Visualizamos

Сomentários

Transcrição

Visualizamos
Publicação
da Ascevi
Ano 8
Edição 41
O selo que garante
qualidade e referência
do setor vidreiro
AGENDE-SE PARA OS EVENTOS DESTE ANO
Empresas de vidro falam sobre as expectativas e investimentos para 2014
Cebrace, 40 anos de Brasil.
Em 2014, continuaremos a escrever esta história.
Em 2014, queremos celebrar nossos 40 anos ao seu lado.
Porque nossa maior conquista, nessas quatro décadas de
sucesso, é poder contar com você para construir um Brasil
cada dia mais bonito.
www.cebrace.com.br
Cebrace, 40 anos de Brasil. Você faz parte dessa conquista.
080 0 72 84376
V I D R O
04
EDITORIAL
Recomeço
06
Dúvidas
08
Onda do vidro
10
Shopping Iguatemi
14
CAPA
Certificação
16
EVENTO
Simpovidro
20
Empresários
28
Lançamento em Florianópolis
32
Versatilidade
Nas alturas
34
Investimentos
Vivix
38
Glass South America
40
Formação profissional
42
Calendário vidreiro
44
ABNT
46
Vidros de alto desempenho
48
Guarda-corpos
50
Carnaval
52
PALAVRA DO PRESIDENTE
10
mural
ESPAÇO DO ARQUITETO
PROJETO
16
Expectativa
20
28
novo em vidro
FEIRA
ASCEVI
AGENDA
32
publicação
Artigo
NORMAS TÉCNICAS
VIDRADO
38
ASSOCIADOS E ANUNCIANTES
54
EDITORIAL
Primeiros passos de 2014
O começo de um ano é sempre inspirador. Para nós da Vitrô o ano já começa especial, afinal, 2014 inicia
em ritmo acelerado para o setor vidreiro, com a realização no mês de maio da Glass South America. Data
importante para a Ascevi (Associação Catarinense das Empresas Vidreiras) que, nessa edição estará presente
na feira com um estande próprio. Queremos levar muitas novidades de Santa Catarina para todo país.
Desde já, contamos com a sua presença e convidamos a todos os envolvidos com o vidro aqui do Estado a
prestigiarem o evento que promete ficar para a história.
Nessa edição, além da matéria de apresentação da Glass, trouxemos uma retrospectiva do Simpovidro,
simpósio organizado pelos amigos da Abravidro que movimentou e emocionou a todos. Vale a pena
conferir as fotos e relembrar os momentos inesquecíveis passados no fim de 2013. Mais um momento para
guardar na memória.
Ainda no ritmo de apostas para 2014, a edição 41 da Vitrô traz uma matéria especial sobre as expectativas das
fabricantes brasileiras de vidro para o ano. Aproveite também e já confira nossa agenda de feiras e eventos
que acontecerão nos próximos meses. Faça a lista dos principais e mais interessantes para você e comece a
preparar as malas.
Por fim, a Vitrô traz uma importante reportagem sobre a certificação no meio vidreiro. Ter esse reconhecimento
está se tornando fundamental para que a marca torne-se competitiva no mercado brasileiro. Confira as dicas e
como é possível obter esse tipo de certificado.
Desejo a todos uma boa leitura.
Um abraço,
Saraga Schiestl
expediente
Vitrô é uma publicação bimestral da Associação Catarinense das Empresas Videiras (ASCEVI).
Corpo Editorial
Diretor: Sandro Henrique Rensi
[email protected]
Departamento Comercial
ASCEVI – Patrícia Santos – responsável
[email protected]
[email protected]
Editor e Jornalista Responsável
Saraga Schiestl – 03645 SC
[email protected]
Projeto Gráfico e Diagramação
Estúdio Grafen – Thiago Victorino
www.grafen.com.br
Tiragem
5.000 exemplares
Impressão
Gráfica Coan
Website
www.revistavitro.com.br
Reportagem e Redação
Daniele Lottermann
Edição 41 – Janeiro/Fevereiro 2014
PALAVRA DO PRESIDENTE
Caro leitor,
Estamos em fevereiro e, passado o “sono” de começo de
ano, as paralisações de férias, uma pergunta passeia entre
os empresários vidreiros. Quais as nossas expectativas para
2014? Ainda não podemos fazer previsões, mas podemos
afirmar que, por ser um ano atípico com eventos do porte
de uma Copa do Mundo e eleições presidenciais, não tenho
dúvidas que 2014 passará muito rápido.
Pensando nisso, nesta edição fizemos uma matéria especial
sobre nossa indústria de base. O que os empresários
esperam, os novos investimentos, a consolidação do trabalho
feito no ano passado, novos produtos e a real produção
das fábricas. Não deixem de conferir o que cada uma das
empresas tem a dizer sobre o assunto.
Sandro Henrique Rensi
Presidente da Ascevi
Também quero refletir sobre o que nós, da indústria de
transformação e do comércio varejista estamos fazendo.
Vamos continuar esperando, torcendo para o mercado
aquecer? Quanto vamos investir em nossos produtos?
Não digo apenas em maquinários, mas em estratégias de
venda, comercialização e capacitação. Antes de tudo, temos
que definir em qual mercado atuaremos. As têmperas
vão continuar vendendo ao consumidor final, será essa a
tendência do mercado? Vão “matar” ou modificar o mercado
varejista, que hoje é tomado pela informalidade e com
profissionais despreparados, pois não tem capacidade de
gestão? Pensem bem, vamos todos virar vidraçarias de luxo,
cada um com unidade fabril. Será este o caminho? Por
quanto tempo ainda vamos comprar antecipado e vender
parcelado sem garantias de recebimento?
Ainda temos tempo para mudar esse panorama e o ideal
seria levar esse debate para uma esfera maior, pois definindo
nosso mercado, com regras, direitos e deveres, poderemos
crescer de forma generalizada e eficiente.
Para encerrar essa carta para você, amigo leitor, gostaria de
fazer um convite para a profissionalização neste ano. Para
isso, preparamos uma agenda sobre os eventos do nosso
setor. Leia e prestigie.
Obrigado a todos.
6
Edição 41 – Janeiro/Fevereiro 2014
Uma empresa do grupo Roto Frank AG
Pode chegar que a casa é sua
Atende todas as tipologias
de esquadrias do mercado.
Aqui, na Fermax, você encontra o componente
ideal para a sua obra, seja ela residencial ou
comercial. São milhares de itens que agora trazem
a garantia do grupo alemão Roto, a maior empresa
de produtos para esquadrias do mundo.
A partir de 2014, a Fermax vai ampliar seu
mix de produtos, com lançamentos
exclusivos, trazendo para o Brasil
toda a tecnologia que é sucesso nos
mercados europeu e americano.
Aguarde!
Fermax, líder em soluções
e sempre presente na sua vida.
Curitiba: 41 3301-3536
São Paulo: 11 3616-6850
Outras localidades: 0800-724 2200
[email protected]
MURAL
Fique ligado na Vitrô na internet
Esse espaço é seu, amigo leitor. Envie suas perguntas, dúvidas,
Vitrô
@revista_vitro
sugestões e comentários para nós. O contato é feito pelo e-mail
[email protected] Todas as perguntas serão respondidas
por profissionais especializados no assunto.
www.revistavitro.com.br
"Lendo sobre a quantidade de vidro que é consumido no Brasil, fiquei em dúvida. Acontece a
reciclagem do material no país? Se sim, quanto pode ser reaproveitado dele?"
Bernardo Tássila (PR)
A reciclagem sempre teve grande destaque na indústria vidreira, e ganhou força nos últimos anos com os grandes
investimentos feitos pela Abividro para promover e estimular o retorno da embalagem de vidro descartável como matériaprima. Com um quilo de vidro se faz outro quilo de vidro, com perda zero e sem poluição para o meio ambiente. Além da
vantagem do reaproveitamento de 100% do caco, a reciclagem permite poupar matérias-primas naturais, como areia,
barrilha, calcário etc. Na última contagem realizada pela Abividro, foi constatado que recicla-se 50% dos vidros no país.
Resposta: Abividro (Associação Técnica Brasileira das Indústrias Automáticas de Vidro)
"Ótimas as dicas de decoração da última edição da Revista Vitrô. A Mostra Casa Nova estava
incrível e ajudou muito a trazer inspirações para começar o ano com a casa renovada. Todos os
envolvidos estão de parabéns."
Fernanda Cabral, Florianópolis (SC)
"Um feliz Ano-Novo a todos os integrantes da Revista Vitrô, que este ano vocês tragam ainda
mais boas informações para nós, seus leitores assíduos!"
Nadir Túlio, Blumenau (SC)
Confira os destaques das nossas redes sociais e do site da Vitrô:
• Hotel de vidro chama atenção em meio à neve
• Curso de liderança em chão de fábrica para vidraçarias
• Cebrace será a patrocinadora principal da escola de samba Mocidade Alegre
8
Edição 41 – Janeiro/Fevereiro 2014
A família Tec-Vidro aumentou!
Novas opções de design.
• Comercializado a partir do
modelo Standard, acompanha
as novas tendências de
arquitetura.
Standard
(Reto)
• Todos os perfis e acessórios
foram reestilizados criando um
conjunto atual e harmonioso.
Tradicional
(R8)
• Desenvolvidos, projetados e
produzidos pela Tec-Vidro,
garantindo qualidade e
segurança do produto,
preservando a facilidade de
montagem.
Soft
Wave
Perfil guia e batedeira inferior
com amortecedores de borracha
Diferentes opções de
acabamento possibilitam a
renovação do design com
apenas um click sobre o
produto instalado*.
(*Pat. Req.)
Disponível nas cores:
Preto
Natural Brilhante
Bronze
Champanhe
Natural Fosco
Bege
Branco
Seu vidro
merece o melhor!
Tel: (11) 5682-2366 – Fax: (11) 5682-2360 – [email protected] – www.tecvidro.com.br
ESPAÇO DO ARQUITETO
Onda em vidro
Poucas vezes o material foi tão bem utilizado para
representar os movimentos da natureza
Desenvolvido pelo jovem arquiteto
israelense Nir Sivan, que mora
em Roma há anos, o projeto que
ampliará o maior shopping de
decoração da América Latina, o Casa
Shopping, passando de 38 mil m²
para 65 mil m², inclui uma grandiosa
cobertura de vidro em formato de
onda do mar.
um design criativo e inusitado, o
material se tornou um trunfo para os
arquitetos. Como é o caso de Sivan,
que no primeiro trabalho no Brasil,
trouxe um visual futurista com
proporções gigantescas alcançados
com uma estrutura curva feita com
aproximadamente 110 toneladas de
aço carbono e vidro.
Muitas novidades surgem no
mundo da engenharia civil. Uma
delas é o aumento da utilização
do vidro em grandes obras. Com
Assim, mais uma vez o material
recebe destaque pelos projetos dos
arquitetos que buscam versatilidade
e flexibilidade, especialmente
10
quando se deseja combinar em um
só momento transparência e leveza.
Quando pronto, o projeto marcará
a arquitetura local com uma
obra arrojada, sendo pioneira
em construção em forma livre da
América Latina. Essas novas técnicas
representam um avanço para a
concepção das ideias diferenciadas, o
que deverá influenciar no surgimento
de outras estruturas semelhantes em
projetos complexos que envolvam
materiais como aço e vidro no país.
Edição 41 – Janeiro/Fevereiro 2014
A escultura com o conceito dos
movimentos do mar tem a cara do
Rio de Janeiro e por si só atribui um
ar renovador ao empreendimento.
A obra que contou com um
investimento de R$ 10 milhões para
ser construída, foi batizada de Onda
Carioca e pela internacionalidade do
projeto, apelidada de Carioca Wave.
Serão 52 metros de comprimento,
24 metros de largura e 14 metros de
altura em seu ponto mais alto, com
um total de 1.130 metros quadrados
de uma gigante envidraçada.
Ligação entre as lojas
O projeto fará a ligação das lojas
e a entrada principal do centro de
compras. A cobertura de vidro terá
503 peças triangulares de vidro
low iron, escolhidas pela sua alta
transparência e por utilizarem menos
ferro, semitemperadas e laminadas
de 8+8 milímetros, com um
interlayer PVB de 1,52 milímetros,
o que favorece a força em caso de
quebra. Os grampos utilizados para
a fixação das placas de vidro são
de aço inox pintado, com reforços
duplos para cada borda.
Surpreendente pela ausência
de colunas e valorização da
transparência, a onda ainda inspirase no formato das montanhas da
cidade. A nova área terá, ainda,
quatro grandes restaurantes com
vista para a belíssima Pedra da
Gávea, um heliponto, mais de
1.000 vagas de estacionamento e
elevador panorâmico. A primeira
etapa de obras foi finalizada em
2013. A segunda, com o centro de
convenções e hotel, ficará pronta
apenas para 2016.
A estrutura de grande apelo
estético foi planejada para
envolver as pessoas e os carros
que passam por lá, como uma onda
do mar, impactando na renovação
de todo o espaço. A Onda ainda
terá em seu entorno um grande
espelho d'água, cercado de uma
calçada de pedras portuguesas,
combinando leveza e requinte
ao projeto de design elaborado.
O vidro e a sua transparência
agregam valor e integração às
paisagens cariocas.
w w w.revistavitro.com.br
11
ESPAÇO DO ARQUITETO
Prazo apertado
O curto prazo para a execução da obra e a falta de tempo
para o desenvolvimento de fornecedores locais fez com
que 100% do material para a Onda fosse importado.
A utilização do vidro como revestimento da obra ainda
garante uma implantação mais rápida e totalmente
limpa. A produção ficou a cargo da fábrica alemã Seele,
conhecida internacionalmente pelas obras de alta
complexidade em estruturas em aço arquitetônico e
vidro. Responsável pelo cubo de vidro da famosa Apple
em Nova York, além do estádio Olímpico em Londres. Por
aqui, o projeto será uma vitrine da Seele no Brasil, que usa
ainda como referência o trabalho realizado para o maior
shopping de interiores da Europa, o Westfield, em Londres.
O projeto de expansão do Casa Shopping começou em
2012, e em maio do ano passado a Seele fez a montagem
da cobertura de vidro. Para se chegar na precisão que
se pretendia, toda a estrutura foi pré-montada no
centro de tecnologia da empresa na República Tcheca
e, posteriormente, desmontada e transportada para o
Brasil para ser remontada. Trabalho que precisou de
inúmeros cálculos de engenharia para analisar onde
as vigas poderiam ser parafusadas e onde era preciso
soldá-las aos nós para suportar os esforços. A companhia
além da sede na Alemanha tem cinco fábricas espalhadas
pelo mundo; entre as quais está a unidade da República
Tcheca, responsável pela fabricação de aço arquitetônico.
A empresa ainda teve como obstáculo a logística para
transportar nada menos do que 110 toneladas de aço
e 45 toneladas de vidro, além de toda a capacitação de
mão de obra no Brasil.
Situado na Barra da Tijuca, um dos bairros mais
valorizados do Rio de Janeiro, o Casa Shopping, começou
o projeto de expansão por encomenda de Luiz Paulo
Marcolini, dono do empreendimento, que contará com
quatro novos blocos de lojas e salas comerciais, um centro
de convenções e um amplo hotel além da Onda Carioca.
No bairro estão em construção grandes centros
comerciais, hospitais e shoppings, que fazem do local
referência para lazer, compras e diversão. A Barra da
Tijuca também será sede da Vila Olímpica durante os
Jogos Olímpicos de 2016, batizada de Ilha Pura.
12
Edição 41 – Janeiro/Fevereiro 2014
PROJETO
Mais de 1000
metros quadrados
de vidro em obra de shopping
Material foi aplicado em diversos pontos do empreendimento, que
é o maior da região de Sorocaba e também do grupo Iguatemi
Na cidade de Votorantim, no
Estado de São Paulo, uma obra está
chamando atenção: o shopping
Iguatemi Esplanada, inaugurado no
fim do ano passado. A estrutura, feita
com vidros especiais, fornecidos
pela PKO, fazem parte de um projeto
contemporâneo e sofisticado.
Construído sob modernos conceitos
de arquitetura e design, amplos
“skylights” conectam todos os
pisos do shopping e valorizam a
iluminação natural, proporcionando
significativa economia de energia
elétrica. O projeto paisagístico
oferece grande integração entre os
ambientes internos e externos e a
entrada principal segue a linha de
open mall, com muitos jardins, cafés,
sorveterias e restaurantes.
Foram utilizados 910 metros
quadrados de vidro insulado
low-e de 32mm para as coberturas
skylights e 810 metros quadrados
de vidro laminado low-e 10mm
para as laterais. O shopping é um
dos grandes focos do mercado de
trabalho da região, que apresenta
um alto índice de desenvolvimento:
a população local tem taxa de
crescimento anual de 1,74%, ou
seja, duas vezes maior do que a
cidade de São Paulo, que apresenta
hoje, 0,75% de aumento.
14
CAPA
Garantia de
qualidade com a
16
Conhecer as normas e padrões de
qualidade de fabricação específicos,
capacitações e inovações no setor
vidreiro garantem a segurança do
produto ao consumidor. Por isso o
material aparece cada vez mais na
lista de artigos com certificação.
Os fabricantes e importadores
têm se preocupado em atender as
condições de segurança, já que um
produto que não acata os critérios
de qualidade esperados pode
representar perigo aos que vão
manuseá-lo. Resultado que se pode
comprovar com a crescente procura
das empresas pela certificação. Mais
de 50 companhias em todo o país
oferecem esse diferencial.
O processo de certificação garante
ao consumidor final a qualidade
do produto, conferindo confiança,
e ainda dá o direito de recorrer
legalmente, caso o material não ofereça a qualidade e
características exigidas pela empresa certificadora.
Em 2013, foram publicadas 15 normas técnicas para
vidros planos, baseadas pelo Comitê Brasileiro de Vidros
Planos - ABNT/CB-37, sediado na Abravidro (Associação
Brasileira de Distribuidores e Processadores de Vidros
Planos). Porém, a novidade está nas três normas inéditas
sobre os vidros para controle solar, insulados e portas
automáticas.
Alexandre Pestana, presidente da Abravidro explica
que a certificação para os vidros temperados promove
desenvolvimento do setor. “Os consumidores ganham
uma referência importante, pois tem uma evidência
de que o produto atende os requisitos de segurança
estabelecido por regulamentação do Inmetro (Instituto
Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade
Industrial) e, portanto, obedece as normas técnicas
nacionais.”
Cadeia beneficiada
A certificação não traz benefícios apenas aos clientes.
Ela ainda é uma forma de comprovação da eficiência da
empresa, agregando valor à indústria do vidro, que além
de oferecer um diferencial competitivo, fica protegida da
w w w.revistavitro.com.br
concorrência desleal. Lembrando que hoje o consumidor
tem como parâmetro para a escolha de uma empresa, o
histórico de satisfação e a legalidade dos produtos por
ela oferecidos.
A lista dos benefícios não acaba por aí, a certificação
ajuda ainda no processo produtivo e de logística,
eliminando desperdícios e reduzindo consideravelmente
os custos de produção, graças à utilização de indicadores
de monitoramento dos processos. Muitas empresas
aproveitam o programa de certificação para implementar
o primeiro sistema de gestão de qualidade.
Por meio da certificação, as empresas de vidro plano
têm acesso ao selo de qualidade concedido pelo IFBQ
(Instituto Falcão Bauer de Qualidade ) e pelo Inmetro
(Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e
Qualidade Industrial).
As vantagens de uma empresa com esse diferencial são
muitas. Entre elas, a permissão para utilizar as logomarcas
do Inmetro e do IFBQ estampadas em seus produtos
desde que tenham a certificação atualizada (auditoria
e ensaios). Além disso, desde 2003, as empresas do
ramo de construção civil passaram a dar prioridade aos
produtos certificados, assim como linhas de financiamento
concedidas por importantes bancos também exigem a
aquisição de produtos com garantia de qualidade.
17
CAPA
Consultoria gratuita
Os associados da Abravidro podem solicitar a
consultoria gratuita de um especialista em certificação.
Que acompanha o processo de preparação, desde a
elaboração dos documentos até a implementação da
política de qualidade e ensaios técnicos. Essas visitas
incluem diagnóstico da situação atual da empresa,
proposta de cronograma de trabalho, auxílio na
formatação da documentação e pré-auditoria final. O
associado arca apenas com os custos de logística e
alimentação do consultor.
Neste momento, a Abravidro, por meio de suas entidades
regionais afiliadas, debate com as indústrias processadoras
de vidro temperado a possibilidade de pleitear junto ao
Inmetro a obrigatoriedade dessa certificação. “Estamos
convocando todo o setor para participar e avaliar se
esta proposta pode ou não ser uma oportunidade para a
classe. A pauta surgiu porque, sem nenhuma intervenção
do mercado, o vidro temperado foi incluído no plano de
ação quadrienal do Inmetro. Isso significa que, no período
de 2013 a 2016, o nosso RAC (Regulamento de Avaliação
da Conformidade) será revisto e essa situação poderá ser
alterada”, explica o presidente da Abravidro.
Para mais informações, entre em contato com a Abravidro:
(11) 3873-9908 ou [email protected]
Em Santa Catarina
Em Santa Catarina, a Vipel e Personal Glass são as
empresas que conquistaram a certificação dos vidros. Ou
seja, confirmaram a qualidade dos produtos por meio de
análises criteriosas do Instituto Falcão Bauer.
Para Rafael Nandi da Motta, da Vipel, ter o selo é
uma garantia para o produto que se comercializa. “A
certificação serviu para atestar e comprovar nosso
processo de fabricação e garantir a qualidade com
uma chancela de um Instituto reconhecido por todo
mercado”, salientou. Ele explica que, durante o processo
de conquista do certificado, houve a necessidade de
formalizar processos burocráticos, já que a empresa
atendia às exigências antes da chegada da auditoria.
“Não precisamos alterar nossa rotina de fabricação de
vidros temperados”, completou.
Para a Personal Glass, o processo de certificação
começou em 2010 e foi aprovado em fevereiro de 2011.
Os produtos foram testados em São Paulo, dentro do
Instituto Falcão Bauer de Qualidade. “A certificação é o
18
resultado de um processo contínuo de busca pela melhor
qualidade dos nossos produtos. Queremos alcançar altos
níveis e padrões de qualidade cada vez mais rigorosos,
para termos a certeza de oferecer o que há de melhor
aos nossos clientes”, enfatizou o diretor industrial da
Personal Glass, Samir Cardoso.
O que é a certificação do vidro?
É um conjunto de atividades de avaliação tanto do
processo produtivo que envolve também a realização
de ensaios periódicos do produto, executados por
uma organização independente, para constatar se
este produto atende ou não as exigências das normas
brasileiras de segurança.
Fazem parte do programa de certificação testes em
laboratórios, conforme as normas brasileiras, ensaios de
resistência ao impacto, fragmentação, abrasão, radiação,
umidade, distorção óptica, entre outros.
Para que serve a certificação?
As normas técnicas têm como objetivo padronizar o
processo de fabricação dos produtos, apresentando
requisitos e testes de avaliação a serem seguidos pelas
empresas, buscando dessa maneira, um vidro confiável,
de qualidade comprovada e, principalmente, seguro.
Certificação de produto X ISO 9000
As normas ISO monitoram o sistema de gestão e garantia
da qualidade dos processos nas empresas, enquanto a
certificação garante que os produtos estejam atendendo
às normas técnicas estabelecidas para o produto.
Quais são os vidros que podem ser
certificados?
Todos os vidros temperados para construção civil
(que atendem à NBR 14698/2001) e os vidros de
segurança para veículos rodoviários (que atendem à NBR
9491/1986 e Resolução Contran 784, de 12/07/1994).
O processo de certificação é demorado?
Quando a empresa já tem o sistema da qualidade
implementado, o processo exige cerca de três meses.
Como obter a certificação?
Na página da Abravidro (www.abravidro.org.br) você
encontra o para a passo para certificar o seu vidro.
Edição 41 – Janeiro/Fevereiro 2014
1º Passo
ra solicitar
contato com o IFBQ pa
A organização entra em
tidas na
r das informações con
a certificação. A parti
pertinência
a
sa
ali
an
Q
ação, o IFB
Solicitação de Certific
auditoria
dimensionamento da
da mesma e realiza um
o e emissão
da memória de cálcul
para futura elaboração
omercial.
da proposta técnico-c
anização
so de certificação, a org
Durante todo o proces
a do IFBQ para
e técnica especializad
conta com uma equip
nte a ele.
alquer dúvida pertine
o esclarecimento de qu
2º Passo
O processo de certificação tem início após análise da documentação cadastral da
organização. Sendo aprovada, o IFBQ define a equipe auditora e um plano de auditoria
contendo a data, o programa da auditoria, o escopo requerido pelo solicitante e qualquer
observação que seja relevante, para seu "de acordo".
Recebendo resposta positiva, a auditoria é planejada e realizada. O relatório da mesma é
emitido e, caso sejam detectadas não-conformidades, o solicitante deve tomar todas as
ações corretivas necessárias, encaminhando-as ao IFBQ.
3º Passo
De posse do
relatório de
auditoria e
ações corret
das
ivas tomadas
pela organiz
o IFBQ realiz
ação,
a o processo
decisório. C
estes docum
as
o
entos sejam
aprovados n
análise, o ce
a
rtificado é em
itido.
Durante a vi
gência do co
ntrato, são
realizados en
saios e audit
orias periód
(no mínimo
icas
uma por ano
), no intuito
manutenção
d
e
da certificaçã
o.
A cada perío
do de três an
os, o IFBQ re
uma auditori
aliza
a de recertifi
cação.
19
sucesso
absoluto
Simpovidro bate recorde de participantes em 2013
O ano de 2013 superou as expectativas no mercado
vidreiro e terminou com chave de ouro com a
realização do maior encontro do setor vidreiro
brasileiro, o Simpovidro. Realizado a cada dois
anos pela Abravidro (Associação Brasileira de
Distribuidores e Processadores de Vidros Planos) com
o objetivo de reunir os maiores nomes do mercado
para discutir as ultimas atualizações do setor, fazer
networking, participar de palestras, tudo isso em um
20
ambiente diferenciado onde se pode sair da rotina e
se divertir.
A 11ª edição do evento realizada de 20 a 24 de
novembro, em Mata de São João (BA), próximo a
Salvador, bateu o recorde histórico de participantes.
Foram mais de 900 pessoas, representantes de 229
empresas vindos de mais de dez países e de todos os
Estados brasileiros, além do Distrito Federal.
Edição 41 – Janeiro/Fevereiro 2014
w w w.revistavitro.com.br
21
O simpósio mostrou-se como uma grande
oportunidade para se fazer negócios, conhecer
tendências e lançamentos e participar de palestras
com personalidades como o ex-presidente do Banco
Central do Brasil, Gustavo Loyola; a jornalista Cristiane
Correa, autora do best-seller “Sonho Grande”; o
jornalista e cineasta Arnaldo Jabor; o especialista em
mundo virtual Gil Giardelli; e Washington Olivetto,
publicitário reconhecido no mundo todo.
Entre as atrações especiais, estiveram o humorista Murilo
Gun e uma das maiores intérpretes da música popular
brasileira, a cantora paraibana Elba Ramalho, que realizou o
show de encerramento do evento.
Não há dúvidas que o 11º Simpovidro levou muito
conhecimento aos participantes e os resultados obtidos
nesta edição poderão ser observados ao longo dos
próximos dois anos, quando o evento será realizado
novamente, em 2015.
22
Edição 41 – Janeiro/Fevereiro 2014
23
Confira algumas fotos
e depoimentos do evento
Luciano pires
Mestre de Cerimônias das
apresentações, também Jornalista e Escritor
Esta foi a segunda vez que participei do Simpovidro, a
primeira foi em 2009. E repeti o espanto que senti da
primeira vez, com a qualidade da organização do evento
e o clima de camaradagem entre os participantes. Faço
muitos eventos pelo Brasil e em alguns poucos encontro
um clima tão intenso de integração e troca de informações.
Um evento como o Simpovidro funciona como um
suco concentrado: são aqueles três ou quatro dias em
que temos a oportunidade de encontrar pessoas que
não vemos no dia a dia, quando podemos adquirir
informações que não estão distribuídas gratuitamente por
aí. Podemos num curto período de tempo iniciar negócios,
conhecer pessoas e oportunidades, aprender, socializar e
encontrar diversão. Quem é que não quer isso não é?
O aspecto “negócios” está explícito no evento, na
medida em que os patrocinadores e apoiadores estão
lá apresentando seus produtos e soluções para quem
quiser conhecer, o que é muito bom. Como eu disse
acima: ganha-se muito tempo!
O outro lado é o da socialização, que também
é importante. Seus amigos, conhecidos e, claro,
concorrentes, estão todos lá. Num ambiente sem aquela
tensão do mundo dos negócios. Todos estão de bom
humor, quando temas importantes podem ser tratados de
forma que seria impossível no dia a dia. Lembro-me de
ter lido depoimentos de pessoas contando dos negócios
que conseguiram fazer na edição de 2009, o que me
deixou entusiasmado.
Mas para mim o verdadeiro valor do Simpovidro está
noutro ponto. Se tentarmos reduzir o evento ao que
chamo de “mínimo divisor comum”, a menor partícula
capaz de defini-lo, não tenho medo de errar: educação.
O Simpovidro é um evento educacional, que oferece
às pessoas doses maciças, concentradas, de dados e
informações. É claro que nem todos estão lá buscando
isso, mas quem entende a proposta e se predispõe a
tirar o proveito, ganha muito em termos de construção
de repertório. O Simpovidro é um processo de educação
num país que necessita desesperadamente disso.
Resumindo, o Simpovidro é um evento extremamente
profissional e educativo, oferecido aos que querem
crescer pessoal e profissionalmente. Uma pena que só é
realizado de dois em dois anos!
24
Edição 41 – Janeiro/Fevereiro 2014
alexandre pestana
Presidente da Abravidro (Associação Brasileira de
Distribuidores e Processadores de Vidros Planos)
O 11º Simpovidro foi um marco histórico no setor vidreiro
em todos os sentidos. Inicialmente, pelo número recorde
de participantes, que atingiu além dos estados brasileiro,
16 países do exterior. Marcante também pela participação
das duas novas fabricantes de float no Brasil – AGC e
Vivix – que patrocinaram o simpósio ao lado da Cebrace,
Guardian, Saint-Gobain Glass e União Brasileira de Vidros,
a UBV. Mais uma vez, tivemos a oportunidade de reunir
os principais agentes do segmento em um único lugar
para debate e discussão de problemas fundamentais do
mercado hoje. Nossa pesquisa de satisfação mostrou que o
destaque foi, principalmente, a qualidade e a diversidade
do conteúdo das palestras. Como organizadora do evento,
a Abravidro fica muito satisfeita em ter proporcionado
tudo isso tendo sido apontado como outro ponto alto do
evento seu altíssimo nível de organização. Nosso desafio
foi cumprido!
sergio minerbo
Presidente da UVB
Para a UBV, o Simpovidro é a demonstração da força
e dinamismo do nosso setor. O número de empresas
inscritas demonstra que não só as fábricas estão
comprometidas, mas toda a cadeia entende a importância
do evento. Entendemos que o evento vem em resposta ao
momento pelo qual a indústria vem passando, o momento
de buscar conhecimento e estreitar relacionamentos.
Além de ser uma oportunidade de fazermos um balanço
das expectativas dos clientes em relação à nós e o que
realmente entregamos a eles. Atendemos ou não às
expectativas? O que faltou? Onde precisamos melhorar?
Essas são as grandes lições aprendidas e que nos
permitem estar cada vez mais próximo ao consumidor
atuando em parceria com nossos clientes.
w w w.revistavitro.com.br
25
flavio vanderlei
Gerente Comercial da Cebrace
O Simpovidro é uma oportunidade única para o setor vidreiro se reunir e criar relacionamento com conteúdo. Durante o
evento, todos podem se atualizar em palestras que visam o crescimento do negócio e o empreendedorismo sem perder o foco
do grande objetivo de todos: o desenvolvimento de toda a cadeia produtiva. O clima de descontração do ambiente nos deixa
muito à vontade para estreitar os laços que já existem e de estabelecer novos, o que vai muito além de questões comerciais.
Lá podemos discutir, trocar informações, nos atualizar. Por isso, temos como mais importante resultado poder crescer com
essa troca de experiências, conhecer ainda mais o mercado e encontrar amigos e parceiros.
paulo drummond
Presidente da Vivix
Essa foi a nossa primeira participação como patrocinador do
Simpovidro e ficamos muito impressionados com o resultado. O
evento foi um grande sucesso, não apenas pela adesão recorde
dos 908 participantes, mas acima de tudo, pelo alto padrão de
organização, qualidade e nível das palestras.
O formato adotado de intensa convivência entre os presentes nos
permitiu fortalecer o relacionamento com nossos clientes atuais e nos
aproximar dos futuros, resultados que virão nos próximos meses.
O evento conciliou informação e entretenimento na medida certa.
LUIZ FERNANDO TIRONE
Gerente-geral da Saint
Gobain-Glass
A Saint-Gobain Glass, como uma das patrocinadoras do evento, acredita que o Simpovidro continua sendo o mais
importante encontro do setor vidreiro, que propicia um ambiente favorável a novos negócios, inovação e troca de ideias
entre clientes, fornecedores e consultores. Essa interação possibilita o desenvolvimento do mercado nos próximos anos.
26
Edição 41 – Janeiro/Fevereiro 2014
marcelo botrel
Diretor Comercial da Guardian
O Simpovidro hoje é o maior e mais importante encontro
de representantes do setor vidreiro brasileiro. Eventos
como este são oportunidades para compartilhar
experiências e somar esforços na busca por novas
soluções, envolvendo fabricantes, processadores,
instaladores e profissionais da arquitetura e decoração.
Celebramos também nossas mais recentes conquistas,
como o 11º prêmio Top of Mind do espelho Guardian, os
lançamentos de produtos para arquitetura e decoração e a
nova fábrica de espelhos jumbo, em construção na cidade
de Tatuí, em São Paulo.
Para nós da Guardian, o Simpovidro foi muito positivo
e reforçou nossa confiança de que o mercado nacional
tem amadurecido e explorado com maior conhecimento
toda eficiência do vidro, não só com relação às questões
voltadas para eficiência energética, mas também estéticas.
Vemos o potencial de crescimento do mercado nacional
e seguimos em parceria com o segmento na divulgação e
consolidação dos benefícios do uso do vidro na construção
civil, na decoração e na vida dos brasileiros.
denis ramboux
Diretor de Vendas e
Marketing da AGC Vidros do Brasil
Para a AGC, participar do 11º Simpovidro foi um
momento histórico: além de participarmos pela primeira
vez do evento e como patrocinadores, por meio de uma
parceria com o Instituto Ayrton Senna, promovemos
junto ao mercado vidreiro uma abordagem inovadora,
estimulando as pessoas e empresas a se juntaram a AGC
e ao Instituto numa grande ação voltada aos projetos de
melhoria na educação de milhares de crianças e jovens
em todo o Brasil. Então, além da confraternização com
o mercado, e de maneira especial com nossos clientes,
nosso maior resultado foi essa ação ter superado todas
as expectativas: mais de 30 novos potenciais parceiros
para o Instituto Ayrton Senna.
w w w.revistavitro.com.br
27
expectativa
Um ano para
a história
O ano de 2014 ainda engatinha. Dá os primeiros passos.
Mesmo assim, ele enche de expectativas os olhos de
empresários e responsáveis pelo setor vidreiro no Brasil.
Às vésperas da Copa do Mundo, o país vive um cenário
estimulante, que faz com que as fábricas de vidro – que
investiram pesado em tecnologia e aumento de produção
no ano passado – façam de tudo para conquistar novos
clientes e aumentar o consumo do material no país.
O grande objetivo das fabricantes é superar o número
de 8,9 quilos de vidro consumidos per capta por aqui,
2014 reserva boas
expectativas para as
fabricantes instaladas
no Brasil
conforme anunciou no fim do ano passado a pesquisa
elaborada pela Abravidro (Associação Brasileira de
Distribuidores e Processadores de Vidros Planos).
Para conhecer esses anseios, a Revista Vitrô convidou
cada uma das fábricas instaladas e produzindo no Brasil
para comentar o mercado e destacar o que cada um dos
representantes aguarda de 2014. Confira nas próximas
páginas o que o segmento reserva aos brasileiros.
UBV
Otimismo com cautela
vidro impresso para box”, observa
Minerbo, destacando que existem
protótipos em fase de testes dentro
da fábrica, porém, não há datas para
um eventual lançamento.
UBV começa o ano com produção diária de 240 toneladas
Com uma capacidade de produção
diária de 240 toneladas, a UBV
(União Brasileira de Vidros) não
pretende ampliar o volume de
vidros fabricados no país. Segundo
o presidente, Sérgio Minerbo, tal
número é perfeitamente capaz de
atender a atual demanda nacional.
28
Porém, ele assegura que a UBV está
atenta às tendências de mercado.
“Monitoramos as expectativas dos
consumidores em relação aos novos
padrões. Continuaremos a fazer
isso em 2014 porque sabemos que
o consumidor quer sofisticação e
modernidade quando pensa em
Sobre os negócios, o presidente vê
o ano como “complexo em relação
a 2013”. Para ele, este será um ano
de ansiedade em relação à Copa do
Mundo. “Isso gera um efeito positivo
para a economia, pois o otimismo
é benéfico para o mercado, porém,
as interrupções nos dias de jogos
atrapalham o ritmo dos negócios”,
acredita, lembrando que o setor
concorrerá com a renda disponível
dos brasileiros com produtos
comemorativos, como uniformes
da seleção, itens decorativos e até
mesmo fogos de artifício. “Essa
diminuição da renda pode nos
atrapalhar um pouco. Estamos
cautelosamente otimistas”, declara.
Edição 41 – Janeiro/Fevereiro 2014
expectativa
Saint-Gobain
Foco na exigência do público
A fábrica Saint-Gobain Glass começa o Ano-Novo com
preparativos a mil para uma grande novidade que será
apresentada ao mercado em breve. “Estamos focados
nas tendências da construção civil que buscam um
vidro impresso sofisticado, com textura extremamente
suave e capaz de passar com excelência por todos os
tipos de processamento, como têmpera e laminação”,
antecipa a analista de marketing da empresa, Marcela
Calabre, sem especificar uma data exata para a
apresentação do novo produto.
A fábrica não confirma ampliações em capacidade
produtiva. Porém, Marcela afirma que há dentro da
Saint-Gobain Glass um plano contínuo de investimentos
focados em melhorias de produção, logística e
atendimento ao mercado brasileiro. “Estamos aptos a
atender com excelência à demanda crescente do setor
de vidro impresso”, garante a analista, ao destacar que
espera um ano favorável na economia nacional.
Fábrica terá investimentos focados
em produção, logística e atendimento
Para ela, o destaque continua nas mãos da construção
civil. “Será um ano para explorarmos produtos inovadores
e de valor agregado, isso porque os consumidores e
especificadores estão cada vez mais exigentes”, completa.
AGC
O ano da consolidação
Com uma visão otimista do mercado
brasileiro, a AGC entra em 2014 com
grandes expectativas. Para o gerente
de marketing da fábrica no Brasil,
este será o ano de consolidação da
produção no país no mercado de
vidros planos. “Vamos manter nosso
nível de otimismo e fomentar, cada
vez mais, o desenvolvimento do
mercado de vidros para a aplicação
de vidros de valor agregado, como
os vidros decorativos para interior
e design e vidro refletivos para
arquitetura e fachada”, afirma Lucas.
A solidificação da AGC se dará a
partir do momento que o forno
atingir a produção diária de 600
AGC trará ao Brasil lançamentos mundiais
que agora serão fabricados por aqui
toneladas de vidros. “A AGC tem
sempre uma visão otimista sobre o
mercado brasileiro, o que justifica
todo o investimento realizado para
a construção da sua primeira fábrica
para a produção de vidro float em
toda a América Latina”, esclarece o
gerente de marketing.
Sobre os lançamentos, Lucas reforça
os produtos anunciados ainda em
2013, no momento da apresentação
da fábrica da AGC. Entre eles está
o lançamento do primeiro vidro
refletivo produzido pela marca
especialmente para o Brasil, o
Stopray Lamismart 24 que oferecerá
mais luminosidade e menos
calor do que outras soluções no
mercado. Também está programado
o lançamento brasileiro do vidro
espesso Planibel Linea Azzura;
do espelho Mirox premium; e dos
produtos Planibel fumê escuro e
Planibel azul escuro.
29
expectativa
Vivix
A chegada oficial no Brasil
produção própria, teremos a possibilidade de ampliar
nossa participação no mercado e oferecer o atendimento
que os clientes merecem”, afirma Henrique.
Fábrica começou a funcionar nos primeiros dias de 2014
Ainda nos primeiros dias de janeiro, a Vivix começou
a produção em terras brasileiras. Um ano de grandes
desafios, conforme sintetiza o diretor comercial e de
marketing da fabricante, Henrique Lisboa. “Com a
A capacidade produtiva da Vivix em 2014 será de
900 toneladas diárias na fábrica instalada em Goiana.
“Produziremos este ano vidros planos incolores, coloridos
e lançaremos nossa linha de espelhos, laminados e
pintados”, anuncia. Apesar dos investimentos anunciados,
Henrique salienta que a marca retomará os estudos para
o segundo forno, que deverá ser instalado na região
Sudeste, ainda sem um prazo confirmado. “Visualizamos
grandes oportunidades para o nosso setor. O Brasil tem
um elevado déficit habitacional e isso revela uma grande
oportunidade para o aumento do consumo do vidros
planos, seja para a construção civil ou para a indústria
moveleira”, observa, lembrando que os arquitetos
também têm feito a diferença, optando pelo vidro não
apenas pela beleza e funcionalidade, mas também para
agregar valor ao material oferecido aos clientes.
Cebrace
Setor da construção civil anima fábrica
Em 2014, a Cebrace comemora os 40 anos no Brasil, data
que promete ficar na história da fábrica. O gerente de
marketing, Carlos Henrique Mattar, adianta que o objetivo
é ficar nas questões de produto e de serviço da marca.
“Continuaremos as adequações da nossa linha de vidros
de proteção solar, pensando sempre nas necessidades do
mercado e do nosso clima”, antecipa.
Ele destaca ainda que com a instalação no novo coater
em 2013, capaz de produzir vidros de proteção solar
e seletivos, houve um aumento de até seis vezes da
produção. “Inauguramos também a linha de espelhosjumbo livres de cobre e chumbo, o que dobrou nossa
produção nesse segmento. Com esses investimentos,
encerramos o ano preparados para alimentar o mercado
com a nossa capacidade produtiva plena”, assegura.
Com tantos reforços na produção, Mattar avalia como boa
a expectativa da construção civil brasileira. “A utilização do
vidro cresce ano aos ano, com a ampliação de seu uso na
decoração, projetos residenciais e comerciais”, completa.
30
Cebrace começa o ano em plena produção
Edição 41 – Janeiro/Fevereiro 2014
novo em vidro
Nova opção para decorar a casa
O SGG Quadriglass® é o novo
produto apresentado pela SaintGobain Glass. Moderno e sofisticado,
o vidro chega ao mercado inspirado
nas principais tendências europeias,
além de reunir toda a tecnologia e
elegância da linha premium da marca.
Com o novo vidro impresso, os
ambientes ganham uma opção
versátil de decoração, pois o
produto pode ser aplicado em
boxes, pisos, divisórias e até tampos
de mesa. O SGG Quadriglass® está
disponível na espessura de 7/8 mm
e na dimensão de 1,90 x 2,20 m.
Suas chapas podem ser beneficiadas
com curvação, espelhação e
têmpera, além da laminação com
resina e PVB.
A novidade da Saint-Gobain Glass
tem como objetivo satisfazer
o gosto exigente dos clientes
acostumados ao charme da linha,
uma das mais conhecidas da
marca. Agora, é possível contar
com mais uma nova textura de
vidro impresso para agregar luxo e
sofisticação aos ambientes.
O produto pode ser utilizado para aplicação em boxes, pisos, divisórias e tampos de mesa
32
Edição 41 – Janeiro/Fevereiro 2014
novo em vidro
Design italiano na
capital catarinense
Florianópolis, Capital de Santa
Catarina, recebeu no fim do ano
passado uma nova marca de
vidros. A italiana Abito escolheu a
cidade para a primeira loja do país
focada em vidros, matéria-prima
fundamental dos produtos.
podem ser utilizadas em ambientes internos e externos e contam com uma
grande variedade de cores e acabamentos. As lâminas de vidro temperado
garantem resistência e podem ser translúcidas, transparentes ou estampadas,
que é uma impressão de imagens no vidro através de nanotecnologia italiana.
Mais informações em www.abitocasa.com.br.
A Abito tem três linhas de serviços:
Abito Casa, com soluções para
moradias, Abito Ufficio, direcionada
aos ambientes profissionais e Abito
Contract, com produtos específicos
para condomínios, hotéis e grandes
empreendimentos.
O vidro é base para portas,
divisórias, box, mesas e estantes
que garantem modernidade e
sofisticação aos ambientes. Entre os
destaques da Abito estão as portas
pivotantes e as divisórias com trilho
suspenso, desenvolvidas na Itália e
que chegam para ganhar espaço em
projetos residenciais e comerciais
no Brasil.
A imponência das grandes
lâminas de vidro conquistou os
consumidores. Os modelos de
portas deslizantes possuem design
moderno e dividem ambientes com
elegância. As portas pivotantes,
também chamadas de portas de
passagem, surgem em modelos
distintos com design limpo,
maçanetas e puxadores exclusivos.
As portas de segurança são opções
para quem busca em um produto
proteção e isolamento do espaço,
w w w.revistavitro.com.br
As divisórias coloridas são marca registrada da Abito em todo mundo
33
VERSATILIDADE
Você teria coragem?
Desde o dia 21 de dezembro de 2013 quem viaja aos
alpes franceses terá um novo ponto turístico. Um cubo de
vidro foi instalado a 4.000 metros de altura.
Instalada no topo do ponto de observação mais alto da
montanha Aiguille Du Midi, que tem 3.842 m no total,
a plataforma “Step into the Void” (Passo em direção ao
vazio) de cinco lados é toda de vidro e se projeta para
fora do terraço.
Como o chão também é transparente, turistas poderão
enxergar um vácuo de 1.000 metros abaixo dos pés, além
da vista da cadeia montanhosa que fica acima da cidade
de Chamonix.
Casa nas árvores
Dois jovens artistas, o fotógrafo Nick
Olson, 27 anos, e a designer Lilah Horwitz,
23, deixaram seus empregos para dar vida
ao projeto dos seus sonhos: construir um
belo refúgio de vidro, aberto para toda a
luz externa, no meio da floresta, em West
Virginia, EUA.
Além de ficar lindo, o refúgio não custou
caro para o casal. Eles gastaram 500
dólares, algo em torno de R$ 1.200.
Apple investe em
vidros de safira
Rumores entre os viciados em tecnologia que o iPhone 6 terá um vidro de
safira, mais caro e difícil de produzir do que o Corning Gorilla Glass, que a
Apple usa nos modelos comercializados hoje no mercado. Estima-se que
sejam investidos R$ 1 bilhão para acelerar o desenvolvimento da tecnologia.
O vidro de safira é muito mais resistente que o tipo de vidro que a Apple
utiliza atualmente. A Apple utiliza esse vidro no botão tátil de ID do iPhone
5S e na tampa da câmara traseira. O vidro de safira é tão resistente que é
praticamente imune a riscos, o que é uma boa notícia para quem guarda o
celular no mesmo bolso das chaves.
34
Edição 41 – Janeiro/Fevereiro 2014
VERSATILIDADE
Fachada pronta
A montagem dos vidros da fachada
da entrada principal da Arena
Corinthians, em São Paulo, foi
concluída no dia 7 de janeiro. A
fachada, no setor oeste, é composta
por 1.080 peças de vidro, formando
uma área retangular de 6.900
metros quadrados, com 220 metros
de comprimento por 24 de altura.
balançando a rede do gol, garante
uma arquitetura diferenciada.
O estádio que vai receber o primeiro
jogo da Copa do Mundo está com
93% de conclusão das obras.
A previsão de entrega é para a
primeira quinzena de abril.
Foto: Marcos Favari/Odebrecht
A escolha do material, importado
da Itália, teve o objetivo de, não
apenas garantir um visual moderno
à fachada principal da Arena, mas
também o de contribuir para a
diminuição do consumo de energia,
já que durante o dia uma grande
parte da área interna do prédio
oeste, com seus 11 pavimentos,
não utilizará energia elétrica. A
geometria toda curvada da fachada,
inspirada no movimento da bola
Hotel de vidro chama atenção em meio à neve
Desenhado pelo designer Carlo Rampazzi, o hotel Tschuggen Grand, o prédio
localizado na Suiça se destaca na paisagem por ter uma estrutura completa em
vidro, o que deixa o ambiente ainda
mais surpreendente, por estar em
meio à neve nas montanhas geladas da
cidade de Arosa.
Ao entrar no estabelecimento
de cinco estrelas o convidado
se sente transportado para uma
relaxante atmosfera de bem-estar.
Ao redesenhar as áreas públicas
do Tschuggen Grand Hotel, o
designer, misturou tons suaves e
naturais com fortes, como toques
de vermelho, verde e amarelo.
Rampazzi inspirou-se nas florestas
locais, como pode ser visto a partir
de muitos dos detalhes, tais como
o padrão no carpete, os motivos
da folha nas janelas e os móveis
folheados, que é feito de vários
tipos diferentes de madeira.
w w w.revistavitro.com.br
35
VERSATILIDADE
Biblioteca em vidro funcional
Essa biblioteca na cidade de Spijkenisse, próximo de
Roterdã na Holanda, chama atenção desde a entrada.
Construída toda em vidro, ela foi pensada para atrair os
leitores também pela estrutura.
Feita com vidros duplos, ela garante o aquecimento do
espaço durante o inverno e, no verão, a tecnologia do
material permite que o clima permaneça agradável.
Design novo
A vodka Absolut lança uma nova edição limitada
numa releitura da sua garrafa tendo como inspiração
o artesanato sueco. Cada Absolut Originality recebe
uma gota de azul cobalto, numa temperatura 1.100°C,
durante a fabricação do vidro. A intenção da marca
é reforçar os pilares de criatividade e qualidade,
desenvolvendo produtos com viés artístico. Ao todo,
foram fabricadas quatro milhões de peças com número
de série em seus rótulos.
Elevador de vidro
Na Escócia foi necessário construir
um elevador para permitir a
navegação em dois canais que estão
a uma diferença de 24 metros de
altura de um do outro.
Para isso, os engenheiros
desenvolveram o equipamento que
pode ser visto em funcionamento
neste link:
http://youtu.be/ucg1O-5jsnM
Mais do que uma obra bem curiosa,
os engenheiros aproveitaram o local
para que ele se transformasse em
um ponto turístico da cidade. Para
isso, desenvolveram uma fachada
de vidro com inclinação de 45°,
o que permite uma perfeita vista
panorâmica do funcionamento da
Falkirk Wheel.
36
Edição 41 – Janeiro/Fevereiro 2014
espaço do arquiteto
w w w.revistavitro.com.br
37
INVESTIMENTOS
Cerimônia interna
marca acendimento
de forno
Fábrica de vidros planos localizada em Goiana (PE) iniciou
o processo de aquecimento do seu forno, que durará
cerca de vinte dias, quando alcançara a temperatura
adequada para a fusão do vidro e início da produção.
O ano começou com grandes novidades para o setor
vidreiro. Com a sua obra concluída, a Vivix Vidros
Planos, realizou no dia 9 de janeiro, em Goiana (PE),
o acendimento do seu forno, que é considerado o
“coração” da fábrica. O espaço é composto por 15 mil
toneladas de material refratário e aço. A cerimônia de
acendimento, prática do setor vidreiro, foi restrita ao
público interno e contou com a participação de acionistas
do Grupo Cornélio Brennand, executivos e colaboradores.
“O acendimento do forno é um momento histórico para
a Vivix. Muito em breve estaremos produzindo vidros
planos da única indústria do setor 100% brasileira,
fato que muito nos honra”, comenta Paulo Drummond,
presidente da Vivix.
No último mês, todos os equipamentos passaram
por uma rigorosa inspeção, realizada por técnicos
38
especializados em cada área. A equipe responsável
por todo o processo, conta com especialistas de 10
nacionalidades, todos com experiência em indústrias de
referência do setor.
A Vivix começará a produção atingindo a capacidade de
800 toneladas por dia e, após três meses de operação,
deverá atingir a capacidade plena da planta, que é
de 900 toneladas por dia. O forno da Vivix poderá
utilizar além do gás natural, outros combustíveis como
o ar propanado e o óleo combustível. “Nossa ideia é
operar em 100% do tempo utilizando gás natural, mas
estamos preparados para utilizar dois diferentes tipos de
combustíveis. Desta forma a operação da Vivix torna-se
totalmente flexível e nos permite uma fácil adaptação às
políticas econômicas e energéticas do País”, informa Odir
Perazzi, diretor industrial da Vivix.
Edição 41 – Janeiro/Fevereiro 2014
INVESTIMENTOS
O evento de inauguração da Vivix está previsto para
a segunda quinzena de março, quando a operação já
estará estabilizada. Para este evento, serão convidados,
autoridades, clientes, instituições financeiras, imprensa e
colaboradores da empresa.
Ineditismo é uma das marcas da Vivix
A Vivix Vidros Planos, localizada no município de Goiana
(PE), conta com uma área construída de 90 mil metros
quadrados, e terá como principais clientes as indústrias
da construção civil e moveleira. Com o início da operação
em janeiro deste ano, a empresa irá gerar cerca de 410
novos empregos diretos e mais de 1.500 empregos
indiretos, favorecendo uma cadeia produtiva estimada
em 250 mil pessoas, entre beneficiadores e vidraceiros.
A Vivix produzirá vidros planos incolores e coloridos,
pintados, laminados e espelhos.
A empresa será uma das poucas indústrias de vidros
float do mundo a utilizar o método “Mine to Line”, que
consiste em controlar a fabricação do vidro a partir da
extração das matérias primas em minas próprias. Para
isto, a Vivix conta com uma usina de beneficiamento,
localizada no município de Pedra de Fogo (PB). “Seremos
a única empresa do setor, no Brasil, a possuir a sua
própria usina. Isto porque entendemos que a qualidade
de nosso produto está diretamente relacionada
com a qualidade dos insumos. Desta forma, teremos
total controle do processo”, enfatiza o presidente
Paulo Drummond. No local escolhido para a usina de
beneficiamento, serão minerados e beneficiados a sílica,
feldspato, dolomita e o calcário, que serão utilizados
na produção de vidros planos. Este projeto terá uma
capacidade instalada de 700 mil toneladas/ano.
A areia, principal matéria prima na produção do vidro,
é extraída a 12 km do forno e beneficiada conforme
demanda sob rigoroso controle de qualidade, garantindo
que todas as características sejam mantidas dentro das
especificações.
Além disto, a planta utilizará uma tecnologia inédita no
Brasil, a L.E.M.™ (Low Energy Melter™), que fará com que
a empresa tenha um processo de produção mais eficiente
do ponto de vista energético e menos poluentes
reduzindo assim as emissões atmosféricas causadoras do
efeito estufa.
Outra ação da Vivix será um moderno sistema de reuso
integral de água e aproveitamento de águas das chuvas. “A
Vivix nasce preparada para o futuro. Todo o projeto está em
linha com normas nacionais e internacionais, sendo sempre
adotada a norma ou regulamentação de maior rigor. O
processo de operação segue os padrões internacionais,
garantindo assim o cumprimento das normas de qualidade,
meio ambiente saúde e segurança, acima das melhores
práticas do mercado”, enfatiza Odir Pedrazzi.
A planta da Vivix
O complexo industrial da Vivix foi concebido por
arquitetos especialistas em projetos de Plantas de
Vidro Float e buscaram a eficiência e sustentabilidade
como resultado final, não deixando de lado a beleza
e a modernidade. A planta está estruturada em
90.000 m2 de edificações que possibilitaram uma
grande flexibilidade de estoque e produtividade. Na
área administrativa existe um espaço especial para
o desenvolvimento dos profissionais do vidro, onde
será instalada a sede da Academia do Vidro. O projeto
arquitetônico também inclui áreas verdes no entorno
da planta mantendo a harmonia com a natureza
vizinha. Estes espaços verdes serão mantidos pela água
proveniente do tratamento de efluente sanitário, sendo
mais de 20 hectares de área verde.
EVENTO
Glass
South America
prepara edição histórica
As expectativas são mais do que
positivas. Com uma previsão
de receber 12 mil profissionais
envolvidos com o vidro, a
NürnbergMesse Brasil, organizadora
da Glass South America, começa o
ano em ritmo de organização dos
últimos detalhes da feira. Serão mais
40
de 200 marcas reunidas dos dias
21 a 24 de maio no Transamerica
Expo Center, em São Paulo. Este
ano a equipe da Ascevi (Associação
Catarinense das Empresas Vidreiras)
estará na feira com um estande
próprio para apresentar os projetos
da instituição para todo país.
Além de contar com a importante
parceria da Abravidro, o evento
receberá três importantes
congressos. O 1º Summit Glass
abordará o tema “Living the Glass”.
A intenção é apresentar diferentes
ideias e aplicações do vidro no
segmento de arquitetura e design,
Edição 41 – Janeiro/Fevereiro 2014
EVENTO
o evento proporcionará a designers,
engenheiros e arquitetos uma nova
visão sobre as principais tendências
do setor.
O conhecido Glass Performance
Days, em sua 3ª edição, é um
fórum independente dedicado
ao desenvolvimento da indústria
global de vidros e contará com a
organização da Glaston Finlândia .
Ainda acontecerá o Solar Glass Expo
que promoverá discussões sobre o
mercado fotovoltaico. A conferência
com abordagem sustentável
reunirá importantes empresas
para debaterem sobre eficiência
energética, um dos grandes pilares
de discussão mundial.
Para participar como expositor, ainda
existem lugares disponíveis. Porém a
organização adianta que nessa reta
final estão comercializados 95%
dos espaços. Nessa edição houve
um aumento de 15% da área total,
além de um acréscimo de 21% de
novos expositores.
w w w.revistavitro.com.br
Glass em ano de Copa
geral da Nürnberg Messe Brasil,
organizadora da feira, Ligia Amorim.
Esse ano a Glass será ainda mais
especial. Afinal, em ano de Copa do
Mundo, o vidro está em alta. Basta
perceber as estruturas dos estádios
que sediarão os jogos. Todos contam
com a participação mais do que
especial do vidro.
“As mais diferentes soluções em
vidro estarão presentes no evento,
um exemplo disso são os vidros
que serão instalados na fachada e
em setores com vista para o campo
do estádio Nacional de Brasília. O
mesmo material ajudará no controle
térmico da Arena Pantanal, em
Cuiabá. Já em Curitiba, na Arena
Baixada, o destaque será para o teto
de vidro retrátil”, sintetiza a diretora-
Por ser a principal plataforma de
negócios e tendências do setor, a
Glass South America apresentará,
neste ano de Copa do Mundo, os
principais lançamentos de produtos
e tendências dos expositores deste
setor, servindo de referência para
o mercado em crescimento. Vale
destacar que, durante o evento,
no Glass Performance Days (GPD),
um fórum independente dedicado
ao desenvolvimento da indústria
global de vidros, acontecerá
um estudo de caso será sobre a
Arena Corinthians, que está sendo
construída em São Paulo para a
Copa do Mundo e recebeu vidros
com uma tecnologia especial.
Participe
As inscrições já estão abertas e podem ser realizadas pelo site
http://www.glassexpo.com.br. O evento é restrito a profissionais
do setor: Arquitetos, Designers, Engenheiros, Instaladores e
outros profissionais e estudantes que atuam no segmento.
41
ASCEVI
Ênfase na educação
dos catarinenses
Ascevi prepara mais um ano de atividades
profissionalizantes no mercado vidreiro
Depois de passar por mais um ano focado na qualificação
dos catarinenses quando o assunto é o trabalho no setor
vidreiro, a Ascevi (Associação Catarinense das Empresas
Vidreiras) começa 2014 com cursos abertos. Interessados
em participar das atividades de vidraceiro em nível básico,
podem procurar a secretaria de Assistência Social de
Palhoça, na Grande Florianópolis. O projeto é oferecido por
meio do Pronatec (Programa Nacional do Ensino Técnico).
Além de promover os cursos que aconteceram em 2013,
a Associação pretende ampliar os ensinamentos para
atender a demanda do Estado. “Nossa intenção é suprir
aulas para instalador de sacadas e fachadas glazing, por
exemplo. Além disso, daremos continuidade ao trabalho
com os especificadores, nas universidades e escolas
técnicas, por meio de ações nos cursos de engenharia,
arquitetura e técnico em edificações”, esclarece o
presidente da Ascevi, Sandro Henrique Rensi.
No total, são sete anos em que a Associação Catarinense
incentiva a realização dos cursos profissionalizantes. Hoje
conta com a parceria do Senai e também da Prefeitura
de Palhoça. A Associação Horizontes também colaborou
com a formação de novos profissionais do vidro em Santa
Catarina. “Sabemos que a maior parte das pessoas que
participa das atividades profissionalizantes é rapidamente
absorvidas pelo mercado vidreiro”, assegura o presidente.
Qualificação e formação
São dois tipos de cursos oferecidos pela Ascevi: de
formação, voltado àqueles que têm interesse de aprender
um novo ofício e trabalhar como instalador ou vidraceiro.
O outro é voltado para a qualificação de pessoas que
atuam na área, têm conhecimentos, mas precisam
de treinamento e se atualizar no mercado. “Também
insistimos na formação de donos de vidraçarias, para
que estes aperfeiçoem nas técnicas de gerenciamento”,
sinaliza Sandro, lembrando que os universitários também
fazem parte do público-alvo dos cursos da Ascevi.
Consolidação do Qualifique e Sirva-se
Ao chegar à quarta edição, o Qualifique e Sirva-se,
tradicional evento da Ascevi, terá uma novidade: além de
acontecer em Florianópolis, será realizado em Joinville,
pela primeira vez. As atividades acontecerão nos meses
de agosto e setembro, em datas e lugares que ainda
serão confirmados pela Associação.
Para este ano, além das palestras e a tradicional feijoada,
servida logo após o período de qualificação, haverá uma
programação especial para os vidraceiros que poderão
praticar as atividades especificadas pelos professores
durante as aulas teóricas. “Nossa intenção é expandir o
Qualifique e Sirva-se para que ele se torne cada ano mais
importante para a educação dos catarinenses”, destaca o
presidente da Ascevi.
42
Edição 41 – Janeiro/Fevereiro 2014
A Onix indústria de vidros, surgiu no ano de 2013 como uma
excelente opção no fornecimento de vidros laminados para
a construção civil. Os vidros laminados possuem diversas
finalidades como segurança, decoração, controle solar, etc.
O vidro laminado é conhecido dessa forma por ser um
conjunto de duas ou mais chapas de vidro float que tenham
sido submetidas a um processo de laminação – onde são
unidas por uma película intercalária de alta tecnologia,
desenvolvida pela Bridgestone (EVA). Caso o vidro
laminado se quebre, seus fragmentos permanecem presos
à película intercalária, reduzindo as chances de acidentes.
O EVASAFE é um produto especialmente desenvolvido pela
Bridgestone, para Intercalar vidros no processo de laminação.
É amplamente conhecido e utilizado para Laminação em vidros
temperados, comuns, texturizados, decorativos, refletivos e
controle solar, vidros fotovoltaicos, laminados elétricos e
diversas outras aplicações.
O EVASAFE Bridgestone, oferece de 5 a 6 vezes
maior reticulação molecular do que qualquer outra
camada intermediária de natureza semelhante.
Resistência Mecânica Superior
Versatilidade
Maior Aderência
Estabilidade de Cisalhamento
Proteção UVA e UVB
Isolamento Acústico
Permite Aplicação em Blindagem
Tecidos
Fotos
Tecidos Vinílicos
Vidros texturados
Vidros Pintados
Piso e telhado de Vidro
Multilaminados
com Policarbonato
Rua 460,Nº 178 B - Bairro Jardim Praia Mar - Itapema | SC
(47) 3248.3333
[email protected]
www.onixvidros.com.br
AGENDA
2014 promete
Agende-se para os principais eventos do setor vidreiro neste ano
Todos os anos o setor vidreiro realiza inúmeros eventos
pautados em temas para manter o alto nível de
serviços prestados. Em 2014 não será diferente. Esses
eventos levam aos envolvidos no segmento os avanços
tecnológicos e as melhores práticas, promovendo uma
rica troca de informações.
Com o ano começando agora, esta é a melhor época para
se programar e organizar sua agenda com antecedência.
Pensando nisso, a Revista Vitrô trouxe uma lista completa
com os encontros deste ano, não perca a chance de
participar desses que serão momentos decisivos para o
setor em 2014.
É importante lembrar que em ano de Copa do Mundo no
Brasil, será preciso agendar previamente a viagem, para
evitar transtornos.
Destaque para a realização da 11ª edição do Glass
South America, que em 2014 acontece de 21 e 24 de
maio, em São Paulo. Com foco no networking entre
profissionais brasileiros e estrangeiros, geração de
negócios e soluções diferenciadas na utilização do vidro,
a feira reúne mais de 200 marcas, 12 mil profissionais,
além de fornecedores, distribuidores e revendedores.
Tudo para apresentar as novidades em vidro, tecnologia e
design para as indústrias da construção civil, arquitetura,
moveleira e automotiva.
Entre os eventos diferenciados, que atrairão ao Brasil
especialistas de outros países, está o Cruzeiro Anavidro,
realizado pela Associação Nacional de Vidraçarias, que
acontecerá de 28 a 31 de março. Para atrair ainda mais
profissionais do segmento, os organizadores realizarão
o simpósio a bordo do Splendour of the Seas, navio
de luxo que utiliza 8.000 metros quadrados de vidro.
Os participantes do evento passarão por Santos (SP) e
Búzios (RJ).
Outra entidade do setor a se aventurar em cenários
inusitados para a realização de palestras e seminários
dirigidos aos empresários vidreiros é o Sincavidro
(Sindicato do Comércio Varejista de Vidros do Rio de
Janeiro) que escolheu o resort Safari Portobello, em
Mangaratiba, como local da 4ª edição do Rio Negócio
Vidro. Todos os apartamentos já estão reservados para o
evento que acontece de 3 a 6 de abril.
Confira a agenda com os eventos marcados para os
próximos meses:
FEVEREIRO
21,22
e 23
Casa Cor
Pernambuco
Maior evento de arquitetura e decoração das Américas.
Onde: Recife/PE • Infos: (81) 3325-6328 • [email protected]
MARÇO
11,12,
13 e 14
FIQ 2014
Feira Internacional da Qualidade em Máquinas, Matérias-primas e Acessórios para a
Indústria Moveleira.
Onde: Arapongas/PR • Infos: (43) 3172-5000 • [email protected] • www.fiq.com.br
11,12
e 13
Expo
Revestir
Feira do setor de arquitetura e construção, que recebendo profissionais e estudantes
dessas áreas para apresentar as melhores soluções em acabamentos da América Latina.
Onde: São Paulo/SP • Infos: (11) 5643-3000 • www.exporevestir.com.br
12,13,
14 e 15
Istambul
Windows
Feira internacional de esquadrias, fachadas e acessórios.
Onde: Istambul/Turquia • Infos: www.istanbulwindowfair.com
18,19,20,
21e22
Feicon
Batimat
Apresenta inovações e tendências do setor da construção civil.
Onde: São Paulo/SP • Infos: www.feicon.com.br
24,25,26
27 e 28
Movelsul
Brasil '14
A Movelsul acontece nos anos pares e reúne centenas de expositores que apresentam de
forma segmentada sua diversidade em mobiliário. • www.sindmoveis.com.br/movelsul
Onde: Bento Gonçalves/RS • Infos: (54) 2102-6800 • [email protected]
28,29,
30 e 31
Cruzeiro
Anavidro
Realizado pela Associação Nacional de Vidraçarias, como tema central a motivação e liderança, tendo elementos estimuladores de mudanças, abordando a gestão participativa e
inovadora dos colaboradores da empresa.
Onde: Porto de Santos/SP - Navio Splendour of the Seas • Infos: www.anavidro.com.br
AGENDA
ABRIL
03,04,
05 e 06
4º Rio
Negócio Vidro
14,15,
16 e 17
China Glass
Evento promovido pelo Sincavidro (Sindicato do Comércio Atacadista de Vidros
Planos Cristais e Espelhos do Rio de Janeiro). • www.sincavidro.com.br
Onde: PortoBello - Mangaratiba/RJ • Infos: (21) 2494-5591 •
[email protected]
Feira Internacional do vidro.
Onde: SNIEC - Shanghai New International Expo Centre - Xangai/China
MAIO
Feira Internacional da Construção.
Onde: Salvador/BA • Infos: www.feiraconstruir.com.br
06,07,
08 e 09
Construir BA
07,08,
09 e 10
Veteco
21,22,
23e24
11ª Glass South
America 2014
Realizada pela Asefave (Associação Espanhola de Fabricantes de Fachadas e Janelas), a o
reflexo de um setor de importância quantitativa e qualitativa na edificação.
Onde: Madrid/Espanha • Infos: www.nfeiras.com/vidro/espanha
A maior feira internacional de tecnologia e design em vidro na américa.
Onde: São Paulo/SP • Infos: [email protected] • www.glassexpo.com.br
JULHO
29/07 a
01/08
6ª Feira internacional de fornecedores da indústria madeira e móveis. Reúne empresas
do Brasil e do exterior com lançamentos e novidades para a indústria moveleira.
Onde: São Paulo/SP • Infos: (54) 8402-9588 • www.feiraformobile.com.br
Formobile
2014
AGOSTO
06,07,
08 e 09
Construir MG
Feira Internacional da construção.
Onde: Belo Horizonte/MG • Infos: www.feiraconstruir.com.br
SETEMBRO
10,11,
12 e 13
Feira Internacional de esquadrias, acessórios e componentes como vidros planos, curvos,
impressos, coloridos, laminados, básicos ou sofisticados. www.fesqua.com.br
Onde: São Paulo/SP • Infos: (11) 5067-6767 • (11)5058-9400 • [email protected]
Fesqua
2014
10,11,
12 e 13
Vitec
10,11,
12e13
Arctech
Feira internacional do vidro. Acontece simultaneamente com a Fesqua. O evento reúne
fabricantes, processadores e distribuidores de vidros, além de empresas de ferragens e
esquadrias.
Onde: São Paulo/SP • Infos: (11) 5585-4355 • www.feiravitech.com.br
Feira Internacional de Arquitetura e Urbanismo.
Onde: São Paulo/SP • Infos: www.feiraarctech.com.br
OUTUBRO
01,02,
03 e 04
Construir RJ
Feira internacional da construção.
Onde: Rio de Janeiro/RJ • Infos: www.feiraconstruir.com.br
14,15,16,
17 e 18
Salão
Amevec
Exposição internacional de vidro.
Onde: Cidade do México/México • Infos: www.salonamevec.mx
21,22,
23e24
Glasstec
2014
Mais importante evento mundial dedicado à indústria do vidro e sua cadeia produtiva.
Onde: Düsseldorf/Alemanha • Infos: www.glasstec-online.com
NOVEMBRO
04,04,06
07 e 08
5º Tecnovidro
Tem como objetivo promover e atualizar o desenvolvimento de empresas do setor
vidreiro na região de Minas Gerais. • www. amvid.com.br
Onde: Uberlândia/MG• Infos: (31) 2551-4447 • [email protected]
PUBLICAÇÃO
ABNT publica norma para
envidraçamento de sacadas
A ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas)
publicou, no dia 16 de janeiro, a ABNT NBR 16259:2014
— Sistemas de envidraçamento de sacadas — Requisitos
e métodos de ensaio. A resolução aborda tópicos
importantes, como fixação do vidro no perfil, correta
instalação, carga estrutural e resistência às operações de
manuseio e corrosão, entre outros.
Esperada com ansiedade pelo segmento da construção
civil, a norma levou mais de quatro anos para ter seu
texto finalizado. Explica-se: o trabalho é inédito no
setor de normalização, já que nem mesmo fora do País
existe um texto que regulamente o envidraçamento de
sacadas. Isso, por si só, demonstra a grandiosidade e
complexidade do feito.
É possível adquirir o texto de duas maneiras: pelo site
www.abntcatalogo.com.br, acessando e fazendo um
cadastro, ou por telefone, discando (11) 3017-3600. Os
interessados podem optar por uma versão eletrônica
ou impressa. No caso da última, é preciso fornecer um
endereço de entrega.
Com informações cedidas e autorizadas pela Abravidro
A norma esteve em consulta nacional durante sessenta dias
e foi supervisionada pelo Comitê Brasileiro de Vidros Planos
(ABNT/CB-37), que tem sede e está sob a responsabilidade
da Abravidro. O texto já está disponível para consulta ou
compra e entrará em vigor no dia 16 de fevereiro.
46
Edição 41 – Janeiro/Fevereiro 2014
ARTIGO
Vidros de Alto Desempenho e Eficiência
Energética em Edificações
O uso do vidro como fechamento
e revestimento em fachadas de
edifícios no Brasil aumentou
significativamente na última década.
Esse crescimento é justificado em
parte pelo avanço tecnológico
da indústria vidreira no país, que
hoje produz os mesmos vidros
de controle solar existentes no
mercado internacional; e parte
pelas vantagens econômicas
proporcionadas pelo sistema de
fechamento em vidro. Esses dois
principais aspectos serão abordados
sucintamente neste artigo.
Fachadas envidraçadas e o
clima brasileiro
Falar em fachadas de vidro no Brasil
é sempre uma polêmica. De um
lado pesquisadores e acadêmicos
da área de conforto defendem
que o uso desse tipo de solução
construtiva no Brasil é um crime
ambiental, e de outro os fabricantes
de vidro e entusiastas da construção
industrializadas (enquadro-me neste
time) apresentam soluções inovadoras,
produtos de alto desempenho e
resultados de conforto e eficiência
energética surpreendentes.
O que existe de fato é pouca
informação sobre a evolução do
vidro como elemento construtivo no
Brasil e conceitos disseminados nas
décadas de 70 e 80 são mantidos
inadequadamente até os dias de hoje.
Existe um trabalho de atualização
tecnológica a ser feito em toda a cadeia
da construção civil, desde os cursos de
graduação em engenharia e arquitetura,
que formam os futuros profissionais
e especificadores, até gerentes de
obra e incorporadoras, passando
48
pelas processadoras e distribuidoras
de vidro. Em algumas situações até
mesmo os fabricantes têm dificuldades
de entender o comportamento de
determinadas soluções arquitetônicas
em vidro no nosso país.
Com a tecnologia atual, mesmo
no nosso clima – quente e úmido
– é possível produzir um prédio
revestido inteiramente de vidro
e com alta eficiência energética.
Basta definir a combinação correta
entre desenho arquitetônico,
especificação do vidro, definição de
área transparente em cada fachada e
elemento construtivo a ser aplicado
por trás do vidro de revestimento.
O uso do vidro como material de
revestimento destaca-se como uma
solução vantajosa por alguns fatores
principais, destacados a seguir:
1. Manutenção. O vidro é um
material inerte, que mantém suas
características ao longo do tempo.
Basta efetuar a limpeza adequada
e ele estará com o mesmo aspecto
original. Diferente de outros
produtos de revestimento, tais como
pintura acrílica, cerâmica e pedras,
que mudam suas características
com tempo e exigem a substituição
ou reparos após alguns anos.
Com a evolução dos silicones
estruturais, as fachadas em vidro são
atualmente extremamente seguras
contra o descolamento de placas.
2. Velocidade na execução obra e
economia em custo. A velocidade de
execução de obra com uma fachada
em vidro é muito maior do que uma
fachada com fechamento em alvenaria
ou mesmo steel-frame, que requer um
revestimento semelhante a alvenaria
depois de pronta. De fato, na maioria
dos casos esse é um fator decisivo pela
escolha do vidro como material de
fechamento completo do edifício. Para
viabilizar o negócio imobiliário, e realizar
o lançamento do empreendimento
antes da concorrência, muitas
incorporadoras optam pela solução
em vidro. Essa economia no tempo
representa economia no custo da obra
e antecipação na realização de receita.
Em termos de logística no canteiro
de obra, existem outros benefícios.
Os equipamentos de transporte de
materiais, tais como cremalheiras e gruas,
que seriam utilizadas para construção
de paredes em alvenaria, ficam liberadas
para acelerar outras etapas de obra
enquanto a fachada é montada com uso
limitado desses equipamentos.
3. Estética. Sem dúvida alguma,
prédios com fachada em pele
de vidro têm um apelo estético
forte, uma presença marcante,
transmitindo um caráter de
inovação, modernidade e tecnologia.
4. Integração com o exterior. Mesmo
em ambientes urbanos adensados,
as pessoas que passam grande
parte do tempo em edifícios, sejam
comerciais ou residenciais, preferem
maior contato visual com o exterior.
Trata-se de uma necessidade
biológica do ser humano, ter
o contato permanente com o
ambiente externo, acompanhar a
evolução do dia para a noite, os
acontecimentos externos e, claro, ter
o contato com a luz natural.
5. Conforto ambiental. É evidente
que uma superfície opaca como
fechamento de uma edificação é
mais eficiente do que qualquer
outra superfície transparente.
Edição 41 – Janeiro/Fevereiro 2014
artigo
Porém, em virtude das necessidades
e vantagens citadas acima, a
indústria do vidro tem desenvolvido
produtos que permitem a execução
de peles de vidro com alto nível de
eficiência energética, de forma que
se possa ter grande contribuição
de luz natural no ambiente interno;
com baixa transmissão de calor;
integração com o exterior; boa
estética; baixo custo de execução
e manutenção. O conforto acústico
também é garantido, uma vez que o
vidro, devido a sua alta densidade,é
um excelente isolante acústico.
Tecnologia disponível no
mercado brasileiro
Atualmente o Brasil conta com
4 grandes fabricantes de vidros
planos: AGC, CEBRACE, GUARDIAN
e VIVIX, além de processadoras
e importadoras de outras
marcas internacionais.Qualquer
especificação de vidro produzida
no exterior pode ser encontrada
aqui no país, seja por fabricação
própria ou importação. Há algumas
décadas atrás só tínhamos como
vidros especiais os coloridos e os
espelhados. Hoje o país possui uma
extensa gama de vidros de controle
solar, de diferentes fornecedores.
Os vidros de controle solar são
aqueles revestidos com uma
superfície metalizada (coating),
invisível a olho nu, com partículas
do diâmetro em escala nanométrica
(milionésimo de milímetro), que
permite a filtragem da radiação
solar, transmitindo mais luz e menos
calor, ou o contrário, dependendo da
necessidade do projeto. A metalização,
ou coating, pode ser aplicada sobre
vidro incolor, cinza, verde ou azul.
Além disso, o vidro ainda pode ser
laminado com qualquer uma dessas
outras opções. Logo, as combinações
possíveis são muitas.
w w w.revistavitro.com.br
Simulação computacional
para análise energética
Da mesma forma como utilizamos
programas computacionais para
o cálculo estrutural de nossos
edifícios, também podemos utilizar
softwares de simulação para projetar
o sistema de condicionamento de
ar e estimar o consumo de energia
do edifício frente ao clima onde
for construído. Nesse contexto,
vale destacar também que as
ferramentas de cálculo de carga
térmica evoluíram muito desde a
década de 80 para cá. Hoje, pode-se
estimar a influência de uma fachada
de vidro no consumo de energia em
ar-condicionado de um prédio com
muito mais precisão, ao longo de um
ano inteiro, e não apenas para o dia
crítico, mais quente.
O contexto do projeto exige
soluções diferenciadas
O contexto urbano, o uso do prédio,
densidade de cargas internas são
fatores determinantes na hora
de projetar uma fachada de alta
eficiência e que proporcione bom
padrão de conforto térmico. Muitos
prédios comerciais recentemente
construídos em cidades como São
Paulo e Rio de Janeiro têm recebido
críticas por terem suas fachadas
lacradas, sem o aproveitamento
de ventilação natural, e com
revestimento em vidro. Na prática,
a maioria desses prédios tem
passado por exaustivos estudos de
eficiência energética por simulação
computacional para se alcançar o
melhor desempenho viável para
suas fachadas. O aproveitamento da
ventilação natural infelizmente não
tem sido possível em adensamentos
urbanos com alto regime de tráfego,
poluição e ruído no entorno. Nesses
casos, a solução mais viável ainda
é o condicionamento artificial da
edificação, com uma boa solução de
fachada para minimizar os ganhos
de calor. Em outros contextos,
onde poluição e ruído não são
determinantes pode-se explorar
projetos mais passivos, sem o uso
extensivo de sistema de climatização
artificial, com mais proteções solares
externas e aproveitamento da
ventilação natural.
Importância do treinamento
Em diversos projetos residenciais
os vidros de controle solar também
têm sido explorados para melhorar
o conforto térmico, luminoso e
acústico. Porém, para o consumidor
final, mesmo o usuário de um
prédio comercial, os benefícios do
uso de um vidro especial ainda são
pouco perceptíveis. A divulgação, o
treinamento e educação são ações
que a indústria vidreira brasileira
tem colocado na agenda de
atividades nos últimos anos.
Fernando Simon Westphal
Engenheiro Civil, Doutor em
Engenharia, professor do
Departamento de Arquitetura e
Urbanismo da Universidade Federal
de Santa Catarina (UFSC). Sócio da
empresa ENE Consultores (SP e SC).
49
normas técnicas
Guarda-corpos de vidro
Uma das aplicações em que o vidro é muito utilizado é o guardacorpo, que conta com a ABNT NBR 14718 — Guarda-corpos para
edificação, norma técnica que especifica suas condições mínimas
de resistência e segurança exigíveis para emprego em edificações
para uso privativo ou coletivo.
A norma de guarda-corpo faz referência à norma NBR 7199
— Projeto, execução e aplicação de vidros na construção civil,
quando cita a utilização de vidros como elemento de fechamento.
Silvio Ricardo Bueno de Carvalho
é Gerente técnico da Associação
Brasileira de Distribuidores e
Processadores de Vidros
Planos (Abravidro).
Nas palestras que tenho feito, percebo que muitos desconhecem
o tipo de vidro obrigatório para essa aplicação. Somente o vidro
laminado ou o vidro aramado são permitidos, portanto o vidro
temperado não pode ser utilizado em guarda-corpos.
A norma avalia o desempenho dos guarda-corpos pelos
ensaios de esforço estático horizontal e vertical e resistência a
impactos. Nos ensaios de esforço estático horizontal e vertical
também é aplicada uma carga de segurança para avaliação do
comportamento do guarda-corpo após eventual sobrecarga.
O documento também inclui orientação para o caso de o
guarda-corpo sofrer algum dano ou apresentar componentes
soltos durante sua utilização — o usuário deverá verificar as
condições dessas peças e sistemas de fixação, para providenciar a
manutenção corretiva ou, eventualmente, a substituição.
É muito importante lembrar que todos que trabalham com vidro
devem consultar a NBR 7199 para saber qual o vidro indicado
em função de sua aplicação, garantindo assim a segurança dos
usuários das edificações.
Para maiores informações sobre este ou outro assunto
ligado às normas técnicas vidreiras, entre em contato
com a Abravidro:
[email protected]
(11) 3873-9908
50
Edição 41 – Janeiro/Fevereiro 2014
vidrado
Deu vidro
Pela quarta vez a Cebrace será a patrocinadora principal
da escola de samba Mocidade Alegre, consagrada em
2013 como bicampeã do carnaval de São Paulo. A relação
entre a fabricante de vidros e espelhos e a escola de
samba começou em 2010, ano em que a escola explorou o
tema “espelho” em seu desfile.
Nos carnavais de 2011, 2013 e 2014 a Cebrace manteve
o patrocínio com o objetivo de incentivar e valorizar a
produção artística do grupo que une duas características
fundamentais para a cultura brasileira: tradição e inovação.
Para a Cebrace, o patrocínio é também uma forma de
comemorar os 40 anos da empresa no Brasil, que serão
celebrados em 2014.
Parabéns!
Sucesso
Foi encantadora a edição do Simpovidro que teve recorde
de público no fim do ano passado. A organização está
de parabéns por mais uma vez ter superado todas as
expectativas. Mais um evento para ficar na memória de todos.
A fabricante Cebrace recebeu o prêmio Empresa Cidadã
da Câmara de Vereadores de Jacareí (SP). No evento de
premiação, realizado no dia 2 de dezembro na Câmara
Municipal de Jacareí, a coordenadora de marketing da
Cebrace, Patricia Spinosa, reforçou que a importância
do Selo Empresa Cidadã não está em apenas valorizar
o trabalho desenvolvido ao longo de quase 40 anos
pela empresa, mas, principalmente, em estimular o
desenvolvimento da cidade, com bem-estar e qualidade
de vida para a comunidade. “Por isso, esse prêmio nos
convida a dar continuidade a nossos projetos para fazer
ainda mais pelas comunidades da região”, completa.
Concurso
O IAB-SC (Instituto de Arquitetos do Brasil em Santa
Catarina) abriu inscrições para o concurso que
revitalizará o centro histórico de São José, na Grande
Florianópolis. Uma das premissas exigidas pelo
edital é a criação do parque Beco do Carioca, uma
das mais antigas referências do lugar. O presidente
do IAB-SC, Rael Belli, destaca que o estudo resgata a
paisagem natural do espaço e o convívio com o mar.
Podem se inscrever no concurso pessoas físicas ou
jurídicas – individualmente -, ou equipes formadas por
pessoas físicas – além das habilitações exigidas para
o desenvolvimento dos projetos executivos dispostos
na minuta do contrato. Serão três projetos premiados:
o primeiro no valor de R$40 mil reais, o segundo R$20
mil reais e terceiro colocado R$ 10 mil reais. Mais
informações no site http://iab-sc.org.br.
52
Certificação
Pela terceira vez consecutiva, e após quatro dias de
auditoria, realizada pelo SGS do Brasil, a recertificação
da ISO 9001:2008 foi entregue à diretoria da PKO do
Brasil em janeiro. O processo abrangeu a matriz e filial da
empresa, bem como todas as linhas de produtos por um
período de três anos. Para os próximos anos, a empresa
pretende estar entre as cinco beneficiadoras de vidro
mais procuradas pela indústria da construção civil.
Edição 41 – Janeiro/Fevereiro 2014
associados
ANUNCIANTES
Acevi Vidros
(47) 2105-7000
AGC
(12) 3122-0646
www.agcbrasil.com
Alusupra
(48) 3242-3473
América Vidros
(48) 3525-1224
Art Vidros
(48) 3434- 4421
Casa com Vidro
(48) 3357-1712
Decorglass
(48) 3093-1960
Finlândia
(47) 3268 -1334
Golden Vidros
(48) 3242-4676
Incovisa
(48) 3202-9900
Litoral Vidros
(48) 3246-6222
MS Vidros
(48) 3242-3407
Mauriglass
(47) 2107-4046
Mercovidros
(48) 3878-4080
Ônix Vidros
(47) 3248-3333
Personal Glass
(48) 3033-1333
Real Vidros
0800-7030094
Rohden Vidros
(47) 3562-0706
Santa Rita Vidros Especiais
(48) 3343-8500
Steinglass
(48) 3248-0448
Stilo Vidros e Fachadas
(47) 3244-2088
Tempersul
(48) 3433-1995
Unividros
(48) 3626-5460
INFORMAÇÕES
Alclean
(11) 4144-9090
www.alclean.com.br
Arbax
(11) 2965-4663 / 2965-9110
www.arbax.com.br
Cebrace
0800-728-4376
www.cebrace.com.br
Rua Thiago da Fonseca, 44
Capoeiras - Florianópolis/SC
www.ascevi.com.br
[email protected]
Para se associar:
(48) 3034-6516
ECG
(48) 3033-1033
www.ecg.inf.br
Incovisa
(48) 3259-1893 / 3202-0900
www.incovisa.com.br
NürnbergMesse Brasil
(11) 3205-5000
www.glassexpo.com.br
Ônix Vidros
(47) 3248 3333
www.onixvidros.com.br
Pacre
(41) 3344-7600
www.pacre.com.br
Personal Glass
(48) 3033-1333
www.personalglass.com.br
Real Vidros
0800 703 0094
www.realvidros.net
Tec-Vidro
(11) 5682-2366
www.tecvidro.com.br
Unividros
(48) 3626-5460
www.unividros.com.br
Vidraçaria Lagoa
(48) 3232-2044
Vidraçaria Linde
(47) 3641-4444
Vidraçaria MJD
(47) 3368-7130
Vidraçaria Vidrolin
(47) 3642-3937
Vidraçaria São Pedro
(49) 3223-0500
Vidraçaria Santa Efigênia
(48) 3244-2455
Vidrofort
(47) 3368-4029
Vidrocenter
(47) 3244-2088
Vipel
(48) 3631-0100
Visa Vidros
(48) 3033-4455
54
Edição 41 – Janeiro/Fevereiro 2014

Documentos relacionados