Ministério da Saúde em pauta - RNPD ::. Rede Nacional de

Сomentários

Transcrição

Ministério da Saúde em pauta - RNPD ::. Rede Nacional de
saude.empauta.com
Ministério da Saúde
Clipping da imprensa
Brasília, 27 de março de 2009 às 10h27
Relatório da pesquisa
ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL/GM
[email protected]
RAMAIS: 2139 E 2746
RESUMO DA PESQUISA:
Período pesquisado:
Início: 27 de março de 2009
Fim: 27 de março de 2009
Veículo selecionado: O Globo
Veículo selecionado: O Estado de São Paulo
Veículo selecionado: Jornal do Commercio RJ
Veículo selecionado: Correio Braziliense
Veículo selecionado: O Dia
Veículo selecionado: Folha de S. Paulo
Veículo selecionado: Jornal do Brasil
Veículo selecionado: Correio do Povo - RS
Veículo selecionado: O Povo
Veículo selecionado: Jornal de Brasília
Veículo selecionado: Gazeta Mercantil
Veículo selecionado: Valor Econômico
Veículo selecionado: A Crítica - Manaus
Veículo selecionado: A Gazeta - ES
Veículo selecionado: A Gazeta - MT
Veículo selecionado: Diário de Pernambuco
Veículo selecionado: Gazeta de Alagoas
Veículo selecionado: Hoje em Dia
Veículo selecionado: Jornal do Commercio PE
Veículo selecionado: A Tarde
Veículo selecionado: Correio da Bahia
Veículo selecionado: O Estado do Maranhão
Veículo selecionado: O Liberal
Veículo selecionado: O Popular
Veículo selecionado: Correio do Estado
Veículo selecionado: Diário de Cuiabá
Veículo selecionado: Diário do Nordeste
Veículo selecionado: Zero Hora
Veículo selecionado: Correio da Paraíba
Veículo selecionado: Diário Catarinense
Veículo selecionado: Diário da Manhã
Veículo selecionado: Diário de Natal
Veículo selecionado: Folha de Londrina
Veículo selecionado: Gazeta do Povo
Veículo selecionado: Jornal da Tarde
saude.empauta.com
Temas de Interesse | Saúde Pública
Diário de Natal | RN
Operação Impacto pode ir para o TJ . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
ECONOMIA
21
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | ANS
Diário Catarinense | SC
Planos cobrem vasectomia e laqueadura . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
GERAL
46
Temas de Interesse | Dengue
Diário Catarinense | SC
VISOR . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
VISOR
54
Temas de Interesse | Saúde Pública
Diário Catarinense | SC
DIÁRIO DO LEITOR . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
DIÁRIO DO LEITOR
22
Organismos Internacionais | OMS
A Tribuna | AC
Eletricitários tentam evitar mais demissões . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
81
Ministério da Saúde | Institucional
Diário Catarinense | SC
PELO MUNDO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
PELO MUNDO
94
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | Fundação Nacional de
Saúde
Folha de Londrina | PR
Saúde de Cambé alerta moradores sobre ratos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
109
Ministério da Saúde | José Gomes Temporão
Folha de Londrina | PR
Ministro da Saúde inaugura obras em Maringá . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
112
Temas de Interesse | Dengue
Folha de Londrina | PR
GIRO PELO PARANÁ . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
GIRO PELO PARANÁ
56
Organismos Internacionais | OMS
Jornal do Brasil | RJ
Países pobres administram vacinas após o recomendado . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
CIÊNCIA E TECNOLOGIA
88
Temas de Interesse | Febre Amarela
Gazeta do Povo | PR
Mortes na divisa põem o PR em alerta . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
VIDA E CIDADANIA
115
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | SUS
O Povo | CE
Em busca de novas estratégias . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
FORTALEZA
117
Temas de Interesse | Saúde Pública
O Povo | CE
Finlandeses ajudam projeto social em Cascavel . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
MUNDO
24
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | SUS
Gazeta do Povo | PR
Padrasto é suspeito de engravidar enteada . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
VIDA E CIDADANIA
118
Ministério da Saúde | Institucional
O Povo | CE
SUS: avanços e desafios . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
OPINIÃO
95
Temas de Interesse | Vigilância Sanitária
Folha de Londrina | PR
Geléias artesanais vão muito além do chá da tarde . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
131
Congresso Nacional | Comissão de Assuntos Sociais
Gazeta do Povo | PR
Planos atenderão planejamento familiar . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
ECONOMIA
136
Temas de Interesse | Vigilância Sanitária
Folha de Londrina | PR
Lei obriga licença sanitária . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
132
Ministério da Saúde | Institucional
Diário de Cuiabá | MT
Soares se reúne hoje com vereadores . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
POLÍTICA
95
Temas de Interesse | Saúde Pública
Diário de Cuiabá | MT
Prefeito se compromete a ajustar conduta com MPE . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
POLÍTICA
25
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | Fundação Nacional de
Saúde
A Gazeta - MT | MT
Índios cuidam da saúde das tribos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
CIDADE
110
Temas de Interesse | Saúde Pública
A Gazeta - MT | MT
Van que transportava pacientes capota . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
CIDADE
26
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | Fundação Oswaldo Cruz
Gazeta do Povo | PR
Não morra pela boca . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
OPINIÃO
141
Ministério da Saúde | Programas | SAMU
A Gazeta - MT | MT
Parede desaba e atinge idosa de 70 anos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
CIDADE
143
Temas de Interesse | Tabagismo
Folha de Londrina | PR
CARTAS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
CARTAS
150
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | SUS
Gazeta do Povo | PR
Lixo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
OPINIÃO
119
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | Anvisa
A Gazeta - MT | MT
Justiça suspende troca de imagens no cigarro . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
CIDADE
158
Temas de Interesse | Saúde Pública
Gazeta do Povo | PR
As digitais de Delazari . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
COLUNISTAS
27
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | Inca
A Gazeta - MT | MT
Tabaco lidera as causas de mortes evitáveis no mundo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
CIDADE
160
Temas de Interesse | Dengue
A Gazeta - MT | MT
Casos de dengue entre crianças alerta saúde . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
CIDADE
58
Temas de Interesse | Saúde Pública
Diário de Cuiabá | MT
Apelo ao bom senso . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
EDITORIAL
28
Temas de Interesse | Febre Amarela
A Gazeta - MT | MT
Novo serviço atende denúncias de surtos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
CIDADE
115
Temas de Interesse | Dengue
A Gazeta - MT | MT
S.O.S. Cidade . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
CIDADE
59
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | Inca
Diário de Cuiabá | MT
Mostra comemora 100 anos de cinema em Mato Grosso . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
DC ILUSTRADO
161
Temas de Interesse | Dengue
Diário de Cuiabá | MT
Pancadas continuarão sobre Capital . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
CIDADE
59
Ministério da Saúde | Institucional
A Gazeta - MT | MT
Panorama Nacional . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
NACIONAL
96
Temas de Interesse | Dengue
Diário de Cuiabá | MT
Coluna . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
CUIABÁ URGENTE
60
Temas de Interesse | Saúde Pública
Diário de Cuiabá | MT
A Copa pode ser nossa (final) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
ARTIGOS | ONOFRE RIBEIRO
29
Temas de Interesse | Dengue
Diário de Cuiabá | MT
Governo mira o IPVA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
ARTIGOS
61
Ministério da Saúde | Secretários | Antônio Alves de Souza
Folha de S. Paulo | SP
Painel do leitor . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
OPINIÃO/PAINEL DO LEITOR | CAMARGO CORRÊA
163
Temas de Interesse | Saúde Pública
Folha de S. Paulo | SP
Obama vende propostas em "encontro virtual' . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
MUNDO
30
Folha de S. Paulo | SP
Vaivém das commodities . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
DINHEIRO
31
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | ANS
Folha de S. Paulo | SP
Senado aprova cobertura de planejamento familiar por planos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
COTIDIANO
47
Temas de Interesse | Vigilância Sanitária
Folha de S. Paulo | SP
12 passam mal após tomar soro em posto . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | SUS
133
Folha de S. Paulo | SP
Reforma faz HC "exportar" paciente com câncer para se tratar em cidades vizinhas . . . . . . . . . .
121
Temas de Interesse | Dengue
Folha de S. Paulo | SP
Em um mês, casos de dengue têm alta de 73% em Ribeirão . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
63
Ministério da Saúde | Institucional
Folha de S. Paulo | SP
Sobe internação de mulher enfartada . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
JULLIANE SILVEIRA
97
Temas de Interesse | Tabagismo
Folha de S. Paulo | SP
Aos 37, Giselle sofreu infarto na academia . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
151
Congresso Nacional | Comissão de Assuntos Sociais
O Popular | GO
Laqueadura e vasectomia garantidas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
CIDADE
137
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | Inca
Gazeta Mercantil | SP
Projeto antifumo é constitucional . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
EDITORIAL | ADRIANA CARVALHO | CLARISSA HOMSI
161
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | SUS
Gazeta Mercantil | SP
A favor das vítimas de trânsito . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
DIREITO CORPORATIVO
121
Ministério da Saúde | José Gomes Temporão
Valor Econômico | SP
Tropas estão prontas para agir em reserva, diz Tarso . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
BRASIL
113
Temas de Interesse | Dengue
Jornal de Santa Catarina | SC
Município intensifica ações contra a dengue . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
SAUDE PUBLICA
63
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | SUS
O Globo | RJ
Planos terão de bancar planejamento familiar . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
O PAÍS | EVANDRO ÉBOLI
123
Ministério da Saúde | José Gomes Temporão
O Globo | RJ
Panorama Político . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
PANORAMA POLÍTICO | FERNANDA KRAKOVICS | ILIMAR FRANCO
113
Ministério da Saúde | Institucional
Jornal do Commercio PE | PE
Repórter JC . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
REPÓRTER JC
98
Jornal do Commercio PE | PE
Saúde critica a indústria do tabaco . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
BRASIL
99
Temas de Interesse | Tabagismo
Jornal do Commercio PE | PE
A memória inventada de um escritor . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
CADERNO C
151
Ministério da Saúde | Programas | SAMU
Jornal do Commercio PE | PE
Colisão engarrafa área central . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
CAPA DOIS
144
Temas de Interesse | Vigilância Sanitária
Jornal do Commercio PE | PE
Cartas da Redação do dia 27 de MARÇO de 2009 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
CARTAS À REDAÇÃO
134
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | ANS
Jornal do Commercio PE | PE
Plano terá que cobrir planejamento familiar . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
ECONOMIA
47
Ministério da Saúde | Programas | Saúde da Família
Hoje em Dia | MG
Prefeituras ameaçam parar em abril por conta da queda da arrecadação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
POLÍTICA
165
Temas de Interesse | Saúde Pública
Hoje em Dia | MG
Muda o perfil das mulheres alcoólatras . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
BRASIL
Temas de Interesse | Dengue
32
Hoje em Dia | MG
Apesar dos alertas, lixo expõe morador à dengue . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
MINAS
64
Temas de Interesse | Saúde Pública
Diário do Nordeste | CE
Cartas & emails . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
CARTAS & E-MAILS
32
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | Anvisa
Diário do Nordeste | CE
Vaivém . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
VAIVÉM | JOSÉ MARIA MELO
159
Temas de Interesse | Tabagismo
Diário do Nordeste | CE
Noites expostas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
ZOEIRA
152
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | ANS
Jornal do Commercio RJ | RJ
Curtas - País . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
PAÍS
48
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | SUS
Jornal do Commercio RJ | RJ
Em busca do PT . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
OPINIÃO
123
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | Fundação Oswaldo Cruz
Jornal do Commercio RJ | RJ
Curta . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
RIO DE JANEIRO
142
Temas de Interesse | Saúde Pública
Jornal do Commercio RJ | RJ
Muda perfil de mulheres que buscam tratamento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
SÃO PAULO
33
Temas de Interesse | Dengue
Jornal do Commercio RJ | RJ
Receita da Vedacit cresce 17% . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
EMPRESAS
Temas de Interesse | Tabagismo
64
Jornal do Commercio RJ | RJ
Responsabilidade social e ética - Engel Paschoal . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
CARREIRAS
153
Zero Hora | RS
Incêndio assusta em Eldorado do Sul . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
GERAL
155
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | SUS
Zero Hora | RS
Plano de saúde deverá pagar por laqueadura . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
GERAL
124
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | ANS
O Estado de São Paulo | SP
Planos terão de cobrir planejamento familiar . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
VIDA
49
Ministério da Saúde | Institucional
O Estado de São Paulo | SP
Renda alta recorre ao SUS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
VIDA
100
Ministério da Saúde | José Gomes Temporão
O Estado de São Paulo | SP
Anvisa pede a juíza que reveja liminar . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
VIDA
113
Organismos Internacionais | OMS
O Estado de São Paulo | SP
O uso racional da água . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
NOTAS E INFORMAÇÕES
89
Ministério da Saúde | Programas | DST/Aids
Correio Braziliense | DF
Esforço para diminuir tuberculose entre presos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
BRASIL | RODRIGO COUTO
167
Ministério da Saúde | Programas | Saúde da Família
Correio Braziliense | DF
Tensão na Rocinha . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
BRASIL
167
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | ANS
Correio Braziliense | DF
Projeto de lei amplia serviços . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
ECONOMIA
50
Temas de Interesse | Tabagismo
Correio Braziliense | DF
Conselhos indispensáveis . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
ESPORTES
155
Temas de Interesse | Dengue
Diário de Pernambuco | PE
ESPECIAL . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
ESPECIAL
65
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | SUS
Diário de Pernambuco | PE
Novas regras para o DPVAT . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
125
Temas de Interesse | Consumo de Álcool
Diário de Pernambuco | PE
Na embreagem . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
168
Temas de Interesse | Dengue
Diário de Pernambuco | PE
cartas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
CARTAS
65
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | SUS
Diário de Pernambuco | PE
Novas regras vão beneficiar acidentados . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
125
Ministério da Saúde | Programas | Vacinação
Diário de Pernambuco | PE
Surfando a onda . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
171
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | SUS
Diário de Pernambuco | PE
Evolução no diagnóstico do câncer . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
RAFAEL DIAS
126
Temas de Interesse | Saúde Pública
Diário de Pernambuco | PE
Uma ajuda . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
34
Temas de Interesse | Dengue
Diário de Pernambuco | PE
DENGUE uma luta de todos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
67
Ministério da Saúde | Institucional
Diário de Pernambuco | PE
Estado está vencendo a batalha . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
100
Diário de Pernambuco | PE
Surtos em outros pontos do país . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
101
Temas de Interesse | Dengue
Diário de Pernambuco | PE
Mulheres: presas fáceis . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
67
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | Fundação Oswaldo Cruz
Diário de Pernambuco | PE
Onde está o Aedes? . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
142
Ministério da Saúde | Programas | Combate à Dengue
Diário de Pernambuco | PE
Crianças como alvo do mosquito . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
172
Ministério da Saúde | Institucional
Diário de Pernambuco | PE
saiba mais . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
102
Diário de Pernambuco | PE
Sinais que salvam uma vida . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
102
Diário de Pernambuco | PE
Tipo 4 do vírus não chegou ao país, mas avança na América . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
103
Temas de Interesse | Dengue
Diário de Pernambuco | PE
É preciso ficar atento aos criadouros em casa . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
68
Diário de Pernambuco | PE
Seja o D'Artagnan da vez . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
69
Diário de Pernambuco | PE
O exemplo que vemdo Sertão . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
70
Diário de Pernambuco | PE
saiba mais . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
Ministério da Saúde | Programas | Combate à Dengue
71
Diário de Pernambuco | PE
Lixo e falta de água: vilões para a procriação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
172
Temas de Interesse | Dengue
Diário de Pernambuco | PE
Pneus como dormitórios . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
71
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | Fundação Oswaldo Cruz
Diário de Pernambuco | PE
Pesquisadores próximos de uma vacina . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
143
Temas de Interesse | Dengue
Diário de Pernambuco | PE
Arma genética na luta contra o Aedes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
72
Ministério da Saúde | Institucional
Diário de Pernambuco | PE
Um por todos. E todos por um . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
104
Diário de Pernambuco | PE
Erros . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
105
Temas de Interesse | Dengue
Diário de Pernambuco | PE
Retrato do Aedes aegypti . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
73
Diário de Pernambuco | PE
Mitos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
73
Diário de Pernambuco | PE
Cartas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
CARTAS
74
Diário de Pernambuco | PE
Saiba mais . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
75
Diário de Pernambuco | PE
Lição que se aprende na sala de aula . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
76
Ministério da Saúde | Institucional
Diário de Pernambuco | PE
Entrevista // Jarbas Barbosa . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
105
Diário de Pernambuco | PE
Um por todos. E todos por um . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
106
Temas de Interesse | Dengue
Diário de Pernambuco | PE
Quiz da dengue . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
76
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | Fundação Nacional de
Saúde
Correio Braziliense | DF
Caminhonetes da Fubra abandonadas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
CIDADE
110
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | SUS
O Estado do Maranhão | MA
Atendimento é restrito no Socorrão I . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
CIDADE
127
Temas de Interesse | Saúde Pública
O Estado do Maranhão | MA
Falta de água já compromete assistência no Paulo Ramos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
CIDADE
35
Temas de Interesse | Consumo de Álcool
O Estado do Maranhão | MA
Encontro da Abrasel tem saldo positivo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
ECONOMIA
169
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | Anvisa
O Estado do Maranhão | MA
Fiscalização da carne de frango será mais rígida . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
CONSUMIDOR
160
Ministério da Saúde | Programas | SAMU
O Estado do Maranhão | MA
Acidente na Curva da Morte mata 10 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
POLÍCIA
145
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | Fundação Nacional de
Saúde
A Gazeta - AC | AC
Funasa não envia material e vítimas do DDT ficam sem fazer seus exames . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
DESTAQUE
111
Temas de Interesse | Dengue
A Gazeta - AC | AC
Notícia . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
NOTÍCIA
77
Organismos Internacionais | OMS
Estado de Minas | MG
Circuncisão reduz risco de herpes e HPV . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
CIÊNCIA
90
Congresso Nacional | Comissão de Assuntos Sociais
A Crítica - Manaus | AM
Planejamento familiar em foco . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
138
Organismos Internacionais | OMS
A Crítica - Manaus | AM
Para gay virar hetero . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
91
Temas de Interesse | Consumo de Álcool
Estado de Minas | MG
Helvécio Carlos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
CULTURA
170
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | SUS
A Crítica - Manaus | AM
Direção da Anvisa visita Central de Medicamentos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
128
Estado de Minas | MG
Paciente sem consulta . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
GERAIS
128
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | ANS
Estado de Minas | MG
Pelo país . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
NACIONAL
50
Temas de Interesse | Saúde Pública
Estado de Minas | MG
Espaço do leitor . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
OPINIÃO
36
Temas de Interesse | Dengue
A Gazeta - ES | ES
LIXÃO DE LATINHA. UM CONVITE PARA O MOSQUITO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
78
A Gazeta - ES | ES
Dengue já matou 8 neste ano . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | Fundação Nacional de
Saúde
78
Jornal do Tocantins | TO
Indígenas estão internados no Norte . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
112
Congresso Nacional | Comissão de Assuntos Sociais
Jornal do Tocantins | TO
Desenvolvimento é instável, aponta Ipea . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
138
Ministério da Saúde | Programas | SAMU
Folha de Pernambuco | PE
Motociclista morre em acidente . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
POLÍCIA
146
Congresso Nacional | Comissão de Assuntos Sociais
Folha de Pernambuco | PE
Planos de saúde vão cobrir planejamento familiar . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
ECONOMIA
139
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | ANS
Folha de Pernambuco | PE
Protesto contra alta de mensalidade . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
ECONOMIA
51
Temas de Interesse | Saúde Pública
Folha de Pernambuco | PE
Revogada prisão de paranormal . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
GRANDE RECIFE
37
Folha de Pernambuco | PE
Motos: problema de saúde pública . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
GRANDE RECIFE
38
Folha de Pernambuco | PE
Audiência discute políticas públicas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
GRANDE RECIFE
39
Folha de Pernambuco | PE
Um Mundo Sem Drogas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
CIDADANIA
39
Folha de Pernambuco | PE
Folha da Cidade . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
FOLHA DA CIDADE
40
O Dia | RJ
Baleado ao sair do banco . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
GERAL
41
Extra | RJ
Bandidos recebem a polícia no asfalto . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
GERAL
42
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | SUS
Extra | RJ
Vasectomia pelo plano . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
VIVA MAIS
129
Congresso Nacional | Comissão de Assuntos Sociais
Jornal de Brasília | DF
Do Alto da Torre . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
DO ALTO DA TORRE
139
Ministério da Saúde | Institucional
Gazeta Mercantil | SP
Saúde: ministério critica veto a novas imagens em cigarros . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
SAÚDE E INDÚSTRIA FARMACEUTICA
108
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | SUS
O Dia | RJ
E-mails e cartas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
CONEXÃO
130
Temas de Interesse | Dengue
O Dia | RJ
Agenda . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
AGENDA
78
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | ANS
O Dia | RJ
Um passo importante . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
52
O Dia | RJ
Novas coberturas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
52
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | Inca
O Dia | RJ
Risco de câncer para mulheres . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
SAÚDE | PÂMELAOLIVEIRA
162
Temas de Interesse | Dengue
O Popular | GO
Projeto mobiliza alunos contra dengue . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
CIDADE
79
Ministério da Saúde | Programas | SAMU
Gazeta de Alagoas | AL
Demissão no Samu é assunto interno? . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
INTEGRAÇÃO
147
Temas de Interesse | Saúde Pública
Gazeta de Alagoas | AL
Palestra discute mitos e verdades . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
CIDADE
42
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | ANS
O Jornal | AL
Planos cobrirão laqueadura e vasectomia . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
NACIONAL
53
Temas de Interesse | Vigilância Sanitária
O Jornal | AL
Para atrair clientes, boa localização e divulgação adequada são essenciais . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
NEGÓCIOS
135
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | ANS
Gazeta de Alagoas | AL
Projeto obriga planos a cobrirem vasectomia . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
NACIONAL
53
Congresso Nacional | Comissão de Assuntos Sociais
Gazeta de Alagoas | AL
Comissão irá debater plano da habitação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
NACIONAL
141
Temas de Interesse | Saúde Pública
Gazeta de Alagoas | AL
Almeida responde a críticas e questiona contas da Pestalozzi . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
POLÍTICA
43
Temas de Interesse | Tabagismo
O Tempo | MG
Trabalhadores da indústria estão em guerra com a balança . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
CIDADE
156
Temas de Interesse | Dengue
O Tempo | MG
Chega a 15 número de casos de dengue hemorrágica . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
CIDADE
79
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | ANS
Correio do Povo - RS | RS
Planejamento familiar será pago por planos de saúde . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
54
Temas de Interesse | Dengue
Correio do Povo - RS | RS
Argentina vive epidemia de dengue . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
80
Ministério da Saúde | Programas | Brasil Sorridente
Correio do Povo - RS | RS
Entregues kits do Brasil Sorridente . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
173
Temas de Interesse | Saúde Pública
Correio do Povo - RS | RS
Emergência fechada no HSL . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
43
Temas de Interesse | Tabagismo
Correio do Povo - RS | RS
Mananciais secam em comunidades rurais . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
157
Temas de Interesse | Dengue
Correio do Povo - RS | RS
IJUÍ . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
80
Temas de Interesse | Tabagismo
Correio do Povo - RS | RS
Fumicultores protestam por melhor preço . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
157
Correio do Povo - RS | RS
Apreendida carga de cigarros . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
158
Temas de Interesse | Saúde Pública
Jornal da Cidade - Aracaju | SE
Greve dos médicos afeta a população . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
CIDADE
43
Temas de Interesse | Dengue
Jornal da Cidade - Aracaju | SE
Argentina enfrenta epidemia . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
MUNDO
80
Temas de Interesse | Saúde Pública
Jornal da Cidade - Aracaju | SE
Sarau Jurídico 1 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
Ministério da Saúde | Programas | SAMU
44
Jornal da Cidade - Aracaju | SE
Dois assaltos em menos de 5 horas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
CIDADE
148
Organismos Internacionais | OMS
Jornal da Cidade - Aracaju | SE
Preservação da água começa em casa . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
PRINCIPAL
91
Temas de Interesse | Saúde Pública
O Norte | PB
Validade do concurso para Agente de Saúde deve ser prorrogada por dois anos . . . . . . . . . . . . . . .
GERAIS
45
Ministério da Saúde | Programas | SAMU
O Norte | PB
Frentista morre na avenida Pedro II ao colidir moto contra um poste . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
POLICIAL
149
Ministério da Saúde | José Gomes Temporão
O Norte | PB
Maranhão pede R$ 126 mi para concluir hospitais . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
POLÍTICA
114
Temas de Interesse | Febre Amarela
O Norte | PB
A exótica Tailândia é tema de exposição . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
SHOW!
116
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Diário de Natal - Natal/RN
Temas de Interesse | Saúde Pública
Operação Impacto pode ir para o TJ
ECONOMIA
Ana Amaral/DN
Raimundo Carlyle é o atual responsável pelo processo
Surge um novo ingrediente nos bastidores da disputa pela vaga
do deputado estadual Getúlio Rego ( DEM) na Assembléia Legislativa. Caso ele confirme o licenciamento para responder pelo comando da Secretaria Municipal de Saúde de Natal e o
ex-vereador Salatiel de Souza ( PSB) assuma a vaga, o processo
que apura as denúncias da Operação Impacto, em andamento na
4ªVara Criminal, pode ser transferido para o Tribunal de Justiça
do Rio Grande do Norte. Na condição de deputado, Salatiel, que
é um dos 21 réus da ação que apura um suposto esquema de corrupção de venda de votos durante a votação do Plano Diretor de
Natal, em 2007, terá foro privilegiado atraindo a competência
do julgamento de toda a ação para o TJRN. O ex-vereador está
disposto a disputar a vaga na justiça, com o suplente Neto Correia ( PMDB) que também alega o direto à cadeira na AL.
Na prática, o julgamento pode demorar ainda mais tendo em
vista que o desembargador ou desembargadora sorteado para
relatar a ação que apura as denúncias da Operação Impacto terá
que estudar todo o processo para poder seguir a sua apreciação.
''Se acontecer realmente isso, claro que esse processo penal vai
sofrer descontinuidade. Ele vai ser distribuído para um relator e
tão logo seja designado, caberá a mim conversar com esse desembargador e pedir a máxima dedicação e atenção a esse processo porque ele precisa de celeridade. O desembargador vai
precisar de tempo para poder se situar porque ele não vai instruir algo que não conhece. O atraso é prejudicial para a Justiça
porque vamos demorar a ter um conclusão tanto para quem é
culpado quanto para quem é inocente'', afirmou o procurador
geral de Justiça José Augusto Peres, destacando que o processo
é bastante volumoso.
O procurador geral explicou que o juiz titular da 4ªVara Criminal, Raimundo Carlyle, conhece muito bem o processo e,
portanto, está habilitado a seguir o rito processual sem demandar mais tempo. Foi Carlyle que autorizou o Ministério Público a quebrar o sigilo telefônico de 16 dos 21 vereadores na
legislatura passada. Diálogos interceptados pelos promotores
de Defesa do Patrimônio Público originaram a Operação Impacto e a consequente denúncia à Justiça.
saude.empauta.com
Carlyle confirmou que se Salatiel de Souza assumir o mandato
de deputado estadual, não apenas ele, mas todos os réus passarão a se reportar ao TJRN. No momento, o titular da 4ªVara
Criminal está aguardando a citação do último réu, o ex-vereador Emilson Medeiros ( PPS) . O oficial de justiça tem até
primeiro de abril para cumprir o mandado de citação e o ex-vereador, 10 dias para apresentar sua defesa escrita. O passo seguinte, é o que os magistrados chamam de instrução do
processo. Ou seja, a coleta de depoimentos dos acusados e das
testemunhas.
Investigação vai completar dois anos
No dia 7 de maio de 2007, o Ministério Público iniciou investigações para apurar denúncias publicadas na imprensa e
uma representação formulada pelo Fórum de Entidades de Mãe
Luíza dando conta de um suposto esquema de corrupção de vereadores para aprovação de emendas ao projeto de lei do novo
Plano Diretor de Natal. As especulações ganharam contornos
reais no dia 28 de junho, quando a procuradora do município
Marise Costa procurou o MP para relatar uma conversa que teve com o suplente de vereador Sid Fonseca, na época substituindo Adão Eridan, que estava de licença médica.
Em depoimento, a procuradora contou que no dia 27 de junho
foi procurada por Sid Fonseca para tratar sobre a votação do Plano Diretor. Ele denunciou à procuradora que estava sendo pressionado por Adão Eridan para votar contra o veto do prefeito a
três emendas do projeto de lei. Isso porque, segundo o relato, havia um esquema armado na Câmara para derrubar os vetos em
troca de dinheiro. Sid contou a ela que Adão Eridan o estava
pressionando porque já tinha acertado a venda do voto e queria
receber o dinheiro do acordo.
Diante dos fatos relatados por ela, o MP expediu imediata requisição de inquérito policial à Delegacia de Defesa do Patrimônio Público e pediu ao Poder Judiciário a interceptação de
comunicações telefônicas de 16 dos 21 vereadores do município. Somente nesta denúncia são reproduzidos 114
diálogos entre os denunciados.
No dia 11 de julho de 2007, o MP e a Polícia Civil deflagaram a
Operação Impacto, que culminou de imediato em 16 mandados
pg.21
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Diário de Natal - Natal/RN
Temas de Interesse | Saúde Pública
Continuação: Operação Impacto pode ir para o TJ
de busca e apreensão nos gabinetes parlamentares, residências
e escritórios dos vereadores Dickson Nasser, Geraldo Neto,
Adenúbio Melo, Renato Dantas, Emilson Medeiros, Júlio Protásio, Salatiel de Souza e Sargento Siqueira.
torização da quebra do sigilo telefônico de 16 dos 21
vereadores, o MP conseguiu interceptar diversos diálogos que
levaram os promotores a confirmar a existência ''do grave esquema de corrupção''.
Além de documentos, CD's e computadores, foram apreendidas quantias em espécie no valor de R$ 77 mil na casa de Geraldo Neto, R$ 12, 4 mil na casa de Emilson Medeiros e de R$ 5
mil embaixo do tapete do carro de Sargento Siqueira. Com a au-
Flávia Urbano
Da equipe do Diário de natal
DIÁRIO DO LEITOR
DIÁRIO DO LEITOR
CartasQue país é esse?
Nos grandes centros todos já foram assaltados e se submetem à
ordens impostas pelos bandidos. Não sair de casa após o sol se
pôr; pagar sem reclamar taxas de sobrevivência tipo máfia;
abrir os vidros e entregar bolsas, celulares e dinheiro; fechar as
lojas quando um bandidão morre, todos se conformam. Onde é
que já se viu fila em pronto-socorro? O governo edita livro escolar com erros gritantes e o ministro diz que infelizmente houve falha nos quatro canais de revisão. Os alunos impõem suas
condições nas escolas públicas e o professor, para não apanhar,
aceita e se equilibra na corda bamba. Os políticos roubam descaradamente. Seis milhões de reais davam para construir inúmeras escolas, mas foram gastos como gorjeta para agraciar
funcionários malandros. Tudo isso e certamente muito mais, e o
pior, 84% do povo aprovam estilo todo político é igual, a roubalheira é uma tradição brasileira e foi introduzida por Pedro Álvares Cabral há muito tempo. É um tenebroso espetáculo de
lama, e daí?
Geraldo Siffert Júnior Médico - Rio de Janeiro ( RJ)
proibido, qualquer pessoa que deseja usufruir da droga a encontra facilmente, ou seja, não é a proibição que inibe o uso.
Com certeza, a liberação acabaria com a guerra do tráfico e os
constantes crimes cometidos em busca da compra e do poder do
comércio das drogas. Porém, infelizmente, a liberação jamais
irá acontecer no Brasil, pois nunca a OAB permitiria tal liberação. Se isto acontecer, os advogados "porta-de-cadeia"
morreriam de fome.
Infelizmente, no Brasil, é assim: quem manda e faz as leis são os
poderosos, que pensam sempre em si mesmos, e o povo brasileiro que se dane.
Afonso Gentil Ramos Comerciário - Florianópolis
Bandidagem
A bandidagem age livremente no Bairro Carvoeira, mais especificamente na região da UFSC. Onde está a polícia? Está
cheio de bandidos nas ruas desta região, fazendo o que querem,
livres e tranquilos. De noite os prédios são uma festa para eles!
E a polícia está aonde?
Drogas
Eduardo Ferraro Por e-mail
Bebo a minha cervejinha constantemente, mas jamais usei
qualquer tipo de droga. Apesar disso, concordo plenamente
com o comentário do senhor Vicente Gabriele Pascale sobre a
liberação da droga no Brasil. Acredito que a proibição é o motivo que eleva o preço da droga e faz com que os viciados roubem e matem para manter o seu vício, porque, apesar do uso ser
saude.empauta.com
Viseira
A Resolução 203 do Contran, de 29 de setembro de 2006, disciplina o uso de capacete para motociclistas e não permite que o
motorista circule sem viseira ou óculos de proteção adequado.
pg.22
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Diário Catarinense - Florianópolis/SC
Temas de Interesse | Saúde Pública
Continuação: DIÁRIO DO LEITOR
Pergunto: por que os guardas municipais e policiais militares
que usam motos podem usar capacetes em que a parte frontal é
móvel? Muitos deles, em serviço, usam o capacete com a parte
frontal aberta. A lei não serve para eles? Por qual motivo o Estado nos obriga a cumprir leis à risca se não dá o exemplo?
Johnathan Cardoso Desenvolvedor Web - Florianópolis
do cabo Gilson, embora o pedido da comunidade seja o de uma
base operacional na praça. Nossos sinceros agradecimentos
aos serviços prestados pelos dois policiais citados. Esperamos
que o que está sendo feito tenha continuidade por longo tempo.
Toda esta operação é de conhecimento e de aprovação do comandante do 7º Batalhão tenente-coronel Cleres Steffens, que
aproveitamos também para parabenizar pelos serviços prestados a essas comunidades.
Cães
Sidney Geraldo da Silva São José
Será que a Prefeitura de Florianópolis vai esperar acontecer o
que aconteceu na Sicília? Uma senhora foi mutilada e teve o rosto desfigurado depois de ser atacada por oito cães enquanto caminhava em uma praia. Aqui também temos matilhas de cães
sem donos em praias e bairros. Cães que, por vezes, são violentos, e quem se responsabiliza pelo que eles podem fazer?
Qual o papel da Prefeitura, da Secretaria de Saúde Pública,
Vigilância Sanitária?
Simone Zanella - Arte-finalista
Planeta
A nossa única morada, o Planeta Terra, está doente, agonizando. Salvá-lo, hoje, é uma tarefa árdua, difícil, e exige de todos uma profunda conscientização, comprometimento e
mudanças drásticas de hábitos e atitudes. Foi escolhido o dia 28
para uma grande mobilização chamada de a "Hora do Planeta".
Vamos nos juntar a milhões de pessoas em todo o planeta. Vamos acordar para a realidade e agir. O futuro do nosso planeta
está em nossas mãos.
Maria Dirksen Braatz Presidente Getúlio
Polícia
Assim como outras pessoas usam este democrático espaço cedido pelo DC aos seus leitores para criticar ou para elogiar, eu,
mais uma vez o utilizo para elogiar o trabalho que vem sendo
realizado pelos policiais lotados na base operacional Setor 01
da Ponta de Baixo, em São José, comandados pelo sargento
Walmir. Além das blitze que são realizadas diariamente em locais solicitados pela comunidade, há os serviços de segurança
implantados em todo o Centro Histórico, sempre com a ajuda
saude.empauta.com
Furb
Parabéns para o curso de Medicina da Furb por ter abolido o uso
de cães em aulas práticas de Técnica Cirúrgica. É necessário
enaltecer atitudes que promovam a abolição animal nas universidades, experimentações ditas científicas, circos, zoológicos, rodeios, fundos de quintais ( animais presos sem água,
comida, sol, abrigo) , trabalhos forçados. Quando o animal humano deixar de subjugar, maltratar ou se divertir com os
animais não humanos, teremos dado um grande passo para a
evolução espiritual, moral e ética da humanidade. Isso serve
também para o que o homem faz com seus semelhantes.
Susana Maria Thill Secretária Executiva - Florianópolis
Calçadas
Se a via-crúcis percorrida por Jesus para chegar ao calvário fosse como as nossas calçadas, tenho certeza de que ele não teria sido crucificado, porque morreria na metade do caminho. Que
barbaridade o que está acontecendo nas calçadas de nossas cidades! O poder público não tá nem aí para entender o que
passam os nossos deficientes visuais, mães tentando ultrapassar as valetas e os idosos que, ao ver todo este descaso,
sentem saudades dos caminhos da roça.
Antônio André Soro - Aposentado
Acidente
Sobre o acidente que aconteceu na segunda-feira 16 de março
no cruzamento da Avenida Rio Branco com o final da Tenente
Silveira, no Centro da Capital, entre dois veículos, já era espg.23
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Diário Catarinense - Florianópolis/SC
Temas de Interesse | Saúde Pública
Continuação: DIÁRIO DO LEITOR
perado, pois aquela sinaleira passa do vermelho ao verde em
poucos segundos. Se você está descendo a Rio Branco em direção à ponte, não há tempo de frear o seu veículo, imagina então uma moto em dias de chuva. Neste local existe a
necessidade urgente de colocarem um semáforo progressivo.
Com isso se evitará outros acidentes.
Ricardo Viani B. Santos Autônomo - Florianópolis
A Senadora Ideli Salvatti disse ao DC: O dinheiro gasto com a
liberação do FGTS para os atingidos pelas enchentes em Santa
Catarina é maior do que já foi gasto na duplicação do trecho Sul
da BR-101". A revista italiana Insieme, daqui, de dezembro, diz
liberar o FGTS, um dinheiro que é, para todos os efeitos e direitos, do trabalhador. Para quem perdeu tudo, incluindo a vida
de familiares, a cortesia com chapéu alheio teve o sabor de ironia, para não dizer demagogia. ..
Senado
Otávio Filippini Eletricitário - Lages
Das 100 maiores empresas do país, quantas têm 100 ou mais diretores? Absolutamente nenhuma! Mas o Senado do Brasil tem
muito mais. Os números aumentam a cada dia.
Sobre o DC
Interessante que nunca algum senador deu um pio sequer a respeito, inclusive os catarinenses, dos quais dois pretendem ser
governador do Estado. Tudo isso sob a égide daquele ilibado
partido que fala em diminuir o tamanho do Estado. Enquanto a
situação se refestela com as benesses, a oposição se locupleta.
Coitado povo brasileiro. Aliás, coitado no real sentido do termo.
Somos assinantes do DC e leio com carinho a seção Sopa de Letrinhas para ficar bem informada sobre leituras para crianças, já
que temos nove netos, dos quais três estão no Brasil. Adoram
ler, e contribuímos para que continuem gostando de ler oferecendo bons livros. Entretanto, gostaria de lhes solicitar que a
cada apreciação dos livros na seção Letrinhas fosse sempre
mencionada para que idade são recomendados. Isso facilitaria
bastante nossa decisão de compra. Muito grata e meus parabéns
pela qualidade do trabalho de vocês.
Suenon Mafra Pinto - São José
Neusa Fonteyne Por e-mail
FGTS
Finlandeses ajudam projeto social em Cascavel
MUNDO
A Finlândia apóia projeto de atendimento a crianças e adolescentes em situação de risco em Cascavel ( CE) , utilizando
método biopsicossocial. Seminário debate experiência hoje
Terra do compositor Jean Sibelius, dos celulares Nokia, dos
campeões de Fórmula 1 Mikka Hakinnen e Mikki Räikönnen,
com alto padrão de vida ( 13º melhor país do mundo pelo Índice
de Desenvolvimento Humano da ONU) e elevado nível educacional, a Finlândia, país europeu e escandinavo, dá contribuição à melhoria das condições da população de um
município cearense.
O Projeto Lar Nova Vida, que atende crianças e adolescentes
saude.empauta.com
em situação de risco, desenvolve-se há dois anos em Cascavel,
em parceria com governos da Finlândia e do Brasil e a Associação Geração Esperança. Público alvo do projeto: vítimas
de violência doméstica, gravidez precoce, exploração e prostituição e moradores de rua.
A reabilitação do grupo alvo é feita pelo sistema biopsicossocial que consiste numa “ visão integral do ser,
compreendendo as dimensões física, psicológica e social” . O Seminário Pedagógico Brasil-Finlândia, que
tem início hoje ( 19h às 22h) e se prolonga até amanhã ( 9h às
12h) , na Faculdade 7 de Setembro ( FA7) , vai debater o método
pg.24
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
O Povo - Fortaleza/CE
Temas de Interesse | Saúde Pública
Continuação: Finlandeses ajudam projeto social em Cascavel
psicossocial e a experiência de Cascavel.
O evento é uma promoção do governo da Finlândia, Findeco (
Aliança Finlandesa para o Desenvolvimento e Cooperação) ,
Universe Association, Consulado Honorário da Finlândia, Associação Geração Esperança e Curso de Pedagogia FA7.
Para divulgar o Seminário e o projeto estiveram no O POVO, na
última quarta-feira, as finlandesas Venla Varis, bacharel em Higiene e Medicina Local, especialista em Saúde Pública e secretária da Findeco ( Aliança Finlandesa para
Desenvolvimento e Cooperação, na sigla em inglês) ; Seija Talo, docente em Filosofia, gerente de desenvolvimento no Centro
Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento da Finlândia; e Anneli Hämäläinen, mestre em Serviço Social e integrante da
equipe de desenvolvimento do método Bipsicossocial.
Venla Varis mostra-se satisfeita com o trabalho realizado:
“ Apesar da falta de recursos, os resultados que nós temos obtido dá-nos condições para continuar nos próximos dois
anos. Temos o apoio da comunidade neste trabalho de apoio a
crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade. Filosofia do projeto é a de amar uns aos outros, cuidar, também de
igualdade entre os gêneros. Cascavel é um lugar maravilhoso” .
Indagada sobre a metodologia do sistema biopsicossocial, Venla Varis respondeu que ele é direcionado para as “ características individuais, dando ênfase ao indivíduo em si, mas
também dando destaque à parte social e ao meio ambiente” . Entre os resultados focados pelo Projeto Lar
Nova Vida estão os seguintes pontos: reabilitação do grupo alvo no sistema biopsicossocial, melhoria das condições de
emprego, expectativa de vida, e complementação da educação
básica .
O programa de atendimento baseia-se no acolhimento de crianças e adolescentes em regime interno, acompanhamento psicopedagógico, educação cristã, creche, alfabetização,
atividades extra-curriculares, atendimento de saúde ( pediatria,
ginecologia, atendimento psicológico e odontológico) . Há ainda o trabalho de restauração do vínculo familiar.
São realizados ainda cursos vocacionais direcionados, tais como padaria escola, corte e costura, estética e beleza.
Seija Talo destacou a participação do Findeco ( Aliança Finlandesa para o Desenvolvimento e Cooperação) no trabalho desenvolvido em Cascavel. “ O Findeco funciona como
uma espécie de guarda-chuva de apoio ao trabalho das organizações sociais” , observa Seija.
Prefeito se compromete a ajustar conduta com MPE
POLÍTICA
RAFAEL COSTA Especial para o Diário O prefeito de Barão
de Melgaço ( 113 quilômetros a sul de Cuiabá) Antônio Ribeiro
Torres ( PSB) assinou ontem seis Termos de Ajustamento de
Conduta ( TAC) no Ministério Público Estadual ( MPE) . Diante da promotora de Justiça, Julieta do Nascimento Souza, o chefe do Executivo se comprometeu a cumprir a legislação
referente ao nepotismo, saúde, idosos e outros temas.
Ribeiro reconheceu que a nomeação de cônjuge, companheiro
ou parente em linha reta, colateral ou por afinidade, até o terceiro grau, de membros do Poder Executivo para o exercício de
cargo de provimento em comissão ou de função gratificada,
configura nepotismo, por violar normas constitucionais.
saude.empauta.com
Pelo TAC, a Câmara de Vereadores disponibilizará no prazo de
30 dias um espaço que será denominado Sala dos Balancetes para armazenar e disponibilizar consultas à população. Os balancetes da Administração de Barão de Melgaço direta,
indireta, inclusive, Fundos Contábeis ( Fundef, Fundo Municipal de saúde e outros) , e da própria Câmara ou outra
documentação prevista em lei que se refira à prestação de contas públicas e também de mandatos anteriores, limitados a
prestação de contas do ano em curso, e a prestação de contas referentes aos cinco anos anteriores, entre outras cláusulas.
O município compromete-se a não mais construir ou alugar
Unidades de Saúde ou Unidades Administrativas sem obedecer
pg.25
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Diário de Cuiabá - Cuiabá/MT
Temas de Interesse | Saúde Pública
Continuação: Prefeito se compromete a ajustar conduta com MPE
às Normas Técnicas de Acessibilidade da Associação Brasileira de Normas Técnicas que exige adequações para Portadores de Necessidades Especiais. Ribeiro também concordou
em reformar as unidades administrativas e de saúde no prazo de
90 dias. Comprometeu-se também a ofertar na saúde pública a
prestação de serviços de internações compulsórias para desintoxicação pelo uso de álcool e outras drogas a crianças, adolescentes e adultos, usuários de drogas e dependentes químicos.
entidade fora do domicílio do paciente, garantindo-as junto ao
Hospital Municipal a implantação de adequações físicas e estruturais em sua sede.
Ainda está proposta a garantia do direito à assistência social na
forma de abrigamento para as pessoas idosas que estejam em situação de risco. Enquadram-se nessa situação pessoas desassistidas, abandonadas, sem família e vítimas de violência
doméstica. ( Com assessoria) .
A iniciativa busca garantir o tratamento integral direcionado ao
público infanto-juvenil e na fase adulta para o qual foi recomendada a internação compulsória, sem necessitar buscar
Van que transportava pacientes capota
CIDADE
Da Redação
Uma van com 11 pessoas capotou na BR-070 no início da tarde
de ontem. O veículo era da da Secretaria Municipal de Saúde
de Conquista D"Oeste ( 571 km a Oeste de Cuiabá) e transportava moradores da cidade que fariam exames médicos na Capital. O passageiro Otto Pereira de Melo, 57, teve que ser
levado ao Hospital e Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá pelo
helicóptero da Polícia Militar.
Segundo a Polícia Rodoviária Federal ( PRF) , o motorista Manoel Aparecido Paes perdeu o controle da van, placa JZM de
Conquista D"Oeste, atravessou a pista e capotou no barraco, onde o veículo ficou com as rodas para cima. Chovia no momento
do acidente.
Os passageiros, com exceção de Melo, saíram da van andando e
foram levados para unidades médicas por pessoas que passavam pelo local no momento do acidente. Ninguém ficou gravemente ferido. No final da tarde de ontem, o Pronto-Socorro
saude.empauta.com
de Cuiabá garantiu que o estado de saúde de Melo era estável,
mas ele continuava em observação. O paciente não sofreu nenhuma lesão grave, conforme informações médicas. Melo foi a
única vítima do acidente a dar entrada na unidade de saúde.
A coordenadora da Secretaria de Saúde de Conquista D"Oeste,
Maria Lúcia Rocha, afirma que 7 pessoas seguiam para Cuiabá
para fazer exames de tomografia, 2 fariam tratamento médico
na rede particular e uma passageira apenas acompanhava um
parente. Os nomes não foram divulgados.
Os passageiros haviam iniciado a viagem ainda na madrugada
de ontem. Maria Lúcia destacou que o motorista é concursado e
prestava serviços a prefeitura desde 2002, sempre desempenhando um bom trabalho. "Ele é muito competente e coerente. O que ocorreu foi uma fatalidade. Ficamos sabendo que
ele estava em choque por conta do acidente e ficava o tempo todo se culpando".
pg.26
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Gazeta do Povo - Curitiba/PR
Temas de Interesse | Saúde Pública
As digitais de Delazari
COLUNISTAS
A propaganda não cansa de informar que a segurança pública no
Paraná nunca atingiu um grau de excelência tão grande quanto
agora - muito embora os índices de criminalidade insistam em
demonstrar o contrário. Ontem, contudo, uma reveladora matéria divulgada no site de notícias do governo estadual, a pretexto de mostrar avanços, acaba por escancarar o atraso. A
matéria traz declarações do secretário Luiz Fernando Delazari
e do novo delegado de Homicídios de Curitiba, Hamilton da
Paz. Eis algumas revelações:
o Apenas 45% dos homicídios são solucionados em Curitiba. E,
por solução, esclarecem, deve ser entendida somente a identificação dos autores e não necessariamente a prisão deles. ( N.
R. : em São Paulo, capital, o índice é 65%; em Nova Iorque, de
95%; aqui não se sabe a autoria de 55% dos crimes) .
o A preservação do local dos crimes - coisa vital para a investigação, como mostram até mesmo as séries trash da televisão - não era feita direito. A promessa, agora, é de reciclar os
policiais para que aprendam como fazer isso.
o Do secretário Delazari: "Uma nova ferramenta vai ser implantada para auxiliar os policiais na coleta de provas em local
de crime. Um novo programa de computador será implantado (
.. .) para possibilitar trabalhos de confronto de impressão digital. " Isto é, sabe-se agora que a moderna polícia do Paraná
ainda não conta com o elementar.
o Ainda do secretário, como quem acaba de descobrir a roda:
"Coletar impressões digitais em locais de crime pode ser a ação
decisiva para identificar um suspeito e isto com certeza vai contribuir para aumentar nossos índices de solução de casos de homicídios. "
********
Notícias frescas do TC
o Madeixas
O funcionário de uma empresa terceirizada que há mais de 20
anos mantém um salão de beleza no térreo do prédio anexo do
saude.empauta.com
Tribunal de Contas foi notificado pela direção para desocupar o
lugar. O prazo vence hoje, sexta-feira. Surpreso, principalmente com o curto prazo que lhe foi dado, ele procurou
uma explicação.
Foi a seguinte: o presidente Hermas Brandão quer que jornalistas circulem livremente pelo TC e acha que ficaria horrível
para a imagem da instituição se fossem vistos no salão funcionárias ou algum conselheiro dando um trato em suas encanecidas madeixas.
o Livrão
Técnicos de Brasília que fazem o controle de um convênio firmado com o BID ( Banco Interamericano de Desenvolvimento)
para promover a modernização dos tribunais de contas do país,
confessam a dificuldade em enquadrar o gasto do Tribunal de
Contas paranaense com a publicação de luxuoso livro comemorativo aos 61 da instituição. Lançado no apagar das luzes
da gestão do conselheiro Nestor Baptista como presidente, o
livro de capa dura, formato grande, 220 páginas em papel couchê fosco 180 gramas, é fartamente ilustrado com fotos de antigos e atuais conselheiros. Nestor aparece em nada menos de
34 delas.
A publicação foi custeada com verba emprestada do BID, que
repassou ao TC R$ 4, 8 milhões para executar aqui o Promoex Programa de Modernização do Sistema de Controle Externo
dos Estados e Municípios. Publicações do gênero não parecem
modernizadoras.
o Confiança
Uma organização social de interesse público ( oscip) tem feito
muito sucesso com algumas prefeituras do interior do Paraná,
várias delas muito pobres. Desde 2006, o Instituto Confiance (
este é o nome da oscip) faturou nada menos de R$ 99 milhões
junto a apenas sete administrações municipais com as quais firmou convênios de cooperação. Só com o município de Piraquara, executa contrato no valor de R$ 48 milhões.
A especialidade do Confiance é dar assessoria multidisciplinar
pg.27
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Gazeta do Povo - Curitiba/PR
Temas de Interesse | Saúde Pública
Continuação: As digitais de Delazari
aos prefeitos, abrangendo tão díspares quanto saúde pública,
trabalho infantil, reinserção de ex-detentos, terceirização de
mão-de-obra e promoção de oficinas culturais.
Técnicos do Tribunal de Contas investigam a razão de tanto sucesso.
trigante a frequência com que empresas pertencentes a parentes
de políticos bem posicionados costumam ganhar licitações. Na
semana passada, por exemplo, soube-se que a Laine Manutenção de Áreas Verdes, cujos donos são parentes do presidente da Câmara de Curitiba, João Cláudio Derosso, mantém
contrato de R$ 18 milhões para recolher dejetos vegetais das
ruas da cidade.
********
Parentesco 2
Olho vivo
Mais um exemplo: a outra empresa que faz o mesmo serviço para prefeitura e pelo mesmo preço, a Viaplan, tem como sócio
um parente do secretário municipal de Governo, Rui Hara.
Parentesco 1
É claro que isso não influencia em nada, mas não deixa de ser in-
Apelo ao bom senso
EDITORIAL
Talvez não tenha superado, de todo, as expectativas, mas o tão
esperado e decantado primeiro encontro do governador Blairo
Maggi ( PR) com o prefeito de Rondonópolis, Zé Carlos do Pátio ( PMDB) , na manhã de quarta-feira ( 25) , teve saldo bastante positivo.
De fato, o olho no olho entre os dois líderes políticos pode não
ter afastado o clima de animosidade que sempre marcou o relacionamento entre o republicano e o peemedebista - há quem
ache que uma antipatia recíproca permanece, mesmo após o encontro aparentemente amigável -, porém oportunizou uma ocasião ímpar para ambos apelarem para a sensatez.
Com efeito, como saldo positivo da audiência de pouco mais de
uma hora, no Palácio Paiaguás, restou a promessa, de ambos os
lados, de se estabelecer uma parceria. Na verdade, uma união de
esforços políticos e administrativos ( muito mais estes do que
aqueles) que, se levada a bom termo e não sofrer os reflexos negativos das ações meramente politiqueiras, resultará em avanços sociais ao município - que, para todos os efeitos, representa
nada menos do que a segunda maior economia do Estado.
Ao contrário do que previam os observadores políticos, Zé do
Pátio, pelo menos naquele momento, deixou de lado o radicalismo que notabilizou a sua atuação parlamentar. Relegou a
saude.empauta.com
um plano secundário as críticas contumazes, os exageros de retórica, as cobranças ( muitas vezes injustas) implacáveis que
sempre fez aos detentores do Poder, para se revelar um adepto
do discurso apaziguador.
Além de classificar o encontro de 'positivo', o prefeito não deixou de fazer, inclusive, previsões bastante otimistas acerca das
reivindicações feitas ao governador, considerando que tudo o
que colocou na mesa, durante a audiência, foi em nome da população de Rondonópolis. Pode ser exagero, mas Zé do Pátio
apenas cumpriu a sua obrigação, qual seja, a de exigir aquilo que
é de direito do povo rondonopolitano. A Blairo Maggi, obviamente, resta a obrigação de fazer com que o Estado cumpra
com o seu dever de assistir ao Município, diante dos seus problemas mais imediatos.
Na contabilidade geral, os pleitos de Rondonópolis, colocados
na mesa por Zé do Pátio, remetem à conclusão de que os interesses públicos são prioridades: obras de saneamento, de infraestrutura e nas áreas de Saúde Pública e Educação. Uma
delas, por sinal, chamou a atenção: o Programa de Aceleração
do Crescimento ( PAC) , para o qual faltaria a contrapartida do
Governo do Estado, sem o qual um conjunto de obras - com destaque para o saneamento - deixará de ser executado.
pg.28
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Diário de Cuiabá - Cuiabá/MT
Temas de Interesse | Saúde Pública
Continuação: Apelo ao bom senso
Era previsível - como, aliás, costuma ocorrer nesse tipo de encontro administrativo - que, ao final da audiência, as duas autoridades anunciassem a disposição de deixar de lado as
diferenças partidárias, priorizando os interesses dos cidadãos.
Com efeito, de seu lado, o governador Blairo Maggi assegurou
que vai analisar cuidadosamente os pedidos de Zé do Pátio, admitindo que a população não pode pagar a fatura de diferenças
meramente políticas.
unam esforços para proporcionar à população desse importante
pólo de desenvolvimento do Estado a melhoria da qualidade de
vida.
Oportunamente, o governador observou que, na sua condição
de empresário do agronegócio, tem investimentos em Rondonópolis. Morador da cidade, obviamente, conhece as necessidades locais e sabe, talvez mais do que ninguém, o quanto
é importante e necessário que Governo e Prefeitura, independentemente do caráter político-partidário das questões,
O diálogo é imprescindível para se chegar a um entendimento.
E a sensatez, não há como negar, é um imperativo lógico, que
não pode deixar de ser levado em consideração.
"O diálogo é imprescindível para se chegar a um entendimento"
Se não superou as expectativas do meio político, pelo menos o
fato de Maggi e Pátio abrirem um canal de entendimento revelou que nada é mais salutar do que se apelar ao bom senso, notadamente quando em jogo está o interesse coletivo.
A Copa pode ser nossa (final)
ARTIGOS
A Secretaria de Turismo ainda não dimensionou o valor dos investimentos públicos e privados para que Cuiabá venha a sediar
a Copa de 2014. Em palestra há algum tempo o atual diretor-geral do DNIT, Luiz Antonio Pagot, falou em R$ 2 bilhões de recursos públicos em infra-estrutura, em transportes e
em estádios. Deve ser, no mínimo, isso mesmo, porque os projetos são muito ambiciosos. Cito a seguir o nome de todos os 26
projetos, e um pouco de detalhamento para que o leitor tenha
uma idéia mínima do tamanho do evento sobre a qual está se falando.
Os projetos são: estádio, entorno do estádio, transporte e infra-estrutura, centros de treinamentos, parques de eventos
fan-parques ( explicados mais abaixo) , suporte de infra-estrutura, ciência e tecnologia, acomodação, hotelaria e turismo, comunicação, marketing e notícias ( espera-se 30 mil
jornalistas) , melhorias no visual da cidade, saúde pública, gerenciamento de desastres, eventos da Fifa, proteção e
segurança, justiça, leis e protocolos, voluntariado, sustentabilidade, gerenciamento de gastos, fechamento de
negócios, portos e mercadorias, suprimentos, comunicação e
cultura, legados, coordenação e financiamentos.
Cada um desses projetos se desdobra em um sem número de
saude.empauta.com
ações complexas, caras e de grande envergadura. Na realidade,
pode-se antecipar que a região de Cuiabá e a capital em particular, se transformará em um pesado canteiro de obras de infra-estrutura viária para a ampliação e a abertura de novas
avenidas e vias de acesso, a preparação para receber um ano antes a Copa das Confederações, disponibilidade e alternativas de
energia elétrica com amplas exigências ambientais da Fifa,
transformações arquitetônicas de Cuiabá, sob a orientação da
Fifa, preparação de capital humano envolvidos na realização da
copa do mundo, a montagem de discussões para se administrar
posteriormente o legado que ficará ao fim da copa.
Por detrás de tudo isso estará um gerenciamento chamado de
"Green Goal", que impõe severíssimas regras ambientais para
toda e qualquer atividade em torno do evento da copa, descendo
ao nível de, por exemplo, detalhar as emissões dos motores dos
grupos geradores que possam usados como alternativa para a
energia elétrica.
Os fans-parques serão locais onde as pessoas que não conseguirem ingressos para as partidas possam assistir aos jogos
com uma infra-estrutura adequada, respeitando a sustentabilidade. Estão previstos quatro fans-parques dentro da cidade.
pg.29
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Diário de Cuiabá - Cuiabá/MT
Temas de Interesse | Saúde Pública
Continuação: A Copa pode ser nossa (final)
Concretamente, a partir do dia em que a Fifa anunciar a decisão,
se Cuiabá for a sub-sede escolhida será deflagrado um planejamento em três fases, que já está esboçado, para atender ao
evento. É extremamente complexo, caro e urgente. Em artigos
anteriores muitos leitores questionaram o eventual aproveitamento do evento por políticos. Depois de olhar o esboço
do planejamento, tenho dó de quem for tocar tudo isso. Ao final, por mim, pode aproveitar politicamente o tanto que qui-
serem, porque terá sido uma barra arranjar tudo isso dentro do
prazo de cinco anos e pouco até a copa, em 2014. Pro que vem
aí, 2014 é amanhã!
* ONOFRE RIBEIRO é articulista deste jornal e da revista
RDM
[email protected] com. br
Obama vende propostas em "encontro virtual'
MUNDO
Presidente é o primeiro a transmitir evento ao vivo no site
da Casa Branca; educação domina conversa
SÉRGIO DÁVILA
DE WASHINGTON
Parte de sua estratégia de avançar a agenda progressista e pressionar o Congresso pela aprovação do Orçamento, o presidente
dos EUA, Barack Obama, realizou ontem um "encontro virtual" na Casa Branca em que respondeu a perguntas de internautas. Educação e saúde, não a crise econômica,
dominaram o evento.
Obama disse que os prédios públicos escolares eram velhos demais e o sistema de ensino, antiquado. Afirmou que sua meta
era a saúde pública universal, como no Canadá e no Reino Unido, mas que os americanos deveriam procurar modelo próprio,
respeitando sua tradição. Defendeu seus planos para aliviar o
mutuário inadimplente e o estudante em dívida.
Por fim, falou até da liberalização da maconha. "Tenho de dizer
que uma das perguntas mais votadas era se a legalização da maconha vai ajudar nossa economia e a criação de empregos", disse, entre risos. "A resposta é não, eu não acho que essa seja uma
boa estratégia para fazer a economia crescer. "
Nas 36 horas que antecederam o "encontro virtual", 3, 6 mi-
saude.empauta.com
lhões de pessoas votaram nos temas sobre os quais queriam que
o presidente falasse -número expressivo, mas que representa
cerca de 10% dos que votam semanalmente no vencedor do programa "American Idol". Entre os mais votados ficaram educação e maconha, esse graças à campanha de grupos pró-droga.
No mesmo intervalo, 93 mil pessoas submeteram 105 mil perguntas. Dessas, Obama respondeu a seis, sendo duas feitas em
formato de vídeo. Foi assistido ao vivo por 67 mil internautas.
Outras cem pessoas, presentes no Salão Leste da Casa Branca,
de onde ele falava, fizeram mais seis perguntas. O primeiro grupo não teve direito a interação com o presidente, o que provocou críticas.
O democrata não foi o primeiro a responder questões assim
-George W. Bush e Bill Clinton tiveram iniciativas parecidas-,
mas foi pioneiro na transmissão ao vivo pelo site da Casa Branca. "Merece crédito pelo esforço e por romper barreiras", escreveu Nicholas Thompson, da revista "Wired". "Usar a rede
como maneira sofisticada de promover a democracia é bastante
difícil. "
O encontro foi mais um passo no papel que o analista político
da CNN Bill Schneider batizou de "político em chefe". Obama
tem passado parte da semana longe de Washington em encontros com a população em cidades afetadas pela crise. On-
pg.30
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Folha de S. Paulo - São Paulo/SP
Temas de Interesse | Saúde Pública
Continuação: Obama vende propostas em "encontro virtual'
tem, optou pelo formato virtual, mas a mensagem era a mesma:
é preciso aprovar seu Orçamento para que o país não venha a repetir o modelo que o levou à crise econômica atual.
Obama alia as aparições públicas a participações estratégicas
na mídia. Já realizou duas entrevistas coletivas em rede nacional, foi a um talk-show, deu longa entrevista a um programa
semanal e ontem, depois do "encontro virtual", gravou men-
sagem parcialmente em espanhol para ir ao ar na emissora hispânica Univision durante uma premiação musical.
Encerrava com a frase: "Para los nominados que se preguntan si
esta será su noche, les digo, si se puede! " -vertendo seu slogan
de campanha.
Vaivém das commodities
DINHEIRO
MAURO ZAFALON - mauro. [email protected] com.
br
MÍNIMO DO TRIGO
O aumento no preço mínimo do trigo foi positivo e vai incentivar o plantio. A avaliação é de Flávio Turra, da Ocepar.
Além disso, ele destaca o prêmio que o governo passa a dar aos
produtores que cultivam o cereal de melhor qualidade.
GARANTIA
Os produtores de trigo especial para pães e massas tiveram aumento de 15, 63%, com a saca subindo para R$ 33, 30. Já o tipo
brando, de menor qualidade, teve reajuste de apenas 5, 54%.
Nesses patamares de preço, os produtores devem ter renda, segundo Turra.
PRORROGAÇÕES
A prorrogação dos prazos para a renegociação das dívidas rurais para 15 de maio pelo CMN vem em boa hora, segundo Rui
Prado, da Famato. Em plena safra, e com muitos gastos, os produtores estão sem renda. Além disso, nem foram resolvidas as
contas de 2008 e o setor está sendo atropelado pelas de 2009,
diz ele.
NOVO CICLO
Os dados do IBGE mostram que a oferta de gado diminuiu em
2008. Os abates inspecionados somaram 28, 7 milhões de cabeças, com queda de 6, 5% em relação aos de 2007. À exceção
de abril, os abates mensais de 2008 foram sempre inferiores aos
de 2007.
saude.empauta.com
ACIMA
O abate de suínos cresceu 5, 1%, atingindo 28, 8 milhões de cabeças. Já o de frangos foi a 4, 9 bilhões de aves, com alta de 11,
5% sobre 2007, conforme os dados do IBGE.
CLANDESTINOS
Os abates totais de bovinos no Brasil, no entanto, são bem superiores aos números certificados divulgados pelo IBGE. Na
avaliação do Serviço de Informação da Carne, pelo menos 35%
dos bois abatidos no país são clandestinos. Há Estados em que o
índice chega a 50%.
CASO DE POLÍCIA
Para o novo presidente do SIC, Otavio Cançado, esse é um caso
que deve ser analisado não só pelo Ministério da Agricultura
mas também pelo da Fazenda e pela Política Federal. Além de
trazer perigo à saúde pública, muitos desses frigoríficos são
clandestinos ou sonegam impostos.
ESCALA CURTA
Oferta menor e escala de abate incompleta forçaram nova alta
na arroba do boi em São Paulo. Para o Instituto FNP, a arroba já
está sendo negociada a R$ 80 no noroeste paulista.
PRODUTIVIDADE MENOR
A produção média de soja recuou para 44, 8 sacas por hectare
nesta safra, contra 48, 8 na anterior, segundo dados apurados
pelo "Rally da Safra". Mesmo assim, a produção deve ficar em
57 milhões de toneladas, acima do que se previa após a seca.
pg.31
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Hoje em Dia - Belo Horizonte/MG
Temas de Interesse | Saúde Pública
Muda o perfil das mulheres alcoólatras
BRASIL
Uma pesquisa da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo
aponta uma mudança no perfil nas mulheres que têm buscado
tratamento contra o alcoolismo na rede pública de saúde. Essas
mulheres têm em média 43 anos, recebem acima de 15 salários
mínimos e possuem diploma universitário. Em 2008, 478 pacientes das classes A e B foram atendidas em todo Estado para
se livrarem do vício do alcoolismo. Já em 2006, 371 mulheres
com esse perfil haviam buscado o tratamento. O crescimento
no período foi de 22, 3%. "As mulheres possuem maior di-
ficuldade em procurar esse tipo de tratamento para o alcoolismo. Pode ser pelo estigma com que a sociedade olha para
as pessoas que sofrem com essa doença ou pela falta de informação de onde procurar, mas esses dados revelam que há
uma mudança de comportamento e isso é muito positivo", disse
a diretora do Centro de Referência de Álcool, Tabaco e Outras
Drogas, Luizemir Lago.
Ao todo, anualmente, cerca de 3 mil mulheres procuram atendimento para se livrar do alcoolismo.
Cartas & emails
CARTAS & E-MAILS
Saúde pública
BELÉM-PA
Parabenizo o Diário, pela notícia ´Grávida tenta internação em
quatro hospitais públicos´, pelo evidente alerta às autoridades
da saúde pública com relação ao descaso, falta de sensibilidade quando se trata de pessoas carentes necessitando de
hospital do governo, médicos, leitos numa emergência. A jovem de apenas 15 anos perambulou desde domingo p. p. em diversos hospitais ( até na maternidade escola) e não foi atendida
sob a alegativa de que não tinha médico no momento. É lamentável que alguns políticos estejam mais preocupados com o
turismo, réveillon etc, onde milhões são gastos, enquanto a
saúde pública fica relegada a segundo plano.
Aviação regional
Acho fantástica essa iniciativa da Azul de ter vôo exclusivo para as capitais nordestinas. Assim estaremos valorizando o mercado dessa região de turismo, comércio, entretenimento,
industrial, negócios, educacionais, etc. Hoje é complicado e caro ir de Fortaleza a Recife, por exemplo. E também estaremos
valorizando a região, tornando-a independente das outras, principalmente do Sul. E que outros setores da economia
nordestina sigam o mesmo caminho. ( Sobre matéria publicada
no caderno de Negócios, sob o título ´Sudene incentiva aviação
regional no Nordeste´)
LÚCIA BRANDÃO
ALEXSANDRO MIRANDA
FORTALEZA-CE
FORTALEZA-CE
Volta às raízes
Vestibular único
Esse texto é maravilhoso, pois, como sou uma filha ausente de
uma pequena cidade do Ceará, visitando-a apenas a cada ano,
identifiquei-me com a história contada, com o sabor regional,
com a acolhida, enfim, é muito bom voltar às nossas raízes. ( Sobre artigo publicado no caderno 3, assinado por Flávio Paiva)
SANDRA MARA
saude.empauta.com
Essa idéia de fazer um vestibular como o Enem é muito boa. No
Enem tem que se ler vários textos para responder uma pergunta
com suas próprias palavras. Isso faz com que o vestibulando raciocine, e não seja um robô programado que só sabe de bizu de
cursinhos. Espero que seja aprovado esse projeto. Existem países que nem tem vestibular. Passar no vestibular não indica que
a pessoa é inteligente. ( Sobre matéria publicada na editoria de
pg.32
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Diário do Nordeste - Fortaleza/CE
Temas de Interesse | Saúde Pública
Continuação: Cartas & emails
Nacional, sob o título ´MEC quer criar vestibular único´)
CARLOS EVANMAR MOREIRA
EMERSON DA SILVA MOURA
CAMOCIM-CE
FORTALEZA-CE
Enrolação
Intromissão
O Governo do Estado está procrastinando o concurso para o
cargo de inspetor de Polícia Civil. Há mais de um ano o secretário de Segurança fala nesse concurso, e até agora nada.
Quando é que FHC, que quebrou o Brasil duas vezes, ´vendeu´
o patrimônio do povo por uma merreca, teve ao seu lado o que
há de mais podre na política brasileira, se aposentou sem ter dado sequer um dia de aula, vai parar de meter o seu dedo no governo Lula? Ele devia é olhar para o seu passado como
´professor´ e como presidente e sentir vergonha de si mesmo. O
governo Lula pode não ser o paraíso que todos querem, mas,
comparando com o desastre FHC, é infinitamente melhor.
ULYSSES DUTRA
FORTALEZA-CE
Muda perfil de mulheres que buscam tratamento
SÃO PAULO
Da Agência Folhapress
Pesquisa da Secretaria de Estado da Saúde aponta uma mudança no perfil nas mulheres que têm buscado tratamento contra o alcoolismo na rede pública de saúde. Essas mulheres
têm em média 43 anos, recebem acima de 15 salários mínimos e
possuem diploma universitário.
Em 2008, 478 pacientes das classes A e B foram atendidas em
todo Estado para se livrarem do alcoolismo. Já em 2006, 371
mulheres com esse perfil haviam buscado o tratamento. O crescimento no período foi de 22, 3%.
saude.empauta.com
As mulheres possuem maior dificuldade em procurar esse tipo
de tratamento para o alcoolismo. Pode ser pelo estigma com
que a sociedade olha para as pessoas que sofrem com essa doença ou pela falta de informação de onde procurar, mas esses dados revelam que há uma mudança de comportamento e isso é
muito positivo, disse a diretora do Centro de Referência de Álcool, Tabaco e Outras Drogas, Luizemir Lago.
Ao todo, anualmente, cerca de 3. 000 mulheres procuram atendimento para se livrar do alcoolismo. O Estado de São Paulo
possui uma rede com 47 CAPs ( Centros de Atenção Psicossociais) , voltadas também para tratar do alcoolismo.
pg.33
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Diário de Pernambuco - Recife/PE
Temas de Interesse | Saúde Pública
Uma ajuda
Éfácil deduzir o tormento a que é submetida uma criança sendo
obrigada a ficar frente a frente com o algoz ( um pedófilo)
olhando pelo prisma de medo, humilhação e vergonha que leva
mulheres a suportar, em silêncio, agressões praticadas no ambiente doméstico. A maioria, apesar da Lei Maria da Penha, ainda prefere afagar a ferida a partir para denunciar o agressor,
postura que acaba alimentando o monstro da impunidade. Mas,
enfim, a Justiça de Pernambuco entendeu que com as crianças,
alvos muito fáceis de abusadores, a exposição é ainda mais dolorosa, e anuncia o projeto Depoimento sem Dano, onde a vítima terá, no decorrer do processo judicial, o máximo de
privacidade e proteção para relatar o drama vivido.
Surpreendentemente, até hoje, apenas o Tribunal de Justiça do
Rio Grande do Sul vinha trabalhando com o modelo, há quase
dez anos, embora todas as varas que tratam do problema, no
país, conhecessem, de trás para a frente, o que diz o artigo 232
do Estatuto da Criança e do Adolescente: é crime submetê-los a
vexame e constrangimento. Se o poder público ainda se mostra
incapaz de oferecer mecanismos que ajudem a reduzir estatísticas galopantes de casos de exploração sexual contra menores, que ao menos se desdobre para não tornar a situação
ainda mais dramática. O projeto, apesar do atraso com que chega a Pernambuco, é para ser comemorado, mas outros devem
ser concebidos à luz da gravidade da situação atual. Nunca se
viu tantos casos de pedofilia.
Viacrucis \/\/ Cada grande hospital que presta serviço de suma
importância para a população, no estado, tem o seu Muro das
Lamentações.
Odo Hospital de Câncer de Pernambuco fica no setor de radiologia, onde marcar uma sessão pode não demorar menos do
que sete horas. Uma das máquinas opera com capacidade reduzida e a outra, que deveria entrar em funcionamento em janeiro, como informou a casa, nem sinal. É a burocracia, alegam.
Nem o básico \/\/ Quem insiste em dizer que a saúde pública
em Pernambuco progride a passos de canguru não viu, ontem, a
saude.empauta.com
falta que fez a profissionais do ambulatório de otorrinolaringologia do HUOC papel para receituário e até a água
utilizada na limpeza de ouvido, nariz e garganta dos pacientes.
Vivia em uma garrafa térmica, que foi roubada.
Noite adentro \/\/ E à noite, também no Hospital Universitário
Oswaldo Cruz, a prova em contrário sobre a evolução da saúde
pública no estado pode ser colhida nas filas de pacientes à espera de que amanheça o dia para apanhar uma ficha de atendimento. Nelas, gente do interior e da RM que não tem sequer
dinheiro para pagar a passagem. E nem todos conseguem sair da
empreitada com a consulta garantida.
A cobiça do segmento imobiliário agora se volta para Brasília
Teimosa, única região da Zona Sul com espaço para saciar o
apetite da construção civil. Amenos que o bairro insista em resistir, sua maior vocação
Vacas gordas \/\/ A Secretaria deTurismo do município faz circular no trade dez motivos que justificariam o tempo de vacas
gordas vividas pelo segmento, entre eles que o Recife passou a
ter um dos maiores índices de competitividade do país, dado da
FGV e do Sebrae. Só não informa os milhões gastos para se
atingir a tal performance nem detalha o emprego de cada um deles.
Sóeles \/\/ Antes que em Petrolina se alastre uma prática comum
em muitos municípios, oConselho Regional de Educação Física da 12ª Região resolveu procurar, ontem, o Secretário de Segurança Cidadã, Juventude e Esportes, Murilo Cavalcanti.
Só para informar, entre uma troca de gentileza e outra, que é
obrigatório, por lei, a contratação de profissionais registrados
no CREF para funções que só podem ser exercidas por eles.
Como? \/\/A propósito, entre os motivos festejados pela Secretaria de Turismo do Recife, a frase "o Carnaval Multicultural 2009 foi considerado o melhor da história" só falta
mesmo piscar. Mas por quem, se nunca houve tantos transtornos operacionais, inclusive com cancelamento de shows?
Sobra euforia, faltam argumentos.
pg.34
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Diário de Pernambuco - Recife/PE
Temas de Interesse | Saúde Pública
Continuação: Uma ajuda
Caiovéu \/\/ Desde que o MPPE passou a fazer o controle externo da atividade policial no estado, o tecido que escondia as
deficiências do sistema prisional ficou ainda mais roto. Uma
vistoria feita na cadeia de Barreiros, ontem, bastou para a promotora de Justiça Isabela Bandeira optar pela interdição. Na terça-feira, presos tiveram que ser transferidos de Arcoverde para
Lajedo por conta de excesso de lotação no presídio.
Obrascompletas\/\/A poetisa Maria do Carmo Barreto Campello saiu de cena, em 2008, antes de ter nas mãos o livro que
reúne seu trabalho, organizado pela neta Ana Flávia. Sempre
poesia - obras completas, será lançado hoje, às 19h, no Memorial de Medicina, no Derby.
Falta de água já compromete assistência no Paulo
Ramos
CIDADE
A falta de água está comprometendo o atendimento de pacientes no Centro de Saúde Paulo Ramos, localizado no Centro
e de responsabilidade do Governo do Estado. Até mesmo a limpeza do espaço físico ficou comprometida. Para manter alguns
serviços, a direção da instituição está recorrendo a serviços de
carros-pipa.
Segundo o diretor financeiro do Centro de Saúde Paulo Ramos,
João Bastos, o problema se intensificou há mais de um mês,
quando houve rompimento em uma adutora no sistema de captação e tratamento de água do Italuís, em Campo de Perizes, localizado no município de Bacabeira. "Não é todo dia que há
fornecimento de água aqui. Geralmente, o repasse é feito em
dias alternados e, quando não há, temos que depender de carros-pipa porque senão o centro de saúde não funciona", disse
Bastos.
Até mesmo os serviços de limpeza do prédio estão comprometidos. "Sem água, é difícil fazer a limpeza completa. Já
entramos em contato com a Caema ( Companhia de Águas e Esgotos do Maranhão) várias vezes, mas o problema ainda não foi
saude.empauta.com
solucionado", informou Bastos.
O prédio do posto de saúde, onde também funciona um anexo
do Hospital Djalma Marques - Socorrão I, de responsabilidade
da Prefeitura de São Luís, tem uma cisterna e uma caixa d'água,
mas são insuficientes para a alta demanda. Cerca de 400 pessoas que freqüentam o local diariamente são prejudicadas.
"Hoje ( ontem) , por exemplo, não tem água para beber. As pessoas chegam aqui adoentadas, cansadas e nem água no bebedouro tem", denunciou Edinalva Silveira, que acompanhava
a mãe em uma consulta e foi obrigada a comprar água mineral
em uma banca próxima ao local.
A Secretaria Municipal de Saúde ( Semus) informou que somente a Caema poderá resolver em definitivo o problema de falta de água no centro de saúde. Informou ainda que novos
carros-pipa serão contratados.
A Caema informou que medidas emergenciais serão tomadas
para resolver o problema.
pg.35
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Estado de Minas - Belo Horizonte/MG
Temas de Interesse | Saúde Pública
Espaço do leitor
OPINIÃO
TRIBUTO
José Guilherme Ferreira, o "Coronel Gentileza"
Divina Mourão - Belo Horizonte "Quase lenda, o coronel José
Guilherme Ferreira, que presidiu por longos anos ( décadas de
1960 e 1970) a Federação Mineira de Futebol ( FMF) , partiu silenciosamente na madrugada do dia 24. A família acompanhou
unida e com respeito, no leito do Hospital Mater Dei, a sua digna despedida, aos 90 anos. Predominância absoluta de homens
entre os muitos filhos, netos e bisnetos. Homens que se orgulham de ostentar o sobrenome Guilherme e o " vigor do velho
coronel", reconhecendo, contudo, com a franqueza peculiar do
clã, que dificilmente conseguirão ostentar também a famosa
gentileza, apontada como um dos importantes traços desse patriarca militar nascido em Manhuaçu, Zona da Mata mineira,
Sudeste do estado. A chuva fina do final da tarde molhava as
muitas flores de suas andanças pelas Minas Gerais, perfumando o gramado do Bosque da Esperança, para receber o
"Coronel Gentileza". O cuidado com a família e os amigos; o
amor às coisas belas; a vivacidade do porte, onde sobressaía
com naturalidade a elegância das mãos e dos gestos comedidos;
e o olhar sereno e a voz educada de quem sabia escutar estão impregnados na memória de todos os que conviveram com o coronel. As cartas com letras elegantemente desenhadas agora
são relíquias a revelar histórias da carreira militar, política e esportiva e da vida do coronel José Guilherme. "
AFRONTA
Falta fiscalização para carros velhos
Rosângela Maria Silva Mendes -Belo Horizonte "Tenho um filho matriculado no Centro Federal de Ensino Tecnológico ( Cefet) , no Bairro Nova Suíça, Região Oeste de Belo Horizonte.
Anteontem à tarde, em frente à instituição, dois jovens estudantes da instituição, cheios de sonhos, perderam a vida
atropelados por um caminhão sem freios, com 32 anos de uso,
dirigido por um inabilitado. No local, não há sinalização específica de porta de escola, por descaso das autoridades de trânsito da capital. Estranha-me a falta de fiscalização de veículos
como o velho caminhão, mais adequados aos altos-fornos do
que às ruas. "
PRESERVATIVOS
saude.empauta.com
Vereador petista contesta Bento XVI
Arnaldo Godoy - Belo Horizonte "Em 1994, o professor doutor
Marcelo Araújo, do Departamento de Doenças Infectocontagiosas e Parasitárias da Escola de Medicina da UFMG, dizia que "só por desconhecimento epidemiológico ou
má-fé poderia se associar o crescimento da Aids ao uso de preservativos". Quinze anos depois, o cardeal Joseph Ratzinger,
ungido papa Bento XVI, insiste em disseminar desinformação
ao declarar que os preservativos são parte do problema, e não da
solução da epidemia. Permanecesse no território do sermão,
enaltecendo a abstinência e a fidelidade conjugal como atitudes
católicas no combate à Aids, Ratzinger não teria cruzado o Rubicão da sensatez. No entanto, ao misturar as crenças de sua religião às questões terrenas da saúde pública, comete um rol de
pecados. Quem fala ao mundo de uma posição de tamanho destaque e poder simbólico deveria cuidar com mais minúcia da
força e da repercussão de suas palavras. Especialmente no continente africano, que tem 25 milhões de mortos pela síndrome
desde os anos 1980 e hoje se debate com outros 20 milhões de
infectados, satanizar o uso de preservativos é falar de corda em
casa de enforcado. Ratzinger abandonou simultaneamente, no
momento de suas declarações, as virtudes teologais da fé, da esperança e da caridade. A fé na possibilidade de os seres humanos conciliarem amor, sexo e precaução; a esperança de que
mesmo um comportamento desregrado possa ser transformado
ao longo do tempo e a caridade com os milhões que, recomendados a evitar os preservativos, vejam-se nos braços da
Aids e da morte. O que escapa a Ratzinger, antes de tudo, é a
constatação de que, enquanto há vida, há salvação. Faltou-lhe o
atributo essencial aos pastores: humildade para compreender a
dor de seu rebanho e a dos outros bilhões de homens e mulheres
que não rezam pela cartilha de Roma. "
BR-040
Leitor cobra mais ação dos políticos mineiros
Carlos Amorim - Belo Horizonte "Com relação à matéria
"BR-040, rota do perigo" ( Gerais, 25/3) , que os usuários da estrada não se enganem: o novo Viaduto das Almas ainda não foi
entregue ao tráfego não por falta de planejamento, mas por cacife de palanque para as eleições de 2010. Inaugurá-lo antes do
próximo ano seria, no entender dos governantes, matar uma
fonte de votos em potencial. Sou usuário da rodovia, entre Con-
pg.36
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Estado de Minas - Belo Horizonte/MG
Temas de Interesse | Saúde Pública
Continuação: Espaço do leitor
gonhas e Belo Horizonte, com três viagens ( ida e volta) por semana. Só não está pior porque as mineradoras estão
praticamente paradas. A incompetência de nossos políticos pode ser medida pela incapacidade de resolver o problema dos
radares, que não funcionam há tempos. A competência é aferida
pela capacidade de construir palácios, mansões e adquirir fazendas, que não têm despesas, só receitas. "
AYRES
Lembranças de um professor e amigo
Maria Lúcia Rocha Franklin - Belo Horizonte "Parabenizo a
historiadora Maria de Lourdes Costa Dias Reis, da Academia
Feminina Mineira de Letras, que, em carta nesta seção ( 22/3) ,
falou sobre o centenário de nascimento do professor Ayres da
Mata Machado Filho. Lembro-me da boníssima pessoa de
Ayres, que nos deixou um imensurável legado de sabedoria e
dedicação à vida acadêmica. Como Maria de Lourdes diz, era
considerado um respeitado "dicionário ambulante". Ante qualquer dúvida de português, recorríamos a ele, que nos esclarecia
amavelmente, por telefone. Nossa homenagem a ele e à sua família. "
Revogada prisão de paranormal
GRANDE RECIFE
ROBSON ANDRÉ
A 2ª Vara Criminal do Recife revogou a prisão preventiva do
paranormal Kléber Aran Ferreira e Silva que incorpora o espírito do médico alemão Adolf Fritz. A alegação para o pedido
de prisão de Aran era de que ele não havia comparecido a uma
convocação judicial. No entanto, o advogado do médium, Marconi Dias disse que seu cliente nunca foi intimado. "Ele não recebeu nenhuma intimação em seu endereço onde mora, em
Minas Gerais, para responder a qualquer tipo de processo", argumentou. Segundo o advogado, Kléber Aran pretende
retornar ao Recife para concluir seus trabalhos espirituais junto
aos seus pacientes que foram interrompidos no final do ano passado. Porém, ainda não há uma data definida em relação ao seu
retorno para o estado.
saude.empauta.com
Ainda de acordo com o advogado Marconi Dias num prazo de
dez dias será apresentada a defesa preliminar do seu cliente. "Ele foi acusado de exercício irregular da profissão e falta de cautela na saúde pública.
Porém, não há nenhum indício para que ele venha responder a
esse processo. Acredito que tornou-se uma briga religiosa",
ponderou Dias.
Ano passado, o médium atendeu milhares de pessoas em Pernambuco sendo acusado de exercer ilegalmente a medicina e
não respeitar condições de segurança na realização de procedimentos invasivos em seus pacientes. Na época, Kléber
Aran foi acusado por alguns órgãos públicos de ser falso médico e colocar em risco à saúde da população.
pg.37
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Folha de Pernambuco/PE
Temas de Interesse | Saúde Pública
Motos: problema de saúde pública
GRANDE RECIFE
Em dez anos, número de acidentes com motociclistas quase
quadruplicaram
SEGUNDO Maria José, objetivo é identificar impacto e perfil
dos acidentes
Duda Martins
Os acidentes envolvendo motociclistas passaram a ser um problema de saúde pública. Este foi um dos principais motivos que
reuniu representantes de dez secretarias municipais de saúde
numa manhã de planejamentos. Com o objetivo de discutir estratégias para a melhoria no monitoramento da violência no Estado, o programa de Vigilância de Violências e Acidentes (
Viva) , realizado pela Secretaria Estadual de Saúde ( SES) ,
quer contar com a participação de vários municípios para identificar as principais causas de violência e acidentes no Estado.
Uma das prioridades do programa diz respeito aos altos índices
de acidentes de moto em Pernambuco. De acordo com informações das SES, em 2007, 136 pessoas foram internadas devido aos incidentes envolvendo as motocicletas. As
ocorrências são responsáveis por um percentual de 23, 9% de
toda sorte de atendimentos feitos nas unidades de saúde do Estado.
Ainda de acordo com dados da SES, em 1997, foram registrados apenas 47 atendimentos de vítimas de acidentes com
motos. A mortalidade por este tipo de acidente também aumentou: Em 1998, 73 pessoas vieram a óbito. Já em 2007 os ca-
saude.empauta.com
sos de morte chegaram a 232 vítimas. "As ocorrências quase
quadruplicaram em dez anos. Queremos diminuir estes índices
que já viraram alarmantes para a Secretaria de Saúde. Com a vigilância, poderemos descobrir qual o perfil da maioria dos acidentes de motos no Estado e seus impactos na saúde pública",
afirmou a diretora geral do monitoramento e avaliação da situação de saúde, Maria José Guimarães.
Ela elencou, ainda, algumas das possíveis causas para o aumento nos índices: transporte de animais, mal uso dos equipamentos de segurança e imprudência. Além disto, o constante
crescimento do número de motos circulantes. De acordo com o
Detran-PE, em 1990 estavam registradas no órgão 33. 331 motos. No ano passado, esse número chegou a 457. 290 motocicletas.
MINORIAS Além do problema com as motos, também foi
pauta da reunião a violência contra as minorias. Crianças, mulheres e idosos receberão atenção especial nos postos e hospitais do Estado. Cada município ficará responsável pela
formação de um cadastro que vai identificar, a partir do atendimento, a natureza de todos os casos de violência, notificados
nas unidades.
"De posse destes relatórios faremos uma grande análise de perfis para descobrir as principais causas de agressões e gerar políticas públicas. Não apenas a Saúde está engajada nesse
programa, mas também outros órgãos que temos como parceiros como o Conselho Tutelar, órgãos de Direitos Humanos e
o Ministério Público", ressaltou Maria José.
pg.38
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Folha de Pernambuco/PE
Temas de Interesse | Saúde Pública
Audiência discute políticas públicas
GRANDE RECIFE
Júlia Veras
Na manhã de ontem, a Assembléia Legislativa de Pernambuco
( Alepe) realizou uma audiência pública para discutir a gravidez
na adolescência e aborto legal. Segundo a requerente da reunião, a deputada Nadegi Queiroz, o objetivo foi ampliar o debate sobre o assunto. "Temos que discutir o que há de concreto
para contribuirmos para a construção de políticas públicas voltadas para esse tipo de situação. Não podemos mais fechar os
olhos para a violência".
A deputada colocou ainda que, da audiência, será elaborado um
relatório que será encaminhado às comissões de Saúde, Educação e Direitos de Pernambuco. Na ocasião, a equipe que realizou o procedimento abortivo na garota, de 9 anos, de
Alagoinha, recebeu uma placa de homenagem pela qualidade
do atendimento prestado à garota. Para Fátima Maia, diretora
do Cisam ( onde a menina fez o procedimento) , repensar como
as vítimas de abusos estão sendo tratadas é um imperativo. "Essa medidas são urgentes e ninguém pode se omitir".
O juiz substituto da Vara Regional da Infância e da Juventude,
Paulo Roberto, afirmou que esta é uma discussão complexa.
"Temos que observar que esse ( aborto) é um ato que a lei não
respalda, mas que há exceções. A questão é muito profunda e
tem que ser preventiva. Se não agirmos com rapidez, nossa juventude estará à mercê de todo o tipo de crime e violência e a todo tipo de sequela".
Quem também se colocou durante a audiência foi coordenadora
de prevenção de acidentes e violência contra a mulher da prefeitura do Recife, Carmelita Maia. Ela realizou um pesquisa sobre mães com menos de 14 anos no Recife e alertou para o fato
de que, muitas vezes, essas meninas não recebem a devida
orientação nos postos de saúde.
"Qualquer garota que fique grávida com menos de 14 anos sofreu um estupro presumido, por isso, teria o direito ao aborto legal, ou, pelo menos, à adoção. Mas elas não recebem
orientação no órgãos públicos. Cerca de 50 adolescentes com
idade abaixo desta faixa etária ficam grávidas todos os anos,
em uma situação de muito sofrimento. Elas não podem trabalhar e acabam abandonando a escola. Qual a sua perspectiva
de futuro? ", argumentou.
Um Mundo Sem Drogas
CIDADANIA
Relatório apresentado pela ONU e divulgado pela Agência de
Notícias Reuters, mostra que programa da entidade para combate às drogas não funciona, E revela ainda que os principais
cartéis do tráfico têm, hoje, muito mais dinheiro do que há dez
anos, e movimentam um comércio estimado em US$ 300 bilhões anuais. A constatação ficou evidente durante reunião, na
semana passada, em Viena, para fazer um balanço dos dez anos
de execução do programa "Um Mundo Sem Drogas", coordenado pela ONU, representantes governamentais e do terceiro
saude.empauta.com
setor dos mais diversos países. E chegaram à óbvia conclusão
de que os esforços multilaterais nessa área fracassaram enormemente. Pior do que a celebração do fracasso, no entanto, foi
o fato de as autoridades não terem avançado um milímetro sequer na discussão sobre o tráfico e o consumo de drogas. O que
resultou em um documento final fraco e ambíguo, que não propõe medidas concretas para que se tente atingir as metas estabelecidas pela ONU em 1998. Duas correntes dividem hoje
os países que atuam nas negociações diplomáticas multilaterais
sobre o combate ao tráfico de drogas.
pg.39
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Folha de Pernambuco/PE
Temas de Interesse | Saúde Pública
Continuação: Um Mundo Sem Drogas
Uma delas, protagonizada pela União Européia, defende a adoção de políticas de redução de danos, a descriminalização completa do usuário e o tratamento da dependência química como
uma questão de saúde pública. A outra corrente, liderada por
Estados Unidos e Rússia, defende a continuidade de uma política de combate ao tráfico voltada à repressão e à articulação
de frentes policiais internacionais para deter os grandes traficantes. Em vários países da Europa, políticas de ajuda aos
usuários e dependentes químicos, como o acompanhamento
psicológico sistemático, a substituição progressiva de drogas
como a heroína por similares mais leves e a distribuição de seringas e camisinhas, entre outras, têm ajudado não somente a reduzir o problema da dependência como também alguns de seus
efeitos colaterais mais graves, que são a violência urbana e o ritmo de propagação da Aids. As políticas repressivas, ao
contrário, não colheram bons frutos ao longo da última década,
tendo servido apenas, como demonstrado em Viena, para provocar uma escalada armamentista entre os principais traficantes e deslocar seus centros de atuação.
Folha da Cidade
FOLHA DA CIDADE
Robson Sampaio - e-mail: [email protected] com. br
Menezes e, às 19h30, encerramento.
Informática - Abertas inscrições dos cursos da Infobrother de
informática operacional, webdesign, hardware e redes, operador de telemarketing, excel avançado, informática para concursos entre outros. Informações: 3442. 6388.
Zorra - Na Rua Thomé Gibson, no Pina, toda sexta-feira, a partir das 18h, a via e as calçadas viram um inferno. São tomadas
por clientes de bares que protagonizam a maior zorra. Carros,
motos e bicicletas são estacionados irregularmente obstruindo
a passagem e tem até gente com o copo na mão e no meio da rua.
Quem reclamar, corre o risco de ser agredido. Cadê, o policiamento e a Dircon?
"Biopoética Pernambucana"
Durante encontro literário, será lançado, hoje, às 17h, no Porto
das Letras ( Avenida Rio Branco, 76-A, no Recife Antigo, telefone 3232. 2898) , o "Projeto Navegue Nesta Idéia", com
apoio do Sistema de Incentivo a Cultura do Recife ( SIC) e consiste na publicação virtual, no website Interpoética ( www. interpoetica. com/imagens/biopoetica2. jpg) , da biopoética de
110 poetas pernambucanos ou com militância literária em Pernambuco. À frente do projeto, a poetisa Cida Pedrosa e o poeta
Sennor Ramos e, com muita honra, estou entre os poetas selecionados. Após a abertura, bate-papo com Beto Rezende
sobre "A Importância dos Acervos Virtuais de Cultura" e com
Raimundo de Moraes sobre "Fundamentação da Pesquisa, Sistematização e a Importância da Biopoética para a Cultura Pernambucana". Cida e Sennor Ramos fazem a apresentação geral
da "Biopoética Pernambucana" e, às 17h30, o recital "A Poesia
dos que se Encantaram": Geraldino Brasil por Beatriz Brener,
Erickson Luna por Silvana Menezes, França por Fernando Chile, Francisco Espinhara por Malungo, Lourival Batista e Zeto
por Greg Marinho e Manoel Filó por Jorge Filó. Às 18h, microfone aberto para a poesia, com a coordenação de Silvana
saude.empauta.com
Invasão da praça
Leitores da comunidade da Vila Torres Galvão, em Paulista,
denunciam que, entre o Posto de Saúde João Abimael e o Núcleo de Segurança Comunitária, em praça pública, ocorreu, há
mais de trinta, dias uma invasão. E que já foi denunciada, várias
vezes, ao Departamento de Infra-Estrutura da Prefeitura de
Paulista, que nada fez e não demonstra interesse pelo caso. Um
verdadeiro absurdo.
Metrô superlotado
Um leitor reclama que, todos os dias, quando volta para casa,
os vagões do Metrô do Recife saem superlotados da Estação
Central, no Bairro de São José. Além disso, o intervalo mínimo
entre os trens está sendo de 15 minutos. Quer mais rapidez.
Lixo I
pg.40
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Folha de Pernambuco/PE
Temas de Interesse | Saúde Pública
Continuação: Folha da Cidade
O deputado André Campos está indignado com a Prefeitura de
Jaboatão na limpeza do Canal de Setúbal. O lixo retirado está
sendo colocado nas margens da Lagoa Olho D´água. "De que
adianta limpar o canal e sujar a Lagoa? ", indaga. deputado.
Lixo II
O deputado diz ainda que, com as chuvas, a sujeira é levada para
dentro da Lagoa, aumentando o assoreamento da mesma. "Trata-se de agressão ao meio ambiente e a população sofre com o
fedor dos entulhos e fica exposta a todo tipo de doença. "
Curtas
do Imperador, realiza, hoje, às 16h, a Procissão do Bom Jesus
dos Passos, que sairá da Basílica do Carmo, reunindo milhares
de fiéis pelas ruas centrais do Recife.
Clínica - Com relação à nota "Matemática da China. .. ", publicada ontem, a Prefeitura de Jaboatão informou que a gestão e
a gerência da Policlínica Jaboatão-Prazeres é de responsabilidade da Secretaria Estadual de Saúde.
Vereadores - Até amanhã, em Limoeiro, o Congresso da União
dos Vereadores de Pernambuco, com debates sobre integração
entre cidades, gestão pública, sistema de controle interno. E discute o sistema de previdência para servidores municipais
Passos - A Igreja da Ordem Terceira de São Francisco, na Rua
Baleado ao sair do banco
GERAL
Dupla de motoqueiros rouba e atira em homem que havia feito
saque em agência na Tijuca
Mais uma saidinha de banco terminou com uma pessoa baleada, ontem, na Tijuca. Luís Pinto Neto, 47 anos, que trabalha
em uma plataforma marítima, foi ferido por bandidos após sacar dinheiro em agência bancária na Rua Conde de Bonfim. Até
o fim da noite, ele estava sob observação no Hospital do Andaraí.
O ataque aconteceu por volta das 11h. Luís e a mulher, Patrícia
Batista, foram ao banco receber uma quantia em dinheiro. Segundo testemunhas, o valor era de R$ 3 mil. Na saída, foram
abordados por dois homens armados em uma motocicleta. Luís
reagiu ao assalto e foi atingido por um tiro na barriga. Os bandidos fugiram com o dinheiro. Durante a tarde, Luís foi operado
saude.empauta.com
e está fora de perigo.
Policiais da 19ª DP ( Tijuca) estiveram no local para tentar recolher imagens de câmeras instaladas na rua que possam ter flagrado o assalto.
"Esses delitos estão sendo cada vez mais comuns aqui no bairro
e estamos trabalhando para combatê-los", afirmou a delegada
Juliana Emerique.
De acordo com moradores da Rua Conde de Bonfim, a dupla de
assaltantes que atacou Luís Pinto vem roubando pedestres diariamente na região. Segundo a delegada Juliana Emerique, normalmente os alvos preferenciais dos criminosos são mulheres e
idosos.
pg.41
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Extra/RJ
Temas de Interesse | Saúde Pública
Bandidos recebem a polícia no asfalto
GERAL
Agente é ferido por traficante da Coréia
xandre Silva, de 26, foram presos. Contra o segundo existem
três mandados de prisão por tráfico e roubo.
Bandidos da favela da Coréia, ero Senador Camará, que costumam ficar parados na Estrada do Taquaral, receberam uma
equipe da Polinter a tiros, na tarde de quarta-feira. O objetivo
dos agentes era cumprir alguns mandados de prisão dentro da
comunidade. No intenso tiroteio o inspetor Diogo Domingos
Silva foi atingido de raspão na cabeça. Ele foi socorrido e levado para o hospital Carlos Chagas, em Marechal Hermes.
Outros três menores foram apreendidos. Um deles, de 15 anos,
foi quem atirou no policial. O menor, tem apenas três dedos da
mão, vítima de uma explosão de uma granada.
Durante a operação de ontem, os policiais apreenderam uma
pistola argentina da marca Browning, 383 papelotes de cocaína
e 60 trouxinhas de maconha.
Dois presos
Ao perceber a chegada dos policiais os traficantes fugiram para
dentro da favela. Vinicius de Freitas César, de 18 anos, e Ale-
- Esses bandidos são audaciosos. Ficam na pista esperando a polícia - disse o delegado Eduardo Soares.
Palestra discute mitos e verdades
CIDADE
"Drogas: mitos e verdades". Esse foi o tema de uma palestra voltada para mais de 1. 000 pessoas, ministrada pelo psicoterapeuta Paulo Campos Dias, da Universidade de São Paulo
( USP) , ontem, no teatro Gustavo Leite, e organizada pelo Fórum Permanente de Combate às Drogas, para esclarecer a
problemática da dependência química.
Paulo Campos Dias, além de estudioso da área, é consultor da
Polícia Federal em São Paulo e trabalha em uma clínica particular para dependentes químicos. Ele utilizou dados de pesquisas científicas e "imagens fortes" para falar dos problemas
saude.empauta.com
decorrentes do uso de drogas, além de procurar dissipar preconceitos e sensos comuns em relação ao assunto.
O pesquisador chamou a atenção para a necessidade do poder
público encarar as drogas como um problema de saúde pública, e não só de forma repressiva.
*Sob a supervisão da editoria de Cidades.
///
pg.42
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Gazeta de Alagoas - Maceió/AL
Temas de Interesse | Saúde Pública
Almeida responde a críticas e questiona contas da
Pestalozzi
POLÍTICA
Prefeito de Maceió promete reduzir número de Oscips contratadasO prefeito Cícero Almeida ( PP) comentou ontem sobre
os contratos do município com as organizações da sociedade civil de interesse público ( Oscips) e ameaçou fazer uma auditoria na instituição filantrópica Pestalozzi de Maceió, que,
segundo ele, não teria prestado contas de mais de R$ 200 mil em
recursos públicos que deveriam ser direcionados às ações na
saúde pública. Os comentários foram feitos após visita às
obras da nova fábrica da Coca-cola, no Benedito Bentes.
"Tem vereadora que vive a criticar a prefeitura por causa disso,
quando ela não explicou que destinação deu a mais de duzentos
mil reais em recursos para a Saúde. Se as coisas continuarem a
ser tratadas desta forma, vamos pedir uma auditoria na Pestalozzi", disse o prefeito, que prometeu reduzir o número de Oscips contratadas, de três para uma.
///
Emergência fechada no HSL
A emergência do Hospital São Lucas da PUCRS fechou pela
sexta vez neste ano em função da superlotação. O serviço foi
suspenso na quarta-feira, às 13h. Através da sua assessoria de
imprensa, o hospital informou que o fechamento foi necessário
para manter a qualidade do serviço oferecido, que será res-
tabelecido quando ocorrer a liberação de leitos. A direção do
São Lucas orienta às pessoas que procurem atendimento em outros hospitais e, sempre que possível, quando o problema não
for grave, que utilizem os postos de saúde.
Greve dos médicos afeta a população
CIDADE
Foto: Jorge Henrique
Em clima de desespero, irritação e sofrimento, a população carente de Aracaju tem verificado a ausência de médicos nos serviços de saúde pública municipal. Em vários postos de
atendimento a situação tem sido a mesma: muita reclamação e
insatisfação com a falta de assistência. "Para o pobre, que não
tem condição alguma de ter um plano de saúde, o que resta é sentir dor em casa e rezar para que o pior não aconteça. Não temos a
quem recorrer e estamos à mercê do que os médicos e a prefeitura decidam resolver", reclama a dona de casa Elisângela
Andrade, enquanto tentava marcar uma consulta no Hospital
Dr. Nestor Piva, na zona norte da capital.
Há alguns meses a doméstica Valdirene Oliveira vem tentando
saude.empauta.com
marcar um exame ginecológico e não consegue. "Sem a greve a
situação já é complicada, com a greve piora muito mais. Ninguém lembra da população carente que depende desse atendimento público para poder ser medicado e encaminhado a
exames mais amplos. As filas aqui existem não para sermos
atendidos, mas na esperança de que ao menos uma possível consulta seja agendada, já que médico não existe", disse. No posto
Sinhazinha, localizado na avenida Hermes Fontes, a problemática é a mesma: a falta de atendimento tem gerado transtornos a todos que utilizam de seus serviços. "Trabalho aqui
nessa região e sou cadastrada nesse posto. Sempre que preciso
venho até ele, mas a situação tem sido das piores, porque há
quase um mês estamos sem atendimento e a preocupação é diária porque não temos planos particulares e necessitamos desse
atendimento", afirma.
pg.43
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Jornal da Cidade - Aracaju/SE
Temas de Interesse | Saúde Pública
Continuação: Greve dos médicos afeta a população
Em estado de greve inalterado pelo vigésimo quinto dia, alguns
médicos do município e representantes do Sindicato dos Médicos de Sergipe ( Sindimed/SE) estiveram reunidos na última
quarta-feira com os membros da área de saúde no município de
Riachuelo, onde permaneceram em estudo para saber o que pode ser feito no momento. "Sentindo a necessidade que os aracajuanos têm com uma urgente melhoria nas condições do
exercício digno para a categoria médica, alguns gestores daquele município se reuniram com o nosso sindicato e chegamos
a um entendimento de que novas propostas devem ser lançadas", explicou José Menezes, presidente do Sindimed.
Manifestação
Vestidos com jalecos brancos e munidos de carro de som, bandeiras e panfletos, a categoria esteve reunida na manhã de ontem em frente ao Centro de Especialidades Médicas de Aracaju
( Cemar) , localizado no bairro Siqueira Campos, onde anunciaram que na manhã de hoje o sindicato estará entregando
documentação revisada com uma nova proposta à Secretaria
Municipal de Saúde.
Sarau Jurídico 1
Agora todas as semanas, DATA VENIA comentará temas dos
mais comuns discutidos pelos juristas em notas que recebe o nome de "Sarau Jurídico". Este espaço pode ser usado pelos leitores com a finalidade de exporem suas idéias e comentários
sobre todas as instituições que trabalham com o direito. A idéia
do JORNAL DA CIDADE é prestar um serviço de utilidade pública para a população como também facilitar seu acesso ao judiciário de forma simples e popular.
A atualização é de 6, 0664%, índice fechado de inflação acumulada do IPC no período de janeiro a dezembro de 2008. Os
efeitos são retroativos a janeiro deste ano e o presidente do TJ
marca mais um ponto com os servidores da Justiça.
MP: direitos garantidos
O debate desta semana é sobre a Casa do Advogado, localizada
na Av. Barão de Maruim, onde funciona a Escola Superior de
Advocacia, escritórios para serem alugados por hora marcada e
outros. O gancho dado ao tema é que o espaço está muito mal
aproveitado e que não havia a necessidade de dispender tanto dinheiro para esta alocação, visto que a ESA, quando Edson Ulisses era presidente de OAB/SE, e o advogado Luís Eduardo
Oliva, diretor da escola, foi reformada e atenderia a contento as
necessidades da Ordem de hoje, entretanto, as placas de inauguração encontram-se nos porões. Indaga-se: Houve ou não incoerência?
A promotora de Justiça Especializada nos Direitos de Idosos e
Portadores de Necessidades Especiais, Berenice Andrade de
Melo, realizou audiência pública no MPE na última quarta-feira. Estiveram presentes representantes da Interredes da
Rede de Atenção Psicossocial ( Reaps) da Secretaria Municipal de Saúde ( SMS) , da Urgência Clínico Mental do Hospital São José e da Psiquiatria da Rede de Urgência e
Emergência. Ficou acordado que dentro de 30 dias o gerente da
Psiquiatria e a coordenadora do Serviço de Emergência Psiquiátrica deverão encaminhar à promotoria a demanda reprimida de internação detectada pelo serviço, bem como
informações sobre a implantação do projeto de retaguarda aos
pacientes dependentes químicos na urgência do São José. Da
mesma forma, até o dia 1º de cada mês, deverão enviar ao MPE
a escala de plantonistas.
Valores reajustáveis
Estágio de informática no MPF/SE
O presidente do TJ/SE, desembargador Roberto Porto, assinou
nesta semana o ato nº 558, reajustando o valor financeiro do auxílio-saúde dos servidores ativos e inativos do Poder Judiciário.
Está aberta a seleção para estágio em Informática do MPF/SE.
Podem se inscrever estudantes matriculados em cursos universitários da área de computação e informática de instituições
Sarau Jurídico 2
saude.empauta.com
pg.44
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Jornal da Cidade - Aracaju/SE
Temas de Interesse | Saúde Pública
Continuação: Sarau Jurídico 1
conveniadas com o MPF/SE e que tenham concluído pelo menos metade do curso. Mais informações pelos telefones ( 79)
3234-3720, 3234-3723 ou 3234-3766. Ou ainda pelo e-mail [email protected] mpf. gov. br.
TRE lança informativo
A Secretaria Judiciária lançou no início deste mês o Informativo do TRE-SE para divulgar os principais julgamentos
realizados pelo Tribunal, onde são divulgadas as notas colhidas
da Sessão do Pleno do Tribunal, resumos de decisões publicadas no Diário de Justiça, bem como o inteiro teor de decisões que tenham despertado ou possam despertar de modo
especial o interesse dos operadores do direito. O presidente do
TRE/SE, desembargador Cláudio Dinart Déda, pretende dar
mais visibilidade às questões eleitorais de Sergipe.
Formandos 2008/02 UFS
O momento mais emocionante da formatura dos neófitos bacharéis de Direito da UFS foi quando o orador da turma, o formando Breno Messias, indagou a seguinte passagem aos pais e
mestres: " . .. Estávamos sendo submetidos a uma prova da matéria Teoria Geral do Processo, onde nos deparamos com um
brocardo em latim, qual seja, perpetuactio jurisdiciones. Toda a
turma estava tendo dúvidas para resolver a questão, simplesmente pelo fato de não conhecermos, naquele momento de
aprendizado, a tradução de tais palavras escritas no antigo idioma alienígena. De forma insistente, solicitamos ao professor
que ministrava a prova que nos esclarecesse a tradução, pois assim teríamos condição de responder a pergunta.
Reiteradamente, o professor respondeu que não traduziria as palavras, alegando que era a nossa obrigação conhecê-las. Espirituoso, um dos nossos colegas pediu licença para falar e
procedeu: "Professor preciso lhe explicar que existe um paralelo entre o poder e o manusear da água. O senhor não pode
tentar segurar a água com o punho fechado ( gesto) , pois assim
não conseguirá reter quantidade considerável do líquido; nem
mesmo tentar segurá-la com a mão aberta ( gesto) , pois devido
ao espaço entre os dedos cairá na mesma desgraça. Deve segurá-la assim ( gesto) , como quem pede humildemente, e eu,
em nome da turma, lhe suplico assim ( gesto) , com as duas
mãos juntas, pois somente o senhor tem o Poder de permitir respondermos a questão, demonstrando o nosso conhecimento
acerca do assunto. ( .. .) Finalmente, diante da situação, o docente sucumbiu ao apelo do seu pupilo. .. ". Palmas estonteantes e a alegria pela busca do direito justo.
Validade do concurso para Agente de Saúde deve ser
prorrogada por dois anos
GERAIS
Secretaria de Saúde já está com o edital pronto, mas não há data
para publicá-lo
A validade do concurso para Agente Comunitário de Saúde (
ACS) e Agente de Saúde Ambiental ( ASA) da Secretaria Municipal de Saúde ( SMS) será prorrogada por mais dois anos. A
informação é da coordenadora da consultoria jurídica da Procuradoria Geral do Município ( Progem) , Érica Delpino. De
saude.empauta.com
acordo com a assessoria de comunicação da SMS, o edital já está pronto, mas a data para publicação ainda não está definida.
Enquanto isso, os agentes que já foram convocados participaram no início deste mês do 3º Módulo do Curso de Formação Técnica de agente comunitário de saúde, durante nove
dias. O primeiro módulo do curso aconteceu em junho de 2008.
pg.45
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
O Norte - João Pessoa/PB
Temas de Interesse | Saúde Pública
Continuação: Validade do concurso para Agente de Saúde deve ser prorrogada por dois anos
Além deste terceiro módulo intitulado 'A ação do ACS no Planejamento e Programação em Saúde', ainda acontecerá o módulo 4, 'O ACS: Um educador popular em Saúde'. O evento
será concluído no próximo dia 30.
lidade no atendimento à população, que reclama da falta de
agentes. A dona de casa Maria José Carneiro disse que o encaminhamento a um médico especializado demora muito tempo. "Acho que é preciso contratar esse pessoal imediatamente
para agilizar o serviço", declarou.
Os profissionais estão sendo capacitados para melhorar a qua-
Planos cobrem vasectomia e laqueadura
GERAL
O Senado aprovou, no noite de quarta-feira, um projeto que
obriga os planos de saúde a cobrirem despesas com planejamento familiar. Entre os procedimentos que poderão ser
cobertos estão as cirurgias de vasectomia e laqueadura. O projeto vai para a sanção do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
O presidente da associação que reúne as empresas de planos de
saúde, Arlindo de Almeida, reconheceu que ainda há dificuldade para a aplicação do rol.
Já a Agência Nacional de Saúde ( ANS) apoiou a iniciativa do
Senado. Disse que a nova lei será mais um instrumento de defesa do consumidor.
- À medida em que a lei institui também ações de planejamento
familiar, ela nada mais faz do que legitimar já a iniciativa da
Agência Nacional de Saúde Suplementar. Ela transmite à sociedade e ao próprio setor que você vai poder ter, sim, ações de
planejamento familiar custeadas pelo seu plano de saúde - disse
saude.empauta.com
Eduardo Sales, diretor de fiscalização da ANS.
A sanção do projeto poderia ajudar pessoas como o funcionário
público Rogério Oliveira Souza, que tem plano de saúde. Quando ele decidiu fazer vasectomia, precisou pagar do próprio bolso.
- A vasectomia foi R$ 700. O médico deu um desconto porque a
tabela é R$ 1 mil - disse.
- O planejamento familiar agora será coberto como um todo.
Antes era só a contracepção. Por exemplo: o uso de DIU, de laqueadura, de vasectomia. Agora a concepção também, ou seja:
a fertilização, a fecundidade da mulher ou do homem estarão
protegido pelos planos de saúde - afirmou a senadora Serys
Slhessarenko ( PT-MT) , relatora do projeto.
Brasília
pg.46
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Folha de S. Paulo - São Paulo/SP
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | ANS
Senado aprova cobertura de planejamento familiar
por planos
COTIDIANO
Caso o projeto seja sancionado, operadoras poderão ter
que custear procedimentos de fertilização; para empresas,
texto é vago e custo pode ser repassado
DA SUCURSAL DE BRASÍLIA
DA REPORTAGEM LOCAL
O Senado aprovou anteontem um projeto que obriga os planos
de saúde a cobrirem procedimentos de planejamento familiar.
Métodos como DIU, laqueadura e vasectomia já haviam sido incluídos em 2008 pela ANS ( Agência Nacional de Saúde Suplementar) como procedimentos obrigatórios.
Se a proposta for sancionada pelo presidente Luiz Inácio Lula
da Silva, os planos poderão ter que custear também a fertilização, já que uma lei de 1996 inclui na definição de planejamento familiar "os métodos e técnicas de concepção e
contracepção cientificamente aceitos e que não coloquem em
risco a vida e a saúde das pessoas".
Isso porque o texto aprovado no Senado e já votado na Câmara
dos Deputados diz apenas que "é obrigatória a cobertura de casos de planejamento familiar", sem especificar quais.
Por outro lado, a lista da ANS publicada em 2008 exclui os planos da obrigação de cobrir procedimentos como inseminação
artificial.
Para Arlindo de Almeida, presidente da Abramge ( Associação
Brasileira de Medicina de Grupo) , o projeto está incompleto, já
que não especifica quais procedimentos seriam cobertos pelos
planos de saúde, uma vez que existem diversos métodos de fertilização. Ele defende que, caso se torne lei, a proposta seja regulamentada com esse fim.
Almeida afirmou também que a inclusão de novos procedimentos de cobertura obrigatória pode fazer com que os preços dos planos aumente.
( ANGELA PINHO E MÁRCIO PINHO)
Caso o projeto, de autoria do deputado Geraldo Resende ( PMDB-MS) , seja sancionado, poderá criar um conflito com o rol
de procedimentos obrigatórios estipulados pela ANS.
Plano terá que cobrir planejamento familiar
ECONOMIA
Com projeto de lei aprovado ontem, fica garantida a realização de laqueadura e vasectomia, além do financiamento para a implantação do DIU. Medida segue agora para sanção do
presidente Lula
BRASÍLIA - Os planos e seguros privados de assistência à saúde deverão cobrir o atendimento nos casos de planejamento familiar, conforme estabelece projeto de lei da Câmara aprovado
ontem pelos senadores em votação simbólica no plenário. O
projeto segue agora para sanção presidencial.
Com a nova medida, fica garantida, por exemplo, a realização
saude.empauta.com
de cirurgias de laqueadura e vasectomia, além do financiamento
para a implantação do DIU. No ano passado, a Agência Nacional de Saúde Suplementar ( ANS) ampliou a relação de
procedimentos médicos que devem ser cobertos por planos e seguros de saúde.
O projeto, de autoria do deputado Geraldo Resende ( PMDB-MS) , que é médico, modifica a Lei 9. 656/98, que dispõe
sobre os planos e seguros privados de assistência à saúde. O projeto havia sido aprovado em março de 2007, na Comissão de
Assuntos Sociais, onde foi relatado pela Serys Slhessarenko (
PT-MT) .
pg.47
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Jornal do Commercio PE - Recife/PE
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | ANS
Continuação: Plano terá que cobrir planejamento familiar
A atual legislação, já modificada pela Medida Provisória 2.
177-44/01, estabelece como obrigatória, entre outras medidas,
a cobertura nos casos de emergência quando esta implicar risco
imediato de vida ou de lesões irreparáveis ao paciente, caracterizado em declaração do médico-assistente, bem como a
urgência em casos de acidentes pessoais ou de complicações no
processo gestacional.
Serys Slhessarenko afirma que o projeto tem o mérito de incluir
o planejamento familiar no rol dos procedimentos cobertos pelos planos de saúde, garantindo às mulheres seguradas o acesso
a métodos contraceptivos eficazes e seguros que nem sempre
são ofertados pelos serviços públicos de saúde.
mulheres foram submetidas à laqueadura e 20% usam pílulas
anticoncepcionais, sendo que apenas 0, 9% dos homens fizeram vasectomia e 1, 8% fazem uso da camisinha.
Serys lembrou que a responsabilidade do planejamento familiar recai sobre as mulheres, que precisam se preocupar com a
escolha do método contraceptivo e arcar com as consequências
dessa escolha. Para a senadora, a saúde das mulheres está intimamente ligada com a chamada saúde reprodutiva, onde o
acompanhamento eficaz de métodos contraceptivos e a utilização de métodos confiáveis e seguros são necessários para
assegurar que o planejamento familiar seja eficaz e não cause
prejuízos à saúde da mulher.
Ao citar estudo realizado pela Unicamp, Serys disse que 70%
dos casais brasileiros fazem uso de algum método contraceptivo, mas o peso da responsabilidade do planejamento familiar recai sobre as mulheres. Segundo esse estudo, 40% das
Curtas - País
PAÍS
DESAPARECIDOS APÓS CHUVAS EM MINAS
Cinco pessoas desapareceram na noite de quarta-feira durante
um temporal que atingiu a zona rural do município de São Sebastião do Rio Preto, região central de Minas Gerais, a 167 quilômetros de Belo Horizonte. As vítimas, entre elas duas
adolescentes, de 12 e 16 anos, tentavam atravessar uma ponte
sobre um córrego que deságua no Rio Preto quando foram surpreendidas por uma forte correnteza. Os desaparecidos são Daniele Marinho Ferreira, Imária Marinho Ferreira, Kelly Marly
dos Santos Silva, Alessandra dos Santos Silva Oliveira e Geraldo da Silva Araújo.
DENúnCIA POR TRÁFICO DE ANIMAIS
O Ministério Público Federal denunciou nesta quinta-feira 69
integrantes de uma quadrilha que traficava animais silvestres
no País. Os procuradores da República Renato Machado e Maurício Manso ofereceram três denúncias: duas referentes ao tráfico interno e outra relativa ao tráfico internacional. Os
denunciados foram presos na Operação Oxóssi, deflagrada junto com a Polícia Federal no último dia 11. Eles são acusados de
crimes como formação de quadrilha, receptação, caça a fauna
saude.empauta.com
silvestre, abuso e maus-tratos a animais silvestres.
Exame de DNA confirmou nesta quinta-feira que Kleber Barbosa da Silva, de 31 anos, é autor do estupro da menina E. D. C,
de 13 anos. A violência sexual ocorreu uma semana antes de
Silva lançar o avião que pilotava, um bimotor EMB721 ( PT-VFI) , contra o Flamboyant Shopping, em Goiás ( GO) . Na queda, além do piloto, morreu a filha dele, Penélope, de 5 anos. No
local, 23 carros foram parcial ou totalmente destruídos.
COMEÇA JULGAMENTO DE EMPRESÁRIO
Começou nesta quinta-feira o segundo julgamento do empresário alagoano Marco Aurélio da Rocha, que ficou foragido
da Justiça por mais de 10 anos e é acusado de tentar assassinar
com quatro tiros a administradora de empresas Rosanna Chiappetta, em 5 de dezembro de 1995, em Maceió ( AL) . A vítima
era ex-namorada do acusado e ficou paraplégica após ser atingida por quatro tiros. No primeiro júri, realizado três anos após
o crime, o acusado foi absolvido. O caso voltou ao Tribunal e a
prisão foi decretada, mas o empresário havia fugido.
pg.48
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Jornal do Commercio RJ/RJ
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | ANS
Continuação: Curtas - País
FERTILIZAÇÃO nos PLANOS DE SAÚDE
O Senado aprovou um projeto de lei que obriga planos e seguros de saúde a oferecerem atendimento nos casos de planejamento familiar, abrangendo fertilização assistida. Com a
nova medida, fica garantida, por exemplo, a realização de cirurgias de laqueadura e vasectomia, além do financiamento
para a implantação do DIU. No ano passado, a Agência Nacional de Saúde Suplementar ( ANS) ampliou a relação de
procedimentos médicos que devem ser cobertos por planos e seguros de saúde.
Planos terão de cobrir planejamento familiar
VIDA
Senado aprovou projeto anteontem; empresas questionam se estão incluídos tratamentos mais caros
O Senado aprovou anteontem um projeto de lei que obriga planos e seguros de saúde a oferecer atendimento nos casos de planejamento familiar, abrangendo a fertilização assistida. A
proposta, de autoria do deputado Geraldo Resende ( PMDB-RS) , foi aprovada em votação simbólica no Senado. O
projeto segue agora para sanção presidencial.
Com a nova medida, fica garantida, por exemplo, a realização
de cirurgias de laqueadura e vasectomia, além do financiamento
para a implantação do contraceptivo DIU.
A senadora Serys Slhessarenko ( PT-MT) , relatora do projeto,
afirma que o texto garante não só a oferta de métodos contraceptivos eficazes e seguros como também técnicas para fertilização assistida a casais. Entretanto, empresas questionam se
tratamentos mais caros, como a fertilização in vitro, estariam
incluídos.
Em abril do ano passado, a Agência Nacional de Saúde Suplementar ( ANS) ampliou a relação de procedimentos médicos
que devem ser cobertos por planos e seguros de saúde em cerca
saude.empauta.com
de 200, incluindo consultas com nutricionista, novos tipos de
mamografia, cirurgias por videolaparoscopia e também alguns
exames genéticos. A medida beneficiou os usuários de convênios de saúde assinados a partir de janeiro de 1999, quando
começou a vigorar a lei que rege o setor.
Para parlamentares, no entanto, a aprovação do projeto é uma
garantia de que usuários não encontrarão nenhuma dificuldade,
atualmente imposta por operadoras, para que os procedimentos
sejam realizados.
CONTRACEPÇÃO
A relatora do projeto citou estudo da Universidade Estadual de
Campinas pelo qual 70% dos casais brasileiros fazem uso de algum método contraceptivo. O trabalho mostra ainda que a responsabilidade do planejamento familiar, na maioria das vezes,
recai sobre as mulheres.
Segundo esse estudo, 40% das mulheres foram submetidas à laqueadura e 20% usam pílulas anticoncepcionais, sendo que apenas 0, 9% dos homens fizeram vasectomia e 1, 8% fazem uso da
camisinha.
pg.49
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Correio Braziliense - Brasília/DF
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | ANS
Projeto de lei amplia serviços
ECONOMIA
O Senado aprovou um projeto que obriga os planos de saúde a
cobrir despesas com planejamento familiar. Entre os procedimentos que poderão ser cobertos estão as cirurgias de vasectomia e laqueadura. O projeto segue para a sanção do
presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A Agência Nacional de
Saúde Suplementar ( ANS) ampliou o rol dos procedimentos
médicos que deveriam ser cobertos pelos planos há quase um
ano, mas os clientes nem sempre conseguiam a autorização. O
presidente da associação que reúne as empresas de planos de
saúde, Arlindo de Almeida, reconheceu que ainda há dificuldade para a aplicação do rol. Já a ANS apoiou a iniciativa.
Pelo país
NACIONAL
SAÚDE
Planos cobrirão vasectomia
Senado aprovou um projeto ontem que obriga os planos de saúde a cobrir despesas com planejamento familiar. Entre os procedimentos que poderão ser cobertos estão as cirurgias de
vasectomia e laqueadura. O projeto segue agora para a sanção
do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A Agência Nacional
de Saúde Suplementar ampliou o rol dos procedimentos médicos que deveriam ser cobertos pelos planos há quase um ano,
mas para o cliente nem sempre é fácil conseguir autorização - o
que pode mudar agora com o projeto aprovado. Vasectomia, laqueadura e DIU estão na lista. O presidente da associação que
reúne as empresas de planos de saúde, Arlindo de Almeida, reconheceu que ainda há dificuldade para a aplicação do rol. Mesmo assim considerou o projeto aprovado redundante. Já a
Agência Nacional de Saúde Suplementar apoiou a iniciativa
do Senado. Disse que a nova lei será mais um instrumento de defesa do consumidor.
QUEDA EM GOIÂNIA
Piloto estuprou garota
Edilson Rodrigues/CB/D. A. Press
A Polícia Civil informou ontem que um exame de DNA comprovou que Kléber Barbosa da Silva, de 31 anos, que roubou um
monomotor que caiu em Goiânia ( foto) , estuprou uma adolescente de 13 anos. Silva e a filha, de 5 anos, morreram na queda do avião, dia 12. Segundo a delegada Ana Elisa Gomes,
titular da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente, o
saude.empauta.com
exame foi concluído na noite de quarta-feira e apontou que o
material colhido do corpo de Silva após o acidente é compatível
com o do agressor da adolescente. O abuso contra a jovem ocorreu três dias antes da morte de Silva. De acordo com a delegada,
a garota foi abordada quando seguia para a escola, em Aparecida de Goiânia ( GO) .
NA CABEÇA
Pai mata bebê com soco
Denúncia anônima revelou um crime chocante em Ceilândia,
cidade satélite de Brasília. Dia 13, um bebê de 2 meses foi levado ao Hospital Regional de Ceilândia já sem vida, com traumatismo craniano. O agressor, segundo as investigações, foi o
pai do menino, que deu um soco na cabeça dele porque ficou irritado com o choro da criança. O laudo do Instituto Médico
Legal ( IML) constatou afundamento do lado direito da cabeça.
Os pais foram ouvidos ontem na delegacia. Marcelo da Conceição Brito, de 22 anos, confessou que ficou irritado com o
choro do filho de madrugada e lhe deu um soco na cabeça. MÃE DETIDA
Foi detida Maria José da Silva, de 26 anos, mãe do bebê achado
em um saco plástico em um lixão, em São Bento do Una ( PE) .
Ela confessou o abandono à polícia e disse que tem três outros filhos e não tem condições financeiras de sustentar mais um. Maria José ria ao prestar depoimento e a polícia acredita que ela
tenha problemas mentais. Mesmo assim, foi indiciada por
abandono de incapaz e pode pegar de seis meses a três anos de reclusão. Ela teve o filho no banheiro de casa e o abandonou ainda
com cordão umbilical. O menino foi recolhido por populares e
pg.50
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Estado de Minas - Belo Horizonte/MG
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | ANS
Continuação: Pelo país
passou por dois hospitais do interior antes de ser transferido para Recife. - BALA INTOXICA
Dezessete alunos de uma escola municipal de Santo Antônio de
Posse ( SP) passaram mal após chupar balas distribuídas por
uma colega na quarta-feira. A polícia investiga o caso e aguarda
o laudo do Instituto de Toxicologia da Universidade Estadual de
Campinas ( Unicamp) , que deve comprovar se as balas ingeridas foram responsáveis pelo problema. A suspeita da polícia é que as crianças tenham consumido balas que continham
drogas. Os estudantes que passaram mal foram encaminhados
ao Pronto-Socorro da cidade. Dois tiveram que permanecer internados. Um foi liberado quarta e outro ontem.
Protesto contra alta de mensalidade
ECONOMIA
JAMILLE COELHO
Servidores públicos federais em Pernambuco assistidos pelo
plano de saúde Geap Seguridade Social realizaram ato de protesto contra o aumento das mensalidades do plano e pelo índice
de descredenciamento de hospitais, clínicas e profissionais da
rede. O ato aconteceu na manhã de ontem e foi liderado por representantes do Sindicato dos Trabalhadores Públicos Federais
da Saúde e Previdência Social do Estado ( Sindsprev) , Sindicato dos Servidores Públicos Federais de Pernambuco ( Sindsep) e Sindicato dos Trabalhadores em Informática do Estado
( Sindpd) . De acordo com o coordenador do Sindsprev, José
Bonifácio, houve aumento de mais de 100% sobre o valor antes
pago.
"Antes era descontado 8% nos contracheques e agora o titular e
cada um de seus dependentes têm que pagar R$ 115. Para uma
família com mais de três pessoas, esses valores ficam muito pesados, sem contar com o percentual referente a co-participação", comentou. A servidora Alice Estácia está
preocupada com a cobrança da co-participação pelo período de
saude.empauta.com
dez dias em que sua mãe ficou internada em UTI. "Eu estava pagando R$ 243 e agora vou arcar com R$ 690, já que tenho seis
dependentes. Pelo internamento de minha mãe, o hospital deve
cobrar quase R$ 1 mil", declarou Alice.
De acordo com o superintendente do Geap em Pernambuco,
Luiz Saraiva, o plano realizou um estudo e constatou que o custo saúde mais a carteira para o idoso estava alto, já que 70% dos
usuários têm mais de 60 anos. Diante disso, o conselho deliberativo do Geap estipulou que ao invés de o servidor pagar
um só valor para ele e seus dependentes optou-se por pagamentos individuais. "O servidor pode optar por outros segmentos dentro do plano. Os R$ 115 são para o Geap Saúde. Já
no Geap Clássico cada pessoa arca com R$ 80. O Geap Essencial custa R$ 68 e o Referência, R$ 54, 50. Todos
contemplam o Rol de procedimentos da ANS.
Após o protesto, os representantes sindicais se reuniram com
Saraiva para apresentar as reivindicações. O superintendente
disse que a documentação seria encaminhada ainda ontem para
a diretoria executiva do Geap, em Brasília.
pg.51
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
O Dia - Rio de Janeiro/RJ
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | ANS
Um passo importante
O Senado aprovou ontem um projeto que pode representar um
passo à frente no planejamento familiar no Brasil, ao obrigar os
planos de saúde privados a arcar com as despesas com medidas
contraceptivas, como a vasectomia e a laqueadura de trompas.
As empresas serão obrigadas ainda a cobrir gastos com tratamentos para aqueles que têm problemas de fecundidade, sejam homens ou mulheres.
OPROJETO AINDA DEPENDE da sanção do presidente Luiz
Inácio Lula da Silva, mas sua aprovação, com apoio da Agência
Nacional de Saúde ( ANS) e de entidades representativas da
comunidade médica, aponta paraumanova fase na relação entre
operadoras de planos de saúde e seus milhões de clientes. E essa
nova fase encara a saúde como um processo completo, que não
se limita a tratamentos de doenças, e cobra das empresas sua responsabilidade por ela.
O PLANEJAMENTO FAMILIAR deve ser encarado comoumaquestão de saúde coletiva e, por isso, coberto pelas em-
presas privadas do setor, que faturam altocomseus planos.
Não se pode mais aceitar que elas tenhampoder de impor-se à
sociedade, estabelecendo o que pode e o que não pode ser coberto pelos caros planos que oferecem.
SEOPROJETO aprovado pelo Senado for sancionado pelo presidente, como se espera, caberá aos órgãos reguladores ampliarem a fiscalização para garantir sua aplicação. Não basta
tornar lei. Épreciso tomar todas as medidas necessárias para garantir que a lei vire realidade em favor do cidadão.
EMRELAÇÃOAOSplanos, pelo histórico de reclamações sobre a qualidade dos serviços e a contumaz recusa em cobrir gastos, a fiscalização deve ser redobrada. O trabalhador que paga
seu plano precisa ser respeitado e contar com atendimento eficiente, rápido e amplo, que lhe garanta cobertura emtodos os
aspectos ligados a sua saúde.
Novas coberturas
Projeto aprovado no Senado obriga as operadoras de saúde a cobrir as despesas com o planejamento familiar. Entre osprocedimentos que poderão ser cobertos, estão as cirurgias de
vasectomia e de laqueadura.
Oprojeto segue agora para a sanção do presidente Luiz Inácio
Lula da Silva.
Há quase um ano, a ANS ( Agência Nacional de Saúde Suplementar) , responsável pela regulação do setor, determinou a
ampliação da lista de procedimentos médicos que deveriam ser
cobertos pelos planos, masmuitos clientes reclamam que têm
dificuldade para conseguir a autorização.
saude.empauta.com
A ANS apoiou a iniciativa do Senado, destacando que, se sancionada pelo presidente Lula, a lei será outro instrumento em
defesa do consumidor.
Relatora do projeto, a senadora Serys Slhessarenko ( PTMT)
lembrou que, antes, só a contracepção tinha que ser coberta: "O
planejamento familiar agora será coberto como um todo. A concepção também, ou seja, a fertilização, a fecundidade da mulher
ou do homem estará protegida pelos planos de saúde". No entanto, ainda há dúvidas se métodos de fertilização, que são caros, estarão incluídos nos procedimentoscomcobertura.
AAssociação Brasileira de Medicina de Grupo ( Abramge) ,
que reúne as empresas do setor, considerou o projeto re-
pg.52
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
O Dia - Rio de Janeiro/RJ
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | ANS
Continuação: Novas coberturas
dundante e passível de questionamentos.
Ontem, cliente da Unimed Rio ganhou R$ 15 mil de indenização por dano moral. Segundo o Tribunal de Justiça do
Rio, a empresa teria se recusado a custear internação de emergência, alegando que a carência não havia sido cumprida.
A paciente apresentava crises convulsivas crônicas e redução
da consciência, necessitando de internação em CTI. A Unimed
ainda pode recorrer.
Planos cobrirão laqueadura e vasectomia
NACIONAL
BRASÍLIA - O Senado aprovou, na quarta-feira à noite, projeto
já aprovado na Câmara e que obriga os planos de saúde a cobrir
despesas com planejamento familiar. Entre os procedimentos
que poderão ser cobertos estão as cirurgias de vasectomia e laqueadura. O projeto segue agora para a sanção do presidente
Luiz Inácio Lula da Silva.
De autoria do deputado Geraldo Resende ( PMDB-MS) , que é
médico, o projeto modifica a lei 9. 656/98, que dispõe sobre os
planos e seguros privados de assistência à saúde. O projeto havia sido aprovado em março de 2007 na Comissão de Assuntos
Sociais, onde foi relatado pela Serys Slhessarenko ( PT-MT) .
A Agência Nacional de Saúde Suplementar ampliou o rol
dos procedimentos médicos a serem cobertos pelos planos há
quase um ano, mas para o cliente nem sempre é fácil conseguir
autorização, o que pode mudar agora com o projeto aprovado.
Slhessarenko afirma que o projeto tem o mérito de incluir também o planejamento familiar no rol dos procedimentos cobertos. Antes era só a contracepção. Por exemplo, o uso de DIU,
de laqueadura, de vasectomia. Agora a concepção também, ou
seja, a fertilização, a fecundidade da mulher ou do homem estarão protegido pelos planos de saúde", frisa.
Projeto obriga planos a cobrirem vasectomia
NACIONAL
Brasília, DF - O Senado aprovou na quarta-feira um projeto de
lei que obriga planos e seguros de saúde a oferecer atendimento
nos casos de planejamento familiar, abrangendo fertilização assistida. A proposta, de autoria do deputado Geraldo Resende (
PMDB-RS) , foi aprovada em votação simbólica no Senado. O
projeto segue agora para sanção presidencial.
de cirurgias de laqueadura e vasectomia, além do financiamento
para a implantação do DIU. No ano passado, a Agência Nacional de Saúde Suplementar ( ANS) ampliou a relação de
procedimentos médicos que devem ser cobertos por planos e seguros de saúde.
///
Com a nova medida, fica garantida, por exemplo, a realização
saude.empauta.com
pg.53
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Correio do Povo - RS - Porto Alegre/RS
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | ANS
Planejamento familiar será pago por planos de saúde
Projeto do Senado garante cobertura de vasectomia e laqueadura
O Senado aprovou projeto que obriga os planos de saúde a cobrirem despesas com planejamento familiar. Entre os procedimentos que poderão ser cobertos estão cirurgias de
vasectomia e laqueadura, métodos cirúrgicos que garantem o
controle da natalidade. O projeto segue agora para análise e sanção do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A Agência Nacional de Saúde Suplementar ampliou o rol dos
procedimentos médicos que deveriam ser cobertos pelos planos há quase um ano, mas para o cliente nem sempre foi fácil
conseguir autorização - o que pode mudar agora com o projeto
aprovado. Vasectomia, laqueadura e DIU ( disposito intrauterino que evita a concepção) serão cobertos integralmente
pelos planos.
O presidente da associação que reúne as empresas de planos de
saúde de todo o país, Arlindo de Almeida, reconheceu que ainda há dificuldade para a aplicação desses métodos. Mesmo assim, considerou o projeto aprovado redundante. A Agência
Nacional de Saúde Suplementar apoiou a iniciativa do Se-
nado. Disse que a nova lei será mais um instrumento de defesa
do consumidor.
'À medida que a lei institui também ações de planejamento familiar, o projeto nada mais faz do que legitimar já a iniciativa da
Agência Nacional de Saúde Suplementar. Ela transmite à sociedade e ao próprio setor que você vai poder ter, sim, ações de
planejamento familiar custeadas pelo seu plano de saúde', diz
Eduardo Sales, diretor de fiscalização da ANS. A sanção do
projeto ajudará milhares de pessoas que têm plano de saúde e
gostariam de fazer esses procedimentos para controlar o número de filhos e ter mais certeza de que isso, na realidade, ocorrerá.
A senadora Serys Slhessarenko ( PT-MT) , relatora do projeto,
ressalta que 70% dos casais brasileiros fazem uso de algum método contraceptivo, mas o peso da responsabilidade do planejamento familiar recai sobre as mulheres. Segundo esse
estudo, 40% das mulheres foram submetidas à laqueadura e
20% usam pílulas anticoncepcionais, sendo que apenas 0, 9%
dos homens fizeram vasectomia e 1, 8% fazem uso da camisinha. 'O projeto vai mudar essa realidade', diz.
VISOR
VISOR
OPINIÃO DC: Burocracia
A estrutura centralizada do Estado brasileiro impõe um pacto
federativo injusto pelo qual estados e municípios se veem na indigna situação de mendigar recursos junto ao Executivo federal. Mesmo quando o Estado em questão é dos que mais
contribuem para a arrecadação federal e dos que mais produzem riquezas. Tampouco interessa que este Estado tenha
sofrido uma catástrofe climática e que dezenas de milhares de
pessoas estejam vivendo precariamente, à espera de obras que
recuperem a infraestrutura e de recursos que lhes possibilitem a
normalização da vida. Santa Catarina vive esta situação. Blumenau e outras cidades sofreram prejuízos imensos com as chuvas, e isso foi no ano passado. Quando chegarão as verbas
prometidas? O que esperam os burocratas? Que venham os recursos prometidos logo de uma vez.
saude.empauta.com
Plástico verde
O Brasil está, mais uma vez, sendo pioneiro na produção ecologicamente responsável: o país começa a usar a cana-de-açúcar para produzir plástico em escala industrial,
substituindo, assim, matérias-primas provenientes do petróleo.
A Brasken produzirá, a partir de setembro de 2010, no Polo de
Triunfo ( RS) , 200 mil toneladas/ano de polietileno verde, obtido a partir do etanol.
Imperador
A Itália comemora os 2 mil anos de nascimento do imperador
Vespasiano, sob cujo governo foi construído o Coliseu, palco
dos gladiadores, concluído no ano 80 a. C. Nesta sexta-feira começa uma exposição sobre o imperador e seus feitos, montada
dentro do Coliseu. Na frente do estádio, uma foto ampliada de
pg.54
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Diário Catarinense - Florianópolis/SC
Temas de Interesse | Dengue
Continuação: VISOR
uma estátua de Vespasiano, e romanos vestidos com trajes da
época recebem os visitantes e os convidam para conhecer a exposição.
No Centro de Pesquisas Zoológicas do Instituto Smithsoniano,
em Front Royal, Virgínia ( EUA) , nasceram, esta semana, dois
raros filhotes machos de leopardos.
3239. 5615. Também podem ser utilizados o telefone
0800-6448500 e o site www. ouvidoria. sc. gov. br.
O nascimento foi um feito, pois os leopardos figuram entre os
animais seriamente ameaçados de extinção. Na foto, um dos bebês na mão de um dos funcionários do Centro.
- No Japão, 500 robôs do tamanho e formato de uma bola de futebol são usados para detectar o pólen de cedro, que causa rinite
alérgica em uma em cada cinco pessoas. Os dados são divulgados pela internet.
-->A PROPÓSITO
Será uma boa ideia esta do Ministério da Educação de acabar
com o vestibular e dar vaga na universidade para os que forem
melhores em todo o ensino médio?
Será uma boa ideia esta do Ministério da Educação de acabar
com o vestibular e dar vaga na universidade para os que forem
melhores em todo o ensino médio?
No final, as famílias ganham, o Brasil ganha e o clima agradece.
CARLOS MINC MINISTRO DO MEIO AMBIENTE,
- Ações intensivas de combate ao Aedes aegypti começarão a fazer parte da rotina dos agentes do Programa de Combate à
Dengue, em Blumenau. A necessidade surgiu depois que foram registrados 29 focos do mosquito desde o início do ano.
Em 2008, foram 38 focos.
O trabalho começará em ferros-velhos, responsáveis por 60%
dos casos.
- A Epagri divulga seu novo serviço de Ouvidoria, sob responsabilidade do médico veterinário Dorvalino Furtado Filho.
EXPLICANDO QUE AS CASAS DO PROGRAMA HABITACIONAL TERÃO AQUECIMENTO SOLAR E RESERVATÓRIO PARA ÁGUA DA CHUVA
Conheço o pessoal da imprensa e sei que eles precisam vender
jornal.
PELÉ O JOGADOR DO SÉCULO ( 20) , TENTANDO LIVRAR A CARA PARA NÃO SER PROCESSADO POR ROBINHO, DEPOIS DE TER FALADO SOBRE CRAQUES,
DROGAS E MAU COMPORTAMENTO
A comunicação pode ser feita por e-mail ( [email protected] sc. gov. br) e/ou pelo telefone ( 48)
saude.empauta.com
pg.55
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Folha de Londrina - Curitiba/PR
Temas de Interesse | Dengue
GIRO PELO PARANÁ
GIRO PELO PARANÁ
Treinamento antibombas
Curitiba - O Comando e Operações Especiais ( COE) da Companhia de Polícia de Choque realiza hoje a aula inaugural do Estágio de Operações Antibombas 2009, no auditório do Quartel
do Comando Geral, em Curitiba. A primeira palestra do curso,
sobre a segurança antibomba em eventos públicos, será ministrada, às 14 horas, pelo perito criminal federal Aggeu Lemos
Bezerra Neto, membro do Comitê de Segurança Antibomba
dos Jogos do Pan 2007. Ele foi o único perito brasileiro que
acompanhou, como adjunto de segurança, a delegação brasileira nas Olimpíadas de Atenas, em 2004. A capacitação dura
aproximadamente cinco semanas e tem como objetivo imediato preparar policiais militares para integrar a Unidade Antibombas do COE e em médio prazo estruturar uma equipe com
qualificação necessária para compor o projeto de segurança pública da Copa do Mundo de 2014. Os alunos terão aulas práticas
e teóricas sobre toda a doutrina antibomba, legislação de explosivos, casos envolvendo artefatos explosivos no Brasil,
ação em casos de terrorismo, equipamentos utilizados, procedimentos, entre outros assuntos.
Falta de água na Capital
Curitiba - A Companhia de Saneamento do Paraná ( Sanepar)
executa hoje obras de melhoria e manutenção em Curitiba, afetando o abastecimento para aproximadamente 1, 7 mil habitantes dos bairros Cajuru e Jardim Botânico. Os moradores
poderão ficar sem água das 8h30 às 18 horas, caso não possuam
caixa de água com reserva suficiente para o período de realização dos serviços. O serviço de atendimento ao cliente Sanepar atende pelo telefone 115.
Vale-refeição em dinheiro
Curitiba - A Câmara de Municipal de Curitiba aprovou o projeto de lei que cria o sistema de auxílio refeição pago em dinheiro aos servidores do Executivo, autarquias e fundações
municipais. O pagamento começará a ser feito a partir de abril
para os servidores com salário até R$ 800. O objetivo é ampliar
o benefício no próximo ano para a faixa salarial até R$ 1. 200, e
expandir o benefício gradativamente, até que seja concedido
para todos os servidores. Os vereadores aprovaram a proposta,
encaminhada pela prefeitura, que permite a cada servidor receber junto com o salário o auxílio refeição de R$ 6, 00 por dia
saude.empauta.com
trabalhado. Neste ano, a despesa total prevista com o benefício
será de R$ 4. 108. 482 para 3, 6 mil servidores com salário até
R$ 800 ( valor líquido já descontado do auxílio-transporte, salário-família, 13º salário, adicional de férias e gratificações de
qualidade e produtividade, bem como as contribuições previdenciárias, as do Instituto Curitiba de Saúde e do imposto de
renda) .
Detido por vender armas
Imbituva - Um homem foi preso ontem com varios tipos de armas. A Polícia Militar ( PM) de Imbituva a denúncia pelo telefone 190. Conforme a denúncia, na Vila Zezo, em uma
oficina mecânica, o proprietário venderia armas de fogo de diversos calibres. A equipe foi até o local e deteve C. A. R. , 42
anos. Com ele foram encontrados um revólver calibre 32, 4 polegadas, sem munição; uma garrucha calibre 32, 6 polegadas,
sem munição; um revólver calibre 38, 6 polegadas, sem munição e uma garrucha calibre 22, 2 polegadas, sem munição.
Foram encontrados ainda vários canos e coronhas de armas. C.
A. R. foi encaminhado à delegacia de Polícia Civil de Imbituva
para a autuação por porte ilegal de armas.
Ação social no Barigui
Curitiba - Foi inaugurada ontem, na Rua Senador Acciolly Filho, na Cidade Industrial de Curitiba ( CIC) , o Centro de Referência da Assistência Social ( CRAS) Barigui. É o 28º CRAS
entregue pela prefeitura desde 2005. O CRAS Barigui atenderá
9. 486 famílias que moram nas comunidades Harmonia, Rose I
e II, Concórdia, Nova Barigui, Alto Barigui, Luana, Angra,
Olinda, Diadema, Eldorado, São Nicolau, Marisa, Sabará, Nova Conquista, Esperança e Bela Vista do Passaúna. No Centro
serão ofertados serviços de proteção social básica às famílias
em situação de vulnerabilidade social.
Aniversário de Telêmaco Borba
Telêmaco Borba - Começou ontem a programação de shows pelo aniversário de 45 anos de Telêmaco Borba, no Parque de Exposições. Hoje, a atração é a banda Dominus, às 20 horas, com
entrada gratuita.
Casa de Semiliberdade em Foz
Foz do Iguaçu - Será inaugurada hoje a Casa de Semiliberdade
pg.56
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Folha de Londrina - Curitiba/PR
Temas de Interesse | Dengue
Continuação: GIRO PELO PARANÁ
em Foz do Iguaçu. Segundo o governo estadual, foram investidos R$ 296 mil na obra -recursos do Fundo para a Infância
e Adolescência- que tem 300 metros quadrados de área construída e mil metros quadrados de área total. A casa tem capacidade para atender até 18 adolescentes em cumprimento de
medida socioeducativa de semiliberdade.
Postos fechados no feriado
União da Vitória - O município de União da Vitória ( Sul) celebra hoje o aniversário de 119 anos. Por ser feriado municipal,
os horários de trabalho da Fundação de Saúde ( Fusa) foram alterados. Nesta sexta-feira, a Fusa e os postos de saúde dos bairros não terão atendimento, voltando ao normal na
segunda-feira. Quem precisar de atendimento médico deve procurar o Posto de Saúde do centro, na Rua Castro Alves.
Volta às aulas sem dengue
Curitiba - A secretarias da Saúde e da Educação do Paraná lançaram a campanha ''Volta às aulas sem dengue''. As secretarias
definiram que hoje, simultaneamente em todas as escolas estaduais do Paraná, haverá uma atividade que envolva a comunidade escolar na prevenção e combate ao mosquito Aedes
Aegypti, transmissor da doença. Mais de 650 mil estudantes de
5 a 8 série devem participar da mobilização.
Eleições do Conseg de Maringá
Maringá - Será realizada hoje, das 17 horas às 18h30, a eleição
para a diretoria do Conselho Comunitário de Segurança de Maringá ( Conseg) , biênio 2009/2010. Poderão votar os fundadores do conselho, os atuais membros da diretoria,
conselheiros e os representantes das 132 entidades e empresas
que foram instituidoras ou são mantenedoras do Conseg. Apenas uma chapa foi inscrita, encabeçada pelo coronel aposentado
da Polícia Militar Antônio Tadeu Rodrigues. Ele é um dos fundadores do Conseg Maringá e foi diretor da Penitenciária Estadual de Maringá.
Dinheiro na cueca
Foz do Iguaçu - Em fiscalização de rotina na Aduana no Brasil
ontem, servidores da Receita Federal apreenderam US$ 60 mil
em espécie de um brasileiro que escondia o dinheiro na cueca e
no tênis. Segundo a assessoria da RF, o jovem de 22 anos tentava ingressar no país em uma motocicleta e disse que levaria o
dinheiro para a cidade de Dionísio Cerqueira, em Santa Casaude.empauta.com
tarina. O equivalente a R$ 10 mil foi liberado e o restante
apreendido por não ter sido declarado em Declaração de Porte
de Valores ( DPV) .
Reforma de escola
Campo Largo - A Escola Municipal Carlos Drumonnd de Andrade está de portas abertas. Cerca de 400 alunos já ocupam a
nova estrutura da maior escola da rede municipal de ensino, cujo investimento foi de quase R$ 3 milhões. Além de 16 salas de
aula, também estará à disposição dos alunos um equipado ginásio de esportes, amplos laboratórios de informática e de ciências, sala de reuniões, biblioteca e sala de educação especial.
Faltam apenas alguns acabamentos para que a escola esteja totalmente pronta. Dentro de 15 dias a obra estará finalizada.
Cobertura de quadras
Telemâco Borba - Nesta semana, duas escolas municipais de
Telemâco Borba ( Campos Gerais) ganharam cobertura da quadra esportiva. Nas duas obras foram investidos R$ 360 mil. Na
Escola Municipal Paulo Freire foram gastos R$ 170 mil na obra
de 762 metros quadrados. A escola tem 146 alunos e atende em
tempo integral. Já a cobertura da quadra da Escola Municipal
Castelo Branco custou R$ 197 mil, para uma área de 581 metros quadrados. A escola abriga 235 alunos.
Atleta do Futuro
Apucarana - Alunos de 1 a 4 séries das escolas municipais Monsenhor Arnaldo Beltrami, do Jardim Colonial, e Fábio Henrique da Silva, do Jardim Marissol, em Apucarana ( Norte) vão
participar do projeto ''Sesi Atleta do Futuro''. Promovida pelo
Sesi-Apucarana, a iniciativa tem o apoio da Secretaria de Desenvolvimento Humano e patrocínio de entidades privadas. As
atividades esportivas vão acontecer nas instalações do próprio
Sesi, onde os alunos serão assistidos por técnicos, profissionais
e estagiários.
Festival do Esporte e Lazer
Campo Mourão - Cerca de 500 pessoas da região do Grande Lar
Paraná, em Campo Mourão ( Norte) , serão beneficiados hoje
pelo ''Festival do Esporte e Lazer na Cidade''. As atividades serão realizadas das 9 às 16 horas, na sede da Associação de Moradores do Lar Paraná. Entre as atividades estão apresentações
de dança, karate, ginástica, futebol, exposição de artesanatos e
brinquedos. As inscrições para as atividades estão abertas e
pg.57
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Folha de Londrina - Curitiba/PR
Temas de Interesse | Dengue
Continuação: GIRO PELO PARANÁ
atendem todas as faixas etárias, tanto que crianças a partir de
seis anos, jovens e senhoras participam do Festival.
Multa para dengue
Arapongas - A Secretaria Municipal de Saúde de Arapongas,
por meio do Controle de Endemias, vai colocar em prática uma
lei municipal, que prevê a notificação e multa nos casos de reincidência em propriedades onde foram registrados focos do
mosquito transmissor da doença. A ação prevê a notificação e
orientação. Em caso de reincidência, haverá encaminhamento
para Vigilância Sanitária, que pode ser a aplicação de multas
que variam entre R$ 250 e R$ 500, dependendo da gravidade do
problema.
Casos de dengue entre crianças alerta saúde
CIDADE
Da Redação
O pediatra e infectologista Sérgio Fernandes, que atende no
Pronto-Socorro de Cuiabá e também na rede particular, diz que
o número crianças que aparecem com casos graves da dengue
tem sido superior ao do ano passado. Por semana, tem atendido
uma média 5 ou 6 pacientes com sinais de dengue hemorrágica,
o que ele considera atípico. "São crianças que chegam com muita febre, dor de cabeça, mal-estar, acentuada dor na região abdominal e pressão arterial baixa, que é uma das características
marcantes e mais perigosas".
A primeira orientação dele é para a família não fazer automedicação. No caso da dengue, remédios que contenham na
fórmula ácido acetil salicílico ( tem que observar a embalagem
ou bula) podem levar a óbito. Se existe ocorrência de febre, apenas paracetamol ou dipirona podem ser ministrados para controlar a temperatura corporal. Caso a situação persista por mais
de 2 dias, os pais devem buscar a unidade de saúde mais próxima ou o pronto-atendimento na busca de um diagnóstico, que
no caso da dengue pode ser a partir de um hemograma, realizado na hora e entregue cerca de 2h depois. "A criança deve
tomar muito líquido, tomar banhos mornos ( para controlar fe-
saude.empauta.com
bre) , fazer repouso e usar roupas leves".
Além de Cuiabá, Rondonópolis e Várzea Grande, onde está
concentrado o maior número de casos, até agora 139 graves e 3.
928 casos de dengue clássica, outras 19 cidades do Estado também apresentaram casos graves da dengue, a maioria evoluiu
para cura. Proporcionalmente a população, Rosário Oeste hoje
preocupa, pois confirmou 6 versões graves da dengue com 2
óbitos, o mesmo de Cuiabá. Em Nova Nazaré ( 269 km a leste
da Capital) houve 1 caso grave, ainda em investigação, que resultou em óbito. Tangará da Serra ( 239 km médio-norte de
Cuiabá) registrou 9 casos graves, 6 confirmados, com 1 morte.
A doença está espalhada por todo Estado, mas de maneira mais
grave na Baixada Cuiabana.
Entre os afetados estão ainda: Acorizal, Barra do Garças, Cáceres, Canarana, Curvelândia, Matupá, Lucas do Rio Verde,
Diamantino, Nobres, Nossa Senhora do Livramento, Nova Mutum, Nova Olímpia, Nova Xavantina, Paranatinga e Poconé. A
coordenadora do programa na SES, Maria de Lourdes Girardi,
lembra que é preciso evitar água parada e estar atenta aos sintomas para buscar ajuda. ( RD)
pg.58
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
A Gazeta - MT - Cuiabá/MT
Temas de Interesse | Dengue
S.O.S. Cidade
CIDADE
A imprudência dos motociclistas é grande em Cuiabá. Neste
flagrante, na avenida Miguel Sutil, é possível comprovar o fato.
Sem muita atenção, eles tentam passar por qualquer espaço e
acabam sendo as grandes vítimas do trânsito da Capital e outras
cidades.
Correndo atrás do caminhão - Para conseguir retirar o lixo,
os comerciantes e moradores precisam esperar o caminhão de
lixo, que para a cerca de 2 quadras. Quando o caminhão passa,
eles precisam sair correndo com as sacolas. Mas nem sempre a
manobra é possível e, com isso, o lixo vai ficando acumulado.
Lixo acumulado - Os comerciantes da avenida principal do
bairro Parque Cuiabá estão revoltados. O caminhão de lixo não
passa em um determinado local há muito tempo. Quem tem comércio, afirma que está sendo prejudicado com os resíduos que
vão se acumulando. A situação é mais precária para donos de
lanchonetes e bares.
Esquecidos - Os moradores da rua B, no bairro Manguabeira,
em Várzea Grande, afirmam que estão esquecidos pela administração municipal. O caminhão de lixo não passa pela rua,
a lama toma conta do lugar em época de chuva e os moradores
ainda temem a proliferação do mosquito da dengue. Além disso, não há segurança no local.
Pancadas continuarão sobre Capital
CIDADE
DANA CAMPOS Da Reportagem As pancadas de chuvas que
têm caído sobre a Capital, deixando algumas ruas alagadas e
um número cada vez maior de buracos, devem continuar. O
Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos ( Cptec) informa que há 90% de chances de chover forte hoje em Cuiabá.
Contudo, segundo a Defesa Civil da Capital, não há risco de enchentes.
O coordenador da Defesa Civil da Capital, José Zanetti, lembra
que a incidência de chuva mais constante é normal nesta época
do ano. "Agora que estão caindo as chuvas de verão. A população deve se acostumar". Segundo ele, as pancadas que tem
saude.empauta.com
caído sobre a cidade não oferecem risco de enchentes. "O rio
Cuiabá está com a cota de 2, 90 metros, sendo que o nível de
alerta é de 8, 5 metros", aponta o coordenador, ao lembrar que
os alagamentos são conseqüências da falha do sistema de drenagem dos córregos e da sujeira deixada pelas ruas.
O verdadeiro alerta, segundo Zanetti, é em relação aos criadouros do mosquito da dengue. "A população deve ficar atenta
com qualquer tipo de objeto que acumula água". Em Cuiabá, de
janeiro até o dia 23 foram confirmados 225 casos da doença,
sendo 25 do tipo hemorrágico.
pg.59
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Diário de Cuiabá - Cuiabá/MT
Temas de Interesse | Dengue
Coluna
CUIABÁ URGENTE
Na onda
O vereador Ralf Leite ( PRTB) não compareceu à sessão da Câmara de ontem pela manhã. Diante das circunstâncias que envolvem o parlamentar, sua situação é observada atentamente
pela imprensa.
Dengue
Ontem, por exemplo, informações davam conta que a falta do
vereador Ralf Leite em plenário foi motivada por suspeita de
dengue. Mas muitos já acreditam que ausência tenha ligação
com o indiciamento por exploração sexual, pela Polícia Civil.
Indiciamento
Ralf, após a sessão de terça-feira, foi indiciado pela delegada
Mara Rúbia dos Santos no caso que o envolve no escândalo sexual com travesti menor de 17 anos.
EUA
A senadora Serys Slhessarenko ( PT) , em plena campanha à
reeleição, percorre a partir de hoje seis municípios. Já no domingo retorna a Cuiabá, de onde embarca para Washington (
EUA) para participar de evento internacional sobre as questões
ambientais.
Carga pesada
Moradores de Chapada dos Guimarães e ativistas ambientais
alertaram desde o início desta semana que só aumenta o volume de veículos grandes que estão usando a Rodovia Emanuel
Pinheiro.
Carga pesada 2
Para fugir do trânsito e dos perigos da Serra de São Vicente, os
motoristas de caminhões pesados estão usando cada vez a rodovia que liga Chapada dos Guimarães a Cuiabá.
Carga pesada 3
Sem qualquer fiscalização, até moradores da cidade têm notado
o movimento acentuado de veículos de grande porte durante todo o dia pela rodovia.
Faltosos
A falta de quórum qualificado na Assembleia Legislativa tem
saude.empauta.com
sido recorrente. O presidente da Casa, José Riva, na semana
passada chamou a atenção dos 'colegas' para deixar pelo menos
as quartas-feiras para votação de matérias.
Sem quórum
Ontem, mais uma vez, foi registrada a falta de quórum. Coube
então ao deputado Percival Muniz ( PPS) pedir a contagem de
deputados para
saber se tinha condições de continuar com a sessão.
Dramático
"Estamos tocando uma sessão capenga, com dificuldades. Então, antes que ela nos mate, vamos matá-la", disse o parlamentar, ao vivo pela TV Assembleia, ao notar ausência de
tantos deputados.
Sentado
Já a reclamação da falta de quórum nem de longe não serve de
carapuça para o novato Mário Lúcio. Ele chegou ao plenário antes do início da sessão e não se desgrudou nenhum momento da
confortável cadeira.
Mostrando serviço
O recém-empossado Mário Lúcio na sua primeira sessão ontem, após a posse, já apresentou reivindicações ao governo. Na
vaga da deputada Vilma Moreira ( PSB) , licenciada para tratamento de saúde, Mário tem pressa em mostrar serviço.
Feito
As reivindicações do novato foram voltadas para a questão da
infraestrutura. Ele sugeriu ao secretário de Infraestrutura, Vilceu Marchetti, calçamento em um trecho da rodovia Emanuel
Pinheiro, no perímetro urbano da Capital. Pelo visto, Mário Lúcio quer aproveitar bem sua interinidade no Legislativo estadual. Não é para menos: apesar de obter pouco mais de quatro
mil votos, chegar à AL é um feito e tanto.
Ponderações
Agora, Percival Muniz voltou a defender o nome de Jayme
Campos para o governo do Estado em detrimento do tucano
Wilson Santos, outro potencial candidato em 2010. Ele alega
que o tucano terá muito trabalho com a Copa do Mundo 2014.
pg.60
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Diário de Cuiabá - Cuiabá/MT
Temas de Interesse | Dengue
Continuação: Coluna
Desculpa
Otimista, Percival aposta que Cuiabá será uma das subsedes da
Copa do Mundo 2014. O discurso mostra ser uma desculpa para
não desagradar tanto a WS. Por isso, ele acredita que o prefeito
Wilson Santos terá muita trabalheira com as atividades da Copa.
Bateu, levou
O secretário de Saúde, Luiz Soares, criticado e chamado pelo
vereador Lúdio Cabral ( PT) para esclarecer a aplicação dos recursos do Fundo Municipal de Saúde, não deixou por menos.
Soares, conhecido pela sua pouca paciência, apesar do cabeção, que encaminha mensalmente para uma série de representantes da sociedade civil a relação dos gastos públicos,
inclusive para jornalistas, deu uma 'chamada' pública no vereador.
Médico ausente
Em entrevista ao programa Resumo do Dia, do apresentador e
deputado Roberto França, Soares cobrou de Lúdio sua condição de médico e funcionário da prefeitura e atender a comunidade de Sucuri. O vereador foi acusado pelo secretário de
se recusar a atender os moradores.
Impaciente
Governo mira o IPVA
ARTIGOS
"O engenheiro civil e professor da escola técnica Edivá, meu colega da UFMT, precisa se especializar na área de trânsito urgentemente, precisa reciclar e fazer um curso de engenharia de
trânsito para melhorar este trânsito caótico de Cuiabá. O governo só quer faturar, mas não cuida dos sinaleiros, buracos,
passarelas para pedestre ( do jeito que está, a vida do cidadão fica exposta a um grande risco e a do motorista fica bem
complicada) . Esta é minha opinião meu colega da UFMT. "
JOSÉ FRANCISCO BARBOSA ORTIZ, engenheiro civil,
Cuiabá/MT
[email protected] com. br
É preciso mais união
"A Copa é apenas um grande investidor como é o Governo Federal e, como todo investidor sério, exige garantias políticas locais que só existem através do respeito à Lei. A Lei
Complementar Estadual n° 83/01 diz que os assuntos de interesse comum do aglomerado cuiabano devem ser tratados
através do 'Conselho do Aglomerado Urbano Cuiabá/Várzea
Grande'. É esta realidade que, como investidores sérios, nossos
políticos precisam considerar. Deste jeito, um dia este país poderia se tornar sério e crível. "
JEAN M. VAN DEN HAUTE, consultor, Cuiabá/MT
[email protected] com. br
RG falso foi a estratégia usada por ladrões de banco
"Ate quando isto vai continuar. Bancos e caixas eletrônicos. Essaude.empauta.com
ses locais devem, por princípio, ter segurança durante as 24 horas do dia, pois em qualquer desses locais sempre tem dinheiro
e outros patrimônios. Segurança não quer dizer apenas um aparato em equipamentos eletro-eletrônicos, mas sim ação de
pessoas habilmente treinadas para inibir ataques de criminosos,
pois está a vista de toda a sociedade o que os bancos deixam de
fazer para garantir a segurança do dinheiro deles. Dinheiro este
que, quando roubado, vai cair no custo de administração do banco, que por tabela vai cair na costa do cliente naquela conta 'dinheiro não recebido'; quem paga isto e os demais custos são os
clientes. E uma sociedade moderna não pode admitir um procedimento desses por parte daqueles que tem a obrigação de
fazer. A forma como os bancos tratam a segurança é no mínimo
um convite aos criminosos a cometer tais delitos, colocando em
risco de morte, de bancários, vigilantes, clientes e pessoas comuns que estavam andando na via publica. .. Todos os dias ficamos sabendo que houve mais crimes deste tipo a toda hora. ..
A polícia federal, que tem a obrigação de fiscalizar esses estabelecimentos, pouco tem feito pelo visto. .. Pelo lado da
população e dos clientes, ficam a disposição da criminalidade,
pois todos os dias tem problema com a porta giratória, que nunca funciona o contento, barrando o cliente e este as vezes se expondo ao ridículo de ficar de cueca para mostrar-se semi nu.
Pode ser um grande centro ou uma cidade no interior, não necessariamente havendo assaltos, essas cenas continuam
ocorrendo pelo simples fato de não haver punição. .. "
pg.61
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Diário de Cuiabá - Cuiabá/MT
Temas de Interesse | Dengue
Continuação: Governo mira o IPVA
CARLOS ROBERTO SILVEIRA, consultor, São Paulo/SP
[email protected] org. br
Tião reclama da economia estagnada de VG
"Vamos Sr. Tião da Zaeli, a população várzeagrandense está esperando as tais mudanças na área empresarial que o senhor disse que iria colocar em prática aqui na nossa cidade; e o tal
choque de gestão, só esperamos que esse choque não seja no
bolso e de trás do povo. "
JOSÉ NICÁCIO BORGES, Professor, Várzea Grande/MT
[email protected] com. br
Eleição de 2010: há muitas indagações
"Duas questões: a) Sobre Riva: será que é apenas um drible que
o deputado dá na justiça? Ou são comprometimentos recíprocos? Basta ver a trajetória de outro ( Humberto Bosaipo)
que agora está no antro do TCE. b) O debate no PT em torno da
candidatura de Dilma é importantíssimo. Mas e o debate no PSDB, entre Serra, Aécio e outros possíveis candidatos? Pois tanto o Serra como o Aécio já estão em campanha, basta ver suas
páginas na internet. "
HÉLIO SANTOS, professor, Cuiabá/MT
[email protected] com. br
Jarbas e Gilmar
"Pedro Lima é aquela velha raposa que perde o pelo, mas não
perde a manha. Suas posições conservadoras confrontam com
seu arrojo em busca, no ocaso da vida pública, de um cargo eletivo ou em comissão. Um pretenso jurista querer criminalizar o
MST, quando nunca diz nada sobre outros criminosos do Estado? Um 'analista político' que vem com esse discurso reacionário defender Gilmar Mendes, esse troglodita. .. Vá dormir
Pedro Lima! Gilmar é um ditador, que quando fala em democracia come perjúrio! Pare de ler Veja e assistir a Globo.
Leia Carta Capital e 'Caros Amigos', quem sabe assim, depois
de velho, aprenda alguma coisa sobre a sociedade brasileira. "
ADEMAR ADAMS, jornalista, Cuiabá/MT
ademar. [email protected] com. br
saude.empauta.com
Recursos há, mas obra do PSM não sai
"Este não é um problema que acontece só na administração Wilson Santos, o Pronto Socorro de Cuiabá tem problema desde
que foi criado. Não quero defender a atual administração, pois
poderia sim melhorar o atendimento, mas a grande verdade é
que este pronto socorro não é de Cuiabá, mas de Mato Grosso e
cia. ltda. Prefeitos do interior preferem investir em ambulâncias e mandar seus doentes para capital, uma vergonha,
pois são os cuiabanos que acabam pagando 'o pato'. "
RUBENS ALMEIDA, economista, Cuiabá/MT
[email protected] com
***
"Do nada que não existe, nada pode nascer, assim é a novela
existente do PSMC de Cuiabá, em VG, Cáceres, Rondonópolis, Sinop, Barra, Tangará, principais pólos de Mato
Grosso, etc. Aliás em todo o Estado de Mato Grosso, não existem saúde. Existem, sim, 'pseudo saúde'. Pregam que existem,
más só na mídia, na realidade são falsas e enganadoras. Entretanto, usam de verbas públicas para se auto promoverem. Enquanto isso o povo mato-grossense sofre com os desmandos do
serviço público, gastam aquilo que pagamos em impostos, desviam estas verbas e nada aparece de útil para a população. A
dengue chegou para valer e a falta de infra-estrutura, suportes
técnicos, RH agravará os casos. Isso já vem sendo alertado há
mais de 3 anos e nada se fez. Estão cegos ou fingem que não enxergam. É necessário que antes de olharem para seus interesses
pessoais, olhar para o Estado ( povo) , antes de olhar para os interesses do Estado ( políticos sem escrúpulos) , olharem para os
míseros que agonizam em busca de saúde, educação, segurança
e sobrevivência. "
LUIZ CARLOS, médico, Cuiabá/MT
[email protected] com. br
pg.62
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Folha de S. Paulo - São Paulo/SP
Temas de Interesse | Dengue
Em um mês, casos de dengue têm alta de 73% em
Ribeirão
DA FOLHA RIBEIRÃO
Ribeirão Preto teve aumento de 73, 1% nos casos de dengue no
mês de março, segundo dados do Controle de Vetores. Até fevereiro, tinham sido registrados 134 casos. Em março, o número pulou para 232.
A região norte de Ribeirão Preto foi a mais atingida, com 93
diagnósticos neste ano. "Os meses de março, abril e maio são
críticos. Mas, neste ano, o número de casos diminuiu significativamente", afirmou o coordenador da diretoria central
do Controle de Vetores, Tairone Gonçalves. No ano passado,
nos três primeiros meses do ano, foram registrados 723 casos.
O Jardim Aeroporto e o Salgado Filho foram os principais bairros atingidos, com 60 casos. A região oeste teve 56 diagnósticos. No local, o bairro Maria Casagrande foi o mais
atingido, com 17. "Houve um grande aumento nos focos. A população tem que fazer a sua parte e auxiliar o poder público",
disse a coordenadora da distrital oeste, Maria Lúcia Biagini.
Segundo ela, muitos focos não são descobertos porque o Controle de Vetores não consegue entrar em 35% das casas. A região central teve 51 casos -37 no Jardim Independência. Na
região leste, foram registrados 17 casos em 2009, na sul, 15.
Município intensifica ações contra a dengue
SAUDE PUBLICA
BLUMENAU - Ações intensivas de combate ao Aedes aegypti
começarão a fazer parte da rotina dos agentes do Programa de
Combate à Dengue. A necessidade surgiu depois que foram registrados 29 focos do mosquito este ano, contra 38 em 2008.
Hoje, o trabalho é feito através de armadilhas vistoriadas semanalmente.
O trabalho começará em ferros-velhos, responsáveis por 60%
dos casos. Em seguida virão borracharias e floriculturas, com
10% dos focos. As residências representam 20% e o restante es-
saude.empauta.com
tá em lixos e entulhos. Para as casas, o programa pede auxílio
aos moradores, que devem verificar pneus, recicláveis e lixo
acumulado nos terrenos.
A equipe de 15 agentes foi reforçada com mais 11 desde dezembro. A prefeitura viu esta necessidade, segundo a coordenadora do programa, Dalva da Silva Assini, devido à
tragédia de novembro, que acumulou lixo e entulhos. Além dos
26 agentes que trabalham na rua, há mais dois técnicos nos laboratórios e a coordenadora.
pg.63
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Hoje em Dia - Belo Horizonte/MG
Temas de Interesse | Dengue
Apesar dos alertas, lixo expõe morador à dengue
MINAS
Agostinho dos Santos
murar o local. Caso contrário, ele pode ser multado.
Especial para o HOJE EM DIA
Mesmo com toda a campanha para alertar a população sobre o
perigo da dengue e os números alarmantes divulgados nas últimas semanas, algumas pessoas não têm consciência da gravidade da situação. Um exemplo de descaso tem chamado a
atenção e provocado medo em quem mora e trabalha próximo à
esquina da Rua Dalva com a Avenida Pedro II, Bairro Bonfim,
Região Noroeste da capital. Muito lixo e entulho estão se acumulando no local onde havia um posto, que foi demolido. Local
ideal para a proliferação do mosquito Aedes aegypti.
A participação da população no controle da propagação da
doença é fundamental, principalmente na extinção de pontos de
reprodução do mosquito. Já o trabalho dos agentes comunitários de saúde da Prefeitura de Belo Horizonte ( PBH)
têm aumentado por causa da doença. No Bairro Taquaril, Região Leste da capital, a agente Paula Martins, 25 anos, conta
que o posto de saúde do bairro está todo mobilizado por causa
da ameaça de epidemia. " É preocupante, porque as pessoas
atendidas, quando o caso não é de internação, não retornam para
fazer o exame que irá comprovar se realmente é dengue", ressalta. O exame deve ser feito entre quatro e seis dias após surgirem os sintomas.
O mecânico José Hermano Faria, 52 anos, que trabalha em frente ao terreno, acha um absurdo jogarem lixo e restos de material
de construção no local. "É perigoso para todo mundo. Isto pode
se transformar num foco de mosquitos e contaminar muita gente", diz. A Região Noroeste já notificou 520 casos suspeitos de
dengue em 2009, o que equivale a 0, 1% da população de 360
mil habitantes da área.
A gerência de Regulamentação da Regional Noroeste informou
que, hoje, fiscais irão ao local para verificar a situação e notificar o proprietário do terreno, que terá 15 dias para limpar e
Segundo os últimos dados divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde, o número de casos suspeitos aumentou de 4.
629 para 6. 085, um acréscimo de 24% em apenas uma semana,
ou seja, do dia 16 ao dia 23 de março .
O sinal de alerta está ligado porque, segundo os sanitaristas, o
período entre os meses de fevereiro e abril é propício para a eclosão dos ovos do mosquito, devido ao aumento da temperatura.
Receita da Vedacit cresce 17%
EMPRESAS
CHICO BARBOSA DO JORNAL DO COMMERCIO
A empresa de impermeabilizantes Vedacit, do grupo brasileiro
Otto Baumgart, teve receita de R$ 252 milhões em 2008, alta
de 17% em relação ao ano anterior. Para este ano, a alta prevista
na receita era a mesma taxa de 2008, mas devido à crise , foi escolhida a meta mais conservadora de 12%.
A fábrica de São Paulo ( SP) teve participação de 87, 3% no faturamento, com R$ 220 milhões em 2008; já a fábrica de Salvador ( BA) faturou R$ 32 milhões. Tivemos 2008 aquecido.
Concretizamos os investimentos e, somando as duas fábricas,
fomos além dos 15% presumidos inicialmente, disse o diretor
técnico e comercial da Vedacit, Alexandre Baumgart. Segundo
saude.empauta.com
ele, os planos de aumentar a capacidade da unidade em Salvador e construir fábrica em Recife ( PE) foram adiados.
O grupo, disse o executivo, foca o Nordeste porque algumas
áreas da região, como o Piauí, antes estagnadas, estão crescendo devido aos programas assistenciais de distribuição de
renda, como o Bolsa-família. Segundo a empresa, em 2008, R$
600 mil foram investidos em reforma e melhoria dos laboratórios de desenvolvimento e análise da empresa. Baumgart
disse que não há planos em médio prazo para a unidade em São
Paulo, pois ela se encontrar com capacidade ociosa de 20%.
novos produtos. Estamos mais prudentes com relação ao lançamento de produtos, mas deveremos dar continuidade à popg.64
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Jornal do Commercio RJ/RJ
Temas de Interesse | Dengue
Continuação: Receita da Vedacit cresce 17%
lítica de renovação de embalagem de alguns deles, disse
Baumgart. A Vedacit, que tem 130 itens no portfólio, planeja
quatro lançamentos nesse ano. Os resultados de 2008 e as expectativas para este ano levaram a empresa a manter as ações de
marketing. Não mexemos em nada, disse Baumgart, referindo-se à renovação, por um ano, do patrocínio ao time de futebol do Bahia e à manutenção de contrato com o grupo
Maurício de Souza.
diferentes ações: uma envolvendo a Turma da Mônica para a
ação de responsabilidade social, traduzida em campanha contra
a Dengue, realizada no formato de folheto que chega a vários
pontos do País, além de ser disponibilizado no site da empresa.
A outra referente a novo gibi, no segundo semestre, tendo Cascão como personagem em história para conscientizar sobre a
necessidade da impermeabilização, um dos principais focos de
interesse da Vedacit.
O contrato com Maurício de Souza envolve parceria para duas
ESPECIAL
ESPECIAL
O Diario traz caderno com informações sobre como impedir a proliferação do mosquito Aedes
aegypti, transmissor da dengue. Apesar da redução
de casos, todo cuidado é pouco. ESPECIAL 1 a 20
cartas
CARTAS
Dengue em Casa Forte Novamente. Em abril do ano passado
denunciei o problema do foco de dengue na Rua Irmã Maria
David, 257, emCasa Forte. Um combate em vão dos moradores
que são reféns do mosquito. Alguém da Vigilância Sanitária
leu o que escrevi ou estão trabalhando muito em outros assuntos. Geovany Soares Recife É umabsurdo A Infraero vai
abrir novo concurso para preenchimento de cadastro reserva
aqui em Pernambuco para minha área de atuação - Relações Públicas. Seria maravilhoso, caso eu não tivesse passado em 1º lugar no último concurso ( 2003) para esse mesmo cargo e até
hoje nunca ter sido chamada. Não foi segundo, nem terceiro, eu
fuiaprimeira colocada, estava recém-formada, foi umagrande
vitória. .. Mas, depois de seis anos de espera, oque meaparece:
outroconcurso paracadastro reserva e nada da minha vaga!
Mais absurdo ainda é ver quena reportagem se afirma que "apesar de se tratar de cadastro de reserva, a estatal tem a tradição
de contratar os selecionados". Mentira. .. Que mentira! Deveria
ter ouvido os protestos dos candidatos que, na época, foram à
imprensa revelar que passaram em ótimas colocações e nunca
saude.empauta.com
haviam sido chamados. Catarina Batalha Recife Desperdício
de água A água é um bem natural que precisa ser preservada para as futuras gerações. Entretantodiariamente imensas quantidades de água são mal utilizadas nas residências, assim como
os vazamentos nas redes de distribuição. O desperdício alcança
números alarmantes e ainda não despertou a atenção da população, que vem sendo penalizada comoaumentodo racionamento.
Jáéhorada sociedade mudar os hábitos e intensificar os cuidados comapreservação da água. Fernando Melo Igarassu Parabéns professora Queremos parabenizar a incansável
professora Isabel Viana pela competência e rigor com que administrou a Secretaria de Habitação da PrefeituradoRecife.
Cominvestimento superior a R$ 80 milhões, contemplando
mais de 2. 500 famílias de diversos bairros, com moradias dignas e ações comunitárias, aSecretaria de Habitação foi odestaque no governode João Paulo, recebendo referências
elogiosas até da oposição. PadreMiguel, Dom Helder, Campo
pg.65
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Diário de Pernambuco - Recife/PE
Temas de Interesse | Dengue
Continuação: cartas
do Vila, Abençoada por Deus e Vila Imperial, entre outras.
Pelo seu competente trabalho à frente da secretaria a professora
Isabel recebeu, dosmovimentos populares, o título de "Madrinha dos Sem Teto". Parabéns, professora! Fernando Jorge
Recife Excomungados Pelas leis da igreja católica, seguidas à
risca pelo arcebispo José Cardoso, o brutal crime do estupro,
mesmo aquele feito contra uma criança de nove anos de idade,
não é caso de excomunhão, ou seja: estuprador pode receber sacramentos e ter, digamos assim, a benção da Igreja. Excomungada, coitada, foiamenina e osmédicos que, emdefesa da
vida desta menor, procederam ao aborto dos gêmeos que a pobre criança carregava no ventre e, sabe-se lá que condições a
mesma teria de criá-los, caso os três, ela e os filhos, escapassem
vivos dagravidez indesejadaebrutalmente provocada pelo estuprador, único grande culpado que a igreja, através doDomCardoso insiste em abençoar. Diante de tudo isto, e
considerando que nunca ouvi falar de padres pedófilos excomungados pela Igreja, gostaria muito de saber do arcebispo
se esse tipo de crime tem tratamento igual ao de estupro pelas
leis da santa igreja.
Cirdes Nunes Moreira Recife Aumento dos servidores Venho
através do Diario cobrar da Prefeitura do Recife informações
quanto ao reajuste salarial, que já está sendo repassado em muitas cidades, inclusive de menor porte como Petrolina, e que até
agora não foi divulgado pela PCR. Ligamos paraos órgãos municipais da área de finanças, e ninguém sabe informar nada. Finalmente, prefeito João da Costa, quando sairá este aumento? A
inflação está aí e o servidor merece respeito.
Jota Silva Recife UFPE responde Em resposta à nota "Obra insalubre", publicada no último sábado ( 31) , a Comissão de Fiscalização de Obras da UFPE informa que seus profissionais têm
sido rigorosos na verificação dos equipamentos de proteção e
segurança do trabalho utilizados pelos operários que estão realizando os 30 serviços de reforma e construção no Campus Recife, em especial na obra da fachada leste do prédio do Centro de
Filosofia e Ciências Humanas. A Comissão reconhece, con-
saude.empauta.com
tudo, que, mesmo com a fiscalização, podem ter ocorrido
situações como a descrita pelo remetente emque o operário não
estava portandooequipamento devido. Com a denúncia, a fiscalização será mais rigorosa. Assessoria de Comunicação A demarcação de forma contínua da reser va indígena Raposa\/Serra
do Sol em Roraima, pelos egrégios magistrados do Supremo
Tribunal Federal, escancara vergonhosamente e de uma vez por
todas a subordinação desta Corte ao autoritarismo irresponsável desse governo petista. O compromisso com os
dogmas da Internacional Socialista, organização marxista criada em 1889, e onde Lula almeja a presidência, está levando ao
dilaceramento territorial e ao esgarçamento social do Brasil.
Implodir nossas instituições, dividir brasileiros, jogar todos
contra todos, tem sido apenas parte de uma estratégia vil, que
embasa um plano de poder totalitarista, que toma corpo com o
consentimento do próprio sistema democrático. Recorrer ao
Congresso Nacional para invalidar este crime de lesa-pátria,
cometido por Lula e seus subalternos, é perda de tempo, porque
os cofres públicos estão abarrotados de dinheiro do contribuinte, e em prontidão para aliciar o primeiro parlamentar
que se manifestar contrariamente a esta excrescência jurídica.
Sérgio Villaça Recife Arquivo pessoal Destruição do Brasil
correção A foto publicada no Guia de Profissões da última segunda-feira como sendo da coordenadora do curso de terapia
ocupacional da Universidade Católica de Pernambuco, Márcia
Crócia, é, na verdade, da estudante do curso Érika Medeiros. E
a foto publicada como sendo de Érika é da coordenadora Márcia. Aos leitores nossas desculpas.
Alerto aos órgãos competentes para o risco de grave acidente
que pode ocorrer pela falta da podação ou mesmo da derrubada
desta árvore, situada no Clube Português, na Rua Dr. Bandeira
Filho Parque Amorim. A queda dessa árvore poderá causar
uma tragédia, devido a proximidade à uma parada de ônibus,
por sinal, bastante movimentada.
Roberto Corrêa do Prado Recife Risco de acidente Roberto Correa do Prado\/Divulgação
pg.66
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Diário de Pernambuco - Recife/PE
Temas de Interesse | Dengue
DENGUE uma luta de todos
Em qualquer tática de guerra, conhecer o inimigo é a regra número um para quem quer vencer uma batalha. Na luta contra o
mosquito transmissor da dengue, o Aedes aegypti, não é diferente. Foi pensando nisso que este caderno foi produzido.
Nas páginas a seguir você vai saber qual o cenário da doença em
Pernambuco, ver o que os cientistas estão criando para com-
bater a dengue, aprender sobre os sintomas e sinais de alerta,
saber a quantas andam as pesquisas de desenvolvimento de vacinas e o principal: ter noção da importância do seu papel nesta
disputa. Leia, mostre ao seu vizinho, leve para dentro da sala de
aula. Na briga contra o Aedes aegypti, informação é a principal
arma.
Mulheres: presas fáceis
Anas, Marias, Franciscas. Pernambucanas.
minino.
Vítimas "preferidas" do Aedes aegypti, transmissor da dengue
no Brasil. Não que o mosquito goste mais do sangue das mulheres. Nem que o sexo feminino seja mais susceptível à doença
queomasculino. Mas "elas" são maioria nas estatísticas de casos da doença em Pernambuco. Fato que se repete, pelo menos,
desde 2001. Éoque revelam dados inéditos da Secretaria Estadual de Saúde do estado. Neste ano, até o início de março,
elas representavam 76, 19% do total de casos. Em2008, 58,
76% das pessoas que contraíramdengue eram do sexo feminino. A principal explicação está dentrode casa. São as mulheres que permanecem mais tempo no domicílio.
Fenômeno que não se repete em todos os estados. No país, entre
1998 e 2002, a relação entre os sexos foi de1, 1 homem para1mulher.
Local onde o mosquito também gosta de ficar. O assunto chamou a atenção de gestores da SES, que estudam criar campanha
voltada para esse público.
Outros estudos mostram que essa tendênciaéainda mais antiga.
No recém-lançado livro Vinte anos de evolução da dengue no
estado de Pernambuco, 1987 2006, a pesquisadoradoCentrode
Pesquisas Aggeu Magalhães ( CPqAM) Marli Tenório aponta
que, no estado, as mulheres são mais acometidas pela doença
pelo menos desde 1995. Entre aquele ano e 2003, a relação entre os sexos foi de 1 caso em homens para 1, 5 caso em mulheres. O estudo mostra que nesses oito anos, foram notificados
153. 120 casos de dengue no sexo masculino e 224. 425 no fe-
saude.empauta.com
Considerada "democrática", adengue não escolhe sexo, cor ou
classe social.
Mas alguns aspectos da cultura local favorecem o aparecimento
de umpercentual maior de casos da doença entre as mulheres.
Segundo a gerente de Prevenção e Controle de Zoonoses e Endemias da Secretaria Estadual de Saúde ( SES) de Pernambuco, Nara Arruda, as estatísticas estão diretamente
relacionadas à forte ligação da mulher com o lar. São as donas
de casa. "Elas permanecem mais tempo em casa e, assim, perto
dos criadouros. O Aedes aegypti fica em locais de sombra dentro da residência, em lugares escuros e com temperatura mais
amena, como embaixo do balcão da pia e dos móveis", explicou. Cerca de 90% dos focos estão dentro de casa.
Em dezembro do ano passado, Gisele Amarade Santana, 24
anos, contraiu dengue pela segunda vez.
"Passeiumdia inteironohospital tomando soro", contou. Desempregada e mãe de dois filhos, ela se recuperou e voltou para
casa. E para perto de criadouros do Aedes aegypti. No local,
pg.67
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Diário de Pernambuco - Recife/PE
Temas de Interesse | Dengue
Continuação: Mulheres: presas fáceis
não há água nas torneiras. Ela e seus vizinhos dependem de duas
caixas d"água, localizadas na área comumdos imóveis. Nenhuma fica vedada.
Gisele ainda tem mais dois baldes.
Em um deles, ela já encontrou uma larva do mosquito transmissor da dengue.
ves, 30, que também mora no bairro da Várzea, em uma residência sem água encanada. Ela ficou doente no final de 2008.
Passados os sintomas, o perigo continuou. Nemotonel da frentede casa nemodobanheiro têm tampa. Sineide alega que não
sabia que tinha que deixar todos os baldes sempre fechadosediz
que temmedo de contrair a doença novamente. Mas o risco existe e estámais perto do que ela imagina.
Em 2008, 58, 76% das vítimas eram do sexo feminino
Realidade parecida comadadona de casa Sineide Maria das Ne-
É preciso ficar atento aos criadouros em casa
As mudanças climáticas influenciam o surgimento de epidemias de dengue? De que forma? As variações naturais do clima têm uma importância grande sobre a população do
mosquito, tanto que na maioria do Brasil só ocorre transmissão
importante da dengue no período de janeiro a junho.
Isto porque é nesse período que se combinam as condições de
temperatura e chuvas que propiciam o rápido crescimento da
população do Aedes aegypti.
Há diversos estudos que evidenciamum maior risco de transmissão da dengueem determinados anos onde essa combinação
foi particularmente favorável, no entanto, não existem estudos
conclusivos sobre o impacto que futuras mudanças climáticas
podem ter sobre o vetor.
Quais os principais desafios do combate à doença? Os grandes
desafios no combate à dengue são: forte componente socioeconômicocultural de seus determinantes, como a urbanização acelerada, que criou cidades sem a infraestrutura
adequada, obrigando as pessoas a acumular água ( os que têm
melhor situação nas caixas d\\'água, os que têmpior, em vasos,
potes etc) eaconviver com o lixo que nãoéadequadamente recolhido, além da introdução acelerada do uso de embalagens
plásticas e descartáveis na vida cotidiana, entre outros; A ne-
saude.empauta.com
cessidade de manter ações permanentes de combate ao vetor,
que é dificultada pela aparente sensação de "segurança" produzida pela redução ( ou ausência) de casos depois de uma epidemia, quando na verdade isso ocorre apenas pelo esgotamento
de suscetíveis e não pela efetividade das ações de controle; anecessidade
de
manterumprocesso
continuado
de
informaçãoemobilização da comunidade, pois os criadouros
são produzidos, em 90% dos casos, no interior das casas e nos
quintais; e a ausência de uma vacina ou de um medicamento antiviral eficaz.
Qual o cenário da dengue nas Américas atualmente? A dengue é
uma doença endêmica na maior parte dos países das Américas,
com transmissão constante nos últimos 20 anos. Tem sido registrada a ocorrência de surtos e epidemias a cada três a cinco
anos, geralmente associada com a chegada de um sorotipo do
vírus sem circulação prévia a novos países ou novas áreas nos
países, bem como recirculação de sorotipos que haviam circulado há vários anos.
Em que países há o DEN 4 e a partir de quais países ele pode ser
introduzido no Brasil? O DEN 4 já foi identificado em vários
países das Américas, principalmente na América Central e no
Caribe. Esse sorotipo não está relacionado com nenhum surto
nos anos recentes, acreditando-se que tenha um comportamento menos "agressivo". No entanto, isso pode variar
pg.68
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Diário de Pernambuco - Recife/PE
Temas de Interesse | Dengue
Continuação: É preciso ficar atento aos criadouros em casa
porque é possível existirem diferentes cepas ( variantes) deummesmo sorotipo.
Os três sorotipos que circulam no Brasil, os DEN 1, 2 e 3 têm sido os responsáveis pelos surtos recentes que estão ocorrendo
nas Américas porque depois de um determinado número de
anos após a circulação, volta a existir um número importante de
pessoas suscetíveis, principalmente os que nasceram pós-epidemias e os migrantes. A introdução do DEN 4 pode se dar a
partir de qualquer país ondeomesmo circula, mas, avalio que o
maior risco para o Brasil atualmenteémesmo a recirculação dos
sorotipos já existentes no país, produzindo casos gravesemortes em crianças e adolescentes, como ocorreu no ano
passado no Rio de Janeiro e, agora na Bahia.
Qual a população que está em risco de contrair a dengue nas
Américas? Estima-se que cerca de 450 milhões de pessoas vivam em áreas de risco na América Latina e Caribe. As populações sem acessoaágua e esgoto têm mais chances.
Seja o D\'Artagnan da vez
Das páginas de um dos maiores clássicos da literatura mundial
para a vida real. Numa viagem no tempo, os mosqueteiros saltaram da França do século 19 para Pernambuco do século 21.
Numa versão bem diferente, é verdade. Nas ruas, nada de quatro mosqueteiros. Athos, Porthos, Aramis e D"Artagnan deram
lugar a recifenses, olindenses, caruaruenses… "Seja um
mosqueteiro: um por todos e todos contra a dengue" é a campanha deste ano da Secretaria Estadual de Saúde ( SES) . Melhor, um convite a cadaumdos quase oito milhões de
pernambucanos. Umchamado para assumir sua responsabilidade na batalha contra a doença e somar forças para
vencer a guerra contra o Aedes aegypti.
O chamado está nas ruas. Em 400 mil cartilhas, 300 mil panfletos e 150 mil cartazes.
Semcontar nas outras estratégias de mídia que até lembram as
campanhas eleitorais. A mensagem de celular "Um por todos e
todos contraadengue. Não deixe água acumulada e ajude a eliminar o mosquito transmissor da doença. Secretaria de Saúde
de Pernambuco" é uma delas.
Aoperadora Claro jáestáenviandoesse texto via SMS para os
seus clientes. Ehá aexpectativa de que outras operadoras de te-
saude.empauta.com
lefonia móvel façamomesmo. Essa foi a primeira vez que as
mensagens de celular foram usadas para transmitir informações sobre dengue em Pernambuco.
E não se assuste se, ao usar um caixa eletrônico 24 horas para retirar dinheiro ou pagar as contas do mês, encontrar outra mensagem sobre a importância de combateradoença. A ideia é essa
mesmo: massificar a informação e fazer com que todos tenham
consciência de que cada umpode seroD"Artagnan da vez. Professora de uma escola pública de Olinda, Rivani Nasario nem
esperou a "convocação" da SES. Ela escreveu o cordel "Aedes
aegypti, vamos combater" junto com os estudantes e o transformou em material didático. Sem contar com os mutirões que
realiza com os alunos em Rio Doce.
Plano Além dos cartazes e folhetos, a Secretaria Estadual de
Saúde montou um esquema para combater a doença.
O "plano 2009" inclui a instalação de duas unidades sentinela
em cada município da Região Metropolitana do Recife para monitorar a circulação do vírus da dengue. Hoje, existem 16.
Além disso, a antiga Unidade de Resposta Rápida foi incorporada ao Centro de Informações Estratégicas de Vigilância
em Saúde ( Cievs) que irá concentrar as informações sobre mor-
pg.69
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Diário de Pernambuco - Recife/PE
Temas de Interesse | Dengue
Continuação: Seja o D\'Artagnan da vez
tes por dengue e casos de febre hemorrágica. Apromessa da secretaria é que os dados, que antes levavam uma semana para
chegar à SES, sejam notificados no mesmo dia.
Outra novidade é o cartão de acompanhamento do paciente,
que foi criado no ano passado, mas deverá ser aplicado ro-
tineiramente a partir deste ano. Nele, constarão informações sobre os sintomas do doente, permitindo um melhor
acompanhamento em qualquer unidade de saúde que ele procure em uma emergência e a possibilidade de identificar
precocemente caso o paciente venha apresentar uma piora.
O exemplo que vemdo Sertão
EmTerra Nova, no Sertão pernambucano, o improvável se
mostrou possível. Lá só há dois agentes de endemias. Mas há 2.
270 imóveis e uma população de 8. 580 pessoas, metade, aproximadamente, vivendo na Zona Urbana.
Ao Norte, o município faz divisa com Serrita, cidade onde foram confirmados 61 casos de dengue no ano passado.
A Leste, Salgueiro com 197 casos da doença em 2008. EaOeste,
Parnamirim, com 91 casos suspeitos e 13 confirmados no mesmo período. Em Terra Nova foramdois casos confirmados. Todos "importados" de municípios vizinhos. Foi a única cidade
pernambucana onde não foi verificada circulação do mosquito
transmissor da dengue em 2008, segundo dados da Secretaria
Estadual de Saude.
O feito, segundoodiretor de Vigilância Epidemiológica da cidade, Amâncio da Cruz Silgueira, se repete pelo menos desde
2001. E tem provocado a curiosidade de alguns, que já começaram a especular a razão do fenômeno, atribuindo a causa
até às plantações de cebola, principal atividade econômica local. Segundo a gerente de Prevenção e Controle de Zoonoses e
Endemias da Secretaria Estadual de Saúde ( SES) , Nara Arruda, o que mais chama atenção é o fato do mosquito vetor da
dengue, o Aedes aegypti, não ter sido identificado na cidade
entre dezembro de 2007 e dezembro de 2008. Coisa que não foi
verificada nos municípios vizinhos.
saude.empauta.com
"De todo o estado, só em TerraNova não houve circulação do
vetor ( o Aedes) ", disse Nara.
"Nas plantações de cebola, trabalhase com veneno. E isso é
uma coisa a se estudar. Ou o aroma da cebola tem alguma coisa
a ver com isso ou o inseticida pode ter", apostou Amâncio.
Mas independentemente do papel dos inseticidas, da suposta
aversão do mosquito às cebolas de Terra Nova e do ciclo diferenciado de chuvas no Sertão em comparação com o da Região Metropolitana do Recife, de uma coisa ninguém duvida. O
papel da mobilização social na cidade nas ações de combate à
dengue. Trabalho elogiado pelo coordenador de Prevenção à
Dengue da SES, Manoel Cândido.
"Nós só temos dois agentes de endemias, mas cumprimos com
os ciclos de visitas domiciliares e fazemos palestras para os
agentes de saúde e para a comunidade.
Sem contar que nas visitas domiciliares dos agentes comunitários de saúde, eles também levam orientação sobre a
dengue", revelou Amâncio Silgueira.
Depois de um ano sem encontrar o mosquito transmissor da
dengue, a cidade passou por uma prova de fogo, a colocação de
ovitrampas, consideradas muito mais eficientes do que a contagem visual de larvas. Vinte e duas armadilhas foram instaladas em janeiro deste ano. Em apenas uma foramverificados
pg.70
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Diário de Pernambuco - Recife/PE
Temas de Interesse | Dengue
Continuação: O exemplo que vemdo Sertão
ovos do Aedes. Doze no total, de acordo com Amâncio.
Resultado que não trouxe desânimo.
As visitas domiciliares continuam sendo feitas e os criadouros
que não podem ser removidos são tratados com larvicida.
trar na casa e verificar os focos. Épreciso levar informação. "A
gente espera boa saúde para a população e meu trabalho é feito
com muito amor", garantiu. "Vamos continuar com índice zero", prometeu Amâncio. E como diz o ditado, promessa é dívida.
surpreendente é que o vetor da dengue não foi encontrado entre
dezembro de 2007 e 2008
José Humberto de Figueirêdo é um dos agentes de endemias.
Homem simples que faz questão de dizer que não adianta só en-
saiba mais
Municípios com risco de surto de dengue Município Bezerros
17, 2% Agrestina 16, 3% Serra Talhada 11, 7% Águas Belas
10, 7% Caruaru 10, 5% Santa Cruz do Capibaribe 10, 5% Timbaúba 8, 2% Floresta 7, 4% Belo Jardim 6, 3% Jataúba 6, 2%
Afogados da Ingazeira 5, 8% Arcoverde 5, 7% São Caetano 5,
6% Entenda o índice: Abaixo de 1% baixo risco Entre 1% e 3,
9% situação de alerta Mais de 3, 9% risco de surto de dengue
Fonte: Levantamento Rápido de Índice de Infestação por Aedes
aegypti. Informações disponibilizadas pela Secretaria Estadual de Saúde
Pneus como dormitórios
Em qualquer cartaz com orientações sobre o combate à
dengue, lá estão eles: os pneus. E elas: as orientações de deixálos sempre secos, limpos e em locais protegidos da chuva. O
abandono de pneus que já não servem mais representa sério risco ao meio ambiente e à saúde pública. Tanto que o Conselho
Nacional do Meio Ambiente criou uma resolução que obriga os
fabricantes e importadores de pneumáticos a coletar e dar um
destino final ambientalmente adequado a essas unidades. E
vem daí, do trabalho de empresas, prefeituras e organizações
não-governamentais que recolhem pneus descartados, um bom
exemplo de ação que tem um impacto positivo no controle da
dengue.
saude.empauta.com
No Recife, 38. 858 pneus foram recolhidos pela secretaria de
saúde da cidade no ano passado. A maioria ( 28. 390) , com a colaboração da população. E o restante, das borracharias. Todas
as unidades foram parar no aterro da Muribeca, contribuindo
para evitar um outro problema, a contaminação do solo e do lençol freático pelo chorume, um líquido produzido a partir da decomposição do lixo. O chorume é bem mais poluente que o
esgoto doméstico. Os pneus são usados na formação deumdreno dentro da mata de resíduos do lixão. Com isso, o chorume
é conduzido até as canaletas que levam para a estação de tratamento.
pg.71
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Diário de Pernambuco - Recife/PE
Temas de Interesse | Dengue
Arma genética na luta contra o Aedes
A rmadilhas, softwares, vacinas de DNA. Na luta contra o mosquito que transmiteadengue no Brasil, o Aedes aegypti, uma
mãozinha da ciência nunca é demais. Que o digam os criadores
de mosquitos transgênicos. Isso mesmo. Insetos transformados
geneticamente. Usando uma técnica chamada de Release of insect carrying a dominant lethal gene ( RIDL em português, liberação de insetos carregandoumgene letal dominante) ,
cientistas "criaram" Aedes aegypti machos que carregamumgene mortal. A ideia é produzi-los em laboratório e
liberálos para copular com fêmeas normais.
Quando isso acontecesse, aquele gene letal do macho transgênico provocaria a morte dos "filhotes" fêmeas, antes que elas
atingissem a fase adulta. O extermínio apenas do sexo feminino
tem explicação. Só as fêmeas transmitem a dengue. Umprojeto
nesta linha está sendo tocado na Malásia. No Brasil, pesquisadores da USP estão à frente de um estudo nesse sentido.
Segundooprofessor do Departamento de Epidemiologia da USP, Mauro Marrelli, o objetivo do trabalho é liberar milhares de
machos geneticamente modificados no meio ambiente. O pesquisador, que também é coordenador de um projeto sobre esse
assunto financiado pela Fundação de AmparoàPesquisa do Estado de São Paulo ( Fapesp) , acredita que "essa pode ser maisumatécnica a somar junto a um programa integrado de
controle" da dengue. "Ela não seria a única, nãoépara deixar as
técnicas de controle já utilizadas de lado. Aeliminação de criadouros artificiais continuaria.
Mas essa técnica poderia terumimpacto muito maior em uma
determinada área, diminuindo a população de insetos e, con-
saude.empauta.com
sequentemente, a transmissão do vírus da dengue", afirmou.
No projeto que coordena, Marrelli conta com a colaboração de
Luke Alphey, cientista de um dos dois laboratórios ingleses
que sugeriram essa técnica no ano 2000, a Oxford Insect Technology ( Oxitec) . Segundoopesquisador da USP, o Aedes
transgênico é criado em um insetário ou um laboratório extremamente protegido. Para tanto, os cientistas injetam uma
"construção genética", chamada de transgene, na fase de ovo do
mosquito. Esses ovos são mantidos em laboratório e lá se desenvolvem, se transformando em larvas, pulpas e chegando à fase adulta.
"Se o transgene é integrado no genoma do mosquito, nós obtemos um mosquito transgênico", disse.
Marrelli explicou que a Oxitec tem linhagens de Aedes transgênicos e a Malásia ( país do sudeste asiático) está fazendo testes controlados para verificar se essas linhagens transgênicas
cruzam normalmente com as fêmeas selvagens daquele país.
Essa etapa está no final. Em seguida, serão iniciados os testes
em campo. De acordo com o pesquisador da USP, a RIDL pode
ser usada em qualquer inseto, incluindo pragas de agricultura,
como a mosca da fruta, com o objetivo de diminuir os danos à
população. Quer seja no âmbito da produção agrícola ou na disseminação de doenças.
O objetivo é modificar geneticamente o mosquito em laboratório e soltar no meio ambiente machos com um gene letal
para copular com fêmeas normais Mauro Marrelli professor da
USP
pg.72
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Diário de Pernambuco - Recife/PE
Temas de Interesse | Dengue
Retrato do Aedes aegypti
•œ O Aedes mede menos de um centímetro •œ Ele
tem cor café ou preta e listras brancas no corpo e nas pernas
•œ O mosquito costuma picar nas primeiras horas da manhã e nas últimas da tarde. O Aedes evita o sol forte, mas, até nas
horas quentes, ele pode atacar à sombra, dentro ou fora de casa
•œ Seu comportamento é urbano •œ Cada Aedes vive cerca de 30 dias •œ A fêmea chega a colocar entre 150 e
200 ovos de cada vez •œ Uma vez com o vírus da dengue,
a fêmea vai sempre transmitir a doença •œ Há entre 30% e
40% de chances das crias da fêmea já nascerem também infectadas •œ Os ovos são postos milímetros acima da superfície da água •œ Quando chove, o nível da água sobe,
entra em contato com os ovos e eles eclodem em pouco mais de
meia hora •œ Num período de cinco a sete dias, a larva
passa por quatro fases até se transformar em mosquito adulto
•œ A temperatura mais favorável para o desenvolvimento
da larva é entre 25° a 30°C.
Acima de 42° e abaixo de 5°C, ele morre
Mitos
Dengue não tem tratamento Não existe um medicamento antiviral capaz de eliminar o vírus do organismo, nem frear os mecanismos que levam ao choque e às grandes hemorragias. Mas
existem conhecimentos que permitem classificar o paciente de
acordo com os sintomas e a fase da doença, possibilitando que o
tratamento adequado seja iniciado a tempo Só se consegue tratar a dengue com recursos hospitalares avançados Na maioria
dos casos de dengue, o acesso a recursos avançados é dispensável. É necessário, sim, ter serviços de saúde organizados,
pessoal preparado, condições mínimas de hidratação oral e venosa e reavaliação dos retornos, entre outros quesitos. Às vezes, nas formas mais graves, é necessária uma tomografia
computadorizada, ultrassonografia, técnicas de isolamento viral e outras tecnologias que, em muitos casos, são de uso
rotineiro nos serviços de saúde Nos casos de dengue, postos de
saúde e policlínicas são de pouca serventia Pelo contrário, as
unidades de atenção primária à saúde têm um importante papel
na informação à população sobre hidratação oral, medicamentos proibidos e sinais que indicam o agravamento da
doença. A atenção médica diária também permite a identificação precoce de casos que podem evoluir para formas graves, iniciando a reposição de líquidos antes que os sinais de
complicações sejam evidentes Ar-condicionado e ventilador
matam o mosquito Com o arcondicionado, a temperatura e a
saude.empauta.com
umidade do ambiente baixam.
Com isso, omosquito tem mais dificuldade de detectar suas vítimas. Mas ele pode voltar quando os aparelhos estiverem desligados Para matar o ovo do mosquito baixa secar o
reservatório Além de secá-lo, é preciso limpar bem o local, pois
o ovo pode permanecer vivo por mais de um ano sem água Ingerir cebola, alho ou vitamina B afasta o mosquito É verdade
que o mosquito é atraído de acordo com a respiração e o gás carbônico exalado pela pessoa, mas a ingestão de vitamina B, alho
ou cebola ( que têm cheiro exalado pela pele) não é eficaz para
combater a dengue.
Tomar vitamina B pode até afastaromosquito, mas não por muito tempo. Sem contar que isso vai dependerometabolismo de
cada um, podendo não ter qualquer efeito As larvas do mosquito só se desenvolvem em água limpa Já se discute até se a fêmea do Aedes aegypti tem mesmo preferência por água limpa.
A verdade é que os ovos que ela põe também podem se desenvolver em água suja e parada Borra de café mata os ovos do
mosquito Não há comprovação científica de que isso ocorra. Pelo contrário, já foi verificado que a larva do mosquito se
desenvolve na água suja de borra de café
pg.73
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Diário de Pernambuco - Recife/PE
Temas de Interesse | Dengue
Cartas
CARTAS
Destruição do Brasil
nunca haviam sido chamados. Catarina Batalha - Recife
A demarcação de forma contínua da reserva indígena Raposa/Serra do Sol em Roraima, pelos egrégios magistrados do
Supremo Tribunal Federal, escancara vergonhosamente e de
uma vez por todas a subordinação desta Corte ao autoritarismo
irresponsável desse governo petista. O compromisso com os
dogmas da Internacional Socialista, organização marxista criada em 1889, e onde Lula almeja a presidência, está levando ao
dilaceramento territorial e ao esgarçamento social do Brasil.
Implodir nossas instituições, dividir brasileiros, jogar todos
contra todos, tem sido apenas parte de uma estratégia vil, que
embasa um plano de poder totalitarista, que toma corpo com o
consentimento do próprio sistema democrático. Recorrer ao
Congresso Nacional para invalidar este crime de lesa-pátria,
cometido por Lula e seus subalternos, é perda de tempo, porque
os cofres públicos estão abarrotados de dinheiro do contribuinte, e em prontidão para aliciar o primeiro parlamentar
que se manifestar contrariamente a esta excrescência jurídica.
Sérgio Villaça - Recife
Desperdício de água
Dengue em Casa Forte
Novamente. Em abril do ano passado denunciei o problema do
foco de dengue na Rua Irmã Maria David, 257, em Casa Forte.
Um combate em vão dos moradores que são reféns do mosquito. Alguém da Vigilância Sanitária leu o que escrevi ou estão trabalhando muito em outros assuntos. Geovany Soares Recife É um absurdo
A água é um bem natural que precisa ser preservada para as futuras gerações. Entretanto diariamente imensas quantidades de
água são mal utilizadas nas residências, assim como os vazamentos nas redes de distribuição. O desperdício alcança números alarmantes e ainda não despertou a atenção da
população, que vem sendo penalizada com o aumento do racionamento. Já é hora da sociedade mudar os hábitos e
intensificar os cuidados com a preservação da água. Fernando
Melo - Igarassu
Parabéns professora
Queremos parabenizar a incansável professora Isabel Viana pela competência e rigor com que administrou a Secretaria de Habitação da Prefeitura do Recife. Com investimento superior a
R$ 80 milhões, contemplando mais de 2. 500 famílias de diversos bairros, com moradias dignas e ações comunitárias, a
Secretariade Habitação foi o destaque no governo de João Paulo, recebendo referências elogiosas até da oposição. Padre
Miguel, Dom Helder, Campo do Vila, Abençoada por Deus e
Vila Imperial, entre outras. Pelo seu competente trabalho à frente da secretaria a professora Isabel recebeu, dos movimentos populares, o título de "Madrinha dos Sem Teto". Parabéns,
professora! Fernando Jorge - Recife
Excomungados
A Infraero vai abrir novo concurso para preenchimento de cadastro reserva aqui em Pernambuco para minha área de atuação
- Relações Públicas. Seria maravilhoso, caso eu não tivesse passado em 1º lugar no último concurso ( 2003) para esse mesmo
cargo e até hoje nunca ter sido chamada. Não foi segundo, nem
terceiro, eu fui a primeira colocada, estava recém-formada, foi
uma grande vitória. .. Mas, depois de seis anos de espera, o que
me aparece: outro concurso para cadastro reserva e nada da minha vaga! Mais absurdo ainda é ver que na reportagem se afirma que "apesar de se tratar de cadastro de reserva, a estatal tem a
tradição de contratar os selecionados". Mentira. .. Que mentira!
Deveria ter ouvido os protestos dos candidatos que, na época,
foram à imprensa revelar que passaram em ótimas colocações e
saude.empauta.com
Pelas leis da igreja católica, seguidas à risca pelo arcebispo José
Cardoso, o brutal crime do estupro, mesmo aquele feito contra
uma criança de nove anos de idade, não é caso de excomunhão,
ou seja: estuprador pode receber sacramentos e ter, digamos assim, a benção da Igreja. Excomungada, coitada, foi a menina e
os médicos que, em defesa da vida desta menor, procederam ao
aborto dos gêmeos que a pobre criança carregava no ventre e,
sabe-se lá que condições a mesma teria de criá-los, caso os três,
ela e os filhos, escapassem vivos da gravidez indesejada e brutalmente provocada pelo estuprador, único grande culpadoque
a igreja, através do Dom Cardoso insiste em abençoar. Diante
de tudo isto, e considerando que nunca ouvi falar de padres pe-
pg.74
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Diário de Pernambuco - Recife/PE
Temas de Interesse | Dengue
Continuação: Cartas
dófilos excomungados pela Igreja, gostaria muito de saber do
arcebispo se esse tipo de crime tem tratamento igual ao de estupro pelas leis da santa igreja. Cirdes Nunes Moreira - Recife
calização, podem ter ocorrido situações como a descrita pelo
remetente em que o operário não estava portando o equipamento devido. Com a denúncia, a fiscalização será mais
rigorosa. Assessoria de Comunicação
Aumento dos servidores
Risco de acidente
Venho através do Diario cobrar da Prefeitura do Recife informações quanto ao reajuste salarial, que já está sendo repassado em muitas cidades, inclusive de menor porte como
Petrolina, e que até agora não foi divulgado pela PCR. Ligamos
para os órgãos municipais da área de finanças, e ninguém sabe
informar nada. Finalmente, prefeito João da Costa, quando sairá este aumento? A inflação está aí e o servidor merece respeito. Jota Silva - Recife
UFPE responde
Alerto aos órgãos competentes para o risco de grave acidente
que pode ocorrer pela falta da podação ou mesmo da derrubada
desta árvore, situada no Clube Português, na Rua Dr. Bandeira
Filho - Parque Amorim. A queda dessa árvore poderá causar
uma tragédia, devido a proximidade à uma parada de ônibus,
por sinal, bastante movimentada. Roberto Corrêa do Prado - Recife
Correção
Em resposta à nota "Obra insalubre", publicada no último sábado ( 31) , a Comissão de Fiscalização de Obras da UFPE informa que seus profissionais têm sido rigorosos na verificação
dos equipamentos de proteção e segurança do trabalho utilizados pelos operários que estão realizando os 30 serviços de
reforma e construção no Campus Recife, em especial na obra da
fachada leste do prédio do Centro de Filosofia e Ciências Humanas. A Comissão reconhece, contudo, que, mesmo com a fis-
A foto publicada no Guia de Profissões da última segunda-feira
como sendo da coordenadora do curso de terapia ocupacional
da Universidade Católica de Pernambuco, Márcia Crócia, é, na
verdade, da estudante do curso Érika Medeiros. E a foto publicada como sendo de Érika é da coordenadora Márcia. Aos leitores nossas desculpas.
Saiba mais
Dengue no estado
Ano % homens % mulheres 2001 38, 53 61, 18
2002 40, 19 59, 78 2003 40, 69 59, 31 2004 40, 46
59, 54 2005 39, 86 60, 14 2006 38, 76 61, 24 2007
39, 76 60, 23 2008 41, 24 58, 76 2009 23, 81 76, 19
saude.empauta.com
pg.75
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Diário de Pernambuco - Recife/PE
Temas de Interesse | Dengue
Lição que se aprende na sala de aula
Dos hospitais para dentro das salas de aula. A dengue já não é
mais assunto só de adulto. Atual e de interesse das crianças, o tema já foi incorporado por muitas escolas. Uma atitude que faz a
diferença no combate à doença. Bem informadas, as crianças
aprendem a conhecer e a falar sobre os seus sintomas, além de
serem ótimas multiplicadoras dentro e fora de casa. Afiados na
"matéria", os alunos do 4º ano do ensino fundamental da Escola
Arco-Íris estudaram o assunto no ano passado.
meus tios. Tinha umas garrafas atrás da casa, cheias de água. Eu
vi e chamei meu tio, quando ele olhou, viu que tinha larvas do
mosquito. A gente virou todas as garrafas de cabeça para baixo", disse Ana Beatriz Beltrão, de 9 anos. "No ano passado, minha avó passava repelente toda vez nos meus braços e nas
pernas à noite e antes de sair de casa", completou a menina. E se
prevenção é importante, saber o que fazer quanto está doente é
fundamental. "Tomar soro é importante paraa pessoa ficar hidratada", disse Beatriz Cândido, de 8 anos. Lição aprendida.
"Teve uma vez que eu viajei para Itamaracá, para a casa dos
Quiz da dengue
Depois de tantas informações, que tal testar seus conhecimentos neste quiz? Veja se você está afiado no assunto e
depois reflita um pouco sobre as questões do segundo bloco de
perguntas. Boa sorte e divirta-se!
a sim b não 10. As larvas do mosquito da dengue só se desenvolvem em água limpa?
a sim b não 11. Quem é mais vulnerável ao mosquito da
dengue?
Grupo 1 - O teste 1. A dengue é uma doença que pode matar?
a sim b não 2. Qual destes insetos transmite a dengue?
a baratas b ratos c mosquito d minhoca 3. Existe vacina contra a
dengue?
a homens b mulheres c crianças d adolescentes e qualquer pessoa é vulnerável à dengue 12. Quem mora em prédios altos está
livre do mosquito da dengue?
a sim b não 13. Quais os criadourosmais comuns do mosquito
da dengue em Pernambuco?
a sim b não 4. O mosquito da dengue costuma picar as pessoas
em que período?
a pratinhos de plantas b pneus c depósitos de água d garrafas
a só durante o dia b só durante a noite c qualquer hora do dia ou
da noite 5. Usar repelente elimina o mosquito da dengue?
Grupo 2 - Hora de refletir 14. Na sua casa os depósitos de água
estão devidamente tampados?
a sim b não 6. Usar mosquiteiro elimina o mosquito da dengue?
a sim b não 15. Você escova e lava os depósitos de água?
a sim b não 7. Usando ventiladores ou ar-condicionado se evita
o mosquito da dengue?
a sim b não 16. Os pratinhos de plantas têm areia?
a sim b não 17. As calhas estão desobstruídas?
a sim b não 8. Existe algum alimento que imuniza as pessoas
contra a dengue?
a sim b não 9. Colocar borra ( pó) de café nas plantas elimina o
mosquito da dengue?
saude.empauta.com
a sim b não 18. Qual a última vez que um agente de saúde ambiental visitou e inspecionou sua casa?
a semana passada b há um mês c há dois meses d não sei inpg.76
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Diário de Pernambuco - Recife/PE
Temas de Interesse | Dengue
Continuação: Quiz da dengue
formar 19. Você eliminou algum criadouro nos últimos 8 dias
na sua casa?
Respostas das questões do grupo 1: 1. a; 2. c; 3. b; 4. c; 5. b; 6.
b; 7. b; 8. b; 9. b; 10. b; 11. e; 12. b; 13. c
a sim b não 20. Você já conversou com seu vizinho para eliminar criadouros do mosquito?
Quiz produzido pela Secretaria Estadual de Saúde
a sim b não
Notícia
NOTÍCIA
* Na Aleac, nesses dias, muito fuxico, muita gente "tres-valiando" sobre supostos rachas na FPA, no governo e também
nos partidos de oposição.
coluna.
* Em tempo de crise, as lojas voltaram com os carros de som pelas ruas da cidade, anunciando suas promoções.
* É a política no Acre sempre muito dinâmica.
* Uma passada pelos e-mails para ver o que rola.
* Dia bastante movimentado ontem no setor policial.
* Uma mulher foi presa com cocaína e olha só: entre seus pertences foi achado um capuz.
* Fátima Almeida, articulista deste matutino, diz que leu na rede de educação ambiental sobre um remédio natural no combate à dengue.
* Apesar do nome, chama-se "cravo de defunto".
* Outros dois suspeitos de tráfico de drogas também foram presos e olha só: estavam com uma réplica da farda da PM.
* É droga, muita droga.
* Modo de preparar: ferver a planta por 15 minutos, servir quente, dois copos por dia.
* J. Ricardo O. da Costa manda dizer que gostou do artigo da
Geisy Negreiros "Deixem o acreano", publicado no espaço ao
lado.
* Todo mundo aderindo ao movimento denominado a Hora Natural do Planeta, para protestar contra o aquecimento global,
amanhã.
* As luzes serão apagadas em vários pontos e prédios públicos
da cidade.
* Também concorda que "acriano" é de doer o fígado e o seu já
está bastante maltratado pela cerveja.
* Pior, completa, fizeram os paranaenses ao trocar o "O" por
"U", de Curitiba.
* Aí, um gaiato comentava ontem que se estiver ventando ou
chovendo não será preciso.
* O apagão será geral e o aquecimento global cairá a zero.
* Pára com isso.
* A respeito de uma nota da coluninha, a assessoria de imprensa
da Caixa Econômica informa que o posto em Santa Rosa do Purus foi reativado desde o último dia 24.
* Ponto para o desem-bargador Arquilau de Castro Melo que
trouxe a reclamação do prefeito e da população e repassou-a à
saude.empauta.com
* Tá bom.
* O telefone toca. É o Lhé, para denunciar que o telhado da Catedral está dando também goteiras, apesar da reforma por que
passou, recentemente.
* ( Vais levar um carão do bispo, Lhé) .
* Fogão relaxou.
pg.77
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
A Gazeta - ES - Vitória/ES
Temas de Interesse | Dengue
LIXÃO DE LATINHA. UM CONVITE PARA O
MOSQUITO
Um morador de Andorinhas, Vitória, ignorou completamente os riscos da dengue, que vem fazendo
vítimas no Estado. Ele criou um verdadeiro lixão
no quintal de casa. A pilha de latinhas chegou a bloquear a janela da casa ao lado. Vizinhos denunciaram, e o lixo terá que ser retirado hoje. PÁG.
3
Dengue já matou 8 neste ano
Em três meses, a dengue já fez mais vítimas no Espírito Santo
do que em todo o ano passado. A Secretaria Estadual de Saúde já confirmou oito mortes pela doença, sendo quatro delas
por dengue hemorrágica. Outros seis óbitos estão sendo investigados.
Três dos mortos são de Vila Velha. Dos casos confirmados no
Estado, a maioria é da Grande Vitória. O número de notificações já chegou a 16. 610 no Espírito Santo, quase quatro
vezes o registrado no mesmo período do ano passado. PÁG. 3
Agenda
AGENDA
HOJE às 14h, haverá palestra sobre a saúde da mulher no Geap.
Oauditório fica naR. daAlfândega 214, 2º andar, no Centro. Senhas serão distribuídas às 13h.
DIAS 28 E 31 familiares e amigos de vítimas de violência realizampasseata e missaemmemória aos quatro anos da Chacina
da Baixada.
AMANHÃ é o DiaD de Combate à Dengue emJaperi. Aação
acontece às 9h naPraçaOlavo Bilac, emEngenheiro Pedreira.
DIA 4 moradores de Manguinhos, Benfica, Caju, Maré e São
Cristóvão terão diversos serviços gratuitos na Refinaria de
Manguinhos, às 9h.
saude.empauta.com
pg.78
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
O Popular - Goiânia/GO
Temas de Interesse | Dengue
Projeto mobiliza alunos contra dengue
CIDADE
Karina Ribeiro
do produto. A escola que conseguir arrecadar o maior volume
de lixo vai ganhar um passeio em um clube. Essa é apenas uma
de várias outras atividades propostas na campanha Lixo no Lixo, Dengue sem Chance.
De Rio Verde
Um projeto inovador de ação educativa contra a dengue, desenvolvido pela Secretaria de Educação em conjunto com a Secretaria de Saúde do município de Rio Verde, promete
modificar a realidade da cidade, que ficou em terceiro lugar no
Estado em números de notificações da doença 1, 6 mil.
Cerca de 19 mil crianças do ensino público municipal participam de uma gincana até o dia 30 de abril. Com o intuito de
conscientizar e de promover conhecimento também em casa,
crianças levam para a escola, diariamente, quaisquer recipientes capazes de alojar água e ser um possível criadouro do
mosquito Aedes aegypti.
Semanalmente, o material é coletado em cada escola e transportado para que seja feito um trabalho de triagem e reciclagem
A competição é uma forma de incentivar as crianças a participar. No mais, é um trabalho cujos resultados veremos a curto e a longo prazos, diz a coordenadora do projeto, Diones
Lopes Mendonça.
As crianças serão orientadas por meio de palestras ministradas
por profissionais do Núcleo de Vigilância Epidemiológica do
município. Além disso, alunos do ensino fundamental e médio
vão desenvolver trabalhos com lixo reciclável, logomarca, trilha de prevenção e panfleto informativo sobre o tema.
Os trabalhos serão avaliados por uma comissão em uma mostra
cultural no dia 30 de abril e cinco escolas serão premiadas com
um data show.
Chega a 15 número de casos de dengue hemorrágica
CIDADE
DA REDAÇÃOO número de casos confirmados da dengue hemorrágica - a manifestação mais grave da doença - aumentou no
Estado na última semana. Os registros passaram de 11, até o dia
19, para 15, conforme balanço divulgado ontem pela Secretaria
de Estado da Saúde ( SES) . Os quatro novos registros aconteceram em Betim ( região metropolitana) , Santana do Paraíso
( Vale do Aço) e dois em Ipatinga, na mesma região. Nesse mesmo intervalo de sete dias houve crescimento de 22, 8% nas notificações feitas à SES, saltando de 17. 786 para 21. 853. Ao
todo, três pessoas morreram por causa da doença. Dois óbitos
foram em decorrência da complicação da dengue, em Coronel
Fabriciano ( Vale do Aço) e na cidade de Pescador ( Vale do Mucuri) . A terceira vítima fatal se refere a um caso do tipo hemorrágico em Governador Valadares, no Vale do Rio Doce.
Outras duas mortes são investigadas por suspeita de dengue hemorrágica em Coronel Fabriciano e Santa Luzia.
saude.empauta.com
Protesto. Cerca de 450 alunos das escolas municipais Nossa
Senhora do Amparo, Professor Cláudio Brandão e Arthur Guimarães, todas na região Noroeste de Belo Horizonte, fizeram
uma passeata na manhã de ontem com o objetivo de mobilizar a
população para combater o vetor da dengue, o mosquito Aedes
aegypti. A manifestação foi promovida pela prefeitura da capital e teve início por volta das 10h nas esquinas entre as avenidas Paes de Abreu e Américo Vespúcio. Das escolas, os
estudantes seguiram para o centro de saúde do bairro Ermelinda, onde assistiram a uma apresentação teatral sobre o
combate à doença. O último boletim divulgado pela Secretaria
Municipal de Saúde de Belo Horizonte mostrou que, até anteontem, as notificações da dengue passaram de 4. 629 para 6.
085. Ainda de acordo com o balanço, a região Norte lidera o
ranking de notificações, com 1. 982 casos, sendo 561 confirmados. Em segundo lugar aparece a Leste, com 979 registros
- 123 já confirmados.
pg.79
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Correio do Povo - RS - Porto Alegre/RS
Temas de Interesse | Dengue
Argentina vive epidemia de dengue
Buenos Aires ? O Ministério de Saúde da Argentina registrou 2.
270 casos de dengue nos últimos 15 dias no país. As cidades
mais afetadas são Oran e Tartagel, em Salta, e Charata, em Chaco, para onde o ministério enviou equipes de sanitaristas com
barracas para atender às emergências. Também foram notificados casos em Catamarca, Jutuy e Buenos Aires. Segundo
o infectologista Ricardo Tejeiro, do Hospital Pirovano, a Argentina está enfrentando uma epidemia de dengue.
Já o diretor nacional de Prevenção de Enfermidades e Riscos,
Hugo Fernandez, afirma que o quadro é 'preocupante'. Ele ex-
plica que a doença reapareceu no país por causa da epidemia na
Bolívia, com 50 mil casos notificados. Na noite de quarta-feira,
moradores da cidade de Charata fizeram um protesto contra a
falta de uma política oficial de controle do mosquito transmissor da dengue, o Aedes aegypti, e contra a dedetização das
residências com inseticidas supostamente vencidos, segundo
denúncias da população. A ministra de Saúde, Graciela Ocaña,
reconheceu que a situação 'é alarmante e a doença pode se expandir. '
IJUÍ
Vistorias mobilizam 30 agentes
O aumento no número de focos do mosquito Aedes aegypti fez
a Secretaria de Saúde de Ijuí intensificar as ações de controle da
dengue na área urbana. 'Estamos em estado de epidemia', define o secretário Claudeomiro Pezzetta, com base no número
de focos registrado em visitas dos agentes em fevereiro. No total de imóveis vistoriados, foi constatada infestação em 1, 42%
- superior ao recomendado tecnicamente, que é de 1%. Em janeiro, o índices de infestação eram de 0, 6%.
Segundo Pezzetta, no último mês foram realizadas 2. 458 vistorias em prédios residenciais e comerciais, em terrenos baldios
e em outras áreas consideradas de risco. Uma das maiores preocupações refere-se à reincidência. Pezzetta explica que em fevereiro foram eliminados 1. 911 focos de água, mas, no retorno
dos agentes, o quadro permanece igual.
Argentina enfrenta epidemia
MUNDO
BUENOS AIRES, ( AE) - A dengue avança na Argentina. O
Ministério de Saúde registrou 2. 270 casos nos últimos 15 dias.
As cidades mais afetadas são Orán e Tartagal, em Salta, e Charata, em Chaco, para onde o ministério enviou equipes de sanitaristas com barracas para atender as emergências. Também
foram notificados casos em Catamarca, Jujuy e Buenos Aires.
Segundo o infectologista Ricardo Tejeiro, do Hospital Pirovano, o país enfrenta uma epidemia.
saude.empauta.com
O diretor nacional de Prevenção de Enfermidades e Riscos, Hugo Fernández, disse à imprensa local que a epidemia é grave. Segundo ele, a doença reapareceu no país por causa da epidemia
na Bolívia, com 50 mil casos notificados. Anteontem à noite,
moradores da cidade de Charata fizeram um protesto contra a
falta de uma política oficial de controle do mosquito transmissor da dengue, Aedes aegypti, e contra a dedetização das residências com inseticidas supostamente vencidos, segundo
pg.80
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Jornal da Cidade - Aracaju/SE
Temas de Interesse | Dengue
Continuação: Argentina enfrenta epidemia
denúncias da população.
O prefeito de Charata, uma cidade de 35 mil habitantes, Miguel
Tejedor, disse ao jornal "Clarín" que seis mil pessoas foram infectadas. Ele denunciou ter recebido ordens do governo de Chaco para ocultar a informação. O governo da província admitiu
que são 820 casos. O governador Jorge Capitanich disse que a
situação "está controlada" e desmentiu manobras para ocultar
os números. Há cerca de 10 dias, o governo minimizou a situação ao afirmar que só havia registrado 10 casos e que não havia uma epidemia, apesar das denúncias dos especialistas e do
prefeito Tejedor.
Eletricitários tentam evitar mais demissões
Com o objetivo de garantir o empre go dos plantonistas da Eletroacre e de tentar recontratar os eletricitários demitidos, o Sindicato dos Urbanitários realizou duas reuniões com a direção da
estatal e com a empresa Etenge na tarde de ontem.
No primeiro encontro, realizado no auditório da própria Eletroacre, o representante da distribuidora de energia, Celso Matheus, tentou acalmar os trabalhadores, informando que não
haverá mais demissões.
No segundo encontro, feito na sede da Etenge os demitidos receberam dos diretores a promessa de que eles estudam uma alternativa para a manutenção de uma renda aos afetados pela
mudança no contrato entre a estatal e a empresa.
O representante da Eletroacre, Celso Matheus, informou que o
problema estaria no corte da proposta de orçamento para 2009
que foi de R$ 32 milhões, mas que a Eletrobrás teria autorizado
apenas R$ 21 milhões, o que prejudicou o pagamento das companhias terceirizadas que foram obrigadas a cortar postos de
trabalho.
Para resolver o problema, o presidente dos Urbanitários, Marcelo Jucá, agendou uma reunião entre os diretores da Etenge, os
desempregados e deputados federais, no sábado.
"A meta é sensibilizar os parlamentares a votarem pela ampliação do orçamento da Eletroacre, pois os serviços precisam
ser melhorados com a implementação de um atendimento em
formato de plantão nos municípios do interior, o que hoje não
existe", detalhou o sindicalista.
deram o emprego, entre fiscais, leitores de medidor de energia e
eletricistas responsáveis pelos cortes e ligações noturnas.
Celso Matheus afirmou que encaminhará um pedido de revisão
orçamentária a Eletrobrás até o dia 9 de abril e que o tema será
analisado até junho.
"A demanda por serviços aumentou, com isso precisamos de
maiores investimentos, e não o corte deles, como está ocorrendo. Isso está prejudicando trabalhadores que prestam serviços há mais de oito anos para a mesma empresa", finalizou
Marcelo Jucá. (Freud Antunes)
Empresários goianos irão investir em pimenta-longa
Diva Gonçalves
Representantes da empresa Rohr& Rohr Ltda, sediada em Caldas Novas, participaram de uma reunião com dirigentes e pesquisadores da Embrapa Acre, nesta quarta-feira ( 25) , para
discutir ações de apoio ao projeto de expansão do cultivo de pimenta longa ( Piper hispidinervum) no Estado, para produção
de safrol. O encontro aconteceu na sede da Unidade e contou
também com a participação do Secretário de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar.
De acordo com o projeto, serão implantados 1, 5 mil hectares
de pimenta longa e uma usina de destilação de safrol, com capacidade para produzir 250 toneladas de óleo/ano. Atualmente
a área plantada com a cultura é em torno de 40 hectares. O volume de recursos a ser aplicado dependerá de fatores como sistema de cultivo utilizado e necessidade de investimentos em
tecnologias para recuperação de áreas de baixa fertilidade.
Por conta do corte no orçamento, mais de 50 pessoas já per-
saude.empauta.com
pg.81
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
A Tribuna - Rio Branco/AC
Organismos Internacionais | OMS
Continuação: Eletricitários tentam evitar mais demissões
Judson Valentim, chefe geral da Embrapa, diz que a intenção é
tornar o cultivo da pimenta longa uma fonte adicional de renda
para produtores da região, sem comprometer outras atividades
produtivas que garantem alimento e renda às famílias. A quantidade de produtores envolvidos no projeto e o tamanho da área
a ser cultivada por família, serão definidos em conjunto com a
Embrapa Acre e governo do Estado, com base na capacidade de
produção familiar.
Cenário favorável
A Rohr e Rohr atua no processamento de óleos essenciais de diversas espécies. Há quatro anos vem investindo na produção safrol, de forma experimental, com o objetivo de mensurar o
valor do extrato e reduzir os custos de produção. "O Acre apresenta um cenário favorável para receber um projeto deste porte
porque é uma região de incidência natural da pimenta longa e
dispõe de política de incentivo a novos empreendimentos industriais", afirma Cristina Saiane, gerente de produção e mercado da empresa.
Estudos revelam que Xapuri, Brasileia, Capixada, Senador
Guiomard e Acrelândia estão entre os municípios com maior
ocorrência natural da cultura. Serão utilizadas áreas já abertas,
preferencialmente oriundas da atividade pecuária, de forma a
garantir a sustentabilidade ambiental do empreendimento.
"A Embrapa-Acre está realizando o zoneamento de aptidão para a pimenta longa em áreas já desmatadas, com o objetivo de
identificar os locais mais recomendados para o plantio, com
menor custo de produção. O trabalho fica pronto em 30 dias e
vai embasar a escolha da área para implantação do projeto",
afirma Valentim.
A Unidade também atuará no desenvolvimento e transferência
de tecnologias agrícolas e agroindustriais, e na capacitação de
produtores, visando ampliar a capacidade produtiva local. Valentim avalia o projeto como uma porta para novas oportunidades de emprego e desenvolvimento para a região.
Segundo Cristina Saiani, a Rohr e Rohr dispõe de capacidade
técnico-gerencial, conhecimento sobre a cultura e tecnologias
para alcançar melhor rendimento com menor custo/ha. "A expectativa é que em cinco anos possamos competir no mercado
internacional", afirma.
saude.empauta.com
O grupo de empresários também se reuniu o governador do Estado, Binho Marque, e representantes de instituições ligadas ao
meio ambiente para discutir a viabilidade ambiental do empreendimento e possíveis incentivos de ordem fiscal para a sua
implantação.
Assinada renovação do protocolo municipal sobre o uso do fogo
Foi assinada, na última terça feira, 24, a renovação do protocolo
municipal sobre o uso do fogo em Plácido de Castro. Estiveram
presentes representantes das 32 associações de produtores do
município. O mesmo protocolo está sendo assinado hoje em Senador Guiomard e até o fim do mês Bujari e Rio Branco também renovarão seus compromissos.
O documento é um instrumento para ação local na Amazônia e
consiste em um acordo assinado voluntariamente pelos representantes de diversos setores da sociedade organizada, juntamente com os produtores locais. Contribuem também para
consolidação do pacto, a Secretaria de Meio Ambiente, Instituto de Meio Ambiente do Acre, Prefeitura de Plácido de
Castro, Secretaria de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar, Instituto Dom Moacyr, Incra, Idaf, Ministério Público,
Embrapa, Câmera Municipal de Plácido de Castro, Cooperação Italiana, Associação Mapinguari e Patcha Mama.
No protocolo consta uma série de compromissos que cada instituição assume perante a sociedade em relação ao uso do fogo,
no sentido de adotarem procedimentos de prevenção, controle e
substituição do uso do fogo, levando em conta as condições locais.
"Antes nós estávamos trabalhando de forma mais abrangente.
Agora o foco é ser específico, pois a integração nos levará a estimular e apoiar de forma direcionada. A prefeitura vai sim casar ações e assim construir a responsabilidade ambiental, que é
também uma responsabilidade do município e uma forma de
construir a realidade do futuro", afirma o prefeito de Plácido de
Castro, Paulo Silva.
Os compromissos visam à redução dos incêndios florestais e ao
melhoramento das condições de vida dos produtores residentes
nas comunidades rurais. Além de ser uma proposta de melhorar
a eficácia de intervenção das ações do governo destinadas a ampliar localmente a aplicação das metodologias previstas para o
desenvolvimento sustentável do território.
pg.82
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
A Tribuna - Rio Branco/AC
Organismos Internacionais | OMS
Continuação: Eletricitários tentam evitar mais demissões
Uma preocupação é que apesar de evitar o uso do fogo, a produção não seja diminuída, assim enfatiza a representante da Sema, Nadir Dantas: "Será feita a transferência de tecnologias,
onde as técnicas promovam a sustentabilidade. "
As estratégias territoriais serão integradas promovendo um reforço dos esforços locais na prevenção e na resposta aos incêndios. Divulgando também práticas alternativas ao uso do
fogo por meio dos acordos participativos previsto no Protocolo
Municipal. ( Assessoria)
Ministério da Pesca será realidade
Em sessão realizada esta quarta-feira, 25, a Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei n°3960/08, de autoria do Executivo, que transforma a atual Secretaria de Aqüicultura e Pesca
em Ministério da Pesca e Aqüicultura. Para o deputado Gladson Cameli, o resultado é uma vitória de toda classe pesqueira
brasileira, que a partir de agora passa a com seu próprio órgão
gestor junto a Presidência da República, podendo formular políticas, sugerir medidas e mudanças que venham ao encontro ao
interesse da categoria. "Será, sem dúvida alguma, uma nova era
para os pescadores de todo o país, em particular do Acre".
O projeto aprovado vai agora ao Senado. Com a esperada aprovação, já que conta a priori com a boa vontade da maior parte
dos senadores, seguirá à sanção do presidente Lula para poder
entrar em vigor a partir da publicação em Diário Oficial. Segundo o deputado acreano, caberá ao novo Ministério, que com
o projeto ganhou sua própria estrutura administrativa, estabelecer a política nacional pesqueira e aqüícola, abrangendo
produção transporte , beneficiamento , transformação , comercialização, abastecimento e armazenagem. "Ou seja, o novo Ministério terá a função de elaborar e implementar as
políticas públicas de todo o processo produtivo da pesca, o que
pode fortalecer e dinamizar todo o setor".
Conhecido por ter a classe pesqueira dentre suas principais bandeiras de luta , Gladson acredita que a implantação do Ministério da Pesca deverá se dar ainda este ano, "já que existe
uma grande expectativa da classe em todo o Brasil e conta com
o apoio ostensivo do Governo Federal". De fato, desde o final
de 2008 o Governo Federal vem se empenhando na formação
do Ministério da Pesca e Aqüicultura, mas esbarrou nos tramites da burocracia legislativa e nos ajustes políticos. De acordo com o deputado, a classe pesqueira acreana-hoje calculada
em cerca de 5 mil inscritos em todo o Estado- vai ter muito a cosaude.empauta.com
memorar a curto prazo com a implantação de seu próprio
Ministério em Brasília. "Agora é a vez da pesca".
Benefício
A informação é da Secretaria Federal de Aqüicultura e Pesca do
Acre e vem consolidar mais um benefício à categoria. A partir
de julho, os pescadores artesanais acreanos vão poder se aposentar junto ao Instituto Nacional de Seguridade Social( INSS)
em tão somente 30 minutos. Pelo novo sistema , os dados poderão ser repassados por telefone e jogados para a Internet , que
depois de processá-los segundo as informações do INSS, poderá garantir o benefício para o segurados devidamente credenciado. "É mais uma conquista do trabalhador da pesca, que
agora ganha a tecnologia para garantir seus direitos", disse Sami Moura , secretário federal da Pesca no Acre.
Construtora acusada de favorecer empresas acrianas é investigada
A construtora Camargo Corrêa, responsável pelas obras das
usina de Jirau e Santo Antônio, está sendo investigada pela Polícia Federal ( PF) . Nesta quarta-feira foi deflagrada a operação
de combate a crimes financeiros e lavagem de dinheiro para desarticular uma quadrilha que atua na construtora Camargo Corrêa, informou uma fonte ligada às investigações.
A empresa vem sofrendo várias críticas e acusações dos parlamentares de Rondônia. Eles dizem que a contrutora e o ex-senador Sibá Machado estão favorecendo empresas acrianas nos
processos de licitação para a contrução da usina de Santo Antônio.
De acordo com o release da PF, foram expedidos dez mandados de prisão. Quatro diretores e duas secretárias da construtora foram presos, além do articulador do esquema e dos
doleiros envolvidos, disse a fonte. A PF não divulgou o nome
dos investigados. A operação envolveu também 16 mandados
de busca e apreensão, 15 deles em São Paulo e um no Rio de Janeiro.
O nome Castelo de Areia se refere aos crimes cometidos dentro
de uma "grande construtora nacional", informou a PF em comunicado à imprensa sem identificar a empresa. A quadrilha
movimentava dinheiro "sem origem lícita aparente" por meio
de empresas de fachada e operações com doleiros, segundo a
pg.83
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
A Tribuna - Rio Branco/AC
Organismos Internacionais | OMS
Continuação: Eletricitários tentam evitar mais demissões
PF.
A quadrilha agia enviando para contas abertas no exterior parte
do dinheiro oriundo de obras públicas e outros recursos de origem ilícita por meio de empresas de fachada, em operações conhecidas como "dólar-cabo". De acordo com levantamento de
agências de notícias, policiais permaneciam na sede da Camargo Corrêa, em São Paulo, em busca de documentos. Ainda
parte da investigação, policiais apreenderam um milhão de
reais no Rio de Janeiro, informou a fonte.
A PF divulgou no comunicado que entre os principais crimes
investigados estão evasão de divisas, formação de quadrilha, lavagem de dinheiro e fraude a licitações. Somados, esses crimes
podem resultar em penas de até 27 anos de prisão.
As investigações atingiram também diversos clientes dos doleiros, que podem responder por crime de evasão de divisas,
com pena de até 6 anos de prisão. ( Gilberto Lobo)
Palestra para deficientes visuais aborda prevenção contra DSTs
Deficientes visuais atendidos pelo Centro de Apoio Pedagógico, antigo CEADV, participaram nesta quinta-feira, 26,
de uma palestra sobre doenças sexualmente transmissíveis, oferecida em parceria com as secretarias Estadual e Municipal de
Saúde e a Associação dos Deficientes Visuais.
Hoje cerca de 300 pessoas são atendidas pelo Centro, que após
uma mudança feita pelo Ministério da Educação, passou a ser
chamado de Centro de Apoio Pedagógico à Pessoa com Deficiência Visual ( Cap-AC) .
tiveram no Centro para dialogar com equipe pedagógica,
buscando a melhor forma de tratar esse debate", comentou.
Exportadora já atua em Rio Branco
A rua Plutão, na Morada do Sol, é a sede da primeira empresa de
comércio exterior do Acre. A Leme Comércio Exterior Ltda,
fundada há 15 anos em Santa Catarina, está instalada em Rio
Branco desde 1o de março, de olho nas oportunidades de negócios abertas pela Estrada do Pacífico que liga o Brasil ao
Oceano Pacífico através do Acre.
"Além do comércio com o Peru, a estrada vai ser uma alternativa aos portos de Santos e Paranaguá para países como a
China e a Coreia", avalia o empresário Ademar Antonio Dagnoni, um dos sócios da Leme.
Ademar veio ao Acre estimulado por seu irmão, o advogado
Márcio Dagnoni, há vários anos atuando no Estado. Em dezembro do ano passado ele percorreu as diversas instituições
vinculadas ao projeto de integração Brasil-Peru, entre as quais a
Assembleia Legislativa, a Comissão da Política de Incentivos
às Atividades Industriais no Estado do Acre ( Copiai) , a. Seplands ( Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável) a Fieac ( Federação das Indústrias do Estado do Acre)
e a Acisa ( Associação Comercial e Industrial do Acre) .
A coordenadora do Centro, Gercineide Maia, explica a importância da palestra. "É uma atividade preventiva, que foi detectada como necessária através do nosso contato diário com
eles. É também um tema transversal, que deve ser trabalhado
em todas as escolas", disse.
Segundo Ademar, a Leme já está apta para operar atendendo todas demandas do comércio internacional. "Não tenho dúvidas
de que a rota do Pacífico vai inverter a porta de entrada dos produtos asiáticos para o Brasil e vice-versa, pois reduz a distância
e, conseqüentemente, o custo", argumenta. (Assessoria)
Hepatite: Sesacre realiza 1º workshop
A Coordenação do Programa Estadual de Hepatites Virais promove o 1º Workshop para Manejo Clínico e Tratamento dos
Portadores de Hepatites B no Estado do Acre. O objetivo é capacitar os profissionais, médicos e enfermeiros, que atuam na
área da assistência para realizar indicação e avaliação de tratamento e acompanhamento dos portadores crônico do vírus B.
Para o coordenador da Associação dos Deficientes Visuais,
Heliton Nascimento, as informações transmitidas durante a palestras vão proporcionar melhor qualidade de vida aos deficientes visuais, à medida que eles terão mais conhecimento
sobre transmissão, sintomas e cuidados que devem ser tomados. "Também é preciso ter cuidado para tratar do tema, que
deve ser abordado com sensibilidade. Os palestrantes es-
Participam 25 profissionais, 12 do interior e 13 da Capital. A
prevalência de hepatite B tem sido reduzida em países onde a
vacinação foi implementada, porém permanece alta em populações de risco acrescido em países onde a transmissão vertical e horizontal intradomiciliar não é controlada. A
Organização Mundial de Saúde- OMS- estima que cerca de
dois bilhões de pessoas já tiveram contato com o vírus da he-
saude.empauta.com
pg.84
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
A Tribuna - Rio Branco/AC
Organismos Internacionais | OMS
Continuação: Eletricitários tentam evitar mais demissões
patite B, tornando 325 milhões de portadores crônicos.
O encontro começou nesta quarta, 25, e encerra nesta quinta-feira, 26, e acontece das 8 às 12h, e das 14 às 17h, no Hotel
Imperador Galvez.
Epitaciolândia prepara exposição
Cooperados e convidados da Cooperativa Art nas Mãos de Epitaciolândia se reuniram ontem no Centro de Cultura e Florestania Raimundo Nonato da Rocha para apresentar a
produção da cooperativa que se prepara para expor seus produtos no 30 Circuito Country, que será realizado nos dias 1O, 2
e 3 de maio.
A organização do evento estima que 25 a 30 mil pessoas deverão participar da festa, que a exemplo de anos anteriores está
sendo aguardada com muita expectativa tanto pela população
de Epitaciolândia quanto de outros municípios, principalmente,
de Brasileia, Assis Brasil, Xapuri e Rio Branco.
A cooperativa foi criada no final do ano passado após uma série
de cursos de capacitação, acompanhamento e reuniões com representantes do Programa de Geração de Trabalho e Renda (
Gerar) , que é uma Oscip, sem fins lucrativos que tem como missão apoiar o desenvolvimento em todos os pontos do Brasil,
fundamentando suas ações em diversas áreas.
Graças a uma parceria entre prefeitura de Epitaciolândia e Gearar, está sendo possível não só a Art nas Mmão nas outras entidades interessadas em sair da informalidade e produzir em
larga escala produtos artesanais da região como ponto atrativo
para os turistas que visitam a fronteira todos os dias, e como freqüência os finais de semana. ( I. N. )
Cadeia: dona da Daslu é condenada a 94 anos
A juíza Maria Isabel do Prado, da 2ª Vara da Justiça Federal em
Guarulhos ( Grande SP) , por entender que a butique Daslu e importadores ligados à empresa faziam parte de uma "organização
criminosa", condenou Eliana Tranchesi, dona da loja, uma pena total de 94 anos e seis meses de prisão por crimes como formação de quadrilha, descaminho ( importação fraudulenta de
produto lícito) e falsidade ideológica. Prisão da dona da Daslu.
A condenação, em sentença de cerca de 500 páginas, é em primeira instância, e cabe recurso. No total, sete pessoas foram
condenadas à prisão pela Justiça Federal envolvidas com irsaude.empauta.com
regularidades na Daslu. As informações sobre a sentença foram
divulgadas pelo Ministério Público Federal, que denunciou os
acusados por subfaturamento de produtos importados que eram
vendidos na loja, com o objetivo de pagar menos impostos.
Grupo de Discussão.
O irmão de Eliana e ex-diretor financeiro da loja, Antonio Carlos Piva de Albuquerque, também foi condenado a um total de
94 anos e seis meses de prisão. No Brasil, o réu pode cumprir no
máximo 30 anos, de acordo com a legislação.
Eliana Tranchesi, o irmão e o empresário Celso de Lima, da importadora Multimport, foram presos na manhã de hoje pela Polícia Federal, em cumprimento à sentença. A defesa de
Tranchesi anunciou ter entrado com habeas corpus pedindo a liberdade da cliente.
As outras quatro pessoas condenadas no caso são André de
Moura Beukers, da importadora Kinsberg, Christian Polo, da
importadora By Brasil, Roberto Fakhouri Júnior e Rodrigo Nardy Figueiredo ( ambos da importadora Todos os Santos) . Também foram expedidos mandados de prisão contra eles.
Fakhouri, segundo o Ministério Público Federal, está no exterior, e os outros três condenados ainda não foram localizados,
mas não podem ser considerados foragidos. Cerca de 40 agentes estão mobilizados na ação, inclusive com a participação da
Interpol para a captura de André de Moura Beukers, localizado
nos Emirados Árabes, em Dubai.
As penas
Segundo a denúncia, Eliana Tranchesi negociava preços de
mercadorias no exterior. As importadoras tratavam de subfaturar os valores, e faziam com que a mercadoria entrasse no
país por meio de notas falsas e pagando menos impostos. "Verifica-se que o valor de uma calça da "Marc Jacobs" é de 150 dólares, todavia, o valor declarado para importação foi de apenas
20 dólares. A mesma principiologia ( sic. ) foi utilizada com as
mercadorias de origem européia", diz a sentença.
"Mais do que isso, visando mais uma vez esquivar os sócios da
boutique Daslu da responsabilização penal, a quadrilha incumbia-se de introduzir nas faturas apresentadas para desembaraço, informações falsas sobre o verdadeiro proprietário
da carga que estava a ser importada", diz a juíza Maria Izabel do
pg.85
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
A Tribuna - Rio Branco/AC
Organismos Internacionais | OMS
Continuação: Eletricitários tentam evitar mais demissões
Prado.
Cruzeiro: cheia do rio facilita carga de balsas
O rio Juruá está cheio, talvez uma das últimas enchentes do ano,
e o movimento de balsas, carregando e descarregando, no porto
da cidade tem se intensificado nos últimos dias. Somente hoje,
seis balsas estavam em operação de carga e descarga. Segundo
José Cláudio Marques de Oliveira, gerente do porto de Cruzeiro
do Sul, o movimento de embarcações aumentou.
Comerciantes e importadores precisam aproveitar esta última
água do rio para estocar mercadorias, pois logo o rio estará baixando e enquanto a BR-364 estiver fechada o transporte de mercadorias para a região fica prejudicado.
O porto de Cruzeiro do Sul foi construído através de parceria entre o Governo do Estado e o governo federal e até meados de
abril, a tendência é de intenso movimento, segundo José Cláudio. O maior volume de cargas refere-se ao abastecimento dos
pontos comerciais da cidade vindo em seguida o transporte de
material de construção, cimento, brita, equipamentos e máquinas, grande parte para as obras na BR 364, que se iniciam a
todo vapor logo no início do verão.
José Cláudio conta, no entanto, que o volume de cargas transportadas neste ano está menor que no ano passado. De outubro
de 2007 a abril de 2008 chegaram por via fluvial em Cruzeiro do
Sul cerca de 40 mil toneladas de produtos. Devido ao verão muito forte, praticamente não houve transporte de carga no fim do
ano passado, tendo o movimento iniciado apenas em janeiro e a
quantidade transportada não vai alcançar a marca do ano passado.
José Cláudio explica que, à medida em que vai sendo asfaltada a
BR-364, o transporte de mercadorias pelo rio Juruá vai diminuindo. Ele calcula que quando o asfalto estiver concluído o
transporte de mercadoria via fluvial vai diminuir em 50%, ficando reservada para este transporte somente as cargas mais pesadas.
Também nesta época os fabricantes de farinha aproveitam para
mandar o produto para locais como Manaus e Porto Velho. As
balsas que ancoram no porto têm capacidade entre 350 e 1. 200
toneladas. Todas elas levam, na volta, a farinha da região, algo
em torno de 6 mil a 10 mil sacas por balsa, constituindo-se no
saude.empauta.com
principal item da economia juruaense.
DIG prende estelionatário procurado pela Justiça do Acre
O delegado titular da DIG, Ricardo Martines, acredita que estelionatário estaria tramando novos golpes.
A delegacia de Investigações Gerais ( DIG) prendeu na manhã
de ontem em Marília estelionatário procurado pela Justiça do
Acre. Com ficha policial de mais de 6 metros de comprimento,
Francisco Canuto de Macedo, 58, também era procurado por
corrupção de menores.
Natural do Piauí, Macedo tem passagem pela polícia em várias
cidades do estado de São Paulo e do Brasil, além de mandado de
prisão expedido em 2007, na 4ª Vara Criminal de Rio Branco,
capital acreana.
Ele é investigado ainda na capital paulista, Ribeirão Preto, São
Miguel Paulista, Mogi das Cruzes e Guarulhos. Os crimes variam entre estelionato, apropriação indébita e furto.
Em Cascavel ( PR) , cidade onde esteve por três meses antes de
vir para Marília, Macedo também é investigado por estelionato.
Apenas em dois golpes praticados no Acre o prejuízo às vítimas
chega a R$ 45 mil.
O delegado titular da DIG e responsável pelo caso, Ricardo
Martines, disse que por volta das 10h de ontem, foi até um hotel, na avenida República, onde Macedo estava hospedado há
três meses, após denúncias de grande movimento de adolescentes no local.
Na DIG, após consultas o homem foi identificado como procurado pela Justiça do Acre por estelionato e corrupção de menores. Na capital Rio Branco ele teria causado um prejuízo de
R$ 45 mil em 2005, somados os golpes em um padre da igreja
católica e passando-se por advogado para liberar dois jovens
presos.
Dizendo-se advogado e empresário no ramo de hotelaria, o golpista fez amizade com o pároco da igreja São Sebastião, uma
das maiores da capital acreana, Raimundo de Oliveira Lopes.
Sob promessa que doaria R$ 100 mil à paróquia, Macedo conseguiu um empréstimo de R$ 30 mil do vigário, sendo parte do
dinheiro, do patrimônio da igreja e o restante, fruto de ecopg.86
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
A Tribuna - Rio Branco/AC
Organismos Internacionais | OMS
Continuação: Eletricitários tentam evitar mais demissões
nomias do padre.
No segundo caso do qual é acusado, passando-se por advogado,
Macedo teria pedido R$ 15 mil a uma pessoa para liberar dois
jovens da prisão.
No hotel em Marília, foram encontrados vários recibos da cidade de Cascavel- PR. Em contato com a polícia local, o delegado Ricardo Martines descobriu que naquele estado o
estelionatário também é investigado.
"São notas de compra de ternos, confecção de calças, entre outros produtos, todas assinadas como Dr. Macedo", disse o delegado. Francisco Canuto de Macedo foi encaminhado á cadeia
pública de Garça e está à disposição da Justiça do Acre.
Cocaína sai do Acre pelo Sedex dentro de livro de direito
Recife - Em Pernambuco, a cocaína chegou às mãos de um traficante pelos correios, dentro de um livro de Direito, embalado
em uma caixa de Sedex. A encomenda, apreendida pela Polícia
Federal, vinha do Acre disfarçada como entrega de uma editora.
As páginas do livro tiveram de sofrer um recorte central para
acomodar o pacote com o entorpecente. A PF chegou até a destinatária, a comerciante Cíntia Maria de Lima, de 28 anos, depois de receber uma denúncia anônima.
Cíntia Maria foi presa em flagrante, em uma parada de ônibus,
no bairro do Janga, em Paulista, na Região Metropolitana, com
mais de 830 gramas da droga, na última segunda-feira. Ela foi
encaminhada à Colônia Feminina do Bom Pastor.
Já no bairro do Jordão, no Recife, os policiais interceptaram
também outra caixa com a droga e com um livro de Direito. O
nome dos envolvidos não foram revelados pela Polícia Federal.
No total, foram apreendidos 3 kg da droga, além de dois celulares e R$ 620. De acordo com a polícia, a droga seria transformada em 3 mil pedras de crack e em seguida seria entregue
nos principais pontos de venda de droga no bairro de Bonji, em
Recife, e na cidade de Paulista, que fica na região metropolitana.
saude.empauta.com
TJ-AC realiza processo de seleção
O Tribunal de Justiça do Acre abriu hoje as inscrições para mais
um processo seletivo simplificado. Desta vez, conforme o Edital nº 01/2009, publicado no Diário da Justiça ( fl. 03) desta
quinta-feira 26, será para a contratação temporária de 110
Agentes Comunitários de Justiça e Cidadania para atuação na
cidade de Rio Branco.
A seleção e contratação temporária desses agentes têm por objetivo executar o Convênio nº 700546/2008, celebrado entre a
União, por meio da Secretaria Especial dos Direitos Humanos
da Presidência da República, e o Tribunal de Justiça do Acre.
As inscrições podem ser feitas no período de 26 de março a 1º
de abril de 2009, no horário das 8h às 13h e das 15h às 18h, no
Centro de Capacitação dos Servidores do Poder Judiciário ( CECAP) , localizado na Rua Marechal Deodoro, nº 471, Centro de
Rio Branco.
O Edital indica que as inscrições são gratuitas e o candidato não
poderá solicitá-la por intermédio da internet ou por fax. Os interessados devem preencher uma ficha de inscrição disponível
no CECAP, anexando a ela cópia do diploma de conclusão do
ensino médio, cópia autenticada da Carteira de Identidade e do
curriculum vitae.
Os concorrentes terão seus currículos analisados na primeira fase e em seguida serão submetidos a uma entrevista psicológica.
Em caso de empate, o candidato propenso a ganhar a vaga será o
que melhor nota obtiver no currículo.
Os aprovados serão contratados por um período de 12 meses,
para cumprimento de 30 horas semanais, jornada diária das 7h
às 13h, com remuneração mensal de R$ 440, 00.
Confira a íntegra do Edital nº 01/2009, que traz todas as informações sobre o processo seletivo. Mais informações podem
ser obtidas pelos telefones ( 68) 3211-5548, 3211-5547 e
3211-5546 - Secretaria do CECAP. ( Assessoria)
pg.87
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
A Tribuna - Rio Branco/AC
Organismos Internacionais | OMS
Continuação: Eletricitários tentam evitar mais demissões
Países pobres administram vacinas após o
recomendado
CIÊNCIA E TECNOLOGIA
Muitas crianças em países pobres e de renda mediana recebem
suas vacinas várias semanas após o recomendado pelos médicos. Assim, enfrentam riscos maiores de doenças e morte, segundo um novo estudo realizado por pesquisadores da London
School of Hygiene and Tropical Medicine, publicado na revista
médica The Lancet.
Os cientistas avaliaram pesquisas sobre saúde de 45 países - a
maioria deles da África e da América Latina - e concluíram que
Egito, Quirguistão, Peru e Ruanda vão particularmente bem, e
que o Chade, a Nigéria e o Iêmen estão entre os mais atrasados.
Os pesquisadores usaram dados coletados de 217. 707 crianças,
adquiridos entre 1996 e 2005.
O tempo mediano de atraso na administração das vacinas foi de
2, 3 semanas para tuberculose; 2, 4 semanas para difteria, tétano e coqueluche; e 2, 7 semanas para a vacina contra sarampo.
No entanto, nos 12 países com maior atraso, pelo menos um
quarto de todas as crianças recebe vacinas de dois a cinco meses
depois do recomendado pela Organização Mundial de Saúde
( OMS) .
saude.empauta.com
Nos primeiros nove meses de vida, a OMS recomenda vacinas
para tuberculose, difteria, tétano, pólio, coqueluche e sarampo.
Além do risco de que uma criança morra pela demora, existem
algumas outras ameaças com vacinas sendo introduzidas pela
primeira vez, afirmaram pesquisadores. A vacina contra hepatite B, por exemplo, pode proteger contra uma infecção adquirida da mãe somente se recebida nos primeiros sete dias após
o nascimento. Uma nova vacina contra rotavírus também tem
uma data-limite recomendada
O atraso na vacinação pode ainda ter implicações importantes
para o efeito de novas vacinas e avanços conquistados para erradicar uma doença.
Avanços
Globalmente, os índices de vacinação aumentaram significativamente nos últimos 20 anos. A mortalidade infantil
caiu para menos de 10 milhões por ano pela primeira vez, devido, em grande parte, à vacina contra o sarampo, segundo o
Fundo das Nações Unidas para a Infância.
pg.88
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
O Estado de São Paulo - São Paulo/SP
Organismos Internacionais | OMS
O uso racional da água
NOTAS E INFORMAÇÕES
O Brasil detém 13, 8% da água doce superficial do planeta.
Uma riqueza que, no entanto, não é equilibradamente distribuída no território nacional. Os desequilíbrios na distribuição dos mananciais, o crescimento desordenado das
cidades, a falta de consciência sobre o uso sustentável da água, a
contaminação de rios e represas, comprometem seriamente o
abastecimento em várias regiões. O uso racional da água e uma
boa gestão desse recurso passaram a ser prioridade para os setores produtivos e o governo, que começam agora a concentrar
investimentos em estações de tratamento e reciclagem de água.
Calcula-se que, se nas indústrias - no resfriamento de caldeiras,
no funcionamento de sistemas de ar-condicionado, na manutenção de máquinas e equipamentos e nos serviços de limpeza - fosse usada apenas água reciclada, haveria economia de
1, 65 bilhão de litros por dia, suficiente para o consumo de 8, 2
milhões de pessoas. Dados do Centro Internacional de Referência em Reúso de Água ( Cirra) , vinculado à Escola Politécnica da Universidade de São Paulo ( USP) , mostram que,
apesar dos apelos de sustentabilidade e das vantagens competitivas suscitadas por essa prática, apenas 20% a 30% das
companhias instaladas no Brasil aderiram a ela.
Na região metropolitana de São Paulo, a disponibilidade de
água é de pouco mais de 200 metros cúbicos por habitante por
ano - o que representa menos de 10% do índice de referência
adotado pela Organização Mundial da Saúde, segundo o
qual, uma área é considerada autossustentável em recursos hídricos quando assegura mais de 2. 500 metros cúbicos de água
por ano para cada habitante. Mais de 50% da água consumida
pelos 18, 5 milhões de moradores da Grande São Paulo é trazida
de bacias cada vez mais distantes, com elevados custos de instalações e energia.
Dos 70 mil litros de água por segundo, produzidos pela Sabesp,
80% viram esgoto e, apesar dos recentes investimentos da estatal na construção de sistemas de tratamento, mais de 40 mil litros de água não tratada ainda são lançados nos rios e córregos a
cada segundo.
saude.empauta.com
Há anos, a Sabesp se esforça para conscientizar a população e
os setores produtivos sobre o uso consciente da água. Sua direção costuma classificar a empresa como agente ambiental e
de desenvolvimento, ou seja, mais do que vender água, ela se
dispõe a disseminar os métodos de boa gestão da água para que
as empresas reduzam seus custos de produção e tenham mais recursos para o crescimento.
Há nove anos foram construídas cinco grandes estações de tratamento de esgoto ( ETEs) e, em três delas, instalaram-se miniestações para produção de água para uso industrial. Durante
três anos, as estações permaneceram ociosas e agora é que começam a despertar o interesse de maior número de empresas.
As empresas podem reutilizar até 60% da água consumida em
seus processos.
Uma recente pesquisa do professor Ivanildo Hespanhol, diretor
do Cirra, com 2. 311 indústrias paulistas de médio e grande portes mostrou que, juntas, elas gastam R$ 1 milhão por dia com
água. Se houvesse a reciclagem, esse custo baixaria para R$
400 mil diários.
A indústria química, que depende de grande volume de água em
seus processos, tem dado passos mais largos no reúso da água.
Entre 2001 e 2007, o volume de efluentes lançados por esse tipo de empresa caiu de 4. 190 para 1. 890 litros por tonelada produzida. Em 2001, o volume de água reaproveitada era de 3. 700
litros por tonelada produzida, número que saltou para 31. 500
litros em 2007.
Em fins dos anos 90, nova legislação estabeleceu cobrança pelo
uso industrial da água e, além disso, as empresas, principalmente as exportadoras, passaram a ser pressionadas pelos
clientes para apresentar certificação de seus processos produtivos, inclusive dos cuidados com o meio ambiente.
Assim, conforme a escassez do líquido, e seu custo de captação,
produção, distribuição, etc. , bem como a quantidade de efluentes emitidos, as vantagens do uso racional da água vão se
tornando cada vez maiores.
pg.89
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Estado de Minas - Belo Horizonte/MG
Organismos Internacionais | OMS
Circuncisão reduz risco de herpes e HPV
CIÊNCIA
Depois de estudos demonstrarem que prática diminui a transmissão do vírus da Aids, pesquisadores descobrem que possibilidade de contaminação cai em outros dois vírus
Um estudo realizado em cooperação entre cientistas da Universidade de Makere, em Kampala, na Uganda, e da Universidade John Hopkins, nos Estados Unidos, mostra que a
circuncisão pode reduzir os riscos de contrair o vírus da herpes
genital ( HSV-2) ou o vírus do papiloma humano ( HPV) , que
causam doenças classificadas como sexualmente transmissíveis ( DST) . Estudos anteriores já haviam indicado que a
circuncisão reduz as chances de transmissão do vírus da Aids (
HIV) em até 50%, o que fez com que a Organização Mundial
de Saúde ( OMS) passasse a incluir o procedimento no seu pacote de recomendações para prevenção e combate à Aids no
mundo. O estudo foi publicado no New England Journal of Medicine.
A pesquisa dos cientistas em Uganda envolveu cerca de 3, 5 mil
homens e monitorou suas atividades sexuais durante um período de até dois anos. Foram utilizados dois grupos de homens, entre 15 e 49 anos. O primeiro grupo, de mais de 3 mil
indivíduos, foi dividido em dois, um imediatamente circuncidado e outro ( o grupo de controle) que só foi circuncidado
passados 24 meses. Durante estes dois anos, os indivíduos mantinham a sua vida normal. Aos seis, 12 e 24 meses foram todos
testados para o herpes genital e para a sífilis. O segundo grupo,
com perto de 700 voluntários, passou pelo mesmo esquema,
mas para testar o vírus do papiloma humano.
Os resultados mostram que nos grupos circuncidados previamente a percentagem dos que contraíram herpes genital foi
de menos 25% e a dos infectados com o HPV foi de menos 35%
do que os homens que só foram circuncidados no final da experiência. Já no caso da sífilis, doença causada por uma bactéria
e não por um vírus, não houve diferenças entre o número de homens circuncidados e não circuncidados que contraíram a infecção.
saude.empauta.com
"Esses novos dados devem levar a uma grande reavaliação do
papel da circuncisão masculina não apenas na prevenção do vírus HIV, mas também na prevenção de outras infecções sexualmente transmissíveis", afirmaram Matthew Golden e
Judith Wasserheit, da Universidade de Washington, no artigo
publicado.
O HPV pode causar câncer do colo do útero em mulheres e verrugas nos órgãos genitais nos dois sexos. Portanto, a diminuição da contaminação masculina pelo HPV pode ter
impacto na ocorrência do câncer de colo de útero, além de proteger o homem de outros tumores malignos que estão ligados à
essa infecção. A Academia Americana de Pediatria informou
que vai revisar suas diretrizes visando a inclusão da indicação da
circuncisão masculina entre elas.
Apesar de ainda não haver uma explicação concreta para estas
diferenças, defende-se que a entrada destes vírus ( o HPV, o HSV-2 e o HIV) no corpo humano ocorre por meio de células da superfície do pênis. Ao retirar parte do prepúcio, essa porta de
entrada fica mais apertada, o que diminui a probabilidade de
contrair essas infecções. Os cientistas destacam ainda que a circuncisão está longe de ser uma proteção total e que a prática de
sexo seguro, com o preservativo, é a melhor maneira de evitar as
doenças sexualmente transmissíveis. A prática de sexo com preservativo é a única que garante que os parceiros não vão transmitir algum tipo de doença.
Mas os pesquisadores esperam que os números apresentados no
estudo levem a mudança da forma como os serviços de saúde
aconselham pacientes e pais na questão da circuncisão. "Todos
os que cuidam da saúde de mulheres grávidas e bebês têm a responsabilidade de garantir que mães e pais saibam que a circuncisão poderá ajudar a proteger os filhos das três doenças
sexualmente transmissíveis mais comuns e mais graves, que
atualmente não podem ser curadas", disse Wasserheit.
pg.90
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
A Crítica - Manaus - Manaus/AM
Organismos Internacionais | OMS
Para gay virar hetero
PARIS, França ( AFP) - Em pleno século 21, terapeutas britânicos ainda propõem tratamentos para ajudar os gays a virarem heterossexuais, contra qualquer prova de que tal medida
tenha utilidade e não seja nociva, de acordo com um estudo divulgado ontem pela revista especializada "BMC Psychiatry".
Esses tratamentos tiveram seu apogeu na Inglaterra, nas décadas de 1960 e 1970, mas há muito tempo a orientação homo
ou bissexual não é mais considerada uma doença mental, sobretudo, pela Organização Mundial de Saúde ( OMS) .
A equipe de pesquisadores de Londres, liderada pelo professor
Michael King, pediu a mais de 1. 400 profissionais de Saúde
Mental ( psiquiatras e psicólogos eram quase metade) , que tentassem mudar a orientação sexual de um cliente, caso lhes fosse
pedido - 1. 328 questionários puderam ser analisados. Apenas
um em 25 ( 4%) disse que o faria, mas um a cada seis ( 17%) indica ter ajudado pelo menos um cliente a reprimir suas tendências "gays", ou "lésbicas", geralmente pela terapia.
O estudo não revelou sinal de um declínio dessas práticas no período recente. Além de sua ausência de eficácia demonstrada,
esse tipo de tentativa "pode ser, realmente, perigosa", advertiu
King.
Preservação da água começa em casa
PRINCIPAL
Texto: Márcia Pacheco/Foto: Divulgação
Atos simples do dia a dia, evidenciam como o brasileiro ainda
está despreocupado em relação à importância da preservação
da água. Escovar os dentes com a torneira aberta por todo o tempo, por exemplo, gera um consumo médio de 14 litros do recurso. Se a torneira fosse aberta somente na hora necessária, o
gasto seria de pouco mais de meio litro. Atitudes como essa colocam o brasileiro entre os que mais desperdiçam água. De
acordo com dados da Organização Mundial de Saúde ( OMS)
, no Brasil, uma pessoa gasta 220 litros por dia. O consumo médio no mundo fica na metade. O problema é que se o desperdício
continuar, o homem vai sofrer consequências graves no futuro.
Estimativa da Organização das Nações Unidas ( ONU) aponta
que daqui a 15 anos, duas em cada três pessoas no mundo, não
terão água para beber. Parece absurdo, mas é importante lembrar que a água não é um bem infinito. E o mês de março é um
bom momento para essa discussão. No último dia 22, foi comemorado o Dia Nacional da Água. O período é de reflexão e
dados mostram que a redução do consumo de água começa em
casa.
Essa noção já atingiu de cheio as construtoras em Sergipe. A
preocupação em reduzir o desperdício de água já são parte essencial da elaboração de projetos da construção civil. A dis-
saude.empauta.com
cussão é pauta constante entre empresários do mercado
imobiliário sergipano. Prédios com recursos para economizar e
reaproveitar a água - como lavatórios dos banheiros com torneira de pressão, caixas de descarga com volume de água controlado, reutilização da água da chuva para descargas e
irrigação - chegam a se tornar diferencial na hora da decisão de
compra.
Esses recursos geram uma economia de pelo menos 40% no
consumo de água. De acordo com Samara Silva, gerente de Incorporação da Cosil, que estuda o tema, é possível reduzir o
consumo de água já nos canteiros de obra dos empreendimentos. "Pode-se reduzir o desperdício de água potável
utilizando água de origem não potável, como de caminhão pipa,
retirada in-loco de poço ou reutilizada das chuvas para as atividades de limpeza do canteiro, lava de rodas, mistura do concreto, argamassa, aspersão, etc. ", explica Samara. Deixando de
utilizar água potável em situações em que ela pode ser dispensada, a economia é intensa.
As construtoras sergipanas estão adotando essas medidas. Nas
obras do Patio Coroa do Meio e Passeio Beira Mar, empreendimentos da Cosil, por exemplo, foi feita uma análise química da água e ficou constatado que a água dos poços artesianos
pode ser utilizada sem agressão ao concreto. "As equipes destas
pg.91
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Jornal da Cidade - Aracaju/SE
Organismos Internacionais | OMS
Continuação: Preservação da água começa em casa
obras começaram a providenciar a perfuração de poços artesianos para a utilização dessa água não potável", conta Samara. Segundo a gerente de incorporação da Cosil, outras
construções, como a do Terraços do Tramandaí e Mansão do
Parque utilizam água de poço após aprovação da análise química desde o início da obra.
Água da chuva
Outra forma de reduzir o desperdício da água potável é criar mecanismos para aproveitar a água da chuva. Algumas construções já têm no projeto, o aproveitamento da água da chuva,
que pode ser utilizada "tanto para fins mais nobres como em banhos e pias - após tratada - quanto para fins menos nobres, como
lavagem de pisos e descargas", como explica Samara. Segundo
ela, a redução do consumo de água potável em função da utilização de água de chuva, depende muito do índice pluviométrico da região e da capacidade da construção de
armazenamento da água de chuva.
Além disso, é possível controlar a velocidade de escoamento superficial, de modo a evitar erosão do solo e implantar um sistema adequado de drenagem de águas pluviais no terreno. "Este
objetivo deve ser alcançado através da previsão de espaços verdes, utilização de pavimentos permeáveis e execução de poços
ou valas de infiltração", explica a gerente de incorporação.
Com isso, contribui-se para a redução dos níveis de enchentes
urbanas e redução da poluição transportada para rios. A água armazenada ainda pode ser reutilizada para fins diversos, como irrigação paisagística, lavagem de superfícies e outros fins
não-potáveis.
Equipamentos econômicos
Atualmente, a indústria de material de construção está preocupada em criar dispositivos e equipamentos para uso doméstico que trazem em seu conceito o uso racional da água. São
torneiras com controle de saída de água, descargas mais econômicas e outras novidades que reduzem o gasto aleatório do
recurso. A utilização desses recursos fizeram do Via Terrazzo,
empreendimento da Laredo, um dos primeiros prédios a serem
construídos em Sergipe tendo a preocupação com o meio ambiente como base do projeto. De acordo com Jorge Augusto
Machado, diretor-presidente da Laredo, esta preocupação sigsaude.empauta.com
nifica a força do conceito de sustentabilidade sendo absorvida
pelo setor da construção civil. "É o inicio desse crescimento sustentável por parte da Laredo, bem como uma grande contribuição para o meio ambiente e o cliente", coloca o executivo.
O Via Terrazzo conta com reutilização de água servidas para
descarga e irrigação, torneiras de pressão, descarga com duplo
acionamento, medição individual de água, entre outros mecanismos que economizam o recurso. Geralmente, os equipamentos que proporcionam o uso racional da água são mais
caros, mas o retorno da redução do consumo também chega de
maneira positiva no bolso do morador. "Isso reflete não somente na busca pela consciência ambiental, mais também na redução da conta de água, pois isso traz uma economia
considerável", coloca Machado.
Além disso, as empresas já trabalham em equipamentos com
preços mais competitivos. "As empresas fornecedoras de materiais e equipamentos para construção já estão desenvolvendo
novas tecnologias e materiais sustentáveis com preços mais
competitivos. Além disso, alguns bancos oferecem linhas de financiamento especiais para construções sustentáveis, lembra
Samara. Com isso, quem ainda não tem torneiras ou descargas
econômicas, investindo nesse tipo de equipamento, pode ter
um retorno financeiro, além de estar contribuindo para a preservação do meio ambiente.
Existem ainda tecnologias como paredes de Dry Wall, cura química de concreto, chamadas de "construção a seco". "O custo
ainda é elevado para o nosso mercado, só através de benefícios
do governo como redução de impostos ou a mobilização das associações das empresas para em conjunto adotar estas tecnologias", completa Machado. Para ele, empresários e órgãos
públicos precisam estar alinhados e trabalhando intensamente
pelas questões do meio ambiente. É através desta união que
ações benéficas estão se validando.
Águas residuais
Tratamento da água é uma das alternativas para evitar a poluição dos rios. Essa também é uma das preocupações das construtoras. "A água, depois de sujeita a várias utilizações é
rejeitada, sendo assim considerada água residual. Ela acaba por
ter um impacto ambiental negativo se não for adequadamente
pg.92
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Jornal da Cidade - Aracaju/SE
Organismos Internacionais | OMS
Continuação: Preservação da água começa em casa
recolhida e tratada", explica Samara. Segundo ela, a água residual deve ser conduzida ou transportada até uma estação de
tratamento para posterior devolução ao meio natural em condições adequadas. Com isso, evita-se que os rios se transformem em esgotos. A medida não contribui somente para a
redução do consumo de água, mas também para a não poluição
do meio ambiente.
Morador consciente
Apesar da adoção dos diversos dispositivos para economizar a
água, as construtoras ainda tem um desafio a vencer: conscientizar o morador. Segundo Samara, o ideal é fazer ações conjunta com o condomínio para treinamento e conscientização do
futuro morador com relação à operação e manutenção dos equipamentos, utilização dos sistemas prediais, processos de
desobstrução, limpeza e conservação, periodicidade de inspeções, além de técnicas, processos e equipamentos
necessários para manutenção. O treinamento evita acidentes,
contaminações e desperdícios ocasionados pelo mau uso dos
sistemas hidráulicos.
saboa as mãos;
Não tome banhos demorados. Tente limitar em 6 minutos. Desligue o chuveiro enquanto se ensaboa. Só ligue o chuveiro depois de tirar toda a roupa;
Uma válvula de privada gasta muita água em um único aperto.
Não acione à toa e aperte somente o tempo necessário. Mantenha a válvula regulada;
Não jogue lixo no vaso sanitário ( fio dental, cabelos. .. ). Evite
entupimento;
Na hora da compra, dê preferência às caixas de descarga no lugar das válvulas. Adquira modelos de baixo consumo de água;
Em banheiros públicos use a água de torneira também com moderação. Vários centros comerciais já instalaram sensores ou
torneiras que fecham automaticamente a fim de evitar o desperdício deste importante recurso natural.
Na lavanderia:
A Laredo chegou a criar um selo de consciência ambiental, para
destacar a necessidade de utilizar os recursos naturais de maneira racional. Segundo Machado, a iniciativa veio da necessidade extrema de um crescimento sustentável, buscando
sempre na medida do possível uma maior harmonia entre meio
ambiente e o progresso. Segundo ele, atitudes como essas já
chamam a atenção dos clientes. "Isso já começa a ser uma preocupação por parte do consumidor, como por exemplo, a exigência de medição individual e descarga com dois volumes",
comenta. Para ele, o ponto de partida para essa conscientização
ainda é a economia financeira que o uso racional da água pode
trazer. Mas é preciso reforçar a idéia de que a água pode sim se
esgotar.
Dicas para economizar água
No banheiro:
Escove os dentes abrindo a torneira somente quando necessário;
Feche a torneira enquanto escova os dentes, faz a barba ou ensaude.empauta.com
Deixe a roupa acumular e lave tudo de uma vez;
Se for lavar a roupa na mão, feche o tanque, coloque as roupas
de molho em água e sabão e só use água corrente para enxaguar;
Feche a torneira enquanto ensaboa e esfrega a roupa;
Não use sabão em excesso para evitar maior número de enxágues;
Só use a máquina de lavar com a carga máxima de roupas;
Reaproveite a água da máquina de lavar roupas para lavar o
quintal;
Instale aerador ( peneirinha) nas torneiras da casa para reduzir a
vazão;
Não exagere no uso de produtos de limpeza, como a água sanitária que contém cloro. Use com moderação, de acordo com
as recomendações dos fabricantes.
pg.93
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Jornal da Cidade - Aracaju/SE
Organismos Internacionais | OMS
Continuação: Preservação da água começa em casa
Na cozinha:
Utilize sabão ou detergente biodegradáveis, que não poluem os
rios porque se decompõe mais facilmente;
Antes de lavar a louça, limpe pratos e panelas e deixe-os de molho;
Ao comprar máquina de lavar roupas ou lavar pratos, verifique
no manual o consumo de água do produto.
Feche a torneira enquanto ensaboa a louça;
Se usar máquina de lavar louça, só ligue quando estiver cheia;
Deixe as verduras em água com um pouco de vinagre por alguns
minutos antes de lavar;
PELO MUNDO
PELO MUNDO
Aniversário violento
Ataques contra alvos civis e sabotagens dos meios de transporte público marcaram ontem o primeiro aniversário da morte
do fundador e líder máximo das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia ( Farc) , Manuel Marulanda, o Tirofijo.
As ações do grupo guerrilheiro, nas cidades de Ipiales e Corinto, deixaram pelo menos quatro feridos e três veículos incendiados.
Apenas nos últimos dias, o Ministério da Saúde da Argentina
registrou 2. 270 casos de dengue no país. As cidades mais afe-
saude.empauta.com
tadas pela doença são Orán e Tartagal, na província de Salta, e
Charata, em Chaco.
Termina investigação
Por falta de provas, a polícia de Israel engavetou ontem as investigações sobre um suposto caso de corrupção envolvendo o
primeiro-ministro Ehud Olmert.
O premier era suspeito de, em troca de favores, obter vantagens
de construtores na compra e reforma de uma casa em Jerusalém.
Na época, ele era prefeito da cidade governou Jerusalém entre
1993 e 2003.
pg.94
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
O Povo - Fortaleza/CE
Ministério da Saúde | Institucional
SUS: avanços e desafios
OPINIÃO
No ano passado, o Sistema Único de Saúde completou duas décadas de dificuldades, mas também, de avanços marcados pela
socialização em todo o território nacional. Em 1988, iniciou o
avanço de um processo constitucional que garante a saúde pública aos brasileiros. O sistema avança em conceitos e práticas.
O direito à saúde começa a ser incorporado pela população e governo. A universalidade, integralidade e descentralização entram para o cenário da saúde trazendo mudanças e desafios aos
gestores que enfrentam as divergências territoriais. O sistema
foi proposto pela reforma sanitária, para ser o sistema da atenção e cuidados a saúde com todas as políticas sociais.
O programa desde sua existência, tem passado por reformas
com o intuito de adaptar as mudanças e os entraves encontrados
pelos usuários. A “ Caravana em Defesa do
SUS” que percorre o Brasil, esteve no Ceará, nesta última quarta-feira, trazendo representantes da Secretaria de Gestão e Estratégica do Ministério da Saúde, do Conselho
Nacional de Saúde e órgãos de defesa. A caravana e seus re-
presentantes pretendem visitar todos os estados do país, com a
meta de estimular os conselheiros e militantes da saúde, a encarar os desafios que ainda precisam ser defendidos. A luta
engloba o financiamento justo, a participação social e o esforço
braçal dos conselheiros na luta pela descentralização das políticas públicas.
A caravana aqui no Ceará, viu o SUS sendo implantado pelo governo, um exemplo a ser seguido, com um programa de descentralização da atenção especializada em saúde, chegando até
2010 a mais 20 regiões do estado, ampliando a integralidade e o
financiamento. Apesar das dificuldades, o SUS no nosso estado
está próximo de obstruir os “ gargalos” e
avançar nas medidas do controle social nos municípios. A Secretaria da Saúde do Ceará tem criado metas e planos na saúde
com a intenção de promover em torno da conjuntura atual, as
melhorias e a necessidade de cada morador e cada realidade,
oferecendo saúde pública de qualidade.
FRANCISCO MARCELO SOBREIRA
Subsecretário de Saúde do Estado do Ceará
Soares se reúne hoje com vereadores
POLÍTICA
ALEXANDRE APRÁ Especial para o Diário O secretário de
Saúde de Cuiabá, Luiz Soares, se reúne hoje com os vereadores
da Capital, às 9h. O presidente da Câmara Municipal de Cuiabá,
vereador Deucimar Silva ( PP) , propôs aos parlamentares a realização de uma reunião preliminar "as portas fechadas" com o
secretário.
plexidade.
"Não admito reunião de porta fechada. Fiz um requerimento
pedindo explicações do secretário em plenário. Portanto, aguardo o secretário em plenário e não participo de reunião nenhuma.
Ele ( Luiz Soares) tem obrigação de vir aqui na Câmara se explicar ", esbravejou o parlamentar.
A presença do secretário em plenário foi requerida pelo vereador Lúcio Cabral ( PT) e aprovada na sessão de terça-feira.
Ao apresentar o documento, o petista insinuou um suposto desvio de mais de R$ 7 milhões do Fundo Municipal de Saúde na
atual gestão.
Para sustentar seu pedido, Lúdio relembrou que fez questão de
convocar o secretário por conta do que chamou de "dissolvição" de R$ 7 milhões referentes aos repasses do
Ministério da Saúde para Cuiabá. "Esse repasse é feito religiosamente no dia cinco de cada mês subseqüente. Agora, é estranho que o atraso de um mês tenha começado justamente nos
meses de setembro e outubro", questionou o vereador, numa
clara referência ao período eleitoral onde Wilson Santos disputou e conseguiu se reeleger.
O petista também cobrou a presença do titular da Pasta para dar
explicações no Plenário sobre o atraso nos repasses de verbas
federais aos hospitais conveniados ao Sistema Único de Saúde, responsáveis pelo atendimento de média e alta comsaude.empauta.com
pg.95
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Diário de Cuiabá - Cuiabá/MT
Ministério da Saúde | Institucional
Continuação: Soares se reúne hoje com vereadores
As críticas de Lúdio foram endossadas pelos vereadores Ivan
Evangelista ( PPS) e Lutero Ponce ( PMDB) . Ivan afirma que o
secretário já descumpriu requerimentos enquanto era secretário da gestão do ex-prefeito Roberto França. "O Luiz Soares não pode se furtar de vir aqui na Câmara. Ele bate no peito
dizendo que é honesto e por que não vem aqui na Câmara para
comprovar? ", questionou, frisando que vereadores não são
bem recebidos na Secretaria de Saúde.
nestidade do secretário. Mas quem não deve não teme",
concluiu.
O vereador Paulo Borges Junior ( PSDB) , líder do prefeito na
Câmara, saiu em defesa do gesto. "Você pode até dizer que ele é
mal-humorado, mas corrupto não. Não houve desvio nenhum e
ele vai provar isso", declarou. O tucano também garantiu que,
além da reunião de hoje, ele estará no plenário para dar os esclarecimentos solicitados pelo vereador Lúdio Cabral.
Lutero pediu respeito a Luiz Soares e que explique sobre as falhas em sua pasta. "Não estou aqui para questionar a ho-
Panorama Nacional
NACIONAL
Cigarros
Estupro
A Coordenadora do Programa Nacional de Controle do
Tabagismo do Ministério da Saúde, Tânia Cavalcante, classificou como um "desserviço para a saúde pública" a liminar
da Justiça Federal do Rio suspendendo a circulação do terceiro
grupo de imagens de advertência nos maços de cigarros, prevista para começar em maio. Conforme noticiado hoje pelo jornal "O Estado de S. Paulo", a ação da Souza Cruz foi a terceira
tentativa da indústria do cigarro de suspender a resolução da
Agência Nacional de Vigilância Sanitária ( Anvisa) . O fabricante alega que as imagens, mais fortes do que as atuais, não
são reais.
Ex-jogador
Exame de DNA confirmou ontem que Kleber Barbosa da Silva,
de 31 anos, é autor do estupro da menina E. D. C, de 13 anos. A
violência sexual ocorreu uma semana antes de Silva lançar o
avião que pilotava, um bimotor EMB721 ( PT-VFI) , contra o
Flamboyant Shopping, em Goiás ( GO) . Na queda, além do piloto, morreu a filha dele, Penélope, de 5 anos. No local, 23 carros foram parcial ou totalmente destruídos. "O resultado
confirmou nossas investigações, os depoimentos e o reconhecimento dele ( Kleber) pela vítima dois dias antes da
outra tragédia", disse a delegada Ana Elisa Gomes Martins, da
Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente ( DPCA) , da
cidade vizinha de Aparecida de Goiânia.
Escoltado por um delegado e dois agentes do Departamento de
Homicídios e Proteção à Pessoa ( DHPP) de São Paulo, o ex-jogador de futebol Janken Ferraz Evangelista, de 29 anos, acusado de matar a ex-mulher, Ana Cláudia Melo, de 18, no
domingo, e sequestrar o filho, de 1 ano e 8 meses, embarcou, na
tarde de ontem, de Salvador para a capital paulista, onde tem
prisão preventiva decretada. Ainda nesta quinta-feira, Evangelista deve prestar depoimento, antes de ser transferido para
um Centro de Detenção Provisória. O ex-jogador foi apresentado, na manhã de ontem, pela Polícia Civil baiana.
Maconha
saude.empauta.com
A Polícia Federal de Campinas apreendeu, por volta das 18 horas de ontem, cerca de 1 tonelada de maconha que era transportada de Mato Grosso do Sul para o interior de São Paulo.
Segundo informou a PF, essa foi a segunda maior apreensão de
maconha em Campinas. A primeira ocorreu há quatro anos.
Três homens foram presos em flagrante, um deles de Mato
Grosso do Sul e outros dois, de Campinas. A droga apreendida
abasteceria a região.
pg.96
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Folha de S. Paulo - São Paulo/SP
Ministério da Saúde | Institucional
Sobe internação de mulher enfartada
JULLIANE SILVEIRA
DA REPORTAGEM LOCAL
O número de internações de mulheres por infarto agudo do miocárdio subiu 46% ( de 15. 672 para 22. 910) entre 1997 e 2007,
segundo levantamento realizado pelo INC ( Instituto Nacional de Cardiologia) nos hospitais conveniados ao Sistema
Único de Saúde em todo o país. Os dados foram retirados do
Datasus ( banco de dados do Ministério da Saúde) .
De acordo com o trabalho, o tempo de internação é de sete dias,
em média, e a taxa de mortalidade em decorrência do ataque
cardíaco chega a 16, 8%.
Segundo dados do Ministério da Saúde, o infarto é a segunda
causa de morte entre as brasileiras -a primeira é o AVC ( acidente vascular cerebral) .
"Essa pesquisa só vem acrescentar à preocupação da cardiologia em nível mundial, que é a saúde cardiovascular da mulher. A moléstia que mais mata mulheres são os problemas
cardiovasculares", diz o cardiologista Antônio Carlos Chagas,
presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia.
Entre as explicações para o aumento no número de mulheres internadas por conta de infarto, estão o envelhecimento da população e as mudanças no estilo de vida ( estresse, tabagismo
etc) . Até a menopausa, as mulheres são mais protegidas contra
eventos cardiovasculares pela ação dos hormônios. Depois dela, os riscos crescem.
Especialistas avaliam que contribuem também para as internações o maior acesso a métodos diagnósticos e a maior disponibilidade de leitos.
"A mulher trabalha fora e continua tendo as funções de dona de
casa. Logicamente tem uma sobrecarga de trabalho, passou a
ser mais hipertensa. Além disso, infelizmente as mulheres fumam mais do que os homens", alerta Chagas.
O cigarro, sozinho, causa lesões nos vasos sanguíneos, que aumentam as chances de ocorrer um evento cardiovascular. Mas
saude.empauta.com
o efeito negativo é multiplicado ao combiná-lo com pílula anticoncepcional -estudos anteriores mostram que a combinação
aumenta os riscos em até 39 vezes.
O excesso de trabalho também favorece o sedentarismo, a alimentação inadequada e o consequente sobrepeso -outros fatores relacionados a problemas cardiovasculares.
O infarto ocorre quando há redução do fluxo sanguíneo nas coronárias ( artérias que irrigam o coração) por causa de um bloqueio nesses vasos. Parte do músculo cardíaco pode sofrer
necrose por falta de oxigênio.
Sintomas atípicos
Especialistas também alertam para os sintomas do ataque cardíaco em mulheres, que são pouco associados ao infarto.
No lugar da conhecida dor no peito que irradia para os membros
superiores, é mais comum que a mulher sinta náusea, sensação
de cansaço extremo, dor na boca do estômago ( facilmente confundida com gastrite) , pontadas também no estômago e falta de
ar.
"É preciso chamar atenção para as manifestações atípicas. Isso
é fundamental não só para reduzir a incidência do infarto como
também para evitar complicações", diz o cardiologista Marco
Antônio de Mattos, diretor geral do Instituto Nacional de Cardiologia.
Apesar de os homens enfartarem três vezes mais do que as mulheres, elas morrem mais e, em geral, são submetidas a menos
procedimentos do que eles, pois há maior demora para identificar o problema. A maior espera por uma intervenção pode
ser decisiva para a recuperação da paciente.
"Precisamos de uma política de atenção cardiovascular específica para a mulher, como campanhas para prevenir infarto,
para que haja prevenção secundária [quando há histórico de ataque cardíaco], esclarecimento à população feminina sobre os
sintomas diferenciados", sugere Mattos.
Prevenção secundária
pg.97
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Folha de S. Paulo - São Paulo/SP
Ministério da Saúde | Institucional
Continuação: Sobe internação de mulher enfartada
Após o infarto, a mulher deve monitorar e procurar eliminar os
fatores que a levaram a sofrer do problema, o que é chamado no
meio médico de prevenção secundária. Normalmente, existe
mais de um fator associado ao evento.
Descontados histórico pessoal e familiar e envelhecimento, é
preciso investir na prevenção das causas controláveis, como sedentarismo, tabagismo, má alimentação, pressão alta, níveis
de colesterol e açúcar no sangue, estresse e sobrepeso.
O mais indicado, no entanto, é monitorar esses fatores antes de
o infarto ocorrer -após o primeiro, a mulher tem mais riscos de
sofrer um outro ataque cardíaco.
___________
De 46% foi o aumento de mulheres internadas por infarto em
hospitais conveniados ao SUS de 1997 a 2007 16, 8% é a taxa de
mortalidade após um ataque cardíaco
INFARTO OCORRE MAIS DE MANHÃ
Estudos apontam que ataques cardíacos são mais comuns nas
primeiras horas da manhã. Nesse horário, há aumento da pressão arterial, da frequência cardíaca e de fatores que podem causar trombose.
___________
"As doenças cardiovasculares representam 20% dos gastos do
SUS. Esses gastos estão em segundo lugar entre mulheres, só
perdendo para gravidez e complicações do parto. Boa parte desses gastos poderiam ser evitados", afirma Mattos.
Repórter JC
REPÓRTER JC
Cenários plausíveis
Um dado importante passou despercebido na pesquisa de intenção de voto do Datafolha, diz o cientista político Adriano
Oliveira. Mendonça Filho ( DEM) aparece em alguns cenários
como concorrente de Jarbas Vasconcelos ( PMDB) e de Eduardo Campos ( PSB) . No primeiro cenário, Eduardo aparece com
40%, Jarbas tem 34% e Mendonça, 10%. "Pesquisas qualitativas e quantitativas do Instituto Maurício de Nassau, em
2008, revelam forte identificação/associação entre Jarbas e
Mendonça", conta. Diante desse quadro, Adriano questiona:
"Caso o nome de Mendonça seja retirado da pesquisa, para qual
candidato migrarão os seus votos? Sabemos que historicamente Mendonça é aliado de Jarbas", lembra. Por isso, o
cientista político adverte: "Para uma qualificada análise política é necessário a construção de cenários plausíveis. "
que seu padrinho político e antecessor João Paulo ( PT) teve em
setembro.
» Dúvida cruel
Petistas preocupados com João Paulo. Será que ele terá tempo
para coordenar a campanha de Dilma Rousseff? Na de Humberto Costa, não teve. Tinha prova na faculdade.
» Segurança
O programa Territórios da Cidadania será lançado, hoje, em Jatobá, com alcance para 13 municípios da Bahia e Pernambuco.
Com recursos da ordem de R$ 136 milhões.
» ASSEMBLÉIA NA CAMPANHA DA WWF
» DATAFOLHA: PREFEITOS AVALIADOS
O prefeito do Recife, João da Costa ( PT) , está em penúltimo
no ranking dos nove prefeitos de capitais avaliados pelo Datafolha. Ele ficou com 5, 5, uma avaliação bem abaixo dos 7, 3
saude.empauta.com
A Assembléia desligará por uma hora, sábado, a energia do prédio principal e dos seis anexos. Pedido de Isaltino Nascimento (
PT) em adesão à campanha Hora do Planeta, da WWF.
pg.98
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Jornal do Commercio PE - Recife/PE
Ministério da Saúde | Institucional
Continuação: Repórter JC
» Sem cachê
Sesc Piedade
A Prefeitura do Recife ainda não pagou o cachê dos músicos
que tocaram no Carnaval. E eles estão tendo de cobrar da Fade.
As estrelas nacionais já receberam.
comemora o
» Em outubro
Ator e jornalista, Leidson Ferraz fala sobre as pesquisas para o
projeto Memórias da Cena Pernambucana e o teatro atual. Hoje, às 19h.
Rogério Robalinho reserva espaço especial na 7ª Bienal Internacional do Livro para a literatura gaúcha, com a presença de
editoras gaúchas e cenário típico dos pampas.
Leitores da
Dia do Teatro
» Boa notícia 1
Algomais elegem
O Lafepe já está em fase de produção do medicamento Efavirenz conforme o projeto de cooperação técnica firmado em
2008 com Farmanguinhos e Ministério da Saúde.
percurssionista
» Boa notícia 2
O pernambucano Naná Vasconcelos será homenageado na terceira edição do prêmio Quem faz Algomais por Pernambuco.
Dia 7 de maio.
O Lafepe informa que será responsável por 50% da fabricação e
distribuição do Efavirenz, passando então a produzir oito medicamentos do coquetel antiaids.
Saúde critica a indústria do tabaco
BRASIL
RIO - A coordenadora do Programa Nacional de Controle do
Tabagismo do Ministério da Saúde ( MS) , Tânia Cavalcante,
classificou como um "desserviço para a saúde pública" a liminar da Justiça Federal do Rio de Janeiro suspendendo a circulação do terceiro grupo de imagens de advertência nos maços
de cigarros, prevista para começar em maio. A ação da Souza
Cruz foi a terceira tentativa da indústria do cigarro de suspender a resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária ( Anvisa) . O fabricante alega que as imagens, mais
fortes do que as atuais, não são reais.
"Não se pode deixar um esforço enorme de saúde pública ser
derrubado com argumentações beirando o ridículo", disse Tânia. "A indústria do tabaco é altamente perita em usar metáforas
para fazer propagandas enganosas, lindas e maravilhosas para
um produto que mata metade dos seus consumidores", acrescentou a coordenadora.
saude.empauta.com
Segundo ela, as novas imagens são uma "contrapropaganda", já
que o cigarro é propagandeado das formas mais enganosas possíveis, com sabores, cores e associações positivas. "O que a gente vê nos corredores do Inca ( Instituto Nacional de Câncer)
são pessoas dependentes, que mesmo sabendo que sua doença é
provocada pelo cigarro, não conseguem deixar de fumar por
causa do alto grau de dependência", observou Tânia.
Essas imagens, entre elas a de um feto abortado e um tórax
aberto, foram escolhidas depois de dois anos de estudos por um
grupo multidisciplinar coordenado pelo Inca formado por pesquisadores do Laboratório de Neurofisiologia do Comportamento da Universidade Federal do Rio de Janeiro ( UFRJ)
, de marketing e propaganda da Universidade Federal Fluminense ( UFF) e de desenho industrial da Pontifícia
Universidade Católica ( PUC) .
pg.99
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Jornal do Commercio PE - Recife/PE
Ministério da Saúde | Institucional
Continuação: Saúde critica a indústria do tabaco
Tânia espera que em breve a liminar seja cassada. "Por que a
gente tem de esconder malefícios cientificamente comprovados do cigarro e a indústria pode fazer propagandas lindas voltadas para os jovens, fazendo festas, distribuindo
amostras grátis e enrolando a lei, que é o que a gente vê por aí?
Que Justiça é essa? ", indagou ela.
No ano passado, na 3ª Conferência das Partes da Convenção
Quadro das Nações Unidas para o Controle do Tabaco, da qual
o Brasil é signatário, foram aprovadas novas diretrizes para o
Artigo nº 11, que trata das advertências nos maços. Uma das re-
comendações é a de que sejam usadas imagens mais impactantes. Estudos internacionais e comprovados pelo Disque
Saúde mostram que, quanto mais dramáticas, mais vontade de
parar de fumar provoca.
A Comissão de Combate ao Tabagismo da Associação Médica
Brasileira também divulgou nota lamentando a decisão judicial.
Renda alta recorre ao SUS
VIDA
Pesquisa Ibope feita durante o mês de janeiro a pedido da Secretaria de Estado da Saúde avaliou 1. 600 usuários de 34
hospitais públicos e identificou que 1 em cada 5 é de famílias
com renda mensal superior a R$ 7 mil. Eles buscam procedimentos de alta complexidade muitas vezes disponíveis só
na medicina gratuita.
Nas contas do Ministério da Saúde, há 40 milhões de clientes
de operadoras privadas de saúde no País. Mas as mensalidades
costumam deixar de fora procedimentos de ponta, e caros, como hemodiálise e neurocirurgia, diz Osmar Terra, presidente
do Conselho Nacional de Secretários de Saúde.
Estado está vencendo a batalha
Bons fluidos acompanharam a entrada de 2009, pelo menos
quando se fala em dengue em Pernambuco.
Omês de março está no fim e abril prestes a começar. Com boas
notícias. No ano passado, exatamente no dia 27 de março, adengue causouamorte deummorador de Santa Maria do Cambucá,
no Agreste.
Foi a primeira das 19 provocadas pela doença em 2008. Cenário bem diferente do verificado em 2009, até agora. Não houve mortes neste ano. Nem casos de dengue hemorrágica
confirmados. Mais: foi registrada uma redução de quase 80%
no número de notificações. Estatística que se sente nas emergências dos hospitais pernambucanos.
Já não há mais tanta gente com sintomas da dengue à procura de
atendimento. Até o início deste mês, 120 municípios do estado
saude.empauta.com
não registraram casos da doença. Como na maior parte do Brasil, a dengue está em queda em Pernambuco. Situação positiva.
Mas que não deve servir de desculpa para baixar a guarda.
"Continuamos apreensivos porque historicamente a curva epidêmica no estadoémaior nos meses de março e abril", disse a gerente de Prevenção e Controle de Zoonoses e Endemias da
Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco, Nara Arruda.
É nesses meses que costumam ocorrer os picos de casos da
doença no estado.
"A gente não está fora de perigo. Apesar de Pernambuco, há alguns anos, ter registrado epidemias com seu pico em março, se
você olhar nos anos anteriores vai ver que depende muito. A
gente já teve número grande de casos em maio, perto de junho.
Eneste ano o tempo está bem estranho. Mas isso não significa
que estamos livres totalmente de uma epidemia", disse o conpg.100
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Diário de Pernambuco - Recife/PE
Ministério da Saúde | Institucional
Continuação: Estado está vencendo a batalha
sultor do Ministério da Saúde e da Secretaria Estadual de
Saúde em dengue, Carlos Brito.
Nos discursos de Brito e deNara Arruda, um elemento em comum. A cautela. Enão é para menos. Oúltimo levantamento do
Índice de Infestação Predial, que revela a concentração de mosquitos nos domicílios, mostrou que há 20 municípios pernambucanos em situação de alerta. Eles apresentaram
infestação entre 1% e 3, 9%, quando analisadaapresença de larvas do Aedes aegypti em imóveis sorteados ao acaso naquelas
cidades.
Treze apresentaram índice superior a 4%, o que indica risco de
surto. Na cidade de Bezerros, a infestação encontrada foi de 17,
2%. Para ser considerada baixa, a concentração de mosquitos
não pode ser maior que 1%.
Dados sustentados por antigos problemas sociais, é bem verdade. Processo de urbanização acelerado, lixo, falta de abastecimento de água regular. Mas também pelos hábitos de cada
um. Nos baldes destampados, nas piscinas abandonadas em casas fechadas, nas caixas d"água sem vedação. Só reclamar não
adianta. É preciso fazer. Mudar. E, assim, salvar vidas.
E hámunicípios em situação ainda mais preocupante.
Surtos em outros pontos do país
Queda de um lado. Crescimento de outro. Enquanto 20 estados
e o Distrito Federal apresentaram diminuição no número de casos de dengue, segundo último boletim nacional do Ministério
da Saúde, seis estados tiveram crescimento. Alguns, de forma
assustadora. Os índices negativos foram observados no Acre,
Amapá, Roraima, Bahia, Minas Gerais e Espírito Santo, nas
seis primeiras semanas deste ano, em comparação comomesmo período de 2008. No Acre, o número de pessoas
doentes passou de 261 para 5. 562, mais de 2. 000% amais. Na
Bahia, a situação também preocupa. Nesse mesmo período, a
quantidade de casos subiu de 2. 998 para 9. 003. Erradicaromosquito, como aconteceu no Brasil na década de 50, é
uma hipótese descartada pelo Ministério da Saúde.
Mas não é sónopaís queadengue preocupa. No sudeste asiático
a doença circula há décadas e hoje atinge principalmente as
crianças. E nas Américas, quase todos os países convivem com
saude.empauta.com
o problema.
Segundoogerente da Área de Vigilânciaem Saúde e Gestão de
Doenças
da
Organização
PanAmericana
de
Saúde\/Organização Mundial da Saúde ( Opas\/OMS) , em
Washington, nos Estados Unidos, Jarbas Barbosa, a dengue é
uma doença presente na maior parte dos países das Américas.
"Com exceção do Canadá, Estados Unidos ( foram detectados
surtos apenas no Havaí e pequenos surtos esporádicos na fronteira com o México) , parte continental do Chile ( já houve surto
na Ilha de Páscoa) e Uruguai, todos os demais países da região já
registraram transmissão da dengue", afirmou. Mais de 850 mil
pessoas contraíram a doença no continente no ano passado.
Dessas, 38. 621 desenvolveram formas graves, como a hemorrágica, e 584 morreram.
pg.101
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Diário de Pernambuco - Recife/PE
Ministério da Saúde | Institucional
saiba mais
Conheça os exames usados no diagnóstico da dengue:
•œ Sorologia ( Elisa) obtém melhores resultados quando
realizado após o 10º dia do início dos sintomas •œ PCR
identifica o DNA do vírus e deve ser feito até cinco dias após o
início dos sintomas •œ Isolamento viral deve ser feito até
cinco dias após o início dos sintomas •œ NS1 também deve ser feito até cinco dias após o início dos sintomas
Diagnóstico da dengue hemorrágica:
No início, os sintomas são parecidos com os da forma clássica,
mas entre o 3º e o 5º dia começam a surgir os sinais de alarme. O
diagnóstico é baseado em critérios clínicos e laboratoriais definidos pela OMS: Existência de sinais clínicos de dengue Alguma manifestação hemorrágica, sendoamais frequente a da
prova do laço Plaquetas do sangue ( responsáveis pela coagulação) abaixo de 100. 000 Alterações na concentração das
células vermelhas do sangue; líquido livre no tórax ou no abdomem; ou baixo nível de albumina no sangue •œ Não é
preciso esperar o diagnóstico final da dengue hemorrágica para
adotar o tratamento adequado
Como é feita a prova do laço:
É desenhada uma área ao redor do polegar ou um quadrado de
2, 5 cm de lado no antebraço da pessoa. Paralelamente, é verificada a pressão arterial do paciente Em seguida, o profissional de saúde conta o número de manchinhas
avermelhadas que surgem dentro do desenho O aparecimento
de 20 ou mais pontinhos vermelhos em adultos ou 10 ou mais
em crianças é indício de dengue hemorrágica •œ Só profissionais de saúde devem fazer a prova do laço
Cuidados que qualquer paciente deve tomar:
•œ O mais importante é a hidratação •œ Evite a automedicação, principalmente remédios à base de ácido acetilsalicílico e antiinflamatórios •œ Repouso
Fontes: Ministério da Saúde e Carlos Brito, médico, consultor
do Ministério da Saúde e da Secretaria Estadual de Saúde de
Pernambuco e professor adjunto da Universidade Federal de
Pernambuco
Sinais que salvam uma vida
Emjunho de 2008, Rosenira da Silva, 79 anos, começou a apresentar moleza, febre, vontade de vomitar e falta de apetite. A família, a princípio, achou que não era nada demais. A febre
persistiu e Rosenira foi levada a uma policlínica. Lá, o diagnóstico foi de virose. A idosa recebeu soro e foi para casa, em
Rio Doce, Olinda, com a recomendação de voltar na manhã seguinte. Na data do retorno, o susto. Três dias após o início da
febre, a idosa começou a colocar sangue pela boca. Só aí a família soube o que a paciente tinha. Ela estava com dengue
hemorrágica. Conhecer os sintomas da doença e os sinais de
alerta que indicam quando o quadro começa a complicar é fundamental.
Isso ajuda pacientes e familiares a saber quando procurar ajuda.
E a cobrar do profissional de saúde maior atenção a esses indícios.
SegundooMinistério da Saúde, deve-se suspeitar de dengue
quando a pessoa apresenta febre com duração de até sete dias
acompanhada por pelo menos dois dos seguintes sintomas: dor
saude.empauta.com
de cabeça, dores por trás dos olhos, musculares ou articulares,
prostraçãoemanchas na pele.
Masadengue é, comodizemalguns médicos, umadoença traiçoeira e costuma "pregar peças". "Ela é diferente das outras
doenças
infecciosas,
que
nomomentoemque
opacienteestácomfebreéque elepiora. Dengueéocontrário.
Quando a febre passa é que a doença pode complicar.
E aí tem alguns sinais que a gente chama de alarme do dengue",
explicaomédico e professor da Universidade Federal do Ceará,
Ivo Castelo Branco.
Dor abdominal intensa e contínua, vômito persistente, desconforto respiratório, pressão baixa, pressão arterial convergente ( quando a diastólica e a sistólica estão próximas) ,
taquicardia, temperatura corporal baixa e sudorese são alguns
desses sinais. "Quase 90% dos casos de dengue complicam
sem febre. Entre o 3º e o 5º dia, que é geralmente quando a febre
pg.102
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Diário de Pernambuco - Recife/PE
Ministério da Saúde | Institucional
Continuação: Sinais que salvam uma vida
cede, você vê esses sinais de alarme", disse Ivo, lembrando que
desmaios e fezes pretas também são indícios de complicações.
Tanto que o Ministério da Saúde recomenda que a prova do laço seja feita em todos os casos suspeitos.
Segundo a Organização Mundial de Saúde, a taxa de mortalidade esperada em casos de febre hemorrágica é inferior a
1%. Apesar do sugestivo nome, nem sempre os sangramentos
da dengue são fáceis de identificar.
O resultado desse exame pode ser a única evidência de manifestação hemorrágica no paciente. "Se der postivo é dengue
hemorrágica? Não. Mas significa que esse paciente requer cuidado dobrado", disse o médico Carlos Brito.
Tipo 4 do vírus não chegou ao país, mas avança na
América
Emtempos de grande circulação do vírus da dengue, onúmero
4 bem que poderia ser símbolo de mau agouro no Brasil, assim
como acontece no Japão, por outros motivos, claro. Razão para
isso é o que não falta. Existemquatro sorotipos de vírus da
dengue no mundo. No maior país da América do Sul circulam o
1, o 2 e o 3. Só falta o 4. E ele já está presente na Venezuela e na
Guiana Francesa, vizinhos brasileiros. Até no Peru ele já foi encontrado. A razão de tanto receio é simples.
Se não há circulação do sorotipo no país, não há pessoas imunes
a ele. Resultado: se entrar no Brasil, o tipo 4 vai encontrar toda a
população exposta. E isso, na opinião de alguns especialistas,
pode gerar epidemias.
Paraopesquisador da Escola Nacional de Saúde Pública da
Fiocruz, Paulo Sabroza, orisco de introdução do tipo4nopaís é
real.
"Em algum momento vai acontecer, sem que a gente possa ter a
menor ideia de quando. O tipo 4 circula de forma endêmica em
vários países da América CentraledaAmérica do Sul, comos
quais
oBrasil
temcontatopermanente,
inclusivecomaVenezuela", afirmou.
Opinião compartilhada pelo coordenador geral do ProgramaNacional de Controle da Dengue do Ministério da Saúde, Giovanini Coelho. "Estima-se que pelo menos 35 mil
brasileiros viajam para a Venezuela para fazer turismo. O den-
saude.empauta.com
gue 4 vai entrar no Brasil cedo ou tarde. Pode entrar via Boa
Vista ( Roraima) , pode ser pelo Rio de Janeiro, por Salvador,
Recife. Vai que vemum francês quepassou pela Guiana ( Francesa) e veio brincar o carnaval no Recife. É uma coisa que você
não temcontrole".
Esse sorotipo, aliás, já foi encontrado no Brasil. Mais precisamente emRoraima, em 1982. Mas naquela época não havia
grandes rodovias que ligassem aquele estado ao restante do país
e o caso foi controlado. Desde então, esse tipo de vírus da dengue nunca mais foi encontrado no país. Segundo Giovanini,
"em tese" a reintrodução do tipo 4 em território nacional pode
ser devastadora, já que a população não está imune ao agressor.
"Ao ser reintroduzido, existe um risco de se ter epidemias", disse. Mas saúde não é ciência exata. "Há várias variantes do tipo
4. Vai depender da patogenicidade ( potencial de causar doenças) do que for introduzido", disse Sabroza. Segundo o gerente
da área de Vigilância em Saúde e Gestão de Doenças da
Organização Pan-Americana de Saúde, Jarbas Barbosa, esse
sorotipo, isoladamente, não foi relacionado com nenhum surto
de dengue até o momento.
Em março de 2008, foi divulgado na revista científica Emerging Infectious Diseases que o sorotipo 4 havia sido encontrado em 2006, em três pacientes que moravam em Manaus.
E havia a suspeita de que outros 11 pacientes também tivessem
sido infectados pelo DEN 4, como é chamado. A notícia foi negada pelo Ministério da Saúde.
pg.103
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Diário de Pernambuco - Recife/PE
Ministério da Saúde | Institucional
Um por todos. E todos por um
Que tal ter um Aedes aegypti como "bichinho" de estimação?
Achou a pergunta absurda? Talvez você mude de opinião se der
uma olhadinha na sua própria casa.
Na vasilha do cachorro, nos tonéis e baldes usados para armazenar água ou no quintal. Pois é, eles, os mosquitos, são
"criados" dentro do domicílio, na maioria das vezes. Bebendo
o sangue dos moradores e se reproduzindo nos mais diversos tipos de criadouros que uma residência pode ter. Tanto que os especialistas não se cansam de repetir.
Acabar com a dengue é papel de cada um. Uma questão de respeito. Pela sua saúde e pela dos outros.
"Cada um deve fazer sua tarefa de casa.
Se não tiver mosquito no domicílio, não tem dengue. Aí a pessoa diz: "ah, mas não temnem água encanada". Sim, mas a gente tem maneiras, mesmo sem água encanada, de fazer esse
controle", enfatizouomédico, professor adjuntoda Universidade Federal de Pernambuco e consultor do Ministério da
Saúde, Carlos Brito. Matheus Ferreira Pinheiro tem apenas 8
anos e já sabe o que precisa ser feitopara vencer a luta contra a
dengue.
A lição, ele aprendeu na escola, a ArcoÍris, no bairro da Várzea.
Lá, teve aulas sobre o ciclo do mosquito e as formas de prevenção, fez desenhos e, junto com amigos de turma, confeccionou até um folheto sobre o problema. E o principal.
Levouoconhecimentoda escola para casa.
Eparaoprédio, a vizinhança, a rua… A mãe dele, Maria
Cristiane Nascimento Ferreira, é enfermeira e ministra palestras sobre dengue. Mas confessa. Em casa, foi o filho quem
deu o exemplo.
"Falta água e a gente usa baldes. Mas eles ficambemtampadoseemlugarcom sol porque o Aedes bota os
saude.empauta.com
ovos na sombra", ensinou Matheus, ummenino vigilante que
não deixa brechas paraomosquitotransmissor da dengue. Tarefa de casa feita, era hora do aplicado estudante espalhar seus
conhecimentos. "Ele foiperguntar paraozelador seoreservatório do prédio ficava tampado. Aténa rua, quando vê
pneus, por exemplo, ele diz: "olha ali, temumfoco de dengue" e
vai lá verificar.
Matheus ficou super consciente.
Nem o vaso sanitário ele quer que fique destampado", disse Maria Cristiane.
Segundo dados da Secretaria Estadual de Saúde ( SES) de
Pernambuco, no ano passado 77% dos focos de Aedes aegypti
foramencontrados nos reservatórios domiciliares de água, como caixas d"águaebaldes.
"É no período diurno queosmosquitos Aedes aegypti estão em
atividade, principalmenteno amanhecereno entardecer.
É nessas horas que ele se alimenta.
O período coincide com a lida doméstica, apesar de não haver
nada que o impeça também de sair à noite", disse a gerente de
Prevenção e Controle de Zoonoses e Endemias da SES, Nara
Arruda. Moradoradobairro de Rio Doce, Olinda, Rosalva Maria da Silva, também sabe o que precisa ser feito para não ter que
dividir a casa com o Aedes aegypti. Lá, o abastecimentode água
é irregular. Mas ela não usaoproblema comodesculpa paranão
fazer o que precisa ser feito. "Ninguém encontrou nada aqui de
dengue", disse, orgulhosa, referindo-se às visitas periódicas
dos agentes municipais. Segundo a Compesa, o governo do estado fixou o prazo de oitoanos para concluir as obras que vão
pôr um fim ao racionamento que atinge 70% dos municípios
pernambucanos atendidos pela companhia. Só não dá para esperar até lá para acabar com os criadouros.
Todo cidadão deve fazer a sua parte, olhando o seu quintal e arredores
pg.104
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Diário de Pernambuco - Recife/PE
Ministério da Saúde | Institucional
Erros
Só os pacientes mais pobres desenvolvem as formas graves do
dengue Isso não é verdade. Tanto que na epidemia de 2002 no
Recife, segundo o Ministério da Saúde, a maioria das mortes
ocorreu em hospitais particulares. Sem contar que em todos os
países de ocorrência do dengue, houve casos graves, às vezes
fatais, em médicos, enfermeiros, políticos, empresários, jornalistas e artistas As complicações da doença surgem durante o
pico da febre O período crítico ocorre quando a febre está baixando. Mas a evolução desfavorável da doença pode ser evitada
se o paciente for colocado em observação, especialmente no período que sucede à queda da febre. Nessa fase, é preciso ve-
rificar se há o aparecimento dos sinais de alerta. Essa
observação deve dura, pelo menos, 48 horas após o final da febre Pacientes com dengue clássica não têm complicações. Só
os com a forma hemorrágica Em casos de dengue clássica podem ocorrer alterações da função do fígado, miocardite e outros
problemas cardiológicos, assim como manifestações neurológicas que traduzem um comprometimento do sistema
nervoso central.
Sem contar que no início da doença também não é possível prever se o paciente irá apresentar a forma hemorrágica ou a síndrome por choque do dengue
Entrevista // Jarbas Barbosa
"É preciso ficar atento aos criadouros em casa"
Médico, especialista em saúde pública e em epidemiologia,
mestre em ciências médicas e doutor em saúde coletiva, Jarbas
Barbosa já foi secretário de Saúde de Olinda, secretário de Saúde de Pernambuco, secretário de Vigilância em Saúde e secretário executivo do Ministério da Saúde. Hoje ocupa a
função de gerente da área de Vigilância em Saúde e Gestão de
Doenças da Organização Pan-Americana de Saúde /
Organização Mundial de Saúde, em Washington, nos Estados Unidos. Jarbas Barbosa concedeu entrevista exclusiva ao
Diario, onde fala sobre os vírus da dengue circulante no país, a
situação nas Américas e a influência que as mudanças climáticas exercem sobre a doença. Sem esquecer, claro, os principais desafios enfrentados no combate ao Aedes aegypti. Em
qualquer lugar do país.
As mudanças climáticas influenciam o surgimento de epidemias de dengue? De que forma?
As variações naturais do clima têm uma importância grande sobre a população do mosquito, tanto que na maioria do Brasil só
ocorre transmissão importante da dengue no período de janeiro
a junho. Isto porque é nesse período que se combinam as condições de temperatura e chuvas que propiciam o rápido crescimento da população do Aedes aegypti. Há diversos estudos
que evidenciam um maior risco de transmissão da dengue em
saude.empauta.com
determinados anos onde essa combinação foi particularmente
favorável, no entanto, não existem estudos conclusivos sobre o
impacto que futuras mudanças climáticas podem ter sobre o vetor.
Quais os principais desafios do combate à doença?
Os grandes desafios no combate à dengue são: forte componente socioeconômico-cultural de seus determinantes, como
a urbanização acelerada, que criou cidades sem a infraestrutura
adequada, obrigando as pessoas a acumular água ( os que têm
melhor situação nas caixas d'água, os que têm pior, em vasos,
potes etc) e a conviver com o lixo que não é adequadamente recolhido, além da introdução acelerada do uso de embalagens
plásticas e descartáveis na vida cotidiana, entre outros; A necessidade de manter ações permanentes de combate ao vetor,
que é dificultada pela aparente sensação de "segurança" produzida pela redução ( ou ausência) de casos depois de uma epidemia, quando na verdade isso ocorre apenas pelo esgotamento
de suscetíveis e não pela efetividade das ações de controle; a necessidade de manter um processo continuado de informação e
mobilização da comunidade, pois os criadouros são produzidos, em 90% dos casos, no interior das casas e nos quintais;
e a ausência de uma vacina ou de um medicamento antiviral eficaz.
Qual o cenário da dengue nas Américas atualmente?
pg.105
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Diário de Pernambuco - Recife/PE
Ministério da Saúde | Institucional
Continuação: Entrevista // Jarbas Barbosa
A dengue é uma doença endêmica na maior parte dos países das
Américas, com transmissão constante nos últimos 20 anos.
Tem sido registrada a ocorrência de surtos e epidemias a cada
três a cinco anos, geralmente associadacom a chegada de um sorotipo do vírus sem circulação prévia a novos países ou novas
áreas nos países, bem como recirculação de sorotipos que haviam circulado há vários anos.
Em que países há o DEN 4 e a partir de quais países ele pode ser
introduzido no Brasil?
O DEN 4 já foi identificado em vários países das Américas,
principalmente na América Central e no Caribe. Esse sorotipo
não está relacionado com nenhum surto nos anos recentes, acreditando-se que tenha um comportamento menos "agressivo".
No entanto, isso pode variar porque é possível existirem diferentes cepas ( variantes) de um mesmo sorotipo. Os três sorotipos que circulam no Brasil, os DEN 1, 2 e 3 têm sido os
responsáveis pelos surtos recentes que estão ocorrendo nas
Américas porque depois de um determinado número de anos
após a circulação, volta a existir um número importante de pessoas suscetíveis, principalmente os que nasceram pós-epidemias e os migrantes. A introdução do DEN 4 pode se dar a
partir de qualquer país onde o mesmo circula, mas, avalio que o
maior risco para o Brasil atualmente é mesmo a recirculação
dos sorotipos já existentes no país, produzindo casos graves e
mortes em crianças e adolescentes, como ocorreu no ano passado no Rio de Janeiro e, agora na Bahia.
Qual a população que está em risco de contrair a dengue nas
Américas?
Estima-se que cerca de 450 milhões de pessoas vivam em áreas
de risco na América Latina e Caribe. As populações sem acesso
a água e esgoto têm mais chances.
Um por todos. E todos por um
Que tal ter um Aedes aegypti como "bichinho" de estimação?
Achou a pergunta absurda? Talvez você mude de opinião se der
uma olhadinha na sua própria casa. Na vasilha do cachorro, nos
tonéis e baldes usados para armazenar água ou no quintal. Pois
é, eles, os mosquitos, são "criados" dentro do domicílio, na
maioria das vezes. Bebendo o sangue dos moradores e se reproduzindo nos mais diversos tipos de criadouros que uma residência pode ter. Tanto que os especialistas não se cansam de
repetir. Acabar com a dengue é papel de cada um. Uma questão
de respeito. Pela sua saúde e pela dos outros.
"Cada um deve fazer sua tarefa de casa. Se não tiver mosquito
no domicílio, não tem dengue. Aí a pessoa diz: "ah, mas não
tem nem água encanada". Sim, mas a gente tem maneiras, mesmo sem água encanada, de fazer esse controle", enfatizou o médico, professor adjunto da Universidade Federal de
Pernambuco e consultor do Ministério da Saúde, Carlos Brito.
Matheus Ferreira Pinheiro tem apenas 8 anos e já sabe o que precisa ser feito para vencer a luta contra a dengue. A lição, ele
aprendeu na escola, a Arco-Íris, no bairro da Várzea. Lá, teve
saude.empauta.com
aulas sobre o ciclo do mosquito e as formas de prevenção, fez
desenhos e, junto com amigos de turma, confeccionou até um
folheto sobre o problema. E o principal. Levou o conhecimento
da escola para casa. E para o prédio, a vizinhança, a rua# A mãe
dele, Maria Cristiane Nascimento Ferreira, é enfermeira e ministra palestras sobre dengue. Mas confessa. Em casa, foi o filho quem deu o exemplo.
"Falta água e a gente usa baldes. Mas eles ficam bem tampados
e em lugar com sol porque o Aedes bota os ovos na sombra", ensinou Matheus, um menino vigilante que não deixa brechas para o mosquito transmissor da dengue. Tarefa de casa feita, era
hora do aplicado estudante espalhar seus conhecimentos. "Ele
foi perguntar para o zelador se o reservatório do prédio ficava
tampado. Até na rua, quando vê pneus, por exemplo, ele diz: "olha ali, tem um foco de dengue" e vai lá verificar. Matheus ficou
super consciente. Nem o vaso sanitário ele quer que fique destampado", disse Maria Cristiane.
Segundo dados da Secretaria Estadual de Saúde ( SES) de
pg.106
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Diário de Pernambuco - Recife/PE
Ministério da Saúde | Institucional
Continuação: Um por todos. E todos por um
Pernambuco, no ano passado 77% dos focos de Aedes aegypti
foram encontrados nos reservatórios domiciliares de água, como caixas d'água e baldes. "É no período diurno que os mosquitos Aedes aegypti estão em atividade, principalmente no
amanhecer e no entardecer. É nessas horas que ele se alimenta.
O período coincide com a lida doméstica, apesar de não haver
nada que o impeça também de sair à noite", disse a gerente de
Prevenção e Controle de Zoonoses e Endemias da SES, Nara
Arruda. Moradora do bairro de Rio Doce, Olinda, Rosalva Maria da Silva, também sabe o que precisa ser feito para não ter que
dividir a casa com o Aedes aegypti. Lá, o abastecimento de
água é irregular. Mas ela não usa o problema como desculpa para não fazer o que precisa ser feito. "Ninguém encontrou nada
aqui de dengue", disse, orgulhosa, referindo-se às visitas periódicas dos agentes municipais. Segundo a Compesa, o governo do estado fixou o prazo de oito anos para concluir as
obras que vão pôr um fim ao racionamento que atinge 70% dos
municípios pernambucanos atendidos pela companhia. Só não
dá para esperar até lá para acabar com os criadouros.
"Todo cidadão deve fazer a sua parte, olhando o seu quintal e arredores"
Carlos Brito - médico
Dengue não tem tratamento
Não existe um medicamento antiviral capaz de eliminar o vírus
do organismo, nem frear os mecanismos que levam ao choque e
às grandes hemorragias. Mas existem conhecimentos que permitem classificar o paciente de acordo com os sintomas e a fase
da doença, possibilitando que o tratamento adequado seja iniciado a tempo
Só se consegue tratar a dengue com recursos hospitalares avançados
Na maioria dos casos de dengue, o acesso a recursos avançados
é dispensável. É necessário, sim, ter serviços de saúde organizados, pessoal preparado, condições mínimas de hidratação oral e venosa e reavaliação dos retornos, entre outros
quesitos. Às vezes, nas formas mais graves, é necessária uma
tomografia computadorizada, ultrassonografia, técnicas de isolamento viral e outras tecnologias que, em muitos casos, são de
uso rotineiro nos serviços de saúde
saude.empauta.com
Nos casos de dengue, postos de saúde e policlínicas são de pouca serventia
Pelo contrário, as unidades de atenção primária à saúde têm um
importante papel na informação à população sobre hidratação
oral, medicamentos proibidos e sinais que indicam o agravamento da doença. A atenção médica diária também permite a
identificação precoce de casos que podem evoluir para formas
graves, iniciando a reposição de líquidos antes que os sinais de
complicações sejam evidentes
Ar-condicionado e ventilador matam o mosquito
Com o ar- condicionado, a temperatura e a umidade do ambiente baixam. Com isso, o mosquito tem mais dificuldade de
detectar suas vítimas. Mas ele pode voltar quando os aparelhos
estiverem desligados
Para matar o ovo do mosquito baixa secar o reservatório
Além de secá-lo, é preciso limpar bem o local, pois o ovo pode
permanecer vivo por mais de um ano sem água
Ingerir cebola, alho ou vitamina B afasta o mosquito É verdade
que o mosquito é atraído de acordo com a respiração e o gás carbônico exalado pela pessoa, mas a ingestão de vitamina B, alho
ou cebola ( que têm cheiro exalado pela pele) não é eficaz para
combater a dengue. Tomar vitamina B podeaté afastar o mosquito, mas não por muito tempo. Sem contar que isso vai depender o metabolismo de cada um, podendo não ter qualquer
efeito
As larvas do mosquito só se desenvolvem em água limpa
Já se discute até se a fêmea do Aedes aegypti tem mesmo preferência por água limpa. A verdade é que os ovos que ela põe
também podem se desenvolver em água suja e parada
Borra de café mata os ovos do mosquito
Não há comprovação científica de que isso ocorra. Pelo contrário, já foi verificado que a larva do mosquito se desenvolve
na água suja de borra de café
Erros
pg.107
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Diário de Pernambuco - Recife/PE
Ministério da Saúde | Institucional
Continuação: Um por todos. E todos por um
Só os pacientes mais pobres desenvolvem as formas graves do
dengue
Isso não é verdade. Tanto que na epidemia de 2002 no Recife,
segundo o Ministério da Saúde, a maioria das mortes ocorreu
em hospitais particulares. Sem contar que em todos os países de
ocorrência do dengue, houve casos graves, às vezes fatais, em
médicos, enfermeiros, políticos, empresários, jornalistas e artistas
As complicações da doença surgem durante o pico da febre
O período crítico ocorre quando a febre está baixando. Mas a
evolução desfavorável da doença pode ser evitada se o paciente
for colocado em observação, especialmente no período que sucede à queda da febre. Nessa fase, é preciso verificar se há o aparecimento dos sinais de alerta. Essa observação deve dura, pelo
menos, 48 horas após o final da febre
Pacientes com dengue clássica não têm complicações. Só os
com a forma hemorrágica
Em casos de dengue clássica podem ocorrer alterações da função do fígado, miocardite e outros problemas cardiológicos, assim como manifestações neurológicas que traduzem um
comprometimento do sistema nervoso central. Sem contar que
no início da doença também não é possível prever se o paciente
irá apresentar a forma hemorrágica ou a síndrome por choque
do dengue
Retrato do Aedes aegypti - O Aedes mede menos de um centímetro - Ele tem cor café ou preta e listras brancas no corpo e
nas pernas - O mosquito costuma picar nas primeiras horas da
manhã e nas últimas da tarde. O Aedes evita o sol forte, mas, até
nas horas quentes, ele pode atacar à sombra, dentro ou fora de
casa - Seu comportamento é urbano - Cada Aedes vive cerca de
30 dias - A fêmea chega a colocar entre 150 e 200 ovos de cada
vez - Uma vez com o vírus da dengue, a fêmea vai sempre transmitir a doença - Há entre 30% e 40% de chances das crias da fêmea já nascerem também infectadas - Os ovos são postos
milímetros acima da superfície da água - Quando chove, o nível
da água sobe, entra em contato com os ovos e eles eclodem em
pouco mais de meia hora - Num período de cinco a sete dias, a
larva passa por quatro fases até se transformar em mosquito
adulto - A temperatura mais favorável para o desenvolvimento
da larva é entre 25° a 30°C. Acima de 42° e abaixo de 5°C, ele
morre
Saúde: ministério critica veto a novas imagens em
cigarros
SAÚDE E INDÚSTRIA FARMACEUTICA
GOIÂNIA ( GO) , 27 de março de 2009 - Coordenadora do Programa Nacional de Controle do Tabagismo do Ministério da
Saúde, Tânia Cavalcante, classificou como um "desserviço para a saúde pública" a liminar da Justiça Federal do Rio de Janeiro suspendendo a circulação do terceiro grupo de imagens
de advertência nos maços de cigarros, prevista para começar
em maio. Conforme noticiado hoje pelo jornal O Estado de S.
Paulo, a ação da Souza Cruz foi a terceira tentativa da indústria
saude.empauta.com
do cigarro de suspender a resolução da Agência Nacional de
Vigilância Sanitária ( Anvisa) . O fabricante alega que as imagens, mais fortes do que as atuais, não são reais.
"Não se pode deixar um esforço enorme de saúde publica ser
derrubado com argumentações beirando o ridículo", disse Tânia. "A indústria do tabaco é altamente perita em usar metáforas
para fazer propagandas enganosas, lindas e maravilhosas para
pg.108
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Gazeta Mercantil/SP
Ministério da Saúde | Institucional
Continuação: Saúde: ministério critica veto a novas imagens em cigarros
um produto que mata metade dos seus consumidores. " Segundo ela, as novas imagens são uma "contrapropaganda", já
que o cigarro é propagandeado das formas mais enganosas possíveis, com sabores, cores e associações positivas.
As novas imagens, entre elas a de um feto abortado e um tórax
aberto, foram escolhidas depois de dois anos de estudos por um
grupo multidisciplinar coordenado pelo Instituto Nacional de
Câncer ( Inca) e formado por pesquisadores do Laboratório de
Neurofisiologia do Comportamento da Universidade Federal
do Rio de Janeiro ( UFRJ) , de marketing e propaganda da Universidade Federal Fluminense ( UFF) e de desenho industrial
da Pontifícia Universidade Católica ( PUC) . ( Diário da Manhã)
Saúde de Cambé alerta moradores sobre ratos
''A responsabilidade de combater os roedores é de cada um'
Cambé- Fiscais da Vigilância Sanitária de Cambé ( Norte) estão realizando reuniões nas sedes de associações de moradores
para conscientizar a população a adotar ações de controle de
roedores. Segundo a secretária de Saúde, Alessandra Garcia
Vaz, a medida foi tomada depois de uma série de reclamações
de famílias que convivem com o problema dos ratos.
Nas visitas domiciliares, os agentes da Vigilância tiram todas
as dúvidas e indicam os procedimentos mais adequados para o
combate aos roedores. Alessandra ressalta que a função dos fiscais é orientar e que ''a responsabilidade de combater os roedores é de cada morador'', diz. Para o fiscal sanitário Paulo
César de Godói, responsável pela Vigilância Sanitária de
Cambé, a participação popular é fundamental. ''Seria impossível o Município executar essa ação em mais de 40 mil imóveis. ''
Conforme a secretária, a incidência dos roedores não está concentrada em uma determinada região, ''mas tem acontecido em
todos os bairros, com destaque para áreas onde há coleta de materiais recicláveis''. Ela avisa que as ações da prefeitura serão
pontuais e comunitárias. ''Além disso, a Vigilância Sanitária
também atenderá solicitações individuais, por telefone, quando
o fiscal irá orientar as famílias na própria residência. ''
Ao todo, a equipe conta com dois fiscais sanitários e seis agentes cedidos pela antiga Fundação Nacional de Saúde (
Funasa) . Conforme Alessandra, as ações de combate aos roedores contarão ainda com o apoio dos agentes da dengue, ''que
saude.empauta.com
já orientam a população sobre os ratos enquanto fazem a inspeção do Aedes ( aegypgi ( mosquito transmissor da dengue) ''.
De acordo com Paulo César de Godói, diminuindo a quantidade de ratos, o Município evita o risco de transmissão de
doenças. Ele cita o saneamento ambiental como principal medida ao combate dos roedores. ''Cuidar da higiene do quintal e
da casa, não deixar à mostra objetos que possam servir de depósito de alimentos ou de água para os vetores e aplicar raticidas são algumas medidas preventivas'', lembra o fiscal.
Ele alerta para a proibição, por lei, do uso de ''chumbinho'' ou
veneno líquido. ''Entre as orientações, o fiscal indica o uso do
raticida granulado, que mata o rato por hemorragia, além de ser
de baixo custo, bastante eficaz e de baixo risco à saúde humana
e animal. ''
''O veneno deve estar elevado do solo e longe do alcance de
crianças e idosos'', completa Godói, reforçando que a capacidade técnica da Vigilância Sanitária de Cambé é para
orientar a população. ''Temos até cinco dias úteis para atender
uma solicitação, mas nosso trabalho é de orientação e não de
controle. ''
Serviço- Reclamações sobre a incidência de ratos em residências e estabelecimentos comerciais em Cambé devem ser
feitas na Vigilância Sanitária, pelo telefone ( 43) 3174-0242.
Mariana Guerin
Reportagem Local
pg.109
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
A Gazeta - MT - Cuiabá/MT
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | Fundação Nacional de Saúde
Índios cuidam da saúde das tribos
CIDADE
Da Redação
Pela primeira vez em Mato Grosso índios vão cuidar da saúde
das tribos indígenas, detectando doenças que mais preocupam
as autoridades ligadas ao setor, como diarreia e doenças respiratórias. Ontem, 35 índios receberam os diplomas de conclusão do curso de Agentes Indígenas de Saúde ( AIS) e já estão
prontos para começar a trabalhar.
Segundo o coordenador pedagógico do Distrito Sanitário Especial Indígena ( Dsei) em Cuiabá, Arlindo Gilberto de Oliveira Leite, os 35 agentes vão atuar na região Sudoeste do
Estado ( de Barra do Garças até quase Comodoro) , atendendo
oito etnias, como os Paresis, Bakairis, Bororos, Nambikwaras,
Chiquitanos, Umutinas, Irantxes e Mykys. População estimada
em 5 mil pessoas.
Arlindo Leite diz que os agentes de saúde estão preparados para
detectar sinais e sintomas das doenças e prestar primeiros socorros. Caso descubram um caso de diarreia, a orientação é fornecer ao paciente, geralmente crianças, o soro caseiro, ou o soro
reidratante, encontrado no postinho das aldeias. Como não podem medicar, ao se depararem com casos mais graves, os
agentes devem solicitar, via rádio, apoio da equipe multidisciplinar da Fundação Nacional de Saúde ( Funasa) , que
enviará veículo para atendimento ou transferência do doente.
Promovido pela Funasa, o curso teve início em março de 2000.
Além das aulas teóricas, os alunos tiveram oportunidade de
atuar nas aldeias, acompanhando o atendimento prestado por
enfermeiros, médicos e dentistas. Um outro curso deve começar no segundo semestre deste ano.
O trabalho foi uma parceria entre Funasa, Secretaria Estadual
de Educação ( Seduc) e Secretaria Estadual de Saúde ( SES) ,
já que desde a criação do curso uma situação que ficou evidente
foi a baixa escolaridade dos indígenas. A imensa maioria, 92,
5% dos agentes, não tinham concluído o ensino fundamental.
"Para proceder a uma formação profissionalizante de qualidade
foi imprescindível a formação escolar dos agentes", disse Leite.
A cerimônia de entrega dos diplomas aconteceu em Tangará da
Serra e contou com diversas apresentações culturais, como danças e rituais indígenas.
Caminhonetes da Fubra abandonadas
CIDADE
A Controladoria-Geral da União ( CGU) e o Ministério Público
do Distrito Federal ( MPDFT) mandaram a Fundação Universitária de Brasília ( Fubra) devolver à União uma série de
bens adquiridos por meio de convênios firmados entre a entidade ligada à Universidade de Brasília ( UnB) e órgãos federais. A destinação do dinheiro público para tais bens foi
considerada ilegal pelos órgãos fiscalizadores. Entre eles estão
duas caminhonetes Mitsubishi L200, 4x4, da linha Outdoor,
2007/2008. Avaliadas em R$ 77 mil cada, ambas estão no estacionamento coberto do shopping Pier 21 desde 30 de janeiro.
Para os administradores do estacionamento, arrendado por
uma empresa privada, as caminhonetes foram abandonadas pela Fubra, pois não saíram mais do lugar e a mensalidade do aluguel da vaga estava vencida havia seis dias, até ontem, quando
saude.empauta.com
a dívida somava R$ 240. Além dela, o estado dos veículos era
de abandono.
As duas estavam cobertas de poeira e uma tinha pneus murchos.
A situação chamou a atenção dos funcionários do estacionamento, que acionaram o Departamento de Trânsito ( Detran) na noite de quarta-feira.
Pelas placas, os agentes do Detran confirmaram que elas pertenciam à Fubra, apesar de não terem qualquer identificação na
lataria. Isso e os vidros cobertos por películas mais escuras que
o permitido em lei reforçaram as suspeitas do MPDFT, de que
as caminhonetes eram usadas para fins particulares, além do
atendimento ao povo Kalunga, no interior de Goiás, como prepg.110
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Correio Braziliense - Brasília/DF
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | Fundação Nacional de Saúde
Continuação: Caminhonetes da Fubra abandonadas
via o convênio de R$ 3, 6 milhões entre a Fubra, a Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial e a
Funasa.
A assessoria de comunicação da Fubra diz não haver nada ilegal
com as L200. Informou que os veículos estão há tantos dias no
Pier 21 por causa da burocracia do órgão que receberá as ca-
minhonetes, mas não disse qual órgão, quando será a doação
nem o motivo da dívida não paga.
"As L200 já deviam ter sido devolvidas à Funasa há tempos",
afirmou o promotor Ricardo de Souza, do MPDFT. ( RA)
Funasa não envia material e vítimas do DDT ficam
sem fazer seus exames
DESTAQUE
FABIO PONTES
A Funasa ( Fundação Nacional de Saúde) deixou de enviar há
algumas semanas o material para recolher o sangue dos ex-funcionários da extinta Sucam, que teriam sido contaminados pelo
pesticida DDT. Os exames, que estão sendo realizados no Laboratório Evandro Chagas, em B[elem ( PA) , irão determinar
se há ou não a contaminação. Mais de 100 pessoas, todas no Vale do Juruá e Envira, estão à espera destes exames.
Segundo Aldo Moura, presidente da comissão que auxilia as vítimas do DDT, todo o material está retido na Funasa de Brasília. Moura procurou os diretores do órgão no Acre, mas eles
não souberam informar o por quê da retenção dos kits para colher as amostras. O recolhimento do sangue dos
ex-funcionários da Funasa está sendo realizado pelo Laboratório Central do Estado ( Lacen) .
Por conta de um acordo entre a Funasa e a Secretaria Es-
saude.empauta.com
tadual de Saúde, ficou acertado que o órgão federal iria enviar
todo o material necessário, e o Lacen cederia seus profissionais
para ir até aos municípios do interior para colher o sangue. Mas
como até o momento nada foi enviado, o laboratório não pode
fazer sua parte.
Não bastasse isso, Aldo Moura reclama que a prometida assistência médica determinada pelo MPF ( Ministério Público
Federal) não está sendo cumprida nem pela Funasa, nem tampouco pela Secretaria de Saúde. "Esse é um tratamento caro,
com muitos custos, e essas pessoas ganham pouco; não têm
condições de bancar", diz Moura. A reportagem tentou entrar
em contato com a assessoria de imprensa da Funasa em Brasília, mas no portal do órgão não existe nenhum telefone para
contato.
pg.111
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Jornal do Tocantins - Palmas/TO
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | Fundação Nacional de Saúde
Indígenas estão internados no Norte
Araguaína Correspondente - Duas crianças indígenas da Aldeia São José, de Tocantinópolis, estão internadas no Hospital
e Maternidade Dom Orione, em Araguaína. As crianças são a
recém-nascida Denise Apinajé, com menos de dois meses, e
Wanessa Apinajé, de 1 ano e três meses. O caso de Denise é
complexo, ela já teve algumas paradas cardíacas e já é a segunda vez que ela está internada no hospital. Já Wanessa apresenta um quadro clínico de desidratação de terceiro grau e teria
feito um exame de Raio X do esôfago.
Para o pai da menina, a Fundação Nacional de Saúde (
Funasa) não estaria prestando os devidos cuidados com a saúde dos indígenas. A Funasa tem que trabalhar por nós. Não está
cuidando da saúde bem, reclama o pai Orlando Apinajé que
também é cacique da aldeia. Para a pediatra que acompanha as
crianças, Maria Iva Moreira, o estado clínico das crianças é de
atenção. As pacientes estão em recuperação, mas não estão em
estado de gravidade. A recém-nascida está a dois dias com infecção e a Wanessa deve passar, assim que ganhar peso, de uma
correção cirúrgica em Palmas, disse a médica.
Para o Conselho Indigenista Missionário ( Cimi) , a aldeia está
desassistida pela Funasa. A aldeia São José é muito populosa,
o local é úmido, há córregos de onde as crianças tomam água e
há muito animais, descreve Maira Izaura Vieira, membro do Cimi. A Funasa informou que o caso das crianças está sendo
acompanhado e que aguarda um relatório do polo base que deve ser feito em Tocantinópolis. ( W. D. )
|
Ministro da Saúde inaugura obras em Maringá
Maringá - O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, estará em Maringá no próximo dia 6 de abril, para uma série de
inaugurações dentro da programação dos dias mundiais de Atividade Física ( 6 de abril) e da Saúde ( 7 de abril) . Ele participa
das inaugurações da 42 Academia da Terceira Idade ( ATI) , da
Unidade Básica de Saúde do Jardim Internorte e da Horta Comunitária Terapêutica do Hospital Municipal.
realizadas entre os dias 4 e 7 de abril em todas as regiões de Maringá e voltadas ao público de todas as idades'', adianta o secretário de Saúde, Antônio Carlos Nardi. Segundo a assessoria
de imprensa da prefeitura, Maringá foi escolhida pelo ministro
para as comemorações pelas ações desenvolvidas pela administração na promoção de atividades físicas, combate ao
tabagismo e orientação sobre alimentação saudável e nutrição.
As inaugurações fazem parte da programação das atividades
que marcam as duas datas comemorativas. ''As atividades serão
Reportagem Local
saude.empauta.com
pg.112
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Valor Econômico/SP
Ministério da Saúde | José Gomes Temporão
Tropas estão prontas para agir em reserva, diz Tarso
BRASIL
O ministro da Justiça, Tarso Genro, afirmou que 220 homens da
Força Nacional estão prontos para atuar na reserva indígena Raposa Serra do Sol, em Roraima, caso os não-índios - em sua
maioria produtores de arroz - não deixem o local de forma pacífica. Ele reforçou ainda que o governo poderá deslocar "quantos homens da Polícia Federal forem necessários" para a região.
"Mas achamos que a desocupação vai ser tranquila. "
Após participar de reunião com o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, sobre violência nas estradas, Tarso disse que,
até o momento, as pessoas estão deixando a reserva de maneira
espontânea. Ele lembrou que a orientação dada pelo Supremo
Tribunal Federal ( STF) é que o governo aguarde 30 dias para a
retirada. "Quando for necessário o uso da força, usaremos a partir de determinação do ministro-relator [Carlos Ayres Britto] e
não por determinação administrativa do Ministério da Justiça
ou da Polícia Federal. Por enquanto, está tudo normal. "
Tarso garantiu ter conversado com lideranças da reserva e que
o Tribunal Federal da 1ª Região vai manter o controle da situação no local. Ele reforçou que a decisão do STF deve ser
cumprida e que está "absolutamente claro" que a área é propriedade da União e território nacional. "Portanto, a União tem
uma dupla jurisdição e dupla competência. "
Panorama Político
PANORAMA POLÍTICO
AMIGOS do ministro José Gomes Temporão (
Saúde) informaram ao senador Pedro Simon ( PMDB-RS) que Temporão está impedido por lei de
ser candidato a presidente da República. Ele é português.
Anvisa pede a juíza que reveja liminar
VIDA
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (
Anvisa) vai entrar com agravo para que a juíza da
23. ª Vara Federal do Rio reveja a liminar que suspende a resolução que autoriza a circulação de imagens mais fortes nos maços de cigarro. A
fabricante Souza Cruz alega que as imagens, mais
chocantes do que as atuais, não são reais. Para o
ministro da Saúde, José Gomes Temporão, a
realidade é muito pior do que as imagens mostram.
saude.empauta.com
pg.113
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
O Norte - João Pessoa/PB
Ministério da Saúde | José Gomes Temporão
Maranhão pede R$ 126 mi para concluir hospitais
POLÍTICA
Pedido foi feito ontem pelo governador ao ministro da Saúde
José Gomes Temporão
O governador José Maranhão encontrou-se, ontem, em Brasília, com o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo. Maranhão solicitou a liberação de R$ 126 milhões para obras de
conclusão de doze hospitais existentes no Estado. O ministro
estava acompanhado do secretário executivo, João Bernardo.
contro foi com o presidente da Câmara dos Deputados, Michel
Temer ( PMDB-SP) . Em seguida, Maranhão foi recebido pelo
presidente do Congresso Nacional, senador José Sarney ( PMDB-AP) . "Fizemos um relato do que nós encontramos no Estado e a nossa disposição de vencer esse momento, que é muito
difícil para o nosso Estado. Sendo indispensável o apoio do
Congresso Nacional", disse.
Entre os hospitais que vão receber benefícios, está o de Campina Grande, que requer cerca de R$ 96 milhões para a sua conclusão da obra. O ministro encaminhou o pedido do governador
e disse que via a solicitação feita com muita simpatia. Disse,
também, que vai priorizar o atendimento à reivindicação de Maranhão, por ser um pedido destinado a contemplar a área de saúde.
Em coletiva à imprensa nacional Maranhão detalhou a real situação de como encontrou o Estado. "A nossa crise lá é muito
maior que essa daqui, porque nós pegamos um estado inteiramente desestruturado.
PSDB pede cassação do governador no TSE
O Partido da Social Democracia Brasileira ( PSDB) , por meio
do senador Cícero de Lucena Filho ( PSDB-PB) , apresentou ao
Tribunal Superior Eleitoral ( TSE) recurso em que pede a cassação do recém-empossado governador da Paraíba, José Maranhão e de seu vice, Luciano Cartaxo Pires.
Antes de se encontrar com o ministro Paulo Bernardo, O governador entregou ao ministro da Saúde, José Gomes Temporão, documentos e projetos referentes à recuperação e
construção de 30 hospitais em todo o estado. O ministro estava
acompanhado do secretário de Atenção à Saúde do Ministério,
José Beltrame.
Entre os projetos e documentos entregues por Maranhão ao ministro da Saúde destacam-se os referentes à conclusão e compra
de equipamentos para o Hospital de Emergência e Trama de
Campina Grande. O ministro reafirmou o compromisso do governo federal, segundo enfatizou, por orientação do próprio
presidente Lula , em ajudar o atual governo da Paraíba no esforço que vem sendo feito para recuperar o estado, especialmente na atenção à saúde.
A reestruturação da rede hospitalar da Paraíba, por parte do Governo do Estado, seguirá a tendência voltada para a atenção às
urgências e emergências, atendendo a Política Nacional estabelecidas por portaria ministerial. O enfoque será levando em
consideração ao Plano Diretor de Regionalização, transformando os hospitais regionais de Campina Grande, Patos,
Sousa e Cajazeiras em unidades de referência estadual em urgência e emergência.
SAIBA MAIS
O governador José Maranhão, esteve em visita ao Congresso
Nacional, em Brasília, na manhã de ontem. O primeiro en-
saude.empauta.com
José Maranhão foi empossado como governador da Paraíba no
dia 18 de fevereiro deste ano depois que o TSE cassou o mandato do governador Cássio Cunha Lima e de seu vice por abuso
de poder econômico, compra de votos e conduta vedada a agente público nas eleições de 2006. No julgamento, o plenário do
TSE determinou a posse do segundo colocado no pleito, no caso o senador José Maranhão.
No Recurso Contra Expedição de Diploma ( RCED) , o senador
Cícero de Lucena sustenta que as eleições para o cargo de governador em 2006 foram contaminadas por interferência de
abuso do poder econômico por parte do candidato José Maranhão.
Isso porque o atual governador ocupava o cargo de senador em
2006 e o seu suplente, Roberto Cavalcanti, com a intenção de assumir a vaga de parlamentar, teria colocado a serviço da campanha de José Maranhão todo o sistema de comunicação que
possui. Roberto Cavalcanti é proprietário do principal jornal do
Estado ( Correio da Paraíba) , da Rede Correio de Televisão (
afiliada à Record nacional) e de emissoras de rádio. Veículos de
comunicação com largo alcance e grande audiência em toda Paraíba, afirma Cícero Lucena.
pg.114
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
O Norte - João Pessoa/PB
Ministério da Saúde | José Gomes Temporão
Continuação: Maranhão pede R$ 126 mi para concluir hospitais
Os veículos de comunicação teriam sido utilizados para divulgação maciça de notícias e matérias desfavoráveis e degradantes sobre o principal adversário, Cássio Cunha Lima, e
também reportagens e noticiário elogiosos e positivos em relação a José Maranhão.
dido de cassação, uma vez que causou o desequilíbrio nas eleições daquele ano no estado. Junto com o recurso, o senador
anexou cópias de DVD com programas de rádio e televisão que
comprovariam o comprometimento e a postura tendenciosa dos
veículos de comunicação. O relator do recurso no TSE é o ministro Marcelo Ribeiro.
Cícero de Lucena sustenta que a utilização indevida dos meios
de comunicação constitui abuso de poder, o que justifica o pe-
Mortes na divisa põem o PR em alerta
VIDA E CIDADANIA
Jacarezinho - A Secretaria de Estado da Saúde ( Sesa) está em
alerta com a morte de duas pessoas provocadas pela febre amarela silvestre no sudeste de São Paulo. No total, já foram notificados nove casos na região nos municípios de Itatinga,
Piraju e Sarutaiá - todos eles a menos de 80 quilômetros da divisa com o Paraná.
Há 15 dias equipes da Sesa estão vacinando as pessoas que ainda não foram imunizadas nos últimos dez anos. Para o trabalho,
os agentes têm à disposição 50 mil doses da vacina. A vacinação será realizada em 22 municípios do Norte Pioneiro e
deverá ser encerrada em duas semanas.
Por enquanto, a Secretaria de Saúde está intensificando a imunização em São José da Boa Vista, Ribeirão Claro, Carlópólis e
no distrito da Alemoa, em Siqueira Campos. Essas localidades
ficam no entorno da represa de Chavantes, divisa entre os dois
estados, onde há grande concentração de turistas, principalmente vindos da região onde foram registrados os casos da
doença.
De acordo com a coordenadora do Centro de Informações Estratégicas de Respostas Rápidas à Saúde, da Secretaria Estadual de Saúde, Ângela Maron de Melo, o bloqueio será mais
intenso na zona rural e em áreas de matas.
Novo serviço atende denúncias de surtos
CIDADE
Funcionando em caráter experimental há 2 semanas, o Centro
de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde ( CIEVS)
da SES já recebeu pelo menos 30 denúncias, a maioria relacionada à dengue. O integrante da equipe, Juliano Melo, explica que as pessoas ligam principalmente para relatar sobre
criadouros do mosquito Aedes aegypti e dizer que não conseguem apoio nas fiscalizações municipais para fazer o
saude.empauta.com
monitoramento. O serviço surgiu exatamente para facilitar na
prevenção de surtos de doenças ou risco de epidemia, ao centralizar informações e procedimentos também aos profissionais
da saúde.
O Centro está funcionando desde o dia 2 deste mês. O atendimento é 24 horas, inclusive aos finais de semana e feriados, e
pg.115
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
A Gazeta - MT - Cuiabá/MT
Temas de Interesse | Febre Amarela
Continuação: Novo serviço atende denúncias de surtos
pode ser acessado pelo telefone 0800-6471201 ou pelo e-mail
[email protected] mt. gov. br. O serviço é composto pelo Centro de
Recepção de Informações de Interesse em Saúde ( CRIIS) e pelo Núcleo de Respostas Rápidas ( NRR) . O CRIIS tem como
atribuição receber, analisar, classificar, orientar, monitorar e
avaliar todas as informações produzidas ou recebidas, além das
ações desencadeadas. Já o NRR operacionaliza ações e informações referentes a eventos emergenciais notificados.
Entre os casos de interesse estão: botulismo, antraz, cólera,
febre amarela, hantaviroses, influenza humana por novo subtipo ( pandêmica) , poliomielite, raiva humana, sarampo ( em
indivíduo com histórico de viagem ao exterior nos últimos 30
dias ou de contato, no mesmo período, com alguém que viajou
ao exterior) e varíola. Morte de animais que podem gerar doenças em humanos também podem ser denunciados. ( RD)
A exótica Tailândia é tema de exposição
SHOW!
Mostra está instalada no Manaíra Shopping e reúne imagens e
objetos. Encerramento será em 12 de abril
O Thailand Festival - mostra de cultura e artesanato do povo tailandês - foi iniciado ontem na Praça de Eventos do Manaíra
Shopping, em Manaíra, onde permanece aberto ao público até o
dia 12 de abril. De acordo com os organizadores, trata-se de um
grande evento cultural e econômico que traz para João Pessoa
costumes típicos daquele país asiático, ainda pouco conhecido
entre os brasileiros, com apresentações de danças, músicas,
massagens, ambientação e artesanato.
A área onde está instalada a exposição sobre a Tailândia está toda cenografada, traduzindo o dia-a-dia do povo tailandês, sua
devoção ao rei, religiosidade, exibição de documentários, além
de estandes que comercializam diversos produtos, tais como:
esculturas em madeira, cerâmica, luminárias, porcelanas, bonecas, cestas, sombrinhas de papel e objetos de decoração, entre outros.
A Tailândia é um dos países da Ásia que mais se destacam na
produção de artesanato, pois em se tratando de uma cultura milenar, o povo tailandês desenvolveu habilidades artísticas impressionantes e com características próprias. Prova disso é a
quantidade de europeus, norte-americanos, entreo utros povos,
que procuram a exótica Tailândia para realização de grandes negócios.
saude.empauta.com
De acordo com pesquisas divulgadas por agências brasileiras,
O país é o principal destino dos turistas que viajam para o Sudeste Asiático. Diferente das vizinhas Índia e a China, onde a
população passa de 1 bilhão de pessoas em cada país, a Tailândia tem uma população, bem menos concentrada, de 65 milhões de habitantes e, destes, quase 8 milhões estão na capital
Bangcoc.
Visitar a Tailândia não é difícil, pois o país não pede visto de entrada para os brasileiros que procuram o local para fazer turismo, desde que a estada máxima seja de 30 dias. Basta,
portanto, levar o passaporte dentro da data de validade. Importante: a vacina contra a febre amarela é obrigatória e deve
ser aplicada pelo menos dez dias antes da viagem.
Os tailandeses cultuam duas imagens de seu rei, Bhumibol
Adulyadej, que detém o maior reinado do mundo, e a imagem de
Buda. A religião também está presente através de muitos altares, instalados na entrada dos arranha-céus, nos jardins dos
parques e na maioria das residências. No país inteiro são mais
de 32 mil templos só da religião budista.
A Tailândia é o maior exportador de massagistas do planeta e este hábito é praticado em todos os cantos. Não faltam casas especializadas em que cada sessão custa cerca de R$ 40 e o
massagista usa quase todo o corpo para fazer a massagem, como os joelhos e as pernas.
pg.116
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
O Povo - Fortaleza/CE
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | SUS
Em busca de novas estratégias
FORTALEZA
Secretários municipais tentam traçar os maiores problemas enfrentados na saúde pública. A busca é por mais recursos financeiros e melhor qualificação dos gestores. Congresso
iniciado em Fortaleza discute as soluções para vencer obstáculos Pouco financiamento, hospitais superlotados, falta de
humanização no atendimento, carência de profissionais e equipamentos sucateados. Quem lida diariamente com a saúde
pública no Ceará sabe que são muitos os fatores que ocasionam
um verdadeiro “ nó” .
Secretários municipais de saúde do Estado estão reunidos desde ontem no IX Congresso das Secretarias e Secretários Municipais da Saúde do Ceará para discutir estratégias para
melhorar a saúde pública.
Para a secretária de saúde de Aracoiaba, Joana Furtado, o
sub-financiamento é a causa de tudo. “ Falta dinheiro e
fica difícil administrar com tão pouco” , avalia. Policarpo Araújo, presidente do Conselho das Secretarias e Secretários Municipais de Saúde ( Cossems) , também acredita
que os problemas coincidem em quase todos os municípios,
mas em dimensões diferentes. “ A luta é pela aprovação da emenda constitucional 29, que garante um maior repasse financeiro” , diz.
Além da busca por um maior financiamento do Sistema Único
de Saúde ( SUS) , ele ressalta a importância da qualificação da
gestão. “ A forma como os gestores públicos gastam
os recursos tem efeito direto na saúde da população. Muitos ainda ganham o cargo por promoção política” , alerta
Araújo.
Mas a questão da saúde pública vai além da discussão sobre a
falta de recursos e a gerência incorreta. “ Não são assuntos antagônicos. É preciso buscar alternativas para melhorar a saúde pública, mesmo com poucos
recursos” , adverte Alex Mont’ Alverne, secretário interino da Saúde de Fortaleza.
saude.empauta.com
Ele afirma que o crescimento da expectativa de vida também deve ser levado em consideração. “ Apesar dos avanços
que já tivemos em muitas áreas da saúde, o número de unidades
de saúde ainda é insuficiente em relação ao crescimento da população. Existe um déficit de 40 postos de saúde em Fortaleza” , completa.
Superlotação
Outro problema apostado por Mont’ Alverne é a sobrecarga de atendimentos do Interior. “ A fragilidade
no atendimento em alguns municípios e a falta de atuação de outras políticas públicas contribuem para a superlotação de hospitais como o IJF” , exemplifica.
Aproximadamente 48% dos pacientes do Instituto Doutor José
Frota é oriunda do interior. A secretária de saúde de Crateús,
Maria da Paz Gadelha, explica que o município não tem como
atender a alta demanda diária. “ A equipe está desfalcada por falta de médicos, os equipamentos não acompanham as novas tecnologias e nem todas as especialidades
podem ser ofertadas” , pontua.
OPINIÕES
- Em Jaguaribe, é a falta de médicos o maior problema na saúde.
“ Não temos mais unidades de saúde porque não conseguimos profissionais” , explica a secretária de saúde, Jeane Gomes. “ O problema é que eles ( médicos)
não querem vim para o interior. É mais cômodo ficar próximo
da capital, mesmo que o salário seja menor” , acredita.
- A secretária da saúde de Iracema, Maria do Carmo Xavier,
aguarda o fortalecimento dos hospitais-pólos e a inclusão de novas especialidades para melhorar a saúde no município.
“ A demanda é grande e, muitas vezes, não temos como atender. Espero que a situação mude com a criação das policlínicas” , afirma.
pg.117
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Gazeta do Povo - Curitiba/PR
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | SUS
Padrasto é suspeito de engravidar enteada
VIDA E CIDADANIA
Maringá - Uma menina de 13 anos está grávida de quatro meses, provavelmente do padrasto, em Goioerê, Noroeste do estado. A mãe descobriu a gravidez da filha e denunciou, no
último sábado, o companheiro, que abusaria da criança. Ele está
foragido. A jovem vinha sofrendo com as investidas do padrasto havia um ano. A família deve pedir o aborto.
lescente ( PCA) , da Universidade Estadual de Maringá ( UEM)
, o aborto é a melhor saída. "A adolescente não tem maturidade
física nem psicológica para suportar a gravidez. Como ela vai
lidar com a pergunta feita pelos amigos sobre quem é o pai?
Sempre vai ter de relembrar a violência sexual. Isso é muito
constrangedor", explica.
Segundo a Polícia Civil de Goioerê, a mãe desconfiou dos sintomas de gravidez da menina e após muita conversa, a adolescente teria confirmado os abusos. "Segundo a criança, os
estupros aconteciam há cerca de um ano, sempre sob ameaças e
em horários que a mãe, empregada doméstica, não estava em casa", contou o escrivão Anderson Ferreira. Exames comprovaram os abusos e a gravidez.
Desconfiado de que a mulher teria descoberto a gravidez da filha e faria a denúncia, o padrasto fugiu no fim de semana. A
Justiça expediu mandado de prisão preventiva. "Sabemos que
ele fugiu de Goioerê. Vamos pedir ajuda dos policiais da região
para continuar as investigações", afirma o escrivão.
De acordo com o médico obstetra e diretor do setor de ginecologia da Santa Casa de Maringá, Maurício Chaves Júnior, é
necessário que a jovem faça uma série de exames complexos
para verificar a possibilidade de abortar o feto sem colocar em
risco sua vida. "Mesmo com quatro meses de gravidez há possibilidade de fazer o aborto. Mas é necessário avaliar se o procedimento médico é viável", afirma.
A menina está na casa da mãe, sob acompanhamento do Conselho Tutelar e de assistentes sociais. Não há necessidade de a
família recorrer à Justiça para solicitar o aborto porque em casos de violência sexual, a lei brasileira permite a intervenção.
"Se os familiares e a adolescente concordarem com o aborto,
eles podem recorrer ao SUS ( Sistema Único de Saúde) para
realizar a intervenção médica", explica o promotor Ricardo
Casseb Lois.
Para a doutora em Psicologia Miriam Majer, do Programa Multidisciplinar de Estudo, Pesquisa e Defesa da Criança e do Ado-
saude.empauta.com
A reportagem tentou entrar em contato com a Diocese de Campo Mourão, da qual faz parte a paróquia de Goioêre, mas não obteve retorno. Já a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (
CNBB) não quis se pronunciar. "O mais importante, agora, é
saber se a menina está sendo bem cuidada", disse o padre Geraldo Martins Dias, relações públicas da CNBB.
Pernambuco
No início do mês de março, uma menina de 9 anos, de Alagoinha ( a 230 km do Recife) , estava grávida de gêmeos e teve
os fetos abortados. O padrasto teria engravidado a garota. O arcebispo de Olinda e Recife, dom José Cardoso Sobrinho excomungou a família da criança e os médicos que realizaram o
aborto.
pg.118
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Gazeta do Povo - Curitiba/PR
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | SUS
Lixo
OPINIÃO
Lendo o artigo "Importar lixo, um erro", do engenheiro sanitarista e ambiental Fernando Salino Cortes ( Gazeta, 24/3) ,
lembrei-me de algo que muito tem me incomodado: o lixo orgânico de Curitiba. Gostaria de compreender o que impede a
prefeitura de realizar uma campanha intensiva nos moldes daquela que se baseava na mensagem SE-PA-RE! Uma das soluções para o lixo orgânico são as minhocas, que a custo zero
produzem húmus. O que falta?
Rita Rangel, por e-mail
Segurança pública
As colocações feitas pelo nosso secretário de Segurança Pública, Luiz Fernando Delazari ( Gazeta, 26/3) , são preocupantes. Ele menciona um aumento de 30% da população de
Curitiba para em seguida falar que dentro deste tipo de análise
o resultado é satisfatório. Esquece, entretanto, que o índice do
aumento é per capita. Tomar como base a queda de homicídios
em Foz para justificar o aumento em Curitiba é extremamente
simplista e não resolve nada. Além disso, ele passa metade da
entrevista justificando a não inclusão de vários crimes na estatística. Prefiro observar as informações sobre o sistema prisional das delegacias: recentemente houve uma fuga em
Guaratuba, na qual 70 presos renderam um ( apenas um) vigilante. Concordo que as drogas são o mal do século, mas
incluiria outros males como a ignorância, incompetência, impunidade, educação deficiente etc.
Herbert Richert, engenheiro mecânico, por e-mail
Habitação
O governo federal tomou uma medida que facilitará a aquisição
de uma casa própria pelas pessoas de baixa renda, ou seja, criou
o pacote habitacional e aumentou o teto de financiamento para a
classe média ( Gazeta, 26/3) . É ótimo que o governo pense e faça propostas para realizar o sonho da casa própria, mesmo que
ela seja pequena e a partir de 33 metros quadrados. A população
de baixa renda almeja ter o seu lar e lar não tem tamanho, porque é a gente que mora no local que faz do ambiente um lar ou
apenas uma casa para dormir. Tenho, no entanto, a preo-
saude.empauta.com
cupação de que seja uma medida eleitoreira para o ano que vem.
Yayá Portugal, por e-mail
Blocos econômicos 1
Se ficarmos comparando o modelo de integração da União Europeia com o Mercosul, teremos mais 32 anos para resolver nossas assimetrias o que, diga-se, é um bom tempo. O adolescente
completou 18 anos fazendo seus tratados e favorecendo o desenvolvimento nas regiões, como disse o economista do banco
interamericano de desenvolvimento ( BID) , Uziel Nogueira (
Gazeta, 26/3) . O adolescente não está doente, simplesmente está passando por uma crise mundial que afeta a todos. Temos de
ter a capacidade de debelar desse mal, para que, com a herança
riquíssima que temos nas mãos, consigamos fazê-la se multiplicar em grandiosos frutos. Como bem disse o doutor em Direito Internacional Jorge Fontoura, "devemos comemorar essa
data na percepção pragmática de que não é possível regredir,
pois os povos não voltam a comer com as mãos".
Floresmário Pascoal Alves, professor, por e-mail
Blocos econômicos 2
A UE agrega democracias consolidadas e desenvolvidas com
séculos de história em comum, ligadas pelo melhor sistema de
transporte e comunicação do mundo! Certamente lá a união é
benéfica a todos! Na América Latina, o Foro de São Paulo agrega o "lixo vermelho" mundial, tentando agregar povos e países
díspares, atrasados, unidos pela miséria, sonhando em recriar
aqui, aquilo que a lógica enterrou há muitos anos e para sempre
no Leste Europeu! Lá o mundo viu o resultado! Aqui não seria
diferente!
Pedro Rocha, por e-mail
Clodovil 1
A respeito do texto "A herança de Clodovil" ( Gazeta, 26/3) ,
acho que diminuir o número de deputados federais de 513 para
250, como proposto pelo falecido deputado, é, infelizmente,
pg.119
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Gazeta do Povo - Curitiba/PR
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | SUS
Continuação: Lixo
uma utopia, pois seriam necessários votos deles mesmos. Se isso ocorresse, Clodovil seria um verdadeiro herói. É bom demais para ser verdade, mas valeu a boa intenção.
não quiserem plano, por que não recorrem ao SUS, como a grande maioria do povo? Por que mais esse privilégio?
Beatriz Leme, por e-mail
Raul Odraleski, por e-mail
Assembleia
Clodovil 2
O recém-falecido deputado federal Clodovil Hernandez nos
deixa como herança o embrião de uma pragmática reforma política, pois tramita no Congresso Nacional proposta de sua autoria que propõe a realização de um plebiscito sobre a redução
no número de deputados federais, dos atuais 513 para 250. Com
isso aprovado, haveria uma redução nos gastos públicos de, no
mínimo, R$ 25 milhões mensais, o suficiente por exemplo para
a construção em igual período de mil casas populares. Além de a
medida facilitar para nós, eleitores, o acompanhamento da atuação dos parlamentares. Com isso, ganharia a democracia e
quem perderia seria o preconceito por orientação sexual, infelizmente, ainda existente no país.
José Faraco, agricultor, por e-mail
Clodovil 3
Os responsáveis pela aprovação do projeto para a redução do
número de deputados federais são os principais interessados
em que isso não ocorra. A aprovação pela CCJ vai depender da
população, que deve soterrar o Congresso com e-mails, cartas,
faxes e telefonemas, exigindo a medida. Sugiro até que a entidades de classe, como OAB, a imprensa, as associações comerciais e os sindicatos, organizem paralisações, passeatas e
até uma ida em massa à Brasília para exercer uma pressão efetiva sobre os parlamentares em nome da moralidade política.
Antônio Carlos Wanderley, por e-mail
Sou crítico ferrenho da Assembleia Legislativa, mas desta vez
tenho que me render e parabenizar os senhores deputados estaduais pela sessão em que relembraram os ex-prefeitos da nossa cidade. Preservar a memória e contar a história para as novas
gerações é algo muito positivo. Sugiro ao presidente daquela
Casa, Nelson Justus, que incentive mais solenidades como esta.
Antero de Souza, advogado, Curitiba - PR
Seguro-desemprego
Muito nobre por parte do governo estender o seguro-desemprego por mais dois meses, porém, por que somente
para trabalhadores demitidos em dezembro? Eu trabalhava numa empresa metalúrgica e fui demitido no fim de setembro.
Bem no auge da crise, as três parcelas do seguro-desemprego a
que tive direito se foram. Por que também não mereço mais duas
parcelas para ajudar nestes tempos difíceis? Por acaso as pessoas demitidas em dezembro estão com mais problemas do que
eu, que estou desempregado há quase seis meses? Acho que o
governo deveria estudar melhor a medida.
Christian P. Wiemer, engenheiro mecânico, por e-mail
*****
Entre em contato
Praça Carlos Gomes, 4 o CEP 80010-140 - Curitiba, PR Fax (
041) 3321-5129. E-mail: [email protected] com. br
Senado
Absurdo dos absurdos que os parlamentares tenham reembolso
para despesas de saúde ( Gazeta, 24/3) . Por que não descontam
em folha mensalmente o pagamento de um plano de saúde? Se
saude.empauta.com
Em razão de espaço ou compreensão, os textos podem ser resumidos ou editados. O jornal se reserva o direito de publicar ou
não as colaborações.
pg.120
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Folha de S. Paulo - São Paulo/SP
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | SUS
Reforma faz HC "exportar" paciente com câncer para
se tratar em cidades vizinhas
BRUNA SANIELE
DA FOLHA RIBEIRÃO
dioterapia continuam o tratamento no HC ou são encaminhados
para o hospital Beneficência Portuguesa- os dois hospitais possuem um aparelho com funções limitadas.
Cerca de 120 pacientes com câncer em tratamento no HC ( Hospital das Clínicas) de Ribeirão Preto são transferidos para hospitais de São Carlos e Franca para fazer radioterapia há pelo
menos sete meses. A ala que faz o procedimento no HC está em
obras para a instalação de aparelhos mais modernos e não pode
abrigar a realização dos procedimentos mais complexos.
O transporte para as duas cidades continua a ser realizado pelas
prefeituras dos municípios onde moram os pacientes. Segundo
Oliveira, no entanto, a mudança chegou a beneficiar alguns deles. Prefeituras como a de Sertãozinho e Cravinhos, por exemplo, se encarregam de buscar e deixar o paciente em casa.
A reforma, que teve início em agosto do ano passado, só deve ficar pronta em junho, e vai custar aproximadamente R$ 6, 5 milhões- R$ 1, 5 milhão em obras e R$ 5 milhões em
equipamentos.
"Isso é necessário porque o nosso principal equipamento está
defasado e está sendo trocado. Franca e São Carlos são os locais
mais próximos que atendem pelo SUS ( Sistema Único de Saúde) e prestam um serviço de radioterapia de qualidade", afirma
o radiooncologista do HC, Harley Francisco de Oliveira.
A nova sala para radioterapia no HC de Ribeirão precisa ter
uma parede com 1, 5 metro de espessura para impedir que a radiação atinja outros setores do hospital.
O concreto e as ferragens utilizados na construção poderiam suportar um prédio de até quatro andares, de acordo com Oliveira.
Segundo ele, a cidade terá o melhor serviço de radioterapia do
Brasil, só comparável ao do hospital Sírio-Libanês e ao do Albert Einstein, de São Paulo.
De acordo com Oliveira, a mudança não prejudicou os pacientes, já que 70% das pessoas atendidas no HC são de outros
municípios e já tinham de se deslocar para Ribeirão. Alguns pacientes que precisam de um tratamento mais simples de ra-
De acordo com a assessoria de imprensa da Santa Casa de Franca, a transferência não sobrecarregou o hospital, que continua
com capacidade de atendimento. Atualmente, 35 pacientes do
HC são atendidos na Santa Casa.
A favor das vítimas de trânsito
DIREITO CORPORATIVO
27 de Março de 2009 - A Medida Provisória nº 451, de dezembro de 2008, trouxe importantes alterações na lei do Seguro
DPVAT, seguro obrigatório pago anualmente por todos os proprietários de veículos automotores.
A Exposição de Motivos da MP informa que, sem a reforma da
lei do DPVAT, seria necessário aumentar o preço anual do seguro em 23% em 2009 e num percentual ainda maior em 2010.
Isto porque houve um aumento significativo dos acidentes de
trânsito com vítimas ( especialmente envolvendo motocicletas)
, um crescente número de ações judiciais baseadas em diferentes interpretações da antiga tabela de cálculo de invalidez
saude.empauta.com
permanente e um avanço da inadimplência dos proprietários de
veículos no pagamento do prêmio. Mas não é só. Os pedidos de
ressarcimento feitos por hospitais conveniados ao SUS causavam um desequilíbrio contínuo nas contas e projetavam um
quadro de crise financeira iminente.
Foram três as modificações na lei do seguro DPVAT.
1) A MP inclui na lei uma tabela para permitir o cálculo da indenização por invalidez permanente, em função da gravidade
dos danos nas vítimas de acidentes de trânsito.
pg.121
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Gazeta Mercantil/SP
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | SUS
Continuação: A favor das vítimas de trânsito
Todo seguro exige que seja verificada a gravidade das lesões
para permitir o cálculo da indenização. Por um princípio de justiça, a indenização deve ser proporcional ao dano sofrido.
Quanto maior o dano, maior a indenização, até o limite contratado. Se alguém perde um dedo recebe menos de quem perde
a mão que recebe menos de quem perde o braço. Isto não significa "fatiar" ou colocar "preço" no corpo humano. A tabela é
apenas instrumento para permitir transparência e uniformidade
nas indenizações, tratando os desiguais de acordo com suas diferenças.
A Lei 6. 194, editada em 1974, já determinava que o pagamento
da indenização fosse proporcional, com base numa tabela do
seguro de acidentes de trânsito elaborada pelo Conselho Nacional de Seguros e utilizada para os seguros facultativos.
Com a MP, a tabela hoje faz parte da lei e é exclusiva do Seguro
DPVAT. Visa a acabar com dúvidas de enquadramento, permitindo que as vítimas de acidentes de trânsito recebam o que
têm direito, de forma rápida e transparente. As indenizações
agora variam de 10% a 100% do valor da indenização, em cinco
faixas, nas quais as lesões são claramente definidas. A antiga tabela continha 10 faixas, com a indenização fixada de 2% a
100% do valor do seguro, em linguagem técnica, de difícil compreensão.
2) Estabelece que os Institutos Médicos Legais estaduais devem elaborar laudo médico nas vítimas de acidentes de trânsito
no prazo de 90 dias, para definir o grau de invalidez permanente, parcial ou total.
A lei do Seguro DPVAT sempre exigiu que o IML do local do
acidente produzisse um laudo com a especificação das lesões,
mas não fixava um prazo. Agora, o IML deve entregar o laudo
em no máximo 90 dias após o acidente. E o laudo pode ser obtido no IML da cidade onde mora a vítima ou no IML que aten-
saude.empauta.com
de a área onde ocorreu o acidente de trânsito.
3) Proíbe os hospitais conveniados aos SUS de cobrar pelo atendimento em casos de acidentes de trânsito.
A norma está em sintonia com a Lei nº 6. 194/74: vítima de trânsito tem o direito de ser atendido em qualquer hospital conveniado ao SUS sem custo. Não cabe ao hospital cobrar pelo
atendimento.
Antes da MP, porém, a vítima de uma ocorrência de trânsito,
quando socorrida em hospital conveniado ao SUS, pagava pelo
atendimento com a transferência, para o hospital, do seu direito
ao ressarcimento das despesas médicas junto ao Seguro DPVAT. Com a transferência, a vítima perdia o direito ao valor da
indenização para tratamentos complementares e os proprietários de veículos arcavam com o aumento do valor do seguro, ano após ano, para fazer frente a tais despesas.
Por determinação legal o SUS recebe 45% do valor pago pelo
Seguro DPVAT, exatamente para custeio da assistência médico-hospitalar dos vitimados em acidentes de trânsito. Apenas
em 2008, o Seguro DPVAT transferiu para o SUS -- hospitais
públicos e conveniados -- mais de R$ 2 bilhões. Ademais, a MP
impede que os hospitais conveniados possam receber duas vezes pelo mesmo tratamento: do SUS e do Seguro DPVAT.
O Seguro DPVAT existe para dar algum conforto às vítimas de
acidentes de trânsito. Intermediários e hospitais, que tiram parte
ou toda a indenização de quem sofreu um dano, devem ser impedidos de tornar o Seguro DPVAT um negócio, no qual vítimas e proprietários de automóveis pagam a conta.
( Gazeta Mercantil/Caderno A - Pág. 13) (Ricardo Xavier - Ricardo Xavier é presidente da Seguradora Líder )
pg.122
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
O Globo - Rio de Janeiro/RJ
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | SUS
Planos terão de bancar planejamento familiar
O PAÍS
Evandro Éboli
para serem atendidos na rede do Sistema Único de Saúde (
SUS) sem qualquer ressarcimento.
BRASÍLIA. O Senado aprovou anteontem a inclusão de ações
de planejamento familiar entre os procedimentos que obrigatoriamente devem ser cobertos pelos planos de saúde privados.
Pela proposta, os planos terão que pagar todos os métodos contraceptivos, como laqueadura e vasectomia, e também de concepção, como fertilização in vitro. O projeto, do deputado
Geraldo Resende ( PT-MS) , que é ginecologista, seguirá para a
sanção do presidente Lula.
Apesar de o texto não especificar quais métodos seriam cobertos pelos planos, Resende diz que todos estão implicitamente incluídos. Ele afirmou que os planos de saúde,
hoje, não realizam nem métodos simples, e enviam os pacientes
Os hospitais conveniados com o SUS fazem procedimentos de
planejamento familiar. Resende reconheceu que métodos de
concepção, como o de fertilização, deve onerar os planos, que,
segundo ele, terão que se adaptar às novas regras.
- É um procedimento complexo, e o grande problema é que muitos casais até vendem seu patrimônio para poder financiar em
clínicas particulares o tratamento. A fertilização assistida, como é chamada, tem custo que varia entre R$ 20 mil a R$ 40 mil disse Resende.
Segundo o parlamentar, os planos terão que bancar também
atendimentos contraceptivos como o dispositivo intrauterino (
DIU) e anticoncepcionais hormonais, como pílula e injeção.
Em busca do PT
OPINIÃO
Candido Mendes Presidente do Senior Board do Conselho Internacional de Ciências Sociais - UNESCO, Membro da Academia Brasileira de Letras e da Comissão de Justiça e Paz
O seminário nacional do PT recém-realizado no Rio de Janeiro
não deixou dúvidas sobre a consciência da sucessão, e de como
a Ministra Dilma Roussef marca o realismo e, também, a inovação de um terceiro governo petista. O primeiro apelo vem da
chegada, enfim, da mulher à Presidência, corrigindo o atraso
histórico frente aos nossos vizinhos, o Chile e a Argentina. O voto, agora, de roldão, revigoraria a afirmação política do sexo
majoritário entre nós, ainda tão abaixo das quotas das vozes previstas pelas listas partidárias no Legislativo.
A proposta petista, que Dilma encarna o sacrifício pedido para a
continuação do nosso desenvolvimento sustentado. Sobretudo,
mantém a nitidez na opção sobre o nosso futuro. O governo recusou o álibi da crise. Fugiu ao abraço torvo com a oposição social democrata, que importaria, mais uma vez, esquecer-se as
soluções de fundo para pasteurizar-se o receituário comum, ligado aos choques financeiros e a simples busca de suas escadas
saude.empauta.com
de incêndio. A proposta que vem aí responde à noção muito clara de como os nossos abalos no quadro internacional não
refletem, mimeticamente, o que se espera lá fora, nas panacéias
sempre do neoliberalismo.
O que tem hoje o PT - viu-se no encontro - é a visão de fundo para lastrear sem retórica o que seja um desenvolvimento sustentado, à escala nova da nossa diferença. Apetrechamo-nos,
nesses dois mandatos, para novas reservas de recursos, a que se
compeliu o próprio setor privado, como nos aprestamos, agora,
nas novas políticas tarifárias, para evitar o plus de lucro nos aparelhos de serviços públicos concedidos. Definiu-se, também,
num contraste total com o governo anterior, o quanto o programa bolsa-família é, de fato, redistribuidor de renda, ao lado
da melhoria social vinda do acesso direto à saúde e aos serviços,
independentemente da confiança nas dinâmicas sonâmbulas de
um ingresso, ao seu tempo, de todos os brasileiros no mercado.
A tônica de Dilma é a desse desenvolvimento inclusivo, fora das
abstrações da melhoria da renda per capita, vinda dessa pepg.123
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Jornal do Commercio RJ/RJ
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | SUS
Continuação: Em busca do PT
culiaridade do avanço coletivo desses 50 milhões de brasileiros
saídos da condição de sem nada. Ou melhor, constituindo, por aí
mesmo, esse povo de Lula num legado à sua sucessão que não
pode temperar com os retornismos, ou com a justificativa dos
socorros urgentes à crise que descaracterizem a opção brasileira. Esta dominância se define pelo Estado na economia, pela política imediata de inversões na infra-estrutura, pelas
vigorosas políticas de emprego que se exemplificam no programa de habitação, sem dúvida, a etapa seguinte do que hoje é
o acesso à escola, ou ao SUS, num país que muda os seus horizontes.
Não vivemos o pânico importado e, sobretudo, a retórica apocalíptica, de que o pior ainda está para vir. O Brasil de seu gigantesco mercado interno guarda, para si mesmo, o cenário e as
soluções em que se distingue do resto da América do Sul, no fa-
lar-se em economias globais e suas dependências clássicas. A
Ministra não leva a sedução à mera esperança instintiva. E abre
à platéia feminina não a voz das acolhidas fáceis, ou de seu charme, mas a eloqüência do rigor da análise e do travo crítico. Sobretudo, a reunião do Rio demonstrou a severidade da
consciência da mudança, no dar-se conta da eventual perda de
uma nova geração, ou do delta equívoco de compromissos, a
que pode levar o aliancismo de todos os temperos.
O que está em causa, na fala da ministra, é essa transferência da
adesão à figura e à pessoa, à do programa. Mas a aposta vem de
saída, do próprio Lula, que renunciou à tentação das Presidências perpétuas, ao triste modo de Chávez. E o público que
acolheu Dilma sabe das palmas da arrancada, muito mais do que
dos aplausos, do tudo bem, e vamos adiante.
Plano de saúde deverá pagar por laqueadura
GERAL
À espera de sanção presidencial, projeto prevê que operadoras
cubram os custos de ações de planejamento familiar
O Senado aprovou a inclusão de ações de planejamento familiar
entre os procedimentos que obrigatoriamente devem ser cobertos pelos planos de saúde privados.
Pela proposta, os planos terão de pagar todos os métodos contraceptivos, como laqueadura e vasectomia, e também de concepção, como fertilização in vitro. O projeto, do deputado
Geraldo Resende ( PT-MS) , que é ginecologista, seguirá para a
sanção do presidente Lula.
A Agência Nacional de Saúde Suplementar ampliou o rol
dos procedimentos médicos que deveriam ser cobertos pelos
planos há quase um ano, mas para o cliente nem sempre é fácil
conseguir autorização - o que pode mudar agora com o projeto
aprovado. O presidente da Associação que reúne as empresas
saude.empauta.com
de planos de saúde, Arlindo de Almeida, reconheceu que ainda
há dificuldade para a aplicação da cobertura. Mesmo assim,
considerou o projeto aprovado redundante.
Já a Agência Nacional de Saúde Suplementar ( ANS) apoiou
a iniciativa do Senado. Disse que a nova lei será mais um instrumento de defesa do consumidor.
- À medida em que a lei institui também ações de planejamento
familiar, ela nada mais faz do que legitimar a iniciativa da
Agência Nacional de Saúde Suplementar. Transmite à sociedade e ao próprio setor que você vai poder ter sim ações de
planejamento familiar custeadas pelo seu plano de saúde - diz
Eduardo Sales, diretor de fiscalização da ANS.
Apesar de o texto não especificar quais métodos seriam cobertos pelos planos, o autor do projeto diz que todos estão implicitamente incluídos.
pg.124
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Zero Hora - Porto Alegre/RS
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | SUS
Continuação: Plano de saúde deverá pagar por laqueadura
Os hospitais conveniados com o SUS fazem procedimentos de
planejamento familiar. Resende reconheceu que métodos de
concepção, como o de fertilização, devem onerar os planos,
que, segundo ele, terão de se adaptar às novas regras.
- É um procedimento complexo, e o grande problema é que muitos casais até vendem seu patrimônio para poder financiar em
clínicas particulares o tratamento. A fertilização assistida, co-
mo é chamada, tem custo que varia entre R$ 20 mil a R$ 40 mil diz Resende.
Segundo o parlamentar, os planos terão de bancar também atendimentos contraceptivos como o dispositivo intrauterino (
DIU) e anticoncepcionais hormonais, como pílula.
Novas regras para o DPVAT
O reembolso das despesas médicas em caso de acidente de trânsito, garantido pelo seguro obrigatório dos veículos ( DPVAT) , só poderá ser pago
à vítima e não mais repassado para hospitais e clínicas conveniadas ao SUS.
ECONOMIA B1
Novas regras vão beneficiar acidentados
ROSA FALCÃO \/\/ DIARIO rosafalcao. [email protected] com. br
Oseguro obrigatório de veículos, mais conhecido como DPVAT, tem novas regras parabarrar a ação dos intermediários e
as fraudes. Apartir de agora, o reembolso das despesas médicas
dos tratamentos causados por acidentes de trânsito só poderá
ser pago ao beneficiário. Antes, a vítima podia autorizar os hospitais e clínicas conveniadas ao SistemaÚnico de Saúde ( SUS)
a receber os valores.
Além disso, a Superintendência de Seguros Privados ( Susep) fixouuma tabela com o valor das indenizações por invalidez proporcional ao dano sofrido. Outra mudança é a possibilidade da
emissão do laudo médico do acidentado no Instituto Médico Legal ( IML) onde a vítima reside, no prazo máximo de 90 dias.
ODPVATexiste há 35 anos, maspoucas pessoas conhecemas
coberturas do seguro. São três: por morte, indenização temporária parcial ou total, e o reembolso das despesas médicas. O
corretor de imóveis Boás Inácio da Silva, 43 anos, esperou quasaude.empauta.com
se três anos para dar entrada ao pedido de indenização das despesas médicas e de invalidez parcial da esposa, Kátia Cristina
Ferreira, atropelada em abril de 2006. "Eu sabia das coberturas,
mas negligenciei porque estava cuidando da saúde da minha
mulher e quase perdia o prazo", comenta. Ele recomenda que as
pessoas fiquem atentas e guardem todos os recibos com medicamentos e tratamentos para requerer o benefício.
De acordo com dados da Susep, em 2008 foi autorizadoopagamento de R$ 1, 6bilhão de indenizações.
Desse montanteR$140 milhões foramdestinados às coberturas
de danos físicos, sendo R$ 120 milhões para os hospitais e R$
20 milhões para as vítimas. "As coberturas não chegaram na
mão das vítimas e ficaram com poucos hospitais", ressalta Armando Vergílio, Superintendente da Susep. Com as mudanças
no DPVAT contidas na Medida Provisória nº 451, ele espera
estancar os desvios nos pagamentos.
AMPnº 451 inclui também uma tabela que permite a vítima fapg.125
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Diário de Pernambuco - Recife/PE
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | SUS
Continuação: Novas regras vão beneficiar acidentados
zer o cálculo da indenização por invalidez . O valor da indenização pode chegar a até R$ 13. 500, mas terá uma
graduação proporcional ao dano físico. Embora seja polêmico
porque estipula um valor de indenização para cada parte do corpo, Vergílio argumenta que a Susep segue o princípio universal
da proporcionalidade: quanto maior o dano, maior a indenização.
"A tabela é clara e evita que a vítima recorraaumintermediário
para ser indenizada", diz.
diciais movidas pelos procuradores das vítimas, para aumentar
o valor das indenizações dos acidentes de trânsito.
Entre 2006 e 2008 a demanda judicial cresceu 500%. Onúmerode ações pulou de 50 mil para250 mil.
Ébomlembrar queovalor doDPVAT é calculado com base no
pagamento dos sinistros. Este ano o reajuste foi de 5, 9%, mas
foi cogitado o aumento de 23%. O seguro custa R$ 93 ao ano para veículos de passeio.
AMP nº 451 inclui tabela que permite cálculo da indenização
Coma tabela, aSusep esperaconter a enxurrada de ações ju-
Evolução no diagnóstico do câncer
RAFAEL DIAS \/\/ DIARIO rafaeldias. [email protected] com. br
Um equipamento, considerado aliado revolucionário no diagnóstico e tratamento do câncer, acaba de chegar a Pernambuco.
Trata-se do PET-CT, também chamado de PET Scan, que faz
uma varredurade possíveis células cancerígenas emtodo o corpo através da combinação da tomografia computadorizada (
CT) com a nova técnica da Tomografiapor Emissão de Pósitrons ( PET) . Um deles já está em funcionamento no Real
Hospital Português, há três semanas. O outro foi adquirido pelo
Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira ( Imip) e
deve entrar em operação no segundo semestre. São máquinas
extremamente precisas que têm a capacidade de detectar, sem
exames invasivos, tumores malignos precocemente e até mudar a forma de tratamento em 1\/3 dos casos. A alternativa, no
entanto, só é recomendada a pacientes que estão em tratamento,
principalmente em situações de metástase ( estadiamento do
câncer) .
"O PET não deve ser usado como exame inicial para saber se
existe ou não a chance de alguém desenvolver câncer. Ele deve
ser ser feito apenas pela indicação de um oncologista", frisa o
médico nuclear do Hospital Português, Paulo Almeida Filho.
Ele diz queoaparelhoécapaz de identificaramaioria dos tipos de
câncer, sobretudo os mais comuns e agressivos ( pulmão, mama, de pele e estômago) . O aparelho é falho, porém, nos casos
saude.empauta.com
de neoplasias de próstata, cérebroeasneuroendócrinas ( pâncreas) . "Em alguns casos, o tumor não fica tão visível. Mas é o
de mais precisão que existe", diz.
A novidade do PET Scan está em combinar, de forma híbrida, a
função deumtomógrafo radiológico de alta resolução, que revela a imagem anatômica do tumor, com a variação do metabolismo no interior das células, rastreada pelo PET.
No primeiro recurso, localiza-se o "endereço" do câncer; no outro, a alteração no consumo de energia, demonstrada pela concentração de cores na figura 3Ddo computador.
Os sinais são gerados a partir da aplicação intravenosa deumrádiofármaco, glicose marcada com flúor ( Flúor-Deóxi-Glicose, ou FDG) , no paciente. Aalta absorção de açúcar
por uma célula aponta a ocorrência de um tumor maligno.
Quanto mais escura, mais grave ele é.
No exame, a chance de reações alérgicas é baixíssima ( geralmente cutâneas) e não há contraindicação a pacientes diabéticos. Em 95% dos exames, o aparelho é usadopara a área
oncológica, mas também pode ser usado pela neuropsiquiatria e
cardiologia. Entre as vantagens, o PET-CT identifica tumores
que ainda não atingiramsua formação anatômica, alguns
até4mmde diâmetro. Também é possível, com o uso do aparelho, diferenciar tumores malignos de benignos. Mas a prin-
pg.126
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Diário de Pernambuco - Recife/PE
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | SUS
Continuação: Evolução no diagnóstico do câncer
cipal delas é como alternativa terapêutica no monitoramento de
novos nódulos. No Recife, uma das primeiras pacientes a testar
o aparelho foi a dona de casa Ignez Fontana, 69 anos, que está
em tratamento de câncer há 14 anos. "Fiz para me sentir segura", disse.
OPET Scan do Hospital Português é o 2º a chegar ao Nordeste (
um já funciona no hospital São Rafael, em Salvador) . No Bra-
sil, são 17 exemplares.
Por enquanto, ele ainda não pode ser solicitado pelo SUS. O vicepresidente da República, José Alencar, que têm câncer no abdômen, trava uma luta pessoal no Congresso
parapopularizaroserviço. Atualmente, o exame custa na rede
particular cerca de R$4mil.
Atendimento é restrito no Socorrão I
CIDADE
Em protesto contra o atraso, há três meses, do pagamento de
abono do SUS, médicos suspenderam alguns procedimentos
Médicos concursados do Hospital Municipal Djalma Marques,
o Socorrão I, estão restringindo o atendimento em protesto ao
atraso no pagamento de abonos salariais que, segundo a categoria, completará três meses amanhã. Eles ameaçam paralisar
as atividades por completo, caso o pagamento não seja efetuado até amanhã. Pacientes já reclamam da falta de médicos no
setor de emergência. Muitos esperam assistência nos corredores do hospital.
A reivindicação do quadro médico do Socorrão I é o pagamento
da parcela salarial - complemento dos salários dos médicos concursados da rede municipal de saúde - repassada pelo Sistema
Único de Saúde ( SUS) à Secretaria Municipal de Saúde ( Semus) . "Está fazendo três meses que nós não recebemos este
abono. Isso é um absurdo. Essa parcela era paga regulamente.
Realmente eu não sei o que aconteceu. Esta situação precisa ser
resolvida o mais rápido possível. Assim não pode ficar", reclamou uma médica que preferiu não se identificar.
Um funcionário do setor de segurança do hospital, que também
não quis se identificar, afirmou que vários médicos estão insatisfeitos com o atraso nos salários. "Muitos médicos reclamam desse problema. Eles já trabalham com muita
dificuldade, pois o quadro é altamente pequeno para a demanda
de pacientes, e ainda por cima sofrem uma redução no salário.
Isso não é justo", disse.
saude.empauta.com
NO CORREDOR
Com a restrição no atendimento é grande a quantidade de pacientes que ficam aguardando no corredor do setor de emergência do Hospital Djalma Marques. Muitos estão recebendo
apenas os primeiros socorros. Os acompanhamentos posteriores não acontecem de forma normal. A doméstica Maria
Dissijane Pereira Silva é um exemplo da precariedade nos atendimentos aos pacientes no Socorrão I. Ela foi atropelada por um
automóvel, na última terça-feira, quando transitava de bicicleta
pela Avenida dos Portugueses. Ela chegou a receber os primeiros socorros e está há dois dias no corredor esperando por
um médico. "Isso não pode ficar assim. Ela foi atropelada. Bateu com a cabeça no chão. Não passou por nenhum raio-x. Foi
atendida apenas por uma enfermeira para limpar os ferimentos.
Agora tem que ficar jogada nesse corredor. Um ser humano não
pode ser tratado assim", protestou a cunhada da paciente, a dona-de-casa Nelma Barros.
A diretoria do Socorrão I não quis se pronunciar sobre o assunto. O Sindicato dos Médicos do Estado do Maranhão ( SINDMED-MA) informou que a categoria irá enviar um ofício
para a Secretaria Municipal de Saúde após a data do vencimento do pagamento, que é amanhã. Ainda segundo o
sindicato, caso a situação não seja normalizada, as atividades
serão paralisadas completamente.
A Prefeitura informou, por meio da Secretaria Municipal de Comunicação, que os abonos salariais dos médicos concursados
do Socorrão I serão quitados hoje.
pg.127
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
A Crítica - Manaus - Manaus/AM
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | SUS
Direção da Anvisa visita Central de Medicamentos
Júlio Pedrosa Da equipe de A CRÍTICA
A Central de Pesquisa e Produção de Medicamentos da Universidade Federal do Amazonas ( Ufam) está entrando em sua
fase final de estruturação. Ontem, o diretor adjunto da Agência
Nacional de Vigilância Sanitária ( Anvisa) , Norberto Rech,
realizou a primeira visita de reconhecimento às instalações da
fábrica e anunciou que, a partir de 2010, a unidade começará a
fabricar medicamentos. Agora, universidade e Anvisa atuarão
juntas na definição da linha de produção ( quais os medicamentos a serem produzidos) e as tecnologias utilizadas na
fabricação dos mesmos.
Segundo Norberto, uma das finalidades da produção da central será atender a demanda de medicamentos de atenção básica,
a exemplo de analgésicos e controladores de diabetes e hipertensão. A longo prazo, a intenção é fazer com que a unidade
passe a produzir medicamentos fitoterápicos e se torne referência nesse campo por meio do uso sustentável da biodiversidade local e regional.
"A fábrica não está sendo para produzir medicamentos que serão vendidos no mercado. Ela vai atender ao Sistema Único de
Saúde e contribuir com pesquisas no campo fitoterápico", informou ele. No Brasil existem, atualmente, 17 laboratórios farmacêuticos oficiais ligados a instituições públicas,
monitorados pela Anvisa.
Ontem à tarde, depois de conhecer a fábrica, Norberto Rech se
reuniu na sede da Fiocruz com o presidente da entidade, Roberto Sena, o professor João Batista de Oliveira ( contratado pela universidade para conduzir a instalação da central) , Maria
Menezes, do Departamento de Farmácia da Ufam, e a deputada
Vanessa Grazziotin, autora da emenda ao Orçamento da União,
proposta em 2001, para a criação da central.
Vanessa, que é farmacêutica de formação, afirma que a visita
da Anvisa às instalações marca a continuidade de um processo
que vem sendo construído há muitos anos e à custa de muitas dificuldades, sobretudo de recursos humanos. "Temos que trabalhar com o que é vocação nossa, e grande parte de
medicamentos em outras partes do País e do Mundo saiu daqui
da nossa região. Felizmente, a universidade se convenceu da necessidade de contratação de profissionais da área para que possa
viabilizar a condução do processo de instalação", comentou
Grazziotin.
Paciente sem consulta
GERAIS
A paciente Eva Rosa da Silva de Lucena, de 51 anos, portadora
de obesidade mórbida e pesando 300 quilos, teve alta ontem da
Santa Casa de BH e voltou para a casa sem conseguir o mínimo
que veio buscar na capital: uma consulta que iniciaria o processo para um cirurgia de redução de estômago por meio do
SUS.
atendida e teve de ser internada na Santa Casa, há sete dias. Nesse tempo, recebeu atendimento médico e fez exames de sangue
e radiografia do pulmão. Porém, a tão sonhada consulta, que ela
espera há dois anos, terá que ser remarcada pela prefeitura da
sua cidade natal. Só então ela deverá voltar à capital, para saber
se poderá ou não fazer a cirurgia.
Eva, que veio de Santana do Paraíso, no Vale do Aço, para uma
avaliação médica em Belo Horizonte, passou mal antes de ser
"Terei de arranjar dinheiro para pagar por uma consulta e pela
cirurgia, porque estou percebendo que pelo SUS não vou con-
saude.empauta.com
pg.128
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Estado de Minas - Belo Horizonte/MG
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | SUS
Continuação: Paciente sem consulta
seguir", lamentou Eva, que estava internada em um dos dois
únicos hospitais capazes de fazer a operação pelo SUS em Minas Gerais. Na quarta-feira, a Secretaria Municipal de Saúde
de Belo Horizonte garantiu que, quando a paciente recebesse alta da Santa Casa, poderia ser avaliada por médicos do Centro
Metropolitano de Especialidades Médicas para a possível redução do estômago. Mas nem mesmo Eva acredita nisso.
Os casos de notificações de dengue nos três primeiros meses
deste ano já representam 27% do total notificado em 2008. Balanço divulgado ontem pela Secretaria de Estado da Saúde (
SES) registra 21. 853 notificações da doença, sendo 15 casos de
febre hemorrágica confirmados e 29 sob investigação. Já são 20
confirmações de dengue com complicação no estado e três
mortes confirmadamente causadas pela doença.
Vasectomia pelo plano
VIVA MAIS
Senado aprova projeto que obriga seguradoras a pagar métodos
contraceptivos e de fertilização
O Senado aprovou anteontem a inclusão de ações de planejamento familiar entre os procedimentos que obrigatoriamente devem ser cobertos pelos planos de saúde
privados. Pela proposta, os planos terão que pagar todos os métodos contraceptivos, como laqueadura e vasectomia, e
também de concepção, como fertilização in vitro. O projeto, do
deputado Geraldo
Resende ( PT-MS) , que é ginecologista, seguirá para a sanção
do presidente Lula.
Sem ressarcimento
Apesar de o texto não especificar quais métodos seriam cobertos pelos planos, Resende diz que todos estão implicitamente incluídos. Ele afirmou que os planos de saúde,
hoje, não realizam nem métodos simples, e enviam os pacientes
para serem atendidos na rede do SUS sem qualquer ressarcimento.
saude.empauta.com
O projeto poderia ajudar pessoas como o funcionário público
Rogério Oliveira Souza, que tem plano de saúde. Quando ele
decidiu fazer vasectomia, precisou pagar do próprio bolso.
- A vasectomia foi R$ 700. O médico me deu um desconto porque a tabela é R$ 1. 000 - disse.
Os hospitais conveniados com o SUS realizam procedimentos
de planejamento familiar. Resende reconheceu que métodos de
concepção, como o de fertilização, devem onerar os planos,
que, segundo ele, terão que se adaptar às novas regras.
- E um procedimento complexo e o grande problema é que muitos casais até vendem seu patrimônio para poder financiar em
clínicas particulares esse tratamento. A fertilização assistida,
como é chamada, tem um custo que varia entre R$ 20 mil a R$
40 mil - disse Resende.
Segundo o parlamentar, os planos terão que bancar também
atendimentos contraceptivos como colocação de DIU e anticoncepcionais hormonais, como pílula e injeção.
pg.129
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
O Dia - Rio de Janeiro/RJ
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | SUS
E-mails e cartas
CONEXÃO
Roleta apertada prejudica passageiro
Brasil precisa investir nos setores prioritários
Preciso registrar publicamente o absurdo que fizeramna estação de tremdo Engenho de Dentro. Simplesmente colocaramvários ferros na roleta, diminuindo ainda mais o espaço
para a passagem. É incrível o desrespeito comos passageiros,
semfalar nas pessoas que possuem deficiência física, idosos, etc. Quando perguntei sobre a mudança, recebi a resposta de que
todas as roletas agora seriam assim.
O Brasil, para chegar ao Primeiro Mundo, precisa investir emeducação, saúde e segurança. Mas o que vemos são escolas e hospitais em mau estado, alémda falta de pessoal, e falta de
segurança, pois o efetivo policial é insuficiente.
Luiz Carlos Guimarães Recreio dos Bandeirantes
Provas não ajudam a avaliar os alunos
MônicaTavares Engenho de Dentro
Longa espera porum aparelho auditivo
Há muito tempo estou inscrito para receberumaparelho auditivo pelo SUS no Hospital Clementino Fraga Filho, no
Fundão. Já foram feitos vários exames, mas nunca o processo é
finalizado. Estou perto de completar 83 anos e, com essa demora, minha surdez aumenta a cada dia.
Sou professora e não concordo com medidas da Secretaria Municipal de Educação do Rio, como uso de cadernos de revisão
que não faziam parte do currículo e provas que não foram elaboradas pelos professores. As provas, de múltipla escolha, não
contribuem emnada para avaliar os alunos.
Maria José da Silva Por e-mail
Fim de estação prejudica o bairro de Turiaçu
Heitor Corrêa Coelho Neto
Violência em área nobre desperta as elites
Nada como a explosão da violência em bairros nobres para a elite e o governo buscar em soluções. É o que acontece como novo
plano habitacional e as medidas de repressão aos bandidos de todos os calibres e os choques de ordem.
Faz muita falta o tremnão parar mais em Turiaçu. Era linda nossa estação e tinha muito comércio em torno dela. Por favor, prefeito e governador, reabram a estação de Turiaçu. Desde que ela
foi fechada, nosso bairro acabou. Agora, temos que andar até
Rocha Miranda.
Maria Alice dos Santos
Nossas megalópoles estão hoje emestado de explosão social.
Por e-mail
José de Anchieta Nobre Tijuca
Bandidos já adotarama pena de morte no País
Flanelinhas agem sem repressão no Centro
Há muito tempo a pena de morte foi implantada no Brasil, só
que pelos bandidos. Mas o governo pensa em 2010, o Legislativo está corrompido-comraras excessões- e o Judiciário é
lento. Enquanto isso, o povo está entregue às baratas e às balas
perdidas.
Ontem, vários carros foramrebocados no Centro. Tudo muito
correto.
Mas quando a prefeitura vai agir contra os flanelinhas ilegais?
Carlos Luiz Campanella Taguatinga ( DF)
Rogério deAlmeida Jardim Botânico
FGTS que é usado hoje pode faltar no futuro
saude.empauta.com
pg.130
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
O Dia - Rio de Janeiro/RJ
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | SUS
Continuação: E-mails e cartas
A generosidade do governo Lula daemusar R$ 26 bilhões do
FGTS para construir casas para os trabalhadores é amedrontadora. Num amanhã qualquer, o presidente e seu ministro
do Trabalho vão dizer que falta grana para pagar o FGTS aos trabalhadores.
Senadores e deputados, diante de tantas imoralidades nas indicações de apadrinhados, deveriam se mobilizar e aprovarumlimite máximo, baseado no quantitativo de cargos, para
indicação política nos cargos comissionados dos órgãos de todas as esferas, pois hoje vários atingemmais de 50%.
Leônidas Marques Volta Redonda
Sandro Campos Por e-mail
STJ deve respeitar a prioridade a idosos
Ônibus demoram e só passam lotados
Gostaria de lembrar ao relator da 6ª turma do Superior Tribunal
de Justiça ( STJ) que idosos têmprioridade, o que, apesar de eu
ter 80 anos, não acontece como meu processo, o 937965, que lá
tramita há vários anos.
Os passageiros da linha 800L, que liga Nova Aurora, emBelford Roxo, a Madureira não suportam tanto descaso. Mesmo comtrês empresas operando a linha, os ônibus
circulamlotados e comgrandes intervalos. Sugiro que Detro,
Alerj e Procon tom em atitude a fim de coibir essa bagunça.
Raul M. Belfort Por e-mail
Bruno Machado Belford Roxo
Cargos de confiança precisam de limitação
Geléias artesanais vão muito além do chá da tarde
O que alguns povos já fazem há séculos, o brasileiro está descobrindo agora. A utilização da geléia na elaboração de pratos e não só na torrada do café da manhã ou do chá da tarde - já parte
dos hábitos de quem se interessa por gastronomia. As geléias
mais apreciadas por este público são as artesanais, que não levam produtos químicos e podem misturar vários tipos de frutas
e ainda acrescentar especiarias ( gengibre, pimenta) e até bebidas como cachaça.
Esse tipo de iguaria é o carro-chefe da pequena empresa administrada por Anete Barison Dal Sasso, de Rolândia ( 25 km a
oeste de Londrina) . Ela começou a produzir geléias em 2001,
depois de encerrar os negócios na área têxtil que foram o sustento da família por mais de 30 anos. ''Foi por necessidade mesmo que colocamos em prática as receitas de geléias que
aprendemos com nossos avós europeus. Começamos com sete
quilos de abóbora doados por um vizinho e não paramos mais'',
conta Anete, que abriu a Duga Produtos Naturais junto com o
marido, falecido em 2007.
saude.empauta.com
Com apoio do programa Fábrica do Agricultor, da Emater, Anete se profissionalizou na atividade e passou a produzir também
conservas, patês e temperos. Hoje, são feitos cerca de seis mil
potes por mês, dos quais 3, 5 mil são geléias. Elas estão em lojas
especializadas em gastromia de Londrina e demais regiões do
Estado, além de Santa Catarian, Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro. Uma das criações, a geléia de caipirinha ( a própria caipirinha geleificada, com 55% de teor alcoólico) , foi parar na
Europa, em 2005, durante as comemorações do Ano do Brasil
na França.
A empresa produz 20 tipos de geléias, com a utilização das frutas inteiras ou parte delas e pouca quantidade de açúcar. Para
garantir a conservação ( a duração é de um ano no vidro fechado) , é acrescentado limão no processo de cozimento. A pectina, que dá aquela liga característica das geléias, é extraída das
próprias frutas. Em alguns produtos vendidos em supermercados, os fabricantes usam pectina industrializada na
forma de pó. ''No nosso caso, ela é líquida e natural'', explica
Anete.
pg.131
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Folha de Londrina - Curitiba/PR
Temas de Interesse | Vigilância Sanitária
Continuação: Geléias artesanais vão muito além do chá da tarde
Para o consumidor não confundir, ela diz que geléia é diferente
de doce de fruta. ''A geléia é feita com o suco e o doce com a polpa''. Quanto à pectina, a empresária explica que pode ser retirada da própria fruta que será utilizada ou de outras, pois
existem algumas variedades que não contêm a substância ( como o figo) .
Com o domínio da tecnologia de produção, a empresária passou
a inovar. Na lista de sabores constam criações como banana
com maracujá, figo com nozes, jabuticaba com cereja, laranja
com gengibre, frutas vermelhas, manga com pimenta, abacaxi
baiano ( com pimenta) , strudel ( nozes, passas, canela e maçã) ,
além das tradicionais geléias de morango, gengibre, mexerica,
pimenta.
A participação em feiras serve para sentir a aceitação dos produtos. A geléia de gengibre, por exemplo, vai ser relançada durante 49 Expolondrina, dentro da Feira Sabores do Paraná. ''As
pessoas fizeram algumas observações e partir daí modifiquei o
produto. Agora, vou ver o que estão achando'', diz.
As geléias vêm em potes de 300 gramas e nas feiras são vendidas a preço de fábrica ( em média R$ 6) .
Gisele Mendonça
Reportagem Local
Lei obriga licença sanitária
Ao comprar produtos artesanais, o consumidor deve estar seguro de que está levando para casa uma mercadoria registrada
na Vigilância Sanitária. Mesmo não encontrando informações
suficientes no rótulo, deve-se questionar o produtor ( ou comerciante) sobre a origem e processamento do alinento. ''A legislação é boa, mas há falhas. Existem produtos, como as
geléias, que não têm a obrigação de constar a licença sanitária
no rótulo. Mesmo tendo a licença, muitos não colocam. Por isso, é importante questionar quem está vendendo'', informa Gervásio Vieira, coordenador do programa Fábrica do Agricultor,
da Secretaria de Agricultura do Estado, por meio da Emater.
saude.empauta.com
Todos os integrantes do programa têm seus produtos registrados na Vigilância Sanitária e licença para a comercialização. Isso significa que eles ( ou seus funcionários)
passaram por cursos de boas práticas na manipulação de alimentos, que asseguram a higiene e a utilização de
matéria-prima adequada.
''Para certificar se está tudo certo, a Vigilância faz inspeção
anual nas empresas, garantindo segurança alimentar a quem
consome'', assegura Vieira. ( G. M. )
pg.132
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Folha de S. Paulo - São Paulo/SP
Temas de Interesse | Vigilância Sanitária
12 passam mal após tomar soro em posto
Os pacientes medicados tiveram tremores súbitos e febre alta e alguns também apresentaram marcas roxas na pele
Secretaria recolheu seringas usadas na aplicação do soro,
além de 1. 050 frascos na unidade da zona norte e outras
807 na UBDS Central
JEAN DE SOUZA
COLABORAÇÃO PARA A FOLHA RIBEIRÃO
Pelo menos 12 pacientes que passaram mal após tomar soro em
um posto de saúde estão sob investigação da Vigilância Sanitária de Ribeirão Preto. Os casos notificados aconteceram na
Unidade Básica de Saúde Sérgio Arouca, que fica na zona norte
da cidade. Um caso semelhante ocorreu na unidade de saúde
Central.
Segundo uma funcionária da unidade da zona norte, que pediu
para não ser identificada, o primeiro paciente passou mal devido ao soro no dia 18. Naquela semana, houve três casos semelhantes, que se somaram aos oito ocorridos desde domingo.
Somente na manhã de ontem, duas pessoas passaram mal após
receberem o soro.
Em todos os casos, os pacientes procuraram a unidade de saúde
com diarreia, vômito ou outros males que necessitam de soro
para o tratamento. Atendidos, eles tiveram tremores súbitos e
febre alta -algumas também apresentaram marcas roxas na pe-
saude.empauta.com
le.
O diretor municipal de Assistência à Saúde, Wadis Gomes da
Silva, descartou a hipótese de algum tipo de infecção no interior
da UBS. "Não há infecção bacteriana. O que temos são casos de
choques pirogênicos. "
Choques pirogênicos, segundo o médico Wadis, são reações do
organismo a substâncias químicas ou bactérias. Ele afirmou
que, como a reação varia de acordo com a doença ou as condições físicas de cada paciente, não foi feito um diagnóstico comum dos casos logo nas primeiras notificações.
Segundo a funcionária da unidade de saúde onde foi registrada a
maior parte dos casos, é difícil saber o que aconteceu. "Entra e
sai muita gente, é muito tumultuado. "
A Secretaria da Saúde de Ribeirão Preto, por meio de sua assessoria de imprensa, afirmou que 1. 050 frascos de soro da unidade Sérgio Arouca e 807 da Central foram retirados das
farmácias dos postos. Também foram recolhidos seringas e outros equipamentos utilizados na aplicação do soro.
"Na maior parte das vezes, é o soro glicosado", afirmou Wadis,
que não descartou, porém, que outros fatores tenham causado o
mal-estar nos pacientes. Ele estima que as causas do problema
devem ser descobertas em dez dias.
pg.133
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Jornal do Commercio PE - Recife/PE
Temas de Interesse | Vigilância Sanitária
Cartas da Redação do dia 27 de MARÇO de 2009
CARTAS À REDAÇÃO
» Função
Os senadores não sabiam da existência de 181 diretores no Senado. Será que eles sabem o que devem fazer naquela Casa?
Diante dos últimos acontecimentos, como o retorno de Collor,
a permanência de Renan e a terceira volta de Sarney, tenho certeza absoluta que nenhum deles sabe o que deve fazer naquele
lugar. Acho que somente os 19 senadores suplentes sabem porque, e para quê, estão ali. Afinal, a maioria gastou muito do próprio bolso para eleger o senador que foi votado pelo povo, e
precisa recuperar o capital investido. São os senadores sem voto, mas com dinheiro, os únicos que sabem o que devem fazer
no Senado. Infelizmente, muitos eleitores também não têm a
mínima ideia do que deve fazer um senador. Se tivessem, a
maioria deles não passaria nem pela porta dos fundos daquele
recinto. O senador deve zelar pelos direitos constitucionais do
povo em geral, e não somente para os seus amigos. Deve propor,
debater e aprovar leis de interesse nacional, e não somente aquelas que interessam aos amigos, aprovar a escolha presidencial
dos presidentes e diretores de empresas públicas, membros do
poder judiciário e diplomatas, que não precisam ser necessariamente seus amigos, autorizar operações financeiras externas e condições de crédito, que não precisam ser somente
para o seugrupo. Fiscalizar o presidente da República e avaliar
os seus projetos de lei, não aceitando nenhum acordo de toma-lá-dá-cá. E o mais importante: ser honesto!
» Wilson Gordon Parker - Rio de Janeiro - [email protected] com.
br
» Água
Mais uma vez, venho falar do descaso da Compesa para Santo
Amaro. A compesa faz racionamento no bairro, e na Rua do Sossego, a água chega pouca por volta das 15h e às 04 da manhã some. Temos então água por menos de 12 horas, e não dá tempo
para uma faxina, limpeza bem feita, etc. Por que a Compesa não
libera o abastecimento do meio-dia até as 08 da manhã, como
era antes? Entra governo e sai governo e nenhum resolve. Se privatiza parte da empresa e nada melhora. Até quando vamos com
isso?
» Carmem Ferraz - Santo Amaro - [email protected] com.
saude.empauta.com
br
» Saudação
Em resposta ao sr. Manoel José de Santana, a Secretaria de Educação do Estado informa que as faixas de boas- vindas que existem na Escola Pinto Lauro Villares, no bairro dos Torrões, são
uma prática comum realizada no início do ano letivo em todas
as escolas do Estado. É a forma que o governo estadual tem de
saudar os alunos da rede. Portanto, não há fato que justifique a
afirmação do sr. Manoel de que a escola está sendo usada politicamente pelo governo.
» Assessoria de Comunicação da SEE
» Vagas
Em resposta à carta Contratos, a Secretaria de Administração e
Recursos Humanos do Cabo de Santo Agostinho informa que
não procede a informação de que os cargos destinados aos servidores efetivos estão ocupados por pessoas contratadas por
tempo determinado. A prefeitura abriu 1. 473 vagas e já convocou 1. 493 concursados classificados, restando ainda vagas
em virtude das desistências e que a validade do concurso foi
prorrogada por mais dois anos.
» Assessoria de Imprensa da PMCSA
» Descontrole
A total e completa pisada de bola do prefeito João da Costa e
equipe deu margem às manifestações na orla de Boa Viagem e
arredores. O JC destacou mais uma dessas balbúrdias na terça-feira, e muitas outras devem acontecer até a PCR conseguir
ordenar o caos. Era só exigir identificação da origem dos alimentos comercializados, bem como uso de gorro, batas, luvas,
etc, além de controle pela Vigilância Sanitária na praia. Já vi isso em praias de outros Estados.
» Carlos Tigre - Casa Forte - Recife
» Engarrafamento
Quem precisa transitar pela Avenida Agamenon Magalhães e
pg.134
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Jornal do Commercio PE - Recife/PE
Temas de Interesse | Vigilância Sanitária
Continuação: Cartas da Redação do dia 27 de MARÇO de 2009
adjacências como Rua da Hora, Rosa e Silva, Rui Barbosa, Fernandes Vieira, etc, já a partir das 17h enfrentam, diariamente,
monstruoso engarrafamento. A Prefeitura do Recife não apresenta nenhum plano viário para construção de viadutos que solucionaria o problema. Para minimizar, bem que o diretor da
CTTU poderia para justificar sua função e salário, se dispor a escalar um bom contingente de agentes de trânsito com motos e a
pé nas principais artérias e cruzamentos para controle de trânsito nos horários de pico. Que realmente fizessem intervenções
e não ficassem de prosa. Ocorre que, os agentes só são vistos antes de começar o horário de maior fluxo, com seus indefectíveis
talonários de multas ou laptops se esforçando para cumprir as
suas metas de aplicação de infrações. Assim entendemos.
» Roberto Cortez - Recife - [email protected] com. br
Ônibus
Os universitários dos Curados I, II, III, IV e V que estudam na
Faculdade de Formação de Professores de Nazaré da Mata, estão na iminência de ficarem sem transporte, porque a Prefeitura
de Jaboatão dos Guararapes, na pessoa do prefeito Elias Gomes, ameaça unilateralmente suspender o contrato com esse
ônibus. É sabido que, muitas irregularidades foram cometidas
através de contratos na gestão passada, todavia seria oportuno
que o prefeito ouvisse os estudantes antes de tomar medida extremada. Até porque, eles não participaram da licitação que
contemplou essa empresa de transporte. Os estudantes estão desesperados, vendo se aproximar o momento em que ficarão sem
o benefício, o que tornará impossível a ida deles à faculdade.
» Nivaldo B. Pereira - Curado - [email protected] com
» Álcool
Durante a inauguração da fábrica da Sadia em Vitória de Santo
Antão, o presidente Lula ofereceu mortadela aos jornalistas.
Sugeriu também que experimentassem o "rolão de mortadela"
com aguardente. A fábrica da Pitú fica no município, nem precisou citar o nome da bebida. Um péssimo exemplo.
» Amanda Alves - Cordeiro - [email protected] com
Para atrair clientes, boa localização e divulgação
adequada são essenciais
NEGÓCIOS
A localização do ponto comercial é uma das decisões mais relevantes para a instalação de uma loja de sanduíches naturais.
Dentre todos os aspectos importantes para a escolha do ponto,
deve-se considerar prioritariamente a densidade populacional,
o poder aquisitivo dos consumidores locais, a concorrência, os
fatores de acesso e locomoção, a visibilidade, a proximidade
com fornecedores, a segurança e a limpeza do local.
Outros fatores de atratividade podem ser alavancadores do desempenho. A vizinhança com centros clínicos, academias, quadras de esporte, praias, clubes, parques e locais de prática de
exercícios físicos são aspectos relevantes para atingir o público-alvo.
Alguns detalhes devem ser observados na escolha do imóvel: Deve atender às necessidades operacionais referentes à localização, à capacidade de instalação do negócio, à possaude.empauta.com
sibilidade de expansão, às características da vizinhança e à
disponibilidade dos serviços de água, luz, esgoto, telefone e Internet.
- O ponto deve ser de fácil acesso, possuir estacionamento para
veículos, local para carga e descarga de mercadorias, além de
contar com serviços de transporte coletivo nas redondezas.
- O local não deve ser sujeito a inundações ou próximo a zonas
de risco.
- O imóvel deve estar legalizado e regularizado junto aos órgãos públicos municipais.
- A planta do imóvel ser aprovada pela Prefeitura.
- Se houve alguma obra posterior, aumentando, modificando ou
diminuindo a área primitiva.
- As atividades a serem desenvolvidas no local devem respeitar
a Lei de Zoneamento ou o Plano Diretor do Município.
- Se os pagamentos do IPTU referente ao imóvel estão em dia.
- O que a legislação local determina sobre o licenciamento das
pg.135
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
O Jornal - Maceió/AL
Temas de Interesse | Vigilância Sanitária
Continuação: Para atrair clientes, boa localização e divulgação adequada são essenciais
placas de sinalização.
Vale ressaltar que a instalação da loja de sanduíches naturais em
suporte/plataforma de "trailer" não altera a natureza jurídica do
negócio, estando sujeita à mesma regulamentação legal de qualquer outro estabelecimento, principalmente no que se refere à
fiscalização e à Vigilância Sanitária. A loja não pode ser considerada móvel ou itinerante, pois funciona fixada no endereço
para o qual o alvará de localização foi expedido. Na hipótese de
comércio ambulante, com característica de loja móvel itinerante, o empreendedor fica obrigado a obter licenciamento
específico para cada local onde permanecer, o que é regulamentado pela legislação do município onde o empreendedor pretende explorar a atividade.
Divulgação
A propaganda é a alma do negócio. Ainda mais para uma loja de
sanduíches naturais, onde a divulgação dos produtos é essencial
para o sucesso do negócio. As campanhas devem ser adequadas ao orçamento da empresa, à sua região de abrangência e
às peculiaridades do local. Abaixo, algumas ações mercadológicas acessíveis e eficientes: - Confeccionar folders,
flyers e cardápios para a distribuição em escritórios e casas; Distribuir ou sortear brindes relacionados à alimentação saudável ( garrafinhas de academia, bonés e bolinhas antisstress) ; Divulgar a loja em academias e clubes; - Patrocinar eventos esportivos; - Oferecer degustações em pontos de grande circulação; - Lançar promoções combinadas de sanduíches e
sucos; - Criar programas de fidelidade com descontos e sanduíches grátis.
O empreendedor deve sempre entregar o que foi prometido e,
quando puder, superar as expectativas do cliente. Ao final, a melhor propaganda será feita pelos clientes satisfeitos e bem atendidos.
Planos atenderão planejamento familiar
ECONOMIA
Os planos e seguros privados de assistência à saúde deverão cobrir o atendimento nos casos de planejamento familiar, conforme estabelece projeto de lei da Câmara aprovado na
quarta-feira pelos senadores em votação simbólica no plenário.
O projeto segue para sanção presidencial.
O projeto, de autoria do deputado Geraldo Resende ( PMDB-MS) , que é médico, modifica a lei 9. 656/98, que dispõe sobre os planos e seguros privados de assistência à saúde. O
projeto havia sido aprovado em março de 2007 na Comissão de
Assuntos Sociais, onde foi relatado pela deputada Serys Slhessarenko ( PT-MT) .
A atual legislação, já modificada pela Medida Provisória 2.
177-44/01, estabelece como obrigatória, entre outras medidas,
a cobertura nos casos de emergência quando esta implicar risco
imediato de vida ou de lesões irreparáveis para o paciente, ca-
saude.empauta.com
racterizado em declaração do médico assistente, bem como a urgência em casos de acidentes pessoais ou de complicações no
processo gestacional.
Serys Slhessarenko afirma que o projeto tem o mérito de incluir
o planejamento familiar no rol dos procedimentos cobertos pelos planos de saúde, garantindo às mulheres seguradas o acesso
a métodos contraceptivos eficazes e seguros que nem sempre
são ofertados pelos serviços públicos.
Ao citar estudo realizado pela Unicamp, Serys disse que 70%
dos casais brasileiros fazem uso de algum método contraceptivo, mas o peso da responsabilidade do planejamento familiar recai sobre as mulheres. Segundo esse estudo, 40% das
mulheres foram submetidas à laqueadura e 20% usam pílulas
anticoncepcionais, sendo que apenas 0, 9% dos homens fizeram vasectomia e 1, 8% fazem uso da camisinha.
pg.136
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Gazeta do Povo - Curitiba/PR
Congresso Nacional | Comissão de Assuntos Sociais
Continuação: Planos atenderão planejamento familiar
Serys lembrou que a responsabilidade do planejamento familiar "recai sobre as mulheres", que se preocupam com a escolha do método contraceptivo. Para a senadora, a saúde das
mulheres está ligada à chamada saúde reprodutiva, "onde o
acompanhamento eficaz de métodos contraceptivos e a uti-
lização de métodos confiáveis e seguros são necessários para
assegurar que o planejamento familiar seja eficaz e não cause
prejuízos à saúde da mulher".
Laqueadura e vasectomia garantidas
CIDADE
Projeto de lei aprovado no Senado obriga planos de saúde a
dar cobertura aos procedimentos de planejamento familiar
Brasília - Os planos e seguros privados de assistência à saúde
deverão cobrir o atendimento nos casos de planejamento familiar cirurgias de laqueadura e vasectomia , conforme estabelece projeto de lei da Câmara aprovado na quarta-feira à
noite pelos senadores em votação simbólica no plenário. O projeto segue para sanção presidencial.
O projeto, de autoria do deputado Geraldo Resende ( PMDB-MS) , que é médico, modifica a lei 9. 656/98, que dispõe sobre os planos e seguros privados de assistência à saúde. O
projeto havia sido aprovado em março de 2007 na Comissão de
Assuntos Sociais, onde foi relatado pela senadora Serys Slhessarenko ( PT-MT) .
camp) , Serys disse que 70% dos casais brasileiros fazem uso de
algum método contraceptivo, mas o peso da responsabilidade
do planejamento familiar recai sobre as mulheres. Segundo esse estudo, 40% das mulheres foram submetidas à laqueadura e
20% usam pílulas anticoncepcionais, e que só 0, 9% dos homens fizeram vasectomia e 1, 8% usam camisinha.
A senadora Serys Slhessarenko lembrou que a responsabilidade do planejamento familiar recai sobre as mulheres, que precisam se preocupar com a escolha do método
contraceptivo e arcar com as consequências dessa escolha. Para
a senadora, a saúde das mulheres está intimamente ligada à chamada saúde reprodutiva, onde o acompanhamento eficaz de
métodos contraceptivos e a utilização de métodos confiáveis e
seguros são necessários.
Presas
A atual legislação, já modificada pela Medida Provisória 2.
177-44/01, estabelece como obrigatória, entre outras medidas,
a cobertura nos casos de emergência quando esta implicar risco
imediato de vida ou de lesões irreparáveis para o paciente, caracterizado em declaração do médico assistente, bem como a urgência em casos de acidentes pessoais ou de complicações no
processo gestacional.
Serys Slhessarenko afirma que o projeto tem o mérito de incluir
o planejamento familiar no rol dos procedimentos cobertos pelos planos de saúde, garantindo às mulheres seguradas o acesso
a métodos contraceptivos eficazes e seguros que nem sempre
são ofertados pelos serviços públicos de saúde.
Ao citar estudo realizado pela Universidade de Campinas ( Uni-
saude.empauta.com
O Senado aprovou também o projeto que assegura às mães presas e aos recém-nascidos condições mínimas de assistência, como acompanhamento médico à mulher no pré-natal e no
pós-parto e atendimento clínico ao bebê. A proposta retorna à
Câmara, já que foram feitas duas emendas pela relatora Serys
Slhessarenko na Comissão de Constituição e Justiça ( CCJ) .
De acordo com a proposição, os estabelecimentos penais destinados a mulheres serão dotados de berçário, onde as condenadas possam cuidar de seus filhos e amamentá-los até os
seis meses de idade. Essas penitenciárias também deverão ter
uma seção para gestantes e parturientes e outra de creche para
abrigar crianças maiores de seis meses e menores de sete anos. (
Folhapress)
pg.137
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
A Crítica - Manaus - Manaus/AM
Congresso Nacional | Comissão de Assuntos Sociais
Planejamento familiar em foco
Os planos e seguros privados de assistência à saúde deverão cobrir o atendimento nos casos de planejamento familiar, conforme estabelece projeto de lei da Câmara aprovado anteontem
pelos senadores em votação simbólica no plenário. O projeto segue para sanção presidencial. O projeto, de autoria do deputado
Geraldo Resende ( PMDB-MS) , que é médico, modifica a lei 9.
656/98, que dispõe sobre os planos e seguros privados de assistência à saúde.
O projeto havia sido aprovado em março de 2007 na Comissão
de Assuntos Sociais, onde foi relatado pela Serys Slhessarenko
( PT-MT) . A atual legislação, já modificada pela Medida Provisória 2. 177-44/01, estabelece como obrigatória, entre outras
medidas, a cobertura nos casos de emergência quando esta implicar risco imediato de vida ou de lesões irreparáveis para o paciente, caracterizado em declaração do médico assistente, bem
como a urgência em casos de acidentes pessoais ou de complicações no processo gestacional.
Serys Slhessarenko afirma que o projeto tem o mérito de incluir
o planejamento familiar no rol dos procedimentos cobertos pelos planos de saúde, garantindo às mulheres seguradas o acesso
a métodos contraceptivos eficazes e seguros que nem sempre
são ofertados pelos serviços públicos de saúde.
Ao citar estudo realizado pela Unicamp, Serys disse que 70%
dos casais brasileiros fazem uso de algum método contraceptivo, mas o peso da responsabilidade do planejamento familiar recai sobre as mulheres. Segundo esse estudo, 40% das
mulheres foram submetidas à laqueadura e 20% usam pílulas
anticoncepcionais, sendo que apenas 0, 9% dos homens fizeram vasectomia e 1, 8% fazem uso da camisinha. Para a senadora, a saúde das mulheres está intimamente ligada com a
chamada saúde reprodutiva.
Desenvolvimento é instável, aponta Ipea
Brasília - O Índice de Qualidade do Desenvolvimento ( IDQ) ,
mais novo indicador do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada ( Ipea) , aponta que a qualidade do desenvolvimento brasileiro é instável, ou seja, que o crescimento econômico, a
distribuição de renda e a inserção externa do País não evoluem
na mesma direção e que vem caindo desde o final do ano passado. Mantendo-se a atual trajetória, diz o Ipea, já em maio o
Brasil corre o risco de começar a perder os avanços econômicos, ambientais e sociais conquistados neste século.
O IQD agrega dados de três subíndices: Índice de Qualidade do
Crescimento ( cujas variáveis são produção setorial, massa salarial, confiança dos empresários e meio ambiente) ; Índice de
Qualidade da Inserção Externa ( composição das exportações,
saude.empauta.com
investimento estrangeiro, termos de troca, renda líquida enviada ao exterior e reservas internacionais) ; e Índice de Qualidade do Bem-Estar ( taxa de pobreza, mobilidade social,
desigualdade de renda, desemprego e ocupação formal) .
Cada um dos índices varia entre zero ( péssimo) e 500 ( ótimo
para o desenvolvimento) , e a média dessazonalizada dos três resulta no Índice de Qualidade do Desenvolvimento. O novo indicador foi lançado ontem em sessão extraordinária da
Comissão de Assuntos Sociais do Senado. O presidente do
Ipea, Márcio Pochmann, apresentou o IQD à comissão, que é
presidida pelo senador Paulo Paim ( PT-RS) .
|
pg.138
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Folha de Pernambuco/PE
Congresso Nacional | Comissão de Assuntos Sociais
Planos de saúde vão cobrir planejamento familiar
ECONOMIA
Medida inclui acesso a métodos contraceptivos eficazes e seguros
PROJETO de Resende foi aprovado e segue para sanção
BRASÍLIA ( Folhapress) - Os planos e seguros privados de assistência à saúde deverão cobrir o atendimento nos casos de planejamento familiar, conforme estabelece projeto de lei da
Câmara aprovado ontem pelos senadores em votação simbólica
no plenário. O projeto segue para sanção presidencial. As informações são da Agência Senado.
O projeto, de autoria do deputado Geraldo Resende ( PMDB-MS) , que é médico, modifica a lei 9. 656/98, que dispõe sobre os planos e seguros privados de assistência à saúde. O
projeto havia sido aprovado em março de 2007 na Comissão de
Assuntos Sociais, onde foi relatado por Serys Slhessarenko (
PT-MT) .
A atual legislação, já modificada pela Medida Provisória 2.
177-44/01, estabelece como obrigatória, entre outras medidas,
a cobertura nos casos de emergência quando esta implicar risco
imediato de vida ou de lesões irreparáveis para o paciente, caracterizado em declaração do médico assistente, bem como a urgência em casos de acidentes pessoais ou de complicações no
processo gestacional.
Serys Slhessarenko afirma que o projeto tem o mérito de incluir
o planejamento familiar no rol dos procedimentos cobertos pelos planos de saúde, garantindo às mulheres seguradas o acesso
a métodos contraceptivos eficazes e seguros que nem sempre
são ofertados pelos serviços públicos de saúde.
Ao citar estudo realizado pela Unicamp, Serys disse que 70%
dos casais brasileiros fazem uso de algum método contraceptivo, mas o peso da responsabilidade do planejamento familiar recai sobre as mulheres. Segundo esse estudo, 40% das
mulheres foram submetidas à laqueadura e 20% usam pílulas
anticoncepcionais, sendo que apenas 0, 9% dos homens fizeram vasectomia e 1, 8% fazem uso da camisinha.
Serys lembrou que a responsabilidade do planejamento familiar "recai sobre as mulheres", que precisam se preocupar
com a escolha do método contraceptivo e "arcar com as consequências dessa escolha". Para a senadora, a saúde das mulheres está intimamente ligada com a chamada saúde
reprodutiva, "onde o acompanhamento eficaz de métodos contraceptivos e a utilização de métodos confiáveis e seguros são
necessários para assegurar que o planejamento familiar seja
eficaz e não cause prejuízos à saúde da mulher".
Do Alto da Torre
DO ALTO DA TORRE
Clima de guerra na Câmara
A Câmara Legislativa deve viver na segunda e terça-feira uma
guerra campal. A primeira batalha ocorreu ontem. É que se preparou terreno para aprovar de uma só vez o projeto que estabelece padrões para reajustes dos servidores do Governo do
Distrito Federal, tratorando o reajuste de categorias profissionais com base na variação do Fundo Constitucional. Uma
vez transformado em lei, o projeto retirará qualquer base legal
para reivindicações como as que ameaçam levar os professores
da rede pública a uma greve geral. Ontem a Câmara já estava tomada por sindicalistas de tudo quanto era categoria, em um essaude.empauta.com
pg.139
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Jornal de Brasília - Brasília/DF
Congresso Nacional | Comissão de Assuntos Sociais
Continuação: Do Alto da Torre
forço para barrar a aprovação do projeto. Pelo cronograma
estabelecido pelos deputados, a Comissão de Assuntos Sociais
examinaria a proposta ontem, enquanto o impulso definitivo ficaria para hoje. Um tropeço na CAS adiou tudo. Já estão marcadas novas reuniões da CAS, para a segunda-feira, e em
seguida da Comissão de Constituição e Justiça e da Comissão de
Economia, Orçamento e Finanças. Pretende-se que o texto seja
aprovado pelo plenário a partir das 14h da terça, em primeiro e
segundo turnos.
Governista reage, galera delira Nem tudo está tão simples
quanto o programado na tramitação do projeto que disciplina os
reajustes. Dentro do clima agitado em decorrência da invasão
dos sindicalistas, até deputados governistas deram sinais de rebeldia. A principal reclamação de todos eles era a falta de tempo para examinarem o projeto. O ex-secretário Raimundo
Ribeiro ( foto) pediu tempo para ler o texto. Quando o presidente Wilson Lima lhe deu cinco minutos, Raimundo Ribeiro
explodiu. Disse que o prazo era "um deboche" e que, diante disso, votaria contra o governo. A galera sindical foi à loucura. No
fim, Wilson Lima abriu uma hora para vistas. Sem clima para
votação, porém, ficou tudo para a semana que vem.
Enquadrando as cooperativas
O clima na Câmara estava tão tenso que os deputados se estranharam. Após a reunião no cafezinho, em que se acertou o esquema de tramitação para ontem e hoje, os distritais retornaram
ao plenário. Da tribuna, o deputado Batista das Cooperativas se
fez de desentendido e perguntou sobre o cronograma. O presidente Leonardo Prudente não teve dúvidas. Secamente, avisou a Batista que a tramitação aconteceria "exatamente como
nós todos definimos lá dentro", com a presença do deputado.
Mais perto da Sapucaí Além da Portela, a escola Porto da Pedra demonstrou interesse em divulgar Brasília em seu próximo
samba-enredo. De acordo com um dos responsáveis pela escola, que entrou em contato com a BrasliaTur, o patrocínio do
GDF seria bem menor que os R$ 7, 5 milhões cobrados pela
saude.empauta.com
Azul e Branco. Para a agremiação, cerca de R$ 3, 5 milhões são
suficientes para fazer um belo Carnaval.
Diplomata maluco à solta Deveria ser devolvido a seu país o
diplomata que utiliza a Mitsubishi Pajero de placas CD-5437.
Costuma dirigir pelo Lago Sul, Ponte JK e adjacências em altíssima velocidade e, pior, pressionando os veículos da frente
ao se colar nos para-choques. Como presumivelmente não paga
multas, diverte-se, forçando a passagem junto a pardais e barreiras eletrônicas. É o que se chama gladiador do asfalto. No caso, ainda mais grave, protegido pela imunidade diplomática.
Enfim, Roriz tem escritório
Será na semana que vem a inauguração do escritório político do
ex-governador Joaquim Roriz. O comitê, ops, escritório, ficará
no SIA, trecho 3/4, em frente à Nara Veículos. A inauguração
está marcada para 2 de abril, quinta-feira, às 17h.
João e Manuel
Durante os debates sobre a ficha limpa, a deputada Eurides Brito contou que anos atrás, após campanha para deputada federal,
foi acordada por um telefonema, dado por um tal João. Ele se dizia antigo cabo eleitoral de Eurides, contava que se mudara há
pouco para Salvador e pedia duas passagens para os filhos. Depois de muita conversa, já que Eurides não se lembrava de João
algum, a deputada disse-lhe que encaminhasse os filhos a seu
comitê. Lá apareceram os dois meninos. Ela lhes deu uma passagem e uma carta pedindo à empresa de ônibus que fornecesse
a outra. "Eles saíram tão satisfeitos que tive, na hora, a certeza
de que fora enganada", lembrou Eurides, tristíssima. "Pois console-se comigo", cortou o ex-deputado Sigmaringa Seixas. "Tive uma história igualzinha, inclusive com os meninos. Só o pai,
que era Manoel, não João. E morri com as duas passagens. .. "
Morte no aniversário
Fernando Naves, deputado distrital da primeira legislatura da
pg.140
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Jornal de Brasília - Brasília/DF
Congresso Nacional | Comissão de Assuntos Sociais
Continuação: Do Alto da Torre
Câmara, morreu na madrugada de ontem, em um acidente automobilístico na periferia de Goiânia. Seu carro capotou, Naves
arrastou-se para fora e, quando tentava pedir socorro pelo celular, foi atropelado. Policial militar, Naves foi eleito basicamente com os votos da corporação. Retribuiu com o projeto
de lei que assegura gratuidade a policiais militares e bombeiros
nos veículos de transporte coletivo do Distrito Federal. Também foi autor da lei que disciplina o uso de música mecânica ou
ao vivo nos bares e restaurantes da capital. Não conseguiu se
reeleger, embora tentasse mais duas vezes. Permaneceu, porém, com vínculos no poder: era membro do Conselho do BRB.
No dia de sua morte completava 59 anos.
Comissão irá debater plano da habitação
NACIONAL
Agenda foi concluída ontem e irá trazer vários temas relacionados à área, como recursos energéticos e agências reguladorasA Comissão de Serviços de Infraestrutura ( CI)
aprovou, na reunião de ontem, uma agenda de debates sobre vários temas relacionados à infraestrutura do País. Entre os
assuntos a serem abordados pelos senadores da Comissão estão
recursos energéticos; telecomunicações; infraestrutura e políticas públicas; tecnologia da informação; fármacos e medicamentos; agências reguladoras; saúde e regulação;
integração da América do Sul e, por último, incluído na reunião
de ontem, o plano de habitação popular lançado pelo governo
federal, batizado de Minha Casa, Minha Vida.
Alguns dos temas serão discutidos com outras comissões, como é o caso de telecomunicações, que será debatido com a Comissão de Ciência e Tecnologia, assim como fármacos e
medicamentos, que será debatido junto à Comissão de Assuntos Sociais ( CAS) .
///
Não morra pela boca
OPINIÃO
Reza a sabedoria popular, nem sempre acertadamente, que saco
vazio não para em pé. Por outra: é preciso se alimentar para ir
em frente. Não é bem assim, no entanto. A carência de informações sobre higiene e segurança alimentar, destinadas aos
segmentos populacionais mais vulneráveis às doenças transmitidas por alimentos ( DTA) , motivou o desenvolvimento de
um estudo coordenado por William Waissmann, pesquisador
da Escola Nacional de Saúde Pública ( Ensp) , da Fundação
Oswaldo Cruz ( Fiocruz) . É preciso estar alerta, especialmente em casa. Dados da Organização Pan-Americana
de Saúde ( Opas) indicam que metade dos casos de DTA ocor-
saude.empauta.com
re no ambiente doméstico, resultante de falhas higiênicas na
manipulação dos alimentos. O trabalho revelou ainda que 82,
1% dos entrevistados não conferia etiquetas, composição, data
de validade e origem dos alimentos. E, segundo a Agência Fapesp, metade desconhecia que alimentos sem alterações nas
suas características sensoriais podem causar doenças e que produtos refrigerados devem ser selecionados ao final das compras.
Um terço não conferia as condições dos ovos e 10% ou consumiam carnes oriundas do comércio ambulante. Conclusão: é
preciso investir também na educação alimentar.
pg.141
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Jornal do Commercio RJ/RJ
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | Fundação Oswaldo Cruz
Curta
RIO DE JANEIRO
Museu Ciência e Vida na Baixada
Na segunda-feira, às 11h30, o Governo do Estado apresenta o
projeto do Museu Ciência e Vida em documentário e dá início
às obras numa solenidade no antigo Tribunal do Júri de Duque
de Caxias. O museu é um projeto da Secretaria Estadual de Ciên-
cia e Tecnologia, em parceria com a Petrobras, a Fundação
Oswaldo Cruz e o Ministério da Ciência e Tecnologia. Além
dos três andares da construção, será erguido mais um, que totalizará em 2. 812 m² de área construída.
Onde está o Aedes?
Ah, como seria bom se existisse uma espécie de Google para localizar mosquito da dengue, não é? Um "sistema de buscas"
que mostrasse onde está o Aedes aegypti. Coisa de ficção científica? Nada disso. Realidade. É o Sistema de Monitoramento e
Controle Populacional do Vetor da Dengue ( SMCP-Aedes) ,
desenvolvido pela rede Saudável ( Sistema de Apoio Unificado
paraaDetecção eAcompanhamento em Vigilância Epidemiológica) , da qual faz parte o Centro de Pesquisas Aggeu
Magalhães ( CPqAM\/Fiocruz) .
Mais que "localizar"omosquito, o sistema gera mapas espaço-temporais da concentração do vetor da doença. OSMCPAedes será lançado ainda neste ano na Fiocruz, no Rio de
Janeiro. E melhor: junto com o lançamento será feita a disponibilização gratuita de um manual e demais de 10 softwares
livres, o que permitirá que qualquer município utilize essa tecnologia na luta contra a dengue.
Na ponta do sistema informatizado estão as ovitrampas, armadilhas para ovos dos mosquito transmissor da doença.
Construídas a partir de pequenos baldes pretos ou fundo de garrafa pet pintado no mesmo tom, elas "capturam" os ovos, que
são contados automaticamente por meio de um "leitor" especialmente desenvolvido para esse fim. "A contagem vai para
um banco de dados que analisa contínua e automaticamente as
saude.empauta.com
informações e constrói mapas de distribuição", explicou a coordenadora do projeto SMCP e pesquisadora do Departamento de
Entomologia do CPqAM, Leda Régis. Como cada armadilhaémo nitorada via GPS, épossível visualizar em um mapa as áreas do bairro analisado onde há a maior infestação de
Aedes, permitindoodirecionamento das ações de controle para
os pontos mais críticos.
Na tela do computador, as áreas são diferenciadas por cores, de
acordo com onível de concentração do mosquito. O sistema permite até saber com exatidão quantos domicílios existem em cada uma dessas áreas. E mais: acompanhar o índice de infestação
semana a semana.
Em janeiro, havia 54 domicílios na área mais crítica de Santa
Cruz do Capibaribe.
Em Ipojuca, eram 32. Segundo Leda, ométodoémais efetivo para fazer uma avaliação temporal da infestação do que a pesquisa
larvária, que consiste na observação de larvas nos criadouros.
Afinal, enquanto neste último método não dá para saber se as
larvas observadas nasceram de ovos postos há pouco tempo ou
há um ano, as ovitrampas colhem apenas ovos "novos". "Quando a gente coloca uma ovitrampa e aparece um ovo, a gente sabe que existe uma fêmea na casa, que se alimentou há três ou
quatro dias", disse Leda.
pg.142
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Diário de Pernambuco - Recife/PE
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | Fundação Oswaldo Cruz
Pesquisadores próximos de uma vacina
Anos de estudo, vários grupos de pesquisa ao redor do mundo e,
até agora, nada de vacina para prevenir a dengue. Mas está
mais perto do que longe, como dizem os pernambucanos. Cinco anos, segundo as projeções mais otimistas. No estado, por
exemplo, há quatro estratégias diferentes sendo estudadas no
Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães ( CPqAM) , unidade da
Fundação Oswaldo Cruz ( Fiocruz) em Pernambuco, para se
chegar a umproduto eficaz. Na própria Fiocruz, no Rio de Janeiro, uma vacina está sendo testada em macacos. Mas o caminho até uma imunização é tortuoso e cheio de barreiras.
Incluindoaquantidade de sorotipos de vírus da dengue que precisam ser "combatidos" pela vacina: quatro ( 1, 2, 3 e 4) .
"A pessoa tem que ficar protegida para os quatro ( sorotipos) .
Se ela ficasse imunizada para o tipo 1 e depois tivesse o 2 ou o
3, ela talvez tivesse uma forma grave da doença. É preciso imunizar definitivamente para os quatro grupos. É muito mais complicado do queuma vacina de poliomielite ou de sarampo",
explicou o pesquisador da Escola Nacional de Saúde Pública
da Fiocruz, Paulo Sabroza, queémenos otimista. Ele acredita
que não haverá uma vacina disponível no mercado emmenos de
10 anos. Segundo a pesquisadora do AggeuMagalhães Marli
Tenório, uma vacina contra a dengue precisa ser segura, ter bai-
xo custo, ser tetravalente ( proteger contra os quatro sorotipos)
, produzir o mínimo possível de reações adversaseapresentar,
pelo menos, 85% de efetividade.
De acordo com Laura Gil, pesquisadora do Departamento de
Virologia e Terapia Experimental do CPqAM, apesquisa de vacina que estámais avançada no Brasil é a da Fiocruz. Feita por
manipulação genética, essa vacina utiliza o genoma do vírus da
febre amarela atenuado ( com baixa capacidade de causar
doenças) , substituindo seus genes estruturais pelos do vírus da
dengue. O estudo carioca contou comaparticipação de pesquisadores do AggeuMagalhães, incluindo Laura, que construíram os chamados vírus quiméricos dos sorotipos 1, 2 e 3.
EmPernambuco, há três vacinas de DNA ( sendo uma tetravalenteeduas queprotegeriam apenas do sorotipo 3) emfase
de testes com camundongoseumaquarta em fase laboratorial,
com expectativade começar a ser testada em roedores no segundo semestre deste ano. Para Laura, a criação de uma vacina
é a única saída para o controle da doença, já quenão há como eliminaromosquito. No mundo, há pelo menos duas vacinas tetravalentes patenteadas. Há quatro vacinas em testes em
humanos.
A vacina é o único meio para controlar a doença, já que não há
como banir omosquito
Parede desaba e atinge idosa de 70 anos
CIDADE
Da Redação
A parede de uma casa, na rua Dr. Fernando Ferrari, no bairro
Dom Aquino, em Cuiabá, caiu devido as chuvas e atingiu uma
idosa de 70 anos. Marta Martins dos Santos tem dificuldades de
locomoção e caminha com auxílio de outras pessoas. Ela estava
sentada em uma cadeira, que estava encostada na parede que desabou. A vítima foi encaminhada ao Hospital e Pronto-Socorro
de Cuiabá pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (
saude.empauta.com
Samu) e não corre risco de morte. A mulher teve escoriações leves, foi medicada, mas não tem para onde ir. Marta mora sozinha em um imóvel, herança da mãe dela. Não têm filhos ou
parentes e contava com ajuda dos vizinhos nas atividades diárias, com tomar banho e comer. A aposentada Nilce da Rocha
Bezerra, 71, conta que lava as roupas de vizinha e tinha acabado de levar o lanche da tarde quando ocorreu o acidente. Ela
afirma que a idosa têm problemas mentais e depende da so-
pg.143
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
A Gazeta - MT - Cuiabá/MT
Ministério da Saúde | Programas | SAMU
Continuação: Parede desaba e atinge idosa de 70 anos
lidariedade dos outros.
lhida pelos vizinhos, até que seja providenciado um abrigo definitivo pelo poder público.
A secretária Rosa Antônia Gomes, 32, disse que a parede estava
repleta de rachaduras e infiltrações. O imóvel é antigo e foi construído com adobe ( barro e argila prensado) e há muito tempo
não recebia nenhum tipo de manutenção. Ela relata que a situação piorou quando a casa ao lado começou a ser reconstruída. A vizinha chegou a sugerir que Marta mudasse para
casa dela, até que a construção acabasse, mas a idosa se recusou.
Agora, a vítima receberá alta ainda hoje, mas deverá ser aco-
Os moradores da rua pediram ajuda ao Ministério Público Estadual ( MPE) , que enviou um técnico para verificar "in loco" a
situação. Conforme a assessoria de imprensa do órgão, serão
rastreados parentes da idosa e caso não sejam encontrados, o poder público será acionado para que ela seja recebida em um
abrigo.
Colisão engarrafa área central
CAPA DOIS
Um acidente entre um Fiat Mille e um ônibus, na descida do
viaduto da Avenida Norte, sentido subúrbio-cidade, causou
congestionamento na Avenida Agamenon Magalhães, Área
Central do Recife, ontem, no horário de grande movimento de
veículos. Por volta das 17h30, o automóvel dirigido por Antônio de Oliveira bateu na traseira do coletivo que fazia a linha
Casa Amarela-Cruz Cabugá. Pouco depois da colisão, a Companhia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife ( CTTU) interrompeu o trânsito no trecho e desviou o fluxo para a
Agamenon e para a Rua Frei Casimiro, em Santo Amaro.
Uma equipe do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (
Samu) socorreu o condutor do Mille, que foi levado para o Hos-
saude.empauta.com
pital da Restauração ( HR) , no Derby. Segundo o irmão da vítima, Edmir dos Santos, 23 anos, Antônio saiu do carro
consciente e falando, apenas com um corte na testa.
O motorista do ônibus, Valdemar José Mendes, 60 anos, contou
que o Mille, de placa KFZ-7240, atravessou o viaduto em alta
velocidade, chocando-se nos canteiros da pista. "Vi pelo retrovisor que ele estava desgovernado e percebi que ele não ia parar. Para não bater no carro que estava na frente, parei o ônibus
e segurei o freio", relatou. De acordo com ele, o coletivo estava
cheio, mas ninguém se feriu. O tráfego foi liberado às 18h, após
a retirada dos veículos.
pg.144
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
O Estado do Maranhão - São Luís/MA
Ministério da Saúde | Programas | SAMU
Acidente na Curva da Morte mata 10
POLÍCIA
Segundo passageiros, havia nevoeiro na estrada e o motorista
demonstrou cansaço, cochilando ao volante
AÇAILÂNDIA - Um grave acidente registrado na madrugada
de ontem, no Km-641 da BR-222, conhecida como a "Curva da
Morte", a 48 km de Açailândia, culminou com a morte de 10
pessoas. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal ( PRF) ,
um ônibus da Empresa Transbrasiliana, de placas NGF-4435/Goiás, conduzido pelo motorista Francisco Lopes Paiva, de 33 anos, tombou, matando, até ontem, 10 pessoas e
ferindo mais de 20. O veículo havia saído de São Luís, na última
quarta-feira, com destino a Brasília. Entre os mortos, um bebê,
uma criança, quatro homens e quatro mulheres. Segundo a PRF, há duas hipóteses sobre a causa da tragédia.
Conforme os policiais, lotados no posto da PRF de Açailândia,
o acidente aconteceu por volta de 2h30. "Alguns dos passageiros que escaparam ilesos relataram que o tempo estava
muito ruim, com um nevoeiro muito forte", contou o policial
Portela. A declaração do policial foi confirmada por pessoas
que residem nas proximidades da BR-222. "Esta noite, a neblina estava densa, não sei o que aconteceu, foi diferente de outras vezes", explicou o carvoeiro Messias Nunes.
Além do tempo ruim, pode ter contribuído para o acidente o fato de o motorista ter dormido ao volante. "Os passageiros que
sofreram apenas escoriações declararam que o condutor vinha
cochilando enquanto dirigia. Um dos passageiros chegou, inclusive, a ficar conversando com o motorista, para que ele não
dormisse", detalhou Portela.
O ACIDENTE
Cinco ou seis curvas após o passageiro deixar a cabine do motorista, o ônibus desceu a "Curva da Morte" de forma descontrolada. Após derrapar, o veículo capotou, ficando
destruído e com as rodas para cima.
Com o impacto, as pessoas que estavam sem cinto de segurança
foram projetadas para fora do veículo. Os passageiros que ficaram com lesões leves ou ilesos e moradores das proximidades
contactaram a PRF, que chegou ao local por volta de 3h. Três
saude.empauta.com
ambulâncias do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (
Samu) , viaturas de Imperatriz e homens do Corpo de Bombeiros auxiliaram a PRF no resgate. Os feridos foram levados
para hospitais públicos e particulares de Imperatriz e para o
Hospital Municipal de Açailândia. Oito pessoas morreram no
local e outras três faleceram ao chegarem as unidades de saúde.
Até o fechamento desta edição, o motorista do ônibus não havia sido localizado. De acordo com a PRF, ele provavelmente
se evadiu do local do acidente, sem prestar socorro às vítimas.
O resgate terminou por volta de 7h. O veículo ficou no local, à
espera do guincho.
VÍTIMAS
Segundo a PRF de Açailândia, foram registrados os óbitos de
Bárbara Barros de Carvalho, de 23 anos, moradora de Imperatriz; Luciana Carvalho dos Santos, de 27 anos, residente
em Porto Franco; Claudecy Barbosa de Sousa, de 35 anos, morador de Imperatriz; Elisângela França da Silva Pacheco, de 32
anos, residente em Imperatriz, além de José Pereira Campos e
Natália da Costa Santos, que não tiveram idade e procedência
reveladas.
Morreram, também, duas crianças, uma de 5 meses identificada
apenas como Ana Clara, que morreu ao chegar ao Hospital Municipal de Açailândia e outra de 6 anos, não identificada e dois
homens, também não identificados. Os corpos foram levados
para as funerárias AçaiPax e Paz Eterna.
Foram encaminhados para o Hospital Municipal de Açailândia
e para o Socorrão, em Imperatriz, Claudemir Sousa da Silva,
Taís Laiane Sousa, Jaqueline de Sousa Ribeiro, Lívia Mara Ferreira Teixeira, Rodrigo Bento de Oliveira Junior ( criança que
estava com a mãe no ônibus) , Maria das Graças Gomes, Ariel
Soares Silva, Percivan Cardoso dos Santos, Iranilde Pereira,
Flávia Lima Conceição, Vagner de Castro Assis, Elias Dutra
Magalhães, Rita de Cássia Costa Lacerda, Leane Gomes Macedo, Pietro Rodrigues Passos e Lidiane Sousa Guimarães.
Também ficaram feridos Cleilson Bremer Fabiano Sousa, Carleandro Pereira Nascimento, um menino identificado apenas
como Maxwell ( de 11 anos) , Rebeca França Pacheco ( criança)
pg.145
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
O Estado do Maranhão - São Luís/MA
Ministério da Saúde | Programas | SAMU
Continuação: Acidente na Curva da Morte mata 10
, Maria dos Reis Silva, Ademar de Sousa Frazão e Terezinha
Barros da Silva Carvalho. Até o fechamento desta edição, não
havia informações sobre o estado de saúde dos feridos.
>> José Pereira Campos
Vítimas
>> Ana Clara, 5 meses
>> Bárbara Barros de Carvalho, 23 anos
>> Criança não identificada,
>> Luciana Carvalho dos Santos, 27 anos
6 anos
>> Claudecy Barbosa de Sousa, 35 anos
>> Homem não identificado
>> Elisângela da Silva Pacheco, 32 anos
>> Homem não identificado
>> Natália da Costa Santos
Motociclista morre em acidente
POLÍCIA
Ele bateu na traseira de um Peugeot e foi parar embaixo de um
caminhão
Danilo Tenório
Um acidente envolvendo três veículos ocorrido na faixa da direita da avenida Domingos Ferreira, em Boa Viagem, deixou
um jovem morto e uma mulher ferida, na manhã de ontem. O
auxiliar de marketing João Roque Caetano Filho, de 23 anos,
levava a amiga Edna do Carmo Galvão, de 30 anos, na garupa de
sua motocicleta, uma Suzuki preta, de placa KJI-8692, quando
bateu na traseira de um Peugeot prata KKF-6851. Na colisão,
ele perdeu o controle e ambos caíram embaixo de um caminhão,
de placa JMC-0628. O rapaz foi atropelado e morreu na hora. Já
a mulher, milagrosamente, não foi atingida pelo veículo.
Segundo testemunhas, o motoqueiro não estava em alta velocidade, mas antes do acidente teria feito várias ultrapassagens
perigosas. Uma delas foi pelo veículo do autônomo Eurico Caetano da Silva Neto, de 51 anos. "Estava em meu carro quando
ele me cortou e foi passando por outros. De repente, ele se de-
saude.empauta.com
sequilibrou ao tentar passar outra motocicleta. Se assustou com
o Peugeot que estava ao seu lado e bateu na traseira dele. Foi
quando caiu embaixo do caminhão. A mulher teve muita sorte
porque ela ficou no meio. O susto foi muito grande", comentou.
Amigos de trabalho de João Roque acompanharam o trabalho
da polícia. Flávio Rodrigo Garcia, que trabalha na mesma empresa que a vítima fatal, comentou que João Roque era cuidadoso, mas que eles sempre conversavam sobre os cuidados
que ambos deveriam ter no trânsito. "Sempre um dava conselho ao outro. Todo mundo conversava sobre isso. Eu estava
trabalhando quando ligaram para mim dizendo o que havia
acontecido". O auxiliar de marketing era casado e deixa a esposa e uma filha de apenas 3 anos. Edna foi socorrida por paramédicos Samu e levada para o Hospital Otávio de Freitas (
HOF) , em Tejipió. Foi atendida e recebeu alta.
O motorista do caminhão Nielson Santos, de 52 anos, estava
bastante emocionado e a todo momento dizia que não teve cul-
pg.146
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Folha de Pernambuco/PE
Ministério da Saúde | Programas | SAMU
Continuação: Motociclista morre em acidente
pa na morte de João Roque. "Estava indo para Piedade ( em Jaboatão dos Guararapes) e vinha normalmente na minha faixa
quando escutei um barulho da colisão entre a moto e o Peugeot.
Na mesma hora freei e não pude fazer mais nada". Ele e o motorista do Peugeot, que não teve sua identidade revelada, foram
encaminhados à Delegacia de Boa Viagem, onde prestaram depoimento e foram liberados.
zamento da Domingos Ferreira com o a rua Antônio Falcão. O
trânsito da faixa onde ocorreu o acidente foi interditado pela
Companhia de Trânsito e Transporte Urbano ( CTTU) do Recife desde a rua Padre Bernardino Pessoa. O engarrafamento
foi grande e só após o recolhimento do corpo do rapaz, realizado por volta das 10h pelo Instituto de Medicina Legal ( IML) , o trânsito foi liberado.
TRÂNSITO O acidente aconteceu a cerca de 20 metros do cru-
Demissão no Samu é assunto interno?
INTEGRAÇÃO
O coordenador geral do Samu em Arapiraca, o médico Iracildo
Júnior, confirmou a demissão do colega de trabalho, Celso Marcos da Silva. Apesar de declarar que o assunto é apenas de interesse interno do órgão público, o coordenador aceitou
conversar a respeito do caso ao ser informado por um dos redatores da Coluna que o profissional demitido havia falado
numa emissora de rádio da cidade sobre o tema. Iracildo Júnior
assegurou que Celso Marcos deixou em aberto 5 horas do seu
plantão, falta grave que poderia trazer prejuízos para o serviço
de urgência, motivo da demissão, justificativa confirmada pela
assessoria da Secretaria Estadual de Saúde. Sobre a saída de
outro colega de trabalho, dr. Vanderli, Iracildo não confirmou o
ato e ainda se negou a falar sobre a presença de policiais civis no
Samu na última segunda-feira, quando um diretor-médico chegou acompanhado por agentes, escolta justificada em supostas
ameaças feitas por Celso Marcos, demitido verbalmente na presença de funcionários e policiais.
ARAPIRACA: SOCORRO
PT) , a saída do titular da pasta não significa que a sigla também
deixa a gestão de Luciano Barbosa, segundo a presidência do
PT no município. O ato oficial é visto como parte da fusão da
pasta com outra secretaria, provavelmente a que trata de Indústria e Comércio.
Atacadistas e donos de distribuidoras de produtos pediram socorro ao prefeito Luciano Barbosa. Preocupados com o aumento de impostos para produtos de limpeza e perfumaria,
acréscimo que em alguns itens chega até a 300%, os empresários querem ser recebidos pela Secretária de Fazenda,
Fernanda Vilela, encontro intermediado por Barbosa.
A Secretaria Municipal de Infra-estrutura de Maragogi iniciou,
esta semana, a limpeza das galerias de águas pluviais. Segundo
o responsável pela pasta, Pedro Jeová, a medida é preventiva,
para evitar alagamentos. A previsão é de um inverno rigoroso.
ARAPIRACA: CAIU
O Departamento de Estradas de Rodagem ( DER) está testando
a paciência dos moradores do bairro Mangazala, em Porto Calvo. O órgão prometeu, em duas oportunidades, reforçar a sinalização do trecho da AL-105 Norte onde vários acidentes,
O secretário de Cultura de Arapiraca, Aemerson Barros, foi
exonerado do cargo. Indicado pelo Partido dos Trabalhadores (
saude.empauta.com
PREFEITOS: DIPLOMAÇÃO
Dois novos prefeitos alagoanos serão diplomados hoje. Em
Porto de Pedras, Amaro Guimarães da Rocha Júnior, o "Boi
Lambão" ( PTB) , recebe o título às 11 horas na Câmara de Vereadores. Rita Bonfim, também filiada ao PTB, será diplomada
no salão do Fórum de Porto Real do Colégio, solenidade prevista para começar às 10 horas. José Almerino da Silva ( PP) ,
eleito em Estrela de Alagoas, recebeu o diploma ontem das
mãos do juiz eleitoral Luciano Andrade.
MARAGOGI: CHUVAS
PORTO CALVO: DER
pg.147
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Gazeta de Alagoas - Maceió/AL
Ministério da Saúde | Programas | SAMU
Continuação: Demissão no Samu é assunto interno?
inclusive com vítimas fatais, já ocorreram. A população, impaciente, já bloqueou a rodovia quatro vezes, a última delas na
terça-feira e ameaça fechá-la novamente em breve.
própria para continuar prestando os serviços em sua área de
atuação.
UVEAL: ELEIÇÃO
PORTO CALVO: CASAS
A Prefeitura de Porto Calvo pretende inaugurar, no dia 15 de
abril, 184 casas populares por meio do convênio entre a Caixa
Econômica Federal ( CEF) e o governo do Estado. O município
é o único na região Norte que conseguiu vencer a burocracia e as
exigências da CEF. As moradias já estão praticamente concluídas.
Em campanha pelo comando da União dos Vereadores de Alagoas ( Uveal) , Alta Lima falou por 2 minutos durante sessão da
Câmara de Penedo na noite de ontem. O presidente Billi Marques deixou o espaço aberto para demais candidatos à instituição, o que só pode ser feito até a próxima sessão porque a
eleição acontece no dia 4 de abril.
COLUNA: FÉRIAS
PENEDO: BOMBEIROS
O quartel do Corpo de Bombeiros de Penedo deve ganhar um
novo terreno. Instalados no Aeroporto Freitas Melro, contemplado com verba federal para recuperação de sua pista de
pouso e infraestrutura, os militares devem receber uma área
O jornalista Maikel Marques goza merecidas férias. Até seu retorno, a coluna está a cargo dos repórteres das sucursais Arapiraca e Maragogi, com a indispensável colaboração de fontes e
leitores.
Dois assaltos em menos de 5 horas
CIDADE
Motoqueiros armados implantaram o terror na noite de anteontem, em Itabaiana, distante 56 km da capital. Em menos de
cinco horas, foram registrados no município uma tentativa de
homicídio e dois assaltos a estabelecimentos comerciais. As
ações foram praticadas por duplas que estavam em motos de cor
vermelha. Os crimes mobilizaram as equipes do 3º Batalhão da
Polícia Militar ( BPM) que realizaram buscas por toda a noite e
madrugada, mas não conseguiram localizar os motoqueiros.
Segundo o subtenente Luiz Carlos, a tentativa de homicídio
aconteceu por volta das 20h30 da última quarta-feira, na rua José Monteiro de Lima. O mototaxista estava nas imediações do
bar do Pretinho, acompanhado de alguns colegas, quando surgiram dois homens em uma moto Broz, de cor vermelha, e sem
placas. Os desconhecidos se aproximaram da vítima e o homem
saude.empauta.com
que estava como carona sacou o revólver calibre 38, e efetuou
vários tiros, tendo cinco deles atingido Renan.
Os disparos provocaram corre-corre no local, e mais duas pessoas saíram feridas. Anderson Brito Barbosa, 26, foi atingido
no pé e teve um dos dedos decepados, enquanto José Dias dos
Santos, 53, foi alvejado com um tiro de raspão nas costas. Depois da tentativa de morte, os motoqueiros fugiram tomando rumo ignorado. As vítimas foram socorridas pela equipe do
Serviço de Atendimento Móvel de Urgência ( Samu) e encaminhadas ao Hospital Regional Dr. Pedro Garcia Moreno.
Anderson e José Dias foram medicados e em seguida liberados,
enquanto Renan permanece internado sob observação medica.
Outros casos
pg.148
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Jornal da Cidade - Aracaju/SE
Ministério da Saúde | Programas | SAMU
Continuação: Dois assaltos em menos de 5 horas
Homens em uma moto de cor vermelha, que a polícia não soube
informar se foram os mesmos que praticaram a tentativa de homicídio, assaltaram a panificação Irmãos Tavares, localizada
no bairro Marianga, próximo ao Centro comercial de Itabaiana.
O roubo aconteceu às 18h30, quando os desconhecidos invadiram o estabelecimento comercial renderam funcionários e
clientes e levaram toda a renda do dia, valor que não foi divulgado pelas vítimas.
Cerca de uma hora depois, motoqueiros armados em uma moto
de cor vermelha, invadiram a lan house do Fabiano, na avenida
João Teixeira, nas imediações do estádio Presidente Médice. A
ação foi rápida e os desconhecidos fugiram levando aparelhos
celulares e monitores de computador.
Frentista morre na avenida Pedro II ao colidir moto
contra um poste
POLICIAL
Acidente aconteceu em frente a sede do Ibama e provocou congestionamento durante mais de duas horas ontem de manhã
O frentista Geraldo dos Santos Ferreira, de 34 anos, morreu ontem pela manhã na avenida Dom Pedro II após perder o controle de sua moto, colidir no canteiro de cimento que divide as
duas pistas e bater a cabeça em um poste de iluminação pública.
O fato aconteceu em frente ao Jardim Botânico, onde fica a sede
do Ibama.
O corpo ficou no local do acidente até o final da manhã, até ser
reconhecido pela família. Nenhum outro veículo se envolveu
no acidente e a polícia suspeita que a moto foi trancada numa
das pistas. Devido o impacto, a moto ficou a cerca de 20 metros
de distância do corpo.
saude.empauta.com
Uma equipe do Samu foi acionada mas ao chegar no local e examinar o homem ficou constatado que ele já estava morto. Em
função da ocorrência o tráfego de veículos ficou lento e equipes
da STTrans foram deslocadas para orientar os motoristas que
procediam do Castelo Branco em direção ao Centro.
Foram mais de duas horas com tráfego lento até o corpo de Geraldo ser retirado do local. No local do acidente as pessoas comentavam que o frentista tinha sido trancado por um carro e
acabou colidindo a moto contra a divisória de cimento. Geraldo
estava com capacete, mas o conduzia preso a um dos braços.
Depois que a prefeitura inaugurou as novas faixas este foi o primeiro acidente com morte na Pedro II.
pg.149
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Folha de Londrina - Curitiba/PR
Temas de Interesse | Tabagismo
CARTAS
CARTAS
Torcida merece respeito!
que o retorno acontecerá.
Com relação à matéria ''Vitória não impede rebaixamento do
Londrina'' ( Folha Esporte, pág. 1, 26/03) , a cidade merece respeito, não esse time medíocre. Londrina tem grandes empresas, um belo estádio e uma torcida apaixonada que merece
um time que honre o nome da cidade. Toda a diretoria deveria
pedir renúncia, mandar embora os jogadores e começar da estaca zero. Pode mudar até a cor do uniforme e voltar a ser vermelho: a cor da ''vergonha''. Qualquer time amador de várzea
joga melhor que esse timinho atual. Os torcedores merecem um
futebol com garra e que defenda o nome da cidade, como no
passado de tantas glórias.
FRANÇA NERY ( jornalista) - Londrina
Cavalgada e mau exemplo
MARIO MORI ( fotógrafo) - Londrina
Fica a lição
Com relação ao rebaixamento do Londrina, a realidade é superior aos anseios de quem fica à espera de um milagre, imóvel
e sem tomar conhecimento do rumo da situação. Fica o aprendizado e espero que a direção do LEC veja com seriedade o calendário deste ano para que não vejamos o time cair mais uma
vez no abismo e ficar fora até da Série D do Brasileiro.
RICARDO JOSÉ DE OLIVEIRA ( empresário) - Ibiporã
Futebol empresa
Se o Londrina continuar sendo administrado dessa forma na Série D do Brasileirão, poderá o seguir os passos do Galo maringaense e ser extinto. Há alguns anos empresários
londrinenses participaram de uma reunião na Prefeitura para
discutir o futuro do LEC e avisaram que se não mudassem a política do clube transformando-o em empresa não teria como ajudá-lo e o time poderia morrer. E alertaram: com chapéu na mão
nenhuma empresa dará dinheiro. Acredito que ainda é tempo:
transformem o Londrina em uma empresa S/A. Tenho certeza
que os empresários participarão como acionistas, pois sabem
saude.empauta.com
Gostaria de sugerir aos organizadores da cavalgada realizada
domingo passado às margens do Lago Igapó 3 para que, no próximo ano, coibissem o uso de bebidas alcoólicas durante o
evento. A televisão mostrou cenas de vários cavaleiros fazendo
uso do produto ( inclusive uma charrete transportava uma caixa) e jogando latinhas vazias na rua, cena que também presenciei pois faço caminhada diariamente naquela região. Outra
cena lamentável foi um cidadão travestido de peão que invadiu
uma faixa estreita usada em comum por ciclistas e pedestres e
disse: ''Se atrapalhei a caminhada, vá andar dentro do lago! ''.
Os pecuaristas não diriam isso pois são pessoas honradas e civilizadas que sempre darão bons exemplos aos seus filhos.
ANDRÉ MENEGHEL RANDO ( consultor de imóveis) - Londrina
Corajoso editorial
Considerando as dificuldades que existem quando somos contrários aos interesses da poderosa indústria do vício, sinto-me
no dever de cumprimentar a FOLHA pela publicação do editorial ''As múltiplas ações diante das drogas'' ( Opinião, 21/03) .
Além de ir às origens da produção e do contrabando como sugere o editorial, diria que é urgente criar leis que restrinjam a publicidade ligando o consumo, principalmente das bebidas
alcoólicas, com o sucesso e o prazer. É uma indução ao vício e
uma armadilha para os mais jovens. Já fizeram muito no combate ao cigarro. Agora é preciso atacar firmemente o álcool
mostrando o seu lado verdadeiro de destruição dos cidadãos e,
por consequência, das famílias.
EDGAR BAER ( advogado) - Londrina
pg.150
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Folha de S. Paulo - São Paulo/SP
Temas de Interesse | Tabagismo
Aos 37, Giselle sofreu infarto na academia
perfil
DA REPORTAGEM LOCAL
Quando a manicure Giselle Nicote, 39, começou a se sentir mal
na academia, jamais imaginou que o diagnóstico seria infarto.
Ela praticava exercícios habitualmente pela manhã.
Durante o cateterismo, sofreu outro infarto, mas foi reanimada.
Vários médicos que passavam pela UTI durante os dez dias em
que ficou internada não acreditavam que a paciente estava lá por
causa de um infarto. "Achavam que eu era muito nova para isso", diz.
Naquele dia seguinte ao Natal de 2007, pouco depois de começar as atividades na esteira, começou a sentir náusea, um
cansaço incontrolável e a sensação de perda de sentido, como se
estivesse prestes a desmaiar.
O médico de Giselle credita o ataque cardíaco à combinação de
pílula anticoncepcional, cigarro e estresse.
Conseguiu andar as três quadras do caminho de volta para casa e
começou a sentir dor no peito, que se estendia pelo braço e pela
perna. O irmão a levou para o hospital.
"Havia feito todos os exames para praticar exercício. Tenho 1,
70 m e 68 quilos, não sou obesa, tinha alimentação regrada, não
bebia, não perdia noite de sono, levava uma vida regrada", conta.
A manicure não fuma mais e voltou a praticar atividades físicas
três meses depois da internação.
"Faço tudo o que o médico manda. Se ele pedir que eu plante bananeira, eu planto. Tomo todos os medicamentos, meço a pressão, visito o cardiologista a cada três meses. Como não preciso
trabalhar para me sustentar, faço as coisas no meu limite, não
me estresso mais", diz. ( JS)
A memória inventada de um escritor
CADERNO C
Carol Almeida
[email protected] com. br
Taco de madeira, mesa de centro, tapete, uma poltrona e a sensação de que a sala pequena asfixia sua solidão. O personagem
central de Ninho vazio ( El nido vacío, 2008) é um pássaro que
precisa recriar sua memória do preenchimento, do sentido familiar daqueles que já voaram. Sentido este que dava a ele, um
homem classe média, a estabilidade necessária para o manter
acima da média, escritor, "famoso", ainda que ninguém realmente o conheça. Mas essa ilusão de distinção logo se desfaz
quando, ainda no começo do filme, a esposa resmunga contra o
homem em sua pequena sala: "Fique aí na poltrona. Ela já tomou sua forma. "
A produção argentina de Daniel Burman que traz Oscar Martínez como Leonardo, o escritor estancado na primeira página, e
saude.empauta.com
uma das grandes damas do cinema argentino, a atriz Cecilia
Roth, como sua esposa Martha, consegue criar sintomas de desconforto na poltrona da sala de estar em mais uma crônica sobre
a desagradável sensação de ser ameno. Diante desse cenário de
açúcar cristalizado sobre bolo solado, o personagem do escritor
burocrata tenta se livrar de seu tédio em algumas consultas dentárias - eis o tamanho de seu tédio. No consultório, ele descobre
uma jovem dentista que sua memória identifica como sendo
uma atraente moça vista por ele anteriormente em um restaurante.
Mas uma traiçoeira conversa nessa mesma noite do restaurante
com um neurocientista confunde Leonardo ( e o espectador) sobre suas reais memórias, passadas, presentes e futuras. A única
certeza do filme é que temos um homem entre croissants quentes e um ambiente livre da fumaça do cigarro, tentando suprir a
carência do afeto com uma rotina de realizações pouco significativas, onde o ponto alto de sua aventura psicológica é pra-
pg.151
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Jornal do Commercio PE - Recife/PE
Temas de Interesse | Tabagismo
Continuação: A memória inventada de um escritor
ticar aeromodelagem.
Ademais, não sabemos até que ponto a dentista, o flerte entre a
esposa e um amigo da época da faculdade e mesmo a ausência
dos três filhos do casal é um tempo que já passou, que irá passar
ou que nunca existiu.
lidade linear do autor sem personagem. Talvez querendo se fazer mais seguro de sua proposta, algo que definitivamente não
era necessário, o diretor recai em um recurso um tanto já batido
de inserir em cena dois rápidos números musicais que não vem
de lugar nenhum nem vão para lugar algum. Têm um efeito de
sonorizadores de auto-estradas. Desnecessários para quem fica
atento às sinalizações da narrativa.
O filme é hábil em trabalhar com essa inexatidão, deixando
sempre um tom de realismo fantástico impresso naquela rea-
Noites expostas
ZOEIRA
Imersa em um texto profundo, mas com toques de humor, Luana Piovani apresenta, de hoje a domingo, o espetáculo ´Pássaro
da noite´. Polêmicas sobre a vida pessoal à parte, a atriz afirma,
em entrevista ao Zoeira, que o público cearense pode esperar
um belíssimo espetáculo
Depois de se dedicar ao teatro infantil nas últimas temporadas,
Luana Piovani volta aos palcos com um monólogo adulto, de
José Antônio de Souza, com direção de Marcus Alvisi. ´Pássaro
da Noite´, em cartaz no Teatro Celina Queiroz, apresenta Luana segura de seu trabalho e potencial no palco.
O espetáculo, que estreou em outubro no Rio de Janeiro, já passou por Campo Grande, Manaus, São Caetano do Sul e agora
chega a Fortaleza. Para Luana, a resposta do público tem sido
bem além de sua expectativa inicial.
´As pessoas embarcam na história, se divertem e se envolvem
com a dor da personagem. É legal ver um profundo silêncio e
três minutos depois estar todo mundo caindo na gargalhada´,
comenta a atriz. Ela destaca que, geralmente, ´as pessoas vão só
para ver uma peça da Luana Piovani e não imaginam que tenha
tanta profundidade. Se surpreendem´.
Fazer monólogo sempre é um desafio para qualquer ator, experiente ou não. Luana confessa que sua maior necessidade durante os ensaios e preparação foi trabalhar a insegurança.
´Tinha medo de não conseguir me concentrar, de esquecer o
texto. Mas, isso foi mais no começo, agora já estou bem mais
segura. Já consigo ser a maestrina da peça´, ressalta a atriz que
saude.empauta.com
dialoga com a platéia o tempo todo.
´Mas, eles não me respondem e ficam muito tímidos. Só teve
uma vez, no Rio, quando a personagem pede um cigarro e uma
mulher deu mesmo. Espero estar preparada para as próximas
respostas´, comenta.
Para viver uma mulher numa situação de solidão absoluta, no
fim de uma noite de festa, a atriz se preparou por dois meses e se
baseou somente no texto para compor a personagem. ´O texto
em si já é muito rico e foi suficiente para o processo de composição´, afirma.
Em torno da mulher, uma noite sem fim acaba forçando-a a indagar, com urgência nunca experimentada antes, aquilo que no
trivial do dia-a-dia quase sempre leva a perguntas imediatas ´Quem sou? ´.
A polêmica cena - onde mostra os seios - que teria sido a origem
da discussão de Luana com seu ex-namorado Dado Dolabella,
continua na peça. ´Foi uma sugestão do diretor e eu entendi que
era mesmo necessário. Não posso adiantar muito, mas o fato é
que, enquanto conta sua vida, ela vai se despindo e se expondo
cada vez mais e o figurino acompanha essa trajetória´, explica
Luana que diz só ter uma semelhança com a personagem: ´ela
não tem medo do julgamento, assim como eu´.
No mais, a atriz destaca que é tudo diferente, como amigos desleais, o uso de drogas e também o fato de não se dar o direito de
amar de verdade a pessoa por quem está apaixonada.
pg.152
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Diário do Nordeste - Fortaleza/CE
Temas de Interesse | Tabagismo
Continuação: Noites expostas
Além da peça
teresse em trabalhar. Comecei aos 14 anos e não pretendo parar
tão cedo´.
Depois da temporada em Fortaleza, Luana vai passar dois meses em Nova York ( EUA) para estudar teatro. Na volta, continuará a turnê ´Pássaro da Noite´. E se o público infantil já está
com saudade, a atriz adianta que estará no espetáculo ´Soldadinho e a bailarina´, em 2010, que será dirigido por Gabriel
Vilela.
Além do teatro, o público poderá conferir a atuação de Luana
nas telonas. Só este ano, serão três estréias: ´A Mulher Invisível´, de Claudio Torres, em junho; ´Família Vende Tudo´,
de Allan Fresnot, em outubro; e ´Insônia´, de Beto Souza, em
meados de dezembro.
Na TV, a imagem da loura pode demorar um pouco para aparecer. Embora tenha recebido proposta para atuar numa novela,
Luana diz que não lhe ´apeteceu´. E olha que atriz de 32 anos
não é de recusar trabalho.
Vida exposta
Depois de ser agredida pelo namorado, Luana não hesitou em
mover um ação contra ele. Mas, como outros fatos de sua vida,
mais uma vez o caso ganhou grande repercussão na mídia. ´Estar em evidência é o que mais me incomoda. É chato. Mas, prefiro sempre olhar para a metade cheia do copo, que é a
possibilidade de trabalhar com cinema e teatro´, comenta a
atriz que confessa que se houver alguma solução para diminuir a
exposição de sua intimidade, ela vai descobrir.
Mais informações: ´Pássaro da Noite´, de 27 a 28, sexta e sábado, às 21h e domingo às 19h, no Teatro Celina Queiroz, no
Campus da Unifor. Ingressos: R$ 60, 00 ( inteira) e R$ 30, 00 (
meia) . Telefone: 3477. 3033.
Izakeline Ribeiro
Mesmo fora da TV por algum tempo, ela continua sendo uma
personalidade e propostas para campanhas publicitárias não são
raras. ´Acontece menos agora porque fico pouco tempo na cidade. Mas, às vezes rola e aceito numa boa. Sempre tenho in-
Repórter
Responsabilidade social e ética - Engel Paschoal
CARREIRAS
A lei no lixo e na vida real de todos nós
Os 5. 561 municípios do Brasil produzem 100 mil toneladas de
lixo por dia. E 88% do lixo doméstico - objetos velhos, embalagens descartadas, sobras de comida, alimentos vencidos
e/ou estragados etc. - vão para os aterros sanitários.
Fazem parte dessas 100 mil toneladas as latas de cervejas ou refrigerantes, tocos de cigarro, embalagens de bala ( lembram do
presidente flagrado jogando uma durante reunião? ), papéis,
restos de frutas, vidros, pneus etc. jogados no chão ou na rua.
Interessante lembrar: muitos estrangeiros, que nos seus países
de origem não faziam isso, aqui jogam coisas no chão ou na rua,
porque os maus exemplos dos brasileiros os fizeram esquecer
os bons costumes de quando viviam lá fora.
saude.empauta.com
Só 10% dos municípios
Dentre os 5. 561 municípios brasileiros, apenas 10%, cerca de
550, destinam corretamente os resíduos para aterros sanitários,
investindo recursos consideráveis para enterrar matéria-prima.
Por outro lado, há muito tempo se recolhe o que pode ser reciclado para se ter um retorno financeiro.
Tudo isso sem falar no bem à natureza, não apenas evitando a
poluição, como ajudando a economizar corte de árvores, petróleo e água usados para produzir uma porção de coisas úteis e
necessárias a todos.
Muita gente diz que o Brasil é um dos países que mais reciclam
latas de alumínio em todo o mundo. É verdade. No entanto, é
pg.153
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Jornal do Commercio RJ/RJ
Temas de Interesse | Tabagismo
Continuação: Responsabilidade social e ética - Engel Paschoal
bom saber que os chamados catadores, muitos dos quais estão
reunidos em cooperativas, são fruto de uma triste realidade: sem
opção de emprego, essas pessoas encontraram na reciclagem
uma forma de sustento digna, ninguém pode negar, mas muito
distante daquela à qual teriam legítimo direito.
A lei do lixo
Em meados de 2001, o então deputado paulista Emerson Kapaz era o relator de uma comissão especial da Câmara que tentava aprovar, pela primeira vez, uma política nacional de
resíduos sólidos. Há muito tempo o Brasil discutia o assunto,
mas jamais havíamos definido uma política para o lixo, até porque, naquela época, eram mais de 60 os projetos de lei que tramitavam na Câmara a respeito do tema.
No entanto, em outubro de 2007 o site da Abes ( Associação
Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental) informava:
Após quase 20 anos de discussão, chega à Câmara dos Deputados o projeto de lei que busca estabelecer uma Política Nacional de Gestão de Resíduos Sólidos. A nova diretriz federal
ditará as regras que deverão ser seguidas pelos demais níveis de
governo e pela sociedade, trazendo grandes mudanças para o
setor.
Isso deixava claro que a lei do lixo ainda não havia conseguido
ultrapassar as paredes do Legislativo para ganhar as ruas dos
executivos.
A RES Brasil, de Cajamar ( SP) , tem parceria com a RES SA (
Reliable Ecological Solutions - soluções ecológicas confiáveis)
, com sede em Luxemburgo e escritórios em Bruxelas. A RES
Brasil fornece aditivos às fábricas de plásticos que, adicionados aos plásticos comuns, tornam o produto final naturalmente degradável, isto é, um plástico biodegradável, de
degradação mais rápida e segura, que leva, em condições normais, até 18 meses para se degradar, enquanto o plástico
comum pode durar até 200 anos.
Outro exemplo: em 2000, o engenheiro aposentado Luís Otto
percebeu que as caixas de leite longa vida são revestidas de alumínio e começou a guardá-las, sem saber ainda o que fazer com
elas. Pouco depois, soube de uma tecnologia que usava placas
de alumínio em forros de casas, possibilitando manter o ambiente mais fresco, já que o alumínio reflete 95% do calor que
recebe. Resolveu transformar caixas de leite longa vida em forros para casas.
Luis Otto falou com a Unicamp ( Universidade Estadual de
Campinas) , que o ajudou a desenvolver o Projeto Forro Vida
Longa. Ele chegou a dar palestras inclusive no exterior, pois
seu objetivo era divulgar a técnica para as pessoas usarem.
Milhares de outros exemplos estão espalhados pelo Brasil afora, provando mais uma vez que saber fazer independe da autorização oficial.
Os que não esperaram a lei
saude.empauta.com
pg.154
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Zero Hora - Porto Alegre/RS
Temas de Interesse | Tabagismo
Incêndio assusta em Eldorado do Sul
GERAL
Um incêndio de grandes proporções tomou conta de uma vegetação às margens da rodovia Capital-Pelotas ( BR-116) , na
entrada de Eldorado do Sul, na Região Metropolitana. Cinco
viaturas do Corpo de Bombeiros foram até o local para tentar
conter as chamas.
- O combate é complicado, pois o fogo foi em uma área de vegetação situada em um banhado, o que torna o acesso muito difícil - afirmou o comandante do Corpo de Bombeiros de
Guaíba, tenente Lauro Luiz Henker.
As chamas se aproximaram de algumas residências, mas os
bombeiros conseguiram conter o fogo, evitando possíveis da-
nos materiais. Ninguém ficou ferido. Ontem à noite, o Corpo de
Bombeiros ainda não sabia o que teria motivado o fogo.
- Ainda é tudo muito preliminar. Pode ter sido um incêndio criminoso, pela proporção do fogo, como pode ser sido provocado por uma ponta de cigarro - diz Henker.
Por volta das 22h30min, os bombeiros deixaram o local. Ainda
restavam algumas chamas, mas a situação já estava controlada.
Uma nova vistoria será realizada na manhã de hoje.
MultimídiaIncêndio assusta em Eldorado do Sul
Conselhos indispensáveis
ESPORTES
Da Redação
Renato André Silva, professor universitário da fisiologia do
exercício, abriu ontem o Ciclo de Palestras da 3ª Maratona Brasília de Revezamento, primeiro evento paralelo à prova de 21 de
abril, comemorativa ao aniversário de 49 anos da cidade.
avaliação médica é fundamental, por meio de exames clínicos,
para identificar possíveis riscos e prevenir males à saúde", afirmou Renato André. "Muitas vezes, a ansiedade de correr para
suprir outras necessidades, como a do fumo ou do álcool, pode
levar a um rendimento inadequado ou até provocar danos físicos".
Para uma plateia de atletas e técnicos, no auditório do Correio
Braziliense, promotor do evento, Renato André explicou os
princípios básicos para que um atleta se torne competidor de alta performance ou tenha uma saudável qualidade de vida. Profissionais e amadores, basicamente, buscam melhorar seus
resultados e, mesmo com características diferentes, devem passar por programas de avaliações para que possam ser
programados os exercícios de treinamento.
Segundo ele, cada atleta deve adaptar seu treino ao objetivo que
fixou, ou uma prova olímpica ou uma corrida de lazer. Para tanto, os recursos são vários para levar um atleta ao melhor desempenho, variando do consumo de energia e tipo de alimentos
necessários à forma adequada da técnica do movimento, de como pisar na pista, a distância de cada passada. "É um conjunto
de recursos que começa com a avaliação médica, e que ajuda até
a escolher o tênis que melhor se adapta àquele perfil de atleta. "
Uma pesquisa recente realizada e apresentada pelo palestrante
identificou que, dos 7. 731 atletas ouvidos, 62, 3% treinam sem
nenhum tipo de orientação. Mais do que comprometer seus resultados, esses atletas põem em risco a integridade física. "A
O Ciclo de Palestras terá mais três apresentações, em 2, 8 e 16
de abril, com especialistas em medicina esportiva, nas áreas
cardiológica e ortopédica. As inscrições para a corrida podem
ser feitas pelo site www. maratonabraziliadereveza. com. br.
saude.empauta.com
pg.155
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
O Tempo - ARAXA/MG
Temas de Interesse | Tabagismo
Trabalhadores da indústria estão em guerra com a
balança
CIDADE
Má alimentação e falta de exercícios podem refletir na produtividade Alexandre NascimentoA receita parece simples. Para emagrecer, é só reduzir doces, gorduras e frituras, comer
mais verduras e fazer exercícios físicos pelo menos meia hora
por dia. Entretanto, uma pesquisa divulgada pelo Serviço Social da Indústria ( Sesi) mostra que, na prática, manter o corpo
em forma não é tão fácil quanto parece: 43% dos trabalhadores
da indústria em Minas Gerais estão acima do peso, índice acima
do resultado nacional, que foi de 42, 6%. Do total dos 73 mil entrevistados no Estado, 11% já são considerados obesos. O resultado comprova a tese de que a alimentação do trabalhador
está longe da ideal. Excesso de gorduras, carboidratos, refrigerantes e a falta de verduras no prato, além da pouca ou
nenhuma prática de exercícios físicos, trazem os quilos a mais.
"Esse resultado era esperado. A gordura animal está muito presente nas comidas tipicamente mineiras", ressaltou o gerente de
saúde do Sesi-MG, Márcio Mussy Toledo. Segundo a nutricionista do Sesi-MG, Fernanda Cardoso Zanetti, é essa gordura que aumenta o colesterol, faz desenvolver os diabetes e
doenças cardiovasculares.
Para tentar evitar essas e outras doenças, alguns trabalhadores
industriais, como Gláucio Santana Silva, 45, tentam melhorar a
alimentação. Ao lado do colega Elias de Oliveira, ele fez uma
refeição balanceada no almoço de ontem, com arroz, feijão, carne e muitas verduras. Gláucio, que tem 1, 67 m de altura e pesa
76 quilos, tenta chegar ao peso ideal. Entretanto, afirma que não
consegue tempo para fazer exercícios físicos. "Jogo futebol
apenas nos domingos de manhã. Durante a semana, é impossível, pois trabalho das 7h30 às 17h30 e faço curso de informática à noite. Mas gostaria de fazer uma atividade física
diária", contou o trabalhador, que é funcionário da indústria de
alimentos. Ele acrescentou que evita tomar refrigerantes. De fato, os viciados em refrigerantes precisam tomar cuidado, até
mesmo com as linhas dietética e light.
saude.empauta.com
Os refrigerantes inibem o organismo de absorver nutrientes essenciais, como ferro e cálcio. A longo prazo, o trabalhador fica
mais vulnerável a desenvolver anemia e doenças relacionadas
ao enfraquecimento dos ossos. Apesar de concordar que o excesso de peso pode causar doenças, o diretor executivo do Sindicato das Indústrias de Calçados de Minas Gerais (
Sindicalçados-MG) , Hélio de Paiva, acredita que os "gordinhos" não têm desempenho inferior do que outros
funcionários do setor. "A maior parte dos trabalhos tem auxílio
de uma máquina", explicou. Um restaurante com variedade de
alimentos e com acompanhamento nutricional ajuda a melhorar a alimentação, segundo o gerente de saúde do Sesi-MG.
"É o nosso papel despertar na consciência do trabalhador a importância da reeducação alimentar. Quem se alimenta melhor
tem mais saúde e isso reflete diretamente em uma redução dos
afastamentos e aumento da produtividade na empresa", disse
Toledo.
Alimentação Dicas. Para se alimentar melhor, o trabalhador
deve evitar frituras, queijo amarelo e carne com gordura. Comer a salada antes da refeição reduz a sensação de fome e ajuda
a diminuir a quantidade de comida.
Falta de exercício e cigarro preocupam O diagnóstico do Sesi mostra que a preguiça e o desinteresse dos trabalhadores da indústria em praticar exercícios físicos é preocupante. Nada
menos que 19, 1% dos entrevistados em Minas não praticam atividades físicas em quantidade suficiente. Quando a situação
envolve quem não pratica qualquer tipo de exercício, o índice é
ainda pior: 55, 1%. Outro fator que deixa a saúde dos trabalhadores mineiros na berlinda é o cigarro. Quase 15% dos
trabalhadores confessaram ser fumantes, índice também maior
do que o nacional. "A ocorrência de doenças crônicas determinada pelo estilo de vida. Hábitos saudáveis reduzem a probabilidade de ocorrência de doenças", afirmou o gerente de
saúde do Sesi-MG, Márcio Toledo. ( AN)
pg.156
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Correio do Povo - RS - Porto Alegre/RS
Temas de Interesse | Tabagismo
Mananciais secam em comunidades rurais
AGOSTINHO PIOVESAN | [email protected] com.
br
A Prefeitura de Vista Gaúcha, na região Celeiro, está abastecendo com água potável 120 famílias das localidades de Linha Bonita, Barreiro, Saltinho do Guarita, Saudades da Serra e
Linha Feijó. De acordo com o prefeito Claudemir Locatelli, os
rios e córregos estão praticamente secos, pois há quatro meses
não chove o suficiente para recuperar a vazão dos mananciais
de água. Locatelli diz que são realizadas seis viagens por dia. O
município está em situação de emergência desde segunda-feira
passada. Os lajeados Tigre e Lereno, Barreiro e Pompeo, secaram, segundo ele. 'Há dezenas de anos não ocorria situação
como essa, que coloca em pânico os moradores', afirma. Além
de água potável, captada de poços artesianos para abastecer as
famílias, também é transportada água do rio Guarita, para pocilgas de suínos, aviários e criadores de gado.
No município de Alpestre, no Médio Uruguai, a estiagem obriga a prefeitura a transportar água potável para 100 famílias de
agricultores residentes nas localidades de São Pedro, Linha
Barki, Linha Seca, Santinho do Café, São Miguel e Encruzilhada do Saltinho. São realizadas quatro viagens por dia
com um carro-pipa com capacidade para 6 mil litros. Criadores
de suínos, frangos e bovinos também recebem socorro do mu-
nicípio.
O prefeito de Alpestre, Valdir Zasso, conta que as fontes naturais e bebedouros estão praticamente secos. 'Temos 250 açudes e bebedouros sem água e isso provoca uma situação
desesperadora nas propriedades rurais', destaca. Zasso detalha
que neste mês foram registrados apenas cinco milímetros de
chuvas e que a escassez de precipitações vem ocorrendo desde
outubro do ano passado. Além do drama da falta de água, os municípios amargam perdas na soja, milho e fumo.
As prefeituras de Alpestre e Tenente Portela decretaram situação de emergência ainda no mês de fevereiro. A Secretaria
da Agricultura e Meio Ambiente de Tenente Portela, região Celeiro, realiza, desde a semana passada, o trabalho de abertura de
bebedouros nas localidades do interior atingidas pela falta de
água. São utilizadas quatro retroescavadeiras e uma carregadeira, cedidas por 1h a cada propriedade. O prefeito Clairton Carboni revelou que 210 pessoas estão inscritas para
receber o serviço.
As retroescavadeiras trabalham nas localidades de Lagoa Bonita, Alto Cordeiro de Farias, Burro Magro, Lajeado Leão. Um
carro-pipa é utilizado para levar água potável para famílias das
localidades próximas. Outro caminhão abastece os criadores,
com água retirada de açudes, para o consumo animal.
Fumicultores protestam por melhor preço
Produtores ligados à Fetraf-Sul promoveram, ontem, manifestação em São Lourenço do Sul para cobrar reajuste mínimo de 25% no preço do fumo. Atos também aconteceram em
São Mateus do Sul ( PR) e em Canoinhas ( SC) , onde os fumicultores construíram um boneco com folhas de fumo e
atearam fogo. Os agricultores familiares não concordam com o
acordo assinado, nesta semana, pela Afubra com as fumageiras,
que prevê aumento de 13, 1%.
A discordância também foi apresentada em reunião da Câmara
Setorial da Cadeia Produtiva do Tabaco, em Brasília, durante
saude.empauta.com
divulgação oficial do percentual definido. O secretário da Fetraf-Sul, Marcos Rochinski, classificou o reajuste de inaceitável.
O presidente da Câmara Setorial e secretário da Afubra, Romeu
Schneider, disse que a questão do preço foi comunicada, mas
não estava na pauta do encontro. Ele ainda destacou que há informações extraoficiais de que o Banco do Brasil vai liberar
crédito às fumageiras para financiar a compra da produção. O
repasse, que pode chegar a R$ 2 bilhões, deve começar na segunda-feira.
pg.157
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Correio do Povo - RS - Porto Alegre/RS
Temas de Interesse | Tabagismo
Apreendida carga de cigarros
Uma carga de mais de 350 mil carteiras de cigarro
foi apreendida ontem por técnicos do Tesouro do
Estado no posto fiscal de Iraí. A apreensão ocorreu
em uma estrada vicinal localizada na divisa do RS
com Santa Catarina. A mercadoria era proveniente
do Paraná, e seria levada para Montenegro. A carga
foi encaminhada à Receita Federal e o motorista do
caminhão, que apresentou nota fiscal de milho, foi
preso em flagrante.
Justiça suspende troca de imagens no cigarro
CIDADE
Da Redação
A indústria do cigarro conseguiu impedir na Justiça a troca de
imagens que aparecem nos maços de cigarro. A mudança deveria ocorrer em maio, com a divulgação de fotos e informações
mais impactantes. O objetivo de trocar as imagens de tempos
em tempos, de acordo com o médico Antônio Pedro Mirra, coordenador da Comissão de Combate ao Tabagismo da Associação Médica Brasileira ( AMB) , é despertar a repulsa em
fumantes e candidatos a fumantes, já que com o tempo as pessoas se acostumam com as imagens divulgadas, que passam a
não causar tanto impacto.
Conforme Antônio Mirra, também membro da Comissão de
Prevenção e Controle de Tabagismo da Faculdade de Saúde
Pública da Universidade de São Paulo ( USP) , as mensagens
que acompanham os maços de cigarro são eficientes e motivaram, desde quando foram lançadas, muitos fumantes a largar o vício, ou pelo menos diminuir a quantidade diária de
cigarros.
A liminar concedida pela Justiça suspendeu norma já publicada da Agência de Vigilância Sanitária ( Anvisa) .
saude.empauta.com
Ainda conforme Mirra, o uso de imagens mais fortes nos maços
de cigarro é uma das recomendações da Convenção Quadro para o Controle do Tabaco, um acordo internacional, do qual o
Brasil é signatário. A convenção determina "a obrigatoriedade
das advertências nos maços dos derivados de tabaco serem
acompanhadas por imagens que ilustram o seu sentido". Para o
médico, é importante que essas correspondam a realidade dos
malefícios à saúde causados pelo tabaco.
Para o pneumologista Clóvis Botelho, de Cuiabá, o maior benefício da divulgação dessas imagens é a informação sobre algumas doenças que as pessoas não sabem serem associadas ao
tabaco.
Além do câncer de pulmão, a mais conhecida delas, o especialista diz que o cigarro provoca outros tipos de câncer, entre eles de mama, bexiga, vias respiratórias e boca. Pode causar
também doenças cardiovasculares, infarto, derrame, trombose,
anemia, impotência e abortos espontâneos.
Botelho também acredita que as imagens impactantes funcionam principalmente entre os jovens, que ainda não desenvolveram o vício.
pg.158
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Diário do Nordeste - Fortaleza/CE
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | Anvisa
Vaivém
VAIVÉM
Mudança de data da licitação
A Secretaria de Portos prorrogou a entrega das propostas para a
dragagem do Porto do Mucuripe, que seria dia 16 para o dia 30
de abril em função de alteração que irá ocorrer no corpo do Edital de Licitação. Ao invés de preço global será preço unitário, o
que facilita eventuais adaptações no contrato. A medida irá tornar o processo mais competitivo. Segundo o ministro Pedro Brito, o adiamento não terá impacto no cronograma da obra que
será concluída este ano. .. A banda Chiclete com Banana faz
show hoje em Canindé, graças a recursos conseguidos pelo prefeito Cláudio Pessoa, com ajuda do deputado Marcelo Teixeira, junto ao Ministério do Turismo.
Prêmio
Paulo Oliveira, dono de grande audiência no rádio e TV, está
em SP recebendo homenagem do programa de Petrucio Melo.
Viajou aompanhado do filho Paulo Sadat.
Passaporte
O setor de emissão de passaporte, que tem na chefia João Bonfim, e o departamento que cuida de estrangeiros estão saindo dia
15 de abril do Aeroporto Internacional Pinto Martins e indo para um prédio, que pertenceu ao Crea, no bairro de Fátima.
O ministro. ..
Lindo!
A Polícia Federal continua prendendo pessoas, no Aeroporto
Internacional Pinto Martins, tentando embarcar com drogas, especialmente, cocaina, como aconteceu na última quarta-feira,
diluída em depósito de xampu.
Triste
Exploração sexual em Caucaia leva quatro pessoas para a prisão.
Grupos de teatro. ..
. .. de 9 estados vão participar em Fortaleza do "Festival Palco
Giratório", de 30 de março a 30 de abril no Sesc/Senac, Teatro
Emiliano Queiroz e Sesc São Luiz.
O prefeito. ..
. .. de Juazeiro, Manoel Santana, e o secretário do Desenvolvimento Econômico, Romildo Bringel, embarcaram para Novo Hamburgo( RS) . Eles participam da 33ª Feira
Internacional de Couros, Químicos, Componentes e Acessórios, Equipamentos e Máquinas para Calçados e Curtumes.
Acompanhando o prefeito, uma comitiva composta por 37 empresários do pólo de calçados juazeirense.
saude.empauta.com
. .. Luís Barreto, do Turismo, descendo na cidade para participar
do Fórum dos Secretários de Turismo, presidido pelo cearense
Bismarck Maia.
Reunião
O diretor Alcir Porto esteve ontem no DF na reunião do Conselho Nacional do Sebrae.
O presidente. ..
. .. do Tribunal Regional do Trabalho, José Parente, foi ontem a
Brasília faturar mais uma reunião do Conselho Nacional da Justiça Trabalhista.
Jatinhas
O empresário Paulo Carapeba no aeroporto embarcando dona
Carmem para Teresina. O advogado Meton César Vasconcelos
esteve transitando em Natal. Antônio José Mello, diretor da
Normatel, está em São Paulo vendo as novidades da Feira Internacional da Indústria da Construção. O vice-reitor da UFC,
Henry Campos, circulou em Brasília, onde participou de reunião sobre a concessão de certificados a médicos estrangeiros.
De Brasília, chegaram a senadora Patrícia Saboya e os deputados federais José Linhares, Raimundo Gomes de Matos e
Mauro Benevides.
pg.159
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Diário do Nordeste - Fortaleza/CE
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | Anvisa
Continuação: Vaivém
O presidente Domingos Filho convidando para uma audiência
pública, dia 2 de abril, na Câmara Municipal de Icó, para discutir a situação do saneamento básico nos municípios localizados à margem dos rios Salgado e Jaguaribe. A cirurgiã
plástica Geórgia Machado retornando de São Paulo, onde foi
conferir o X Simpósio Internacional de Cirurgia Plástica, maior
evento da área da América Latina. Sidney Aguiar Vale ( laboratório Gaspar Viana) em Brasília, transitando na Anvisa. O
ex-reitor André Herzog, da Urca, no aeroporto embarcando sua
mãe, dona Osalba, que voou a Vitória. Mana e Manoel Holanda
voltaram de SP.
Por José Maria Melo
Fiscalização da carne de frango será mais rígida
CONSUMIDOR
Brasília - A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (
Anvisa) trabalha na ampliação das ações de monitoramento do
Programa de Monitoramento da Prevalência e da Resistência
Bacteriana em Frango ( Prebaf) .
todologias nos laboratórios de saúde pública para combater
quatro microorganismos em carne de frango comercializada no
Brasil. Além da Salmonella spp, Enterococcus sp, o novo programa irá monitorar a Listeria monocytogenes e a Campylobacter sp.
O Prebaf ( Fase II) pretende desenvolver e implantar me-
Tabaco lidera as causas de mortes evitáveis no
mundo
CIDADE
O uso do tabaco é uma das principais causas de morte evitável
no mundo nos dias de hoje. Segundo a Organização Mundial
de Saúde ( OMS) , 7, 9 milhões de pessoas no mundo morrem
todo ano vítimas de algum tipo de câncer, o que torna a doença a
maior causa de mortes mundialmente. Ainda segundo a OMS, a
maioria das mortes relatadas são de câncer de pulmão. No Brasil, segundo dados do Instituto Nacional do Câncer, ( Inca) ,
mais de 27 mil novos casos de câncer de pulmão foram diagnosticados em 2008.
Pelo menos um terço da população mundial adulta, ou 1, 1 bilhão pessoas, fuma. Embora o hábito de fumar cigarros esteja
diminuindo em muitos países desenvolvidos, ele tem aumentado na maioria dos países em desenvolvimento. Estima-se
saude.empauta.com
que 48% dos homens e 7% das mulheres fumem nos países em
desenvolvimento; em países industrializados, 42% dos homens
e 24% das mulheres fumam - isto representa um aumento acentuado do hábito do tabagismo no sexo feminino. O uso do tabaco é também uma epidemia pediátrica: o uso começa durante
a infância e adolescência.
Um fumante, a longo prazo, tem uma chance de 50% de morrer
prematuramente de uma doença causada pelo cigarro. A cada
ano o tabaco causa aproximadamente 4 milhões de mortes prematuras. A epidemia irá causar a morte de 250 milhões de crianças e adolescentes que estão vivos hoje, um terço em países em
desenvolvimento. ( NV)
pg.160
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Diário de Cuiabá - Cuiabá/MT
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | Inca
Mostra comemora 100 anos de cinema em Mato
Grosso
DC ILUSTRADO
Da Redação A sétima arte vai invadir o jardim do Museu do
Morro da Caixa D´Água Velha, em Cuiabá. É que o Instituto
Cultural América ( Inca) , em parceria com a Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura e Prefeitura de Cuiabá, realiza, no período de 28 de março a 8 de abril, a Mostra dos 100
Anos do Cinema em Mato Grosso. Serão 12 dias de programação, num rico painel 26 filmes ( documentários, curta e
longas-metragens) , além de debates com personalidades do
segmento audiovisual e cultural. As sessões - que são gratuitas ocorrem sempre a partir das 18h.
Para compor a mostra, importantes produções do cinema nacional e internacional - de diferentes estéticas e cinematografias
- foram selecionadas pelos curadores Luiz Borges, Diego Baraldi, Keiko Okamura e Moacyr Santana Barros. São títulos que
ilustram a riqueza, a criatividade e os aspectos específicos da
criação. A programação contempla quatro fases distintas do cinema: a invenção da linguagem do cinema, a introdução dos
sons, o pós-Guerra e a retomada das produções.
A mostra reúne pérolas do cinema mudo, com Charlie Chaplin,
produções emblemáticas de cineastas como Glauber Rocha,
Martin Scorsese, Pedro Almodóvar, Alfred Hitchcock, e grandes sucessos do cinema novo, entre outros. A Mostra faz parte
das atividades que vem sendo desenvolvidas pelo Inca em comemoração ao centenário do cinema no Estado - completado
no ano passado. "Procuramos desenvolver atividades interdisciplinares envolvendo a literatura, a música, a fotografia,
entre outros, como forma de divulgar a história do cinema no
Estado e restituir a amorosidade dos cuiabanos com seu patrimônio material e imaterial construído ao longo dos 100
anos", ressalta Luiz Borges, presidente do Inca.
A Mostra - que também faz parte da programação comemorativa ao aniversário de Cuiabá - conta ainda com a parceria da Universidade Federal de Mato Grosso ( UFMT) ,
Universidade de Cuiabá ( Unic) , 100% Vídeo e Associação
Matogrossense de Audiovisual ( Amav/ABD-MT) . Mais
Informações pelo telefone 3316-5331. Confira filmes de amanhã na página 2 deste caderno na coluna Holofote.
Projeto antifumo é constitucional
EDITORIAL
27 de Março de 2009 - Equívocos tendem a ocorrer quando pessoas competentes e reconhecidas em sua área defendem publicamente posições que não têm qualquer fundamento na
ciência, cujo pano de fundo é uma enorme máquina de lobby e
relações públicas para manter um negócio extremamente lucrativo e letal.
Sem dúvida, o professor Gustavo Binenbojm ( Cartas e Opiniões ( 23/3, pág. A2) carece de informações atualizadas e independentes sobre a questão do controle do tabagismo no
Brasil e no mundo.
O PL 577, que cria ambientes de uso coletivo públicos ou privados livres de tabaco, não é inconstitucional porque amplia a
proteção à saúde das pessoas, fumantes e não fumantes, e está
saude.empauta.com
de acordo com as recomendações da Convenção Quadro para
Controle do Tabaco ( CQCT) , primeiro tratado internacional
de saúde pública, ratificado pelo Brasil por meio do Decreto
n5. 658/2006. A CQCT está totalmente embasada em evidências científicas e uma de suas determinações é a adoção de
locais fechados públicos e de trabalho 100% livres de fumo.
Não há nível seguro de exposição à fumaça do tabaco.
Dos cerca de 4. 800 constituintes nela identificados, ao menos
250 são tóxicos, e ao menos 50 são cancerígenos. A fumaça emitida pela ponta do cigarro é aproximadamente quatro vezes
mais tóxica que a fumaça aspirada pelo filtro pelo fumante. O fumante passivo está exposto aos mesmos riscos do fumante ativo.
pg.161
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Gazeta Mercantil/SP
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | Inca
Continuação: Projeto antifumo é constitucional
Há consenso científico de que o fumo passivo é uma questão de
saúde pública e ocupacional, e os dados são alarmantes: o
tabagismo passivo é a terceira causa evitável de mortes no
mundo ( Organização Mundial de Saúde) ; pelo menos sete
indivíduos não fumantes expostos involuntariamente à fumaça
do tabaco morrem por dia no Brasil ( INCA/2008) ; e pelo menos 200 mil trabalhadores morrem, por ano, no mundo, pela exposição ao fumo passivo ( OIT) .
Garçons não fumantes que trabalham em bares e restaurantes
em que é permitido fumar terão, ao final da jornada de trabalho,
níveis de exposição como se tivessem fumado até 10 cigarros.
Os níveis de fumaça ambiental de tabaco em restaurantes chegam a ser duas vezes maiores do que em outros ambientes de
trabalho como escritórios, enquanto em bares os índices são
quase seis vezes superiores.
A Lei Federal n9. 294/96 permite o fumo em "área destinada
exclusivamente a esse fim, devidamente isolada e com arejamento conveniente", o que está em total desacordo com as recomendações da CQCT. Assim, a Lei n9. 294/96 está
desatualizada. Mesmo assim, suas disposições também não têm
sido cumpridas pela grande maioria dos estabelecimentos.
A "cômoda separação", mencionada pelo professor em referência à separação das áreas de fumantes e não fumantes em
restaurantes, não atende à legislação federal, mas sim aos interesses da própria indústria do tabaco para acomodar fumantes
e não fumantes no mesmo local, expondo todos aos riscos do
fumo passivo.
Ora, todos sabemos que a fumaça do tabaco não tem limites, ultrapassa barreiras, principalmente as imaginárias.
Por fim, vale salientar que a implementação de ambientes fechados livres de fumo não viola o direito de fumar, nem o direito
à livre iniciativa, porque a proibição é restrita a locais fechados.
O direito de fumar não é absoluto e pode sofrer restrições, principalmente quando o objetivo é a garantia de direitos fundamentais, como o direito à vida e à saúde das pessoas.
Clarissa Homsi & Adriana Carvalho, advogadas da Aliança de
Controle do Tabagismo
( Gazeta Mercantil/Caderno A - Pág. 2) (Clarissa Homsi &
Adriana Carvalho, advogadas da Aliança de Controle do
Tabagismo)
Risco de câncer para mulheres
SAÚDE
As mulheres, tradicionalmente cuidadosas com a saúde, estão
deixando de fazer exames fundamentais, e a razão não é a falta
de acesso ou dinheiro.
Levantamento nacional feito pela Golden Cross mostrou que
metade das mulheres pesquisadas, com idades entre 50 e 69
anos - faixa de maior risco para o câncer de mama -, não fez mamografia nos dois últimos anos.
"O dado nos chamou atenção porque são mulheres que pagam,
que têm acesso à mamografia, um exame que não depende nem
de autorização.
Uma das justificativas pode ser o ritmo agitado da vida: às vezes
acaba sobrando pouco tempo. Geralmente a pessoa não tem sinsaude.empauta.com
tomas, não tem histórico e acaba não fazendo a mamografia",
opina a diretora médica do convênio, Roberta Iachini. "Outras
acreditam que não precisam mais fazer o exame devido à idade", afirma.
Ao todo, 108 mil mulheres com idades entre 50 e 69 anos não fizeram o exame, que segundo recomendação do Instituto Nacional de Câncer ( INCA) deve ser realizado pelo menos uma
vez a cada dois anos.
Todas receberam umamala direta alertando para o risco da
doença. "A partir dos 50 anos, a incidência de câncer de mama
chega a aumentar dez vezes", afirma o médico Ronaldo Correa,
do INCA.
pg.162
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
O Dia - Rio de Janeiro/RJ
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | Inca
Continuação: Risco de câncer para mulheres
Aos 50 anos, a dona de casa Elaine Castro descobriu em fevereiro, durante um exame de rotina, que estava com câncer na
mama direita. "Quando descobri, achei que ia morrer. Mas o
câncer não é só uma doença, é uma luta para sobreviver porque
há tratamento. O mais importante é o diagnóstico precoce", diz
Elaine, que tem recebidototal apoio da família durante o tratamento.
CÂNCER
10 VEZES É quanto sobe a incidência dos tumores de mama
após os 50 anos de idade
49 MIL É o número de novos casos do mal no Brasil em 2008
Painel do leitor
OPINIÃO/PAINEL DO LEITOR
Camargo Corrêa
ladamente à empresa.
"Diferentemente do publicado no texto "Grupo tem contrato no
PAC e no metrô de SP" ( Brasil, ontem) , a Camargo Corrêa não
constrói o Centro Administrativo do Estado de Minas. A empresa integra um consórcio, formado por outras duas construtoras, responsável pela execução de um dos três lotes de
obras do centro. Outros dois consórcios de empresas também
executam obras, totalizando nove construtoras responsáveis
por três lotes de obras. Todos os contratos resultam de licitação
pública.
Destacamos também que esta Folha não adotou igual critério
editorial no tratamento das demais obras públicas citadas no
texto. A obra realizada em Minas foi chamada de "centro administrativo de Aécio", tratamento que não foi oferecido às
obras do PAC, do metrô de São Paulo e da usina em Pernambuco. "
O custo de R$ 1, 2 bilhão publicado pela Folha também não se
refere ao valor das obras executadas pela Camargo Corrêa. O
valor corresponde à estimativa atual para o custo final do centro
administrativo do Estado e de obras complementares a serem
realizadas. A estimativa representa a soma de R$ 948 milhões
referente aos três lotes já contratados em 2007 e às novas obras
viárias no entorno do centro, além da implantação do Parque
Ecológico Serra Verde.
Esses últimos estão ainda em processos licitatórios. A estimativa inclui também reajustes contratuais previstos na lei federal 8. 666, que estabelece índice anual de correção para todos
os contratos públicos vigentes no país com execução superior a
12 meses.
O consórcio do qual faz parte a Camargo Corrêa executa obras
do lote 1, cujo valor contratado é de R$ 187 milhões. Esse valor
não sofreu correção além do reajuste anual previsto em lei, correspondendo a 15, 6% do valor atribuído pela Folha isosaude.empauta.com
GUSTAVO NOLASCO, coordenador da assessoria de imprensa do governador de Minas Gerais ( Belo Horizonte, MG)
Nota da Redação - Leia a seção "Erramos".
"Em mais uma espetaculosa ação, com a devida cobertura da
imprensa, previamente avisada, a Polícia Federal invadiu a Camargo Corrêa, prendendo duas secretárias e quatro executivos
-apenas um fazia parte da diretoria executiva.
Segundo os jornais, o juiz Fausto De Sanctis, que autorizou a
operação, "desta vez" exibiu na ordem de prisão "um estilo
mais cauteloso".
O texto traz expressões como "eventual", "suposta" e "em tese".
A prisão de alguém pode ser feita baseada em "eventualidades",
"suposições" e "teses"? "
LUIZ ANTONIO ALVES DE SOUZA ( São Paulo, SP)
"Alguém, por favor, me explique por que sempre que uma grande empresa é submetida a algum ato da Justiça a primeira coisa
pg.163
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Folha de S. Paulo - São Paulo/SP
Ministério da Saúde | Secretários | Antônio Alves de Souza
Continuação: Painel do leitor
que faz é gritar aos quatro ventos que tem milhares de empregados ( dando a entender, naturalmente, que o emprego deles está em jogo caso ela seja punida de alguma forma) .
a essas crenças de seus concidadãos. "
É atitude indigna, para dizer o mínimo, uma vez que ela não faz
favor nenhum a esses empregados, a menos que seja considerada instituição de caridade, e não empresa que admite e demite conforme seus interesses. "
"O papa, quando recomenda abstinência sexual para combater a
Aids, sabe que grande parte dos católicos não seguirá a sua
orientação.
PAULO SERODIO ( São Paulo, SP)
Gilmar e Dantas
ELCIO JOSÉ DE TOLEDO ( Juiz de Fora, MG)
Ele não ouve esses católicos, numa clara demonstração de que a
Igreja Católica pretende continuar sua marcha, no mesmo ritmo, com fiéis que sigam à risca a sua orientação, mesmo que sejam poucos.
"Na sabatina da Folha, o presidente do STF afirmou que evitou
a desmoralização da Corte ao soltar Daniel Dantas e que, se não
o fizesse, De Sanctis seria hoje "juiz supremo do Brasil". Não
sei se entendi bem.
Mas cabe uma pergunta: o papa e a Igreja Católica não se preocupam com o restante da humanidade? "
Quer dizer que Daniel Dantas foi solto por fatos que estavam fora do processo? Independentemente da gravidade da acusação
ou da necessidade da sua prisão, o que motivou a sua libertação
foi uma suposta desmoralização da Corte ou uma valorização
de um juiz de primeiro grau?
) Infraero
Muito esclarecedor isso. Até hoje eu pensava que o banqueiro
havia sido solto pela fragilidade das acusações que pesavam sobre ele. "
FLAVIO SUELIO A. SANTOS ( João Pessoa, PB)
LAURO FREIRE DA SILVA ( São Paulo, SP
"Em relação à reportagem "Policiais são acusados de disputar
propina" ( Cotidiano, ontem) , a Infraero esclarece que grande
parte do acervo de imagens da Operação Carga Pesada da Polícia Federal foi disponibilizada pela própria Infraero, que inclusive auxiliou na realização da referida operação.
Ressaltamos que no processo de investigação da Polícia Federal não houve participação de nenhuma viatura oficial da Infraero. As imagens mostram o veículo de uma empresa
terceirizada, que presta serviços de vigilância no aeroporto.
Papa na África
"O leitor Maurício Neri da Silva ( "Painel do Leitor", ontem)
não entendeu as palavras do papa em Angola. Bento 16 falava
para um milhão de pessoas batizadas, portanto católicas, que
saíram de suas casas para ouvir o seu líder espiritual.
Não houve, portanto, nenhum desrespeito às crenças do povo
angolano, mas uma verdadeira orientação aos católicos quanto
saude.empauta.com
Todas as empresas e funcionários credenciados para trabalhar
no aeroporto são submetidos ao rigor de normas de segurança
ditadas por legislação nacional e internacional. Cerca de 28 mil
profissionais trabalham diariamente no Aeroporto Internacional de Guarulhos. Apenas 1. 486 são empregados diretos da Infraero. "
LÉA CAVALLERO, assessora de imprensa da Infraero ( Bra-
pg.164
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Folha de S. Paulo - São Paulo/SP
Ministério da Saúde | Secretários | Antônio Alves de Souza
Continuação: Painel do leitor
sília, DF)
fraero ou de empresa terceirizada, o importante é que esses veículos tinham acesso à pista de Cumbica.
Resposta do jornalista André Caramante - As informações
sobre o uso de recursos da Infraero foram passadas à imprensa
pela PF. Para o delegado Ricardo Filippi Pecoraro é indiferente
se os carros usados para o tráfico eram do patrimônio da In-
www. folha. com. br/paineldoleitor
Prefeituras ameaçam parar em abril por conta da
queda da arrecadação
POLÍTICA
Alex Capella
Repórter
Por conta da queda na arrecadação municipal, os prefeitos mineiros prometem paralisar as administrações municipais no
próximo dia 15 de abril. O protesto deve-se à perda de receita
com o Fundo de Participação dos Municípios ( FPM) , principal
recurso de manutenção das prefeituras menores. Estimativa dos
próprios prefeitos aponta que a queda, em média, chegará a
35%, ao final do primeiro trimestre, em função da crise econômica. A data da manifestação foi definida na manhã de ontem, após reunião na sede da Associação Mineira de
Municípios ( AMM) , em Belo Horizonte.
Pelas contas da AMM, 35 mil demissões ocorreram nas prefeituras nos últimos meses por conta da queda nos repasses. A
parcela repassada aos municípios mineiros dia 10 de março foi
de R$ 185, 3 milhões contra R$ 302, 3 milhões em fevereiro.
Estudo realizado pela entidade mostra que a crise teve impacto
direto nas contas das prefeituras. No acumulado dos dois primeiros meses do ano, houve redução global de R$ 7, 5 milhões
na aplicação de recursos na educação e R$ 4, 5 milhões na saúde. Os dados da AMM revelam que a União repassou para os
municípios, em janeiro deste ano, um total de R$ 461 milhões,
contra R$ 430 milhões em fevereiro, uma queda de 10, 5% no
período.
Assim como Minas Gerais, vários prefeitos do Nordeste cobraram do presidente Lula uma revisão dos valores repassados.
Na quarta-feira, as prefeituras das cidades do Paraná fecharam
suas portas. Apenas os serviços essenciais foram mantidos. As
saude.empauta.com
manifestações acontecem no momento em que o presidente
anuncia um ambicioso programa habitacional com a intenção
de construir 1 milhão de moradias, contando com a adesão de
estados, da iniciativa privada e, principalmente, dos municípios. "O Governo lançou um programa sem consultar os
municípios. A situação hoje das prefeituras é gravíssima. Não
há dinheiro nem para honrar os salários dos servidores, ainda
mais para bancar a infraestrutura de um programa habitacional
desse porte", criticou o atual presidente da AMM, o ex-prefeito
de Mariana, Celso Cota ( PMDB) .
As críticas de Cota, que permanecerá à frente da AMM até o dia
4 de maio, quando a entidade promoverá o encontro estadual de
prefeitos, estão em sintonia com o discurso do governador Aécio Neves ( PSDB) . O pré-candidato do PSDB à Presidência
criticou o fato de o Governo federal ter lançado o programa
sem levar em conta os fundos habitacionais existentes nos estados. "É um engodo. O Governo quer jogar a responsabilidade
do programa sobre os municípios, sem ampliar a divisão do bolo tributário com as prefeituras", reforçou Cota.
Além da paralisação, os prefeitos pretendem discutir uma pauta
de reivindicações com o ministro José Múcio Monteiro ( Relações Institucionais) . Na pauta, estão a rediscussão do modelo
de distribuição tributário adotado pela União, a criação de um
fundo especial para socorrer as cidades com até 20 mil habitantes, faixa na qual estão incluídos 70% dos municípios de
Minas, a fixação de um prazo de seis meses de carência para o
início do pagamento das parcelas relativas ao refinanciamento
das dívidas dos municípios com o INSS e a ampliação dos recursos para o Programa Saúde da Família ( PSF) . As mepg.165
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Hoje em Dia - Belo Horizonte/MG
Ministério da Saúde | Programas | Saúde da Família
Continuação: Prefeituras ameaçam parar em abril por conta da queda da arrecadação
didas, na avaliação dos prefeitos, garantirão aos pequenos
municípios recursos para promover o investimento da máquina
pública. "Queremos que o Governo encontre uma forma de
manter o repasse do FPM na média de 2008. Não podemos agora recuar no nível de qualidade do atendimento prestado pelas
prefeituras aos cidadãos", afirmou.
Na tentativa de minimizar as reclamações dos prefeitos sobre a
da queda no repasse do FPM, o Governo prometeu liberar R$ 1,
6 bilhão de emendas parlamentares individuais. Porém, os repasses dependem de negociação que podem se arrastar pelos
próximos meses. De acordo com Derci Alves Ribeiro Filho (
PMDB) , prefeito da cidade de Florestal ( Região Central) , a situação pede urgência. O peemedebista garante que o caixa da
prefeitura da cidade acumula uma dívida que ultrapassa R$ 70
mil. "Não temos como garantir o pagamento do salário dos 246
servidores da administração, nem de honrar as dívidas com os
fornecedores num horizonte de curto prazo", revelou.
No Brasil, conforme a Confederação Nacional dos Municípios
( CNM) , a queda do FPM em março foi de 14, 5%. Entre o final
de dezembro e o dia 20 de março, os repasses sofreram redução
de 12, 57%, se comparados ao mesmo período de 2008. No ano
passado, o FPM do primeiro trimestre somou R$ 13, 6 bilhões
em valores corrigidos pelo Índice de Preços ao Consumidor
Amplo ( IPCA) , enquanto que, em 2009, chegou a R$ 11, 9 bilhões, ou seja, R$ 1, 7 bilhões a menos.
À frente do segundo maior colégio do país, os prefeitos mineiros esperam que o Governo se sensibilize e atenda as demandas do Estado. A estratégia é aproveitar o fato de o
governador Aécio Neves poder ser um dos possíveis concorrentes da ministra Dilma Rousseff ( Casa Civil) , nome do
PT à sucessão de Lula. A própria eleição do novo presidente da
AMM, o prefeito de Conselheiro Lafaiete, José Milton Carvalho ( PSDB) , teve ampla participação do Palácio da Liberdade. Apesar de a chapa da diretoria eleita contar com
prefeitos do PT, ninguém na entidade esconde a intenção de alavancar a candidatura do tucano em Minas.
saude.empauta.com
Montes Claros e Pirapora cortam despesas
Ainda ontem, os municípios de Montes Claros e Pirapora anunciaram cortes nas suas despesas para enfrentar a crise financeira, por causa da queda das receitas. O prefeito Luiz Tadeu
Leite ( PMDB) assinou decreto em Montes Claros determinando o corte de 20% em todas secretarias municipais,
enquanto o prefeito Warmilon Braga ( DEM) , reduziu os salários de todos cargos de confiança e o horário de
funcionamento da prefeitura, de oito para cinco horas por dia.
Desde quando o HOJE EM DIA divulgou em 21 de fevereiro os
cortes realizados em Glaucilândia, no Norte de Minas, que vários municípios seguiram os mesmos passos. Ontem à tarde, Tadeu Leite apresentou à imprensa a professora Mariléia de Souza
como nova secretária municipal de Educação, em substituição a
Marina Queiroz, que ficou apenas um dia. Também apresentou
o engenheiro Marcos Maia como presidente da Empresa Municipal de Obras e Serviços Urbanos e o acadêmico Igor Dias
como secretário-adjunto municipal de Juventude. Todos novos
secretários serão empossados na próxima semana.
Tadeu Leite anunciou três pacotes de obras, de construção de
305 casas populares na Vila Castelo Branco, de drenagem em
15 ruas da cidade e de asfaltamento de 11 quilômetros, com recursos estaduais e federais. Em Pirapora, o Warmilon Braga
mandou cortar o próprio salário em R$ 3 mil; da vice-prefeita
Djuliane Almeida, em R$ 2 mil, e de todos secretários municipais, em R$ 1 mil, permitindo uma economia de R$ 250 mil
por ano.
A partir de segunda-feira, a prefeitura funcionará das 13 horas
às 18 horas, acabando com as oito horas de funcionamento. A
queda de receita foi estimada em R$ 6, 1 milhões no ano. Outras medidas preveem o corte de hora-extras, permitindo a economia de R$ 115 mil por ano; fim de todos eventos festivos e
sociais na cidade, como micareta, forró, encontros promocionais, entre outros. O prefeito irá cortar também
investimentos na saúde. "Nós estamos uma ladeira abaixo da receita", adverte Warmilon Braga.
pg.166
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Correio Braziliense - Brasília/DF
Ministério da Saúde | Programas | Saúde da Família
Tensão na Rocinha
BRASIL
Grupo de policiais militares que faziam a segurança para funcionários da prefeitura do Rio de Janeiro continuarem a demolição do chamado "Minhocão da Rocinha" ( um enorme
prédio construído irregularmente) apontam armas para um alvo
que não foi identificado. Clima foi de tensão durante todo o dia,
mas a operação ocorreu sem incidentes sérios até a noite. O presidente da Associação de Moradores da Rocinha, Antônio Ferreira de Melo, tentou convencer a prefeitura a interromper a
derrubada, alegando que a proprietária do Minhocão, Maria
Clara dos Santos, iria doar uma parte do imóvel para o projeto
Saúde da Família, mas a intervenção não adiantou. Da cidade
americana de Denver, o prefeito do Rio, Eduardo Paes, disse
que a demolição do prédio é uma sinalização da prefeitura de
que não será mais permitida a proliferação de construções irregulares no Rio. O prefeito disse ainda que já tem na mira outras construções na favela erguidas para especulação
imobiliária.
Esforço para diminuir tuberculose entre presos
BRASIL
Detentos têm 40 vezes mais chances de contrair a doença do
que a população em geral. Plano para reduzir casos começa
no Amazonas
Rodrigo Couto
Da equipe do Correio
Os presos estão entre os grupos mais vulneráveis à tuberculose
- têm 40 vezes mais chances de adquirir a doença do que a população em geral. Só perdem para os moradores de rua, com riscos 60 vezes maiores. Celas mal iluminadas e sem ventilação
favorecem a propagação do bacilo. Com o objetivo de tentar reduzir a contaminação da tuberculose entre os detentos, o
Amazonas realiza, desde 16 de fevereiro passado, exames em
todas as pessoas que chegam aos presídios. Até 16 de março,
255 presos foram avaliados por uma equipe de saúde e 100% fizeram raios X do tórax. Destes, um homem foi diagnosticado
com tuberculose e está isolado e em tratamento. Pioneira, a iniciativa deve ser estendida a outros estados. O Rio Grande do
Sul é a próxima unidade da federação a adotar o programa de
prevenção.
A intenção é popularizar a prática em todos os estados, mas o
sistema de triagem dos presídios brasileiros pode ser um empecilho. "O Amazonas tem uma característica única: todos os
detentos que ingressam em penitenciárias passam por uma única unidade, o que possibilita, do ponto de vista logístico, a criasaude.empauta.com
ção de serviços de diagnósticos. Em outros estados, como Rio
de Janeiro e São Paulo, por exemplo, fica inviável implantar um
programa desses, pois são dezenas de unidades de triagem. Seriam necessários investimentos pesados para viabilizar isso em
cada porta de entrada de presos", explica Draurio Barreira, coordenador do Programa Nacional de Controle da Tuberculose do
Ministério da Saúde.
Realizado pelas secretarias de saúde do Amazonas e de Manaus, a iniciativa recebeu R$ 150 mil do Fundo Global Fundo
de Luta Contra a Aids, Tuberculose e Malária. "Investimos esses recursos na adequação do espaço físico e na compra de material. Também contamos com o apoio dos ministérios da Saúde
e Justiça", observa Williams Damasceno, coordenador da área
de saúde do Sistema Penitenciário do Amazonas e diretor do
Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico de Manaus.
Próximo passo
A partir da segunda quinzena de abril, o Amazonas, em parceria
com o Programa Nacional de DST e Aids, começa a realizar
testes rápidos de diagnóstico anti-HIV entre os novos presos.
"Pretendemos aumentar o número de detentos que realizam o
tratamento contra a Aids. Atualmente sete presos recebem os
antirretrovirais. O diagnóstico precoce ainda pode evitar óbitos, pois a tuberculose é a doença que mais mata os portadores
do HIV", lembra Damasceno. O sistema penitenciário do estado também tem planos para incorporar o diagnóstico da mapg.167
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Correio Braziliense - Brasília/DF
Ministério da Saúde | Programas | DST/Aids
Continuação: Esforço para diminuir tuberculose entre presos
lária. "Esse tipo de exame vai demorar um pouco mais", prevê.
Com 4, 8 mil presos, sendo 2, 8 mil em Manaus, o Amazonas
tem a segunda maior incidência de tuberculose do país, com taxa de 67, 6 casos por 100 mil habitantes. O Rio de Janeiro ocupa
o primeiro lugar, com 73, 27 casos por 100 mil. A média brasileira em 2007 foi de 38, 2 por 100 mil. Os dados são do Programa Nacional de Controle da Tuberculose ( PNCT) . Do total
de presos no AM, 95% são homens, na faixa etária de 19 a 35
anos.
Com estrutura carcerária semelhante ao Amazonas, o Rio Grande do Sul também deve iniciar exames de tuberculose entre os
detentos nos próximos meses. "O estado já demonstrou interesse e as negociações para implantação do programa estão
em fase final", adianta o coordenador do Programa Nacional de
Controle da Tuberculose do Ministério da Saúde.
Os ministérios da Saúde e Justiça realizam, entre 30 de março e
1º de abril, uma consulta nacional sobre um plano de saúde prisional. "Todo o cidadão pode consultar os sites dos ministérios
e enviar contribuições ao programa. Técnicos das duas pastas
estão finalizando a proposta", ressalta Draurio Barreira. Entre
abril e maio próximos será realizado um seminário em Brasília
com a participação de todos os estados para debater o assunto,
incluindo as propostas enviadas. "Nossa ideia é realizar exames
de tuberculose, anti-HIV e hepatites B e C em todo o sistema
prisional do país. "
O Correio solicitou ao Departamento Penitenciário Nacional (
Depen) informações sobre o número de presos infectados pela
Aids e tuberculose em todo o país, mas a assessoria de imprensa
do órgão disse que os dados não estão disponíveis no Ifopen,
programa de coleta de dados.
Saúde prisional
Na embreagem
As torcidas rivais acordaram felizes após o primeiro tropeço do
Sport neste returno do Estadual. Com o empate por 1 x 1 frente
ao Ypiranga, na Ilha do Retiro, o time rubro-negro além de ver
interrompida a sequência de vitórias na competição, teve reduzida a vantagem que mantinha para os concorrentes, ficando
mais longe de conquistar o título da temporada por antecipação.
Mas é preciso que se tenha claro o seguinte: o resultado de anteontem foi totalmente atípico. Franco favorito à vitória, o
Sport deu a impressão de que jogou com o "pé na embreagem",
achando que podia definir a partida quando bem entendesse. Isso, pelo menos, até o gol do Ypiranga, num lance tão atípico
quanto o próprio futebol apresentado pela equipe do Sport. A
falha do goleiro Magrão, numa bola fácil, pelo alto, também
deu a impressão de que o paredão rubro-negro foi outro que acabou traído pela autoconfiança. Afinal, num clássico, com a
adrenalina a mil, ele dificilmente tentaria segurar aquela bola.
Deu-se mal. Numa jornada "normal" sem falha clamorosa de
Magrão e baixas provocadas por expulsão ( caso de Dutra) ou
lesões ( como aconteceu com Durval) o Sport teria muito mais
futebol para apresentar. Como aliás tem feito com muita pro-
saude.empauta.com
priedade na Libertadores. Nesse caso, só é preciso alertar para
os riscos de o time rubro-negro alternar boas e más atuações dependendo da competição que estiver disputando. Atuar com seriedade no Pernambucano, tentando vencer todos os jogos para
atingir logo o objetivo inicial da temporada ( o tetra estadual) ,
seria a forma mais adequada para o Sport se preparar para a sequência da Libertadores. E o técnico Nelsinho deve saber disso
melhor do que ninguém.
Abriuacaixa \/\/ Embora exista uma certa hipocrisia sobre o assunto, alguns treinadores brasileiros assumem que, em determinadas situações, orientam seus jogadores a cometer faltas.
E talvez nem seja o caso de Nelsinho. Mas parece. Porque o
Sport, nas últimas partidas, simplesmente abriu a caixa de ferramentas. Cometeu 34 contra o Porto, e mais 27, frente ao Ypiranga.
Pressão total \/\/A vitória por 4 x 1, de virada, sobre a Cabense,
renovou as esperanças de o Santa Cruz de ainda brigar pela conquista do segundo turno. Isso ficou claro pela quantidade de ingressos que serão postos à venda para o clássico comoNáutico,
pg.168
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Diário de Pernambuco - Recife/PE
Temas de Interesse | Consumo de Álcool
Continuação: Na embreagem
domingo, noArruda: nada menos do que 46 mil. A diretoria tricolor quer pressão total na arquibancada.
Fora deles \/\/ O procurador-geral de Justiça, Paulo Varejão, ficou satisfeito com a lei seca nos estádios, aprovada pela Assembleia Legislativa.
"Isso vai ajudar nosso trabalho de combate à violência nos estádios", comentou. Mas o principal problema em Pernambuco
com relação à violência tem sido conter a ação dos vândalos fora deles.
Artilharia\/\/ Na briga pela artilharia do CampeonatoPernambucano e então com doze gols, o veterano Marcelo Ramos ( foto) havia dito, antes de enfrentaraCabense, no
Arruda, que seria preciso marcar pelo menos mais seis vezes
para atingiroobjetivo. Então, depois que balançou as redes duas
vezes, anteontem, ele só precisará de mais quatro gols. O rubro-negro Ciro e o centralino Fábio Silva vêm na cola dele, com
11.
Édúvida \/\/ Vítima de uma virose que o afastou até do banco de
reservas na partida contra a Cabense, o técnico Márcio Bittencourt teve de ser substituído pelo próprio irmão, o assistente
técnico Nenê.
ternado.
Apesar de já ter recebido alta médica, ele ainda "é dúvida" para
o treino.
Sem sentido \/\/ Para evitar que o garoto Ciro se "desgaste demais" com o assédio da imprensa, a diretoria do Sport definiu
que o atacante só dará entrevistas, a partir de agora, uma vez por
semana na Ilha. Mas não faz muito sentido, não. Se a procura
por Ciro acontecesse fora do expediente, em horários que atrapalhassem a concentração, tudo bem… Ponte \/\/ Em vez
de colocar Ciro numa redoma, evitando o contato com os jornalistas, a diretoria do Sport devia dar suporte para que o garoto
possa encarar de frente as obrigações de jogador profissional.
Inclusive as entrevistas. Porque ao falar com a reportagem, Ciro
está, na verdade, fazendo uma ponte com o torcedor.
Torção Os dirigentes do Sport reclamam que a imprensa pernambucana insiste em criticar o gramado da Ilha do Retiro.
Mas não tem como ser diferente. Os próprios jogadores rubro-negros já chegaram a admitir, como o zagueiro Durval, por
exemplo. Ele não só alertou para as péssimas condições do gramado como foi vítima dele, quarta-feira.
Márcio ficou tão debilitado com a doença que chegou a ser in-
Encontro da Abrasel tem saldo positivo
ECONOMIA
Os três dias do Encontro Abrasel São Luís - "Encontro Regional de Bares e Restaurantes"- terminaram em grande estilo.
O evento, que foi realizado de terça-feira, 24, até ontem, no Rio
Poty Hotel, teve um grande público, com a emissão de 700 certificados. Participaram do encontro colaboradores, empregados, profissionais do setor, estudantes e a comunidade.
O encontro reuniu autoridades ligadas ao trade turístico e convidados. Na ocasião, o presidente da Associação Brasileira de
Bares e Restaurantes ( Abrasel) - Seccional Maranhão, Lula
Fylho, destacou a importância de um evento desse porte na capital maranhense. "É uma oportunidade ímpar para a nossa cidade receber treinamento e capacitação. Esses treinamentos
práticos proporcionarão à cidade de São Luís qualificação de
saude.empauta.com
qualidade e com baixo custo, visando assim a inclusão de centenas de jovens carentes no mercado de trabalho", afirmou.
O presidente do Conselho Administrativo da Abrasel, Paulo
Solmucci, falou da importância do setor. "Um quarto das despesas dos brasileiros vem do nosso setor, representando 40%
dos gastos somente com a alimentação. Destacou ainda que o
ramo é um dos maiores empregadores do país, com 1 milhão de
empresas e 6 milhões de empregos", ressaltou.
HOMENAGENS
Foram entregues cinco troféus em homenagem às pessoas que
se destacam na gastronomia maranhense. Receberam os prêpg.169
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
O Estado do Maranhão - São Luís/MA
Temas de Interesse | Consumo de Álcool
Continuação: Encontro da Abrasel tem saldo positivo
mios Admée Duailibe, Zelinda Lima, Célia Rabello, Reges Fialho e Ana Lula.
Paralelamente ao evento, foi realizada também a Reunião do
Conselho Nacional da Abrasel, que contou com a presença de
mais de 50 empresários de vários estados.
Os impactos da crise mundial no setor; a insegurança econômica e jurídica; leis que prejudicam o setor ( Lei Seca) ; carga
fiscal ( aumento; ação penal; serviços públicos) ; regulamentação da taxa de serviço ( 10%) e nova legislação para
mão-de-obra temporária ( horista) foram alguns temas em pauta e que definirão os novos rumos da entidade.
Helvécio Carlos
CULTURA
Verde cidadão
Festa open bar deixa a galera tresloucada. Todo mundo quer beber o que pode e o que não pode. Resultado: como boa parte dos
eventos rola fora do perímetro urbano, a volta para casa é sempre arriscada, com motoristas alterados pelas rodovias. Agora,
então, a rapaziada enche a lata, pois parece que as blitzes da Lei
Seca, que impunham penalidades severas aos alcoolizados, sumiram do pedaço. Mas nem tudo está perdido. Foi boa a sacada
da produção da festa Get Loose, que rola amanhã, a partir das
17h, no Domus, no Jardim Canadá. Para dar tranquilidade à galera, foi criado sistema especial de transporte. Com o ingresso
da balada em mãos, basta acessar o site www. getloose. com.
br, fazer o cadastro, pagar R$ 10 e ter o direito de ir e vir numa
boa.
--A Get Loose vai reunir os DJs Fred ( residente do Club Hip
Hop) , Mateus Gontijo ( que dá início à carreira solo depois de
sair do Terral) , Gabriel Rache, Yoshi e Renatinho Pinheiro.
A festa começa no fim da tarde e deve rolar até as três da manhã.
}Outro barato: a turma é das poucas da capital que aderiram ao
projeto A hora do planeta, iniciativa mundial em favor da preservação do meio ambiente.
saude.empauta.com
Das 20h30 às 21h30 de amanhã, a ideia é todos apagarem a luz.
A produção da Get Loose não revela como será a ação no Domus. "Preparamos uma boa surpresa para a turma", resume Henrique Chaves, um dos organizadores.
Som de primeira
Mateus Gontijo deixou a banda Terral no fim do ano passado.
Desde então, segue novos rumos. "Saí sem brigar com ninguém. Era hora de trilhar outro caminho", explica. Amanhã, o
rapaz vai fazer uma espécie de test drive do novo som para a galera do Domus. A ideia de Mateus é bacana. Ele buscou canções
e ritmos que fizeram sucesso nos anos 1950, 1960 e 1970, dando cara nova a ele. "O jazz e a Jovem Guarda, por exemplo, ganharam levadas mais pop. A ideia é fazer com que esse som,
abafado pela música eletrônica, apareça para quem tem cerca
de 20 anos", acrescenta.
--Apesar de a música eletrônica ter grande espaço, especialmente
em Belo Horizonte, Mateus diz que o público está sentindo falta
de certa alegria coletiva. "Adoro música eletrônica, mas ela é individualista. O público está sentido falta de acompanhar as letras", aposta. Em abril, ele entra em estúdio para gravar disco
solo, produzido pelo skank Henrique Portugal.
pg.170
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Diário de Pernambuco - Recife/PE
Ministério da Saúde | Programas | Vacinação
Surfando a onda
Opresidente Lula pode ter errado no tamanho ao classificar de
"marolinha" a crise a global, mas não ficou longe da imagem desenhada. É que há setores mais duramente atingidos, situados
no epicentro da explosão, e outros mais distantes que estão recebendo as ondas com menor intensidade, marolas por assim dizer.
Pernambuco fica nessa região menos atingida e quem descortina o horizonte situado na praia, pode ver a onda com otimismo, uma oportunidade a ser aproveitada. Otimista
incorrigível, o secretário Fernando Bezerra Coelho, do Desenvolvimento, está neste caso. Ele acredita que Pernambuco
vai sair ainda melhor dessa crise. O estado atravessa bom momento e até o final de 2010 terá em funcionamento a fábrica da
Perdigão, em Bom Conselho; a Hemobrás, em Goiana; e pelo
menos dois ou três dos 15 empreendimentos que estão sendo
implantados em Suape. Isso sem falar na Transposição do São
Francisco e no projeto de irrigação do Pontal que estão sendo tocados.
Sertanejo das barrancas do São Francisco, Fernando Coelho sabe do que está falando. Se ele e seus conterrâneos ficassem
olhando o rio passar, ainda estavam imóveis e carentes observando a caatinga esturricada a poucos metros do São Francisco. Ali, onde era terra seca, existem hoje alguns milhares de
hectares irrigados, surgiu uma nova e produtiva fronteira agrícola que venceu sucessivas crises. Naturais e econômicas. Um
Pernambuco, enfim, que vem dando certo.
Litoral \/\/ No Recife, o empresário Gustavo Pinto, da Squadra
Engenharia, não só referenda o otimismo do secretário Fernando Coelho como enfatiza que é sempre melhor acender uma
vela do que amaldiçoar a escuridão. É isso o que ele está fazendo buscando novos mercados, inclusive no exterior. É outro
Pernambuco que também está dando certo.
Energia \/\/ Insatisfeitos com os crescentes aumentos no custo
saude.empauta.com
da energia, empresários pernambucanos que buscam outras
fontes de fornecimento energético estão vendo uma janela ser
aberta. A francesa Areva, que adquiriu 70% da pernambucana
Koblitz, concluiu associação com grupos sucroalcooleiros para
a produção de biomassa.
Bagaço\/\/AAreva\/Koblitz associou-se a dez usinas de açúcar
de Pernambuco e deAlagoas para a geração de energia elétrica a
partir do bagaço da cana. Terão 50 MW de capacidade de potência instalada a custo estimado em R$ 120 milhões, cada. Serão recursos próprios e de financiamentos do BNB e do
BNDES. Breve, vão poder vender energia
Sugestão do chefe Em 71 anos a Pitú já utilizou os mais diversos garotos-propaganda. Mas, esta semana, conseguiu sem
custo o de maior prestigio: o presidente Lula que recomendou
beber Pitú com mortadela da Sadia. A sugestão pegou e o restaurante carioca Passeio Público já a colocou no cardápio.
Má fama \/\/ As secretarias de Turismo estadual e municipais investem alto para fazer Pernambuco mais conhecido e atrair turistas. Na última semana, quatro navios aportaram no Recife,
conduzindo quase 10 mil passageiros. Cada visitante podia
gastar cerca de R$ 200\/dia. Mas poucos se aventuraram a conhecer a cidade. A violência é má anfitriã.
Turismo\/\/ Com um elenco de palestrantes que inclui o presidente doTJPE, Jones Figueiredo e o presidente daAbrajet,
Luís Felipe Moura, acontece hoje e amanhã, no Recife Palace,
o 2º Fórum de Direito do Turismo. Apesar da expansão e da extensão econômica do setor, as fronteiras entre direitos e deveres
ainda não estão bem definidas.
A campanha de vacinação contra a aftosa em Pernambuco
tem uma preocupação a mais neste ano. As áreas indígenas,
quilombolas e dos assentamentos estão sendo consideradas de
risco. O que levou o governo estadual a destinar 300 mil doses
para essas áreas. A primeira etapa da vacinação de bovinos e bubalinos vai de 1º a 30 de abril.
pg.171
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Diário de Pernambuco - Recife/PE
Ministério da Saúde | Programas | Combate à Dengue
Crianças como alvo do mosquito
Crianças de calças compridas, meias grossasemuito repelente.
Preocupados
com
o
avanço
da
dengue
entreospequenosemtodoo Brasil, paisemães tentam protegê-los
da formaquepodem.
Ao contrário do queocorre nos países do sudeste asiático, no
Brasil a dengue ainda é uma doença predominantemente de
adultos. A faixa etária dos 20 aos 49 anos representou 55% dos
casos da doença em Pernambuco entre 1995 e 2006. Mas no estado, desde 2003, esse cenário começouamudar, segundo dados do livro Vinte anos de evolução da dengue no estado de
Pernambuco, cuja publicação foi coordenada pela pesquisadora Marli Tenório. De lá para cá, a dengue vematingindo
cada vezmais crianças. E os quadros graves também. No ano
passado, 73% dos casos hemorrágicos ocorreram emmenores
de 15 anos.
Segundo o consultor do Ministério da Saúde e da Secretaria
Estadual de Saúde de Pernambuco em dengue, Carlos Brito,
cerca da metade dos 19 óbitos verificados no estado no ano passado também atingiu essa faixa etária. Os dados compilados no
livro que trata da evolução da dengue no estado entre 1987 e
2006 mostram, por exemplo, que a incidência da doença entre
crianças de 1 a 4 anos saltou de 45, 9 casos em cada grupo de
100 mil habitantes, em 1995, para 147, 7, em 2006. "Uma das
explicações para issoéque os adultos já entraramem contato
com diferentes vírus. Quando você entra em contato com um tipo de vírus da dengue, por exemplo o tipo 1, você fica com imunidade para ele para o resto da vida", explicou Carlos Brito.
Mais queusar repelentes ( motivo, aliás, de discordância entre
os especialistas) , Britoacredita que existemoutras formas mais
eficientes e, por quenão, divertidas de proteger as crianças. Para
o especialista, uma "caça" aos criadouros do Aedes aegypti dentro de casa é a melhor maneira de evitarque meninosemeninas fiquem doentes. Segundo o médico e professor daUniversidade
Federal do Ceará, IvoCastelo Branco, os sintomas da dengue
nas crianças são os mesmos dos adultos. "A diferença das crianças é que esses sinais de alarme ficam mais difíceis de ser identificados porque elas não sabem referi-los", disse. Segundo o
coordenador geral do Programa Nacional de Controle da
Dengue do Ministério da Saúde ( MS) , Giovanini Coelho,
adoença começou a atingir uma faixa etária mais baixa de forma mais acentuada em 2007, forçandooMS a adequar os manuais de manejo do paciente e fazer capacitações.
Lixo e falta de água: vilões para a procriação
Urbanização acelerada, grande produção de lixo, falhas no
abastecimento d"água. Oque isso tem a ver com o Aedes aegypti? Tudo. Para um mosquito urbano, que usa os "restos" do consumo humano como perfeitas "maternidades" artificiaiseque
encontra nos reservatórios domésticos de água locais excelentes para procriar, esse cenárioémais que perfeito. Os
desafios são muitos. Múltiplos.
Repetidos Brasil afora.
Em Pernambuco, há racionamento em 70% dos municípios.
São 3. 771. 637 pessoas sem água nas torneiras todos os dias.
Em relação ao lixo, segundo dados da Secretaria das Cidades,
só na Região Metropolitana do Recife ( RMR) são recolhidas
144. 583 toneladas de resíduos de origem doméstica, comercial
saude.empauta.com
e pública por mês. Isso dá 4. 819 toneladas por dia.
Cada morador da RMR produz cerca de 1, 317 quilo de lixo por
dia. Isso é mais queamédia dos municípios brasileiros ( entre 0,
8 e 1 quilo) .
"O primeiro grande desafio do Brasil no combate à dengue diz
respeito à questão da vulnerabilidade socioambiental das cidades brasileiras. Segundo o próprio IBGE, cerca de 80% das
pessoas estão vivendo nas cidades, com condições sanitárias
não muito adequadas.
A pesquisa de saneamento básico de 2000 já apontava a precariedade do destino adequado do lixo e do abastecimento de
água. Esses fatores guardam uma relação estreita com o propg.172
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Diário de Pernambuco - Recife/PE
Ministério da Saúde | Programas | Combate à Dengue
Continuação: Lixo e falta de água: vilões para a procriação
blema dengue", disse o coordenador geral do Programa Nacional de Controle da Dengue do Ministério da Saúde,
Giovanini Coelho.
E se todos esses problemas encontram eco no aumento da população de Aedes aegypti, o mesmo vale para a relação entre as
falhas na assistência à saúde e a taxa de letalidade da doença no
Brasil. Segundo o consultor do Ministério da Saúde Carlos
Brito, o esperado é que menos de 1% das pessoas com dengue
hemorrágica morram. "No Brasil, essa letalidade tem variado
entre 5% e 10%", disse. De acordo com o pesquisador da Escola Nacional de Saúde Pública da Fiocruz Paulo Sabroza,
80% dos óbitos poderiam ser evitados "se as pessoas fossem
atendidas emtempo útileseotratamento fosse conduzido de forma adequada".
Mesmo com os esforços do Ministério da Saúdeede secretarias
estaduaisemunicipais em capacitar médicos e enfermeiros, o
problema ainda se repete.
Entregues kits do Brasil Sorridente
O Ministério da Saúde anunciou ontem a entrega da primeira
parcela de 40, 6 milhões de kits de saúde bucal ( pasta de dente e
escova) que serão distribuídos no país. Deste total, 32, 4 milhões serão entregues às Equipes de Saúde Bucal ( ESB) em 4.
597 municípios. O restante será enviado a escolas públicas com
baixo Índice de Desenvolvimento da Educação Básica ( Ideb) .
A primeira parcela tem 17, 8 milhões de kits. A ação faz parte
do Programa Brasil Sorridente, que pretende mudar a realidade da população sem acesso a escova de dente com regularidade.
Índice remissivo de assuntos
Ministério da Saúde | José Gomes Temporão
112, 113, 114
Ministério da Saúde | Institucional
94, 95, 96, 97, 98, 99, 100, 101, 102, 103, 104, 105, 106, 108,
167, 172, 173
Ministério da Saúde | Secretários | Antônio Alves de Souza
163
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | Conselho Nacional de Saúde
95
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | Conselho Nacional de Secretários de Saúde
100
96, 99, 108, 113, 128, 158, 159, 160
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | ANS
46, 47, 48, 49, 50, 51, 52, 53, 54, 124
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | Inca
99, 108, 160, 161, 162
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | Fundação Nacional de Saúde
109, 110, 111, 112
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | SUS
95, 97, 100, 117, 118, 119, 121, 123, 124, 125, 126, 127, 128,
129, 130
Ministério da Saúde | Programas | Brasil Sorridente
173
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | Fundação
Oswaldo Cruz
103, 128, 141, 142, 143, 172
Ministério da Saúde | Programas | DST/Aids
167
Ministério da Saúde | Órgãos Vinculados | Anvisa
Ministério da Saúde | Programas | Saúde da Família
saude.empauta.com
pg.173
saude.empauta.com
Brasília, 27 de março de 2009
Continuação: Índice remissivo de assuntos
165, 167
109, 115, 128, 142, 143, 172
Ministério da Saúde | Programas | Combate à Dengue
172
Temas de Interesse | Febre Amarela
115, 116, 143
Ministério da Saúde | Programas | SAMU
143, 144, 145, 146, 147, 148, 149
Temas de Interesse | Saúde Pública
21, 22, 24, 25, 26, 27, 28, 29, 30, 31, 32, 33, 34, 35, 36, 37, 38,
39, 40, 41, 42, 43, 44, 45, 56, 64, 67, 69, 70, 71, 73, 76, 78, 79,
95, 96, 97, 99, 100, 102, 103, 104, 105, 106, 108, 110, 111,
115, 117, 121, 127, 128, 130, 141, 143, 145, 147, 158, 160,
161, 162, 172
Ministério da Saúde | Programas | Vacinação
171
Congresso Nacional | Comissão de Assuntos Sociais
47, 53, 136, 137, 138, 139, 141
Organismos Internacionais | Opas
101, 103, 105, 141
Organismos Internacionais | OMS
81, 88, 89, 90, 91, 101, 102, 105, 160, 161
Temas de Interesse | Dengue
54, 56, 58, 59, 60, 61, 63, 64, 65, 67, 68, 69, 70, 71, 72, 73, 74,
75, 76, 77, 78, 79, 80, 94, 100, 101, 102, 103, 104, 105, 106,
saude.empauta.com
Temas de Interesse | Tabagismo
96, 97, 99, 108, 112, 113, 150, 151, 152, 153, 155, 156, 157,
158, 160, 161
Temas de Interesse | Consumo de Álcool
32, 33, 168, 169, 170
Temas de Interesse | Vigilância Sanitária
22, 56, 65, 74, 96, 99, 108, 109, 113, 128, 131, 132, 133, 134,
135, 158, 160
pg.174

Documentos relacionados

Ministério da Saúde em pauta - RNPD ::. Rede Nacional de

Ministério da Saúde em pauta - RNPD ::. Rede Nacional de Tabagismo na mulher I . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

Leia mais

Ministério da Saúde em pauta - RNPD ::. Rede Nacional de

Ministério da Saúde em pauta - RNPD ::. Rede Nacional de saude.empauta.com Ministério da Saúde Clipping da imprensa Brasília, 25 de março de 2009 às 09h33 Relatório da pesquisa

Leia mais

Ministério da Saúde em pauta - RNPD ::. Rede Nacional de

Ministério da Saúde em pauta - RNPD ::. Rede Nacional de Hospital de Porto da Folha será inaugurado em maio . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

Leia mais