Filo Cnidária - biologiavirtual

Сomentários

Transcrição

Filo Cnidária - biologiavirtual
Prof.: Gilmar Marques
1
FILO CNIDÁRIA
Celenterados
Cnidários
2
Do Grego (Cnid=urtiga), devido aos
cnidócitos.
Fósseis de Cnidários datam do PréCambriano (600 milhões de anos)
São organismos aquáticos.
Podem ser solitários ou coloniais .
Atualmente Filo Celenterado foi
dividido nos Filos Cnidaria e
Ctenophora. São conhecidas 10 mil
espécies.
Está representado por hidras, medusas
ou águas-vivas, corais, anêmonas-domar e vespas-do-mar.
Prof.: Gilmar Marques
Características Gerais
3
Diblásticos ;Protostômio
Simetria radial, com tentáculos ao redor da boca
Com espaço interno para digestão, a “cavidade gastrovascular”
Corpo consistindo de dois tecidos: epiderme e gastroderme
Presença de cnidócitos contendo nematocistos
Sistema nervoso em rede difusa presente.
Tubo digestivo imcompleto
Prof.: Gilmar Marques
Morfologia
4
Existem basicamente dois tipos
morfológicos de indivíduos:
As medusas: são livrenatantes.
Os pólipos: que são sésseis.
Os pólipos e as medusas,
possuem muitas características
em comum, formas diferentes
entre si.
Prof.: Gilmar Marques
Cnidoblasto
5
Os cnidoblastos apresentam
um nematocisto utilizado
para captura de alimento e
para defesa.
Quando entra em atividade,
lança um filamento urticante
com um líquido tóxico hipnotoxina - que paralisa a
vítima a um simples contato.
Prof.: Gilmar Marques
Alimentação
6
Alimentação é feita através dos
tentáculos, que capturam o alimento.
Movimentos da parede do corpo e
dos flagelos das células digestivas,
permitem a mistura das secreções,
liquefazendo as partes moles do
alimento.
As células digestivas recolhem, as
pequenas partículas com a ajuda de
pseudópodes, terminando a
digestão intracelularmente.
Prof.: Gilmar Marques
Locomoção
7
A locomoção ocorre graças a fibrilas
contrácteis das células epiteliais, que
permitem movimentos de contração
e distensão do corpo e tentáculos.
Pólipos: são fixos ou
deslocam-se
por meio de verdadeiras
cambalhotas.
Medusas : locomovem por
jatopropulsão ; os bordos do corpo
se contraem e a água acumulada na
face oral é expulsa em jato,
provocando o deslocamento do
animal no sentido oposto.
Prof.: Gilmar Marques
Fisiologia
8
Os cnidários não
apresentam aparelho
respiratório, circulatório,
excretor ou nervoso central.
Assim, as trocas gasosas
dão-se de um modo direto,
e por difusão através da
parede do corpo.
Prof.: Gilmar Marques
Divisões
9
Estão divididos em três
classes:
Hydrozoa
Scyphozoa
Anthozoa
Prof.: Gilmar Marques
Classe Hydrozoa
10
Os principais
representantes essa
classe são as hidras, e
algumas pequenas
medusas como as
caravelas.
É a única classe com
representantes de água
doce e salgada.
Prof.: Gilmar Marques
Classe Hydrozoa
11
Reprodução
Pode ser sexuada ou
assexuada.
Pode envolver apenas
pólipos ou medusas no
ciclo reprodutivo.
Prof.: Gilmar Marques
Classe Hydrozoa
12
Reprodução
Podem apresentar
alternância de
geração ou
metagênese.
Prof.: Gilmar Marques
Classe Schphozoa
13
Nos cifozoários a principal forma
do corpo são as medusas.
Os pólipos estão reduzidos ou
ausentes.
As medusas desta classe são
todas grandes.
Nesta classe estão as
cubomedusas, responsáveis pela
queimadura em banhistas.
Prof.: Gilmar Marques
Acidentes com medusas
14
São comuns ao redor do mundo, incluindo
acidentes graves e com registro de
fatalidades em alguns mares.
Sensibilidade ao efeito tóxico varia
muito e pode estar associada a outro
problema de saúde que a pessoa já
apresente.
Efeitos tóxicos: dor intensa, vermelhidão
e inchaço da pele, alteração dos
batimentos cardíacos, dificuldades na
respiração, suor intenso, naúsea e
vômitos. Ainda podem surgir efeitos
alérgicos imediatos ou mais tardios.
Prof.: Gilmar Marques
Classe Schphozoa
15
Reprodução Assexuada
Ocorre por estrobilização.
São formadas medusas
jovens denominadas éfiras.
Reprodução sexuada
Ocorre através de
alternancia de gerações.
Prof.: Gilmar Marques
Classe Anthozoa
16
Os antozoários
apresentam apenas a
forma polipóide.
Podem ser solitários ou
coloniais.
Não apresentam
alternância de geração;
Prof.: Gilmar Marques
Classe Anthozoa
17
Reprodução Assexuada
Reprodução Sexuada
Ocorre por divisão longitudinal do corpo.
Logo após a fecundação forma
uma larva plânula, que dará
origem a um pólipo.
Prof.: Gilmar Marques
Os corais
18
Os recifes de corais são
gigantescas estruturas existentes
no fundo dos oceanos formadas
de plantas e animais, sendo
admirados pela exuberância de
suas cores e beleza instigante.
Os recifes de corais no entanto,
além da sua beleza, tem uma
função vital para a manutenção
da vida marinha.
Prof.: Gilmar Marques

Documentos relacionados

Cnidarios - WordPress.com

Cnidarios - WordPress.com (geralmente sésseis) ou medusas (livre natantes).

Leia mais

CNIDÁRIOS

CNIDÁRIOS derivadas da ectoderme (externas) ou da endoderme (presentes na cavidade digestiva). Cavidade gastrovascular tem uma única abertura (“boca”) e é derivada da endoderme.

Leia mais

Profª Fernanda Toledo - Colégio Alexander Fleming

Profª Fernanda Toledo - Colégio Alexander Fleming Os hidrozoários são as hidras e as caravelas:  Hidras: pólipos de água doce. Algumas podem se locomover dando “cambalhotas”

Leia mais

Visualizar PDF

Visualizar PDF O Filo Cnidaria é o primeiro grupo a apresentar tecidos verdadeiros, sendo representado por indivíduos diblásticos, com simetria radial e sistema nervoso primitivo, difuso. Existem as hidras, medus...

Leia mais

Biologia - P2.indd

Biologia - P2.indd 05. (UFPEL) As esponjas constituem o filo Porifera do reino Animal, sendo indivíduos de organização corporal simples, considerados um ramo primitivo na evolução dos metazoários. Os poríferos são usa...

Leia mais