CSE-300-4 15-08-2009

Сomentários

Transcrição

CSE-300-4 15-08-2009
Engenharia e Tecnologia Espaciais – ETE
Engenharia e Gerenciamento de Sistemas
Espaciais
CSE-300-4
Métodos e Processos na Área Espacial
L.F. Perondi
15.08.2009
EXEMPLOS
Redes de
Atividades (CPM)
Exemplo 1
Exemplo 2
Exemplo 3
Cronograma
Exemplo 1
Exemplo 2
Redes PERT
Exemplo
Alocação de
Recursos
Nivelamento
Cronograma
Limitado por
Recursos
Diagrama de
Gantt para
Recursos
L.F. Perondi
SUMÁRIO
Redes de Atividades (CPM)
Exemplo 1
Exemplo 2
Exemplo 3
Cronograma
Exemplo 1
Exemplo 2
Redes PERT
Exemplo PERT (Exemplo 2)
Alocação de Recursos
Nivelamento
Exemplo 1
Exemplo 2
Cronograma Limitado por Recursos
Exemplo 1
Diagrama de Gantt para Recursos
L.F. Perondi
Redes de Atividades

Permitem:
◦ Uma visão gráfica das atividades que compõem o
serviço;
◦ Uma estimativa de quanto tempo o serviço consumirá;
◦ Uma visão de quais atividades são críticas para o
atendimento do prazo de conclusão do serviço;
◦ Uma visão de quanto tempo de folga dispomos nas
atividades não-críticas, o qual pode ser negociado no
sentido de reduzir a aplicação de recursos, e
conseqüentemente custos.
FONTE: Apresentação ORGANIZAÇÃO INDUSTRIAL – Prof. Adolfo Sérgio Furtado da Silva
CSE-300-4
Métodos e Processos na Área Espacial
16/8/2009
3
L.F. Perondi
Nomenclatura
Data de início mais cedo
Data de término mais cedo
Número da Atividade
Tempo estimado para execução
Data de início mais tarde
Data de término mais tarde
Folga Total (em vermelho)
Número da Atividade
Data mais tarde do evento
Data mais cedo do evento
CSE-300-4
Métodos e Processos na Área Espacial
16/8/2009
4
L.F. Perondi
O início mais
O término mais
Data de início mais cedo
Data de término mais
tarde
CSE-300-4
Métodos e Processos na Área Espacial
16/8/2009
5
L.F. Perondi

Exemplo 1
◦ Montar uma rede CPM para a troca de uma lâmpada queimada.

Solução
CSE-300-4
Métodos e Processos na Área Espacial
16/8/2009
6
L.F. Perondi
Rede de SETAS
A
D
B
E
F
H
C
G
Diagrama de ATIVIDADES
CSE-300-4
Métodos e Processos na Área Espacial
16/8/2009
7
L.F. Perondi
Exemplo 2
Construir a rede do
projeto ao lado
observando as
interdependências
entre as atividades.
Solução
CSE-300-4
Métodos e Processos na Área Espacial
16/8/2009
8
L.F. Perondi
Solução
CSE-300-4
Métodos e Processos na Área Espacial
16/8/2009
9
L.F. Perondi
Exemplo 3
CSE-300-4
Métodos e Processos na Área Espacial
16/8/2009
10
L.F. Perondi
CSE-300-4
Métodos e Processos na Área Espacial
16/8/2009
11
EXEMPLOS
Redes de
Atividades (CPM)
Exemplo 1
Exemplo 2
Exemplo 3
Cronograma
Exemplo 1
Exemplo 2
Redes PERT
Exemplo
Alocação de
Recursos
Nivelamento
Cronograma
Limitado por
Recursos
Diagrama de
Gantt para
Recursos
L.F. Perondi
CSE-300-4
Métodos e Processos na Área Espacial
16/8/2009
12
EXEMPLOS
Redes de
Atividades (CPM)
Exemplo 1
Exemplo 2
Exemplo 3
Cronograma
Exemplo 1
Exemplo 2
Redes PERT
Exemplo
Alocação de
Recursos
Nivelamento
Cronograma
Limitado por
Recursos
Diagrama de
Gantt para
Recursos
L.F. Perondi
CSE-300-4
Métodos e Processos na Área Espacial
16/8/2009
13
L.F. Perondi
Cronograma
Exemplo 1
CSE-300-4
Métodos e Processos na Área Espacial
16/8/2009
14
L.F. Perondi
Cronograma
(cont.)
Cronograma
Exemplo 2
CSE-300-4
Métodos e Processos na Área Espacial
16/8/2009
15
EXEMPLOS
Redes de
Atividades (CPM)
Exemplo 1
Exemplo 2
Exemplo 3
Cronograma
Exemplo 1
Exemplo 2
Redes PERT
Exemplo
Alocação de
Recursos
Redes PERT
A construção de uma rede PERT exige que se conheça:
1) a lista das tarefas que devem ser executadas
para a conclusão do projeto, ou seja, as atividades
propriamente ditas;
2) a definição das tarefas precedentes e as
subseqüentes, ou seja, a ordem de execução das
atividades;
3) A distribuição de probabilidade para os tempos
de execução de cada tarefa.
A partir destas informações é possível construir a rede
de atividades relativa ao projeto (ou parte do projeto).
Nivelamento
Cronograma
Limitado por
Recursos
Diagrama de
Gantt para
Recursos
L.F. Perondi
FONTE: GENARI, B., INTRODUÇÃO AO PERT BÁSICO, Cadernos de Administração
Pública, Fundação Getúlio Vargas, Rio de Janeiro, 1966.
FONTE: GIDO, J., CLEMENTS, J.P., Gestão de Projetos, São Paulo, Thomson Learning,
2007.
FONTE: Mayerle, S.
PROGRAMAÇÃO DE PROJETOS COM PERT / CPM
Florianópolis, DEPARTAENTO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO E SISTEMAS, Universidade Federal de Santa Catarina, 2008.
CSE-300-4
Métodos e Processos na Área Espacial
16/8/2009
16
EXEMPLOS
Redes de
Atividades (CPM)
Exemplo 1
Exemplo 2
Exemplo 3
Cronograma
Exemplo 1
Exemplo 2
Construção de Rede PERT
O tempo total de execução de um projeto é dado pela soma dos
tempos das atividades que se encontram no caminho crítico. Em uma
rede PERT, os tempos das atividades são tratados como variáveis
estocásticas. Assim, o tempo relativo ao caminho crítico
T = ta + tb + tc + ... é uma variável estocástica.
Teorema do limite central: T, uma soma de varáveis estocásticas
independentes, apresentará distribuição normal, com:
média μ = med(T) = med(ta) + med(tb) + med(tc) + ...
e
variância σ2 = var(T) = var(ta) + var(tb) + var(tc)+ ...
Redes PERT
Exemplo
Alocação de
Recursos
Nivelamento
Cronograma
Limitado por
Recursos
Diagrama de
Gantt para
Recursos
L.F. Perondi
CSE-300-4
Métodos e Processos na Área Espacial
16/8/2009
17
EXEMPLOS
Redes de
Atividades (CPM)
Exemplo 1
Em uma rede PERT, é normalmente assumido que o
tempo de uma atividade , ti, apresenta uma
distribuição Beta de probabilidades:
Exemplo 2
Exemplo 3
Cronograma
Exemplo 1
Exemplo 2
Redes PERT
Exemplo
Alocação de
Recursos
Nivelamento
Cronograma
Limitado por
Recursos
Diagrama de
Gantt para
Recursos
cujos parâmetros, média e variância, são calculados
a partir das seguintes estimativas:
L.F. Perondi
CSE-300-4
Métodos e Processos na Área Espacial
16/8/2009
18
EXEMPLOS
Redes de
Atividades (CPM)
Exemplo 1
Exemplo 2
Exemplo 3
Cronograma
Exemplo 1
Exemplo 2
Redes PERT
Exemplo
Alocação de
Recursos
Nivelamento
Cronograma
Limitado por
Recursos
Diagrama de
Gantt para
Recursos
L.F. Perondi
ESTIMATIVA DE DURAÇÃO DAS ATIVIDADES
1. Tempo otimista (to) é o tempo no qual uma atividade em
particular pode ser concluída se tudo sair perfeitamente bem e não
houver complicações. Uma regra prática é que deve haver apenas
uma chance em dez de se concluir a atividade em menos tempo do
que a estimativa otimista.
2. Tempo mais provável (tm) é o tempo em que uma atividade pode
geralmente ser completada sob condições normais. Se uma atividade
foi repetida muitas vezes, a duração que ocorre com maior frequência pode ser usada como a estimativa de tempo mais provável.
3. Tempo pessimista (tp) é o tempo em que uma atividade pode ser
concluída sob condições adversas, como na presença de
complicações incomuns ou imprevistas. Uma regra prática é que há
apenas uma chance em dez de se concluir a atividade em mais
tempo do que a estimativa de tempo pessimista. (*)
Parâmetros da distribuição Beta para a variável estocástica ti:
média μi = med(ti) = te = (to + 4 tm + tp) / 6
variância σi2 = var(ti) = ((tp - to)/6)2
CSE-300-4
Métodos e Processos na Área Espacial
16/8/2009
19
EXEMPLOS
Redes de
Atividades (CPM)
Distribuição Beta de probabilidades:
Exemplo 1
Exemplo 2
Exemplo 3
Cronograma
Exemplo 1
Exemplo 2
Redes PERT
B  função Beta
Exemplo
Alocação de
Recursos
Nivelamento
Cronograma
Limitado por
Recursos
Diagrama de
Gantt para
Recursos
L.F. Perondi
CSE-300-4
Métodos e Processos na Área Espacial
16/8/2009
20
EXEMPLOS
Exemplo PERT:
Redes de
Atividades (CPM)
Exemplo 1
Exemplo 2
Exemplo 3
Cronograma
Exemplo 1
Exemplo 2
Redes PERT
to
tm
tp
Exemplo
3
0,11
6
1,78
Nivelamento
2
0,11
Cronograma
Limitado por
Recursos
4
1,78
2
0
Diagrama de
Gantt para
Recursos
7
1,78
4
0,44
3
0,44
Alocação de
Recursos
L.F. Perondi
CSE-300-4
Métodos e Processos na Área Espacial
16/8/2009
21
L.F. Perondi
Exemplo PERT
(cont.)
:
CSE-300-4
Métodos e Processos na Área Espacial
16/8/2009
22
L.F. Perondi
Exemplo PERT
(cont.)
:
CSE-300-4
Métodos e Processos na Área Espacial
16/8/2009
23
EXEMPLOS
Redes de
Atividades (CPM)
Alocação de Recursos
Exemplo 1
Exemplo 2

Até o momento, estivemos considerando apenas o
elemento tempo no estabelecimento do Cronograma.

Em todos os exemplos considerados, estava implícito
que os recursos necessários para a realização das
atividades encontravam-se disponíveis quando
necessário.

Recursos: mão-de-obra, equipamentos, máquinas,
ferramentas, instalações e outros.

Mão-de-obra: engenheiros, programadores, técnicos e
assim por diante.
Exemplo 3
Cronograma
Exemplo 1
Exemplo 2
Redes PERT
Exemplo
Alocação de
Recursos
Nivelamento
Cronograma
Limitado por
Recursos
Diagrama de
Gantt para
Recursos
FONTE: GENARI, B., INTRODUÇÃO AO PERT BÁSICO, Cadernos de Administração
Pública, Fundação Getúlio Vargas, Rio de Janeiro, 1966.
FONTE: GIDO, J., CLEMENTS, J.P., Gestão de Projetos, São Paulo, Thomson Learning,
2007.
FONTE: Mayerle, S.
PROGRAMAÇÃO DE PROJETOS COM PERT / CPM
Florianópolis, DEPARTAENTO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO E SISTEMAS, Universidade Federal de Santa Catarina, 2008.
L.F. Perondi
CSE-300-4
Métodos e Processos na Área Espacial
16/8/2009
24
EXEMPLOS
Redes de
Atividades (CPM)
Exemplo 1


Exemplo 2
Exemplo 3
Cronograma

Exemplo 1
Exemplo 2
Redes PERT
Exemplo
Alocação de
Recursos
Nivelamento
Cronograma
Limitado por
Recursos
Diagrama de
Gantt para
Recursos

Competição pelo uso de recursos: tarefas podem
competir na utilização de recursos.
Limitação na disponibilidade de recursos pode
resultar no adiamento da execução de
atividades.
Questões:
- levar em consideração as limitações de
recursos ao desenvolver o diagrama de rede;
- nivelar a utilização de recursos;
- elaborar o cronograma do projeto levando em
consideração as limitações dos recursos
disponíveis.
A lógica da rede de atividades levará em
consideração, também, a disponibilidade de
recursos.
L.F. Perondi
CSE-300-4
Métodos e Processos na Área Espacial
16/8/2009
25
EXEMPLOS
Redes de
Atividades (CPM)
Exemplo 1
Exemplo 2
Exemplo 3
Cronograma
Exemplo 1
Exemplo 2
Exemplos
Nivelamento.

O nivelamento de recursos é um método para minimizar flutuações na
demanda de recursos, de maneira que os recursos sejam aplicados o mais
uniformemente possível sem estender o cronograma do projeto além da data
de conclusão exigida. É um método de tentativa e erro em que atividades
não críticas (aquelas que têm valores de folga positiva) são atrasadas para
após o tempo de início mais cedo, a fim de manter um nível uniforme de
alocação dos recursos exigidos.
Redes PERT
Exemplo
Alocação de
Recursos
Nivelamento
Cronograma
Limitado por
Recursos
Diagrama de
Gantt para
Recursos

Cronograma limitado por recursos.
O cronograma limitado por recursos é um método para desenvolver o
cronograma mais curto possível para uma quantidade fixa de recursos
disponíveis. Esse método é apropriado quando os recursos disponíveis para
o projeto são limitados e esses limites não podem ser excedidos. O método
estende o tempo de conclusão do projeto, se necessário, a fim de manter o
projeto dentro dos limites de recursos.
FONTE: GIDO, J., CLEMENTS, J.P., Gestão de Projetos, São Paulo, Thomson Learning,
2007.
L.F. Perondi
CSE-300-4
Métodos e Processos na Área Espacial
16/8/2009
26
L.F. Perondi
Nivelamento:
CSE-300-4
Métodos e Processos na Área Espacial
16/8/2009
27
L.F. Perondi
Exemplo 1 – Nivelamento :
E
C
D
A
B
C
E
D
A
B
CSE-300-4
Métodos e Processos na Área Espacial
16/8/2009
28
L.F. Perondi
Exemplo 1 – Nivelamento
(cont.)
:
E
C
D
A
B
CSE-300-4
Métodos e Processos na Área Espacial
16/8/2009
29
L.F. Perondi
Exemplo 1 – Nivelamento
•
(cont.)
:
Início das
atividades com
folga em sua data
de início mais
cedo.
CSE-300-4
Métodos e Processos na Área Espacial
16/8/2009
30
L.F. Perondi
Exemplo 1 – Nivelamento
•
(cont.)
:
Início das
atividades com
folga em sua data
de início mais
tarde.
CSE-300-4
Métodos e Processos na Área Espacial
16/8/2009
31
L.F. Perondi
Exemplo 1 – Nivelamento
•
(cont.)
:
Uma das possíveis
soluções ótimas
com respeito ao
nivelamento do
uso de recursos.
CSE-300-4
Métodos e Processos na Área Espacial
16/8/2009
32
L.F. Perondi
Exemplo 2 – Nivelamento:
5
CSE-300-4
Métodos e Processos na Área Espacial
16/8/2009
33
L.F. Perondi
Exemplo 2 – Nivelamento
(cont.)
:
CSE-300-4
Métodos e Processos na Área Espacial
16/8/2009
34
L.F. Perondi
Exemplo 2 – Nivelamento
(cont.)
:
CSE-300-4
Métodos e Processos na Área Espacial
16/8/2009
35
L.F. Perondi
Exemplo 2 – Nivelamento
(cont.)
:
CSE-300-4
Métodos e Processos na Área Espacial
16/8/2009
36
EXEMPLOS
Redes de
Atividades (CPM)
Exemplo 1
Cronograma limitado por recursos

Exemplo 2
Exemplo 3
Cronograma

Exemplo 1
Exemplo 2
Redes PERT

Exemplo
Alocação de
Recursos
Nivelamento
Cronograma
Limitado por
Recursos
Diagrama de
Gantt para
Recursos

O cronograma limitado por recursos é um
método para desenvolver o cronograma mais curto
possível para uma quantidade fixa de recursos
disponíveis.
Esse método é apropriado quando os recursos
disponíveis para o projeto são limitados e esses
limites não podem ser excedidos.
O método estende o tempo de conclusão do
projeto, se necessário, a fim de manter o projeto
dentro dos limites de recursos.
Trata-se de um método iterativo no qual os
recursos são alocados para atividades com base na
menor folga. Quando diversas atividades precisam
do mesmo recurso limitado e na mesma hora, as
de menor folga têm prioridade. Alocados os
recursos à atividade de menor folga, as atividades
com a segunda menor passam a ter prioridade, e
assim por diante.
L.F. Perondi
CSE-300-4
Métodos e Processos na Área Espacial
16/8/2009
37
L.F. Perondi
Exemplo 1:
•
•
CSE-300-4
Se somente dois
profissionais
estiverem
disponíveis, o
tempo de execução
passará de 12
para 16 dias.
O número de
homens-hora para
executar o serviço
é fixo.
Métodos e Processos na Área Espacial
16/8/2009
38
L.F. Perondi
Exemplo 1
:
(cont.)
Passo 1: Reescalonamento
das atividades A.
B e D.
CSE-300-4
Métodos e Processos na Área Espacial
16/8/2009
39
L.F. Perondi
Exemplo 1
(cont.)
:
Passo 2: Reescalonamento das
atividades A e D.
CSE-300-4
Métodos e Processos na Área Espacial
16/8/2009
40
L.F. Perondi
Exemplo 1
(cont.)
:
Passo 3: Reescalonamento
das atividade D.
CSE-300-4
Métodos e Processos na Área Espacial
16/8/2009
41
L.F. Perondi
Exemplo 1
(cont.)
:
CSE-300-4
Métodos e Processos na Área Espacial
16/8/2009
42
EXEMPLOS
Vários Projetos :
Redes de
Atividades (CPM)
Exemplo 1
Exemplo 2
Exemplo 3
Cronograma
Exemplo 1
Exemplo 2
Redes PERT
Exemplo
Alocação de
Recursos
Nivelamento
Cronograma
Limitado por
Recursos
Diagrama de
Gantt para
Recursos
L.F. Perondi
ADAPTADO DE: Processos de Gestão ADC/DEI/FCTUC 1999/2000 Cap. 7. Técnicas Gráficas de Planeamento –
Universidade de Coimbra
CSE-300-4
Métodos e Processos na Área Espacial
16/8/2009
43
L.F. Perondi
Vários Projetos (cont.) :
CSE-300-4
Métodos e Processos na Área Espacial
16/8/2009
44
L.F. Perondi
Vários Projetos (cont.) :
CSE-300-4
Métodos e Processos na Área Espacial
16/8/2009
45
L.F. Perondi
Vários Projetos (cont.) :
CSE-300-4
Métodos e Processos na Área Espacial
16/8/2009
46

Documentos relacionados

03. CPM - Método do caminho crítico

03. CPM - Método do caminho crítico É um caminho percorrido através dos eventos (nós) cujo somatório dos tempos condiciona a duração do trabalho. Por meio do caminho crítico obtémse a duração total do trabalho e a folga das tarefas q...

Leia mais

ferramentas da qualidade diagrama de gantt

ferramentas da qualidade diagrama de gantt Desenvolvido em 1917 pelo engenheiro social Henry Gantt um dos precursores da engenharia industrial, que criou os cronogramas de barras ou o chamado diagramas de Gantt, a mais antiga técnica de adm...

Leia mais

Mapas de GANTT e Redes de PERT

Mapas de GANTT e Redes de PERT Razão pela qual é necessário um certo número de acções prévias, para se conseguir o seu funcionamento: 1. Primeiro, definir de maneira precisa todo o projecto. 2. Designar, depois, um responsável p...

Leia mais