Dermatite - Boletim de Saúde

Сomentários

Transcrição

Dermatite - Boletim de Saúde
Doenças Crônicas
São Paulo, 15 de agosto de 2013
Dermatite Seborreica
Dermatite seborreica (ou seborreia) é uma doença
crônica da pele que afeta o couro cabeludo, a face,
a parte superior do tórax, as costas e outras áreas
do corpo cuja pele é mais oleosa pela presença das
glândulas sebáceas. Quando atinge o couro
cabeludo, é conhecida popularmente como caspa.
A dermatite seborreica se manifesta sob a forma de
lesões avermelhadas que descamam e coçam
principalmente no couro cabeludo, nas
sobrancelhas, na barba, ao redor do nariz, atrás e
dentro das orelhas, no peito, nas costas e nas
Equipe Responsável:
Dr. Rodolfo Milani Jr. – CRM 41.807
Consultora: Renata Dubas Leal
dobras de pele (axilas, virilhas e debaixo dos seios).
Nos bebês, é conhecida como crosta láctea, uma
placa gordurosa que adere ao couro cabeludo, mas
que pode também aparecer na região das fraldas.
A doença não afeta diretamente a saúde das pessoas.
Entretanto, causa desconforto e constrangimento
especialmente quando se desenvolve em área de pele
exposta. A dermatite seborreica não é contagiosa, não
é sinal de falta de higiene pessoal e também não é
prenúncio de queda dos cabelos.
Causas
• As causas da dermatite seborreica não são conhecidas. Sabe-se que alterações hormonais, estresse,
clima seco, frio e mudanças bruscas de temperatura agravam o quadro.
• A presença de um tipo de fungo que cresce naturalmente na pele pode também agravar o problema.
Loções e cremes com ação contra o fungo são usados como forma de tratamento.
• A dermatite seborreica aparece com mais frequência em pessoas que têm certas doenças, como mal
de Parkinson e infecção por HIV.
Tratamento e Recomendações
Não há cura definitiva da dermatite seborreica, mas existem tratamentos, inclusive caseiros, que podem controlar
os sintomas. O mais adequado depende do tipo de pele, da gravidade e do local. Cremes e loções que se
aplicam nas áreas do corpo afetadas e xampus contendo alguns princípios ativos são os pilares do tratamento.
Em casos mais graves, os médicos podem prescrever medicamentos por via oral, com efeitos no corpo inteiro.
Algumas recomendações que podem ser seguidas pela maioria dos portadores
• Lave o cabelo com xampu anticaspa. Se não
houver resultados, tente um xampu com um
ingrediente ativo diferente.
• Aplique creme ou loção para combater a coceira.
Medicamentos anti-inflamatórios podem aliviar
temporariamente a coceira.
• Evite sabonetes e detergentes muito agressivos.
Certifique-se de enxaguar bem para retirar o sabão
completamente.
• Procure usar roupas que não retenham o suor.
Envie suas dúvidas e sugestões
sobre este tema para o e-mail
[email protected]
Prefira as de algodão finas; isso ajudará a manter o
ar circulando em torno da pele e a evitar a irritação.
• Raspe o bigode e a barba. A dermatite seborreica
pode ser pior em pessoas com bigodes e barbas.
• Evite coçar sempre que possível. Coçar pode
aumentar a irritação e o risco de infecção.
• Não tome banhos muito quentes. Enxugue-se bem
antes de vestir-se, pois a umidade pode ser fator
desencadeante das lesões.
Fontes:
Seborrheic dermatitis. Mayo Clinic, 2011
Dermatite Seborreica (Caspa). Sintomas e Doenças.
www.drauziovarella.com.br