A Vida em Rede - Internet, os seus perigos e a sua importância

Сomentários

Transcrição

A Vida em Rede - Internet, os seus perigos e a sua importância
A Vida em Rede
Internet, os seus perigos e a sua importância
“O Mundo da Internet é tão Grande, poderoso e ao mesmo tempo
absurdo, que para algumas pessoas torna-se um substituto da
vida”
Andrew Brown, reporter do Guardian e da BBC4 (Radio)
Introdução
• A Vida em rede: A nossa evolução ou a nossa
destruição? – é esta a Grande questão que
levantamos.
• Será que tecnologias como a Internet nos
ajudarão a evoluir como ser humanos, trazendo
uma maior difusão de conhecimentos? Ou pelo
contrário, os perigos que esta carrega bem
como o peso da sua utilização levar-nos-á a
perder a nossa identidade?
• Foram questões como estas que suscitaram a
nossa curiosidade. Tentamos saber um pouco
mais sobre elas.
Vida em Rede
• A Vida em Rede é um dos factores que
possibilitou a globalização.
• Esta permitiu que existisse uma rápida
difusão de informação.
• Um dos planos mais alargados deste
conceito será mesmo a Internet.
• A Internet será algo que nos ajuda ou
levar-nos-á a uma lenta destruição? É o
que vamos tentar perceber.
Internet
•
•
A Internet transformou-se numa
dependência. A ambição humana
mostra-se no progresso das novas
tecnologias, na criação de novas e
sofisticadas máquinas, nomeadamente
o computador.
Na nossa opinião, a Internet tem o seu
lado positivo e negativo. Porém só
aqueles que souberem usufruir dela
devida e correctamente é que
retirarão alguns benefícios, caso
contrário, levará a uma obsessão ficarão dominados e utilizarão
a
Internet como uma ferramenta de
ataque, o que se poderá tornar um
sério problema!
Conteúdos perigosos, fraude, falsas
identidades, vírus… tudo isto faz parte da
World Wide Web.
Precisamos de formar os jovens para terem
uma abordagem independente, crítica e
responsável e para que possam apreciar
plenamente a riqueza de recursos oferecidos
por este media, reconhecendo
simultaneamente, as suas hábeis armadilhas.
As desvantagens da Internet encontram-se
nas suas qualidades positivas
Internet: Transformando a sociedade e talhando o futuro através de Chat.
Dave Barry,
Barry ex-candidato a presidente do EUA, humorista em diversos jornais
Internet - Vantagens
•
•
•
Através da Internet podemos fazer novas
amizades, comunicar com indivíduos a
milhões de quilómetros de nós.
Aceder a uma enorme e diversificada
quantidade de informação, por vezes numa
questão de segundos.
Por isso a Internet torna-nos pessoas mais
actualizadas, mais cultas; obriga-nos a
pensar, e isso é benéfico na medida em que
nos
possibilita
aumentar
a
nossa
capacidade de raciocínio, torna-nos
pessoas racionais, tão racionais que, por
vezes, nos esquecemos que temos
sentimentos, que somos humanos. É neste
sentido que chegamos às desvantagens da
Internet.
As novas tecnologias estão a mudar as
formas de acesso à saúde, à educação e aos
serviços públicos à escala global. Em virtude
da maior mobilidade e de um maior
envolvimento com o que os rodeia, os
utilizadores das novas TIC exigem serviços
públicos e novas formas de participação
cada vez mais directas e personalizadas por
parte do utilizador comum. Inovação surge
agora como a palavra-chave de um mundo
em constante mudança que é imperativo
acompanhar.
A Internet enfrenta-nos com sérios desafios à nossa habilidade de proteger as crianças de coisas que as
podem “destruir”.
Josh Ashcroft,
Ashcroft
Internet – Desvantagens (nível humano)
•
•
Se hoje em dia já existem pessoas que
trabalham em casa pela Internet sem se
deslocarem para o emprego, pessoas que
estudam pela Internet, namoram, enfim,
vivem através da Internet, como será no
futuro?
Leva-nos a adivinhar um futuro com
pessoas individualistas, caseiras, racionais
que não têm contacto com o mundo real, que
levam a vida a navegar na Internet, um futuro
onde
se
reflectirão
algumas
das
desvantagens da Internet.
Para além disto, a Internet rouba-nos muito
do nosso pouco tempo, o qual devia ser
passado junto da nossa família e amigos.
Este é sem duvida um dos grandes
problemas, que por fim pode resultar no
perder das emoções. Tornarmo-nos quase
“maquinas”.
Mas veremos a seguir que não são apenas
estes os problemas que se colocam ao
Humano!
Afirmam, da Internet, que” é um serviço quer por dentro, quer por for. É uma forte ferramenta para resolver
problemas sociais, como para fazer dinheiro, encontrar parentes perdidos, receber conselho médico, e por
aqui, trocar informações de como fazer uma bomba!”
Esther Dyson,
Dyson escritora, considerada como uma autoridade no ascendente das novas
novas Tecnologias
Internet – Desvantagens (O Grande Irmão espreita!)
•
•
•
A verdade é que muitas das
desvantagens da Internet, são
imperceptíveis para o utilizador
comum! Temos medo de perder as
emoções, mas a verdade é que com a
Internet perdemos muito mais coisas
do que inicialmente suspeitamos!
O comum navegador não suspeita de
certo, que está a ser seguido
simultaneamente por dezenas de
olhos. A maior parte desses olhos está
a acumular informações sobre os
seus interesses e a definir o seu perfil
Mais tarde estas informações serão
vendidas a empresas comerciais ou a
pessoas com terceiras intenções.
Tomemos um exemplo que está ainda fresco
na nossa memoria:
O “roubo” dos cartões de crédito! A
verdade é que passa por ser tão simples que
nem damos conta.
Virus, keyloggers, spyware, são todos
conceitos de ferramentas usadas por
hackers que trespassam o seu computador
tal como um ladrão trespassaria a sua casa!
Mas isto é apenas um exemplo no meio de
centenas de outros!
“Enquanto um governo pode aparecer e disparar contra ti, nunca poderás alcançar a Liberdade na Internet!”
Esther Dyson,
Dyson escritora, considerada como uma autoridade no ascendente das novas Tecnologias
Internet – Anonimato
Por causa dos
factores já
enunciados,
pequenas
ferramentas podem
fazer uma enorme
diferença.
Porem esta diferença
não se aplica só a
nós, que nos
estamos a proteger
mas também a quem
nos está a tentar
atacar!
A Internet é como uma Medusa Gigante! Não podes desdenha-la, não podes contorná-la. Apenas tens que
passar por ela!.
John Evans,
Evans Músico
Internet – Pequenas ferramentas que podem… travar..
•
•
•
•
Existem pequenas ferramentas que podem
ter um papel muito importante no nosso
dia-a-dia com tecnologias como a Internet, e
outros serviços de transferência de dados!
Porém estas protecções destinam-se apenas
a dissuadir, pelo maior esforço que
envolvem,
ou
a
parar,
pessoas
informaticamente menos habilitadas.
Ferramentas como as seguintes são
indispensáveis num computador ligado a
uma rede:
– AntiVirús
– Firewall
– AntiSpy/Adware
Sim, há mais, mas na realidade é de apenas
estas que necessitamos para começar.
Como já referimos, estas ferramentas não
são 100% eficazes, mas pode ser a diferença
entre o tudo ou o nada. Referimo-nos a
“coisas” como a perda de identidade!
A segurança na Internet começa em casa!
Mike Fitzpatrick , politico
Internet – Ferramentas, que podem ser inúteis..
Vejamos aqui, como
já referimos, que
estas ferramentas
são facilmente
ultrapassadas por
quem realmente
sabe o que faz!
Sociedade em rede •
•
•
A protecção do mais fracos
São aqueles que menos se sabem
proteger numa sociedade destas que são
mais explorados.
Crianças, idosos, pessoas com poucos
conhecimentos nestas áreas.
Então o que fazer?
– Aprender! Antes de qualquer tipo de
prevenção temos de saber, não
dominar, mas reconhecer os perigos.
Assim num exemplo rápido, mais de
90% dos vírus informáticos que
infectam os nossos PC’s, surgem
porque executamos uma aplicação de
origem desconhecida!
– Prevenir – O segundo passo na nossa
protecção. Tomemos por Exemplo uma
busca sobre algo: Temos sempre de
tentar encontrar mais do que uma fonte
para estas se poderem corroborar.
– Ajudar aqueles que por uma causa ou
por outra não têm acessos às
informações e, portanto, têm que ser
aqueles ,que a têm, a dar o primeiro
passo!
Os pais devem controlar devidamente as
suas crianças de forma a que estas tenham
uma supervisão dinâmica sobre aquilo que
fazem.
Infelizmente já ocorreram casos de morte.
Crianças, por exemplo, que julgando estar a
falar com um amigo, na Internet, foram
enganadas por alguém que lhes queria mal..
A nossa ideia de Internet é que é um espaço aberto, onde qualquer pessoa de qualquer parte do mundo
pode ter acesso à informação.
Taylor Hanson , músico
Sociedade em rede •
•
A perda da unidade!
Nós somos únicos,
certo! Somos uma
unidade neste vago
mundo de pluralidades!
Infelizmente, chegou o
tempo em que alguém
pode simplesmente
“abusar” de nós.
•
Usar a nossa
identidade para
proveito próprio, ou
denegrir a nossa
imagem.
•
Isto até pode parecer
assustador mas
infelizmente é a
verdade! E pode tudo
ocorrer sem que
saibamos que tal seja
possível.
Eu não tenho a identidade de ninguém, apenas usei os nomes que eles utilizaram numa sala de conversa.
Jon Johansen,
Johansen celebre pela utilização de engenharia reversa para descodificar os DVDs
Sociedade em rede •
•
•
•
Mas são tudo coisas más?
Não, a sociedade em rede é um
conceito da globalização!
A sociedade em rede é:
A troca rápida de informação.
A ajuda internacional.
Podemos usar meios de comunicação
para tudo e mais alguma coisa.
Infelizmente, centenas de pessoas morrem
todos os dias sem chegarem a saber o que é
um rádio, algo que para nós parece tão banal.
Todos os dias deitamos fora recursos que
esta “sociedade em rede” não utiliza.
Mas são estes recursos que podiam fazer
uma grande diferença em países como os do
continente africano.
Pequena curiosidade
ECHELON
•
•
Echelon é um projecto secreto.
Alguns estudiosos da área afirmam que
serve para a interceptação mundial de
telecomunicações encabeçado pela Agência
de Segurança Nacional dos Estados Unidos
da América, com a colaboração de agencias
governamentais de outros países (Reino
Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia),
para analisar as comunicações a nível
mundial, com o fim de procurar mensagens
que representem ameaças à segurança
mundial.
Devido a todo o mistério que
envolve o Sistema Echelon,
algumas teorias acusam-no de
promover a espionagem industrial.
Uma das centenas de parabólicas ao serviço do
Echelon
Pequena curiosidade
[email protected] e [email protected]
•
•
Encontrado em www.portugalfolding.org/
[email protected]
é
um
projecto
da
Universidade de Stanford que consegue,
pela primeira vez, simular a formação de
proteínas e relacionar com as doenças
provenientes de deformações nas mesmas,
como é o caso da doença de Alzheimer,
Parkinson, BSE, Fibrose Quística e muitos
dos cancros que, infelizmente, todos
conhecemos.
Boinc e [email protected]
• Encontrado em http://boinc.berkeley.edu/
• BOINC quer dizer Berkeley Open Infrastructure for Network Computing.
Trata-se de uma plataforma open-source de computação distribuida
criada pela Universidade de Berkeley, USA
• Esta mesma foi a que criou e lançou o projecto [email protected]/. O mais
antigo e famoso projecto de computação distribuída, que foi lançado em
meados 1999. Entretanto, devido ao enorme sucesso do SETI,
começaram a aparecer outros projectos e com isso a Berkeley resolveu
lançar o BOINC como uma forma de "unir" todos os projectos existentes e
facilitar o aparecimento de outros projectos, quer um grande projecto
apoiado por grandes nomes, quer um pequeno projecto feito por algum
estudante em fundo de garagem
Conclusão
• Este foi um trabalho que apenas descreveu uma pequena parte
dessa imensidão que é a Rede.
• Decidimos dar mais importância à Internet, pois é algo com o
qual estamos mais familiarizados.
• Esperamos que vos tenhamos dado algumas ideias e tenhamos
tido algum impacto no que diz respeito à nossa protecção na
Internet.
•
Já agora deixamos as estatísticas:
– Durante a realização deste trabalho ocorreram mais de 2100 tentativas de
entrar no nosso Computador, cerca de 535 foram classificadas como de alto
risco (Dados retirados de ZoneAlarm)
– Mais de 200 popups de publicidade bloqueadas (Dados de Adblock)
– E cerca de 16 sites contendo conteúdos ilegais.
Trabalho realizado por:
Artur Mateus, nº5 / Christophe Correia, nº8 / Diana Duarte, nº11 / Pedro Hora, nº17 / Pedro Ferreira, nº19 / Tiago Mendonça, nº 24
Inquéritos