6_ano_ed_musical_professor

Сomentários

Transcrição

6_ano_ed_musical_professor
6º ANO
ENSINO FUNDAMENTAL
EDUCAÇÃO MUSICAL
MÚSICA NA ESCOLA
A música na Escola
De acordo com as novas perspectivas da Educação Musical, o ensino de
Música na Escola deve partir de práticas musicais que tenham como base a vivência
do aluno, a percepção, a criação e a interpretação, com o objetivo de desenvolver
aspectos diversos da música como fenômeno artístico e cultural (QUEIROZ;
MARINHO, 2009).
As atividades que serão sugeridas neste material estão fundamentadas no
modelo (T)EC(L)A de Swanwick (1979), que tem como objetivo, desenvolver
habilidades e a autonomia musical do educando por meio de modalidades
integradas de composição, apreciação e execução, apoiadas pela técnica e
literatura (informações sobre música).
Compreendendo a música como linguagem
A música é a linguagem artística que se constitui, basicamente, em combinar som e
silêncio de maneira organizada. Cada cultura possui sua forma particular de fazer e
de compreender a música, que sofre modificações ao longo da história,
acompanhando assim, o ritmo das transformações da própria sociedade.
Os usos e funções da música
Atualmente, não se tem registro de nenhuma cultura que não utilize a música como
forma de expressão humana, pois ela desempenha diversos usos e funções em
nossa cultura: música para divertimento/entretenimento (festas, shows, rodeios),
músicas para casamento, músicas para relaxamento (Yoga, meditação, etc), música
para protestar, música para dançar, música para as academias (utilizada na prática
de exercícios físicos), música para datas comemorativas (natal, carnaval, período
junino). Desta forma, podemos perceber como a música desempenha diversos
papéis em nossa cultura.
Música no cotidiano
Ao se observar as diferentes situações que acontecem ao longo de um dia, percebese que a música faz parte do cotidiano das pessoas de maneira bastante intensa,
portanto é praticamente impossível passar um dia inteiro sem ouvir música, ela está
presente de diversas formas no cotidiano: nas trilhas dos filmes, nas novelas, nos
comerciais, no rádio, na internet, nos celulares, nos carros de som que passam na
rua, nas lojas, nos ônibus, nas igrejas, nos restaurantes, bares, entre outros
contextos. Pela presença da música nos mais variados setores da cultura, é
praticamente impossível passar ao menos um dia sem ouvir música. Isso demonstra
a importância que ela exerce na vida e na sociedade.
Música, sociedade e cultura
Através da música de uma comunidade ou de um grupo social, pode-se identificar
características sociais que são próprias de determinada cultura, com seus costumes,
suas formas de se expressar e de pensar, pois a música sofre a interferência direta
da cultura, assim como a cultura sofre também, a interferência da música.
Cada lugar (bairro, cidade, estado, país) possui sua forma particular de se expressar
musicalmente, pois cada povo cria e recria suas próprias maneiras de fazer música.
Com a globalização, através dos meios de comunicação, e principalmente, por meio
1
6º ANO
ENSINO FUNDAMENTAL
EDUCAÇÃO MUSICAL
da internet, cada vez mais acessível, é possível conhecer músicas de diversas
partes do mundo através de vídeos do youtube, de sites que disponibilizam músicas
para download gratuitamente, rádios on-line, entre outros recursos da rede.
Dentro de cada cultura existe uma grande diversidade de gêneros e estilos musicais.
Esses estilos determinam a forma de ser e de se expressar de um grupo social,
atitudes, forma de se vestir (estilos de roupas específicos, cores, assessórios),
maneira de falar e principalmente, a forma específica de viver e de compreender a
vida.
O gosto musical
Com a imensa diversidade de gêneros e estilos musicais nas diversas culturas,
observa-se que as opções musicais são aspectos importantes na estruturação da
identidade, podendo interferir diretamente no comportamento social, principalmente
no universo do jovem.
O gosto musical é algo pessoal e conceitual, que depende de toda conjuntura
sociocultural e psicológica do indivíduo. A identidade musical se constitui no seio
familiar, na escola, no bairro, na cidade e também em outras situações vivenciadas
pelos jovens como nas redes sociais onde a troca de informações acontece de
maneira bastante intensa.
O Brasil caracteriza-se pela sua multiplicidade cultural, por essa razão, o respeito
pela diversidade e pelo gosto musical do outro deve ser estabelecido, pois é a partir
da mistura de ritmos e de sotaques musicais, que o povo brasileiro configura-se
culturalmente.
Avaliação em Educação Musical
A avaliação é um instrumento extremamente significativo para a orientação do
processo educacional. Na Educação Musical não é diferente, pois, por meio de uma
ação contextualizada e recíproca, verifica-se a efetivação da aprendizagem do aluno
e, ao mesmo tempo, fornece orientações do trabalho para o professor, além de sua
auto-avaliação.
De acordo com os PCN’s, a avaliação deve ocorrer em três momentos:
 Antes de uma atividade: para diagnosticar o nível de conhecimento dos
alunos e para que haja uma contextualização acerca do seu universo cultural;
 Durante o processo de aprendizagem: Que deve priorizar a prática, a ação e
o diálogo sobre os conteúdos.
 Ao final de um conjunto de atividades: para analisar como ocorreu o processo
de ensino aprendizagem e para auto-avaliação.
Mais especificamente, na área da música, nos Parâmetros Curriculares Nacionais, é
observado são observados os seguintes critérios:
 Criar, interpretar e improvisar;
 Reconhecer e apreciar o elemento sonoro, refletindo sobre ele, sem
preconceitos estéticos, artísticos, étnicos e de gênero, compreendendo a
música como um produto cultural e histórico;
 Analisar a música do cotidiano, refletindo sobre suas origens, a transformação
dos diferentes estilos musicais, principalmente da música brasileira e de suas
regiões.
2
6º ANO
ENSINO FUNDAMENTAL
EDUCAÇÃO MUSICAL
Ainda de acordo com os PCN’s, devemos ter como premissas na avaliação em
música três eixos norteadores:
 Produção (composição pela experimentação e pela imitação);
 Audição (percepção e reconhecimento de sons, silêncios e músicas, audição
e análise musical);
 Reflexão (Refletir, pensar e estabelecer uma visão crítica em relação à
música).
A avaliação deve ser um processo contínuo no ensino de música, valorizando a
construção do conhecimento em seus diferentes níveis.
É preciso então, refletir e planejar como os alunos vão experimentar a música e
de que maneira esses conhecimentos se tornarão significativos para sua vida
(PCN, Arte, 1997, p. 102).
REFERÊNCIAS
BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação
Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais. Arte. Brasília: MEC/SEF, 1997.
V.6.
QUEIROZ, Luis Ricardo Silva; MARINHO, Vanildo Mousinho. Práticas para o
ensino da música nas escolas de educação básica. Música na educação básica.
Porto Alegre, v. 1, n. 1, outubro de 2009. ISSN 2175 3172.
SWANWICK, Keith. A Basis for Music Education. London: Routledge, 1979.
Compreender a acústica musical de maneira
prática.
 Desenvolver a percepção rítmica e a coordenação
motora.
 Explorar os sons do corpo, utilizando-o como
instrumento.
 Desenvolver a capacidade de criação e de
improvisação, a partir dos sons da voz e do corpo.
 Teatro: Desenvolver a memória auditiva por meio
de jogos musicais e atividades lúdicas.

Habilidade
Habilidades afins –
Interdisciplinaridad
e
Conteúdo

Parâmetros sonoros: Intensidade
3
6º ANO
ENSINO FUNDAMENTAL
EDUCAÇÃO MUSICAL
Percussão corporal.
JOGO DA INTENSIDADE: PARÂMETROS SONOROS

AS CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS DO SOM:
Altura - é a propriedade do som de ser mais agudo ou grave quando comparado um
ao outro.
Duração - é o tempo que o som permanece soando. Pode ter longa, média ou curta
duração. O silêncio é parte integrante desta propriedade (pausas).
Intensidade - é a propriedade do som ser mais forte ou fraco que outro.
Timbre - é a qualidade do som que permite reconhecer sua origem. É pelo timbre
que sabemos se o som vem de um violino ou de uma flauta, de um piano, de um
piano ou de uma voz humana.
Fonte:http://homestudio.blog.br/2013/02/08/um-carrossel-de-parametros/
Vamos praticar!
1 - Forme dois grupos com seus colegas, denominados grupo 1 e grupo 2;
Um colega será convidado a sair da sala;
Seu professor esconderá um objeto, quando seu colega retornar, comecem a
procurá-lo;
Quando ele estiver longe do objeto, o grupo 1 deve bater palmas;
Quando ele estiver perto do objeto o grupo 2 deve bater na carteira ou bater o pé no
chão, caso não esteja em sala de aula;
A intensidade do som (som forte ou fraco) deve variar de acordo com a distância do
objeto.
Fonte: http://projetocantandoebrincando.arteblog.com.br/25/
4
6º ANO
ENSINO FUNDAMENTAL
EDUCAÇÃO MUSICAL
Dica! Esse jogo segue a mesma lógica da brincadeira do "quente e frio", a diferença
é que usaremos sons com timbres e intensidades diferentes.
ORIENTAÇÕES METODOLÓGICAS
Nesta atividade, que se assemelha à brincadeira do "quente e frio", o
importante é destacar o parâmetro sonoro da intensidade, alternando entre sons
fracos e fortes. No início, os alunos podem se confundir em relação ao significado de
cada som, mas aos poucos, eles se familiarizam com as regras e com o que
significam os símbolos sonoros.
Na repetição da atividade em outras aulas, utilize outros timbres, que podem
ser de materiais como garrafas, chocalhos feitos com latinhas e grãos, ou sons
vocais.
Depois com os mesmos materiais podem ser criadas algumas células rítmicas
que se repetem e podem servir como base para composições feitas para os próprios
alunos.
Habilidade



Habilidades afins –
Interdisciplinaridad
e
Conteúdo



Conhecer os diversos instrumentos musicais.
Identificar as características principais dos
instrumentos de corda.
Artes Visuais – reconhecer, diferenciar e saber
utilizar com propriedade diversas técnicas de arte,
com procedimentos de pesquisa, experimentação e
comunicação próprios.
História – Conhecer os aspectos históricos de
alguns instrumentos de corda, país de origem,
transformações ao longo dos anos;
Organologia – Instrumentos de corda;
Fabricação de instrumentos Musicais;
Antes da próxima atividade, saiba mais sobre os instrumentos de
corda!
5
6º ANO
ENSINO FUNDAMENTAL
EDUCAÇÃO MUSICAL
I
Fonte: http://www.estudioprodusom.com/estudiomusica/cuidarinstrumentos.html
Os instrumentos de cordas constituem a estrutura da orquestra ocidental
moderna. Feitas de aço, latão, tripa ou nylon, as cordas são presas pelas
extremidades, geralmente sobre uma superfície de madeira. Obtém-se o som
quando vibradas e, conforme o modo pelo qual se produz esta vibração, classificamse em:
- Cordas friccionadas - por meio de um arco (violino, viola, violoncelo e
contrabaixo);
- Cordas dedilhadas – por meio de um plectro ou pua, ou os próprios dedos do
instrumentista (harpa, alaúde e violão);
- Cordas percutidas – por meio de um martelo (piano) ou por um mecanismo
próprio (cravo).
Há alguns efeitos que são comuns aos instrumentos de cordas friccionadas, que
são:
- Pizzicato - quando se beliscam as cordas com os dedos sem usar o arco;
- Com legno – isto é com a madeira do arco, roçando ou batendo;
- Surdina – uma espécie de grampo ou pente que limita a ressonância, diminuindo
ou emudecendo a intensidade do som.
A altura e a frequência do som variam de acordo com a espessura e o comprimento
das cordas. A amplitude das vibrações depende da estrutura do instrumento.
2 - Vamos construir um instrumento de cordas?
CAIXA DE VIOLÃO
MATERIAIS:
6
6º ANO
ENSINO FUNDAMENTAL







EDUCAÇÃO MUSICAL
Uma caixa de sapatos
Seis elásticos
Palitos para espetinho (de madeira)
Fita adesiva
Tinta
Pincéis
Tesoura sem ponta
COMO FAZER:
Recorte uma abertura redonda na tampa da caixa de sapatos,
Decore a caixa como preferir;
7
6º ANO
ENSINO FUNDAMENTAL
EDUCAÇÃO MUSICAL
Prenda a tampa com fita adesiva. Coloque os 06 elásticos no centro da caixa, sobre
o buraco, corte o palito ao meio e ajuste-o embaixo dos elásticos.
Toque com os dedos como se toca um violão.
Fonte: http://crianças.uol.com.br/algo/violao
ORIENTAÇÕES METODOLÓGICAS
A construção de instrumentos musicais é uma forma das crianças vivenciarem
a música por meio de experiências sonoras que possibilitam a criação de sons a
partir de matérias de sucata. Providencie todo o material necessário para que eles
possam construir seus instrumentos.
Nesta atividade enfatize a questão da altura do som, ou seja, demonstre para
os alunos que quanto mais esticada a corda do violão, mais agudo será o som. Se
houver um instrumento musical em sua escola, como violão, teclado ou mesmo um
afinador, tente colocar a afinação correta das cordas, pelos menos aproximando-as
na sequência de cima para baixo: Mi, Lá, Ré, Sol, Si, Mi.
Como atividade interdisciplinar, podemos trabalhar o fenômeno físico da
produção do som utilizando as cordas do violão para exemplificar as ondas sonoras.


DICA:
Professor, a partir deste modelo, eles podem se reunir em grupos e construir
diferentes instrumentos musicais com diferentes materiais para que possam
tocar e cantar juntos.
Poderão também organizar um “show de talentos” onde eles terão a
oportunidade de se expressar musicalmente tanto em grupo como
individualmente.


Habilidade

Habilidades afins –
Interdisciplinaridad
e


Realizar análise musical acerca das principais
características estéticas do chorinho.
Conhecer, apreciar e reconhecer as principais
características do chorinho, bem como os principais
compositores desse gênero musical.
Desenvolver a percepção musical identificando as
principais características da estética do chorinho.
Língua Portuguesa: Leitura e interpretação de
texto.
Artes Visuais: Interpretar obras de artes visuais
8
6º ANO
ENSINO FUNDAMENTAL
Conteúdo
EDUCAÇÃO MUSICAL
relacionadas com a música; conhecer a vida e obra
de Cândido Portinari.
 Dança: Conhecer a estética da dança do chorinho.
 O Chorinho.
 Organologia: instrumentos dos grupos de Choro.

Cândido Portinari.
CONHECENDO O CHORINHO
Fonte Imagem: Chorinho - Cândido Portinari
O Choro, popularmente chamado de chorinho, é um gênero musical popular
urbano brasileiro que surgiu no final do século XIX. Os conjuntos que o executam
são chamados de rodas de choro ou regionais. Os músicos, compositores ou
instrumentistas, são chamados de chorões.
Este gênero caracteriza-se, em geral, pelo ritmo alegre e sincopado, ou seja,
pelas complexas divisões rítmicas. Outra forte característica são os improvisos dos
músicos, que geralmente possuem grande domínio sobre o instrumento.
O choro é considerado o primeiro gênero musical popular urbano tipicamente
brasileiro.
O grupo de choro, ou conjunto regional é geralmente formado por um ou mais
instrumentos de solo, como flauta, bandolim e cavaquinho, que executam a
melodia. O cavaquinho faz o centro do ritmo e um ou mais violões (de 6 e de 7
cordas) formam a base do conjunto, além do pandeiro como marcador de ritmo.
SAIBA
MAIS!
O flautista Joaquim Calado é considerado um dos criadores
do Choro, ou pelo menos um dos principais colaboradores
para a fixação do gênero, quando incorporou ao solo de flauta,
dois violões e um cavaquinho, que improvisavam livremente
em torno da melodia, uma característica do Choro moderno, que recebeu forte
influência dos ritmos que no início eram somente interpretados, demorando algumas
décadas para ser considerado um gênero musical.
9
6º ANO
ENSINO FUNDAMENTAL
EDUCAÇÃO MUSICAL
Alguns dos chorões mais conhecidos são:
Chiquinha Gonzaga, Ernesto Nazareth e Pixinguinha.
Alguns dos choros mais famosos são:
"Tico-Tico no Fubá", de Zequinha de Abreu.
"Brasileirinho", de Waldir Azevedo.
"Noites Cariocas", de Jacob do Bandolim.
"Carinhoso" e "Lamento" de Pixinguinha.
"Odeon", de Ernesto Nazareth.
3 - Vamos pesquisar!
a) Pesquise sobre a vida e obra de um dos compositores citados acima e apresente
para seus colegas. Leve também o áudio ou vídeo de algumas músicas conhecidas
desses compositores.
b) Qual o período da obra do artista plástico Cândido Portinari apresentada no início
desta atividade? É o mesmo período do início do choro?
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
c) Assista no site youtube alguns vídeos com músicos e grupos tocando chorinhos
coloquem abaixo qual a música que você mais gostou quem é o compositor e qual é
o tema da letra da música?
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
RESPOSTAS:
a) Ernesto Júlio de Nazareth (Rio de Janeiro, 20 de março de 1863 — 1º de
Fevereiro de 1934) foi um pianista e compositor brasileiro, considerado um dos
grandes nomes do Tango Brasileiro, atualmente (desde a década de 20 do século
XX) considerado um subgênero do choro.
Uma das músicas mais conhecidas de Ernesto Nazaré é “Odeon”, composta no ano
de 1910 e gravada em 1912.
b) A obra de Cândido Portinari “Chorinho” é do ano de 1942. O início do choro
compreende ao período da segunda metade do século XIX, aproximadamente
década de 1870. Portanto, em 1942, ano em que Portinari pintou o quadro
“Chorinho”, o “Choro” enquanto gênero musical, já estava estabelecido.
Resposta pessoal.
10
6º ANO
ENSINO FUNDAMENTAL
EDUCAÇÃO MUSICAL
ORIENTAÇÕES METODOLÓGICAS
Professor, para essa atividade é importante que os alunos apreciem diversas
músicas do gênero chorinho.
Estão disponíveis na internet diversos vídeos de apresentações antigas e de
releituras, como o
DVD da cantora Zélia Duncan "Eu me transformo em outras". Neste DVD a
intérprete apresenta vários clássicos do chorinho. Zélia utilizou em sua banda,
instrumentos característicos do choro como bandolim, cavaquinho e flauta.
Esses e outros vídeos são interessantes de serem apresentados, para que os
alunos conheçam o universo do Chorinho, destacando seus principais compositores
e os aspectos históricos até sua origem.
Sugestão de projeto interdisciplinar: Musical A história do chorinho.
Apresente vídeos de dança de salão que
utilizam o choro, para que os alunos
conheçam a forma de dança desse gênero
musical. E em conjunto com os
professores de dança, de teatro, de
literatura e língua portuguesa, realize um musical com a temática do Chorinho;Se
os alunos souberem tocar e cantar, eles mesmos podem apresentar as músicas,
caso não saibam, pode ser colocado o áudio das mesmas;
O professor de Língua portuguesa pode criar um roteiro, junto com os alunos,
que conta de forma sucinta e divertida a história do Chorinho;
O professor de teatro trabalhará a interpretação e a marcação das cenas do
musical;
O professor de dança cria algumas coreografias, explorando a dança de salão
para algumas músicas. É importante, distribuir as funções de acordo com o perfil
de cada aluno;
O musical pode ser apresentado na semana cultural da escola ou outro evento
semelhante;
A ideia do musical é interessante, porque durante a atividade prática o aluno
pesquisará, ouvirá as músicas e conhecerá de maneira lúdica o universo do
Chorinho, aspectos históricos, principais compositores e obras.






Dica! Nunca imponha uma ação artística de forma obrigatória, o aluno deve ser
estimulado, mas nunca deve fazer arte por imposição! Aos mais tímidos, distribua
funções como roteirista, contra-regra, cenógrafo, fotógrafo, entre outras, o
importante é que eles sintam prazer em participar, em cena ou nos bastidores.
"A arte pela imposição não é arte".
11
6º ANO
ENSINO FUNDAMENTAL
EDUCAÇÃO MUSICAL

Habilidade


Habilidades afins –
Interdisciplinaridad
e
Conteúdo

Conhecer os diversos instrumentos musicais
característicos do Chorinho.
Apreciar músicas diversas do Chorinho.
Conhecer compositores brasileiros e suas obras.
História: Conhecer aspectos históricos da música
brasileira.
Chorinho;
Compositores brasileiros;
 - Instrumentos do Chorinho.


Pandeiro
Fonte:http://pt.wikipedia.org/wiki/Pandeiro
O pandeiro é um instrumento de percussão, da família dos membranofones.
No Brasil, quando surgiu o choro, no final do século XIX, o pandeiro veio dar o toque
final ao ritmo marcante e brejeiro, inicialmente executado ao piano e instrumentos de
corda e de sopro.
Bandolim
12
6º ANO
ENSINO FUNDAMENTAL
EDUCAÇÃO MUSICAL
Fonte:http://pt.wikipedia.org/wiki/Pandeiro
O bandolim é um instrumento musical da família dos cordofones. Este instrumento
possui cordoamento duplo, ou seja, quatro pares de cordas, afinadas da mesma
forma que o violino: Sol, Ré, Lá, Mi. O bandolim tem forma de pêra, podendo ter as
costas abauladas ou retas.
Violão de sete cordas
Fonte:http://pt.wikipedia.org/wiki/Pandeiro
O violão de 7 cordas é um instrumento musical que se assemelha ao violão
tradicional de 6 cordas, acrescido de mais uma corda grave, que muitos violonistas a
utilizam no choro, afinada em dó, visto que existem muitos choros na tonalidade de
dó e poucos em si.
Cavaquinho
13
6º ANO
ENSINO FUNDAMENTAL
EDUCAÇÃO MUSICAL
Fonte:http://pt.wikipedia.org/wiki/Pandeiro
O cavaquinho também chamado braguinha, machete, machetinho ou machete-debraga é um instrumento da família dos cordofones originário do Minho, norte de
Portugal, que mais tarde foi amplamente introduzido na cultura popular
de Braga pelos nobres Biscainhose de onde foi depois levado para outras países
como Brasil, Cabo Verde,Moçambique, Havaí e Madeira1 . Sendo no Alentejo que se
ouvem tradicionais solos de cavaquinho.
Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Cavaquinho
4 – Atividade de apreciação musical:
a) Primeiro momento:
Ouça a música: Carinhoso dos compositores Pixinguinha e João de Barro:
CARINHOSO
Meu coração,
Não sei por quê
Bate feliz quando te vê
E os meus olhos ficam sorrindo
E pelas ruas vão te seguindo
Mas mesmo assim, foges de mim
Ah se tu soubesses
Como sou tão carinhoso
E muito, muito que te quero
E como é sincero meu amor
Eu sei que tu não fugirias mais de mim
Vem... Vem... Vem... Vem...
Vem sentir o calor dos lábios meus
À procura dos teus
Vem matar essa paixão
Que me devora o coração
Só assim então serei feliz
Bem feliz
Vamos Praticar!
14
6º ANO
ENSINO FUNDAMENTAL
EDUCAÇÃO MUSICAL
O professor distribuirá frases de músicas que se completam para cada aluno. Ex: 1.
Meu coração, não sei por quê... 2. Bate feliz quando te vê...
b) Cantando, todos devem procurar organizar suas frases na ordem da música.
Quando todos juntarem as frases na ordem correta, cada um cantará sua frase na
sequência.
c) Segundo momento
O professor irá distribuir para a dupla, um envelope com os versos de uma música
recortados para que vocês possam montar na ordem correta antes de ouvi-la. Em
seguida o professor tocará a música para que todos possam conferir e cantar juntos.
Na gravação da música “Carinhoso”, quais os instrumentos que você identificou?
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
ORIENTAÇÕES METODOLÓGICAS
A partir da atividade proposta, faça a interpretação do texto da letra em forma
de debate. Aborde também a biografia de Pixinguinha e fale de sua importância para
a música brasileira.
Fonte :http://www.memorial.org.br/2013/02/banda-sinfonica-jovem-e-isaias-e-seus-choroeshomenageiam-pixinguinha/
Acerca da organologia, realize uma audição com os timbres dos instrumentos
isolados, por exemplo, demonstre para os alunos o timbre do cavaquinho, sem
outros instrumentos. Alguns sites na internet dispõem de um banco de dados com
timbres de alguns instrumentos.
Utilize esses sites para aulas de música no laboratório de informática, prepare
um roteiro de pesquisa, ou uma atividade sobre organologia.
LINKS:
CANAL KIDS: http://www.canalkids.com.br/arte/musica/instrumentos.htm
ARTSALIVE.CA: http://www.artsalive.ca/en/mus/instrumentlab/
SFS KIDS: http://www.sfskids.org/templates/instorchframe.asp?pageid=3
Habilidade



Desenvolver atividades rítmicas em grupo, com
leitura de pequenos trechos musicais;
Realizar Atividades com movimento corporal:
palmas, estalos e pés, para marcação do pulso e
divisões rítmicas;
Identificar o compasso quaternário em diversas
15
6º ANO
ENSINO FUNDAMENTAL
Habilidades afins –
Interdisciplinaridad
e
Conteúdo
EDUCAÇÃO MUSICAL

músicas e praticar exercícios com essa divisão
rítmica.
Desenvolver a concentração e a coordenação
motora por meio de exercícios rítmicos.
Compasso quaternário;
 - Percussão corporal.

PERCUSSÃO CORPORAL
5 - Nesta atividade, você seguirá as indicações dos gráficos abaixo para realizar um
exercício rítmico com percussão corporal, utilizando o som da voz, de palmas,
estalos e pés, para criar algumas células rítmicas que podem ser executadas
individualmente ou em grupo.
Conte 1, 2, 3, 4 em voz alta, repetidas vezes.
Para iniciar esta atividade você deve manter o
pulso rítmico, sem acelerar ou desacelerar o
tempo.
Continue marcando os 4 tempos e no
número 1, ou seja, no primeiro tempo, bata
uma palma. Repetindo várias vezes o
ciclo.
16
6º ANO
ENSINO FUNDAMENTAL
EDUCAÇÃO MUSICAL
Agora, continue contando o 4 tempos com
a voz e batendo 1 palma no primeiro
tempo, e acrescente um estalo no segundo
tempo. Repita o ciclo
17
6º ANO
ENSINO FUNDAMENTAL
EDUCAÇÃO MUSICAL
Agora você continuará marcando os 4 tempos com a voz, batendo uma palma no
primeiro tempo e um estalo no terceiro tempo.
Por fim, continue marcando os 4
tempos com a voz, uma palma no
primeiro tempo, um estalo no segundo,
uma batida de pé no terceiro e mais um
estalo no quarto tempo.
Tente memorizar os movimentos e perceba como fica o som que você está
produzindo, até que você consiga executar a percussão corporal sem olhar para o
gráfico.
Quando memorizar, tente fazer mais acelerado.
Dica! Você também pode criar outras sequências de movimentos sonoros, use a
imaginação! Você também pode gravar seus composições rítmicas.
7 - Vamos ler partitura?
18
6º ANO
ENSINO FUNDAMENTAL
EDUCAÇÃO MUSICAL
Tudo o que você fez de acordo com o último gráfico está representado na partitura
rítmica abaixo. É assim que os músicos lêem partitura. As figuras musicais
colocadas abaixo são:
Semínima (que neste caso, equivale a 1 tempo)
Pausa de semínima (equivale a 1 tempo de pausa)




Divida em três grupos;
Cada grupo fará a leitura rítmica de uma linha, com a indicação do movimento
correspondente. Ex. Linha 1 – grupo 1 – palmas;
Conte 1,2,3,4 e comecem a leitura!
Lembre-se! A pause é a marcação de 1 tempo em silêncio.
Fonte: http://licmus.blogspot.com.br/2001/contar-1-2-3-4-palmas-em1-palmas-em-1.html
ORIENTAÇÕES METODOLÓGICAS
Nesta atividade vamos trabalhar com o ostinato rítmico, que é um motivo ou
frase musical a ser repetido várias vezes. O ostinato pode ser um padrão rítmico,
parte de uma melodia ou uma melodia completa. No caso desta atividade, faremos
um padrão rítmico.
Os gráficos com as figuras das mãos e pés facilitam a leitura rítmica e a
visualização do compasso quaternário.
Inicialmente, os exercícios devem ser executados lentamente, para que, aos
poucos, os alunos memorizem os movimentos e os sons.
É importante que a marcação do compasso quaternário seja marcado com
som de voz, contando sempre 1, 2, 3, 4, desta forma, o ciclo de 4 tempos será
automatizado.
19
6º ANO
ENSINO FUNDAMENTAL
EDUCAÇÃO MUSICAL
Só depois disso, é que o aluno poderá silenciar a voz e executar apenas o som dos
movimentos, percebendo assim, a célula rítmica que foi composta.
20

Documentos relacionados