Maio 2014

Сomentários

Transcrição

Maio 2014
1959
2014
Presidente Moacyr Pereira
Maio 2014
O dia começa
bem com um
bom café da
manhã!
Página 6
Campanha de
Sindicalização
Siemaco
Página 9
Hugo Negreiro
Trabalhador Vítima
da Violência Urbana
Página 11
Comemoração pelo Dia
dos Trabalhadores em Asseio
e Conservação, Limpeza Urbana
e Áreas Verdes de são paulo
leva mais de 8.000 trabalhadores ao CTN.
Pág.4
Editorial
O momento é de
celebração, mas ainda
há muito a avançar!
Com prazer, honra e orgulho nós festejamos o Dia do
Trabalhador em Asseio e Conservação, Limpeza Urbana e
Áreas Verdes de São Paulo! Antes apenas o Dia do Gari,
o 16 de maio agora presta homenagem a toda a nossa
categoria. Um direito conquistado em convenção coletiva,
negociado pelo Siemaco.
Na árdua labuta diária, lenta, mas progressivamente
estamos conquistando o respeito da sociedade. Afinal,
com o nosso trabalho promovemos a saúde pública... Seria
inviável sobreviver às montanhas de lixo gerado diariamente
nas ruas da cidade e ao caos que seria a vida da comunidade
sem o nosso trabalho nas empresas e instituições.
Porém, antes de sermos reconhecidos pela comunidade,
patrões e autoridades, todos nós temos de admitir a
essencialidade na nossa atividade. Antes de exigir o
respeito temos de nos respeitar e aos nossos colegas. Se
isoladamente somos vulneráveis, juntos nos tornamos cada
dia mais fortes!
Nas ruas, estamos expostos e infelizmente podemos ser
surpreendidos, como aconteceu com o nosso colega coletor,
Hugo Negreiro, que foi assassinado no início do mês. O
uniforme não pôde proteger nosso amigo da morte, mas
a família dele não ficará abandonada, pois o sindicato fará
cumprir todos os direitos legais e trabalhistas, além de dar
o apoio fraterno à esposa e filha, desoladas.
O trabalho do sindicato é árduo. Somos criticados, mas
não desistimos, pois temos uma missão: promover os
trabalhadores da nossa categoria, cuidando de cada um
individualmente e das suas famílias. Por isso, apesar
da tristeza em enterrar mais um trabalhador, vítima da
violência urbana, me sinto realizado pelo dever cumprido.
FOTO: RUBENS GAZETA
Mesmo na festa, Hugo esteve com a gente, homenageado
singelamente, no palco e na plateia. Basta de violência
contra o trabalhador, em todos os sentidos da palavra!
Tenham certeza de que o Dia do Trabalhador em Asseio e
Conservação, Limpeza Urbana e Áreas Verdes de São Paulo
é uma conquista merecida. Parabéns a todos nós!
2
Boa leitura,
Moacyr Pereira
Presidente Siemaco
FOTOS: RUBENS GAZETA
Conservação
de monumentos
requer coragem
e delicadeza
Antonia Santos, Cícero Martins da Silva e Marcelo
de Oliveira compõem uma das equipes de limpeza
de monumentos, da empresa Loga. Eles realizam um
trabalho que ninguém vê, mas causa estranheza quando
é flagrado: são responsáveis pela lavagem de estátuas.
Ágeis para não atrapalhar a rotina dos munícipes, eles
são delicados, porém fortes e corajosos. Não podem
danificar o acervo artístico da cidade ao realizar um
trabalho que pode ser perigoso.
Os homens revezam-se na lavagem e controle da
mangueira, pois Antonia não entra na cestinha. Juntos
eles carpem, varrem, lavam, retiram pichações e
cartazes. “É preciso cuidado para fazer bem-feito”, diz
Marcelo, ex- cozinheiro que trabalha na Limpeza Urbana
há meses. “A minha família reclamava que eu não tinha
tempo para eles, pois trabalhava de domingo a domingo.
Agora eu aproveito a folga com meus filhos e esposa”.
Cícero não fazia ideia de quem foi o Bandeirante Borba
Gato, ao concluir a lavagem primorosa, mas afirmou:
“Ele deve ter sido um cara bom, pois está aqui”. Antonia,
de pouca conversa, venceu a timidez, abriu o sorriso,
afirmou gostar de trabalhar na rua e voltou ao trabalho.
Esculpida pelo artista plástico paulistano Júlio Guerra,
a estátua e homenagem ao Bandeirante Borba Gato
não é um consenso: tem que ame e quem odeie.
Localizado na Avenida João Dias, em Santo Amaro,
na capital paulista, mede dez metros de altura, além
dos três de pedestal, e pesa 40 toneladas.
Inaugurada em 1963, curiosamente, foi feita com
material reciclável, com trilhos de bonde em desuso,
argamassa e pedras cortadas pelo escultor uma a
uma, e procedentes de todo o Brasil. Levou seis anos
para ser finalizada.
3
Siemaco promove
a Grande Festa do Trabalhador
A Festa é nossa!
O Dia do Trabalhador em Asseio e Conservação, Limpeza Urbana e Áreas Verdes de São Paulo foi celebrado em 16 de maio, mas a festa, de verdade, aconteceu
no domingo, dia 18. “Esse é um presente do sindicato
para vocês, trabalhadores”, anunciou o presidente do
Siemaco, Moacyr Pereira, para mais de oito mil convidados, que lotaram o Centro de Tradições Nordestinas.
Artistas contagiam o público e autoridades
homenageiam os trabalhadores
Com shows musicais do cantor Leonardo, a dupla
Caju e Castanha, Trem Bala e da bateria da escola de
samba X9 Paulistana, os trabalhadores foram homenageados por líderes sindicais vindos especialmente
da Argentina, Chile, dos estados do Amazonas, Bahia,
Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Rio Grande do Sul,
Rio de Janeiro e Santa Catarina. O “deputado federal
dos garis”, Roberto Santiago (PSD-SP) e o vereador
Gilberto Natalini (PV-SP) também fizeram questão de
promover a classe.
4
O coletor Mainha, Alecsandro de Jesus, emocionou-se ao subir
ao palco, cantando e tocando pandeiro e deixa o palco abraçado
por Moacyr Pereira
Leonardo agradeceu
o prazer de cantar
para um público
maravilhoso
FOTOS: RUBENS GAZETA
Trem Bala agradou as meninas
Caju e Castanha os veteranos
Chamando os profissionais do
Asseio e Conservação, Limpeza Urbana e Áreas Verdes de
“Anjos da Limpeza”, Leonardo
falou com exclusividade aos
leitores do Siemaco&Você:
Bateria da X9 Paulistana invadiu
com o samba o templo nordestino
Moacyr e Lagoa pedem um minuto de silêncio em homenagem ao colega morto,
o Coletor Hugo Negreiro, vitimado pela
violência urbana
Leonardo foi unanimidade da noite
Siemaco&Você: Como você vê
o trabalho da nossa categoria?
Leonardo: São trabalhadores
maravilhosos. Muita gente que
não tem a consciência que está
fazendo a sujeira e do trabalho
que vocês realizam para a sociedade. São os vigilantes do
meio ambiente e estão associados à limpeza!
Sindicalistas irmãos do Chile e Argentina
prestigiam a festa
Deputado Federal e vice-presidente do Simeaco, Roberto Santiago, homenageia os trabalhadores
Siemaco&Você: Você tem origem humilde, mas chegou ao
auge na sua profissão, que
conselho daria aos nossos trabalhadores?
Leonardo: Independente da
profissão de cada um, os sonhos vêm para todos. Deus trata os filhos de maneira igual,
porém precisamos lutar pelo
nosso ideal!
5
Siemaco prestigia coletores comunitários
com café da manhã
A ação visou aproximar os coletores que trabalham na
comunidade onde residem e têm poucas oportunidades
de confraternização. “Vamos repetir esses encontros
nas demais comunidades, pois a nossa intenção é
aproximar o sindicato dos trabalhadores”, afirmou o
diretor Elmo Nicácio (Lagoa).
Pela primeira vez, o sindicato ofereceu um café da
manhã para os trabalhadores da Limpeza Urbana
que atuam nas comunidades carentes de São Paulo.
O encontro aconteceu em maio, no Recanto dos
Humildes, bairro de Perus.
Confraternização
Soma Cidade
Tiradentes
“Não acredito, vocês vieram mesmo?”, admirou-se
o coletor Rafael, 18 anos, resumindo a alegria que
contagiou a todos. No início da manhã, depois de
terminar o próprio trabalho nas vielas, ele fez questão
de ajudar um colega a concluir as tarefas para que ambos
pudessem participar e conferir o que os representantes
do sindicato tinham para oferecer e falar.
A cooperação para o recolhimento dos resíduos é
grande, nas comunidades. Pelo menos 70 entre os
cem coletores comunitários que atuam na cidade são
filiados ao Siemaco. A meta é incluir todos eles.
Nada como começar bem o dia de trabalho, alimentando
o corpo e trocando experiências com os colegas. Foi
assim no Alojamento Cidade Tiradentes, da Soma, no
dia cinco de abril, graças ao café da manhã comunitário
organizado pelo Siemaco.
Pelo menos 60 profissionais da Limpeza Urbana, entre
varredores, auxiliares de serviços gerais, bueiristas e
pessoal do administrativo confraternizaram em clima de
festa. O assessor José do Carmo, que faz plantão as terças
e quintas-feiras no local atendendo às necessidades da
equipe, representou o Diretor Nilson Ferreira de Souza.
6
Vale lembrar que começar as atividades de “barriga
cheia” é fundamental para a saúde, o bem-estar e
segurança. Principalmente para a categoria da Limpeza
Urbana, que usa o próprio corpo como instrumento
de trabalho.
Festejando o novo
Alojamento da
Soma São Miguel/
Ermelino Matarazzo
Aproveitando a casa nova, depois da mudança do
alojamento São Miguel/Ermelino Matarazzo da Soma,
o Siemaco convidou coletores, varredores e auxiliares
de serviços diversos para um café da manhã, em dois
de maio. Participaram da refeição matinal cerca de
270 funcionários.
Graças à cooperação de todos o cardápio foi
caprichado. Fundamental, também, foi a participação
do fiscal Roni Franklin, que ajudava a organizar
encontros semelhantes no Alojamento da Soma em
Guaianazes, mas agora trabalha no local.
Representando o sindicato, os assessores Caio e
Joelinton, que acompanham as adequações do novo
alojamento, ainda em construção, esperam repetir
a iniciativa mensalmente, beneficiando os 500
funcionários. “Atividades como essa são importantes
para promover a unidade e mostrar o valor de cada
um desses trabalhadores”, enfatizou Caio.
Confraternização
de Páscoa na Loga
Jaguaré tem apoio
do Siemaco
Páscoa é tempo de renovação, e como os colegas de
trabalho são a nossa segunda família, os coletores e
motoristas da empresa Loga Jaguaré fizeram questão
de celebrar a data juntos, no sábado, 19 de março.
Ao invés de chocolate e coelho, um churrasco regado
a cerveja e show musical garantiram a diversão. A
solidariedade se fez através da divisão das despesas.
O coletor, compositor, cantor e multiinstrumentista
Mainha (Alecsandro de Jesus) brilhou com sua
performance especial, durante apresentação do cantor
e tecladista Mika Santos. A festa começou logo após
o final do turno de trabalho, no meio da tarde, e se
estendeu até as 22 horas.
“É a nossa maneira de devolver um pouco do
investimento e confiança dos trabalhadores, afinal o
sindicato não apenas luta por melhores benefícios, mas
está presente na rotina da vida dos companheiros”,
afirmou o diretor Elmo Nicácio. O diretor Fábio Cruz
e os assessores Álvaro e Junia também estiveram
presente na celebração.
7
Júri simulado alerta para a
questão da violência doméstica
Envolvendo os trabalhadores sobre o problema da
violência doméstica, que assola os lares, o Siemaco
simulou um julgamento em pleno alojamento Itaim/
Guaianazes da empresa Soma. A teatralização
aconteceu em oito de abril, promovendo á
conscientização.
Ainda tolerada pela sociedade, que aprendeu que
“em briga de marido e mulher ninguém mete a
colher”, a violência doméstica é crime previsto pela
Lei Maria da Penha (11340/06), que pune o agressor
e protege a vítima. A atuação convincente dos atores
gerou um intenso debate e depois um café da tarde
ajudou a descontrair o ambiente.
Os diretores Nilson Ferreira de Souza e Márcia Adão,
responsáveis pela atividade, pretendem realizar júris
simulados nas demais garagens e alojamentos na
cidade de São Paulo.
Do Jornal da Loga para o Simeaco&Você
Quando o motivo é justo, todos
ganham: trabalhador, empresa e
sindicato. O projeto de Educação
Continuada, desenvolvido pela
Central de Cursos do Siemaco,
leva a sala de aula até o local de
trabalho. A Loga disponibilizou o
espaço e estimula os trabalhadores
da Limpeza Urbana a voltarem
a estudar, inclusive oferecendo
oportunidades
internas
de
recolocação.
Iniciativa do Bem, que está
mudando a história de vida de
profissionais, capacitando-os para
o mercado e um dia-a-dia melhor.
Leia a reportagem publicada no
jornal interno da empresa:
8
Saia da reservA e jogue
no time do Siemaco
Muitos trabalhadores da empresa Ecourbis Ambiental
aceitaram esse convite e se filiaram ao sindicato,
durante campanha realizada entre o final de março
e início de abril, na garagem Sul. Assim, passaram a
usufruir dos benefícios oferecidos e da segurança de
integrar esse time.
na rua, na chuva e sol”, enquanto Helon Simão da Silva,
26, efetivado no início do ano, está de olho nos cursos
de inglês e informática: “Estou me sindicalizando para
buscar melhorias, graças às oportunidades que o
sindicato oferece de estudo”.
A diretora Daniela Gomes Sousa explicou que a
campanha teve o intuito de divulgar o trabalho e a força
do sindicato. ”Muitos trabalhadores não conheciam o
papel do Siemaco, e como estamos perto da data-base
da categoria é importante que eles se juntem a nós”.
“Eu trabalho tanto que nem sempre dá tempo de
pensar na gente. Os meus colegas da administração,
sócios do Siemaco, usam a colônia de férias, eu achei
interessante e também quero levar os meus filhos para
a praia”, contou o líder de coleta, Marcos Roberto dos
Santos, 46, nove de Ecourbis.
“Estou feliz”, resumiu Obervan Sabino Feitosa, 25 anos,
coletor há cinco. “Pelo valor que estão cobrando de
mensalidade os benefícios são muitos”. José Antonio
Basílio de Freitas, 39, há 12 na função, disse que se
associou para ajudar no reajuste dos salários: “Sem o
sindicato nós não somos nada, temos de dar o apoio”.
Como ele, Leandro Carlos de Barros, 31 anos, na
limpeza urbana há nove meses, destacou: “Eu penso
num salário melhor para a gente, que trabalha direto
Assessor responsável pela interface entre o sindicato
e a Ecourbis Sul há oito anos, Anderson lembrou que
o seu papel é orientar o trabalhador, participando das
reuniões da Cipa, ouvindo reclamações, sugestões
e intervindo, quando necessário. “Eu me sinto
importante, porque o pessoal da limpeza, a maioria
migrante e com pouco estudo, é o braço direito de São
Paulo. Fico feliz em ajudar a proporcionar uma vida
melhor para os filhos de cada um deles”, concluiu.
9
A seleção brasileira
já está escalada,
VAMOS NUMA SÓ TORCIDA!
O técnico da seleção brasileiro, Luis Felipe Scolari,
como sempre surpreendeu ao anunciar, no dia sete
de maio, os 23 jogadores que integram a seleção
brasileira. Aos críticos que esperavam contar com
alguns craques consagrados no passado ele afirmou,
sobre os convocados: “Eu acredito e vou até o inferno
com eles”.
Como o Felipão já demonstrou ser um vencedor,
torcedores fiéis que somos vamos acreditar e torcer
pelo hexacampeonato. O time já está formado, agora
é esperar o apito inicial para a bola rolar no Itaquerão,
no dia 12 de junho.
Combatendo
o racismo
Pouco
antes
de
ser
confirmado para a seleção
brasileira, o lateral Daniel
Alves conquistou o respeito do
mundo ao comer uma banana
jogada em sua direção, durante
uma partida pelo Barcelona.
Depois disso, personalidades
postaram fotos comendo a fruta,
em solidariedade.
A atitude do atleta é uma alerta
para o combate ao racismo, ao
assédio, ao preconceito. Como um
país colonizado, o povo brasileiro é multirracial,
portanto diga não a todas as formas de
discriminação. Seja no trabalho, no esporte, na
escola, na sociedade e, principalmente, dentro
de suas casas!
10
Conheça a selação:
Julio Cesar, Jéfferson, Victor, Thiago Silva, David Luiz, Dante,
Henrique, Daniel Alves, Maicon, Marcelo, Maxwell, Luiz Gustavo,
Paulinho, Ramires, Fernandinho, Hernanes, Oscar, Willian,
Bernard, Hulk, Neymar, Fred e Jô.
Siemaco e Loga homenageiam coletor
morto, vítima da violência urbana
Um ato ecumênico, realizado na garagem da empresa
Loga, no Jaraguá, foi a forma de os colegas de trabalho
e do sindicato homenagearem o coletor Hugo Leonardo
Alves Negreiro, 27 anos, encontrado morto no dia cinco
de maio, após ser vitimado pela violência urbana. Deixando viúva e uma filha de oito anos, Hugo era conhecido pela tranqüilidade, assiduidade e responsabilidade.
Apesar de a polícia ainda não ter pistas sobre o assassinato, o Siemaco e a Loga estão cobrando a intensificação das investigações para apuração do caso. Hugo
foi enterrado em sua cidade natal, Pedreiros, no Ceará,
após ser velado em São Paulo. O coletor morreu por
afogamento e o corpo foi encontrado num córrego localizado na Vila Piauí, na divisa dos municípios de São
Paulo e Osasco, com sinais de espancamento.
Funcionário da Loga há dois anos, Hugo era conhecido
pela sua proatividade. Trabalhando no período noturno,
depois da coleta ele costumava acompanhar o descarregamento do caminhão repleto de lixo antes de voltar
É hora da vacina,
pois o vírus
Influenza vem aí!
Todo o ano é a mesma coisa, com a proximidade do
inverno os sintomas do resfriado e alergias aparecem.
O grande perigo, entretanto, é a gripe (Influenza), uma
doença viral que costuma incomodar durante sete
dias, mas pode ser fatal para algumas pessoas.
Para diminuir as consequências da gripe, anualmente
o governo brasileiro lança a campanha de vacinação
e disponibiliza a vacina gratuitamente, nas Unidades
Básicas de Saúde. Como nem toda a população está
incluída no benefício, empresas e clínicas particulares
também oferecem a vacina.
para casa, no Recanto dos Humildes, no bairro de Perus, São Paulo. Na noite de 30 de abril, entretanto, Hugo
mudou essa rotina e desapareceu durante a jornada de
trabalho. Ele foi encontrado ainda com o uniforme.
Consternado por mais um trabalhador morrer em decorrência da violência urbana, o diretor do Siemaco,
Elmo Nicácio (Lagoa), que também é coletor da Loga,
lembrou que Hugo era “um sujeito calmo e que não
gostava de brigas”. Os colegas de empresa e sindicato
se solidarizaram com a família, mas anseiam por respostas que esclareçam o crime. “Basta de trabalhadores mortos!”.
Quem deve tomar a vacina?
Todos, menos as pessoas que tem
intolerância aos componentes da
vacina. O grupo prioritário é formado
por idosos, gestantes, bebês, pacientes
imunodeprimidos ou portadores de
doenças pulmonares e metabólicas
crônicas, cardiovasculares, disfunção
renal, além de profissionais da área da
saúde, creches, asilos, orfanatos e pessoas
que estejam viajando em localidades
onde há incidência da Influenza.
No Brasil, estima-se que 49 milhões de
pessoas integram o público de risco. Não
deixe de se vacinar, mas se tiver dúvidas
procure um posto de saúde ou consulte
um médico!
11
Expediente:
Coordenação Geral: Moacyr Pereira
Jornalista Responsável: Adriana Amaral (MTB 16.447)
Colaboração: Simone Rocha
Projeto Gráfico: AGPC Comunicação
Tiragem: 20.000 Exemplares
Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Prestação de Serviços
de Asseio e Conservação e Limpeza Urbana de São Paulo
Sede: Alameda Eduardo Prado, 648
Santa Cecília - São Paulo - Cep: 01218-012 - Tel.: 3821-6444
SubSede: Rua Doutor Carlos Augusto de Campos, 165
Santo Amaro - São Paulo - Cep: 04750-060 - Tel.: 5521-9108
Filiado a:

Documentos relacionados