Sem título-1

Сomentários

Transcrição

Sem título-1
VIREI A PÁGINA
....Que Venham Outras Histórias...outros Contos...outras
Coisas...outras Surpresas...outras Saudades...outros
Amigos...outros Sonhos...outras Músicas...outros
Encantos...outras Folhas....outras Primaveras...outras
Sensações...outras Obras...outras Poesias...outras Coisas.
FICHA TÉCNICA
Autor: João Ferreira de Matos Filho
Capa: Adilson Santos da Silva
Digitação: Osmando J. Brasileiro.
João Ferreira de Matos Filho
96
O coração dos insensatos.
Meu caso é de amor
Faço magistério com decência
Sou mais um na multidão
Que já tive medo de falar,
Agora é a minha vez,
Sou professor por amor
Amo a minha profissão.
APOCALIPSE EDUCACIONAL
E quando ouvires falar
Em evasão , repetência,
Indisciplina e violência na escola,
Não vos perturbeis ,
Pois ainda não é o fim.
Por que se levantarão alunos contra professores
Professores contra professores
E os inimigos do homem
Serão os da sua própria categoria.
Ainda se levantarão vampiros humanos
Que sugarão as verbas públicas
Desviando o direito dos meninos e meninas
Sentados na calçada das escolas.
Virão os falsos políticos
Enganarão a muitos
E por se multiplicar a tecnologia
Os professores desaparecerão.
Então, virá o fim da educação?
95
De continuar pelas veredas
De tantos corações
Que souberam chorar suas dores,
Eu sinto que não posso parar.
O Sol se esconde e mais uma vez
Estou a escrever uma nova história,
Um caso de amor.
Mais uma vez me sinto livre
Tenho asas pra voar
Tenho pés no chão
E um mundo de ideias no coração,
Não posso me calar.
A vida continua
E sempre continuará
A estrada é a mesma,
Mas o caminho pode ser diferente.
Ousemos sempre,
Ainda da tempo ser feliz...
PROFESSANDO
Chega de vergonha e descaminhar
É hora de mudar nossa condição
Somos responsáveis também pela nação
Eu quero apenas dizer mais uma vez
Meu caminhar a pés cansados
Sou semeador de sonhos
Dos quais por vezes chego a desistir.
Minha caminhada é sem fim
O que eu disser vai ficar pra sempre
Na memória dos que me ouvirem
Um dia eu chego lá
No coração do Planalto
E quem sabe possa tocar
94
SUMÁRIO
SONHOS
19.
Boas Notícias
20.
Here to go the clouds
21.
Sonhos
21.
Amada minha
22.
A experiência
23.
Eu Sonho com Você/Um sonho de amor
24.
Eternidade
25.
O sonho de chegar lá
25.
Uma flor na Janela
26.
Absurdo
26.
Tempo para tudo
27.
De repente
27.
Memória
28.
Sombra
28.
Estamos aí
29.
Brasil
29.
Sol poente
30.
É a vida
30.
Amor
31.
Lá estamos nós
31.
Pais e filhos
32.
Lembrando de você
33.
Se eu pudesse
33.
Apocalipse
34.
Servo de Deus
35.
Chamado de Deus
35.
Obreiros
36.
O mundo
36.
Boa viagem
37.
Eu vou te falar
38.
Cordeiro de Deus
38.
39.
40.
40.
41.
41.
42.
42.
Depois do palco da vida
A força
Espelho
Escondido
Diferenças
Justiça
Azul
A paixão de Cristo
SONETOS
45.
Soneto para Jesus
45.
Soneto de encontro
46.
Soneto de despedida
46.
Soneto de desilusão
47.
Soneto de reencontro
48.
Soneto para Samuel
SAUDADES
51.
Saudades de lá
52.
Saudade de você
53.
O menino da rocinha
53.
No banco da saudade
54.
Para onde vão as nuvens?
55.
Escreva-me
56.
Marias
56.
Irmãos
57.
Quando eu lembrar de você
58.
A vida é assim
58.
Ilusão
59.
Soluços
60.
E e você
60.
Temporal
61.
Se ao menos
62.
Os acordes da saudade
EU NÃO VOU ME CALAR
Eu não vou me calar
Enquanto os tiranos
Estiverem no poder.
Eu vou dizer os dizeres
De muitos que sofrem
Com medo de rasgar o verbo,
Descortinar os bastidores
Da incompetência dos perversos.
Há um grito que não quer calar
Há uma bandeira a ser hasteada:
Somos livres!
Há uma vida que apesar de você
Vai continuar sonhando,
Vai continuar denunciando,
Os opressores, donos do poder
Que brindam e festejam
A miséria nacional
E enche o bolso com real,
E tentam nos esconder,
Eu estou aqui.
ERA UMA VEZ
Era uma vez
Mais uma vez
Alguém que continuará sonhando
Que continuará a contemplar o belo
Que mergulhará a cada dia
No universo mágico da descoberta
Afinal, viver é descobrir-se.
Mais uma vez
Eu sinto a vontade de continuar contando
93
Lembrarás então daqueles que primeiro
Fizeram você brincando de ser feliz.
Enfim, um dia, reabriremos os portões de ferro do nosso
coração,
E a criança adormecida soltará de alegria,
E seremos felizes outra vez.
DESISTÊNCIA NÃO
Às Vezes nos falta força
Para clamar pela justiça, pela lei,
Pela ordem e decência no país do futebol.
Faltam vozes que bradem por mudança,
Sem medo, nem temor
Que desafiem os gigantes
Inescrupulosos e sem piedade.
Vampiros humanos,vestindo pele de cordeiro
Mas que ostentam-se nos palácios reais
E tramam, e tremam vós, outros
Pois foi com seu toque que eles,
Os mercenários, estão no poder.
Vamos despir o medo
Lutar antes que a luz se apague
E não possamos ver
Raiar a liberdade no horizonte do Brasil
Desistência não!
Insistência sim!
Que ressuscitem os combatentes,
Militantes da justiça
E veremos raiar no solo dos nossos corações
A verdade que nos falta
Dizer e denunciar as mentiras,
Desistência não !
92
62.
63.
63.
64.
65.
65.
66.
67.
67.
68.
69.
70.
71.
71.
72.
72.
73.
74.
74.
75.
75.
75.
76.
77.
77.
78.
79.
79.
80.
81.
81.
82.
82.
84.
Rosa vermelha
A figueira
Despedida
Pátria Minha
Desencontro
A chuva te levou
Soluços e Saudades
Fotografia
Sozinho
Diário de um filho pródigo
Observando você
Um certo homem de Deus
Saudades
Tem coisas que a gente não esquece
O olhar do menino
Reflexão
Um canteiro e uma saudade
Mamãe
Cidade Vermelha
O menino do poço
As minorias
Pai
Show das borboletas
Avesso
Passividade
Passado bem presente
Cara de pau
O circo sempre passa
ABC do amor
O grito do menino
Qual é a sua cor
Sempre é tempo
Minha terra, nossa gente.
Vida Sertaneja
85.
87.
88.
88.
89.
90.
90.
91.
92.
93.
93.
94.
95.
96.
97.
Caixa de lembranças
Quem são eles?
Meu amor
Poema brasileiro
Poema Negro
A vida
Acorda Brasil
Brincadeira de Criança
Desistência Não
Eu não vou me calar
Era uma vez
Professando
Apocalipse Educacional
Virei a página
Considerações finais
Eu vou calar pra que outros
Cantem nossa história
E que bonita é....
Sem teto, sem água, sem pão
Tendo a sorte por ninar
E o sonho que deveras sentes
Nas gavetas a esperar.
Nossa Pátria Mãe gentil
Fez gerar no teu ventre
Filhos descontentes.
É hora do Congresso acordar
Posta a mesa
Brindemos o raiar da liberdade
No Nordeste e no Brasil
BRINCADEIRA DE CRIANÇA
E quando um dia enfim
Te lembrares das alegrias da tua infância
E os teus olhos lacrimejarem,
Solte o choro e sorria.
Sorria do tempo em que todos juntos
Se dividiam na imensidão do brincar;
Brincar de mamãe,
Brincar de papai,
Brincar com a vida,
Com os amigos que se foram,
Mas, sempre estarão presentes.
Brincar consigo mesmo,
É voltar aos braços de Deus,
Berço de ternura, aconchego e paz.
E quando um dia talvez
Sentires a terra cedendo aos teus pés,
91
Nelson Mandela a dizer
Viva o povo negro
Viva eu e você.
DEDICATÓRIA
A VIDA
Eu tenho pensado em muitas coisas,
Inclusive em como a vida é tão efêmera
Como as pessoas se vão,
Sem adeus nem despedida.
O tempo tem me ensinado
A dizer adeus às pessoas sem tirá-las do coração.
A vida me ensina que devo sorrir,sempre
Para que encante aos que vivem na solidão.
A vida ensinou-me também
que devo ser forte para acolher os fracos.
A vida me ensinou que nem tudo é
Como a gente quer,
Ensinou-me ainda, a sorrir nas dificuldades
Acreditando que a alegria vem de manhã.
A vida me ensinou que somos humanos
Somos errantes, somos sobreviventes.
Eu ensinei a vida
Que tudo pode não ser como eu quero
Mas, eu vou continuar crendo
Acreditando ,apostando na felicidade.
A Deus , pelo dom, por ter doado o seu precioso filho, Jesus,
tudo isso por mim e por você.
À minha mãe, amor da minha vida, D. Tidú, porque a mulher sábia
edifica o seu lar.
Ao meu Pai, João Grilo (In Memorian), porque o justo ficará em
memória eterna.
Aos manos Cláudio, Cassinha, Luís, Romilda, Claudinha,
Tereza, Rosângela, Maria e Fernando. Porque o amor jamais
acaba.
Aos sobrinhos: Josimar, Stephane, Rafael, Rafaela,
Wellington, Jefferson, Aline e Júnior, Lilian ,Samuel, Samara,
Rebeca,Vitória.As belas borboletas são obras do Senhor.
A todos os amigos, pelo estímulo e amizade .
A Caldeirão Grande, minha terra natal.
À posteridade
A Jesus, milhões de motivos tenho eu a agradecê-lo. Pela vida,
família e amigos. Por sua forte presença em minha vida e por
realizar meus sonhos.
A Osmando J. Brasileiro, pelo apoio técnico na concretização
deste sonho e pelo incentivo me fazendo acreditar nos meus sonhos.
À Adilson Santos da Silva,pela paciência na digitação,valeu.
ACORDA BRASIL
João Matos
Eu canto o grito de dor dos esquecidos
Para que minha voz possa ecoar.
É hora de rasgar a cortina verde e amarela
E escancarar as portas das favelas
Sem tiro sem guerra.
90
07
Está a força de um povo que crer
Que amanhã será diferente
Embora não pareça ser.
No pão de açúcar estou a contemplar
O contraste brasileiro
Vendo a nossa terra, o Cristo abraçar
O meu Brasil brasileiro
POEMA NEGRO
Entre os grilhões que nos forjavam
A latente força de um povo feliz
Acordando um dia sendo mercadoria
Longe de sua terra indo morar.
Do outro lado do mundo
A América se podia avistar
A solidão, agora, o fazia chorar
Navegando no mar da vida
Outras vidas viam ceifar
O ronco de um homem valente
Jogado nas águas do esquecimento
Um adeus sem despedida
Ficava a família na esperança
De um dia ele voltar.
E os anos iam passando
Passavam-se também os sonhos
A cultura e a fé
No final de cada cantiga
Ao som do tambor
A liberdade de volta.
Exaltemos os Quilombos
Refúgios e princípios de liberdade
O sangue afro nas veias a correr
08
89
MEU AMOR
PREFÁCIO Nº 01
Espero pelo dia de te encontrar
Eu sei que existe um tempo nosso
Uma hora certa
Por Deus escrita com a tinta do seu coração
Chego a sonhar com você
A escrever teu nome em meu coração
Não sabes quanto amor
Guardo em meu peito
Pra te ofertar
Num lugar distante ou perto
Fostes prometida a mim
Ainda que tenhamos um tempo a vencer
Guardemos a firme confiança
O nosso dia vai chegar
E então em meus braços
Te guardarei e viveremos um infinito amor
O qual nem as águas
Nem os rios poderão afogá-los
Porque nós estaremos
Pra sempre amando e amados
Em nossos corações.
Estou te esperando
Vê se não demora tanto.
POEMA BRASILEIRO
Nesta terra azul anil de cores mil
Este país que é o meu Brasil
De um povo heróico varonil
Defendendo a Nossa Pátria mãe gentil.
Entre escândalos e corrupções
88
No âmago do coração do poeta está guardado o universo dos
seus sonhos.E João Matos com a alma peculiar e sonhador,fez
despertar esse mundo de extraordinária beleza, a poesia, que nos
encanta e fascina e que atravessa as silenciosas metamorfoses da vida
com as mais doces recordações das significativas fases da existência,
fazendo reviver e sentir saudades.
Na sinfonia dos seus poemas e sonetos rima marcas e tempos,
lugares, personagens, narrativas diversas, pessoas queridas, as coisas
mais simples da nossa amada terra.A autêntica flor da janela,a magia
das nuvens,tudo que está a sua volta,aquilo que faz parte do cotidiano
familiar,da vizinhança,da escola,das brincadeiras infantis,dos
amigos,tudo se encontra encravado nas linhas desse seu trabalho
literário,traduzido com grande sensibilidade. Dessa forma o autor
apresenta a obra.
SONHOS, SONETOS E SAUDADES,quando se destaca revelase um poeta da poesia contemporânea, que na sua essência nos
possibilita sentir de forma verdadeira,o homem e o mundo na sua
multiplicidade e não apenas fazendo parte dele,mas permite olhar
como, pensar como, ser, dando a sensação e completude, assim como
diz Antoine de Saint Exupéry “ aqueles que passam por nós,não vão
sós, não nos deixam sós.Deixam um pouco de si,levam um pouco de
nós.
A publicação deste trabalho significa mais um passo dado em
prol da literatura local e efetivamente representa uma parcela de
contribuição a literatura brasileira.Devo acrescentar ainda que esta
obra poética é importante por ser vista como uma fonte cultural,um
legado, de todos nós, para o presente e futuras gerações.Desta forma
é também uma conquista nossa, e cada cidadão caldeiraograndense ,
que se alegra e orgulha-se dessa terra que nos viu crescer.
Parabenizo, portanto, o caro colega João Matos, desejando-lhe
muito sucesso e afirmando ao leitor que ler SONHOS,SONETOS E
SAUDADES é encontrar o passado e viver a magia e um presente
maravilhoso de grandes saudades.É conquistar o amor, é conquistar
novos sonhos e ser feliz
Marinalva Santana
QUEM SÃO ELES?
Lá vai ele
Montado no jegue
Olhando a caatinga rala
A despojar vidas
E agora José?
E agora Maria?
Quem sabe faz hora
Ou tem que ficar esperando acontecer
Sou homem valente,sim, Senhor
Enfrento a vida seja como for
Trago sangue nas veias
E no rosto queimado pelo Sol,
A esperança.
Quem me ver passar
Nem sabe quem sou;
Eu sou aquele que a vida esqueceu,
Eu sou aquele que o rico não viu,
Somos um pouco
do que é a nossa Pátria Mãe Gentil!
Afinal,também sou filho do Brasil
Abram alas que eles vão chegar
Terno, gravata e chicote no ar
Agora eu tenho força
Agora eu tenho voz
Meu nome é tempo
Ai de quem não saiba esperar
Chego um dia
E a história vai mudar....
87
A revelar-me o teu coração tão belo
E rico de afeição e doçura.
Talvez um dia quem sabe
Possamos nos encontrar talvez.
Eu estou a esperar....
Vivo das nossas horas
As quais eu mais sei sufocar
Na caixa das lembranças
Estão contidas e escondidas
As tuas palavras sussurradas
Pela timidez de um amor
Que morreu sem ter vivido
O que estava escrito para acontecer.
E os dias vão passando como ontem
Na janela do meu quarto
Onde eu vi os sonhos,
Aqueles , sonhados por nós
Mais uma vez na fila de espera
E eu continuo a te amar
Como antes
Como sempre
Com toda fidelidade que só você soube
Me fazer acreditar
E os dias vão passando
E eu calando
Esperando adormecer para te encontrar outra vez
Nos meus sonhos e no meu coração
Onde você sempre permanece como antes
E os dias vão passando
86
PREFÁCIO nº02
O poeta é aquele que constrói um mundo com as palavras,
não um mundo qualquer, mas um mundo cheio de beleza, em que o
imaginário reina e a felicidade é constante, em que a dor está
presente, mas de forma maleável e que sempre traz uma boa lição.
João Matos é um poeta que construiu o seu mundo, talvez não viva
nele, mas sabe como ele deve ser.
Em “Sonhos,Sonetos e Saudades”, temos inquietações da
alma humana vistas de forma singular com sensibilidade e amor.
Todo poeta por si só tem o poder de fazer as coisas acontecerem,
cumprindo assim, sua missão como bem assinalam Milton
Nascimento e Fernando Brant ao dizerem que “Se o poeta é o que
sonha o que vai ser real, vou sonhar com coisas boas que o homem
faz e esperar pelos frutos no quintal”, e “Sonhos,Sonetos e
Saudades”, é exatamente isso, um conjunto de coisas boas que o
homem pode fazer e que podem vir a se tornarem reais, pois na
mente do autor já o é.
Ajude isso acontecer!
Boa leitura e um grande abraço a todos.
Osmando J. Brasileiro
Prof. Licenciado em Letras: Habilitações Português e Inglês, pela
Universidade do Estado da Bahia – UNEB.
Caldeirão Grande, BA. 30 de julho de 2004.
Formando um tapete vermelho
De tristeza e solidão
Onde eu sigo estrada a fora,
Aflito,a mercê da sorte.
Em casa estão a esperar
O pão nosso de cada dia
Entre lágrimas e sonhos.
Os calos nas mãos
Da mulher macho sim senhor
Que na luta diária da vida,
Segue feito fera-ferida
Na caça para alimentar os filhos,
Nordestina é seu nome.
Não se pode esquecer
Dos anjos perdidos no paraíso
A esperar que suas lágrimas
misturem-se as do criador
E então chova logo no sertão
Pra descansar da constante Lida
Oh vida,
Segue o nordestino orando
E esperando um milagre acontecer...
CAIXA DE LEMBRANÇAS
Mais um dia sem você
Parece uma eternidade na solidão
Ontem éramos tão felizes
Lembro e choro....
As palavras jogadas ao vento
A esperança de viver juntos
Um tão sonhado amor
As marcas traduzidas por saudades
Fazem-me lembrar do teu olhar
85
Vista de forma singular e plural
Poetas exaltam e enobrecem a terra
Registram vultos e histórias
Que aqui serão eternas.
Viva as mulheres:
Tia Bebé e Tia Zinha
Eliane e Nalvinha
Alaíde e Glorinha
Marinalva e Lelinha
Tidú e as Marias...
Espelhos de vida,
Força e alegria.
Da Alegria e da Saudade
Da Lagoa e do Novo Amanhecer
Das Águas e do Zabelê
Das Populares e da Esperança
Do Pó a 25 de Abril
Caldeirão, quem ti viu
Não és mais a mesma de outras mil.
Encerro os meus versos
Sabendo que outros virão
Num tempo bem próximo,
Salve, salve, Caldeirão
Terra da minha paixão...
VIDA SERTANEJA
Quando a luz do Sol invade meu mundo
Começa a labuta diária
As alpercatas cansadas de sol a sol
Vem à seca que empoeira as estradas
84
INTRODUÇÃO
Deixando o coração falar.... A vida nos apresenta surpresas que
às vezes custamos a acreditar. Eu tive um sonho: escrever. Quando isso
aconteceu? Num momento em que eu passava por um vale, a perca do
meu pai. Eu precisava encontrar forças para externar o que estava
dentro de mim e apenas calava. Um dia, nasceu Para onde vão as
nuvens, O sonho e os outros poemas foram surgindo. Confesso-lhes que
o maior obstáculo a vencer nesse percurso, foi o pessimismo, o medo de
não conseguir, razão pela qual este livro esteve por anos engavetado,
Mas, como tudo tem o seu tempo,eu sei esperar,eu soube esperar e
continuarei esperando que os meus sonhos,tantos e quantos se
realizem.
Parafraseando Roberto Carlos “ quando eu escrevo aqui,eu vivo
esse momento lindo”. Cabe neste livro, nessas páginas, o registro de
tantas emoções vividas e compartilhadas com pessoas que tanto amo e
outras que tanto aprendi a amar. Algumas já repousam nos braços do
Pai outras ainda vivem mesmo que distante, mas forte nas lembranças e
na saudade. Afinal, aprendi dizer adeus , sem tirá-las do coração.
Sonhos, Sonetos e Saudades é um filho que teve que ser gerado
nos jardins da emoção.Educado para ser apresentado a sociedade.
Esse livro é fruto de situações vividas, compartilhadas, divididas,
somadas por mim e por tantas pessoas que fazem parte hoje deste
universo de protagonistas que me ajudaram a construir esse livro com
seus depoimentos,com suas vivências, com seus amores,desamores,
com tanta verdade que muitas vezes me emocionei tanto que cheguei a
chorar ao escrever .
Não é fácil falar de nós mesmos,assim como também não é fácil
falar dos outros,é como se você estivesse vivendo o que os outros
viveram.É assim a vida de um poeta.Não sou inventor.Sou
escritor,escriba,esculpidor de tantos casos , fatos,sonhos,saudades . De
tantos e tantos que você sem saber estará nas páginas deste livro, ao ler
um poema e se vê nele e ver sua vida como ela é ou como ela foi um dia.
Nesse dia, uma salva de palmas aquelas e aqueles que
brilharam e continuam a brilharem nas minhas lembranças e estão aqui
expressas em palavras carregadas de tamanha emoção que chego a
sentir palpitações no coração ao saber que esses momentos ficarão
registrados e não se perderão jamais nas nossas lembranças. Estamos
aqui, agora mais felizes, mais tristes,não importa,vivamos o aqui e o
agora e deixemos que o futuro, Deus continue a escrever com a tinta do
sangue do seu Filho Jesus a qual nos escreveu uma nova história. A
história da redenção e da salvação de Deus. Esqueçamos o passado e
vivamos a nossa nova história.Um brinde as Boas novas .
Quantas noites e momentos debrucei-me sobre uma fotografia,
viajando nas lembranças de algo ou alguém, lendo um bilhete, uma
carta, eu pude fazer um coquetel de poemas dos mais variados para lhe
presentear.
São muitas lembranças, eu diria que até inesquecíveis, mas,
como no “banco da vida” tudo passa é melhor esquecer o “passado
bem presente”, sei que em meio a “soluços e saudades”, o “sonho”, se
realizará, vendo o “show das borboletas”,no “canteiro da saudade”, eu
encontrei “a força” para continuar escrevendo “a carta ao amigo”, “a
um certo homem de Deus”, em baixo da “figueira”.
Pude então, pensar “para onde vão as nuvens'', “eu e você”, a
rosa maior e o sonho que eu fiz, todos num desencontro, dando adeus o
mundo e boa viagem “! Porque sempre é tempo de se descobrir.
Continuarei sonhando, pois o que seria a vida sem os sonhos?
Continuarei cultivando Sonhos, escrevendo Sonetos e sentindo
Saudades.
Que você possa ler todos os poemas, refletir, estudar e viajar no
mundo mágico das descobertas, inclusive, o da leitura.
Ler e descobrir-se. É despir-se e mostrar o que outros tentam esconder.
Fruta do semi-árido
Foi sobrevivência de muitos aqui.
Teu povo muito sabe contar
As histórias da nossa gente
Entre risos e alegrias
Sonhos por vezes, descontentes.
Na aurora dos 25 de abril
Cidade se tornou
Caldeirão grande, cidade querida.
Minha terra, meu amor.
Hoje longe, muito longe.
Outros estão à lembrar
Da caatinga rala
Que vidas vêm despojar.
Aqui não se ouve mais
Procissões de latas,
E brincadeiras de rodas
Apenas fotografias e lembranças
A tradição nos faz voltar.
Salve, Salve o progresso.
Nas ruas, praças e avenidas.
Nos vestidos de chita,
Rasgados pela moda
Que sufoca
E o que já foi traz de volta.
João Mattos
Água, luz e telefone.
Aqui também chegaram
É o homem trazendo o progresso
E eu, poeta, contando em versos.
83
SEMPRE É TEMPO
INTRODUCTION
Nunca devemos nos desesperar
Temos que acreditar!
Nos dias melhores,
Nas melhores pessoas que virão.
Que o novo vai chegar!
Que o velho vai desaparecer.
Somos nós quem fazemos,
Construímos, destruímos.
Que só depende de nós
Que a selva de pedra pode ser removida
E o capitalismo selvagem se domesticar
Só depende de nós.
MINHA TERRA, NOSSA GENTE.
Nos caldeirões de pedras
Uma cidade se originou
Caldeirão Grande, terra vermelha.
Cidade do meu amor.
Os filhos que aqui moram
De muitos nos fazem lembrar
As famílias bezerra,correia e brasileiro
Nossas terras vieram comprar.
Na fazenda Boqueirão
Onde tudo começou
No 25 de abril
Esta terra se emancipou.
No cenário nacional
Desponta como a terra do licuri
82
Leaving the heart talk... Life presents us with surprises that
sometimes costs to believe. I had a dream: to write. When did this
happen? At a time when I was going through a valley, the loss of my
father. I needed to find the strength to express what was inside me and I
was silent. Born Where do the clouds, Dreams and the other poems were
emerging. I confess to you that the biggest obstacle to overcome along
the way, was the pessimism, fear not, because this book for years
shelved.But be, as everything has its time, wait I know, I know wait and
keep hoping my dreams, and how many are held.
To paraphrase Roberto Carlos "when I write here, I live this
beautiful moment." It is in this book, in these pages, the record of so
many emotions experienced and shared with people you love so much
and others so much that I learned to love. Some now rest in the arms of
the Father still live even further away, but strong in the memories and
nostalgia. After all, I learned to say goodbye, without removing them
from the heart.
Dreams, Sonnets and Longing is a child who had to be generated
in the gardens of emotion.Educated to be introduced to society. This book
is the fruit of situations, shared, divided, added by me and so many
people who are part of this universe today of protagonists who helped
me build this book with their testimonies with their experiences with their
loves, disaffection, so often true that moved me so much that I even cry
when writing.
It's not easy to talk about ourselves, and it is not easy to speak of
others, it is as if you were living what others lived.É so the life of a poet.
Não'm inventor.Am writer, scribe, carver of many cases, facts, dreams,
longings. Of so many that you will not know in the pages of this book, to
read a poem and watch him and see life as it is or as it once was.
That day, a round of applause and those who shone and
continues to shine in my memories and are here expressed in such
emotion-laden words that come to feel heart palpitations to know that
these moments will be recorded and will not be lost in our ever memories.
We are here now happier, sadder, no matter, we live here and now
and let the future, God will continue to write with the ink of blood of
his Son Jesus which we wrote a new story. The story of redemption
and salvation of God. Forget the past and live our new history.Um
toast the good news.
How many nights and moments I looked into a photograph,
traveling in the memories of something or someone, reading a note,
a letter, I could make a cocktail of poems from many different gift for
him.
Too many memories, I would say that even unforgettable, but as the
"seat of life" everything goes better forget "past-present" I know that
in the midst of "hiccups and miss", the "dream", will be held, seeing
the "show butterflies" in the "seedbed of nostalgia", I found "the
strength" to continue writing "a letter to his friend," "a true man of
God," beneath the "fig tree".
I could then think "where will the clouds''," you and I ", the rose
higher and dream that I did, all in a mismatch, the world goodbye
and good riddance!" As always it is time to find out.
Keep dreaming, because what would life be without dreams?
Continue cultivating dreams, writing sonnets and feeling Longing.
You can read all the poems, reflect, study and travel in a magical
world of discoveries, including reading.
Read and find out. You undress and show what others try to hide.
John Mattos
O GRITO DO MENINO
O menino gritou:
- Olha lá o Brasil!
Desfilando na passarela mundial
Seu traje principal
É o problema social.
Vestido de fome,
Calçando a violência
E para da um charme total
Uma dívida cara de pau.
Quem dera eu fosse
Gente importante
Para dar chance a tanta gente
E mostrar que não somos diferentes,
Somos iguais,
Por que você não olha para mim?
QUAL É SUA COR
Branca
Negra,
Amarela,
Ou vermelho da cor
Da tinta de um índio
Branco tem poder?
Negro tem que sofrer?
Essa era uma forma de escravidão
Antes da abolição.
E hoje o que somos?
Iguais ou diferentes?
Escravos ou libertos?
Branco ou Marrom?
Qual é a sua cor?
81
Sem fermento não cresceu,
E agora? Como repartirás o bolo?
Eu não sou bobo!
Eu estou cansado de você!
A, B, C, DO AMOR.
Amar alguém assim,
Bem que eu queria
Com afeição e doçura
De todo o meu coração.
Eu apenas,
Fugindo de mim
Gostando de você
Havia para mim coisa melhor?
Imaginem...
Já faz tanto tempo
Lá estamos nós, em sonho
Mais uma vez...
Nada mudou!
Ouvindo você,
Perto de mim.
Querendo ser feliz.
Revendo você
Sempre ao meu lado.
Tempo bom!
Ultimamente,
Você me faz falta,
Xeque-mate você foi,
Zurrando por toda vida, ao meu lado.
80
Sonhos
O poeta é aquele que sonha,e faz tantos sonharem também.
O poeta é aquele que ver e faz tantos outros verem também.
O poeta é aquele que chora e a tantos faz chorar.
O poeta é aquele que ama e a tantos faz amar.
O poeta é aquele que escreve sua história, nossa história.
CARA DE PAU
Ele vai pintar a cara,
Usar outra máscara
Ele vai subir no degrau
Prometer e não cumprir,
Quem mandou você o escolher
Você vai ter que o engolir.
Você vai pisando em uvas,
Indefesos, perdidos,
Temendo o berro, o chicote,
Que ressurgem nos palácios
Com planos altos pra me convencer,
Eu conheço você.
O CIRCO SEMPRE PASSA
Eu vou sentar nas arquibancadas
Eu vou sorrir na tua cara,
Porque você é artista de circo,
Palhaço não engraçado
Tentando disfarçar para me conquistar.
Esse número eu já conheço
Por isso eu te reconheço
Você pode me cuspir fogo,
Ou até mesmo me atirar flechas,
Fazer cambalhotas, tentar novo disfarce,
Mas eu sei quem você é.
O teu show eu já sei de có
Enquanto você se apresenta
Com suas piadas,
A platéia te aplaude
E eu estou a te observar,
Manipulação da massa,
79
Passa vida,
Passa tempo,
Só não passa o passarinho
Que sem asas não voou.
Imagine agora
O homem com asas
Onde iria parar
Percorria todo o mundo
E nunca ia se cansar.
BOAS NOTÍCIAS
PASSADO BEM PRESENTE
Hoje quem tem olhos é cego
Boca é mudo,
Só não surdos!
Somos papagaios,
Animais domesticados,
O sonho é sonho e nada mais.
Quero ver quando isso vai acabar?
Quando vamos conseguir mudar
O que parece não ter jeito
Tenho direitos roubados,
O que faço?
Esse é o meu jeito
Foi você quem me fez assim
Eu tudo aceito
Tenho medo
Da palavra, do chicote
Incubado no teu rosto hipócrita
Falou ta falado
Tenho boca mais não abro.
Tenho medo!
Tenho medo!
78
Sonho com Boas Novas para o meu país,
Com Boas notícias para nossa gente,
Sonho com a Bahia de todos os homens e mulheres,
Sonho com meu país, nosso país, mais justo e igualitário.
Sonho com a África de todas as cores e amores,
Com os meninos do Irã e do Iraque a sorrirem,
E os da Rocinha com a mão no lápis .
Sonho com as mulheres do Sertão ,
Banhando-se nas poças de águas límpidas,
Sonho com o sertanejo plantando feliz,
Sonho com um mundo mais repartido, sem distâncias,
Onde não existam mais crianças nas ruas,
Os Sem terras tenham o seu lugar.
A fome sendo tragada pela solidariedade humana;
A violência desaparecendo das manchetes Nacionais;
Sonho contra a esperança;
Afinal, sou brasileiro e não desisto nunca.
Sonho como todo mundo,
Por mais fé, amor e paz,
Sonho com o homem mais humano, mais divino,
Fazendo a viagem, não ao Sol nem a Lua,
Mas, em si mesmo e aprendendo a descobrir-se,
Descobridor de si mesmo,
Ainda dá tempo para sonhar.
19
Whither go the clouds?
(To my father, John Grig)
Yesterday butterflies
Made me reflect.
There are things in life that I do not understand!
Why you're gone so fast?
It's so weird!
Why is everything pass and we fly away.
Today I'm here
Yesterday you too.
I looked to the sky
Looking for an answer:
The clouds were a beautiful way
Towards your new address.
So then, I've settled
To know that you're gone
But for a good place.
Saying that you forget? Never!
Whenever I see you in my thoughts
I'm so sorry to miss you!
But I'll let life pass
And once again, a tear rolling
And here I am reminding you.
It's so hard
Ah! If this were my strength,
I confess, could not resist
But God made me pursue
Remembering always
That beyond the earth,
There is a place,
And I must fight
To get there
... The sky is your eternal rest
20
Juntos para amar.
Aline e Juninho, a flor e o passarinho
Na árvore a bailar, trazendo alegria
Em cada olhar.
Lílian e Samuel, alegrando o nosso lar
Samara e Rebeca lindas meninas
Que acabaram de chegar.
Cada borboleta era diferente
No brilho e na cor
No perfume e no amor
Cada borboleta voou
Para um futuro tão belo
Em busca da felicidade
E fazendo sempre alguém sorrir.
As belas borboletas, obra do Senhor.
AVESSO
Do outro lado da vida
Eu encontrei uma saída
Um rumo para seguir
Eu te avistei,
Você me olhou,
Eu estranhei,
Eu ainda não te conhecia.
Você me observava,
Eu passei a pensar em você
Sonhar com você
Você me fez feliz como ninguém mais.
PASSIVIDADE
Na janela
Eu vejo a vida passar
77
A tua afeição e solidão,
Quando eu parti para uma nova vida.
Meu herói,
Meu amigo,
Um pedaço de mim.
Que me fez sorrir e chorar
Tentando me ajudar e mostrar
O que eu não queria enxergar.
Meu conselheiro de todas as horas
Ao meu lar eu resolvi voltar
Contar-lhe o que vi e vivi
O que a vida me ensinou.
Mas duro mesmo foi voltar
E não mais te encontrar,
Saber que você foi embora,
Aqui, em casa, em todo lugar,
Tudo lembra você.
SHOW DAS BORBOLETAS
SONHOS
Em nosso interior flui um rio
Que se chama sonho
Uma força que move a nossa fé
E nos mostra o norte a seguir.
Nas muitas tempestades da vida
Nos altos montes ou no céu
Até mesmo nas águas do mar da vida
Pulsa em nós essa força
Que nos move e nos faz prosseguir.
Quem nunca teve um sonho
Pergunte ao seu coração?
Quem nunca perdeu um sonho
Numa triste desilusão?
Sonhar torna a nossa vida com mais sabor
Com mais amor
Com mais fervor.
(Aos sobrinhos)
AMADA MINHA
Num canteiro bem distante
Onde o sonho é sonho
Eu vi lindas borboletas
De cores variadas
Voando para o infinito,
Sem medo do perigo
Querendo ser feliz:
Wellington e Rafaela,
O cravo e a Cinderela
Embelezando todo o ar.
Jefferson e Josimar
Gatos sapecas que vivem a sonhar.
Sthephane e Rafael, o mel e o céu
Minha amada, amor meu
Meu coração salta de alegria ao te ver,
É como se já vivêssemos um amor sem fim
Dentro dos nossos corações
Há mais tempo.
Foi amor à primeira vista
E tantas lutas a vencer.
Pouco a pouco
Fomos nos achando,
Nos encontrando,
E descobrindo a chama do amor
Existencial em nosso ser.
Hoje posso dizer:
76
21
- Que bom você chegou
Valeu a pena te esperar.
Na janela do meu quarto
Quantas vezes busquei
Do céu uma resposta;
Foi assim que Deus
Te trouxe pra mim,
E me fez mais feliz,
E somos mais felizes,
E estaremos cada vez mais
felizes...
O MENINO NO POÇO
A EXPERIÊNCIA
Certo dia olhei pro céu
Somente as nuvens encontrei
E me trouxeram saudades.
Eu olhei,
Apenas, ouvir o som
De um lindo beija-flor
Provando o néctar de uma flor,
Bem parecia um caso de amor.
Daí, então, veio o vento e me levou
Eu voei por entre as nuvens,
E o mais bonito
Foi que Jesus eu avistei
Com os braços abertos
Ele me esperava.
Havia festa no céu
Por mais um pecador arrependido,
Foi o sonho mais lindo que vivi.
22
A magia contagiava
O poço do pilar
Um menino ia se encantar
Ver tanta gente a brigar
Pela água do poço,
Poço profundo,
Seco pela seca.
Água marrom é lodo e barro
E tanta gente a brigar.
Quando chovia era dia de alegria
Baldes e panelas nas goteiras das casas,
É água branca
É água sem cor,
Guardada na moringa feito ouro
Enquanto não chove de novo.
AS MINORIAS
A minha voz já não teve vez
A minha vez chegou.
Levantemos a bandeira,
As minorias
Que não enfraquecem,
Que não desfalecem
Que faz acontecer.
PAI
Lembro-me do teu sorriso
Transmitindo-me segurança
Me protegendo.
Eu não entendia
75
MAMÃE
EU SONHO COM VOCÊ
(À minha mãe D. Tidú)
Fostes criada para amar
Para embelezar o mundo
Sabe sorrir, para me fazer feliz,
Comemora as nossas vitórias,
Chora as nossas angústias
Nos abençoa ao partir,
Nos abraça ao voltar,
Mãe nunca desampara um filho.
Mãe é anjo
É amiga
É querida.
Mãe é companheira
É cantora e atriz
Faz tudo pra me fazer feliz.
CIDADE VERMELHA
Caldeirão Grande
Em tuas praças
Eu ouço a ecoar
O som de belos pássaros
A ti cantar.
As flores te perfumam
E te embelezam
Em cada jardim que alguém passar.
Eu quero te ver
Sempre assim:
Sempre florida
Sempre menina
Onde eu possa brincar sem temor.
74
Hoje você faz parte do passado,
De uma saudade,
De um sonho, que ficou adormecido.
Eu te carrego no meu coração
Eu acredito que um dia
Eu possa te rever outra vez
Quem sabe apenas como amiga,
Mas eu quero te rever.
Quem sabe pra sonhar contigo,
Eu quero te rever.
Quem sabe até te amar de novo,
Eu vou esperar...
Enquanto fôlego eu tiver
Eu não vou me cansar.
Enquanto você não vem,
Eu vou dormir e sonhar.
Enquanto você não vem,
Eu não fecho a porta.
Enquanto você não vem,
Eu não digo adeus.
Enquanto você não vem,
Eu tenho esperança
Enquanto você não vem,
Eu sonho com você toda noite.
UM SONHO DE AMOR
Eu sonhei com um ser
De cuja beleza
Fugiram o céu e a terra
A sua volta anjos
Entoavam louvores ao Rei.
23
Eu caí quando o encontrei ali
Tanta majestade e glória
Ele veio em minha direção
Estendeu-me a sua mão
Eu tremi,
Ele disse-me: -Estou aqui.
Eu chorei como uma criança
Era Jesus, o filho de Deus
E eu quem sou?
Um pecador arrependido
Eu nunca fui tão feliz
Era o Senhor com seu amor.
Tudo passou, eu não sei se foi
Sonho ou realidade
Mais eu não esqueci.
Que alegria!
Um olhar carente,
Afogando a gente
E nos fazendo refletir
Na tua pureza e ingenuidade
Na tua dura realidade
De criança tão sofrida, espelho de vida
Que ninguém quer olhar.
Mas o que seria a vida sem você?
Um jardim sem flor,
Um luar sem amor.
Que a vida te faça um cometa
Para que eu não te esqueça
E sempre ore por ti.
UM CANTEIRO E UMA SAUDADE
ETERNIDADE
(À família)
Se ao menos você
Não tivesse me olhado assim
Esse momento não chegaria.
Um adeus é pouco para o que vivemos
Uma história de amor
Não pode acabar com um final ruim.
Não fui eu quem quis assim,
Eu me envolvi demais,
Agora eu fiquei,
Você se foi pouco a pouco.
O meu remédio o tempo será
É duro saber que você não mais voltará.
Tomara que a roda da vida
Faça-nos voltar ao começo.
Eu não desisto
Enquanto vivo e você viver.
24
Simples como as flores
É a família grilo.
O Seu João fez tanto pão
Em Caldeirão.
A D. Tidu lutou e venceu.
O Seu Cláudio amadureceu mais rápido
A Sra. Cassinha com a sutileza de uma Rosinha.
O Seu Luis conseguiu o que quis.
A D. Romilda brilhou na vida.
A D. Claudinha espalha alegria.
A D. Tereza tem muita beleza.
A D. Rosangela é uma verdadeira dama.
A D. Tuquinha dançou e é queridinha.
O Seu Joãozinho te escreveu com carinho.
Assim vive essa família, alegre e sorrindo.
Cada flor seguiu o seu caminho.
73
O menino no meio de uma floresta,
Sem árvores e aves.
Apenas um menino,
O resto que sobrou,
De um mundo tão criança
E já esquecido.
O OLHAR DE UM MENINO
O que o teu olhar menino,
Menino queria dizer?
Eu não entendi?
Eu não esqueci.
Teus olhos viajavam,
A tua imaginação flutuava.
É tão difícil menino
Lembrar de você e nada poder fazer,
Apenas falar de você
Eu tenho saudades das tuas maluquices
Daquele teu olhar a me encabular .
Menino, menino,
Que Deus te proteja
E que essa tua beleza,
Não de alteza, mas de tristeza
A me revelar,
Uma fome, uma flor
Que nasceu no meu coração:
“O amor ao próximo.”
REFLEXÃO
Eu te vi sorrir e sonhar
Pela tua imaginação eu fui longe
Nos teus sonhos, na tua fantasia.
72
Eu quero um dia te rever
E nos teus braços adormecer
Por toda eternidade.
O SONHO DE CHEGAR
Olha lá
Lá bem distante,
Lá no infinito
O sonho,
A esperança,
O amigo.
Nem tudo se perdeu
Ainda que esteja distante
Lá está.
É preciso sonhar,
Acreditar,
Mesmo assim,
Tudo tão calmo,
Tudo tão vago,
Eu vou caminhando,
Eu vou tentando encontrar
A felicidade.
UMA FLOR NA JANELA (À Lilian)
Debruçado na janela dos meus sonhos
Contemplando o infinito
Uma linda rosa me sorri.
És bem vinda, oh menina!
Pela janela meu sonho veio entrar
Transformando a minha vida
Embalando-me com teu olhar.
25
Por que será menina
Que Deus nos quis unir ?
Foste gerada no coração de Deus
E viestes nascer pra mim.
Eu só tenho a agradecer
Olhando pra você posso ver
A flor do meu jardim
Colorindo a minha vida
De alegria e de prazer.
ABSURDO
Se olho e não vejo,
Desconheço.
Se amo e não sou correspondido,
Espero.
Se quero e não tenho,
Sonho.
Se olho e não vejo,
Ignoro.
Se...
Amo, Sonho, Finjo, Ignoro,
É porque não é espelho.
TEMPO PARA TUDO
É tempo de olhar e te curtir
Tempo de falar e escutar
Tempo de chorar e sorrir
Tempo para viver e aprender
Tempo de amar e o espalhar
Tempo de ser e existir
Tempo de sonhar e acreditar
26
SAUDADES
Você tem olhado para o céu,
Você tem visto as brancas nuvens
Seguirem caminhos,
Você tem sentido saudades.
Permita ao seu coração
Uma chance para recomeçar.
Você tem olhado para os humanos,
Cada um é diferente,
Ninguém é igual,
Mas Jesus é especial.
Deixa só Jesus te tocar
E você verá,
Como é bom estar
Nos seus braços a descansar
E irá aprender a amar
Assim como Jesus amou
E por ti se entregou.
“O justo ficará em memória eterna” (Salmo 112;6)
TEM COISAS QUE A GENTE NÃO ESQUECE
No ar sem vento
Apenas o movimento
Do menino descalço
Sem esperança e amor.
O ônibus passava naquele dia
E o menino ia encontrar a esperança.
Seguia o ônibus
Deixando a saudade, a euforia,
a esperança de que amanhã retornaria.
E eu não o esqueci,
Enquanto contemplava aquela cena,
71
UM CERTO HOMEM DE DEUS
(Aos Pastores)
E quem viu o homem de Deus passar,
Não imaginava as obras que ele iria realizar.
Cooperando com ele o Senhor,
Muitos milagres ele realizou.
E mais uma vez, o vento soprou,
Saudade em nossos corações deixou.
Lá se foi o homem de Deus,
Mas o meu coração não o esqueceu,
O que ele plantou o que ele semeou...
E assim a vida continua, continua a girar,
E quem sabe o homem de Deus não vai retornar.
E em meio a abraços apertados,
Vamos lhe cumprimentar;
Falar da saudade que deixou, das almas
Que ganhou, da sua força lutando a cada dia
Ao lado de Deus Pai, pelas ovelhas que o
Senhor as confiou.
Segue em frente, oh! Homem de Deus,
Olhando sempre para a cruz,
Porque nela um dia Jesus,
Morreu para te salvar,
Os desertos virão, as noites frias e escuras também,
Mas tu és luz, e deves sempre brilhar.
Carregando sempre a espada do espírito,
E o escudo da fé,
Guardando sempre o caráter e o coração,
Pois a tua força está em Deus,
E que ele te proteja, por onde o senhor andar,
Porque uma estrela, ao teu lado brilhará,
É Jesus, para que te lembres,
Que ele está contigo todos os dias.
70
Tempo de perder-se e reencontrar-se
Tempo de recomeçar
Tempo de viver
Tempo de sobreviver,
Tempo para tudo!
DE REPENTE
De repente eu me
Pego pensando
Em você.
Amor à vista
Amou a primeira vez,
Como se fosse à última vez.
Amou com tanta voracidade
Que se enganou.
De repente, quem sabe,
Até mesmo a saudade
Possa me fazer feliz,
Quando eu lembrar de ti.
De repente,
Lá estamos nós
A sós,
No meu coração, de repente,
Quem sabe, um dia, talvez.
Eu possa esquecer você
MEMÓRIA
Passa o tempo
E não esqueço:
Pessoas, momentos, lugares,
Que passam,
Que ficam,
27
Mesmo que na memória,
Mas que nos sufocam
A cada lembrança
Em cada amanhecer.
E quem sabe, então,
Eu te sinta mais perto,
E então, possa viver tudo
Outra vez,
Como no princípio.
Rever a vida
E esquecer o que passou.
Hoje eu estou bem melhor...
Eu voltei aos braços do meu pai
Hoje eu tenho paz!
Eu tenho Jesus no meu coração
Eis aí a razão
De hoje você me reencontrar
E não ter me reconhecido
Pois eu nova criatura sou
E em nome do amor
Eu te renuncio pela última vez...
SOMBRA
Ontem o mar,
O vento,
Você.
Eu, sem nada a temer.
Busquei-te por entre amigos,
Sombra foi o que vi.
Hoje, eu lembro de ti,
No meu coração
A tua lembrança,
A solidão, amanhã apavora.
O vento, você, eu, tantos planos...
Tantos sonhos, tanta saudade.
Agora o mar, o vento, eu,
Sempre, para sempre.
ESTAMOS AÍ
Quem chegou?
Quem partiu?
Quem ficou?
Estamos aí.
Na luta, vamos aí,
28
OBSERVANDO VOCÊ
(Aos meus alunos da Vila Formosa,em 2001)
Estive pensando e olhando
Na pureza e inocência
Das crianças a brincarem
No seu futuro tão distante,
Mas bem presente no seu lar.
É tão bonita!
Uma criança, uma vida
Ainda por desabrochar.
Se elas são o futuro da nação
Por que não investir na educação?
E eu me pergunto: o que fiz?
O que faço?
Sou parte integrante
Desse mundo tão distante, tão real.
Seria Genial te ver sorrir, cantar
brincar, pensar e pensar.
Uma flor em formação,
O que será dessa nação?
69
DIÁRIO DE UM FILHO PRÓDIGO
Eu tive medo
Quando você entrou no carro !
Eu imaginei que tudo
Teria chegado ao fim,
Que eu não o veria mais.
A casa ficou a tua cara!
Em tudo eu vejo você:
Na música, no ar, nas lembranças
Enfim, em todo lugar.
Eu pensei que não iria resistir
A esse cálice de dor
Que você me ofertou na tua partida.
Mas eu consegui da a volta por cima
Prosseguir para o alvo,
Esquecer o passado,
Esquecer você.
Agora eu vou cuidar de mim
Se for preciso sozinho,
Mas eu vou me cuidar
Deixar de pensar em você,
E pensar um pouco em mim
Deixar de viver por você
E viver pra mim.
Deixar de morrer por você
E morrer pra esse mundo
De ilusão,
Pois Jesus me foi a solução
Meu remédio, o meu cálice de amor.
Eu vou retornar
Como um servo humilde
Eu vou pedir perdão
Voltar ao início
68
Lutamos, sonhamos,
Chegamos, partimos,
Estamos de volta.
Tudo da mesma forma,
Parece retrocesso, Cruz credo,
Estamos aí.
BRASIL
O que será sempre foi
Foi e sempre será.
Brasil ame ou deixe-o.
É assim, sempre assim.
Eu vou deixando,
Você me levar,
Levar à vida?
Que fardo pesado,
Por amor à pátria, amiga,
Dou adeus sem despedida,
Sou mais um na multidão.
SOL POENTE
Na terra,
A enxada carpe,
Sonhos e esperanças
A escola fica pra depois.
O menino enxuga os olhos,
É a vida do menino nordestino.
Na volta ao lar, a realidade apavora,
Meu Deus,o que é que há?
Diz o menino esperando o sol raiar.
29
É A VIDA
FOTOGRAFIA
Sinto a tua falta
Embora tente resistir.
A vida é assim,
Um dia a gente sorri,
Outro dia a gente chora,
Mas tudo é como o vento,
Mesmo que não esteja a contento,
Vamos seguindo estrada afora,
Sem demora,
Porque estamos aí,
Começando de novo,
Apenas vou tentando,
Vou levando,
A vida.
Eu não agüentei
Ver você ir embora.
Dizer-me adeus,
Fechar a porta.
O meu coração lacrimejava,
Em meio ao mar, um vazio
Sem você aqui.
E mais uma vez parei no tempo
Só pensava em você!
As noites ficaram tão frias
Sem a tua presença.
Junto a ti,
Eu me sentia seguro,
Mas eu não desisto,
Vivo do que você plantou.
Quando olho a tua fotografia,
Eu choro todo dia sem você.
Cadê o teu sorriso?
As tuas maluquices de menina aprendiz?
Tudo para mim mudou sem você.
A tua fotografia
Me leva bem perto de ti,
É assim que eu vivo sem você.
AMOR
Criação
Começo
Recomeço
Força
Princípio
Fim
SOZINHO
Maior
Abrigo
Eterno
Amor
Abrigo em mim
Um amor maior
Que é o princípio e o fim
Só um sorriso
Uma palavra só
Só um gesto
Um abraço só
Um beijo só
Só você.
Eu só.
30
67
Mas eu sabia
Que nunca mais iria te ver
Tinha que ser assim...
Aliás, eterno.
No começo e recomeço,
A força do amor
SOLUÇOS E SAUDADES
LÁ ESTAMOS NÓS
Os pássaros acordaram-me
Entoando cânticos mórbidos.
Eu ali, pensando como fazer
Para prosseguir.
E mais uma vez
Pensei em você.
Adormeci com tanta saudade
E a vontade de sonhar contigo.
Um beija flor em sonho,
Me trouxe um bilhete seu,
Você estava do outro lado do mar.
Uma águia me levou até você
Eu sentia meu coração palpitar
Cada vez que me aproximava de você,
Eu te abracei,
Como a primeira e última vez.
Eu chorei...
Eu te senti distante,
Mas os teus olhos
Me amavam intensamente.
Você foi se apagando
Pouco à pouco.
E em meio a soluços e saudades
Eu despertei.
Lá estamos nós
Nós estamos onde sonhamos
Estamos no paraíso
Incontido, escondido.
66
Lá estamos nós
Só nós dois
Amando, querendo ser feliz.
Lá estamos nós
Eu só
Você também
Mas pensando,
Sonhando, amando,
Um ao outro,
Lá estamos nós...
PAIS E FILHOS
Eu só queria ser livre,
Você não me entende!
Nem eu me entendo!
Só sei do que não quis,
Só quis o que não sei,
Porque você não me vê
Além das aparências?
Eu sou muito mais
Do que você pensa,
31
Do que você quer que eu seja!
Seja você?
Só não eu?
Eu não! Eu trago um pouco de você,
Mas eu também sou eu!
Eu sou criança,
Eu sou grande demais,
Não me confundas!
Deixe-me apenas voar...
Sem sentir o chão,
Minha fase é de transição,
Minha vida é uma paixão
Eu sou criança
Eu sou adulto
Eu só não sou o que você quis
Deixe-me apenas ser feliz.
LEMBRANDO DE VOCÊ
A noite parece-me eterna
Contemplo as estrelas, o céu, o luar.
Tudo parece tão distante
Que chego a viajar pelo infinito
Eu vejo tantos vazios, sem nexo,
Eu me vejo por entre eles,
Apenas mais um,
Que pensa e move-se sobre
O tapete da imaginação
Querendo descobrir,
Querendo mudar,
Por que é tão difícil?
As pedras são pesadas
Mas a vontade de vencer é maior,
Que vou tirando a cada passo,
Em cada caminho
32
DESENCONTRO
Seus belos cabelos negros
No vento a bailar
Expressam uma simplicidade
Oculta em teu olhar.
Tua pele é morena
Perfeita tu és!
Você se foi,
Eu fiquei.
Você voltou,
Eu fui...
Eu não mais te vi.
A CHUVA TE LEVOU
Eu te olhei
Pelo vidro da janela,
Foi triste ver você
Mas uma barreira impedia-me
De te tocar.
A chuva começava a cair
E você me olhava
Eu desejei ser aquela gota
Que escorria no teu rosto
E foi tragada pelos teus lábios de mel.
Eu não queria te dizer adeus
Eu só precisava de um tempo pra refletir.
Você foi incapaz de entender
O que eu não falei,
O que apenas senti,
Que o nosso amor despedaçava-se
Quando você sumiu
Em meio a um temporal de indecisões.
65
Eu fiquei sem saber o que fazer
Apenas te abracei como resposta.
A vida é muito engraçada!
Ontem éramos amigos
Hoje nos amamos.
Tudo muda o tempo todo
Mas um tempo é pouco
Pra vivermos esse amor
Vamos amar, viver, sonhar...
Deixar o tempo passar
Sorrir a cada dia.
Até o teu regresso,
Porque um tempo
é pouco para nós dois.
PÁTRIA MINHA
As margens do rio Ipiranga
Um grito se ouviu
O povo a espada levantou :
Independência ou morte!
O Brasil libertou-se de Portugal
Sonhando a liberdade e o progresso
De um povo heróico e trabalhador
Um grito ainda se ouve.
Liberdade , liberdade onde estás?
Crianças nas ruas, fome e violência
Onde está a mãe gentil
Somos teus filhos, oh Brasil!
64
Toda pedra, todo espinho
Num duelo com a vida, com o mundo,
Apostando nas pessoas,
Acreditando em si mesmo
Querendo ser feliz.
SE EU PUDESSE
Se eu pudesse olhar a vida
E nela te encontrar
Se eu pudesse te ver e olhar o teu coração.
Se eu pudesse olhar o teu coração
E ler os teus pensamentos
Se eu pudesse sentir você
Cada dia mais perto
Se eu pudesse voltar o tempo
E te trazer de volta,
Se eu pudesse mudar
O mundo, as pessoas,
Tudo seria diferente
Tudo seria novo
Tudo seria melhor
Do que já foi.
APOCALIPSE
Será mui grande aquele dia
Em que Cristo sobre as nuvens surgir
Seus escolhidos, os anjos irão reunir.
Todo olho o verá,
Ainda que tarde ele virá
Muitos irão se lamentar e lembrar
Das palavras bem ditas e mal ouvidas
Mas que irão se concretizar.
33
Um dia ele voltará
Dos meus olhos enxugará
Toda dor, todo sofrer.
Com Cristo eu irei viver
Pra você aqui não ficar
Basta agora se ajoelhar
Jesus lá do céu te ouve
E vem onde você está.
Enquanto se resiste,
Enquanto eu não esquecer de te esquecer,
Minha rosa vermelha
Eterna no coração.
A FIGUEIRA
SERVO DE DEUS
A tua vida entregaste no altar
Sacrificando-se pelas almas sofridas
Deixando os amigos, a família,
Por amor ao pai.
Serás honrado por servir ao Deus vivo,
Vives diante de Deus.
Quando tudo se findar,
Tua recompensa terás:
A coroa da vida eterna.
Basta somente preservar
E nunca o negar.
Prosseguindo a cada dia
Pregando o evangelho
E mostrando ao mundo
O poder do pai eterno.
Caminhando na estrada da fé
Subindo o monte,
Pois em Cristo,
Com Cristo,
Você é mais que vencedor.
34
Eu olhei para a figueira
Sem poder tocá-la
Apenas contemplei
A dança do vento
Livre nos teus belos galhos verdes
Me trazendo uma esperança
Embalada na certeza
De que somente posso te olhar.
Quando a noite chegar
E o sereno cair
Eu vou te proteger
Onde ninguém pode chegar.
O meu coração
Um mar de amor
Onde eu posso navegar
Sabendo que ninguém irá encontrar
A figueira que em sonho
Eu achei e a cultivei para mim.
DESPEDIDA
Eu não aceitei
Aquele abraço de despedida.
Logo pensei:
Você vai voltar
Você sussurrou no meu ouvido:
Eu te amo!
63
OS ACORDES DA SAUDADE
CHAMADO DE DEUS
Hoje eu acordei
Pensando em você.
Onde tu estás?
Eu ainda lembro de você,
Do seu jeito
Do seu cheiro.
A saudade me tocou de um jeito diferente
Parece que tudo acontece de novo.
A saudade é maluca!
Me faz lembrar de tudo outra vez,
Eu não mais vi você!
Afogo os desejos carnais
Sepulto o velho homem
Me aproximo com temor
Dos teus átrios
Nos teus braços me entrego
Renúncia total
Me afasto do mal
Belo o cálice
Carrego a cruz
Luto pela coroa
Prossigo para o alvo:
A salvação.
A soar das trombetas
Transformado subirei,
Ao encontro de Jesus
Poderei vê-lo,
De corpo, alma e espírito.
ROSA VERMELHA
Oh, Rosa Vermelha!
Por que te podaram tão cedo?
Por que de mim se escapou tão de repente?
Sem aviso, nem adeus?
Todos os dias no jardim
As rosas que lá ficaram
Me fazem lembrar de ti
Do teu cheiro
Da tua cor escarlate
Oh, que grande saudade me bate!
Olhando o azul do céu,
O verde das matas
O crepúsculo ao entardecer
Eu lembro de você,
Inesquecível...
Enquanto se vive, se pode acreditar.
Somos livres para sonhar...
Enquanto se existe,
62
OBREIROS
Nas ruas, esquinas e quarteirões
Vive o Exército de Deus,
Salva vidas de Cristo
Negaram a si mesmo,
Venceram seus desejos
É bem mais que um vencedor
É um ganhador de almas
Pro reino de Deus.
Tudo crê, sofre e espera
Por amor a você.
O Senhor estão a esperar
Para os seus talentos cobrar,
35
E a cada um, ele retribuirá
Segundo o seu efetuar.
( Mateus 25;15)
O MUNDO
Sua vida,
Seu tempo,
Sua história,
Escrita e revelada no livro do mundo
Todo mundo vê...
Enquanto fui do mundo
Tristezas e desencantos,
Outros prefiro calar-me.
A luz veio ao mundo
O mundo a rejeitou
O mundo é quase isso
O mundo é cego
O mundo é cruel
Mas Jesus é fiel.
“Maior é o que está em nós
Do que o que está no mundo.”
BOA VIAGEM
Percorrendo vários caminhos,
Traçando várias linhas
Cheguei ao ponto final.
Desarrumei as malas
Tirei o melhor presente:
Jesus,
Lembrei-me de você,
Espero que goste,
Eu amei quando recebi
36
Nada esqueço,
Afasto o que conheço
Tenho medo de amar e me machucar,
Sofrer de novo.
Eu te vejo nos meus sonhos
A realidade é dura,
Eu não posso fugir
Não sei se poderei amar de novo,
Só o tempo poderá dizer.
SE AO MENOS...
Ah! Se essa saudade fosse embora
Se essa voz no meu coração se calasse
As pedras falariam,
Confessariam os meus desejos e anseios
Se os sonhos fossem apenas sonhos,
Se a música parasse de tocar
Se o céu fosse você:
Eu seria a estrela de maior brilho
Para te iluminar nas noites escuras
E te fazer bem mais bonita
Se ao menos me fosse permitido
Eu te revelaria o oculto,
Tragado pelo medo
Se ao menos eu pudesse
Olhar as nuvens, as aves voarem
As flores desabrocharem,
Sem sentir saudades
Saudade de você!
61
E até ainda agradecido
Quero a muitos presentear
Agora que já o conhece,
Siga o seu caminho
E boa viagem!
Cuidado!
A porta é estreita
E os caminhos são largos.
Nunca deixe o presente de lado,
Sempre o tenha contigo.
Agora sim, Boa Viagem.
EU E VOCÊ
Você,
Eu,
E o amor
Uma trindade.
Você e Eu,
Separados:
Uma solidão.
O amor e você
Perdidos no mar
EU VOU TE FALAR
Eu e o amor
Sem saber o que fazer
O amor
Foi o que restou
de mim e de você,
Separados pela distancia
Mas juntos por esse amor.
TEMPORAL
Tento entender
Por que tudo passa tão depressa?
As pessoas se vão
Sem nem se quer dizer adeus.
Eu não mais te reencontrei
Quando lembro-me
Dos momentos que vivemos juntos
Tão difíceis de esquecer
Por que será que me apego a tudo?
60
Senhor as coisas aqui não vão bem.
O homem quer ser Deus,
A ciência se multiplicou
As pessoas estão distantes,
Não são mais as mesmas.
Muitos dos nossos te deixaram,
A apostasia está se cumprindo.
O mundo continua cada vez
Mais distante do teu amor
Tanto que você falou...
Aqui o amor está se esfriando
Cada vez mais,
São os últimos dias,
O Senhor nos advertiu:
Eu voltarei.
Ainda bem que o Senhor está vindo
Este mundo já não presta mais.
37
CORDEIRO DE DEUS
Um que é adorado,
Um que é exaltado
Perante o nome de Jesus
Todo joelho se dobrará
Reconhecendo sua majestade.
Antes que se formasse o mundo,
Tu eras o verbo de Deus.
Hoje tu vives ao lado de Deus
Cercado de Anjos e Arcanjos,
Que a ti cantam louvores,
Mesmo diante de tamanha glória
Não se esquece de nós.
Que o mundo reconheça
Que só o Senhor é Deus
Além de ti não há outro.
Só tu és digno de assentar-se
Ao lado de Deus,
Pois sendo humano, não pecaste
E morreu na Cruz para nos Salvar.
“Ninguém subiu ao céu, se não o que
De lá desceu, Jesus.” (João 3, 13)
DEPOIS DO PALCO DA VIDA
Eu só tenho a fé,
É meu espelho, meu caminho,
É do que devo viver,
Viver pela fé.
Para ver o impossível acontecer
Vou juntá-la ao amor,
Para muitas almas amar e salvar.
O amor venceu a morte
38
Que separa nossos corações,
E vai queimando!
Tem que ser assim
Assim não teria que ser.
É inefável, sublime, sagrado, sacramentado,
Que mexe com a gente
E a cada momento
Nos faz amar
No teu olhar eu me vejo, espelho.
No meu coração eu te sinto
Dentro de mim
Eu e você, ninguém sabe
Só eu.
Nem você sabe,
Que eu te amo tanto assim.
SOLUÇOS
Sentado à beira mar
Contemplando o infinito
Eu te vi surgir no azul do mar
Eu senti a tua falta, embora quisesse resistir,
Eu não pude conter as lágrimas,
Foi como viver tudo outra vez.
A brisa leve e fria que passava
Acalentava a minha alma
Inconformada sem você.
Curvei a cabeça,
Tive a impressão
Que o céu descia a mim.
Eu colhi a mais linda estrela
E a guardei com segurança
Para te presentear
Quando eu te rever outra vez
E mais uma vez uma lagrima rolou.
59
A VIDA É ASSIM...
E quando um dia
Pouco à pouco
Nos distanciarmos
Recorreremos,então
A caixa vermelha
Do nosso coração
E de lá retiraremos
As mais lindas lembranças
As quais nos farão
Sorrir, chorar,
Sentir saudades
De um tempo feliz
Mas mesmo assim
Quando nos sentirmos
Tão sós
Tão vazios
Lembraremos do rosto
Semblante, feliz do amor que se foi
De Deus, dos nossos pais,
Dos nossos irmãos e amigos
Que se eternizaram
Em nossos corações
E teremos a certeza
De que jamais estaremos sós.
ILUSÃO
Eu quero a sorte de um amor abençoado
Eu quero na verdade você
Do jeito que você é
Eu não quero um amor por compaixão.
Há uma nuvem entre nós,
58
E a cada dia nos faz forte
E ajuda-nos a viver.
Vou juntar a fé, o amor e a esperança
E como uma criança ao lado de Deus,
Vou lutar a cada dia,
Tenho a esperança que um dia
Ele virá me buscar.
Eu voarei em meio a um cortejo
Triunfal de anjos,
Jesus nas nuvens eu encontrarei
E abertamente lhe direi:
Que de tudo permanece três coisas:
A fé, a esperança e o amor,
Sendo o amor o maior deles.
A FORÇA
Mas o importante na vida
É não ter medo de recomeçar,
De lutar e vencer a si mesmo,
As dificuldades nossas de todo dia.
A fortaleza de Jesus
Está sempre ao nosso lado
Para nos mostrar que tudo ainda tem jeito,
Quando cremos, esperamos, sonhamos.
Que o homem pode mudar
Que as guerras irão acabar
Se lutarmos com as armas do amor
Sem medo e temor
Muralhas vamos derrubar
União vamos causar
E o nome de Jesus
Honras e louvores vamos dar.
39
ESPELHO
Ontem o mar,
O céu azul,
O brilho ofuscante
Dos raios solares
Que pairavam por sobre
As águas marinhas.
Apareciam no céu
Lindos pássaros, livres...
As nuvens também
Estavam passando
Para o outro lado.
Era preciso fechar
Os olhos,
Contemplar o que não é espelho,
Mesmo que conheço,
Tentava fugir.
ESCONDIDO
Sempre te amarei
Por toda vida,
Faz parte do que fui,
Somente.
Fingindo amar,
Amor de solidão,
Assim...
Por mim...
Eu não!
40
E ao entardecer
Levando nossos sonhos e saudades
A cada partida ,em cada volta.
Olho hoje e não vejo mais a fumaça
Que escorria pelo chafariz da padaria
Hora do pão quente repartido
Da união que nos faz forte hoje
A saudade, ah essa saudade
Se o tempo voltasse
Eu ficaria por lá.
QUANDO EU LEMBRAR DE VOCÊ
Cada dia é indiferente aos meus sentimentos
Cada saudade é sufocante
Mas eu não deixo de lembrar
De pensar em você.
O tempo tem passado...
As lembranças cada vez mais vivas
E a saudade de você.
As pessoas passam
Os amigos se vão
Alguns se perdem
Outros se acham
Eu penso em você cada vez mais.
A tarde desaparece com o pôr do sol,
Vem a noite,
Vem a lua,
Vem o brilho das estrelas
Vem você mais uma vez
Que reluz em uma nova luz
Abraçado a Jesus
E me sorrir toda vez
Que eu lembrar de você.
57
Para que eu me permita esquecer-te
Para sempre.
MARIAS
Sinto-me importante ao pisar
No chão vermelho de Caldeirão
Do barro desta terra foi originada
Maria de pele canelada.
Menina faceira e cheia de graça
Que a muitos encanta com a
Sua beleza sagrada.
Nas águas límpidas
Dos caldeirões ao entardecer
Maria ia se banhar
Falar com a cigarra,
Ver o Sol lhe dizer adeus,
Ver a Lua iluminar seu olhar
A lacrimejar toda vez que
Lembrava do amor que se foi
E não mais voltou.
IRMÃOS
Veja a vida como é,
Meu irmão distante,
Mando-te lembranças,
Que aqui se perpetuam,
A cada anoitecer.
Lembrei-me de vós,
Do tempo da divisão,
Ante um pedaço de pão,
E éramos tão felizes.
Ao ronco da Caravam ao amanhecer
56
DIFERENÇAS
Fico sem entender
Muitas coisas
Inclusive você.
Muda de cor,
De amor,
Só pra me enlouquecer.
Mas bem que você
Também sofre,
Quando finjo não te ver,
Passando por você,
Me dá prazer,
Fico sem entender
Muitas coisas, inclusive você.
JUSTIÇA
Nos acordes de uma independência,
O sonho de ser livre vai por aí
Rompendo barreiras,
Cruzando mares e ares.
E a mãe justiça adormecida,
Vai ficando à margem
E muitos vão ficando à margem
E todos vão ficando à margem,
E ninguém faz nada.
Ô justiça injusta!
Ô injusta vida!
Que separa, que espalha
Povos e nações,
Movidos pela ganância,
E a justiça é levada
Ao opróbrio popular,
E todos se calam.
41
AZUL
Na estrada
A metamorfose
A borboleta azul
Viaja o mundo
Mistura-se nas nuvens
Desaparece rumo ao céu
A certeza da felicidade agora
Além da terra o que nos espera?
Corpos trasladados
Felicidade eterna
Ruas de ouro e cristal
Lá não haverá pranto nem dor
E jamais seremos os mesmos
Nunca mais.
PAIXÃO DE CRISTO
O amor que Jesus
Por nós manifestou
Chamou a atenção de muitos
Ao ponto de lhe pregarem
Em um madeiro.
Sua vida
Seu drama
Sua glória
Ainda hoje
Narrada e vivida pelos seus servos
Espelham a sua vitória
Que acima de toda dor
E sofrimento ressuscitou ao terceiro dia
Vencendo a morte e o inferno
E jamais sendo esquecido.
42
E mais uma vez uma lágrima rolar
E eu aqui lembrando de você.
É tão difícil!
Ah! Se essa força fosse minha,
Confesso não resistiria.
Mas Deus me fez prosseguir
Lembrando-me sempre
Que além da terra,
Há um lugar,
E que devo lutar
Para lá chegar
... O céu é o teu eterno descanso
ESCREVA-ME
Escreva-me ao menos
Para que eu creia,
Para que eu chore,
Para que eu cante,
Para que eu ore.
Escreva-me,
Para que eu tenha certeza
Que eu faço parte da vida.
Escreva-me para que o mundo
Não me apavore.
Escreva-me para que eu sinta a tua falta
Para que eu perceba que há uma saída.
Escreva-me,
Me escreva,
Para que eu sonhe com a volta,
Para que eu prossiga,
Para que eu resista,
Para que eu firme os pés no chão.
Escreva-me,
55
Apenas vejo e nada posso fazer
Ah! Esse meu coração
Um poço de lembranças
As quais eu mais sei sufocar.
Se a vida te trouxesse de volta,
Eu não me hesitaria
Em levantar-me deste banco
E te dizer: “- Eu amo você”
...Ainda que você não me amasse
Eu o veria pela última vez,
Só mais uma vez.
PARA ONDE VÃO AS NUVENS
(À meu pai,João Grilo)
Ontem as borboletas
Me fizeram refletir:
Tem coisas na vida que eu não entendo!
Por que você se foi tão depressa?
É tão estranho!
‘’Por que tudo passa e nós voamos’’.
Hoje eu estou aqui
Ontem você também.
Eu olhei para o céu
Procurando uma resposta:
As nuvens formavam um belo caminho,
Rumo a tua nova morada.
Daí então, eu me conformei
Em saber que você se foi
Porém, para um bom lugar.
Dizer que te esqueço? Nunca!
Sempre que te revejo nos meus pensamentos
Eu sinto tanto a tua falta!
Mas eu vou deixar a vida passar
54
Sonetos
A beleza das coisas está na forma como vemos,olhamos e nos
deixamos invadir.A verdadeira felicidade,está em nós.Busque-a
O MENINO DA ROÇINHA
Era uma vez
Um menino que vivia na roça.
Seu olhar era azul como o céu
Seus lábios mais doce que o mel.
O menino era um menino
Que plantava ao Sol
Que colhia ao Sol
Que chorava na chuva
Que brincava com a chuva.
Enquanto o Sol não aparecia
Era dia de descansar.
O menino virou homem
Foi para o Sul em busca do sonho
O menino homem não voltou mais
Talvez o destino tenha sido fiel
Ou Deus o tenha abençoado
Lembrava a mãe do menino
Na porteira da casa
Esperando notícias.
NO BANCO DA SAUDADE
É tão estranho!
No banco da vida
Tantas vidas passaram.
Cada uma deixou
Uma saudade,
Um sentimento
Os quais eu não sei explicar.
Quantas estrelas brilham,
Quantas já se apagaram,
E eu aqui, passivamente
53
É erguer as mãos aos céus
E esperar que a chuva venha
E que essa enxurrada que a muitos desabriga
Chegue até o sertão.
E assim é a minha vida, Senhor,
Há quem cuide de mim além de ti?
Homens estão no controle, armados,
Não sei aonde ir, nem o que fazer...
Então eu choro calando...
Olhando a foto junto ao peito
Dos que atrás ficaram
Vem a vontade de voltar
Mão no bolso revela o medo
Eu vou esperar um novo amanhecer
Enquanto o Brasil dorme em berço esplêndido.
SAUDADE DE VOCÊ
Diga-me onde andas
Para que te fales
Da saudade que sinto.
O amor é assim, nos surpreende,
Causa-nos espanto
E só mais tarde
Enfim, sem pensar
Recuamo-nos em nós mesmos.
Tendo medo de amar e se lançar
A um grande amor.
E só com o tempo
Pude saber que
Você me faz falta
Você era tudo que eu sonhei
Pra vida inteira...
52
SONETO PARA JESUS
Tu que estás entronizado nas alturas
Cercado por anjos e arcanjos
Iluminado e iluminando os que te buscam
Pela força do teu amor
Eis que me tens gravado nas mãos
Vives para sempre em meu coração
Restaura-me mente corpo e alma
E faz feliz meu coração.
Um dia a mais, meu Deus
Estaremos enfim, lado a lado
E poderei ser feliz nos teus braços.
E aqueles que a muitos conduziram a Justiça
Resplandecerão nos teus rios de vida
E para sempre estaremos contigo.
SONETO DE ENCONTRO
É o céu que descortina sobre nós,
E como uma nuvem ante os olhos,
A luz vem dissipar a escuridão
Estamos agora a nos descobrirmos.
Então, o amor pode nos tocar à primeira vista,
Como se fossemos almas gêmeas desde o ventre.
E teremos a certeza do amor de Deus,
Que vem a unirmos agora e sempre.
Juras de amor proferidas ao teu ouvido,
Como sussurros de pássaros ao amanhecer
45
E uma nova luz já brilha.
SAUDADES DE LÁ
Desejaremos para sempre nos encontrarmos,
Nessa vasta imensidão que é amar,
Onde o amor para sempre nos unirá.
De porta em porta
A pé enxutos
Eu vejo sonhos se dissiparem
É dura a realidade de uma desigualdade
Que não quer calar
Homem não chora,
Mas não dá pra suportar.
Onde o Sol nasce primeiro
É meu corpo coberto pela poeira
Refletindo minha imagem no espelho de um lago
Aqui e acolá
A ressequida caatinga
Expulsando seus filhos,
Aflitos, fugindo da fome,
A cidade grande, agora espera,
Aquele que tanto sofreu na vida
E traz na mala a saudade
Dos que lá ficam.
Entre abismos e pontes
A vida agora apavora,
Sinto o gelo da solidão
Vem-me então a saudade de casa.
A vida passa num instante
Ante aos meus olhos
E mais uma lágrima a rolar
A saudade parece que vai acabar com a gente
Mas é hora de recomeçar...
A solidão em meio a muitos
O pensamento viaja até lá.
Estamos em meio a uma colméia
Onde cada picada fere uma vida
E a vida meu Deus
SONETO DE DESPEDIDA
Subitamente as nossas mãos se abriram
Cada um em pedaços se repartiu
A alegria do inicio se desfez
Fomos acometidos de uma brusca solidão.
De repente seguimos estrada fora
Sem nexo, sem rédeas,aonde ir ?
Quem sabe então as lembranças primárias
Nos confortem nessa árdua separação.
E quando um dia talvez
Eu soluçando nessa ilha interior
Me reporte ao passado como refrigério.
Então, poderei olhar-te outra vez
Lembrar das mãos unidas
E o coração em pedaços na despedida.
SONETO DE DESILUSÃO
Prendeu-me entre sonhos e desejos
Surgiu como algo sublime, sagrado,
Encantou-me com sua essência
Apertou-me o peito com um olhar.
46
51
Tens um brilho comparável ao luar
Que somente encontrei no teu olhar
A infinitude do amor e de amar
Sempre presentes nos teus gestos e afetos.
Para sempre estaremos entrelaçados
Neste amor maior que o mar
Mais forte que nós mesmos.
Rendemo-nos para sempre
A esse amor puro e verdadeiro
Que foi eterno enquanto durou.
SONETO DE REENCONTRO
Sempre sonhei com você
Mesmo em face de solidão
A esperança esteve ao meu lado
Fazendo-me acreditar
Quem sabe então a alegria
Que o reencontro pode nos trazer
As magoas fiquem esquecidas
E apenas nós dois para sempre
Mesmo que não sejamos mais os mesmos
Ainda que o tempo tenha nos afastado
Quão feliz serei ao revê-la.
E quem sabe a dor da partida
Se transforme na alegria da chegada
E nunca mais estaremos tão longe
47
SONETO PARA SAMUEL
Eis o fruto de um grande amor
No ventre fostes visitado por Deus
Ungido para vencer e expressar
A mais pura manifestação de Deus.
Já és alegria em nossa família
O sonho vem tornar-se realidade
O Senhor lembrou-se de tua mãe
Presenteou-nos com tua chegada.
Deitado em berço de ternura
Vou te ver crescer e florescer
Estar sempre ao teu lado.
Vieste a somar nossas vitórias
Celebrando, enfim ao teu lado
A tua terna e alegre chegada.
48
SAUDADES
Se a saudade não existisse, nós adormeceríamos no mundo.Ela
nos faz existir e estar existindo.Presente nos corações,faz-nos
recordar e sermos recordados.A saudade não mata,mais
maltrata...

Documentos relacionados