Estratégia de Sustentabilidade - Conceito

Сomentários

Transcrição

Estratégia de Sustentabilidade - Conceito
Sustainability
Estratégia de Sustentabilidade Conceito
Versão 2 – maio de 2012
Prefácio
A Copa do Mundo da FIFA™ é a maior competição
esportiva de uma única modalidade do planeta e
o impacto dela na sociedade e no meio ambiente
é indiscutível. Na realização de um evento
internacional como esse, devem ser levados em
conta todos os aspectos necessários para garantir
que sua abordagem seja equilibrada e os resultados
sustentáveis. A FIFA e o Comitê Organizador Local
(COL) consideram esses fatores com sériedade
e se comprometem em realizar uma competição
sustentável no Brasil em 2014.
Graças ao seu alcance global, a Copa do Mundo
da FIFA™ é capaz de oferecer, mundialmente,
uma plataforma exclusiva para atrair atenção e
conscientizar o público em relação a certas questões
sociais e ambientais. Considerando o interesse e as
expectativas despertadas por um evento desse tipo
2
nas diversas entidades envolvidas, gostaríamos de
aproveitar ao máximo essas oportunidades e otimizar
os resultados positivos da Copa do Mundo. Portanto,
é essencial que a FIFA e o COL definam objetivos
claros, ambiciosos e, ao mesmo tempo, realistas para
seu trabalho.
A Estratégia de Sustentabilidade da Copa do Mundo
da FIFA 2014™ irá guiar nossos esforços na realização
de um evento sustentável, nos auxiliando a alcançar
um dos elementos centrais da missão da FIFA: a
construção de um futuro melhor.
Jérôme Valcke
Secretário-geral da FIFA
Copa do Mundo da FIFA 2014™
Estratégia de Sustentabilidade - Conceito
É uma honra para nós, brasileiros, sediarmos a Copa
do Mundo da FIFA 2014™. Junto ao entusiasmo,
temos uma enorme responsabilidade em organizar
a maior competição de futebol do planeta. Nos
comprometemos não apenas em realizar um evento
do mais alto nível, mas também em fazê-lo de forma
sustentável.
Assim, a estratégia aqui presente irá nos ajudar a
maximizar os efeitos positivos, beneficiando todos
os segmentos da sociedade brasileira. Ela também
irá minimizar os efeitos negativos, especialmente
aqueles que incidem sobre o meio ambiente.
Tenho orgulho de fazer parte de uma equipe
dedicada, que está comprometida a superar esse
desafio. O Comitê Organizador Local da Copa do
Mundo da FIFA 2014™ está trabalhando, junto com
a FIFA e em estreita cooperação com o governo
federal e as Sedes, com o objetivo de garantir um
evento sustentável.
Como resultado de nossas ações conjuntas, a
sustentabilidade se tornará parte integrante da
organização da Copa do Mundo da FIFA™, definindo,
assim, um novo paradigma para as edições futuras
do Mundial. É a nossa chance de construir um
legado duradouro para o povo brasileiro e para o
mundo. Vamos aproveitar ao máximo essa grande
oportunidade!
Ronaldo Nazário
Membro do Conselho do COL
3
Introdução
Este documento fornece um panorama da estratégia de sustentabilidade para a Copa do
Mundo da FIFA 2014™. Ele se baseia:
•
o conceito estratégico inicialmente desenvolvido pelo Conselho Deliberativo de
N
responsabilidade social corporativa (RSC) da Copa do Mundo da FIFA 2014™, composto por
representantes do COL e do Departamento de RSC da FIFA e;
•
Na direção estratégica adotada durante a Oficina da Equipe de RSC da Copa do
Mundo da FIFA 2014, realizado entre 24 e 29 de outubro de 2011 com a participação de
funcionários da FIFA e do COL, e apresentada na reunião do Conselho do COL em 19 de
janeiro de 2012.
A Estratégia de Sustentabilidade tem como base sete áreas centrais definidas na ISO
26000, a norma de responsabilidade social da Organização Internacional de Normatização
(ISO). Esse conceito descreve como a FIFA e o COL irão abordar os desafios e as
oportunidades de sustentabilidade durante a realização da Copa do Mundo da FIFA 2014™
e interagir com uma série de entidades envolvidas, visando reduzir os impactos negativos e
aumentar os impactos positivos sobre a sociedade e o meio ambiente.
4
Copa do Mundo da FIFA 2014™
Estratégia de Sustentabilidade - Conceito
Estratégia de sustentabilidade –
Conceito
A.Visão
A Copa do Mundo da FIFA 2014™:
•
•
•
•
Na qual a importância da sustentabilidade seja reconhecida pelos organizadores e partes
interessadas (stakeholders);
Para a qual os organizadores e as partes interessadas (stakeholders) tenham tomado medidas
adequadas para tornar o evento mais sustentável;
Na qual iniciativas sustentáveis associadas ao evento inspirem outras ações no Brasil e no
mundo;
Cujo resultado sirva como referência de sustentabilidade para futuras edições da Copa do
Mundo da FIFA™ e de outros grandes eventos esportivos.
B.Missão
Organizar e implementar a Copa do Mundo da FIFA 2014™ de maneira sustentável,
reduzindo o impacto negativo e aumentando o impacto positivo do evento sobre a
sociedade e o meio ambiente.
+ Impactos positivos
– Impactos negativos
C.Implementação
A FIFA e o COL irão implementar ações e projetos que promovam a sustentabilidade,
colaborando com as partes interessadas (stakeholders), alavancando oportunidades,
reduzindo riscos e criando um legado duradouro da Copa do Mundo da FIFA no Brasil e
para futuras edições do Mundial.
A FIFA e o COL formaram uma Equipe de RSC1 unificada para a Copa do Mundo da FIFA
2014™, visando a coordenação e implementação dessa estratégia.
1 responsabilidade social corporativa
5
D.Princípios
Responsabilização
Ética e
anticorrupção
Transparência
Respeito pelos
stakeholders
Estado de direito
A FIFA e o COL envidam esforços para promover a integração dos princípios da ISO 26000
na gestão e nas operações da Copa do Mundo da FIFA™. São eles:
1. Responsabilização (accountability): Somos responsáveis pelos impactos que causamos sobre a
sociedade e o meio ambiente. Assumimos a responsabilidade pelo impacto de nossas decisões
e atividades sobre a sociedade e o meio ambiente, especialmente pelas consequências
negativas mais expressivas, e tomamos medidas para impedir que efeitos negativos não
intencionados e imprevistos se repitam.
2. Ética e anticorrupção: Agimos com base nos valores da honestidade, igualdade e integridade.
3. Transparência: Somos transparentes nas decisões e atividades que têm impacto na sociedade
e o meio ambiente. Publicamos, de maneira aberta, precisa e completa, as políticas, decisões
e atividades pelas quais somos responsáveis, incluindo os impactos conhecidos e prováveis
sobre a sociedade e o meio ambiente.
4.Respeito pelos interesses das partes interessadas (stakeholders): Respeitamos, consideramos e
respondemos aos interesses das partes interessadas.
5. Estado de direito: Respeitamos o estado de direito e cumprimos os requisitos legais em todas
as jurisdições onde a organização atua, mesmo na ausência de medidas adequadas para o
cumprimento de leis e regulamentos.
6
Copa do Mundo da FIFA 2014™
Estratégia de Sustentabilidade - Conceito
Além disso, procuramos seguir uma abordagem colaborativa e que alavanque
oportunidades em longo prazo.
Colaboração
Abordagem
de longo prazo
Alavancagem
de oportunidades
6.Colaboração: Interagimos ativamente com outras entidades que compartilham esses
princípios, visando maximizar o impacto positivo. Através da colaboração com o governo
nas esferas federal, estadual e municipal, garantimos o alinhamento das atividades, buscando
metas em comum e maior impacto global.
7. Abordagem de longo prazo: Priorizamos o impacto a longo prazo e as iniciativas sustentáveis e
capazes de deixar um legado duradouro. Os efeitos positivos dos programas de treinamento e
capacitação, realizados na fase preparatória da Copa do Mundo da FIFA™, continuarão após o
soar do último apito.
8.Alavancagem de oportunidades: Utilizamos a plataforma da Copa do Mundo da FIFA™ para
comunicar e alavancar iniciativas sociais e ambientais. O atrativo da Copa do Mundo irá ajudar
a conscientizar e educar um grande público em questões de relevância local e internacional.
7
E.
Alcance geográfico
Alcance geográfico
Brasil
A Estratégia de Sustentabilidade da Copa do Mundo da FIFA possui abrangência nacional,
assim como a própria Copa do Mundo da FIFA 2014™. Contudo, especialmente para as
questões ambientais que não forem limitadas por fronteiras nacionais, os desdobramentos
e as considerações terão alcance internacional.
No Brasil, o foco será no trabalho conjunto com o governo federal e as 12 Sedes da Copa
do Mundo da FIFA 2014™. Busca-se, assim, maximizar os recursos e o impacto da Copa do
Mundo da FIFA™, investindo nos canais de comunicação e estruturas governamentais já
existentes.
Manaus
Fortaleza
Natal
Recife
Cuiabá
Salvador
Brasília
Belo Horizonte
São Paulo
Rio de Janeiro
Curitiba
Porto Alegre
8
Copa do Mundo da FIFA 2014™
Estratégia de Sustentabilidade - Conceito
F.
Alinhamento com as diretrizes presidenciais
Devido ao foco nacional do evento, descrito na seção anterior, as diretrizes presidenciais fornecem
linhas gerais e um contexto para a Estratégia de Sustentabilidade da Copa do Mundo da FIFA.
As 13 diretrizes que caracterizam o programa de políticas do governo brasileiro estão resumidas
abaixo.2
1. Expandir e fortalecer a democracia
2. Aumentar o crescimento econômico
3. Implementar um projeto de desenvolvimento econômico em larga escala e a longo prazo
4. Defender o meio ambiente e garantir o desenvolvimento sustentável
5. Erradicar a pobreza e reduzir a desigualdade
6. Melhorar as condições de trabalho e facilitar o acesso dos jovens ao emprego formal
7. Garantir educação de qualidade e à formação profissional
8. Transformar o Brasil em potência científica e tecnológica
9. Melhorar o acesso a serviços de saúde de qualidade
10. Suprir as necessidades básicas dos cidadãos, como moradia, saneamento e transporte
11. Promover a cultura brasileira e o diálogo com outras culturas
12. Garantir a segurança civil e combater o crime organizado
13. Defender a soberania nacional por meio de uma presença ativa e altiva do Brasil no mundo
A Copa do Mundo da FIFA™ e a Estratégia de Sustentabilidade da Copa do Mundo da FIFA irão
contribuir para que muitas dessas diretrizes sejam cumpridas. Seguem alguns exemplos que
ilustram isso:
•
•
•
•
•
Diretiva 4: A meta da FIFA e do COL de reduzir o impacto negativo da Copa do Mundo da FIFA™
sobre o meio ambiente está de acordo com os esforços do governo para preservação do meio
ambiente e apromoção da sustentabilidade.
Diretiva 5: Por meio do programa Football for Hope, a FIFA irá apoiar projetos no Brasil que
combinem futebol e desenvolvimento social, ajudando jovens de comunidades menos favorecidas na
luta contra a pobreza e contra a falta de oportunidades.
Diretivas 6 e 7: Por meio de programas de capacitação, desenvolvidos especialmente para certos
grupos envolvidos na Copa do Mundo, a FIFA e o COL irão dar suporte na busca pelo emprego de
longo prazo.
Diretiva 6: Segundo estimativas dos Ministérios do Esporte e do Trabalho, a Copa do Mundo da FIFA™
irá gerar 710.000 empregos. Desses, avalia-se que 330.000 serão permanentes, enquanto 380.000
totatilizam os cargos temporários.
Diretiva 10: As 12 Sedes estão investindo uma quantidade significativa de recursos em transporte
público. Esses investimentos terão um impacto positivo sobre a qualidade de vida dos cidadãos,
deixando assim um legado duradouro.
2http://www2.planalto.gov.br/presidenta/diretrizes-de-governo
9
G.
Planejamento estratégico e objetivos
Os sete temas centrais na tabela abaixo, definidos pela Organização Internacional de
Normatização (ISO), formam a base da estratégia de sustentabilidade da Copa do Mundo
da FIFA™ e do planejamento estratégico adotado pela FIFA e pelo COL. As questões a
seguir, também baseadas na ISO 260003, foram definidas e selecionadas por meio de
uma análise de relevância, considerando a influência dos organizadores sobre elas e a sua
importância para a Copa do Mundo da FIFA™ e para as partes interessadas.
Os objetivos estratégicos para cada tema central formam a espinha dorsal da estratégia
de sustentabilidade da Copa do Mundo da FIFA™. Além disso, os objetivos fornecerão
orientação para as etapas posteriores do processo, que incluem a definição das partes
interessadas (stakeholders), das metas para cada tema e das atividades individuais que
serão implementadas para alcançar as metas e os objetivos estratégicos. Todas essas
informações foram compiladas em um documento interno, separado e abrangente: o Plano
de Ação para a Estratégia de Sustentabilidade da Copa do Mundo da FIFA.
Por meio do planejamento estratégico, a responsabilidade social e o meio ambiente foram
definidos como os dois pilares fundamentais da estratégia de sustentabilidade. O programa
ambiental irá priorizar gestão de resíduos, água, energia, transporte, compras sustentáveis
e mudanças climáticas. Os seguintes pontos da ISO 26000 podem ser classificados como
responsabilidade social: práticas leais de operação, questões relativas aos consumidores,
práticas de trabalho, direitos humanos e envolvimento e desenvolvimento das comunidades.
Em particular esta atividade estará associada ao projeto internacional Football for Hope,
que utilizará o potencial do futebol para promover mudanças sociais no país.
Temas
principais
Princípios
Governança
organizacional
Objetivos estratégicos
Questões
Os esforços de sustentabilidade na
Copa do Mundo da FIFA™ são guiados
por princípios de responsabilização
(accountability), transparência,
do comportamento ético, do
respeito pelos interesses das partes
interessadas, o respeito pelo estado
de direito, das normas internacionais
de conduta e dos direitos humanos.
Além disso, a FIFA e o COL têm como
objetivo deixar um legado positivo no
país anfitrião.
• Integração dos princípios às
estruturas de gestão e às políticas
da Copa do Mundo da FIFA™
(responsabilização (accountability),
transparência, comportamento ético,
respeito pelos interesses das partes
interessadas respeito pelo estado
de direito, normas internacionais de
conduta e direitos humanos)
• Defesa e integração da noção de
sustentabilidade às estruturas de
gestão e áreas funcionais da Copa do
Mundo da FIFA™
• Legado (social, ambiental e econômico)
• Princípios fundamentais e direitos
trabalhistas
3 Norma de responsabilidade social da ISO.
10
Copa do Mundo da FIFA 2014™
Estratégia de Sustentabilidade - Conceito
Temas
principais
Questões
Meio ambiente
A FIFA e o COL irão trabalhar para
reduzir os impactos ambientais
negativos da preparação e
realização da Copa do Mundo da
FIFA™, com foco em gestão de
resíduos, água, energia, transporte,
compras sustentáveis, e mudanças
climáticas, utilizando a Evento para a
conscientização ambiental.
• Promoção a proteção ao meio
ambiente no Brasil
• Compensar emissões de carbono
• Logística (produtos)
• Transporte (pessoas)
• Gestão de resíduos
• Água
• Consumo sustentável
• Energia (consumo consciente,
eficiência e energias renováveis)
Envolvimento e
desenvolvimento
da comunidade
A FIFA e o COL irão promover maior
bem-estar nas Sedes, através do apoio
a iniciativas que utilizem o futebol
como catalizador de desenvolvimento
nas áreas de educação, saúde,
inclusão social, segurança civil e
antidiscriminação.
• Saúde
• Inclusão social e antidiscriminação
• Investimentos sociais (programas,
treinamento)
Práticas leais de
operação
A FIFA e o COL buscam interagir
de forma justa com terceiros e
indivíduos e promover atitudes
socialmente responsáveis entre as
partes interessadas (stakeholders),
ao demonstrar liderança por meio de
campanhas (advocacy) e políticas de
compras sustentáveis.
• Promoção da sustentabilidade na
esfera de influência da organização
• Compras sustentáveis
• Oportunidades para o setor informal
Questões relativas
ao consumidor
A FIFA e o COL visam proteger os
direitos dos consumidores, aplicando
princípios de proteção aos mesmos,
que incluem saúde e segurança,
serviços ao consumidor, educação
e proteção de dados, assim como a
promoção de um evento inclusivo para
todos.
• Proteção a saúde e a segurança do
consumidor
• Serviços ao consumidor e
atendimento a reclamações
• Educação e conscientização do
consumidor
• Acessibilidade
• Proteção de dados do consumidor
Práticas de trabalho
A FIFA e o COL irão envidar esforços
para garantir práticas de trabalho
justas, incluindo salários e benefícios
justos em um ambiente de trabalho
saudável e seguro.
• Relações de trabalho
• Saúde e segurança no local de
trabalho
• Salários e benefícios justos
• Recrutamento e treinamento de
funcionários da Copa do Mundo da
FIFA
Direitos humanos
Dentro da esfera de influência da
FIFA e do COL, deve-se respeitar os
direitos humanos e o estado de direito,
incluindo conceitos de justiça social e
imparcialidade.
• Direitos civis e políticos (população
de rua)
• Combate ao trabalho escravo, infantil
e ao tráfico de pessoas
Meio ambiente
Social
Objetivos estratégicos
11
H.
Partes interessadas (stakeholders)
Principais atores relevanates
FIFA, COL, governo federal, Sedes, parceiros
comerciais da FIFA, autoridades responsáveis pelos
estádios, prestadores de serviços, fornecedores
Outros atores relevantes
Espectadores, organizações não governamentais (ONGs),
comunidades locais, Confederação Brasileira de Futebol
(CBF), organizações multilaterais de desenvolvimento
O desenvolvimento e a implementação de um programa sócio-ambiental para a Copa
do Mundo da FIFA exige o envolvimento ativo e a contribuição de diversos atores
relevantes. Seguindo uma abordagem colaborativa, a FIFA e o COL irão envidar esforços
para estabelecer uma relação constante e construtiva com todas as partes interessadas
(stakeholders) identificados, visando otimizar os recursos e o potencial impacto de nossos
esforços em conjunto.
O processo de identificação dos atores relevantes incluiu a análise de esferas e níveis de
influência, bem como o impacto deles na Copa do Mundo da FIFA™ e na Estratégia de
Sustentabilidade. Entre as principais partes interessadas, estão:
1. As áreas funcionais da FIFA e do COL e de empresas subsidiárias da FIFA
2. O governo federal, as Sedes e as autoridades responsáveis pelos estádios
3. Parceiros Comerciais da FIFA (Parceiros da FIFA, Patrocinadores da Copa do Mundo da FIFA,
Apoiadores Nacionais, Licenciados da Copa do Mundo da FIFA).
4.Prestadores de serviços e fornecedores
FIFA e o COL
Um dos objetivos do plano de ação é integrar iniciativas de sustentabilidade às áreas
funcionais mais relevantes da Copa do Mundo da FIFA™, definidas conforme seus impactos
sobre a sociedade e o meio ambiente. Para atingir esse objetivo, a Equipe de RSC da Copa
do Mundo da FIFA™ trabalhará em estreita colaboração com áreas funcionais, de modo a
integrar sustentabilidade à gestão e às operações do Mundial.
12
Copa do Mundo da FIFA 2014™
Estratégia de Sustentabilidade - Conceito
Governo federal, Sedes e autoridades responsáveis pelos estádios
A Equipe de RSC da Copa do Mundo da FIFA™ também trabalhará com o governo federal,
através da Câmara Temática de Meio Ambiente e Sustentabilidade (CTMAS), criada pelo
Ministério do Esporte e responsável pela coordenação dos esforços de sustentabilidade
no âmbito nacional e local. A equipe de RSC da Copa do Mundo da FIFA™ também entrará
em contato com as Sedes e com as autoridades responsáveis pelos estádios para ter
conhecimento de suas iniciativas sociais e ambientais relacionadas à Copa do Mundo.
Parceiros comerciais
Os parceiros da FIFA serão integrados em determinados casos, através de apoio em forma
de produtos e serviços à Copa do Mundo da FIFA™ e por meio de alinhamento às iniciativas
específicas do programa ambiental e/ou do programa Football for Hope. Também será
buscada a colaboração com certos Patrocinadores da Copa do Mundo da FIFA, Apoiadores
Nacionais e Licenciados da Copa do Mundo da FIFA, especialmente com aqueles que sejam
particularmente ativos na promoção do desenvolvimento social e/ou da proteção ambiental
em relação à Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014™.
Prestadores de serviço e fornecedores
Os prestadores de serviço e fornecedores também são entidades relevantes, devido ao
potencial impacto social e ambiental dos seus produtos e serviços. A Equipe de RSC da
Copa do Mundo da FIFA trabalhará com diversas áreas funcionais para promover políticas
de compras sustentáveis e integrar critérios de sustentabilidade.
Outras partes interessadas (stakeholders)
Por meio de iniciativas como o programa Football for Hope, a FIFA irá oferecer apoio
a programas concretos no Brasil, realizados por ONGs que utilizam o futebol como
ferramenta para mudanças sociais.
Outras partes interessadas (stakeholders), como os espectadores, a Confederação Brasileira
de Futebol (CBF), organizações de desenvolvimento multilateral e as comunidades locais
irão desempenhar papéis distintos para contribuir com os objetivos da estratégia de
sustentabilidade.
I.Relatórios
A FIFA e o COL produzirão conjuntamente um relatório de sustentabilidade abrangente,
de acordo com as Diretrizes de Relatório de Sustentabilidade e Suplemento Setorial de
Organizadores do Evento, desenvolvidas pelo Global Reporting Initiative (GRI). O relatório
será publicado após a Copa do Mundo da FIFA 2014™ nos quatro idiomas da FIFA: inglês,
francês, espanhol e alemão — assim como em português.
13
Contato
Conselho Deliberativo de RSC da Copa do Mundo da FIFA 2014™
Federico Addiechi
Fédération Internationale de Football Association
Diretor de Responsabilidade Social Corporativa
E-mail: [email protected]
Madleen Noreisch
Fédération Internationale de Football Association
Gerente do Programa de Responsabilidade Social Corporativa
E-mail: [email protected]
Joana Havelange
2014 FIFA World Cup Organising Committee Brazil
Diretora Executiva de Planejamento Estratégico e Suporte Operacional
E-mail: [email protected]
Fernanda Pizzi
2014 FIFA World Cup Organising Committee Brazil
Diretora de Planejamento Estratégico e Suporte Operacional
E-mail: [email protected]
14
15