Genética Ensino Médio

Сomentários

Transcrição

Genética Ensino Médio
GENÉTICA
* CIÊNCIA QUE ESTUDA A ESTUDA A HEREDITARIEDADE E A VARIAÇÃO.
*HEREDITARIEDADE É A TRANSMISSÃO DOS FATORES HEREDITÁRIOS,
OS GENES, DOS ANTECEDENTES PARA OS DESCENDENTES ( DOS PAIS PARA
OS FILHOS).
*VARIAÇÃO DIFERENÇAS EXISTENTES ENTRE OS INDIVÍDUOS
UM CROMOSSOMO = UMA MOLÉCULA DE DNA
UM GENE = UM SEGMENTO DA MOLÉCULA DE DNA
QUE TEM INFORMAÇÃO DE UMA PROTEINA,
CONSTITUINTE DE UMA CARACTERÍSTICA
(FENÓTIPO)
QUANDO MENDEL FORMULOU SUAS LEIS, A BIOLOGIA AINDA NÃO TINHA
CONHECIMENTO SOBRE CROMOSSOMO, GENE, CROSSING OVER, MITOSE E
MEIOSE. A BASE DA GENÉTICA FOI A BOTÂNICA E A ESTATISTICA
VARIAÇÃO
IPÊ Handroanthus avellanedae.
PAU BRASIL
Caesalpinia echinata
ANTES DA GENÉTICA MENDELIANA
TEORIA DA PANGÊNESE Todas as partes do organismo produziam
partículas denominadas "GÊMULAS" que eram direcionadas para as células
germinativas. Durante a reprodução sexuada, havia a mistura das partículas
provenientes do macho e da fêmea produzindo um novo organismo com
características de ambos os progenitores.
Darwin também acreditava nesta teoria.
TEORIA DA PREFORMAÇÃO Acreditava que o
espermatozóide ou óvulo continha um indivíduo
completo em miniatura chamado HOMÚNCULO,
havendo os ESPERMISTAS e os OVISTAS. O
desenvolvimento embrionário seria apenas o
crescimento desse homúnculo.
Alguns espermistas admitiam ainda que se o
espermatozóide fosse proveniente do testículo
esquerdo nasceria um homem, se do direito, uma
mulher.
GREGOR JOHANN MENDEL, Pai da Genética, fez experimentos com a ervilha da
espécie Pisum sativum (ERVILHA DE CHEIRO) e elaborou duas leis que são a base
da genética clássica. A Primeira Lei de Mendel estuda, a segregação de uma par de
Alelos. A Segunda Lei explora a segregação independente de dois ou mais pares de
alelos (dois ou mais genes). Em 1865 publicou suas teorias e ficou frustrado, pois não
deram a devida atenção na época. Em 1900, DE VRIES, CORRENS E TSCHEMAK
"descobriram" os trabalhos de Mendel. Thomas Morgan, em 1915, trabalhando com a
mosca do fruto Drosophila melanogaster, descreveu a teoria cromossômica da
herança e nela incorporou a Genética mendeliana.
Genética clássica  mendeliana /
ERVILHA
Genética moderna morganiana
MENDEL
morgan
*MENDEL USOU O MÉTODO DA HIBRIDIZAÇÃO, ISTO É, CRUZAMENTO DE
INDIVÍDUOS COM CARACTERÍSTICAS CONTRASTANTES.
POR QUE ESCOLHEU A ERVILHA?
* PORQUE É UMA PLANTA DE FÁCIL CULTIVO E RÁPIDA REPRODUÇÃO.
* AS FLORES SÃO HERMAFRODITAS( TEM ANDROCEU E GINECEU) E SÓ
DESABROCHAM DEPOIS DE REALIZAREM A AUTOFECUNDAÇÃO OU
AUTOGAMIA.
* EM POUCO TEMPO SÃO OBTIDAS VÁRIAS GERAÇÕES E MUITOS
DESCENDENTES PARA ANÁLISE
* A flor da ervilha tem o órgão reprodutor masculino, o ANDROCEU,
constituido por unidades chamadas ESTAMES, onde encontramos a
ANTERA, cheia de GRÃOS DE PÓLEN.
* O órgão reprodutor feminino é o GINECEU, constituido por unidades
chamadas CARPELOS, que contém um ou mais ÓVULOS
* EMASCULAR UMA FLOR é retirar as anteras (extremidade do
estame) eliminando a parte masculina, deixando apenas a parte feminina
* MENDEL emasculou a ervilha e polinizou a parte feminina com o pólen
que tinha a característica que ele queria analisar( polinização antropófila)
AS SETE CARACTERÍSTICAS ESCOLHIDAS POR MENDEL
QUE DETERMINARAM AS LEIS DA GENÉTICA CLÁSSICA
FENÓTIPOS
CARACTERÍSTICAS
1 - COR DA SEMENTE
2 - FORMA DA SEMENTE
3 - ALTURA DA PLANTA
4 - COR DA FLOR
5 - POSIÇÃO DAS FLORES
6 - FORMA DA VAGEM
7 - COR DA VAGEM
DOMINANTES
AMARELA
LISA
ALTA
PÚRPURA
AXILAR
LISA
VERDE
RECESSIVAS
VERDE
RUGOSA
BAIXA
BRANCA
TERMINAL
ONDULADA
AMARELA
VAMOS RESPONDER:
1- O que é um gene?
2- Como explicamos a pangênese?
3- Como explicamos a teoria da preformação?
4- Que material foi utilizado por Mendel para esclarecer a hereditariedade?
5- Que características tinha o material escolhido por Mendel, que foram
úteis na determinação das leis da genética?
6- Quais ciências Mendel dominava que lhe serviram para determinar as
leis da genética?
7- O que é uma flor hermafrodita?
8- O que é emascular uma flor?
9- O que é a autofecundação ou autogamia?
10- Que método foi utilizado por Mendel e o que ele representa?
LEIS DE MENDEL
A PRIMEIRA LEI DE MENDEL OU LEI DA SEGREGAÇÃO (DISJUNÇÃO)
* MONOIBRIDISMO
*HERANÇA MONOFATORIAL
*LEI DA PUREZA DOS GAMETA
ENUNCIADO:
“CADA CARÁTER É DETERMINADO POR UM PAR DE FATORES GENÉTICOS
(GENES), QUE SE SEGREGAM (SEPARAM) DURANTE A GAMETOGÊNESE E
PASSAM PUROS AOS GAMETAS, DE MODO QUE CADA DESCENDENTE
GERADO, SÓ RECEBE UM GENE DE CADA PAR DE ALELOS.
A SEGUNDA LEI DE MENDEL OU LEI DA SEGREGAÇÃO INDEPENDENTE
•DIIBRIDISMO DOIS PARES DE GENES – DUAS CARACTERÍSTICAS
•TRIIBRIDISMO TRÊS PARES DE GENES –TRÊS CARACTERÍSTICAS
•POLIIBRIDISMO QUATRO OU MAIS PARES DE GENES – QUATRO
OU MAIS CARACTERÍSTICAS
•ENUNCIADO:
•OS DIFERENTES FATORES (GENES) QUE DETERMINAM AS CARACTERÍSTICAS
RECOMBINAM-SE INDEPENDENTEMENTE, AO ACASO, E PASSAM AOS
GAMETAS
PRIMEIRA LEI
*INDIVÍDUO DE GENÓTIPO AA  GAMETA A(100%)
*INDIVÍDUO DE GENÓTIPO aa  GAMETA a (100%)
*INDIVÍDUO DE GENÓTIPO Aa GAMETA A (50%) E GAMETA
a (50%)
FECUNDAÇÃO
ÚNICO MACHO QUE FICA GRÁVIDO
Cavalo marinho peixe ósseo
*ESPÉCIE CONJUNTO DE INDIVÍDUOS QUE SE
APRESENTAM
MORFOLOGICAMENTE
E
FISIOLOGICAMENTE SEMELHANTES E QUE AO SE
REPRODUZIREM SEUS DESCENDENTES SÃO FÉRTEIS, POIS
NÃO ESTÃO ISOLADOS REPRODUTIVAMENTE
* SERES VIVOS DE ESPÉCIES DIFERENTES PODEM SE CRUZAR, PORÉM SEUS
DESCENDENTES GERALMENTE NASCEM ESTÉREIS E SÃO CHAMADOS HÍBRIDOS
Jumento x égua
MULA
Zebra x cavalo
ZEBRALO
Tigre x leoa
TIGON
?
?
?
EXERCÍCIOS
* EM QUE ITEM ENCONTRAMOS UMA RAZÃO, QUE NÃO
ESTARIA DENTRO DOS CONHECIMENTOS DE MENDEL, PARA
DESCOBRIR COMO OS CARACTERES ERAM TRANSMITIDOS
DOS ASCENDENTES PARA OS DESCENDENTES:
A- Na determinação de uma única característica, ocorre a
existência de dois fatores genéticos, que se separam durante
a gametogênese na formação dos gametas.
B- As flores das ervilhas são cleistógamas e se autofecundam,
garantindo a variabilidade genética que já possuem.
C- Antes da fecundação podemos emascular a flor e polinizá-la
com o grão de pólen, que contêm a característica que
queremos analisar
D- Observamos nos cromossomos a existência dos genes que
são os determinadores das características
E- As ervilhas são plantas de fácil cultivo e rápida reprodução
Sabendo-se que A é um alelo que determina pele normal, sendo
dominante em relação ao alelo a, que determina pele albina,
qual a proporção genotípica e fenotípica que esperamos dos
cruzamentos:
• AA x AA
• Aa x AA
• aa
x Aa
• Aa
x Aa
(FUC-MT) Cruzando-se ervilhas verdes vv com ervilhas amarelas Vv, os descendentes
serão:
a)
100% vv, verdes;
b)
100% VV, amarelas;
c)
50% Vv, amarelas; 50% vv, verdes;
d)
25% Vv, amarelas; 50% vv, verdes; 25% VV, amarelas;
e)
25% vv, verdes; 50% Vv, amarelas; 25% VV, verdes.
UFMG) Indique a proposição que completa, de forma correta, a afirmativa abaixo:
Por meiose, uma célula ________ com ________ cromossomos formará _______
células _________________, com _________ cromossomos cada uma.
a)
2n, 20, 02, 2n, 20.
b)
Diplóide, 10, 04, haplóides, 10.
c)
Diplóide, 46, 04, haplóides, 23.
d)
n, 10, 02, 2n, 05.
e)
Haplóide, 05, 04, n, 20.
De acordo com a primeira lei de Mendel confira as afirmações abaixo e marque a que
apresentar informações incorretas.
a)
Em cada espécie de ser vivo o número de cromossomos é constante, e isso
ocorre porque na formação dos gametas esse número é reduzido à metade e depois,
na fecundação, restabelece-se o número inicial.
b)
Cada caráter é determinado por um par de fatores que se separam na formação
dos gametas, indo um fator do par para cada gameta, que é, portanto, puro.
c)
Quando os alelos de um par são iguais, fala-se em condição heterozigótica (para
a qual Mendel usava o termo puro), e quando os alelos são diferentes, fala-se em
condição homozigótica (para a qual Mendel usava o termo hibrido).
d)
Um mesmo caráter pode apresentar duas ou mais variáveis, e a variável de cada
caráter é denominada fenótipo.
e)
O termo genótipo pode ser aplicado tanto ao conjunto total de genes de um
indivíduo como a cada gene em particular.
CONCEITOS IMPORTANTES DA GENÉTICA
1- GENE segmento da molécula do DNA, que contêm a informação completa
de cada proteína formadora de uma característica
2- LOCUS local ocupado pelo gene no cromossomo (loci = plural)
3- CROMOSSOMO associação de uma molécula do DNA com proteínas
histonas
4- CROMOSSOMOS HOMÓLOGOS cromossomo paterno e materno que são
morfologicamente semelhantes e que possuem genes que disputam uma mesma
característica.
5-GENES ALELOS aqueles que estão situados em uma mesma posição nos
cromossomos homólogos
6- HOMOZIGOTO (PURO) indivíduo que apresenta alelos iguais para uma mesma
característica, Ex. AA, aa, BB, bb
7- HETEROZIGOTO indivíduo que apresenta alelos diferentes para uma mesma
característica. Ex. Aa, Bb, Cc, Dd
Obs. Mendel chamava de híbrido para o heterozigoto. Atualmente o termo híbrido é
aplicado ao descendente geralmente estéril , cujos pais são de espécies diferentes .
Ex. Jumento x égua  burro ou mula (híbrido)
8- DOMINANTE gene que manifesta sua característica estando em dose
dupla, ou em dose simples isto é, em homozigose (AA) ou heterozigose
(Aa).
9- RECESSIVO gene que só manifesta sua característica, quando se
encontra em dose dupla, isto é, em homozigose (aa).
OBS. a cor da semente da ervilha pode ser amarela ou verde, sendo a
amarela dominante e a verde, recessiva. A amarela que é dominante é
representada por VV ou Vv (V_) e a verde somente por vv.
A letra que representa o gene é do caráter recessivo
10- GENÓTIPO conjunto de genes que recebemos de nossos pais, representando
o patrimônio genético de cada um
11- FENÓTIPO é o conjunto de características físicas, morfológicas, fisiológicas e
comportamentais de um organismo, sendo determinado pela interação entre o genótipo
e o meio ambiente.
FENÓTIPO = GENÓTIPO + MEIO AMBIENTE
12- FENOCÓPIA Imitação de um fenótipo pela ação de agentes puramente
ambientais. Não é transmitida por hereditariedade.
Por exemplo:
• Um diabético que baixa a taxa de glicose no sangue após aplicação de insulina.
•
Uma pessoa normal que elevou a taxa de glicose após comer doces.
• Um anão que aumentou de tamanho após tomar hormônios de crescimento.
• Uma pessoa de cabelos crespos que alisou o cabelo.
• Uma pessoa de cabelos castanhos que pintou de loiro
13- CRUZAMENTO TESTE (TEST CROSS) é o único modo de descobrir se um
indivíduo que possui fenótipo dominante é HOMOZIGOTO OU HETEROZOGOTO.
É o cruzamento realizado entre o indivíduo que possui fenótipo dominante com
um que possui fenótipo recessivo. Se todos os descendentes nascerem com
fenótipo dominante ele é HOMOZIGOTO. Se uns nascerem com fenótipo
dominante e outros com o recessivo, ele é HETEROZIGOTO.
14- RETROCRUZAMENTO ( BACK CROSS)  É O CRUZAMENTO ENTRE UM
INDIVÍDUO DA GERAÇÃO F1 COM UM PATERNAL
13- GAMETA  célula haplóide utilizada na reprodução e que contêm o genoma de
cada progenitor(pai).
Nos animais os gametas são representados por espermatozóide e óvulo,
originados pela meiose, sendo geneticamente diferentes devido ao crossing over e
quando se encontram pela fecundação, formam o ovo ou zigoto (2n), que começa o
processo mitótico, constitui o embrião e se desenvolve, formando cada um de nós.
Na espécie humana uma célula diplóide germinativa designada de GÔNIA
( ESPERMATOGÔNIA OU OVOGÔNIA), dá origem a quatro células haplóides,
sendo as quatro funcionais no homem (4 espermatozóide) e uma funcional na mulher
(1 óvulo).
Numa célula diplóide ou somática (do corpo) do homem, - encontramos 46
cromossomos, sendo 44 autossosmos e 2 alossomos ou sexuais, XX na mulher e XY,
no homem.
A célula sexual ou gameta, possui a metade do que a célula somática
apresenta, de modo que nela encontramos 23 cromossomos, sendo 22 autossomos
e 1 alossomo, que na mulher é sempre o cromossomo X, e no homem pode ser o X
ou o Y . A mulher forma o mesmo tipo de gameta, sendo o sexo homogamético, já o
homem forma gametas diferentes, sendo o sexo heterogamético.
15- GAMETA  É a célula haplóide utilizada na reprodução e que contêm o
GENOMA, que representa o conjunto de cromossomos de cada célula sexual
existente no indivíduo.
Nos animais os gametas são originados pela meiose e quando se
encontram pela fecundação, formam o ovo ou zigoto (2n), que começa o
processo mitótico, constitui o embrião, que se desenvolve formando o
indivíduo.
Numa célula diplóide ou somática (do corpo), encontramos 46
cromossomos, sendo 44 autossomos e 2 alossomos ou sexuais, XX na mulher
e XY, no homem. A célula sexual ou gameta, possui a metade do que a célula
somática apresenta.
O PROJETO GENOMA HUMANO é o sequenciamento e o mapeamentos
de todos os genes existentes nos cromossomos e os nucleotídeos que os
compõem. É desvendar os genes dos 22 cromossomos autossomos e dos dois
cromossomos sexuais X e Y, portanto estuda-se 24 cromossomos na espécie
humana.
A mulher forma o mesmo tipo de gameta, sendo o sexo homogamético, já
o homem forma gametas diferentes, sendo o sexo heterogamético.
16- ATAVISMO OU REVERSÃO É O REAPARECIMENTO DE UMA
DETERMINADA CARACTERÍSITICA APÓS SUCESSIVAS GERAÇÕES.
Obs: Anemia falciforme ocorre em consequência de uma substituição do
aminoácido ácido glutâmico pelo aminoácido valina, tornando a hemácia com a
forma de foice. Assim a hemácia passou a ter dificuldade no transporte dos gases
da respiração
17- NORMA DE REAÇÃO OU PLASTICIDADE FENOTÍPICA representa o
conjunto de fenótipos que um mesmo genótipo pode determinar, dependendo de
como o meio ambiente interfere no mesmo.
Exemplo; Uma pessoa morena pode se apresentar mais clara ou mais escura
dependendo da quantidade de melanina que produzir em consequência da
exposição ao sol.
18- PENETRÂNCIA  é a proporção com que um mesmo gene se manifesta na
população. As diferentes maneiras como a característica se manifesta é a
EXPRESSIVIDADE. A característica que mais aparece na população é a
determinada pelo gene dominante e assim dizemos que este gene possui alta
penetrância, porém existem algumas características que apesar de serem
determinadas por genes dominantes, aparecem em pequena quantidade na
população, pois possuem baixa penetrância. É o que acontece com a
POLIDACTILIA (dedos extranumerários) e com o NANISMO.
Suponhamos que o gene A é determinador da polidactilia e o gene B, do nanismo.
* GENÓTIPO DE QUEM TEM POLIDACTILIA AA, Aa
- GENÓTIPO DE UM INDIVÍDUO NORMAL  aa
* GENÓTIPO DE QUEM TEM NANISMO Bb
- GENÓTIPO DE UM INDIVIDUO NORMALbb
Obs. O indivíduo ANÃO que tiver genótipo BB (homozigoto dominante) morre
durante o desenvolvimento uterino, esses genes são LETAIS.
15- GENEALOGIA OU HEREDOGRAMA  É A SIMBOLOGIA UTILIZADA PELA
GENÉTICA.
19- GÊMEOS MONOZIGÓTICOS formados a partir da fusão de um óvulo com um
espermatozóide, gerando um zigoto, que pode duplicar todo o material que contêm e se
dividir em dois, de mesmo genótipo e de mesmo sexo (homem –homem ou mulher –
mulher). O único caso conhecido de gêmeos monozigóticos de sexos diferentes ocorreu
quando um zigoto XY, duplicou, originando dois zigotos. Um deles permanece XY, mas
o outro perdeu o cromossomo Y e se desenvolver como XO, ficando um HOMEM
NORMAL E UMA MULHER TURNER.
* Quando gêmeos monozigóticos são gerados a partir da blástula, vão apresentar
somente uma placenta (uniplacentários) e univitelineos.
* Quando os gêmeos monozigóticos são provenientes da mórula, vão formar
duas blástulas e cada uma vai gerar uma placenta. assim podem ter placentas
diferentes, mesmo sendo idênticos.
* Quando nascem pregados um no outro são chamados siameses ou
xifópagos, semelhantes a cheng e eng, gêmeos chineses nascidos na cidade
de SIÃO.
GÊMEOS MONOZIGÓTICOS FETO IN FETO caso em que um
feto é englobado pelo outro virando uma espécie de cisto.
20- GÊMEOS
DIZIGÓTICOS a mulher libera dois ou mais
óvulos e cada um é fecundado por um espermatozóide. São de
genótipos diferentes e podem ter o mesmo sexo ou sexos
diferentes.
*Quando são de um mesmo ciclo ovariano ( mesmo mês) são
casos de superfecundação. Quando são de períodos ovarianos
diferentes ( meses diferentes) são casos de superfetação.
PRIMEIRA LEI DE MENDEL  MONOIBRIDISMO
• É O ESTUDO DE UMA ÚNICA CARACTERÍSTICA DETERMINADA
POR UM PAR DE GENES.
• A GERAÇÃO PATERNAL OS PARENTAL (P) É HOMOZIGOTA
• A GERAÇÃO F1 É HETEROZIGOTA
• A GERAÇÃO F2 OBTIDA A PARTIR DO CRUZAMENTO ENTRE OS
INDIVÍDUOS DA GERAÇÃO F1, TEM REPRESENTANTES
HOMOZIGOTOS E HETEROZIGOTOS. É NA GERAÇÃO F2 QUE
SÃO OBTIDAS AS PROPORÇÕES MENDELIANAS.
*A PRIMEIRA LEI DE MENDEL PODE OCORRER COM
DOMINÂNCIA COMPLETA (HDC), COM AUSÊNCIA DE
DOMINÂNCIA (A.D) OU COM CODOMINÂNCIA(COD)
* HERANÇA COM DOMINÂNCIA COMPLETA (HDC)
ALBINISMO
* A GERAÇÃO F1 TEM UM FENÓTIPO SEMELHANTE A UM DOS PAIS
* GERAÇÃO P AA(NORMAL)
x aa (ALBINO)
GERAÇÃO F1 Aa (NORMAL)
* (Aa
X Aa) 
AA ,Aa ,Aa ,aa
GERAÇÃO F2
*PROP. FENOTÍPICA : 3 /4 (NORMAL): 1 / 4 ( ALBINO)  (
3:1)
Observe 3 dominante para 1 recessivo
* PROP. GENOTÍPICA : 1 /4(AA) : 2/4 (Aa) : 1 /4 (aa)
( 1 :2 :1.)
• HERANÇA COM AUSÊNCA DE DOMINÂNCIA
PLANTA MARAVILHA OU BONINA (Mirabilis jalapa)
•
•
A F1 É DIFERENTE DOS PAIS
FLORES VERMELHA VV
BRANCA = BB
RÓSEA= VB
* GERAÇÃO P VV ( VERM.) X BB (BRANCA)
* GERAÇÃO F1 VB (RÓSEA)
* GERAÇÃO F2 (VB X VB) VV, VB, VB, BB
* PROP.FENOTÍPICA = PROP. GENOTIPICA  1/4 : 2/4 : 1//4  (
* Nº DE GENÓTIPO = Nº DE FENÓTIPO = 3
1 :2 :1.)
HERANÇA COM CODOMINÂNCIA
BOI RUÃO
•
A F1 TEM UM FENÓTIPO INTEMEDIÁRIO AOS PAIS
PTOURO VERMELHO = VV X
VACA BRANCA= BB
•
A F1 (VB)TEM UM FENÓTIPO INTERMEDIÁRIO AOS PAIS
•
AS PROPORÇÕES GENOTÍPICAS E FENOTÍPICAS SÃO
SEMELHANTES AS DA AUSÊNCIA DE DOMINÂNCIA (
1 :2 :1)
HDC,
AD
OU
COD ?
1- GALO PRETO X GALINHA BRANCA = F1 AZUL
2- FLOR VERMELHA X FLOR BRANCA = F1 VERMELHA
3- TOURO VERMELHO X VACA BRANCA = F1 RUÃO
4- OLHOS PRETOS X OLHOS CINZAS = F1 PRETO
5- FLOR VERMELHA X FLOR BRANCA = F1 RÓSEA
6- FLOR AXIAL X FLOR TERMINAL = F1 FLOR AXIAL
7-SANGUE TIPO A X TIPO B = F1 TIPO AB
8-SANGUE TIPO A X TIPO O = F1 TIPO A
POLIALEILA OU ALELOS MÚLTIPLOS
*É
UMA HERANÇA DETERMINADA POR VÁRIOS GENES (
MAIS DE 2), ORIGINADOS POR MUTAÇÃO, PORÉM CADA
INDÍVÍDUO SÓ É PORTADOR DE UM ÚNICO PAR, SENDO
PORTANTO UM, CASO ESTUDADO DENTRO DA 1ª LEI DE
MENDEL.
SÃO CASOS DE POLIALELIA:
1- HERANÇA DA PELAGEM DE COELHOS
2- SISTEMA ABO
3- FATOR RH (RHESUS)
COR DA PELAGEM DE COELHOS
FENÓTIPOS
Selvagem ou Aguti
GENÓTIPOS
CC, C c ch , C ch , C c
a
(ESCURO)
Chinchila
cchcch ,
cch c
(PRATEADO)
Himalaia
c hc h,
(BRANCO/ ESCURO)
Albino
(BRANCO)
c ac a
c hc a
h
, cch c
a
SISTEMA ABO
RELAÇÃO DE DOMINÂNCIA  IA = IB > i
GENÓTIPO ( na presença de H__) FENÓTIPO
AA ou AO .............................
BB ou BO ............................
A
B
AB ........................................ AB
OO .......................................
O
GENÓTIPO( na presença de hh)
FENÓTIPO
AA ou AO ......................................... O
BB ou BO .......................................... O
AB .................................................... O
OO ....................................... ............. O
BOMBAIM
GRUPO
AGLUTINOGÊNIO
(ANTIGENO )
AGLUTININA
(ANTICORPO)
A
A
ANTI- B
B
B
ANTI –A
AB
O
AeB
NÃO TEM
NÃO TEM
ANTI- A E B
O = DOADOR
AB= RECEPTOR
TRANSFUSÕES:
*A- HOMÓLOGAS  MESMO TIPO SANGUINEO
*B- HETERÓLOGAS DIFERENTES TIPOS
*C- AUTÓLOGAS  SEU PRÓPRIO SANGUE
EXAME DE BETH VINCENT
TIPAGEM SANGUÍNEA
* FATOR Rh ( RHESUS)
• ALELOS C, D, E / c, d, e
*RH+ PRESENÇA do alelo D
Ex. CCDDEE / ccDdee / CcDdEe
*Rh-  AUSÊNCIA de D (presença de dd)
Ex. CcddEE / ccddee / CcddEe
RELAÇÃO DD, Dd RR, Rr
dd rr
ERITROBLASTOSE FETAL(DHRN)
MÃE Rh –
FILHO Rh+ /
PAI Rh +
SEGUNDA LEI DE MENDEL
LEI DA SEGREGAÇÃO INDEPENDENTE
*HERANÇA MULTIFATORIAL *DI, TRI E POLIIBRIDISMO
*
“OS
DIFERENTES FATORES QUE DETERMINAM AS
CARACTERÍSTICAS PASSAM PARA OS GAMETAS,
INDEPENDENTEMENTE , UM DO OUTRO, POR MEIO
DE PROPORÇÕES FIXAS E DEFINIDAS”
OBSERVE:
Indivíduo AABB ..........gameta AB
Indiv. aabb............... gameta ab
Indiv. AABb .......gametas AB e Ab
Indiv. AaBB.......gametas Ab e Ab
Indiv. AaBb... gametas AB, Ab, aB, ab
Prop.fenotípica
No diibridismo...9 :3 :3 :1 ...(3:1 )x ( 3:1)
9-dom.x dom.= 3/4 x 3/4
3- rec x dom = 1/4 x 3/4
3-dom. x rec. = 3/4 x 1/4
1- rec x rec = 1/4 x 1/4
No triibridismo.....
27 : 9 : 9 : 9 : 3 :3 : 3 : 1
DETERMINAÇÕES GENÉTICAS INDIVÍDUOS DE GENÓTIPOS IGUAIS
*nº gametas= 2n
*nº de fenótipos = 2n
*nº de genótipos = 3n
*nº
de combinações possíveis = 4n
n=nº de heterozigotos
1- AaBb x AaBb
2- AaBBCcDd x AaBBCcDd
DETERMINAÇÕES GENÉTICAS PARA INDIVÍDUOS DE GENÓTIPOS
DIFERENTES:
• O Nº DE GAMETAS É OBTIDO INDIVIDUALMENTE PELA FÓRMULA
•
2n
O Nº DE FENÓTIPOS É O PRODUTO DO Nº DE FENÓTIPOS OBTIDOS
INDIVIDUALMENTE.
• O Nº DE GENÓTIPOS É O PRODUTO DO Nº DE FENÓTIPOS OBTIDOS
INDIVIDUALMENTE.
• O Nº DE COMBINAÇÕES POSSIVEIS É O PRODUTO DENTRE OS
NÚMEROS DE GAMETAS.
1- AabbCcDd
2-aaBbCCDd
X AABbCcdd
X
AABbCcDd
Quais os gametas formados pelos indivíduos de genótipos:
1- AabbCcDD
2- aaBbCCDDEe
3- AaBbCcDdEE
4-aabbccddee

Documentos relacionados

Genética - iseib.com

Genética - iseib.com Plantas puras → linhagens que, por autofecundação, originavam somente plantas iguais a si; geração parental (geração P) Produção de F1 → 1ª geração de filhos híbridos, iguais a um dos pais. Produçã...

Leia mais

Genética – Conceitos Básicos

Genética – Conceitos Básicos cromossomos. 22 pares são autossomos e não tem relação direta com a determinação do sexo. Um par, chamado de alossomos (X e Y), são os cromossomos sexuais. • A mulher apresenta dois alossomos X e é...

Leia mais

Genética aluno - Prof. Dorival

Genética aluno - Prof. Dorival polialélica, com relação de dominância e de codominância entre as formas alélicas. (04) Uma proteína é a expressão de uma informação contida no DNA, transcrita em uma molécula de RNA mensageiro. (0...

Leia mais

CAPITULO 1 – Primeira Lei de Mendel

CAPITULO 1 – Primeira Lei de Mendel − A transmissão de algumas características humanas obedece à 1ª lei de Mendel, ou seja, elas são condicionadas por um par de alelo (monoibridismo ou herança monogênica). − Essas características são...

Leia mais

respostas recebidas desafio 2 considerações justificativa: calo de

respostas recebidas desafio 2 considerações justificativa: calo de A Primeira Lei de Mendel é definida por: “Cada característica é determinada por dois fatores que se separam na formação dos gametas, onde ocorrem em dose simples”. Esse conceito foi aplicado aos no...

Leia mais

Visualizar - escola padre reus

Visualizar - escola padre reus Indica o número de indivíduos em cada nível trófico. Dependendo da cadeia, a pirâmide de números pode ter o vértice para cima ou para baixo. Vai ter o vértice voltado para cima quando for necessári...

Leia mais