Toyota Yaris 1 - Auto Aftermarket News

Сomentários

Transcrição

Toyota Yaris 1 - Auto Aftermarket News
Toyota Yaris
1
Novo Yaris: integração do
Toyota Optimal Drive, novo
motor, toda a gama abaixo das
120 g/km e menor consumo de
combustível
1. Continuação do sucesso do Toyota Yaris na Europa
2. Filosofia Toyota Optimal Drive: maximização das performances, minimização do
CO2 e do consumo de combustível
3. Estreia no segmento B: novo Toyota Yaris possui todas as motorizações a
comercializar em Portugal abaixo das 120 g CO2 por Km e média de consumo de 5
litros nos motores a gasolina
4. Evolução do design e novos equipamentos
5. Produção sustentável do novo Toyota Yaris na TMMF
Toyota Yaris
2
1. Continuação do sucesso do Toyota Yaris na Europa
Lançado em 1999, o Yaris é um dos modelos Toyota mais comercializados na Europa. Integrado num dos segmentos mais
competitivos e com um bom potencial de crescimento, o segmento B prevê-se que cresça cerca de 3% nos próximos 3 anos
(até 2011) motivado pela necessidade de mobilidade em veículos de dimensões mais reduzidas.
A segunda geração Yaris, lançada em 2005, ajudou a Toyota a potenciar e melhorar as suas vendas e quota de mercado no
segmento B (de 5.1% em 2005 para 5.4%).
Toyota Yaris
3
Yaris units sold
300,000
250,000
200,000
150,000
100,000
50,000
0
1999
2000
2001
2002
2003
2004
2005
2006
2007
Uma década de crescimento contínuo nas vendas
O Toyota Yaris provou ser um modelo de sucesso no
aspecto comercial e também no sentido de rejuvenescer a
marca.
O recente estudo de 2008 da J.D Power, que analisa a
satisfação dos clientes nos três maiores mercados Europeus
(Reino Unido, França, Alemanha), distinguiu o Yaris entre os
líderes da categoria.
Toyota Yaris
O Yaris construiu uma reputação única ao longo do ciclo de
vida, com um crescimento contínuo nas vendas anuais, de
135.300 em 1999 para uns impressionantes 267.000 em
2007. Para além de ser um dos modelos mais reputados da
Toyota na Europa, o Yaris representa um quarto das vendas
anuais no velho continente. No total, mais de 2.1 milhões de
unidades foram vendidas desde o seu lançamento na
Europa.
4
Conceito Yaris
. Manter o DNA Yaris original
. Execução mais refinada, aumento dos níveis de qualidade percebida
Para explicar o conceito deste projecto, o desenvolvimento da geração actual Toyota Yaris focou-se em três aspectos: Primeiro
e mais importante o novo Yaris tinha de se manter fiel ao ADN da geração anterior: um conjunto tecnológico, elevados níveis de
habitabilidade, versatilidade, qualidade, durabilidade e fiabilidade. Segundo: elevado nível de sofisticação através de uma
construção mais refinada. Este aspecto traduz-se em mais qualidade percebida, baixos níveis de ruído e vibrações e avançadas
motorizações. Finalmente, a Toyota quis fazer do Yaris 2009 mais luxuoso do que o da geração anterior. O método para
alcançar foi uma revisão profunda da construção e montagem em várias áreas, como a dinâmica de condução, a qualidade geral,
ou até em detalhes mais específicos como o som do bater da porta.
Claro que o novo Yaris manteve-se fiel a estas premissas, mas o engenheiro chefe, Masao Inoue, reforçou esforços para
“melhorar a economia de combustível e as emissões de CO2 e reforçar a apetência por este modelo ao longo do seu ciclo de
vida.”.
Toyota Yaris
5
Factores - chave
Quando lançado em 2005 o Yaris possuía os seguintes atributos:
ƒ Qualidade percebida – vários itens foram melhorados quando comparado com a
primeira geração, mais qualidade interior, menos ruído e vibrações e um
apuramento dinâmico.
ƒ
ƒ
ƒ
ƒ
ƒ
Seguro – equipamentos de segurança de série e estudo criterioso do chassis
ajudaram para conquistar as 5 estrelas nos testes Euro-NCAP em 2005
Design – as linhas criadas no centro de design europeu da Toyota, no estúdio ED2,
recuperaram o ADN da primeira geração e direccionam o novo modelo para a
gama actual da Toyota
Dinâmica de condução – uma nova plataforma (50% mais rígida do que a
anterior) e um novo sistema de suspensão proporcionam a melhor combinação
entre dinâmica apurada e conforto
Motorizações – o novo Yaris adopta uma gama avançada de motorizações sob a
égide do Toyota Optimal Drive que alia boas performances e baixo consumo de
combustível e emissões.
Versatilidade – várias inovações no interior levaram ao aumento do espaço
interior, proporcionando uma utilização mais versátil.
Com a actual geração Yaris, a Toyota prevê que o tipo de cliente-alvo é constituído por pessoas com educação superior, com
vidas activas e idades compreendidas entre os 30 e os 35 anos. Este grupo procura tecnologia e inovação, apreciando o Yaris
pelo seu design inteligente, os equipamentos avançados e as dimensões compactas.
Toyota Yaris
6
2. Toyota Optimal Drive
O novo Yaris beneficia do novo conceito Toyota Optimal
Drive, um conjunto de tecnologias apresentadas no Salão de
Paris de 2008 de forma a reforçar a liderança da Toyota na
mobilidade sustentada.
Desde o seu nascimento, a Toyota tem o objectivo de
contribuir para uma sociedade melhor com baixas emissões
de carbono através da produção e da venda dos seus
modelos.
Toyota Yaris
A sua tecnologia híbrida tem desempenhado um papel
fundamental para atingir esse objectivo, com mais de
120.000 unidades vendidas na Europa (até Setembro
2008). Contudo, a Toyota quer reforçar a sua posição
ambiental mesmo nas tecnologias convencionais. Assim,
após a liderança no campo das tecnologias híbridas com o
Hybrid Synergy Drive®, introduziu o conceito Toyota
Optimal Drive. Este conceito é simples – aumentar a
performance, ao mesmo tempo que baixam os níveis de
emissões de CO2 e o consumo de combustível.
7
Criado sob a lendária filosofia “Kaizen”, de melhoria
continua, os engenheiros da Toyota melhoraram a eficiência
da combustão, reduziram o peso de motores e transmissões
e trabalharam na diminuição dos atritos, produzindo novos
motores que disponibilizam mais potência, e por outro lado
são mais eficientes e económicos.
Em resumo, os automóveis com a tecnologia Toyota Optimal
Drive são divertidos de conduzir e ao mesmo tempo são
amigos do planeta.
Novos motores: Todas as motorizações estão abaixo dos 120g CO2 / km
G. actual Yaris
g CO2 /km
Yaris 2009
g CO2 / km
Redução de
g CO2 /km
Potência kW/rpm
Binário in Nm/rpm
Manual
127
118
-9
51/6000
93/3600
MMT
125
115
-10
51/6000
93/3600
1.3/1.33
Dual VVT-i
Manual
141
-21
74/6000
132/4000
1.3/1.33
Dual VVT-i
MMT
136
119
-17
74/6000
132/4000
1.4 D-4D
Manual
119
110
-10
66/3800
205/1800-2800
119
111
-9
66/3800
205/1800-2800
1.0 VVT-i
(DPF)
MMT
120
(c/ Stop&Start)
Nota: Valores do 1.33 Dual VVT-i e 1.4 D-4D, caixa MMT ainda provisórios.
Toyota Yaris
8
O novo Toyota Yaris está equipado com os mais avançados blocos a gasolina e diesel, tirando partido de uma série de
inovações.
•
•
•
•
Novo bloco 1.33 Dual VVT-i com tecnologia “Stop & Start”
Motor a gasolina 1.0 VVT-i e diesel 1.4 D-4D melhorados
Novas caixas de velocidades de 6 relações, Manual e MultiMode (MMT)
Controlo da caixa de velocidades por patilhas no volante nos motores 1.33 Dual VVT-i e 1.4 D-4D
Toyota Yaris
9
Novo e avançado motor a gasolina 1.33 Dual
VVT-i com menos emissões e reduzido consumo
de combustível
•
•
•
•
Emissões de CO2 a partir de 119 g/km
Consumo de combustível de 5.1 l/100km
Sistema inovador e apurado de abertura de válvulas Dual VVT-i
Tecnologia Stop & Start
O maior avanço tecnológico do Yaris é o novo motor a gasolina 1.33 Dual
VVT-i equipado com o inovador sistema “Stop&Start”.
O novo motor encontra-se equipado com o sistema Dual VVT-i (variação de
abertura de válvulas inteligente), desenvolvendo 101 cv de potência. Este
motor possui a relação de compressão mais alta do mundo para uma
motorização a gasolina (11.5:1). Com 4 cilindros, disponibiliza um elevado
nível dinâmico muito graças ao seu elevado binário de 132 Nm às 4000 rpm,
necessitando de apenas 5.1 litros para percorrer 100 quilómetros, quer na
caixa de velocidades manual quer na MMT.
Com a aplicação das tecnologias Toyota Optimal Drive, o motor 1.33 Dual VVT-i com o Stop & Start resultou na redução
significativa de 21g nas emissões de CO2. As melhorias abrangeram todas as áreas, como o motor e transmissão, assim como ao
nível da aerodinâmica, assegurando excelentes níveis de suavidade, silêncio e conforto no habitáculo e também performance
ambiental.
Toyota Yaris
10
Ao longo do desenvolvimento do novo motor a gasolina 1.33 Dual VVT-i foi aplicada avançada de tecnologia. Os engenheiros
da Toyota minimizaram a resistência do ar nas condutas de admissão utilizando uma simulação computorizada do fluxo,
suavizando todas as superfícies para gerar o mínimo de turbulência e arredondando ângulos e esquinas vivas dentro do motor.
Construídos a partir de um polímero, a tampa da cabeça do motor e as condutas de admissão foram adoptadas para uma
redução substancial do seu peso. Em complemento, um cárter de elevada rigidez em alumínio está ligado à transmissão,
aumentando a rigidez da ligação motor/transmissão, ao mesmo tempo que foram reduzidos atritos e ruídos. Um novo perfil de
árvore de cames contribuiu para a redução de atrito e peso no sistema de distribuição, para além de ficar isento de manutenção
com o novo sistema automático de ajuste hidráulico das folgas nas válvulas.
Todas estas melhorias contribuíram para a solução paradoxal de produzir um motor mais pequeno e leve, e por outro lado
disponibilizar mais binário e economia de combustível.
Toyota Yaris
11
Tecnologia Stop & Start
Um novo e engenhoso sistema Stop & Start encontra-se disponível de série no novo bloco 1.33 litros, contribuindo para uma
maior redução do consumo de combustível e de emissões
Quando o novo Yaris se encontra imóvel, o sistema pára o funcionamento do motor assim que o selector de velocidades passa
para o ponto morto e a embraiagem é libertada, contribuindo para a economia de combustível.
O motor retomará o seu funcionamento assim que o pedal da embraiagem seja libertado, assim como, o pedal de travão.
Toyota Yaris
12
O arranque é quase instantâneo graças ao mecanismo que se encontra permanentemente engrenado ao volante do motor. O
motor de arranque utiliza um sistema diferente de accionamento, permitindo uma disponibilidade de binário, o que se traduz
numa facilidade de arranque do motor.
Este inovador sistema permite:
•
•
Redução de combustível
Suavidade, silencio e um arranque imediato, melhorando assim o conforto
Toyota Yaris
13
Reduzidas emissões e menor consumo de combustível transformam o motor de 1 litro num vencedor
• Nível de CO2 de 115g/km
• Consumo de combustível de 4,9 l/100km
Sendo actualmente um dos motores mais leves do mercado, o 1.0l de três cilindros proporciona valores de referência para
potência específica e binário. Os engenheiros da Toyota trabalharam intensamente nas performances do bloco, tendo sido
introduzidas as seguintes melhorias:
•
•
•
•
Novo sistema de injecção poupa combustível durante as passagens de caixa
Melhoria no controlo do sistema electrónico de injecção
Utilização de óleo de baixa viscosidade permite diminuir a resistência no sistema de lubrificação
Novo sistema de recirculação de gases de escape (EGR) e novas camisas para aumento da eficiência
Em complemento a estas medidas foram adoptados pneus de baixo resistência de rolamento em todas as motorizações a
gasolina, contribuindo para uma redução no consumo de combustível e de emissão de CO2. Todas estas tecnologias
combinadas permitem uma redução de cerca de 10% de CO2 quando comparado com o modelo anterior (de 127g/km para as
115g/km).
Motor diesel 1.4 litros D-4D mais eficiente
•
•
•
Toyota Yaris
Nível de CO2 inicia nas 110 g/km
Consumo de combustível de 4,2 l/km
Adopção de tecnologia de injecção piezoeléctrica
14
O motor diesel 1.4 D-4D está equipado com a última tecnologia de sistemas de injecção common rail, aliada ao
turbocompressor com intercooler. Disponibilizando 90 cavalos de potência e um binário máximo de 205 Nm às 1800 rpm,
representa uma melhoria de 15 Nm a uma rotação mais baixa face ao modelo anterior 1.4 D-4D. O consumo de combustível
cifra-se por uns meros 4,2 l/100 km percorridos (igual valor para a caixa MMT) ao mesmo tempo que é líder na sua classe em
termos de emissões de CO2, averbando 110g/km (111 para a caixa MMT). Esta motorização encontra-se equipada com filtro de
partículas. Estas melhorias correspondem a menos 9g de CO2 por km e um consumo de 0,3 litros menor do que na geração
anterior equipada com catalizador.
A melhoria nos valores de potência e binário resulta de duas principais alterações. A primeira corresponde à integração da
última tecnologia de injecção common rail que proporciona um aumento da pressão de injecção para 1600 bar e uma redução
na relação de compressão. Assim, reduz-se o ruído de funcionamento e de vibrações através de uma combustão mais uniforme.
Por outro lado, esta tecnologia permite um contributo significativo para o meio ambiente, uma vez que baixa as emissões de
NOx e de partículas.
A segunda prende-se com os injectores piezoeléctricos que conseguem um maior e mais preciso volume de injecção ao dobro
da velocidade dos injectores tradicionais (solenóides). Graças à sua rapidez, podem efectuar mais injecções por ciclo de
funcionamento. Aliado ao turbocompressor de geometria variável e ao intercooler, este motor proporciona uma entrega de
binário superior em 10%, níveis de consumo de referência e emissões mais limpas.
Na estrutura do bloco do motor foram incluídas novas camisas que permitem um incremento de eficiência térmica, e alterações
no esticador da corrente, no cárter, na bomba de óleo e também no tipo de lubrificante (de baixa resistência) adoptado.
Toyota Yaris
15
Nova caixa de velocidades manual de 6 relações para os motores 1.33 Dual VVT-i e no diesel 1.4 D-4D
Como parte integrante da tecnologia Toyota Optimal Drive uma nova transmissão de 6 relações foi desenvolvida para os
motores 1.33 Dual VVT-i e 1.4 D-4D. Esta nova caixa de velocidades possui níveis de topo em termos de eficiência e de
melhoria de consumo de combustível graças à relação da 6ª velocidade, ao mesmo tempo que proporciona prazer de condução.
A nova caixa manual de 6 relações foi melhorado ao nível da “sensação” de passagem de relações, graças a uma nova estrutura.
Optimizando as suas relações e o seu mecanismo de engrenamento, a Toyota tornou a caixa mais suave e silenciosa.
Nova caixa MultiModo (MMT) para o moto 1.33 Dual VVT-i e 1.4 D-4D
O novo 1.33 Dual VVT-i e o motor 1.4 D-4D podem vir acoplados à última caixa de velocidades de 6 relações Toyota MultiModo.
Esta eficiente caixa de velocidades possui a mesma estrutura da manual, contudo é operada electronicamente (robotizada),
assim como a embraiagem. A adopção de dois motores eléctricos permite ao sistema movimentar o interior da caixa para os
movimentos de selecção (esquerda/direita) e de comutação (cima/baixo). A caixa MMT pode ser operada em três modos
distintos: “M” para uma utilização sequencial, “E” para uma utilização e modo automático e “Es” para uma utilização mais
rápida.
A transmissão MMT presente no novo Yaris foi optimizada para ter um comportamento mais desportivo, proporcionando trocas
mais rápidas. O tempo de activação da embraiagem (também activada por um motor eléctrico) foi também reduzido, de forma a
ir de encontro à sua optimização, mas também para reduzir a interrupção da entrega de potência durante a passagem de
relação. Para uma condução ainda mais desportiva, a Toyota incluiu de série patilhas no volante na caixa MMT,
independentemente da motorização escolhida.
Toyota Yaris
16
Evolução no design e mais equipamento
Após três anos de crescimento de vendas, a Toyota aceitou o desafio de evoluir o design para melhorar o aspecto do Yaris. O
objectivo é reforçar a imagem dinâmica e sofisticada deste modelo do segmento B.
Melhorias exteriores
A secção frontal possui uma integração mais próxima de alguns componentes como o capot ou o pára-choques, ao mesmo
tempo que contempla algumas protecções aumentando o aspecto dinâmico. A grelha frontal possui agora uma configuração
diferente enaltecendo o logótipo da Toyota. Estas melhorias, juntamente com uma saia frontal maior que inclui umas pequenas
palas e a reestruturação de toda a dinâmica por baixo do Yaris, contribuiram para melhor a sua performance em termos
aerodinâmicos.
Toyota Yaris
17
Os faróis de nevoeiro foram redesenhados para darem um aspecto ainda mais tecnológico e uma aparência mais arrojada.
Na traseira, o pára-choques e os farolins com tecnologia LED contribuem para esta actualização. A disposição em L invertido
dos farolins traseiros continua no pára-choques, reforçando as linhas fluídas do Yaris, ao mesmo tempo que transmitem uma
presença mais forte na estrada. A saia colocada na extremidade do pára-choques traseiro contribuiu para a aparência
desportiva do novo Yaris.
Cores mais atractivas foram introduzidas na gama, entre elas o cinza hematite, o azul Neptuno e o dourado suave, aumentando
o número de cores disponíveis para 9.
Melhoria no interior
Por dentro, um novo tecido dos bancos torna o Yaris mais contemporâneo e
“leve”.
Tons de prata ou titânio foram adoptados em volta da consola central, do
selector da caixa e do volante. Esta também disponível com um conjunto de
aros cromados para colocar nas saídas de ar, junto dos puxadores das portas e
no travão de mão. Alguns ornamentos em prateado foram colocados no
volante e na alavanca de velocidades, a partir do nível de equipamento Sol.
Para mais conveniência, a divisão da bagageira foi removida, aumentando
assim a capacidade da bagageira.
Toyota Yaris
18
Introdução de um novo nível de equipamento, dos quatro possíveis.
Para maior apelo ao público mais jovem, o novo Yaris possui uma nova versão, a Sport.
Com o crescimento previsto para o segmento B, a gama Yaris conta agora com quatro
níveis de equipamento: Yaris, Yaris Sol, Yaris Sport e Yaris High Pack.
Nova versão Sport
A nova versão do Toyota Yaris Sport encontra-se disponível nas motorizações 1.33 Dual
VVT-i e 1.4 D-4D, e inclui equipamento que realça o cariz desportivo do novo modelo.
Os vidros traseiros escurecidos, as jantes de liga leve de 15 polegadas, os faróis
escurecidos e os faróis de nevoeiro, realçam o aspecto desportivo exterior. Pelo interior,
bancos com tecidos exclusivos, velocímetro analógico de cor âmbar, alavanca de
velocidades desportiva, volante em pele, sistema de rádio leitor de CD com possibilidade
de leitura de ficheiros MP3 e sistema Bluetooth vão de encontro às pretensões de um
público jovem.
Versão High Pack
Para os clientes que optarem por um Yaris mais luxuoso, está disponível a versão High
Pack que contempla o sistema de entrada e arranque inteligente, o espelho retrovisor
interior electrocromático, ar condicionado automático, sistema bluetooth e vidros
eléctricos traseiros nas versões de 5 portas. Como opcional, os clientes podem optar por
um sistema de navegação com ecrã de 7 polegadas com informações por DVD.
Toyota Yaris
19
3. Yaris é produzido em fábrica sustentável situada no Norte de França
O Yaris é produzido na fábrica de Valenciennes, situada no norte de França, tendo iniciado as suas operações em Janeiro 2001.
Este modelo é exportado mais para mais de 25 países europeus. A capacidade máxima instalada de produção foi recentemente
aumentada para 270.000 unidades por ano.
Em Dezembro de 2006, esta unidade fabril comemorou a produção do Yaris 1 milhão. Com um investimento de cerca de 897
milhões de Euros, emprega aproximadamente 3.850 colaboradores.
Toyota Yaris
20
Valenciennes é umas das unidades de produção do mundo mais importantes para a Toyota. A principal razão prende-se com a
secção de carroçaria, uma das principais partes estruturais do fabrico de automóveis, no qual é dada a forma final. Esta fábrica
Toyota foi a primeira - fora do Japão - a receber a “linha global de carroçaria” que consiste na configuração dos vários robots
para montagem de diferentes veículos sem que seja necessário alterar a estrutura da fábrica.
Apesar de Valenciennes produzir apenas um modelo, o Yaris, possui quatro derivações – volante à esquerda, volante à direita,
equipado com motores a gasolina ou diesel. Cada configuração requer peças diferentes e fases de produção específicas. Com
esta flexibilidade, que pode fabricar várias combinações na mesma linha, é uma referência para as unidades Toyota em todo o
mundo. Este exemplo está a ser seguido por outras empresas, quer na Europa, quer nos Estado Unidos.
Práticas ambientais: TMMF – 100% de reciclagem dos resíduos
Seguido o plano a três anos, a TMMF alcançou o objectivo de reciclar e reaproveitar - dentro da unidade - os 100% dos
resíduos produzidos. Alcançado a emissão de zero resíduos para aterro no ano de abertura, em 2001 conseguiu também uma
redução de 50% dos resíduos produzidos. Assim a TMMF atingiu o topo “ambiental” ao não incinerar qualquer resíduo.
Hoje, para produzir um Yaris são produzidos cerca de 9.5 Kg de resíduos. Mais de 4 Kg são directamente reciclados (cartão,
metal, solventes, etc). Os restantes 5.5 Kg são utilizados para substituir combustível (em alternativa ao petróleo, por exemplo)
no processo industrial. Por este facto todos os resíduos são valorizados.
“A unidade de Valencienne é uma das primeiras unidades no mundo capazes de reciclar todos os seus resíduos. Há alguns anos,
pensava-se que este era completamente impossível de alcançar. Mais uma vez a Toyota demonstrou que nada é impossível
graças ao empenhamento de todos os membros da organização, incluindo também as melhorias no sistema produtivo, ao
reduzir os resíduos e também ao vê-los valorizados em 100%”, afirmou Didier Leroy, presidente da TMMF
Toyota Yaris
21
Toyota Yaris
22

Documentos relacionados