instalação com cola de pavimentos desportivos taraflex

Сomentários

Transcrição

instalação com cola de pavimentos desportivos taraflex
INSTALAÇÃO COM COLA DE PAVIMENTOS DESPORTIVOS TARAFLEX®
1 - MATERIAIS
Podem existir diferenças na largura dos distintos rolos.
2 - PREPARAÇÃO DO MATERIAL
A temperatura ambiente mínima para a sua instalação tem de estar de acordo com o regulamento local.
•M
arque uma linha guia no substrato que represente o eixo transversal do recinto desportivo de acordo com os pontos de fixação e outra linha que
represente o EIXO LONGITUDINAL.
• 2 4 horas antes da sua instalação, desenrole os rolos AO LONGO DO COMPRIMENTO DO RECINTO DESPORTIVO, ou de acordo com o plano do
substrato, por exemplo, num esquema bicolor.
Deste modo, é necessário numerar os rolos mantendo-os em ordem e deixando um intervalo (mín. 1 cm) entre cada rolo.
3 - POSICIONAMENTO DO MATERIAL
Coloque os rolos na direção do eixo longitudinal, e sobreponha-os 1 mm entre si.
ATENÇÃO: O material deverá ser desenrolado, a partir do centro do recinto desportivo.
4 - COLAGEM
•R
ealiza-se depois do material ser desenrolado e permanecer na
horizontal durante 24 horas.
•A
aplicação deve ser efetuada utilizando um primário e colas acrílicas
de emulsão com uma espátula de dente fino tipo A2 TKB ou de dente
quadrado (1,6 mm x 1,6 mm x 1,6 mm) . A quantidade média de
cobertura é de 300 g/m2 a
350 g/m2 ou 3,06 m2 a 4,53 m2 por litro. Para atingir essa taxa de
cobertura, é necessário substituir a espátula regularmente.
IMPORTANTE:
• Não permita o trânsito nem mova qualquer mobiliário nas primeiras
48 horas após a sua instalação.
• Siga rigorosamente as recomendações do fabricante da cola.
Recomendações para conseguir uma excelente colagem:
Respeite rigorosamente o tempo de espera que depende da
temperatura e da humidade ambientais, da porosidade do substrato e
da quantidade de cobertura da cola.
Se instalar o material com cola cujo o tempo de espera seja inferior ao
recomendado, aparecerão bolhas.
Se instalar o material com cola cujo o tempo de espera seja superior ao
recomendado, o resultado da colagem é deficitário.
Antes de utilizar uma cola de poliuretano, consulte o método de
instalação da “membrana impermeável” (Isolsport).
IMPORTANTE: As informações deste documento são válidas a partir de: 01/04/2016 e reservamos o direito de efetuar alterações sem aviso prévio. A tecnologia está em
evolução constante, pelo que, antes de efetuar qualquer trabalho, os nossos clientes devem contactar-nos para confirmar a validade deste documento.
1
3
INSTALAÇÃO COM COLA DE PAVIMENTOS DESPORTIVOS TARAFLEX®
4.1 - Instalação dos rolos
• Para colar, dobre para trás os comprimentos a meio (consulte a
imagem). Comece a instalação com as metades dos rolos no centro
do recinto, situados em cada lado da primeira linha marcada.
• Dobre para trás as outras metades e proceda da mesma forma; em
seguida, instale os seguintes rolos de uma extremidade à outra sem
deixar espaços e continue da mesma forma até terminar nas paredes.
4.3.2 - Soldadura automática
Este procedimento realiza-se com um robô de soldadura tipo
UNIFLOOR da LEISTER, com uma pistola de soldadura elétrica de ar
quente eletrónica e um bocal estreito com várias saídas concebido para
este efeito.
Referência dos bocais: ROMUS : 95254
2 mm
JANSER : 225 860 040
LEISTER : 105 407
Bocal estreito
4.2 - Alisamento
É essencial e efetua-se em duas fases:
• Manualmente, utilizando uma plaina.
• Alise, no final, toda a superfície com um cilindro para pavimentos.
4.3 - Soldadura a quente (12 horas após a colagem)
4.3.3 - Aparagem do cordão de soldadura
A aparagem deve de ser efetuada numa única fase.
Recomenda-se a utilização de uma ferramenta de aparagem
apenas afiada no centro, como a de Mozart:
Este procedimento deve de ser realizado com uma guia de aparar.
Este método evita soldaduras côncavas e tem de ser realizado
quando o cordão estiver frio.
FERRAMENTA
DISPONÍVEL EM
GERFLOR
MOZART
0561 0001
Lâmina
sobresselente
0542 0001
4.3.4 - Pontos de fixação
É importante utilizar os acessórios
indicados abaixo para garantir
um acabamento perfeito à volta dos
pontos de fixação:
• Lâmina circular equipada com um dispositivo de centragem plexiglas.
4.3.1 - Chanfro
Este procedimento implica a abertura da união, o seu nivelamento e
posteriormente remoção da cola excedente que poderia debilitar a
soldadura.
Existem duas formas de chanfrar:
• Manualmente com ferramentas adequadas (triângulo de chanfrar,
régua).
• Mecanicamente com um chanfrador elétrico equipado com uma
lâmina trapezoidal.
É necessário chanfrar toda a espessura da camada de desgaste.
(Caso especial: Com o pavimento TARAFLEX SURFACE, chanfre a
camada de desgaste menos de 0,3 mm).
*OHUMYHKVY
;VKHZHZJHTHKHZKL7=*THJPsV
9L]LYZVKLLZW\TH
IMPORTANTE: Primeira utilização:
• Para o trânsito normal de pessoas, a sua utilização deverá ocorrer
pelo menos 24 horas após a sua instalação, incluindo as linhas de
jogo.
• Espere 72 horas, após a sua instalação, para mover objetos
pesados, colocar bancadas ou outro equipamento desportivo e
qualquer outro trânsito sobre rodas.
IMPORTANTE: A GERFLOR está à sua disposição para qualquer
esclarecimento relativamente aos seus pavimentos.
Perfil de uma serra circular
2
Ranhurador
ou fresa

Documentos relacionados

Instalação do pavimento Recreation

Instalação do pavimento Recreation • Dobre para trás as outras metades e proceda da mesma forma; em seguida, aplique os seguintes rolos de uma extremidade à outra sem deixar folgas e continue da mesma forma até aproximar-se das pare...

Leia mais

TÉCNICAS DE INSTALAÇÃO DO BISEL CIRCULAR

TÉCNICAS DE INSTALAÇÃO DO BISEL CIRCULAR TÉCNICAS DE INSTALAÇÃO DO BISEL CIRCULAR Com um máximo de 15 cm O sistema de biselamento tem de ser realizado com cola de contacto sem solventes como, por exemplo, a UZIN WK 222 (www.uzin.com). Não...

Leia mais

SOLDADURA A QUENTE DE MOSAICOS e ROLOS

SOLDADURA A QUENTE DE MOSAICOS e ROLOS J arante a homogeneidade das /untas. Elimina os vestFgios de cola que impedem a fusão do cordão de soldadura TriJ ngulo de chanfrar A espessura deste material requer que cada ourela se/a chanfrada ...

Leia mais

Instalação de mosaicos de pavimentos condutores com

Instalação de mosaicos de pavimentos condutores com No que respeita à metodologia, consulte a secção correspondente à soldadura a quente de rolos.

Leia mais

Instalação de mosaicos de pavimentos condutores com cola

Instalação de mosaicos de pavimentos condutores com cola • O fabricante da cola deve assegurar a estabilidade da resistência elétrica da camada de cola seca indicada para uma vida útil superior a 10 anos. Especificações técnicas para os pavimentos condut...

Leia mais

Soldadura a quente

Soldadura a quente Se tiverem um formato superior a 500 x 500 mm, os mosaicos têm de ser soldados a quente. Procedimento de soldadura de mosaicos: • Primeiro, chanfre, solde e apare todos os mosaicos no mesmo sentido...

Leia mais