Deu branco neste edifício

Transcrição

Deu branco neste edifício
Ano 51
Edição 422
Fevereiro
2008
Vidro em obra
Deu branco
neste edifício
Andiv
Sumário
9
Foto: Dario de Freitas
Divulgação
Palavra do leitor
Qual é a sua
dúvida?
Divulgação Schott
22
Nossa capa
Eldorado Business Tower:
cor branca em vidro de
fachada é destaque
Especial
Vidros especiais
são de arrasar
Página 41
Veja nesta edição
Dario de Freitas
33
4
Opinião
5
Ligia Amorim revela novidades
sobre a Glass South America
14
53
Aqui na redação
Para ler e guardar!
Editorial
Substituição tributária
Mundo do Vidro
As novidades do setor
estão aqui
Falando em Normas
ABNT/CB-37: novo desafio
nos espera
Divulgação
49
Direto da Andiv
56
Vidro em Dia
O ano de 2008 está repleto
de eventos
CNV: nota dez na
categoria certificação
60
62
66
edição 422
Para seu negócio
Por que se certificar?
Ache fácil
Fornecedores de todo o País
Índice de Anunciantes
3
Aqui na redação
Para ler e guardar!
o vidroplano
Revista mensal da Associação Nacional
de Distribuidores e Processadores
de Vidros Planos (Andiv)
M
uito se fala sobre os vidros especiais. Quais são eles, os tamanhos
disponíveis e demais propriedades?
A resposta para essa pergunta foi um dos desafios
de nossa equipe neste mês. A repórter Talita Fusco saiu a campo e, além das imagens, resumiu tudo em uma tabela bem fácil de consultar, à disposição na página 22. É para ler e guardar!
A nossa foto de capa levanta uma dúvida nos leitores mais desavisados: sim, a fachada é completamente envidraçada e não apenas as partes esverdeadas, como pensei à primeira vista. Nessa obra,
nosso material favorito adquiriu um aspecto tão
diferente que necessita de explicação! Acima de
qualquer apelo estético, o Eldorado Business Tower chama a atenção por usar e abusar do vidro e,
o mais importante, por ser outro exemplo dos benefícios ao meio ambiente que o produto proporciona. Confira tudo a partir da página 41.
Para terminar, recomendo atenção às dicas de Lígia Amorim na entrevista para a seção “Opinião”.
Experiente em feiras de negócios, a executiva
ensina como explorar bem a visita em um evento
como a Glass South America, que acontecerá em
maio. Tenho certeza de que o planejamento antecipado recomendado por ela contribui bastante
para aproveitarmos melhor a maior feira do segmento vidreiro na América Latina.
Um grande abraço,
Celina Araujo
Editora
Fundada pelo Sindicato do Comércio
Atacadista de Vidro Plano, Cristais e
Espelhos do Rio de Janeiro, em 1957
Registrada no INPI em 14-6-95 • ISSN 1518-4773
Entidade Responsável
Presidente
Primeiro-vice-presidente
Segundo-vice-presidente
Terceiro-vice-presidente
Diretores
Diretores-tesoureiros
Conselho Fiscal
Conselho Fiscal
Andiv
Wilson Farhat Júnior
Ibelson Ferreira de Sousa
João Antônio Magdalena
Aldo Machado Simões
Alexandre Pestana
Domingos Sávio de Aguiar
Walter Luís Araújo Guarino
Luiz Herculano Pinto
José Carlos Labate Donato
Titulares
Émerson Arcênio
Fernando do Valle
João Alves Parreira
Suplentes
Celso de Almeida Magalhães
Dario Farhat
João Augusto Fujiwara
Entidades Associadas
Associação Brasiliense de Vidraçarias (Abravid)
Presidente: Ronaldo Bittencourt Filho
Associação Catarinense das Empresas Vidreiras (Ascevi)
Presidente: Samir Cardoso
Associação dos Distribuidores Industriais e Revendedores de Vidros
do Estado do Paraná (Adivipar)
Presidente: Emerson Arcênio
Associação Mineira do Comércio Atacadista, Varejista e dos
Beneficiadores de Vidro (Amvid)
Presidente: Alexandre Pestana
Sindicato das Indústrias de Beneficiamento e Transformação de
Vidros e Cristais do Estado de São Paulo (Sinbevidros)
Presidente: Roberto Menedin
Sindicato do Comércio Varejista de Material de Construção, Maquinismo,
Ferragens, Tintas, Louças e Vidros da Grande São Paulo (Sincomavi)
Presidente: Reinaldo Pedro Correia
Sindicato do Comércio Atacadista de Vidros Planos, Cristais e
Espelhos de São Paulo (Sincavesp)
Presidente: Celso de Almeida Magalhães
Sindicato do Comércio Atacadista de Vidros Planos, Cristais e
Espelhos do Rio de Janeiro (Sincavidro)
Presidente: Roberto Ferreira da Silva
Sindicato das Indústrias de Vidros, Cristais, Espelhos, Cerâmica de
Louça e Porcelana no Estado do Rio Grande do Sul (Sindividro-RS)
Presidente: Carlos Heinen
Corpo Editorial
Diretor
Wilson Farhat Júnior
Editora e Jornalista-responsável Celina Araújo – MTb 29.080
Reportagem e Redação
Geisa Araújo Barbosa
Talita Fusco
Colaboradores
Beatriz Strawinsky
Leonardo Freitas
Preparador de Texto
Amorim Leite
Projeto Gráfico
Amanda Generozo
Editoração Eletrônica
Cristiane Martins Carratu
Assistente de Arte
Carolina Amorim
Redação e Departamento Comercial
Associação Nacional de Distribuidores e Processadores
de Vidros Planos (Andiv)
Rua Monte Alegre, 61, 11º andar, conj. 111, Perdizes
05014-000, São Paulo, SP
Tel: (11) 3873-9908, fax: 3873-9910
www.ovidroplano.com.br - [email protected]
Produção Gráfica
Verbus Comunicação
Rua Gama Lobo, 2.141, 04269-001, Ipiranga, São Paulo, SP
Tel. (11) 5068-3502 , [email protected]
4o
vidroplano
fevereiro 2008
Editorial
Substituição
tributária
Dario de Freitas
R
ecentemente, notamos, por parte de alguns governos estaduais,
a intenção de implementar o regime de substituição tributária
para certos produtos. Nesse modelo, o fisco elege o contribuinte de determinado elo da cadeia produtiva para ser o responsável pelo recolhimento do ICMS incidente sobre as operações subseqüentes, as quais
ficam desoneradas da responsabilidade tributária. É a chamada “substituição tributária para frente”.
Conceitualmente, esse modelo é aplicável em mercados que concentram em pequeno número de contribuintes a fabricação de bens de consumo acabados, facilitando a fiscalização por parte do governo, como ocorre
no mercado de cigarros, tintas e pneus, por exemplo.
A partir de então, o governo deve fixar uma Margem de Valor Agregado
(MVA) para o produto, ou seja, uma alíquota do imposto a ser recolhido
apenas uma vez em todas as operações a serem realizadas ao longo da cadeia produtiva.
No entanto, o que temos observado é que, motivados pelo impulso de
extinguir a sonegação fiscal, alguns governos propõem a aplicação da
substituição tributária em produtos que não atendem às características fundamentais do modelo, além de impor alíquotas de MVA fora da realidade
de mercado, aumentando ainda mais a já tão alta carga de impostos.
Wilson Farhat Júnior
Presidente da Andiv
Nesse panorama, as entidades de classe do setor vidreiro vêm fazendo
sucessivos contatos com o governo, no sentido de apresentar o funcionamento de nossa cadeia produtiva, suas particularidades e a inviabilidade
de aplicação da substituição tributária em nível estadual.
Sabe-se da grande dificuldade de controle da circulação de mercadorias
nas fronteiras entre os Estados, o que agrava o desequilíbrio nas relações
comerciais interestaduais. Acredito que, sem a implementação conjunta de
convênios de substituição tributária que proporcionem isonomia entre os
Estados, a adoção desse modelo é mais um fator para aumentar a já tão
conturbada guerra fiscal.
edição 422
Fale com o presidente!
Andiv
Todas as quintas-feiras,
das 16 às 18h
Tel.: (11) 3873-9908
[email protected]
5
Palavra do leitor
Qual é a
sua dúvida?
Envie-nos. Teremos prazer em
ajudar a esclarecê-la.
Fotos: divulgação
Vidro em delegacia
Gostaria de obter informações sobre o vidro utilizado
para reconhecimento de flagrante em delegacia. Ele
tem de permitir a visão de um só lado apenas, para
que o acusado não possa ver a pessoa do outro lado.
Em algumas delegacias, é colocado um vidro que só
permite a visão se a luz estiver mais forte de um dos
lados. Esse vidro é muito usado em bancos e, à noite,
quando as luzes internas se acendem permitem a visão da área interna claramente.
Existe um material que permita a visão de um lado
apenas, independente da luz? Gostaria de saber a especificação, pois fiz um projeto de delegacia que já
está em construção e preciso conseguir esse vidro o
mais rápido possível.
Lia Marinho
Arquiteto
São Paulo, SP
O vidro utilizado é o refletivo. Ele reflete a luz e impossibilita que se tenha a visão através dele do lado
que tem maior intensidade de luz. Nossa linha desse
produto é o SunGuard e você pode obter mais informações no site www.guardianbrasil.com.br. Em relação ao produto que possibilite a visão somente de um
lado, independente da luz, estou pesquisando no nosso
Centro de Tecnologia nos Estados Unidos e darei resposta assim que a tenha.
Antenor Robles Júnior
Gerente de Produção
Guardian Brasil
edição 422
Procura-se!
Gostaria de comprar placas de cristal clear ou extraclear para confecção de troféus. Estou sentindo enorme dificuldade de encontrar esse tipo de material.
Seria possível me informar o nome do importador ou
distribuidor desse material? Quem puder ajudar, entrar
em contato pelo telefone (11) 9701-4250 ou pelo email [email protected]
Sérgio Charoux
Designer
São Paulo, SP
Acesse a seção “Ache Fácil” no site da Andiv (www.andiv.com.br) e encontre fornecedores de diversos tipos
de vidro. Entre em contato com as empresas para esclarecimentos mais específicos.
9
Vidro para divisória
Qual norma especifica o vidro de uma divisória do
chão ao teto (com moldura de alumínio), que deve ser
instalada ao lado de um fogão (fonte de calor)? Qual
critério deve ser usado para decidir se deve ser temperado ou não? Que espessura esse vidro deve ter?
Felipe Barcellos
Belo Horizonte, MG
Não existe uma norma específica para essa aplicação.
No entanto, a NBR 7199, que trata sobre projeto, exe-
cução e aplicações de vidros na construção civil, faz
algumas citações sobre esse tema no item 4.7. Já nos
itens 4.4 a 4.6 há mais detalhes sobre especificação e
cálculo. Caso seja do seu interesse, acesse o site
www.cebrace.com.br. Em “Programa de Cálculo”, há
um software em que se podem obter informações/especificações sobre o vidro adequado para as condições
de que se necessita, ou seja, pressão de vento na condição de ambiente interno (600 PA de pressão).
Quanto ao tipo de vidro, o mais adequado, por questão de segurança, é o temperado, pois oferece maior
resistência contra impacto e quebra (caso das divisórias que estão mais sujeitas a acidentes) e variações de
temperatura (proximidade com uma fonte de calor).
Mas é importante ressaltar que o vidro temperado não
é um material à prova de fogo.
Remy Dufrayer
Engenheiro de Aplicação
de Produto
Cebrace
Dario de Freitas
Porta de vidro temperado
Gostaria de saber quem compra portas de vidro temperado usadas. Interessados devem entrar em contato
pelo e-mail [email protected]
Emerson Coelho
Rio de Janeiro, RJ
A empresa Pronto Socorro do Vidro, localizada em São
Paulo, compra portas de vidro temperado usadas. Para mais informações, acesse o site www.psdovidro.com.br ou ligue para (11) 6014-8787.
Participe!
Este espaço está reservado para
sua crítica, sugestão ou dúvida.
Entre em contato conosco!
Tel. (11) 3873-9908, fax 3873-9910
[email protected]
No mundo do vidro
Fotos: divulgação
por Beatriz Strawinsky
Style Dupla Face, da
UBV: suavidade e
translucidez ao vidro
de 3 mm.
Sobre os benefícios do produto
para o consumidor final, a gestora
de Produtos da UBV garante que
limpar o Style Dupla Face não demanda nenhum cuidado adicional.
“A textura do vidro é muito sutil,
não permite o acúmulo de sujeira”, completa.
Textura em dose dupla
A União Brasileira de Vidros
(UBV) acaba de apresentar mais
uma novidade ao mercado de vidros impressos. É o Style Dupla
Face, novo padrão que apresenta
os dois lados texturizados e garante maior translucidez ao vidro.
De acordo com a arquiteta e
gestora de Produtos da empresa,
Caroline Sanchez, o lançamento é
indicado para a aplicação em móveis, como portas de armários,
frentes de gavetas, estantes e racks. “O Style Dupla Face proporciona leveza aos móveis e protege
ainda mais os objetos que ficam
atrás do vidro”, afirma Caroline.
O processo de fabricação do vidro dupla face é quase idêntico ao
já conhecido vidro Style. Segundo
a fabricante, a diferença é que se
utilizam dois cilindros impressos e
não um impresso e outro liso, como acontece no desenvolvimento
14 o
vidroplano
do Style. Com textura delicada, o
corte manual ou automático do
produto pode ser feito com facilidade e a impressão nas duas faces
do vidro ainda diminui as chances
de ocorrer ondulações na chapa.
Incolor, o Style Dupla Face é encontrado em chapas de 1,70 x 2,40
m ou 1,70 X 2,60 m e espessura
Sob nova direção
As surpresas da UBV não ficam
apenas por conta de sua linha de
produtos. A companhia acaba de
anunciar o nome do executivo
Sérgio Minerbo para ocupar a cadeira da presidência. Graduado
em Engenharia Mecânica pela Es-
Lançamento é ideal para
aplicações em móveis
fevereiro
2008
cola de Engenharia Mauá e pósgraduado em Administração e Finanças pela Fundação Getúlio
Vargas (FGV), Minerbo já atuou
como diretor nas empresas Globalpack e Sonoco For-Plas. Na UBV,
ele será o responsável pela gestão
geral da companhia e responderá
pela estratégia, resultados e planos de investimentos ao conselho
de administração da empresa.
De acordo com o executivo, suas
principais metas serão finalizar a
implementação do novo forno da
UBV, previsto para ser inaugurado
em junho de 2008, e elevar a taxa
de crescimento da empresa, que
ficou em 15% no ano passado. “O
desafio da nova gestão é aumentar
a taxa de crescimento, consolidando mercados e comercializando
produtos diferenciados, produzidos a partir do novo forno.”
Mais informações:
www.ubvidro.com.br
Equipamento faz cortes precisos e delicados
Boa idéia que faz a diferença
Da necessidade de cortar garrafas para transformá-las em peças de
arte, como vasos e luminárias, surgiu a idéia de se desenvolver o cortador de garrafas de vidro. O que começou como hobby foi tão bem
recebido pelo mercado que, desde junho de 2007, a SV Soluções já
fabrica o produto em lotes.
Os cortes precisos são feitos por meio do calor. Basta ajustar a garrafa no equipamento, alinhar o fio de corte em torno do objeto e
acionar o cortador. Em seguida, é só utilizar uma lixa para dar acabamento à peça. Automático, o cortador de garrafas apresenta baixo
consumo energético, está disponível nas cores preta e cinza e nas
versões 110 ou 220 V.
Para a empresa, o equipamento vem ao encontro da tendência
mundial de preservação do meio ambiente, já que ele amplia a possibilidade de reciclar as garrafas, transformando-as em novos produtos, além de se constituir como fonte de renda para artesãos.
Mais informações: (11) 3657-5723
www.cortadordegarrafas.com.br
Minerbo: desafios são
implementar novo forno e
fazer a UBV crescer mais
edição 422
15
No mundo do vidro
Para qualificar
vidraceiros e vendedores
A segunda edição do Curso de
Vidro Temperado, promovido pela
Bend Glass, companhia de Contagem (MG) foi um sucesso entre os
profissionais do setor. Durante os
dias 8 e 9 de dezembro, cerca de
setenta pessoas de todo o Estado –
vidraceiros, vendedores e medidores – assistiram a dezoito horas do
curso ministrado por cinco diferentes palestrantes.
Em parceria com as empresas
Lâmina Temper e Tec-Vidro, o conteúdo do curso abordou pontos
como trabalhar de maneira eficiente com o vidro temperado, as
dúvidas de instalação, medição e
colocação e ainda as vantagens de
se seguir as normas reguladoras.
Em busca de
desenvolvimento
profissional
Em outubro de 2007, a New
Temper inaugurou mais uma têmpera de vidros na cidade de Rio
das Ostras (RJ). A próxima meta
foi investir cada vez mais na qualificação profissional de todos os
colaboradores. Para isso, realizou,
nos dias 25 e 26 de janeiro, o primeiro Curso Básico de Iniciação
ao Vidro Temperado, no Centro de
Qualificação Profissional, localizado na Zona Especial de Negócios
(ZEN) de Rio das Ostras.
Iniciativa do departamento de
treinamento da empresa, o curso
16 o
vidroplano
A iniciativa de oferecer cursos
surgiu quando a Bend Glass conquistou, em agosto de 2006, a certificação para seus vidros temperados fornecida pelo Instituto Falcão Bauer de Qualidade (IFBQ) e
pelo Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade
Industrial (Inmetro). Segundo a
empresa, com a conquista do selo
de qualidade, ficou clara a necessidade de especializar ainda mais
os colaboradores da Bend Glass. A
idéia é promover os cursos duas
vezes ao ano e a terceira edição já
está marcada para julho.
Mais informações: (31) 3361-5599
www.bendglass.com.br
foi ministrado pelo professor e engenheiro Pedro Pina Rogelio. As
empresas Cebrace, Glass Vetro e
Tec-Vidro – patrocinadoras do
evento – também enviaram representantes. No primeiro dia, falou
Remy Dufrayer, engenheiro de Apli-
cação de Produtos da Cebrace. No
dia 26, Marcelo Scachetti, da TecVidro, e Ricardo Costa, da Glass
Vetro, dividiram o microfone e
deram sua contribuição.
Mais informações: (21) 3448-8500
www.newtemper.com.br
fevereiro
2008
Boas-novas
para o Nordeste
Reconhecida por ter sido a primeira têmpera horizontal do Estado de Pernambuco, a Norvidro
anuncia novidades em Recife e em
Salvador. Após o trágico falecimento de seu diretor, Wilson Chaves, em outubro do ano passado,
a administração da empresa passou para as mãos de seus filhos,
Túlio e Eline Chaves (unidade Pernambuco), e de sua esposa, Louise Martins (unidade Bahia).
Segundo o trio, atualmente a
Norvidro conta com o maior estoque de vidros do Brasil e oferece o menor prazo de entrega para
toda a Região Nordeste. Nessas
bases, anunciam para 2008 mais
uma inovação: a implementação
de um controle de produção com
código de barras, o que permitirá
aos clientes acompanhar o posicionamento de seu pedido – desde a entrada até a expedição do
produto – online, pela Internet.
Mais informações: (81) 3376-4424
Setenta anos no Brasil
De forte tradição, a história da
companhia data de 1665, quando
o rei francês Luis XVI exigiu que a
Compagnie de Saint-Gobain fornecesse os espelhos que decoram
até hoje o suntuoso Palácio de
Versalhes. A empresa modificouse com o tempo, adaptando-se às
novas tendências e, atualmente,
Em dezembro, o Grupo SaintGobain comemorou seu 70º aniversário de chegada ao Brasil com
uma grande festa em São Paulo. O
grupo, que reúne empresas como
a Saint-Gobain Glass, Telhanorte e
Quartzolit, começou sua história
por aqui no século 19, quando adquiriu a Companhia Vidraria Santa
Marina. Só em 1937, porém, o
conglomerado fincou os pés em
terras brasileiras, após a compra
da Companhia Metalúrgica Barbará e Brasilit. O Brasil tornou-se,
então, o primeiro país fora da Europa em que a empresa se estabeleceu.
edição 422
Norvidro:
promessa de
entrega mais
rápida do
Nordeste
agrega um dos maiores pólos industriais do mundo.
“Ao longo destes setenta anos,
o grupo tem investido permanentemente em nosso País e tem
apresentado crescimento contínuo
de suas operações”, relata Luiz
Fernando Tirone, gerente-geral da
Saint-Gobain Glass. “Acredito que
o Grupo SaintGobain continuará colhendo bons
frutos no Brasil ao
longo dos próximos anos.”
Mais informações:
Tel. 0800-125125
www.saint-gobain-glass.com.br
17
Acontece
gora é oficial. A data e o
local da Casa Cor São Paulo
2008 já estão definidos.
A
maior mostra de arquitetura
e decoração da América
Latina estará aberta ao público de
21 de maio a 9 de julho, no Jockey
Club de São Paulo.
A
e acordo com os sites de
notícias, que vêm fazendo a
pré-cobertura do evento, o tema
deste ano será focado nas intimistas vilas das décadas de 1940 e
1950.
D
esta coM as,lunistaporeenquanto,
seus leitores terão
de disfarçar a ansiedade.
m 2007, no mesmo local,
foram apresentados 67 ambientes diferenciados a partir da
idéia de se transformar a segunda
tribuna do hipódromo num condomínio de luxo.
E
esta-nos fazer contagem regressiva até 21 de maio, para que possamos, então, conferir
todas as novidades preparadas para a edição 2008 da mostra.
R
LM Vidros, com sede em
Campo Grande e filial em
São Paulo, acaba de anunciar o
novo número de telefone da matriz.
A
partir de agora, quem quiser
entrar em contato com a
empresa na capital sul-matogrossense deve ligar para (67) 33032433 (PABX) ou 3303-2434 e 33032435 (fax).
A
Vidros especiais
Eles são
de arrasar
Divulgação Schott
Esbanjando tecnologia, vidros especiais surpreendem
até os consumidores mais exigentes
Robax: ambiente aquecido sem
riscos e sem sujeiras
22 o
vidroplano
O
tempo em que se escolhiam produtos baseando-se apenas no preço ficou para
trás. Hoje, procura-se algo mais. No caso
do vidro, beleza sempre fez parte do produto e, como
em todas as áreas, qualidade virou obrigação. Então, o
que fazer para superar as expectativas dos usuários?
Oferecer benefícios inimagináveis há alguns anos foi a
alternativa encontrada.
Muito mais do que um material transparente usado
para fechar vãos, esses vidros – cada qual com sua ca-
fevereiro 2008
Patrice Heilmann / Schott
Divulgação Guardian
Light Points:
‘leds’
garantem
resultados
surpreendentes
nas mais
variadas
aplicações
Massa Negra:
Ebony
DiamondGuard,
na biblioteca
criada pela
arquiteta Zize
Zink para a
Casa Cor SP
2007
racterística – surpreendem qualquer um: emitem luzes,
são contentores de chamas, bloqueiam calor, são ecologicamente corretos... e por aí afora.
Aliás, a tendência para os próximos anos é que os
vidros especiais invadam um número maior de casas,
edifícios e outras construções. Pelo menos é o que
prometem as indústrias que, para isso, vêm investindo
pesado no desenvolvimento de produtos com alto
valor agregado. Apenas como referência, a Guardian,
multinacional com atuação no Brasil, chega a paten-
edição 422
tear mais de cinqüenta produtos, processos e aplicações a cada ano.
Apesar de o preço desses vidros hi-tech serem
maiores do que os vidros comuns graças ao seu custo
de fabricação mais alto, os clientes já começam a dar
sinais de que estão dispostos a investir mais para ter
acesso a um artigo funcional e diferenciado.
De acordo com o engenheiro de Aplicação de Produtos da Cebrace, Remy Dufrayer, mostrar a um número maior de pessoas os benefícios que os vidros es-
23
Divulgação Guardian
peciais podem oferecer é o desafio do setor. Viviane
Moscoso, gerente-adjunta de Vendas da empresa alemã Schott, concorda que o êxito está nas mãos dos
fabricantes. “O consumidor final aceita (e muito bem)
o produto quando o conhece e lhe são explicadas as
vantagens e desvantagens em relação a um vidro
comum”, afirma.
Pensando em quem ainda não está por dentro de
tudo o que há de mais moderno nesse segmento, a
reportagem de O Vidroplano foi a campo e separou algumas preciosidades disponíveis no Brasil. O resultado dessa pesquisa você confere a partir de agora.
Mostra Artefacto Haddock Lobo 2007: Espelho
DiamondGuard no Espaço Gourmet de Débora Roigh
Fotos: divulgação Cebrace
Cool Lite: primeiro vidro ecologicamente correto
desenvolvido pela Cebrace
24 o
vidroplano
Inovação a prova de fogo
Imagine um vidro aparentemente comum, mas capaz de controlar chamas e, simultaneamente, transmitir calor de modo seguro. Essa é a descrição do Robax,
desenvolvido pela Schott na Alemanha e já comercializado no Brasil. Utilizado especialmente em lareiras,
o Robax é uma opção arrojada que complementa esse
item charmoso e aconchegante de uma casa. Aos mais
preocupados com o quesito segurança, a fabricante
logo ressalta: não existe risco de o Robax se quebrar
ou trincar e provocar acidentes por causa de calor excessivo.
O processo de fabricação se assemelha ao de um
vidro comum. A grande diferença é a técnica de ceramização, quando o vidro passa num forno especial
que alcança os 900oC, o que garante ao produto final
maior resistência ao calor e transferência segura de
temperatura.
Tem luz e não tem fio
Os vidros com leds surpreendem qualquer pessoa
que não tenha participado das feiras de vidro internacionais nos últimos anos. O Light Points, também
desenvolvido pela Schott, é um deles. Consiste em um
vidro incolor com pequenos pontos de luz – os chamados leds – disponíveis nas cores azul, branco, vermelho e verde ou numa combinação entre essas tonalidades.
A carga elétrica é transmitida através de uma película, com espessura inferior a um fio de cabelo, que
fevereiro 2008
leva iluminação aos leds e garante efeitos impressionantes num ambiente. Ideais para os que desejam
levar tecnologia inovadora para fachadas, letreiros comerciais e luminárias, entre outros. Além dos diferenciais estéticos, o Light Points oferece alta segurança, já
que por ele não circula energia elétrica, mas, sim, uma
luz fria.
Dez vezes mais resistentes
Ideal para ser aplicado em móveis, a Guardian desenvolveu um produto com alta resistência a riscos, algo semelhante à rigidez de um diamante – o cristal
DiamondGuard. Ao longo do processo de sua fabricação, explica a empresa, aplica-se, em uma das faces
do vidro, por meio de um processo de bombardeio iônico de carbono, uma camada protetora resistente à
abrasão. Resultado: o cristal se torna dez vezes mais
resistente a riscos e arranhões que um vidro comum e
ainda ganha durabilidade e beleza.
O sucesso dessa tecnologia foi tão grande que a
empresa decidiu aumentar a família e lançou também
o espelho DiamondGuard e o cristal Ebony DiamondGuard, ambos com a alta resistência de seu precursor.
O Ebony DiamondGuard é feito com matéria-prima
naturalmente negra, ou seja, o vidro ganha a cor preta
já na massa, durante sua fabricação. Até as bordas do
cristal são escurecidas, o que dispensa os processos
de pintura ou serigrafia.
Conforto ambiental
Investindo desde 1996 em vidros diferenciados que
se constituam como aliados da preservação do meio
ambiente, a Cebrace conta com uma linha de produtos
que visa à melhoria do conforto ambiental, especialmente o térmico. O primeiro item a ser produzido no
País foi o Cool Lite, que dificulta a passagem do calor
e garante privacidade ao ambiente, além do fator visual. Disponível em várias cores e dimensões, esse vidro consegue ressaltar o diferencial estético de uma
obra e se torna ótima escolha para fachadas, janelas,
sacadas e coberturas. A diferença está no processo
offline (a vácuo), onde se forma uma camada metálica
no vidro, responsável pelo conforto térmico. Assim
edição 422
Preservando o meio ambiente: Ecolite atua no
controle solar e na conservação de energia
Beleza, privacidade e
conforto térmico: pontos
altos do Reflectafloat
25
Divulgação Cebrace
Bioclean: camada
protetora impede
que partículas
de sujeira se
acumulem na parte
externa do vidro
Divulgação Guardian
também é o Eco Lite, que, além de controlar a transmissão luminosa e reduzir a entrada de calor no ambiente, tem baixa reflexão e alta transparência.
Esse mesmo conceito norteia o Reflectafloat, também fabricado pela Cebrace. Durante o processo pirolítico (camada a quente), o vidro recebe a pulverização de um gás que formará uma camada capaz de
refletir luz e calor, proporcionando, assim, o conforto
térmico e a proteção dos ambientes contra os raios
ultravioleta (UV).
A multinacional Guardian também apostou numa
linha de vidros inteligentes para conforto ambiental e
eficiência energética. Obtida pelo processo a vácuo
combinado ao Silacoat Process (tecnologia patenteada
pela Guardian que confere maior durabilidade mecânica e química ao vidro, além de superiores propriedades óptica e de controle solar), a série Sun-Guard é
composta por vidros que bloqueiam a luz solar, diminuindo o ganho de calor e, simultaneamente, maximizando a transmissão luminosa natural aos ambientes. O destaque da linha é o Sun-Guard Low-e (baixo
emissivo), que, além de intensificar o conforto térmico, não apresenta o efeito espelho das fachadas.
Edifício Faria Lima Square, em São Paulo: conforto
térmico e eficiência energética com o Sun-Guard
Solar Green 20
26 o
vidroplano
Facilidade para limpar
Mais um produto ecologicamente correto é o Bioclean, da Cebrace. Por ser autolimpante, a escolha em
utilizar o Bioclean em janelas, fachadas e coberturas
implica a redução do consumo de água e dos im-
fevereiro 2008
OS ESPECIAIS NA INTIMIDADE
Nome
Vantagens
Fabricante
Téc. fabricação
Aplicações
Cores
Medidas
Espessuras
País fabric.
Bioclean
Autolimpante, proporciona menor consumo de água e detergentes, menor impacto ambiental, grande visibilidade
Cebrace
Float e pirolítico
Janelas, fachadas, coberturas,
guarda-corpos
Incolor
3,21 x 2,25 m
4 mm
França
Cristal
DiamondGuard
Dez vezes mais resistente a riscos e arranhões que um vidro comum
Guardian
Bombardeio Iônico de Carbono
Mobiliários
Incolor
2,2 x 3,21 m e
2,4 x 3,21 m
6,8,10,12,15
e 19 mm
N.I
Cristal Ebony
DiamondGuard
Dez vezes mais resistente a riscos e arranhões que um vidro comum, dispensa
processo de pintura ou serigrafia
Guardian
Bombardeio Iônico de Carbono
Mobiliários e revestimento de
superfícies de paredes
Preto
2,2 x 3,21 m
10,12 e 15 mm
N.I.
Cool Lite
Conforto térmico, estética, privacidade,
redução da transmissão dos raios UV
Cebrace
Float e offline
Janelas, fachadas, coberturas,
guarda-corpos
Cores
padrões
3,21 x 2,2 m e
3,21 x 2,4 m (*)
3 e 4 mm (*)
Brasil
Eco Lite
Conforto térmico, baixa reflexão, transparência, baixa transmissão dos raios UV
Cebrace
Float e offline
Janelas, fachadas, coberturas,
guarda-corpos
Incolor e
verde
3,21 x 2,2 m e
3,21 x 2,54 m
4 e 6 mm
Brasil
Espelho
DiamondGuard
Dez vezes mais resistente a riscos e arranhões que um espelho comum
Guardian
Bombardeio Iônico de Carbono
Mobiliários e revestimento de
superfícies de paredes
Incolor
2,2 x 3,21 m
6,12 e 15 mm
N.I
Light Points
Apresenta pontos de luz sem circulação
de energia elétrica. Temperatura reduzida, por se tratar de uma luz fria
Schott
N.I
Iluminação e decoração de áreas
internas e externas
Luz azul,
branco, verde
e vermelho
Sob consulta
Sob consulta
Alemanha
Optiview
Anti-reflexo, extremamente claro (extra
clear), baixa reflexão
Cebrace
Float e pirolítico
Fachadas, coberturas, divisórias
Incolor
3,30 x 2,44 m
3,15 e 6 mm
Estados
Unidos
Plumbífero
RD30 e RD50
Garante proteção contra a radiação dos
equipamentos médicos
Schott
N.I
Salas de raios X, salas de radioterapia, clínicas, laboratórios
Incolor e
amarelado
2,4 x 1,7 m e
até 1,05 x 2,1 m
6 mm e 5 a
22 mm
Alemanha
Reflectafloat
Conforto térmico, estética, privaci-dade,
redução da transmissão dos raios UV
Cebrace
Float e pirolítico
Janelas, fachadas, coberturas,
móveis, eletrodomésticos
Incolor, verde
e cinza
3,21 x 2,0 m;
3,21 x 2,2 m;
e 3,21 x 2,4 m
3,15; 4; 5; e
6 mm
Brasil
Robax
Contém a chama e permite que a radiação de calor passe pelo vidro e aqueça
o ambiente, sem riscos e sem sujeiras
Schott
Processo de ceramização
Lareiras, painéis para refletores e projetores luminosos
Incolor
1,95 x 1,10 m
4 mm
Alemanha
SatinDeco
Evita marcas de impressão digital
Guardian
N.I.
Interiores, bancadas, boxes, lavanderias e cozinhas
Translúcido
2,2 x 3,21 m e
1,9 x 3,21 m
4, 6, 8 e 10 mm
N.I
SGG
MasterGlass
Vidro impresso com gravações suaves,
simetrias eqüidistantes, diferentes níveis
de transparência
Saint-Gobain
Glass
N.I
Projetos de arquitetura e decoração
Incolor
3,21 x 2,0 m;
3,3 x 2,04 m;
e 2,52 x 2,04 m
4, 6 e 8 mm
(**)
Alemanha
Sun-Guard
Low-e
Conforto térmico, baixa reflexão
Guardian
A vácuo e Silacoat Process
Janelas, fachadas e coberturas
On clear e
on green
2,2 x 3,21 m (*)
4 e 6 mm
N.I
N.I.: Não informado
/
(*) Outras medidas e espessuras, sob consulta
/
(**) Para os modelos Master-Carré e Master-Point, também disponível 10 mm
Divulgação Cebrace
Fotos: divulgação Saint-Gobain Glass
Nitidez e visibilidade asseguradas
com o vidro Optiview, da Cebrace
pactos ambientais de maneira geral. A técnica de fabricação alia o processo float ao pirolítico (camada a
quente) e é nessa segunda fase que se encontra o
diferencial do produto: no processo de deposição de
camada pirolítica, mais precisamente no momento em
que o vidro está se solidificando, este recebe a pulverização de um gás que forma uma camada protetora
sobre a superfície.
O Bioclean diminui a incidência de partículas de
sujeira no lado externo do vidro, impedindo, assim,
que elas se acumulem em sua superfície. Tem-se, então, a superfície externa do vidro sempre limpa e o
uso da água e de materiais de limpeza diminuído.
Outro lançamento no País é o vidro SatinDeco, fabricado pela Guardian. De cor branca translúcida, ele
consegue evitar marcas de impressão digital. É recomendado para aplicação em interiores, bancadas e fechamentos de boxes, lavanderias e cozinhas.
No alto, Master-Lens; acima, Master-Carré,
da linha Masterglass: gravações suaves e
texturas diferenciadas conferem charme
à decoração de ambientes
28 o
vidroplano
A serviço da humanidade
Os vidros Plumbífero – RD30 e RD50, desenvolvidos pela Schott, são verdadeiros aliados da saúde. Utilizados, principalmente, em salas de radiografia, radioterapia e em laboratórios de pesquisas e de testes de
materiais, eles são vidros anti-radiação, capazes de
fevereiro 2008
Divulgação Schott
proteger profissionais e pacientes contra os raios X e
Y, nocivos à saúde.
Seleção especial
A linha SGG Masterglass, produzida na Alemanha e
recém-lançada no Brasil pela Saint-Gobain Glass, traz
detalhes adicionais aos vidros impressos tradicionais.
Composta por cinco tipos de vidro – SGG Master-Carré, SGG Master-Ligné, SGG Master-Point, SGG MasterRay e SGG Master-Lens –, ela se caracteriza pela massa
de vidro extraclara, por gravações suaves e simetrias
eqüidistantes, apresentando textura diferenciada, o
que confere um toque ainda mais especial aos vidros.
Os diferentes níveis de transparência proporcionam
maior ou menor privacidade, a critério do cliente.
O vidro anti-reflexo Optiview, desenvolvido pela
Cebrace, fecha essa lista especialíssima. No processo
pirolítico, o vidro é pulverizado e forma uma camada
responsável pela quase nula reflexão de imagens.
Ideal para divisórias, vitrinas, fachadas e coberturas.
Ilustração mostra o vidro Plumbífero aplicado em
laboratório: proteção contra os raios X e Y dos
equipamentos médicos
Fale com eles!
Cebrace
www.cebrace.com.br
Saint-Gobain Glass
www.saint-gobain-glass.com.br
Guardian
www.guardianbrasil.com.br
Schott
www.schott.com
Opinião
A favor
do mercado
Ligia Amorim, diretora-geral da Nielsen, revela: feira
divulgará dados de pesquisa sobre mercado vidreiro
T
ransamerica Expo Center, em São Paulo. É
ali, que, de 8 a 10 de
maio, construtores, vidraceiros,
processadores, distribuidores, arquitetos e designers serão recebidos para o maior evento vidreiro
da América Latina: a 8ª Glass South America. A mostra bienal, organizada pela Nielsen Business Media Brasil (ex-VNU Business Media), reuniu, em sua última edição,
em 2006, 180 expositores e mais
de 12 mil visitantes. Este ano, em
meados de fevereiro, quando se
fechava esta edição de O Vidroplano, 95% do espaço estava vendido e o número de expositores
estava na casa dos 220 (são 25%
de novos expositores), distribuídos em 12 mil m2.
Desde o encerramento da 7ª
edição da mostra, os organizadores vêm apresentando alterações
na empresa para melhor atender o
mercado. Uma delas se deu em
outubro de 2006, quando Ligia
Amorim assumiu as operações da
VNU tanto no Brasil como na
América Latina. Experiente no gerenciamento de feiras, ela atuou,
inclusive, como diretora-geral da
edição 422
Fotos: Dario de Freitas
subsidiária brasileira da Messe
Frankfurt GMbh. Em seguida, a
empresa anunciou sua nova identidade corporativa. A VNU Business Media passou a ser conhecida como Nielsen Business Media.
Espera-se da Glass South America 2008 o mesmo sucesso das
anteriores, mas com propostas novas e aprimoradas em cima do trabalho que já vinha sendo feito.
A poucos meses da realização
da feira, Ligia recebeu, com exclusividade, a reportagem de O Vidroplano na sede da Nielsen, em Cotia, São Paulo. Além das novidades que estarão à espera dos visitantes na Glass South America, a
executiva falou pela primeira vez
sobre seu mais novo projeto, em
parceria com a Associação Nacional de Distribuidores e Processadores de Vidros Planos (Andiv):
uma pesquisa sobre o mercado vidreiro, a ser realizada pelo Grupo
Nielsen, mundialmente reconhecido pelo trabalho nesta área.
O Vidroplano – Qual é sua visão
da Glass South America e como a
Nielsen está procurando trabalhar
a próxima edição do evento?
“Durante a Glass South
America, além de
oferecermos o espaço de
divulgação dos produtos e
um ponto de encontro do
mercado, divulgaremos,
também, algumas
informações de pesquisa
para o setor vidreiro”
33
“A Glass South America é
o primeiro exemplo dentro
da Nielsen Business
Media, e eu diria no
mundo, em que uma feira
e uma associação, a
Andiv, se unem para
desenvolver uma
pesquisa de mercado”
“A Nielsen esteve no
mercado internacional
divulgando a Glass South
America como ponto de
encontro do mercado da
América Latina”
34 o
vidroplano
Ligia Amorim – A equipe que estava trabalhando na feira já era
muito boa e melhorar algo que está funcionando bem foi o primeiro
grande desafio. Ao lado disso, tivemos novas idéias e iniciativas.
Uma delas, que reflete o posicionamento estratégico da empresa
de proporcionar interatividade entre as diversas áreas de nosso grupo, é o trabalho que nossa Divisão
de Pesquisas está desenvolvendo
em parceria com a Andiv. O objetivo é entender melhor o nível de
conhecimento do produto e o processo de decisão de compra do
vidro. Isso significa que, durante a
feira, nós, além de oferecermos o
espaço de divulgação dos produtos – um grande ponto de encontro do mercado –, divulgaremos,
também, algumas informações importantes sobre o setor vidreiro
para que nossos expositores possam programar melhor as suas estratégias de negócio, de acordo
com as demandas de mercado.
O Vidroplano – Qual é a importância do desenvolvimento de uma
pesquisa de mercado para a organização da Glass South America?
Ligia – Esse é o trabalho integrado
da Nielsen e um de nossos grandes diferenciais competitivos. A
empresa oferece serviços que auxiliam as empresas, nossos clientes, a entender melhor os seus
mercados e como crescerem de
forma integrada, aberta e efetiva.
A pesquisa para o setor vidreiro é
o primeiro exemplo dentro da Nielsen Business Media – e eu diria
no mundo – em que uma feira e
uma associação se unem para desenvolver uma pesquisa de mercado. Ou seja, nossa missão é desenvolver um mercado e não apenas um evento. Como a feira é importante e a pesquisa também, começamos a criar várias ferramentas que auxiliam os profissionais
das empresas a aprimorar novos
produtos, a procurar novas tendências, a ter mais conhecimento
de como chegar ao cliente e de
como é o processo de compra
desse produto. Este é o nosso
trabalho: criar pesquisas, eventos,
seminários e congressos que permitam que o mercado cresça e
evolua de forma consistente.
O Vidroplano – Se comparada às
edições anteriores da feira, a de
2008 já é a maior?
Ligia – A feira será realizada apenas em maio, mas 95% dos espaços disponíveis estão vendidos.
Ou seja, não necessariamente quem
decidir expor agora encontrará
espaço. Estamos com, aproximadamente, 220 expositores, sendo
que 25% são novos.
O Vidroplano – A que se atribui esse sucesso de número de expositores?
Ligia – Acho que podemos atribuir isso basicamente ao trabalho
que a Nielsen tem em se propor a
trazer o visitante certo para dentro
da feira. Hoje em dia, é muito comum se organizar feiras de tamanhos diversos, esquecendo-se do
objetivo principal da exposição,
que é adequar as expectativas dos
fevereiro 2008
expositores à realidade de quem
visita a feira. Ou seja, entender a
estratégia de marketing dos seus expositores e fazer com que os clientes que esses expositores querem
encontrar participem do evento.
O Vidroplano – Como atrair os visitantes que os expositores querem
encontrar na feira?
Ligia – Isso se faz por meio de
marketing direcionado muito bem
focado, levando, assim, aquele profissional que interessa. A quantidade não é tão importante, mas,
sim, a qualidade. A Nielsen esteve
no mercado internacional divulgando a Glass South America como ponto de encontro do mercado da América Latina. Pela primeira vez, tivemos a presença dos nossos profissionais em vários eventos europeus buscando divulgar o
mercado brasileiro potencial e o
que é esse evento.
Nosso objetivo é criar uma massa
crítica de visitantes que marquem
presença na feira e vejam o que
estamos fazendo de bem feito e,
eventualmente, trazer novas idéias
de fora. Participar de uma feira
não é somente expor produtos e
serviços e gerar contatos, é oportunidade de avaliar a concorrência, de fazer parcerias, de discutir
o mercado com toda a cadeia produtiva e divulgar sua marca.
O Vidroplano – Como está a participação das fábricas de vidro nessa edição da Glass South America?
Ligia – Em 2006, a decisão estratégica desses clientes foi a de não
edição 422
participar da feira. Assim que entrei na Nielsen, minha tarefa foi
reunir-me com todos os diretores
de marketing dessas empresas e
entender qual é a estratégia de
marketing deles. Mostramos que a
Glass South America, no formato
que tem hoje, com trabalho diferenciado de marketing e com o
aprimoramento que estamos fazendo na divulgação, a feira volta
a ser a excelente ferramenta de
marketing para essas fábricas. O
resultado disso é que todas elas
estão dentro da Glass.
O Vidroplano – Quais são as outras novidades no trabalho para
esta edição?
Ligia – Primeiro, a mudança completa no foco da divulgação. Ou
seja, começamos a apresentar a
Glass South America mais profissionalmente para mercados distintos. A segunda é a divulgação da
8ª Glass: maior evento
vidreiro da América Latina
Divisão
O maior evento de tecnologia e design em vidro na
América Latina será dividido
em dois pavilhões. No Glass
South America Design, arquitetos, especificadores e
construtores encontrarão aplicações de vidro para as indústrias de construção civil,
moveleira, automotiva e eletrodomésticos. Transformadores, distribuidores e vidraceiros poderão encontrar máquinas, equipamentos e acessórios para processamento
de vidro no pavilhão Glass
South America Tecnologia.
35
pesquisa que o grupo Nielsen está
realizando junto com a Andiv. Outro ponto forte é manutenção da
divisão física do pavilhão – temos
o design e a tecnologia muito bem
determinados facilitando a visitação. O último passo é a formatação de dois seminários que acontecerão em paralelo com a feira.
“As fábricas de vidro do Brasil
estão de volta. A feira volta a
ser a excelente ferramenta de
marketing para elas.”
Você quer
visitar?
Os interessados
em visitar a
Glass South America
podem se credenciar
antecipadamente
no site
www.glassexpo.com.br
Você quer
expor?
As empresas que têm
interesse em mostrar seus
produtos durante a feira
devem entrar em contato
com Silvia Barbugian (Bia),
pelo telefone
(11) 4613-2003 ou e-mail
[email protected]
36 o
vidroplano
O Vidroplano – Qual é o objetivo
ao oferecer aos visitantes outros
atrativos além da exposição?
Ligia – Hoje em dia, como as pessoas estão muito ocupadas, tirar o
profissional do escritório é muito
difícil. Então, é preciso criar atrativos para que ele vá a uma feira
não só para ver produtos, conhecer novas tecnologias e pessoas,
mas, também, para se atualizar
com aquilo que está acontecendo
dentro do mercado e com ferramentas importantes para o seu
dia-a-dia. Um profissional não sai
do outro lado da cidade para ir a
uma feira porque simplesmente
acontecerá uma feira. Ele vai porque tem interesse específico. No
momento em que se começa a distribuir e a disseminar conhecimento, tem-se grande valor adicionado. Também em parceria com a
Andiv, estamos trabalhando para
criar, dentro da feira, seminários e
conferências que possam agregar
valor ao profissional e às empresas de forma geral.
O Vidroplano – Quais as dicas para que os visitantes possam aproveitar melhor a Glass South America, principalmente aqueles que
estão distantes de São Paulo?
Ligia – Sugiro que visitem o site
da Glass, vejam a lista de expositores com antecedência e verifiquem quais produtos serão lançados. É preciso planejar a viagem,
não se pode perder tempo. Outro
ponto é se informar sobre o que
os seminários oferecerão. O agendamento de reuniões com expositores precisa ser feito antes mesmo de se chegar à feira, para a visita ser mais produtiva. O importante é se planejar buscando informações detalhadas e realizando,
com antecedência, seu pré-credenciamento, para desta forma,
evitar filas durante o evento. Os
organizadores da feira poderão
ajudar, dando informações dos
produtos que desejam verificar.
Portanto, em vez de o visitante ficar circulando pela feira, ele irá ao
lugar certo de acordo com os seus
interesses. O planejamento antecipado cria um ambiente de negócios cada vez mais eficiente. Recomendo, também, que se reserve
um tempinho para aproveitar as
opções de lazer que São Paulo
oferece: peças de teatro, shows
musicais, restaurantes...
Fale com eles!
Nielsen Business Media
Tel. (11) 4613-2000
www.glassexpo.com.br
fevereiro 2008
Capa
Ah, se todo branco
fosse assim...
s: Da
rio
Foto
P
or mais apressado que
estiver, quem trafegar
pela Marginal do rio Pinheiros, em São Paulo, próximo às
avenidas Rebouças e das Nações
Unidas, arregalará os olhos ao se
deparar com uma gigantesca torre
inteiramente revestida de vidros
especiais. Erguido em local privilegiado, junto ao Shopping Eldorado, um dos mais tradicionais da
cidade, o Eldorado Business Tower impõe sua moderna arquitetura como cartão postal da região.
Uma das características fortes
da torre é o revestimento de suas
fachadas de vidro branco e aberturas e janelas de vidro esverdeado. No total, o edifício possui mais
de 34 mil m2 do material – aproximadamente 3 mil peças de vidro
em 830 diferentes medidas. Decoração, halls internos dos elevadores, coberturas, marquises, guarda-corpos e fechamentos do térreo e da passarela de interligação
com o Shopping Eldorado ganharam a transparência do vidro.
de F
reitas
Cor em vidro de fachada é destaque
em prédio comercial em São Paulo
Eldorado
Business
Tower:
revestimento
da fachada
tem vidros
brancos;
aberturas e
janelas são
de vidro
esverdeado
A escolha
Desde o início do projeto, a
idéia era diferenciar o edifício El-
edição 422
41
Cobertura envidraçada:
passarela que interliga o
edifício ao shopping
Você sabia...
... que o Eldorado
Business Tower tem
141 m de altura
(limite estipulado
pela Agência
Nacional de Aviação
Civil – Anac para a
região) e 32
andares?
42 o
vidroplano
Entenda o Leed
Leadership in Energy and Environmental Design (Leed) é um sistema de classificação de edificações a partir de critérios de sustentabilidade ambiental em diferentes categorias. Desenvolvido pela organização United States Green Building Council (USGBC), o Leed envolve pré-requisitos obrigatórios, que não valem pontos, e um sistema de pontuação cumulativa que permite às edificações obter diferentes classificações.
dorado Business Tower na paisagem urbana como sendo um ícone branco.
Após pesquisa e comparação
com outros revestimentos, como o
granito e o porcelanato, optou-se
pelo vidro branco com o objetivo,
também, de diminuir o consumo
de energia e atender os pré-requisitos do Leadership in Energy
and Environmental Design (Leed)
– certificação para edifícios sustentáveis residenciais e comerciais
concedida pelo Conselho de Green Building (Construção Verde)
dos Estados Unidos (veja quadro).
“Uma das exigências do Leed é
que as características do vidro diminuam drasticamente o consumo
de energia”, explica Luís Fernando
Bueno, diretor de Engenharia da
Gafisa, empresa responsável pela
construção, gerenciamento e consultoria do Business Tower. Isso
significa que a porcentagem de
energia calórica absorvida pelo
vidro deverá ser menor que 80%,
enquanto a porcentagem de calor
que passa para o lado interno deverá ser menor que 32%.
fevereiro 2008
Sob a cabeça:
marquise do
Eldorado
Business Tower
Ecologicamente correto
Na fachada, foram utilizados
mais de 12 mil m² de vidro extraclear serigrafado temperado branco, cerca de 10 mil m² de laminado verde Sunergy – verde translúcido com baixa reflexibilidade
(9%), coeficiente de sombreamento de 0,3 e transmissão luminosa
de 75% – e 6 mil m² de temperado
serigrafado verde. As espessuras
vão de 6 a 10 mm devido às variações de pressão exercidas pelo
vento de acordo com a altura. Ou
seja, quanto mais alto o prédio,
maior a pressão; logo, maior a espessura do vidro.
“Todos os vidros brancos foram
importados da Holanda e Bélgica
e têm como principal característica
ser um vidro extraclear”, explica
Luís Fernando “O material possui
uma massa muito mais transparente, menos esverdeada, possibilitando, assim, um tom muito mais
edição 422
branco, além de todos os vidros
externos contarem com um tratamento para facilitar a limpeza.”
Internamente, na decoração, foram colocados mais de 3 mil m²
de vidros brancos e 726 m² de vidro temperado incolor. Os envidraçamentos do térreo e passarela
ganharam 818 m² de laminado
temperado incolor de 12 mm com
Recepção: vê-se desse ponto material branco instalado na fachada
43
Beleza pura: revestimento
da fachada com vidros
brancos (acima) e
cortina de vidro sob
escada rolante (ao lado)
laminação simples, isto é, dois vidros de 6 mm intercalados com
uma película de polivinil butiral
(PVB). Foram utilizados, também,
459 m² de laminado temperado incolor 16 mm (8 mm + PVB + 8 mm),
além de 173,93 m² de laminado
temperado incolor de 30 mm com
laminação múltipla.
No Eldorado Business Tower é
possível visualizar mais de 190 m²
de laminado temperado de 20 mm
nos guarda-corpos.
Dimensão: no
total, são mais
de 34 mil m 2 de
vidro –
aproximadamente
3 mil peças em
830 diferentes
medidas
Fale com eles!
Gafisa
Tel. (11) 4197-1900
www.gafisa.com.br
Direto da Andiv
CNV: nota dez na
categoria certificação
Empresa passa pelas auditorias e ensaios e conquista
o selo Inmetro/IFBQ para os temperados
C
arnaval? Que nada! Enquanto foliões do Brasil inteiro se preparavam para se divertir nos dias da
festa, a empresa CNV passava pelas auditorias, pelos ensaios em laboratório e finalizava o processo
de certificação do seu forno horizontal. Agora, a empresa vidreira,
de propriedade dos sócios Elaine
Cristina Albuquerque da Silva, Edmilson Modesto da Silva e Claudecy Ferreira Albuquerque da Silva, exibe em seus vidros temperados o selo de garantia de qualidade do Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro) e Instituto
Falcão Bauer da Qualidade (IFBQ).
A CNV iniciou suas atividades
em 1981. Inicialmente, no bairro
do Grajaú, em São Paulo, a empresa atuou na instalação de vidros comuns para consumidores.
Em 1987, mudou seu alvo para
distribuição para vidraceiros e serralheiros. Em 1996, construiu seu
próprio galpão na Avenida Cupecê, em São Paulo, onde começou
a investir em máquinas para beneficiamento, atraindo, assim, além
de vidraceiros e serralheiros, mo-
edição 422
Fotos: divulgação
veleiros, arquitetos e decoradores.
Hoje, a empresa possui três unidades e está sempre em busca de
aperfeiçoamento para atender seus
clientes da melhor forma possível.
Prova disso é a conquista da certificação.
Comemoração:
CNV conquista a
certificação de
seus vidros
temperados em
fevereiro deste ano
A conquista
Jefferson Marinho Albuquerque, supervisor de Atendimento
da CNV, acredita que o selo Inmetro/IFBQ proporciona mais segurança e confiabilidade aos clien-
49
Os sócios Elaine Cristina, Edmilson e Claudecy: cliente tem
produto com garantia assegurada
tes, os quais, agora, poderão constatar, por meio da certificação, a ótima qualidade dos produtos fornecidos pela companhia. “A CNV
sempre busca um diferencial para
oferecer produtos de alta qualidade aos seus clientes”, explica Jefferson. “Para isso, estamos sempre
atentos e dispostos a cumprir as
exigências do mercado.”
O processo de certificação durou um ano e dois meses para ser
concluído, revela o supervisor.
“Poderíamos ter feito em menos
tempo. Porém, acompanhamos todas as etapas com muita dedicação e cautela para que o resultado
fosse o melhor possível e estamos
muito satisfeitos com o empenho
de nossa equipe.”
Participação especial
Membro da Associação Nacional de Distribuidores e Processadores de Vidros (Andiv), a CNV
aproveitou, além dos descontos
nas taxas de certificação, a consultoria gratuita de Eduardo Rodrigues. Segundo Jefferson, o apoio
do consultor foi de fundamental
importância na conquista do certificado, pois o trabalho foi feito
com muita competência e seriedade para que a CNV obtivesse o
melhor resultado possível.
A empresa não contou apenas
com o apoio do consultor da Andiv. Os funcionários foram fundamentais nessa conquista. “Todos
se dedicaram muito e estavam em
sincronismo um com o outro. Essa
Testada e aprovada:
empresa passou
pela consultoria,
auditoria e ensaios
Fale com eles!
Andiv
Tel. (11) 3873-9908
www.andiv.com.br
certificação é o excelente resultado do trabalho de todos os funcionários”.
CNV
Tel. (11) 4072-3007
www.cnvvidros.com.br
Falando em normas
ABNT/CB-37:
novo desafio nos espera
Comitê inicia estudos para elaboração de
norma específica de refletivos
É
cada vez mais crescente
a demanda mundial por
soluções que contribuam para salvar o planeta de problemas como o aumento do efeito
estufa, desmatamento e poluição,
entre tantos outros. Dentro desse
processo, as construções sustentáveis – também chamadas de edificações ecologicamente corretas –
tornaram-se as grandes aliadas do
meio ambiente.
Nosso produto, o vidro, também tem importante papel a desempenhar nessa história. Afinal,
sabe-se que ele é 100% reciclável,
inerte a reagentes químicos, apresenta baixa geração de resíduos e
é capaz de reduzir o consumo energético. Destaquem-se os vidros refletivos – atuam no controle solar
e na conservação de energia e auxiliam na racionalização do uso de
recursos naturais.
Essa nova tendência vem impulsionando o mercado de vidros
refletivos no Brasil e em vários
outros países. Tal expansão traz
também a necessidade de se estabelecer normas reguladoras para
a correta instalação e aplicação do
produto. Na Europa, onde se en-
edição 422
ESTAMOS TRABALHANDO
ABNT/CB-37 – COMITÊ BRASILEIRO
DE VIDROS PLANOS
•
Revisão NBR 14488 – Tampos de
vidro para mesa – Requisitos
A comissão de estudo está avaliando
quais as atualizações necessárias.
•
Revisão NBR 14564 – Vidros para
sistemas de prateleiras – Requisitos e métodos de ensaio
A comissão de estudo está avaliando
quais as atualizações necessárias.
Vidros e suas aplicações
na construção civil
•
Revisão NBR 7199 – Projeto, execução e aplicações de vidro na
construção civil
O texto está sendo analisado para
ser enviado para consulta nacional.
•
Revisão NBR 14207 – Projeto, instalação e materiais utilizados em
boxes de banheiro fabricados com
vidro de segurança temperado
A comissão de estudo está avaliando a
questão sobre a identificação do produto
•
Revisão NBR 14696 – Espelhos de
prata
O texto está sendo analisado para ser
enviado para consulta nacional
•
Projeto 37:000.03-005 – Vidro insulado
Os métodos de ensaio estão sendo
reavaliados
•
Projeto 00:001.45-002 – Sistemas
de portas automáticas – Métodos
de ensaio e classificação
A comissão de estudo está avaliando
os ensaios a serem contemplados no
projeto.
Vidros e suas aplicações em
veículos de transporte
•
Projeto 37:000.04-001 – Vidros automotivos – Reparação de pára-brisas – Danos e requisitos para reparação – Classificação
O texto está sendo analisado para ser
enviado para consulta nacional
•
Projeto 37:000.04-002 – Vidros automotivos – Sistemas de reparo de
pára-brisas – Métodos de ensaio
O texto está sendo analisado para ser
enviado para consulta nacional
CSM 21 – COMITÊ SETORIAL
MERCOSUL DE VIDROS PLANOS
Projetos que estão sendo
desenvolvidos no Mercosul:
•
PNM 21:00-0006 – Vidro temperado
A comissão de estudo está analisando quais são as adequações necessárias por ser um projeto de Norma
Mercosul.
•
PNM 21:00-0007 – Vidro laminado
A comissão de estudo está analisando
quais são as adequações necessárias
por ser um projeto de Norma Mercosul.
Vidros e suas aplicações
na indústria moveleira
•
Revisão NBR 14355 – Vidros para
móveis – Terminologia, classificação e defeitos
A comissão de estudo está avaliando
quais as atualizações necessárias.
53
Divulgação
Aumento do
mercado de
refletivos no
Brasil implica
na criação
de norma
reguladora
contram os maiores fabricantes
desse tipo de material, já existem
regras a nortear o mercado. No
Brasil, desde 2007, o Comitê Brasileiro de Vidros Planos (ABNT/
CB-37) vem trabalhando para a
elaboração de uma norma específica para o mercado nacional. Estamos realizando um levantamento das características técnicas relevantes à aplicação do material na
construção civil.
A nova norma deverá avaliar,
especialmente, o aspecto visual e
as propriedades físicas da camada
refletora dos vidros, definindo, assim, quais serão os métodos e
condições de inspeção e os limites
de aceitação. Além disso, abordará
pontos sobre processamento, trans-
Divulgação
porte, armazenamento, manuseio
e manutenção do material no ambiente final. O principal objetivo é
orientar os profissionais para a
melhor especificação e controle
do vidro aplicado, além de, claro,
padronizar a linguagem sobre o
tema.
O modelo já existente na Europa está servindo como subsídio
para os estudos do comitê, o que
irá conferir à norma brasileira um
padrão de linguagem internacional e um instrumento atual que estará inserido no mercado mundial
de vidros refletivos.
Para saber mais ou participar
dos estudos sobre a norma para
vidros refletivos, basta entrar em
contato com o ABNT/CB-37.
Mais informações
sobre normas técnicas,
no site da revista:
www.ovidroplano.com.br
Fale com eles!
Paulo César de Moura
Tel. (12) 3654-5000
[email protected]
www.cebrace.com.br
Andiv
Tel. (11) 3873-9908
[email protected]
www.andiv.com.br
ABNT
www.abnt.org.br
Paulo César de Moura,
gerente de Manufatura
de Produtos Especiais
da Cebrace e membro
da Consultoria Técnica
sobre Vidros Refletivos
do ABNT/CB-37
Vidro em dia
Evento
Período
O que é
Local / Contato
MARÇO
Inscrições
abertas
Fotos: divulgação
CURSO DE FUSÃO
DE VIDROS E
COLAGEM
ULTRAVIOLETA
SEMINÁRIO
NACIONAL
CONSTRUÇÃO
CIVIL NO BRASIL:
DESAFIOS E
OPORTUNIDADES
(SNCC)
10 e 11/3
KITCHEN &
BATH EXPO
11 a 14/3
Dario de Freitas
RUSBUILD
56 o
vidroplano
11 a 14/3
Indicado a profissionais do setor vidreiro e
pessoas interessadas em artesanato e reciclagem de vidro, o Curso de Fusão de
Vidros e Colagem Ultravioleta do Senai
Tatuapé (São Paulo) está com inscrições
abertas. No curso, aprendem-se técnicas
para evitar o desperdício do vidro: os retalhos, além de se transformar em móveis,
objetos de decoração ou obras de arte,
ainda podem dar lucro aos vidraceiros e
artesãos.
Senai Orlando Laviero Ferraiuolo
Rua Teixeira de Melo, 106
Tatuapé
Coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior,
o seminário tem por objetivo proporcionar
um fórum que reúna os diversos segmentos da sociedade interessados no tema –
setor privado, poder público e pesquisadores – para debater os caminhos da
construção civil no Brasil. O evento é direcionado a empresários da construção civil, profissionais do setor, técnicos de instituições públicas e privadas, pesquisadores e estudantes.
Centro de Convenções Ulysses
Guimarães
Brasília, DF
A 3ª edição da feira internacional de produtos e acessórios para cozinha e banheiro receberá cerca de 30 mil profissionais,
entre eles, designers, arquitetos, decoradores, engenheiros, construtores e lojistas. Eles encontrarão as últimas tendências em produtos para a construção de
cozinhas e banheiros. A Kitchen & Bath
Expo 2008 será editada paralelamente à
6ª Feira Internacional de Revestimentos
(Revestir) e ao Fórum Internacional de
Construção e Arquitetura. Em sua última
edição, em 2006, a feira reuniu 170 empresas e mais de 28 mil visitantes.
Transamérica Expo Center
Avenida Dr. Mário Villas-Boas
Rodrigues, 387
Santo Amaro, São Paulo, SP
RusBuild é o nome da mostra que reúne
uma série de exposições internacionais na
área de construção e arquitetura. De 11 a
14 de março, o Crocus Expo, maior centro
de exibições de Moscou (Rússia), receberá expositores de nove feiras independentes: AlumBuild, GlassBuild, MetalBuild,
MixBuild, RegionBuild, RoadBuild, StoneBuild, PlastBuild e WoodBuild. Os temas
de cada exibição são diferenciados.
Centro de exibições de Moscou,
na Rússia
www.rusbuild.com
[email protected]
Tel. (11) 6191-6176
Tels. (61) 3244-2366 e 3443-5474
www.snccb.com.br
www.kitchenbathexpo.com.br
fevereiro 2008
Vidro em dia
Evento
Período
O que é
Local / Contato
MARÇO
ADIVIPAR
13 e 14/3
16/5
11/7
19/9
7/11
TÉCNICAS DE
INSTALAÇÃO
DE PELÍCULAS
INTERCONTROL
16/3
6/4
3/4
27/4
11/5
1/6
15/6
A Associação dos Distribuidores Industriais e Revendedores de Vidros do Estado
do Paraná (Adivipar) está desenvolvendo,
pelo quarto ano seguido, o ciclo de palestras voltado para profissionais de vidro de
todo o Estado. A primeira cidade será Curitiba, onde haverá dois encontros. No primeiro dia, engenheiros e arquitetos poderão visualizar a sofisticação e execução
de obras espetaculares com vidro por
meio da palestra ministrada pelo arquiteto
Sérgio Teperman. No dia seguinte, será a
vez dos vidraceiros. Para eles, o assunto
será a segurança, com objetivo de fortalecer a imagem do vidro como um material
seguro. Nos eventos seguintes, fora da
capital paranaense, haverá um dia de palestra em cada cidade, exclusivamente
para vidraceiros, quando o tema segurança do vidro também é o foco principal.
13 e 14/3 (Curitiba)
16/5 (Londrina)
11/7 (Cascavel)
19/9 (Maringá)
7/11 (Guarapuava)
Indicado para profissionais ligados à área
de vendas, o curso é organizado pela InterControl e tem como objetivo apresentar
técnicas de instalação de películas, com
enfoque na moldagem a seco em vidros
curvos. Segundo a empresa, o conteúdo
inclui a apresentação dos diferentes tipos
de película existentes no mercado e suas
aplicações, a demonstração de ferramentas e o uso prático de cada uma delas, o
que levará os participantes a terem uma
visão mais aprofundada do uso do material e suas características técnicas. Ao final, entregar-se-á certificado de conclusão.
16/3 – Rio de Janeiro (RJ)
6/4 – Salvador (BA)
13/4 – Aracaju (SE)
27/4 – Porto (PO)
11/5 – Belo Horizonte (BR)
1/6 – Campos (RJ)
15/6 – São Paulo (SP)
Arquitetos, engenheiros, decoradores e
construtores encontrarão na 16ª Feira Internacional da Indústria da Construção
(Feicon Batmat) produtos e lançamentos
de empresas do setor de acabamento e
construção em geral.
Parque Anhembi
Avenida Olavo Fontoura,
1.209, Santana
São Paulo, SP
Tel. (41) 3014-2200
Tel. (41) 3386-8700
www.intercontrol.com.br
ABRIL
FEICON
8 a 12/4
JM Fotografias/Acervo Alcantara Machado
edição 422
www.feicon.com.br
57
Vidro em dia
Evento
Período
O que é
Local / Contato
ABRIL
WINDOWS
& DOORS
1 a 04/04
Compradores, especialistas, distribuidores, agentes, arquitetos, fornecedores e
outros profissionais industriais encontrarão neste evento perfis de alumínio; fibra
de vidro; PVC; janelas e portas (de madeira, automática, de interior, de metal, à
prova de fogo, blindada, giratória, para
garagem e industrial); controle de sistemas; painéis e partições de portas; fachadas; e vidro, entre outros produtos.
Moscou, Rússia
www.mosbuild.com/eng/windowsdoors
VETECO
6 a 9/5
A 11ª edição do Salão Internacional de
Janelas, Paredes e Estrutura de Vidros
tem como público-alvo profissionais do
setor vidreiro, arquitetos, decoradores e
construtores. Em 2006, a feira recebeu
mais de 30 mil visitantes e contou com a
presença de 549 expositores distribuídos
numa área de 44.616 m2.
Madrid, Espanha
www.veteco.ifema.es
GLASS SOUTH
AMERICA
8 a 10/05
O maior evento de tecnologia e design em
vidro na América Latina tem seu foco em
profissionais nacionais e estrangeiros. A
feira bienal será dividida em dois pavilhões. No Glass South America Design, arquitetos, especificadores e construtores
encontrarão aplicações de vidro para as
indústrias de construção civil, moveleira,
automotiva e eletrodomésticos. Transformadores, distribuidores e vidraceiros poderão encontrar máquinas, equipamentos
e acessórios para processamento de vidro
no pavilhão Glass South America Tecnologia. Em 2006, o evento recebeu, aproximadamente, 13 mil visitantes.
Transamérica Expo Center
Avenida Dr. Mário Villas Boas
Rodrigues, 387
Santo Amaro
São Paulo, SP
A feira anual de vidros, janelas e portas,
organizada pela National Glass Association (NGA), receberá cerca de 10 mil profissionais, entre eles, fornecedores de vidro, revendedores de janelas, portas, espelhos e boxes, fabricantes de janela e
porta residenciais, distribuidores de vidros
laminados e temperados, arquitetos e outros profissionais ligados ao setor vidreiro.
Em 2007, mais de quatrocentos expositores - fornecedores de vidro, janela e porta
industriais - apresentaram seus produtos
e lançamentos.
Las Vegas Convention Center
Las Vegas, Nevada, EUA
www.glassbuildamerica.com
MAIO
Dario de Freitas
www.glassexpo.com.br
OUTUBRO
6 a 8/10
GLASS BUILD
AMERICA
Robb D. Cohen/robbsphotos.com
58 o
vidroplano
fevereiro 2008
Para o seu negócio
Por que
se certificar?
Ilustração: André Oliveira
Certificação Inmetro/IFBQ garante a qualidade do vidro
temperado. Por Eduardo Rodrigues dos Santos
A
Participe!
Envie sua sugestão de tema
para esta seção:
tel. (11) 3873-9908, fax 3873-9910
ou [email protected]
60 o
vidroplano
qualidade deve ser uma preocupação
constante para as empresas que querem
se manter em um mercado competitivo e,
ao mesmo tempo, atender as necessidades do cliente.
No setor vidreiro, a competitividade está cada vez
mais acirrada. Por isso, quem mantiver diferencial de
qualidade em seu produto tem muito mais chance de
conquistar novos mercados.
Voluntária, ou seja de acordo com os interesses estratégicos técnicos e comerciais da empresa, a certificação de qualidade para vidros temperados está
regulamentada na Portaria Inmetro Nº 327, de 24 de
agosto de 2007.
fevereiro 2008
Como se certificar
1
2
3
4
5
6
7
Contatar o IFBQ, pedir a proposta
de certificação e abrir o processo
junto ao instituto.
Contatar o consultor, na própria Andiv, para solicitar a
assessoria gratuita (veja quadro).
Após a preparação, a empresa recebe os auditores do
IFBQ.
Durante a auditoria, os especialistas do IFBQ acompanham a fabricação do corpo-de-prova, que deve
ser encaminhado para os ensaios no Laboratório Falcão Bauer.
Apenas depois de ser aprovado na auditoria e nos
ensaios, o produto pode ser considerado certificado
pelo Inmetro/IFBQ.
A partir daí, os vidros temperados fabricados pela empresa certificada podem exibir a marca Inmetro/IFBQ.
A validade da certificação é de quatro anos. Para comprovar que continua fabricando produtos conforme a
norma, são realizados ensaios e auditoria anuais.
IFBQ, é preciso submetê-lo à auditoria e ensaios aplicados pelo IFBQ, seguindo, rigorosamente, os dados
estabelecidos na NBR 14698, aprovada e publicada
em 2001. Essa norma especifica tamanho, espessura e
quantidade de amostras, entre outros detalhes. Hoje,
no setor vidreiro, já são mais de vinte empresas certificadas.
Facilidades
Todo associado à entidade vidreira tem direito à
consultoria gratuita do especialista em certificação durante a preparação para a auditoria (veja quadro abaixo). Esse profissional visita a empresa, periodicamente, buscando acompanhar a evolução da implementação dos requisitos e verificar a qualidade dos produtos.
O caminho em direção à certificação não é tão difícil. A Associação Nacional de Distribuidores e Processadores de Vidros Planos (Andiv) pode dar uma
mãozinha às temperadoras que sonham em ter em
seus produtos o selo do Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (IFBQ),
instituição autorizada pelo Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro) para avaliar a adequação dos produtos do segmento vidreiro.
Papel do consultor
Vantagens
As vantagens de uma empresa certificada são muitas. Entre elas, a permissão de as logomarcas do Inmetro e do IFBQ estarem estampadas no produto, um
diferencial valioso. Isso quer dizer que o selo atesta a
qualidade do vidro temperado – conhecido por sua
característica de segurança e resistência – e abre portas para mercados rigorosos, que exigem padrão de
qualidade atestado. O consumidor final, por sua vez,
ganha mais segurança na aquisição, pois está diante
de um produto em conformidade com as normas técnicas nacionais.
Para que o vidro temperado receba o selo Inmetro/
3
edição 422
1 Registro do processo da fábrica e análise de como
ela está em relação aos requisitos da avaliação do
IFBQ. Além disso, o consultor identifica os pontos
que precisam ser desenvolvidos ou melhorados no
processo produtivo (duração média de um dia);
2 Elaboração da metodologia e início do trabalho dos
pontos fracos identificados. Criam-se documentos
sobre as formas de registro utilizadas para comprovação dos procedimentos da empresa. O objetivo é
sistematizar e padronizar as etapas de produção
(duração média de três dias);
Avaliação da implementação do sistema de qualidade da empresa (duração média de um dia).
4 Estando tudo em ordem, a empresa estará apta a
passar pela auditoria no processo produtivo – verificam-se os itens implementados e produzem-se os
corpos-de-prova (vidros que devem ser testados)
para a análise dos técnicos do IFBQ
Fale com eles!
Eduardo Rodrigues dos Santos é o consultor para a certificação de vidros temperados contratado pela Andiv.
Tel. (11) 3873-9908
[email protected]
61
Ache fácil
Oportunidades
SÃO PAULO
Massfix – Reciclagem de Vidros
Reaproveitamento de vidros
planos e laminados.
São Paulo
Tel. (11) 2088-3637, Fax: 6436-0589
[email protected]
www.massfix.com.br
Acessórios para vidro
PARANÁ
Intercontrol Films
Películas arquitetônicas: proteção,
estética e segurança.
Curitiba
Tel. (41) 3369-1882, Fax: 3369-3035
[email protected]
www.intercontrol.com.br
RIO GRANDE DO NORTE
Aço Brasil
Tubo afastador de Inox escovado,
puxador de Inox Polido e roldanas.
Parnamirim
Tel.(84) 3643-3456, Fax: 3643-1522
[email protected]
www.acobrasil.com.br
SÃO PAULO
Glasspeças
Ferragens e acessórios para
vidros temperados.
São Paulo
Tel. (11) 5677-1334, Fax: 5677-6486
[email protected]
www.glasspecas.com.br
Good Goods
COLA UV para vidros, lâmpadas, ventosas
e acessórios em geral.
São Paulo
Tel. (11) 5181-0800, Fax: 5181-0800
[email protected]
www.goodgoods.com.br
Gusmão Representações
Acessórios para vidro duplo, rebolos,
ventosas, linha de segurança.
São Paulo
Tel. (11) 3991-2020, Fax: 3991-2020
[email protected]
www.gusmao.com.br
Metalúrgica Torres
Ferragens, acessórios e
Kits para Box.
São Paulo
Tel. (11) 6102-0803, Fax: 6910-5825
[email protected]
www.mtorres.com.br
Tec-Vidro
Kit Box Tec-Vidro.
Referência de qualidade.
São Paulo
Tel. (11) 5682-2366, Fax: 5682-2360
www.tecvidro.com.br
[email protected]
[email protected]
www.vitral.com.br
Vitral Vidros Planos
Vidros laminados, temperados, distribuição
de vidros planos, impressos e espelhos.
Brasília
Tel. (61) 3403-6200, Fax: 3403-6210
[email protected]
www.vitral.com.br
GOIÁS
Govidros
Vidros temperados, curvos, laminados
e acabamentos: bisotê – 3G – OG.
Goiânia
Tel. (62) 3558-5066, Fax: 3558-5066-R.226
[email protected]
www.govidros.com.br
Tempervidros
Temperados, laminados, insulados,
pintados, bisotados, modulados.
Aparecida de Goiânia
Tel. (62) 4008-7226, Fax: 3283-7167
[email protected]
www.tempervidros.com.br
V.P.M. Vidros Planos
Franqueados da Blindex. Vidros Curvos
temperados, laminados, espelhos e chaparia
Goiânia
Tel. (62) 3297-3500, Fax: 3297-3513
[email protected]
www.vpm.com.br
Vitral Vidros Planos
Vidros laminados, temperados, distribuição
de vidros planos, impressos e espelhos.
Goiânia
Tel. (62) 3240-2400, Fax: 3240-2444
[email protected]
www.vitral.com.br
Abrasipa
Produtos para polimento de vidros e recuperação de ferramentas diamantadas.
São Paulo
Tel. (11) 3933-2999, Fax: 3932-1720
[email protected]
www.abrasipa.com.br
Torres Sistemas
Tudo em um único lugar; acessórios
para vidros, perfis, kit Box.
São Paulo
Tel. (11) 2296-9000, Fax: 2295-8973
[email protected]
www.torressistemas.com.br
Alpex Alumínio
Perfis de alumínio para vidro temperado,
Kit Box 6 e 8 mm, Kit Engenharia 8 e 10 mm.
São Paulo
Tel. (11) 6215-8844, Fax: 6215-8844
[email protected]
www.alpex.com.br
Distribuidores e
processadores de vidro
BAHIA
MINAS GERAIS
Belga Metal
Ferragens com preço, qualidade e
prazo de entrega confiáveis.
São Paulo
Tel. (11) 4392-2944, Fax: 4392-3955
[email protected]
www.belgametal.com.br
Glassmaxi
Vidros temperados, jumbo, laminados,
planos, impressos, espelhos e especiais.
Salvador
Tel. (71) 3444-3566, Fax: 0800-284-1288
[email protected]
www.glassmaxi.com.br
Bend Glass
Vidros acústicos, multilaminados,
coloridos, temperados e espelhos.
Contagem
Tel. (31) 3361-5599, Fax: 3361-5599
[email protected]
www.bendglass.com.br
Casa Castro – Ferreira Names
Mais de 1000 itens em acessórios,
máquinas, ferragens, etc.
São Paulo
Tel. (11) 3228-7444, Fax: 0800-117444
[email protected]
www.casacastro.com.br
DISTRITO FEDERAL
Cristaltemper
Vidros Float, impresso, temperado, laminado,
bisotado, espelho, ferragens e acessórios.
Muriaé
Tel. (32) 3729-8000, Fax: 3729-1000
[email protected]
www.cristaltemper.com.br
62 o
vidroplano
Vitral Vidros Planos
Vidros laminados, temperados, distribuição
de vidros planos, impressos e espelhos.
Brasília
Tel. (61) 3403-6100, Fax: 3403-6110
MATO GROSSO DO SUL
LM Vidros
Vidros laminados, temperados e
termoacústicos.
Campo Grande
Tel. (67) 3303-2433, Fax: 3303-2434/2435
[email protected]
www.lmvidros.com.br
fevereiro 2008
Ache fácil
Divinal Vidros
Vidros temperados, laminados, serigrafados,
Refletivos, espelhos, tampos de mesa.
Belo Horizonte
Tel. (31) 2103-9633, Fax: 2103-9633
[email protected]
www.divinalvidros.com.br
Vidrolar Comercial de Vidros
Vidros curvos, temperados e
laminados, lapidados e bisotados.
Curitiba
Tel. (41) 3014-2200, Fax: 3014-2242
[email protected]
www.vidrolar.com
Itaipu Vidros
Distribuidora de vidros, cristais
e temperados.
Belo Horizonte
Tel. (31) 3385-7272, Fax: 3385-7272
[email protected]
www.itaipuvidros.com.br
RIO DE JANEIRO
Lamina Temper
Uma empresa do Grupo Bend Glass.
Temperados: diversas cores e espessuras.
Contagem
Tel. (31) 3362-8787, Fax: 3362-8787
[email protected]
www.laminatemper.com.br
Pestana Vidros
Vidros Temperados Blindex
Belo Horizonte
Tel (31) 3389-1750
Fax 3389-1770
[email protected]
Vitral Vidros Planos
Vidros laminados, temperados, distribuição
de vidros planos, impressos e espelhos.
Uberlândia
Tel. (34) 3233-8900, Fax: 3233-8901
[email protected]
www.vitral.com.br
PARANÁ
Cristal Sete Vidros
Vidros temperados, Box, linha decoração,
ferragens e acessórios.
Apucarana
Tel. (43) 3420-7100, Fax: 3420-7101
[email protected]
www.cristalsete.com.br
Interbox
Vidros temperados de segurança.
Araucária
Tel. (41) 2108-1000
Fax: 0800-7070-057
[email protected]
www.interbox.com.br
Linde Vidros
Vidros temperados de 3 a 12 mm,
serigrafados, bisotados e lapidados.
Rio Negro
Tel. (47) 3641-4444, Fax: 3641-4400
[email protected]
www.lindevidros.com.br
Temperlândia
Vidros temperados, curvos, serigrafados,
Bisotados e lapidados.
Rolândia
Tel. (43) 2101-6100, Fax: 0800-707-8373
[email protected]
www.temperlandia.com.br
edição 422
Vidraço Comercial
Cristal, vidros, espelhos, vidro de
segurança laminado, refletivos.
Rio de Janeiro
Tel. (21) 2201-6398, Fax: 2261-6154
[email protected]
www.vidracocomercial.com.br
Vidros Belém
Vidros: laminados múltiplas
camadas, curvos e termoacústicos.
Rio de Janeiro
Tel. (21) 2589-0430, Fax: 2589-8167
[email protected]
www.vidrosbelem.com.br
RIO GRANDE DO SUL
Lapividros
Vidros, espelhos, Vidros Termoacústicos,
tampos de mesa, laminados.
Bento Gonçalves
Tel. (54) 2102-7575; Fax: 2102-7575
[email protected]
Vidroforte
Parabrisas, vidros temperados,
laminados, curvos, termo-acústicos.
Caxias do Sul
Tel. (54) 3209-6600, Fax: 3209-6611
[email protected]
www.vidroforte.com.br
SÃO PAULO
Contempera
Beneficiamos vidros para o seu
conforto e segurança.
São Paulo
Tel. (11) 6827-7255, Fax: 6827-7268
[email protected]
www.contempera.com.br
São Caetano do Sul
Tel. (11) 4224-3666, Fax: 4229-6040
[email protected]
www.diamantevidros.com.br
Divinal Vidros
Vidros temperados, laminados, serigrafados,
Refletivos, espelhos, tampos de mesa.
São Paulo
Tel. (11) 6827-2100, Fax: 3037-2966
jaguaré@divinalvidros.com.br
www.divinalvidros.com.br
Garante Indústria de Vidros
Comuns, têmpera, serigrafia, laminado
jato de areia, colagens, acessórios.
Santo André
Tel. (11) 4451-5077, Fax: 4451-5102
[email protected]
www.garantevidros.com.br
Interbox
Vidros temperados de segurança
São Paulo
Tel. (11) 2108-1000
Fax: 0800-7070-057
[email protected]
www.interbox.com.br
M Simões
Vidros temperados, laminados, blindados,
alto impacto, antiinvasão e decorados.
São Paulo
Tel. (11) 3389-0999, Fax: 3208-0691
[email protected]
www.msimoes.com.br
Mansur Vidros
Laminados e temperados, comuns e
Especiais, projetos e instalações.
São Paulo
Tel. (11) 6955-6644, Fax: 6955-6730
[email protected]
www.mansurvidros.com.br
Menedin / Qualidrex
Laminados, temperados, curvos,
serigrafados, blindados, insulados.
Guarulhos
Tel.(11) 6811-1100, Fax: 6811-1126
[email protected]
www.menedin.com.br
Coveb Vidros
Vidros: Comuns, temperados
e laminados.
São Paulo
Tel. (11) 6958-2250, Fax. 6958-2250
[email protected]
Nazario Vidros
Temperados na dimensão de até
2400 x 4200, laminados, tampos de mesa.
Praia Grande
Tel. (13) 3596-9110, Fax: 3481-1133
[email protected]
www.nazariovidros.com.br
Cyberglass
Temperados, laminados, curvos,
serigrafados, espelhos, fantasias, comuns.
São Paulo
Tel. (11) 6914-7211, Fax: 6914-1488
[email protected]
www.cyberglass.com.br
Penha Vidros
Curvo, laminado, anti-reflexo,
Corta-fogo, extra clear, spider glass.
São Paulo
Tel. (11) 3333-3713, Fax: 3333-3713
[email protected]
www.penhavidros.com.br
Diamante Vidros
Vidros duplos para refrigeração,
linha branca, moveleira e engenharia.
São Mateus Vidros
Temperado, laminado, espelho,
tampo de mesa, chapas e corte.
63
Ache fácil
São Paulo
Tel. (11) 6110-7515, Fax: 6110-7515
[email protected]
www.saomateusvidros.com.br
PARANÁ
SF Industrial
Vidros comuns, laminados, laminados refletivos, temperados, para Box e decoração.
Ribeirão Pires
Tel. (11) 4828-9000, Fax: 4828-5500
[email protected]
www.sfind.com.br
Cefla Finishing
Máquinas de aplicação e secagem
de esmaltes cerâmicos para vidro.
Fazenda do Rio Grande
Tel. (41) 3608-1249, Fax: 3604-2289
[email protected]
www.cefla.it
Speed Temper
Vidros temperados de 4 a 19 mm,
bisotados e serigrafados.
São Roque
Tel. (11) 4716-3099, Fax: 4716-2011
[email protected]
www.speedtemper.com.br
Maclinea
Linha para pintura a rolo ou cortina
com sistema de secagem em vidros planos
Curitiba
Tel. (41) 3316-3938, Fax: 3316-3945
[email protected]
www.maclinea.com.br
Tempersul
Temperados em geral, Box para
banheiro, kits e ferragens.
Dracena
Tel. (18) 3821-8220
Fax. 3821-8222
[email protected]
Terra de Santa Cruz Vidros
Vidros temperados, laminados, curvos,
Blindados, Box, Guarda-Corpo.
São Paulo
Tel. (11) 6291-4611; Fax: 6693-6331
www.terradesantacruzvidros.com.br
[email protected]
TVT Vidros Temperados
Vidro temperado certificado Inmetro,
Construção Civil, moveleiro, linha branca.
Várzea Paulista
Tel. (11) 4606-5007, Fax: 4596-0021
[email protected]
www.tudoemvidro.com.br
Valéria Vidros
Vidros para indústria moveleira: espelhos,
tampos de mesa, temperados, serigrafados.
Louveira
Tel. (19) 3878-9191, Fax: 3878-9194/95
[email protected]
www.valeriavidros.com.br
Vidroline
Vidros temperados, laminados,
serigrafados, insulados, refletivos.
Taubaté
Tel. e Fax: (12) 3627-8888, Fax: 3627-8888
[email protected]
www.vidroline.com.br
Vidrosul Dracena
Distribuição de chaparia, vidros
Fantasia Float e espelhos.
Dracena
Tel. (18) 3821-8220
Fax. 3821-8222
[email protected]
64 o
vidroplano
Máquinas e equipamentos
SANTA CATARINA
Incovisa Máquinas
Forno têmpera horizontal e
máquinas para Vidros.
Florianópolis
Tel. (48) 3202-9900, Fax: 3202-9919
[email protected]
www.saopedrovidros.com.br
Gusmão Representações
Acessórios para vidro duplo, rebolos,
ventosas, linha de segurança.
São Paulo
Tel. (11) 3991-2020, Fax: 3991-2020
[email protected]
www.gusmao.com.br
Jateamento Brasibras
Máquinas de jatear vidro. Peças e
acessórios para jatear vidros.
São Paulo
Tel. (11) 6914-0249, Fax: 6914-1840
[email protected]
www.brasibras.com.br
Lisec do Brasil
Máquinas para corte, vidro duplo e
linhas de laminação com PVB.
Vinhedo
Tel. (19) 3876-2520, Cel. 9740-7079
[email protected]
www.lisec.com
VipDoor/Solution
Portas automáticas: deslizantes, pivotantes,
telescópicas, curvas, herméticas e antipânico.
São Paulo
Tel. (11) 6673-6633, Fax: 6673-0149
[email protected]
www.portasvip.com ou www.vipdoor.net
SÃO PAULO
Arbax
Rebolos para polimentos, distribuidor
Norton de lixas, óxido de cério.
São Paulo
Tel. (11) 6965-9110, Fax: 6964-4663
[email protected]
www.arbax.com.br
Brglass
Máquinas e ferramentas para
beneficiamento de vidros
São Paulo
Tel. (11) 6993-9709, Fax: 6993-8651
[email protected]
FM – Distribuidor 3M
Lixa para vidro e metal, fita
dupla face VHB Glazing e moldados.
São Paulo
Tel. (11) 3959-6600, Fax: 3959-6609
[email protected]
www.fmonline.com.br
Glaston South America
Equipamentos
Tamglass e Z. Bavelloni
Diadema
Tel. (11) 4061-6511
Fax: 4061-6516
www.glaston.net
Glastronic
Rolos cerâmicos, serigrafia, pintura
a rolo, embalagem de vidros.
Barueri
Tel. (11) 4192-4566
Fax: 4192-4574
[email protected]
Serviços
PARANÁ
SystemGlass
Revolução de Software Gerencial
para vidraçarias e têmperas.
Curitiba
Tel. (41) 2108-1080; Fax: 2108-1080
[email protected]
www.systemglass.com.br
SÃO PAULO
Corte Certo
Software para Otimização de corte de chapas,
controla estoque de chapas e retalhos, etc.
São Paulo
Tel. (11) 3673-1119, Fax: 3803-9091
[email protected];; [email protected]
www.cortecerto.com
Pacaembu Têmpera de Vidros
Vidros temperados, bisotados
e serigrafados.
São Caetano do Sul
Tel. (11) 4221-1999, Fax: 4229-5478
[email protected]
www.pacaembuvidros.com.br
Quality Consultoria
Consultoria, treinamento em qualidade,
resp. social, planejamento e custos.
fevereiro 2008
Ache fácil
São Paulo
Tel. (11) 5083-0001, Fax: 5083-6363
[email protected]
www.quality.eng.br
Vidraçarias
PIAUÍ
SANTA CATARINA
Maratá Vidros
Vidros laminados, Box para banheiro,
tampos de mesa, temperados para engenharia.
Teresina
Fone: (86) 3218-1889, Fax: (86) 3218-6160
[email protected]
www.maratavidros.com.br
Vidraçaria Linde
Box para banheiro, vidros temperados,
serigrafados, bisotados e lapidados.
Mafra
Tel: (47) 3641-4444, Fax: 3641-4400
[email protected]
www.lindevidros.com.br
ACRE
Vidronorte
Comuns, temperados, laminados,
Distribuidor Blindex no estado do Acre.
Rio Branco
Tel. (68) 3224-5599/3231
Fax. 3224-8265
[email protected]
PARANÁ
Engevidros
Engenharia de fachadas, coberturas e
Pisos de vidros, guarda-corpos.
Curitiba
Tel. (41) 3332-5335, Fax: 3332-6878
[email protected]
www.engevidros.com.br
Associados Andiv
ALBAT + WIRSAM
(11) 3661-5276
DORMA
(11) 4689-9200
MENEDIN
(11) 6811-1100
SOLUTIA BRASIL
(11) 3365-1800
ALUMINOX
(87) 3861-4852
DUPONT DO BRASIL
(11) 0800-17-17-15
MIRANDEX
(69) 3422-1404
SPACE GLASS
(11) 4223-4151
AMERICANBOX
(11) 4393-6500
ENGEVIDROS
(41) 3332-5335
MURIAÉ
(32) 3729-8000
SPEED TEMPER
(11) 4716-3099
ARTEMPER
(16) 3663-6255
ESTRELA VIDROS
(27) 2124-7500
NATURA VIDROS
(15) 3273-1648
TEMPERLÂNDIA
(43) 2101-6100
BEND GLASS
(31) 3361-5599
GARANTE
(11) 4451-5077
NAZÁRIO
(13) 3596-9110
TEMPERMED
(45) 3264-3610
BESCHIZZA (DVB)
(16) 3969-8055
GLASSEC
(11) 3952-1399
NEW TEMPER
(21) 3448-8500
TEMPERSUL
(18) 3821-8220
CASAS
BANDEIRANTES
(87) 3831-1520
GLASSMAXI
(71) 3444-3566
NORVIDRO
(81) 3376-4424
TEMPERVIDROS
(62) 4008-7226
GOVIDROS
(62) 3558-5066
NOVO TEMPO
VIDROS
(16) 3969-9898
TERRA DE
SANTA CRUZ
(11) 6291-4611
PALÁCIO DOS
CRISTAIS
(11) 6452-6330
TVT VIDROS
(11) 4606-5007
CHEMETALL
DO BRASIL
(11) 4066-8801
C.N.V. TÊMPERA
(11) 4072-3007
CONTEMPERA
(11) 6827-7255
INCOVISE
(11) 6446-3856
INTERBOX
(41) 2108-1000
ITAIPU VIDROS
(31) 3385-7272
PENHA VIDROS
(11) 3333-3713
VIDROMINAS
(35) 3292-2440
VIMINAS
(27) 3398-1500
VIPDOOR/
SOLUTION
(11) 6673-0149
VIPEL
(48) 3631-0100
VIPRADO
(54) 3293-1524
VITOR CARLOS
TRÊS & CIA.
(54) 3452-1499
VITRAL VIDROS
PLANOS
(61) 3403-6100
VIDRAÇARIA
LINDE
(47) 3641-4444
VITRUM
(21) 3475-1500
PESTANA
VIDROS
(31) 3389-1750
CYBERGLASS
(11) 6914-7211
LM VIDROS
(67) 3303-2433
ROHDEN VIDROS
(47) 3562-0706
VIDRAÇARIA
MARINHO
(85) 3535-5500
DIAMANTE
(11) 4224-3666
M. SIMÕES
(11) 3389-0999
SEGMEQ
(85) 3276-5095
VIDROBENS
(17) 3234-6300
DIVINAL
11) 6827-2100
MAXITEMPERA
(75) 3226-1101
SF INDUSTRIAL
(11) 4828-9000
VIDROFORTE
(54) 3224-8800
edição 422
VIDROLINE VIDROS
(12) 3627-8888
VALÉRIA VIDROS
(19) 3878-9191
IV CENTENÁRIO
(11) 6191-5833
CRISTAL SETE
VIDROS
(43) 3420-7100
VIDROLAR
COMERCIAL
(41) 3014-2200
V.P.M. VIDROS
PLANOS
(62) 3297-3500
VTC TECNOLOGIA
(11) 4496-1919
65
Índice de anunciantes
ABRASIPA
IND. DE ABRASIVOS LTDA
_____________________________________45
Tel. (11) 3933-2999
Fax 3932-1720
www.abrasipa.com.br
ADESPEC
ADESIVOS ESPECIAIS
_____________________________________07
Tel. (11) 3039-8386 / 3039-8345
[email protected]
www.adespec.com.br
ALCLEAN
EXTRUSÃO DE METAIS
_____________________________________30
Tel. (11) 4144-2011
www.alclean.com.br
ALPEX
_____________________________________06
Tel. (11) 6215-8844
www.alpex.com.br
ANDIV
_____________________________________46
Tel. (11) 3873-9908
Fax 3873-9910
www.andiv.com.br
ARBAX
_____________________________________51
Tel. (11) 6965-4663 / 6965-9110
www.arbax.com.br
BYSTRONIC
_____________________________________20
Tel. (19) 3935-3534
Fax 3935-3532
www.bystronic-glass.com.br
CEBRACE
CRISTAL PLANO
_____________________________________68
Tel. 0800-7284376
www.cebrace.com.br
CEFLA
_____________________________________48
Tel. (41) 3608-1249
Fax 3604-2289
www.cfdb.com.br
DIAMANFER
_____________________________________08
Tel. (11) 4066-9600
www.diamanfer.com.br
66 o
vidroplano
DIVINAL VIDROS
_____________________________________40
Tel. (11) 3037-2966
www.divinal.com.br
PACAEMBU
TÊMPERA DE VIDROS
_____________________________________18
Tel. (11) 4221-1999
www.pacaembuvidros.com.br
DORMA
_____________________________________21
Tel. (11) 4689-9200
Fax 4689-9215
www.dorma.com.br
SAINT-GOBAIN GLASS
_____________________________________13
Tel. 0800-125125
www.saint-gobain-glass.com.br
EFFECTUS
_____________________________________50
Tel. (11) 4221-7699
www.effectus.com.br
SCHIATTI ÂNGELO
_____________________________________12
Tel. (11) 3991-2020
Repr. Gusmão Representações
GLASSTEC
_____________________________________52
Tel. (11) 5535-4799
Fax. (11) 5093-6041
www.glasstec.de
SGLASS
_____________________________________19
Tel. (43) 3427-7000
Fax 3427-7000
www.sglass.com.br
GLASTON BAVELLONI TAMGLASS
_____________________________________11, 31
Tel. (11) 4061-6511
Fax 4066-6020
www.glaston.net
TEC-VIDRO
IND. COMÉRCIO
_____________________________________47
Tel. (11) 5682-2366
Fax 5682-2360
www.tecvidro.com.br
GUARDIAN
_____________________________________02
Tel. (24) 3355-9000
www.guardianbrasil.com.br
INCOVISA
_____________________________________38
Tel. (48) 3202-9900
TEMPERLÂNDIA
_____________________________________10
Tel. (43) 2101-6100
Fax 2101-6101
www.temperlandia.com.br
INTERMAC
_____________________________________32
Tel. (11) 3647-9259
www.intermac.com
TERRA DE
SANTA CRUZ
_____________________________________29
Tel. (11) 6291-4611
Fax 6693-6331
www.terradesantacruzvidros.com.br
ITALOTEC
_____________________________________54
Tel. (11) 3925-0930
www.italotec.com.br
UBV
_____________________________________39
Tel. 0800-709-0710
www.ubvidro.com.br
NEW TEMPER
_____________________________________44
Tel. (21) 3448-8507/8508
Tel. (22) 2765-9655
www.newtemper.com.br
VIDROSUL
_____________________________________55
Tel. (18) 3821-8220
Fax 3821-8222
[email protected]
NIELSEN BUSINESS MEDIA
____________________________________59, 67
Tel. (11) 4613-2000
Fax 4613-2001
www.nielsenbm.com.br
VIMINAS
_____________________________________37
Tel. (27) 3398-1500
Fax 3398-1520
www.viminas.com.br
fevereiro 2008