Psicologia positiva: estudo científico das virtudes humanas

Сomentários

Transcrição

Psicologia positiva: estudo científico das virtudes humanas
1. PSICOLOGIA POSITIVA: ESTUDO CIENTÍFICO DAS
VIRTUDES HUMANAS
Artur Vandré Pitanga1
RESUMO
Durante o século XX a Psicologia desenvolveu-se enquanto ciência empírica. Em
conjunto com as ciências biomédicas, os pesquisadores da Psicologia lançaram luz às
principais causas e consequências dos transtornos psicológicos e desenvolveram um
amplo arsenal de técnicas e procedimentos de intervenção sobre o sofrimento humano.
As pesquisas em Psicologia eram direcionadas, quase que exclusivamente, aos fatores
de risco, adversidades e aos pontos negativos de vida de milhares de pessoas. Contudo,
em meados da década de 90, um novo paradigma começou a surgir na Psicologia.
Martin Seligman, então presidente da American Psychological Association em 1988,
anunciou um novo movimento na profissão, denominado de Psicologia Positiva. Esse
movimento busca desenvolver procedimentos efetivos de fortalecimento das virtudes
humanas. Nesse sentido, a ênfase dos pesquisadores passou a ser dada também a
aspectos que podem ajudar o ser humano a viver com plenitude. O bem-estar subjetivo,
a felicidade, a qualidade de vida, a superação de adversidades, as emoções positivas, a
consciência plena, a sabedoria, o curso de interações entre as pessoas e o mundo natural
passaram a ser áreas importantes de investigação. A razão da apresentação do presente
tema é aproximar os alunos da Faculdade Católica de Anápolis aos fundamentos dessa
perspectiva científica recente que emerge no seio da Psicologia Moderna.
Palavras chave: História da Psicologia; Psicologia positiva; Virtudes Humanas;
Ciência.
Metodologia: Exposição participativa.
1
Professor da Faculdade Católica de Anápolis