diagramas de rede - Faculdades Integradas Campos Salles

Сomentários

Transcrição

diagramas de rede - Faculdades Integradas Campos Salles
DIAGRAMAS
DE REDE
TÉCNICAS DO
CAMINHO CRÍTICO
PERT / CPM
Program
Evaluation and
Review
Technique
VISÃO GERAL
• PERT:
Program Evaluation and Review Technique
– Técnica para avaliação e revisão de programa.
– Surgiu em 1958, como instrumento de
administração e controle do projeto norteamericano: o submarino Polaris.
– Participaram do desenvolvimento as equipes da
Marinha Americana, pela empresa Lockheed
Aircraft e pela empresa de consultoria Booz, Allen
& Hamilton.
– PERT tem enfoque probabilístico.
• Considera a duração das tarefas com incertezas
apresentando tempos para duração de cada tarefa:
tempo mais provável, tempo otimista e tempo
pessimista (estimativas de tempo).
– Seu precursor foi CPM Critical Path Method
criado pela norte-americana Du Pont Corporation
em 1957.
– O CPM tem abordagem determinística
• as tarefas têm duração perfeitamente
determinadas.
2
PERT
• Variantes
– De todos os diagramas de rede o PERT é o mais
utilizados
– Desde então, muitos outros métodos de controle
de projeto surgiram, na tentativa de
aperfeiçoamento do PERT, dentre eles:
• LESS:
Least Cost Estimating and Scheduling
» Estimativa e planejamento por custo mínimo
• PACT:
Production Analysis Control Technique
» Técnica de controle e análise de produção
• SCANS:
Scheduling Control and Automation by
Network Analysis
» Planejamento, Controle e automação por
análise de redes
• RAMPS: Resource Allocation and Manpower
Scheduling
» Definição da aplicação de recursos de
planejamento de mão de obra.
– Cada variante do PERT representa uma
modificação deste, com o objetivo de tornar mais
eficiente a solução de alguns problemas em
particular.
3
USO DO PERT
• Por que usar PERT-CPM?
– Reduz os atrasos dos programas
– Diminui a necessidade de horas-extras
– As solicitações “urgentes” e “para ontem” se
tornam menos freqüentes
– Os gerentes sofrem menos pressões para cumprir
os prazos
– O ambiente fica mais tranqüilo por haver
planejamento das atividades
• Quando se usa uma rede de eventos?
– Sempre que houver prazos definidos para concluir
uma atividade
– Quando um programa tiver início, meio e fim.
– Quando ocorrem diversas atividades no projeto
– Exemplos de uso:
• lançamento de cursos, vestibulares, eventos.
– Exemplos de não uso:
• processos contínuos, como na linha de produção de
uma fábrica
 Os cálculos envolvidos na análise de redes podem hoje ser
elaborados por computador, através de programas específicos.
4
Traços importantes para elaboração
• Especialista
– O P.E.R.T. é uma técnica que pode ser muito útil e
eficiente, somente se quem a elabora possuir três
traços importantes:
• Conhecimento de todas as fases do projeto;
• Ser capaz de trabalhar com o pessoal em todos os
níveis, em todos os setores envolvidos no projeto;
• Ter espírito analítico, aberto e receptivo.
• Grupo de trabalho
• Elaboração
– O objetivo do projeto deve estar claramente
definido, antes de qualquer esboço.
– As atividades principais do projeto devem estar
estabelecidas antes da convocação do analista de
P.E.R.T.
– Com estes dois pontos claramente enunciados, é
possível convocar um analista de P.E.R.T. ou um
grupo de trabalho, e coletar informações sobre
atividades auxiliares.
– Colocam-se as atividades em seqüência lógica.
– De um gráfico de barras, ou diretamente da lista
de atividades, faz-se o esboço da rede (muitas
vezes isto é feito por retrocesso)
5
Vocabulário Básico
•
A integração dos _____________ para realizar as diversas
______________, no sentido de se alcançar um _________
depende de um ___________________.
•
Todo objetivo deve ter um prazo para sua concretização.
Uma vez acertada a viabilidade do _________, através do
planejamento, cabe ao ______________ comparar o que foi
planejado com o que efetivamente está sendo realizado.
•
As atividades fundamentais para concretizar um objetivo
denominam-se ________________ _______________.
•
A determinação clara das atividades pode exigir o
fracionamento das atividades principais em ____________
___________, e mesmo estas em atividades ainda menores,
numa cadeia potencialmente sem fim. O bom senso e a
experiência devem mostrar quando cessar este
fracionamento e ordenar as atividades em seqüência lógica.
•
Quando as _______________ (principais e auxiliares) são
ordenadas em seqüência lógica, o resultado é um
_________________. Associando-se a cada atividade a sua
duração e os prazos para execução, tal ________________ é
transformado em um ________________.
6
GANTT
• Os gráficos de GANTT foram introduzidos
como ferramenta de programação de
produção em 1.917 e continuam em uso
rotineiro até hoje. Devem seu nome ao
engenheiro HENRY GANTT o pioneiro de sua
utilização.
• Existem vários tipos de gráficos de GANTT,
fornecendo informações diferentes, com
maior ou menor grau de detalhe.
• Sua finalidade básica é tornar possíveis as
seguintes informações
– qual a DURAÇÃO da atividade
– quando uma atividade tem INÍCIO e FIM
– que atividades podem ser executadas
SIMULTANEAMENTE.
7
GANTT
•
Como concepção, o gráfico de GANTT é muito simples.
Consiste de uma tabela bidimensional (eixo horizontal
e eixo vertical) .
– Cada linha horizontal corresponde a um RECURSO
PRODUTIVO que se dispõe (máquinas, pessoas, centros
de trabalho, tempo, etc.) ou a uma ATIVIDADE a ser
realizada.
– Cada divisão vertical corresponde à uma UNIDADE DE
TEMPO, como dias, semanas, meses, etc.
•
No cruzamento de linhas e colunas coloca-se algum
tipo de marcação indicando o trabalho ou operação
que será feito com determinado recurso, durante certo
intervalo de tempo.
•
O gráfico pode comportar diversos símbolos, variáveis
de empresa para empresa. É comum encontrar-se
gráficos de GANTT com simbologia para indicar o
trabalho programado e as paradas obrigatórias dos
centros de trabalho, por exemplo para manutenção de
máquinas.
•
A figura a seguir mostra o aspecto de um gráfico de
GANTT
8
Gráfico de Gantt
O diagrama de GANTT acima fornece algumas
informações, entre outras:
 o projeto necessita de ______ meses para execução
 a atividade ____ tem início somente quando a ____
for concluída
 a atividade ____ tem duração de _____ meses
 as atividades ____ e ____ são simultâneas
 a atividade ____ tem procedência direta das
atividades _____ e ______
9
Exercícios
• O setor de engenharia precisa de ___ meses para conclusão
dos cálculos no desenvolvimento de um novo produto. Após
___ meses de projeto são liberadas as primeiras encomendas
de materiais, cujo processo dura ___ meses no total. O prazo
para recebimento dos insumos varia na ordem de ___ meses, a
partir do término das encomendas. O início de fabricação se
dá com alguns itens já recebidos, ou seja, ___ meses após o
término das aquisições de compra, e tem __ meses de duração.
Os testes do novo equipamento estão previstos em _____
meses. Em apenas _____ dias são executadas a embalagem
e conseqüente despacho para o cliente.
• Elaborar o diagrama de GANTT e determinar o prazo do projeto.
• Supor 1 mês = 4 semanas = 30 dias
10
GANTT  PERT
• Como visto, o gráfico idealizado por Gantt
apresenta algumas limitações:
– Alterações implicam em redesenho
– Dificuldade na determinação das relações de
procedência entre as tarefas, em especial, quando
há grande volume de tarefas envolvidas num
projeto 1 .
– Só para relembrar, o submarino Polaris envolvia 250
empreiteiros diretos e mais 9.000 indiretos, com
grande quantidade de recursos e fatores.
• Foi a partir destas dificuldades que se
originaram CPM, PERT e todas as demais
variações destes. Hoje os métodos são
amplamente utilizados em projetos e suas
regras são comuns.
1
“____________________________________________________
____________________________________________________”
PMBOK – PMI – Project Management Institute
“Um esforço único e não repetitivo, de duração determinada,
formalmente organizado e que congrega e aplica recursos,
visando ao cumprimento de objetivos preestabelecidos”
MOODER, J. J. ; PHILIPS, C. R. Project Management with CPM and PERT.
New York. Reinhold, 1990. p.20
11
Fundamentos do PERT
• Como no diagrama de Gantt, cada atividade possui
um início e um fim, que são pontos no tempo.
Esses pontos no tempo são chamados de eventos.
As atividades são representadas por setas,
consumindo recursos do projeto. São portanto
definidos os parâmetros básicos de redes PERT:
o evento e a atividade.
– O EVENTO:
_____________________________
_____________________________
• Regra
Fundamental: ________________________________
________________________________
________________________________.
– ATIVIDADE:
_____________________________
_____________________________
_____________________________
• Regra
Fundamental: ________________________________
________________________________
________________________________.
• O P.E.R.T. fundamenta-se num sistema reticulado,
no qual o destaque é dado aos eventos
12
Simbologia básica
• Nó, evento ou etapa
– representa o início ou fim de uma tarefa
• Atividade ou tarefa
– Consomem os recursos disponíveis do projeto.
• Representação
13
Simbologia básica
• Recurso gráfico
– A pseudo atividade – ou fictícia, ou fantasma – tem
duração igual a zero (não consome tempo)
300
A
C
100
400
D
B
A atividade
fantasma está
entre os eventos
200 e 300
200
– Uma pseudo atividade indica que os eventos entre os
quais ela esta colocada devem ser feito
simultaneamente.
• Resumindo:
Atividade Critica
Atividade (tarefa)
Atividade Fictícia (pseudo, fantasma)
Evento (nó, etapa)
14
Regras PERT
1. Um evento só pode ocorrer se todas as
atividades que concorrem para ele tiverem
sido concluídas
2. Todos os eventos devem ter pelo menos uma
atividade antecedente e uma atividade
conseqüente
3. O evento inicial é único e não tem atividades
antecedentes
4. O evento final é único e não tem atividades
conseqüentes
5. Toda tarefa (ou atividade) deverá ter um nó
inicial e um nó final.
15
Regras PERT
6. Um nó (ou evento) descreve o relacionamento
completo entre todas as tarefas que partem dele ou
que chegam a ele.
3
E
B
1
A
2
5
C
D
F
4
7. Todas as tarefas que partem de um mesmo nó possuem
precedentes idênticos.**
B
A, R
5
28
B
A
C
D
2
L
28
C
D
8
** Exceções
a) Quando todas as tarefas que chegam e partem de
um mesmo nó forem mutuamente dependentes.
...
...
...
...
16
Regras PERT
b) Quando tivermos atividade ou atividades fictícias
...
...
...
...
8. Todas as tarefas que chegam ao mesmo
evento possuem subseqüentes idênticos
A
D
1
C
9
B
5
3
E
5
F,G,H
8
Valem as exceções
anteriores “a” e “b”
9. A rede P.E.R.T. / CPM deverá ter o menor
numero possível de atividades fictícias
17
Procedências diretas
Situação: Efetuar a previsão para a troca de um pneu furado,
de um carro em movimento numa estrada isolada, onde não
se conhece telefone por distância menor que 50 km, qualquer
agência de troca, borracharia e sem trânsito constante de
veículos.
A. _______________________________
_______________________________
_______________________________
_______________________________
_______________________________
_______________________________
_______________________________
_______________________________
_______________________________
_______________________________
_______________________________
_______________________________
_______________________________
_______________________________
_______________________________
_______________________________
_______________________________
_______________________________
_______________________________
_______________________________
_______________________________
_______________________________
_______________________________
18
Exercícios – Resumo
1. Entre dois eventos pode haver somente uma
atividade
– Nos casos extremos usar-se-á um pseudo-atividade.
A
...
1
7
B
5
...
3
19
Exercícios – Resumo
2. Quando várias atividades não correlatas
terminam ou se iniciam num evento usa-se
uma pseudo-atividade
11
A1
41
A3
...51
...
21
A2
31
A4
61
ATIVIDADE
PROCEDÊNCIA
DIRETA
A1
...
A2
...
A3
A1 e A2
A4
A2
20
Exercícios – Resumo
3. Uma atividade só pode ser executada uma
vez. Se ela deve ser feita novamente, devese desenhá-la novamente
1
A1
2
A2
3
A3
4
A4
5
Uma atividade não pode ser antecedente e conseqüente de si
mesma, pois isto não permitira o percurso da rede para adiante.
21
Exercícios – Resumo
4.
Uma atividade pode ter origem e termino somente
num evento
(nenhuma atividade pode “nascer” ou “morrer” do nada)
...
1
A
3
...
B
ERRADO
5
5.
...
Observações
a.
b.
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
22

Documentos relacionados

CARTA GANTT – CRONOGRAMA FÍSICO DA OBRA O diagrama de

CARTA GANTT – CRONOGRAMA FÍSICO DA OBRA O diagrama de das diferentes etapas de um projeto. Os intervalos de tempo representando o início e fim de cada fase aparecem como barras sobre um eixo horizontal do gráfico. Desenvolvido em 1917 pelo engenheiro ...

Leia mais

Mapas de GANTT e Redes de PERT

Mapas de GANTT e Redes de PERT Hoje em dia, numerosos pacotes de software de gestão da produção utilizam o método GANTT. O diagrama de GANTT é um instrumento muito simples de compreender e de utilizar. A sua utilização limita-se...

Leia mais

ferramentas da qualidade diagrama de gantt

ferramentas da qualidade diagrama de gantt engenharia industrial, que criou os cronogramas de barras ou o chamado diagramas de Gantt, a mais antiga técnica de administração de projetos. Esse gráfico é utilizado como uma ferramenta de contro...

Leia mais

03. CPM - Método do caminho crítico

03. CPM - Método do caminho crítico Rotina de planejamento O setor de planejamento recebe as requisições de serviço, analisa o que e como deve ser feito, quais as especialidades e grupos envolvidos, e os materiais e ferramentas a ser...

Leia mais

Gerencia de Projetos com PERT/CPM e MS Project

Gerencia de Projetos com PERT/CPM e MS Project É basicamente um método para analisar as tarefas envolvidas em um projeto, especificamente o tempo necessário para terminar cada uma dessas tarefas e identificar o tempo mínimo total necessário par...

Leia mais

8B. Redes PERT-CPM

8B. Redes PERT-CPM A duração de um projeto pode sofrer influência dessa variabilidade, variando também entre certos limites. A variabilidade das atividades é importante para aquelas que compõe o Caminho Crítico, e es...

Leia mais

Qual gráfico é o correto para você?

Qual gráfico é o correto para você? Você tem dados e perguntas. Criar um gráfico vincula os dois, mas muitas vezes você não tem certeza de que tipo de gráfico terá a resposta que procura. Esse artigo responde às perguntas sobre como ...

Leia mais

O Método PERT- CPM - 6 - PET · Engenharia Civil

O Método PERT- CPM - 6 - PET · Engenharia Civil Em 1958, foi desenvolvido o método do PERT – Program Evaluation and Review Technique pela empresa de consultoria Booz, Allen & Hamilton. Este método permitiu instituir uma linguagem de planejamento...

Leia mais