Guia do Professor - Visitas de Estudo

Сomentários

Transcrição

Guia do Professor - Visitas de Estudo
 Aceite para pubblicação em 25 de março de 2014
4 _____
____________ Susana Fernandess Ativiidade - Peg
gadas de dinossáurio
os na Serra
a do Bouro
Guia
a do Professsor - Visitas
s de Estudo
1.VISIITAS DE ESTUDO 1.1‐ EExposição “Din
nossauros e o
o Mundo Pré‐ Histórico” CONTACTOS Tele
efone: 916 711 329 P
Patente no Edifício da Alfândega do Poorto. A expossição, com ré
éplicas de tam
manho real e cinema 5D, prop
porciona uma viagem que vai desde a IIdade do Gelo
o, passando p
por uma visitaa a animais já
á extintos, e term
minando por u
uma deambula
ação sobre o rretrato da evo
olução do hom
mem. Para maais informações consulte:
http:///www.dinossaauroseomund
doprehistorico
o.com/index.pphp/supersize
ed‐slideshow
(retiirado de: http
p://www.ciencciahoje.pt/inddex.php?oid=5
57548&op=alll) 1.2‐ EExposição “Alllosaurus: um dinossáurio, ddois continen
ntes” CONTA
ACTOS Telefone: 2
213921800 Email: [email protected]
@museus.ul.pt N
Nesta exposiçção, o Museu de História N
Natural leva‐n
nos numa viag
gem ao temppo do Allosaurrus fragilis e partilha com o público p
um processo de innvestigação científica c
aind
da em curso. Uma equipa
a do Museu ória Natural e
escavou e estuudou o prime
eiro Allosaurus fragilis encoontrado fora dos Estados Naciional de Histó
Unid
dos. A descob
berta teve lugar em Andréss, Santiago de
e Litém, Pomb
bal, e como aacontece muittas vezes na desccoberta de fóssseis de grand
des animais, oo achado foi acidental e da responsabiliddade de um cidadão local, o Sr. José Amorim
m. Até então este género de dinossáurrio apenas era
a conhecido nno sub‐contin
nente norte‐
urus fragilis em Portugaal constitui um achado ameericano. A confirmação da presença de Allosau
surp
preendente, m
mas ainda assim
m facilmente explicável. Víd
deo sobre a eexposição, dissponível em:
htttp://www.cvtvv.pt/home/peesquisa.asp?id
d_video=275
(retiirado de: http
p://www.mnhnc.ul.pt/portaal/page?_pageid=418,1391
1226&_dad=p ortal&_schem
ma=PORTAL) 1 Aceite para pubblicação em 25 de março de 2014
4 _____
____________ Susana Fernandess 1.3‐ EExposição “T. rrex: quando a
as galinhas tinnham dentes”” CONTACTOSS Te
elefone: 218 9117 100 P
Patente no Pavilhão P
do Conhecimento
C
o, em Lisboa,, esta exposição, vai trannsportar os visitantes do Pavilhão do Conh
hecimento nu
uma viagem ao tempo do
os dinossauro
os, terão de assumir o papel de um dadeiro “detective científicco” respondenndo às perguntas: Será qu
ue o T‐rex vivveu em Portugal? Era um verd
caçaador ou alimeentava‐se de animais moortos? Teria escamas e
ou o o corpo cobeerto de pena
as? Por que desaapareceu da fface da Terra tão subitameente? E será q
que os dinossa
auros se extinnguiram mesm
mo todos ou ainda podemos en
ncontrar dino
ossauros vivoss por aí? Para maais informações consulte:
http
p://www.pavcconhecimento
o.pt/visite‐noss/exposicoes//detalhe.asp?iid_obj=1683
(retiirado de: http
p://www.pavconhecimentoo.pt/visite‐noss/exposicoes/d
detalhe.asp?idd_obj=1683) 1.4‐ EExposição “Din
nossauros que viveram na nossa terra”
CONTACTOS C
Telefo
one: 261 310 4885 Email: mu
[email protected]‐tveddras.pt P
Patente no M
Museu Municip
pal Leonel Tri ndade, em To
orres Vedras, esta exposiçãão, permitirá uma viagem no teempo, onde p
poderão ser viistos, restos dde dinossauross, desde carníívoros como oo Allosaurus de Cambelas, mas também heerbívoros com
mo os estegoossaurídeos, ornitópodes e os gigantees saurópode
es. Poderão bém ser visto
os outros grup
pos de fósseiss do Jurássico Superior de T
Torres Vedrass, como resto
os de peixes, tamb
crocodilos, corais e tartarugas,, destacando‐‐se destas últimas um exem
mplar de Seleenemys lusitanica, o mais e escavada na
a Praia de San ta Rita. antiggo representaante do seu grrupo conhecidda na Europa e
Para maais informações consulte:
http://www.cm‐tvedras.ptt/agenda/detalhes/3718/
(retiirado de: http
p://www.cm‐tvedras.pt/ageenda/detalhess/3718/) 2 Aceite para pubblicação em 25 de março de 2014
4 _____
____________ Susana Fernandess 1.5‐ EExposição 20 A
Anos sobre a descoberta d o ninho de Pa
aimogo CO
ONTACTOS Telefone: 261 414 0033 Email: [email protected]
@museulourinhha.org EEsta exposiçãão celebra o 20.º 2
aniversárrio da descob
berta do “ninho de Paimoggo”. O GEAL – Grupo de Etno
ologia e Arqueeologia da Lou
urinhã, que fu ndou e admin
nistra aquele M
Museu, assinaala assim um d
dos achados que mais marcou
u a história da paleontol ogia de vertebrados em Portugal. Deescoberto nass arribas de mogo, concelh
ho da Lourinh
hã, em 1993, o ninho foi escavado e
e estudado por eequipas do GE
EAL, vindo a Paim
comprovar‐se que se trata de
e uma peça dde importânccia mundial, devido à preesença de em
mbriões bem unham, elevan
ndo‐o à categgoria de um do
os maiores e consservados e à ggrande quantidade de ovoss que o compu
maiss interessantees ninhos fósseis que se co nhece. Os visitantes podem
m também obbservar o “nin
nho de Porto das Barcas” que, ccontendo um elevado núm
mero de cascass de ovos, osssos e dentes dde embrião, attribuíveis ao nde terópode Torvosaurus, esteve na origgem de um im
mportante artigo científico,, recentementte publicado gran
na reevista Scientiffic Reports, da
a prestigiada eeditora Nature. Para maais informações consulte:
http://ww
ww.museulourrinha.org/pt/N
Noticias/Noticcias_2013‐07‐227_Expo20an
nosOvos.htm
(retiirado de: http
p://www.muse
eulourinha.orrg/pt/Noticiass/Noticias_201
13‐07‐27_Exppo20anosOvoss.htm) Museu da Lourinhã 1.6‐ M
CONTACTOS Tele
efone: 261 414 003 Email: ge
[email protected] O
O Museu da LLourinhã localiza‐se no cenntro da vila daa Lourinhã, em
m Portugal. Fooi fundado em
m 1984 pelo Grup
po de Etnologgia e Arqueologia da Louriinhã, este Mu
useu possui a a maior colecçção ibérica de fósseis de dino
ossauros do Ju
urássico Superrior e uma da s mais importtantes a nível mundial. Enttre estes fósse
eis, com 150 milh
hões de anoss, encontram‐‐se vários veestígios de dinossauros ca
arnívoros com
mo o "Lourin
nhanosaurus unesi" ou dos vários ovos fo
ossilizados conntendo os mais antigos embriões de dinoossauro de to
odo mundo e antu
o seggundo maior ninho conheccido, com maiss de uma centtena de ovos.
Para maais informações consulte:
http:///www.museulourinha.org
(retiirado de: http
p://pt.wikipedia.org/wiki/M
Museu_da_Lou
urinh%C3%A3) 3 Aceite para pubblicação em 25 de março de 2014
4 _____
____________ Susana Fernandess 1.7‐ M
Monumento N
Natural das Pe
egadas dos Diinossáurios da Serra de Airre CONTA
ACTOS Telefone: 249 530 160 Em
mail: [email protected] O
O Monumentto Natural da
as Pegadas, ccontém um importante i
re
egisto fóssil ddo período Jurássico, as pegaadas de algu
uns dos maio
ores seres qque alguma vez povoaram
m o planetaa Terra: os dinossáurios d
saurrópodes; na laaje calcária on
nde as pegaddas de dinossááurios se consservaram ao longo de 175
5 milhões de anoss, podem ser observados cerca de 20 trilhos ou pisstas, uma delas com 147m
m e outra com 142m de comprimento. Para maais informações consulte:
http://www.p
pegadasdedinossaurios.orgg/html/mon_cconmon.htm
p://www.pega
adasdedinossaaurios.org/htm
ml/mon_conm
mon.htm) (retiirado de: http
1.8‐ M
Museu Institutto Geológico Mineiro CONTACTOS C
Telefo
one: 21 346 39 15 Email: [email protected]
m
eg.pt P
Possui uma saala dedicada à
à Paleontologiia, onde estão
o expostos, qu
uer isoladameente quer nos expositores centtrais, mais de 2 200 exemp
plares de fósseeis de todas aas idades com
m representaçãão em Portuggal. De entre os p
principais grup
pos fósseis re
epresentados nas colecçõe
es do Museu Geológico, deestacam‐se os o seguintes: Verttebrados: Din
nossauros e Mamíferos terciários; In
nvertebrados:: Coraliários,, Trilobites, Graptólitos, Braq
quiópodes, Equinodermes, Goniatites, Am
monites, Bele
emnites, Bivalvves, Gastrópoodes; Plantas; Icnofósseis. Para maais informações consulte:
http://www.llneg.pt/MuseuGeologico/
(retiirado de: http
p://www.lneg..pt/MuseuGeoologico/refere
encia/paleonttologia) 4 

Documentos relacionados