P417_2005 - Agroecologia em rede

Сomentários

Transcrição

P417_2005 - Agroecologia em rede
AGROECOLOGIA NO MEIO-OESTE ESTADO-UNIDENSE: O
CONSORCIO BRASIL-EUA
Agroecology At U.S. Midwest: The Brazil-Us Consortium
Daniel Enriquez Hidalgo1; Marcelo de Albuquerque Vaz Pupo2; Marcelo Venturi3; Thaís
Pinto Ferraz4
1,3
Universidade Federal de Santa Catarina/UFSC – Centro de Ciencias Agrárias/CCA –
Rod. Admar Gonzaga, 1356, Itacuruvi, Florianópolis/SC
2,4
Rua Duarte da Costa, 740, Vila Nogueira, CEP13088-010, Campinas/SP
1
[email protected]; [email protected]; [email protected];
4
[email protected]
RESUMO
O Consórcio Brasil-Estados Unidos em Agroecologia e Desenvolvimento Rural Sustentável
(CASRD) financiado pela parceria CAPES-FIPSE promove o intercâmbio de estudantes entre
as universidades brasileiras (UFSC e UNICAMP) e estado-unidenses (UC-Berkeley e UNLincoln). Durante este intercâmbio, tivemos a oportunidade de acompanhar durante dois meses
algumas disciplinas ministradas na Universidade de Nebraska no campus de Lincoln, nas quais
pudemos participar, analisar e comparar o sistema de estudo estado-unidense com o brasileiro.
Estivemos matriculado num curso à distância oferecido pela Universidade de Ciências Naturais
da Noruega, quando conceitos agroecológicos foram discutidos com estudantes de varios
paises utilizando a internet. Em uma segunda etapa visitamos durante 8 semanas cinco
fazendas do estado de Nebraska: Common Good Farm, Shadow Brook Farm, Branched Oak
Farm, Bluff Valey Farm e KP Ranch (2 orgânicas certificadas, 1 sem certificação, 1 em processo
de conversão e 1 convencional). Na terceira e última etapa do programa participamos de um
curso entitulado Análise de Agroecossistemas no estado de Iowa. Nele visitamos e analisamos
fazendas e instalações agrícolas no meio oeste estado-unidense. Realizamos uma série de
relatórios ao término de cada etapa com o intuito de avaliação do nosso desenvolvimento por
parte do professor Charles Francis, encarregado do programa em Lincoln.
PALAVRAS-CHAVE: agroecologia, intercâmbio, agricultura familiar, experiência prática.
ABSTRACT
The Brazil US Consortium on Agroecology and Sustainable Rural Development, financed by
CAPES-FIPSE, promotes the exchange of undergraduate students from Brazilian Universities
(Federal University of Santa Catarina and State University of Campinas) and US Universities
(University of California- Berkeley and University of Nebraska-Lincoln). Through this program,
we had the opportunity of taking some subjects, during two months, at the University of
Nebraska, Lincoln campus, in which we could participate, analyze and the compare the U.S.
educational system to that of Brazil. We enrolled in a non-presential course, granted by the
University of Natural Sciences, Norway, in which agroecological concepts were discussed
among students of various countries by means of the internet. Subsequently, during 8 weeks,
we visited five different farms in Nebraska: Common Good Farm, Shadow Brook Farm,
Branched Oak Farm, Bluff Valley Farm and KP Ranch (two organically certified, one noncertified, one in the process of certification and one conventional). The third and last phase of
the program consisted of a course in Iowa denominated Agroecosystem Analysis in Iowa State.
As part of the program, we then visited and analyzed farms and other agricultural establishments
of the Midwest, U.S.A. At the end of each phase, reports on our participation and development,
were then evaluated by Professor Charles Francis, in charge of the program in Lincoln.
KEY WORDS: agroecology, exchange, family farmer, practical experience.
INTRODUÇÃO
O Consórcio Brasil-Estados Unidos em Agroecologia e Desenvolvimento Rural
Sustentável (CASRD), financiado pela parceria CAPES-FIPSE, promove desde 2003 o
intercambio de estudantes de graduação entre universidades brasileiras (Universidade
Federal de Santa Catarina e Universidade Estadual de Campinas) e estado-unidenses
(Universidade da California - Berkeley e Universidade de Nebraka - Lincoln).
O processo de industrialização na área agrícola, praticado há mais de 40 anos, além de
não solucionar problemas como pobreza rural e acesso alimentar gera o esgotamento
dos recursos naturais necessários para garantir uma produtividade a longo prazo que
respeite a diversidade biológica e cultural dos agroecossistemas envolvidos.
O CASRD permite aos estudantes que desenvolvam conhecimentos na área de
agroecologia, disciplina intimamente relacionada ao manejo e gerenciamento de
sistemas agrícolas sustentáveis. A proposta deste trabalho é apresentar a experiência
de quatro estudantes brasileiros que desenvolveram suas atividades acadêmicas no
meio oeste estado-unidense durante os meses de março a agosto de 2005, assim como
as características do programa de intercâmbio que permitiram um profundo
amadurecimento dos conceitos agroecológicos à partir de intenso contato com
agricultores familiares.
DESENVOLVIMENTO
Todas as atividades desenvolvidas neste programa foram supervisionadas e orientadas
pelo Professor Doutor Charles Francis. Durante os primeiros 2 meses do programa
dedicamo-nos às aulas na Universidade de Nebraska – Lincoln. Participamos das
seguintes aulas: Agroecologia, Produção Orgânica, Agricultura Internacional e
Planejamento Urbanístico em Áreas Rurais. Tivemos participação ativa durante as
aulas apesar de não estarmos matriculados. Um dos objetivos do programa durante a
participação nas aulas foi a percepção de como ocorre o processo educacional. Foram
incluídas atividades em sala como: discussões, apresentações de seminários,
participação em aulas, excursões e visitas. Todas as experiências durante tal período
foram descritas em um relatório no qual um dos objetivos foi a comparação entre os
processos de ensino estado-unidense e brasileiro, alem de descrição das nossas
impressões durante as aulas. Paralelamente participamos de um Curso à distância:
“Ecologia de fazendas e sistemas agro-alimentares”, promovido pela Universidade de
Ciências Naturais da Noruega (UMB). Aprendemos metodologias para diagnosticar e
desenvolver propostas aplicadas em um estudo de caso real de uma fazenda orgânica
Dinamarquesa, sempre desenvolvendo trabalhos em conjunto com estudantes de
diversos países.
Os dois meses seguintes incluíram visitas a cinco diferentes fazendas no estado de
Nebraska: Branched Oak, Shadow Brook, KP Ranch, Comoon Good e Bluff Valley.
Ajudamos com o trabalho diário do lugar e desenvolvemos um projeto de interesse
particular, além de aprender sobre as práticas utilizadas. Ao final da etapa de trabalho
nas fazendas realizamos um relatório com nossas atividades. A Branched Oak Farm
baseia sua economia na criação de gado de corte e leite, sendo estes principalmente
da raça Angus e Jersey, e na produção de ovos. Eles posuem uma pequena loja na
qual vendem ovos, cortes de carne, leite, entre outros produtos artesanais e orgânicos.
Na Shadow Brook Farm produzem vegetais e plantas ornamentais, assim como
possuem um pequeno rebanho de cabras, das quais vendem e consomem o leite e
aproveitam os seus dejetos como adubo. É importante salientar que os produtos
possuem certificação orgânica e são bastante reconhecidos nas feiras livres de Omaha
e Lincoln. Também vendem sua producao para uma cooperativa de produtos orgânicos
entre outros do ramo.
O KP ranch dedica-se principalmente à criação de Mini Hereford. Estes animais de
menor porte são eficientes no pastoreio já que possuem maior ganho de peso do que
outros, além de gerar menos erosão por serem mais leves. Mesmo contando com
caracteristicas mais ecológicas desta raça, os Pettersen não demostraram nenhum
interesse pela utilização de práticas mais sustentáveis.
A Common God produz boa variedade de vegetais e ovos sendo que sua produção é
vendida através de CSA (Comunidade de Suporte à Agricultura), um sistema de apoio à
agricultura no qual famílias financiam a produção através da compra antecipada de
produtos. Possuem certificações orgânica e biodinâmica.
Por último A Bluff Valley, operam a fazenda há 4 gerações, a qual é dedicada à
produção de milho, soja, gado de corte e ovinos de corte. Eles apresentam interesse
por produção orgânica e estão em processo de transição de 30 acres para produção de
grãos orgânicos.
Após a visita às fazendas participamos de um curso de uma semana entitulado:
“Análise de Agroecossistemas” no estado de Iowa. Tal curso incluiu várias leituras,
discussões e principalmente visitas a diversas fazendas nos estados de Iowa,
Nebraska, Minessota e South Dakota, principal região do “Corn Belt”. A avaliação foi
feita com base nas participações em diversas atividades durante o curso, incluindo uma
apresentação oral. Após o término do curso os grupos tiveram que submeter um
trabalho conclusivo, que foi usado para obtenção da nota final de cada aluno.
CONCLUSÕES
Acreditamos que tal consórcio foi de fundamental importância para nossa formação e
contribuiu fortemente ao nosso interesse em Agroecologia. Tal programa caracteriza-se
principalmente por possibilitar-nos a experiência de viver em fazendas e ter contato
direto com agricultores e práticas orgânicas e agroecológicas. Essa vivência mostrouse extremamente rica, pois nos fornece maiores parâmetros para análise da real
situação da agricultura nos Estados-Unidos e bases para comparações com a realidade
brasileira.