ANEURISMAS CEREBRAIS

Сomentários

Transcrição

ANEURISMAS CEREBRAIS
ANEURISMAS CEREBRAIS
INTRODUÇÃO
• O ANEURISMA é uma dilatação focal ou segmentar em uma
artéria do cérebro.
• Dados epidemiológicos admitem prevalência de 2 a 9% de
aneurismas na população.
• Um pequeno aneurisma geralmente é assintomático, mas
com seu crescimento o indivíduo começa a apresentar
algumas manifestações.
• A ruptura do aneurisma é perigosa e geralmente causa
sangramento dentro do cérebro podendo causar morte 
comprometimento de áreas vitais.
INTRODUÇÃO
•
A dilatação é devido a um defeito ou fragilidade localizado em uma porção
da parede do vaso sanguíneo, cuja localização mais comum é nas artérias
da base do cérebro.
• Os aneurismas intracranianos são dilatações localizadas na
parede arterial.
• CLASSIFICAÇÃO:
1. Morfologia: fusiforme, sacular,
dissecante e pseudoaneurisma.
2. Tamanho:
• Aneurisma muito pequeno: menor a 3 milímetros
• Aneurisma pequeno: menor de 11 milímetros
• Aneurisma grande: 11 a 25 milímetros
• Aneurisma gigante: maior de 25 milímetros
3. Localização
• ETIOLOGIA:
•
•
•
•
•
•
Congênito
Mecânico (hemodinâmico)
Traumático (pseudo-aneurisma)
Inflamatório (não-infeccioso)
Infeccioso (micótico)
Degenerativo relacionado com a gravidez (variante do
inflamatório)
• Aneurismas anastomóticos (pós-arteriotomia)
• DIAGNÓSTICO:
• Angiografia por cateterismo (padrão ouro)
• Angiografia por TC (Angio-TC)
• Angiografia por RM (Angio-RM)
• MANIFESTAÇÕES CLÍNICA:
• A maioria dos aneurismas não manifestam sintomas até que
se rompam, e quando isso ocorre, as taxas de morbidade e
mortalidade são significativas.
• Os sinais de um aneurismas que não se rompeu (grandes e
gigantes) incluem:
• Cefaléia
• Mudanças súbitas na conduta
• Paralisia de uma pálpebra (Ptose)
• Perda do equilíbrio ou da coordenação
• Perda da visão
• Problemas no pensamento ou no processado do pensamento
• Transtornos da memória de curto prazo
• Visão Dupla (Diplopia)
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
As manifestações de um aneurisma intracraniano rompido são:
Alteração súbita do estado de consciência
Confusão
Coma
Crise Convulsivas
Cefaléia súbita intensa
Pescoço rígido ou dor intensa no pescoço
Estupor / sonolência
Fotofobia (sensibilidade à luz)
Hemiplegia
Náusea e Vômito
Pupilas dilatadas
Transtornos na fala (Afasia)
Visão dupla ou borrada
• TRATAMENTO:
• Existem dois tipos de tratamento: a cirurgia cerebral para
colocar um clip no pescoço do aneurisma (craniotomia) e a
embolização endovascular.
• GERALMENTE:
 Aneurisma não roto  Embolização endovascular
 Aneurisma roto  Cirurgia cerebral
• Em contraste à cirurgia, a embolização endovascular não
requer uma cirurgia aberta. Em seu lugar o cirurgião emprega
tecnologia de raios-x em tempo real, para visualizar o sistema
vascular do paciente e tratar o aneurisma desde o interior da
artéria. Após conseguir acesso à circulação arterial por meio
de uma punção femoral, radial ou carotídea direta. Efetua-se
cateterismo superseletivo para conseguir acesso ao interior
do aneurisma e colocam-se Coils de diversos tamanhos para
excluir o aneurisma da circulação.
• O tratamento microcirúrgico é realizado através de uma
craniotomia e, no aneurisma são colocados clipes para
aneurisma cerebral, que proporcionam a oclusão do mesmo a
fim de evitar que este se rompa ou que surja um
resangramento.
• Durante um quadro de ruptura de aneurisma, os sintomas
permitem alguma previsibilidade de evolução.
• 1º Grau: Dor de cabeça leve e leve sensibilidade à luz.
Chance de Sobrevivência 80%;
• 2º Grau: Forte dor de cabeça, forte sensibilidade a luz,
sonolencia Chance de Sobrevivência 60%;
• 3º Grau: Forte dor de cabeça, forte sensibilidade à luz,
sonolencia forte. Chance de Sobrevivência 50%;
• 4º Grau: Começo de estado vegetal. Chance de
Sobrevivência 20%;
• 5º Grau: Coma Profundo. Chance de Sobrevivência 10%

Documentos relacionados

O que são Aneurismas cerebrais?

O que são Aneurismas cerebrais? em dias ou semanas. Outros sinais que podem antecipar a ruptura de um aneurisma cerebral incluem náuseas e vômitos associados a uma dor de cabeça severa e persistente, sensibilidade excessiva à luz...

Leia mais

Tratamento Endovascular de Aneurisma de Artéria Renal

Tratamento Endovascular de Aneurisma de Artéria Renal embolização de vasos periféricos ou mesmo trombose arterial Associado com hipertensão renovascular em até 73% dos casos Outras complicações incluem dissecção, infarto renal e fístula arteriovenosa ...

Leia mais

Tratamento de aneurisma sem cirurgia é cada vez mais

Tratamento de aneurisma sem cirurgia é cada vez mais mas podem ser fatais em casos de hemorragia: 15% das vítimas de um sangramento morrem em minutos e metade em menos de um mês. É também uma ocorrência mais comum do que se imagina. Estima-se que uma...

Leia mais