Online nº 23 Maio 2013 - Fresenius Medical Care

Сomentários

Transcrição

Online nº 23 Maio 2013 - Fresenius Medical Care
Maio de 2013
nº23
Fresenius
comemora
ano do
centenário
DESTAQUES
100 anos
fresenius
Comemorações
Pág.4
Nephrocare arcos
de valdevez
Recolocação da unidade de
diálise do Alto Minho
Pág.5
Dia mundial do rim
Rastreio de prevenção na cidade
da Maia com o apoio da Fresenius
Pág.6
02
Editorial
Nesta edição especial que dedicamos à história da Fresenius, vamos ter oportunidade de passar um olhar
detalhado sobre os seus primeiros 100 anos de atividade.
Ao celebrarmos estes 100 anos, temos muito a quem agradecer: à visão e às decisões ousadas e inteligentes
de muitos dos executivos da empresa, assim como ao trabalho constante e diligente de todos os seus
colaboradores, tanto no passado como no presente.
Estes 100 anos são também testemunho do forte compromisso da empresa com os pacientes que dependem
da prestação dos nossos serviços clínicos, bem como do compromisso de continuarmos a assegurar um
desenvolvimento sustentável e com sucesso no futuro.
Pessoalmente, estou orgulhoso e agradecido de que também a filial
Portuguesa seja protagonista destacada neste percurso que
é de sucesso.
Apesar das situações desafiantes com que nos deparamos
todos os dias, e perante as incertezas que se perspetivam
tendo em conta a atual situação das economias e das
sociedades em todo o mundo, considero que possuímos
talento para criar mais-valias e benefícios para todos os
intervenientes, sobretudo para os doentes IRCTs.
O fundador da empresa, o Dr. Eduard Fresenius, não
teria imaginado à época que hoje o grupo Fresenius
teria mais de 160 mil colaboradores em todo o
mundo ou que o seu maior segmento de negócio (a
Fresenius Medical Care) seria responsável, ao dia de
hoje, por resultados acima de USD 14 biliões, que a
nossa região tratasse mais de 135 mil doentes em 30
países, e que mais de 50% dos 850 mil hemodialisados
nesta região seriam tratados com os nossos produtos.
Eu, pessoalmente, sou e estou otimista sobre o futuro da
nossa empresa.
Bem-haja, Fresenius, neste seu primeiro Jubileu.
Ricardo DaSilva
Presidente do Conselho de Administração
Internacional
03
100 ANOS FRESENIUS
O ano do centenário Fresenius
As origens da Fresenius remontam ao
laboratório da farmácia Hirsch em Frankfurt.
Em 1 de outubro de 1912, com apenas
sete colaboradores, Eduard Fresenius
transforma o laboratório da farmácia
Hirsch numa empresa farmacêutica,
tendo funcionado nestas instalações até
1934, altura em que se desloca para Bad
Homburg, onde ainda hoje tem sede.
A empresa comemorou o seu centenário
no passado dia 1 de outubro, encontrando
nos seus colaboradores a lealdade, o
compromisso e o espírito de iniciativa que
lhe permitiram atingir um grande potencial
durante o século passado e continuar
de forma sólida a ser uma empresa
para o futuro. A evolução sustentada
da companhia nos últimos 100 anos,
transformou-a num dos maiores grupos de
Atualmente fazem parte do grupo
Fresenius cinco áreas de negócio: Fresenius
Medical Care, Fresenius Kabi, Fresenius
Helios, Fresenius Vamed e Fresenius
Biotech. Em todo o mundo a Fresenius tem
mais de 160.000 colaboradores espalhados
pelos cinco continentes.
Nesta mesma data a Fresenius Medical
Care comemorou 34 anos, dos quais 19 de
presença direta em Portugal.
saúde à escala mundial.
Os seus produtos e serviços continuam a
melhorar diariamente a vida de milhares
de pessoas em todo o mundo.
A Fresenius está de parabéns, tal como
todos aqueles que com ela partilham este
aniversário!
Alguns dos momentos que fizeram a nossa história...
1462
A Farmácia
Hirsch é
inaugurada em
Frankfurt. A
família Fresenius
torna-se
proprietária no século XVIII, quando Johann Philipp
Fresenius assume o negócio.
1912
Nasce a empresa Dr. E. Fresenius, com a conversão
do laboratório da farmácia numa pequena fábrica,
dando assim origem aos alicerces de um dos maiores
grupos de cuidados de saúde da atualidade - a
Fresenius.
1934
A fábrica é
separada da “Farmácia Hirsh”, e
transferida para
Bad Homburg. A
empresa aumenta o número de colaboradores para cerca de 400.
1951
Nasce Else Frenau, filha adotiva do Dr. Eduard Fresenius. Geriu a empresa até 1981 e em 1983 criou a
Fundação Else Kröner-Fresenius para promoção do
desenvolvimento das ciências médicas.
1966
2003
A Fresenius inicia a comercialização de máquinas
de hemodiálise, produzidas por fabricantes fora da
Alemanha. Em 1968 começa a testar as suas próprias
máquinas, como a Peritokomb.
1979
Inicia-se a
produção da
máquina de
hemodiálise
A2008 numa
fábrica recém
adquirida em Schweinfurt, na Alemanha. Esta torna-se no equipamento de hemodiálise mais vendido
em todo o mundo, posição de liderança mundial
assegurada até hoje graças aos subsequentes
modelos produzidos pela Fresenius Medical Care.
1986
A Fresenius emite ações e torna-se uma empresa
cotada na bolsa de valores de Frankfurt.
1996
É fundada
a Fresenius
Medical Care. Em
2012, é o maior
fornecedor
mundial de
produtos e serviços de diálise, com mais de 3.000
clínicas e cerca de 250.000 doentes em tratamento.
na Europa, na Ásia e nos EUA.
A Fresenius
Medical Care
produz mais de
50 milhões de
dialisadores por
ano em fábricas
2005
A Fresenius adquire o HELIOS Kliniken Gruppe,
com mais de 17.000 colaboradores e um volume
de vendas de 1,2 mil milhões de euros em 2004,
tornando-a assim numa das mais importantes
gestoras de hospitais privados na Alemanha.
2007
A Fresenius
torna-se uma
Sociedade
Europeia (SE). Em
2011 converte
as ações
preferênciais em ações ordinárias, transformando-se
numa sociedade por ações - Fresenius SE & Co. KGaA.
2012
Em outubro celebrou o seu centésimo aniversário.
Com a sua atividade em cerca de 100 países, conta
com mais de 160.000 colaboradores, espalhados
pelos cinco continentes.
INICIATIVAS & EVENTOS
04
100 ANOS FRESENIUS
Comemorações em Portugal
A par da comemoração do centenário da Fresenius, em Portugal assinalaram-se também os nossos
34 anos, dos quais 19 de presença direta no mercado português. Marcámos este aniversário com o
desenvolvimento de vários projetos na área da responsabilidade social, ambiente & sustentabilidade,
prevenção & educação e notoriedade .
“A Insuficiência Renal e os Portugueses”
“100 ANOS - 100 ÁRVORES”.
42ª campanha do Banco Alimentar Contra a Fome
No dia 11 de outubro teve lugar a
apresentação do estudo “Perceção sobre
a saúde em geral e a Insuficiência Renal
Crónica” realizado com o objetivo de
avaliar qual o grau de conhecimento
que os portugueses têm relativamente à
prevenção da saúde e da doença renal em
particular. Paralelamente foram também
apresentadas as conclusões do estudo
de satisfação nas clínicas de hemodiálise
da Fresenius, relativo às condições de
serviço, relação com os profissionais e
atitude comportamental dos doentes com
insuficiência renal.
A apresentação dos resultados contou
com análise e comentários do Prof. Dr.
Paulo Moreira, Prof. da Escola Nacional
de Saúde Pública e do Dr. Pedro Ponce,
Diretor Médico Nacional da Fresenius
Medical Care Portugal.
Uma das principais conclusões do “Estudo
de perceções sobre a saúde em geral e a
Insuficiência Renal Crónica” é o facto de
86,5% da população portuguesa estar
sensibilizada para a importância de se
desenvolverem esforços de alerta na
prevenção regular da saúde e 52,5% em
especial nas doenças renais, reconhecendo
a necessidade de implementar campanhas
preventivas mais eficazes nesta área.
Entre 11 e 13 de outubro, decorreu nas
clínicas Nephrocare a campanha “100
ANOS - 100 ÁRVORES”. Esta iniciativa
fez também parte do conjunto de
ações comemorativas do centenário da
companhia, em que envolvemos as nossas
unidades de diálise de norte a sul do país.
Realçámos com esta campanha a
importância que a Fresenius dá à
preservação da natureza e dos seus
recursos, para benefício das gerações
presentes e futuras, sensibilizando
para a necessidade cada vez maior
de um desenvolvimento sustentável
do ambiente. Esta ação contou com
a participação de colaboradores e
doentes nas diversas unidades, onde
plantámos uma árvore autóctone
(oliveira), reforçando simbolicamente essa
preocupação inerente à cultura e estrutura
da Fresenius.
O presidente da Fresenius Medical Care, o
Dr. Ricardo Da Silva, acompanhou a ação
na unidade de diálise de Santarém, com a
presença de membros da equipa, doentes
e familiares, reforçando a importância
do contributo de cada um para a causa
ambiental.
A Fresenius apoiou a 42ª Campanha
do Banco Alimentar Contra a Fome,
assegurando a recolha numa superfície
comercial em Lisboa. O balanço foi
muito positivo, os nossos 42 voluntários
conseguiram reunir mais de 3 toneladas
de géneros alimentares, ultrapassando
os valores realizados nesta loja em 2011.
Através do apoio a estas campanhas a
Fresenius promove o apoio social aos
doentes insuficientes renais crónicos mais
carenciados, recorrendo essencialmente
ao suporte alimentar, através de cabazes
de alimentos, refeições nas instituições
e apoio domiciliário. O nosso serviço
de assistência social, no último ano
identificou e encaminhou mais de 1100
casos entre os nossos doentes.
Marcámos também o centenário da
Fresenius com o lançamento de uma
carteira de selos personalizados com
a temática “100 anos Fresenius” . Um
compromisso selado pela companhia para
com todos aqueles que fazem parte do
seu presente e do seu futuro.
Nacional
05
investimentos
Antiga unidade de diálise do alto minho
recolocada em Arcos de Valdevez
No último trimestre de 2012 assistimos à abertura da nova unidade de diálise do Alto
Minho, em Arcos de Valdevez. A recolocação das antigas instalações de Ponte da Barca,
com mais de 20 anos de atividade, foram uma aposta da Fresenius no bem-estar dos
doentes.
A nova unidade iniciou funcionamento em outubro com a mais recente tecnologia
e conforto ao dispor dos utentes. Este projeto reflete o esforço e a aposta contínua
da Fresenius na melhoria dos serviços de diálise da região, com um investimento em
instalações e novas tecnologias que rondou os 1.800.000 euros.
As instalações da NephroCare em Arcos de Valdevez, localizadas na Santa Casa da
Misericórdia, disponibilizam uma estrutura inovadora que assegura, atualmente,
tratamento de hemodiálise a cerca de 70 doentes da região. Com 25 postos de diálise,
a nova unidade, inserida num terreno de 1.700 m2, tem capacidade para tratar cerca de
150 doentes insuficientes renais crónicos.
Neste espaço aliam-se as melhores terapêuticas de diálise, a mais recente tecnologia
nos equipamentos, com o sistema de diálise 5008, e uma equipa que envolve mais de
30 profissionais, onde a humanização, a dedicação e o empenho são igualmente de
destacar.
A unidade foi planeada tendo em conta a eficiência e uma utilização otimizada dos
recursos relevantes em diálise, que apresentam vantagens económicas, logísticas e
ambientais. A clínica está dotada de um sistema de tratamento de água e fluidos para
hemodiálise dos mais seguros a nível mundial.
Ficha técnica
NEPHROCARE ARCOS DE VALDEVEZ
LOCALIZAÇÃO:
Quinta do Paraíso
Edifício Vila Gerações
Vila Fonche
4970-748 Arcos De Valdevez
CONTACTOS:
Diretor Clínico:
Dr. Leonídio Dias
Enfº Chefe:
Enfº Manuel Moreira Bastos
Telf. 258 510 120
Fax. 258 510 129
INICIATIVAS & EVENTOS
06
RINS PARA A VIDA, PARE A LESÃO RENAL AGUDA
Dia Mundial do Rim 2013
No passado dia 14 de março assinalou-se o Dia Mundial do Rim, com o tema “Rins para
a Vida, Pare a Lesão Renal Aguda”. Neste dia relembrou-se a importância de alertar a
população para as doenças que fazem com que o rim, subitamente, deixe de ser capaz
de cumprir as suas funções. Das várias iniciativas que decorreram no país, a Fresenius
Medical Care apoiou a Associação de Doentes Renais do Norte de Portugal no rastreio de
prevenção das doenças renais realizado na cidade da Maia. As atividades relacionadas
com o rastreio consistiram na medição da glicémia, tensão arterial, pesagem, frequência
cardíaca, realização de questionário de avaliação e distribuição de folhetos e conselhos
sobre a temática da prevenção da doença renal. Foram triadas e avaliadas mais de 250
pessoas, com encaminhamento de situações para o médico de família.
A sensibilização para a doença renal, quer aguda quer crónica, devido à sua elevada
prevalência e significativas morbilidade e mortalidade associadas, deve cada vez mais
alertar-nos para as causas evitáveis que resultam na falência aguda da função renal,
podendo contribuir para a instalação de doença crónica do rim.
Em Portugal, estima-se que cerca de 800 mil pessoas deverão sofrer de doença renal
crónica. A progressão da doença é muitas vezes silenciosa, o que leva o doente a
recorrer ao médico tardiamente, já sem qualquer possibilidade de recuperação.
Todos os anos surgem mais de dois mil novos casos de doentes em falência renal. Em
Portugal existem atualmente cerca de 16 mil doentes em tratamento substitutivo da
função renal (cerca de 2/3 em diálise e 1/3 já transplantados), e cerca dois mil aguardam
em lista de espera a possibilidade de um transplante renal (dados SPN 2012).
Durante o mês de março e abril decorrerão, promovidas por várias entidades, campanhas
de sensibilização destinadas à população em geral.
Kidneys
for
life!
1. FAÇA MAIS EXERCÍCIO FÍSICO
É uma das maneiras mais eficazes de
prevenir um grande número de doenças,
das quais a diabetes e a doença renal
crónica não são exceção.
2. FAÇA UMA ALIMENTAÇÃO
EQUILIBRADA
Evite as gorduras e os fritos. Coma mais
verduras!
3. REGULE O SEU PESO
Para se sentir melhor consigo mesmo e
também para melhorar a saúde do seu
coração.
4. CUIDADO COM O SAL E COM
O ÁLCOOL
Substitua o sal por ervas e especiarias
sempre que possível e modere o
consumo de álcool.
5. DEIXE DE FUMAR
É um hábito que prejudica gravemente
a sua saúde, em todos os aspetos.
ENTREVISTA
07
ENTREVISTA COM PEDRO PONCE
“promovemos um tratamento global,
holístico e integrado do doente renal crónico”
No âmbito das comemorações do Dia Mundial do Rim, Pedro Ponce, Country Medical Director da
Fresenius Medical Care Portugal, falou para a revista “Pontos de Vista” da constante aposta da Fresenius
na inovação, na prevenção da doença renal e do atual panorama da saúde em Portugal, publicámos
nesta edição parte da entrevista.
Especialista em nefrologia e medicina
intensiva, Pedro Ponce foi, durante 19
anos, diretor do serviço de nefrologia da
unidade de transplantação do Hospital
Garcia de Orta. Hoje, é diretor clínico da
unidade de diálise do Lumiar, coordenador
do centro de acessos vasculares
Nephrocare e Country Medical Director da
Fresenius Medical Care Portugal.
Introduzindo níveis que procuram no
mínimo a excelência nos cuidados de
saúde aos doentes renais, desde a sua
génese que a Fresenius se comprometeu
a desenvolver produtos e terapêuticas de
diálise inovadores, construindo um lugar
de destaque no mercado em que atua.
Mas, para que se tenha conseguido impor
nesta posição, a Fresenius teve de saber
adaptar-se às exigências de um mundo em
constante mudança, sempre alicerçando
o seu crescimento em dois fatores
primordiais: qualidade e organização. “Esta
tem sido a única forma de continuarmos a
prestar a mesma qualidade de trabalho,
apesar das violentas restrições em termos
de reembolso pelo Serviço Nacional de
Saúde ao tratamento destes doentes.
Se não fosse a integração de toda esta
companhia de equipamentos e cuidados,
dificilmente se poderiam aguentar as
atuais limitações”, defendeu Pedro Ponce.
É, assim, graças ao trabalho integrado
de uma rede de colaboradores muito
vasta, “comandada” por uma equipa de
diretores clínicos bastante organizada que
a Fresenius tem conseguido fazer face à
nova realidade portuguesa.
Essa é também a opinião dos doentes que
diariamente são tratados por
Fotografia: Revista Pontos de Vista
estes profissionais. Através de inquéritos de
satisfação validados internacionalmente,
a Fresenius dá voz a quem dá sentido ao
nome da empresa. Apesar das avaliações
positivas, a empresa não tem estado
indiferente às preocupações sentidas
pelos doentes. “Existe uma gama de
cuidados complementares que fazemos
e que tem estado mais restrita aos
nossos doentes. As opiniões têm sido
positivas mas, ainda assim, nota-se
uma grande preocupação em relação a
aspetos que eram julgados assegurados
e que podem não estar”, asseverou Pedro
Ponce. Serviços ligados a cuidados de
alimentação ou apoio psicológico, mesmo
não estando contratualizados com o
SNS, eram assegurados pela Fresenius
de forma a garantir um maior conforto a
doentes que dedicam muitas horas do seu
dia em cuidados de saúde. A famigerada
crise, mais uma vez, ditou o rumo destes
serviços mas, terminado um período
mais conturbado, Pedro Ponce acredita
que estão criadas condições para que
os doentes voltem a ter acesso a estes
cuidados extra.
PREVENÇÃO DAS DOENÇAS RENAIS
“O trabalho de prevenção de doenças
renais coincide com o trabalho de
prevenção da diabetes, da obesidade
e da hipertensão”. Nesta preocupação
partilhada por médicos e doentes, há um
grande enfoque na ação dos especialistas
em medicina geral. Mas, a par do que
já tem sido feito, acredita que este
trabalho de sensibilização pode ir mais
além, tendo sido já uma preocupação da
Fresenius enveredar por um caminho de
prestação de serviços antes da diálise.
Contudo, a estrutura do país é, uma
barreira a ultrapassar. “Mesmo assim,
ainda não desistimos de estudar formas
de articulação mais produtivas com os
cuidados médicos primários”, afirmou.
Mas, para uma empresa que “vende”
diálise, qual é a lógica de apostar com
tanta veemência na prevenção? “Os
doentes que chegam à diálise vão chegar
em melhores condições.
Além de que menos doentes é sempre
melhor do que doentes que estão
constantemente internados e que,
infelizmente, morrem”.
BEM-ESTAR
08
NUTRIÇÃO
Alimentação saudável para proteger os seus rins!
Uma alimentação equilibrada e saudável, com pouco sal e exercício
físico regular são fundamentais para prevenir a diabetes e a hipertensão
arterial, dois factores importantes que podem desencadear a doença
renal crónica.
Cristina Antunes - Diretora de Nutrição NephroCare
Um dos pilares da prevenção de qualquer
doença é a nutrição. Para cuidar da saúde
renal existem algumas recomendações que
devem tornar-se em hábitos saudáveis de
vida. Comecemos pelo Sal, tão tradicional
na nossa culinária e que tantas vezes é
utilizado em excesso. Controlar o consumo
de sal (NaCl) é uma regra prioritária.
Devemos consumir no máximo até 6 gr
de sal por dia ou até 4 gr/dia no caso das
pessoas que sofrem de hipertensão arterial.
Para limitar ao máximo o consumo de sal,
devemos por um lado evitar os alimentos
processados e por outro não acrescentar
sal aos alimentos frescos, uma vez que já
faz parte da sua constituição. Deixamos
aqui algumas sugestões que poderá seguir
no seu dia-a-dia:
1. Leia os rótulos dos alimentos e verifique a
quantidade de sódio (Na) que estes contêm.
Na rotulagem a referência utilizada sobre a
composição nutricional dos alimentos é o
sódio, tenha em conta que a sua ingestão
diária não deverá ultrapassar 2400 mg.
2. São alimentos com elevado teor de sódio:
enlatados, conservas, enchidos, fumados,
manteiga com sal, azeitonas, pickles,
queijos, bacalhau seco e salgado, alimentos
instantâneos (como sopas e pudim), massa
de alho, massa de pimentão, bebidas
com gás, caldos de carne/peixe/vegetais
embalados, molhos embalados, algumas
bolachas (aveia), batatas fritas de pacote e
aperitivos salgados, alimentos congelados
e pré-confeccionados, refeições prontas e
embaladas e fermento em pó.
3. Em alternativa ao sal e para dar mais
sabor à comida utilize: azeite, vinagre,
sumo de limão, alho, cebola, pimento
(o amarelo é o mais rico em vitamina
C), orégãos, manjericão, tomilho, louro,
cebolinho, hortelã, coentros ou salsa.
4. Cozinhe com ingredientes frescos, são
preferíveis aos enlatados que contêm
elevadas quantidades de sódio.
Outra regra a seguir na sua alimentação é
a preocupação diária de incluir alimentos
frescos: 5 porções de frutas e verduras de
preferência de diferentes cores, que lhe vão
aportar diferentes vitaminas e minerais.
A ingestão de uma quantidade equilibrada
de proteínas é também fundamental
neste equilíbrio, o ideal será o equivalente
à palma da mão ao almoço e ao jantar,
dando preferência às carnes brancas e
peixe. No que respeita aos lacticínios,
poderemos consumir duas a três porções
preferencialmente magros se tiver excesso
de peso ou obesidade, hipertensão ou
diabetes. Esteja atento aos rótulos e evite
os lacticínios com elevado conteúdo
em gordura e sal, não se esquecendo de
limitar o consumo de alimentos ricos em
gordura saturada como: carne vermelha,
queijo, manteiga, natas, enchidos, órgãos e
vísceras, gelados, chocolate e bolachas.
O consumo de açúcar e alimentos que o
contenham deve também ser tão reduzido
quanto possível, pois dá uma sensação de
falsa saciedade.
Outra recomendação a reter é a importância de preparar refeições saudáveis, respeitando um limite de calorias.
O nutricionista pode ajudá-lo a criar
um plano de alimentação atrativo, que
lhe permita comer de forma saudável,
saborosa e mantendo o seu peso dentro do
desejável. Para tal deve também procurar
fazer 5 a 7 refeições por dia (3 principais e
até 4 pequenas refeições intercalares), bem
como moderar o consumo de álcool: até 2
cervejas (de 200ml) ou 1 copo de vinho por
dia.
É também fundamental para a sua saúde
manter um bom nível de hidratação. Para tal
devemos ingerir diariamente pelo menos
1.5 L de água, no caso das mulheres e 2.0 L
no caso dos homens. Esta quantidade deve
ser aumentada sempre que se pratique
exercício físico.
Recorde que um controlo
cuidadoso da pressão
arterial, da concentração
de açúcar no sangue
(glicémia), assim como
uma redução do peso
corporal no caso de ter
excesso de peso ou
obesidade, pode prevenir
o desenvolvimento da
doença renal crónica.
NACIONAL
09
O NutriOnline é uma nova aplicação da
NephroCare que o irá apoiar na gestão
nutricional do doente em diálise.
O NutriOnline permite-lhe consultar a composição nutricional dos
alimentos, verificar se o teor de sódio, potássio e fósforo de cada alimento
é baixo, médio ou elevado e requisitar a elaboração de planos alimentares
individualizados.
INOVAÇÃO
010
MAIS CARDIOPROTEÇÃO
A nova 5008 CorDiax
Na Fresenius Medical Care a inovação na área das terapias é uma constante, que nos permite
diferenciar no mercado da diálise. A procura permanente de oportunidades de melhoria, leva-nos
a novos desenvolvimentos que podemos ver aplicados na nossa nova gama de produtos CorDiax,
que vem reforçar uma aposta cada vez mais diferenciadora nas terarapias cardioprotetoras.
A nova versão de software 5008 CorDiax constitui em si mesma um novo Sistema Terapêutico, que vem
atualizar o Sistema Terapêutico 5008 para a gama de produtos CorDiax, potenciando sinergias com a
gama de dialisadores FX CorDiax.
A 5008 CorDiax integra um conjunto de inovações exclusivas
das quais se destacam os sistemas AutoSub plus, MIXED HDF e
os sistemas de segurança e monitorização dinâmica do acesso
venoso VAM e VenAcc. Paralelamente, a 5008 CorDiax integra
um software específico para terapias pediátricas.
O sistema AutoSub plus permite que os volumes de substituição em HDF ONLINE sejam
maximizados individualmente para cada doente, enquanto simultaneamente evita a
hemoconcentração e a coagulação do filtro. Este sistema vai para além do controlo da
pressão convencional, analisando continuamente as condições do dialisador diretamente das
fibras. Como resultado desta análise, a taxa de substituição é permanentemente ajustada às
condições do tratamento sem qualquer necessidade de intervenção por parte do utilizador.
O sistema MIXED HDF integra duas bombas de substituição, permite combinar
simultaneamente as técnicas de pré e pós-diluição, proporcionando um elevado transporte
convectivo para os doentes, que não conseguem atingir os objetivos de substituição em HDF
pós-diluição devido aos baixos débitos ou elevada viscosidade do sangue. De modo a atingir
um transporte convectivo adequado, este sistema adiciona uma componente em pré-diluição
de modo a evitar o risco de hemoconcentração e coagulação do filtro.
O Monitor de Acesso Venoso - VAM estabelece um novo patamar de segurança para o
doente ao combinar os sinais de pressão arterial e venoso através de um algoritmo adaptativo.
Possibilita a monitorização dinâmica da pressão venosa, detetando qualquer alteração brusca
de aproximadamente 15 mmHg, mesmo quando a pressão venosa não ultrapassa o limite de
pressão inferior. É possível aumentar a probabilidade de detetar precocemente potenciais
deslocamentos da agulha venosa.
O Detetor especial de humidade - VenAcc permite detetar rapidamente uma perda de
sangue, especialmente em doentes em programa de diálise noturna, domiciliária ou em
doentes confusos ou agitados. O sensor descartável e autoaderente para deteção de sangue
é conectado a uma unidade de controlo. Ao ser detetado fluído, a unidade de controlo do
VenAcc ativa um alarme na 5008 CorDiax através de ligação wireless, interrompendo a bomba
de sangue e consequentemente prevenindo uma perda de sangue grave.
As crianças com doença renal crónica requerem uma atenção especial durante o tratamento de
hemodiálise. O menor volume corporal, o crescimento constante e o metabolismo acelerado
constituem desafios especiais para o nefrologista pediátrico. A 5008 CorDiax é a primeira
máquina de hemodiálise a ser validada para o tratamento de doentes pediátricos com um peso
corporal limite a partir dos 10Kg.
INTERNACIONAL
011
NOVO MARCO HISTÓRICO
produção de meio milhão de unidades da 5008
Da esquerda para a direita: Kent Wanzek, Dr. Gail-Suzanne Brown, Dr. Emanuele Gatti, Prof. Dr. Werner Riegel e
Dr. Christoph Sahm
A Fresenius Medical Care, em Novembro de
2012, comemorou mais um marco significativo na sua história ao atingir a produção
de 500.000 unidades do sistema terapêutico 5008, na sua linha de produção em
Schweinfurt na Alemanha. Esta conquista
é mais uma prova da nossa capacidade de
inovação tecnológica associada ao nosso
sucesso comercial. É esta capacidade de
inovação constante que fez de nós líderes
mundiais neste mercado. Temos uma estrutura integrada de equipamentos e serviços
de diálise, e apostamos de forma contínua
na melhoria dos nossos serviços, aliando a
mais recente tecnologia.
Agenda de eventos
MAIO
JULHO
SETEMBRO
Data: 17-18 Maio
Re-thinking Pharma 2013-2023
Data: 4-6 Julho
II Congresso Ibero-Americano de
Psicologia da Saúde e III Congresso
Luso-Brasileiro de Psicologia da
Saúde
Data: 27-28 Setembro
1º Congresso do Serviço Nacional
de Saúde - SNS património de
todos
Hotel Aqualuz, Tróia
Data: 29-31 Maio
10º Curso de Nefrologia para não
nefrologistas
Novotel Porto - Gaia
www.acropole-servicos.pt
Universidade do Algarve, Faro
www.psaude2013.org
Data: 5-6 Julho
3.º Congresso Internacional de
Cardiologia «Challenges in cardiology»
Hotel Villa Batalha
www.challengesincardiology.com
Auditório do Centro Hospitalar e
Universitário de Coimbra
www.fsns.pt
Ficha Técnica
Propriedade: Fresenius Medical Care Portugal
Edição: Direção de Comunicação / Nicole Matias
Distribuição: Gratuita
Tiragem: 1000
Design: Federico Barros
012

Documentos relacionados

EmanuElE gatti 30 anos DE sErviço nº22

EmanuElE gatti 30 anos DE sErviço nº22 bem como a população em geral, conheçam os contornos da doença, o seu tratamento e a forma como o mesmo terá de ser estruturado face a um futuro próximo. Contou com a presença do professor João Car...

Leia mais

Edição 13 - Fresenius Medical Care

Edição 13 - Fresenius Medical Care a importância do controle da pressão arterial “Mantenha sua pressão controlada”. Esse foi o mote do Dia Mundial do Rim 2009, celebrado em 13 de março. O objetivo da data era alertar sobre a importâ...

Leia mais