o que o cirurgião precisa saber

Сomentários

Transcrição

o que o cirurgião precisa saber
Fundamentos da
eletrocirurgia e segurança
na radiofrequêcia – o que o
cirurgião precisa saber
Trocando Idéias XIV
Curso de Cirurgia de Alta Frequência
26 de agosto de 2009
Rio de Janeiro
Fábio Russomano
Eletrocirurgia
“Processo de corte e coagulação de
tecidos vivos usando correntes
elétricas que atravessam os tecidos
a serem seccionados ou coagulados.”
Prendiville W (ed.), 1993. Large Loop Excision of The Transformation Zone. A practical guide to LLETZ.
O circuito elétrico
Wright, Richart & Ferenczy, 1992. Electrosurgery for HPV-Related Diseases of The Lower Genital Tract.
O circuito elétrico
monopolar
Prendiville W (ed.), 1993. Large Loop Excision of The Transformation Zone. A practical guide to LLETZ.
Tipos de procedimentos
eletrocirúrgicos
Alta densidade de corrente
Baixa densidade de corrente
Wright, Richart & Ferenczy, 1992. Electrosurgery for HPV-Related Diseases of The Lower Genital Tract.
Frequência da corrente
alternada
Corrente alternada a 60Hz:
a polaridade muda 60 vezes a cada segundo
(1 Hz = 1 ciclo/segundo)
Wright, Richart & Ferenczy, 1992. Electrosurgery for HPV-Related Diseases of The Lower Genital Tract.
Radiofrequência
Wright, Richart & Ferenczy, 1992. Electrosurgery for HPV-Related Diseases of The Lower Genital Tract.
Wright, Richart & Ferenczy, 1992. Electrosurgery for HPV-Related Diseases of The Lower Genital Tract.
Prendiville W (ed.), 1993. Large Loop Excision of The Transformation Zone. A practical guide to LLETZ.
Prendiville W
(ed.), 1993.
Large Loop
Excision of The
Transformation
Zone. A
practical guide
to LLETZ.
Unidades eletrocirúrgicas
“Blend”
“Blended Scotch
whiskies contem
uísque de malte e de
grãos. Podem combinar
os diversos maltes e
uísques de grãos para
produzir um estilo de
marca consistente.”
(wikipedia)
Corte eletrocirúrgico
•Temperatura >100oC com
elevação rápida
•Proximidade ao
tecido/envelope de vapor
•Movimento lento e
contínuo
•Eletrodos limpos e
brilhantes
Wright, Richart & Ferenczy, 1992. Electrosurgery for HPV-Related Diseases of The Lower Genital Tract.
Fulguração
(spray coagulation)
Alta voltagem e ondas discontínuas
Formação de arcos sem envelope de vapor
Wright, Richart & Ferenczy, 1992. Electrosurgery for HPV-Related Diseases of The Lower Genital Tract.
Prendiville W (ed.), 1993. Large Loop Excision of The Transformation Zone. A practical guide to LLETZ.
Fulguração
(spray coagulation)
Dessecação
Temperatura <100oC com lenta elevação
Contato direto com alta corrente
Wright, Richart & Ferenczy, 1992. Electrosurgery for HPV-Related Diseases of The Lower Genital Tract.
Prendiville W (ed.), 1993. Large Loop Excision of The Transformation Zone. A practical guide to LLETZ.
Dessecação
Efeitos da radiofrequência em
tecidos biológicos
Dependem da forma de onda, densidade de corrente e tempo
Wright, Richart & Ferenczy, 1992. Electrosurgery for HPV-Related Diseases of The Lower Genital Tract.
Efeito eletrolítico
Produz cauterização química das células
Wright, Richart & Ferenczy, 1992. Electrosurgery for HPV-Related Diseases of The Lower Genital Tract.
Produz aumento da temperatura e corte eletrocirúrgico
Wright, Richart & Ferenczy, 1992. Electrosurgery for HPV-Related Diseases of The Lower Genital Tract.
Wright, Richart & Ferenczy, 1992. Electrosurgery for HPV-Related Diseases of The Lower Genital Tract.
Dessecação
Wright, Richart & Ferenczy, 1992. Electrosurgery for HPV-Related Diseases of The Lower Genital Tract.
Vaporização e corte
Wright, Richart & Ferenczy, 1992. Electrosurgery for HPV-Related Diseases of The Lower Genital Tract.
Efeitos eletrocirúrgicos
Efeito
Arqueamento
Dessecação Não
Dano tecidual
Corte
Sim
Coagulação proteica e
desidratação celular
Vaporização de células
Fulguração
Sim
Coagulação proteica e
vaporização de células
Wright, Richart & Ferenczy, 1992. Electrosurgery for HPV-Related Diseases of The Lower Genital Tract.
Potência necessária para
corte
Prendiville W (ed.), 1993. Large Loop Excision of The Transformation Zone. A practical guide to LLETZ.
Potência necessária para
corte
Prendiville W
(ed.), 1993.
Large Loop
Excision of The
Transformation
Zone. A
practical guide
to LLETZ.
Potência necessária para
corte
Depende de:
Superfície do filamento
Espessura do filamento
Profundidade que se deseja alcançar
Teor de água do tecido
Prendiville W (ed.), 1993. Large Loop Excision of The Transformation Zone. A practical guide to LLETZ.
Potência necessária para
corte
Deve ser definido pelo cirurgião em
função do equipamento, do tecido e do
eletrodo.
Melhor: selecionar maior potência e avançar
Não forçar a alça
Praticar em carne de boi
Prendiville W (ed.), 1993. Large Loop Excision of The Transformation Zone. A practical guide to LLETZ.
Segurança:
possíveis pontos de
problemas
Prendiville W (ed.), 1993. Large Loop Excision of The Transformation Zone. A practical guide to LLETZ.
Wright, Richart & Ferenczy, 1992. Electrosurgery for HPV-Related Diseases of The Lower Genital Tract.
Wright, Richart & Ferenczy,
1992. Electrosurgery for
HPV-Related Diseases of The
Lower Genital Tract.
Recomendações para a
segurança
Prefira placas amplas, aplique-as apropriadamente e próximo à
região a ser operada
Evite contatos metálicos
Evite proximidade a eletrodos de outros equipamentos
Use eletrodos que se conectem adequadamente aos equipamentos
Aparente deficiência de potência de corte pode indicar má
aplicação da placa
Evitar outros objetos metálicos próximos ao eletrodo ativo
Pode haver intereferência com marcapassos (a distância pode
garantir a não interferência)
Evitar gases inflamáveis
Prendiville W (ed.), 1993. Large Loop Excision of The Transformation Zone. A practical guide to LLETZ.
Wright, Richart & Ferenczy, 1992. Electrosurgery for
HPV-Related Diseases of The Lower Genital Tract.
Prendiville W (ed.), 1993. Large Loop Excision of The
Transformation Zone. A practical guide to LLETZ.
Wright, Richart & Ferenczy, 1992. Electrosurgery for HPV-Related Diseases of The Lower Genital Tract.
Gostaria de obter uma cópia desta
apresentação?
www.abgrj.org.br