Acacia mangium é

Сomentários

Transcrição

Acacia mangium é
VI Fórum Regional de Agroecologia
“Às terras inocentes que nos libertam as mãos, ao
povo que entende os segredos deste chão.”
22 a 24 de agosto de 2013
COMPATIBILIDADE ENTRE ESTIRPES BRASILEIRAS
DE FUNGOS ECTOMICORRIZICOS E Acacia mangium
“IN VITRO”
RESUMO: Acacia mangium é espécie leguminosa arbórea muito preconizada para recuperação
de áreas degradadas, pois apresenta rusticidade e associa-se com microrganismos benéficos
do solo. Embora se conheçam os benefícios dos rizóbios e dos fungos micorrízicos
arbusculares para esta planta, pouco se sabe sobre sua capacidade de associar-se com fungos
ectomicorrízicos. O objetivo deste trabalho foi investigar o estabelecimento da interação entre
Acacia mangium e estirpes brasileiras de fungos ectomicorrízicos. Neste estudo foram
utilizados três isolados de Pisolithus microcarpus, Pis 2, Pis 10 e Dic 3, e um isolado de P.
tinctorius, PT441. Sementes de Acacia mangium esterilizadas foram germinadas em placas de
Petri contendo meio Ágar – Água e transferidas para placas de Petri de 20 cm. Paralelamente,
os isolados foram cultivados por 20 dias sobre papel celofane em meio BDA. Findado o
período de incubação, o papel celofane contendo o micélio fúngico foi retirado com auxílio de
pinças e transferido assepticamente para a placa de Petri contendo as mudas de Acacia,
permitindo o contato direto entre micélio fúngico e o sistema radicular da planta. As placas
foram incubadas com inclinação de 70º em câmara de crescimento por 33 dias. Observou-se
que todos os isolados testados foram capazes de estabelecer a associação ectomicorrízica com
Acacia mangium. Também, que os isolados PIS 10, PIS 2 e PT441 induziram a formação de
raízes laterais em A. mangium. Os isolados PIS 2 e Dic 3 destacaram-se, pois apresentaram
maior número de micorrizas por planta. Conclui-se que os isolados brasileiros de fungos
ectomicorrízicos são capazes de estabelecer associações com A. mangium, indicando a
possibilidade de utilização destes fungos na produção de mudas em viveiro.