PUC o governador Schwarzenegger

Сomentários

Transcrição

PUC o governador Schwarzenegger
SOl
PUC
- PUC-CAMPINAS
SBI - Sistema de Bibliotecas e Informação
Projeto Memória da PUC Campinas
CAMPINAS
100000302
CARDOSO, Manuel Carlos. O governador SChwarzenegger. Correio Popular,
Campinas, SP, 14 out. 2003. Opinião, Caderno, p. 03.
I::"'::
-iJII!!IIi_~.=-.
o governador Schwarzenegger
governante e permanece durante décadas cometendo atrocidaescritora americana Sudes, mas mesmo assim é aplaudido e venerado pelos atuais dirisan Sontag qualificou o
gentes do Brasil.
governador eleito da
Califórnia de cretino
No ano que vem estaremos
novamente comparecendo às urambicioso e predador megalômano, concluindo que ele não tem
nas para escolha de prefeitos e vereadores. Talvez seja a eleição
competência política e que teria
mais importante do País, pois é
sido instrumentalizado pelo Parem nossa cidade que as coisas
tido Republicano.
realmente acontecem ou não
Sontag disse ainda que o cresacontecem, como ocorre em Camcimento do fervor popular para
pinas atualmente.
um modelo de macho que exalta
As candidaturas já começam
a violência marca importante
tos totalmente despreparados
mudança cultural nos EUA.
para a função, representaria uma a aparecer e as empresas especiaDiante das observações da es- mudança cultural do eleitor? Pen- lizadas no marketing político já
critora americana me vêm à lem- so que não, pois seria esperar de- estão sendo disputadas. Na próxibrança algumas de nossas elei- mais do povo que realmente ele- ma primavera estaremos vendo
ções. Em uma delas o povo brasi- ge os candidatos em nossas elei- o eleitor votar e quando indagaleiro votou maciçamente no sim- ções.
do a respeito da motivação de seu
Candidatos são escolhidos
voto, novamente afirmará: não
pático rinoceronte "Cacareco" e
em outra em
como se escolhe votei naquele candidato porque
um engraçado
um detergente ou era velho ejá não tinha mais "pimacaco.Nestas Candidatos sao escolhidos uma cerveja. Selá que"; ou não votei naquele cané o País do "exter- didato porque era moço e não tiduasoportuni- como se escolhe um
minador",
aqui é nha experiência. Votei em fuladades
estaria detergente ou uma cerveja. o País do "experiacontecendono
no porque era evangélico; ou voBrasiluma muSe Ia e o pais do
menta". Lá e aqui tei em beltrano porque era carisdançacultural? "exterminador", aqui é o os Dudas é que co- mático. Não voto em patrão; ou
mandam o espetá- não voto em "negão".
"
"
Já elegemos também P ais d o exper Iment a
Pouco importará o passado
culo, antes e deumcretinoam-pois das eleições. do candidato, seu programa de
Não creio nas conclusões de governo, que estará pouco valoribicioso e predador megalômano,
que o povonão agüentou por mui- Susan no sentido de que o resul- zado depois da traição de Lula ou
to tempo e nas últimas eleições a tado das eleições decorrem de a vontade política demonstrada
opção popular recaiu sobre um uma mudança cultural de um de ser um bom governante. A
candidato que não tem sequer o povo. Na realidade, não se desco- imagem a ser valorizada ficará
curso secundário.
briu ainda um
_
por conta dosDudas e o resultado
sistema eleitoral
Campinas, também chamada
Qualquer que seja
das eleições por
a Califórnia brasileira, por ser o que pudesse inio sistema, é melhor do conta do acaso
coração brasileiro da alta tecno- bir a candidatuou de uma emologia, com suas universidades e ra de pessoas
que ocorre em Cuba,
ção momentànea
centros de pesquisa, está sendo despreparadas
aonde um ditador
e se na Califórgovernada por uma prefeita, le- para governar e
nia a escolha reo resultado é
gitimamente eleita nas últimas
assassino não permite
caiu
em um exeleições municipais, que jamais
este que podea participação popular terminador
do
mos observar
tinha tido qualquer experiência
nas mais diverpolítica ou administrativa para
futuro, aqui poderemos estar elegendo extermigovernar uma metrópole, mas sas partes do mundo.
Ainda assim, qualquer que nadores de nosso futuro.
que o destino cuidou de fazê-Iatitular do cargo.
seja o sistema, é melhor do que
Votar em um "exterminaocorre em Cuba, aonde um dita- ManuelCarlosCardosoéadvogadoeprofessordaFaculdor", em um rinoceronte ou em dor assassino não permite a par- dadedeDire~odaPUG-Campinas
edaEscolaSuperior
da
um macaco,ou ainda em candida- ticipação popular na escolha do AdvocaciadaOAB
MANUELCARLOSCARDOSO
A
-
#
#
#
#
~
-