dados sobre a instituição cursos mantidos

Сomentários

Transcrição

dados sobre a instituição cursos mantidos
DADOS SOBRE A INSTITUIÇÃO
Mantenedora: FUNDAÇÃO LUSÍADA
Instituição: CENTRO UNIVERSITÁRIO LUSÍADA - UNILUS
Endereço: Rua DR. ARMANDO DE SALLES OLIVEIRA
Número: 150
Bairro: BOQUEIRÃO
Cidade: SANTOS
Estado: SÃO PAULO
Fone: (0xx13) 3235.1311
Fax: (0xx13) 3221.4488
CEP: 11050-071
CURSOS MANTIDOS
ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS
BIOMEDICINA
ENFERMAGEM
FONOAUDIOLOGIA
PEDAGOGIA
FISIOTERAPIA
MEDICINA
NUTRIÇÃO
RELAÇÕES INTERNACIONAIS
TECNOLOGIA EM INFORMÁTICA
TECNOLOGIA EM RADIOLOGIA
I. CURSOS OFERECIDOS
MEDICINA - 120 VAGAS – Período Integral – 06 anos
Autorizado pelo Decreto n.º 61.045/67, em 21/07/67, e reconhecido pelo Decreto n.º 72.489,
em 18.06.73, pela Portaria MEC nº 1811 de 31/10/2000 e pela Portaria MEC nº 983 de
13/04/2004.
Médico
1967 foi um ano agitado em Santos. Motivo: a mobilização de toda a comunidade em prol da criação de
uma Faculdade de Medicina. O Centro Universitário Lusíada – UNILUS orgulha-se de possuir o curso de
Medicina da região, reconhecido nacionalmente pela qualidade de seus alunos formados.
PERFIL PROFISSIONAL
O Profissional Médico pode atuar na área privada e pública, humanizando a relação com a comunidade
abrangida pelos serviços de atenção primária à Saúde.
O Profissional Médico possui formação generalista, mesmo tendo optado por uma especialização, tendo
condições técnicas para atuar na assistência médica, a adultos e crianças.
O Curso abrange as 04 (quatro) áreas de atuação médica:
a) Clínica Médica;
b) Clinica Cirúrgica;
c) Clínica Tocoginecológica;
d) Clínica Pediátrica.
Para que isto aconteça o curso conta com um ciclo básico, um ciclo profissionalizante e um ciclo de 02
(dois) anos de internato. O internato é feito em Hospital - Escola (Hospital Guilherme Álvaro - Hospital
Estadual) e hospitais conveniados, como: Hospital da Sociedade Portuguesa de Beneficência e Hospital
Ana Costa de Santos, e Hospital Emílio Ribas de São Paulo, Policlínicas das Prefeituras Municipais de
Santos e São Vicente, e Pronto Socorros de São Vicente (CREI).
Existem, ainda, estágios regulamentares e complementares do curso médico no serviço público Municipal
nas áreas de Saúde Coletiva, Parasitologia, Psiquiatria, Moléstias Infecciosas e Parasitárias, Pediatria e
Tocoginecologia.
PROGRAMA DO CURSO
1º Ano
DISCIPLINAS
C/H
Anatomia I
180
Histologia I
120
Fisiologia e Biofísica
240
Bioquímica
120
Biologia celular e molecular
90
Metodologia da Pesquisa e Bioestatística
60
Medicina da Família e Comunitária I (Hospitais, policlínicas, e
90
demais serviços).
Ética profissional
60
Microbiologia
120h
TOTAL
1.200
No primeiro ano do curso de Medicina do Centro Universitário Lusíada, os alunos adquirem
conhecimentos sobre:
A revelação do homem nos seus aspectos referentes ao seu corpo, a sua evolução, a sua
estrutura e heranças genéticas;
Os diversos sistemas que o compõem e a sua estrutura física e orgânica;
A estrutura microscópica normal dos tecidos e órgãos do corpo humano;
2
Medidas de prevenção da saúde, saneamento básico, meio ambiente, vacinas, vigilância
sanitária e sistemas de saúde;
Bioquímica e suas relações com os sistemas do corpo humano;
Métodos para orientar pesquisa e a relação dos diversos fatores que determinam a freqüência
e a distribuição de um processo ou doença infecciosa na comunidade;
A identificação dos anseios do homem, suas ambições, capacidade de trabalho, seu
desenvolvimento físico e psíquico, cultural e científico, seu núcleo de vida em família e na
comunidade.
Assim sendo, os alunos aprendem sobre o homem biológico, social e operacional, conhecimentos
essenciais para uma boa formação médica.
2º Ano
DISCIPLINAS
C/H
Anatomia II
120
Histologia II
120
Fisiologia
180
Medicina da Família e Comunitária II (Hospitais, policlínicas, e
demais serviços)
90
Psicologia Médica
60
Imunologia
120
Farmacologia I
120
Parasitologia
120
Patologia Geral
90
Medicina Legal
60
Prática de Assistência à Saúde
120
TOTAL
1.200
No segundo ano do curso de Medicina do Centro Universitário Lusíada, os alunos adquirem
conhecimentos sobre:
As modificações estruturais e funcionais produzidas pelas doenças no organismo;
Medidas de prevenção das doenças, vacinação e epidemiologia, as maneiras peculiares das
infecções parasitárias e da invasão bacteriana;
As funções dos órgãos e sistemas celulares e seus distúrbios funcionais nos processos vitais;
As ações das drogas e medicamentos no organismo vivo e sua fisiopatologia;
Os aspectos principais da Medicina Legal e Deontologia Médica, tomando conhecimento das
aplicações jurídicas das doenças médicas e da Iatrogenia médica, do erro médico, das
fraudes no exercício da profissão e suas responsabilidades penais, da causa mortis do ser
humano;
A relação médico-paciente-docente, para melhor entender os seus desvios psicológicos e
sociais.
Os alunos do 2º ano médico visitam serviços públicos de saúde acompanhados de preceptores-docentes,
conhecendo de perto os locais onde vive a maioria dos “brasileiros”, observando seus hábitos sociais,
alimentares e higiênicos, para melhor compreensão das funções, limitações e lutas que deverão enfrentar
futuramente.
3º Ano
No terceiro ano do curso de Medicina do Centro Universitário Lusíada, os alunos adquirem
conhecimentos sobre:
Clínica Médica realizando na Propedêutica a Anamnese, exame físico do paciente, onde
ouve, interroga, sente, ausculta, palpa e percute o paciente, de forma integrada e com
supervisão de preceptores-docentes, utilizando os recursos da infra-estrutura do hospitalescola;
As incidências de endemias, epidemias, infecção hospitalar e tempo de internação;
Dos distúrbios funcionais do organismo humano e de acordo com a sua
compartimentalização, analisa cada órgão ou sistema de ponto de vista clínico;
3
Fisiopatologia Clínica estudando as funções dos órgãos, sistemas e células e seus distúrbios
funcionais;
Fisiopatologia Cirúrgica, para poder entender as terapêuticas cirúrgicas, devido às alterações
fisiopatológicas do paciente;
Princípios básicos da terapêutica cirúrgica e as bases da Técnica Operatória, realizando
treinos de pequenos atos operatórios comuns a todas cirurgias;
Bases da técnica anestesiológica e o uso de drogas, e do uso instrumental cirúrgico em
animais, bonecos especiais e programas de computadores;
Práticas investigatórias através dos exames parasitológicos, bioquímicos, microbiológicos e
hematológicos, tendo noções sobre os exames normais em contato com o laboratório de
patologia clínica;
Propedêutica armada da Radiologia, Ultra-sonografia, Tomografia computadorizada,
Medicina Nuclear, Eletroencefalograma e Ressonância magnética, Eletrocardiograma e
Endoscopia;
Técnicas de investigação do comportamento mental do homem, oferecendo-lhe a
oportunidade de compreender a interdependência entre a vida orgânica e a psíquica e sua
relação com o meio ambiente;
Locais de trabalho dos pacientes e entenderá a relação trabalho-produção-saúde, aprendendo
como evitar acidentes de trabalho e tratar as doenças dos trabalhadores e suas causas;
Farmacologia das drogas e medicamentos, bem como seu modo de ação sobre o organismo
humano doente e as drogas necessárias para se conseguir o efeito terapêutico desejado e suas
manifestações colaterais. Aprende ainda o modo de prescrever os produtos que se usam com
maior freqüência na prática médica.
É ensinado aos alunos de 3º ano os mecanismos naturais, pelos quais o organismo se protege das
agressões externas e internas e como responde quando as suas defesas estão comprometidas ou
destruídas.
4º Ano
No quarto ano do curso de Medicina do Centro Universitário Lusíada, os alunos adquirem conhecimentos
voltados para as 04 grandes áreas da Medicina:
Sistema cardiovascular de adultos e crianças, de gestantes cardíacas e hipertensas, iniciando
aprendizado na terapêutica dessas doenças e suas prevenções;
Doenças do pulmão e sua relação com os demais órgãos ou sistemas, com o meio ambiente,
suas prevenções e tratamentos;
Doenças do sangue, seu tratamento, suas relações com os demais órgãos e prevenções;
Disfunções glandulares, suas doenças, tratamentos e prevenções;
Funções da pele, tecido celular subcutâneo e anexos, permitindo investigar as lesões
cutâneas e as diversas maneiras de tratá-las e preveni-las;
Função dos rins, suas doenças, tratamentos e a maneira de preveni-las;
Conhecer e tratar as doenças infecto-contagiosas e parasitárias e seu modo de prevenção;
Doenças do aparelho digestivo e a maneira de tratá-las e preveni-las;
Doenças do aparelho locomotor ou tecido conjuntivo, aprendendo a tratá-las e preveni-las;
Reconhecer as doenças neurológicas, identificando as causas e tratamentos e como pode
preveni-las;
Doenças de adultos e crianças e a maneira de tratá-las cirurgicamente;
Doenças vasculares e seu tratamento cirúrgico e a maneira de preveni-las;
Doenças do sistema cardiopulmonar e seu tratamento cirúrgico;
Doenças do aparelho digestivo, aprendendo o seu tratamento cirúrgico;
Identificar as doenças pediátricas que requerem tratamento cirúrgico;
Doenças do aparelho renal e reprodutor e seu tratamento cirúrgico;
Doenças neonatais, técnicas de aleitamento materno, cuidados em UTI-Infantil, prevenção
das doenças, vacinação e tratamento das doenças infecciosas ou infecto-contagiosas das
crianças;
Doenças que requerem tratamento cirúrgico, encaminhado-as para a cirurgia pediátrica;
Doenças da mulher, seu tratamento clínico ou cirúrgico e a maneira de preveni-las;
Gestantes tomando conhecimento do atendimento pré-natal, gestantes de risco;
Doenças ginecológicas;
Reprodução humana.
4
Os alunos do 4ºano participam também de mesas redondas, cursos de extensão curriculares, visitas
conjuntas aos doentes internados em (enfermarias, reuniões clínicas e ambulatórias).
5º Ano
No quinto ano do curso de Medicina do Centro Universitário Lusíada, os alunos adquirem conhecimentos
através do internato em clínicas, organizado de tal maneira que os alunos estagiam nas 04 principais áreas
em que se convencionou dividir o curso profissionalizante em Medicina, exercendo as seguintes
atividades:
Estágios são divididos em 80 dias para cada clínica, sob a orientação dos preceptores
docentes e supervisão dos departamentos;
Ensino eminentemente prático, cuidando dos pacientes internados (enfermarias) e pacientes
do ambulatório;
Tratar o paciente, prescrevendo medicações e dando o primeiro atendimento e sempre
acompanhado do preceptor docente;
Atendimento ambulatorial solicitando exames subsidiários para esclarecer a doença, fazendo
o diagnóstico provável para o tratamento do paciente, sempre acompanhado do preceptor
docente;
Diagnosticar e tratar as doenças do aparelho digestivo, cardio pulmonar, doenças do sangue,
as doenças da pele, doenças dos rins e as doenças infecciosas e parasitárias e doenças
oncológicas;
Diagnosticar e tratar as doenças cirúrgicas das veias e artérias, doenças do pulmão e coração,
doenças do aparelho digestivo, do aparelho reprodutor e dos rins;
Diagnosticar e tratar as doenças da mulher, as doenças da mulher grávida e gravidez de
risco, bem como realizar partos e pré-natal;
Atos cirúrgicos, para corrigir as doenças ginecológicas da mulher e as doenças obstétricas;
Diagnosticar e tratar as doenças da criança, a prevenção das doenças, a vacinação, o
aleitamento materno e o tratamento de crianças prematuras e de alto risco na UTI infantil;
Diagnosticar as emergências e urgências de cada clínica freqüentada;
Diagnosticar e tratar as doenças do sistema nervoso central e as doenças ósteo musculares;
Técnicas da cirurgia plástica corretiva.
O internato é realizado em hospitais conveniados (Hospital Guilherme Álvaro, Hospital da Sociedade
Portuguesa de Beneficência, e Hospital Ana Costa de Santos, e Hospital Emílio Ribas de São Paulo,
Policlínicas das Prefeituras Municipais de Santos e São Vicente, e Pronto Socorros de São Vicente
(CREI)), sempre acompanhados por preceptores-docentes-assistenciais do mais alto nível.
6º Ano
Em continuidade ao internato do quinto ano, os alunos do sexto ano do curso de Medicina do Centro
Universitário Lusíada, adquirem conhecimentos através das clínicas, desenvolvendo as seguintes
atividades:
Atendimento à comunidade, conhecendo as patologias mais complexas, fazendo o
diagnóstico e terapêutica das mesmas, sempre acompanhados dos preceptores docentes;
Educação médica continuada no diagnóstico e tratamento das doenças da área da Medicina
Interna, abrangendo as doenças renais, doenças de Clínica Médica Geral e Terapia Intensiva;
Cirurgia Geral, atendendo as emergências e cirurgias eletivas;
Cirurgia Torácica onde toma conhecimento da cirurgia cardíaca e cirurgia pulmonar;
Diagnóstico e tratamento das doenças Oftalmológicas e Otorrinolaringológicas;
Enfermaria, no ambulatório e no berçário, complementando seu aprendizado quanto ao
diagnóstico e tratamento das doenças infantis;
Diagnóstico e tratamento da clínica ou cirurgia das doenças da mulher, das doenças
obstétricas, gestantes de alto risco, partos normais e cirúrgicos;
Atendimento nos ambulatórios e nas enfermarias;
Atuação em Pronto-Socorro clínico e cirúrgico realizando o diagnóstico clínico ou cirúrgico
das doenças emergenciais do homem e da mulher.
O internato do 6º ano é realizado no Hospital Escola (HGA) e nos Hospitais conveniados (Hospital Ana
Costa de Santos e Hospital da Sociedade Portuguesa de Beneficência – Santos e Policlínicas da
Prefeitura).
Os hospitais de Santos possuem toda infra-estrutura necessária ao atendimento hospitalar e atende todas
especialidades médicas.
5
Todos os hospitais conveniados apresentam um quadro de professores médicos e paramédicos da melhor
representatividade profissional.
O internato do 6º ano é eminentemente prático e complementa a formação do graduado em Medicina,
garantindo a formação desejada do aluno como médico generalista.
ADMINISTRAÇÃO - 110 VAGAS – Noturno – 04 anos
Reconhecido pelo Decreto nº 74.184 de 18/06/74, com alterações propostas no Processo
número 23001.000471/90-98, aprovadas pelos Pareceres CFE/849/94 e MEC/038/95 e
Reconhecido pela Portaria MEC nº 1756 de 08/07/2003.
Bacharel em Administração de Empresas
A COMPETÊNCIA E O SUCESSO EMPRESARIAL TEM NO SER HUMANO O SEU ATIVO MAIS
IMPORTANTE
Uma profissão abrangente e qualificada no mercado de trabalho. Muitas são as possibilidades de emprego,
tanto em grandes, quanto em médias e pequenas empresas, na indústria, comércio e/ou prestadora de
serviços, enfim, todos os segmentos empresariais e governamentais que movem a sociedade e a economia
do país, tem por trás a figura do profissional Administrador.
O profissional administrador é ser um empreendedor, um tomador de decisões, um estrategista
empresarial, sabe utilizar os instrumentos e as técnicas de Planejamento, Organização e Comunicação,
objetivando o desenvolvimento de ações operacionais e gerenciais na condução institucional, social,
econômica, de proteção ao meio ambiente e do respeito ao ser humano.
O Curso de Administração do UNILUS forma o profissional diferenciado, competente, crítico,
estrategista, com valor humano e comportamento ético, um líder que certamente fará a diferença neste
mercado empresarial altamente competitivo.
O Curso de Administração do UNILUS foi o primeiro do gênero a ser implantado na Baixada Santista, em
1969, mantendo sua tradição e seu bom conceito, junto ao mercado de trabalho. A carga horária total é de
3.024 horas e carga mínima de 300 horas de Estágio Supervisionado.
O profissional Admonistrador pode atuar em empresas de grande, médio e pequeno porte, indústria,
comércio, prestação de serviços, comércio exterior, logística, instituições financeiras, órgãos públicos
federal, estadual e municipal, organizações militares, organizações não governamentais, sindicatos, meios
de comunicação, instituições acadêmicas e de pesquisa.
O nosso corpo docente é constituído por profissionais qualificados e atuantes no mercado de trabalho,
quer sejam nas disciplinas básicas, quer sejam nas disciplinas técnicas/profissionalizantes.
O UNILUS possui um setor de estágios, representado pelo coordenador de cada curso, que tem como
finalidade, recepcionar as empresas interessadas em manter convênios com nossa instituição, orientar os
alunos em suas necessidades durante a realização dos estágios, bem como prestar as informações e
fornecer as documentações necessárias, para a realização dos mesmos.
PEDAGOGIA -80 VAGAS – Noturno – 03 anos
Reconhecido pela Portaria MEC nº 618 de 13/09/2006 e Portaria MEC nº 376 de 03/05/2007
Habilitações com Licenciaturas em: Docência na Educação Infantil e nas Séries Iniciais do
Ensino Fundamental; Educação Especial (DM, DV, DA) e opção em Gestão Escolar.
Pedagogo
O Curso de Pedagogia, Licenciatura Plena, do Centro Universitário Lusíada - UNILUS, possui uma
tradição de 25 anos. A carga horária total de 3.280 horas é distribuída em três anos, com 80 vagas no
período noturno, oferecendo, Licenciaturas em: Docência na Educação Infantil e nas Séries Iniciais do
Ensino Fundamental e Docência na Educação Especial (DM, DA e DV).
A Docência na Educação Infantil e nas Séries Iniciais do Ensino Fundamental forma profissionais
comprometidos com a qualidade no processo de ensino aprendizagem, habilitando para o magistério
público ou privado, para a participação em concursos, para o trabalho em equipes multidisciplinares em
empresas de RH, em clínicas psicopedagógicas, etc.
A docência na Educação Especial forma profissionais capacitados para atuar com portadores de
necessidades especiais mentais, auditivas e visuais, aptos a trabalhar no magistério em classes de inclusão,
em classes especiais, colégios ou instituições especializadas na educação de portadores de necessidades
especiais. Também habilita a participação nos concursos públicos que sua docência permitir.
6
Se o aluno desejar, poderá cursar um quarto ano em Gestão Escolar (optativo) possibilitando aos futuros
gestores atuarem como diretores, vice-diretores, coordenadores pedagógicos, no treinamento e seleção de
pessoal em empresas, abrir núcleos ou escolas.
Os pedagogos formados pelo UNILUS poderão atuar nas áreas de Docência na Educação Infantil e nas
Séries Iniciais do Ensino Fundamental, Docência na Educação Especial (deficiência mental, auditiva e
visual), participação em Concursos Públicos, participação em Equipes Multidisciplinares, atuação em
Classes de Inclusão e Especiais e atuação como gestores escolares e educacionais.
O Curso de Pedagogia do Centro Universitário Lusíada conta com uma equipe de professores titulados e
capacitados envolvidos com a qualidade do ensino.
O UNILUS possui um setor de estágios, representado pelo coordenador de cada curso, que tem como
finalidade, recepcionar as empresas/escolas interessadas em manter convênios com nossa instituição,
orientar os alunos em suas necessidades durante a realização dos estágios, bem como prestar as
informações e fornecer as documentações necessárias, para a realização dos mesmos.
FONOAUDIOLOGIA - 80 VAGAS – Noturno – 04 anos
Reconhecido pela Portaria MEC 1.856 de 10/10/91 com alterações propostas no Processo
número 23001.000471/90-98, aprovadas pelos Pareceres CFE/849/94 e MEC/038/95 e
Reconhecido pela Portaria MEC nº 1756 de 08/07/2003.
Bacharel em Fonoaudiologia
O Bacharelado em Fonoaudiologia, objetiva a formação de profissionais da área da saúde, legalmente
credenciados nos termos da Lei 6.965, de 9 de dezembro de 1981, que atua na comunicação oral e escrita,
voz e audição, pesquisando, prevenindo e reabilitando. Com o passar dos anos e o avanço tecnológico este
profissional ampliou seu campo de trabalho, com intervenção em todas as faixas etárias, desde o recémnascido até o indivíduo idoso, atuando em clínicas particulares, postos de saúde, instituições diversas e
hospitais. Muitas podem ser as possibilidades de atuação do fonoaudiólogo. Atualmente desenvolvem-se
trabalhos nas seguintes áreas: voz, audição, motricidade oral, linguagem.
O curso de fonoaudiologia do UNILUS oferece prática fonoaudiológica nas diversas áreas de atuação da
fonoaudiologia nas suas próprias clínicas, além da oportunidade de atuação em hospital, creche e escola e
diversas atividades voltadas para a comunidade como feiras da saúde e mutirões de atendimento de
triagem e orientação fonoaudiológica. É um curso de tradição que tem formado profissionais que se
destacam na sua profissão.
Com duração de 4 anos e 3.960 horas, o Curso de Fonoaudiologia do UNILUS oferece uma formação
que atende os requisitos para uma ótima atuação profissional nas áreas de Fonoaudiologia Clínica,
Fonoaudiologia Hospitalar, Audiologia na Indústria, Audiologia Clínica, Voz: profissional (televisão,
rádio, teatro e profissionais da voz), Fonoaudiologia estética, Docência e Pesquisa.
O UNILUS possui um setor de estágios, representado pelo coordenador de cada curso, que tem como
finalidade, recepcionar as empresas/clínicas/hospitais interessados em manter convênios com nossa
instituição, orientar os alunos em suas necessidades durante a realização dos estágios, bem como prestar
as informações e fornecer as documentações necessárias, para a realização dos mesmos.
TECNOLOGIA EM INFORMÁTICA - 80 VAGAS – Noturno – 5 semestres
Reconhecido pelo Parecer CFE 444/91 e pela Portaria MEC nº 1756 de 08/07/2003. Alterações
aprovadas no Conselho de Administração Superior – CAS015/05 de 10/11/2005
Tecnólogo em Informática
O Curso Superior de Graduação Tecnológica em Informática é voltado à formação específica do
Profissional capacitado para atuar em desenvolvimento de projetos e gestão de empresas de informática.
O Tecnólogo em Informática analisa, projeta, documenta, específica, testa, implanta e mantém sistemas
computacionais de informação. Esse Profissional trabalha, também, com ferramentas computacionais,
equipamentos de informática, metodologia de projetos na produção de sistemas, gerenciamento de
projetos e gerenciamento de áreas de informática em organizações empresariais e instituições públicas.
Com o foco voltado para o aluno profissional o UNILUS programou seu curso de Tecnologia em
Informática dando ênfase ao desenvolvimento de competências, da prática tecnológica e do valor ético do
ser humano, para formar profissional com conhecimentos, habilidades, valores e atitudes, com
desempenho diferenciado para o sucesso pessoal e profissional.
7
O Curso de Tecnologia em Informática do UNILUS é considerado o mais antigo de Santos, oferecido em
05 semestres e 2.000 horas. A grade curricular está atualizada de acordo com as necessidades do mercado.
O profissional formado pelo UNILUS pode atuar nas áreas de Empresarial (grande, médio e pequeno
porte), indústria, comércio, prestação de serviços, instituições financeiras, comércio exterior, logística,
órgãos públicos, provedores de informática, consultorias e instituições acadêmicas.
O UNILUS possui um setor de estágios, representado pelo coordenador de cada curso, que tem como
finalidade, recepcionar as empresas interessadas em manter convênios com nossa instituição, orientar os
alunos em suas necessidades durante a realização dos estágios, bem como prestar as informações e
fornecer as documentações necessárias, para a realização dos mesmos.
TECNOLOGIA EM RADIOLOGIA - 60 VAGAS – Noturno – 6 semestres
Aprovado no Conselho de Administração Superior – CAS015/05 de 10/11/2005
Tecnólogo em Radiologia
O Curso Superior de Graduação Tecnológica em Radiologia é voltado à formação específica do
Profissional capacitado para executar as técnicas radiológicas, radioterápicas, radioisotópicas e de
medicina nuclear, bem como, gerenciar serviços e procedimentos radiológicos, conforme as normas de
biosegurança e radioproteção.
O Tecnólogo em Radiologia faz aquisição e processamento de imagens analógicas e digitais, manipulação
e seleção de procedimentos técnicos, de acordo com as patologias e ou processos fisiológicos a serem
visualizados por modalidade de imagens. Os setores de atuação desse profissional compreendem a
Radiologia Convencional, Densitometria Óssea, Mamografia, Hemodinâmica, Tomografia
Computadorizada, Ressonância Magnética, Radioterapia, Radiologia Veterinária e Radiologia Industrial.
Visando a formação do aluno profissional, o UNILUS programou seu curso de Tecnologia em Radiologia
dando ênfase ao desenvolvimento de competências, da prática tecnológica e do valor ético do ser humano,
para formar profissionais com conhecimentos, habilidades, valores, atitudes e com desempenho
diferenciado para o sucesso pessoal e profissional.
O Curso de Tecnologia em Radiologia do UNILUS é oferecido em 06 semestres e 2.400 horas. A grade
curricular está atualizada e estruturada para formar profissionais críticos e competentes que atendam às
necessidades do mercado de trabalho.
O profissional formado pelo UNILUS pode atuar nas áreas de unidades básicas da saúde, hospitais,
policlínica, clínicas radiológicas, clínicas radiológicas veterinárias, indústrias com unidades de radiologia,
laboratórios e escolas e cursos de radiologia e imaginologia.
O UNILUS possui um setor de estágios, representado pelo coordenador de cada curso, que tem como
finalidade, recepcionar empresas/clínicas/hospitais interessados em manter convênios com nossa
instituição, orientar os alunos em suas necessidades durante a realização dos estágios, bem como prestar
as informações e fornecer as documentações necessárias, para a realização dos mesmos.
RELAÇÕES INTERNACIONAIS - 80 VAGAS – Noturno – 04 anos
Autorizado pela Portaria n° 1869 de 30/12/94 e Decreto n° 1389 de 08/02/95
Reconhecido Portaria MEC 585/2000 de maio de 2000 e Reconhecido pela Portaria MEC nº
784 de 24/03/2004
Bacharel em Relações Internacionaiso
ESCOLHA UMA CARREIRA E TENHA O MUNDO EM SUAS MÃOS
O curso de Bacharelado em Relações Internacionais (R.I.) do Centro Universitário Lusíada (UNILUS), é
um dos pioneiros do Brasil, oferecendo aos estudantes uma formação rica e diversificada. Com as rápidas
transformações que vêm ocorrendo no mundo, o estudo das Relações Internacionais, além de focalizar as
relações entre os países, volta-se também para a análise de diversos fenômenos, como globalização,
integração regional, cooperação, segurança internacional e a estruturação de normas relativas ao meioambiente, comércio, finanças, direitos humanos, etc.
O profissional de Relações Internacionais está apto a agir com competência intelectual diante dos fatos do
mundo contemporâneo. São requisitos importantes hoje, para um número crescente de posições no
mercado de trabalho, o domínio de línguas estrangeiras, particularmente inglês e espanhol, uma visão e
postura cosmopolita, cultura geral sólida e a constante atualização sobre os principais acontecimentos
mundiais.
8
Com duração de 4 anos e 3.024 horas, o curso de Relações Internacionais do UNILUS oferece uma
formação que atende os requisitos para uma ótima atuação profissional.
O profissional formado pelo UNILUS pode atuar na carreira diplomática, área governamental
(ministérios, secretarias estaduais e municipais), assessoria política e econômica nacional e internacional,
consultoria de investimentos e de comércio exterior, assessoria às empresas, nas relações nacionais e
internacionais de comércio, bem como em suas áreas administrativas, como tributária, aduaneira e
logística, projetos inerentes à exportação e importação de bens e serviços, com aproveitamento dos
benefícios oriundos de acordos internacionais de cooperação técnica e cultural, organizações
internacionais, organizações não governamentais e instituições acadêmicas e de pesquisa.
O UNILUS possui um setor de estágios, representado pelo coordenador de cada curso, que tem como
finalidade, recepcionar as empresas interessadas em manter convênios com nossa instituição, orientar os
alunos em suas necessidades durante a realização dos estágios, bem como prestar as informações e
fornecer as documentações necessárias, para a realização dos mesmos.
BIOMEDICINA
BIOMEDICINA - 100 VAGAS Diurno e 100 VAGAS Noturno – 04 ANOS
Aprovado pelo Conselho de Ensino e Pesquisa e Conselho de Administração Superior do
UNILUS e Reconhecido pela Portaria MEC nº 3058 de 28/10/2003
Bacharel em Biomedicina
O curso de Biomedicina da UNILUS teve início em 1998 e tem sua concepção baseada no diagnóstico
clínico de saúde, pesquisando as necessidades da sociedade atual, e priorizando a integridade da saúde do
cidadão em todos os seus níveis e suas instâncias. Avalia e diagnostica as mais diversas influências,
agressões e, transformações que servem de estudo e base, para a busca de melhor qualidade de vida,
realização pessoal, profissional e social da comunidade atendida.
O profissional Biomédico exercerá prática assistencial, pública ou privada, bem como atividades
tecnológicas e pesquisa.
O Centro Universitário Lusíada forma profissionais para trabalhar nas mais diversas áreas de diagnóstico
em Análises Clínicas, Análise Ambiental, Análise Bromatológica, Banco de Sangue, Diagnóstico por
Imagem, Biologia Molecular e Citopatologia, Análise de Saúde Coletiva bem como gestor dos
Laboratórios de Análise.
Desde o reconhecimento da profissão, o profissional Biomédico atua em inúmeros campos, encontrandose, hoje, em plena expansão, abrindo novos setores permitindo a inserção em Laboratórios Clínicos,
Clínicas de Saúde, Escolas, Universidades, Empresas e Hospitais.
O Conselho Federal de Biomedicina regulamenta e fiscaliza a atuação do profissional biomédico no
território nacional, enquanto o Conselho Regional de Biomedicina confere ao biomédico as habilitações
que permitem sua atuação em determinada área. Essas habilitações podem ser resumidas em três grandes
áreas: ensino, pesquisa e clínica laboratorial. Cada habilitação depende de estágios curriculares que o
aluno realize durante o 4º ano.
No último ano os acadêmicos realizam estágio supervisionado de 720 horas que complementa a formação
teórico/prática necessária qualquer profissional da área de saúde.
Com duração de 4 anos e 3.024 horas, o curso de Biomedicina do UNILUS conta com docentes altamente
qualificados.
O UNILUS possui um setor de estágios, representado pelo coordenador de cada curso, que tem como
finalidade, recepcionar as clínicas/hospitais/laboratórios interessados em manter convênios com nossa
instituição, orientar os alunos em suas necessidades durante a realização dos estágios, bem como prestar
as informações e fornecer as documentações necessárias, para a realização dos mesmos.
ENFERMAGEM - 110 VAGAS – Diurno – 04 anos
Reconhecido pela Portaria MEC 403 de 25/07/2006
Bacharel em Enfermagem
O curso de Bacharelado em Enfermagem do Centro Universitário Lusíada (UNILUS) visa a formação de
profissionais que, atuando como membros da equipe de saúde, sejam capazes de diagnosticar as
necessidades de saúde do indivíduo, da família e da comunidade, que tenham aptidão para desenvolver o
processo de enfermagem e que estejam capacitados para administrar os serviços dessa área.
9
Na formação do Enfermeiro, além dos conteúdos teóricos e práticos desenvolvidos ao longo de sua
formação, é incluído no currículo o estágio supervisionado em hospitais gerais e especializados,
ambulatórios, rede básica de serviços de saúde e comunidades.
O aluno certamente reforçará seu aprendizado em diferentes laboratórios: anatomia, histologia,
semiotécnica, microbiologia, parasitologia e histologia, sempre com a presença do professor e monitores.
O Campus possui salas de aulas com recursos de multimídia, slides, retroprojetores, biblioteca com amplo
e atualizado acervo e núcleo de pesquisa.
Participam de projetos comunitários, como Feira de Saúde e Educação, palestras nas escolas, simpósios,
seminários e jornadas.
Além do estágio obrigatório o aluno pode, opcionalmente, realizar estágios extra-curriculares em
instituições conveniadas com a FUNDAÇÃO LUSÍADA sob supervisão de um responsável.
A enfermagem é uma das áreas que o número de empregos aumentou na última década, sua atuação nos
programas de prevenção e assistência às doenças vem crescendo, garantindo novas oportunidades de
trabalho.
Promover a saúde e o bem estar geral são passos fundamentais para a melhoria da qualidade de vida da
população. A presença do enfermeiro é imprescindível neste processo, atuando na assistência, no ensino e
na pesquisa.
Com duração de 4 anos e 3.672 horas, no período diurno, o curso oferece conhecimentos das áreas de
ciências biológicas (biologia, morfologia, fisiologia e patologia), de ciências humanas (sociologia e
psicologia) e conhecimentos específicos e profissionais da enfermagem.
O profissional formado pelo UNILUS pode atuar em atendimento pré-hospitalar, centro cirúrgico, clínica
médica cirúrgica, doenças infecciosas, emergência e terapia intensiva, gerontologia e geriatria,
ginecologia, home care, infecção hospitalar, nefrologia, neonatologia, obstetrícia, oncologia, pediatria,
perícia e auditoria, psiquiatria e saúde mental e saúde coletiva e da família.
O UNILUS possui um setor de estágios, representado pelo coordenador de cada curso, que tem como
finalidade, recepcionar as clínicas/hospitais/laboratórios interessados em manter convênios com nossa
instituição, orientar os alunos em suas necessidades durante a realização dos estágios, bem como prestar
as informações e fornecer as documentações necessárias, para a realização dos mesmos.
FISIOTERAPIA - 100 VAGAS – Diurno – 05 anos
Aprovado pelo Conselho de Ensino e Pesquisa e Conselho de Administração Superior do
UNILUS e Reconhecido pela Portaria MEC nº 148 de 15/02/07
Bacharel em Fisioterapia
O Curso de Fisioterapia do Centro Universitário Lusíada – UNILUS oferece 100 vagas em período
diurno, com duração de cinco anos, distribuídos em módulos seriados com aulas de segunda a sexta-feira.
A Fisioterapia é uma Ciência da Saúde voltada ao estudo, prevenção e terapêutica dos distúrbios cinéticos
funcionais de órgãos e sistemas do corpo humano.
O Curso de Fisioterapia, como recomenda suas diretrizes curriculares, em sua proposta pedagógica
assegura a formação de profissionais fisioterapeutas generalistas, aptos a atuar em todos os níveis de
atenção à saúde, com o objetivo de preservar, desenvolver, restaurar a integridade de órgãos, sistemas e
funções.
O profissional fisioterapeuta é formado com competência para: a) atuar em programas de promoção,
manutenção, prevenção, proteção e recuperação da saúde; b) contribuir para a manutenção da saúde, bemestar e qualidade de vida das pessoas, famílias e comunidade; c) realizar consultas, avaliações e
reavaliações do paciente; d) solicitar, executar e interpretar exames propedêuticos e complementares que
permitam elaborar um diagnóstico cinético-funcional; e) eleger e quantificar as técnicas, recursos e
condutas fisioterapêuticas apropriadas (entre outros citamos a Cinesioterapia, Eletroterapia, Hidroterapia,
Termoterapia, Fototerapia, Mecanoterapia, Manipulações e Massoterapia, segundo sua indicação, efeito
fisiológico e técnica de utilização) objetivando tratar as disfunções no campo da Fisioterapia.
f)estabelecer prognóstico, reavaliar condutas e decidir pela alta fisioterapêutica.
h) desempenhar atividades de planejamento, organização e gestão de serviços de saúde públicos ou
privados.
Atualmente, o fisioterapeuta tem ampla área de atuação, estando inserido em instituições diversas como:
clínicas, hospitais, clubes esportivos, empresas, unidades básicas de saúde e universidades.
A grade curricular proposta visa obter um perfil de nosso formando com as características acordadas
como sendo as ideais para o egresso de um curso de graduação em fisioterapia, como sugerido pela
comissão de especialistas, que são:
10
a) conhecimentos biológicos;
b) conhecimentos humanos e sociais;
c) conhecimentos bio-tecnológicos;
d) conhecimentos fisioterapêuticos, na área de formação específica da Fisioterapia, a fundamentação, a
história, a ética e a deontologia, e os aspectos filosóficos e metodológicos da Fisioterapia e suas diferentes
áreas de intervenção, sendo elas, Cardiologia, Dermatologia, Estética, Ginecologia, Hospitalar,
Neurologia, Obstetrícia, Oncologia, Ortopedia, Pediatria, Pulmonar, Preventiva, Reumatologia, Saúde
Coletiva e Saúde Mental.
O curso de fisioterapia possui instalações físicas adequadas às solicitações da comissão de especialistas do
Ministério da Educação, contendo biblioteca com títulos variados em áreas básicas e áreas específicas da
fisioterapia; terminais de acesso à Internet; laboratórios para áreas básicas (Anatomia, Fisiologia,
Histologia e Patologia); e uma moderna clínica-escola, que possui salas para aulas práticas e áreas para
atendimento de pacientes das diversas áreas de intervenção fisioterapêutica apresentadas no curso.
O corpo docente deste curso é composto por profissionais qualificados, com titulações de doutores,
mestres e especialistas, portadores também de experiência profissional nas disciplinas ministradas.
NUTRIÇÃO - 100 VAGAS – Diurno – 04 anos
Aprovado pelo Conselho de Ensino e Pesquisa e Conselho de Administração Superior do
UNILUS e reconhecido pela Portaria MEC nº 67 de 19/01/07
Bacharel em Nutrição
O Curso de Nutrição com 100 vagas em período diurno com duração de quatro anos, distribuídos em
módulos seriados com aulas teóricas e práticas de segunda a sexta-feira.
O Bacharelado em Nutrição objetiva a formação de profissionais atuantes e que possam interagir com as
diversas áreas Clínicas como segmento da condição de Saúde Humana em todas as situações, condições e
fases da vida, Administrativas e Empresariais, Indústria e Comércio de Alimentos, Comunicação e
Marketing, Informática, Ensino e Pesquisa, Turismo e Hotelaria entre outras.
No Brasil a Nutrição é uma profissão jovem, porém como ciência a Nutrição é tão antiga quanto o
homem, já que para este, representa uma necessidade vital: - necessitamos de respirar, de água e alimentos
como elementos essenciais e básicos para nos mantermos vivos.
O Nutricionista é o profissional capacitado a trabalhar em todo e qualquer segmento profissional que
envolva alimentos e alimentação, onde a utilização destes alimentos em conjunto com a ciência da
nutrição colabore para manter, melhorar ou recuperar a saúde e conseqüentemente a qualidade de vida das
pessoas de forma cientificamente correta e também agradável.
O campo de trabalho para o Nutricionista é ilimitado dentro da condição em que vise a Saúde Humana,
Qualidade de Vida X Alimentação, pois sua prática profissional assegura além de uma alimentação
adequada, equilibrada e balanceada, com o planejamento e elaboração de Plano Alimentar e Cardápio
onde se consideram as características e hábitos individuais e comunitários, considerando sexo, atividade
física ou condição de trabalho, patologias, estado fisiológico ou momento biológico específico (gravidez,
amamentação, adolescência, crescimento, terceira idade, etc...); a adequação deste aos custos e
comercialização e/ou transporte se necessário; orientação para aquisição, recepção, armazenamento dos
gêneros, tendo em vista a qualidade e otimização dos recursos existentes; o controle higiênico sanitário na
produção e demais etapas do Serviço de Alimentação evitando possíveis contaminações e perdas
formando, treinando, orientando e coordenando. As atividades dos funcionários que atuam em Unidades
de Alimentação e Nutrição, bem como, elaborando e implantando programas de educação, orientação e
formação em todo e qualquer segmento social.
No Centro Universitário Lusíada o aluno que optar por Nutrição encontrará a sua disposição uma grande
estrutura de ensino voltada à formação de profissionais da área de Saúde, com estágios e trabalhos
práticos teóricos na área de saúde capacitando-o de forma especial para a atuação profissional, tomada de
decisões, liderança, administração e gerenciamento, comunicação, educação, etc.
II. RELAÇÃO DOS DIRIGENTES DA INSTITUIÇÃO, INCLUSIVE
COORDENADORES DE CURSO E PROGRAMAS, INDICANDO
TITULAÇÃO OU QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL E REGIME
DE TRABALHO.
11
II. 1. Setor de Ciências Médicas e da Saúde
Dirigente
Cargo na
Qualificação
(rel. nominal)
Instituição
Profissional
Mauro César
Dinato
Coordenador
Médico
do curso de
Medicina
Heline
Coordenadora
Fonoaudióloga
Machado
do curso de
Fonoaudiologia
Vera Maria de Coordenadora do
Biomédica
Hollanda
curso de
Mollo
Biomedicina
Elaine
Coordenadora do
Enfermeira
Cristina dos
curso de
Santos
Enfermagem
Giovaninni
Beatriz
Coordenadora do Fisioterapeuta
Berechstein
curso de
Fisioterapia
Cristiane
Coordenadora do Nutricionista
Gusman
Curso de
Barbosa Righi
Nutrição
Titulação
Regime
de
Trabalho
Até 19 hs.
De 20 a 39 hs.
40 hs ou
mais
Doutorado
X
Mestrado
X
Mestrado
X
Especialista
X
Mestrado
X
Especialista
X
II. 2. Setor de Ciências Exatas, Humanas, Sociais e da Educação
Dirigente
Cargo na
Qualificação
(rel. nominal)
Instituição
Profissional
José Antonio
de Paiva
Coordenador do
curso de
Administração e
dos Cursos de
Tecnologia
Edson Tomaz Coordenador do
de Aquino
curso de
Relações
Internacionais
Hilda
dos Coordenadora do
Santos Alves
Curso de
Pedagogia
Titulação
Regime
de
Trabalho
Até 19 hs.
De 20 a 39 hs.
40 hs ou mais
Economista
Mestrado
X
Administrador
Mestrado
X
Pedagoga
Mestrado
X
III. RELAÇÃO NOMINAL DO CORPO DOCENTE DA
INSTITUIÇÃO, INDICANDO ÁREA DE CONHECIMENTO,
TITULAÇÃO OU QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL E REGIME
DE TRABALHO.
BIOMEDICINA
PROFESSOR
Ana Paula Cardoso de Mello e Mello
Ribeiro
Carlos Cesar Somenzi
Carlos Eduardo Mendes Gouveia
DISCIPLINA
C/H
T.I.
TIT.
ESP.
Farmacologia, Biossegurança, Micro e
Imuno Geral/Clínica.
Biofísica
T.I.
ME.
2,00
ME.
Anatomia
12
Cristiane Gusman Barbosa Righi
Cristina Sayuri Asano
Dercy José de Sá Filho
Fabriciano Pinheiro
Frederico Kauffmann Barbosa
João Paulo Aché de Freitas Filho
José Lascane
Luiz Henrique Gagliani
Maria Toshiko Funayama de Castro
Mario Sergio Rodrigues
Mariano José Lucero
Marizia do Amaral Toma
Melissa Araújo Ulhôa Quintão
Rubens Moura Ribeiro
Salvio Bari
Siomara Gouveia Ferreira
Thiago de Arruda Souza
Walter Montagna Filho
Zélia Rodrigues de Mello
Análises Bromatológicas
Bioquímica/ Biologia Molecular
Biologia Celular e Genética
Análise Ambiental/Toxicologia
Metodologia da Pesquisa/ TCC
Histologia/Parasitologia geral e clínica,
Citopatologia.
Bioestatística e Matemática
Parasitologia geral e clínica, Laboratório
Clínico, Ética Biomédica.
Micro e Imuno Geral e Clínica
Química Geral e Orgânica
Radiologia e Radioterapia
Biologia Celular e Genética
Fisiologia
Anatomia
Hematologia
Banco de Sangue
Ética Biomédica, Adm. Laboratorial e
Supervisão de Estágio
Patologia Geral, Bioquímica Clínica,
Patologia especial e citopatologia.
Histologia
T.I.
12,00
T.I.
8,00
T.I.
ESP.
DR.
DR.
ME.
ME.
T.I.
2,00
T.I.
ME.
GR.
ME.
12,00
4,00
4,00
8,00
8,00
T.I.
8,00
8,00
ME.
ESP.
GR.
DR.
ME.
LD.
ESP.
ESP.
T.I.
ESP.
18,00
8,00
ESP.
ESP.
C/H
T.I.
TIT.
ESP.
14,00
2,00
2,00
ESP.
ESP.
DR.
18,00
2,00
2,00
T.I.
ESP.
ME.
DR.
ESP.
T.I.
2,00
ME.
ME.
T.I.
2,00
1,00
ME.
ME.
ME.
T.I.
T.I.
ESP.
ME.
14,00
ME.
16,00
ESP.
ENFERMAGEM
PROFESSOR
Ana Paula Cardoso de Mello e Mello
Ribeiro
Andrea dos Santos Silva Invenção
Jenifer Cardoso Pereira Bom
Cristina Sayuri Asano
Dionize Montanha
Elaine Bestane Bartolo
Fabiana Gaspar Gonzalez
Fatima Aparecida Ferreira Teixeira de
Carvalho
Frederico Kauffmann Barbosa
Gisele Maria Ribeiro de Almeida
João Paulo Aché de Freitas Filho
Jose Antonio Evangelista
José Carlos Lelli
Karin Beatriz Barbosa
Luiz Henrique Gagliani
Maria Antonieta Velosco Martinho
Maria Luzinete Sabino da Silva Pantoja
DISCIPLINA
Anatomia
Pronto
Socorro,
Fundamentos
de
enfermagem II, estágio(3º ano)
Nutrição aplicada á Enfermagem
Bioquímica
Fundamentos de Enfermagem I, Enf. em
Clínica Médica e Cirúrgica I, História da
Enfermagem e estágio(3ºano)
Psicologia aplicada a Enfermagem
Farmacologia aplicada á Enfermagem
Saúde Coletiva III, Saúde Coletiva IV,
estágio (4ºano)
Metodologia da Pesquisa e Monografia
Antropologia e Sociologia
Histologia, Parasitologia e Saúde Coletiva
II.
Bioestatística
Didática
Enfermagem em ginecologia e Obstetrícia
I e II, estágio (4º ano)
Parasitologia e Epidemiologia
Enfermagem em Clínica Médica, Cirúrgica
II (Centro Cirúrgico) e estágio (4º ano)
Enfermagem em Pediatria I e II e estágio
(4º ano)
Semiologia e Semiotécnica, Fund. de
Enfermagem II e Enfermagem em
Infectologia, Saúde Coletiva I estágio
13
Marlene Valdice da Silva
Melissa Araújo Ulhôa Quintão
Rubens Moura Ribeiro
Simone de Freitas Duarte Oliveira
Sueli Maria Preda dos Santos Torres
Suzy Helena Ramos Souza
Vera Lucia Pinheiro Augusto
Walter Montagna Filho
Zélia Rodrigues de Mello
(3ºano)
Fisiologia
Anatomia
Fundamentos
de
enfermagem
I,
Enfermagem na Saúde do idoso,
Enfermagem em Clínica Médica e
Cirúrgica II(UTI) e estágio (4ºano)
Biologia Celular e Molecular, Biofísica.
Exercício da Enfermagem, Saúde Mental,
Enfermagem em Psiquiatria e estágio
(3ºano)
Administração aplicada à enfermagem e
estágio(4ºano)
Patologia
Histologia, Microbiologia e Imunologia
T.I.
3,00
T.I.
ME.
ME.
LD.
18,00
5,00
ME.
ME.
14,00
ESP.
T.I.
2,00
4,00
ESP.
ESP.
ESP.
C/H
4,00
2,00
TIT.
GR.
ME.
T.I.
T.I.
ME.
ME.
4,00
ESP.
9,00
ME.
4,00
DR.
12,00
ESP.
T.I.
2,00
4,00
4,00
4,00
DR.
ME.
ESP.
ESP.
ESP.
C/H
TIT.
6,00
DR.
4,00
ESP.
TECNOLOGIA EM INFORMÁTICA
PROFESSOR
Anna Bongiovanni Sobral
Claudia Kauffmann Barbosa
Fernando Kauffmann Barbosa
Frederico Kauffmann Barbosa
João Xavier Florêncio
Marco Aurélio Pires Marques
Maria Aparecida S Accioly
Paulo Sergio de Souza
Rodolfo Molinari
Marcos Mazza
Maria Helena R. de Oliveira
Benito Santiago Martinez Gonzalez
André Gomes dos Santos
DISCIPLINA
Inglês Aplicado
Economia e Finanças
Computador e Sociedade, Tópicos
Avançados em P.D.II, Banco de dados,
Sist. para Internet
Projeto Experimental
Estrutura de Dados, Tecnologia da
Informação.
L T P III, Atividade Complementar,
Pesquisas p/ Projetos Experimentais,
Projeto Experimental, Linguagem e
Técnica de Programação, Desenv. de
Sistemas
Lógica Matemática, Cálculo e Geometria
Analítica.
Auditoria e Qualidade em Sistemas de P.D,
Análise e Projeto de sistemas II,
Introdução à Informação, Sistemas de
Informação, Análise e Projeto de Sistemas,
Gerenciamento de Projetos, Atividade
Complementar, Contexto Profissional,
Equi. E Acessórios em Informática.
Lógica de Programação, Técnica de
Programação, Planejamento de sistema de
Informações, Sistemas Operacionais.
Administração
Processos de Comunicação
Processos de Gestão
Estatística
ADMINISTRAÇÃO
PROFESSOR
Antonio Malynowskyj
Benito Santiago Martinez Gonzalez
DISCIPLINA
Adm. da Produção e Qualidade e Pesquisa
Operacional
Administração de Recursos Materiais e
Patrimoniais
14
Charles Artur Santos de Oliveira
Claudia Kauffmann Barbosa
Eduardo Vieira Domingues
Felipe Lascane Neto
Fernando Kauffmann Barbosa
Frederico Kauffmann Barbosa
Gisele Maria Ribeiro de Almeida
João Xavier Florêncio
Jose Antonio Evangelista
José Lascane
Marcelo Bonachela
Marcos Mazza
Moacir Fernandes
Paulo Habice Moretti
Paulo Sergio de Souza
Pérsio Belluomini Moraes
Sérgio Roberto Montero Aguiar
Vidal Sion Neto
Gestão Ambiental
Microeconomia e Estatística.
Organização, Sistemas e Métodos, Adm.
de Recursos Humanos e Planejamento
Estratégico.
Ciência Política
TCC
Adm. de Micro e Pequenas Empresas
Sociologia
Informática e Administração de Sistemas
de Informação.
Contabilidade de Custos e Matemática
financeira.
Matemática
Lógica, Filosofia e Ética Profissional.
Contexto Profissional do Administrador,
Introd. à Administração, Comércio
Exterior, Logística Integrada e Seminários
Avançados.
Adm. Financeira e Orçamentária Aval. de
Projetos e Análise de Investimentos
Administração
Mercadológica
e
Empreendedorismo.
Informática
Contabilidade e Contabilidade Aplicada.
Comunicação
Introdução ao Estudo do Direito,
Legislação social, Legislação Tributária.
T.I.
4,00
ESP.
ME.
10,00
2,00
T.I.
T.I.
2,00
ESP.
ESP.
ME.
ME.
ME.
4,00
ESP.
4,00
2,00
4,00
ME.
GR.
ME.
11,00
ME
6,00
ME.
6,00
2,00
4,00
2,00
ESP.
ESP.
ESP.
ME.
6,00
ESP.
C/H
6,00
T.I.
12,00
8,00
8,00
T.I.
T.I.
8,00
8,00
TÍT.
ESP.
DR.
Esp.
Esp.
ESP.
ESP.
DR.
ME.
ME.
12,00
8,00
T.I.
T.I.
ME.
DR.
ESP.
DR.
8,00
20,00
8,00
8,00
8,00
T.I.
T.I.
ME.
ESP.
DR.
DR.
ESP.
DR.
DR.
12,00
10,00
ESP.
ESP.
MEDICINA
NOME
Abrahao Vulf Scazufca
Abram Drewiacki
Adriano Catapreta L. Ribeiro.
Aghata Igarashi
Alberto Augusto G. Goncalves.
Alberto Bedulatti Cardoso
Alberto de Macedo Soares
Alcindo Antonio Campos Colegã
Alex Goncalves Macedo
Alfredo Petty Moutinho
Ana Lúcia Alves Lemos da Silva
Ana Paula Cardoso M.M. Ribeiro.
Ana Paula Rocha Veiga
André Galante Alencar Aranha
André Scazufka Ribeiro
André Vicente Guimarães
Angelo Sementilli
Antonio Joaquim Ferreira Leal
Antonio Ricardo de T.Gagliardi
Arnaldo Etzel
Baiardo de Brito Pereira
Bruno Pompeu Marques
DISCIPLINA
Cm II - Endocrinologia
C.M.III – Enferm. e Ambulatório
Clínica Tocoginecológica II
Clínica Cirúrgica I
Micro e Imuno Geral
Clin. Cirurg. IV e Clínica Médica III
Clinica Medica I, II e III
Saúde Coletiva II e Parasitologia
C.M.II – Pneumologia e C.M. III Ambulatório.
Clin.Cirurg. III e IV
Anatomia
Anatomia
C.M.II-Molestias Infecciosas, C.M. IV –
Enfermaria e C.M. I - Propedeutica.
Clínica Cirúrgica II e III
C. M. IV – UTI
Clínica Cirúrgica III
Patologia Geral e Fisiopatologia Especial
C.C.II – Gastro e C. M. III - Cirur. Geral
Fisiologia e Clínica Médica III
C. M. I – Propedeutica e C.M. IV Ambulatório.
Clínica Cirúrgica III
Clinica Medica IV
15
Carla Lanza B. Henriques
Carlos Cesar Somenzi
Celso Carmo Mazza
Cláudia Kauffmann Barbosa
Claudia Ribas Araújo Starnini
Claudio Marcellini
Danilo Abrantes Coelho
Dercy José de Sá Filho
Domingos Auricchio Petti
Eduardo Michelin Roman
Eduardo Silveira
Eliana Zulianni Lopes
Elisabeth Maria Heins
Elson Vidal Martins Junior
Erico Paulo Heilbrun
Ernesto Teixeira do Nascimento
Fabiana Gaspar Gonzalez
Fabiola Gomes Rodrigues
Fátima Aparecida F. T. Carvalho
Faustino Pacheco Filho
Flavio Saad
Francisco Cardoso B. Neto
Francisco Lázaro P. de Sousa
Francisco Solano Lopes Torres
Giuseppina Maria Patavino Saad
Guines Antunes Alvarez
Heitor Pons Leite
Hilario Romanezi Cagnacci
Joao Carlos Grottone
Jose Arthur Ramos Alves
José Carlos Paiva Paz
Jose Fernandes Carvalho Filho
Jose Hyppolito da Silva
José Marcelino Antonio
José Norberto A. de Freitas
Jose Roberto Paes de Almeida
Karin Beatriz Barbosa
Kelly Humberto Annichino
Lais Graci dos Santos Bueno
Luceli Pinheiro
Lucia Mara Rizzo C. Baptista
Luis Augusto Galvão Elias
Luiz Antonio da Silva
Manoel do Nascimento Ramos
Marcello Ruiz da Silva
Marcelo Fernando Matielo
Marcelo Mattos e Dinato
Marcelo Paulo Vaccari Mazzetti
Marcio Eduardo de Barros
Marcos Montani Caseiro
Maria Aparecida P. dos Santos.
Maria Auxiliadora S.O.Martins
Maria de Fátima M. Heilbrun
Maria Emilia Maneta
Farmacologia I e II
Micro e Imunologia Geral
C.M.III – Emílio Ribas – M.I.
Metodologia da Pesquisa e Bioestatística
C.T.II – Enf./Amb/Centro Cir. e C.T. III –
Amb/Enfermaria
C.T.III – Ambulatório
C.M.III – Nefrologia
Biologia Celular e Molecular
C.T.I - Ginecologia
Pronto Socorro Clínico
C. M. I – Propedeutica e C.C.IV Oncologia
Saúde Coletiva II
Micro e Imuno geral e Microbiologia
Clinica Medica III - Enfermaria
Clinica Medica III
Cl.Pediatrica I e III e Neonatal
Farmacologia I e II
Clínica Médica II e III
Prática de Assistência à Saúde
Clínica Cirúrgica IV
Clínica Cirúrgica II, III
Clinica Cirurgica IV
C. T. II – Enf. e C. T.III – Amb.
Clínica Cirúrgica I, III e P. S. Cirúrgico
C.M.I –Hemato. e C.M. III-Ambulatório
Clínica Cirúrgica III
C. P. II – Pronto Socorro
C. C. IV - Oncocologia
C. C. II e IV - Oftalmologia
C. P. – Ambulatório e C. P. Enfermaria.
Clínica Médica I, III e IV
C. P. III – Enfermaria
Clínica Cirúrgica III
Farmacologia I e II
Clínica Médica II e IV
C.M.II/III - Dermatologia
Prática de Assistência à Saúde
Clínica Cirúrgica I, e IV
Clínica Pediátrica I e II
Clínica Pediátrica II
C. C. II e IV - Otorrino
Clínica Cirúrgica I
Fisiologia
C. C. II e III - Urologia
C. P. II - PS
Clínica Cirúrgica III
Clínica Médica III
C. C. III – Cirurgia Plástica
Bioquímica, Fisiologia e Biofísica
Parasitologia, Saúde Coletiva e Lab.
Biologia Molecular
C. C. I – Anestesiologia e C. C. IV – PS,
Med Leg
Clínica Cirúrgica II e III
Clínica Médica II e III
Clínica Pediátrica II
8,00
T.I.
20,00
6,00
30,00
ESP.
ME
ME.
ME.
ME.
T.I.
4,00
T.I.
8,00
12,00
12,00
4,00
16,00
10,00
16,00
16,00
8,00
8,00
T.I.
8,00
T.I.
T.I.
16,00
T.I.
6,00
4,00
12,00
8,00
8,00
20,00
12,00
16,00
T.I.
8,00
8,00
12,00
T.I.
12,00
20,00
30,00
6,00
8,00
12,00
12,00
30,00
8,00
8,00
4,00
16,00
T.I.
DR.
GR.
DR.
LD
ESP.
ESP.
ME.
ESP.
ME.
ME.
ME.
DR.
DR.
ESP.
ESP.
DR.
DR.
ESP.
ESP.
ME.
ESP.
DR.
ME.
ME.
ME.
ESP.
ME.
LD
ME.
ESP.
ME.
Esp.
ME.
ME.
ME.
ESP.
ESP.
ESP.
ESP.
ME.
ESP.
ESP.
ME.
DR.
DR.
T.I.
ME.
T.I.
8,00
20,00
DR.
ME.
ESP.
16
Maria Fernanda M Mingossi
Maria Heloiza Torres Ventura
Maria Lucia Leal dos Santos
Maria Niures P. S. Matioli.
Maria Renata L. N. Paltronieri.
Maria Toshiko F. de Castro.
Mario Alves Rosa
Mario Flavio L.Paes Alcantara
Mario Ricardo de Nardo
Mario Ruivo
Marise Kikuchi
Marizia do Amaral Toma
Marlene de Fatima S.Nery
Marlene Valdice da Silva
Mauro Cesar Dinato
Mauro S. Paraguassu Carvalho.
Monica de M. Grizzi de Morais.
Mônica Mazzurana
Moysés Cutin
Moyses Mincis
Natal Marques da Silva
Ney Romiti
Niander Alex Ramos
Odevani Leonardo de Barros Jr.
Osvaldo Junior Batista Marques
Paulo Augusto Alambert
Paulo Cesar Koch Nogueira
Paulo Cesar Leonardi
Paulo Eduardo Almeida Baldin
Paulo Henrique P. Rosateli
Regina Bornia Romiti
Renata de Oliveira Costa
Ricardo Antonio G. Barbosa
Ricardo Henrique Marques
Ricardo Mincis
Ricardo Zechetto S. Ramirez
Rita de Cassia Fernandes Simões
Roberto Cipullo
Roberto David Filho
Roberto Kunimassa Kikawa
Roberto Ruben Pando Serrano
Roberto Aparecido Dedevits
Rogerio Gomes R.Guidoni
Rogerio Porto da R.de Oliveira
Rubens Moura Ribeiro
Rubia Marina R.dos Santos
Sandra Lopes Mattos e Dinato
Sergio Floriano de Toledo
Sergio Luiz dos Santos Prior
Sergio S.Carneiro
Suzete Notaroberto
Tayssir El-Haj Ahmad
Túlio Konstantyner
Veronica Garcez de Araujo
Vicente Tarricone Junior
C. M. II/III/IV e Anatomia
C. M. II–Reumato, Imuno e Imunopato
C. M. II/III e CP II e III
Clinica Medica I, II e III.
C. T. III - Ambulatório
Microbiologia e Micro e Imuno Geral
C. P. II/III e Neonatal
Patologia Clínica
C. C. IV - Cirurgica Plástica
Parasitologia
C. C. IV – Cirurgia Vascular
Biologia Celular e Molecular,Histologia,
Ética Profissional
Parasitologia
Prática de Assistência à Saúde
Coordenação
Pronto Socorro Clínico
C. P. III - Neonatologia
C.C. II/III e P. S. Cirúrgico
Clínica Médica II
C. M. III - Gastro
C. T. II e III - Ambulatório
C. M. II – Dermatologia
C.C. II e III – Urologia
Bioquímica
Clínica Cirúrgica III
Clínica Médica I/III/IV
Clínica Pediátrica II/III
Clínica Cirúrgica II/IV
Clínica Pediátrica II e III
Clínica Médica IV - UTI
C. P. I/II – Ambulatório
Clínica Médica I/III/IV
C. C. I – Anestesiologia e P.S. Clínico.
Fisiologia
C. M. II – Gastro e C. M. III – Amb.
Clínica Tocoginecológica II
Clínica Cirúrgica I/II/III
Histologia, Ética Profissional.
C.C. III e P. S. Cirúrgico.
Clínica Cirúrgica IV
Clínica Cirúrgica II e III
C.C. III e IV
Clínica Tocoginecológica I II e III.
Anatomia
Clínica Médica, Prática de Assistência à
Saude
Clínica Médica II, III e IV.
C. M. II/III – Dermatologia
C. T. II – Enfermaria e Ambulatório
Psicologia Médica e Psiquiatria
Clínica Cirúrgica II/III
C.M. III/IV e Pronto Socorro Clínico
Psicologia Médica I e II
Clínica Pediátrica I/II
Histologia e Ética Profissional
C. T. II e III Ambulatório
18,00
6,00
20,00
20,00
12,00
12,00
16,00
4,00
4,00
12,00
12,00
T.I.
ME.
ESP.
ME.
ME.
ESP.
ME.
ESP.
GR.
ESP.
LD.
ESP.
DR.
20,00
T.I.
T.I.
24,00
16,00
20,00
6,00
6,00
8,00
20,00
8,00
8,00
12,00
T.I.
T.I.
12,00
30,00
20,00
30,00
18,00
12,00
18,00
12,00
20,00
20,00
14,00
24,00
8,00
20,00
8,00
24,00
T.I.
T.I.
ME.
ME.
DR.
ESP.
ESP.
ESP.
DR.
DR.
ESP.
DR.
ESP.
ME.
ESP.
ESP.
DR.
ME.
ME.
ESP.
ESP.
ME.
DR.
ME
ME.
ESP.
ESP.
DR.
ME.
ME.
DR.
DR.
ME.
DR.
LD.
20,00
T.I.
T.I.
8,00
8,00
20,00
8,00
12,00
12,00
20,00
ME.
DR.
ME.
ESP.
ESP.
ME
ESP.
ME.
ME
ME.
17
Vilma Ilka T. de Camargo.
Virgilio Alexandre N.Aguiar
Wagner Jose Riva
Wanderley Marques Bernardo
William da Costa
Wladimir Queiroz
Fisiopatologia Especial e Patologia Geral
C. M.III – Pneumologia
Clínica Cirúrgica I e III
Saúde Coletiva, C. M. IV, Saúde da Família
e Metodologia e Bioestatística
Clínica Médica II, III e IV
C. M. III – Emílio Ribas – M.I.
8,00
20,00
T.I.
T.I.
ESP.
DR.
ESP.
DR.
16,00
20,00
ME.
ME
C/H
1,00
TIT.
ME.
13,00
ME.
8,00
DR.
T.I.
4,00
ME.
27,00
ME.
12,00
ME.
5,00
ME.
21,00
ME.
3,00
ME.
18,00
ESP.
C/H
TIT.
FONOAUDIOLOGIA
PROFESSOR
Elaine Bestane Bartolo
Luciana Soares de Azevedo Rajabaly
Maria Aparecida Bernardo Cavalcanti
Coelho
Monica Girotto Toledo de Castro
Maria Lucia Leal dos Santos
Olivia Rosa Barreto Teotonio
Patricia Bertelli Zuleta
Polyana Silva de Oliveira
Rita de Cassia Gotardi Van Opstal
Sara Bittante da Silva Albino
Simone Lourenço
DISCIPLINA
Psicologia do Desenvolvimento
Métodos e técnicas em fonoaudiologia;
Avaliação
de
Linguagem;
Estágio
Supervisionado
em
Distúrbios
da
Comunicação; Estagio Supervisionado em
Fonoaudiologia (preventiva).
Administração e Gerenciamento em
Fonoaudiologia;
Disfonia;
Estagio
Supervisionado
em
Distúrbio
da
Comunicação
(específico
disfonia);
Trabalho de Conclusão de Curso.
Desenvolvimento da Linguagem I;
Distúrbio Articulatório; Desenvolvimento
de Linguagem II; Retardo de aquisição de
Linguagem; Distúrbio de aquisição de
Leitura e Escrita; Estágio Supervisionado
em Fonoaudiologia-Hospital; TCC, núcleo
de afasia.
Neurologia
Audiologia
Clínica;
Audiologia
Educacional; Audiologia Clínica II; Ética e
Bioética; Estagio supervisionado em
Distúrbios da Comunicação-Audiologia
Educacional; Estagio Supervisionado em
Audiologia-indicação de AASI; Estagio
Supervisionado em Audiologia-Áudio
clínica.
Motricidade Oral; Fissura Labiopalatina;
Estágio supervisionado em Distúrbios da
Comunicação
(específico-motricidade
oral).
Distúrbos
da
Fluência;
Estágio
supervisionado
em
Distúrbios
da
Comunicação (especifico Gagueira).
Otoneurologia; Audiologia Prática; Estágio
Supervisionado em Audiologia-Áudio
clínica; Estágio Supervisionado em
Audiologia-Otoneurologia.
Distúrbios da Comunicação.
Fonoaudiologia Clinica I; Distúrbio
neurológico; Fonoaudiologia Clinica II;
Estágio supervisionado em distúrbios da
Comunicação Fono Clinica.
PEDAGOGIA
PROFESSOR
DISCIPLINA
18
Ana Carolina Ribeiro Gonçalves
Claudia E. Olivette Rodrigues.
Fernando Kauffmann Barbosa
Frederico Kauffmann Barbosa
Elaine Bestane Bartolo
José Carlos Lelli
Gilberto Meirelles Passos
Marcia Haydée R.S. Toguchi
Maria Angela Ramos Louzada
Maria Helena Rosati
Mônica Pinheiro do Prado
Marcelo Bonachela
Manoel Rosete Gonçalves
Marísia do Amaral Toma
Maria Lúcia Dondon Salun Silveira
Santa Elza Pivatto
Didática
Prática Pedagógica, Avaliação de Sistemas
e Avaliação Institucional, Metodologia e
Conteúdos Básicos da Alfabetização,
Desenvolvimento e Aprendizagem na Educ
Especial
Estatística Aplicada à Educação
Informática Aplicada
Psicologia da Educação
Prática de Ensino I, Princípios e Métodos
de Gestão Escolar
Recursos Tecnológicos Aplicados à
Educação,
Oficina
de
Mat
Pedagógicos,Met e Conteúdos básicos do
Ensino da Arte, Atividades Culturais e
Artística na Educ
do Potador de
Necessidades Educacionais Especiais,
Psicomotricidade
Orientação Educacional, Desenvolvimento
Cognitivo (DM,DV,DA), Avaliação na
Educ do Portador de Necessidades Esp. .
Metodologia da Pesquisa e Elaboração de
Projetos, Estrutura e Funcionamento da
Educ Básica e Políticas Públicas, Estrutura
e Funcionamento da Educação Básica,
Orientação e Educação do Deficiente
Auditivo e Visual, Prática Pedagógica,
Fundamentos Princípios e Métodos na
Educ. Especial
Língua Portuguesa, Trabalho de Conclusão
de Curso, Literatura Infantil, Metodologia
e Conteúdos Básicos da Língua Portuguesa
Sociologia da Educação, Metodologia do
Ensino da Educação Básica, Fundamentos
e Aspectos da Educação Especial,
Metodologia e Conteúdos Básicos do Ens.
das Ciências Naturais.
História da Educação, Filosofia da
Educação
Metodologia e Conteúdos Básicos da
Educação Física e Recreação.
Biologia Educacional: saúde e nutrição
Patologia e Fisiologia dos Órgãos dos
Sentidos
Políticas Públicas e Leg. Educacional,
Metodologia da Educação Infantil,
Metodologia e Conteúdos Básicos das
Ciências Sociais
Metodologia e Cont. Básicos do Ens. da
Matemática, Fundamentos do Ensino da
Matemática.
6,00
10,00
ME.
ME.
T.I.
T.I.
3,00
5,00
ME.
ME.
ME>
ME.
6,00
ESP.
8,00
ESP.
13,00
ME.
8,00
ESP.
9,00
ESP.
6,00
ME.
2,00
ME.
4,00
DR.
6,00
ME.
4,00
ESP.
C/H
4,00
2,00
2,00
TIT.
GR.
LD.
ME.
RELAÇÕES INTERNACIONAIS
PROFESSOR
Anna Bongiovanni Sobral
Charles Artur Santos De Oliveira
Claudia Kauffmann Barbosa
DISCIPLINA
Inglês I, Inglês II
Projeto Experimental
Análise Microeconômica
19
Eduardo Vieira Domingues
Administração
Teoria Geral Direito Público, Teoria Geral
Direito Privado, Direito Comercial
Matemática, Estatística
Economia Internacional, Sistema Financ.
Internacional, Seminários Avançados.
Técnicas de Pesquisa Econômicas
Ciências Sociais, História Econ. Geral,
Formação Econômica do Brasil, Economia
Brasileira
Informática I, Informática II
Instituições de Direito
Contabilidade, Matemática Financeira.
Ciência Política
Comércio Internacional, Coop. Int.
Econômica, Ac. Int. Coop. Téc. Econ.,
Seminários Avançados
Direito Comercial Comparado
Economia, Análise Macroeconômica,
Empresas Multinacionais.
Organizações Internacionais, História
Diplomática do Brasil, Direito das
Relações Internacionais, Direito
Internacional Público, Seminários
Avançados
Relações Econômicas Internacionais
Língua Francesa, Língua Portuguesa.
Língua Espanhola
Formação Econ. América Latina, Política
Externa Brasileira, Seminários Avançados
Felipe Lascane Neto
Fernando Kauffmann Barbosa
Francisco Americo Cassano
Frederico Kauffman
Gisele Almeida
João Xavier Florêncio
Jocelina Carpes Da Silva Rodrigues
José Antonio Evangelista
Luiz Fernando dos Santos
Marcela Garcia Fonseca
Mauricio Antonio Comes Dutra
Moacir Fernandes
Osvaldina Augusta
Paulo Habice Moretti
Rosa Maria Valente Fernandes
Sérgio Roberto Montero Aguiar
Verônica Maria Teresi
2,00
6,00
ESP.
ESP.
T.I.
5,00
ME.
DR.
T.I.
ME.
8,00
ME.
4,00
2,00
4,00
2,00
ESP.
ME.
ME.
ME.
7,00
ME.
2,00
6,00
ESP.
ME.
9,00
ESP.
2,00
4,00
2,00
5,00
ESP.
DR.
ME.
ME.
C/H
4,00
20,00
2,00
2,00
TIT.
ESP.
ESP.
DR.
ME.
14,00
ESP.
33,00
ME.
17,00
ESP.
10,00
2,00
ME.
DR.
T.I.
ME.
FISIOTERAPIA
PROFESSOR
Ana Paula C. de Mello e Mello Ribeiro
Carlos Banjai
Cristina Sayuri Asano
Elaine Bestane Bartolo
Elder dos Santos Cavalcante
Emerson dos Santos
Érica Bertaglia de Paula
Eugênia Lucélia de Seixas Rodrigues Pires
Fabiana Gaspar Gonzalez
Frederico Kauffmann Barbosa
DISCIPLINA
Anatomia
PCS de Fisioterapia Neurológica
Bioquímica e Biofísica
Psicologia
História e Introdução da Fisioterapia,
Administração em Fisioterapia,
Cardiologia, Fisioterapia Pneumológica e
Cardiovascular, PCS de Fisioterapia
Pneumológica e Cardiovascular.
Pneumologia, Fisioterapia Hospitalar e em
UTI, PCS de Fisioterapia Hospitalar e em
UTI, PCS de Fisioterapia Pneumológica e
Cardiovascular.
Neurologia e Saúde Mental, Fisioterapia
Neurológica Adulto, PCS de Fisioterapia
Hospitalar e em UTI.
Psicomotricidade, Prótese e Órtese, PCS
de Fisioterapia Uro-Ginecologica,
Obstetrica e Pediátrica.
Farmacologia Básica para Fisioterapia
Métodos e Técnicas de Pesquisa,
Planificação Metod. em Investigação
Científica I, Planificação Metod. em
Investigação Científica II.
20
Gisele Maria Ribeiro de Almeida
João Paulo Achê de Freitas Filho
José Antônio Evangelista
José Luiz Marinho Portolez
Marco Antônio R. Gomes de Oliveira
Mariano José Lucero
Melissa Araújo Ulhôa Quintão
Priscila Lanzillotta
Rogério Porto da Rocha Oliveira
Rubens Moura Ribeiro
Sheila de Melo Borges
Soraya L. de França Cunha
Vera Lúcia Pinheiro Augusto
Vinicius Saura Cardoso
Walter Montagna Filho
Zélia Rodrigues de Mello
Antropologia, Sociologia
Histologia e Embriologia, Saúde Coletiva e
Epidemiologia.
Bioestatística
Eletro, Termo e Fototerapia,
Traumatologia, Ortopedia e Reumatologia,
Fisiot. Ortopédica, Traumatológica e
Reumatológica, PCS de Fisioterapia
Ortopédica.
Bases de Mét. e Téc. de Avaliação em
Fisioterapia, Cinesioterapia, Hidroterapia e
Mecanoterapia, PCS de Fisioterapia
Ortopédica
Noções de Diag. por Imagem e Exames
Complementares
Fisiologia
Pediatria, Fisioterapia Pediátrica, PCS de
Fisioterapia Preventiva e em Saúde
Coletiva, PCS de Fisioterapia UroGinecologica, Obstetrica e Pediátrica.
Anatomia
Anatomia
Fisioterapia Preventiva, Geriatria e
Gerontologia, PCS de Fisioterapia
Preventiva e em Saúde Coletiva, PCS de
Fisioterapia Ortopédica.
Ética em Fisioterapia, Uro-Ginecologia e
Obstetrícia, Recursos Terapêuticos
Manuais, Fisioterapia Uro-Ginecológica e
Obstétrica, Fisioterapia Dermatofuncional,
PCS de Fisioterapia Uro-Ginecologica,
Obstetrica e Pediátrica.
Noções Básicas de Saúde e Socorros de
Urgência
Bioquímica e Biofísica, Cinesiologia e
Biomecânica, Bases de Medicina
Tradicional Chinesa, Fisioterapia
Desportiva, PCS de Fisioterapia
Ortopédica.
Patologia Geral e de Sistemas
Histologia e Embriologia, Biologia
4,00
ME.
5,00
2,00
ME.
ME.
22,00
ME.
17,00
ME.
2,00
4,00
GR.
ME.
27,00
T.I.
T.I.
ESP.
DR.
LD.
19,00
ME.
23,00
ESP.
T.I.
ESP.
21,00
4,00
5,00
ESP.
ESP.
ESP.
C/H
T.I.
2,00
2,00
T.I.
TIT.
ESP.
ESP.
ME.
ME.
15,00
ESP.
14,00
ESP.
NUTRIÇÃO
PROFESSOR
Cristiane Gusman B.Righi
Dionize Montanha
Elaine Bartolo
Frederico K. Barbosa
DISCIPLINA
Nutrição Materno Infantil.
Adm. Hospitalar.
Psicologia
Planificação Met. Inc. Científica - TCC
Dietoterapia II; Didática e Educação
Nutricional; Bioética e Legislação
Nutricional; Estágio Sup. em Nutrição
Clinica; Estágio Sup. Nutrição Aplicada.
Jenifer Cardoso Bom
Mariza de Moraes Vilela Szabo
Adm. de UAN; Nutrição e Marketing;
Nutrição e Gastronomia; Estágio Sup. em
Adm. de UAN.
Nutrição no Esporte; Nutrição em Saúde
21
Tâmara E. Stulbach
Pública; Estágio Sup.Nutrição em Saúde
Pública.
10,00
ME.
DISCIPLINA
C/H
Anatomia Humana, Anatomia Radiológida. T.I.
Físicas Aplicadas, Biofísicas,
8, 00
Bioestatística, Proteção Radiológica.
Bioquímica
2, 00
Informática Aplicada
T.I.
Ética e Responsabilidade Social
2, 00
Fisiologia Humana
4,00
Introd. à Radiologia, Equip. e Acessórios
15,00
em Radiologia, Incidências Radilógicas,
Incidências Radiológicas Avançadas,
Exames Radiológicos Avançados,
Atividade Complementar, Contexto
Profisional, Instrumentos de Radiologia,
Técnicas Radiológicas e Estágio
Patologia Geral, Análise
8,00
Anatoradiológicas.
Exames Radiológicos Avançados,
6,00
Mamografia, Densitometria Óssea, Exames
Radiológicos Avançados.
TÍT.
ESP.
ESP.
TECNOLOGIA EM RADIOLOGIA
NOME
Ana Paula Cardoso de Mello e Mello Ribeiro
André Gomes dos Santos
Cristina Sayuri Asano
Fernando Kauffmann Barbosa
Gisele Maria Ribeiro de Almeida
Melissa Araújo Ulhôa Quintão
Mariano José Lucero
Ricardo Wilson de Pinho Rodrigues
Tatiane Vallin
DR.
ME.
ME.
ME.
GR.
ESP.
ESP.
IV. DESCRIÇÃO DA BIBLIOTECA QUANTO AO SEU ACERVO
DE LIVROS E PERIÓDICOS, POR ÁREA DE CONHECIMENTO,
POLÍTICA DE ATUALIZAÇÃO E INFORMATIZAÇÃO, ÁREA
FÍSICA DISPONÍVEL E FORMAS DE ACESSO E UTILIZAÇÃO.
IV.1. ORGANIZAÇÃO, FUNCIONAMENTO E INFORMATIZAÇÃO
A Biblioteca como instrumento de apoio indispensável ao desenvolvimento das funções da Faculdade,
merece atenção especial da Entidade, seja na adequação do seu espaço físico e na qualificação de seus
recursos humanos ou na implantação de sua informatização.
A Mantenedora empreende esforços para viabilizar as condições materiais e humanas da Biblioteca, no
contexto do seu projeto acadêmico.
RECUPERAÇÃO DE INFORMAÇÃO:
As Bibliotecas em geral recupera sua informação através do “Soltware Micro-Isis”, onde se encontra o
material cadastrado nas suas bases de dados de acordo com a categoria do material; A Biblioteca do
Campus II mantém sistema de ligação via On-line na Renpac/Bireme-SP; Bibliotecas conveniadas;
Intercâmbio entre Bibliotecas; Internet etc.
ESPAÇO FÍSICO:
São 709,40 m, distribuídos em salas de leitura individual e geral, para estudo e trabalho em grupo.
PLANO DE EXPANSÃO:
Caso exista necessidade de ampliação será reestudado as áreas mantidas e atualmente temos como recurso
estantes “rolantes”.
Bibliotecários:
Afonso David Burgos Faleiro - CRB 8/5963
Formado em Biblioteconomia pela Faculdades Integradas Tereza D’Avila em Santo André em 1995.
Pós-graduação - LATO-SENSU em “Planejamento e Gerenciamento de Sistemas Automatizados de
Informação”, pela FATEA - Santo André em 1997.
22
Viviani Mattar Lobato Silva – CRB 035/2007
Formada em Administração de Empresas pelo Centro Universitário Lusíada.
Pós-graduação – LATO-SENSU em Marketing Centro Universitário Lusíada - a Concluir
Formada em Biblioteconomia pelas Faculdades Integtradas Coração de Jesus em Santo André.
IV. 2. Área Física Disponível
ÁREA (M2)
ESPECIFICAÇÃO
Campus 2
1. BIBLIOTECA
ACERVO
SALA DE LEITURA
*BALCÃO DE ATENDIMENTO
*SALA DE ESTUDOS INDIVIDUAL
*SALA DE ESTUDOS EM GRUPO
*SETOR DE ATENDIMENTO
*SETOR DE CONSULTA INFORMAT.
ELEVADOR E ESCADA
REPROGRAFIA
ADMINISTRAÇÃO
*PROCESSAMENTO TÉCNICO
SANITÁRIOS
AR CONDICIONADO
TOTAL
Campus 3
Total
78,03
127,53
205,78
7,68
234,09
24,06
12,87
75,02
237,05
24,00
26,06
10,14
7,35
20,55
309,11
261,11
24,00
29,06
10,14
9,03
57,84
147,57
24,06
8
1048,19
3
1,68
89,73
24,06
462,33
8
585,86
IV. 3. Acervo atual de livros por assunto
O acervo bibliográfico e especializado colocado à disposição da comunidade do UNILUS é de 36 523
títulos e 56 155 volumes, e está organizado de acordo com a Classificação Decimal Dewey - CDD
demonstrada no quadro a seguir:
ESPECIFICAÇÃO DOS ASSUNTOS
TOTAL TOTAL
000
028.5
030
100/160/170/180/190
150
200
300 e 390
310
320 e 330
340
350 e 650
360
370
380
400
500 e 510
520 e 530
540
550 e 560
570/580/590
600 e 620
610 -619.999
610
630
640
660
Informática. Metodologia da Pesquisa
Literatura Infantil
Referência (Enciclop., Dicion., Abstract etc.)
Filosofia (Ética, Lógica, Filosofia Antiga e Moderna)
Psicologia
Religião
Ciênc. Sociais (Sociol., Antropol.) e Folclore
Estatística
Ciências Política. Econômica
Direito (Direito Internacional)
Administração e Contabilidade-Propaganda- Informação
Assistência Social
Educação
Comércio (Com.Internac.). Comunic. Transp.
Línguas (Linguística,Fonologia,Gramática)
Ciências Puras, Matemática
Astronomia, Física
Química
Geologia, Meteorologia, Paleontologia
Ciências Biológicas, Botânica, Zoologia
Tecnologia e Engenharia
Medicina, Fono, Biomedicina, Fisioterapia, Nutrição, Enfermagem,
Odonto
Medicina (Arquivo inativo)
Agricultura
Economia Doméstica
Engenharia Química
686
403
382
357
580
34
632
04
1.072
300
1.309
43
2.964
105
212
579
334
240
39
246
122
6.274
806
403
2.086
433
641
40
773
04
1.336
458
1.876
49
3.419
115
255
782
559
418
43
606
129
11.761
3.898
03
23
10
3.898
03
23
15
23
670-690
700 e 730-770
710-720
740-760
780
790
800
900
TOTAL
Manufatura.Construção
Artes
Urbanização. Arquitetura
Desenho.Pintura.Artes Gráficas
Música
Teatro. Cinema. Educação Física
Lingüística e Litertura
História.Geografia.Biografia
CONVÊNIO
Hospital Ana Costa
Hospital Santa Casa
Instituto Histórico e Geográfico
TOTAL
TOTAL
04
192
09
57
241
308
3.650
544
25.484
04
221
12
61
279
342
4.121
629
36.276
923
141
9.405
11.039
36.523
923
2.261
16.125
19.879
56.155
fonte: Biblioteca
IV. 4. Periódicos - Distribuição por procedência e área de conhecimento
O acervo de periódicos contém 846 títulos, dos quais 612 são de procedência nacional e 234 títulos são
estrangeiros. Ao todo são 47.862 fascículos, sendo 40.288 nacionais e 7.574 estrangeiros, classificados
conforme demonstração no quadro abaixo:
ÁREA DE CONHECIMENTO
TÍTULOS
FASCÍCULOS
Nacion Estrang Total Nacion Estrang
Total
000 - OBRAS GERAIS
34
02
36
2.371
84
2.455
100 - FILOSOFIA/PSICOLOGIA
200 - RELIGIÃO
300 - CIÊNCIAS SOCIAIS
227
13
240
3.781
306
4.087
400 - FILOLOGIA
500 - CIÊNCIAS PURAS
77
17
94
2.070
772
2.842
600 - CIÊNCIAS APLICADAS
290
202
492
32.517
6.574
39.091
700 - ARTES / DIVERT. / ESP
49
49
286
286
800 - LITERATURA
900 - HIST. / GEOGR. / BIOGR
677
234
911
41.025
7.736
48.761
TOTAL
Fonte: Biblioteca
IV. 5. Relação de títulos de periódicos correntes por área
MEDICINA
1.
2.
3.
4.
5.
6.
7.
8.
9.
10.
11.
12.
13.
14.
15.
16.
17.
18.
REVISTA BRASILEIRA DE ECOCARDIOGRAFIA - (ATIVO)
REVISTA DE PATOLOGIA TROPICAL
LONDON SCHOOL OF HIGIENE & TROPICAL MEDICINE
HANSENOLOGIA INTERNATIONALIS
CEDEM - Centro de Desenvolvimento da Educacao Medica
JOURNAL OF PEDIATRIC SURGERY
ARQUIVOS DO CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO PARANA - (ATIVO)
THORAX - The Journal of the Thorax Society
JORNAL BRASILEIRO DE AIDS - (ATIVO)
IMUNIZACOES - ATUALIZACAO
ANAIS NESTLE
ESTATISTICA DE SAUDE
PRODOCTOR
REVISTA DO INCOR
MUNDO DA SAUDE
ANAIS DA ACADEMIA NACIONAL DE MEDICINA
JORNAL BRASILEIRO DE DOENCAS SEXUALMENTE TRANSMISSIVEIS - JBDST
CIRURGIA VASCULAR & ANGIOLOGIA
24
19.
20.
21.
22.
23.
24.
25.
26.
27.
28.
29.
30.
31.
32.
33.
34.
35.
36.
37.
38.
39.
40.
41.
42.
43.
44.
45.
46.
47.
48.
49.
50.
51.
52.
53.
54.
55.
56.
57.
58.
59.
60.
61.
62.
63.
64.
65.
66.
67.
68.
69.
70.
71.
72.
73.
74.
75.
76.
77.
ACTA ONCOLOGICA BRASILEIRA
MAPFRE MEDICINA
REVISTA MEDICA - Hospital Sao Vicente de Paulo
ARCHIVES OF MEDICAL RESEARCH
HU - REVISTA
CADASTRO DE PROGRAMAS DE RESIDENCIA MEDICA NO EST DE S PO - FUNDAP
ARQUIVOS BRASILEIROS DE OFTALMOLOGIA
BRASILIA MEDICA - BSBM
ACTA CHIRURGICA SCANDINAVICA
SEMINARS IN ONCOLOGY
ANNALS OF PLASTIC SURGERY
ARCHIVOS DE INVESTIGACION MEDICA
BOLETIM BIBLIOGRAFICO - FACUL DE SAUDE PUBLICA DA UNIVERS DE S P
BRAZILIAN JOURNAL OF MEDICAL AND BIOLOGICAL RESEARCH
ARCHIVOS ARGENTINOS DE DERMATOLOGIA
REVISTA GOIANA DE MEDICINA
ANAIS BRASILEIROS DE DERMATOLOGIA – ABD - (ATIVO)
REVISTA BRASILEIRA DE ALERGIA E IMUNOPATOLOGIA - (ATIVO)
BOLETIM DA SANTA CASA DA MISERICORDIA DE SANTOS
PEDIATRIA SAO PAULO
REVISTA MEDICA DA SANTA CASA
TEMAS - TEORIA E PRATICA DO PSIQUIATRA
REVISTA PAULISTA DE PEDIATRIA - (ATIVO)
REVISTA DE HOMEOPATIA
ARQUIVOS DO INSTITUTO PENIDO BURNIER - (ATIVO)
SALUD PUBLICA DE MEXICO - (ATIVO)
INVESTIGACION MEDICA INTERNACIONAL – IMI
COSMETICOS ON LINE (ANTIGA AEROSOL & COSMETICOS)
ANAIS PAULISTAS DE MEDICINA E CIRURGIA
JORNAL VASCULAR BRASILEIRO - (ATIVO)
JOURNAL OF VASCULAR SURGERY
ARQUIVOS CATARINENSES DE MEDICINA - ACM
SAUDE DO MUNDO
JORNAL DA SOCIEDADE DAS CIENCIAS MEDICAS DE LISBOA
AMERICAN JOURNAL OF OPHTHALMIC PUBLISHING COMPANY
JOURNAL OF INVESTIGATIVE DERMATOLOGY
BRAZILIAN JOURNAL OF INFECTIOUS DISEASES
ARCHIVES OF INTERNAL MEDICINE
ARQUIVOS DE NEURO-PSIQUIATRIA - (ATIVO)
JOURNAL OF BONE AND JOINT SURGERY
ARQUIVOS BRASILEIROS DE MEDICINA
MEDICINA SOCIAL
AMERICAN JOURNAL OF OBSTETRICS AND GYNECOLOGY
ARQUIVOS BRASILEIROS DE PEDIATRIA
AMERICAN JOURNAL OF PUBLIC HEALTH
AMERICAN JOURNAL OF CARDIOLOGY
AMERICAN JOURNAL OF PATHOLOGY
BRITISH JOURNAL OF ANAESTHESIA - BJA
ARQUIVOS DE GASTROENTEROLOGIA - (ATIVO)
PEDIATRIC INFECTIOUS DISEASE JOURNAL
JOURNAL OF HAND SURGERY
JOURNAL OF THE AMERICAN MEDICAL ASSOCIATION - JAMA
GACETA MEDICA DE MEXICO
EL HOSPITAL
FERTILITY AND STERILITY
ARS MEDICA
ELECTROMEDICA
ANNALS OF SURGERY
LABORATORIO
25
78. SKOPIA MEDICA
79. VITALLE - REVISTA DE CIENCIAS MEDICAS E BIOLOGICAS
80. GERIATRIA EM SINTESE
81. CLINICAL SYMPOSIA
82. ATUALIZACAO BRASILEIRA DE FISIATRIA
83. ARQUIVOS BRASILEIROS DE ENDOCRINOLOGIA & METABOLISMO
84. BOLETIM DA ACADEMIA NACIONAL DE MEDICINA
85. ANAIS BRASILEIROS DE GERIATRIA E GERONTOLOGIA
86. ANAIS DA FACUL DE MEDICINA DA UNIVERS FEDERAL DE MINAS GERAIS
87. ANAIS DA SANTA CASA DE SANTOS
88. AMERICAN JOURNAL OF HOSPITAL PHARMACY
89. ANAIS DE MEDICINA E SEGURO
90. REVISTA DE JENA
91. REVISTA BRASILEIRA DE MALARIOLOGIA E DOENCAS TROPICAIS
92. ARCHIVES OF SURGERY
93. ARQUIVOS BRASILEIROS DE CARDIOLOGIA
94. DIABETES - A JOURNAL OF THE AMERICAN DIABETES ASSOCIATION
95. JOURNAL OF CLINICAL ONCOLOGY
96. LAES/HAES
97. REVISTA MEXICANA DE DERMATOLOGIA
98. HELVETICA PAEDIATRICA ACTA
99. BUSQUETA
100. REVISTA DO IMIP
101. REVISTA DA FACULDADE DE CIENCIAS MEDICAS DA UNICAMP
102. REVISTA DA ASSOCIACAO MEDICA DE MINAS GERAIS
103. REVISTA DO HOSPITAL DE ONCOLOGIA
104. SIMILIA - REVISTA DE HOMEOPATIA
105. HMK - CANCER
106. TORACICA & CARDIOVASCULAR
107. JOURNAL OF DERMATOLOGIC SURGERY AND ONCOLOGY
108. NOVA LENTE
109. ESTUDOS DE PSICANALISE
110. MEDEXPRES
111. RESEARCH AND CLINICAL FORUMS
112. JORNAL BRASILEIRO DE NEUROCIRURGIA
113. NEUROLOGIA EN COLOMBIA
114. MESOTERAPIA ATUAL
115. ARQUIVOS BRASILEIROS DE NEUROCIRURGIA - (ATIVO)
116. REVISTA DE PSICANALISE INTEGRAL
117. PESQUISA HOMEOPATICA
118. REVISTA DE GASTROENTEROLOGIA
119. SINAPSE - INFORMACAO E ATUALIZACAO EM MEDICINA
120. REVISTA DE PATOLOGIA DE LA RODILLA
121. REVISTA SAUDE
122. SAUDE NO BRASIL
123. REVISTA IMESC
124. OTO-RHINO
125. CURRENT PROBLEMS IN SURGERY
126. TEMAS DE MEDICINA
127. REVISTA DE PSIQUIATRIA CLINICA - (ATIVO)
128. STETHOS
129. CIENCIAS DA SAUDE
130. HEART AND VESSELS
131. HG E PA EM REVISTA
132. REVISTA EVOLUCAO MEDICA
133. SINDICATO DOS MEDICOS DE SANTOS
134. ATUALIDADES EM CANCEROLOGIA
135. MEDICINA E CULTURA
136. DIDATICA MEDICA
26
137. REVISTA BRASILEIRA DE CIRURGIA DE CABECA E PESCOCO - (ATIVO)
138. ACTA FISIATRICA - (ATIVO)
139. CADERNOS BRASILEIROS DE MEDICINA
140. JBM OTORRINOLARINGOLOGIA
141. CADERNOS DE CIRURGIA
142. PHARMACIA
143. CADERNOS DE SAUDE PUBLICA
144. MEMORIAS DO INSTITUTO BUTANTAN
145. REVISTA BRASILEIRA DE EDUCACAO FISICA E DESPORTOS
146. REVISTA BRASILEIRA DE HIPERTENSAO - HIPER ATIVO - (ATIVO)
147. ARS CVRANDI
148. MEDICO MODERNO
149. ANNALES DE DERMATOLOGIE ET DE VENEREOLOGIE
150. ANNALES FRANCAISES D ANESTHESIE ET DE REANIMATION
151. REVISTA PAULISTA DE ACUPUNTURA
152. HANSENIASE
153. SER MEDICO - (ATIVO)
154. REVISTA DA ASSOCIACAO BRASILEIRA DE MEDICINA PSICOSSOMATICA
155. REVISTA BRASILEIRA DE NEUROLOGIA E PSIQUIATRIA
156. ARQUIVOS DE GERIATRIA E GERONTOLOGIA
157. OFTALMOLOGIA EM FOCO - (ATIVO)
158. MEDICINA PRAT K
159. MEDICINA E CIRURGIA
160. KLINIKOS
161. MOMENTOS E PERSPECTIVAS EM SAUDE
162. OBSTETRICS AND GYNECOLOGY
163. MODERNA HEPATOLOGIA
164. MEDICO ATUAL
165. ANESTHESIOLOGY
166. REVISTA PAULISTA DE HOSPITAIS
167. AMBITO HOSPITALAR
168. CRITICAL CARE MEDICINE
169. SEARA MEDICA NEUROCIRURGICA
170. REVISTA DO INSTITUTO ADOLFO LUTZ
171. CCS - CENTRO DE CIENCIAS DA SAUDE
172. BULLETIN OF THE AMERICAN COLLEGE OF SURGEONS
173. REVISTA JOVEM MEDICO
174. AMERICAN JOURNAL OF MEDICINE
175. BOLETIM INFORMATIVO DO COLEGIO BRAS DE CIRURGIOES - CBC
176. ACTUALIZACION TERAPEUTICA DERMATOLOGICAS Y ESTETICAS
177. PSIQUIATRIA BIOLOGICA
178. CULTURA HOMEOPATICA - (ATIVO)
179. INTERNATIONAL SURGERY
180. REVISTA NEUROLOGICA ARGENTINA
181. JOURNAL MAXILLOFACIAL SURGERY
182. CANCER HOJE - (ATIVO)
183. ANAIS DA FACUL DE MEDIC - UNIVERS FEDERAL DE PERNAMBUCO.
184. REVISTA PORTUGUESA DE OTORRINOLARINGOLOGIA E CIRURGIA CERVICO
FACIAL - (ATIVO)
185. REVISTA DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE LASER
186. REVISTA DE PEDIATRIA DO CEARA
187. REVISTA BRASILEIRA DE OTORRINOLARINGOLOGIA
188. JORNAL PARANAENSE DE PEDIATRIA
189. ARQUIVOS BRAS DE PSIQUIATRIA, NEUROLOGIA E MEDICINA LEGAL
190. EINSTEIN - ALBERT EINSTEIN INSTITUTO ISRAELITA DE ENSINO E PESQUISA. (ATIVO)
191. REVISTA BRASILEIRA DE MEDICINA DO TRABALHO
192. DR. A REVISTA DO MEDICO - (ATIVO)
27
193. REVISTA BRASILEIRA DE ATUALIZACAO EM OTORRINOLARINGOLOGIA - RBMORL.
194. REVISTA DA FACULDADE DE CIENCIAS MEDICAS DE SOROCABA - (ATIVO)
195. COLUNA/COLUMNA - (ATIVO)
196. BRASIL MEDICINA
197. BRITISH JOURNAL OF PLASTIC SURGERY
198. ACTA CIRURGICA BRASILEIRA
199. SEMINARS IN ROENTGENOLOGY
200. AMBITO MEDICINA DESPORTIVA
201. REVISTA PAULISTA DE REUMATOLOGIA
202. BOLETIM DA SOCIEDADE DE REUMATOLOGIA DO RIO DE JANEIRO - (ATIVO)
203. REVISTA DE MEDICINA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARA
204. JORNAL BRASILEIRO DE NEFROLOGIA - (ATIVO)
205. BOLETIM DE INFORMACOES UROLOGICAS
206. AMBIENTE - REVISTA CETESB DE TECNOLOGIA
207. AMERICAN ANNALS OF THE DEAF
208. GED - GASTRENTEROLOGIA ENDOSCOPIA DIGESTIVA
209. EUROPEAN JOURNAL OF CANCER
210. PUBLICACOES DO CENTRO DE ESTUDOS LEPROLOGICOS
211. NEUROLOGY
212. FUNDACENTRO - ATUALIDADES EM PREVENCAO DE ACIDENTES
213. CIRCULATION - AMERICAN HEART ASSOCIATION
214. CIRUGIA PLASTICA IBERO LATINO AMERICANA
215. CURRENT MEDICAL RESEARCH AND OPINION
216. MEDICINA CUTANEA IBERO LATINO AMERICANA
217. SEMINARS IN NEPHROLOGY
218. REVISTA BRASILEIRA DE PSICANALISE
219. DIAGNOSTICO & TRATAMENTO
220. GINECOLOGIA E OBSTETRICIA ATUAL - GO ATUAL
221. AMERICAN JOURNAL OF PSYCHIATRY
222. ARQUIVOS BRASILEIROS DE CIRURGIA DIGESTIVA - ABCD
223. BIOETICA
224. COSMETICS & TOILETRIES (EDICAO EM PORTUGUES) - (ATIVO)
225. INFORMACAO PSIQUIATRICA
226. REVISTA CIPA - CADERNO INFORMATIVO DE PREVENCAO DE ACIDENTES
227. DIALOGO MEDICO
228. ANAIS DE MICROBIOLOGIA
229. REVISTA CIENTIFICO CULTURAL MULTIDISCIPLINAR BILINGUE ADOLESCENCIA
230. ACTA MEDICA MISERICORDIAE
231. ARQUIVOS DE MEDICINA PREVENTIVA
232. BIOMEDICAL PROGRESS - CLINICAL TRENDS IN COAGULATION, FIBRINOLYSIS
AND IMMUNOLOGY
233. BRITISH MEDICINE
234. EXCERPTA MEDICA CANCER
235. DOUTORA - REVISTA DE INFORMACAO CIENTIFICO CULTURAL
236. CARISMA - FORMACAO DO MEDICO
237. CLINICA MEDICA
238. REVISTA DO CENTRO DE CIENCIAS DA SAUDE
239. ULTRASOUD IN OBSTETRICS & GYNECOLOGY
240. BRAZILIAN JOURNAL OF UROLOGY - (ANTIGO JORNAL BRASILEIRO DE
UROLOGIA).
241. REVUE MEDICALE DE LA SUISSE ROMANDE
242. FOLHA MEDICA
243. JORNAL BRASILEIRO DE GINECOLOGIA - JBG
244. REVISTA BAIANA DE SAUDE PUBLICA
245. REVISTA BRASILEIRA DE MEDICINA - RBM CARDIOLOGIA
246. PRENSA MEDICA ARGENTINA
247. PRATICA HOSPITALAR
248. REVISTA BRASILEIRA DE PESQUISAS MEDICAS E BIOLOGICAS
28
249. SENECTA - REVISTA MEDICA, INFORMACAO E ATUALIZACAO EM MEDICINA
250. REVISTA LATINO AMERICANA DE PERINATOLOGIA
251. ABERTURA
252. UNOESTE - REVISTA CIENTIFICA
253. ARQUIVOS BRASILEIROS DE MEDICINA NAVAL
254. JORNAL BRASILEIRO DE MEDICINA – JBM - (ATIVO)
255. JORNAL BRASILEIRO DE PSIQUIATRIA - JBP
256. JORNAL DE PEDIATRIA - (ATIVO)
257. JORNAL BRASILEIRO DE PNEUMOLOGIA (ANTIGO JORNAL DE PNEUMOLOGIA) (ATIVO)
258. AJR - AMERICAN JOURNAL OF ROENTGENOLOGY
259. AMERICAN JOURNAL OF DIGESTIVE DISEASES
260. GASTROENTEROLOGY
261. CIRCULATION RESEARCH
262. SURGERY GYNECOLOGY AND OBSTETRICS
263. FEMINA - (ATIVO)
264. SURGERY
265. NEW ENGLAND JOURNAL OF MEDICINE
266. MATERIA MEDICA POLONA
267. JOURNAL OF THE NATIONAL CANCER INSTITUTE
268. LANCET
269. PHARMATHERAPEUTICA
270. EPIDEMIOLOGIA E SERVIOS DA SAUDE - REVISTA DO SISTEMA UNICO DA SAUDE
DO BRASIL - (ATIVO)
271. PRESSE MEDICALE
272. JOURNAL OF THE INTERNATIONAL COLLEGE OF SURGEONS
273. PLASTIC AND RECONSTRUCTIVE SURGERY
274. REVISTA BRASILEIRA DE ANESTESIOLOGIA
275. REVISTA DE MICROBIOLOGIA
276. POSTGRADUATE MEDICINE
277. REVISTA DO HOSPITAL DAS CLINICAS
278. RASSEGNA
279. REVISTA BRASILEIRA DE ORTOPEDIA
280. REVISTA BRASILEIRA DE REUMATOLOGIA
281. RESIDENCIA MEDICA
282. REVISTA DE BIOLOGIA Y MEDICINA NUCLEAR
283. ARQUIVOS DE ONCOLOGIA
284. BOLETIM ESTATISTICO
285. BOLETIM DA SAUDE
286. ACAMED - REV INFORMATIVA DA ASSOC CATARINENSE DE MEDICINA
287. BOLETIN INFORMATIVO DE LA UNION
288. REVISTA DE GINECOLOGIA E OBSTETRICIA
289. ANALES DE LA FACULTAD DE MEDICINA DE MONTEVIDEO
290. HILEIA MEDICA
291. RETINA - THE JOURNAL OF RETINAL AND VITREOUS DISEASES
292. ARQ MED DOS HOSPITAIS E DA FACUL DE CIENC MED DA SANTA CASA - (ATIVO)
293. REPRODUCCION
294. JOURNAL OF THORACIC SURGERY
295. REVISTA ABP - APL (REVISTA DA ASSOCIACAO BRASILEIRA DE PSIQUIATRIA).
296. MEDNEWS - REVISTA DO CENTRO DE ESTUDOS AMIGO
297. JOURNAL OF THE AMERICAN ACADEMY OF DERMATOLOGY
298. REVISTA IATROS
299. REVISTA SIEMENS
300. BOLETIN DE LA UNION INTERNACIONAL CONTRA LA TUBERCULOSIS
301. ARQUIVOS BRASILEIROS DE TUBERCULOSE E DOENCAS DO TORAX
302. PERSPECTIVAS MEDICAS
303. UROLOGIA CONTEMPORANEA
304. REVISTA AMRIGS
305. KIDNEY INTERNACIONAL
29
306. MEDICINA DE HOJE
307. JOURNAL OF PEDIATRICS
308. JOURNAL OF THORACIC AND CARDIOVASCULAR SURGERY
309. MEDICINA RIBEIRAO PRETO - (ATIVO)
310. RADIOLOGIA BRASILEIRA
311. REVISTA BRASILEIRA DE GINECOLOGIA E OBSTETRICIA - (ATIVO)
312. CLINICA PEDIATRICA
313. ONCOLOGIA ATUAL
314. REV DA SOCIED BRAS DE CLINICA MED. (ANT REV BRAS DE CLINICA DE
EDUCAÇÃO MEDICA) - (ATIVO)
315. REVISTA BRASILEIRA DE EDUCACAO MEDICA - (ATIVO)
316. REVISTA BRASILEIRA DE CIENCIAS MORFOLOGICAS
317. REVISTA MEDICA DO IAMSPE
318. PEDIATRICS - AMERICAN ACADEMY OF PEDIATRICS
319. JAMA / GO
320. REVISTA DE CIENCIAS MEDICAS
321. REVISTA DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE MEDICINA TROPICAL - (ATIVO)
322. PESQUISA MEDICA
323. PEDIATRIA MODERNA - (ATIVO)
324. REVISTA DE COSMIATRIA E MEDICINA ESTETICA
325. REVISTA DA SOCIEDADE DE CARDIOLOGIA DO ESTADO DE SAO PAULO - SOCESP.
- (ATIVO)
326. REVISTA BRASILEIRA DE SAUDE OCUPACIONAL
327. REVISTA BRASILEIRA DE OFTALMOLOGIA - (ATIVO)
328. NETWORK EN ESPANOL
329. REVISTA BRASILEIRA DE CIRURGIA CARDIOVASCULAR - (ATIVO)
330. REVISTA DA ASSOCIACAO MEDICA BRASILEIRA – AMB - (ATIVO)
331. REVISTA DE OXIDOLOGIA
332. REVISTA MEDICA ANA COSTA - (ATIVO)
333. SAO PAULO MEDICAL JOURNAL (REVISTA PAULISTA DE MEDICINA)
334. REVISTA DO INSTITUTO DE MEDICINA TROPICAL DE SAO PAULO - (ATIVO)
335. REVISTA BRASILEIRA DE MEDICINA – RBM - (ATIVO)
336. INFORMA EL CIID
337. INTERNATIONAL FAMILY PLANING PERSPECTIVES
338. DERMATOLOGICA - GALDERMA
339. ARQ DE OTORRINOLARINGOLOGIA (ARQ DA FUND OTORRINOLARINGOLOGIA) (ATIVO)
340. MEDICOS - HCFMUSP
341. REVISTA DO COLEGIO BRASILEIRO DE CIRURGIOES
342. REVISTA FUNDACENTRO
343. BRAZILIAN VASCULAR JOURNAL
344. REVISTA BRASILEIRA DE CANCEROLOGIA - (ATIVO)
345. REVISTA BRASILEIRA DE NEUROLOGIA
346. PEDIATRICS - AMERICAN ACADEMY OF PEDIATRICS - (EDICAO BRASILEIRA)
347. REVISTA DO HOSPITAL DE CLINICAS DE PORTO ALEGRE
348. REVISTA DE ATUALIZACAO EM GINECOLOGIA E OBSTETRICIA
349. ACCION EN SIDA: BOLETIN INTERNACIONAL SOBRE PREVENCION Y ATENCION
DEL SIDA
350. UNILUS ENSINO E PESQUISA
351. INFORMATIVO DA ASSOCIACAO PAULISTA DE HOMEOPATIA - (ATIVO)
352. BOLETIM DA DIVISAO NACIONAL DE DERMATOLOGIA SANITARIA
353. CA - A CANCER JOURNAL FOR CLINICIANS
354. BRITISH MEDICAL JOURNAL - BMJ - (EDICAO EM PORTUGUES)
355. REVISTA DO INSTITUTO ESTADUAL DE HEMATOLOGIA
356. QUIRON
357. ACTA MEDICA
358. REVISTA ABNT
359. DIALYSIS & TRANSPLANTATION
360. REVISTA BRASILEIRA DE CIENCIAS DO ESPORTE
30
361. AESTHETIC PLASTIC SURGERY
362. ARQUIVOS MEDICOS DO ABC – AMABC - (ATIVO)
363. REVISTA BRASILEIRA DE ANGIOLOGIA E CIRURGIA VASCULAR
364. COR & ACAO - CIENCIA, CULTURA E LAZER
365. MOVIMENTO
366. REVISTA DO HOSPITAL UNIVERSITARIO - (REVISTA DE MEDICINA DO HOSPITAL
367. BOLETIM DO CENTRO DE BIOLOGIA DA REPRODUCAO
368. VIDA HOSPITALAR
369. REVISTA BRASILEIRA DE MASTOLOGIA
370. REVISTA SOCIEDADES BRASILEIRAS DE CANCER (Antiga Revista da Sociedade) (ATIVO)
371. REVISTA DA UNIMED. Santos: Orgao de Divulgacao e Informacao da Unimed
372. REVISTA CIENTIFICA AMECS
373. REV BRAS DE HEMATOLOGIA E HEMOTERAPIA (ANT BOLETIM DA SOCIED BRAS
DE HEMATOLOGIA E HEMOTERAPIA)
374. ASCLEPIEO - RIVISTA PER IL MEDICO PRATICO
375. REVISTA DE SAUDE PUBLICA - (ATIVO)
376. REPORTER BAYER
377. REVISTA BRASILEIRA DE CARDIOLOGIA INVASIVA - (ATIVO)
378. REVISTA DE SAUDE DO DISTRITO FEDERAL
379. REVISTA MEDICA DO PARANA
380. REVISTA DE LA FACULTAD DE CIENCIAS MEDICAS
381. REVISTA DE NEUROLOGIA
382. ENFERMEDADES VASCULARES
383. ARQUIVO DE ANATOMIA E ANTROPOLOGIA
384. MEDICINA HUPE UERJ
385. EDUCACION PARA LA SALUD
386. REVISTA DE MEDICINA
387. CONSULTORIO MEDICO
388. DIGNITAS SALUTIS
389. REVISTA DE PSIQUIATRIA
390. REVISTA DA DIVISAO NACIONAL DE TUBERCULOSE
391. REVISTA BRASILEIRA DE CIRURGIA
392. JORNAL BRAS DE PATOLOGIA E MED LABORATORIAL (JORNAL BRAS DE
PATOLOGIA CLINICA) - (ATIVO)
393. CANCER - A JOURNAL OF THE AMERICAN CANCER SOCIETY
394. SAUDE, BRASIL
395. JORNAL DO MEDICO
396. SCIENTIA MEDICA (ANTIGA REVISTA DE MEDICINA DA PUCRS)
397. BOLETIM DA UROLOGIA
398. AMERICAN JOURNAL OF SURGERY
399. CLINICAL PEDIATRICS
400. JAMA BRASIL - JORNAL DA ASSOCIACAO MEDICA AMERICANA
401. BOLETIN DE LA OFICINA SANITARIA PANAMERICANA
402. EDUCACION MEDICA Y SALUD
403. IRESIE - INDICE DE REVISTA DE EDUCACION SUPERIOR Y INVESTIGACION
EDUCATIVA
404. ALERTA BIBLIOGRAFICO. SERIE 1, SAUDE PUBLICA
405. CUADERNOS DE SALUD PUBLICA
406. CRONICA DE LA OMS
407. JORNAL DE PLASTICOS
408. JAMP - JORNAL DA ASSOCIACAO MEDICA DO PARANA - (ATIVO)
409. JORNAL DO CRM PARANA - JORNAL DO CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO
PARANA - (ATIVO)
410. BOLETIM EPIDEMIOLOGICO AIDS
411. PESQUISA FAPESP - (ATIVO)
412. BOLETIM DO CBR - BOLETIM DO COLEGIO BRASILEIRO DE RADIOLOGIA
413. JORNAL BRASILEIRO DE OFTALMOLOGIA - (ATIVO)
414. VEJA SAO PAULO
31
415. VEJA.
416. FORO MUNDIAL DE LA SALUD
417. WHO DRUG INFORMATION
418. BULLETIN OF THE WORLD HEALTH ORGANIZATION - (ATIVO)
419. POPULATION REPORTS - SERIES A,B,C,D,E,H,I,J,K,L,M
420. ARCHIVES OF DERMATOLOGY
421. RECUIL INTERNATIONAL DE LEGISLATION SANITAIRE
422. JAMB - JORNAL DA ASSOCIACAO MEDICA BRASILEIRA
423. JORNAL AMRIGS / JORNAL DA ASSOCIACAO MEDICA DO RIO GRANDE DO SUL.
424. REV DA APM - REV DA ASSOC PAULISTA DE MED. (ANT JORNAL DA APM /
JORNAL DA ASSOC PAULISTA DE MED) - (ATIVO)
425. JORNAL CREMESP / JORNAL DO CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO
DE SP - (ATIVO)
426. JORNAL DO CFM / JORNAL DO CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA
427. FUNDACAO LUSIADA - INFORMATIVO MENSAL
428. OCUPADO P/INDEXAÇÃO DE ARTIGOS DE PROFESSORES PUBLICADOS EM
PERIODICOS
429. DIABETES CARE
430. THE JOURNAL OF CLINICAL ENDOCRINOLOGY & METABOLISM
431. JORNAL DERMATOLOGICO
432. ESTATISTICAS DE NASCIMENTO: SINASC
433. AMERICAN FAMILY PHYSICIAN
FONOAUDIOLOGIA
1.
2.
3.
4.
5.
6.
7.
8.
9.
10.
11.
12.
13.
14.
15.
16.
17.
18.
19.
ACTA AWHO
ATUALIZACAO EM OTOLOGIA E FONIATRIA
BRAZILIAN JOURNAL OF DYSMORPHOLOGY AND SPEECH-HEARING DISORDERS
CONSELHO REGIONAL DE FONOAUDIOLOGIA EM REVISTA - CRFA1
FONO ATUAL (CORRENTE)
FONOAUDIOLOGIA BRASIL - C.F.F
INFORME CRIANCA
JORNAL BRASILEIRO DE FONOAUDIOLOGIA - JBF
JORNAL BRASILEIRO DE REABILITACAO VOCAL
JORNAL DO CFF / JORNAL DO CONS. FED. DE FONOAUDIOLOGIA (CORRENTE)
JORNAL DO CRF / JORNAL DO CONS. REG. DE FONOAUDIOLOGIA (CORRENTE)
JOURNAL OF LEARNING DISABILITIES
PRO FONO - REVISTA DE ATUALIZACAO CIENTIFICA (CORRENTE)
PROTEÇÃO
REVISTA CEFAC - ATUALIZACAO EM FONOAUDIOLOGIA
REVISTA DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE FONOAUDIOLOGIA (CORRENTE)
REVISTA DE FONOAUDIOLOGIA
REVISTA DISTURBIOS DA COMUNICAÇÃO (CORRENTE)
TEMAS SOBRE DESENVOLVIMENTO
ADMINISTRAÇÃO:
1.
2.
3.
4.
5.
6.
7.
8.
9.
10.
11.
ADMINISTRAÇÃO EM PAUTA
ADMINISTRAÇÃO NO MILÊNIO
ADMINISTRAÇÃO EM REVISTA
CADERNOS FACECA
CONEXÃO – SEBRAE
CONEXÃO – UNAFISCO SINDICAL
CONEXÃO – JORNAL
ECONOMIA APLICADA
EMPREENDEDOR
EXAME NEGÓCIOS
FINANZAS Y DESARROLO
32
12.
13.
14.
15.
16.
17.
18.
19.
20.
21.
22.
23.
24.
25.
26.
27.
28.
29.
30.
31.
32.
33.
34.
35.
36.
37.
38.
39.
40.
41.
42.
43.
44.
45.
GAZETA MERCANTIL
GAZETA EMPRESARIAL
GESTÃO PLUS
GESTÃO RH
INFORMAÇÕES FIPE
JORNAL DO CRCMG
JORNAL DE NEGÓCIOS
LOG&MAN
MARKETING
PEQUENAS EEMPRESAS
PROTESTE
RELAÇÕES HUMANAS
REVISTA DE ADMINISTRAÇÃO CREUPI
REVISTA DE ADMINISTRAÇÃO MACKENZIE
REVISTA DE ADMINISTRAÇÃO E SOCIEDADE
REVISTA DE ADMINISTRAÇÃO DA USP (RAUSP)
REVISTA AFRESP
REVISTA ÁLVARES PENTEADO
REVISTA BRASILEIRA DE ADMINISTRAÇÃO
REVISTA CAMARGO CÔRREA
REVISTA DE ECONOMIA E ADMINISTRAÇÃO
REVISTA ELETRÔNICA DE ADMINISTRAÇÃO (READ)
REVISTA DA FAE BUSINESS SCHOOL
REVISTA IMES
REVISTA PRÁTICAS ADMINISTRATIVAS
REVISTA SEBRAE
REVISTA DE SEGURIDADE SOCIAL
SER HUMANO
SUPER HIPER
SUPER VAREJO
SUPERMERCADO MODERNO
TENDÊNCIAS DO TRABALHO
UNIABC CADERNOS
VIDA & TRABALHO MELHOR
ENFERMAGEM :
1.
2.
3.
4.
5.
6.
7.
8.
9.
10.
ACTA PAULISTA DE ENFERMAGEM
ANAIS DE ENFERMAGEM
COREN : CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SÃO PAULO
INFORMATIVO PAULISTA : ABEN/SP
NEGÓCIOS E SOLUÇÕES HOME CARE
NURSING (ATIVO)
REVISTA BAIANA DE SAÚDE PÚBLICA
REVISTA BRASILEIRA DE ENFERMAGEM
REVISTA ESCOLA DE ENFERMAGEM DA USP (ATIVO)
REVISTA LATINO-AMERICANA DE ENFERMAGEM
FISIOTERAPIA :
1.
2.
3.
4.
5.
O COFFITO
CREFITO
FISIOTERAPIA EM REVISTA
REVISTA BRASILEIRA DE ORTOPEDIA
REVISTA FISIO&TERAPIA
GERAIS :
33
1.
2.
3.
4.
5.
6.
7.
8.
9.
10.
11.
12.
13.
14.
15.
16.
17.
18.
19.
20.
21.
22.
23.
24.
25.
AT REVISTA
BRASIL ROTÁRIO
ÉPOCA
HÍFEN : UNIV. CATÓLICA DO RGS
IFOCO : CURSO DE LETRAS
D.O. LEITURA
THE LION-BRASIL SUDESTE
MARCO ZERO
O MASCATE
PLURAL
PROFISSÕES
REFORMADOR
REVISTA DO LIVRO UNIVERSITÁRIO
REVISTA UNIVERSIDADE GUARULHOS
SECRETÁRIA EXECUTIVA
SESC-E
SOLUÇÕES TELEFÔNICA
TECNOLOGIA E TREINAMENTO
TUIUTI : CIÊNCIA
UNESC EM REVISTA
UNIABC CADERNOS
UNIBERO : REVISTA DE ESTUDOS ACADÊMICOS
VERDE OLIVA – EXÉRCITO BRASILEIRO
VEJA (ATIVO)
VEJA SÃO PAULO (ATIVO)
INFORMÁTICA :
1.
2.
3.
4.
5.
6.
7.
8.
9.
10.
11.
12.
COMPUTERWORLD (ATIVO)
CONNECTIONS : A REVISTA DAS REDES
[email protected] SOUTH AMERICAN
INFO-EXAME (ATIVO)
INFORMÁTICA
INFRA : PRODUTOS E SERVIÇOS PARA GERENCIAMENTO PATRIMONIAL
IPSI : COMUNICAÇÃO A SERVIÇO DA TECNOLOGIA
MUNDO DA IMAGEM
NET : A REVISTA DA INTERNET
PANORAMA DA INDÚSTRIA NACIONAL
[email protected]
PONTO.COM
NUTRIÇÃO :
1.
2.
3.
4.
5.
6.
7.
8.
9.
10.
11.
12.
13.
14.
DIETA E SAÚDE
FOOD EXPRESS
GATORADE SPORTS SCIENCE INSTITUTE
GULA
HIGIENE ALIMENTAR (ATIVO)
NESTLÉ
NESTLÉ NUTRITION
NUTRIÇÃO EM PAUTA
NUTRINEWS
REFLUXO GASTROSOFÁGICO
SAÚDE E NUTRIÇÃO
SUPER INTERESSANTE
TEMAS DE PEDIATRIA – NESTLÉ – NUTRIÇÃO INFANTIL
TEMAS DE PEDIATRIA – NESTLÉ – SERVIÇO DE INFORMAÇÃO CIENTÍFICA
34
PEDAGOGIA :
1.
2.
3.
4.
5.
6.
7.
8.
9.
10.
11.
12.
13.
14.
15.
16.
17.
18.
19.
20.
21.
22.
23.
24.
25.
26.
27.
28.
29.
30.
31.
32.
33.
34.
35.
36.
37.
38.
39.
40.
41.
42.
43.
44.
45.
46.
47.
48.
49.
50.
51.
52.
53.
54.
55.
56.
ABC EDUCATIVO
AGITAÇÃO
AUGUSTO GUZZO
AVALIAÇÃO
BENJAMIN CONSTANT
BOLETIM ENSINO MÉDIO
CADRENOS CEDES
CADERNOS UNIABC
CADERNOS ESTUDOS LINGÜÍSTICOS
COLEÇÃO LOURENÇO FILHO
CRECHE URGENTE
DIÁLOGO
DIDÁTICA
DOXA
ECCOS : REVISTA TEMÁTICA ACADÊMICO CIENTÍFICO CENTRO UNIVERSITÁRIO
LA SALLE
EDUCAÇÃO
EDUCAÇÃO EM ABERTO
EDUCAÇÃO EM DEBATE
EDUCAÇÃO HOJE
EDUCAÇÃO & REALIDADE
EDUCAÇÃO & SOCIEDADE
EDUCAÇÃO UNIV. FEDERAL SANTA MARIA
EDUCADOR SOCIAL
ENFANCE
ENFOQUE
ENSINO SUPERIOR
ESBOÇO
ESPAÇO
EXCEPCIONAL CHILDREN
EXTENSÃO (PUC)
ESTUDOS AVANÇADOS
HUMANIDADES
IMPRESSÃO PEDAGÓGICA
INFORMATIVO CONFENEN
INTEGRAÇÃO
INTEGRAÇÃO E PESQUISA
JORNAL DA EDUCAÇÃO
JORNAL DA ESCOLA PARTICULAR
JORNAL DA ESCOLA PARTICULAR.COM
JORNAL FUNDAÇÃO LUSÍADA
JORNAL DE LETRAS
JORNAL MANTENEDOR
JORNAL DO MEC
JOURNAL OF VISUAL IMP. & BLINDNES
MENSAGEM APAE
MOVIMENTO
NOVA ESCOLA (INATIVO)
PÁTIO : REVISTA PEDAGÓGICA
PERSPECTIVA
PLURAL
PLURES
PRESENÇA PEDAGÓGICA
PRIMEIROS PASSOS
PROSPECTIVA
PSICOPEDAGOGIA
REHABILITION LITERATURE
35
57.
58.
59.
60.
61.
62.
63.
64.
65.
66.
67.
68.
69.
70.
71.
72.
73.
REVISTA ACADEMIA DE LETRAS
REVISTA BRASILEIRA DE DEFICIÊNCIA MENTAL
REVISTA BRASILEIRA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA
REVISTA BRASILEIRA DE ESTUDOS PEDAGÓGICOS
REVISTA COMUNICAÇÃO SOCIAL
REVISTA CORPO DA LINGUAGEM
REVISTA EDUCAÇÃO – CEAP
REVISTA DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E CULTURA – LA SALLE
REVISTA DA FACULDADE DE EDUCAÇÃO
REVISTA DE LETRAS
REVISTA PEDAGÓGICA BRASILEIRA
REVISTA DO PROFESSOR (INATIVO)
TRANSFORMAÇÃO
TV ESCOLA
UNIVERSIDADE
UNIVERSIDADE E SOCIEDADE
THE VOLTA REVIEW
RELAÇÕES INTERNACIONAIS :
1.
2.
3.
4.
5.
6.
7.
8.
9.
10.
11.
12.
13.
14.
15.
16.
17.
18.
19.
20.
21.
22.
23.
24.
25.
26.
27.
28.
29.
30.
31.
32.
33.
34.
35.
36.
37.
AMÉRICA ECONÔMICA
ANÁLISE E CONJUNTURA
BALANÇO : GAZETA MERCANTIL
BIA : BOLETIM INFORMATIVO ADUANEIRAS
BIS : REVISTA DO ECONÔMICO
BOLETIM DIEESE : DEPARTº INTERSINDICAL DE ESTATÍSTICA DE ESTUDOS
SÓCIO-ECONÔMICO
BOLETIM DE INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANO
BOLETIM DE SUPERINTENDÊNCIA DOS SERVIÇOS DE CAFÉ
BRADESCO
BUSINESS WEEK (INATIVO)
CADERNOS DA FACECA (PUC)
CARTA ACS
CONJUNTURA ECONÔMICA (INATIVO)
THE ECONOMIST (INATIVO)
EXAME (ATIVO)
EXAME SÃO PAULO (ATIVO)
EXAME EDIÇÃO ESPECIAL (ATIVO)
EXPORTAR GERÊNCIA
FÓRUM DOS LÍDERES
FRONTEIRA : REVISTA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA EM RELAÇÕES
INTERNACIONAIS
GLOBAL : COMÉRCIO EXTERIOR E TRANSPORTE
HALLAND HORIZON
INTEGRAÇÃO ECONÔMICA
INTEGRACIÓN LATINO-AMERICANA
JORNAL DO ECONOMISTA
JORNAL GAZETA MERCANTIL LATINO-AMERICANA
LÍDERES REGIONAIS E SEGURANÇA INTERNACIONAL
O MUNDO EM PORTUGUÊS
PANORAMA DA CONJUNTURA INTERNACIONAL
PLURAL
PROBLEMAS BRASILEIROS
REFORMA AGRÁRIA
RELAÇÕES INTERNACIONAIS NO MUNDO ATUAL
RBCE : REVISTA BRASILEIRA DO COMÉRCIO EXTERIOR
REVISTA BRASILEIRA DE ECONOMIA
RBPI : REVISTA BRASILEIRA DE POLÍTICA INTERNACIONAL
REVISTA DE ECONOMIA POLÍTICA
36
38.
39.
40.
41.
42.
43.
44.
45.
46.
REVISTA ESTUDOS ECONÔMICOS
REVISTA DA INDÚSTRIA
REVISTA DO TRIBUNAL DE CONTAS DO DISTRITO FEDERAL
RUMOS
SAFRA REPORT
SEM FRONTEIRAS
SUMA ECONÔMICA
TECNOLOGIA DE CRÉDITO
TEMA
SAÚDE GERAIS :
1.
2.
3.
4.
5.
6.
7.
8.
9.
10.
11.
12.
13.
14.
ANVISA
CANAL SAÚDE
GUIA DE FORNECEDORES HOSPITALARES
INVESTIGAÇÃO
JORNAL BRASILEIRO DE MEDICINA
JORNAL SAÚDE HOJE
PESQUISA – FAPESP
RADIS
REVISTA MÉDICA
REVISTA DO FARMACÊUTICO
REVISTA RIMED
REVISTA SAÚDE HOJE
REVISTA UNIVERSIDADE DE GUARULHOS
TOTAL CLEAR
BIOMEDICINA
1.
2.
3.
4.
5.
6.
7.
8.
9.
10.
11.
12.
13.
14.
15.
16.
17.
18.
19.
20.
21.
22.
23.
24.
25.
26.
27.
28.
FARMACOS E MEDICAMENTOS
BOLETIM INFORMATIVO ANVISA AGENCIA NACIONAL
VIGILANCIA SANITÁRIA
BIOETICA
JORNAL DO BIOMÉDICO
BEM VIVER
REVISTA DO INSTITUTO ADOLFO LUTZ
BIAL - BOLETIM DO INSTITUTO ADOLFO LUTZ
REVISTA RACINE
ABIQUIF - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA INDUSTRIA FARMOQUIMICA
SAUDE HOJE
CRBM - REVISTA DO BIOMEDICO 1º REGIÃO
ALIANÇA EM REVISTA (UNIMED)
BOLETIM INFO. HOSPITAL ANA COSTA “ACONTECE” SÉRIE ESPECIAL 35 ANOS
INVESTIGAÇÃO - REVISTA CIENTIFICA DA UNIVERSIDADE DE FRANCA
REVISTA DE TERAPEUTICA MEDICA
BENZENO - SUBSIDIOS TECNICOS A SECRETARIA DE SEGURIDADE DO TRABALHO
- FUNDACENTRO
REVISTA PORTUGUESA DE MEDICO DO TRABALHO
BOLETIM INFORMATIVO – FUNDACENTRO
TUIUTI - CIENCIAS E CULTURA
GENESIS
SANTA CASA NOTICIAS
HELP MED. MEDICAL SUPPLIES
ORTHO PAUHER
APEX HEALTH CARE MFG, INC – ELITE
BONITO E CIA
POLITEC - IMPORTAÇÃO E COMERCIO LTDA
CIRURGICA PASSOS
37
29.
30.
31.
32.
33.
CLEAR TOTAL
INFECTO ATUAL
FLUKA LABORATORY CHEMICALS
RELATORIO DA CPI – MEDICAMENTOS
JORNAL BRASILEIRO DE DEPENDENTES QUÍMICO
IV. 6. Folhetos/Boletins/Jornais/Teses/OMS-OPAS
O total acumulado em folhetos, jornais e boletins informativos, etc. é de 4.808 títulos e 8.961 volumes.
PERIÓDICOS/FOLHETOS
TÍTULOS
FOLHETOS
750
BOLETINS INFORMATIVOS
1.959
JORNAIS
55
TESES
728
OMS-OPAS
1.316
TOTAL
4.808
fonte: Biblioteca
VOLUMES
900
4.299
1.584
757
1.421
8.961
IV. 7. Acervo bibliográfico geral
O acervo bibliográfico e especializado da UNILUS e os conveniados, somam um total de livros,
periódicos, boletins, jornais, folhetos, etc. soma o total de 44.468 títulos e 117.004 volumes, conforme
está demonstrado no quadro seguinte:
ACERVO GERAL
TÍTULOS
VOLUMES
PERIÓDICOS
BOLETINS
JORNAIS
FOLHETOS
MANUAIS
TRABALHOS
LIVROS
TESES
OMS-OPAS
846
1.959
55
750
32
2.241
36.541
728
1.316
48.761
4.299
1.584
900
861
2.241
56.180
757
1.421
TOTAL GERAL
44.468
117.004
fonte: Biblioteca
IV. 8. Acervo audiovisual
O acervo de recursos audiovisuais está resumido no quadro a seguir. São 11.454 slides, 58 lâminas, 429
fitas de vídeo, 55 mapas, 216 cd-room, 16 Fitas Cassete e 46 Disquetes.
Tais recursos são utilizados para melhor desenvolvimento das atividades de ensino, pesquisa e extensão.
RECURSOS AUDIOVISUAIS
Campus 2
Campus 3
Total
38
MATERIAL:CD
Disquetes
Slides
Lâminas
Fitas de Vídeo
Mapas
Fitas Cassete
FONTE:- Biblioteca
115
11.020
58
200
16
101
46
434
229
55
216
46
11.454
58
429
55
16
IV. 9. Relação do acervo da videoteca
A relação do acervo da videoteca é composto por 429 títulos que atendem aos vários cursos da Instituição.
MEDICINA
1.
2.
3.
4.
5.
6.
7.
8.
9.
10.
11.
12.
13.
14.
15.
16.
17.
18.
19.
20.
21.
22.
23.
24.
25.
26.
27.
28.
Condicionamento fisico e intercorrencias cardiovasculares, os 50 anos da Sociedade Brasileira de
Cardiologia, metas e inovacoes, radicais, livres.
Tratamento nao farmacologico da hipertensão arterial. Hipercolesterolemia, digital: qqual o seu
papel no tratament da ICC, vitaminas e minerais: seu papel e importancia na prevencao de
afeccoes cardiovasculares: entrevista.
Conferencia: o coracao da mulher e diferente, drogas cardiovasculares na gestacao, cirurgia
cardiaca na gravidez.
Avaliacao de risco cardiologico para cirurgia nao cardiaca. Tratamento das arritmias ventriculares
depois dos trials, o uso dos stents intracoronarios.
Diagnostico da sincope, obesidade, uso dos betabloqueadores na ICC, hipertensao arterial no
idoso, isquemia silenciosa.
Simpatoliticos no tratamento da hipertensão arterial, tratamento nao trombolitico do IAM,
trombolise no IAM, hibrilacao atrial, inotropico nao digitalico.
Saude Brasil: geriatria.
Aborto Legal.
Prolapso da valvula mitral, cardiopatia isquêmica na mulher, papel atual dos antagonistas no
calcio na H.A., betabloqueadores na cardiopatia isquemica, tratamento cirurgico na insuficiencia
cardiaca.
Doenca diverticular colonica complicada: fistula ceco-sigmoideana complexai-megacolo
funcional.
Amor, Vida, Viva!
Tumores sincronicos do colon colectomia com ileo reto anastomose.
Tratamento do megacolo chagasico pela tecnica de Duhamel Haddad : uso de grampeadores.
Anastomose colo retal automatica pelo stapler em resseccao anterior por cancer do retosigmoide.
Resseccao abdominoperineal do reto.
Sexualidade na adolescencia, infeccao no trato urinario, crescimento fetal retardado,
endometriose.
Gravidez molar/ anticoncepcao na adolescencia/ terapia medicamentosa na gravidez/ climaterio
versus doencas cardiovasculares.
Transeccao do esofago com anastomose mecanica nas varizes sangrantes.
Gastrectomia total com anastomose mecanica.
Vagotomia gastrica proximal com seromiotomia na pequena curvatura em portadores de ulcera
duodenal.
Esofagectomia sem toracotomias.
Vagotomia superseletiva.
Hiatoplastia com esofagogastrofundopexia
Colecistectomia com coledocoduodeno anastomose.
Vulvovaginites, reposicao hormonal no climaterio, gravidez na hipertensao.
Abordagem clinico laboratorial para reproducao assistida, infecção urinaria em ginecologia e
obstetricia, endometriose.
Doenca inflamatoria pelvica, incontinencia urinaria aos esforcos, propedeutica fetal.
AIDS na gravidez, abortamento, hipertensao na gravidez
39
29.
30.
31.
32.
33.
34.
35.
36.
37.
38.
39.
40.
41.
42.
43.
44.
45.
46.
47.
48.
49.
50.
51.
52.
53.
54.
55.
56.
57.
58.
59.
60.
61.
62.
63.
64.
65.
66.
67.
68.
69.
70.
71.
72.
73.
74.
75.
76.
77.
78.
Prevencao do cancer ginecologico, pre-natal, aloimunizacao pelo fator RH.
Sempre viva: climaterio.
Lesoes musculares 1: contusoes musculares.
Emergencia psiquiatrica em hospital geral.
Programa de atualizacao medica : Congresso Brasileiro de Cardiologia, 52.
Simposio "Otites medias agudas".
PRODOME : Cardio TV
Bloqueio do plexo braquial: fundamentos tecnicos anatomicos, aplicacoes praticas.
Tendencias emergentes na doenca arterial coronariana.
Congresso Brasileiro de Hipertensao; 3, nova tecnica para transplantes heterotopicos, M.A.P.A.:
monitorizacao
ambulatorial da pressao arterial.
Anestesia em pediatria.
Tempos: uma abordagem atual sobre as conseguencias do climaterio nos sistemas osseo e
cardiovascular.
Tecnicas adicionais em ritidoplastia.
Cirurgia de implante intra ocular com lente de camara anterior modelo 85-J.
Tempos: uma abordagem atual sobre a menopausa e o climaterio.
Mamiloplastia : reducao estetico funcional do mamilo.
Mamaplastia gigantomastia enxerto de areola e mamilo: tecnica modificada.
Siliconectomia mais mastodermopexia.
Programa saude da familia.
Conferencia de atualizacao: hipertensao - tema revisao: dislipidemias - demonstracao pratica:
climaterio versus cardiopatias.
Hipertrofia mamaria : transplante livre de areola.
Mastectomia mais neomastoplastia.
Lipodistrofia trocanteriana.
Diversas cirurgias de catarata com implante de lente intra ocular.
Otoplastia : orelha em abano
Diversas cirurgias de catarata com implante de lio. 4
Imunohistology : Its impact diagnostic pathology.
Orelha em abano : tecnica pessoal.
The imune response.
Reconstrucao do ligamento cruzado anterior com tendao patelar molestia de Leg-Perts,
pseudoartrose com alteracao para fixador externo Ilizarov, instabilidade carpica, novos conceitos
na osteossintese interna.
Queiloplastia estetica do labio superior.
Rinoplastia : cirurgia plastica.
Acao dos tromboliticos no I.A.M
Fratura cervical.
Eliminacao de protese de silicone
Xeroftalmia.
Palotofaringoplastia de fissurado.
Hipertrofia nasal
Rineoplastia mais enxerto osseo.
Cirurgia da catarata extracapsular pela tecnica de facoemulsificacao e pela tecnica planejada com
implante de lente modelo Osher.
Queiloplastia estetica do labio superior.
Amputacao, artrite reumatoide na mao, dor anterior no joelho 1 e 2, paralisia cerebral.
Cirurgia da catarata extracapsular modelo Sinskey pela tecnica facoemulsificacao mais implante
de lente intra ocular.
Conferencia Internacional: uso do betabloqueador de acao ultra curta na pratica clinica cloridato
de esmolol
Diversas cirurgias da catarata com implante de lio. 5.
Explantes de lente de camara anterior: complicacoes.
Diversas cirurgias da catarata com implante de lente intra ocular 4.
Osteoporose um novo plano de acao.
Pe torto congenito.
40
79. Cirurgia da catarata extracapsular mais implante de lente intra ocular
80. Correcao de hipospadia pela tecnica magpi - parte 1.
81. Correcao de hipospadia pela tecnica magpi - parte 2
82. Adenomastectomia mais reconstrucao para retalho dermogorduroso.
83. Neo otoplastia mais enxerto de cartilagem.
84. Proteses pos amputacoes, instabilidade posterior do joelho, tecnica triplo semitardineo
85. Traumatismo na crianca e no adolescente
86. Tratamento das lesoes traumaticas do plexo braquial.
87. Aspectos psico-sociais de epilepsia : mesa redonda
88. Idade ideal para inicio da atividade fisica da crianca a adolescente.
89. ALZHEIMER: o misterio da mente
90. Transplante de coracao, posicao ortotopica
91. Lesoes musculares 1: contusoes.
92. Curso de cirurgia em cancer ginecologico.
93. Emergencia psiquiatrica em Hospital Geral
94. Correcao de hipospadia pela tecnica magpi
95. Reconstrucao do ligamento cruzado anterior com tendao patelar.
96. Mastoplastia redutora para transposicao.
97. Remocao de lente intra ocular de camara anterior mais implante de lente de camara posterior.
98. Hypnomidate in de neus kell oren chirurgie.
99. Herpes: the evasive invader.
100. Lombalgia
101. Trapezium implant arthroplasty for arthritis of the thumb.
102. Nefrolitotomia percutanea.
103. Prognostico da epilepsia.
104. Reconstrucao da orelha.
105. Rutura incruente de capsula de silicone.
106. Lesoes musculares 2: ruturas
107. Mastectomia sub cutanea mais reconstrucao imediata
108. Reconstrucao de areola e mamilo pos queimadura.
109. Explante de lio camara anterior e div.: cirurgia da catarata com implante de lio.
110. The transalromamilar route for augmentation mamoplasty
111. The ortho Blood Bank.
112. Tratamento de ulcera.
113. Cirurgia do figado e hipertensao portal.
114. Conferencia de atualizacao: hipertensao - tema revisao: dislipidemias - demonstracao pratica:
climaterio versus cardiopatias
115. Tetano.
116. Biologia de Anuros
117. Trombose: venosa profunda e profilaxia.
118. Proteses pos amputacoes. Instabilidade posterior do joelho. Tecnica triplo semitardineo.
119. Adjuvantes da anestesia: esmolol, clonidina, feniletrina.
120. Raqui, peridural ou as duas.
121. Colera.
122. Intoxicacao por lagartas
123. Envenenamento com plantas toxicas de interesse medico.
124. Epilepsy in childhood
125. Diagnostico diferencial entre as crises tonico-clonicas generalizadas e crises parciais
secundariamente
generalizadas.
126. Tempos : uma bordagem atual sobre a menopausa e o climaterio.
127. O uso de drogas antiepilepticas na infancia.
128. Um disturbio no cerebro 1 e 2.
129. Mecanica de acao neuronal dos antidepressivos.
130. Problemas de comportamento em criancas epilepticas.
131. Envenenamentos com animais peconhentos de interesse veterinario.
132. Cola de fibrina derivada de veneno de serpente
133. Biologia de vespas.
134. Tratamento de lesoes traumaticas do plexo braquial.
41
135. Pe torto congenito.
136. Idade ideal para inicio da atividade fisica da criana e adolescente.
137. A importancia da atividade para o ser humano.
138. Fraturas dos ossos do antebraco no adulto.
139. Operacao de Mustarde - Tecnica de correcao cirurgica de hipospadia - Utilizacao da mucosa
vesical na correcao cirurgica da hipospadia total penile reconstruction.
140. Ouvindo atraves do aparelho de ampliacao sonora.
141. Difteria.
142. Produtos Apicolas.
143. Toxinas Marinhas.
144. Soroterapia.
145. Nocoes de otorrino para o generalista.
146. Ressuscitacao cardiopulmonar 1.
147. Proteses pos amputacoes, instabilidade posterior do joelho, tecnica triplo semitardneo.
148. Afinal, inalatoria, venosa ou combinada.
149. Melhores momentos: anestesia e doenca cardiovascular, uso clinico de relaxantes musculares,
anestesia
ambulatorial, anestesia venosa total, controle da dor.
150. Drogas: um jogo mortal.
151. Como eu trato: osteoporose - Conferencia de atualizacao: candidiase vaginal; demonstracao
pratica: acompanhamento fetal na doenca RH.
152. Como eu trato: osteoporose - Conferencia de atualizacao: candidiase vaginal; demonstracao
pratica: acompanhamento fetal na doenca RH
153. Como eu trato: osteoporose - Conferencia de atualizacao: candidiase vaginal; demonstracao
pratica: companhamento fetal na doenca RH.
154. Conferencia de atualizacao: hipertensao - tema revisao: dislipidemias - demonstracao pratica:
climaterio versus cardiopatias
155. Conferencia de atualizacao: hipertensao - tema revisao: dislipidemias - demonstracao pratica:
climaterio versus cardiopatias.
156. Conferencia de atualizacao: hipertensao - tema revisao: dislipidemias - demonstracao pratica:
climaterio versus cardiopatias.
157. Como eu trato: doenca inflamatoria pelvica - apresentacao pratica: incontinencia urinaria aos
esforcos - Conferencia de atualizacao: propedeutica fetal.
158. Como eu trato: doenca inflamatoria pelvica - apresentacao pratica: incontinencia urinaria aos
esforcos - Conferencia de atualizacao: propedeutica fetal.
159. Cirurgia de implante intro ocular com lente de camara anterior modelo 85-J.
160. Anticonvulsivantes na epilepsia.
161. Diagnostico diferencial das alopecias.
162. Resultados dos estudos clinicos com propecia.
163. Um desafio a qualidade do Hospital israelita Albert Einstein, ISO 9002.
164. Telemedicina: tele-conferencias: Hospital Sirio Libanes, Educacao a distancia.
165. Telemedicina: Tele-conferencias: Hospital Sirio Libanes, Educacao a distancia. Fita de video.
166. De amor e de sombras.
167. De amor e de sombras
168. Fraturas dos ossos do antebraco no adulto.
169. O ecocardiograma: no apoio a decisao clinica
170. Conferencia de atualizacao: avaliacao de risco cardiologico para cirurgia nao cardiaca,; tema de
revisao: tratamento das arritmias ventriculares depois dos ultimos Trials; demonstracao pratica: o
uso do STENTS intracoronarios.
171. Conferencia de atualizacao M.A.P.A: monitorizacao ambulatorial da pressao arterial; tema de
revisao: crise hipertensiva; demonstracao pratica: ecocardiografia transesofagica.
172. Lombalgia: Documentario.
173. Modo de acao do entacapone: otimizando a terapia com levodopa: Mal de Parkinson
174. Tecnicas modernas de fixacao da coluna vertebral.
175. Curso de educacao continuada em demencia.
176. Curso de educacao continuada em demencia.
177. Fixador externo.
178. Doenca diverticular colonica complicada: fistura ceco-sigmoideana complexa megacolo
funcional.
42
179. Tratamento das fraturas do ombro com protese
180. Mini-Laparoplastia e mamoplastia: (arie invertido).
181. Estafilococcias sindrome do choque toxico
182. Bases terapeuticas da epilepsia
183. Brain surgery: the micro-vascular shunt
184. Hipertensao arterial na gestacao, como eu trato hipertrigliceridemia e HDL Baixo, hipertensao
arterial. Papel atual dos diureticos na H A, cardiopatia isquemica, sindrome X, insuficiencia
cardiaca e diuretico: papel atual e perspectiva na ICC.
185. O uso do trombolitico no IAM, ressonancia magnetica: INCOR-SP, os 40 anos do hospital Dante
Pazzanesse - SP, estudo do GISSI-3.
186. Coracao do idoso, como eu trato: edema agudo do pulmao, hipertensao arterial: papel atual dos
inibidores da ECA na H.A., cardiopatia isquemica: emprego atual dos antiplaquetarios na C.I.,
insuficiencia cardiaca: angioplastia e cardiopatia isquemica.
FONOAUDIOLOGIA
1.
2.
3.
4.
5.
6.
7.
8.
9.
10.
11.
12.
13.
14.
15.
16.
17.
Autismo.
Concepção Sem Surdez: surdez infantil. (parto de croque)
Crianças Autistas.
Fundamentos da Escrita: construção da escrita.
Os Cuidados Com Seu Filho Fissurado.
Todas as Faces do Centrinho: institucional - 3.
Comprometimento Oral na AIDS.
Fazendo Exercícios Miofuncionais com Elisa B. C. Altamann.
Deglutição Atipica ou Adaptada.
Saúde Vocal - Léslie Piccolotto Ferreira & Marta A. de Andrade e Silva.
Aspectos Funcionais da Laringe e Estruturas do Trato Vocal - Silvia Maria Rebelo Pinho
Alzheimer “ O Mistério da Mente “ ex. 02.
Equipamentos: audiologia clínica - CAS.
Equipamentos: audiologia clínica - CAS.
Drogas: um jogo mortal.
TV Centrinho: N. I. R. H.
TV Centrinho : Diocese.
ODONTOLOGIA
1.
2.
3.
4.
5.
Qual é o bicho que não tem boca?
Prevenção
Prevenção, Higienização, Alimentação, Orientação, Motivação Funçaão dos dentes
Prevenção Infantil
Boca o país dos dentes
EDUCAÇÃO
(Pedagogia, Ciências, Folclore, Educação, Teatro e Meio Ambiente)
1.
2.
3.
4.
5.
6.
7.
8.
9.
10.
11.
12.
13.
Amor, vida. Viva
As mulheres de Tróia
Biologia Animal - 01,02,03,04,05
Biologia Geral - 01,02,03,04,05
Concepção sem surdez
Física Dinâmica - 01,02
Física Eletricidade - 01,02,03,04
Física Hidrostática - 01
Física Mecânica
Fisica Óptica - 01
Geografia do Brasil - 01,02,03,04,05
Geografia Geral - 01,02,03,04,05
Historia do Brasil
43
14.
15.
16.
17.
18.
19.
20.
21.
22.
23.
24.
História Geral - 01,02,03,04,05
Literatura Brasileira - 01,02,03,04,05
Literatura portuguesa - 01,02,03,04,05
Matemática - Algrebra - 01,02,03,04 e Trigonometria - 01
Matemática Geometria - 01,02,03,04,05
O universo da palavra 22
Pedagógica
Petrobrás
Poluição
Química - 01,02,03,04,05
Quimica Geral - 01,02,03,04,05
ADMINISTRAÇÃO E RELAÇÕES INTERNACIONAIS
1.
2.
3.
4.
5.
6.
7.
8.
9.
10.
11.
12.
13.
14.
15.
16.
17.
18.
19.
20.
21.
22.
23.
24.
25.
26.
27.
28.
29.
30.
31.
32.
33.
34.
35.
36.
37.
38.
39.
40.
41.
42.
43.
44.
45.
27º Top de Marketing
5S Avançado
A curva do Paradgma
A Meta - Versão How to
A Motivação Segundo Herzberg
ADM: Tempo idéias que Funcionam
Administração da Produção e de Materiais
Administração do Tempo
Administrando na Velocidade das Mudanças
Afinal ninguém é Perfeito
Análise de Investimentos
Análise Financeira
Armadilha do Tempo
Arte de Resolver Conflitos na Empresa
Autoriddae, Poder e Delegação
Break - Even e Alavancagem
Centro de Estudos Econômicos
Clássicos da Motivação
Como Vender mais por Telefone
Comunicação To: Business, Busines
Contabilidade & Finanças
Corrida Sem Linha de Chegada
E dando Melhor de Si
Estratégia de Preço
Excelência em Serviço
Fayol como Administrador
Fita 01, 02, 03 e 04 - Seminário de Gerência de Qualidade Total
Formulário de Hoje e do Futuro
Frederick Taylor
Gerência de Projetos
Gerência de Riscos
Gestão de Estratégia de RH
Gestão do Caixa
Gestão e Estrastégtias de Recursos Humanos
GRID Gerencial
GRID na Solução de Conflitos
História da Administração
IF Japan Can - Choque do Futuro - O homem e Computador - Japan's Employment System
IF Japan Can - Controle Estatístico de Nashua
Inteligência Emocional
Just-in-time
Kanban
Livre Negociação
Logistica Integrada
Marketing
44
46.
47.
48.
49.
50.
51.
52.
53.
54.
55.
56.
57.
58.
59.
60.
61.
62.
63.
64.
65.
66.
67.
68.
69.
70.
71.
72.
73.
74.
75.
76.
77.
78.
79.
80.
81.
82.
83.
84.
85.
Marketing e Vendas
Marketing Pessoal
Markleting e Database
Maslow
Medição dos Trabalhos Administrativos
Micrográfia
Micrográfica
Momentos de Qualidade
O escritório do futuro - Microfilme: como e quando
O Fator Humano
O Fator Humano na Movimentação
O Fator Qualidade
O Futuro Perfeito
O Tempo do Executivo
O Trabalho de Equipe
Orçamento de Capital
Orçamento Empresarial
Paletes: técnicas corretas e manuseio
Pesquisa de Mercado e Análise Qualitativa
Peter Druker na Organização em Torno da Informação
Planejamento e Controle do Orçamento
Plano de Vôo
Plano Estratégico de Negócios
Poder, Influência e Conflito
Por Que Treinar
Porto de Santos
Produção em Fluxo Contínuo
Qualidade + Produtividade
Qualidade a única saída
Recursos Humanos
Redução dos Custos na Movimentação
Reengenharia
Reengenharia do Futuro
Reengenharia: a Empresa Pós-Industrial
Software, Planejamento, Armazenagem
Tecnologia e Estratégia
Tempo: a Próxima Dimensão de Qualidade
Teoria X e Teoria Y
Top de Ecologia-1997
Treinamento e Desenvolvimento
Horário de funcionamento.
A Biblioteca funciona de 2ª à 6ª feira, das 7 às 23 horas e, aos sábados das 8 às 12 horas
V. DESCRIÇÃO DOS LABORATÓRIOS INSTALADOS, POR
ÁREA DE CONHECIMENTO, ÁREA FÍSICA DISPONÍVEL, E
EQUIPAMENTOS INSTALADOS
V. 1. Espaço físico e recursos materiais
ESPECIFICAÇÃO
Laboratório de Química/Biologia
Laboratório de Física
Audiologia Clínica
Fonoaudiologia Clínica
Anatomia
Parasitologia
m2
158,12
79,06
300,00
70,00
230,00
135,30
CAPACIDADE DE ALUNOS
30
16
69
15
60
60
45
Técnica Cirúrgica
Microbiologia
Preparação Técnica/Hemocentro
Farmacologia e Fisiologia
Biologia
Bioquímica
Histologia e Anatomia Patológica
S.V.O.
Clínica Odontológica
Engenharia Elétrica
Informática
Materiais Dentários
Dentística Restauradora
Centro de Pesquisas
Laboratório de Análises Clínicas
Hospital Guilherme Alváro
TOTAL
135,30
136,30
167,80
167,80
62,51
62,51
125,05
31,11
384,14
95,55
231,09
79,06
158,12
82,05
80,00
7650,02
10.620,89
30
30
30
30
20
20
60
15
100
60
92
52
104
20
50
120
1.083
V. 2. Laboratórios e Salas de Apoio
Número
01
Laboratório
Química
Localização
Campus III
02
Biologia
Campus III
03
Anatomia
Campus II e
Campus III
04
Fonoaudiolog Campus II
ia Clínica
Audiologia
Campus II
Clínica
05
06
07
Parasitologia
TécnicaCirúrgica
Microbiologi
a
Farmacologia
Fisiologia
Biologia
Bioquímica
Histologia e
Anatomia
patológica
Biotério
08
09
10
11
12
13
Curso(s) Atendido(s)
-Biomedicina e
Enfermagem
-Biomedicina e
Enfermagem
- Fisioterapia
- Fonoaudiologia
- Medicina
- Radiologia
- Enfermagem
- Nutrição
- Fonoaudiologia
Disciplina(s) Atendida(s)
Bioquímica e Farmacologia
Biologia, Histologia e
Fisiologia
Anatomia e Fisiologia
Campus II
Campus II
- Medicina
- Medicina
Fonoaudiologia Clinica I e II
Avaliação da linguagem I e II
Física Acústica a Audiologia,
Avaliação Audiológica,
Audiologia Clínica I e II
Parasitologia
Técnica Cirúrgica
Campus II
- Medicina
Microbiologia, Imunologia
Campus II
- Medicina
Campus II
Campus II
Campus II
- Medicina
- Medicina
- Medicina
Farmacologia
Fisiologia
Biologia
Bioquímica
Histo/Cito/Embriologia/Anatom
ia patológica
Campus II
- Medicina
-Fonoaudiologia
Cirurgia e Técnica Cirúrgica
V. 3 Relação dos equipamentos em laboratórios:
Laboratório de Anatomia
02
03
23
02
ARQUIVO VERTICAL
ARMÁRIOS DE AÇO
MESA DE AÇO PARA DISSECAÇÃO DE CADÁVERES
MESA DE AÇO PARA ESCRITURÁRIO
46
02
02
02
02
120
01
02
01
01
04
04
10
12
01
10
01
05
130
01
01
01
01
25
01
02
01
24
20
02
01
01
04
02
01
04
32
107
01
01
01
07
01
01
02
01
02
01
01
MAQUINA DE ESCREVER – REMINGTON
ARCO DE SERRA
SERROTE DE COSTA
PRATELEIRA DE AÇO DESMONTÁVEL
CAIXA DE MADEIRA PARA LÂMINA DE VIDRO
VENTILADOR DE SALÃO - CONTACT
CAIXA COM INSTRUMENTAL PARA CIRURGIA
CARRINHO DE AÇO INOX
FOGÃO DE DUAS BOCAS
VENTILADOR DE PAREDE
EXAUSTOR WALITA
EXAUSTORES INDUSTRIAIS
SUPORTE GRANDE DE MADEIRA PARA ESQUELETO
FREEZER – PROSDÓCIMO
PRATELEIRA DE MADEIRA COM 10 GAVETAS
PRATELEIRA DE MADEIRA COM 14 GAVETAS
CUBA PARA FORMOL
BANQUETA DE MADEIRA
CÂMARA FRIGORÍFICA
COMPUTADOR 486 COM ACESSÓRIOS
CARRINHO DE AÇO INOX PARA TRANSPORTE DE PEÇAS ANATÔMICAS
FACA ZACLAROS DE 40 CM
SUPORTES PARA LIVROS E ATAS
CENTRIFUGA MARCA FANEN MOD 208 N
CENTRIFUGAS FANEN BABY MOD-206
ESTUFA MARCA FANEN MOD. 306/1
LUPAS ENTOMOLOGICAS
MICROSCOPIOS MONOCULARES – LAMBDA
ARMARIOS TIPO DIRETOR
BANDEJA DE AÇO INOX
COMPUTADOR COMPLETO
CADEIRAS ESTOFADAS ANATOMICAS
MESAS AUXILIARES
REFRIGERADOR MARCA CLIMAX 280 LT
MICROSCOPIOS MARCA DIMEX MONOCULARES
CAIXAS DE COLEÇÃO LAMINAS DE
ENTOMOLOGICO
CAIXAS DE COLEÇÃO LAM. PARASITOLOGIA
BOTIJÃO DE GAZ 13 KG
CHUVEIRO LAVA OLHOS
QUADRO BRANCO – LOUSA
BANCADAS EM ALVENARIAS P/ MICROSCOPIA
MESA DE REUNIÃO
ARMARIO COM 60 GAVETAS
VENTILADORES DE PAREDE
VENTILADOR DE TETO
APARELHOS DE AR COND. 30000 BTUS
ARMARIO EM ALVENARIA
TANQUE
Fonoaudiologia Clínica
06
05
05
200
Amplificadores TELEX
Microfones comuns
Kits para avaliação fonoaudiológica
Equipamentos (vibradores diversos, jogos, canudos diversos, halteres labial e lingual, etc.) para
auxílio fonoterápico
Audiológica Clínica
47
01
01
03
03
02
Audiômetro clínico MADSEN, modelo 602
Medidor da função do ouvido médio MADSEN, modelo 2577-MB- Imitanciômetro
Audiômetro Clínico – marca REXTON DANPLEX – SIEMENS mod. S.d. 25
Sistema de Campo Livre marca REXTON DANPLEX – SIEMENS mod ff 25
Medidor de função de ouvido marca REXTON DANPLEX – SIEMENS mod. S.d. 30 –
Imitanciômetro
Talk-backs
Ganho de inserção marca RASTRONICS- Porta REM PR-20
Audiomêtro Clínico – INTERACOUSTICS – AC 30
Medidor de funções do Ouvido Médio – INTERACOUSTICS AT 22 – Imitanciômetro
Unidade de Peep Show – INTERACOUSTICS PS 2
Conjunto de diapasões
Otoscópios / Oftalmoscóspio
Sterilair – 220V
Vectonistagmógrafo
Otocalorímetro
Cruz de calibração
Tambor Optocimético
Mesas de escritório
Móveis para Imitanciômetro
Móveis pequenos
Móvel para o Peep Show
Cadeiras
Máquina de escrever Olivetti
Armário de aço
03
01
01
01
01
01
04
06
01
01
01
01
06
04
03
01
29
01
01
Laboratório de Parasitologia
51
39
35
03
09
02
01
28
01
02
01
01
03
01
109
06
01
01
31
01
02
01
01
08
02
03
02
Banqueta de madeira
Microscópio REICHERT
Lupas Coleman
Armário de aço
Cadeira estofada
Mesa tipo bancada
Prateleira de aço desmontável
Caixa de madeira para entomologia
Esterilizador
Refrigerador
Balança
Microscópio Cirúrgico MC
Ventilador VENTSILVA de parede
Aspirador NEUVONI
Caixa de madeira para lâmina de vidro
Mesa de aço – FIEL para escriturário
Armário de aço de 01 vão – ITAPURA
Suporte para pipeta
Luminária de mesa
Microscópio Binocular – REICHERT
Balança Centrifugadora RECORD
Estufa elétrica FANEN
Bico de Bunsen
Cadeira de madeira
Armário de madeira
Mesas de madeira
Portas Borel
48
04
03
01
01
03
02
08
01
Ventilador de parede
Suporte de madeira para técnica DEARMAN
Cadeira Forrada
Microprojetor Macronúcleo BIOTEC
Microscópio Monocular MICRONAL
Exaustor
Bancada de madeira em fórmica
Aquecedor portátil – 220V
Laboratório de Técnica Cirúrgica
01
02
08
08
04
01
08
08
01
60
02
07
02
05
01
01
02
01
01
01
01
03
03
01
58
30
85
10
10
55
35
01
01
01
09
13
16
10
20
37
25
25
88
01
Mesa de madeira
Mesa de aço ITAPURA
Mesa de madeira para cirurgia em aço
Mesa para material Cirúrgico
Mesa para material auxiliar
Mesa de madeira pequena de cor branca
Suporte para soro fixo
Foco de luz
Armário de aço ITAPURA com 08 portas
Banco de madeira
Cadeira estofada
Cadeira preta
Armário com porta de vidro para material cirúrgico
Ventilador VENTSILVA
Balança FILIZOLLA
Estufa de secagem M.315 FANEN
Transformador
Geladeira
Compressor
Microscópio Cirúrgico DFV MC.M.15
Estetoscópio
Bacia de inox branca
Bacia de inox cinza
Balança grande MC TAMOYO
Avental Cirúrgico
Campo cirúrgico grande
Campo cirúrgico pequeno
Jaleco
Calça
Gorro
Máscara
Aspirador NEVONI
Bisturi Eletrônico MBJ MEDICIR
Bomba de infusão 510 TSAMTRONIC
Válvula de Doyen
Afastador de Gosset
Pinças de Allis
Pinça Gollin Coração
Porta Agulha de Hegar
Pinça Backhaus
Pinça anatômica
Pinça dente de rato
Afastador de Farabeuf
Pinça Collin oval
49
10
12
09
12
12
42
15
10
52
12
06
06
06
02
01
15
06
02
01
01
05
03
05
02
06
07
01
01
01
02
01
01
02
01
12
05
03
Tesoura Mayo Reta
Tesoura Mayo Curva
Tesoura de Mctzenbaen
Kelly reto
Kelly curvo
Koocher reto
Koocher curvo
Mixter
Halstead Mosquito
Cabo de bisturi no 4
Estojo de equipamento cirúrgico grande
Estojo de equipamento cirúrgico pequeno
Pinça Harteman
Costotomos
Pinça de Clamp Wherthein para pedículo
Pinça de Cherom
pinça de Faure para artéria uterina curva
Pinça de museux
Espátula de reverdim
Pinça de lane reta
Pinça de Bab-Cock
Pinça de Collin para instrumento 1x2 dentes
Pinça de Collin para instrumento 2x3 dentes
Pinça para seringa
Tenacânula
Pinça de Miche duplo efeito
Pinça de Cushing reta
Pinça de Troeltsch
Pinça de Aldercreutz
Pinça de Foerster
Cureta de Recamier
Pinça longa dos dentes
Porta agulha de Matheir
Pinça de Grile
Pinça de Pean
Pinça Rochester Pern reto
Pinça Rochester Pern curva
Laboratório de Microbiologia
52
03
01
01
01
03
03
01
01
91
01
01
02
02
05
Banqueta de Madeira
Mesa de aço
Armário de aço e vidro
Esterilizador de gaze de Aço Inox com tampa
Banho Maria Elétrico FANEM
Armário de Aço
Cadeira Forradas
Agitador Magnético FISTON
Balança Tipo 2442 SARTORIUS
Suporte de madeira para tubo de ensaio
Estufa Fanem
Refrigerador
Esterilizador tipo Auto Clave FABE
Banho Maria FANEN
Caneco de Aço Inox Cilíndrico
50
02
01
01
01
04
01
01
01
08
01
01
01
03
01
04
01
01
66
02
02
31
01
06
01
01
01
01
01
01
01
01
01
01
01
01
Suporte Universal
Tambor para esterilização
Abajour Fluorescente Metalúrgica Arte Luz
Estufa HERAEUS HANAU
Balcão de Fórmica Verde
Transformador GETEX
Esterilizador de seringa FAME
Fogão de duas bocas
Bancada de madeira com quatro pias
Mesa de madeira
Destilador FABE
Balança para pesar tubos
Bancada de madeira
Armário de Aço com duas portas
Caixa de madeira para lâminas
Ventilador de parede VENTISILVA
Microscópio Fluorescente REICHERT
Suporte para tubo de ensaio tamanho grande
Ventilador de parede SUPERSILVA
Estufa de Cultura
Microscópio Monocular
Microscópio Binocular
Bico de Bunsen
Centrífuga refrigeradora Internacional
SLIDE WARNER FISHER SCIENTIFIC
Centrifugador BANY no 36770
Balança de Laboratório de madeira com 4 gavetas
Ventilador ELETROMAR
Centrífuga – CELM Mod. Combate 16X14 m.
Banho Maria FANEM mod. 146
Balança Micronal Mod. B 600 Legibilidade 0,0001 g
Ph neutro METTLER DELTA 320
Agitador de Kline
Cuba de Eletroforese com fonte
Pipetador automático de 10 a 200 com ponteiras
Laboratório de Farmacologia e Fisiologia
77
01
09
02
01
01
08
08
16
01
01
04
01
01
02
06
03
Banqueta de madeira
Abajourt
Cadeira forrada
Balança Record
Banho Maria MA 159
Afiador de navalha
Armário de Aço Itapura
Compoteira
Mesa de madeira tipo bancada
Aparelho Physiograph Marca E & M
Pré-amplificador marca E & M
Eletromanômetro marca E & M
Manômetro marca E & M
Seletor eletrocardiográfico E & M
Armário de madeira
Quimógrafo 4 velocidades com tambor
Estimuladores
51
06
01
01
01
01
01
06
02
03
10
06
06
05
45
03
01
02
04
49
01
01
03
01
02
01
01
01
06
02
05
04
02
02
01
Estufa elétrica – Fanen
Balança – Sartorius
Balança – Filizzola
Regulador de voltagem
Eletrocardiógrafo – Siemens
Bomba de respiração – Inema
Banho-Maria – Fanen
Centrifugador – Baby Fanen
Hemoglobinômetro – Assistente
Estimulador elétrico para pequenos animais
Quimógrafo de corda
Quimógrafo elétrico
Cama de lona
Suporte universal
Suporte para tubo de hemossedimentação
Miógrafo
Lavador cilíndrico de pipeta
Bico de Bunsen
Estante de madeira para tubo de ensaio
Esfumaçador para quimógrafo
Polígrafo isométrico com transdutores e dois canais – Ugo Basille
Estimuladores Medicir Mt-10
Agitador Magnético Mod. 258 – Fanan
Destilador de Água
Elektrokadiograf-R.F.t
Bicicleta Funbec
Balança Eletrônica HANGPING
Espirômetros
Estimulador de Pico
Cama de Rato
Bobina de Indução
Microscópios
Eletrocardiográfico Seletor
Miógrafo de Brown – Schuster Desk Model type DMP.4.A
Laboratório de Biologia:
02
10
01
01
01
01
01
01
01
01
01
01
01
04
02
Microscópios Bioculares - REICHERT
Microscópios Monocular – REICHERT
Banho Maria – FANEM
Centrífuga Excelsa –2 FANEM
Geladeira – FRIGIDAIRE
Estufa – FABBE mod. 116
Armário de Aço
Cadeira Forrada
Suporte Universal
Mesa de aço
Arquivo de aço
Mesa de madeira com tampa de fórmica
Ventilador de parede
Bancadas de madeira
Armários de madeira.
Laboratório de Bioquímica
01
Armário de Aço
52
04
01
32
01
01
01
01
01
01
01
01
01
01
08
01
01
01
01
01
02
12
01
26
01
01
23
01
01
21
27
01
01
01
01
01
01
01
01
01
01
01
01
01
01
03
01
01
01
02
Cadeira Forrada
Balança SARTORIUS
Bico de Bunsen
Autoclave vertical com capacidade para 18 litros
Centrífuga para 12 tubos de 15 ml
Aquecedor banho sorológico para 49 tubos
Estufa para cultura
Estufa de secagem
Balança Marte
Fotômetro de Chama EEL
Densímetro para Eletroforese
Medidor de PH
Calorímetro Elétrico COKEMAN
Centrífuga BABY FANEN
Balança RECORD centrifugadora
Torneira Elétrica
Estufa Elétrica FANEN
Mufla elétrica
Polarímetro PROZENT
Mesa de Aço Itapura
Banho Maria FANEN
Prateleira de Aço desmontável
Suporte Universal
Lavador de pipetas FABBE
Medidor de Desionização Elétrico
Suporte de Madeira para pipeta
Bandeja de Aço FRACALANZA
Termômetro de Mercúrio PRECISION
Suporte de madeira para tubo de ensaio
Base para tubo de saponifcação
Armário de madeira para arquivo
Espátula
Fonte de alimentação constante
Armário de aço de 1 vão ITAPURA
Fotocolorímetro Elétrico
Eletomanômetro Medidor
Shektromon
Stavilizes
Van Slike
Balança de torção
Geladeira CLIMAX
Regulador de voltagem GETEX
Bancada de madeira com 24 gavetas
Bancada de madeira com 24 divisões e 7 prateleiras
Ventilador de parede SUPERSILVA
Colorímetro METROMIC
Exaustor
Escada Doméstica com 5 degraus
Espectofotômetro MICRONAL
Laboratório de Histologia/Anatomia Patológica
203
76
01
Caixa de madeira para lâminas de vidro
Banqueta de madeira
Suporte universal modelo 849 para lâmina descartável
53
01
04
01
01
08
01
25
01
01
01
04
01
05
01
01
01
06
02
02
07
01
02
01
07
01
01
01
01
03
04
01
01
01
01
01
01
01
01
01
02
01
24
01
01
01
02
02
01
02
04
Fotomicroscópio REICHERT 4,2V
Regulador de voltagem
Cinescópio REICHERT
Microscópio Binocular REICHERT
Armário de aço
Desumidificador elétrico
Microscópio Monoculares
Monitor para Microscópio REICHERT
Mesa de madeira
Prateleira de aço
Estufa FANEN
Refrigerador CONSUL
Micrótomo REICHERT
Micrótomo SPENCER
Projetor de Diapositivos
Relógio KIENZLE SIGNAL
Navalha para micrótomo
Mesa de aço
Arquivo de madeira
Ventiladores
Hemoglobinômetro
Bico de Bunsen
Chapa aquecedora elétrica MARCHESONI
Cadeira Forrada
Tripé de metal para projetor de diapositivos
Balança de prato RECORD
Equipamento para projeção GEL
Epidiascópio LEIPZIG
Banho Maria FISHER
Transformadores
Balança Analítica LABOR
Histotécnico DUAL UNIT
Atomatic Microtome Knife
Cryo Cut
Suporte para tubo
Fichário com 4 gaveta
Banco giratório
Suporte para hemossidementação
Caixa de equipamento Cirúrgico
Bancos de ferro esmaltado
Luminária de mesa
Mesas de madeira tipo bancada
Balança MARTE
Centrifugador
Destilador
Mesa de madeira
Armário de madeira para lâmina de vidro
Maquina de escrever OLIVETTI
Sistema microscópico + Monitor + Câmera
TV de 20 polegadas
Biotério Central
01
01
Quadro de aviso
Arquivo central
54
01
02
02
127
01
06
07
10
06
03
02
01
01
01
122
17
02
120
01
01
01
01
01
04
01
01
Caixa de medicamento com cadeado
Balança
Caixa de madeira para transporte de animais
Estante de metal para acomodação de ratos
Estante de metal para acomodação de coelhos
Gaiola para contenção de coelhos
Estrado de madeira para canil pequeno
Estrado de madeira para canil médio
Estrado de madeira para canil grande
Lixeira grande com tampa
Ninho de madeira para coelho
Lança Chama
Auto Clave Horizontal de 504 litros
Torneira elétrica
Gaiola média
Gaiolas pequenas
Gaiolas grandes
Bebedouros
Mesa Cicopal para chefia
Mesa Cicopal para funcionário
Arquivo de aço com 4 gavetas
Estante de aço
Máquina de escrever eletrônica Et 1250
Cadeiras de escritório
Computador 486 + acessórios
Armário de madeira
V. 4. Multimeios:
Os acervos de recursos audiovisuais estão resumidos no quadro a seguir. São 11.503
diapositivos, 258 lâminas, 252 fitas de vídeo e 55 mapas. Os equipamentos somam 37
aparelhos de aplicações diversas, tais recursos são utilizados para melhor
desenvolvimento das atividades de ensino e extensão.
IV. 5. Acervo audiovisual e equipamentos
RECURSOS AUDIOVISUAIS
Retroprojetores
Projetores de Slides
Projetores de Filmes
Projetor Multimídia
Videocassete
Aparelho de TV
Unidade de Som
Câmara Filmadora
Episcópio
Telão Sony 41 polegadas
Negatoscópio
Computadores completos para Multimídia
TOTAL
QUANTIDADE
26
22
01
18
06
07
02
01
01
01
02
02
89
VI. NÚMERO MÁXIMO DE ALUNO POR TURMA
Curso
Limite por turma
N.º de
vagas
55
Medicina
Enfermagem
Administração de Empresas
Fonoaudiologia
Relações Internacionais
Pedagogia
Tecnologia em Informática.
Tecnologia em Radiologia
Biomedicina
120 em teoria, 60 em laboratórios e 30 em clínicas
110 em teoria, 55 em laboratórios
110 em teoria e 55 em laboratórios
80 em teoria e 20 em clínicas
80 em teoria e 40 em laboratórios
80 em teoria
80 em teoria e 40 em laboratórios
60 em teoria e 30 em laboratórios
100 em teoria e 50 em laboratórios
Fisioterapia
Nutrição
120 (I)
110 (D)
110 (N)
80 (D)
80 (N)
80(N)
80 (N)
60 (N)
100 (N)
100 (D)
100(D)
100(D)
100 em teoria e 50 em laboratórios
100 em teoria e 50 em laboratórios
VII. ESPAÇO FÍSICO
A Instituição possui elevadores, rampas de acesso, sanitários masculino e feminino,
local reservado no Teatro para deficientes físicos, conforme a Portaria específica.
VII.1. ÁREA DE TERRENOS/ÁREAS CONSTRUÍDAS
I M Ó V E L / LOCALIZAÇÃO
TERRENOS m²
ÁREA
CONSTRUÍDA
m²
R. Dr. Armando Salles de Oliveira nº 150
R. Comendador Martins nº 348
R. Oswaldo Cruz n° 179
R. Batista Pereira, 265
Av. Conselheiro Nébias nº 674
R. Manoel Tourinho nº 395
R. Nabuco de Araújo nº 46
R. Miguel Presgrave, 29
R. Miguel Presgrave, 31
R. 28 de Setembro, 226
R. 28 de Setembro, 231
R. 28 de Setembro, 233
R. 28 de Setembro, 235
R. 28 de Setembro, 237
R. 28 de Setembro, 260
3.801,60
2.200,00
3.335,50
4.471,17
6.000,00
1.300,00
488,00
119,35
119,00
1.333,78
388,80
388,80
250,00
645,20
7.040,64
8.561,47
1.781,80
5.454,34
11.514,30
788,00
Hospital Guilherme Álvaro
R. Oswaldo Cruz, 197
53.150,00
20.116,84
TOTAL
74.746,27
48.216,75
155,00
151,00
936,00
105,46
88,15
132,50
-4.665,00
VII.2. ÁREA CONSTRUÍDA POR UNIDADE
Nº
PRÉDIO
ÁREA M2
DESTINAÇÃO
01
Prédio A com 4 Pavimentos sito à R.
Dr. Armando Salles de Oliveira nº
150
8.561,47
Laboratórios. Salas de Aula, Secretarias, Sala
de Direção, Cantina, Diretórios, Serviços de
Apoio-Colégio Lusíada Administração Geral,
C.P.D., Laboratórios, Biblioteca, Estab.
Bancário, Arquivo Morto, Salas de
Professores, Laboratório de Informática,
Anfiteatros
02
Prédio B com 03 pavimentos - R.
5.454,34
Secretarias, Salas de Aula, Salas de Medicina
56
Oswaldo Cruz, 179
do Trabalho, Biblioteca, Sala de Professores,
Diretores, Salas de Professores, Laboratório
de
Microbiologia,
Laboratório
de
Parasitologia, Laboratório de Técnica
Cirúrgica, Auditório, Salas de Professores,
Centro de Pesquisa, Hemocentro e Sala de
Preparação, Laboratório de Fisiologia e
Farmacologia,
Salas
de
Professores,
Laboratório de Anatomia, e Diretório,
Microscopia e Laboratório de Aulas Práticas
de Anatomia Patológica, Laboratório de
Biologia e Bioquímica, Administração Geral,
Fonoclínica, Sala de Projeções.
03
Andar Térreo
Martins, 348
04
Hospital Guilherme Álvaro
Oswaldo Cruz, 197
05
Prédio com 04 Pavimentos,
Baptista Pereira, 265
-
R.
Comendador
- R.
R.
TOTAL M2
1.781,80
Quadra de Tênis, Quadras Poliesportivas e
Dependência de Zelador
17.616,64
Ambulatório, Administração, Enfermaria,
Unidades de Tratamento da Pacientes
Agudos, Hemocentro, Serviços de Apoio,
UTI, Centro Cirúrgico, Tc...
11.514,30
Biblioteca acervo e sala de leitura, provedor
internet, laboratório de eletricidade, sala de
professores, bedel, secretaria de cursos,
cantina, sala de diretores de setor e
coordenadores, protocolo, posto bancário,
WC, elevadores, laboratórios de física,
análises clínicas, enfermagem, bioquímica ,
biologia, odontologia, radiologia, óptica
aplicada, digitais, engenharia de software e
programação,
departamento
pessoal,
contabilidade, diplomação, PABX, gráfica,
CPD, salas de aula, clínicas odontológicas,
triagem odontológica, sala de espera,
diretoria geral, secretaria geral, diretoria da
mantenedora, quadra poliesportiva com WC e
vestiários e teatro.
44.928,55
VII.3. ESPAÇO FÍSICO DAS SALAS DE AULA, LABORATÓRIOS E
BIBLIOTECA
PRÉDIO /
CAMPUS
ÁREA
DO
TRABA
LHO
(M²)
ÁREA DO PRÉDIO
ÚTIL
CONSTRUÍDA
SITUAÇÃO ATUAL
SALAS DE
LABORATÓRIOS
AULA
Qtde
SOMA
DAS
ÁREAS
(m²)
Qtde
SOMA
DAS
ÁREAS
(M²)
BIBLIOTECA
ÁREAS
ACERVO/
ADM
SOMA
DAS
ÁREAS
(M2)
LEITURA
57
R.
Armando
Salles de
Oliveira,
150
R.
Oswaldo
Cruz, 179
R. Batista
Pereira,
265
TOTAL
"B"
3.801,60
8.561,47
8.561,47
32
1.940,97
17
446,45
403,57
107,58
511,15
3.335,50
5,454,34
5.454,34
06
283,60
12
1.319,59
170,00
107,06
277,06
4.471,17
11514,30
11514,30
38
3.303,46
10
748,18
139,58
400,00
539,58
4.471,17
11514,30
11.514,3
38
3.303,46
10
748,18
139,58
400,00
539,58
11608,27
25530,11
25530,11
SITUAÇÃO
76
5.528,03
713,15
614,64
1.327,79
TOTAL
31
2.564,22
VII.4. OUTRAS ÁREAS
DESCRIÇÃO
ÁREA (M )
2
Sala de Coordenação do Campus III
Sala de professores do Campus III
Sala de Administração do Campus III
Secretaria do Campus III
Provedor
Sala da Coordenação do Campus II
Secretaria do Campus II
Administração do Campus II
Sala de Projeção do Campus II
Auditório do Campus II
Teatro do Campus III
Auditório A do Campus I
Auditório B do Campus I
34,00
26,20
10,00
50,00
9,00
14,00
83,00
67,00
80,00
300,00
1.332,00
155,00
170,00
VIII. RELAÇÃO DOS CURSOS RECONHECIDOS, CITANDO O
ATO LEGAL DE SEU RECONHECIMENTO, E DOS CURSOS EM
PROCESSO DE RECOPNHECIMENTO, CITANDO O ATO LEGAL
DE SUA AUTORIZAÇÃO.
01 –C U R S O
02 - ATOS LEGAIS
AUTORIZAÇÃO
MEDICINA
CFE/CEE/CONSUN: 289/67
DECRETO N.º: 61.045/67
FISIOTERAPIA
Aprovado pelo Conselho de
Administração Superior em
Reunião de 18/09/00
Aprovado pelo Conselho de
Administração Superior em
Reunião de 16/12/01
NUTRIÇÃO
RECONHECIMENTO
03 VAGAS
INICIAIS
04 – TÍTULO
CONCEDIDO
PARECER N.º: 812/73
DECRETO N.º: 72.489/73,
Portaria MEC nª 1.811 de
31/10/200 e Portaria MEC nº
983 de 13/04/2004
Reconhecido pela Portaria
MEC nº 148 15/02/2007
120 (I)
Médico
100 (D)
Bel. em Fisioterapia
Reconhecido pela Portaria
MEC nº 67 de 19/01/07
100 (D)
Bel. em Nutrição
58
PEDAGOGIA
CFE/CEE/CONSUN: 543/79
DECRETO N.º: 83.631/79
FONOAUDIOLOGIA
CFE/CEE/CONSUM:
114/87
DECRETO N.º 94.206/87
CFE/CEE/CONSUN: 605/69
DECRETO N.º 65.275/69
ADMINISTRAÇÃO DE
EMPRESAS
ENFERMAGEM
TECNOLOGIA
EM RADIOLOGIA
E DIAGNÓSTICO
POR IMAGEM
RELAÇÕES
INTERNACIONAIS
BIOMEDICINA
TECNOLOGIA
EM
INFORMÁTICA
Aprovado pelo Conselho de
Administração Superior em
Reunião de 15/12/98
Aprovado pelo Conselho de
Administração Superior em
Reunião de 10/11/05 - CAS
015/05 de 10/11/05
CFE.: 721/94
PM N.º: 1869/94
Aprovado pelo Conselho de
Administração Superior em
Reunião de 10/02/98
CFE/CEE/CONSUN: 123/87
DECRETO N.º: 94.207/87
Reconhecido pela Portaria
MEC nº 618 de 13/09/2006 e
Portaria MEC nº 376 de
03/05/2007
PARECER N.º 365/91
PM. N.º 1.856/91 e Portaria
MEC nº 1.756 de 08/07/2003
PARECER N.º: 1.358/74
DECRETO N.º: 74.184/74 e
Portaria MEC nº 1.756 de
08/07/2003
Reconhecido pela Portaria
MEC 403 de 25/07/2006
80 (N)
Lic. em Pedagogia
80 (D)
Bel. em Fonoaudiologia
110 (N)
Bel. em Administração de
Empresas
110 (D)
Bel. em Enfermagem
Curso Novo (em fase de
reconhecimento)
60 (N)
Tecnólogo
Reconhecido Portaria MEC
585/2000 de maio de 2000,
pela Portaria MEC nº 1.756
de 08/07/2003 e Portaria
MEC nº 784 de 24/03/2004
PORTARIA MEC N° 1756
de 08/07/2003 e Portaria
MEC nº 3.058 de 28/10/2003
PARECER N.º: 444/91
DECRETO N.º: PM-2063/91
e pela Portaria MEC nº 1.756
de 08/07/2003
80 (N)
Bel. em Relações
Internacionais
100 (D)
100 (N)
Bacharel em Biomedicina
80 (N)
Tecnólogo
FONTE:VICE-REITORIA ACADÊMICA
IX. VALOR CORRENTE DAS MENSALIDADES POR CURSO OU
HABILITAÇÃO PARA O ANO LETIVO DE 2009
1. Medicina
Mensalidade
Bruta
(-)B.F.
Líquida
1ª Série
3.466,00
316,00
3.150,00
2ª Série
3.434,00
315,00
3.119,00
3ª Série
3.380,00
298,00
3.082,00
4ª Série
3.345,00
295,00
3.050,00
4ª Série
640,00
214,00
426,00
5ª Série
3.171,00
152,00
3.019,00
6ª Série
3.082,00
231,00
2.851,00
2. Administração de Empresas
Mensalidade
Bruta
(-)B.F.
Líquida
1ª Série
640,00
220,00
420,00
2ª Série
640,00
220,00
420,00
3ª Série
640,00
214,00
426,00
1ª Série
705,00
310,00
395,00
2ª Série
705,00
310,00
395,00
3ª Série
680,00
295,00
385,00
2ª série
870,00
200,00
670,00
3ª Série
870,00
200,00
670,00
2ª Série
825,00
175,00
650,00
3ª Série
825,00
175,00
650,00
DEP.
120,00
35,00
85,00
3. Pedagogia
Mensalidade
Bruta
(-)B.F.
Líquida
DEP.
120,00
35,00
85,00
4. Fonoaudiologia
Mensalidade
Bruta
(-) B.F.
Líquida
1ª Série
870,00
200,00
670,00
4ª Série
870,00
200,00
670,00
DEP.
120,00
35,00
85,00
5. Relações Internacionais
Mensalidade
Bruta
(-) B.F.
Líquida
1ª Série
825,00
175,00
650,00
4ª Série
825,00
175,00
650,00
DEP.
120,00
35,00
85,00
59
6. Biomedicina
Mensalidade
Bruta
(-) B.F.
Líquida
1ª Série
960,00
195,00
765,00
2ª Série
960,00
195,00
765,00
3ª Série
960,00
195,00
765,00
4ª Série
960,00
195,00
765,00
DEP.
120,00
35,00
85,00
1ª Série
895,00
200,00
695,00
2ª Série
895,00
200,00
695,00
3ª Série
895,00
200,00
695,00
4ª Série
895,00
200,00
695,00
DEP.
120,00
35,00
85,00
1ª Série
869,00
234,00
635,00
2ª Série
869,00
234,00
635,00
3ª Série
869,00
234,00
635,00
4ª Série
869,00
234,00
635,00
DEP.
120,00
35,00
85,00
1ª Série
830,00
190,00
640,00
2ª Série
830,00
190,00
640,00
3ª Série
830,00
190,00
640,00
4ª Série
830,00
190,00
640,00
5ª Série
830,00
190,00
640,00
DEP.
120,00
35,00
85,00
2ª Semestre
640,00
200,00
440,00
3ª Semestre
640,00
200,00
440,00
4ª Semestre
640,00
200,00
440,00
5º Semestre
640,00
200,00
440,00
DEP.
120,00
35,00
85,00
7. Nutrição
Mensalidade
Bruta
(-) B.F.
Líquida
8. Enfermagem
Mensalidade
Bruta
(-) B.F.
Líquida
9. Fisioterapia
Mensalidade
Bruta
(-)B.F.
Líquida
10. Cursos Tecnológicos
Mensalidade
Bruta
(-) B.F.
Líquida
1ª Semestre
640,00
200,00
440,00
X. VALOR CORRENTE DAS TAXAS DE MATRÍCULAS OUTROS
ENCARGOS FINANCEIROS A SEREM ASSUMIDOS PELOS
ALUNOS
A Instituição cobra, apenas, 12 parcelas anuais, não cobra taxa de matrícula.
XI. FORMAS DOS REAJUSTES VIGENTES DOS ENCARGOS
FINANCEIROS CITADOS NOS DOIS INCISOS ANTERIORES.
A Instituição reajusta suas mensalidades baseadas nos percentuais autorizados pelos
órgãos competentes.
XII. DISTRIBUIÇÃO E CONFIGURAÇÃO DOS EQUIPAMENTOS
DE INFORMÁTICA – FUNDAÇÃO LUSÍADA
Vide arquivo anexo
60