Untitled

Сomentários

Transcrição

Untitled
A África é o único continente que ocupa parte de todos os quatro hemisférios
Caracterização Geral
Africa is an enormous landmass that connects with Asia at the
Isthmus of Suez and almost joins Europe at Gibraltar.A África possui
55 países, distribuídos em aproximadamente 30 milhões de km2. O
continente é ligado à Ásia, a leste, a partir do istmo de Suez; a
noroeste faz contato com a Península Ibérica a partir do Estreito de
Gibraltar; todo o norte é banhado pelo Mar Mediterrâneo; no
nordeste, faz divisa com o Mar Vermelho; no sudeste, Major bodies
of water that border the continent are the Mediterranean Sea on the
north, the Red Sea on the northeast, the Indian Ocean on the
southeast, and the Atlantic Ocean on the wes faz divisa com o
Oceano Índico; e a oeste, com o Oceano Atlântico. Arms of the
oceans include the Gulf of Aden, the Mozambique Channel, and the
Gulf of Guinea.
A África é o único continente que ocupa parte de todos os quatro
hemisférios. It is also unique in that there are no deep indentations
and few well-defined peninsulas. Ele também é único em que não
existem depressões profundas e penínsulas bem definidas. The
coastline, which measures some 18,900 miles (30,400 km), is nearly
everywhere regular. O litoral, que mede cerca de 30 mil km, possui
poucas ilhas. Madagascar is by far the largest island; the Canaries,
consisting of 13 islands, are the largest group. Madagascar é a maior
ilha, enquanto o arquipélago das Canárias, composto por 13 ilhas,
representa o maior grupo.
Clima e Vegetação
Em função das temperaturas médias anuais elevadas na maior parte
da África, suas regiões climáticas estão baseadas principalmente na
quantidade e distribuição sazonal de chuvas. Cerca de ¾ do
continente são recobertos por climas tropicais, enquanto o restante
recebe influência do clima subtropical, mediterrâneo e temperado. No
alto das montanhas ocorrem climas frios.
As linhas imaginárias do Trópico de Câncer, Equador e Trópico de
Capricórnio que atravessam a África formam uma espécie de
simetria. O Equador atravessa a parte central do continente e o divide
de maneira que os climas que aparecem no norte do país em direção
do Equador se repetem no hemisfério sul de maneira invertida.
1. Clima Equatorial/Tropical Úmido - Floresta Latifoliada
O clima Equatorial existe em apenas uma parte relativamente
pequena da África. Ele ocorre em um trecho de 1.100 km de largura
ao longo da linha do Equador, terminando em terras altas da África
Oriental e Central. Há também faixas mais restritas com clima
Tropical Úmido ao longo do Golfo da Guiné, que tem forte influência
das monções, e ao longo da costa leste de Madagascar. As chuvas
são bem distribuídas ao longo do ano, com temperaturas médias que
permanecem próximas de 27 ° C, com pequena variação sazonal
entre o dia e a noite.
A vegetação correspondente é a latifoliada, com grande
biodiversidade. A maior parte das florestas da África é tropical. Elas
cobrem menos de um décimo do continente e ocorrem onde as
chuvas são mais fortes ao longo do ano. A floresta é composta de
várias camadas de vegetação. A camada superior consiste em
copas de árvores muito altas (38-76 m); as camadas inferiores são
constituídas pelo topo das árvores mais baixas, arbustos e
trepadeiras. A maioria das árvores é perenifólia, de folhas largas,
embora existam coníferas em áreas com maior altitude. Elas
produzem celulose e madeiras como o mogno, ébano e teca. As
palmeiras, árvores produtoras de borracha e cipós, orquídeas e lírios
estão entre os diversos tipos de plantas encontradas nessas
florestas.
2. Tropical Típico - Savanas e Estepes
O clima Tropical Típico representa uma alternância entre uma
estação seca (primavera-verão) e outra chuvosa (outono-inverno).
Com duração de seis meses, o período seco é o clima com
características mais distintas. O total de chuvas corresponde a 500
e 1.500 mm por ano. Grande parte do leste e do sul da África tem
um clima de savana com temperaturas um pouco menores por conta
das diferenças de altitude. Este tipo de clima é típico de regiões com
vegetação do tipo savana.
As savanas cobrem, aproximadamente, um terço do continente e são
áreas onde a cobertura do solo é formada principalmente por
campos. Eles são, no entanto, pontilhados por bosques, árvores
dispersas, ou arbustos, dependendo da duração da estação seca. As
áreas que fazem fronteira com as florestas tropicais têm gramíneas
grosseiras de até 3,7 m de altura e grandes florestas de árvores de
folha caduca. Árvores da savana também incluem algumas espécies
encontradas em florestas tropicais, como palmeiras, seringueiras e
árvores de ébano africano. Há também árvores de karité (cujas
sementes produzem uma gordura comestível), baobás, acácias,
sumaúma e outras árvores que dão frutos comestíveis.
Quando a estação seca se torna mais prolongada (precipitações
médias anuais variando entre 250 a 500 mm), a grama é mais curta
do que as savanas mais úmidas, sendo raramente superior a 1,5 m
de altura. Palmeiras, baobás, acácias, tais como árvores floridas,
crescem em grupos pequenos ou isolados e estão espalhados ao
longo das áreas relvadas. Devido ao maior espaçamento entre as
árvores, as savanas são o refúgio para uma grande variedade de
mamíferos de grande porte, como leões, rinocerontes e girafas.
As savanas são refúgio de uma grande variedade de mamíferos, entre eles, a girafa
3. Clima Tropical Desértico - Vegetação Desértica
A África possui grandes faixas que possuem o clima
desértico. Nesse clima, as faixas de temperatura são maiores e a
superfície de terra aquece e resfria rapidamente. As temperaturas
durante o dia nos meses mais quentes muitas vezes são superiores
a 38 ° C e, ocasionalmente, sobem acima de 54 ° C. As médias do
mês mais frio variam entre 10 ° C e 16 ° C durante o dia. A
precipitação média anual não excede 250 mm em qualquer lugar,
com algumas áreas permanecendo sem chuvas durante anos. Os
três maiores desertos são o Saara, ao norte, e o Deserto da Namíbia
e o Kalahari, ao sul. Os desertos como o do Saara e o da Namíbia
praticamente não possuem vegetação, exceto nos oásis (locais onde
ocorrem nascentes ou poços).
A vegetação de oásis inclui palmeiras, figueiras, salgueiros, choupos
e tamargueiras. No contato entre o Saara e as savanas ocorre uma
transição chamada Sahel, área de expansão do deserto devido às
condições naturais, principalmente o deslocamento dos ventos, e a
ação antrópica, que aumenta o processo de desertificação.
O continente africano abriga a 2a maior região árida do planeta – o deserto do Saara
4. Clima Mediterrâneo - Vegetação Mediterrânea
O clima Mediterrâneo ocorre ao longo de parte das costas norte e sul
do continente africano. Os verões secos e os invernos
moderadamente chuvosos são as marcas principais desse tipo
climático. Durante o mês mais quente, a temperatura média é
ligeiramente superior a 21° C perto da costa e cerca de 27 °C no
interior.
As temperaturas para o mês mais frio são de
aproximadamente 10 e 16 °C, respectivamente. A precipitação anual
varia entre 500 a 750 mm. Parte da costa sudeste africana tem um
clima subtropical úmido que na temperatura é semelhante ao tipo
mediterrâneo. A precipitação anual, no entanto, atinge de 1.000 a
1.500 mm e está concentrada no verão.
A vegetação é constituída por vários tipos de arbustos e árvores
pequenas, tanto perenifólias quanto decíduas. Muitas das plantas
têm folhas coriáceas e raízes profundas, que lhes permitem suportar
longos verões secos. Algumas são espinhosas, especialmente as
variedades de folha caduca. Ao norte são encontrados sobreiros,
oliveiras, cedros e pinheiros. No sul, louros, cedros e pauferro. Gramíneas e plantas baixas floridas crescem apenas durante
os meses chuvosos.
5. Polar
Nas regiões montanhosas, especialmente na África Oriental, as
temperaturas são mais baixas do que nas zonas de latitude
comparável a altitudes mais baixas. Isso é particularmente comum
no Planalto da Etiópia e em algumas das montanhas da região do Rift
Valley. Em áreas de relevo acentuado em direção dos ventos
úmidos, as chuvas são mais frequentes. O tipo de vegetação
depende da altitude, latitude e direção dos ventos.
Júlio
César
Lázaro
da
Silva
Colaborador
Brasil
Escola
Graduado em Geografia pela Universidade Estadual Paulista UNESP
Mestre em Geografia Humana pela Universidade Estadual Paulista UNESP

Documentos relacionados

Clima - Brasil 1- Os climogramas abaixo representam

Clima - Brasil 1- Os climogramas abaixo representam 4-Analise os dois climogramas, referentes a duas cidades brasileiras, e responda:

Leia mais

Brasil – Vegetação: Biomas: são conjuntos de ecossistemas

Brasil – Vegetação: Biomas: são conjuntos de ecossistemas -Nas áreas planálticas do sudestem recebe a denominação de mares de morro, devido ao formato adquirido pela ação das chuvas. - Vegetação densa, latifoliada, higrófita, perene, heterogênea, arbórea,...

Leia mais

Europa Relevo e Vegetação Relevo da Europa: As formas de relevo

Europa Relevo e Vegetação Relevo da Europa: As formas de relevo Vegetação de Altitude: Ocorre nas grandes elevações, destacando-se as cadeias montanhosas. Pelo frio gradativo que vai tomando as grandes altitudes é formada por coníferas em patamares médios e tun...

Leia mais

Untitled

Untitled Nessas formações a vegetação é herbácea, como nas pradarias, porém mais esparsa e ressecada. Desenvolve-se em uma faixa de transição entre climas tropicais e desérticos como na região do Sahel, na ...

Leia mais