Artigos - Sociedade Brasileira de Psicanálise de Porto Alegre

Сomentários

Transcrição

Artigos - Sociedade Brasileira de Psicanálise de Porto Alegre
Artigos
O Bebê-Diabo e o Sinistro: do filho sonhado ao filho pesadelo no
psiquismo dos pais | 75
Ane Marlise Port Rodrigues
Resumo
Estimulada pelo artigo “Transtornos do sono em bebês: a noite, os pesadelos e o sinistro no psiquismo parental”, de Victor
Guerra (APU), a autora correlaciona o bebê que dorme e deixa os pais dormirem com o filho sonhado (um anjo), que permite aos
pais sonhar, embalados em seu narcisismo gratificado. Quando o bebê não dorme e não deixa dormir, pode transformar-se num
pesadelo (bebê-diabo; sonho interrompido e mau, no sentido de Ogden) ou num terror-noturno para os pais (sonho não sonhado
de Ogden: experiências impossibilitadas de elaboração psicológica). No estado psíquico de pesadelo ou de terror noturno,
também precipitado pela exaustão emocional e física, e onde as feridas narcísicas se aprofundam, a ligadura entre a pulsão de
vida e a pulsão de morte pode desfazer-se, acionando o sinistro dos pais, que aqui será relacionado aos desejos e impulsos
filicidas.
Palavras-chave
Bebê. Filicídio. Sonho. Transtorno do sono.
Abstract
Stimulated by the article “Sleeping disorders in babies: the night, the nightmares and the sinister in the parental psyche” by Victor
Guerra (APU), the author correlates the baby that sleeps and lets the parents sleep with the dreamed child (an angel) that allows
the parents to dream, rocked in their gratified narcissism. When the baby does not sleep, and does not let parents sleep, it can
become a nightmare (diablo-baby; an interrupted or a bad dream in Ogden’s meaning) or a night-terror for the parents (an
Ogden’s not dreamed dream: experiences unable to be elaborated psychologically). In the psychic state of a nightmare or night
terror, as well as triggered by the emotional and physical exhaustion and where the narcissist injuries deepen, the link between
the life instinct and the death instinct can undo, thus triggering the sinister by the parents that is here related to the filicidal wishes
and impulses.
Keywords
Dream. Filicide. Sleeping disorder.
Limites: por onde anda o Nome-do-Pai? | 103
Katya de Azevedo Araújo, Kellen Gurgel Anchieta, Laura Ward da Rosa, Luciana Saraiva Schmal,
Tamara B. Jansen. Ferreira
Resumo
A partir do estudo da obra de Freud e de Jacques Lacan, nos deteremos, no presente trabalho, na questão da importância dos
Limites – Tema Oficial deste XXIII Congresso Brasileiro de Psicanálise – e do conceito de Lacan do Nome-do-Pai para a
constituição do sujeito do inconsciente, possibilitando o desenvolvimento da capacidade simbólica e, por consequência, a
alteridade e o reconhecimento do Outro. Na cultura atual, são múltiplos os exemplos da falta de limites e da indiscriminação de
papéis e dos espaços intersubjetivos e transubjetivos, numa tentativa de eliminar as diferenças intergeracionais. Apresentaremos
um material clínico para ilustrar a falha da função paterna na instalação da interdição da relação mãe-filha e de suas
consequências para o desenvolvimento adulto.
Palavras-chave
Gozo. Inconsciente. Limite. Nome-do-Pai. Prazer. Sujeito.
Abstract
Based on Freud’s and Lacan’s works, in this study, we address the importance of limits – main theme of the XXIII Brazilian
Congress on Psychoanalysis – and Lacan’s Name-of-the-Father, for the construction of the subject of the unconscious, allowing
for the development of symbolic capacity and, consequently, of alterity and of recognition of the Other. In today’s culture there are
several examples of lack of limits and absence of clearly defined roles, as well as of intersubjective and transsubjective spaces, in
an attempt to overcome intergenerational differences. We use a clinical case to illustrate the father’s failure to impose restraints on
the mother-daughter relationship and its implications for adult development.
Keywords
Enjoyment. Limit. Name-of-the-Father. Pleasure. Subject. Unconscious.
Distorções Psicóticas do Bom Objeto: trabalho analítico com paciente
seriamente perturbado | 125
Robert Waska
Resumo
Utiliza-se um amplo material de estudo de caso para a investigação das dificuldades em trabalhar analiticamente com pacientes
psicóticos com tendências à clivagem excessiva, à idealização maníaca e à identificação projetiva. São abordados, também,
problemas clínicos de atuação (acting out) transferencial e é explorada a importância do uso de informações
contratransferenciais (SEGAL, 1977; SPILLIUS, 1983). Os conflitos entre os instintos de vida e de morte (ROSENFELD, 1971;
GROTSTEIN, 1985; SEGAL, 1993) são muito comuns no paciente com grandes perturbações e a forma como essas dinâmicas
atuam na transferência e criam situações de impasse intensas é ilustrada no material. Especificamente, as distorções patológicas
do bom objeto são identificadas como o principal conflito no trabalho com certos pacientes mais primitivos. A abordagem
kleiniana é demonstrada e o material de estudo de caso ilustra a necessidade de paciência clínica, fé no processo do analista e
habilidade de aceitar o progresso lento ou até mesmo a total ausência de progresso.
Palavras-chave
Contratransferência. Identificação projetiva. Pulsão de morte. Pulsão de vida.
Abstract
Extensive case material is used to explore the difficulties in working analytically with psychotic patients who are prone to
excessive splitting, manic idealization, and projective identification. Clinical issues of transference acting out are addressed and
the importance of utilizing counter-transference information (Segal 1977; Spillius 1983) is explored. The conflicts between life and
death instincts (Rosenfeld 1971; Grotstein 1985; Segal 1993) are quite common with the more disturbed patient and the way
these dynamics play out in the transference and create intense impasse states are illustrated in the material. Specifically, the
pathological distortions of the good object is identified as the core conflict in work with certain more primitive patients. The Kleinian
approach is demonstrated and case material illustrates the need for clinical patience, faith in the analyst process, and the ability to
accept slow progress or even no progress at all.
Keywords:
Countertransference. Death instinct. Life instinct. Projective identification.
Hiperatividade e Déficit de Atenção no Funcionamento Psíquico da
Criança: o falso self motor | 153
Victor Guerra
Resumo
O presente trabalho aborda o transtorno de déficit de atenção e hiperatividade enfatizando a importância de identificar os fatores
relacionais além dos de ordem biológica na avaliação diagnóstica. Adverte quanto aos diagnósticos “hiperativos”, isto é,
apressados e destaca a importância do diagnóstico ser multidisciplinar. Por outro lado lembra que, culturalmente, existe uma
exigência de que as crianças se envolvam com uma agenda intensiva. Considera que lutos não elaborados pelos pais levem à
supervalorização da vitalidade da criança para afugentar fantasmas depressivos nos pais. Ao final ilustra com um caso clínico de
um menino com excessiva autonomia sem angústia de separação.
Palavras-chave
Déficit de atenção. Falso self. Hiperatividade.
Abstract:
The present study deals with attention deficit hyperactivity disorder, highlighting the importance of identifying relational factors in
addition to biological ones in diagnostic evaluation. It warns against “hyperactive” (hasty) diagnoses and underscores the
importance of multidisciplinary diagnosis. On the other hand, it recalls that, culturally, children must follow a hectic routine. It also
considers that grief that is not managed by the parents makes children overvalue vitality in an attempt to move depressive
fantasies away from their parents. Finally, a clinical case of a boy with excessive autonomy and no separation anxiety is
presented.
Keywords
Attention Deficit. False self. Hyperactivity.
Uma Psicanalista Equilibrista e seu Posto de Observação | 245
Giovanna Albuquerque Maranhão de Lima
Resumo
A autora investiga em que consiste “observação psicanalítica”, tomando como ponto de partida seu próprio processo de
elaboração de identidade psicanalítica. Apresenta algumas “realizações” através de material clínico de três analisandos, e
ressalta o surgimento de imagens oníricas na mente do analista durante a sessão, como expressão da qualidade de observação
psicanalítica.
Palavras-chave
Evolução. Função alfa. Identidade psicanalítica. Imagens oníricas. Observação psicanalítica.
Abstract
The author investigates the meaning of “psychoanalytical observation”, using as a starting point her own psychoanalytical identity
development process. This paper presents some realizations through clinical material from three patients, and highlights the
occurrence of dreamlike images in the analyst´s mind during the analytical session, as an expression of the quality of the
psychoanalytical observation.
Keywords
Alpha function. Dreamlike images. Evolution. Psychoanalytical identity. Psychoanalytical observation.
Ensaio:
Um Caso de Joyce McDougall – reflexões no Espaço Potencial | 89
Astrid E. Müller Ribeiro, Caroline Milman, Celso Halperin, Denise Haeberle,
Eliane Grass Ferreira Nogueira, Ester Malque Litvin, Fátima M. Tonolli Fedrizzi,
Lisiane Milman Cervo, Paulo Picarelli Ferreira
Adições a Drogas e a Pessoas | 117
Caroline Milman
Patologia Adulta em Relação com a Estruturação Psíquica
Pós-Edípica | 179
Rodolfo Urribarri
A Psicanálise Aberta ao Porvir | 209
Marisa Punta Rodulfo
Psicanálise e suas Formas de Engajamento com a Pesquisa
Científica | 233
Andrés J. Roussos
Conferências
““Extramuros” – A Psicanálise do Futuro | 35
Ana Rosa Chait Trachtenberg
O Futuro da Formação Analítica: algumas questões e perspectivas | 41
Cláudio Laks Eizirik
O Futuro da Psicanálise como Profissão | 47
Leonardo Francischelli
O Futuro da Psicanálise de Crianças e Adolescentes | 53
Vera Maria H. Pereira de Mello
O Futuro da Psicanálise na Clínica | 61
Gley P. Costa
O Futuro da Psicanálise na Técnica | 67
Altamirando Matos de Andrade Jr.