relatório da gestão - 2013

Сomentários

Transcrição

relatório da gestão - 2013
RELATÓRIO DA GESTÃO - 2014
Senhores Associados:
Em conformidade com as disposições legais e estatutárias, submetemos à
apreciação de Vossas Senhorias o Relatório da Gestão e as Demonstrações
Contábeis da Coamo Agroindustrial Cooperativa, acompanhadas do Relatório
dos Auditores Independentes e do Parecer do Conselho Fiscal, referentes as
atividades desenvolvidas no ano de 2014.
CENÁRIO AGRÍCOLA
O ano de 2014 começou com cotações em alta na Bolsa de Chicago, o soja
que encerrou o ano de 2013 na faixa de US$ 13 por bushel, passou à US$ 15
durante a colheita. Mesmo com a chegada da safra sul-americana a demanda
estava firme nos Estados Unidos, e para não ficarem expostos aos atrasos
nos portos sul-americanos, os chineses continuaram a comprar dos Estados
Unidos.
No entanto, como o mercado sempre se antecipa aos fatos, já em junho os
preços começaram a ceder, pois a nova safra dos Estados Unidos vinha com
área plantada superior à de 2013 e mostrava bom desenvolvimento. Na
colheita acabou se confirmando uma safra recorde, trazendo os preços ao
patamar de US$ 9 por bushel em outubro, praticamente no nível do custo de
produção deles.
A alta do dólar a partir de outubro reverteu a queda dos preços e trouxe
conforto para os produtores brasileiros, que puderam vender o saldo da safra
2013/2014 a preços melhores e também retomar a comercialização da safra
2014/2015, cujos insumos foram felizmente adquiridos antes da alta do
dólar.
2
Quanto ao milho, teve uma situação de mercado muito parecida com o soja,
mas podemos acrescentar que a demanda para o etanol se estabilizou e
deixou
de
absorver
o
aumento da
produção.
Um
dos
fatores
que
influenciaram essa estabilização na demanda do milho para etanol foi o
aumento na produção de petróleo proveniente do xisto nos Estados Unidos.
A
demanda
por
alimentos,
como
esperado,
continuou
a
crescer,
principalmente nos países asiáticos, o que ajudou a absorver o aumento da
produção.
Quanto ao trigo, tivemos o maior recebimento da história da Coamo. Porém,
apesar
do
Brasil
não
ser
autossuficiente
na
produção,
o
volume
comercializado, foi praticamente todo via PEPRO – Prêmio Equalizador Pago
ao Produtor.
FATOS RELEVANTES
Como principais fatos relevantes neste ano, destacamos a inauguração dos
Entrepostos de Xanxerê em Santa Catarina e Dourados no Mato Grosso do
Sul; entrega de um novo escritório e loja de peças em Maracaju e ampliações
dos escritórios das Unidades de Palmas e Vila Nova; a fase de acabamento
das obras do Moinho de Trigo que está previsto para inaugurar em março de
2015 e o início da construção dos Entrepostos de Vista Alegre no Mato
Grosso do Sul e Santa Maria do Oeste na região Centro do Paraná.
Problemas na comercialização dos produtos soja e milho tornaram o
escoamento da safra lento, obrigando a cooperativa buscar soluções com
armazenamento em silos bolsa e armazéns de terceiros, para atender o
recebimento dos produtos entregues pelos associados.
3
PRÊMIOS E RECONHECIMENTOS
Conquistamos importantes premiações e citações nas principais publicações
e entidades ligadas a economia nacional, demonstrando o reconhecimento do
desempenho da cooperativa e a qualidade de nossos produtos e serviços
decorrentes de uma atuação responsável.
INVESTIMENTOS
Visando melhorar o recebimento, a armazenagem da produção e a qualidade
no atendimento dos associados, bem como ampliação do parque industrial e
renovação e ampliação da frota de veículos, a Coamo investiu o montante de
R$ 431,55 milhões. As melhorias foram realizadas em 114 Entrepostos/Áreas
e Indústrias.
RECEBIMENTO DE PRODUTOS AGRÍCOLAS
Recebemos neste ano 7,00 milhões de toneladas de produtos agrícolas,
correspondendo a 3,6% da produção nacional de grãos e fibras. Para esse
recebimento, contamos com uma estrutura adequada e ágil composta por
115 unidades de recebimento de produtos agrícolas, estrategicamente
instaladas em nossa área de atuação, que abrange 68 municípios nos
Estados do Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul. A nossa
capacidade estática de armazenagem é de 4,86 milhões de toneladas a granel
e 920,14 mil toneladas de ensacados.
Para
a
movimentação
dos
produtos
recebidos,
bem
como
dos
industrializados, dispomos de um frota própria de 678 caminhões, sendo que
utilizamos ainda mais de 1.500 caminhões de frota de terceiros.
Na assistência técnica e serviços administrativos utilizamos uma frota
própria de 616 veículos leves.
4
INDUSTRIALIZAÇÃO
Nosso Parque Industrial é composto por duas indústrias de esmagamento de
soja, refinaria e envase de óleo de soja, fábrica de gordura vegetal e
margarina, moinho de trigo, torrefação e moagem de café e duas fiações de
algodão. Nas indústrias, observam-se rigorosos controles de qualidade na
produção, em atendimento às exigências do mercado e aos requisitos dos
sistemas de gestão da segurança alimentar e de qualidade implantados. Em
2014, industrializamos 1,50 milhão de toneladas de soja, 59,68 mil toneladas
de trigo, 3,25 mil toneladas de café beneficiado e 9,54 mil toneladas de
algodão em pluma.
ALIMENTOS COAMO
Os Alimentos Coamo comercializados com as marcas Coamo, Primê, Anniela,
Sollus e Dualis são compostos por óleo de soja refinado, margarinas,
gorduras vegetais, farinhas de trigo e café torrado em grãos e moído. Neste
ano foram lançadas novas versões das margarinas Coamo Família, Coamo
Extra Cremosa e Coamo Light, com novo aroma, sabor e embalagem. O
faturamento desse setor atingiu o montante de R$ 767,41 milhões.
EXPORTAÇÕES
Nossas exportações de produtos agrícolas industrializados e in natura foi de
1,80 milhão de toneladas, atingindo o montante de US$ 903,69 milhões. Com
esse montante de exportação ocupamos a 37ª posição entre as maiores
empresas exportadoras do Brasil e a 1ª empresa Paranaense. As exportações
foram realizadas por meio dos terminais marítimo da Coamo e de terceiros no
Porto de Paranaguá no Paraná e pelo Porto de São Francisco do Sul em Santa
Catarina. Além desses volumes, foram comercializadas 960,70 mil toneladas
de produtos destinados à exportação, no montante de US$ 409,53 milhões.
5
ASSISTÊNCIA TÉCNICA E BENS DE FORNECIMENTO
Com a finalidade de levar ao quadro social a aplicação de alta tecnologia no
cultivo da terra, contamos com um quadro técnico agronômico e veterinário
composto por 270 profissionais. Os insumos necessários para a condução
dos empreendimentos rurais dos associados foram fornecidos nas épocas
oportunas de forma a cumprir com os objetivos da cooperativa. O
faturamento dos bens de fornecimento atingiu o montante de R$ 2,51
bilhões, representando um crescimento de 9,4% em relação ao ano anterior.
DESEMPENHO ECONÔMICO-FINANCEIRO
Neste ano o conjunto de atividades da cooperativa proporcionou receitas
globais de R$ 8,68 bilhões, com um crescimento de 6,2% em relação ao ano
anterior. As receitas globais só não foram maiores devido a alguns fatores
ocorridos neste ano, onde destacamos o atraso na retirada dos insumos da
safra 2014/2015 por parte dos associados, face a prorrogação do plantio pela
falta de chuvas e a não comercialização de boa parte das safras de soja e
milho
pelos
associados,
que
retiveram
os
produtos
na
cooperativa
aguardando uma melhor época para comercializar. O EBITDA (sobra antes de
juros, impostos, depreciação e amortização), alcançou o montante de R$
628,03 milhões e a sobra líquida atingiu R$ 647,70 milhões, representando
um aumento de 24,6% em relação ao ano de 2013.
O Ativo Total atingiu o montante de R$ 7,00 bilhões e o Patrimônio Líquido
R$ 3,14 bilhões, representando um crescimento de 15,0% em relação ao ano
anterior.
Os principais índices foram: liquidez corrente 1,68, liquidez geral 1,40,
margem de garantia 181,4% e o grau de endividamento 55,1%.
6
MEIO AMBIENTE
Por meio do seu quadro técnico, a Coamo orienta e utiliza as melhores
práticas agronômicas e industriais que visam a produção responsável de
alimentos, a preservação do meio ambiente e a racionalização do uso dos
recursos naturais. Objetivos que se concretizam com a adoção de técnicas
como o plantio direto, adubação verde, rotação de culturas, manejo integrado
do solo e da água, recuperação de matas ciliares, integração lavoura pecuária
e agricultura de precisão.
Destacamos a produção de lenha para obtenção de energia calorífica de fonte
renovável em áreas próprias de reflorestamento com 3,71 mil hectares,
devidamente regularizada com a legislação florestal e ambiental, e o
recolhimento de embalagens vazias de defensivos agrícolas, que em 2014 foi
de 2,52 milhões de embalagens.
Neste ano, dentro do Programa de Qualidade “5S” foi agregado o “S” da
Sustentabilidade, onde os funcionários da cooperativa foram conscientizados
à “Reciclar suas Atitudes”, contribuindo com a preservação do meio
ambiente, por meio da reciclagem do lixo em suas residências e na empresa.
COMUNIDADE
Durante o ano, os nossos funcionários, voluntariamente, realizaram diversas
ações em prol das comunidades, com o objetivo de conscientizar, unir e
beneficiar o próximo.
Utilizando-nos da lei de incentivos fiscais, destinamos também recursos ao
Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, para 37
municípios de nossa área de ação, no valor total de R$ 266,03 mil.
7
Com o tema “A felicidade começa com fé!”, foi realizado o tradicional evento
“Natal de Luzes da Coamo”, que faz parte do calendário de atrações de final
de ano em Campo Mourão e contou com a participação de mais de seis mil
pessoas.
Patrocinamos por meio da Lei Municipal de Incentivo ao Esporte de Campo
Mourão, os projetos Tênis de Mesa para Todos, Tênis de Mesa Ping Pong e
Futsal Rendimento.
ASSOCIADOS
Realizamos semestralmente as tradicionais reuniões de campo, que contaram
com a participação de milhares de associados.
Realizamos a edição 2014 do Programa Coamo de Integração da Família
Cooperativista – FamíliaCoop, que contou com a participação de 1.500
mulheres. O FamíliaCoop tem a finalidade de valorizar e capacitar as
associadas, esposas e filhas de associados, além de propiciar o conhecimento
dos
benefícios
disponibilizados
pela
Cooperativa
na
condução
e
administração dos negócios.
Em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – Senar, foi
realizado em várias unidades da Coamo, o Curso Mulher Atual, destinado às
associadas, filhas e esposas de associados que tem como finalidade despertar
o potencial e empreendedorismo na mulher.
Investimos também na formação e educação cooperativista com o “Programa
COAMO de Formação de Jovens Líderes Cooperativistas”, que é considerado
pela Organização das Cooperativas Brasileiras - OCB e a revista Globo Rural,
como o melhor programa de educação cooperativista do país, o qual com a
formação da sua 18ª turma, já atingiu mais de 750 jovens associados
8
treinados, com ensinamentos para a formação de uma nova geração de
empreendedores rurais.
Realizamos durante o ano 1.273 eventos nas áreas técnica, educacional e
social, onde foram envolvidos 44.816 participantes. Esses eventos tem como
finalidade proporcionar ao quadro social da cooperativa o conhecimento
técnico para aumento da produtividade em suas atividades e, para a família
associada a melhoria da qualidade de vida.
Encerramos o ano com 27.398 associados, que mais uma vez fizeram a
diferença com uma participação expressiva nas atividades da Coamo.
RECURSOS HUMANOS
Investimos constantemente no desenvolvimento dos funcionários, sendo que
neste ano realizamos 2.587 eventos de capacitação, com 23.547 participantes
e grande parte desses eventos contaram com o apoio do Serviço Social de
Aprendizagem do Cooperativismo – SESCOOP/PR.
Com o Programa Jovem Aprendiz, proporciona-se aos participantes uma
experiência única e capaz de trazer ao jovem adolescente a sua iniciação
profissional e ampliando as oportunidades de emprego.
O reconhecimento daqueles que já fazem parte do quadro de funcionários é
uma das políticas da cooperativa e para isto temos investido na qualificação e
capacitação dos mesmos, sendo que neste ano promovemos internamente
14,6% do quadro de funcionários.
Encerramos o ano com 6.727 funcionários efetivos e utilizamos uma média
mensal de 1.597 colaboradores temporários e terceirizados.
9
IMPOSTOS, TAXAS E CONTRIBUIÇÕES
Neste ano, geramos e recolhemos o montante de R$ 335,27 milhões em
impostos, taxas e contribuições sociais.
AGRADECIMENTOS
O sucesso e os bons resultados obtidos pela Coamo neste ano devem-se a
confiança e ao apoio dos nossos associados nas suas operações com a
cooperativa e a dedicação, comprometimento e profissionalismo dos nossos
funcionários.
Agradecemos a todos pelas suas atuações que possibilitaram o bom
desempenho
alcançado
pela
Coamo
e
também
aos
nossos
clientes,
fornecedores, instituições financeiras e demais entidades pela colaboração e
parceria saudável.
Agradecemos a Deus por mais um ano de atividades a frente da Coamo, em
companhia dos nossos diretores, conselheiros, associados, funcionários e
demais colaboradores.
Muito obrigado.
Engº. Agrº. JOSÉ AROLDO GALLASSINI
Diretor Presidente

Documentos relacionados

Brasil - aimfr

Brasil - aimfr Visita de Estudo - Jovens dos 7º e 8º anos da Associação Casa Familiar Rural Antônio Carlos de Oliveira Jovens dos 7º e 8º anos da Associação Casa Familiar Rural Antônio Carlos de Oliveira de IRETA...

Leia mais

40 ANOS:

40 ANOS: O idealizador da Coamo também conduziu os primeiros experimentos de trigo na região de Campo Mourão, entre abril a setembro de 1969, com trabalho de pesquisa de variedades, adubação, calagem e époc...

Leia mais