os nomes de deus na bíblia

Сomentários

Transcrição

os nomes de deus na bíblia
63
CURSO DE TEOLOGIA BÍBLICA
INTRODUÇÃO À BÍBLIA
AULA 20 – OS NOMES DE DEUS NA BÍBLIA
Qual o nome de Deus na Bíblia? Assim Deus se revelou: “Eu SOU me enviou até vós.” E
Deus continua: “Iahweh, o Deus de vossos pais, o Deus de Abraão, o Deus de Isaac e o Deus de Jacó me
enviou até vós. É o meu nome para sempre, e é assim que me invocarão de geração em geração” (Ex 3,1415).
1 – “Eu Sou Aquele Que Sou”:
Para o “Povo de Deus” o nome não era apenas uma palavra externa com a qual se chama
alguém. O nome possuía um conteúdo interior, revelava a identidade. Deveria significar aquilo que a
pessoa era no íntimo de seu ser.
Daí a dificuldade de se chamar Deus por um nome. Quem poderia penetrar o íntimo divino?
Quando Moisés perguntou a Deus qual era o Seu Nome, Deus não lhe disse qual o Seu Nome, mas usou
de expressão em lugar do nome: “Eu Sou Aquele Que Sou”:
 (hy<+h.a,( rv<åa] hy<ßh.a),( Javé: (Ehyeh-Asher-Ehyeh) quer dizer: “Eu Sou Aquele Que Sou” (Ex 3,14). Mas a
expressão mais próxima seria: “aquele que traz à existência tudo que existe”. Desta expressão nasceu
o Pentagrama YHWH:
 (hwhy) YHWH (Javé): O Tetragrama Sagrado ou o nome de Deus (Gn 2,4) aparece 6.828
vezes no texto hebraico da Bíblia Hebraica Stuttgartensia (BHS). Os massoretas introduziram as
vogais vocálicas no Tetragrama: Yahweh.
2 - Nomes atribuídos à Pessoa de Deus na Bíblia
Na tradução do Pontifício Instituto Bíblico, de Roma, (1967), comentários introdutórios
sobre o Pentateuco se diz: “Para exprimir a idéia de Deus, a língua hebraica dispõe de muitos termos. O
mais freqüente 1.440 vezes no Pentateuco, mais de 6.800 em toda a Bíblia é Javé (ou Jeová, segundo uma
pseudo-pronúncia introduzida entre os séculos XVI e XIX), nome próprio, pessoal”.
A Enciclopédica Judaica afirma que o Tetragrama aparece 5.410 vezes na Bíblia, conforme
a divisão da Bíblia Hebraica: Gênesis 153, Êxodo 364; Levítico 285, Deuteronômio 230 (1.419 vezes na
Torá/Pentateuco); Josué 170; Juízes 158, Samuel 423, Reis 467, Isaías 367, Jeremias 555, Ezequiel 211,
Profetas menores 345 (2.696 vezes nos 'profetas'); Samos 645, Provérbios 87, Jó 31, Rute 16,
Lamentações 32, Daniel 7, Esdras e Neemias 31, Crônicas 446 (1.295 vezes nos 'Escritos').
Há alguns livros em que o Tetragrama não aparece: Cântico dos Cânticos, Eclesiastes
(Qoelet) e Ester.
 (lae) El: “Deus de Israel” (Gn 33,20).
 (~yhil{a/) Elôhim: é o plural de "El". O Senhor (Dt 6,4).
 (yn"doa)] Adonai: “Meu Senhor” ou “Meu Deus”. (Gn 15,2)
 (!Ayl.[,) Elyon: “a parte mais alta de um lugar”. É usada para dizer “O Deus Altíssimo” (Nm 24,16).
 (yD:êv; lae)ä El Shaddai: “O Todo Poderoso” (Gn 17,1). Na Vulgata Latina é traduzido por omnipotens e
na Septuaginta por Pantokrator.
 (‫ )יראה יהוה‬Yahweh Yireh: “Deus provedor” das necessidades (Gn 22,14).
 (‫ )נסי יהוה‬Yahweh Nissi: “Senhor é minha bandeira” (Ex 17,15).
 (‫ )שלום יהוה‬Yahweh Shalom: “O Senhor da Paz” (Jz 6,24).
 (‫ )צבאות יהוה‬Yahweh Saabbaoth: “O Deus dos exércitos” (1Sm 1,3).
 (‫ )השם‬HaShem: O Nome. É usado nas ocasiões normais da vida cotidiana, enquanto Adonai é utilizado
no contexto religioso.
 (‫ )יהוה רעה‬Yahweh Raah: “O Senhor é o Meu Pastor” (Sl 23,1).
www.fe-e-esperanca.com
Curso de Teologia Bíblica – Pe. Ronaldo Sabino de Pádua CSsR
64








El-Berit: Deus que faz pacto ou aliança (Gn 31,13; 35,1-3);
El-Elyon: Deus que faz pacto ou aliança (Gn 31,13; 35,1-3);
El-Ne‘eman: Deus de graça e misericórdia (Dt 7,9);
El-Nosse: Deus de compaixão (Sl 99,8);
El-Olan: Deus eterno, da eternidade (Gn 21,33);
El-Qana: Deus zeloso (Ex 20,5; 34,14);
El-Ro‘i: Deus da vista (Gn 16,13);
El-Sale‘i: Deus é minha rocha, o meu refúgio (Sl 42,9-10);
3 – Nome que Jesus atribui a si




Ἐγώ εἰμι – “Eu Sou” = Tradução da expressão hy<+h.a,( rv<åa] hy<ßh.a,(.
Ἰησοῦς· ἐγώ εἰμι ἡ ὁδὸς καὶ ἡ ἀλήθεια καὶ ἡ ζωή (Jo 14,6).
Ἐγώ εἰμι ὁ ποιμὴν ὁ καλός (Jo 10,11).
“VEgw, Eivmi,” (4,26; 6,20.35.41.48.51; 8,12.18.24.28.45.58; 10,7.9.11.14.25; 13,19; 14,6; 15,1.5
18,5.6.8).
4 - A corrupção do Tetagrama YHWH para Jeová
O nome Jeová é uma tradução errada de “Yahweh”. Os judeus tinham excesso de respeito
com o nome de Deus. O segundo mandamento do Decálogo (Ex 20,7; Dt 5,11) não permitia que se
pronunciasse o nome de Deus em vão. Então por medo de usar indevidamente um nome tão sagrado, os
judeus passaram a escrever “Javé” somente com as quatro consoantes, sem as vogais. Então ficou YHWH.
Durante as orações, o tetragrama foi substituído por Edonay.
Na Idade Média (1.000 a 1.500 d.C.), os massoretas começaram a colocar vogais entre as
consoantes do idioma hebraico e diante da palavra hebraica YHVH (o nome de Deus) encontraram
dificuldades. Então os massoretas para recordar ao leitor o respeito ao nome de YHVN acrescentaram ao
Tetagrama as vogais “e”, “o” e “a” de Edonay.
Com as traduções para o latim a partir do ano 1600 d.C., YHVH foi traduzido para JHVH.
As traduções a partir dos “Textus Receptus” seguiu o padrão massoreta e acrescentou as três vogais (e,o,a)
da palavra Edonay a JHVH, resultando Jehovah em latim.
A Bíblia Católica que tem as suas fontes nos Textos Críticos continuaram com o Tetagrama
original resultando na pronúncia Yaheweh (Javé). Concluindo, a palavra Jehovah nunca existiu em
hebraico. “Jehovah” é uma pronúncia defeituosa do nome de “Javé” que surgiu da soma das consoantes
YHVH com os fonemas vocálicos de Edonay.
5 – Aprofundamento Bíblico
1.
2.
3.
4.
5.
6.
7.
Explique o que você compreende na expressão Eu Sou Aquele Que Sou (Ex 3,14)?
Quais os nomes que Deus e Jesus atribuíram a Si.
Comente 02 nomes atribuídos a Deus e a Jesus na Bíblia e faça as citações.
Explique o que aconteceu para o nome de Javé ser corrompido para Jeová.
Por que o judeu não pronuncia o nome de Yaheweh?
Qual a concepção judaica da palavra (nome) Deus?
Qual nome de Deus você mais se identifica e por quê? Explique!
6 - Bibliografia para o tema “os nomes de Deus e de Jesus na Bíblia”.
1.
2.
3.
4.
ARENS, Eduardo. A Bíblia sem mitos: uma introdução crítica. São Paulo: Paulus, 2007.
BÍBLIA. A Bíblia de Jerusalém. Nova edição, revista e ampliada. São Paulo: Paulus, 2002.
BÍBLIA. Bíblia Hebraica Stuttgartensia.
KONINGS, Johan. A Bíblia nas suas Origens e Hoje. 4ª edição. Petropolis: Vozes, 2002.
www.fe-e-esperanca.com
Curso de Teologia Bíblica – Pe. Ronaldo Sabino de Pádua CSsR
65
5. LACOSTE, Jean-Yves. Dicionário Critico de Teologia. São Paulo: Paulinas-Loyola, 2004.
6. LÉON-DUFOUR, Xavier (diretor), Jean Duplacy, Augustin George, Pierre Grelot, Jacques Guillet e
Marc-François Lacan. Vocabulário de teologia bíblica. 11ª Edição. Petrópolis: Vozes, 2009.
7. NESTLE-ALAND. Novum testamentum greace. Stuttgart; Nödlingen: Deutsche Bibelgesellschaft;
Gesamrherstellung C.H. Beck, 2001, (27. Revidierte Auflage).
8. RAYMOND E. BROWN / Joseph A. Fitzmyer / Roland E. Murphy. Novo comentário bíblico São
Jerônimo. Antigo Testamento. São Paulo: Paulus; Academia Cristã. 2011.
9. BROWN, Raymond E.; FITZMYER, Joseph A.; MURPHY, Roland E. (Org.). Novo Comentário
Bíblico São Jerônimo: Novo Testamento e artigos sistemáticos. Santo André: Academia Cristã; São
Paulo: Paulus, 2011.
10. WEGNER, Uwe. Exegese do Novo Testamento: manual de metodologia. 3ª. ed.. São Leopoldo:
Sinodal; São Paulo: Paulus, 1998.
www.fe-e-esperanca.com
Curso de Teologia Bíblica – Pe. Ronaldo Sabino de Pádua CSsR

Documentos relacionados

Lição 15 - WordPress.com

Lição 15 - WordPress.com diferente, quer usado para tratar ou para se referir ao Deus de Israel. Formas hebraicas comumente substituídas são hakadosh baruch hu ("O Bendito Santo") ou Adonai ("O Senhor") ou HaShem ("O Nome"...

Leia mais

CURSO DE TEOLOGIA BÍBLICA ANEXO 01: BIBLIOGRAFIA

CURSO DE TEOLOGIA BÍBLICA ANEXO 01: BIBLIOGRAFIA BÍBLIA. A Bíblia de Jerusalém. Nova edição, revista e ampliada. São Paulo: Paulus, 2002. BÍBLIA. Bíblia do Peregrino. São Paulo: Paulus, 2002. BÍBLIA SAGRADA, Edição Pastoral. São Paulo: Paulus, 20...

Leia mais