ISC Votes Eco bags vs. Plastic bags

Сomentários

Transcrição

ISC Votes Eco bags vs. Plastic bags
INTERNATI ONAL
S C HOOL
OF
C U R I T I B A
A Rev iew of Stu den t
Ach iev ement
ISC Votes
Eco bags vs. Plastic bags
Sacolas Retornáveis X Sacolas Plásticas
Contents • Índice
04
Eco bags vs. Plastic bags
Sacolas Retornáveis X Sacolas Plásticas
06
Eco-Sustainability Class Visits
Curitiba’s Recycling Center
Visita da Classe Ecossustentabilidade
ao Centro de Reciclagem de Curitiba
08
ISC Celebrates Peace One Day
O ISC Celebra um Dia de Paz
10
16
São Paulo Model United
Nations Conference
Conferência Modelo das
Nações Unidas
em São Paulo
College Visits at ISC
Feira de Universidades no ISC
22
CAS Students
Present to SINEPE
Alunos do CAS
apresentam-se pelo SINEPE
26
5th Grade Native
Americans Museum
Museu do Índio Americano
da 5ª Série
27
Used Book Sale
Feira de Livros Usados
28
4th Grade Memories
Memórias da 4ª série
18
AASSA Knowledge Bowl Tournament
Torneio de Knowledge Bowl da AASSA
20
ISSL Tournament 1 – October 2010
1º Campeonato ISSL – Outubro 2010
24
STUCO and Jr. STUCO
STUCO e Jr. STUCO
25
Elementary STUCO
Elementary STUCO
30
New Season in ECC
Uma nova estação no ECC
PUBLISHED BY December/2010 WINDOW TO ISC – Volume 7, Issue 1 Responsible: Communications Office of the International School of Curitiba – Santa Felicidade Campus:
Av. Dr. Eugênio Bertolli, 3900, CEP 82410-530, Curitiba, PR, Brazil, Tel. 55 41 3525-7400, Fax 55 41 3525-7499, [email protected] Coordination: Ms. Anita Pearson and Mr. Ricardo
Sigwalt Superintendent: Mr. Bill R. Pearson Business Manager: Ms. Rebeca Heinerici Design and Editing: Allacriativa, Via Vêneto, 890 sl 5, Tel. 41 3078-4991, [email protected]
Printing: Rosa de Bassi Gráfica e Editora Ltda., Via Vêneto, 890, Tel. 41 3297-3095, Published quarterly - Number of issues: 800 copies.
2
EXPEDIENTE Dezembro/2010 WINDOW TO ISC – Volume 7, Edição 1 Responsável: Departamento de Comunicações do Colégio Internacional de Curitiba – Campus Santa Felicidade: Av.
Dr. Eugênio Bertolli, 3900, CEP 82410-530, Curitiba, PR, Brasil, Tel. 55 41 3525-7400, Fax 55 41 3525-7499, [email protected] Coordenação: Anita Pearson e Ricardo Sigwalt
Superintendente: Bill R. Pearson Gerente Administrativo-Financeira: Rebeca Heinerici Design e Edição: Allacriativa, Via Vêneto, 890 sl 5, Tel. 41 3078-4991, [email protected]
Window
ISCde•Bassi
December
/ Dezembro
2010 890, Tel. 41 3297-3095, Publicação trimestral - Tiragem: 800 exemplares.
Impressão:to
Rosa
Gráfica e Editora
Ltda., Via Vêneto,
2010 • 2011 1 st Quarter
High Honor Roll Students
Isabela Karam 8
Arthur Lopes 8
Taciana Pereira 10
Jéssica Kenny 10
Gabriela Gugelmin 12
Honor Roll Students
Mayu Yamamoto
Mateus Pianowski
Sofia Buzeti
Victor Hugo Pianowski
Isabela Vitta
Carolina Sarturi Feijó
Daniel Ferreira
Ann-Kathrin Klein
Heather Cordon
6
7
7
7
8
9
9
10
12
3
Eco bags vs. Plastic bags
Sacolas Retornáveis X Sacolas Plásticas
By / Por Lilliam Rosa
In October 2010, the Brazilians voted using an electronic
voting machine. It is a citizen’s right, but also a legal
obligation to vote. This achievement is recognized as one
of the most visible steps in Brazil’s independence.
Following a school tradition of celebrating
Brazilian Independence Day on September
7th, we worked with ideas that would help
people remember with pride what this civic
date means to our school. This year,
the celebration’s theme connected
environmental and political issues through
an interdisciplinary perspective of history
and geography.
The theme involving elections proved
to be appropriate and motivating for the
development of theoretical and practical
knowledge about citizenship, and also served
as a link to environmental sustainability.
To create the link between elections and
sustainability, 12th grade Brazilian History and Geography
students simulated an election at school, creating
fictional candidates: the plastic bags and the Eco-bags
(biodegradable or reusable). For discussion and choice
of candidates, during the days prior to the election, and
4
Window to ISC • December / Dezembro 2010
Em outubro de 2010 os brasileiros seguem às urnas
eletrônicas para votar. Um direito do cidadão, mas também
uma obrigação legal. Reconhecer essa conquista de
forma consciente é um dos passos mais visíveis para a
independência efetiva de uma nação.
Seguindo a tradicional celebração do ISC envolvendo o dia
7 de Setembro, ocasião em que comemoramos
a independência do Brasil, movemos ideias
para ajudar as pessoas a lembrarem com
orgulho dessa data cívica na escola. Esse
ano a escolha do tema da celebração voltase a questão política e ambiental, através de
uma perspectiva interdisciplinar no curso de
História e Geografia.
O tema envolvendo as eleições mostrou-se
oportuno e motivador para o desenvolvimento
do conhecimento teórico e prático sobre
cidadania atrelado ao discurso sobre a
sustentabilidade ambiental.
Assim, os alunos de BHG da 12ª série simularam uma eleição
na escola, tendo como candidatos fictícios as sacolas
plásticas e as Eco-bags (biodegradáveis ou retornáveis).
Para o debate e escolha dos candidatos, durante os dias
que antecederam as eleições, nos intervalos de aulas,
in between classes, it was decided to hold public rallies
at school where the contestants presented their proposed
uses, advantages and disadvantages of each type of bag.
The main purpose was to show students how candidates
could submit relevant and true information, and leave out
and even neglect the reality, in order to win the elections.
The rallies prior to the school election were crucial, because
at this point, it led to discussions that caused students to
make choices and provided ways for the voter/student to
responsibly define their candidates.
Since the election involved environmental issues, it was
also possible during the rallies to explore the importance
of natural resources, ecological and social impact to raise
sensitization and environmental awareness towards the
relationship between society and nature in the contemporary
context.
foram organizados comícios públicos no espaço da escola
onde os canditados apresentavam suas propostas de
usos, vantagens e desvantagens de cada tipo de sacola.
O objetivo era mostrar aos alunos como os canditados
poderiam apresentar informações relevantes e verdadeiras,
bem como omitir e até mesmo negligenciar a realidade a fim
de vencer as eleições.
Assim, os comícios, antes da eleição na escola, foram
fundamentais porque nesses momentos afloraram
discussões que levaram às escolhas e ao senso de
responsabilidade necessários ao eleitor / aluno na definição
de seus canditados.
Como o tema envolvia as questões ambientais, foi
possível durante os comícios explorar a importância dos
recursos naturais, impactos ecológicos e sociais visando à
sensibilização e conscientização ambiental frente à relação
sociedade e natureza no contexto contemporâneo.
Finally, given the project’s purposes, TRE-PR provided an
electronic voting machine to be used at ISC throughout the
day of September 2nd. All school staff and students were
able to exercise the right to vote. It was the first experience
for our students in an election setting that simulated the
entire electoral process with reality.
Finalmente atendendo aos propósitos do projeto, o TRE-PR
disponibilizou uma urna eletrônica durante todo o dia 02 de
setembro no ISC. Todos os funcionários e alunos da escola
puderam exercer o direto ao voto. Foi a primeira experiência
dos nossos alunos em uma eleição que simulou com
realismo todo o processo eleitoral.
The final part of the project involved school presentations and
discussions, that brought to light key issues of democracy
and environmental sustainability. It was a discovery moment
of the power of democracy in decision making, which
became clear in the pride and happiness of the students
as they voted. Surely, it was a powerful experience for their
entire life.
O encerramento do projeto envolveu a escola em
apresentações e debates que trouxeram à tona questões
essenciais à democracia e à sustentabilidade ambiental.
Foi um momento de descoberta do poder da democracia
nos processos decisórios, que tornou-se vísivel no orgulho
e felicidade dos alunos ao votarem. Com certeza, uma
experiência signiticativa para toda vida.
The voting results revealed wisdom and nature as the
grand winners. The project continues, as it represents the
democratic choice and consciousness of the entire ISC
community towards eco-bags. It is not enough just to vote,
now let’s turn this proposal into reality!
O resultado da votação revelou a sabedoria e a natureza
como as grandes vencedoras. O projeto continua, pois
representa a escolha democrática e consciente de toda
a comunidade ISC pela Eco-Bag. Não basta votar, agora
vamos tornar essa proposta em realidade!
Result
Resultado
• 52 votes in favor of Plastic Bags
• 212 votes in favor of Eco-Bags
• 52 votos a favor das Sacolas Plásticas
• 212 votos a favor das Eco-Bags
5
Eco-Sustainability Class Visits
Curitiba’s Recycling Center
Visita da Classe Ecossustentabilidade
ao Centro de Reciclagem de Curitiba
Recently, the middle school Eco-Sustainability class,
taught by Tim Kenny, visited one of Curitiba’s 32 recycling
centers. The center is managed by a NGO called Instituto
Pró-Cidadania de Curitiba. There are three parts to the
center. The center has a museum of valuable antiques that
were thrown away by people which include old computers,
TVs, cameras, weapons, preserved animals, and even a
dentist chair. There is also an educational center and the
separating factory.
Curitiba’s residents separate their trash into two categories:
recyclable and organic/non-recyclable. The center receives
over 600 tons of “lixo que não é lixo” every month. There
are about 170 people who work separating the trash, which
provides needed jobs. The trash is separated on a conveyor
belt by hand. The students observed people on both sides
of the belt collecting plastic, aluminum, glass, paper, and
Styrofoam to put into separate bins. The separated material
6
Window to ISC • December / Dezembro 2010
By / Por Tim Kenny
Recentemente, a classe de Ecossustentabilidade do Middle
School, liderada pelo professor Tim Kenny, visitou um dos 32
centros de reciclagem de Curitiba. O centro é gerenciado
por uma ONG chamada Instituto Pró-Cidadania de Curitiba.
O centro é constituído de três partes: Um museu de
antiguidades, com peças históricas que foram encontradas
no lixo, como computadores antigos, televisores, armas,
animais empalhados. Um centro educacional, destinado
aos cursos e programas de conscientização ecológica. E
por fim a área onde se dá a separação do lixo.
Os moradores de Curitiba separam o seu lixo em duas
categorias: reciclável e orgânico / não reciclável. O
centro recebe mais de 600 toneladas de “lixo que não é
lixo” a cada mês. Neste local, trabalham cerca de 170
pessoas, o que mostra um outro ponto positivo: A criação
de empregos. O lixo é separado manualmente, numa
esteira transportadora com pessoas em ambos os lados
separando plástico, alumínio, vidro, papel e isopor que são
depositados em latões diferentes. O material separado é
vendido a pequenas indústrias que fabricam artigos a partir
de materiais reciclados. O material excedente da coleta que
não for reciclável é levado ao aterro sanitário da cidade.
Os alunos receberam muita informação importante, como
por exemplo: não é possível reciclar guardanapos, cascas
de frutas, restos de comida, papel higiênico e celofane.
Além disso eles também aprenderam que existem muitas
formas criativas de usar esses materiais recicláveis, como
na confecção de cestas com folhas de revista, calhas
feitas com tubos de pasta de dentes, cadeiras baseadas
em garrafas de plástico e caixas de leite, entre outras
possibilidades.
is sold to small industries which fabricate objects out of
recycled material. The leftover trash is also separated and
taken to a sanitary landfill.
Mas a coisa mais importante que eles aprenderam é que
a maior parte do nosso lixo atual pode ser reciclado ou
reutilizado de alguma maneira, portanto, precisamos praticar
o consumo consciente e separar o lixo para preservar a
natureza.
The students learned that you can’t recycle napkins, fruit
peels, food leftovers, toilet paper, and cellophane. They
also learned that there are many uses for recycled materials
like making baskets out of magazine paper, roof tiles out
of toothpaste tubes, chairs out of plastic bottles and milk
boxes.
The most important thing that they learned is to
remember that most things can be recycled or
re-used so you need to separate your trash to
help save nature.
7
ISC Celebrates Peace One Day
O ISC Celebra um Dia de Paz
By / Por Mônica Heinrichs
ISC held an assembly on September 21 in order to reflect
about peace and to participate in the Peace One Day
movement along with millions of people around the world.
The overarching theme for this assembly was Harmony. This
theme allowed all of us, big and small, to make connections
between the musical definition of harmony and what peace
and harmony actually mean in our daily lives.
As soon as the elementary students arrived in the MP
Theater, they were surprised by our middle School band
members because they had a fight on stage right before
the performance! The fight was actually a skit that the
students had rehearsed in class. They acted as if they
were in a regular music class and their teachers had been
delayed by an emergency. The teachers had left a note
with tasks for the students to perform on their own. As
they began to work on their tasks, the band students had
several disagreements and made hurtful comments to each
other. They demonstrated dissonance or discord both in the
musical and human relations aspects. After they watched
an instructional video called Harmony, the students decided
that they needed to apologize and work together in harmony
as a team, and without conflict or discord. The band
students had a great time as they rehearsed and performed
this skit. They also played a challenging song called Concert
Overture that demonstrated harmony because they played,
“two or more different sounds or pitches at the same time
that were pleasing to the ear!”
After the surprise skit, 5th grade students acted as presenters
and reporters. They welcomed the audience, interviewed
the elementary students about the presentations, and
announced the different numbers. There was even a 5th
grade camera man who filmed the interviews!
The high school music students also worked hard to put
on this assembly. Our group of four drummers created an
energetic rhythm piece where each one played a different
type of drum to represent that people can have different
ideas and still work together in harmony!
8
Window to ISC • December / Dezembro 2010
Em 21 de setembro ocorreu no ISC uma assembleia de
reflexão sobre a paz. O momento uniu milhões de pessoas
pelo mundo todo numa campanha de um Dia de Paz. O
tema central escolhido foi Harmonia, discutido por meio de
uma relação estabelecida entre harmonia como definição
musical e como atitude em nosso dia a dia.
Ao chegarem ao Teatro MP, os alunos do Elementary foram
surpreendidos pelos membros da banda do nosso Middle
School numa briga no palco, pouco antes da apresentação.
Na realidade, a briga era uma encenação preparada em sala.
Eles agiram como se estivessem em uma aula regular de
música e seus professores estivessem atrasados por causa
de uma emergência. Esses haviam deixado uma mensagem
com atividades para que os alunos as realizassem sozinhos.
Logo que começaram a fazer suas tarefas, os alunos da
banda tiveram vários desentendimentos, com comentários
que magoavam uns aos outros. Eles demonstraram
dissonância ou discórdia, tanto na música quanto no
relacionamento entre eles. Depois de assistirem a um
vídeo instrutivo chamado Harmonia, os alunos decidiram
que precisariam pedir desculpas e trabalhar em harmonia
como uma equipe, sem conflito ou discordância. Os alunos
da banda se divertiram muito ao apresentarem essa sátira.
Another group from the HS music class chose a popular
song, and created and adapted new lyrics for it that spoke
of the need for peace in our world. So instead of “Billionaire,”
they sang, rapped, and played “Be Aware!”
Eles também apresentaram uma canção chamada Concert
Overture, na qual demonstraram harmonia porque tocaram
“dois ou mais sons diferentes ou notas que, ao mesmo
tempo, eram agradáveis ao ouvido!”
The elementary students also prepared for this event by
holding discussions and learning about peace and harmony
during their music classes. They learned a song called
Dona Nobis Pacem, which in Latin means “give us peace.”
Each grade level practiced their part separately in class.
Several HS students worked on creating and performing the
instrumental accompaniment for the song. At the assembly
they sang and played the different parts together for the first
time, and produced wonderful and pure harmony that only
children’s voices can achieve!
Depois da sátira surpresa, os alunos da 5a série atuaram
como apresentadores e repórteres. Deram as boas-vindas
ao público e entrevistaram os alunos do Elementary sobre
suas apresentações e anunciaram os diferentes números.
Havia, inclusive, um cameraman da 5a série filmando as
entrevistas!
Mr. Combs closed the assembly and reminded us that Arbor
Day was also being celebrated in Brazil. He then invited Mr.
Tim Kenny to help us all reflect on the importance of planting
trees in order to keep in harmony with our planet. Students
and teachers then had the opportunity to engage in a
valuable hands-on experience, and planted approximately
60 trees in the area outside the MP Theater!
Congratulations to everyone who presented and to all who
attended the Peace assembly. May peace and harmony
reign in our lives at school, at home, and on our planet!
Os alunos de música do High School também trabalharam
bastante para organizar essa assembleia. O nosso grupo de
quatro bateristas criou parte de um ritmo energético, em que
cada um tocou um tipo diferente de bateria, exemplo de que
as pessoas podem ter ideias diferentes e ainda trabalharem
harmoniosamente juntos!
Um outro grupo da classe de música escolheu uma
canção popular, criando uma paródia que falasse sobre a
importância da paz em nosso mundo. Portanto, em vez de
“Billionaire”(Bilhonário em inglês), eles cantaram “Be Aware”
(Seja Consciente em português).
Os alunos do Elementary também prepararam para esse
evento debates sobre o aprendizado da paz e da harmonia
durante as suas aulas de música. Eles aprenderam uma
canção chamada Dona Nobis Pacem, que em latim significa
“Dá-nos paz.” Cada turma ensaiou separadamente sua parte
em sala de aula. Vários alunos do High School trabalharam
para criar e apresentar o acompanhamento instrumental
de sua canção. Foi na assembleia que eles cantaram e
tocaram as diferentes partes pela primeira vez e produziram
puras e maravilhosas harmonias, alcançadas apenas pelas
vozes das crianças!
O Sr. Combs encerrou o momento lembrando-nos que
o Dia da Árvore estava sendo celebrado no Brasil. Ele
então convidou o Sr. Tim Kenny para uma reflexão sobre
a importância de plantarmos árvores como forma de
mantermos também nosso planeta em harmonia. Os alunos
e professores tiveram a oportunidade de exercer uma
experiência prática e valiosa e plantaram aproximadamente
sessenta árvores na área externa do Teatro MP!
Parabéns a todos que se apresentaram e que participaram
da Assembleia da Paz. Que a paz e a harmonia reinem em
nosso colégio, nossas casas, nossas vidas e em nosso
planeta!
9
São Paulo Model United
Nations Conference
Conferência Modelo das Nações Unidas em São Paulo
On Friday, September 10th, several students from ISC
traveled to the Graded School in São Paulo to participate
in the annual SPMUN conference. Representing China on
the security council, the human rights commission, the
political committee and the Economic and Social council
(ECOSOC), the students simulated the actual workings
of the United Nations by writing resolutions, working in
caucuses to merge their resolutions with other countries,
and debating and defending their country’s positions on key
issues. The issues they debated included nuclear weapons
in the Middle East, the situation in Afghanistan, the Greek
economic crisis, the spread of HIV / AIDS, violence against
women, cyber terrorism, and small arms trade regulations
– all difficult and important issues. Accompanied by two
advisors – Mike Kuhn and Bill Tolley – the following students
made the trip a success: Thayara Borges, Macarena Diaz,
Hernan Martinez, Carolina Sarturi, Jessica Kenny, Luiza Leão,
Pamela Cardoso, Javier Martinez, and Heather Cordon.
They all not only were fantastic ambassadors representing
China in the conference, but also were ambassadors for
ISC. Below are the students’ brief reflections on the trip.
10
Window to ISC • December / Dezembro 2010
Na sexta-feira, 10 de setembro, vários alunos do ISC
viajaram para a Graded School em São Paulo para participar
da conferência anual da SPMUN. Representando a China no
conselho de segurança, a comissão de direitos humanos, um
comitê político e o conselho econômico e social (ECOSOC),
os alunos simularam o dia a dia real de trabalho nas Nações
Unidas, escrevendo resoluções, trabalhando em um comitê
político internacional para a fusão de suas resoluções com
outros países debatendo e defendendo a posição de seus
povos em determinados assuntos. Os tópicos debatidos
incluíram armas nucleares no Oriente Médio, a situação no
Afeganistão, a crise da economia grega, a propagação do
HIV / AIDS, violência contra as mulheres, ciberterrorismo
e a regulamentação de armas de pequeno porte – todos
assuntos complexos e importantes. Acompanhados por
dois assessores – Mike Kuhn e Bill Tolley – os seguintes
alunos fizeram dessa viagem um sucesso: Thayara Borges,
Macarena Diaz, Hernan Martinez, Carolina Sarturi, Jessica
Kenny, Luiza Leão, Pamela Cardoso, Javier Martinez e
Heather Cordon. Eles não foram apenas embaixadores
fantásticos representando a China na conferência, mas sim
embaixadores para o ISC. Abaixo encontram-se as breves
reflexões dos alunos sobre a viagem.
Jessica Kenny
Despite being nervous, I had a great
experience attending my first MUN
conference, hosted by the Graded
School of São Paulo. Since it was
scheduled to be held so early on in the
school year, the rest of the ISC MUN
group and I had just about four weeks
to research and write up resolutions
on the conference’s many topics from
the People’s Republic of China’s view
point. My role at the conference was
to play the part of a Chinese delegate
in the political committee and stand
up for China’s views on the issues of
Cyberterrorism and the International
Arms Trade Treaty. I was very
apprehensive about having to present
my resolution to the other delegates
from the other schools that would
attend the conference, because I felt
ill-prepared due to the short amount of
time we had for research and my lack
of experience with public speaking.
When I got to the conference in Sao
Paulo I was relieved to find out that
there were many delegates from the
other schools who were also firsttimers in MUN, but I was disappointed
when it came time to debate because
many of the delegates were poorly
prepared, causing the debate not to
run smoothly. What I did enjoy very
much was the experience of being
in the conference room and getting
involved in current world issues. I was
very impressed with the charisma
of some of the delegates and how
well they were able to appeal to
the audience. I also had a fun time
making new friends as well as
bonding with the ISC MUNers on the
plane ride and at meal times. From
my experience on this trip I learned
that having arguments against an
opponent delegate is nearly as
important as having solid reasons
to persuade other delegates to side
with my resolution. I also learned
that having great public speaking
skills and charisma can sometimes
be a more effective way to persuade
an audience than using substantial
evidence. I would definitely like to
continue with the MUN program and
attend future conferences.
conferência de acordo com o ponto
de vista da China sobre a questão
do ciberterrorismo e o tratado sobre
o comércio internacional de armas.
Eu estava muito apreensiva para
apresentar a minha resolução aos
outros participantes das outras
escolas que assistiriam à conferência,
porque me sentia despreparada,
devido ao curto período de tempo
que tivemos para a investigação
e pela minha própria falta de
experiência em falar em público.
Quando cheguei na conferência em
São Paulo fiquei aliviada ao descobrir
que haviam muitos representantes
de outras escolas que estavam
também estreando no MUN, fiquei
um pouco decepcionada quando
chegou a hora do debate, porque
muitos dos representantes estavam
mal preparados, fazendo com que
o debate não acontecesse de forma
tranquila. O que eu gostei muito foi
a experiência de estar na sala de
conferência e de envolver-me em
questões do mundo atual. Fiquei
muito impressionada com o carisma
de alguns representantes e quão bem
atraíam o público. Também gostei de
fazer novas amizades, bem como de
estar com os participantes do MUN do
ISC durante a viagem de avião e nas
refeições. Como experiência durante
esta viagem, aprendi a ter argumentos
contra um participante adversário e
muito importante também, apresentar
razões sólidas para persuadir outros
participantes com relação a minha
resolução. Aprendi também sobre a
importância de termos capacidade
de falar em público e que às vezes
o carisma pode ser uma forma eficaz
para persuadir uma audiência do que
se ter uma evidência substancial. Eu
definitivamente gostaria de continuar
com o programa do MUN e participar
em conferências futuras.
What I did enjoy
very much was the
experience of being
in the conference
room and getting
involved in current
world issues.”
Jessica Kenny
Apesar do nervosismo, tive uma
ótima experiência ao participar da
minha primeira conferência MUN,
organizada pela Escola Graduada de
São Paulo. Desde que foi programada
para acontecer tão logo no início do
ano letivo, o resto do grupo do MUN
do ISC e eu tínhamos apenas quatro
semanas para pesquisar e escrever
as resoluções sobre vários temas da
O que eu
gostei muito foi
a experiência de
estar na sala de
conferência e de
envolver-me em
questões do
mundo atual.”
11
São Paulo Model United Nations Conference
Conferência Modelo das Nações Unidas em São Paulo
Heather Cordon
The MUN trip to Sao Paulo was a
great opportunity for me to learn
about MUN. We represented China
and I learned lots about China’s
culture, political system, and views.
Learning about a different country
was a great chance to argue China’s
point of view and realize that each
country is different and accept those
differences. One thing I noticed at
the conference was that the more
people were prepared the better the
arguments and resolutions were.
It helped me learn quickly that it is
good to be prepared and really know
the country that you are representing
and about the other countries’ views.
I learned how to use parliamentary
procedure with lots of “would the
delegate from China please refrain
from using personal pronouns.” This
trip helped me learn the structure of
MUN.
My favorite part about the trip was
discussing the resolutions and
debating with other countries. I
enjoyed hearing the views of other
countries and trying to compromise
with them. It was neat to see who
allied with whom. When it came to
debating in front of everyone I was a
little more afraid, but in a small group
I enjoyed showing China’s view with
the rest of the countries. The MUN
trip was a really great experience that
taught me a lot about the UN.
My favorite part
about the trip was
discussing the
resolutions and
debating with
other countries.”
Heather Cordon
Minha parte
favorita da viagem
foi discutir sobre
as soluções com
outros países e
tentar um acordo
com eles.”
12
Window to ISC • December / Dezembro 2010
A viagem para São Paulo foi uma
grande oportunidade para eu aprender
sobre o MUN. Representamos a
China e tive de pesquisar sobre a
cultura chinesa, seu sistema político
e outros aspectos da sociedade.
Conhecer um país diferente foi uma
ótima oportunidade para discutir o
ponto de vista da China e perceber
que cada país é diferente e devemos
aceitar essas diferenças. Uma coisa
que notei na conferência foi a de que
quanto melhor as pessoas haviam
preparado suas resoluções, melhores
eram seus argumentos. Eu aprendi a
utilizar o procedimento parlamentar
com muitos “será que o representante
da China não usaria pronomes
pessoais”. Essa viagem ajudou-me a
aprender melhor sobre a estrutura do
MUN.
Carolina Sarturi Feijo
Carolina Sarturi Feijo
As my first time in an MUN conference
I was apprehensive because there
were many procedures and we didn’t
have time in school to discuss all of
them. Also, we were representing
China, and since it is an important
country we couldn’t just sit there and
do nothing; we had to participate.
But the first day went just fine; we
interacted with the other people in our
committee and made preparations
for the actual conference. In the
ECOSOC group there was Heather,
Hernan and I. Having more people
Como minha primeira vez em
uma conferência do MUN, estava
apreensiva, pois haviam muitos
procedimentos e não tivemos tempo
na escola para discutir todos eles.
Além disso, estávamos representando
a China, uma vez que é um país
importante, não poderíamos apenas
sentar lá e não fazermos nada,
teríamos que participar. O primeiro dia
correu muito bem, interagimos com
outras pessoas.
Minha parte favorita da viagem foi
discutir sobre as soluções com outros
países e tentar um acordo com eles.
Foi interessante perceber quem se
aliou com quem. Quando chegou
a minha vez de discutir na frente de
todos, eu estava um pouco nervosa,
mas como estávamos em um grupo
pequeno, gostei de compartilhar o
meu conhecimento sobre a China
com o restante dos outros países. A
viagem do MUN foi realmente uma
ótima experiência.
A conferência em si era intimidadora.
Já que a primeira resolução em
in my group made the apprehension
diminish. Heather and I were taking
care of one issue in discussions and
Hernan was taking care of the other.
The
actual
conference
was
intimidating. Since the first resolution
in discussion was not ours, we saw
other people talking and the chair
reminding them to not use personal
pronouns. When speaking for a
country, people have to speak in
third person and can’t use personal
pronouns, such as I, we, him, you
and others. I think that this rule was
the most difficult to follow, not only
as first-timer but even the people in
our committee who seemed more
experiences has problems with it.
The experience, however, was great
and I wish to do it again. Next time I
will not only know what to do, but my
colleagues and I will probably be able
to actually write a resolution for all the
A conferência
em si era
intimidadora. Já
que a primeira
resolução em
discussão não era
nossa, vi outras
pessoas falando
e lembrando-as
para não usar
os pronomes
pessoais.”
discussão não era nossa, vi outras
pessoas falando e lembrando-as
para não usar os pronomes pessoais.
Quando se fala de um país, as pessoas
devem falar na terceira pessoa e não
se deve usar os pronomes pessoais,
como eu, nós, ele, você e outros.
Acho que esta regra foi a mais difícil
de se seguir, não somente para os
marinheiros de primeira viagem,
mas mesmo para as pessoas de
nossa comissão, que pareciam ter
mais experiência com isso, também
tiveram problemas.
A experiência foi ótima e gostaria de
tê-la novamente. Da próxima vez eu
não sei o que fazer, mas os meus
colegas e eu provavelmente seremos
capazes de realmente escrever
uma resolução de todos os temas
em discussão – pois desta vez nos
detivemos em um dos temas, devido
a falta de tempo. A única coisa que
topics in discussion – we only did for
one of the topics this time, due to
lack of time. The only thing I did not
like in the conference was the fact
that our group’s resolution passed
to the general assembly, but was not
discussed there. Maybe in BRAMUN
I will be able to actually participate in
the general assembly. If it happens,
I will know what to do, because the
best way to learn is to observe.
Observing, however is not that fun,
but reading the messages passed
in the conference is. In a conference
we cannot speak to other countries
and so we pass notes. These notes
are read at the end of the conference.
People elected the cutest delegate,
most annoying delegation, best
haircut, among others. It is fun to read
and see what people say there. The
school did not win any categories in
the general assembly, but maybe next
time. I am looking forward to it.
Hernan Martinez
Hernan Martinez
The Model United Nations field-trip
to São Paulo was a great adventure
for me. This opportunity has helped
me in a vast variety of ways in both
my high school and my life career.
This trip taught me to come out from
being a shy public speaker, to being a
A viagem para São Paulo para o
Modelo das Nações Unidas foi uma
grande aventura para mim. Esta
oportunidade ajudou-me de várias
formas, tanto na minha vida escolar
como na minha carreira. Essa viagem
ensinou-me a deixar de ser um
The actual
conference was
intimidating. Since
the first resolution
in discussion
was not ours,
we saw other
people talking
and the chair
reminding them to
not use personal
pronouns.”
eu não gostei na conferência foi o fato
de que a resolução do nosso grupo
passou para a assembleia geral e lá,
não foi discutida. Talvez no BRAMUN
serei capaz de realmente participar na
assembleia geral. Se isso acontecer,
saberei o que fazer, porque a melhor
maneira de se aprender é observando.
Observar, porém não é tão divertido,
mas ler as mensagens passadas na
conferência é. Em uma conferência,
não podemos falar de outros países
e sim passarmos notas. Estas notas
são lidas no final da conferência.
São eleitos os mais bonitinhos, a
delegação mais chata, o melhor corte
de cabelo, entre outros. É divertido
ler e ver o que as pessoas falam.
O colégio não ganhou nenhuma
categoria na assembleia geral, mas
talvez na próxima vez. Estou ansiosa
por isso.
13
São Paulo Model United Nations Conference
Conferência Modelo das Nações Unidas em São Paulo
This opportunity
has helped me in
a vast variety of
ways in both my
high school and
my life career.”
Esta oportunidade
ajudou-me de várias
formas, tanto na
minha vida escolar
como na minha
carreira.”
Macarena Diaz
Macarena Diaz
This was my first MUN trip, and for me
it was fantastic. When the conference
just started I had no idea what I was
doing, but after a while I started to
understand more. I saw how countries
merged, how they debated, and I saw
how they tried to influence others to
talk in favor of their resolutions. To
me this was extremely amazing and I
wanted to see if I could also negotiate
and take a stand.
Esta foi a minha primeira viagem ao
MUN e para mim foi fantástica. Não
tinha ideia do que estava fazendo no
início da conferência, mas depois
de um tempo comecei a entender
melhor. Eu vi como os países
mesclam, como debatem e como
eles tentam influenciar aos outros em
favor de suas resoluções. Para mim,
isso foi extremamente surpreendente
e eu queria ver se também poderia
negociar e tomar uma posição.
Our country, China, merged the
resolution with some other countries,
and when it was our turn to explain
it, the resolution was completely
crushed. Regardless, it was a great
experience because for the next trip I
will know what to do better.
I think that the best part about this trip
was definitely the General Assembly
where we saw how all our other
teammates did and we had a chance
to learn from them. For example,
Luisa Leao went up in front of so many
people and defended China’s idea,
personally I could never have done
that in my first conference; therefore,
I hope that maybe in the future I can
learn from her. The next MUN trip will
be a lot bigger and I hope that next
time I will do better and have more
courage to speak. We learn from our
mistakes.
14
more eloquent person. It has helped
me in my social life too, now I don’t
wait as much for people to come talk
to me, I can go to them and be my
normal self with no regrets. Apart
from that, this trip opened my eyes to
what is really happening in the world
and take on different challenges such
as learning how a certain country’s
government works, and assume what
its response to the different matters at
hand in the modern world. The Model
United Nations has not only helped
my life skills, and my current event
awareness, it has helped me to take
important decisions in a short period
of time, or to think drastically about
the different topics discussed today.
I believe I will stay in Model United
Nations for the rest of my high-school
career.
Window to ISC • December / Dezembro 2010
Nosso país, a China, mesclou sua
resolução com alguns de outros
países e na nossa vez de explicar,
esta resolução final foi completamente
abortada. No entanto, foi uma ótima
experiência, porque para a próxima
viagem saberei como fazer melhor.
Eu acho que a melhor parte sobre
esta viagem definitivamente foi a
Assembleia Geral onde vimos como
todos os nossos outros colegas
fizeram e como tivemos a chance de
aprender com eles. Por exemplo, a
Luiza Leão subiu na frente de tantas
pessoas e defendeu pessoalmente
a sua ideia sobre a China, acredito
que eu não estaria segura para fazer
isso na minha primeira conferência,
portanto, espero aprender com ela
agora para defender minhas ideias no
futuro. A próxima viagem do MUN será
orador tímido, para ser uma pessoa
mais eloquente. Ela me ajudou na
minha vida social também, agora não
esperarei tanto para que as pessoas,
venham falar comigo, posso ir até
elas e ser eu mesmo. Além disso,
essa viagem abriu meus olhos para
o que realmente está acontecendo
no mundo e como enfrentar diversos
desafios, tal como funciona em um
determinado país, governo e encontrar
respostas a diferentes problemas
atuais no mundo moderno. O Modelo
das Nações Unidas, não somente
ajudou-me com relação às coisas
pertinentes à minha vida, mas a tomar
decisões importantes a curto prazo,
ou de pensar drasticamente sobre
os diferentes assuntos em discussão
hoje. Acredito que participarei do
Modelo das Nações Unidas durante
todo o tempo em que estiver no
ensino médio.
bem maior e espero fazer melhor e ter
mais coragem para falar na próxima
vez. Aprendemos com nossos erros.
The next MUN
trip will be a lot
bigger and I hope
that next time I will
do better and have
more courage to
speak.”
A próxima
viagem do MUN
será bem maior
e espero fazer
melhor e ter mais
coragem para falar
na próxima vez.”
Luiza Leão – 10th grade MUN
Luiza Leão – 10a série MUN
I had been to the SPMUN 2009.
This year, however, was so different
from my first time. I felt that the
whole atmosphere of MUN was
overwhelming to me this time. Perhaps
it hadn’t happened before because
I had only represented Uganda and
Croatia in MUN conferences. This
time, I was China, and my nation was
the constant target of most countries
due to the issues being debated,
which were mainly Arms Trade and
Cyber-terrorism. China has some
difficult positions to support, and this
is why I enjoyed representing this
nation so much.
Eu já havia participado na SPMUN
2009. Esse ano, no entanto, foi muito
diferente do que a primeira vez, havia
uma energia incrível lá. Talvez isso
não tenha ocorrido antes porque eu
havia representado a Uganda e a
Croácia que não são países muito
influentes no mundo. Este ano, eu
fui a China, e fui o alvo constante da
maioria dos países, pelo fato de ser
uma das mais importantes economias
no mundo atual e que as questões
debatidas foram o Tratado de Armas
e Ciberterrorismo. A China tem
posições difíceis de argumentação, e
esta é a razão pela qual adorei tanto
representar essa delegação.
I believe I was more mature this year,
attending the SPMUN 2010, and that
I could handle things better than my
first time there, as a freshman. It was
the first conference in which I took the
podium within my own committee,
and yet I took the podium during
nearly the entire meeting. My partner
and I were very inspired by the idea
of debating real worldwide issues
and trying to solve them, and after
we spoke in the General Assembly, in
front of the entire conference, we were
voted the most annoying delegation,
which means that we were quite
participative.
It is hard to understand what MUN
is about when you first hear about it.
The concept of debating international
issues without turning it into a wild
debate and at the same time managing
to stay awake is sometimes hard to
grasp. However, it isn’t until you have
been there that you understand what
it is like. When you are surrounded by
people who know what is going on,
who are willing to argue and stress
their points and actually contribute
to the solutions proposed to some
of the world’s most important issues
– issues that sometimes cannot be
solved by UN members themselves –
you experience an exhilaration which
is hard to describe.
So, after I came back, I felt
accomplished. Not only because I
did my job well in SPMUN 2010, but
because I learned that I can do better
at the next conference, and that has
made the trip worth every second.
Acredito que eu tenha sido mais
madura este ano, ao comparecer à
SPMUN 2010, e que lidei melhor com
as coisas do que da primeira vez,
como aluna da 9ª série. Foi a primeira
conferência em que eu tomei o pódio
dentro de meu próprio comitê, e ainda
assim fiquei em posse dele durante
quase a reunião inteira. Minha parceira
e eu estávamos muito inspiradas pela
ideia de debater verdadeiras questões
internacionais e tentar resolvê-las, e
após falarmos na Assembleia Geral,
em frente à conferência toda, fomos
votadas à delegação mais irritante, o
que prova que participamos muito.
É difícil entender o que é MUN quando
se ouve falar do assunto pela primeira
vez. O conceito de debater questões
internacionais sem transformar a
situação em um debate selvagem,
e ao mesmo tempo conseguindo
manter-se acordado, pode ser difícil
de compreender. Contudo, isso muda
ao chegar à conferência. Quando
se está cercada de pessoas que
sabem do que estão falando, que
estão dispostas a discutir e a enfatizar
seus argumentos e realmente
contribuir para as soluções propostas
para algumas das questões mais
importantes do mundo – questões
que muitas vezes não são resolvidas
por membros da própria ONU – se
experimenta aquela emoção que é
difícil descrever.
Então, depois de voltar para Curitiba,
me senti realizada. Não somente por
ter feito um bom trabalho na SPMUN
2010, mas porque aprendi que posso
me sair ainda melhor na próxima
conferência, e isso foi o que fez com
que cada segundo da viagem valesse
a pena.
My partner and I
were very inspired
by the idea of
debating real
worldwide issues
and trying to solve
them...”
Minha parceira
e eu estávamos
muito inspiradas
pela ideia de
debater verdadeiras
questões
internacionais e
tentar resolvê-las...”
15
College Visits at ISC
Feira de Universidades no ISC
One of the most important decisions facing ISC high
school students is what college or university to attend after
graduation. This can be especially difficult if their choice of
location is outside of Brazil.
One of the ways in which ISC helps students with their
decisions is by providing them with opportunities to meet
with visiting college representatives. Throughout the
months of September and October, a number of university
representatives visit ISC and talk to our high school students.
This gives students the opportunity to personally talk to
college representatives, learn more about their programs,
the college application process and scholarships available.
ISC also provides information about career and college fair
happening in Curitiba and other cities.
This year, the Linden College Tour not only came to Curitiba,
but also to the ISC campus. This group started in 1982
and through recruitment tours and consulting, Linden
Educational Services, Inc. assists regionally accredited
U.S. Universities and regionally accredited U.S. styled/
based universities abroad in their efforts to recruit, enroll
and serve international students, striving to be professional,
knowledgeable and promote international understanding.
16
Window to ISC • December / Dezembro 2010
Para alunos do ensino médio do ISC, uma das decisões
mais importantes a serem tomadas é qual universidade ou
faculdade eles irão cursar após a formatura. Esta decisão
pode ser mais difícil ainda se a escolha recai sobre uma
universidade de fora do Brasil.
Uma das maneiras que o ISC encontrou para ajudar os
alunos em sua tomada de decisão foi proporcionar a visita
de representantes de universidades do exterior. Durante
os meses de setembro e outubro, diversos representantes
visitaram o ISC pra conversar com nossos alunos do high
school. Isso dá ao aluno a oportunidade de conversar
pessoalmente com estes representantes, aprender mais
sobre os cursos oferecidos, os processos de admissão e
seleção e as bolsas de estudo disponíveis. O ISC também
oferece informações sobre feiras de cursos e profissões que
estão acontecendo em Curitiba e em outras cidades.
Este ano, o Linden College Tour não somente veio a Curitiba,
mas também para o campus do ISC. Este grupo iniciou
em 1982 e, por intermédio de visitas de recrutamento e
consultoria, os seus serviços educacionais, oferecem
assistência regional às universidades credenciadas nos
Estados Unidos, universidades / estilo sediadas no exterior
em seus esforços para recrutar, matricular e servir aos alunos
internacionais que se esforçam para serem profissionais,
que conhecem e promovem a compreensão internacional.
The following colleges and universities were
in attendance / As faculdades e universidades
que estiveram presente na feira são:
Other College / Career Fairs Opportunities for
ISC Students / Outras oportunidades de Feiras de
Universidade e Carreira para os alunos do ISC:
1. Embry-Riddle Aeronautical University (Florida
& Arizona)
2. Pace University (New York)
3. Columbia College Chicago
4. California Baptist University
5. Endicott College (Massachusetts)
6. Hampshire College (Massachusetts)
7. Emerson College (Massachusetts)
8. Portland State University (Oregon)
9. University of Iowa
10. Ohio State University
11. Old Dominion University (Virginia)
12. Ohio Wesleyan University
13. Loyola Marymount University (California)
•
•
•
•
August - Career Fair at UFPR
Agosto - Feira de Profissões na UFPR
September - CIS Latin American Tour of American
Setembro - CIS Latin American Tour of American
Universities – Graded and Chapel (São Paulo)
Universidades - Graded and Chapel (São Paulo)
September – Career Fair at PUC PR
Setembro - Feira de Profissões na PUC PR
Visits to ISC
Visitas ao ISC
In September, members of the Linden College tour came to
ISC to talk to ISC parents and students about the university
admissions process, providing a workshop covering
topics such as: Choosing a University and How Admission
Decisions are Made. They also provided a College Fair later
in the day where students and parents could learn more
about their schools and programs.
Em setembro, membros do Linden College Tour vieram
para falar aos pais e alunos do ISC sobre o processo de
admissão da universidade, promovendo um workshop
que abordou tópicos como por exemplo “como escolher
uma universidade” e “como as decisões para a admissão
são feitas”. Logo após o workshop foi feia uma feira de
universidades onde os alunos e pais puderam aprender
mais a respeito dos programas oferecidos pelas instituições.
17
AASSA Knowledge Bowl
Tournament
Torneio de Knowledge Bowl da AASSA
By / Por Julia Wuestefeld - 12th Grade Student / Aluna da 12ª série
18
On October 21st and 22nd, the first semester AASSA
Knowledge Bowl Tournament took place in Recife,
Pernambuco, at the Escola Americana de Recife. Five
students left on the 20th to represent ISC at the games and
arrived on the 24th.
Nos dias 21 e 22 de outubro, o Torneio de Primavera de
“Knowledge Bowl” aconteceu em Recife, no estado de
Pernambuco, na Escola Americana do Recife. Cinco alunos
partiram no dia 20 para representar a ISC nos jogos e
retornaram no dia 24.
Team captain, Julia Wuestefeld, along with teammates
Gustavo Bomfim, Rodrigo Lazaris, Gabriel Taboada, and
Arthur Lopes made up the Wildcat team with coach Fabiano
Franklin.
A capitã do time, Julia Wuestfeld, juntamente com seus
outros colegas de time Gustavo Bomfim, Gabriel Taboada,
Rodrigo Lazaris e Arthur Lopes formaram o time dos Wildcats,
que é treinado pelo professor Fabiano Franklin.
ISC ended up in 5th place at the Recife Knowledge Bowl.
Tied with PASB, EAR, and EAC at the end of the first seven
games, ISC nearly made it to the semi-finals. Since the ties
were disputed “head-to-head”, and ISC had previously lost
to PASB and EAR, the Wildcats did not place.
ISC terminou em 5º lugar no Knowledge Bowl de Recife.
Empatado com PASB, EAR e EAC em número de vitórias
ao fim dos sete jogos eliminatórios, o ISC quase chegou
à semifinal. Já que os empates em números de vitórias foi
decidido segundo o critério de confronto direto, acabamos
ficando em 5º, cedendo o quarto lugar para PASB da Bahia,
que havia nos derrotado na fase classificatória.
Window to ISC • December / Dezembro 2010
The final placing was the following:
Ao final do torneio, a classificação ficou como segue:
1st – PASB
2nd – PACA
3rd – Graded
4th – EAR
Bahia
São Paulo
São Paulo
Recife
In their free time, the ISC Wildcats enjoyed a beautiful
catamaran ride on the rivers and canals of Recife and
through the historical city of Olinda. There was much time
for the knowledge bowl players to get to know the city of
Recife as well as socialize with players of other teams.
The next semester Knowledge Bowl Tournament will be held
next year at the Pan-American Christian Academy in São
Paulo in March. Let’s hope to see the Wildcat Knowledge
Bowl team at the semi-finals next year!
5th – ISC
6th – EAC
7th – Chapel
8th – EARJ
Curitiba
Campinas
São Paulo
Rio de Janeiro
Em seu tempo livre, os Wildcats tiveram a oportunidade
de se divertirem num fantástico passeio de catamaran nos
rios e canais que fazem Recife ser chamada de a Veneza
Brasileira, além de passeios pela cidade histórica de Olinda,
tombada pela UNESCO como patrimônio da humanidade.
Também houve bastante tempo para que os jogadores
conhecessem melhor a cidade de Recife com um tour
cultural e que socializassem com os outros competidores
de outras escolas internacionais.
O próximo torneio de Knowledge Bowl acontecerá em
2011 na Pan American Christian Academy em São Paulo
em março. Vamos torcer para ver nossos Knowledge Bowl
Wildcats nas semis no ano que vem!
19
ISSL Tournament 1
October 2010
1º Campeonato ISSL – Outubro 2010
ISSL season I 2010 was an amazing experience for
all students and coaches! They were very excited and
energized during the entire tournament. All studentathletes demonstrated an outstanding use of the 5R’s,
sportsmanship, dancing in our parties, real wildcat spirit,
made new friends and, most important, they had a lot of fun!
The results of the tournament are as
follow:
•
Boys soccer and basketball
played very hard, and ended up
in 5th place on both sports.
•
Girls soccer, although they
placed third, played the real
Brazilian “futebol arte.”
•
Girls basketball played an
outstanding tournament,
finishing undefeated, winning the
championship again!
ISC athletes named to the
tournament All-Star teams:
•
Boys All Star Soccer - Luis
Felipe Pereira
•
Girls All Star Basketball - Heloisa
Pelanda & Ana Beatriz Ferreira
•
Girls All Star Soccer - Maria
Tunholi, Natasha Moro Alvarez,
Victoria Abrantes & Heloisa
Pelanda.
Congratulations ISC Athletes and
Coaches!
20
Window to ISC • December / Dezembro 2010
O Primeiro Campeonato ISSL 2010 foi uma experiência
incrível para nossos alunos e técnicos. Eles estiveram muito
animados e vibrantes durante todo o campeonato. Todos
os estudantes-atletas demonstraram um exemplar uso dos
5 R’s, de espírito desportivo, dançando em nossas festas,
fazendo novos amigos e, o mais importante, divertindo-se
muito. O verdadeiro espírito Wildcat.
Os resultados do campeonato foram:
•
Basquete e futebol masculino.
Os garotos jogaram com raça
e determinação, em ambos
os esportes obtiveram a 5ª
colocação.
•
Futebol feminino. Mesmo com
a 3ª colocação, as garotas
mostraram o autêntico “futebol
arte” brasileiro.
•
Basquete feminino. As garotas
jogaram de forma brilhante
durante todo o campeonato,
terminando invictas e ganhando
mais uma vez o troféu de
campeãs.
Atletas do ISC chamados para o Time
das Estrelas do campeonato:
•
Futebol masculino: Luis Felipe
Pereira
•
Basquete feminino: Heloisa
Pelanda e Ana Beatriz Ferreira
•
Futebol feminino: Maria Tunholi,
Natasha Moro Alvarez, Victoria
Abrantes e Heloisa Pelanda.
Parabéns aos Atletas e Técnicos do
ISC!
21
CAS Students
Present to SINEPE
Alunos do CAS apresentam-se pelo SINEPE
ISC CAS students and alumni
recently presented their CAS
projects to representatives of
Curitiba universities at a SINEPE
(Sindicato das Escolas Particulares) sponsored workshop
hosted at ISC. Many local
universities are now including
social service as part of their
graduation requirements and
have expressed an interest in
the work of ISC students and
the structure of the ISC CAS
program, coordinated by Ms.
Zélia Torres.
The workshop consisted of
an overview of ISC given by
Ms Cláudia Lebiedziejewski
followed by an introduction
of the ISC CAS program by
22
Window to ISC • December / Dezembro 2010
Ms Zélia. ISC students and
alumni then took the stage with
inspiring presentations about
their past and current work on
the Adopt a School project in the
Guaraqueçaba region, Global
Link – Orphanage projects
with Lar Dona Vera and Casa
Amor Real, and the Culture
Exchange – Public Schools
projects with Escola Estadual
Lamenha Pequena and Escola
João Paulo II in Piraquara. The
students not only talked about
the projects but also shared
personal experiences on how
these activities have changed
their lives and made them aware
of the importance of social
responsibility.
Alunos
e
ex-alunos
do
ISC
apresentaram recentemente seus
projetos do CAS para representantes
de universidades de Curitiba em um
workshop organizado pelo SINEPE
(Sindicato das Escolas Particulares) e
sediado no ISC. Muitas universidades
locais estão incluindo o serviço social
como requerimento para a graduação,
por isso o grande interesse no trabalho
dos alunos do ISC e na estrutura do
programa CAS, coordenado pela Ms.
Zélia Torres.
O workshop teve início com uma
visão geral do ISC na exposição de
Ms. Cláudia Lebiedziejewski, seguido
por uma introdução ao programa
CAS conduzido por Ms. Zélia. Em
seguida, alunos e ex-alunos do
colégio subiram ao palco com suas
empolgantes apresentações sobre
seu trabalho nos projetos como
“Adopt a School”, desenvolvido na
região de Guaraqueçaba, Global
Link, em orfanatos como o Lar Dona
Vera e a Casa Amor Real, e o Culture
Exchange, com escolas públicas
como Lamenha Pequena e João Paulo
II em Piraquara. Os alunos não se
limitaram a falar apenas dos projetos,
mas compartilharam também suas
experiências pessoais de como essas
ações transformaram suas vidas,
tornando-os mais conscientes sobre
a importância da sustentabilidade
social.
ISC students presenting were:
Estavam entre os alunos participantes:
Global Link – Orphanage
•
•
Ana Beatriz Ferreira
Maria Tunholi
Public Schools Projects
•
•
•
•
Heloísa Pelanda
Rodrigo Lazzaris
Marius-René Côte
Victor Gomes
Adopt a School Project
•
•
•
•
Stefania Bonetti
Gabriela Gugelmin
Pamela Stürmer
Julia Wuestefeld
ISC Alumni Presenters:
Estavam entre os ex-alunos participantes:
•
Monique Domaredzky
Class of / Turma de 2008
•
Cristiane Heinrichs
Class of / Turma de 2010
23
STUCO and Jr. STUCO
STUCO e Jr. STUCO
The ISC middle and high school student councils
(STUCO & Jr. STUCO) are democratic, studentrun organizations which focus on the needs and
desires of the ISC secondary student body. The
councils are each comprised of student-elected
representatives including President, Vice-President,
Secretary, Treasurer, and Class Representatives. The
issues and projects addressed by STUCO and Jr.
STUCO during a given year will vary depending on
the specific interests of the student body.
Student council members are expected to be full
participants in the planning and implementation
of projects and activities, and must attend weekly
meetings. Members of STUCO & Jr. STUCO represent
pride and integrity at ISC, a pride and integrity that is
demonstrated in both their academic and personal
lives. They are models for the other students at ISC
and work to serve the needs of the student body with
dedication and consistency. STUCO members must
maintain a “C” average or better in every subject
area. STUCO is an organization of action. Its main
goal is to get things done, things that will serve the
interests of ISC and its student body.
STUCO Executive Officers
Os Membros Executivos do STUCO
Front row, left to right:
Na fileira da frente, da esquerda para a direita:
Pamella Cordoso, Heather Cordon, Gabriela Gugelmin,
Luiza Leão, Pamela Stürmer, Julia Wuestefeld
Back row, left to right:
Na fileira de trás, da esquerda para a direita:
Taciana Pereira, Mr. Fabiano Franklin, advisor; Gustavo
Bomfim, Maria Tunholi, and Heloisa Pelanda
Os conselhos estudantis do middle e do high school
do ISC (STUCO & STUCO Jr.) são organizações
democráticas, dirigidas por alunos com enfoque
nas necessidades e desejos do corpo estudantil do
elementary e secondary do ISC. Cada conselho é
composto por representantes eleitos pelos próprios
alunos, incluindo o Presidente, o Vice-Presidente,
o Secretário, o Tesoureiro e os Representantes
de Classe. Os assuntos e projetos dirigidos pelo
STUCO e o STUCO Jr. durante um determinado ano,
variam dependendo dos interesses específicos do
corpo estudantil.
Jr. STUCO Executive Officers
Os Membros Executivos do STUCO Jr.
Front row, left to right:
Na fileira da frente, da esquerda para a direita:
Camilla Díaz, Maria Clara Chen,
Mr. Tim Kenny, advisor; and Sofia Buzeti
Back row, left to right:
Na fileira de trás, da esquerda para a direita:
Barbara Conti, Isabela Vitta, Javiera Díaz, Kristie Cordeiro,
Mr. Fabiano Franklin, advisor; Gabriel Malucelli,
and Pedro Morais
24
Window to ISC • December / Dezembro 2010
Os membros dos conselhos devem ser participantes
ativos no planejamento e implementação de projetos
e atividades, bem como participar das reuniões
semanalmente. Eles servem de modelos para cada
aluno do ISC, além de trabalhar para servir ao corpo
estudantil com dedicação e consistência, também
representam o orgulho e a integridade no ISC, que
estão presentes tanto na vida acadêmica como na
vida pessoal. Os membros do STUCO devem manter
a média de suas notas igual ou superior a “C”, em
todas as matérias. O STUCO é uma organização de
ação. Sua principal meta é fazer com que tudo o que
interesse ao ISC e seu corpo estudantil se realize de
forma plena e eficiente.
Elementary STUCO
Elementary students now have their own student council.
The newly elected elementary STUCO officers are:
Os alunos do Elementary agora têm o seu próprio grupo
estudantil. Os membros eleitos foram:
President – Raphaela Carmargo
Vice-President – Vinicius Sousa
Treasurer – James Silvestre
Secretary – Isabelle Wisley
Presidente – Raphaela Carmargo
Vice-Presidente – Vinicius Sousa
Tesoureiro – James Silvestre
Secretária – Isabelle Wisley
Class representatives and alternates are: Thaisa Sant’Ana,
Iara Lorenzo, Tom Ekman, Gustavo Domaredzky, Anna
Paula Modderkolk, Maria Victoria Centa, Oded Riftin, André
Szazi, Marcela Kuzma, Livia Araujo, Felix Kärcher, Angelo
Chen, Leonardo Martins, and Mayara Massa.
Representantes de classe e suplentes - Thaisa Sant’Ana,
Iara Lorenzo, Tom Ekman, Gustavo Domaredzky, Anna Paula
Modderkolk, Maria Victoria Centa, Oded Riftin, André Szazi,
Marcela Kuzma, Livia Araujo, Felix Kärcher, Angelo Chen,
Leonardo Martins e Mayara Massa.
The ISC Elementary STUCO was created for the
purpose of:
O STUCO do Elementary foi criado com o objetivo de:
•
•
•
•
•
Representing the views of the student body
Enhancing the quality of school life
Assisting with whole school events
Teaching students about setting an agenda,
brainstorming ideas, problem-solving, voting, setting
action items, advertising, and citizenship skills.
Providing its members the pportunity to develop
leadership, organizational skills and work as part of a
team.
We are very pleased that our Elementary STUCO members
this year have chosen to be actively engaged in activities to
save the planet. So far they have sponsored a Green School
contest for the elementary to promote sustainable behaviors
by students and teachers, such as turning off lights and
recycling. They also have plans to join a new project called
Terracycle, which encourages “upcycling” trash and making
recycled items.
•
•
•
•
•
Representar a opinião do corpo discente;
Melhorar a qualidade de vida escolar;
Dar assistência a eventos da escola em geral;
Ensinar aos alunos sobre a importância da agenda,
debater ideias, solucionar problemas, fazer escolhas
por meio do voto, definir itens de ação, publicidade e
competências de cidadania;
Proporcionar aos seus membros o desenvolvimento
de liderança e habilidades organizacionais no trabalho
em equipe.
Estamos satisfeitos com a escolha de nossos membros do
STUCO em focar neste ano atividades para salvar o planeta.
Eles organizaram um concurso para um ”Colégio Verde”,
que buscou ajudar o Elementary a reforçar comportamentos
sustentáveis como o apagar a luz e a reciclagem. Há planos
também para que eles se filiem a um novo projeto chamado
“Terracycle”, que incentiva a reciclagem do lixo para a
confecção de produtos.
25
5 th Grade Native Americans
Museum
Museu do Índio Americano da 5ª Série
The fifth grade students recently studied about the First
Native Americans. In the course of their research, they
identified people who lived in the United States prior to
exploration and colonization as they researched facts
through the Internet and library materials. The students
took these facts and turned them into well written structured
paragraphs which were displayed on tri-fold boards and
illustrated their understanding of the material that was
researched. The students then showed understanding of
the material they had learned through a hands-on project
which was presented to their parents and peers. Teaching
students to write a well organized research paper can be
dull. But this hands-on method with cooperative learning
group interaction and a hands-on presentation of the paper
gave excitement to our teaching and learning strategies.
The students also created a replica of a Native American
home that was typical for their assigned tribe. The trifold boards and shelters were shown as a “walk through
museum” for parents and members of the school.
Each display told of the tribe’s region, food, clothing, shelter,
tools, weapons, ceremonies and customs. During the walk
through of the museum, students gave an oral presentation
to their visitors describing in detail the interesting facts they
had learned about their tribe.
26
Window to ISC • December / Dezembro 2010
Recentemente, os alunos da 5ª série estudaram sobre
os primeiros habitantes nativos das Américas. Por meio
de informação da Internet e materiais da biblioteca,
conheceram quem eram os habitantes da região dos
Estados Unidos antes de sua colonização e exploração.
Com os dados coletados, produziram um texto (parágrafo)
bem estruturado, além de desenhos e maquetes que foram
expostos para ilustrar o apreendido com a atividade. Ensinar
aos alunos como registrar na escrita uma pesquisa pode
ser complicado e cansativo. Porém, com a estratégia de
uma teoria aplicada à prática, somada à interação do grupo
na representação concreta das informações coletadas
(produção manual), pudemos garantir um clima motivador
à atividade.
As maquetes foram confeccionadas a partir da pesquisa
da arquitetura e engenharia utilizadas pela diferentes
tribos. Cada display falava sobre a região em que a tribo
se desenvolvera, sua alimentação, vestuário, moradia,
ferramentas, armamento, cerimônias e outros costumes
específicos.
Os trabalhos foram expostos em uma espécie de circuito,
onde os visitantes, ao passarem, recebiam informações e
explicações detalhadas sobre cada tribo pesquisada.
Used Book Sale
Feira de Livros Usados
A book-collecting contest was held in the elementary
school sponsored by the PTA. The contest was
about bringing books and creating a gigantic book
pile. The books of the PTA book pile would then be
sold at the used book fair. The winner was the class
that got the highest book pile, and the prize was a
free book for each student of the class.
First grade A got up to 2 inches which is 29
centimeters. First grade B got 10 inches, so 26
centimeters. Second grade got 50 inches which are
127 centimeters. Now let’s move on to third grade
who got 71 inches or 180 centimeters. Fourth grade
got 55 inches and in centimeters they got 140. Now
we come to the final winner! Fifth grade won with
116 inches or 295 centimeters! Some students were
interviewed and most of them brought at least some
books. All interviewed students said that recycling
books is a good thing to do, most of them said
that it doesn’t waste books and you can read new
ones. For the students that got interviewed it was
fun building the book pile because it was something
different, it was fun and you missed math period.
So fifth grade won and has bought their books. The
book sale is over and a lot of books were bought.
We look forward for another book pile contest or
something similar so that we can have more book
sales.
By / Por Carlo Mosel, 5th Grade Student / Aluno da 5ª série
Aconteceu no Elementary uma competição para
coleta de livros patrocinada pelo PTA. O desafio
consistia em trazer livros e organizá-los numa pilha
gigante. As obras estariam à venda na Feira do
Livro. A turma vencedora seria aquela com a maior
arrecadação e o prêmio uma obra para cada aluno.
Ao total as primeiras séries conseguiram 12.5
polegadas (32 cm), segunda série 50 polegadas
(127 cm), terceira série 71 polegadas (180 cm),
quarta série 55 polegadas (140 cm) e, por fim, a
grande vencedora, a quinta série, que conquistou
116 polegadas (265 cm). Alguns alunos foram
entrevistados e a maioria deles trouxe, pelo menos,
um livro. Todos consideram a reciclagem de livros
importante, a maioria deles disse que não disperdiça
livros e que é possível ler novos. Para eles montar a
pilha de livros foi divertido e diferente, pelo fato de
ficarem sem a aula de matemática.
A feira acabou com sucesso. Estamos ansiosos por
uma outra e divertida competição e para a próxima
venda de livros.
27
4th Grade Memories
Memórias da 4ª série
in the tournament we had fun
and did our best. This memory
is good because we were good
hosts of the tournament even
though we lost.
Emma Graf & Growing Beyond
a First Day ISC Memory
“Every new beginning comes
from some other beginnings
end.” My first day was beginning
and my last day at my school in
Germany had ended a while ago.
Guilherme Zart Hoher & An
ISC Sport Memory
My best memory at ISC so far
was the first soccer tournament
I played in. We were set to play
against the Everest and Bom
Jesus schools. I was the goalie
for the ISC team.
It was time to play versus Everest
and the first fifteen minutes of the
game went fine. Then suddenly,
BOOM! Everest had scored
its first goal. Our team was
disappointed but continued to
play on. In the next few minutes
ISC scored its first goal and now
it was one to one. Moving into
the last part of the game with
Everest, they scored two more
goals and we lost the game three
to one.
Against Bom Jesus we kept the
score to no goals in the first half.
Then twenty minutes into the
second half it happened, Boom!
They scored a goal and then
another goal ten minutes later.
Even though ISC came in last
28
Window to ISC • December / Dezembro 2010
My first day, when I was in
Second Grade B at ISC my
eyes got heavy in two seconds,
I started crying. My teacher,
Ms.Suzy, tried to calm me down.
After fifteen minutes I stopped
crying. But then we had to go to
P.S.L! I felt my eyes getting heavy
again after only five seconds,
I started to cry again! Then I
controlled it and stopped crying.
Next we went to recess which
was boring because I didn’t have
any friends yet! After recess was
over I realized we were going to
lunch, lunch was horrible! Most
of the afternoon, four hours was
long and I passed the time by
playing with my pencil. I thought
the school was too long because
in Germany school is only four
hours long up to fifth grade.
Finally I got home and told my
family about my awful first day.
Well after a few days I made a
new friend, Kayuky! After that
I made several more friends
making school life at ISC more
fun. I started to speak more and
more English and every day got
easier! Now look at how well I
write!
Iara Lorenzo & My ISC Singing
Experience Memory
Imagine having to show your
talent to a little less than a
hundred mothers, well that was
me not to long ago. Hi, my name
is Iara Lorenzo and I study at the
coolest school ever invented, it’s
called ISC.
Ok, now on to the memory. I
have to admit I love music, but
I think my music teacher, Mrs.
Mônica had gone too far this
time. You know why?
Mother’s Day was coming and
Mrs. Mônica was planning a
super big event. She asked me
to sing in front of the mother’s! I
couldn’t say no to this wonderful
teacher, but I couldn’t say yes
either. What if I make a mistake?
I’d have to move to Antarctica, or
else they would tease me for the
rest of my life! “Yes” What? Why
did I say yes? I should leave my
mouth closed. Forget it, it was
too late!
After two days I was fine again,
I was even having fun practicing
the song and helping out with
the costumes, I felt great! When
presentation day came I was
white as a ghost, I didn’t want to
eat, play or even move! I have to
tell you I was really nervous!
First the 1st Graders sang, then
the 2nd Graders, and after it was
3rd Grade’s turn, which meant
it was our turn. When I started
I was more than nervous, but
then, hey, I was having fun!
My mother told me she almost
fainted because of so much
proudness and happiness!
On that day I lived a simple but
important experience. On that
day I believed that someday I
would become a singer! Thanks,
Mrs. Mônica and to all the
people at I.S.C. who did, and still
do believe in me.
Guilherme Zart Hoher & Uma
Memória Esportiva – Memórias
ISC
Para mim, a memória mais marcante
no ISC foi o primeiro campeonato
de futebol que eu participei. Nós
fomos preparados para jogar contra
o Everest e o Bom Jesus. Eu era o
goleiro do time do ISC.
Foi na vez de jogar contra o Everest e
os primeiros quinze minutos de jogo
correram bem. Eis que de repente,
Boom! O Everest marcou o primeiro
gol. Nosso time ficou um pouco
abalado, mas continuou jogando com
vontade. Alguns minutos depois foi a
vez do ISC marcar seu primeiro gol.
Agora estávamos empatados em 1x1.
Enquanto nos encaminhávamos para
os minutos finais, o Everest marcou
mais duas vezes e nós perdemos o
jogo por 3x1.
Contra o Bom Jesus nós mantivemos
o jogo empatado até o final do
primeiro tempo. E foi aos vinte minutos
do segundo tempo que aconteceu,
Boom! Eles marcaram o primeiro gol
e dez minutos mais tarde marcaram o
segundo.
Mesmo com o ISC terminando em
último no campeonato nós nos
divertimos e demos o nosso melhor.
Essa memória é importante para mim,
porque apesar de termos perdido, nós
sediamos muito bem o campeonato.
Emma Graf & Crescendo além do
Primeiro Dia – Memórias ISC
“Todo recomeço vem do fim de algum
outro começo.” Meu primeiro dia
era o começo, e meu último dia em
minha escola na Alemanha havia sido
a algum tempo atrás.
Meu primeiro dia, quando eu entrei
na sala da 2ª Série aqui no ISC meus
olhos se encheram de lágrimas e eu
comecei a chorar. Minha professora,
Mrs. Suzy, tentou me acalmar e após
15 minutos ela conseguiu. Foi então
que tivemos que ir para o P.S.L.!
Foram necessários 5 segundos para
sentir meus olhos umedecendo
novamente, e comecei a chorar
mais uma vez! Mas dessa vez eu me
controlei e logo parei de chorar. Então
fomos ao recreio, que foi muito chato
pois eu não tinha nenhum amigo
ainda! Após o recreio eu me dei conta
que estávamos indo para o almoço.
O almoço foi horrível! Ainda tinha
que ficar a tarde toda, foram 4 longas
horas e eu fiquei brincando com meu
lápis para passar o tempo. Eu achei
que demorou muito para passar as
horas pois na Alemanha minha escola
durava apenas 4 horas por dia até a
5ª série. Finalmente cheguei em casa
e contei para minha mãe quão terrível
foi meu primeiro dia.
Bem, depois de alguns dias fiz uma
amiga, Kayuky! Depois dela vieram
muitos outros amigos e a escola
se tornou um lugar muito divertido.
Comecei a falar mais e mais inglês e
a cada dia ficava mais fácil. E agora,
veja como eu escrevo bem!
Iara Lorenzo & A Memória de Minha
Experiência Cantando – Memórias
ISC
Já imaginou você ter que mostrar
seu talento para quase cem mães?
Bem, não faz muito tempo eu estive
nessa situação. Olá, meu nome é Iara
Lorenzo e eu estudo na escola mais
legal que já existiu, ela se chama ISC.
Ok, a partir de agora focarei na
memória. Tenho que admitir que amo
música, mas acho que dessa vez,
minha professora de música Mrs.
Mônica havia ido longe demais. Sabe
por quê?
O Dia das Mães se aproximava e Mrs.
Mônica planejava um evento enorme.
Ela me pediu para cantar para as
mães! Eu não pude dizer “não” para
essa professora maravilhosa, mas eu
também não conseguia dizer “sim”.
E se eu errar? Eu teria que me mudar
para a Antártica, ou um outro lugar
qualquer no mundo onde eles não
pudessem tirar sarro de mim! “Sim”!
O quê? Por que eu disse “sim”? Eu
deveria manter minha boca fechada.
Agora esqueça, tarde demais!
Depois de dois dias eu estava
bem novamente, eu até estava me
divertindo ao ensaiar a música e
ajudando com as fantasias, me senti
muito bem! Quando chegou o dia da
apresentação eu estava pálida feito
um fantasma, eu não queria comer,
tocar ou mesmo me mexer! Eu estava
muito nervosa!
Os alunos da 1ª série cantaram,
depois veio a 2ª série, depois deles
a 3ª série, o que significa que era
chegada a minha hora. Quando eu
comecei, eu estava muito mais do
que nervosa, mas de repente, hey, eu
estava me divertindo!
Minha mãe disse que quase desmaiou
de tanto orgulho e alegria!
Nesse dia eu tive uma experiência
simples, mas muito importante. Eu
acreditei que um dia eu serei uma
cantora! Obrigada, Mrs. Mônica e a
todas as pessoas que acreditaram e
continuam acreditando em mim.
29
New Season in ECC
Uma nova estação no ECC
By / Por Mari Bolzani, ECC Principal / Diretora do ECC
Three
important
dates
were
celebrated with a wonderful picnic in
September at the ECC center. They
are the Arbor Day, Peace Day and
the beginning of Spring. On this day
the children came to school wearing
white clothes, brought delicious and
healthy snacks, and made necklaces,
head bands and bracelets.
At the school, the children learn how
to love and respect the nature by their
constant visit to the garden, and their
freedom to play in the Field among the
fruit trees that they have been planting
every year during this season, since
the year 2001. Now they are big, and
are producing shade and fruits.
learned at school, read beautiful
books on the topic, and planted trees
in vases so that they could be taken to
the new school.
To continue raising the awareness
and a love and respect for nature,
our ECC children were involved in a
variety of activities.
A school wide art project went on
during the whole month of September
and part of October. All the children
were involved in the creation of an
artistic Spring Board. All of it was
done with the use of a number of
recyclable materials such as paper
rolls, egg cartons, and PET bottles.
During the whole week, the children
learned about the characteristics of
Spring, made connections with what
they see in the streets and what they
30
Window to ISC • December / Dezembro 2010
Três
importantes
datas
foram
comemoradas com um delicioso
piquenique no ECC em setembro: o
Dia da Árvore, o Dia da Paz e o Início
da Primavera. Neste dia, as crianças
vieram para a escola vestindo roupas
brancas,
trouxeram
lanchinhos
gostosos e saudáveis, e fizeram
colares, coroas e braceletes com
flores.
Na escola, as crianças aprendem a
amar e a respeitar a natureza por suas
constantes visitas à horta e a liberdade
de brincar livremente no parquinho
entre as árvores frutíferas que plantam
todos os anos nesta mesma estação
desde 2001. As árvores agora estão
grandes e produzindo sombra e
frutos.
Com o intuito de dar continuidade ao
crescimento desta conscientização,
além do amor e do respeito pela
natureza,
nossas
crianças
se
envolveram em várias atividades.
Durante a semana inteira trabalhamos
com as características da primavera,
fazendo conecções com o que
nossos alunos viam nas ruas e o que
aprendiam na escola, lendo livros
sobre o assunto e plantando árvores
em grandes vasos que pudessem ser
levados para a escola nova.
O Centro de Educação Infantil
desenvolveu um projeto de artes
durante o mês de setembro e parte
do mês de outubro. Todas as crianças
participaram da produção artística
de um painel da primavera. Tudo foi
feito com material reciclável tais como
rolos de papel, caixas de ovos e
garrafas PET.
31
Education Today, The World Tomorrow
International School of Curitiba
Av. Dr. Eugênio Bertolli, 3900 • CEP 82410-530 • Curitiba, PR, Brazil
Tel. 55 41 3525-7400 • Fax 55 41 3525-7499
www.iscbrazil.com • [email protected]

Documentos relacionados