HAS - Cardiofit

Сomentários

Transcrição

HAS - Cardiofit
HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA
(HAS)
O que é?
A HAS é uma
doença crônica
degenerativa,
caracterizada
por níveis
elevados e
sustentados de
pressão arterial.
O coração fica
sobrecarregado,
passando a trabalhar mais até perder sua
capacidade de contração. É responsável por uma
maior chance de desenvolver complicações, tais
como acidente vascular cerebral (AVC), infarto do
miocárdio e insuficiência cardíaca.
Mas o que é pressão arterial?
O coração bombeia o sangue para todas as partes
do corpo, através de canais chamados artérias e
arteríolas. Quando o sangue é bombeado, ele é
empurrado contra as paredes das artérias; esta
pressão do fluxo sanguíneo é chamada de pressão
arterial. Ela varia em diferentes horas do dia e
durante diversas atividades. A tendência é que ela
diminua durante o sono e aumente quando o
indivíduo estiver nervoso ou aborrecido.
Causas
Sabe-se que, além da herança familiar, hábitos
como fumar, não praticar atividade física,
comer muito sal, viver com estresse, estar com
peso acima do ideal e tomar bebidas alcoólicas
em excesso, também ajudam a pressão a subir.
Assim, evitando-se estes fatores pode-se evitar a
hipertensão, mesmo quando existir a tendência
hereditária.
Sintomas
A hipertensão arterial é um fator de risco muito
traiçoeiro. Ela ataca devagar, muitas vezes sem
sintomas. Em alguns casos, pode apresentar dor de
cabeça, náuseas, tontura, etc.
Diagnóstico
Como a pressão arterial altera devido alguns fatores, são necessárias várias medidas em momentos
diferentes do dia para o diagnóstico da HAS. Hoje existe disponível um sistema de Monitorização
Ambulatorial da Pressão Arterial, o MAPA, no qual o paciente é submetido à medida da pressão arterial,
durante as várias atividades do dia, por 24 horas.
Classificação da pressão arterial
Pressão sistólica
Pressão diastólica
Classificação
(mmHg)
(mmHg)
Ótima
< 120
< 80
Normal
< 130
< 85
Limítrofe
130–139
85–89
Hipertensão Arterial
≥ 140
≥ 90
OBS.: Apesar destes critérios, sabe-se que quanto maior a pressão arterial maior será a mortalidade e as
complicações associadas.
Tratamento
O tratamento pode ser medicamentoso e não-medicamentoso. É muito importante seguir de forma contínua as
medidas recomendadas para que o tratamento seja eficaz.
Tratamento medicamentoso: existe uma gama de medicações para o controle da hipertensão, cabendo ao
médico a escolha de acordo com a gravidade e com as doenças associadas.
Tratamento não-medicamentoso: inclui mudanças nos hábitos de vida, podendo reduzir ou até eliminar a
utilização de medicamentos. São elas:
Atividade física
Alimentação
A prática de exercícios físicos promove reduções
da pressão, estando indicada tanto para a
prevenção como para o tratamento da HAS.
Para o controle da pressão arterial recomenda-se:

Por que isso acontece?



Aumenta a dilatação dos vasos sanguíneos;
Diminui a resistência vascular periférica (o
sangue flui pelos vasos mais facilmente);
Diminui a frequência cardíaca de repouso,
consequentemente diminuindo a pressão.
Prescrição
Para manter uma boa saúde cardiovascular e
qualidade de vida, todo adulto deve realizar,
pelo menos cinco vezes por semana, 30 minutos
de atividade física
moderada.
Em relação aos
exercícios
resistidos,
recomenda-se que
sejam realizados
entre 2 a 3 vezes
por semana.






Lembre-se: a atividade física para ser eficaz deve
ser feita regularmente, pois seu efeito hipotensor
(diminuição da pressão arterial) dura em média de
24 a 48 horas após seu término.
Controle do peso
O peso corporal está diretamente relacionado ao
aumento da pressão arterial. Portanto, manter o
Índice de Massa Corporal (IMC) menor que 25
Kg/m² é um dos principais objetivos para o
tratamento da hipertensão.

Escolher alimentos que possuam pouca gordura
saturada,
colesterol e
gordura total.
Por exemplo,
carne magra,
aves e peixes,
utilizando-os em
pequenas
quantidades;
Comer muitas
frutas e
verduras;
Preferir os alimentos integrais, como pão,
cereais e massas integrais ou de trigo integral;
Comer oleaginosas (castanhas), sementes e
grãos;
Reduzir a adição de gorduras. Utilizar
margarina light e óleos vegetais insaturados
(como azeite, soja, milho, canola);
Evitar a adição de sal aos alimentos, molhos e
caldos
prontos,
além
de
produtos
industrializados;
Limitar a ingestão de álcool a menos de 40mg
por dia (como uma lata de cerveja ou meia taça
de vinho ou uma dose de destilado);
Diminuir ou evitar o consumo de doces e
bebidas com açúcar.
Parar de fumar
A cessação do tabagismo constitui medida
fundamental e prioritária na prevenção e no
tratamento da hipertensão arterial, das doenças
cardiovasculares e de diversas outras doenças.
IMC: peso / (altura x altura)
Referências:
Sociedade Brasileira de Cardiologia / Sociedade Brasileira de Hipertensão / Sociedade Brasileira de Nefrologia.
VI Diretrizes Brasileiras de Hipertensão. Arq Bras Cardiol 2010; 95(1 supl.1): 1-51. www.cardiol.br
Cardiofit – Reabilitação e Condicionamento Físico
Rua Coronel Maurício Spalding de Souza, 1243 Santa Mônica
Fone: (48) 3028 1600 www.clinicacardiofit.com.br

Documentos relacionados

O Coração O que são doenças cardiovasculares? Como controlar

O Coração O que são doenças cardiovasculares? Como controlar Taxa de Colesterol alta Procure ter uma dieta alimentar saudável. Prefira carnes brancas e magras. Substitua a manteiga por margarina vegetal e as frituras por assados, cozidos ou grelhados. Taxa d...

Leia mais

Tensão arterial alta Introdução A tensão arterial define

Tensão arterial alta Introdução A tensão arterial define O lado direito do coração bombeia o sangue com pouco oxigénio para os pulmões. O lado direito bombeia sangue a uma pressão menor do que o lado esquerdo. Essa pressão chama-se pressão diastólica. O ...

Leia mais