou-se no Teatro
Sá da Bandeira, no Porto, um grande concerto de
Reggae em homenagem a Bob Marley.
Uma parte dos lucros conseguidos neste concerto reverteram a favor dos projectos da ADDHU.
• Mostrartes 2010
No dia 19 de Junho de 2010 a ADDHU promoveu
uma campanha de angariação de fundo no âmbito da iniciativa Mostrartes 2010, 1ª mostra de arte
e cultura, que decorreu no LX Factory.
Em iniciativas como estas a ADDHU tem exposto
artigos de artesanato provenientes dos países onde
trabalha, Quénia e Nepal, que os visitantes podem adquirir em troca de um donativo estipulado
anteriormente.
•Barrigas de Amor
A ADDHU esteve presente na 4ª edição do evento
Barrigas de Amor, decorrido no Parque dos Poetas
em Oeiras no dia 4 de Julho.
10
Neste evento a ADDHU teve em exposição os
artigos de artesanato do Quénia e do Nepal,
bem como algumas fotografias e imagens dos
seus projectos.
A ADDHU, em conjunto com a organização deste
evento, promoveu também um pequeno concurso, tendo cada vencedor recebido um carrinho de
bebé. Na totalidade a ADDHU neste evento entregou cerca de 4 carrinhos, dos 74 carrinhos que tinham sido doados à ADDHU pela ELEC3CiTY.
• El Corte Inglés
Em 2010, mais uma vez a disponibilidade demonstrada pelo El Corte Inglés de Lisboa, relativamente
à realização de campanhas de angariação de
fundos por parte da ADDHU no seu espaço, foi
fundamental.Este ano foi realizada uma acção
11
2. Portugal
de angariação de fundos neste espaço no mês
de Julho, tendo esta campanha servido também para angariar alguns bens, nomeadamente
produtos de higiene, para entregar à Associação
Ajuda de Mãe.
• Encontro Reggae United 2010
No dia 25 de Setembro de 2010 decorreu um
encontro nacional de toda a cultura reggae
em Portugal, no antigo quartel de Linda - a - Velha. Este evento, para além de música ao vivo e
outras iniciativas, possibilitou também a algumas
associações estarem presentes e apresentarem o
seu trabalho.
A ADDHU esteve presente neste evento com
uma banca onde fez a divulgação do seu trabalho e organizou uma campanha de angariação de fundos.
Voluntários Nacionais
Em 2010, a ADDHU apostou na construção de
uma equipa de voluntários nacionais que pudessem prestar apoio em diferentes áreas como o
design, a informática ou ainda a angariação
de fundos.
No final de 2010, a ADDHU tinha na sua base
de dados mais de 30 voluntários inscritos, entre os
quais cerca de 7 se encontram efectivamente a
prestar apoio à associação, nomeadamente em
áreas como o secretariado, o design, a edição
de vídeo e a tradução.
A ADDHU esteve
presente nas
seguintes
conferências
e encontros
• Apresentação da
Estratégia Nacional
de Educação para
o Desenvolvimento
levada a cabo pelo
Instituto de Português de Apoio ao
Desenvolvimento no
dia 22 de Abril
• Conferência “Refugiados e Saúde”,
organizada pelo
Grupo Imigração e
Saúde (GIS), no dia
25 de Maio no ISCTE
• Conferência
Internacional sobre
a Responsabilidade
Social das Empresas, organizada pela
Comissão Europeia
em Portugal, no dia
28 de Maio no Centro Cultural
de Belém
• Assembleia Participativa (Orçamento Participativo
2009/2010) organizado pela Câmara Municipal de Lisboa, no
dia 16 de Junho, no
Auditório do Serviços
Sociais da Câmara
Municipal de Lisboa
• Conferência
“Hoje as Crianças,
Amanhã o Mundo”,
organizada pela
AIDGlobal no dia 29
de Junho
12
13
A ADDHU
participou nas
seguintes conferências e Palestras
• Palestra sobre Voluntariado na Faculdade
de Letras no dia 25
de Fevereiro
• Almoço de trabalho
da Comissão Europeia
em Lisboa no dia 3
de Março
• Conferência “Direitos
Humanos, pobreza e
política” organizada
pela Escola Secundária
Dr. Mário Sacramento,
no dia 17 de Maio
• Conferência
“Igualdade de Género
na Sociedade e no
Trabalho” organizada
pela Kriscer Igualdade
no dia 28 de Maio de
2010 no Pavilhão de
Portugal em Coimbra
14
2. Portugal
2.2 Sensibilização para os Direitos Humanos
A sensibilização para os Direitos Humanos continua
a ser uma área de acção de grande aposta por
parte da ADDHU, nomeadamente a sensibilização
dos mais jovens.
A ADDHU acredita que é começando pela educação dos mais jovens que mais tarde se poderá
conseguir os melhores “frutos” no que concerne
a cidadãos informados, tolerantes, conscientes,
solidários e responsáveis.
O serviço regular de Newsletters da ADDHU, bem
como as redes sociais, nomeadamente o Facebook,
foram fundamentais para divulgar notícias sobre
Direitos Humanos, bem como todo o trabalho que a
ADDHU levou a cabo este ano.
O lançamento do novo site da ADDHU, mais
moderno, actualizado, e com uma nova organização,
também foi fundamental para se poder prestar um
melhor serviço de informação a todos os que gostam de acompanhar o trabalho da ADDHU.
Programa Cidadãos do Mundo: Educação para os
Direitos Humanos e a Cidadania Global
O ano de 2010 foi um ano de consolidação do projecto “Cidadãos do Mundo”, projecto esse que foi
criado em 2009.
Através deste projecto a ADDHU pretende estar
mais próxima da população mais jovem, deslocando-se a escolas para trabalhar de uma forma
continuada, ao longo do ano lectivo, com os seus
alunos e professores na área da Defesa dos Direitos
Humanos.
Foram assinados protocolos de parceria com algumas escolas, nomeadamente com a Escola Secundária com 2º e 3º Ciclos do Professor Reynaldo
15
2. Portugal
dos Santos, em Vila Franca de Xira, e com as Escolas
Secundárias da Lixa e de Amarante.
A ADDHU também lançou um desafio relacionado
com uma campanha de angariação de pensos
higiénicos a algumas escolas, tendo estas participado com entusiasmo.
Também foi de louvar a iniciativa de algumas escolas em organizar eventos de apoio à ADDHU, de forma a angariarem fundos e a darem a conhecer os
seus projectos. Destas iniciativas podemos salientar a
da Escola Secundária Dr. Augusto César da Silva Ferreira, em Rio Maior, onde os alunos organizaram, de
uma forma espontânea, uma angariação de fundos, que culminou com uma cerimónia de entrega
desses mesmos fundos após uma apresentação do
trabalho da ADDHU feita pelos alunos.
Escolas com as quais a ADDHU colaborou em 2010
• Escola Secundária do Professor Reynaldo dos Santos
• Escola Secundária de Amarante
• Escola Secundária da Lixa
• Escola Secundária Dr. Augusto César da Silva Ferreira, Rio Maior
• Escola Infante D. Pedro de Penela
• Escola Secundária do Castêlo da Maia
• Escola Secundária Dr. Mário Sacramento, Aveiro
• Escola Secundária de Mangualde
Parcerias Estabelecidas
• Projecto 1 Euro Faz a Diferença
Através deste projecto a ADDHU tenta uma vez mais
apelar à responsabilidade social da sociedade civil.
Este projecto consiste num acordo de cooperação
entre a ADDHU e um determinado estabelecimento
prestador de um serviço, que determina que este
último inclua em cada conta 1 Euro (com o consentimento prévio dos seus clientes) que reverte a favor
dos projectos da ADDHU.
No final de cada mês, o estabelecimento entrega
à ADDHU o total de donativos.
No ano de 2010 foram sobretudo estabelecimentos da área da restauração a aderir ao projecto.
• Plataforma Portuguesa das ONGD
ADDHU tornou-se associada da Plataforma em
Agosto de 2009, tendo vindo desde aí a assumir as
suas responsabilidades enquanto associada, nomeadamente participando nas Assembleias Gerais da
Plataforma, bem como participando nas iniciativas
levadas a cabo pela mesma.
• Associação de Amizade Portugal Nepal
No âmbito do projecto Integração Social do Imigrante a ADDHU tem desde 2009 uma parceria com
a Associação de Amizade Portugal Nepal. O objectivo desta parceria centrou-se sobretudo na possibilidade de proporcionar, a uma turma formada
por elementos da comunidade nepalesa em Lisboa,
a frequência de aulas de Português para facilitar a
sua integração. No ano de 2010 membros desta associação deram aulas de Nepalês a voluntários da
ADDHU que partiram em missão para o Nepal.
• Ajuda de Mãe
Em 2010 a ADDHU estabeleceu uma parceria com
a Associação Ajuda de
Mãe, tendo esta sido iniciada com a entrega por
parte da ADDHU de um
conjunto de carrinhos de
bebé às mães e às crianças
que são apoiadas por esta
associação. Na sua totalidade a ADDHU entregou à
Ajuda de Mãe cerca de 35
carrinhos de bebé dos 74
carrinhos que tinham sido
doados à ADDHU pela
ELEC3CiTY.
A
ADDHU
entregou
também
à
Associação Ajuda de Mãe alguns produtos de
higiene para mães e bebés, que tinham sido
recolhidos numa campanha de angariação de
fundos no El Corte Inglés, bem como alguns medicamentos, nomeadamente vitamina C, que foram
doadas à ADDHU por uma farmácia.
• Câmara Municipal de Oeiras
Dos 74 carrinhos que foram doados à ADDHU pela
ELEC3CiTY, 35 carrinhos foram entregues à Câmara
Municipal de Oeiras para serem distribuídos a mães
em situação de maior vulnerabilidade no concelho.
• Estágios Internacionais
Desde sempre a ADDHU recebe na sua equipa
estágios quer curriculares, quer profissionais. A
16
ADDHU vê estes estágios como uma mais-valia
não só para os estagiários que são acolhidos, mas
também para a equipa da ADDHU, pois trata-se
sobretudo de uma troca de experiências.
A ADDHU tem vindo a receber na sua equipa
estagiários portugueses, mas também muitos
estagiários que vêem de outros países. Para
serem levados a cabo estes estágios internacionais, têm sido fundamentais as parcerias que a
ADDHU tem com entidades internacionais. Em
2010 a ADDHU recebeu três estágios internacionais, vindos através das entidades com as quais
tem parceria. Entidades:
•
•
•
•
Universidade de Bolonha;
Universidade de Antuérpia;
EUROYOUTH Portugal;
CONFEBASK – Basque Enterprises Confederation
Newsletter da ADDHU / Site na Internet
No sentido de manter a transparência que nos caracteriza, continuamos a disponibilizar as várias actividades
que têm vindo a ser desenvolvidas pela Associação,
através da nossa página na
internet (www.addhu.org) e
da nossa Newsletter.
Através do novo site da
ADDHU, procuramos informar melhor todos os interessados sobre quem somos,
quais os objectivos que
procuramos alcançar e
filosofia que defendemos.
São incluídas, também,
todas as actividades que
foram ou vão ser desenvolvidas. O site tem como
objectivo, essencialmente,
a divulgação da associação e partilha de informação. A Newsletter tem uma
periodicidade mensal e é um veículo fundamental
para alertar os vários inscritos sobre as várias problemáticas que envolvem os Direito Humanos: violações, progressos, investigações e outras notícias relacionadas
com a temática.
ADDHU nos media
Durante o ano de 2010 a ADDHU teve alguma exposição nos média, nomeadamente:
• Entrevista na Antena 1 sobre situação na Birmânia
• Colaboração numa emissão radiofónica sobre a comemoração da abolição da escravatura
• Praça da Alegria RTP1
• Portugal no Coração RTP1
• Programa Etnias RTP2
17
• Número de projectos: 6 • Fundos aplicados: 94,142 Euros
3. Cooperação para o Desenvolvimento
3.1 No Quénia
Em 2010 a acção no Quénia foi, uma vez mais, centrada no Orfanato que agora passou a chamar-se
Wanalea Children’s Home - Centro de Acolhimento
para crianças órfãs e abandonadas.
A ADDHU deslocou-se ao país por 3 ocasiões,
para coordenar o funcionamento do orfanato e
dos outros projectos da ADDHU neste país, para
lançar novos programas de cooperação para o
desenvolvimento, e para analisar o terreno para a
adopção de novos projectos.
Durante as deslocações da ADDHU ao Quénia
procedeu-se à distribuição de alimentos e bens
primários urgentes, tais como artigos de higiene
feminina, nomeadamente no bairro de lata de Kitui
Ndogo e na região rural de Kisii. Foi dada continuidade também ao apoio dado através do programa de apadrinhamento desenvolvido pela
18
ADDHU, às crianças órfãs do Centro Wanalea e
dos bairros de lata.
Centro de Acolhimento Wanalea
Em 2010, foram realizados enormes progressos no
Wanalea Children’s Home e elevados os standards
de qualidade dos serviços oferecidos às crianças
residentes. O projecto tem estado a ser desenvolvido com muito sucesso.
Após dois anos de espera, a ADDHU conseguiu
finalmente obter o reconhecimento e a certificação do orfanato como Charitable Children’s Institution por parte das autoridades do Governo
Queniano (Departamento de Serviços Sociais,
Ministério do Género, dos Assuntos Sociais e das
Crianças). Este documento acredita o Centro de
Acolhimento como tendo respeitado e cumpri-
do todos os standards de qualidade exigidos pelo
Governo, e recomenda a instituição para possíveis
financiamentos por parte de outros organismos. A
ADDHU passa agora a contar também com o apoio
do Ministério da Saúde queniano, que tem vindo a
fornecer medicamentos e vacinas às crianças do
Centro Wanalea.
Em 2010, o número de crianças acolhidas subiu de
24 para 26 crianças, com o acolhimento da Hilda
Ongera em Março de 2010 e da Bessy Gakii em Outubro de 2010. Esta última menina foi-nos entregue
pelo Departamento de Serviços Sociais do Governo
Queniano, o que representa um sinal de confiança
e de reconhecimento do bom trabalho que tem
vindo a ser desenvolvido com estas crianças.
A nível de recursos humanos, também foram
realizados importantes progressos. Reforçámos e
consolidámos a nossa equipa de funcionários locais, contratámos um novo director com formação em gestão e contabilidade e uma assistente
social para dar o apoio psico-social que estas crianças necessitam. Também recebemos no Centro
2 estagiários portugueses que foram colocados no
orfanato ao abrigo do Programa de Estágios Inov
Mundus e que aí permaneceram até ao final de
Novembro de 2010.
A formação dos funcionários do Centro Wanalea também foi uma das preocupações da ADDHU durante o ano de 2010, de modo a permitir
uma melhor gestão do Centro, um melhor apoio
às crianças que nele residem e também de forma
a reduzir as despesas de monitorização e de supervisão de projecto, dando mais autonomia aos
funcionários locais o que se traduz numa menor
necessidade de deslocações da equipa da ADDHU ao terreno.
Foram também introduzidos novos procedimentos de avaliação do projecto, baseados em métodos participativos e inclusivos que permitam a
todos os funcionários do Centro e às crianças intervirem e participarem activamente no processo
de gestão do Centro e de tomada de decisões.
Foi também criado um manual de procedimentos
para o Centro.
O ano de 2010 ficou igualmente marcado por
importantes e significativas melhorias a nível das
condições físicas de alojamento e acolhimento
das crianças que residem no Centro. Foram renovadas e construídas novas casas de banho, foi
instalado um reservatório de água para colmatar
as frequentes faltas de água no sistema principal,
a casa foi pintada, foi adquirido um novo frigorífico, etc. No total foram gastos cerca de 7,500 Euros
nas obras de melhoria levadas a cabo durante o
ano de 2010. Estes fundos provêm principalmente
dos donativos feitos pelos voluntários que partem
em missão para o Quénia. Foi também introduzido
um novo menu semanal que proporcione uma alimentação saudável e equilibrada às crianças, e
5 refeições diárias.
A nível académico e escolar, foi decidido que,
a partir de Setembro de 2010, as crianças passariam a frequentar uma escola fora do Centro
para que pudessem ter acesso a uma educação de elevada qualidade e também socializar e
conhecer outras crianças, o que consideramos essencial para o seu desenvolvimento saudável. Sendo assim, em Setembro de 2010, 18 crianças das 16
que acolhemos ingressaram na Thorn Tree School
19
3. Cooperação para o Desenvolvimento
em Ongata Rongai. Em Dezembro de 2010, foram
inscritos mais 6 crianças, sendo que apenas permaneceram a receber aulas no Centro 3 crianças
das 26 que acolhemos. A ADDHU decidiu manter
uma professora no Centro para dar aulas a estas
meninas e para dar apoio escolar às crianças que
frequentam a escola fora do Centro e ajudá-las
a fazer os trabalhos de casa quando regressam
da escola.
Programa de Apadrinhamento
Em 2010, deu-se continuidade ao Programa de
Apadrinhamento de Crianças Wanalea, que funciona agora com as crianças dos bairros de lata
de Kitui Ndogo e do Soweto, as crianças do Centro
de Acolhimento Wanalea, e as crianças da região
rural de Kisii.
Em 2010 a ADDHU apoiou 8 crianças do bairro
de lata de Kitui Nodgo através deste programa
20
de apadrinhamento. Quanto ao Centro Wanalea, a ADDHU tinha, no final de 2010, 94 processos de apadrinhamento – 8 da FOC, e 86 no
Centro Wanalea.
O programa de apadrinhamento, de capital importância para a sustentabilidade deste orfanato,
permitiu-nos angariar cerca de 52,000 Euros anuais.
O programa está em franca expansão, tendo aumentado os números de processo de 66, em 2009,
para 94, em 2010.
Este projecto continua a ser principal fonte de receitas estáveis e regulares que permitirão o funcionamento e desenvolvimento do Centro de Acolhimento Wanalea.
Distribuição de Bens Alimentares e Materiais
Em 2010, foram entregues a jovens e mulheres dos
bairros de lata de Nairobi e outras zonas carenciadas cerca de 2500 pacotes de pensos higiénicos
recolhidos pelos voluntários da ADDHU em campanhas de sensibilização e doados pela empresa
Renova.
A Renova tem participado activamente com a
doação de pacotes de pensos higiénicos que se
tem repetido todos os anos.
A Pfizer doou à ADDHU 25 embalagens de Centrum Júnior, para ajudar no crescimento das crianças e colmatar debilidades nutricionais anteriores,
tendo sido feitas também doações regulares por
parte de particulares, principalmente de roupas,
material escolar e medicamentos.
Também foram doados pela Colgate cerca de 70
kits de higiene oral para criança, que incluem uma
escova e uma pasta de dentes. Estes kits foram entregues às crianças do Centro Wanalea.
Durante o ano de 2010, foram levadas a cabo algumas distribuições de bens alimentares nos bairros
de lata de Kitui Nodgo e Soweto. No total, foram
distribuídos cerca de 100 litros de leite, 100 kg de
Programa
Dádivas
de Esperança
farinha
de milho
e 50 kg de
feijão no bairro de lata
de Kitui Ndogo, que foram entregues a cerca de 50
No final
de Outubroede
2010,
o Programa
famílias
carenciadas,
180
litrosfoi
delançado
leite e mais
de
de Esperança
no Quénia,
primeiras
100Dádivas
kg de papas
de cereais
a cerca tendo
de 100ascriansido
aos seus beneficiários durante
çasDádivas
do bairro
deentregues
lata do Soweto.
os meses de Novembro e Dezembro de 2010. O programa tem tido
um enorme
no Quénia e, até ao
Assistência
Humanitária
de sucesso
Emergência
final deo2010,
entregues
as seguintes
Durante
ano foram
de 2010,
a ADDHU
voltou a Dádivas:
intervir
em casos de emergência humanitária, nomeada• 2 vacas
mente
na área da saúde, ao financiar uma cesari• 7aredes
ana
uma mosquiteiras
jovem mãe da comunidade Kitutu em
• que
74 pacotes
de pensos
Kisii,
se encontrava
emhigiénicos
perigo de vida e neces• 1 vacina
contra a febre
tifóide
e 6 ter
vacinas
contra a
sitava
uma intervenção
cirúrgica
para
um parto
hepatite B
seguro.
• 1 kit escola
distribuídos
cerca de 100 litros de leite, 100 kg de
• propinas
escolares
4 crianças,
3 dode
ensino
farinha
de milho
e 50 kgpara
de feijão
no bairro
lata prée 1 do
ensino
secundário
deprimário
Kitui Ndogo,
que
foram
entregues a cerca de 50
• 1 frasco
de vitaminas
para
criança
famílias
carenciadas,
e 180
litros
de leite e mais de
• 10 kits banho (sabonetes e toalhas)
• 8 kits higiene oral
• 1 uniforme escolar
• 2 kits criança feliz (lápis de cor, caderno para colorir e
um brinquedo)
No total, através deste programa, foram angariados
para o Quénia cerca de 1,500 Euros que foram aplicados na aquisição das Dádivas e em despesas de comunicação e divulgação, nomeadamente a impressão
dos catálogos e dos certificados de reconhecimento.
Note-se que, graças à implementação deste programa
na Comunidade Kitutu em Kisii, em conjunção com a realização de acções e intervenções contra a Mutilação
Genital Feminina, a ADDHU conseguiu reduzir de forma
significativa o número de meninas que todos os anos
são submetidas a esta prática: em 2009, 8 em cada 10
meninas foram sujeitas ao “corte” ; em 2010, 6 em cada
10 meninas foram alvo de uma mutilação genital.
21
3. Cooperação para o Desenvolvimento
100 kg de papas de cereais a cerca de 100 crianças
do bairro de lata do Soweto.
Assistência Humanitária de Emergência
Durante o ano de 2010, a ADDHU voltou a intervir em
casos de emergência humanitária, nomeadamente
na área da saúde, ao financiar uma cesariana a
uma jovem mãe da comunidade Kitutu em Kisii, que
se encontrava em perigo de vida e necessitava de
uma intervenção cirúrgica para ter um parto seguro.
Programa de Voluntariado Internacional
Dois anos após o início do Programa de Voluntariado
no Quénia, podemos dizer que este se tem revelado
um sucesso e tem sido essencial para o desenvolvimento e sucesso dos projectos da ADDHU no Quénia. Em 2010 foram enviados para o Quénia, na sua
totalidade, cerca de 14 voluntárias, mais 3 voluntários do que em 2009.
As voluntárias ficaram alojadas no Centro Wanalea, tendo-se envolvido activamente nos programas do Centro. O seu quotidiano foi passado
com as crianças, de forma a lhes poderem dar o
apoio necessário a nível emocional e psicológico,
e ensinar as mais variadas artes, bem como o português e a cultura portuguesa, fortalecendo assim
laços afectivos.
Desenvolvimento de novas parcerias
Em Dezembro de 2010, foi assinado um acordo de
parceria com uma ONG queniana que trabalha
no bairro de lata do Soweto em Nairobi, a God’s
Vision for África, concretizando assim um dos principais objectivos da ADDHU: trabalhar em estreita
parceria com as comunidades que apoiamos de
modo a tornar a nossa ajuda mais eficiente e pertinente e de modo a ensinar as comunidades a
caminharem por si só.
Foram inscritas mais de 20 crianças no programa
de apadrinhamento Wanalea e foram seleccionados cerca de 15 beneficiários para o programa Dádivas de Esperança.
3.2 No Nepal
A ADDHU intervém nas zonas rurais de Chitwan
e do Vale de Kathmandu, no Nepal com o objectivo de apoiar as comunidades destas zonas
que vivem numa situação de extrema pobreza.
Através da ida de voluntários e de programas de
apadrinhamento e de assistência ao desenvolvimento, a nossa acção é executada com os
seguintes objectivos gerais:
Melhorar as condições de vida das populações
desfavorecidas da região de Chitwan, nomeadamente as mulheres e crianças;
Promover o desenvolvimento das zonas rurais;
Contribuir para a redução da pobreza e da insegurança alimentar;
O
coordenador
local
auxilia
com
a
transparência de qualquer projecto iniciado, sendo também comum a deslocação anual de membros da Associação ao local, de modo a controlar
directamente o auxílio prestado e a aplicação de
fundos.
Em Junho de 2010, a equipa da ADDHU deslocou-se ao Nepal de modo a levar a cabo uma
avaliação dos projectos implementados até agora
e dos impactos que estes têm tido na comunidade
apoiada, a reforçar e a criar novas parcerias com
instituições locais.
Programa de Reabilitação de Casas
O programa de reabilitação de casas nepalesas,
iniciado em 2007 na zona rural de Chitwan continua com uma lista de espera de 8 famílias, menos
uma do que em 2009.
Em 2010, foi possível retomar o programa de
reabilitação de casas no Nepal, com a construção
de mais uma casa que pertence a uma família
da aldeia de Sharampur, na região de Chitwan.
A família é composta por 3 membros - a mãe,
que é viúva, e os seus dois filhos pequenos - que
viviam em situação de extrema pobreza, numa
pequeno casebre muito degradado, que não os
protegia das intempéries, razão pela qual as crianças estavam frequentemente doentes.
A construção foi concluída em Novembro de
2010, e nela participaram os voluntários internacionais da ADDHU que generosamente se juntaram
para comprar também algumas mobílias para
a casa.
22
No total foram gastos com este programa cerca
de 2000 Euros, que foram angariados através dos
donativos feitos pelos voluntários que partem em
missão para o Nepal.
Programa de Voluntariado Internacional
O Programa de Voluntariado no Nepal tem estado
a decorrer há dois anos e podemos dizer que se
tem revelado um sucesso, tal como tem acontecido com o Quénia. Em 2010 foram enviados para
o Nepal, na sua totalidade, 14 voluntários, sendo
que em 2009 tinham participado no programa 9
voluntários.
Os voluntários ficaram alojados em famílias de
acolhimento na comunidade de Sharampur em
Chitwan, prestando auxílio directo à escola e à
comunidade local, e participando na construção
de habitações.
Programa Dádivas de Esperança
O Programa Dádivas de Esperança também foi
lançado no Nepal, tendo as primeiras Dádivas
sido entregues aos seus beneficiários durante os
meses de Novembro e Dezembro de 2010.
Também aqui o programa tem tido um enorme
sucesso e, até ao final de 2010, foram entregues
as seguintes Dádivas:
• 2 cabras
• 9 galinhas e 3 galos
• 1 kit vida (utensílios agrícolas, sementes e fertilizante)
• 2 kits escola
No total, através deste programa, foram angariados para o Nepal cerca de 500 Euros que
foram aplicados na aquisição das Dádivas e em
despesas de comunicação e divulgação, nomeadamente a impressão dos catálogos e dos
certificados de reconhecimento.
23
4. Plano de Actividades para 2011
SENSIBILIZAÇÃO PARA OS DIREITOS HUMANOS
• Continuação do serviço de Newsletter e de divulgação através do site da ADDHU na Internet e de
redes sociais como o Facebook.
• Criação de uma secção de artigos sobre Direitos
Humanos no site da ADDHU.
• Reposição da peça de teatro “Inocente Silêncio”.
• Organização de um pequeno festival de cinema
sobre Direitos Humanos, em parceria com o Inatel
e a Amnistia Internacional.
• Reforço das parcerias com escolas, no âmbito do
projecto Cidadãos do Mundo, bem como Universidades e outras Instituições, com o objectivo de
sensibilizar sobre as questões relacionadas com os
Direitos Humanos bem como o promover a participação e envolvimento cívico nas ditas questões.
• Continuação e desenvolvimento do Projecto Ci
24
dadãos do Mundo e do trabalho já começado em
parceria com Escolas Secundárias de Lisboa.
• Campanhas informativas junto do público em
geral, em locais públicos e de rua.
• Continuação e reforço da formação dos colaboradores da ADDHU.
• Continuação e reforço das campanhas de angariação de fundos, nomeadamente a Linha Solidária
ADDHU com spots de publicidade institucional.
• Continuação e reforço do voluntariado nacional.
Cooperação para o desenvolvimento Quénia
• Continuação e desenvolvimento do Wanalea
Children’s Home, melhorando ainda mais as
condições de vida das crianças que aí se encontram, nomeadamente a nível da sua educação, e
25
4. Plano de Actividades para 2011
recebendo mais 4 crianças órfãs.
• Garantir a sustentabilidade do Wanalea Children’s Home através da implementação de actividades geradoras de rendimento que revertam em
favor do Centro.
• Continuação e desenvolvimento do programa
de apadrinhamento Wanalea, angariando mais
padrinhos nomeadamente para as crianças dos
bairros de lata.
Promover o contacto entre padrinhos e afilhados
via Internet.
• Continuação e desenvolvimento do Programa
Dádivas de Esperança através de campanhas
regulares como a “Dádiva do Mês”.
• Continuação e reforço das parcerias locais com
a FOC e a GVA.
• Ultimação e apresentação, a vários Organismos
Oficiais Portugueses e Estrangeiros, bem como a
Fundações, dos seguintes projectos:
26
A criação, em parceria com a Kitutu Community Development Association, de um centro de formação para mães
adolescentes.
A criação, em parceria com a GVA, de um programa alimentar escolar para as crianças do bairro de lata do Soweto.
• Realização de 3 distribuições anuais de bens alimentares nos bairros de lata do Soweto e de Kitui
Ndogo.
• Continuação do programa de recolha e envio
de pensos higiénicos.
• Implementação de um programa de recolha e
envio de material escolar.
• Continuação e desenvolvimento do programa
de Voluntariado no Quénia, centrando-se este no
trabalho efectuado no Centro Wanalea em que
será dada a prioridade ao ensino da Língua e Cultura Portuguesas.
Cooperação para o desenvolvimento Nepal
• Continuação da angariação de fundos para o
programa de reabilitação de casas para famílias
em extrema pobreza.
• Implementação do programa SAHAYAK de
apadrinhamento de crianças nepalesas.
• Remodelação e continuação do programa
de Voluntariado no Nepal, que vai passar a ter
um calendário fixo e a ser realizado por grupos
de 7 voluntários cujo trabalho se vai centrar na
construção de casas e salas de aulas.
• Continuação e reforço da parceria com a associação Ahead Nepal.
• Continuação e desenvolvimento do programa
Dádivas de Esperança.
• Criação de uma quinta comunitária para a
comunidade de Sharampur que beneficie mais de
16 famílias.
27
5. Demonstrações financeiras
*5&&""
- %":898
"!'!'&,$%&&"& :898
:[email protected]
(+"!""%%!'3
$(")"#
("
;8.=5
67<.;5
!!
"("$#
$("#
("
!
("$#"
!"
(
"#
"0""
-12&0/
.33&+,
/'///&22
1'0-0&//
/'2,-&.,
1'4,.&/0
/'2,-&.,
1'4,.&/0
;8.=5
67<.;5
(+""%%!'3
"
(#!"
#"
#
#"
!!"
"#
&#!"#"'"
"#
"0""
&#!
"#
"
!!
:/555.55
!#"
&#!"
$("
!"
)
"#"
!"
"'"(+"
66/;=<.;;
6</;79.>=
66/;=<.;;
77/;79.>=
994><92;=
::4><:2<?
&
&
$'$%#$%"3
#
!
*
"1 &#
"2!!
"
&#!""#!&#"
#
!!
!"""
"!(
"
"
&#!
"!"!(
"
"&#
"#!
"#
"
6:/=8>.68
)#"!(
!*
&#!
"(
!
"
#
!!
6:/=8>.68
"&#
&!
"'"$'$%#$%"
1=/<>>.>=2
6:/=8>.68
</58>.6:
6:/=8>.68
&&+"3
&&+"!""%%!'
!(""
28
29
5. Demonstrações financeiras
$)""
-6++& &
/$*&<:;:
&!,*+*
##"% !"""
&%,%,+.(*++&+$
<:;:
<::A
!''&,"'%&'("'
+'"'-%"&"
;;4;B>[email protected]=
<;4>[email protected]=?
+.)#&(#")
!"*#)&(#")
#"+.#)#"*(-%)
-)#)
-*(#)
=;<;
=;;D
<=<5DD?3A;
<<5<C?3A>
<>>5<BD3=>
[email protected]@<
=<5?DA3>@
@<<3<C
<;A5DAA3;?
<;=5=?>[email protected]
>@5A?D3B<
A>5AC?3;@
>=5;DB3BD
<>B5CD>3=B
6?5B<?3;?
[email protected]<3C?
<<5<C?3=;
;3;;
;3;;
!"*#+.)""()
!"*#-(#)
7>86 -/#)+.)""!"*#
7?8F7<8E7=8E7>8(#/'-. "*)
<5==>3=C
6<5==>3=C
[email protected]>B3>=
=5<@@3D=
6=5<@@3D=
D5;=C3=C
(#/'-. "*)(&()"*&#(4
(#. #()!/&$)*#)"(#)
[email protected]>B3>=
[email protected]@B
/)-)'-. "*)"#"##&(##
/)-)'-. "*)"#!#&(##
<B5A=?3DC
<<5ACB3AA
C5C>D3?<
<B5A=?3DC
&"!"'!,!(&"'%&"+"
#*
&"'%&%&#%&!)
+'("' &"&',!'' (&'"!'+ '
"&! !("''&,"'-(&!"'
6CC4?<C3:@7
6A;4AAB3B>7
'("'" "%''"
[email protected]>C3A;7
6=<4>B?3B:7
!"*#)&(#")
#("#()
#&))#
%&!,!(&"'6%&'5&,&'$'7
%&,'&&6%&'5&,&'$'7
&",'$'6+ !("'5&+$'7
+(&' %&'6%&'5&,&'$'7
+ !("'5&+$'+'(","&
+(&"'&! !("'!"'
+(&"''("'%&'
+-#,&+%,+(* '+4+,&+%% $%,& $(&+,&+
;;@4CC>[email protected]:
[email protected]@3B>
6?;[email protected]
6<>>[email protected]?7
6A4?;<3C:7
;@4B?=3C:
[email protected]=3B:7
6>=:3;>7
[email protected]:7
;@4><[email protected]
+&"''("'' &''+%"&("'
6;4<<=3<B7
[email protected]?A7
+-#,&%,+ $(&+,&+
6B4ACC3CB7
;?4B=C3;=
'("'5&,&'$'%&" "&)."
+-#,&&(* &%#7%,++,&+%% $%,& $(&+,&+8
+&"'&! !("'' &'")"'
;3C>
%"'("'"&"&! !(""%&""
+-#,&#!)- &&(*!&&
[email protected][email protected]
!""!('3
#*
7<86 -/#)+.)#&(#")
!"*#)+.)".)+!"*#
'-)#'-&!"*#!")*(+.#
7=86 -/#)+.)".)+!"*#
;>[email protected]=A4;=
&"3
"# #"*)3
30
(#3
31
5. Demonstrações financeiras
!+2))&"&
- $(&7565
&%*%* ) ,'( ))&) $
7565
755>
!$!
! ! !
& &*#
+
!!
!%%
!!, + !
& &*#
2
! ! !
&*#
3+126
0//
0+024
0+13/
9188<
718<:
464
58+616
3+221
3+673
8+426
0+7//
>51<::
4/4
42+372
036
:=1:8;
0+614
0/+/42
661<<=
2
!
!& !
&*#
2 !
1
&*#
7
2
$&$
068
8+47/
&*#
>1<:>
5+37/
! !
3+0//
$
273
! ! !
327
"'
53
2+563
1+8//
$&$
1+1//
& 0/7
&*#
75189=
68;1><>
32
3+3/0
400
0+413
7158:
617
<7=
2
21+375
1+/68
0+634
1+255
32/
1+045
200
17/
961=:8
65:1:7;
33
5. Demonstrações financeiras
Nota às Demonstrações Financeiras para o exercício findo em 31 de Dezembro de 2010
1 - Bases de Preparação
As demonstrações financeiras foram preparadas,
nos termos da lei em vigor, de acordo com os
princípios de contabilidade geralmente aceites
em Portugal e vertidos no Sistema de Normalização
Contabilística (SNC), aprovado pelo DL 158/2009
de 13 de Julho e com as rectificações posteriores
contidas na Declaração de Rectificação nº 67B/2009 de 11 de Setembro e na Lei nº 20/2010 de
23 de Agosto. O SNC é composto por um conjunto
de normas contabilísticas e de relato financeiro, no
seu conjunto designadas por NCRF.
Assim, este novo normativo que substitui o Plano
Oficial de Contabilidade (POC) que esteve em
vigor até 2009, obrigou a que as demonstrações
financeiras de 2010 tivessem comparativos, preparados na mesma base contabilística, pelo que
as demonstrações de 2009 foram revistas em conformidade.
No entanto, é de salientar que os princípios utilizados se aplicam a entidades com fins lucrativos
pelo que, em algumas circunstâncias, poderão
não fornecer uma imagem correcta e completa
dos activos líquidos, resultados de actividades e
classificação de custos incorridos.
De modo a completar a informação foram
preparados mapas anexos, tendo como base os
princípios e práticas definidos pelo “FASB 116 - Accounting for Contributions Received and Contribuitions Made”, “FASB 117 - Financial Statements
of Non-for-Provit Organizations” emitidos pelo
“Financial Accounting Statements Board” e SOP
98-2 “Accounting for Costs of Activities of Not-forProfit Organizations and State and Local Governmental Entities That Include Fund-Raising” emitido
pelo AICPA - “American Institute of Certified Public
Accountants”.
Despesas com Pessoal
34
2 - Alteração de Bases de Apresentação
Das alterações essenciais que resultam da
introdução do SNC, em que foi adoptada a
NCRF 3 - Adopção pela Primeira Vez das Normas
Contabilísticas e de Relato Financeiro, merece
particular relevo ser mencionado que:
- Resultados extraordinários - deixam de existir devendo os gastos serem contabilizados de acordo
com a sua natureza.
- Activos incorpóreos - despesas incorridas de pesquisa não são aceites como activos incorpóreos
devendo ser reconhecidos como gastos.
Das alterações das bases de apresentação não
resultaram quaisquer impactos nas demonstrações
financeiras de 2009.
3 - Reconhecimento de Receitas de Doações e
Subsídios
As receitas relativas a doações e subsídios são
registadas quando atribuídas.
4 - Restrições na utilização de Receitas e de Activos Líquidos
Não existem quaisquer compromissos ou restrições
na utilização de fundos recebidos através de contribuições e donativos.
5- Despesas com Pessoal
Nos termos dos estatutos, o pessoal dirigente
não recebe qualquer remuneração pelo trabalho desempenhado. Em 2010, face ao crescimento das actividades e redução dos estágios
profissionais recorreu-se à contratação de pessoal
que implicou um custo de 12.862€.
A ADDHU mantêm um protocolo com o Instituto
de Emprego e Formação Profissional - IEFP - pelo
2010
Ordenados e salários
Estágios Profissionais
Seguros
Subsídio de refeição
Formação
Total
A deduzir - Subsídio IEFP
14.932
17.505
366
2.679
167
35.650
11.185
Total
24.465
qual este suporta parte dos encargos com estágios
do pessoal e orientadores. Durante 2010 e 2009, a
ADDHU dispôs de um total de subsídios nos montantes de 11.185 € e de 21.496 €, respectivamente.
7- Activos fixos tangíveis
Em 2010 não houve qualquer adição ou abate de
activos fixos tangíveis. A variação verificada nesta
rubrica, no montante de 63,80 €, diz respeito às
amortizações do exercício.
6- Impostos
Em 07 de Janeiro de 2010, na sequência de pedido
efectuado anteriormente tendo em consideração
o estatuto de Organização Não Governamental
para o Desenvolvimento (ONGD), foi concedida a
isenção de IRC, desde o ano de 2007.
8- Património
RUBRICAS
Saldo Inicial
Adições
Abates
+/
Regularizações
Saldo final
Capital próprio:
Capital realizado
Acções (quotas) próprias
Outros instrumentos de capital
próprio
Prémios de emissão
Reservas legais
Outras reservas
Resultados transitados
Resultado líquido do período
15.839,13
15.839,13
(8.799,98)
(15.839,13)
15.839,13
(8.799,98)
Total do capital próprio
15.839,13
7.039,15
(15.839,13)
7.039,15
9- Fornecedores
Não existem dívidas a fornecedores no final do exercício.
2009
23.984
521
987
25.492
21.496
3.996
35
Parceiros
6. Patrocinadores
Durante o ano de 2010, ADDHU contou com o apoio
de várias empresas e instituições que contribuíram
para a sustentabilidade dos nossos projectos, seja por
meio de doações monetárias, prestação de serviços,
36
cedência de espaço e equipamento ou simplesmente pela disponibilização do seu tempo para ajudar a nossa associação. A todas elas, muito obrigada
por levarem esperança a quem mais precisa!
37

Documentos relacionados

Relatório de Actividades e Contas de 2009

Relatório de Actividades e Contas de 2009 Rigor: O nosso compromisso estende-se tanto aos que beneficiam da nossa acção bem como àqueles que nos apoiam. Transparência: Prestamos contas aos nossos membros, parceiros, doadores e público gera...

Leia mais